ISSN 0102-6909 versão impressa
ISSN 1806-9053 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Objetivo e política editorial

A Revista Brasileira de Ciências Sociais (Rev. Bras. Ci. Soc.) é uma das principais revistas interdisciplinares no âmbito das ciências sociais no Brasil e responde à missão de veicular a produção acadêmica de ponta nas três grandes áreas que conformam tanto o corpo da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) quanto a própria tradição das ciências sociais: Antropologia, Ciência Política e Sociologia.  A Revista abarca a diversidade temática caracteristicamente ampla dessas áreas, bem como sua correspondente pluralidade metodológica e de desenvolvimento teórico e conceitual. Ocasionalmente, a Revista acolhe artigos oriundos de outras áreas, quando claramente dedicados a travar interlocução com a produção de conhecimento nas ciências sociais. Com o intuito de contribuir à circulação da produção nacional e internacional de conhecimento relevante para as ciências sociais, a Revista veicula regularmente resenhas.

A Revista Brasileira de Ciências Sociais publica artigos inéditos ― não publicados em livros, revistas ou periódicos - com contribuições substantivas explícitas sobre questões relevantes para as áreas e subáreas que informam empírica e teoricamente o correspondente artigo. Balanços bibliográficos (review essays) apenas serão publicados quando especificamente encomendados pela Comissão Editorial, visto que a ANPOCS edita revista com perfil editorial especializado na difusão dos mesmos. As resenhas deverão ser inéditas e cobrir livros inscritos nas três áreas e suas subáreas ou que dialoguem teórica ou metodologicamente com elas. As características de forma específicas de artigos e resenhas podem ser consultadas na seção das “Normas para a apresentação de colaborações”. A Revista aceita submissão de artigos e resenhas em português, espanhol e inglês, que serão publicados em sua língua original.

Critérios de publicação e avaliação
 A publicação dos artigos responde exclusivamente a critérios de mérito. O processo de avaliação de mérito é idêntico para todos os artigos ―inclusive aqueles que por ventura vierem a ser encomendados pela Comissão Editorial. Após submissão, os artigos são submetidos a parecer de pertinência (desk review) a respeito de sua adequação ao objetivo e política editorial da revista. Em até 30 dias, contando a partir do dia da submissão, os autores receberão notícia sobre o resultado dessa primeira etapa. Artigos aprovados serão submetidos a duplo parecer cego por pares. Há quatro resultados possíveis da segunda etapa: aprovado para publicação sem modificações, aprovado para publicação condicionada a modificações, revisar e ressubmeter e recusado. O terceiro resultado implica que a Revista não assume compromisso de publicação se houver ressubmissão. A Revista não aceitará ressubmissões se os dois pareceristas indicarem “revisar e ressubmeter” ou se um dos pareceristas recusar o artigo e a comissão editorial julgar o parecer adequado. O tempo médio para a segunda etapa é de cinco meses. Os pareceres de artigos submetidos em inglês ou espanhol serão formulados em uma das duas línguas, conforme as preferências da comunidade de pareceristas da Revista. Os autores de artigos em inglês ou espanhol aprovados arcarão com as despesas de revisão do texto, o que não constitui taxa de publicação.

Artigos com um parecer favorável e outro de “revisar e ressubmeter” deverão ser enviados em até três meses após recepção do parecer. Extinto esse prazo, os artigos serão retirados da pauta da Comissão Editorial. Artigos com parecer favorável à publicação mediante correções deverão ser revisados e ressubmetidos em até trinta dias. A Comissão Editorial se reserva o direito de sugerir novas modificações de forma ou de caráter pontual quanto ao conteúdo ou à forma, de modo a adequar o artigo ao perfil editorial ou gráfico da Revista.

A ordem de publicação segue o critério de fila única com duas exceções, balanços bibliográficos ou breves textos ad hoc - por exemplo, homenagens - eventualmente encomendados pela Comissão Editorial.

Reciprocidade
Entende-se que a submissão de artigos a serem avaliados sob o sistema de parecer duplo cego por partes implica o compromisso do(a) autor(a) de responder da forma mais satisfatoriamente possível às observações dos avaliadores. A Revista aprecia o esforço da comunidade acadêmica de contribuir com seu trabalho para melhorar a qualidade da produção científica das ciências sociais no Brasil, por isso, não submeterá a parecer manuscritos que tenham recebido parecer negativo em outra revista sem que os autores tenham realizado o esforço de responder aos reparos levantados pelos pareceres. Pelo mesmo motivo, a Revista se reserva o direito de recusar artigos cuja reformulação desconsidere as sugestões dos pareceristas sem justificação razoável.

