ISSN 1806-9088 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

1. Introdução

1.1 Objetivos e escopo

A Revista Árvore é um veículo de comunicação científica da Sociedade de Investigações Florestais - SIF. O jornal é de acesso gratuito, revisado por pares, que publica bimestralmente trabalhos científicos originais no campo da Ciência Florestal. As áreas temáticas para publicação são: Ambiência e Conservação da Natureza, Manejo Florestal, Silvicultura e Tecnologia da Madeira e Utilização de Produtos Florestais.

A política editorial visa manter alta conduta ética em relação à publicação e aos seus funcionários, rigor na qualidade dos artigos científicos, seleção de revisores qualificados, respeito profissional aos autores e processo de tomada de decisão imparcial. A Revista Árvore publica artigos apenas em inglês.

Artigos de revisão podem ser publicados se houver uma discussão relevante resumindo o estado da arte sobre o assunto. A revisão estrita da literatura não é aceita.

1.2 Áreas temáticas e assuntos que a Revista Árvore publica

Ambiência e Conservação da Natureza

Manejo Florestal

Silvicultura

Tecnologia da Madeira e Utilização de Produtos Florestais

Ciclo do carbono

Dendrometria

Sistemas agroflorestais

Adesivos e adesão

Mudanças Climáticas

Inteligência artificial

Alometria de árvores e florestas

Biodegradação

Climatologia

Economia Ambiental

Dendrologia

Celulose e papel

Manejo de ecossistemas

Ergonomia florestal e industrial

Biotecnologia florestal

Chapas e painéis

Educação ambiental

Segurança florestal e industrial

Entomologia florestal

Energia da biomassa florestal

Impactos ambientais

Biometria florestal

Micropropagação florestal

Resíduos florestais

Manejo ambiental

Economia e administração florestal

Viveiro Florestal

Recuperação de resíduos florestais e da indústria madeireira

Planejamento ambiental

Inventário florestal

Nutrição florestal e ciclagem de nutrientes

Produtos não-madeireiros

Saúde da floresta

Logística florestal

Patologia florestal

Qualidade da madeira e derivados

Ecologia florestal

Mecanização florestal

Fisiologia florestal

Serraria, usinagem e acabamento.

Incêndio florestal

Mensuração florestal

Proteção florestal

Anatomia da madeira

Hidrologia florestal

Modelagem florestal

Solos florestais

Propriedades da madeira e derivados

Resíduos de industrias florestais

Operações florestais e engenharia

Genética e melhoramento florestal

Carvão vegetal

Parques

Planejamento florestal

Árvores medicinais

Química da madeira

Floresta, saúde humana e bem-estar

Estradas florestais

Produção de sementes e mudas

Construções de madeira

Tratamento de resíduos industriais

Transporte florestal

Sistemas silviculturais

Secagem da madeira

Manejo e Planejamento de paisagem

Geoprocessamento

Florestas tropicais

Móveis de madeira

Fitossociologia

Manejo de Florestas Nativas

Propagação vegetativa

Processamento da madeira

Restauração de áreas degradadas

Controle de qualidade

Silvicultura clonal

Preservaçao da madeira

Florestas urbanas

Sensoriamento remoto

Ecofisiologia florestal

Produtos de madeira sólida

Restauração florestal

Estrutura de dinâmica de florestas

Implantação florestal

Estruturas de madeira

Manejo de bacias hidrográficas

Colheita florestal

 

 

1.3 Critérios para aceitação dos artigos a serem publicados

O critério de aceitação inclui:

a. O manuscrito deve ser original, preenchendo uma lacuna de pesquisa ou contribuindo para o avanço da Ciência Florestal, desenvolvendo um novo método ou conceito.

b. O manuscrito deve seguir as diretrizes da revista (instruções para os autores)

c. O artigo não será aceito caso tenha sido enviado ou publicado em outro periódico, conforme declarado pelos autores.

d. Os autores são instruídos a enviar o manuscrito para correções linguísticas antes de serem submetidos à Revista Árvore. O manuscrito pode ser rejeitado sem revisão por pares, caso o texto não estiver adequado.

e. A qualidade da escrita científica é essencial.

f. Os manuscritos originados de pesquisa local devem ter um conteúdo com interesse internacional.

