Scielo RSS <![CDATA[Arquivos de Neuro-Psiquiatria]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0004-282X20150006&lang=pt vol. 73 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Demência e o efeito protetivo da reserva cognitiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600473&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Tratamento do AVC: métrica e processos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600474&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Seguimento longo em pacientes com sacroileíte submetidos a terapia de radiofrequência ablativa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600476&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Sacroiliac joint (SIJ) pain is responsible for up to 40% of all cases of lumbar back pain. Objective Report the long-term efficacy of radiofrequency denervation for sacroiliac joint pain at six, twelve and eighteen months.Method Third-two adults’ patients with sacroiliac join pain diagnosis were included for a prospective study. Primary outcome measure was pain intensity on the Numeric Rating Scale (NRS). Secondary outcome measure was Patient Global Impression of Change Scale (PGIC).Results Short-term pain relief was observed, with the mean NRS pain score decreasing from 7.7 ± 1.8 at baseline to 2.8 ± 1.2 at one month and to 3.1 ± 1.9 at six months post-procedure (p &lt; 0.001). Long-term pain relief was sustained at twelve and eighteen months post-procedure, with NRS pain remaining at 3.4 ± 2.1 and 4.0 ± 2.7, respectively.Conclusion Radiofrequency denervation of the SIJ can significantly reduce pain in selected patients with sacroiliac syndrome.<hr/>A Sacroileíte pode ser responsável por até 40% dos casos de dor lombar crônica. Objetivo Análise da eficácia da denervação por radiofrequência na articulação sacro-ilíaca em seis, doze e dezoito meses.Método Trinta e dois pacientes com diagnóstico de sacroileíte foram incluídos em estudo prospectivo. O prognóstico primário foi avaliado pela escala visual analógico (NRS). O prognóstico secundário foi avaliado pela escala de impressão global de mudança pelo paciente (PGIC).Resultados Melhora a curto prazo da dor foi observada, com redução media na NRS de 7,7 ± 1,8 para 2,8 ± 1,2 após 1 mês e para 3,1 ± 1,9 em 6 meses do procedimento (p &lt; 0,001). Após 12 e 18 meses, o NRS manteve-se 3,4 ± 2,1 e 4,0 ± 2,7, respectivamente.Conclusão A denervação da articulação sacro-ilíaca por radiofrequência pode reduzir significativamente a dor em pacientes com sacroileíte. <![CDATA[Reserva cognitiva e a severidade da doença de Alzheimer]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600480&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Alzheimer´s disease (AD) is a clinical syndrome caused by neurodegeneration and characterized by a progressive deterioration in cognitive ability and capacity for independent living. Cognitive reserve (CR) describes the capacity of the adult brain to cope with the effects of the neurodegenerative process and to minimize the clinical manifestation of pathology of dementia. The aim of this study was to evaluate the association of CR and the severity of AD. Method This study was cross-sectional. Functional and neuropsychological abilities of 75 outpatients with probable AD diagnosis were evaluated. Patients completed two questionnaires, “Participation in leisure activities throughout life” and CR Questionnaire.Result The relationship between Clinical Dementia Rating (CDR) and the level of CR was statistically significant (likelihood ratio (LR), p = 0.015).Conclusion The level of CR influenced the severity of dementia. This study suggests that AD patients with higher CR may benefit against cognitive decline after diagnosis of AD.<hr/>Doença de Alzheimer (DA) é uma síndrome neurodegenerativa caracterizada por uma deterioração progressiva das capacidades cognitivas e das competências para uma vida independente. A reserva cognitiva (RC) descreve a capacidade do cérebro adulto em lidar com os efeitos deste processo neurodegenerativo e minimizar a manifestação clínica da patologia de demência. O objetivo deste trabalho foi avaliar a associação entre RC e a severidade da DA. Método Este estudo foi transversal. Foram avaliadas as competências funcionais e neuropsicológicas de 75 pacientes com diagnóstico provável de DA. Os pacientes completaram dois questionários, “Participação em atividades de lazer ao longo da vida” e o Questionário de RC.Resultados A relação entre o nível de Clinical Dementia