ISSN 1679-6225 versão impressa
ISSN 1982-0224 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A revista Neotropical Ichthyology publica artigos originais sobre peixes neotropicais de água doce e marinhos nas áreas de Biologia, Ecologia, Etologia, Fisiologia, Genética e Biologia Molecular e Sistemática.

Os manuscritos submetidos deverão ser contribuições relevantes dentro de sua área de investigação específica, devendo apresentar clara fundamentação teórica do tema, descrição dos objetivos e/ou hipóteses em análise, além de desenho amostral e analítico condizentes com a proposta. Trabalhos descritivos originais de elevada qualidade e relevância serão considerados para publicação. Observações casuais, notas científicas ou estudos meramente descritivos sem associação com questões teóricas relevantes não serão considerados para análise. O Editor e os editores de área avaliarão previamente o manuscrito submetido, a fim de determinar se seu conteúdo é adequado para publicação na revista Neotropical Ichthyology.

A revista está aberta para submissões a todos os pesquisadores da ictiofauna Neotropical. O pagamento dos custos de publicação pode ser requerido se nenhum dos autores for membro da Sociedade Brasileira de Ictiologia.

 

Submissão de manuscritos

Manuscritos devem ser submetidos como arquivos digitais no sítio http://mc04.manuscriptcentral.com/ni-scielo

Na submissão do manuscrito, os autores devem incluir uma carta com uma declaração de que se constitui em pesquisa original não submetida a outro periódico.

Na submissão do manuscrito, os autores devem incluir uma carta com uma declaração de que se constitui em pesquisa original não submetida a outro periódico.

Todos os co-autores e respectivos e-mails devem ser registrados nos formulários indicados durante a submissão do manuscrito.

Durante a submissão, indicar a área da revista (Bioquímica e Fisiologia, Biologia, Ecologia, Etologia, Genética e Biologia Molecular, Sistemática) a que o manuscrito se refere.

Durante a submissão, indique três possíveis referees (nome, instituição, país e email) para a análise do manuscrito.

Manuscritos submetidos fora do formato requerido nas instruções aos autores serão devolvidos.

Manuscritos submetidos com uso inapropriado da língua inglesa serão devolvidos sem revisão. O uso adequado da língua inglesa é um requisito para a revisão e publicação.

 

Forma e preparação de manuscritos

Texto deve ser em Word for Windows ou arquivos rtf.

Figuras e tabelas devem ser carregadas separadamente como arquivos individuais.

Não duplique informações no texto, nas figuras e nas tabelas. Apresente apenas figuras e tabelas que são estritamente necessárias.

Formato

Texto deve ser apresentado em inglês.

O manuscrito deve conter os seguintes itens, nesta ordem:

Título

  • Título em minúsculas da seguinte forma: “Isbrueckerichthys epakmos, a new species of loricariid catfish from the rio Ribeira de Iguape basin, Brazil (Teleostei: Siluriformes)”.
  • Táxons subordinados dever ser separados por dois-pontos, como segue: “(Siluriformes: Loricariidae)”.

Autor (es) nome (s)

  • Só as iniciais devem ser em letras maiúsculas. Nunca abrevie o primeiro nome.

Endereços

  • Não apresente os endereços em nota de rodapé.
  • Use números arábicos sobrescritos1 para identificação no caso de múltiplos autores e endereços.
  • Listar endereços completos e email de todos os autores.

Abstract

  • Em inglês.

Resumo

  • Em Português ou espanhol. Deve ter o mesmo conteúdo do Abstract em inglês.

Palavras-chave

  • Cinco palavras-chave em inglês, não repetir palavras ou expressões do título.

Introdução
Material e Métodos
Resultados
Discussão
Agradecimentos
Literatura citada
Tabela (s)
Legenda(s) da(s) Figura(s)

Em trabalhos taxonômicos Verifique também: Neotropical Ichthyology taxonomic contribution style sheet.

Texto

  • Páginas de texto não podem incluir cabeçalhos, rodapés, ou notas de rodapé (exceto o número de página) ou qualquer formato de parágrafo. Texto deve ser alinhado à esquerda.
  • Usar Times New Roman, fonte tamanho 12.
  • Não hifenizar o texto.
  • Usar a fonte “symbol” para representar os caracteres a seguir:
  • Espécies, gêneros e termos em Latim (et al., in vitro, in vivo, vs.) devem ser em itálico.
  • Termos em Latim apresentados entre os nomes genéricos e específicos - cf., aff. (por exemplo, Hoplias cf. malabaricus) não devem ser em itálico.
  • Não abreviar o nome do gênero no início de uma frase ou parágrafo.
  • Não sublinhar palavras.
  • Os títulos a seguir devem ser apresentados em negrito: Introduction, Material and Methods, Results, Discussion, Acknowledgments, Literature Cited.
  • Listar abreviaturas utilizadas no texto em Material e Métodos, exceto para aqueles de uso comum (por exemplo, min, km, mm, kg, m, s, h, ml, L, g).
  • As medidas devem usar o sistema métrico
  • Manuscritos devem conter as siglas institucionais e os números de catálogo de espécimes-testemunho.
  • Descritores geográficos (rio, igarapé, arroio, córrego) devem ser em letras minúsculas, exceto quando se refere a um nome de localidade (e.g., municipality of Arroio dos Ratos, State of Rio Grande do Sul).
  • Agradecimento(s) deve(m) ser conciso(s).

