ISSN 0102-7638 versão impressa
ISSN 1678-9741 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Informações aos autores

O Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery (BJCVS) é o órgão oficial de divulgação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), trata-se de uma publicação bimestral, com circulação regular desde 1986. A RBCCV/BJCVS está indexada na base de dados Thomson Scientific (ISI), PubMed Central, PubMed/Medline, Redalyc, SciELo SCOPUS (SCImago), LILACS, LATINDEX, ProQuest. EBSCO e Google Scholar

O BJCVS tem como objetivo registrar a produção científica em cirurgia cardiovascular e fomentar o estudo, aperfeiçoamento e atualização dos profissionais da especialidade.

Os trabalhos enviados para publicação no BJCVS devem versar sobre temas relacionados à cirurgia cardiovascular e áreas afins. A revista publica as seguintes categorias de artigos: artigo original, editorial, artigo de revisão, artigo especial, relato de caso, “como-eu-faço", comunicações breves, notas prévias, correlação clínico-cirúrgica, trabalho experimental, multimídia e carta ao editor.

A aceitação será feita baseada na originalidade, significância e contribuição científica. Artigos com objetivos meramente propagandísticos ou comerciais não serão aceitos.

Os autores são responsáveis pelo conteúdo e informações contidas em seus manuscritos. O BJCVS repudia veementemente o plágio e o autoplágio e manuscritos assim identificados, serão sumariamente excluídos do processo de avaliação.

Na submissão dos manuscritos, os autores deverão manifestar possível conflito de interesse, além da responsabilização por qualquer violação.

A revista será publicada na íntegra no site da revista (www.bjcvs.org) e da SciELO (www.scielo.br/rbbcv), com links específicos no site da SBCCV (www.sbccv.org.br) e da CTSNET (www.ctsnet.org).

Papéis e responsabilidades dos autores
É obrigatório que cada autor ateste ter participado suficientemente do trabalho para assumir a responsabilidade por uma parcela significativa do conteúdo do manuscrito. Cada um dos autores deve especificar suas contribuições para o trabalho. O autor correspondente ou que encaminhou o trabalho indicará, durante o processo de submissão, que garante a exatidão e a integridade de todos os dados relatados no manuscrito. Exceto para novos artigos de tecnologia, declarações relativas à responsabilidade científica não aparecem no manuscrito publicado.

O BJCVS recomenda que a autoria se baseie nos quatro critérios descritos a seguir:
• contribuições substanciais para concepção ou desenho da obra; ou aquisição, análise ou interpretação dos dados para o trabalho; E
• elaboração do trabalho ou revisão crítica de importante conteúdo intelectual; E
• aprovação final da versão a ser publicada; E
• consentimento em ser responsável por todos os aspectos do trabalho, garantindo que as questões relacionadas à precisão ou à integridade de qualquer parte do trabalho sejam devidamente investigadas e resolvidas.

Liberdade de investigação: Declaro que o manuscrito foi elaborado livre e independente de interesses externos no controle do desenho do estudo, na aquisição de dados e na coleta, análise e interpretação dos dados, além de liberdade para divulgar plenamente todos os resultados.

 

Política editorial

O BJCVS adota as Normas de Vancouver - Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals, organizadas pelo International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE), disponíveis em: www.icmje.org.

O BJCVS segue as Recomendações de Condutas do ICMJE

 Política de Submissão e Publicação

Os artigos devem ser submetidos somente em inglês, empregando linguagem fácil e precisa e evitando-se a informalidade da linguagem coloquial.
Só serão considerados para avaliação os manuscritos cujos dados não estejam sendo avaliados por outros periódicos e/ou que não tenham sido previamente publicados.
Os manuscritos aprovados só poderão ser reproduzidos, no todo ou em parte, com o consentimento expresso do editor do BJCVS.
Mantenha seu cadastro atualizado, pois a comunicação com os autores é exclusivamente por e-mail.

