Scielo RSS <![CDATA[Bragantia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0006-870520140002&lang=pt vol. 73 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Caracterização de cultivares de trigo em termos de eficiência do uso do nitrogênio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nitrogen (N) management in wheat crop is one of the most studied agricultural practices in Brazil; however, there are few reports on its use efficiency. The objective of this study was to characterize 18 Brazilian wheat cultivars, which are representative and have been recently released to cultivation, for nitrogen use efficiency (NUE). The experiments were carried out in Pato Branco, Paraná, and Coxilha, Rio Grande do Sul, during the 2011 crop season. It was used a randomized block design with three replications, in factorial scheme (2 environments × 18 cultivars). Genetic variability was observed for nitrogen utilization efficiency by grains (NUtEg=47.6 to 81.1 kg kg-1) and nitrogen harvest index (NHI=71.3 to 84.6%) with significant effects relating to the environment of cultivation and performance of these traits. The evaluation of the protein concentration of grain by near infrared spectrometry (GPC N) produced equivalent results to the direct analytical method of Kjeldahl (GPC K), in Pato Branco (r=0.56) and Coxilha (RS) (r=0.80). However the CPG N overestimated the protein values by 16.85%. The GPC and protein yield were positively correlated with NUtEg and NHI. The best performance for the traits associated with NUE was observed for the following cultivars: Mirante, Quartzo, Fundacep Cristalino, Fundacep Raízes and CD 150. This is the first report of differences between Brazilian wheat cultivars for nitrogen use efficiency.<hr/>O manejo do nitrogênio (N) na cultura do trigo é uma das práticas agrícolas mais estudadas no Brasil, entretanto ainda são poucos os relatos sobre a sua eficiência de uso. O objetivo deste estudo foi caracterizar 18 cultivares de trigo brasileiras representativas e recentemente disponibilizados para cultivo quanto à eficiência do uso do N (EUN). Os experimentos foram executados em Pato Branco, PR, e Coxilha, RS, na safra agrícola de 2011. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados em esquema fatorial (2 ambientes × 18 cultivares), em três repetições. Foi possível identificar variabilidade genética para a eficiência do uso do nitrogênio pelos grãos (EUNg = 47,6 a 81,1 kg kg-1 N) e índice de colheita de nitrogênio (ICN = 71,3 a 84,6%), com efeito do local de cultivo sobre o desempenho desses parâmetros. A avaliação da concentração proteica dos grãos por espectrometria de infravermelho próximo (CPG N) produziu resultados equivalentes ao método analítico direto de Kjeldahl (CPG K), em Pato Branco, PR (r = 0,56), e Coxilha, RS (r = 0,80), porém o CPG N superestimou os resultados em 16,85%. A CPG K e o rendimento de proteína (RP) foram positivamente associados com a EUNg. As cultivares Mirante, Quartzo, Fundacep Cristalino, Fundacep Raízes e CD 150 apresentaram melhor desempenho para os caracteres associados à EUN. Esse é o primeiro relato que mostra diferenças de respostas para eficiência de uso do nitrogênio entre cultivares brasileiras de trigo. <![CDATA[<b>Dimensões lineares da folha e seu uso na determinação do perfil vertical foliar de gladíolo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O gladíolo, importante flor de corte, é uma planta herbácea e suas folhas apresentam formato de lança. Os objetivos do trabalho foram determinar um modelo matemático empírico que melhor estima a área da folha do gladíolo a partir de dimensões lineares e aplicar o modelo matemático para determinar o perfil vertical da área das folhas de diferentes posições na planta. Para isso foi realizado um experimento de campo em Santa Maria com quatro cultivares de gladíolo (Peter Pears, Rose Friendship, Jester e Amsterdã), sendo coletadas 50 folhas de cada cultivar, das quais mensuraram-se o comprimento (C) e a maior largura (L). Em seguida, fotocopiou-se cada folha em um scanner, calculando-se a área individual (AF) com auxílio de um software. A relação entre área e as dimensões das folhas foi ajustada no modelo potência e a capacidade preditiva das equações foi avaliada por várias estatísticas. Resultados indicam que o modelo AF = a (C.L) é o mais indicado para a estimativa da área foliar em gladíolo, podendo-se utilizar a = 0,644 para as quatro cultivares testadas. As menores folhas estão nas posições basais e apicais e as maiores, na posição intermediária da planta.