Rating (CDR) e de RC foi estatisticamente significativa (likelihood ratio (LR), p = 0,015).Conclusão O nível de RC influenciou a severidade da demência. Este estudo sugere que os doentes com DA com um maior nível de RC podem beneficiar de proteção relativamente ao declínio cognitivo após o diagnóstico de DA. <![CDATA[Vertigem posicional paroxística benigna do canal horizontal: diagnóstico e tratamento de 37 pacientes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600487&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Benign paroxysmal positional vertigo (BPPV), the most frequent cause of vertigo is associated with high morbidity in the elderly population. The most common form is linked to debris in the posterior semicircular canal. However, there has been an increasing number of reported BPPV cases involving the horizontal canals. The purpose of this article is to highlight the clinical features, diagnosis, and treatment in 37 patients with horizontal canal BPPV; twenty-six with geotropic nystagmus, and eleven with the apogeotropic form. Treatment consisted of the Gufoni manoeuver in eighteen patients (48.6%), the barbecue 360° maneuver in twelve patients (32.4%), both manoeuvers in four patients (10.8%), both manoeuvers plus head shaking in one patient (2.7%), and the Gufoni maneuver plus head shaking in two patients. Cupulolithiasis patients were asked to sleep in a forced prolonged position. We obtained a complete resolution of vertigo and nystagmus in 30 patients (81.0%) on the initial visit.<hr/>Vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) é a causa mais frequente de vertigem e promove alta morbidade na população idosa. A forma mais comum está relacionada com otoconias no canal semicircular posterior. Entretanto, nos últimos anos identifica-se cada vez mais casos de VPPB dos canais horizontais. Os principais objetivos deste artigo são destacar as características clínicas, diagnóstico e tratamentos aplicados em 37 pacientes com VPPB do canal horizontal; vinte e seis com nistagmo geotrópico, e onze com nistagmo apogeotrópico. O tratamento consistiu na manobra de Gufoni em dezoito pacientes (48,6%) manobra do churrasco 360° em doze pacientes (32,4%) ambas as manobras em quatro pacientes (10,8%) ambas as manobras mais a manobra de sacudir a cabeça (MSC) em um paciente (2,7%), e manobra de Gufoni mais MSC em dois pacientes (2,7%). Pacientes com cupulolitíase dormiram uma noite na posição forçada prolongada. Em 30 pacientes (81,0%) o sucesso terapêutico ocorreu na primeira consulta. <![CDATA[Depressão pós-ativação das extremidades inferiores de pacientes com acidente vascular cerebral que apresentam espasticidade e deformidade equinovarus por espasticidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600493&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study aimed to investigate changes of post-activation depression in two groups of patients with or without spastic equinovarus deformity (SED). Paired and independent t-tests were used to compare post-activation depression within and between the groups, respectively. There was a significant positive correlation between diminished post-activation depression and spasticity severity. The soleus and tibialis anterior (TA) post-activation depression values were significantly decreased on the affected sides of patients with SED compared to those without. In patients without SED, the soleus post-activation depression was significantly decreased on the affected side; however, TA post-activation depression was higher on the affected side. Both the soleus and TA become active, but the onset time may be different. The imbalanced muscle tone between the soleus and TA in the early stage after stroke may be related to equinus deformity.<hr/>O principal objetivo deste estudo é a investigação da depressão pós-ativação em pacientes com deformidade equinovarus espástica (DEE). Os pacientes foram divididos em dois grupos. Student-t testes pareados e independentes foram utilizados para comparar a depressão pós-ativação intra- e inter-grupos, respectivamente. Houve uma correlação positiva significativa entre a diminuição da depressão pós-ativação e a gravidade da espasticidade. A depressão pós-ativação dos músculos sóleo e tibial anterior (TA) estavam significativamente diminuídas no lado afetado dos pacientes com SEE em relação aos membros sem SEE. Em pacientes sem SEE, a depressão pós-ativação do músculo sóleo encontrava-se significativamente diminuída do lado afetado. No entanto, a depressão