ISSN 1517-106X versão impressa
ISSN 1807-0299 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A Revista Alea: Estudos Neolatinos foi criada em 1999 com o objetivo de constituir um instrumento de intercâmbio de pesquisas entre o Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas e os demais Programas de Pós-Graduação do país, estimulando assim o debate entre pesquisadores - docentes e discentes - e, ainda, entre a sociedade e a academia. Como objetivo a longo prazo, almejava igualmente o Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas um intercâmbio mais estreito com universidades estrangeiras que trouxessem por um lado informações e subsídios a respeito das línguas e literaturas pesquisadas e ensinadas em nossa universidade, e que, por outro, pudessem tomar conhecimento das pesquisas que a universidade brasileira faz com tanta seriedade em torno das línguas e literaturas estrangeiras modernas, sobretudo aquelas ligadas às culturas neolatinas. Um dos aspectos que vêm caracterizando a revista é sua abertura para os estudos comparados em torno de um núcleo temático, o que nos permite pôr em confronto aquilo que as línguas e literaturas do Programa de Letras Neolatinas devem ou emprestam às outras, ou simplesmente como estas reescrevem questões universais ou como suas questões próprias são recebidas e reescritas por outras culturas. A fim de facilitar o trânsito da revista no Brasil e no exterior, procuramos o apoio de diversos professores e pesquisadores de grandes centros universitários que, consultados, se dispuseram a colaborar com nosso empreendimento editorial. Desde o segundo número publicamos uma seção de resenhas de dissertações e teses, o que nos parece algo extremamente útil, já que permite que os trabalhos de conclusão de mestrado e de doutorado sejam divulgados junto ao público e possam até mesmo ser solicitados pelos pesquisadores interessados. Além disso, vimos também publicando resenhas críticas, para a avaliação de publicações recentes de interesse da área.

Criada pelo Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas (com auxílio do Programa de Apoio à Pós-Graduação da Capes) em parceria com a Contra Capa Livraria, a revista conta também, desde 2001, com o apoio do Programa de Apoio às Publicações Científicas do CNPq.

alea: Estudos Neolatinos aceita os seguintes tipos de trabalho:

  1. artigos inéditos em língua portuguesa que tenham relação com a área de letras (mínimo de 25.000 e máximo de 40.000 caracteres com espaço);

  2. resenhas críticas de dissertações, teses e livros de interesse para a área de letras (mínimo de 10.000 e máximo de 15.000 caracteres com espaço);

  3. traduções de textos ensaísticos e literários, com a devida autorização do autor e/ou editor (até 15.000 caracteres com espaço).

Os trabalhos deverão ser inéditos e vir acompanhados de resumos (de até 150 palavras) em português, em inglês e numa terceira língua (espanhol, francês ou italiano) e de três a cinco palavras-chave nas três línguas em que forem feitos os resumos. O título do trabalho deve vir também em inglês.

 

Forma e preparação de manuscritos

Formato, dados do autor e referências bibliográficas

Os trabalhos devem ser enviados por e-mail (em processadores de texto compatíveis com a plataforma Windows, margens laterais de 3 cm, corpo 12 e espaço 1,5), em arquivo sem identificação do autor.

Em arquivo à parte, o autor deve mandar pequena apresentação biográfica (até seis linhas), com nome completo, titulação, instituição, cargo e publicações mais relevantes, bem como endereço para correspondência e e-mail.

Com relação ao formato das notas, a revista optou por dois tipos de referência: a) notas de conteúdo, que devem vir formatadas como notas de rodapé; b) notas bibliográficas, referentes aos textos citados, que devem vir entre parênteses no corpo do texto, contendo o nome do autor, o nome da obra ou do artigo e da obra em que está inserido, o local, a editora e a data de publicação e o número da(s) página(s). Na impressão, as notas bibliográficas figurarão como notas laterais. As citações em língua estrangeira devem vir acompanhadas de tradução para o português.

Exemplo de livro:

Rosa, João Gimarães. Grande Sertão: Veredas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986: 118-119.

Exemplo de artigo de livro:

Guilhaumou, J. & Maldidier, D. "Da enunciação ao acontecimento em Análise do Discurso". Em: Guimarães, E. (org.). História e sentido na linguagem. Campinas: Pontes, 1989:66.

Exemplo de artigo de periódico:

Candido, Antonio. "Literatura e sociedade", Letra no 2, Rio de Janeiro: Faculdade de Letras da UFRJ, 1984:239.

 

Envio de manuscritos

Direitos

O envio dos trabalhos implica a cessão imediata e sem ônus dos direitos de publicação para a revista. O autor é integralmente responsável pelo conteúdo do artigo e continua a deter todos os direitos autorais para publicações posteriores do mesmo, devendo, se possível, fazer constar a referência à primeira publicação na revista. Esta não se compromete a devolver as contribuições recebidas. Com a publicação do artigo o autor receberá dois exemplares da revista. No caso de resenhas, 1 exemplar.

Peer Review

Todos os artigos enviados são primeiramente analisados pelos editores, que decidem se vão submetê-lo ao processo de revisão por pares. Os revisores devem ser pesquisadores de renome na área e são escolhidos em função do tema do artigo, a partir de consulta aos membros do Conselho¬† Editorial e às bases de dados do CNPq. A princípio os artigos são enviados a dois revisores, mas caso haja conflito entre os pareceres, solicita-se um terceiro parecer. A decisão final cabe aos editores.

Conflito de Interesses

Quando existe alguma relação entre os autores e qualquer entidade pública ou privada que possa derivar algum conflito de interesse, esta possibilidade deve ser comunicada e será informada no final do artigo.

Para a remessa de trabalhos ou outras informações, entrar em contato com alea: Estudos Neolatinos no endereço abaixo.

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Av. Brigadeiro Trompovsky s/n
Ilha do Fundão s/n
21941-590 Rio de Janeiro RJ Brasil


alea@letras.ufrj.br