g. É necessária uma descrição precisa da metodologia e técnicas.

h. As conclusões devem estar de acordo com os objetivos e com base na evidência dos resultados.

i. Os manuscritos baseados exclusivamente em diagnósticos, relatórios, descrições, inventários e características não serão aceitos.

j. Todos os manuscritos enviados devem obedecer à ética editorial.

k. Os autores são incentivados a disponibilizar seus dados principais em depositários de dados.

l. O plágio não é admitido.

m. Os autores devem preencher um formulário de inscrição no procedimento de submissão do manuscrito.

n. Os autores devem incluir sua identificação ORCID no procedimento de submissão.

o. O Comitê Editorial ou Revisor se reserva o direito de rejeitar o manuscrito que não cumpre um ou mais desses critérios de revista.

1.4 Taxa de Publicação

A Revista Árvore informa que, a taxa de publicação de artigos é de R$ 500,00 para pagamentos no Brasil e US$ 200.00 para pagamentos internacionais.

A cobrança será aplicada após o comunicado de aceitação do artigo e será válida para artigos submetidos à revista a partir da data de 22 de Outubro de 2018.

Não haverá nenhuma cobrança durante o processo de submissão do manuscrito e avaliação pelos pares.

1.5 Declaração de apresentação

Na submissão o(s) autor(es) deve(m) apresentar uma declaração com o seguinte conteúdo:

a. O artigo não foi publicado anteriormente (exceto sob a forma de um resumo, resumo expandido, máximo de três páginas, em anais de congresso). Neste caso, o autor deve incluir uma nota (por exemplo, este documento foi publicado na forma de resumo em ...)

b. O manuscrito não foi submetido a outra revista.

c. Todos os autores aprovaram a publicação.

d. Todos os autores efetivamente contribuíram para produzir o manuscrito

e. Não há conflito de interesses relacionado a ganho financeiro para realizar o trabalho.

f. O manuscrito foi aprovado pelo Comitê de Ética ou por uma instituição equivalente (quando se tratar de pesquisas com seres humanos e animais; neste caso um documento deve ser anexado).

1.6 Idioma (uso e serviços de edição)

O manuscrito pode ser submetido em português, espanhol ou inglês, porém, todos os artigos aceitos serão publicados somente na língua inglesa. Neste caso, os autores terão que providenciar a tradução para o Inglês e apresentar uma declaração que comprove que esta tradução foi realizada por empresas ou profissionais especializados.

1.7 Acesso livre 

Os artigos estão disponíveis gratuitamente para o público em geral.

1.8 Direitos autorais e licença

Para publicar um artigo, incluindo resumo, arte, fotografia e figura, o autor deve enviar uma declaração concordando com a cessão de direitos autorais ou de publicação para a Sociedade de Investigações Florestais (SIF).

1.9 Responsabilidade

O conteúdo científico e as opiniões expressas no artigo publicado são de responsabilidade total dos autores e refletem sua opinião, não representando, necessariamente, as opiniões da Sociedade de Investigações Florestais (SIF) e da Comissão Editorial.

1.10 Autores, identificação de suas instituições e agradecimentos

O arquivo anexado no sistema de submissão não deve conter o(s) nomes do(s) autor(es), a identificação das suas instituições e os agradecimentos, a fim de evitar a identificação pelos revisores. Esta informação deve ser fornecida em um local apropriado do sistema de submissão.

1.11 Ética

Os autores devem anexar o documento aprovado por um Comitê de Ética ou uma instituição equivalente, quando as pesquisas envolvem humanos e animais.

 

2. Preparação e submissão de manuscrito

2.1. Carta de envio

Os autores devem explicar a relevância ou a contribuição do manuscrito para a Ciência Florestal.

2.2. Envio online

Na primeira submissão, os autores devem se cadastrar na plataforma SciELO http://submission.scielo.br/index.php/rarv/user/register, atentando ao preenchimento do campo do autor. Se a submissão eletrônica não for possível, entre em contato com o Escritório de Redação por e-mail r.arvore@gmail.com ou telefone +55 (31) 3899-1222 para esclarecimentos.

2.3. Formatação do manuscrito

O manuscrito deve ser preparado de acordo com as especificações abaixo (Tabela 1).