<hr/>Gladiolus, an important cut flower, is a herbaceous plant that has sword-shaped leaves. The objectives of this study are to determinate an empirical model to estimate the area of gladiolus leaves from its linear dimensions and to apply this model to estimate the vertical profile of leaf area in different position on the plant. A field experiment was conducted in Santa Maria, RS, Brazil, with four gladiolus cultivars (Peter Pears, Rose Friendship, Jester and Amsterdam). A total of fifty leaves from each cultivar were collected and their width (C) and length (L) measured. Each leaves have then their area (AF) measured digitally. The relationship between area and dimensions of each leaf was fitted to a power model and the performance of the equations was evaluated by several statistics. Results indicates that the model AF = a. (C. L) is the best model to estimate leaf area in gladiolus, with a=0.664 for the four cultivars. Smaller leaves are ate the bottom and at the upper position and larger leaves are ate intermediate position on the plant. <![CDATA[<b>Frequências de irrigação e fertirrigação com nitrogênio na cultura da melancia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study evaluates the influence of different irrigation frequencies and different nitrogen fertigation frequencies on the growth performance of the watermelon (Citrullus lanatus) culture. Two experiments were conducted at the Paraguay farm in the Cruz municipality, Ceará, Brazil. They was randomized blocks design with six treatments and four replications. The irrigation frequency experiment consisted of the application of different irrigation frequencies. The treatments were: DM - daily irrigation in the morning with 100% daily dosage; DT - daily irrigation in the afternoon, with 100% daily dosage; DMT - twice daily irrigation, with 50% daily dosage in the morning and 50% daily dosage in the afternoon; 2D - irrigation every two days; 3D - irrigation every three days and 4D - irrigation every four days. To the experiment with different nitrogen fertigation frequencies, the treatments used were: 2F - 2 fertigations in a cycle; 4F - 4 fertigations in a cycle; 8F - 8 fertigations in a cycle; 16F - 16 fertigations in a cycle; 32F - 32 fertigations in a cycle and 64F - 64 fertigations in a cycle. We evaluated the marketable yield (PC), fruit weight (M), polar diameter (DP), equatorial diameter (DE), shell thickness (EC) and soluble solids (SS). The irrigation frequency treatments influenced all variables significantly, with twice daily irrigation (DMT, 50% in the morning and the 50% in the afternoon) promoting the highest productivity (69.79 t ha-1). The different frequencies of fertigation also significantly influenced all variables, except for the shell thickness, the highest yield (80.69 t ha-1) being obtained with treatment 64 fertigations in a cycle.<hr/>Com o objetivo de avaliar a influência de diferentes frequências de irrigação e fertirrigação nitrogenada no desempenho produtivo da cultura da melancia (Citrullus lanatus), realizaram-se dois experimentos no sítio Paraguai, município de Cruz, Ceará. O delineamento adotado foi o de blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições. No experimento com irrigação, os tratamentos consistiram na aplicação de diferentes frequências de irrigação, sendo: DM - diariamente (100% de manhã); DT - diariamente (100% a tarde); DMT - diariamente (50% de manhã e 50% a tarde); 2D - a cada dois dias; 3D - a cada três dias; e 4D - a cada quatro dias. No experimento com diferentes frequências de fertirrigação nitrogenada, os tratamentos empregados foram: 2F - 2 fertirrigações no ciclo; 4F - 4 fertirrigações no ciclo; 8F - 8 fertirrigações no ciclo; 16F - 16 fertirrigações no ciclo; 32F - 32 fertirrigações no ciclo; e 64F - 64 fertirrigações no ciclo. Avaliaram-se: produtividade comercial (PC); massa média do fruto (M); diâmetro polar (DP) e equatorial (DE); espessura da casca (EC); e teor de sólidos solúveis (SS). Os tratamentos com frequência de irrigação influenciaram significativamente todas as variáveis, sendo que a irrigação diária (50% de manhã e 50% a tarde) foi responsável pela maior produtividade (69,79 t ha-1). As diferentes frequências de fertirrigação também influenciaram significativamente todas as variáveis, com exceção da espessura da casca, a maior produtividade (80,69 t há-1) foi obtida com o tratamento com 64 fertirrigações no ciclo. <![CDATA[<b>Emissões de gases de efeito estufa pela deposição de palha de cana-de-açúcar