ISSN 1980-8585 versão impressa
ISSN 2237-9843 versão on-line

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A revista REMHU publica contribuições nacionais e internacionais (português, inglês, espanhol, italiano e francês) com o objetivo de oferecer amplos estudos interdisciplinares e análises aprofundadas sobre temas ligados à mobilidade humana contemporânea em nível internacional, tais como migrações, refugiados, tráficos de pessoas, deslocados ambientais, políticas e legislações migratórias, assistência e acompanhamento de pessoas em mobilidade, cuidado pastoral e teologia das migrações, entre outros.

A Revista inclui artigos acadêmicos e inéditos resultantes de pesquisas originais teóricas ou de campo, relatórios de pesquisa, reflexões sócio-pastorais, entrevistas, resenhas de livros e resumos de dissertações e teses sobre mobilidade humana ou temas afins.

O artigo deve possuir no máximo 3 (três) autores, com titulação mínima de mestre (para as seções "Dossiê" e "Artigos"). É possível aceitar textos de mestrando(a), desde que tenham sido escritos em coautoria com doutores(as).

A REMHU não aceita manuscritos já publicados ou submetidos para outro periódico; já divulgados integral ou parcialmente na internet; partes de teses e dissertações; textos publicados em anais de eventos científicos.

Na seleção dos manuscritos, avaliam-se a relevância do tema,  a qualidade da metodologia científica, a originalidade e consistência dos resultados, a coerência das conclusões, além da adequação às normas editoriais adotadas pela revista.

Todos os manuscritos submetidos à revista são avaliados pelo Editor-Chefe e revisados por dois ou mais referees especialistas no tema e anônimos, sendo o sigilo garantido em todo o processo de revisão. Os manuscritos aceitos serão enviados para os autores para que sejam efetuadas as eventuais modificações e para que os mesmos tomem conhecimento das alterações a serem introduzidas no processo de edição. Os autores deverão retornar o texto com as modificações solicitadas, devendo justificar na carta de encaminhamento, se for o caso, o motivo do não atendimento de sugestões. Ao final do processo a comissão editorial tomará a decisão quanto à aprovação ou não.

O público alvo da REMHU é a comunidade acadêmica, nacional e internacional, bem como os pensadores e articuladores das políticas migratórias, da assistência social e da pastoral da mobilidade humana.

Os artigos aceitos para a publicação se tornam propriedade da revista.

A Revista adota os sistemas Plagium, Plagiarism Checker e/ou CopySpider para identificação de plagiarismo.

 

Forma e preparação de manuscritos

A Revista REMHU é dividida em quatro seções, além do Editorial.

EDITORIAL: a Revista REMHU pode convidar um(a) pesquisador(a) para elaborar o Editorial após a leitura da totalidade do conteúdo do fascículo. O Editorial, com um máximo de 5.000 caracteres com espaço, pode ser escrito em inglês, italiano, português, espanhol ou francês.

DOSSIÊ: esta seção aborda um tema específico referente ao mundo das migrações em nível internacional. A seção é composta de artigos acadêmicos e inéditos resultantes de pesquisas originais teóricas ou de campo que oferecem diferentes perspectivas acadêmicas sobre o tema, sendo contempladas, dependendo dos casos, abordagens de cunho sociológico, psicológico, antropológico, demográfico, etnológico, jurídico, estatístico, teológico e pastoral, entre outras.

Os manuscritos devem ter entre 35 e 45 mil caracteres com espaço, incluindo o resumo e palavras-chave (3/5) na língua original do texto (até 800 caracteres com espaço), o abstract e keywords em inglês, além de informações sobre a formação acadêmica do(s) autor(es).

ARTIGOS: a seção de Artigos compreende contribuições científicas e inéditas resultantes de pesquisas originais teóricas ou de campo sobre qualquer tema relacionado com o universo da mobilidade humana.

Os manuscritos devem ter entre 35 e 45 mil caracteres com espaço, incluindo um resumo na língua original do texto (até 800 caracteres com espaço), o abstract e keywords em inglês, além de informações sobre a formação acadêmica do(s) autor(es).

