Scielo RSS <![CDATA[Afro-Ásia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0002-059120140002&lang=es vol. num. 50 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Identidade em transição: Cabo Verde e a Taça Amílcar Cabral]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200011&lng=es&nrm=iso&tlng=es Tendo em conta que é usual a mobilização da prática esportiva na construção de discursos identitários, este estudo tem por objetivo discutir as representações da imprensa de Cabo Verde sobre a participação da equipe nacional na Taça Amílcar Cabral, uma competição de futebol disputada, a partir de 1979, por seleções de países da chamada Zona 2 do Conselho Superior do Desporto da África. Trabalhou-se com o Voz di Povo, periódico dirigido pelo Partido Africano para Independência da Guiné e de Cabo Verde (PAIGC), que esteve à frente do governo entre os anos de 1975 e 1991. Sugerimos que as diferentes posições sobre o envolvimento do país com esse torneio nos permitem perceber as mudanças em curso na administração governamental, relacionadas, inclusive, aos trânsitos e negociações ligadas à identidade cabo-verdiana.<hr/>Considering the usual mobilizing of sport in the formation of identity discourses, this study aims to discussing the representations on local press about the participation of Cape Verde´s national football team in Amílcar Cabral Cup. This tournament was established in 1979 and it includes the countries which belong to Zone 2 of The Supreme Council for Sport in Africa. We worked with Voz di Povo, directed by the African Party for the Independence of Guinea and Cape Verde (PAIGC), which ruled the country between 1975 and 1991.We suggest that the different points of view about the country´s engagement in this tournament can let us perceive chances in the government administration of Cape Verde, related to the negotiations about cape-verdean identity. <![CDATA[Entre a escravidão e a liberdade: as alforrias em Mariana-MG no século XIX (1840-1888)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200045&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo analisa o padrão das alforrias na localidade mineira de Mariana (economicamente voltada para a subsistência) a partir das cartas de liberdade, durante o período 1840-1888, buscando apreender as transformações na concessão da manumissão no contexto das leis abolicionistas.<hr/>This article intends unveil the manumission pattern in Mariana, at the Minas Gerais province, a subsistence economy based town, by the analysis of letters of enfranchisement through 1840 to 1888, realizing the transformations on the practices of granting freedom, regarding the abolitionist laws period. <![CDATA[Múltiplos do Cativeiro: Casamento, compadrio e experiência comunitária numa propriedade escrava no Grão-Pará (1840-1870)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200093&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo tem como objetivo ajudar a matizar a compreensão em torno da família escrava no Grão-Pará oitocentista, a partir da análise das práticas de casamento e de compadrio da escravaria do Engenho Bom Intento. A propriedade do português Joaquim Antônio da Silva, situada no Distrito de Bujaru, na Comarca de Belém, destacava-se por toda a sua importância econômica local e grande plantel, composto por mais de 150 cativos no limiar da década de 1860. Procura-se delinear as tendências de casamento e de compadrio desse grupo - confrontando-as com os padrões de comportamento apresentados pela população escrava de Belém -, assim como, evidenciar a atuação conjunta do casamento e do compadrio na conformação de uma comunidade escrava que extrapolava os próprios limites do cativeiro, compreendendo escravos de outras propriedades e, ainda, os forros e diversos outros segmentos da população livre da região.<hr/>In order to better organize the understanding of the slave family in Grão-Pará, in the 19th Century, this paper aims to analyze the practices of marriage and compadrazgo of the slaves of the Engenho Bom Intento. The property of Joaquim Antônio da Silva, situated in the district of Bujaru (near Belém), stood out for its great local economic importance and its great slaveholding, composed of more than 150 slaves (65 men and 77 women) at the time of the 1860s. The main objective of this paper is to delineate the patterns of marriage and compadrazgo at that property, comparing them to the patterns of marriage and compadrazgo of slaves in Belém as a whole; as well to investigate the conformation of a slave community that went beyond the limits of that captivity, covering also the slaves of other properties, the freed slaves, and the free people in Bujaru. <![CDATA[Um Funeral "Digno": Celebrações da morte na Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, Florianópolis (1888-1925)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200129&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo procura compreender como a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito de Florianópolis (Santa Catarina) cultuava seus mortos, os preparativos para o além-morte, as rezas pelas almas e os sentidos de cortejar dignamente irmãos e irmãs associados. O cuidado com os mortos existe em todas as sociedades, e cada uma a seu modo, em cada tempo. Como as práticas africanas na diáspora, com suas interações com o mundo católico, existentes na irmandade, manifestaram seus rituais de morte a partir das investidas do catolicismo romanizado em fins do século XIX e primeiras décadas do XX? Essa indagação norteia nossas reflexões sobre as práticas funerárias existentes na irmandade.