ISSN 1516-1498 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Política editorial

A revista publica manuscritos inéditos e oferece uma divisão ampla de tipos de artigos: relatos de casos, conferências, traduções de artigos originais (a rara tradução de trabalhos já publicados no exterior se justifica quando se trata de tema relevante na atualidade), estudos interdisciplinares, entrevistas e resenhas. Tanto as entrevistas quanto as resenhas são privilegiadas na medida em que representam a atualidade dos debates. Configuram-se como áreas de interesse para publicação temas do campo da psicanálise e de áreas afins das Ciências Humanas e Sociais.

 

Apreciação pelo Conselho Editorial

Os originais serão aceitos para avaliação desde que não tenham sido publicados anteriormente, devendo ser acompanhados de carta ao Editor Responsável solicitando publicação. Na carta, o(s) autor(es) deve(m) informar eventuais conflitos de interesse - profissionais, financeiros e benefícios diretos ou indiretos - que possam vir a influenciar os resultados da pesquisa. Devem, ainda, revelar as fontes de financiamento envolvidas no trabalho, bem como garantir a privacidade e o anonimato das pessoas envolvidas.

O material deve ser acompanhado também de uma declaração do(s) autore(s) atestando o ineditismo do trabalho, conforme o seguinte modelo: Eu, __________, declaro que o artigo intitulado __________, apresentado para publicação na revista Ágora - Estudos em Teoria Psicanalítica, não foi publicado ou apresentado para avaliação e publicação em nenhuma outra revista ou livro, sendo, portanto, original.

Inicialmente, o trabalho será apreciado pelo Editor, que enviará ao(s) autor(es) carta ou e-mail comunicando o início do processo editorial, desde que o material encaminhado esteja de acordo com as normas estabelecidas pela revista.

Em seguida, o manuscrito será enviado para avaliação de dois pareceristas anônimos, que poderão rejeitar, recomendar a publicação com reformulações ou aceitar a publicação sem modificações. Caso haja discordância entre os pareceres quanto à publicação, o trabalho será encaminhado a um terceiro consultor ad hoc. Os pareceres serão enviados ao(s) autor(es) para que se justifique o resultado da avaliação ou para que sejam realizadas modificações no texto, devendo o(s) autor(es), neste caso, devolver o trabalho reformulado no prazo máximo de vinte dias. O trabalho será reenviado aos pareceristas, que deverão se pronunciar com relação à revisão efetuada.

Caberá à Comissão Editorial a decisão final quanto à publicação. Pequenas alterações no texto poderão ser feitas pela Comissão Editorial para atender aos critérios e normas operacionais da revista.

Serão aceitos para publicação na revista Ágora - Estudos em teoria psicanalítica somente artigos que tenham como autor pelo menos um mestre ou doutor. Haverá exceção a essa regra no caso de autores que tenham notório saber, sendo a Comissão Editorial responsável por encaminhar os artigos destes autores para avaliação dos pareceristas.

Solicita-se aos pareceristas que levem em conta a inserção do artigo avaliado na área de abrangência da revista, bem como a organização, o conteúdo e a redação do trabalho, conforme roteiro abaixo:

Organização do trabalho
Adequação do título
Clareza e concisão do resumo
Pertinência das palavras-chave
Inserção na área de abrangência da revista

Conteúdo
Delimitação e definição do foco do trabalho
Explicitação das premissas do trabalho
Consistência do desenvolvimento da questão
Conclusões decorrentes da argumentação apresentada
Adequação da bibliografia ao problema abordado

Redação
Gramática/ortografia
Clareza na expressão das idéias
Citações apresentadas corretamente
Apresentação, organização e tamanho do artigo
Acordo com as "normas de publicação"

Julgamento final
Favorável à publicação sem modificações
Favorável à publicação com modificações
Desfavorável à publicação

O parecer será enviado para o autor, sendo importante que traga uma justificativa detalhada, destacando as modificações e sugestões necessárias, com indicação das passagens e sua localização (número da página) no artigo. No caso de parecer desfavorável, solicitamos que explicite os motivos.

A revista Ágora preserva o sigilo de seus consultores.

 

Público alvo

Tratando-se de uma revista especializada na área da psicanálise, o público alvo são os profissionais e pesquisadores deste campo do saber. Neste sentido, cabe a consideração sobre a importância fundamental de uma revista especializada nesta área no meio acadêmico. Ágora - estudos em teoria psicanalítica teve um papel precursor ao procurar circunscrever os limites do conhecimento psicanalítico na área acadêmica e indicar claramente a necessidade de um estudo aprofundado da teoria psicanalítica. Neste contexto, o projeto de uma revista que se caracterizou como veículo para a divulgação da produção que vem sendo realizada nos vários Programas teve uma importância capital. O mesmo ocorre com relação à produção de autores estrangeiros, dado que o Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica mantém acordos formais e informais com diversos Programas no exterior - notadamente Espanha, Argentina e França. Tais laços são estreitados, ainda, através da pesquisa realizada por vários doutorandos nestes Programas.

 

Forma e preparação de manuscritos

Apresentação dos originais

O autor deverá enviar o trabalho em duas cópias impressas e uma cópia eletrônica - em disquete (Word for Windows - versão 6.0 ou 7.0 e com extensão .doc) ou via e - mail. O texto deverá ser digitado em fonte Times New Roman, corpo 12, formato letter, espaço 1,5 cm. Os originais enviados não serão devolvidos.

