ISSN 0034-7612 versão impressa
ISSN 0034-7612 online version

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

Área de Interesse da Publicação

Artigos cujo conteúdo estabeleçam ou acompanhem, de maneira analítica, a agenda das principais temáticas contemporâneas da ação pública, promovendo o encontro entre o universo conceitual em evolução e as demandas práticas do agir público cotidiano. Busca-se situar a revista na linha de vanguarda dos debates nacionais, regionais e internacionais, especialmente em áreas críticas de transformação no âmbito do Estado e de suas relações com a sociedade. Após um breve período em que ofereceu a possibilidade de receber trabalhos na área de Administração de Empresas, a revista retoma, a partir de 2012, sua linha vocacional original: Administração Pública entendida no seu sentido amplo. Assim, seu posicionamento é de que discutir a ação pública envolve cada vez mais a extensão dos horizontes para além da administração pública no seu sentido tradicional, abrangendo outros atores da sociedade civil e do meio empresarial e a disposição de assumir um papel ativo, empírico e teórico no debate de temáticas presentes no cenário social, político, cultural e econômico, nacional e internacional. A revista está aberta a contribuições de todas as áreas de conhecimento preocupadas com a efetividade e equidade da ação pública, entre estas se destacam: Administração e Desenvolvimento; Administração Pública; Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas; Estudos Organizacionais; Gestão Social; Movimentos Sociais; Política Pública.

As áreas de interesse são : Ciências Sociais Aplicadas, Administração e Administração Pública

Público da Revista

Pesquisadores, professores, gestores e atores sociais e políticos comprometidos com a efetividade e equidade da ação pública.

Avaliação Pelos pares

Todos os trabalhos submetidos à apreciação da RAP devem ser inéditos (nacional e internacionalmente), não estando sob consideração para publicação em qualquer outro veículo de divulgação. A revista segue as diretrizes da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPq (07/10/2011) e recomenda sua leitura atenta. Todos os artigos submetidos são lidos pelo editor e pelos editores adjuntos, que examinam a adequação do trabalho à linha editorial da revista e poderão rejeitar artigos - sem a necessidade de apresentar pareceres - que não estejam próximos da fronteira teórico-empírica das temáticas públicas ou que não respeitam os princípios e diretrizes básicos de comunicação acadêmica responsável. Num segundo momento, dois avaliadores analisam o artigo em processo duplo-cego, fazem comentários e oferecem, quando relevantes, sugestões de melhoria. Esta etapa poderá envolver reavaliações contínuas, no intuito de reunir esforços para o aprimoramento dos trabalhos. Caso não haja consenso, o artigo será enviado para um terceiro avaliador. Depois de aprovado pelo corpo científico da revista, o artigo é submetido à edição, verificação bibliográfica e de normas da ABNT e à revisão ortográfica e gramatical. A versão final é enviada ao autor principal para a sua aprovação formal antes de ser publicado, não sendo aceita qualquer modificação posterior. Após esta aprovação, o artigo segue para a impressão e a publicação eletrônica na base de indexação SciElO

 

Fluxograma do processo editorial

 

Forma e preparação de manuscritos

As seções publicadas na RAP

Os artigos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da Fundação Getulio Vargas.

Diversas seções publicadas na RAP

  1. Artigos nacionais e internacionais (redigidos em português, inglês ou espanhol) de orientação empírico teórica.
  2. Seções temáticas com chamadas específicas para submissão de trabalhos.
  3. Artigos convidados, notas e comentários sobre temas da atualidade.

Forma de apresentação dos originais

Os originais deverão ser submetidos conforme as regras abaixo:

- em arquivo Word no formato DOC enviado pelo sistema de submissão do SciELO;

- formatação do texto: espaçamento entre linhas duplo; fonte Times New Roman 12; margens (esquerda, direita, superior e inferior) de 2,5 cm; Formato do papel: tamanho A-4 (29,7 x 21 cm);

- ter entre 7.000 e 9.000 palavras (máximo de 40 laudas), incluindo resumos, palavras-chave, tabelas, ilustrações, quadros, notas, apêndices e referências bibliográficas;

- conter resumos em português, espanhol e inglês com no máximo 10 linhas cada, títulos e indicação de até cinco palavras-chave nos três idiomas;

- citações bibliográficas:

  • No miolo ou em notas de rodapé, devem figurar: último sobrenome do autor ou dos autores, ano e indicação de volume, capítulo, página (quando for o caso).
  • Aspectos Gerais:

Sobrenome de um autor: Silva (2004) ou (Silva, 2004)

Sobrenomes de dois autores: Melo e Araújo (2007) ou (Melo e Araújo, 2007)

Sobrenomes de três autores: McCubbins, Noll e Weingast (1987) ou(McCubbins, Noll e Weingast, 1987)

Sobrenomes de mais de três autores: Nunes e colaboradores (2007) ou (Nunes et al., 2007)

Segundo Nunes e colaboradores (2007:15), as regras do método sociológico...

As regras do método sociológico (Nunes et al., 2007:15) podem ser definidas...

Citações de diferentes autores: (Mueller e Pereira, 2002; Correa et al., 2006); (Bresser-Pereira, 2005a, 2005b; Presidência da República, 1995) ou ... Cf. Correa e colaboradores (2006); Mueller (2002); Mueller e Pereira (2002); Pacheco (2003)

Citações com indicações de páginas: ...segundo Vianna, 1997:13 ou (Vianna, 1997:13).
Não usar espaço entre os dois-pontos e o número da página.