pós-ativação do músculo TA era maior no lado afetado que no lado não afetado. Tanto o sóleo quanto o TA serão ativados, mas o tempo para isso pode ser diferente. O desequilíbrio entre o tônus dos músculos sóleo e TA nos estágios iniciais pode estar relacionado à deformidade equina. <![CDATA[Efeito da reposição volêmica durante o choque hemorrágico combinado com traumatismo craniencefálico sobre prostanóides, patologia cerebral e <em>status</em> pupilar]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600499&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Traumatic brain injury (TBI) is the main cause of trauma-related deaths. Systemic hypotension and intracranial hypertension causes cerebral ischemia by altering metabolism of prostanoids. We describe prostanoid, pupilar and pathological response during resuscitation with hypertonic saline solution (HSS) in TBI. Method Fifteen dogs were randomized in three groups according to resuscitation after TBI (control group; lactated Ringer’s (LR) group and HSS group), with measurement of thromboxane, prostaglandin, macroscopic and microscopic pathological evaluation and pupil evaluation.Result Concentration of prostaglandin is greater in the cerebral venous blood than in plasma and the opposite happens with concentration of thromboxane. Pathology revealed edema in groups with the exception of group treated with HSS.Discussion and conclusion There is a balance between the concentrations of prostaglandin and thromboxane. HSS prevented the formation of cerebral edema macroscopically detectable. Pupillary reversal occurred earlier in HSS group than in LR group.<hr/>O traumatismo cranioencefálico (TCE) é a principal causa de morte relacionada ao trauma. O choque hemorrágico e hipertensão intracraniana causam isquemia cerebral alterando o metabolismo de prostanóides. Neste estudo, relatamos o comportamento dos prostanóides, resposta pupilar e patologia durante a reposição volêmica com solução salina hipertônica (SSH) no TCE. Método Quinze cachorros foram randomizados em três grupos (controle, grupo de Ringer lactato e grupo de SSH) e foram avaliados tromboxane, prostaglandina, avaliação patológica macroscópica e microscópica e status pupilar.Resultado A concentração de prostaglandina é maior no sangue cerebral em comparação ao plasma, e o inverso ocorre com o tromboxane. A patologia revelou edema em todos os grupos, com exceção do grupo tratado com SSH.Discussão e conclusão Existe um equilíbrio entre concentrações cerebrais e plasmáticas de prostaglandina e tromboxane. A SSH protegeu o cérebro da formação de edema pós traumático. <![CDATA[Mutação A53T da alfa-sinucleína não é frequente em amostra de população brasileira com doença de Parkinson]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600506&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction The pathogenesis of Parkinson’s disease (PD) involves both genetic susceptibility and environmental factors, with focus on the mutation in the alpha-synuclein gene (SNCA).Objective To analyse the polymorphism SNCA-A53T in patients with familial PD (FPD) and sporadic PD (SPD).Method A total of 294 individuals were studied, regardless of sex and with mixed ethnicity. The study group with 154 patients with PD, and the control group included 140 individuals without PD. The genotyping of SNCA-A53T was performed by PCR/RFLP. Significance level was p &lt; 0.05.Results Among all patients, 37 (24%) had FPD and 117 (75.9%) had SPD. The absence of SNCA-A53T mutation was observed in all individuals.Conclusion SPD is notably observed in patients. However, the SNCA-A53T mutation was absent in all individuals, which does not differ controls from patients. This fact should be confirmed in a Brazilian study case with a more numerous and older population.<hr/>Introdução A patogênese da doença de Parkinson (DP) envolve fatores ambientais e suscetibilidade genética, destacando-se a mutação de alfa-sinucleína (SNCA.)Objetivos Analisar a variante genética SNCA-A53T em pacientes com DP familiar (DPF) e DP esporádica (DPE).Método Foram estudados 294 indivíduos, independente de sexo, com etnia miscigenada, sendo 154 com DP e 140 sem a doença (grupo controle). A genotipagem de SNCA-A53T foi realizada por PCR/RFLP. Nível de significância para p &lt; 0,05.Resultados Entre os pacientes, 37(24%) tinham DPF e 117 (75,9%) DPE. A ausência da mutação SNCA-A53T em todos os indivíduos.Conclusão DPE é destacada entre os pacientes, no entanto a mutação SNCA-A53T ausente em todos os