ISSN 0104-8023 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A Revista do Departamento de Psicologia - UFF possui periodicidade semestral e adota a normalização da ABNT para apresentação de artigos em publicações periódicas científicas impressas (6022/2003 e 6021/2003)
Destina-se à publicação de trabalhos inéditos de autores nacionais e internacionais, em português, espanhol, inglês e francês nas seguintes seções:

Relatos de pesquisa: relatos de investigações baseadas em dados empíricos, utilizando metodologia científica. (Máximo de 20 laudas).

Estudo teórico: análises de constructos e conceitos teóricos que questionem modelos existentes e levantem questões e hipóteses para pesquisas futuras. (Máximo 20 laudas).

Relatos de experiência profissional: estudo de caso contendo análise conceitual e descrição dos procedimentos de intervenção. (Máximo 14 laudas)

Depoimentos: entrevistas com pessoas cujas histórias de vida ou realizações profissionais sejam relevantes para o conhecimento da história da Psicologia e áreas afins (máximo de 15 laudas).

Debates: temas históricos ou da atualidade, propostos pelos editores ou por colaboradores, e debatidos por especialistas que expõem seus pontos de vista por escrito ou ao vivo, através da gravação do áudio. No primeiro caso, os colaboradores podem sugerir temas e participantes, responsabilizando-se pela editoria, pela interação deles e pela edição do texto final. O debate ao vivo, quando não for organizado pela revista, pode ser submetido em forma de fita gravada ou já transcrita e parcialmente editada, cabendo a edição final aos editores da Revista do Departamento de Psicologia - UFF (máximo de 30 laudas).

Notas de Pesquisa: relato preliminar, mais curto e incipiente do que um artigo, enfatizando hipóteses, progressos e dificuldades de pesquisas em andamento, comentando fontes, métodos e técnicas utilizadas e desdobramentos antevistos (máximo de 10 laudas).

Resenhas: análises críticas de obras publicadas e assuntos concernentes ao fluxo de informação via redes de computadores e bancos de dados informatizados (máximo de 10 laudas).

Eventos: resumos de trabalhos de pesquisa e extensão apresentados em congressos científicos com a participação de alunos de graduação. Os resumos devem conter no máximo 500 palavras, fonte "times new roman", corpo 12, espaço simples, título centralizado em caixa alta, com indicação dos autores, o nome do orientador em último lugar, endereço para correspondência e e-mail do orientador, filiação institucional dos autores, três palavras-chave, nome do evento no qual o trabalho foi apresentado, local e data. O texto deve ser contínuo, sem parágrafos ou tabulações, subtítulos, referências ilustrações e tabelas. Deve-se mencionar o órgão de financiamento. Os resumos devem apresentar claramente os objetivos do trabalho, sem indicação de referências, incluindo-se os aspectos mais relevantes da literatura na área. O material e métodos devem ser descritos, envolvendo sujeitos, equipamentos, técnicas e outras estratégias utilizadas. A descrição dos resultados deve conter a síntese do que foi obtido e, se for o caso, explicitar as medidas e os resultados de provas estatísticas aplicadas. A conclusão deve estar baseada nos dados apresentados, sendo conveniente que sejam feitas referências aos objetivos ou hipóteses anteriormente descritas.

Resumos de trabalhos acadêmicos, dissertações e teses: descrição sucinta de dissertações de mestrado e teses de doutorado e livre-docência (máximo de 1,5 lauda).

PEER REVIEW

Os artigos enviados são primeiramente avaliados a fim de verificarmos se estão redigidos de acordo com as normas de publicação da Revista. Se houver falhas na normalização dos artigos a secretaria da Revista entrará em contato com os autores solicitando as correções necessárias. Uma vez cumprida esta exigência, os artigos são encaminhados para os pareceristas (blind review). Os pareceristas são professores doutores, de reconhecido saber na área da psicologia, em particular na área temática que predomina no artigo a ser avaliado. Os pareceristas são convidados a emitir parecer pelo Editor Chefe. Cada artigo é avaliado por dois pareceristas que emitem o parecer final seguindo os itens:

( ) Deveria ser publicado, com prioridade. Não é necessário rever.
( ) Deveria ser publicado. Não é necessário rever.
( ) Deveria ser publicado, mas precisa ser revisto
( ) Não deveria ser publicado.