Folha de rosto - Título em português; nome do autor, seguido de créditos acadêmicos e profissionais (em 3 linhas no máximo); endereço postal e eletrônico do autor; número de telefone/fax.

Folha de resumo - Resumo em português (máximo de 100 palavras - aproximadamente 580 caracteres com espaço); palavras-chave em português (no mínimo três e no máximo cinco palavras); título em inglês, compatível com o título em português; abstract, em inglês, compatível com o texto do resumo; keywords, em inglês, compatíveis com as palavras-chave.

Texto - O corpo do texto (sem contar as folhas de rosto e de resumo) deverá apresentar somente o título do trabalho e conter de 14 a 20 laudas com 2.000 caracteres com espaço cada uma. As resenhas não poderão exceder o total de 3 laudas.

Padrão das notas - As notas, utilizadas caso sejam indispensáveis, deverão ser indicadas por algarismos arábicos ao longo do texto e digitadas em página separada, intitulada "Notas", sem a utilização de programa automático do Word.

Referências e citações

A referência a autores deverá ser feita no corpo do texto, somente mencionando o sobrenome, acrescido do ano da obra.

Ex.: (GREEN, 1982)

Em caso de autores cujo ano do texto ou da obra é importante, colocar o ano em que foi escrito o texto ou a obra seguido do ano da edição utilizada.

Ex.: (FREUD, 1915/1974)

Caso haja coincidência de datas de um texto ou obra, distinguir com letra (1915a, 1915b), respeitando a ordem de entrada no artigo.

Em caso de compilação de textos de um mesmo autor em uma obra, colocar o ano do texto seguido do ano da edição da obra utilizada.

Ex: (LACAN, 1946/1966)

Caso haja vários autores, todos deverão ser citados, usando-se "e" ou "&".

Ex: (PRIGOGINE & STENGERS, 1984)

Em caso de citações textuais, entre aspas, deverá ser indicada a página.

Ex: "É que o saber não é feito para compreender, ele é feito para cortar." (FOUCAULT, 1984, p. 28)

Citações textuais com menos de três linhas, entre aspas, deverão ser mantidas no corpo do texto.

Citações textuais com mais de três linhas deverão aparecer em destaque, observando um espaço do tabulador, espaço simples, e digitadas em Times New Roman, corpo 10.

Referências Bibliográficas

As referências bibliográficas devem aparecer no final do artigo, em ordem alfabética de sobrenome. A lista se guiará pela ordem cronológica dos textos, ou seja, as obras de um mesmo autor devem ser listadas segundo o ano de publicação das mesmas.

Devem obedecer à seguinte ordem de itens:

Livro - sobrenome em caixas altas, iniciais do autor, ano da edição - antecedido, se for o caso, pelo ano em que foi escrito - entre parênteses, título em itálico, cidade, editora.

Ex: FOUCAULT, M. (1984) Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal.

LACAN, J. (1959-1960/1988) O Seminário livro 7, A ética da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Citação de Freud - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano em que foi escrito e ano da edição entre parênteses, título da edição utilizada em itálico, cidade, editora. Em seguida, o título do artigo entre aspas, volume e páginas.

Ex.: FREUD, S. (1975) The standard edition of the complete psychological works. Londres: Hogarth Press.

(1900) "The Interpretation of dreams", v.IV e V, p.1-734.

(1915) "Repression", v.XIV, p.141-158.

Artigo de livro - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição entre parênteses, título do artigo entre aspas, seguido de in (sem itálico) e do nome do coordenador, título do livro em itálico, cidade, editora.

Ex.: ANDRADE, R. (1995) "A teoria das pulsões no romantismo alemão", in MOURA, A. H. (org.). As pulsões. São Paulo: Escuta/Educ.

Capítulo ou parte de livro - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição entre parênteses, título da parte entre aspas, seguido de in e do título do livro em itálico, cidade, editora.

Ex: LACAN, J. (1946/1966) "Propos sur la causalité psychique", in Écrits. Paris: Seuil.

Artigo de revista - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição entre parênteses, título do artigo (sem aspas), nome da revista em itálico, volume (v.), número (n.), cidade, editora, páginas (usar p. para o singular e o plural).

Ex.: SAFRA, G. (2000) Uma nova modalidade psicopatológica na pós-modernidade: os espectrais. Psychê, ano IV, n.6. São Paulo: Unimarco, p.45-51.

Dissertações e teses - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano de defesa, título entre aspas, tipo de trabalho, programa, instituição, cidade.

Ex.: VIDAL, P.E.V. (2005) "Declinando o declínio do pai". Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica, Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Artigo publicado em revista eletrônica - sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano de publicação entre parênteses, título do artigo, nome da revista em itálico, volume (v.), número (n.), endereço eletrônico e data da consulta.

Ex.: DI MATTEO, V. (2005) Fenomenologia do espírito e psicanálise: aproximações. Revista Eletrônica Estudos Hegelianos, ano II, n.2. Disponível em: http://www.hegelbrasil.org. Acesso em: 10 mar 2006.

 

Envio de manuscritos

Revista Ágora - Estudos em Teoria Psicanalítica

A/c Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica
Instituto de Psicologia UFRJ
Campus Praia Vermelha
Av. Pasteur 250 - Pavilhão Nilton Campos - Urca
22290-240 Rio de Janeiro RJ
E-mail: agora@psicologia.ufrj.br

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Av. Pasteur, 250 fundos
22290-240 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 21 3878-5344


 revistaagoraufrj@gmail.com