Atenção na compilação da bibliografia e na datação dos materiais citados ao longo do texto. Toda referência citada no miolo do texto deve constar da lista de referências bibliográficas apresentada no final do artigo e vice-versa.

- as referências bibliográficas devem ser elaboradas com base nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT NBR 6023/2002) e padrão RAP, sendo apresentadas no final do texto:

  • Forma de apresentação: usar por extenso o sobrenome do autor (em letra maiúscula) e o prenome do autor (somente a inicial em letra maiúscula e as demais em minúscula): os nomes do meio deverão vir abreviados (em letra maiúscula).

João Cabral de Melo Neto
MELO NETO, João C. de
Antonio Carlos Carneiro de Albuquerque
ALBUQUERQUE, Antonio C.C.

Aspectos gerais

artigo:

DENZIN, Norman K. A note on emotionality, self and interaction. The American Journal of Sociology, v. 89, p. 402-409, 1983.

LOCK, Andrew; HARRIS, Phil. Political marketing - vive la difference! European Journal of Marketing, v. 30, n. 10-11, p. 14-24, 1996.

BRITO, Eliane P.Z. et al. A relação entre aglomeração produtiva e crescimento: a aplicação de um modelo multinível ao setor industrial paulista. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 4, p. 615-632, ago. 2010.

livro:

ALBUQUERQUE, Antonio C.C. Terceiro setor: história e gestão de organizações. São Paulo: Summus, 2006.

GRANDI, Rodolfo; MARINS, Alexandre; FALCÃO, Eduardo (Org.). Voto é marketing... o resto é política. São Paulo: Edições Loyola, 1992.

tese:

ALDÉ, Alessandra. A construção da política: cidadão comum, mídia e atitude política. Tese (doutorado) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

anais:

HOLANDA, Antônio N.C. Avaliação de políticas públicas: conceitos básicos, o caso do ProInfo e a experiência brasileira. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DEL CLAD SOBRE LA REFORMA DEL ESTADO Y DE LA ADMINISTRACIÓN PÚBLICA, 8., 2003, Panamá. Anais... Panamá: Clad, 2003. p. 28-31.

ADAMI, Thiago, H.M.; REIS, Paulo, R.C. Avaliação de políticas públicas de recursos hídricos: o caso do Projeto de Irrigação Gorutuba - MG. In: ENANPAD, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpad, 2008. p. 1-16.

Congressos/Encontros:

ALMEIDA, Antônio J.F.S. de. Evolução de imagem e marketing nos 18 meses de governo Lula. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPOCS, XVIII, 2004, Caxambu.

Trabalhos em meio eletrônico:

SOARES, Sergei; PIANTO, Donald M. Metodologia e resultados da avaliação do programa de erradicação do trabalho infantil. Rio de Janeiro: Ipea, 2003. (Texto para Discussão n. 994). Disponível em: <www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_0994.pdf>. Acesso em: 13 out. 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Área territorial oficial.Disponível em: <www.ibge.com.br/home/geociencias/areaterritorial/principal.shtm>. Acesso em: 10 out. 2009.

- as ilustrações: sua identificação deverá aparecer na parte superior, precedida da palavra designada (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, travessão e do respectivo título. Na parte inferior da ilustração, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, ainda que seja produção do próprio autor), legenda, notas e outras informações necessárias à sua compreensão (se houver). A ilustração deve ser citada no texto. A definição da(s) ilustração(ões) deve estar em alta qualidade para visualização e leitura, assim como o tamanho da fonte utilizado. A RAP é impressa monocolor (preto), logo as ilustrações que apresentarem cores, deverão ser modificadas para visualização nas tonalidades preto e cinza.

- os usuários já cadastrados no SciELO para a RAP, ou qualquer outra revista na plataforma, não precisam criar um novo login e senha ao submeter o artigo;

- dois é número máximo de artigos que podem ser submetidos por autor por ano, independentemente da posição de autoria.

O autor deverá submeter dois documentos separados, o texto do artigo (sem as propriedades de autoria, empresa) e um documento suplementar de acordo com as seguintes instruções:

- no documento suplementar, deverão ser apresentados o título do trabalho e o(s) nome(s) completo(s) do(s) autor(es), formação acadêmica, instituição(ões) a que está(ão) afiliado(s), cargo(s) que ocupa(m), endereço completo para correspondência e e-mail;

- quando o trabalho for escrito por vários autores é preciso ordená-los de acordo com a contribuição de cada um; com o autor principal em primeiro lugar. Caso seja adotado outro procedimento, os autores deverão explicitar a razão. Informar se o texto foi apresentado ou publicado anteriormente em anais de congresso;

- no final do documento suplementar, o(s) autor(es) deverá (ão) incluir um breve comentário de, no máximo, 10 linhas, apontando os principais avanços que o trabalho apresenta em relação ao tema em foco.

- no início do texto do artigo somente deverá constar os títulos do artigo (português, espanhol e inglês), resumos e palavras-chaves nos três idiomas, sem identificação do(s) autor(es). Deve-se evitar qualquer identificação direta ou indiretamente ao longo do texto (ver recomendações SciELO na pagina de submissão);

Lembramos que todos os trabalhos devem ser submetidos pelo Sistema de submissão e publicação do SciELO (http://submission.scielo.br/index.php/rap/login).

A revista não recebe artigos enviados por outros meios.

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Fundação Getulio Vargas
Rua Praia de Botafogo - 190/ 5 andar
22250-900 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 21 2559-5775
Fax.: +55 21 2553-8832


deborah@fgv.br