Tabela 1 – Regras de formatação do artigo

Formatação do artigo

Microsoft Word DOC, DOCX

Tamanho do arquivo

Até 10 MB

Espaçamento entre linhas

1.5

Recuo do paragrafo

1.25 cm

Tamanho da Folha

A4 (210 X 297 mm)

Margem

2.5 cm

Fonte

Times New Roman, 12

Numeração das linhas

Todas as linhas numeradas

Número máximo de páginas, incluindo tabelas and figures

16

Número máximo de tabelas e figuras

5

Número de palavras-chave

3

Tamanho do resumo

280 palavras

Título do artigo

O título deve estar com letras maiúsculas, fonte em negrito, exceto nos casos que possuem regras apropriadas, como nomes botânicos.

Principais tópicos do artigo

Devem estar com letras maiúsculas, negrito e numerados sequencialmente começando com a INTRODUÇÃO que recebe o número 1 (1. INTRODUÇÃO).

Subtítulos

Primeira letra maiúscula e as demais minúsculas, exceto aquelas que possuem regras gramaticais apropriadas e numeradas sequencialmente (ex.: 2.1. Área de estudo)

2.3.1. Tabelas

  • Os títulos das tabelas devem ser autoexplicativos e escritos antes da tabela;
  • As tabelas devem ser numeradas com números árabes consecutivos (ex. Tabela 1 - ). Observe os espaços e a linha de traço necessários;
  • As tabelas devem ser citadas no texto entre parênteses, p.ex. (Tabela 1) ou (Tabelas 1 e 2),
  • A fonte dos dados apresentados nas Tabelas (Fonte:) deve ser inserida na parte inferior das tabelas;
  • A(s) tabela(s) deve(m) ser colocada(s) no final do manuscrito e sua inserção no texto deve ser indicada como: inserir aqui Tabela 1

2.3.2. Figuras (gráfico, mapa, imagem, fotografia e desenho)

  • As figuras devem ser claras e seus títulos escritos na parte inferior.
  • As figuras devem ser numeradas com números árabes consecutivos (ex. Figura 1 - ). Observe os espaços e a linha de traço necessária.
  • As figuras devem ser citadas no texto entre parênteses (ex. (Figura 1) ou (Figuras 1 e 2)).
  • A fonte dos dados apresentados nas Figuras (Fonte:) deve ser inserida na parte inferior das figuras.
  • As figuras devem ser colocadas no final do manuscrito e sua inserção no texto deve ser indicada como: inserir aqui a Figura 1.
  • Figuras contendo subgrupos, nomear os subgrupos com letras maiúsculas (sem parênteses sem ponto após as letras) no canto superior esquerdo de cada subgrupo.
  • As figuras agrupadas são citadas no texto da seguinte forma entre parênteses (ex.: Figura 1A, Figura 1B, etc.).
  • As figuras devem ser de preferência coloridas para publicação online.

2.3.3. Instruções matemáticas

As principais instruções matemáticas são:

  • Preferencialmente, use um software com suporte interno para escrever e editar equações.
  • As equações citadas no texto devem ser numeradas em série e entre parênteses (Equação 1, Equação 2, etc.) A numeração da equação (Eq. 1, Eq. 2, etc.), deve estar alinhada à direita do texto.
  • Abaixo da equação, identifique os símbolos com as unidades.
  • A barra (slash) "/" deve ser usada para frações simples em vez de uma linha horizontal, ex.: 1/5; 3/8).

2.3.4. Nomenclatura Botânica

O gênero e o nome científico das espécies devem estar em itálico e seguir as regras do Código Internacional de Nomenclatura: algas, fungos e plantas - Código Melbourne (http://www.iapt-taxon.org/nomen/main.php)

Os nomes científicos das espécies devem ser submetidos com o(s) autor(es) do nome (por exemplo, Pinus sylvestris L.) na primeira vez que são mencionados no título, resumo ou texto e, depois disso, sem autores.

2.3.5. Sistema de unidades

As unidades de medidas devem ser apresentadas conforme o Sistema Internacional de Unidades (SI).