Autores que submetem artigos à Revista assumem o compromisso de emitir pareceres. A Comissão Editorial se reserva o direito de não submeter à segunda etapa de avaliação (duplo parecer cego por pares) artigos cujos autores reiteradamente declinam a emissão de pareceres quando convidados pela Revista.

Resenhas
São aceitas para a avaliação resenhas de obras publicadas dentro de um período de até 24 meses a contar do prazo de envio do texto. Todas as resenhas são avaliadas pela o Editor de Resenhas e a Comissão Editorial a partir de três critérios: adequação à política e escopo editoriais da Revista, relevância da obra resenhada para o campo das ciências sociais em geral e pertinência da resenha para os debates em curso nas três grandes áreas das ciências sociais no Brasil. O Editor de resenhas poderá solicitar parecer específico se assim for julgado conveniente. Em algumas circunstâncias, como no caso de obras reconhecidamente importantes para o debate das ciências sociais no país, é possível encomendar resenhas. Há três resultados possíveis da avaliação, orientada pelos critérios especificados acima. As resenhas podem ser “aceitas”, “aceitas com modificações” ou “recusadas” - não havendo possibilidade de ressubmissão. Nos casos dos dois últimos resultados, um sucinto parecer será emitido.

Direitos autorais, exclusividade e licença CC-BY

Ao submeter um artigo ou resenha, os autores se comprometem a não enviar o mesmo a outro periódico durante o processo de avaliação. Inversamente, a Revista não acolhe artigos que ainda estejam em avaliação em outros periódicos. A Revista tampouco acolherá duas avaliações simultâneas de um mesmo autor, entendendo que configura simultaneidade a submissão de novo artigo enquanto outro ainda não foi publicado ou recusado.

A submissão de qualquer colaboração implica automaticamente a cessão integral dos direitos autorais à ANPOCS, inclusive de tradução, caso o artigo seja aprovado para publicação. Os autores, é claro, são autorizados a reproduzir seus artigos, desde que a fonte original (Rev. Bras. Ci. Soc.) seja citada.
                  
A Revista adota licença CC-BY utilizada internacionalmente pelos principais periódicos e publicadores de acesso aberto, em concordância com o SciELO. Tal licença maximiza a disseminação dos artigos. Entende-se que todo autor de artigo publicado na RBCS concorda com o uso desse tipo de licença

Boas práticas científicas
Em sintonia com os avanços no campo da ética e das boas práticas cientificas, todos os artigos aprovados na primeira etapa serão submetidos a teste de plágio e “autoplágio” ou republicação (publicação como material inédito de textos já publicados). Eventuais casos de má prática serão examinados e decididos pela Comissão Editorial seguindo as Diretrizes Básicas para a Integridade na Atividade Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico -CNPq (http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes), e o Código de Boas Práticas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo -FAPESP (http://www.fapesp.br/boaspraticas/).

As opiniões emitidas em artigos assinados e a integridade do conteúdo dos artigos são de absoluta responsabilidade dos seus autores.

 

Normas para a apresentação de colaborações

Artigos
Os artigos submetidos devem ser inéditos e exclusivos durante o processo de avaliação na RBCS (ver a política editorial). O manuscrito deverá ser apresentado em versão final, com correção ortográfica e gramatical no idioma correspondente e sem marcas de revisão. A extensão do artigo deverá ser de no mínimo 50.000 e no máximo 70.000 caracteres com espaços, incluindo a bibliografia, tabelas e diagramas. Os artigos devem ser submetidos em fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaço 1,5. Não serão submetidos a parecer artigos fora das normas.

O resumo deverá ter até 1.000 caracteres com espaços, na mesma configuração do artigo. Os resumos devem especificar: problema, argumento central do artigo, contribuição substantiva ao campo da literatura em que se inscreve, materiais ou instâncias empíricas e escolhas metodológicas.

Idiomas
 Podem ser submetidos artigos e resenhas nos idiomas português, inglês e espanhol, que, se aprovados, serão publicados na língua original. Os custos com revisão de artigos em inglês e espanhol deverão ser cobertos pelo(a) autor(a). A RBCS indicará os profissionais. Submissões em inglês poderão receber pareceres na mesma língua ou em espanhol. Submissões em espanhol e português, poderão receber pareceres nas três línguas. Ao submeter o artigo, o(a) autor(a) concorda em receber pareceres nas três línguas.

Estabelecimento do texto
O título do artigo deve ter, no máximo, 90 caracteres com espaços, e nome do(a) autor(a) deve vir acompanhado de sua filiação institucional, cidade, estado, país e e-mail institucional.

