ISSN 0034-7612 versão impressa
ISSN 0034-7612 online version

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

Área de Interesse da Publicação

Artigos cujo conteúdo estabeleçam ou acompanhem, de maneira analítica, a agenda das principais temáticas contemporâneas da ação pública, promovendo o encontro entre o universo conceitual em evolução e as demandas práticas do agir público cotidiano. Busca-se situar a revista na linha de vanguarda dos debates nacionais, regionais e internacionais, especialmente em áreas críticas de transformação no âmbito do Estado e de suas relações com a sociedade. Após um breve período em que ofereceu a possibilidade de receber trabalhos na área de Administração de Empresas, a revista retoma, a partir de 2012, sua linha vocacional original: Administração Pública entendida no seu sentido amplo. Assim, seu posicionamento é de que discutir a ação pública envolve cada vez mais a extensão dos horizontes para além da administração pública no seu sentido tradicional, abrangendo outros atores da sociedade civil e do meio empresarial e a disposição de assumir um papel ativo, empírico e teórico no debate de temáticas presentes no cenário social, político, cultural e econômico, nacional e internacional. A revista está aberta a contribuições de todas as áreas de conhecimento preocupadas com a efetividade e equidade da ação pública, entre estas se destacam: Administração e Desenvolvimento; Administração Pública; Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas; Estudos Organizacionais; Gestão Social; Movimentos Sociais; Política Pública.

As áreas de interesse são : Ciências Sociais Aplicadas, Administração e Administração Pública

Público da Revista

Pesquisadores, professores, gestores e atores sociais e políticos comprometidos com a efetividade e equidade da ação pública.

Avaliação Pelos pares

Todos os trabalhos submetidos à apreciação da RAP devem ser inéditos (nacional e internacionalmente), não estando sob consideração para publicação em qualquer outro veículo de divulgação. A revista segue as diretrizes da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPq (07/10/2011) e recomenda sua leitura atenta. Todos os artigos submetidos são lidos pelo editor e pelos editores adjuntos, que examinam a adequação do trabalho à linha editorial da revista e poderão rejeitar artigos - sem a necessidade de apresentar pareceres - que não estejam próximos da fronteira teórico-empírica das temáticas públicas ou que não respeitam os princípios e diretrizes básicos de comunicação acadêmica responsável. Num segundo momento, dois avaliadores analisam o artigo em processo duplo-cego, fazem comentários e oferecem, quando relevantes, sugestões de melhoria. Esta etapa poderá envolver reavaliações contínuas, no intuito de reunir esforços para o aprimoramento dos trabalhos. Caso não haja consenso, o artigo será enviado para um terceiro avaliador. Depois de aprovado pelo corpo científico da revista, o artigo é submetido à edição, verificação bibliográfica e de normas da ABNT e à revisão ortográfica e gramatical. A versão final é enviada ao autor principal para a sua aprovação formal antes de ser publicado, não sendo aceita qualquer modificação posterior. Após esta aprovação, o artigo segue para a impressão e a publicação eletrônica na base de indexação SciElO

 

Fluxograma do processo editorial

 

Forma e preparação de manuscritos

As seções publicadas na RAP

Os artigos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da Fundação Getulio Vargas.

Diversas seções publicadas na RAP

  1. Artigos nacionais e internacionais (redigidos em português, inglês ou espanhol) de orientação empírico teórica.
  2. Seções temáticas com chamadas específicas para submissão de trabalhos.
  3. Artigos convidados, notas e comentários sobre temas da atualidade.

Forma de apresentação dos originais

Os originais deverão ser submetidos conforme as regras abaixo:

- em arquivo Word no formato DOC enviado pelo sistema de submissão do SciELO;

- formatação do texto: espaçamento entre linhas duplo; fonte Times New Roman 12; margens (esquerda, direita, superior e inferior) de 2,5 cm; Formato do papel: tamanho A-4 (29,7 x 21 cm);

- ter entre 7.000 e 9.000 palavras (máximo de 40 laudas), incluindo resumos, palavras-chave, tabelas, ilustrações, quadros, notas, apêndices e referências bibliográficas;

- conter resumos em português, espanhol e inglês com no máximo 10 linhas cada, títulos e indicação de até cinco palavras-chave nos três idiomas;

- citações bibliográficas:

  • No miolo ou em notas de rodapé, devem figurar: último sobrenome do autor ou dos autores, ano e indicação de volume, capítulo, página (quando for o caso).
  • Aspectos Gerais:

Sobrenome de um autor: Silva (2004) ou (Silva, 2004)

Sobrenomes de dois autores: Melo e Araújo (2007) ou (Melo e Araújo, 2007)

Sobrenomes de três autores: McCubbins, Noll e Weingast (1987) ou(McCubbins, Noll e Weingast, 1987)

Sobrenomes de mais de três autores: Nunes e colaboradores (2007) ou (Nunes et al., 2007)

Segundo Nunes e colaboradores (2007:15), as regras do método sociológico...

As regras do método sociológico (Nunes et al., 2007:15) podem ser definidas...

Citações de diferentes autores: (Mueller e Pereira, 2002; Correa et al., 2006); (Bresser-Pereira, 2005a, 2005b; Presidência da República, 1995) ou ... Cf. Correa e colaboradores (2006); Mueller (2002); Mueller e Pereira (2002); Pacheco (2003)

Citações com indicações de páginas: ...segundo Vianna, 1997:13 ou (Vianna, 1997:13).
Não usar espaço entre os dois-pontos e o número da página.