Nomenclatura

  • Nomes científicos devem ser citados de acordo com o ICZN (1999).
  • A autoria de nomes científicos é necessária apenas em trabalhos taxonômicos e na primeira referência de uma espécie ou gênero. Não inclua autoria no resumo e abstract.
  • Verifique a ortografia, nomes válidos e autoria de espécies no Catalog of Fishes em http://research.calacademy.org/research/ichthyology/catalog/fishcatmain.asp

Tabelas

  • Tabelas devem ser numeradas sequencialmente de acordo com a sua ordem de citação no texto, usando os seguintes formatos: Table 1, Tables 1-2, Tables 1, 4.
  • A palavra Table e o respectivo número devem ser grifados em negrito nas legendas das Tabelas.
  • Tabelas devem ser construídas usando linhas e colunas; não use tabulações e espaços.
  • Tabelas não podem conter linhas verticais ou notas de rodapé. Arquivos digitais de tabelas devem ser formatados em células. Arquivos digitais de tabelas com colunas separadas por tabulação ou espaço não serão aceitas.
  • Legendas devem ser incluídas no final do manuscrito, no seguinte formato:
    • Table 1. Monthly variation of the gonadosomatic index in Diapoma speculiferum ...

  • Os locais aproximados onde as tabelas devem ser inseridas devem ser indicados ao longo da margem do texto.

Figuras

  • Figuras devem ser numeradas sequencialmente de acordo com a sua ordem de citação no texto, usando os seguintes formatos: Fig. 1, Figs. 1-2, Fig. 1a, Figs. 1a-b, Figs. 1a, c.
  • A palavra Fig. e respectivo número devem ser apresentado em negrito nas legendas.
  • Figuras devem ser de alta qualidade e definição.
  • Texto incluído em gráficos e imagens deve ter tamanho de fonte compatível com reduções à largura da página (175 mm) ou largura da coluna (85 mm). Gráficos serão impressos preferencialmente com a largura de uma coluna (85 mm).
  • Fotos coloridas serão aceitas somente se necessário e o custo da impressão poderá ser cobrado dos autores.
  • Figuras compostas devem ser preparadas a fim de ajustar-se à largura da página (175 mm) ou largura da coluna (85 mm).
  • Ilustrações devem incluir uma escala ou uma referência para o tamanho do item ilustrado na legenda da figura.
  • Nunca inclua objetos ou ilustrações na legenda da figura. Substituir por texto (e.g., “triângulo preto”) ou representar seu significado na própria figura.
  • Uma lista de legendas das figuras deve ser apresentada no final do arquivo do manuscrito.

Literatura Citada

  • Use os seguintes formatos de citação no texto: Eigenmann (1915, 1921) ou (Eigenmann, 1915, 1921; Fowler, 1945, 1948) ou Eigenmann & Norris (1918) ou Eigenmann et al. (1910a, 1910b).
  • Não inclua resumos e relatórios técnicos na literatura citada.
  • Evite referências desnecessárias a teses ou dissertações.
  • Nunca use tabulação ou espaço para formatar referências.
  • A literatura citada deve ser ordenada em ordem alfabética. Referências com dois ou mais autores devem ser listadas na ordem alfabética do sobrenome do primeiro autor e, em seguida, do sobrenome do segundo autor e assim sucessivamente.
  • Não abreviar nomes dos periódicos.
  • Não use itálico ou negrito para títulos de livros e revistas.
  • As citações no texto devem corresponder às referências em Literatura Cited.
  • Use os seguintes formatos:

Livros:
Campos-da-Paz, R. & J. S. Albert. 1998. The gymnotiform “eels” of Tropical America: a history of classification and phylogeny of the South American electric knifefishes (Teleostei: Ostariophysi: Siluriphysi). Pp. 419-446. In: Malabarba, L. R., R. E. Reis, R. P. Vari, Z. M. S. Lucena & C. A. S. Lucena (Eds.). Phylogeny and Classification of Neotropical Fishes. Porto Alegre, Edipucrs.

Teses/Dissertações:
Langeani, F. 1996. Estudo filogenético e revisão taxonômica da família Hemiodontidae Boulenger, 1904 (sensu Roberts, 1974) (Ostariophysi, Characiformes). Unpublished Ph.D. Dissertation, Universidade de São Paulo, São Paulo, 171p.

Artigos:
Lundberg, J. G., F. Mago-Leccia & P. Nass. 1991. Exallodontus aguanai, a new genus and species of Pimelodidae (Teleostei: Siluriformes) from deep river channels of South America and delimitation of the subfamily Pimelodinae. Proceedings of the Biological Society of Washington, 104: 840-869.

Artigos no prelo:
Burns, J. R., A. D. Meisner, S. H. Weitzman & L. R. Malabarba. (in press). Sperm and spermatozeugma ultrastructure in the inseminating catfish, Trachelyopterus lucenai (Ostariophysi: Siluriformes: Auchenipteridae). Copeia, 2002: 173-179.

Recursos da Internet:
Author. 2002. Title of website, database or other resources, Publisher name and location (if indicated), number of pages (if known). Available from: http://xxx.xxx.xxx/ (Date of access).

 

Informações adicionais

Contate o editor em neoichth@ufrgs.br

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Departamento de Zoologia - IB
Universidade federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - bloco IV - Prédio 43435
91501-970 - Porto Alegre, RS - Brasil
Tel.: 55-21-2568-8262


neoichth@ufrgs.br