<hr/>This article seeks to understand how the Brotherhood of Our Lady of the Rosary and Saint Benedict of Florianópolis (Santa Catarina) worshiped their dead, the preparations for the beyond-death prayers for the souls and senses of courting worthy brothers and sisters associated. We realize that the care of the dead exist in all societies and each in its own way, every time. As African practices in the diaspora with their interactions with the Catholic world, existing in the Brotherhood, expressed their rituals of death from the attacks of Romanized Catholicism in the late nineteenth century and early decades of the twentieth? This quest guides our reflections on the funerary practices existing in the Brotherhood. <![CDATA[Serra dos Pretos: Trajetórias de famílias egressas do cativeiro no pós-abolição (Sul de Minas, 1888-1950)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200171&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo investiga, por meio de um conjunto diversificado de fontes, o processo de formação e desenvolvimento de uma comunidade de libertos e seus descendentes (Serra dos Pretos) do final do século XIX até meados da centúria seguinte. As trajetórias que examinadas iluminam o entendimento de alguns dos muitos aspectos do que esteve para "além" da escravidão no Sudeste brasileiro, no que se refere às experiências dos ex-escravos. O valor conferido à família e às relações comunitárias é um deles. Aborda-se, ainda, um dos problemas centrais enfrentados pelos libertos para se inserirem na nova ordem no pós-abolição que é a superação do estigma da escravidão, o fardo do passado em cativeiro.<hr/>This article investigates, through a diverse set of sources, the process of formation and development of a community of freedmen and their descendants (Serra dos Pretos), from the late nineteenth century until the middle of the following century. The trajectories we examined illuminate the understanding of some of the many aspects of what was "beyond" of slavery in the southeast, as regards the experiences of former slaves. The value given to family and community relationships is one of them. Approach still one of the central problems faced by freedmen to be inserted in the new order in the post-abolition that is overcoming the stigma of slavery, the burden of the past in captivity. <![CDATA[Compadrio e escravidão na Bahia seiscentista]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200199&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[Identidade, experiência e saberes dos homens de cor no mercado de trabalho do Recife oitocentista]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200231&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[Sobre Burton e a construção dos discursos europeus sobre os africanos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200237&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[Pé com pé]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200241&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[Buenos Aires negra]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200247&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[Cotas nas universidades públicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200251&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[<em>Doze anos de escravidão</em> e o problema da representação das atrocidades humanas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200257&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[África: um continente crioulo?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200263&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy. <![CDATA[O mundo negro de Salvador em transformação: leitura de uma consciência crítica afrodescendente em ação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-05912014000200269&lng=es&nrm=iso&tlng=es A partir do estudo do compadrio em quatro paróquias rurais na Bahia, entre 1613 e 1700, são examinadas as especificidades do período de consolidação da escravidão na principal capitania açucareira do Estado do Brasil. Por meio de uma análise quantitativa, demonstra-se a reduzida relevância demográfica dos forros, o prestígio de pardos e mulatos dentro do próprio cativeiro e a raridade do matrimônio oficializado pela Igreja Católica, em comparação com outras regiões e períodos. Por outro lado, também são realizados estudos de caso, de modo a atentar para o envolvimento - direto ou indireto - das elites no compadrio com os cativos: tais momentos podiam servir, por exemplo, para ampliar a rede de relações dos maiores potentados com livres subalternos - que, por sua vez, buscavam ascender socialmente.<hr/>This article looks into the peculiarities of slavery during the period of its consolidation in the main sugar producing area of Portuguese Brazil, by examining godparenthood practices and patterns in four rural parishes in Bahia from 1613 to 1700. By means of a quantitative analysis, the limited demographic relevance of the free people of color, the status of pardos and mulattoes in captivity and the rarity of Catholic marriage are shown, other regions and periods providing bases for comparison. On the other hand, a few case studies are also used to call attention to the participation of the elites in the spiritual kinship with slaves, be it direct or indirect. Such actions could be useful, for instance, to enlarge the network of social relationships of the great magnates with subaltern free people - who, in their turn, attempted to move upward in the social hierarchy.