2.3.6. Estilo de referências, lista de referências e citações no texto

As principais diretrizes são:

  • A Revista Árvore utiliza a norma Vancouver.
  • As referências devem ser, principalmente, recentes e de artigos científicos publicados em revistas indexadas.
  • As notas de rodapé não são aceitas.
  • Citações no texto:

Um autor: Siiskonen (2013) ou (Siiskonen, 2013)
Dois autores: Rottensteiner and Stampfer (2013) ou (Rottensteiner and Stampfer, 2013)
Tres autores ou mais: Cohen et al. (2016) ou (Cohen et al., 2016)

  • Citação no texto dos autores com o mesmo sobrenome e data (por exemplo, Souza L, 2001; Souza E, 2001) devem utilizar a letra do alfabeto para se diferenciar as citações (Souza, 2001a e Souza, 2001b).

Exemplos do estilo de referência Revista Árvore para artigos, livros e outras publicações:

Artigo em revista científicas

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Siiskonen H. From economic to environmental sustainability: The forest management debate in 20th. century Finland and Sweden. Environment, Development and Sustainability, 2013;15(5):1323-36. doi:10.1007/s10668-013-9442-4

Dois autores

Rottensteiner C, Stampfer K. Evaluation of operator vibration exposure to chainsaws equipped with a kesper safety bar. Scandinavian Journal of Forest Research. 2013;28(2):193-200. doi:10.1080/02827581.2012.706636

Três até seis autores

Korhonen L, Ali-Sisto D, Tokola T. Tropical forest canopy cover estimation using satellite imagery and airborne lidar reference data. Silva Fennica. 2015;49(5):1-18. doi:10.14214/sf.1405

Perez SCJGA, Fanti SC, Casali CA. Dormancy break and light quality effects on seed germination of Peltophorum dubium Taub. Revista Árvore. 1999;23(2):131-7.

Mais que seis autores

Cohen WB, Yang Z, Stehman SV, Schroeder TA, Bell DM, Masek JG, et al. Forest disturbance across the conterminous united states from 1985–2012: The emerging dominance of forest decline. Forest Ecology and Management. 2016;360(15):242-52. doi:10.1016/j.foreco.2015.10.042

 

Artigos de fontes da internet

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Whiteman G. Sustainability for the planet: A marketing perspective. Ecology and Society [Internet]. 1999;3(1) [cited 2016 May 18]. Available http://www.ecologyandsociety.org/vol3/iss1/art13/

Três até seis autores

Ließ M, Hitziger M, Huwe B. The sloping mire soil-landscape of Southern Ecuador: Influence of predictor resolution and model tuning on random forest predictions. Applied and Environmental Soil Science. 2014;2014:10. doi:10.1155/2014/603132


Livros

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Couto HA. Ergonomia aplicada ao trabalho: O manual técnico da máquina humana. Belo Horizonte: Ergo; 1996. v.2

Dois autores

Landsberg JJ, Sands P. Physiological ecology of forest production: principles, processes and models. New York: Academic Press/ Elsevier, 2010. ISBN 9780123744609.

Três até seis autores

Bettinger P, Boston K, Siry JP, Grebner DL. Forest management and planning. New York: Academic Press; 2009. ISBN 0080921582.

 

 

Ediçaõ de livros

Editores

Exemplos de Referências

Um autor

Kanawaty G, editor. Introduction to work study. 4ª. ed. Geneva: Internatinal Labour Office; 1992. ISBN 9221071081.

Dois autores

Kant S, Alavalapati JRR, editors. Handbook of forest resource economics. New York: Routledge; 2014. ISBN ISBN 9780415623247.

Três até seis autores

Sanchez-Azofeifa A, Powers JS, Fernandes GW, Quesada M, editors. Tropical dry forests in the americas: Ecology, conservation, and management. New York: CRC Press, 2014. ISBN 9781466512009.

Mais que seis autores

Arezes PM, Baptista JS, Barroso MP, Carneiro P, Cordeiro P, Costa N, et al., editors. Occupational safety and hygiene III. Balkema: CRC Press; 2015. ISBN 9781138027657.

 

Capítulo ou seção de livro

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Ribeiro CAAS. Floresta de precisão. In: CC Machado, editor. Colheita florestal. 3ª. ed. Viçosa, MG: Editora UFV; 2014.