As menções a autores, no correr do texto, seguem a forma — (Autor, data) ou (Autor, data, página), como nos exemplos: (Jaguaribe, 1962) ou (Jaguaribe, 1962, p. 35). Se houver mais de um título do mesmo autor no mesmo ano, eles são diferenciados por uma letra após a data: (Adorno, 1975a), (Adorno, 1975b) etc.

As citações textuais devem aparecer em itálico no corpo do texto, quando inferiores a duas linhas, e em itálico em novo parágrafo, quando maiores de duas linhas. Citações deverão ser traduzidas à língua empregada pelo artigo, indicando em nota de rodapé o tradutor quando da primeira citação traduzida.

Inserir como notas de rodapé apenas informações complementares e de natureza substantiva, sem ultrapassar 250 caracteres com espaços por nota.

No caso de artigos com tabelas, quadros, gráficos e figuras, informar em cada um(a) a fonte utilizada, inclusive quando se trata de elaboração própria (por exemplo, elaboração própria com base em IBGE 2005, ou elaboração própria com base em Santos 2002). Inclusive quando os dados são originários de projeto coordenado pelo autor, é preciso informar o nome do projeto como fonte.

As regras básicas para utilização de siglas são: para siglas com até 3 letras, utilizar todas maiúsculas (USP, PUC, OAB). Para todas as siglas pronunciáveis como palavras, a partir de 4 letras, utilizar somente a primeira letra em maiúscula (Fapesp, Unicamp, Uerj). Para siglas, a partir de 4 letras, não pronunciáveis como palavras, utilizar todas as letras em maiúsculas (UFMG, UFRJ, ABNT). As regras para a composição de siglas também deve ser aplicadas à bibliografia.

Critérios bibliográficos
A bibliografia é situada no final do artigo ou da resenha (se for o caso), em ordem alfabética, seguindo os critérios bibliográficos que se seguem:

  • Títulos de livros, periódicos, jornais, revistas, discos, filmes, quadros e esculturas devem vir sempre em itálico.
  • Nomes de capítulos, de poemas, de músicas e títulos de artigos, entre aspas.
  • Nomes de jornais devem ser grafados exatamente como no original: Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Jornal do Comercio (Recife).

As referencias deverão seguir as seguintes regras conforme o tipo de material citados:

  • LIVRO: sobrenome do autor (em caixa alta) /VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa alta e baixa) /PONTO/ data entre parênteses /VÍRGULA/ título da obra em itálico /PONTO/ nome do tradutor /PONTO/ nº da edição, se não for a primeira /VÍRGULA/ local da publicação /VÍRGULA/ nome da editora /PONTO.

Exemplo: SACHS, Ignacy. (1986), Ecodesenvolvimento, crescer sem destruir. Tradução de Eneida Cidade Araújo. 2a edição, São Paulo, Vértice.

  • ARTIGO: sobrenome do autor, seguido do nome e da data (como no item anterior) / "título do artigo entre aspas /PONTO/ nome do periódico em itálico /VÍRGULA/ volume do periódico /VÍRGULA/ número da edição /DOIS PONTOS/ numeração das páginas.

Exemplo: REIS, Elisa. (1982), "Elites agrárias, state-building e autoritarismo". Dados, 25, 3: 275-96.

  • ARTIGO ELETRÔNICO: sobrenome do autor, seguido do nome e da data (como no item anterior) / "título do artigo entre aspas /PONTO/ nome do periódico em itálico /VÍRGULA/ volume do periódico /VÍRGULA/ número da edição /DOIS PONTOS/ numeração das páginas. Incluir DIA/MÊS/ANO DA CONSULTA e Disponível em (endereço do site/nome da revista)/PONTO/ISSN.

Exemplos: Reis, Elisa Pereira; Reis, Fábio Wanderley & Velho, Gilberto. (1997), “As ciências sociais nos últimos 20 anos: três perspectivas”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 12 (35). Disponível em www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69091997000300002, consultado em 30/6/2013.
WALKER, R. (2005), “The double outside of the modern international”. Disponível em http://www.uvic.ca/polisci/walker/publications.htm, consultado em 17/9/2007.
FAUSTO, Carlos. (2008), “Donos demais: maestria e domínio na Amazônia”. Mana – Estudos de Antropologia Social, 14 (2): 329-366. Disponível em www.scielo.br/pdf/mana/v14n2/a03v14n2.pdf, consultado em 4/7/2011.

  • COLETÂNEA: sobrenome do autor, seguido do nome e da data (como nos itens anteriores) / ''título do capítulo entre aspas'' /VÍRGULA/ in (em itálico)/ iniciais do nome, seguidas do sobrenome do(s) organizador(es) /VÍRGULA/ título da coletânea, em itálico /VÍRGULA/ local da publicação /VÍRGULA/ nome da editora /PONTO.