indivíduos, não diferenciando os grupo controle e pacientes, o que deve ser confirmado em população brasileira, considerando uma ampla casuística, além da ancestralidade. <![CDATA[Preditores de mortalidade de epilepsia e crises epilépticas entre idosos hospitalizados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600510&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Epilepsy and epileptic seizures are common brain disorders in the elderly and are associated with increased mortality that may be ascribed to the underlying disease or epilepsy-related causes. Objective To describe mortality predictors of epilepsy and epileptic seizures in elderly inpatients.Method Retrospective analysis was performed on hospitalized elderly who had epilepsy or epileptic seizures, from January 2009 to December 2010. One hundred and twenty patients were enrolled.Results The most common etiology was ischemic stroke (37%), followed by neoplasias (13%), hemorrhagic stroke (12%), dementias (11.4%) and metabolic disturbances (5.5%). In a univariate analysis, disease duration (p = 0.04), status epilepticus (p &lt; 0.001) and metabolic etiology (p = 0.005) were associated with mortality. However after adjustment by logistic regression, only status epilepticus remained an independent predictor of death (odds ratio = 13; 95%CI = 2.3 to 72; p = 0.004).Conclusion In this study status epilepticus was an independent risk factor for death during hospitalization.<hr/>Epilepsia e crises epilépticas são transtornos cerebrais comuns em idosos e estão associadas com uma taxa de mortalidade elevada que pode ser atribuída à etiologia ou a causas relacionadas à epilepsia. Objetivo Descrever preditores de mortalidade em pacientes idosos internados com epilepsia e crise epiléptica.Método Estudo retrospectivo, envolvendo idosos hospitalizados, de 60 anos ou mais, que foram admitidos de janeiro de 2009 a dezembro de 2010 por terem apresentado epilepsia e crises epilépticas durante a hospitalização. Cento e vinte pacientes foram incluídos no estudo.Resultados A etiologia mais comum foi o acidente vascular cerebral isquêmico (37%), seguido por neoplasias (13%), acidente vascular cerebral hemorrágico (12%), demências (11,4%) e distúrbios metabólicos (5,5%). Na análise univariada, duração da doença (p = 0,04), estado de mal epiléptico (p &lt; 0,001) e etiologia metabólica (p = 0,005) estiveram associados com mortalidade. Entretanto, após ajuste por regressão logística, apenas estado de mal epiléptico permaneceu como preditor independente de morte (odds ratio = 13; IC95% = 2,3 a 72; p = 0,004).Conclusão Neste estudo, estado de mal epiléptico foi um fator independente de risco para morte durante hospitalização. <![CDATA[Insônia, com tempo de sono curto, medido objetivamente, esta associada a atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600516&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To evaluate the association between objective short sleep duration in patients with insomnia and changes in blood parameters related to hypothalamic-pituitary-adrenal (HPA) axis activity.Method A cross-sectional pilot study was conducted in 30 middle-aged adults with chronic insomnia who were divided into 2 groups according to polysomnography (PSG) total sleep time (TST) (TST &gt; 5h and &lt; 5h). All patients underwent subjective analysis of sleep quality, anthropometric measurements, PSG, and determination off asting blood parameters.Results The results revealed lower sleep efficiency and higher sleep latency for those with a TST &lt; 5h. The subjective sleep quality was worse in the TST &lt; 5h. Significantly, higher glucose and cortisol levels were observed with a TST &lt; 5h. Glucose, cortisol and ACTH levels were inversely correlated with the PSG total sleep time.Conclusion Patients with insomnia with objective short sleep duration had HPA-associated endocrine and metabolic imbalances chronically linked to increases in cardiovascular risk observed with this more severe insomnia phenotype.