Dois autores

Schlaepfer R, Elliott E. Ecological and landscape considerations in forest management: The end of forestry. In: von Gadow K, Pukkala T, Tomé M, editors. Sustainable forest management. Dordrecht: Kluwer Academic Publisher; 2000. p.1-67. ISBN 9781402002786.

Três até seis autores

Alho JM, Korhonen P, Leskinen P. Measurement of preferences in multiple criteria evaluation. In: Pukkala T, Pukkala G, editors. Multi-objective forest planning. Dordrecht: Kluwer Academic Publisher; 2002. p. 21-36. ISBN 9789048162079.

 

Electronic books (E-Books)

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Sessions J. Harvesting operations in the tropics [Internet]. New York: Springer; 2007. [cited 2016 July 06]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=HdhqHpAwU9UC&pg=PA26&dq=forest+and+ergonomic&hl=pt-BR&sa=X&redir_esc=y#v=onepage&q=forest%20and%20ergonomic&f=false ISBN 978354046391-7

Dois autores

Buongiorno J, Gilless J. Decision methods for forest resource management [Internet]. New York: Academic Press; 2003. [cited 2016 July 06]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=Yof-4881S60C&pg=PR15&lpg=PR15&dq=forest+resources+book&source=bl&ots=bC7kANvsha&sig=dtmLPnodS92YJS6jbuiJVWqFmIA&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwink7i0uuHNAhWHPpAKHSuDDUs4ChDoAQhEMAY#v=onepage&q=forest%20resources%20book&f=true ISBN 9780080491042

Três a Seis Autores

Bettinger P, Boston K, Siry JP, Grebner DL. Forest management and planning [Internet]. New York: Academic Press; 2009 [cited 2016 May 20]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=XXbE7KJHN1kC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=onepage&q&f=false. ISBN 9780080921587

 

Livro Eletrônico (E-books) capítulo ou seção

Autores

Exemplos de Referências

Um autor

Vanclay JK. Modelling continuous cover forests. In: Continuous cover forestry [Internet]. New York: Springer; 2012. [cited 2016 July 07]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=XVs5X3SZ2DcC&printsec=frontcover&hl=pt-BR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=true
ISBN 9789400722026

Dois autores

Pekkarinen A, Tuominen S. Stratification of a forest area for multisource forest inventory by means of aerial photographs and image segmentation. In: Advances in forest inventory for sustainable forest management and biodiversity monitoring [Internet]. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers; 2003 [cited 2016 July 07]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=EQLxCAAAQBAJ&printsec=frontcover&dq=forest+resources++ebook&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjWjKCq_-HNAhWJl5AKHaNzAhQ4ChDoAQhFMAM#v=onepage&q&f=false
ISBN 9789401706490

Três a Seis Autores

Alho JM, Korhonen P, Leskinen P. Measurement of preferences in multiple criteria evaluation. In: Pukkala I. Multi-objective forest planning [Internet]. Dordrecht: Kluwer Academic Publisher; 2002b [cited 2016 May 20]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=kLvvCAAAQBAJ. ISBN 9789048162079.

Mais de seis autores

von Gadow K, Zhang CY, Wehenkel C, Pommerening A, Corral-Rivas J, Korol M, et al. Forest structure and diversity. In: Continuous cover forestry [Internet]. New York: Springer; 2012. [cited 2016 July 07]. Available from: https://books.google.com.br/books?id=XVs5X3SZ2DcC&printsec=frontcover&hl=pt-BR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=true
ISBN 9789400722026

 

Publicações de organização e governo

Autores

Exemplos de Referências

Organização

Indústria Brasileira de Árvores - IBÁ. Estatística da indústria brasileira de árvores. 2016 [cited 2016 may 20]. Edition 24. Available from: http://iba.org/images/shared/Cenarios/Cenarios_maio2016.pdf

Organização

The Forest Research Institute of Sweden - SKOGFORSK. Ergonomic guidelines for forest machines. Uppsala, Sweden: Swedish National Institute for Working Life; 1999. 86p.