sobre o solo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Biocombustíveis contribuem para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE). No Brasil, o principal biocombustível é o etanol de cana-de-açúcar. Além dos colmos, as folhas de cana-de-açúcar também podem ser usadas para produzir etanol. O objetivo deste trabalho foi avaliar as emissões de GEE (CO2, CH4 e N2O) induzidas pela presença de palha sobre o solo. Três experimentos foram conduzidos em Latossolos, em Piracicaba: imediatamente após a colheita, aos seis e aos 12 meses após a colheita. Foram avaliados os efeitos de três doses de palha (0%, 50% e 100% da quantidade disponível na superfície) sobre as emissões. Imediatamente após a colheita, as emissões de CO2 e CH4 aumentaram com o aumento da quantidade de palha. Aos seis meses após a colheita houve consumo de CH4 à medida que a quantidade de palha aumentou. Doze meses após a colheita, as emissões dos três gases foram similares, independentemente da quantidade de palha. Remover a palha de cana-de-açúcar não aumenta as emissões de GEE do solo em comparação ao manejo sem retirada da palha da superfície. Contudo, estudos adicionais são necessários para investigar os efeitos sobre a produtividade de cana-de-açúcar, sobre a erosão e sobre outros atributos do solo.<hr/>Biofuels are important to reduce greenhouse gases (GHGs) emissions to atmosphere. In Brazil, the main biofuel is ethanol from sugarcane. Beyond stalk, sugarcane sheets are also stating to be used to produce second generation ethanol. The objective of this work was evaluate soil GHGs (CO2, CH4 and N2O) emissions induced by sugarcane trash on soil surface. Three experiments were done in an Oxisol, in Piracicaba region, taking in account three periods: immediately after sugarcane harvest, six and twelve months after harvest. In each experiment, we evaluated the effects of three sugarcane trash rates (0%, 50% and 100% of the quantity available at soil surface). Immediately after harvest, CO2 and CH4 emissions increased linearly with trash rate on soil surface. Six months after harvest there were CH4 consumption by soil as trash on surface increased. Twelve months after harvest, emissions of the three gases were similar in all trash rates. Removing sugarcane straw from soil surface do not increase soil GHGs emissions as compared to the current management, in which 100% of trash is maintained on the soil surface. However, other studies are needed to investigate its effects under sugarcane yield, soil erosion and under other soil attributes. <![CDATA[<b>Peliculização de sementes de tomate associada ao paclobutrazol</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O tratamento de sementes com paclobutrazol (PBZ) deve ser aprimorado e tecnologias de recobrimento, como a peliculização, podem ser promissoras para aplicar uniformemente e fixar esse regulador no tegumento das sementes sem permitir um contato prejudicial ao embrião. Assim, determinaram-se os efeitos da peliculização de sementes com paclobutrazol no potencial fisiológico de sementes de tomate e as suas implicações no crescimento de mudas. Empregou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4, sendo presença e ausência do polímero de revestimento Disco AG Red L-203® (0 e 150 mL kg-1 de semente) e quatro concentrações de paclobutrazol - PBZ (0, 38,5, 76,9 e 115,4 mg L-1). A interação entre os fatores (peliculização x concentrações de paclobutrazol) ocorreu somente para a variável condutividade elétrica. Independentemente da concentração, o paclobutrazol reduziu a germinação, emergência de plântulas, altura de parte aérea, área foliar e propiciou um aumento na detecção de clorofila. A peliculização não interfere na ação do paclobutrazol sobre as sementes. O paclobutrazol é eficiente no condicionamento da altura de mudas mas prejudica a germinação e o vigor de sementes.