Atenção na compilação da bibliografia e na datação dos materiais citados ao longo do texto. Toda referência citada no miolo do texto deve constar da lista de referências bibliográficas apresentada no final do artigo e vice-versa.

- as referências bibliográficas devem ser elaboradas com base nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT NBR 6023/2002) e padrão RAP, sendo apresentadas no final do texto:

  • Forma de apresentação: usar por extenso o sobrenome do autor (em letra maiúscula) e o prenome do autor (somente a inicial em letra maiúscula e as demais em minúscula): os nomes do meio deverão vir abreviados (em letra maiúscula).

João Cabral de Melo Neto
MELO NETO, João C. de
Antonio Carlos Carneiro de Albuquerque
ALBUQUERQUE, Antonio C. Carlos de

Aspectos gerais

artigo:

DENZIN, Norman K. A note on emotionality, self and interaction. The American Journal of Sociology, v. 89, p. 402-409, 1983.

LOCK, Andrew; HARRIS, Phil. Political marketing - vive la difference! European Journal of Marketing, v. 30, n. 10-11, p. 14-24, 1996.

BRITO, Eliane P. Z. et al. A relação entre aglomeração produtiva e crescimento: a aplicação de um modelo multinível ao setor industrial paulista. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 4, p. 615-632, ago. 2010.

livro:

ALBUQUERQUE, Antonio C. C. Terceiro setor: história e gestão de organizações. São Paulo: Summus, 2006.

GRANDI, Rodolfo; MARINS, Alexandre; FALCÃO, Eduardo (Org.). Voto é marketing... o resto é política. São Paulo: Loyola, 1992.

tese:

ALDÉ, Alessandra. A construção da política: cidadão comum, mídia e atitude política. Tese (doutorado) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

anais:

HOLANDA, Antônio N. C. Avaliação de políticas públicas: conceitos básicos, o caso do ProInfo e a experiência brasileira. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DEL CLAD SOBRE LA REFORMA DEL ESTADO Y DE LA ADMINISTRACIÓN PÚBLICA, 8., 2003, Panamá. Anais... Panamá: Clad, 2003. p. 28-31.

ADAMI, Thiago H. M.; REIS, Paulo R. C. Avaliação de políticas públicas de recursos hídricos: o caso do Projeto de Irrigação Gorutuba - MG. In: ENANPAD, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpad, 2008. p. 1-16.

Congressos/Encontros:

ALMEIDA, Antônio J. F. S. de. Evolução de imagem e marketing nos 18 meses de governo Lula. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPOCS, XVIII, 2004, Caxambu.

Trabalhos em meio eletrônico:

SOARES, Sergei; PIANTO, Donald M. Metodologia e resultados da avaliação do programa de erradicação do trabalho infantil. Rio de Janeiro: Ipea, 2003. (Texto para Discussão n. 994). Disponível em: <www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_0994.pdf>. Acesso em: 13 out. 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Área territorial oficial. Disponível em: <www.ibge.com.br/home/geociencias/areaterritorial/principal.shtm>. Acesso em: 10 out. 2009.

- as ilustrações: sua identificação deverá aparecer na parte superior, precedida da palavra designada (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, travessão e do respectivo título. Na parte inferior da ilustração, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, ainda que seja produção do próprio autor), legenda, notas e outras informações necessárias à sua compreensão (se houver). A ilustração deve ser citada no texto. A definição da(s) ilustração(ões) deve estar em alta qualidade para visualização e leitura, assim como o tamanho da fonte utilizado. A RAP é impressa monocolor (preto), logo as ilustrações que apresentarem cores, deverão ser modificadas para visualização nas tonalidades preto e cinza.

- os usuários já cadastrados no SciELO para a RAP, ou qualquer outra revista na plataforma, não precisam criar um novo login e senha ao submeter o artigo;

- dois é número máximo de artigos que podem ser submetidos por autor por ano, independentemente da posição de autoria.

O autor deverá submeter dois documentos separados, o texto do artigo (sem as propriedades de autoria, empresa) e um documento suplementar de acordo com as seguintes instruções:

- no documento suplementar, deverão ser apresentados o título do trabalho e o(s) nome(s) completo(s) do(s) autor(es), formação acadêmica, instituição(ões) a que está(ão) afiliado(s), cargo(s) que ocupa(m), endereço completo para correspondência e e-mail;

- quando o trabalho for escrito por vários autores é preciso ordená-los de acordo com a contribuição de cada um; com o autor principal em primeiro lugar. Caso seja adotado outro procedimento, os autores deverão explicitar a razão. Informar se o texto foi apresentado ou publicado anteriormente em anais de congresso;

- no final do documento suplementar, o(s) autor(es) deverá (ão) incluir um breve comentário de, no máximo, 10 linhas, apontando os principais avanços que o trabalho apresenta em relação ao tema em foco.

- no início do texto do artigo somente deverá constar os títulos do artigo (português, espanhol e inglês), resumos e palavras-chaves nos três idiomas, sem identificação do(s) autor(es). Deve-se evitar qualquer identificação direta ou indiretamente ao longo do texto (ver recomendações SciELO na pagina de submissão);

Lembramos que todos os trabalhos devem ser submetidos pelo Sistema de submissão e publicação do SciELO (http://submission.scielo.br/index.php/rap/login).

A revista não recebe artigos enviados por outros meios.

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Fundação Getulio Vargas
Rua Praia de Botafogo - 190/ 5 andar
22250-900 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 21 2559-5775
Fax.: +55 21 2553-8832


deborah@fgv.br