Governo

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis - IBAMA. Unidades de Conservação. 2005. [acessado: 20 abr.2012]. Disponível: http://www.ibama.gov.br/supes-am/unidades-de-conservacao

 

Padrão ou Normas

Autor

Exemplos de Referências

Organização

International Organization for Standardization – ISO. ISO 2631-1: mechanical vibration and shock: evaluation of human exposure to whole-body vibration: Part. 1: general requirements. 2ª. ed. Geneva: International Organization for Standardization; 1997.

 

 

Organização

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR 15630: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação do módulo de elasticidade dinâmico através da propagação de onda ultrassônica. Rio de Janeiro: 2008.

 

Legislação

Autores

Exemplos de Referências

Governo

Brasil. Lei n° 12.651 of 2012. 2012 [cited 2016 may 20]. Available from: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/L12651compilado.htm.

Governo

Brasil. Portaria n.º 1.297, de 13 de ago. de 2014 do Ministério do Trabalho e Emprego. Atividades e operações insalubres, Anexo nº 8 – Vibração. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil] Brasília, 13 de ago. de 2014

Governo

Brasil. Decreto n. 89.271, de 4 de jan. de 1984. Dispõe sobre documentos e procedimentos para despacho de aeronave em serviço internacional. Lex: Coletânea de Legislação e Jurisprudência. 1984 jan/mar 4;48:3-4. Legislação Federal e marginália

Governo

Brasil. Lei n. 8.142, de 28 de dez. de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde. Portal da Legislação: Leis Ordinárias. 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8142.htm

Governo

Public Law. Prentive Hevealth Amendments of 1993, Pub. L. Nº 103-183, 107 Stat. 2226 (Dec.14, 1993)

Organizador/
Editora Saraiva

Brasil. Código civil: lei n. 3071, de 1-01-1916, atualizada e acompanhada de legislação complementar. Oliveira J, organizador São Paulo: Saraiva; 1987. 912p.

 

Programas de Computador

Autores

Exemplo de referências

Corporação

ESRI. ArcGIS desktop. Version 10.1. Redlands, CA: Environmental Systems Research Institute; 2011.

Autores

Conrad O, Bechtel B, Bock M, Dietrich H, Fischer E, Gerlitz L et al. System for Automated Geoscientific Analyses (SAGA) 2015. v.2.1.4; Geoscientific Model Development. 1991-2007:8. doi:10.5194/gmd-8-1991-2015.

 

Patentes

Autores

Exemplo de referências

Inventor

Nogueira MM. Branqueamento de celulose kraft através de oxigênio. BR. n. MT023467. 1978 maio 31. 

Inventor

Casa Erlan Ltda, Silva MA. Embalagens especiais. BR n. DT456345. 1990 out. 12.

 

3. Estrutura e organização do manuscrito

Título, Autores, Resumo, Palavras-chave, Introdução, Material e Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão, Agradecimentos (opcional) e Referências.

3.1 TÍTULO

Deve ser curto, conciso e informativo. Evite acrônimos e métodos, exceto se eles são parte da originalidade da pesquisa.

3.2 AUTORES E AFILIAÇÕES

Os nomes dos autores não devem fazer parte do manuscrito apresentado. No processo de submissão há um local apropriado para inserir os nomes dos autores. Use o nome completo, as afiliações, o e-mail e o ORCID.

3.4 RESUMO

O resumo deve ser estruturado da seguinte maneira:

  • Contexto: O resumo deve começar com o Contexto, apresentando os argumentos que justificaram a pesquisa.
  • Originalidade / contribuição / lacuna / inovação: os autores devem indicar que o manuscrito traz uma inovação, nova contribuição ou destina a preencher uma lacuna existente na Ciência Florestal.
  • Objetivo: deve indicar claramente o que o autor pretendia realizar.
  • Metodologia: Este tópico deve incluir uma breve descrição dos materiais e métodos da conduta do estudo.
  • Resultados: deve resumir uma descrição sistemática dos resultados, destacando para o leitor os dados mais relevantes.
  • Conclusões: as conclusões devem estar ligadas ao objetivo que fornece respostas, explicações, principais achados do estudo com base no resultado e na discussão. Conclusões, também, podem resumir as potenciais implicações.

As referências e abreviaturas não são aceitas neste tópico.