Submissão Eletrônica

Os manuscritos devem ser, obrigatoriamente, submetidos online no sistema ScholarOne https://mc04.manuscriptcentral.com/rbccv-scielo, acompanhado de carta ao Editor, com a exposição dos motivos pelos quais o BJCVS foi selecionado para a submissão, mencionando, inclusive, as contribuições científicas do manuscrito para o tema versado.

Avaliação pelos Pares (peer review)

Todas as contribuições científicas são revisadas pelo Editor, Editores Associados de Área, Membros do Conselho Editorial e/ou Revisores Convidados, com as seguintes fases:
•Fase 1: Análise inicial pela Assistente Editorial, quanto ao cumprimento das normas estabelecidas nas Instruções aos Autores. Caso o manuscrito não atenda às normas estabelecidas, será devolvido para correção.
•Fase 2: Uma vez adequado às normas da Revista, o manuscrito é direcionado ao Editor Chefe;
•Fase 3: O Editor Chefe avalia a qualidade e o interesse do manuscrito e encaminha para o Editor Associado de Área;
•Fase 4: O Editor Associado de Área avalia o manuscrito e o encaminha a três Revisores;
•Fase 5: Os Revisores emitem seus pareceres diretamente no sistema ScholarOne;
•Fase 6: O Editor Associado, tendo por base os pareceres, toma a decisão editorial (aceitar, revisar ou rejeitar) e envia ao Editor Chefe;
•Fase 7: O Editor Chefe decide sobre a aprovação para publicação ou rejeição, sendo comunicado aos autores;
•Fase 8: Em caso de aceite, o manuscrito entra no processo de editoração para publicação;
•Fase 9: Revisão do inglês: o manuscrito é submetido à revisão do idioma;
•Fase 10: Revisão bibliográfica é realizada pela Assistente Científica, que faz a leitura do manuscrito para validar as referências, verifica a sequência das citações no texto e a correlação com a lista final e padroniza as referências segundo as Normas “Vancouver”.

Pesquisa com Seres Humanos e Animais

Investigação em seres humanos deve ser submetida ao Comitê de Ética da instituição, cumprindo a Declaração de Helsinque de 1975, revisada em 2008 (World Medical Association, disponível em: http://www.wma.net/en/30publications/10policies/b3/17c.pdf) e a Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html.

Nos trabalhos experimentais envolvendo animais, devem ser respeitadas as normas estabelecidas no Guide for the Care and Use of Laboratory Animals (Institute of Laboratory Animal Resources, National Academy of Sciences, Washington, D.C., Estados Unidos), de 1996, e Diretriz Brasileira para o cuidado e a Utilização de animais para fins científicos e didáticos (DBCA), do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal – CONCEA, disponível em: www.cobea.org.br), de 2013.

Os estudos randomizados devem seguir as diretrizes CONSORT (disponível em www.consort-statement.org/consort-statement).

O BJCVS apoia as políticas para registro de ensaios clínicos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE), reconhecendo a importância dessas iniciativas para o registro e divulgação internacional de informação sobre estudos clínicos, em acesso aberto. Sendo assim, somente serão aceitos para publicação, os artigos de pesquisas clínicas que tenham recebido um número de identificação em um dos Registros de Ensaios Clínicos validados pelos critérios estabelecidos pela OMS e ICMJE, cujos endereços estão disponíveis no site do ICMJE (http://www.icmje.org/) O número de identificação deverá ser registrado ao final do resumo.

Transferência de Direitos Autorais e Declaração de Conflito de Interesses
Os autores deverão encaminhar, após a aceitação do manuscrito para publicação, a declaração de transferência de direitos autorais (Copyright) assinada por todos os autores. Todos os manuscritos publicados tornam-se propriedade permanente do Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery e não podem ser publicados sem o consentimento por escrito de seu editor. Clique no link para baixar o Copyright https://goo.gl/l6WwQT

Abreviações e Terminologia

O uso de abreviaturas deve ser mínimo. Quando expressões extensas precisam ser repetidas, recomenda-se que suas iniciais em maiúsculas as substituam após a primeira menção. Esta deve ser seguida das iniciais entre parênteses. Todas as abreviações em tabelas e figuras devem ser definidas nas respectivas legendas.