Caso os dois pareceristas marquem uma das duas primeiras opções, o artigo é inserido na lista de trabalhos aprovados, prontos para a publicação e o autor recebe carta informando que o seu artigo foi aprovado para publicação na Revista. Quando um dos pareceristas marca a terceira opção, o autor recebe carta da Revista, seguida do parecer no qual constam as revisões necessárias para a publicação do artigo. Os pareceres são remetidos aos autores sem a indicação dos nomes dos pareceristas. Uma vez que o autor atenda às solicitações presentes no parecer, o artigo é mais uma vez remetido ao parecerista para que ele verifique se as alterações realizadas no artigo são suficientes para a sua aprovação. Se os dois pareceristas indicarem que o artigo não deveria ser publicado, o autor recebe carta informando que o artigo não foi aceito para publicação. Quando os dois pareceristas emitem pareceres discordantes, um aprovando o artigo, o outro contra-indicando sua publicação, um terceiro professor doutor é convidado a emitir parecer. Neste caso, o artigo será considerado indicado para publicação quando dois dos três pareceristas considerarem que o artigo deve ser publicado. Do mesmo modo, o artigo será considerado contra-indicado para publicação quando dois dos três pareceristas considerarem que o artigo não deve ser publicado na Revista.

PÚBLICO DA REVISTA: Professores, pesquisadores, alunos de psicologia e áreas afins.

 

Forma e preparação de manuscritos

Os trabalhos serão apreciados pela Comissão Editorial que decidirá sobre sua aceitação e, se necessário, sugerir ao autor modificações de estrutura e conteúdo.

O editor reserva-se o direito de efetuar alterações ou cortes nos trabalhos recebidos para adequá-los às normas da revista, respeitando os conteúdos e o estilo do autor. Os autores serão notificados da aceitação ou recusa de seus artigos. Os originais, mesmo quando não aproveitados, não serão devolvidos.

Todo e qualquer encaminhamento à Revista deve ser acompanhado de carta assinada pelo autor principal na qual deverá ser explicitada a intenção de submissão do trabalho para publicação. Em caso da autoria múltipla, a carta deverá ser assinada por todos os autores.

A apresentação dos trabalhos deve seguir a seguinte ordem:

  • Folha de rosto contendo:
    • Título em português não devendo exceder a 10 palavras.
    • Título em Inglês.
    • Nome de cada autor seguido de afiliação institucional, endereço completo do autor para o qual a correspondência deverá ser enviada, endereço eletrônico, telefones comercial e residencial, telefone celular.
    • Indicar fonte de financiamento ou reconhecimento a apoio técnico recebido no desenvolvimento do trabalho.
  • Resumo: os artigos devem vir acompanhados de resumo na língua principal e em inglês. Os resumos devem conter 150 palavras para os trabalhos da categoria Relato de Pesquisa e 100 palavras para os trabalhos das categorias Estudo teórico, Relatos de experiência profissional e Notas de pesquisa. Os resumos de relato de pesquisa devem incluir: descrição do problema investigado, definição e caracterização da amostra, método utilizado para a coleta de dados, resultados, conclusões e suas aplicações. Os resumos de revisão crítica da literatura ou de estudo teórico devem conter os seguintes pontos: o tema investigado, objetivo, construto sob análise ou organizador do estudo, fontes utilizadas e conclusões. Sugerimos aos autores que escrevam pelo menos uma frase para cada um destes pontos.
  • Palavras-chave: o(s) autor(es) deve(m) apresentar três a cinco palavras-chave, na língua do texto e em inglês. As palavras devem ser separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto.

As ilustrações (quadro, desenhos gráficos, mapas, fluxogramas, esquemas, organogramas e outros) deverão ter a qualidade necessária para uma boa reprodução gráfica. Elas deverão ser entregues em arquivos separados do texto, no programa em que foram criados (Excel, Corel Draw, Photo Shop etc.); identificadas na parte inferior com o seu título, legenda e precedidas da palavra designativa, seguida do seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, tais como Quadro 1, Quadro 2, Gráfico 1, Gráfico 2 etc. e da fonte.

As tabelas deverão ser identificadas na parte superior e devem obedecer às Normas de Apresentação Tabular do IBGE (1993).

Exemplo: Tabela 1-

Tabela 2-

As citações serão indicadas no corpo do texto, entre parênteses, de acordo com a NBR 10520:2002.

Exemplos: (SILVA, 2004, p. 96)

(OLIVEIRA, 2003, p. 21-36)

(BRASIL, 2003, p. 26)

(OS EMERGENTES, 2002, p. 4-5)

As citações no texto são transcritas entre aspas duplas, no caso de citação direta ou textual curta, de até 3 linhas, vindo incorporada ao parágrafo. Quando citação direta ou textual longa, com mais de 3 linhas, ela é incorporada em parágrafo isolado, com recuo de 4cm da margem sem aspas.