Exemplo: ABRANCHES, Sérgio Henrique. (1987), "Governo, empresa estatal e política siderúrgica: 1930-1975", in O.B. Lima & S.H. Abranches (org.), As origens da crise, São Paulo, Iuperj/Vértice.

  • TESES E DISSERTAÇÕES ACADÊMICAS: sobrenome do autor, seguido do nome e da data (como nos itens anteriores) /VÍRGULA/ título da tese em itálico /PONTO/ grau acadêmico a que se refere /VÍRGULA/ instituição em que foi apresentada /VÍRGULA/cidade/PONTO.

Exemplo: SGUIZZARDI, Eunice Helena. (1986), O estruturalismo de Piaget: subsídios para a determinação de um lugar comum para a Ciência e a Arquitetura. Tese de mestrado. Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, São Paulo.

  • MATÉRIA DE JORNAL ASSINADA: sobrenome do autor, seguido do nome e da data (como no item anterior) / "título do artigo entre aspas /PONTO/ nome do periódico em itálico /VÍRGULA/data da publicação/PONTO/nome do caderno ou seção entre parênteses/PONTO.

Exemplo: Amorim, Celso. (2002), “Guerra contra o Iraque é evitável”. Folha de S. Paulo, 25 set. (caderno Cotidiano).

  • MATÉRIA DE JORNAL NÃO ASSINADA: nome do artigo entre aspas, com a primeira palavra em maiúscula/PONTO/ano entre parênteses/VÍRGULA/nome do jornal em itálico/VÍRGULA/dia e mês/PONTO/nome do caderno ou seção entre parênteses/PONTO.

Exemplo: “A pesquisa em saúde nas ciências sociais e humanas: tendências contemporâneas”. (2005), Folha de S. Paulo, 22 ago. (caderno Cotidiano).

Revisão e correção
Todos os textos são submetidos a processo de revisão ampla, ortográfica, gramatical e estilística. Os textos, já revisados, passarão por aprovação dos autores antes da publicação. A revisão visa assegurar a compreensibilidade e qualidade formal dos artigos veiculados na Revista. A comissão editorial se reserva o direito de não publicar artigos cuja reformulação desconsidere as sugestões d(a) corretor(a) sem justificação razoável.

Resenhas
As resenhas devem possuir título de até 50 caracteres com espaços, podem conter bibliografia e devem respeitar o limite de 20.000 caracteres com espaços. O manuscrito deverá ser apresentado em versão final, com correção ortográfica e gramatical no idioma correspondente e sem marcas de revisão. As resenhas devem ser submetidas em fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaço 1,5. Não serão consideradas resenhas fora das normas. 

Submissão exclusivamente online para artigos e resenhas
Os artigos e as resenhas deverão ser submetidos exclusivamente na página da Revista Brasileira de Ciências Sociais - RBCS, via plataforma Open Journal System – OJS, pelo endereço: www.scielo.br/rbcsoc. Todos os passos indicados para a submissão online dever ser seguidos. Caso o artigo tenha mais de um(a) autor(a), deverá ser submetido por aquele(a) que acompanhará todo processo editorial com a Revista durante e responderá à avaliação.

Para a submissão online devem ser anexados dois arquivos em formato .doc ou .docx: - o primeiro arquivo, dirigido exclusivamente ao Editor-chefe em formato de carta de apresentação (cover letter), deve incluir o título do artigo, resumo em português e inglês e dados biográficos do/s autor/es (titulação acadêmica, cargo que ocupa, publicações relevantes mais recentes e e-mail institucional). Este arquivo é destinado também à inclusão de comentários e justificativas ao Editor sobre qualquer aspecto relacionado à tramitação do artigo. Informações que revelem a autoria do texto e agradecimentos também podem ser incluídos aqui. O segundo arquivo é o documento principal, ou seja, a versão do manuscrito que será lido pelos pareceristas ad hoc. Por isso, o artigo deve ser enviado sem qualquer tipo de referência ou informações que possibilitem a identificação dos autores, constando somente o título, o texto e as referências bibliográficas― exclusive as referências que permitam a identificação do(a) autor(a).

Dúvidas

                        Quaisquer dúvidas sobre o processo de submissão ou de avaliação de artigos podem ser elucidadas pelo e-mail: rbcs@anpocs.org.br

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Av. Professor Luciano Gualberto, 315 - sala 116
05508-900 - São Paulo, SP - Brasil
Tel.: +55 11 3818-4664
Fax: +55 11 3818-5043


anpocs@anpocs.org.br