ISSN 0031-1049 versão impressa
ISSN 1807-0205 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Informações Gerais

Papéis Avulsos de Zoologia (PAZ) e Arquivos de Zoologia (AZ) abrangem primeiramente as áreas da Zoologia, publicando contribuições originais em sistemática, paleontologia, biologia evolutiva, ecologia, taxonomia, anatomia, comportamento, morfologia funcional, biologia molecular, ontogenia, faunística e biogeografia. Papéis Avulsos de Zoologia e Arquivos de Zoologia também estimulam o envio de trabalhos de cunho teórico e empírico que explorem princípios e métodos de sistemática.

Todas as contribuições devem seguir as regras e recomendações do Código Internacional de Nomenclatura Zoológica (IZCN). Espécimes relevantes devem ser depositados em uma instituição mantenedora oficial, pública ou privada. Amostras de tecidos devem estar relacionadas ao seu espécime testemunho, e todas as seqüências nucleotídicas (alinhadas ou não) devem ser submetidas ao GenBank (www.ncbi.nih.gov/Genbank) ou ao EMBL (www.ebi.ac.uk).

 

Revisão por Pares

Todos os artigos enviados aos Papéis Avulsos de Zoologia e Arquivos de Zoologia são submetidos à análise por, pelo menos, 2 pareceristas, além do Editor-Chefe. Todos os autores serão informados da data de recebimento. Os autores podem sugerir potenciais revisores. As comunicações de aceitação ou rejeição dos manuscritos ocorrem por meio de correspondências eletrônicas remetidas somente ao primeiro autor ou correspondente. Uma vez aceito um manuscrito que dependa de alterações sugeridas pelos pareceristas, é solicitado ao autor o envio da versão revisada contendo essas alterações (ou explicação detalhada da razão pela qual uma ou mais sugestões não foram adotadas) dentro de, no máximo, 15 dias após o recebimento da comunicação do editor.

 

Provas

As provas contendo a versão revisada serão enviadas ao correio eletrônico do primeiro autor ou correspondente. As provas devem retornar ao editor, preferencialmente dentro de 48 horas. A omissão do retorno da prova significará a aprovação automática da versão sem alterações, podendo resultar ou não em um atraso na publicação. Apenas as correções necessárias serão permitidas. Uma vez enviadas as provas ao autor, alterações posteriores e/ou adições significativas ao texto serão permitidas somente sob custeio do autor ou sob a forma de um breve apêndice (nota acrescida à prova).

 

Envio de Manuscritos

O manuscrito deve ser enviado através do SciELO Submission, juntamente com a carta de encaminhamento explicando a importância e originalidade do estudo. Favor manter sempre atualizado o correio eletrônico e o endereço do autor ou correspondente, visto que este será utilizado para enviar as 50 separatas de direito do autor. Figuras, tabelas e gráficos não devem ser inseridos no texto. Os arquivos devem ser encaminhados em arquivos separados nos formatos ".jpg" e ".tif" para as figuras e ".xls" e ".cdr" para gráficos, com resolução mínima de 300 dpi. As tabelas devem ser colocadas no final do manuscrito.

Os manuscritos não devem ser publicados ou apresentados, total ou parcialmente, em outro veículo de comunicação. Os manuscritos são avaliados quanto à originalidade, qualidade e relevância da pesquisa, clareza do texto e adequação às diretrizes para preparação do manuscrito.

Os manuscritos devem ser redigidos preferencialmente em Inglês, embora textos em Português e Espanhol possam também ser considerados. Recomenda-se que estudos com ampla abrangência sejam enviados em Inglês. Todos os manuscritos devem conter um resumo e palavras-chave em Inglês e um segundo resumo e palavras-chave em Português ou Espanhol.

Pede-se aos autores que atentem às instruções relativas à preparação dos manuscritos. A estrita adequação às diretrizes acelerará o processamento do manuscrito.

 

Formato do Manuscrito

Os manuscritos não devem exceder 150 páginas e devem apresentar: espaçamento duplo entre linhas, texto justificado, corpo 12 e fonte Times New Roman (exceto para símbolos). O formato do papel deve ser A4 (21,0 por 29,7 cm), com margens de 3 cm. As páginas do manuscrito devem ser numeradas consecutivamente.

O texto deve ser organizado na seguinte ordem: Página-Título, Resumos com Palavras-chave, Corpo do Texto, Literatura Citada, Tabelas, Apêndices e Legendas das Figuras. Cada uma dessas seções deve ser iniciada em uma nova página.

(1) Página-Título: Deve incluir o título, título resumido, nome(s) do(s) autor(es) e instituições. O título deve ser conciso e, quando conveniente, deve incluir menções sobre as famílias e/ou táxons de categorias superiores. Nomes de táxons novos não devem ser incluídos nos títulos.