As notas explicativas, restritas ao mínimo indispensável, deverão ser apresentadas no final do texto.

As referências deverão ser apresentadas no final do texto, obedecendo à norma NBR 6023:2002.

Exemplo:

  • Livro (1 autor)

FERNANDES, A. M. D. Quando a arte ganha a potência de inventar novos mundos. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2003.

(até 3 autores)
RANDIN, J. C.; BENEDET, J. H.; MILANI, M. L. Facetas da colonização italiana: planalto e oeste catarinense. Joaçaba: Ed. UNOESC, 2003.

(mais de 3 autores)
JAMBEIRO, O. et al. Tempos de Vargas: o rádio e o controle da informação. Salvador: EDUFBA, 2004.

  • Evento no todo

CONGRESSO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA E PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE, 1., 2005, Natal. Anais... João Pessoa: Ed. Universitária/ UFPB, 2005.

  • Trabalho apresentado no evento

ALVES, I. C. B. O ensino das técnicas de exame psicológico no Brasil: visão geral. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA E INTERCÂMBIO CIENTÍFICO, 9., 2002, Águas de Lindóia. Anais... Águas de Lindóia: [s. n.], 2002. p. 86.

  • Dissertação

LEMOS, F. C. S. Práticas de conselheiros tutelares frente à violência doméstica: proteção e controle. 2003. Dissertação (Mestrado)-Universidade do Estado de São Paulo, Assis, 2003.

  • Tese

SOARES, E. Desenvolvimento e dificuldades da concepção localizacionista de funções mentais: uma análise a partir de Merleau-Ponty. 2003. Tese (Doutorado)-Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

  • Relatório de pesquisa

SOUZA, L. Educação em tempos neo-liberais: uma análise micropolítica do ensino médio em Vitória, ES. 2002. Relatório de pesquisa apresentado à Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

  • Parte de livro

CIMADON, A. Avaliação da aprendizagem. In: ______. Ensino e aprendizagem na universidade: um roteiro de estudos. 2. ed. rev. e ampl. Joaçoba: Ed. UNOESC, 2004. p. 159-194.

  • Artigo de revista

SOARES, E. A crítica de Merleau-Ponty à Psicofisiologia Clássica. Revista do Departamento de Psicologia - UFF, Niterói, v. 16, n. 2, p. 17-28, jul./dez. 2004.

  • Artigo de jornal

FRAGA, C. Avaliar é preciso. Correio Brasiliense, Brasília, DF, 8 maio 2004. Opinião, p. 19.

  • Documentos jurídicos

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: atualizada até a Emenda Constitucional no 39, de 19.12.2002, com notas remissivas às principais leis básicas. Atualização e notas por Wladimir Novaes Filho. 6. ed. São Paulo: LTr, 2003.

  • Documentos eletrônicos

QUEIRÓS, E. de. A relíquia. São Paulo: USP, 1998. Disponível em: <http://www.bibvirt.futuro.uso.br/textos/autores/ecadequiros/reliquia-texto.html>. Acesso em: 2 maio 2002.

As opiniões e os conceitos emitidos são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

 

Envio de manuscritos

Os textos ou artigos originais deverão ser enviados em três vias impressas em espaço duplo, em papel A4 (210mm x 297mm), em laudas de até trinta linhas, acompanhados de um disquete ou CD-ROM, digitados em Word for Windows, versão 7.0 ou anterior, corpo 12 e com todas as folhas numeradas, sem qualquer tipo de formatação, a não ser:

  • indicação de caracteres (negrito e itálico);
  • margens de 3cm;
  • uso de aspas duplas para indicar destaque;
  • uso de itálico para termos estrangeiros e títulos de livro e periódicos.

REVISTA DO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA - UFF
Universidade Federal Fluminense - Instituto de Ciências Humanas e Filosofia - ICHF
Campus Gragoatá, bl. O, 3º andar, sala 334 - Niterói - RJ CEP 24210-350
Tel (21) 2629-2845
Endereço Eletrônico: revista_fractal@yahoo.com.br
http://www.uff.br/ichf/revista_do_depto_psicologia.htm

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


2009 EDUFF - Editora da Universidade Federal Fluminense

Campus do Gragaotá, bloco O, sala 334
CEP24210-350 - Niterói - Rio de Janeiro
(21) 2629 2845


revista_fractal@yahoo.com.br