<hr/>Objetivo Avaliar a associação entre insônia com tempo de sono curto e alterações sanguíneas relacionados com a atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HPA).Método Estudo piloto transversal, com 30 adultos de meia-idade, distribuídos em 2 grupos de acordo com o tempo total de sono (TTS) pela polisonografia (PSG) (TTS &gt; 5h e &lt; 5h). Os pacientes foram submetidos a análise subjetiva da qualidade do sono, medidas antropométricas, PSG e parâmetros sanguíneos em jejum.Resultados Revelaram baixa eficiência do sono e maior latência do sono para aqueles com TTS &lt; 5h. A qualidade subjetiva do sono foi pior no TTS &lt; 5h. Significativamente, os níveis de glicose e cortisol mais elevados foram observados no grupo com TTS &lt; 5h. Os níveis de glicose, cortisol e ACTH foram inversamente correlacionados com o TTS da PSG.Conclusão Pacientes com insônia com tempo de sono curto apresentaram desequilíbrios endócrinos e metabólicos associados a atividade do eixo HPA, correlacionados ao aumento do risco cardiovascular observado neste fenótipo mais grave de insônia. <![CDATA[Fluência verbal de ação em pacientes com doença de Parkinson]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600520&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt We compared the performance of 31 non-demented Parkinson´s disease (PD) patients to 61 healthy controls in an action verbal fluency task. Semantic and phonemic fluencies, cognitive impairment and behavioural dysfunction were also assessed. The mean disease duration of PD was 9.8 years (standard deviation (SD) = 6.13). There were no age (U = 899.5, p = 0.616), gender(chi-square = 0.00, p = 1.00) or literacy (U = 956, p = 0.96) differences between the two groups. A significant difference was observed between the two groups in the action verbal fluency task (U = 406.5, p &lt; 0.01) that was not found in the other fluency tasks. The education level was the only biographical variable that influenced the action (verb) fluency outcomes, irrespective of disease duration. Our findings suggest a correlation between the disease mechanisms in PD and a specific verb deficit, support the validity of the action (verb) fluency as an executive function measure and suggest that this task provides unique information not captured with traditional executive function tasks.<hr/>Este estudo comparou o desempenho em provas de fluência verbal semântica, fonêmica e de ação, em 31 pacientes com doença de Parkinson (DP), sem demência, e 61 controlos saudáveis. As funções executivas e comportamentais foram igualmente avaliadas. O tempo de evolução foi de 9,8 anos (DP = 6,13). Não foram encontradas diferenças de idade (U = 899,5, p = 0,616), género (X2 = 0,00, p = 1,00) ou literacia (U = 956, p = 0,96) entre os dois grupos. Diferenças significativas foram encontradas na prova de fluência verbal de ação (U = 406,5, p &lt; 0,01) que não se verificaram nas restantes provas. O nível educacional foi a única variável biográfica que influenciou o desempenho das tarefas, independentemente do tempo de evolução da doença. Os resultados sugerem uma correlação entre os mecanismos patológicos da DP e um déficit específico para a evocação de verbos e que a prova de fluência de ação providencia uma informação importante que não é detectada pelos restantes testes executivos. <![CDATA[Pensamento enxuto faz ‘tempo é cérebro’ virar realidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600526&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Intravenous rt-PA is an effective recanalizing treatment for ischemic stroke within 4 and half hours from its onset (Onset-to-Treatment [OTT]), with the best result seen in those treated within 90 minutes OTT. Yet few patients currently are treated in this time frame. From the standpoint of process improvement or a lean thinking perspective, there is a potential opportunity to reduce the time by eliminating non-value-added steps in each element of the stroke survival chain. The reduction in one time element does not necessarily shift the OTT under 90 minutes. Most likely, the reduction in OTT requires a coordinated approach to track and improve all elements of OTT, from the patient’s ability to recognize the onset of stroke up to delivery of medication. Shortening this total time should be a considered an indicator of quality improvement in acute stroke care.