ISSN 0103-3352 versão impressa
ISSN 2178-4884 versão on-line

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

Revista Brasileira de Ciência Política publica artigos relacionados à temática da política, adotando diferentes perspectivas teóricas e metodológicas e que tenham em comum o compromisso com o rigor metodológico e a capacidade de estimular a pesquisa na área.

A publicação de artigos está condicionada ao parecer de especialistas e aceitação dos membros do Comitê Editorial. Os textos devem ser inéditos e não devem ser submetidos à apreciação de nenhum outro veículo.

A Revista Brasileira de Ciência Política adota uma avaliação cega (double blind review). A Revista solicita a avaliação de no mínimo dois pareceristas antes de tomar uma decisão sobre a publicação. A Revista busca devolver uma resposta aos autores dentro de um prazo de no máximo 4 meses.

Os artigos submetidos à Revista Brasileira de Ciência Política serão julgados segundo a sua relevância para a Ciência Política, a sua inovação e atualidade, sobre o rigor metodológico e clareza da forma como foi escrito.

Revista Brasileira de Ciência Política publica também resenhas de obras publicadas nos últimos 36 meses a contar do envio do texto pelo autor. Todas as resenhas são avaliadas pela Comitê Editorial a partir de dois critérios: (i) adequação à política e escopo editoriais da Revista e (ii) relevância da obra para o campo da ciência política. O Editor de resenhas poderá solicitar parecer específico se assim julgar apropriado.

Com base nos critérios especificados, os artigos e as resenhas podem ser “aceitas”, “convidadas a ressubmissão com modificações” ou “rejeitadas”. No caso de rejeição, não há possibilidade de ressubmissão.

 

Política de acesso livre

Este periódico oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Arquivamento

Este periódico utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes do periódico para a preservação e restauração. Saiba mais...

Diretrizes éticas

Revista Brasileira de Ciência Política está comprometida com as normas definidas pela Comissão de Integridade na Atividade Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (http: //www.cnpq.br/web/guest/diretrizes) e também orienta-se por instruções de ética na publicação do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/).
Guiados por esses conjuntos de normas e instruções, o editor tem agido para impedir irregularidades e comportamento antiético na publicação de artigos, com atenção especial para evitar plágio, como segue:

1. Publicação e autoria:
Quando os autores submetem seus artigos, eles têm que declarar que o seu conteúdo é original, que não foi publicado ou submetido a qualquer outra publicação, em qualquer idioma.
Todos os artigos contêm uma lista de referências, bem como instituições e agências que apoiaram a pesquisa financeiramente.
Normas relativas ao plágio e as informações fraudulentas estão claramente divulgados e os autores têm que declarar o seu conhecimento quando o artigo é submetido. O editor está permanentemente empenhado em evitar a publicação de plágio e informações fraudulentas. Os avaliadores (pareceristas) também são informados sobre as normas nacionais e internacionais, para que atuem em conjunto com o editor para evitarem plágio.

2. Responsabilidades do autor:
Os autores são pesquisadores acadêmicos, engajados em um trabalho sério e sistemático em seus campos e subcampos específicos.
Os autores que assinam os artigos, todos eles, contribuíram significativamente para a pesquisa.
É responsabilidade do autor garantir que todas as informações e dados no artigo que está sendo submetido sejam autênticos. Eles têm que assegurar que toda a informação seja autêntica quando na submissão do artigo.
Eles também têm que apontar instituições e projetos de pesquisa no âmbito do qual o trabalho foi desenvolvido, assim como as organizações que concederam apoio financeiro para a sua pesquisa.
É responsabilidade do autor informar ao editor no caso de descobrir quaisquer erros, dados incorretos ou informações enganosas. Ao submeterem o artigo, eles concordam em informar e corrigir eventuais erros.
Os autores estão comprometidos a trabalhar como avaliadores (pareceristas) para outros artigos em sua subárea do conhecimento.

3. Avaliação por pares e responsabilidade dos avaliadores (pareceristas):
Os avaliadores (pareceristas) têm um guia claro, recebido concomitantemente com o artigo a ser revisado, com os tópicos a serem avaliados em qualquer artigo e do padrão de qualidade a ser garantido. Este guia contém avaliações objetivas e comparativas.
Os avaliadores (pareceristas) consideram a relevância, correção, originalidade, atualidade das discussões e referências, adequação ao campo de conhecimento, o rigor metodológico e padrões de qualidade da publicação.
Quando aceitam avaliar um artigo, os avaliadores (pareceristas) afirmam que eles não têm nenhum conflito de interesses no que diz respeito aos autores e à pesquisa.
As revisões (pareceres) são estritamente confidenciais.

