ISSN 0034-8309 versão impressa
ISSN 2316-9141 versão on-line

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A Revista de História (RH) publica artigos, resenhas e edições críticas de fontes e documentos relacionados, preferencialmente, à disciplina de História, mas também a outras disciplinas afins, como a Antropologia, a Sociologia e a Arqueologia. Os textos devem ser originais, inéditos e escritos em português, ou excepcionalmente em espanhol. Ela não aceita trabalhos encaminhados simultaneamente outros periódicos do país ou do exterior

A RH também publica artigos ou resenhas traduzidas. Neste caso, os textos devem estar acompanhados do texto original e da autorização do autor para a tradução. As resenhas podem ser de livros publicados no Brasil nos dois anos anteriores, contados a partir da data de apresentação da resenha, ou, se publicados no exterior, nos quatro anos anteriores, contados da mesma forma.

Cada autor só poderá ter um artigo ou resenha em processo de seleção, isto é, entre o início da submissão e a publicação final. Será, ainda, resguardado um intervalo de dois anos para que o mesmo autor possa publicar outro texto na RH. Caso o texto seja retirado após o início do processo de avaliação, o autor também deverá aguardar dois anos até apresentar novas propostas de contribuição.

Uma vez aprovados para a publicação, a Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – Departamento de História detém os direitos autorais e de edição dos textos. Os conteúdos expressos nos textos publicados pela Revista de História são de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores. Os autores que tiverem suas propostas publicadas receberão, por correio, exemplar da RH em que consta o seu texto.

Desde que atendam às especificações formais, as propostas (artigos, resenhas e edições críticas de fontes e documentos) passarão por uma triagem inicial, feita pela Comissão Editorial.

Após a primeira triagem, os textos ingressam no processo de avaliação de mérito, quando são submetidos a dois pareceristas ad hoc (especialistas na área ou temas em questão, com título mínimo de doutor) designados pela Comissão Editorial, assegurando assim o sistema avaliativo de duplo cego.

Posteriormente, os pareceres e os textos são apreciados, em conjunto, pela Comissão Editorial reunida. Havendo pareceres conflitantes, recorrer-se-á a um terceiro parecerista ad hoc. Dessa apreciação, resultará a aprovação ou reprovação dos textos, assim como a solicitação para que o autor proceda as reformulações que atendam parcial ou integralmente às críticas e sugestões dos pareceristas. Caso ocorra o pedido de reformulação, o autor terá o prazo de 30 dias para apresentar uma nova versão do texto, que será avaliada novamente, tanto pela Comissão Editorial como pelos pareceristas que sugeriram as alterações.

A Revista adota o sistema Similarity Check para identificação de plagiarismo.

 

Forma e preparação de manuscritos

Todas as propostas devem estar em editor de texto Microsoft Word ou compatível, com fonte Times New Roman tamanho 12 e espaço 1,5. Deve constar na primeira página do arquivo digital, os seguintes dados do autor: nome completo, filiação institucional com endereço postal completo, titulação acadêmica, agência de fomento à qual se vincula (para os bolsistas), endereço residencial e endereço eletrônico.

Os artigos podem ter entre 40.000 e 80.000 caracteres, considerados os espaços. O resumo deve apresentar no máximo, 1600 caracteres (incluídos os espaços) e incluir 3 palavras-chave. O título, o resumo e as palavras-chave devem ser apresentados em português (ou espanhol) e também em inglês.

As edições críticas de fontes e documentos seguirão as mesmas especificações dos artigos. As resenhas podem ter entre 5.000 e 25.000 caracteres (incluídos os espaços).

Em todas as modalidades de texto (artigos, resenhas ou edições críticas de fontes e documentos), as notas devem ser colocadas no rodapé da página e a bibliografia complementar ao final do texto. As citações de até três linhas devem estar entre aspas e no corpo do texto. Já as citações com mais de três linhas devem ser destacadas em corpo menor, sem aspas e com recuo à esquerda de 1,25cm. As intervenções feitas nas citações (introdução de termos e explicações) devem ser colocadas entre colchetes. As omissões de trechos da citação podem ser marcadas por reticências entre parênteses.

Os termos em idiomas diferentes do idioma do texto devem ser grafados em itálico.

As citações bibliográficas das notas de rodapé e da bibliografia final devem seguir as normas da ABNT-NBR 6023, exemplificadas a seguir, incluindo sempre o código DOI nas referências dos artigos que o possuírem.

Para livros, dissertações, teses, artigos e similares

SOBRENOME, Nome. Título da obra ou livro em itálico: subtítulo. Tradução. Edição. Cidade: Editora, ano, p. SOBRENOME, Nome. Título do capítulo ou parte do livro. In: SOBRENOME, Nome (ed.; org.; coord.; etc.); ou Idem. Título em itálico: subtítulo. Tradução. Edição. Cidade: Editora, ano, p. SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Título do periódico em itálico. Cidade: Editora, vol., fasc., ano, p. SOBRENOME, Nome. Título do artigo ou matéria. Jornal em itálico, Cidade, dd/mm/aaaa, caderno, p. SOBRENOME, Nome. Título do trabalho apresentado. In: NOME DO EVENTO, número, ano, local. Resumos, Anais, Atas, Proceedings em itálico. Cidade: editora, ano, p. SOBRENOME, Nome. Título da tese/dissertação em itálico. Tese de doutorado/dissertação de mestrado, área, departamento/instituto, universidade, ano. NOME DO EVENTO, número, ano, local. Observação: o nome do autor nunca deve ser abreviado.

Para fontes e documentos
Autor. Tipo de Documento. Data. Informações descritivas seguidas de vírgula. Informações de localização seguidas de vírgula.

Para materiais iconográficos
Autor. Título em itálico. Data. Suporte (pintura, gravura, fotografia, etc), demais informações seguidas por vírgula.

Para materiais cartográficos
Autor. Título em itálico. Local: editora, ano. Designação específica (1 atlas, mapa, fotografia aérea). Escala. Demais informações seguidas de vírgula.

Para materiais sonoros
Compositor ou intérprete. Título em itálico. Local: gravadora (ou equivalente), data. Suporte, demais informações seguidas por vírgula.

Para partituras
Autor. Título em itálico. Local: editora, data. Designação específica (1, 2, 3 partitura). Instrumento a que se destina. Demais informações seguidas de vírgula.

Para documentos tridimensionais
Autor. Título em itálico. Data. Especificação do objeto (escultura, fósseis, objetos etc.): características do objeto (material, dimensões, descrição etc.). Local onde se encontra (Museu, Arquivo, Coleção particular etc.)

Para patentes
Entidade e/ou autor responsável. Título em itálico. Número da patente, data (do período de registro).

Para materiais constantes na Internet
Utilizar as mesmas normas acima para cada tipo de material, acrescentando, ao final da referência, as seguintes expressões e dados: Disponível em<http://> e Acesso em dd/mm/aaaa.

 

Envio de manuscritos

Os textos originais devem ser enviados em arquivos digitais anexados para o endereço eletrônico revistahistoria@usp.br. A Secretaria da RH responderá ao remetente, confirmando o recebimento do(s) arquivo(s).

Não há taxas para submissão e avaliação de artigos.

 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons


Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Departamento de História
Av. Prof. Lineu Prestes, 338
01305-000- São Paulo-SP- Brasil
Tef: (11) 3091-3701


revistahistoria@usp.br