3.5 PALAVRAS-CHAVE

Após o resumo, indique três palavras-chave, separadas por ponto e vírgula. Não use palavras em plural, "ou", "e", abreviaturas e siglas. As palavras contidas no título não são admitidas.  Somente a primeira letra deve estar em maiúsculas

3.6 INTRODUCÃO

A introdução deve indicar claramente a importância de se estudar o problema e apontar lacunas de conhecimento com base em conhecimentos e referências próprias. A originalidade da pesquisa ou sua aplicação deve ser apresentada de forma concisa. A descrição da introdução deve justificar cada objetivo da pesquisa.

Ao ler a introdução, antes de chegar ao fim, o leitor deve imaginar quais são os objetivos da pesquisa. A motivação para realizar o estudo é particularmente importante, tanto como um argumento para os leitores continuarem a ler o artigo, como para revisores e editores para definir se o manuscrito deve ser publicado ou não. Isso se refere particularmente aos estudos que, à primeira vista, poderiam ser considerados como repetições de outros estudos. A introdução deve conter referências relacionadas ao assunto que apoiem a originalidade ou aplicação do estudo. Argumentos como "falta de estudos", "referências escassas" devem ser evitados. Além disso, evite citar livros nesta seção. Os objetivos da pesquisa devem ser incluídos no final da introdução.

3.7 MATERIAL E MÉTODOS

Esta seção deve fornecer as informações necessárias para que o trabalho experimental possa ser replicado. Para o trabalho de campo, o local de estudo deve ser descrito em detalhes, com coordenadas geográficas e mapas, se necessário. Os modelos de qualquer análise estatística devem ser claramente explicados. As principais recomendações são:

  • Descreva o material e métodos na mesma ordem em que os objetivos da pesquisa foram apresentados. Cada item do objetivo deve conter seus materiais e métodos.
  • Cite os métodos já publicados e não os repita. Somente mudanças relevantes devem ser descritas.
  • Caracterizar, objetivamente, humanos, plantas, animais, organismos, máquinas, variáveis físicas, instrumentos de medição, etc.

3.8 RESULTADOS

Os resultados devem ser claros, concisos e objetivos. Inclua apenas os resultados necessários para a discussão e isso deve suportar as conclusões. Nesta seção, as discussões não devem ser exibidas. Os resultados devem ser descritos na mesma ordem de apresentação do material e métodos. Os resultados detalhados devem, de preferência, ser apresentados em tabelas e figuras e não devem ser repetidos no texto. O texto deve ser usado como um guia para o leitor interpretar os resultados. Destaque os resultados mais importantes.

3.9 DISCUSSÃO

Nesta seção, o autor deve discutir o significado dos resultados da pesquisa e não repeti-los. A discussão deve ser confrontada com literaturas pertinentes à área do estudo e ser descrita na mesma ordem da apresentação dos resultados.
A discussão geralmente deve conter as principais descobertas, indicar seus significados e implicações para a ciência e práticas inovadoras. As relações com o conhecimento existente e também as restrições ou limitações devem ser mencionadas. A citação de Tabelas e Figuras não não é aceita na discussão do manuscrito.

3.10 CONCLUSÕES

A conclusão deve ser concisa, procurando responder aos objetivos, destacando os principais achados do estudo com base no resultado e na discussão. A conclusão geralmente é considerada a seção mais importante do manuscrito. As principais recomendações para confeccionar as conclusões são:

  • Explicar possíveis implicações e consequências do estudo.
  • Evite o uso de abreviaturas, siglas e referências.
  • Mostre a contribuição original da pesquisa ou inovação.
  • Responder os objetivos da pesquisa.

3.11 AGRADECIMENTOS (OPCIONAL)

Agradecimentos devem ser limitados às agências de financiamento ou outros meios de apoio à pesquisa. No procedimento de submissão, há um lugar para inserir agradecimentos.

3.12 REFERÊNCIAS

A lista de referências deve ser incluída, de acordo com o estilo da Revista Árvore descrito anteriormente.

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons


2002-2007 Sociedade de Investigações Florestais

Universidade Federal de Viçosa
36571-000 Viçosa Minas Gerais Brasil
Tel.: +55 31 3899-2476
Fax: +55 31 3891-2166


r.arvore@ufv.br