<hr/>Seed treatment with paclobutrazol (PBZ) should be enhanced and coating technologies, such as film coating can be applied uniformly and promising to fix this regulator in the seed coat without allowing a contact damaging the embryo. The objective of this research was to determine the effects of film coating with paclobutrazol on physiological potential of tomato seeds and its implications on the growth seedlings. A randomized experiment design was applied in a factorial 2×4 scheme, presence or absence of the polymer coating Disco AG Red L-203® (0 or 150 ml kg-1 seed) and four concentrations of paclobutrazol - PBZ (0, 38,5 , 76,9 and 115,4 mg L-1). The interaction between factors (film coating x paclobutrazol concentrations) occurred only for variable electrical conductivity. Regardless of the concentration, paclobutrazol reduced germination, seedling emergence, height, leaf area and led to an increase in the detection of chlorophyll. Film coating does not interfere with the action of paclobutrazol on the seeds. Paclobutrazol is effective in seedling growth control, but affect the germination and seed vigor. <![CDATA[<b>Potencial agronômico e estabilidade de linhagens de feijoeiro-comum de origem andina com grãos brancos no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This work evaluated the effect of genotype by environment interaction in Andean common bean lines with white grains, in Central Southern Brazil, to identify lines with high agronomic performance, stability and adaptability, aiming to meet domestic demand and to increase the Brazilian participation in the foreign market of common bean. Nineteen trials with twelve Andean lines were conducted in 2007, 2008 and 2009, in Central Southern Brazil. Grain yield and other agronomic traits were evaluated. Data were subjected to analysis of variance and of adaptability/stability using Annicchiarico and modified AMMI methods. Significant differences were found between lines for all traits evaluated. Genotype by environment interaction was important for lines with Andean origin and white seed. The utilization of weighted mean of absolute scores and yield with the AMMI results enabled the identification of the most stable and adapted lines. Lines Poroto Alubia, CNFB 16211, Ouro Branco and WAF 160 were stable and adapted, using both methods. CNFB 16211 line presented high agronomic performance, stability and adaptability and therefore this line may be a new cultivar. USWA 70 and WAF 75 lines presented grain size similar to that required by the foreign market and superior to the Brazilian cultivars, besides favorable agronomic traits, and thus these lines may be indicated as new cultivars.<hr/>Os objetivos deste trabalho foram avaliar o efeito da interação genótipos x ambientes em linhagens de feijoeiro-comum de origem andina com grãos brancos na Região Centro-Sul do Brasil e identificar linhagens com alto potencial agronômico, estabilidade e adaptabilidade, visando atender a demanda interna e possibilitar a participação brasileira no mercado externo. Dezenove ensaios constituídos por 12 linhagens foram conduzidos em campo na Região Centro-Sul do Brasil nos anos 2007, 2008 e 2009. Avaliaram-se a produtividade de grãos e outros caracteres de importância agronômica. Os dados foram submetidos a análises de variância e de adaptabilidade/estabilidade pelos métodos de Annicchiarico e AMMI com modificações. Houve diferenças entre as linhagens para todos os caracteres avaliados. A interação genótipos x ambientes foi importante na avaliação de linhagens de origem andina com grãos brancos. A utilização da média ponderada pelos escores absolutos e da produtividade com os resultados da análise AMMI facilitou a identificação de linhagens mais estáveis e adaptadas. As linhagens Poroto Alubia, CNFB 16211, Ouro Branco e WAF 160 são estáveis e adaptadas utilizando-se as duas metodologias. A linhagem CNFB 16211 apresenta alto potencial agronômico, alta estabilidade e adaptabilidade sendo, portanto, possível a sua indicação como nova cultivar. As linhagens USWA 70 e WAF 75 apresentam tamanho de grão semelhante ao exigido pelo mercado externo e superior ao das cultivares brasileiras, além de apresentarem caracteres agronômicos favoráveis, sendo portanto possível a sua indicação como novas cultivares. <![CDATA[<b>Herança da resistência do acesso de melancia PI 595201 a isolado de PRSV-W do Estado do Tocantins</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de identificar o tipo de herança, o número de genes e os parâmetros genéticos e fenotípicos da resistência do acesso PI 595201 a um isolado de PRSV-W da região Norte do Brasil foi conduzido um experimento na área experimental do Departamento de Produção Vegetal da Universidade Federal do Tocantins, em condições de casa de vegetação. A partir do cruzamento entre a cultivar suscetível Crimson Sweet (P1) e o acesso resistente PI 595201 (P2) foi obtida a geração F1 e as gerações segregantes, cujas plantas foram inoculadas e avaliadas quanto à resistência com base nos sintomas nas folhas. Foram avaliadas 48, 48, 80, 200, 100 e 100 plantas das gerações P1, P2, F1, F2, RC11 e RC12, respectivamente, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. A partir da análise de componentes de médias no controle da resistência determinaram-se dois genes, predominando os efeitos gênicos aditivos, seguido de efeitos de dominância incompleta no sentido de aumentar a resistência. As herdabilidades para a resistência, no sentido amplo e restrito, foram de 0,48 e 0,38, respectivamente.