O BJCVS adota a Terminologia Anatômica Oficial Universal, aprovada pela Federação Internacional de Associações de Anatomistas (FIAA).

 

Preparação do manuscrito

Seções do Manuscrito

Título e Autores. O título do trabalho, em inglês, deve ser conciso e informativo. Devem ser fornecidos os nomes completos dos autores, titulação e vinculação institucional de cada um deles.

Resumo (Abstract). Deve ser estruturado em quatro seções: Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusão. Devem ser evitadas abreviações. O número máximo de palavras deve seguir as recomendações da tabela. Nos artigos tipo Relatos de Casos e Como-eu-Faço, o abstract deve ser não-estruturado). As Correlações clínico-cirúrgicas e seções Multimídia dispensam abstract.

Descritores (Keywords). Também devem ser incluídos de três a cinco descritores Os descritores podem ser consultados no endereço eletrônico http://decs.bvs.br/, que contém termos em português, espanhol e inglês ou www.nlm.nih.gov/mesh, para termos somente em inglês.

Corpo do manuscrito. Os Artigos Originais devem ser divididos nas seguintes seções: Introdução, Método, Resultados, Discussão, Conclusão, Agradecimentos (opcional) e Referências. Os Relatos de Caso devem ser estruturados nas seções: Introdução, Relato do Caso e Discussão; e as Correlações clínico-cirúrgicas em Dados Clínicos, Eletrocardiograma, Radiograma, Ecocardiograma, Diagnóstico e Operação. A seção Multimídia deve apresentar as seguintes seções: Caracterização do Paciente e Descrição da Técnica Empregada. Os Artigos de Revisão e Artigos Especiais podem ser estruturados em seções a critério do autor.

As Cartas ao Editor, em princípio, deve comentar, discutir ou criticar artigos publicados no BJCVS, mas também pode versar sobre outros temas de interesse geral. Recomenda-se tamanho máximo de 1000 palavras, incluindo referências, que não devem exceder a cinco, podendo ou não incluir título. Sempre que cabível e possível, uma resposta dos autores do artigo em discussão será publicada junto com a carta.

Referências

As referências dos documentos impressos e eletrônicos devem ser normatizadas de acordo com o estilo Vancouver, elaborado pelo International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE, disponível em: http://www.icmje.org).
As referências devem ser identificadas, no corpo do texto, com algarismos arábicos, sobrescritas, entre colchetes, obedecendo a ordem de citação no texto. A acurácia das referências é de responsabilidade do autor. Se forem citadas mais de duas referências em sequência, apenas a primeira e a última devem ser digitadas, sendo separadas por um traço (Exemplo: [6-9]). Em caso de citação alternada, todas as referências devem ser digitadas, separadas por vírgula (Exemplo: [6,7,9]).
Publicações com até 6 autores, devem ser citados todos os autores; publicações com mais de 6 autores, citam-se os 6 primeiros seguidos da expressão latina “et al.”.
Títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo com o List of Journals Indexed for MEDLINE (disponível em: http://www.nlm.gov/tsd/serials/lji.html).

Modelos de Referências Artigo de Revista

Issa M, Avezum A, Dantas DC, Almeida AFS, Souza LCB, Sousa AGMR. Fatores de risco pré, intra e pós-operatórios para mortalidade hospitalar em pacientes submetidos à cirurgia de aorta. Rev Bras Cir Cardiovasc. 2013;28(1):10-21.

Organização como Autor
Diabetes Prevention Program Research Group. Hypertension, insulin, and proinsulin in participants with impaired glucose tolerance. Hypertension. 2002;40(5):679-86.

Sem indicação de autoria
21st century heart solution may have a sting in the tail. BMJ. 2002;325(7357):184.