<hr/>Tratamento intravenoso com rt- PA é eficaz na recanalização do acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) no prazo de até 4 horas e meia de seu início (OTT), com o melhor resultado visto naqueles tratados dentro de 90 minutos OTT. Apesar disso, poucos são tratados neste período de tempo. Do ponto de vista da melhoria de processos ou uma perspectiva de pensamento enxuto, há uma oportunidade potencial para reduzir o tempo ao eliminar etapas que não agregam valor em cada elemento da cadeia de sobrevivência do paciente com acidente vascular cerebral. A diminuição da OTT requer uma abordagem coordenada em conjunto para controlar e melhorar todos os elementos de OTT, a capacidade do paciente para reconhecer o início do icto até à administração da medicação. Encurtar esse tempo total deve ser um considerado um indicador da melhoria da qualidade no atendimento AVCI agudo. <![CDATA[Neurofibromatosis: part 2 – clinical management]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600531&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Part 1 of this guideline addressed the differential diagnosis of the neurofibromatoses (NF): neurofibromatosis type 1 (NF1), neurofibromatosis type 2 (NF2) and schwannomatosis (SCH). NF shares some features such as the genetic origin of the neural tumors and cutaneous manifestations, and affects nearly 80 thousand Brazilians. Increasing scientific knowledge on NF has allowed better clinical management and reduced rate of complications and morbidity, resulting in higher quality of life for NF patients. Most medical doctors are able to perform NF diagnosis, but the wide range of clinical manifestations and the inability to predict the onset or severity of new features, consequences, or complications make NF management a real clinical challenge, requiring the support of different specialists for proper treatment and genetic counseling, especially in NF2 and SCH. The present text suggests guidelines for the clinical management of NF, with emphasis on NF1.<hr/>A primeira parte desta diretriz abordou o diagnóstico diferencial das neurofibromatoses (NF): neurofibromatose do tipo 1 (NF1), neurofibromatose do tipo 2 (NF2) e schwannomatose (SCH). As NF compartilham algumas características, como a origem neural dos tumores e sinais cutâneos, e afetam cerca de 80 mil brasileiros. O aumento do conhecimento científico sobre as NF tem permitido melhor manejo clínico e redução da morbidade das complicações, resultando em melhor qualidade de vida para os pacientes com NF. A maioria dos médicos é capaz de realizar o diagnóstico das NF, mas a variedade de manifestações clínicas e a dificuldade de se prever o surgimento e a gravidade de complicações, torna o manejo da NF um desafio para o clínico e envolve diferentes especialistas para o tratamento adequado e aconselhamento genético, especialmente a NF2 e a SCH. O presente texto sugere algumas orientações para o acompanhamento dos portadores de NF, com ênfase na NF1. <![CDATA[Aristides Leão: homenagem ao centenário de nascimento com comentários sobre sua depressão alastrante]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600544&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The year of 2014 is the birth centenary of Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), and also marks seventy years of the publication of his discovery of the novel electrophysiological phenomenon, named by him “spreading depression” (SD), soon designated “Leão’s wave” or “Leão’s spreading depression”. This was a remarkable scientific milestone, and the author must be celebrated for this achievement, as the studies he triggered proceeded worldwide, with new concepts, as spreading depolarization, until the present days. Robust experimental and clinical evidence emerged to suggest that these and related electrophysiological phenomena are involved in the mechanisms of migraine aura, acute cerebrovascular diseases, traumatic brain injury, transient global amnesia, epileptic seizures, and their pathophysiological characteristics come to offer new therapeutic perspectives. He was a remarkable and complex personality, and the authors remit the readers to a paper where his personal life is contemplated.<hr/>O ano de 2014 é o centenário de nascimento de Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), e também assinala setenta anos da publicação de sua descoberta, que ele denominou “depressão alastrante” (DA), logo designada “onda de Leão” ou “depressão alastrante de Leão”. Foi um notável marco científico e o autor deve ser celebrado por esse feito, considerando que estudos que desencadeou continuaram no mundo todo, com novos conceitos, como a despolarização alastrante, até os dias atuais. Evidência experimental e clínica robusta emergiram sugerindo que esses fenômenos eletofisiológicos e outros relacionados encontram-se envolvidos nos mecanismos da aura da enxaqueca, doenças cerebrovasculares agudas, lesão cerebral traumática, amnésia global transitória, crises epiléticas, sendo que suas características fisiopatológicas vêm oferecer novas perspectivas terapêuticas. Foi uma personalidade complexa e notável, e os autores remetem os leitores