(2) Resumos: Todos os artigos devem conter um resumo e palavras-chave em Inglês e outro em Português ou Espanhol. A qualidade do resumo é de grande importância uma vez que este pode ser reproduzido em outros veículos. Por isso, deve ser redigido de forma inteligível uma vez que pode ser publicado isoladamente, devendo sintetizar os principais fatos, idéias e conclusões do artigo. Resumos telegráficos são inaceitáveis. Por fim, o resumo deve incluir todos os novos nomes taxonômicos para fins de referência. Abreviações devem ser evitadas. Não se devem citar referências bibliográficas. Os resumos e as palavras-chaves não devem exceder 350 e 5 palavras respectivamente.

(3) Corpo do Texto: O corpo do texto principal deve incluir as seguintes seções: Introdução, Material e Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão, Agradecimentos e Referências. Os cabeçalhos principais de cada seção do corpo do texto devem ser redigidos em letras maiúsculas, em negrito e centralizados. Os cabeçalhos secundários devem ter somente a primeira letra maiúscula, em negrito e centralizados. Os cabeçalhos terciários devem ter somente a primeira letra maiúscula, em negrito e recuados à esquerda. Em todos os casos o texto deve começar na linha seguinte.

(4) Literatura Citada: As citações no texto devem se dar da seguinte forma: Silva (1998) ou Silva (1998:14 20) ou Silva (1998: figs. 1, 2) ou Silva (1998a, b) ou Silva & Oliveira (1998) ou (Silva, 1998) ou (Rangel, 1890; Silva & Oliveira, 1998a, b; Adams, 2000) ou (Silva, pers. com.) ou (Silva et al., 1998), sendo este último quando o artigo contiver três ou mais autores. Não há necessidade da referência ser citada apenas como autoria de táxons.

(5) Modelos de Referências: A Literatura Citada deve ser organizada em ordem alfabética e de acordo com o seguinte formato:

  • Artigos de Periódicos - Autor(es). Ano. Título do artigo. Título da publicação, volume:página inicial-página final.
  • Livros - Autor(es). Ano. Título do livro. Editora, Local de publicação.
  • Artigos de Livros - Autor(es). Ano. Título do capítulo ou parte. In: Autor(es) ou Editor(es), Título do livro. Editora, Local de publicação, volume ou parte, página inicial-página final.
  • Dissertações e Teses - Autor(es). Ano. Título da dissertação ou tese. (Dissertação de mestrado ou Tese de doutorado). Universidade, Local da Publicação.
  • Publicações Eletrônicas - Autor(es). Ano. Título do documento. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: data.

Tabelas: Todas as tabelas devem ser numeradas na mesma seqüência em que são citadas no texto. As legendas devem ser auto-explicativas, sem necessidade de se recorrer ao texto. As tabelas devem ser formatadas no sentido retrato (portrait), nunca no sentido paisagem (landscape). No texto, devem ser referidas como Tabela 1, Tabelas 2 e 4, Tabelas 2 6. Empregar "TABELA" no título da tabela.

Ilustrações: As figuras devem ser numeradas consecutivamente, na mesma seqüência em que são citadas no texto. Cada ilustração de uma figura composta deve ser identificada por letra maiúscula e referida no texto como, por exemplo: Fig. 1A, Fig. 1B. Quando possível, as letras devem ser posicionadas no canto inferior esquerdo de cada ilustração de uma figura composta. Letras escritas à mão nas figuras são inaceitáveis. As figuras devem ser organizadas de modo a minimizar espaços entre as ilustrações. Fotografias em preto e branco ou coloridas devem ser digitalizadas em alta resolução (mínimo de 300 dpi). Utilizar "Fig(s)." ao se referir às figuras no texto, "FIGURA(S)" nas legendas das figuras e "fig(s)." quando se referir às figuras em outro artigo.

Responsabilidade: O conteúdo científico e as opiniões expressas no manuscrito são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

Direitos autorais: Deve ser enviada ao Editor, carta de concessão de direitos autorais e anuência, assinada por todos os autores, antes da publicação do manuscrito. O modelo está disponível no endereço eletrônico do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo.

Para mais detalhes do formato de preparação do manuscrito, consulte CBE Style Manual, disponível no endereço eletrônico do Council of Science Editors (www.councilscienceeditors.org/publications/style.cfm).

Papéis Avulsos de Zoologia e Arquivos de Zoologia são publicações do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (www.mz.usp.br).

Consulte sempre as Instruções aos Autores impressas nos últimos fascículos ou nas páginas eletrônicas: www.scielo.br/paz ou www.mz.usp.br/publicacoes.

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo
Avenida Nazaré, 481, Ipiranga
CEP: 04263-000, São Paulo, SP, Brasil
Tel.: +55 11 2065-8133


einicker@usp.br