Artigo publicado eletronicamente antes da versão impressa (“ahead of print”)
Atluri P, Goldstone AB, Fairman AS, Macarthur JW, Shudo Y, Cohen JE, et al. Predicting right ventricular failure in the modern, continuous flow left ventricular assist device era. Ann Thorac Surg. 2013 Jun 21. [Epub ahead of print]

Artigo de periódico na Internet
Machado MN, Nakazone MA, Murad-Junior JA, Maia LN. Surgical treatment for infective endocarditis and hospital mortality in a Brazilian single-center. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2013[cited 2013 Jun 25];28(1):29-35. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-76382013000100006&lng=en&nrm=iso>

Capítulo de Livro
Chai PJ. Intraoperative myocardial protection. In: Mavroudis C, Backer C, eds. Pediatric cardiac surgery. 4th ed. Chichester: Wiley-Blackwell; 2013. p.214-24.

Livro
Cohn LH. Cardiac surgery in the adult. 4th ed. New York: McGraw-Hill;2012. p.1472.

Tese
Dalva M. Estudo do remodelamento ventricular e dos anéis valvares na cardiomiopatia dilatada: avaliação anátomo-patológica [Tese de doutorado]. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2011. 101p.

Legislação
Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, de 10 de outubro de 1996. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Bioética. 1996;4(2 Supl):15-25.

Outros exemplos de referências podem ser consultados no site: http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html

Tabelas e Figuras

As Tabelas e Figuras devem ser numeradas de acordo com a ordem de aparecimento no texto, conter um título e estar em arquivos separados. As tabelas não devem conter dados redundantes já citados no texto. Devem ser abertas nos lados e com fundo totalmente branco.
As abreviaturas utilizadas nas tabelas devem ser mencionadas em ordem alfabética, no rodapé, com as respectivas formas por extenso. Da mesma forma, as abreviaturas empregadas nas figuras devem ser explicitadas nas legendas.
As figuras somente serão publicadas em cores se o autor concordar em arcar com os custos de impressão das páginas coloridas.
Só serão aceitas imagens nos formatos TIFF ou JPEG, com resolução mínima de acordo com o tipo de imagem, tanto para imagens em preto e branco como para imagens em cores, conforme a Tabela abaixo.
O BJCVS/RBCCV solicita que os autores arquivem em seu poder as imagens originais, pois caso as imagens submetidas on-line apresentem algum impedimento para impressão, entraremos em contato para que nos envie estes originais.

Limites por Tipo de Artigo

Visando racionalizar o espaço da revista e permitir maior número de artigos por edição, devem ser observados os critérios abaixo delineados por tipo de publicação. A contagem eletrônica de palavras deve incluir a página inicial, resumo, texto, referências e legenda de figuras. Os títulos têm limite de 100 caracteres (contando-se os espaços) para Artigos Originais, Artigos de Revisão e Atualização. Os títulos com necessidade de serem mais extensos deverão ser submetidos à aprovação do Editor Chefe.


 

Artigo Original

Editorial

Artigo de Revisão

Avaliação de Novas Tecnologias

Relato de Caso

Como-eu-faço

Comunicações Breves / Notas Prévias

Cartas ao Editor

Correlação Clínico-Cirúrgica

Multimídia

 

Resumo – Número máximo de palavras

 

250

 

--------

 

100

 

250

 

100

 

100

 

100

 

--------

 

--------

 

--------

Número máximo de palavras

 

5.000

 

1.000

 

6.500

 

5.000

 

1.500

 

1.500

 

2.000

 

400

 

800

 

800

Número máximo de referências

 

25

 

10

 

75

 

25

 

6

 

6

 

6

 

6

 

10

 

10

Número máximo de figuras e tabelas

 

8

 

2

 

8

 

8

 

2

 

4

 

2

 

1

 

2

 

1

Título resumido

100
Caracteres

100
Caracteres

100
Caracteres

100
Caracteres

40
Caracteres

40
Caracteres

40
Caracteres

 

--------

40
Caracteres

40
Caracteres

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1505
15091-450 São José do Rio Preto SP Brasil
Tel: (17) 2136-7071 /Fax: (17) 2136-7030


bjcvs@sbccv.org.br