RELATOS E REFLEXÕES: compreende comunicações sobre questões migratórias; entrevistas realizadas com pessoas ou representantes de organizações cuja atuação está relacionada com o tema da revista ou com questões afins; relatos de uma ou mais pessoas diretamente envolvidas no fenômeno das migrações; testemunhos do serviço sócio-pastoral junto a migrantes e refugiados, com foco, sobretudo, no trabalho pastoral e educativo das irmãs scalabrinianas.

Os textos devem ter até 20 mil caracteres com espaço, sem abstract, mas com a bibliografia final.

RESENHAS, TESES E DISSERTAÇÕES:esta última seção compreende resenhas críticas de publicações recentes e apresentações de teses e dissertações relativas ao mundo das migrações. Os textos, além de resumir as obras, devem aportar novos conhecimentos e estimular discussões sobre o tema.

Os manuscritos, de até 7.000 caracteres com espaço, devem conter a referência completa do trabalho comentado, uma bibliografia, além de informações sobre a formação acadêmica do autor.

SUBMISSÃO

Os manuscritos devem acoplar uma lauda separada de identificação contendo: 1) título do artigo no idioma original e em inglês; 2) nota autoral (no caso de autoria múltipla, indicar o nome dos autores em ordem de responsabilidade na elaboração do trabalho); 3) descrição dos autores (profissão, vínculo institucional, título acadêmico, endereço postal e e-mail); 4) ORCID.

Os resumos dos manuscritos das seções Dossiê e Artigos deverão ser enviados no idioma original e em inglês.

1) Observações Gerais sobre elaboração do manuscrito

Formato do manuscrito: espaço simples, A4, Times New Roman, tamanho 12.

Extensão dos manuscritos: entre 35.000 e 45.000 caracteres com espaço, para os artigos das seções Dossiê e Artigos (incluindo o resumo, abstract, notas de rodapé e bibliografia final); entre 10 e 20 mil caracteres com espaços para a seção "Relatos e reflexões"; até 7.000 caracteres com espaço para a seção "Resenhas, teses e dissertações".

Tabelas: deverão ser inseridas no corpo do texto, numeradas sequencialmente e com a devida indicação de fonte e/ou autoria.

Gráficos: devem seguir a mesma orientação das tabelas. Para não comprometer o padrão estético da Revista e o processo de digitalização os gráficos devem sem enviados também em Excel.

Figuras, fotos e ilustrações: devem ser numeradas sequencialmente e enviadas em alta resolução em arquivos separados.

A primeira vez que siglas ou abreviaturas forem mencionadas indicar sua equivalência por extenso. Não utilizar siglas e abreviaturas no resumo ou no título do artigo.

2) Referências no corpo do texto

As citações ao longo do texto devem ser feitas pelo sistema autor-data.

Nas citações indiretas usar o SOBRENOME do autor (ou entidade responsável) e a data de publicação do documento. Se houver mais de um trabalho do mesmo autor no mesmo ano, utilizar a, b, c imediatamente após a data. Se o nome do autor é já citado no texto incluir apenas o ano entre parênteses.

Ex:  (BALIBAR, 2012)

Ex:  (IBGE, 2014a)

Ex:  “...na opinião de Mezzadra (2015)”

Nas citações com dois autores colocar os SOBRENOMES separados por uma vírgula (,) e a data de publicação. Usar o ponto e vírgula (;) para separar as fontes.

Ex.:  (DURAND, MASSEY, 2001)

Ex.:  (SAYAD, 1986; CASTLES, MILLER, 2012)

Nas citações com mais de três autores colocar o sobrenome do primeiro autor e et alii e a data de publicação.

Ex.: (ZANINI et alii, 2017).

As citações diretas com até 3 linhas devem ser colocadas no corpo do texto, entre aspas duplas ("..."), sem itálico, com (SOBRENOME, ano e página).

Ex:  ... “è doveroso distinguere il concetto di globalizzazione tra progetto político e processo economico” (CASTLES, MILLER,  2012, p. 79).

As citações diretas com mais de 3 linhas devem ser colocadas em um bloco separado (com recuo de 2 cm), sem aspas e sem itálico, com (SOBRENOME, ano e página).

Todas as obras citadas ao longo do texto devem constar da lista de referências.