4. Responsabilidades do corpo editorial:
Os editores analisam todos os artigos recebidos e têm a responsabilidade e a autoridade para rejeitarem ou aceitarem os artigos, com base nos pareceres.
Os editores têm a responsabilidade de selecionar os avaliadores (pareceristas) de forma adequada, considerando os temas dos artigos, a produção e respeitabilidade de acadêmicos considerados como avaliadores (pareceristas).
Os editores têm a responsabilidade de garantir os padrões de qualidade acordados.
Os editores têm a responsabilidade de evitar más práticas e comportamento antiético, especialmente de plágio e informação fraudulenta.
Os editores têm a responsabilidade de corrigir eventuais erros, publicando correções ou retratação.
Os editores têm a responsabilidade de preservar permanentemente o anonimato dos avaliadores (pareceristas), bem como o anonimato dos autores dos artigos em análise.

5. Publicação de questões éticas
Guias claros relacionados à ética de publicação estão divulgados e acessíveis para que autores e avaliadores (pareceristas) tenham ciência deles: os artigos têm de ser inéditos e informações fraudulentas ou plágio não são aceitos.
Correção e qualidade são permanentemente defendidos, com um compromisso claro para esclarecer, retrair e corrigir eventuais erros de autores ou resultante do processo de edição.
O corpo editorial é permanentemente orientado por estas diretrizes, a fim de que a conduta dos editores assegurem ética na publicação

Declaração de Direito Autoral

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  2. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
  3. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

 

Forma e preparação de manuscritos

A fim de garantir o anonimato de autores e pareceristas no processo de avaliação e seleção, o nome do autor não deverá constar do corpo do texto. Qualquer referência que permita a identificação da autoria (indicação de apresentação prévia em seminários, remissão em primeira pessoa a obras anteriores etc.) deverá ser eliminada do texto. Nesse sentido, os textos NÃO devem vir com uma folha de rosto. Também é importante retirar o nome do autor, caso constar, das propriedades do documento.

ARTIGOS ‐ Devem ser escritos em Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5. Salvo excepcionalmente, devem ter no máximo 30 páginas, incluindo as tabelas, quadros, figuras e referências.

Devem conter: 
a) resumo em português e em inglês/abstract (até 10 linhas), que sintetize os propósitos,  metodologia e conclusões do trabalho.

b) de 4 a 6 palavras‐chave/keywords que identifiquem o conteúdo do artigo.
RESENHAS ‐ Serão aceitas resenhas que versem sobre livros publicados nos últimos 36 meses, devendo ter no máximo 2500 palavras, em fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5, resumo em português e em inglês/abstract (até 10 linhas) e de 4 a 6 palavras‐chave/keywords.
As referências bibliográficas devem ser destacadas no corpo do texto, seguindo a seguinte orientação: (Sobrenome do autor, data) ou (Sobrenome do auor, data, página). Ex.: (Reis, 1989) ou (Reis, 1989, p. 64). Diferentes títulos do mesmo autor publicados no mesmo ano serão identificados por uma letra após a data. Ex.: (Diniz, 2003a), (Diniz, 2003b).
Os textos devem ser submetidos via o sistema em arquivo com extensão “.doc” ou “.docx”. Quadros, mapas, tabelas etc. devem ser enviados no corpo do texto. Imagens e/ou figuras devem ser enviadas em formato jpeg, resolução 300 dpi. A responsabilidade pelos direitos autorais de reprodução ficará a cargo do autor.
As referências bibliográficas utilizadas devem ser citadas ao final do texto, listadas em ordem alfabética, obedecendo aos seguintes critérios:

Livro: SOBRENOME, Nome (ano). Título e subtítulo em itálico. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: nome da editora.

Capítulo em coletânea: SOBRENOME, Nome (ano). “Título do capítulo entre aspas”, em SOBRENOME, Nome (abreviado) do(s) organizador(es). Título da coletânea em itálico. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: nome da editora.

Artigo em periódico: SOBRENOME, Nome (ano). “Título do artigo entre aspas”. Nome do periódico em itálico, volume e número do periódico, intervalo de páginas do artigo.

Dissertações e teses: SOBRENOME, Nome (ano). Título da dissertação/tese em itálico. Dissertação (mestrado) ou Tese (doutorado) em [indicación da área do conhecimento]. Local: Instituição em que foi apresentada.

Internet (documentos eletrônicos): SOBRENOME, Nome (ano). Título em itálico [online]. Indicação da URL. Acessado em [data de acesso].

Os artigos submetidos que não se adequam aos padrões bibliográficos e de formatação não serão avaliados.

 

Envio de manuscritos

Os artigos devem ser submetidos pelo Sistema SciELO de submissão:  http://submission.scielo.br/index.php/rbcpol/login O autor deve se cadastrar no sistema e seguir todos os passos indicados nas instruções da plataforma.
Dúvidas sobre o processo de submissão ou avaliação de manuscritos devem ser encaminhadas ao e-mail institucional da revista: rbcp.unb@gmail.com.

Não há taxa para submissão e avaliação de artigos e resenhas.

 

Política de privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Instituto de Ciência Política, Universidade de Brasília, Campus Universitário
Darcy Ribeiro - Asa Norte
70904-970 Brasília - DF Brasil
Tel.: (55 61) 3107-2202/2204


rbcp.unb@gmail.com