para um artigo no qual sua vida pessoal é contemplada. <![CDATA[Leucoenfalopatia multifocal progressiva limitada à fossa posterior como manifestação inicial de infecção por HIV]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600547&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The year of 2014 is the birth centenary of Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), and also marks seventy years of the publication of his discovery of the novel electrophysiological phenomenon, named by him “spreading depression” (SD), soon designated “Leão’s wave” or “Leão’s spreading depression”. This was a remarkable scientific milestone, and the author must be celebrated for this achievement, as the studies he triggered proceeded worldwide, with new concepts, as spreading depolarization, until the present days. Robust experimental and clinical evidence emerged to suggest that these and related electrophysiological phenomena are involved in the mechanisms of migraine aura, acute cerebrovascular diseases, traumatic brain injury, transient global amnesia, epileptic seizures, and their pathophysiological characteristics come to offer new therapeutic perspectives. He was a remarkable and complex personality, and the authors remit the readers to a paper where his personal life is contemplated.<hr/>O ano de 2014 é o centenário de nascimento de Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), e também assinala setenta anos da publicação de sua descoberta, que ele denominou “depressão alastrante” (DA), logo designada “onda de Leão” ou “depressão alastrante de Leão”. Foi um notável marco científico e o autor deve ser celebrado por esse feito, considerando que estudos que desencadeou continuaram no mundo todo, com novos conceitos, como a despolarização alastrante, até os dias atuais. Evidência experimental e clínica robusta emergiram sugerindo que esses fenômenos eletofisiológicos e outros relacionados encontram-se envolvidos nos mecanismos da aura da enxaqueca, doenças cerebrovasculares agudas, lesão cerebral traumática, amnésia global transitória, crises epiléticas, sendo que suas características fisiopatológicas vêm oferecer novas perspectivas terapêuticas. Foi uma personalidade complexa e notável, e os autores remetem os leitores para um artigo no qual sua vida pessoal é contemplada. <![CDATA[Fístula arteriovenosa dural e trombose venosa cerebral]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2015000600548&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The year of 2014 is the birth centenary of Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), and also marks seventy years of the publication of his discovery of the novel electrophysiological phenomenon, named by him “spreading depression” (SD), soon designated “Leão’s wave” or “Leão’s spreading depression”. This was a remarkable scientific milestone, and the author must be celebrated for this achievement, as the studies he triggered proceeded worldwide, with new concepts, as spreading depolarization, until the present days. Robust experimental and clinical evidence emerged to suggest that these and related electrophysiological phenomena are involved in the mechanisms of migraine aura, acute cerebrovascular diseases, traumatic brain injury, transient global amnesia, epileptic seizures, and their pathophysiological characteristics come to offer new therapeutic perspectives. He was a remarkable and complex personality, and the authors remit the readers to a paper where his personal life is contemplated.<hr/>O ano de 2014 é o centenário de nascimento de Aristides Azevedo Pacheco Leão (1914-1993), e também assinala setenta anos da publicação de sua descoberta, que ele denominou “depressão alastrante” (DA), logo designada “onda de Leão” ou “depressão alastrante de Leão”. Foi um notável marco científico e o autor deve ser celebrado por esse feito, considerando que estudos que desencadeou continuaram no mundo todo, com novos conceitos, como a despolarização alastrante, até os dias atuais. Evidência experimental e clínica robusta emergiram sugerindo que esses fenômenos eletofisiológicos e outros relacionados encontram-se envolvidos nos mecanismos da aura da enxaqueca, doenças cerebrovasculares agudas, lesão cerebral traumática, amnésia global transitória, crises epiléticas, sendo que suas características fisiopatológicas vêm oferecer novas perspectivas terapêuticas. Foi uma personalidade complexa e notável, e os autores remetem os leitores para um artigo no qual sua vida pessoal é contemplada.