3) Referências bibliográficas

As referências bibliográficas utilizadas serão apresentadas no final do artigo. Incluir apenas as referências dos autores mencionados no texto, em ordem alfabética pelo sobrenome dos autores. Em caso de mais de uma referência do mesmo autor, utilizar a ordem cronológica, iniciando pela publicação mais antiga. Nos casos em que existem diversas obras de um mesmo autor citadas, se houver coincidência de ano deve ser acrescentada, após a data, uma letra (a, b, c, ...).

Livro: SOBRENOME do autor, prenome. Título: subtítulo. Local: Editora, Ano de publicação.

Ex.:  BAGGIO, Marileda. Entre dois mundos: a Igreja no pensar e no agir de Giovanni Battista Scalabrini. Brasília: CSEM, 2011.

Capítulo de livro: SOBRENOME do autor, prenome. Título do capítulo. In: SOBRENOME, prenome do(s) autor(es) ou organizador(es). Título: subtítulo. Local: Editora, Ano de publicação, páginas inicial-final.

Ex.:  LUSSI, Carmem. Atendimento à população migrante: por uma abordagem integral. In: NETO, Helion Povoa; SANTOS, Miriam de Oliveira; PETRUS, Regina (orgs.). Migrações: rumos, tendências e desafios. Rio de Janeiro: POlobooks, CRV, 2016, p. 477-496.

Artigo em revistas/periódicos: SOBRENOME do autor, prenome.Título do artigo. Nome da revista/periódico, volume (v.), número (n.) e páginas inicial-final, Ano de publicação.

Ex.:  BAENINGER, Rosana. Racismo e sua negação: o caso dos migrantes bolivianos em São Paulo. Travessia, v. XXIV, n. 68, p. 49-62, 2011.

Dissertação e tese: SOBRENOME do autor, prenome (Ano de publicação). Título do trabalho acadêmico (Tese de doutorado ou dissertação de mestrado). Nome da Instituição, local.

Ex:  DIAS, Guilherme Mansur. Migração e crime: desconstrução das políticas de segurança e tráfico de pessoas (Tese de doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, 2014.

Trabalho apresentado em congressos: SOBRENOME do autor, prenome. Título, subtítulo do trabalho. In: Nome do Congresso. Local, data.

Ex.:  KREUTZ, Lúcio. Identidade étnica e processo escolar. In: XXII Encontro Anual da ANPOCS. Caxambú, 27 a 31 de Outubro de 1998.

Texto em meio eletrônico: SOBRENOME, prenome do autor (Ano de publicação). Título. Informações complementares quando houver. Disponível em: <endereço eletrônico>.  Acesso em: dd.mm.aaaa.

Ex.:  SANTIN, Terezinha. Fórum Social Mundial das Migrações. 2012. Disponível em: <http://www.csem.org.br/evento/644-forum-social-mundial-das-migracoes>. Acesso em: 12.12.2012.

Artigo de jornais: Título da Matéria (Ano de publicação). Nome do jornal. Cidade, Dia.Mês. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dd.mm.aaaa.

Ex.: Migrazioni, i viaggi disperati: una panoramica del cambiamento nei flussi misti verso l'Europa (2018). La Repubblica. 11.04.2011. Disponível em: http://www.repubblica.it/solidarieta/immigrazione/2018/04/11/news/migrazioni_i_viaggi_disperati_una_panoramica_del_cambiamento_nei_flussi_misti_verso_l_europa-193574412/. Acesso em: 15.05.2018.

Observações:

A revista não se responsabiliza pelas referências bibliográficas fornecidas pelos autores.

Os artigos originais enviados deverão estar definitivamente revistos e adequados às novas regras da língua portuguesa.

Os conceitos e declarações contidos nos trabalhos são de total responsabilidade dos autores.

A REMHU adota os princípios contidos nos Códigos de Ética do Committee on Publication Ethics (COPE).

Os trabalhos refletem as opiniões de seus autores e não necessariamente as do Comitê Editorial.

 

Envio de manuscritos

Os artigos devem ser enviados à Revista REMHU pelo site de submissão eletrônica de manuscritos: http://www.csem.org.br/remhu

Não há taxas para submissão e avaliação de artigos.

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

SRTV/N Edificio Brasília Radio Center - Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
70719-900 - Brasília - DF, Brasil
Tel./Fax: 61-3327.0669


remhu@csem.org.br/csem@csem.org.br