<hr/>Aiming to identify the type of inheritance, the number of genes and genetic and phenotypic parameters of PI 595201 access resistance to an isolate of PRSV-W in the North of Brazil, was conducted an experiment in the experimental area of the Department of Plant Production of the Universidade Federal do Tocantins, in a greenhouse. From the cross between the susceptible cultivar 'Crimson Sweet' (P1) and resistant access 'PI 595201' (P2) was obtained F1 and segregating generations, whose plants were inoculated and evaluated for resistance based on leaf symptoms. Was evaluated 48, 48, 80, 200, 100 and 100 plants of P1, P2, F1, F2, RC11 and RC12 generations, respectively, in a completely randomized design with four replications. From the analysis of medium components in the control of resistance were determined two genes, predominantly additive gene effects, followed by effects of incomplete dominance to increase the resistance. The heritability for resistance in broad and narrow sense were 0.48 and 0.38, respectively. <![CDATA[<b>Decomposição da palhada de forrageiras em função da adubação nitrogenada após o consórcio com milho e produtividade da soja em sucessão</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se neste trabalho avaliar a decomposição da palhada de Urochloa e Panicum após o consórcio com milho e adubação nitrogenada, assim como o desempenho agronômico da soja em sucessão. O experimento foi conduzido num Latossolo Vermelho distroférrico em condições de Cerrado, sob sistema de plantio direto. Após a colheita do milho consorciado com capim e corte de homogeneização das forrageiras, foram aplicadas doses de N (0, 50, 100 e 200 kg ha-1, fonte ureia) em cobertura. As parcelas foram constituídas por Urochloa brizantha cv. Xaraés, Urochloa ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia e Mombaça, semeadas na ocasião da semeadura do milho, e as subparcelas, compostas pela quantidade acumulada de nitrogênio aplicada nas plantas forrageiras anteriores ao cultivo da soja (0, 250, 500 e 1.000 kg ha-1 de N, após cinco cortes). O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas. Logo após o último corte das forrageiras, quantidade proporcional de massa fresca das espécies de cada subparcela foi acondicionada em sacos de nylon "Litter Bags", sendo eles depositados em contato direto com o solo, para determinação do tempo de decomposição da massa seca ao longo de 150 dias. As doses de N, assim como os consórcios de milho com forrageiras (exceto com Mombaça) interferem de forma semelhante na decomposição da palhada das forrageiras e na produtividade da soja em sucessão. Em todos os consórcios de milho e adubação nitrogenada antecessores aos 60 dias após a dessecação e corte, restavam ainda entre 50 e 60% da palhada inicial para SPD.<hr/>The objective of this study was to evaluate the straw decomposition of the Urochloa and Panicum after intercropped with corn and nitrogen fertilization, as well as, the agronomic performance of soybean in succession. The experiment was conducted in an Oxisol in Cerrado conditions under no-tillage eight years ago. After the corn harvest intercropped with grass and cutting of forage homogenization were applied N rates (0, 50, 100 and 200 kg ha-1 of N - urea source) in coverage. The plots consisted of Urochloa brizantha,Urochloa ruziziensis and Panicum maximum Tanzânia and Mombaça sown at the time of corn sowing and subplots composed by accumulated amounts of nitrogen applied in forage plants prior to the soybean cultivation (0, 250, 500 and 1000 kg ha-1 of N, after five cuts). The experimental design was a randomized block with four replications in a split plot. Soon after the last cut of the forage, proportionate amount of fresh mass of the species of each subplot was wrapped in nylon bags called "Litter Bags", these being deposited in direct contact with the soil, to determine the time of decomposition of the dry mass during a period of 150 days. The nitrogen doses, as well as, the corn intercropped with forages (except with Mombaça) interfere similarly in the straw decomposition of forage and in the soybean yield in succession. All the consortiums of corn and nitrogen fertilization predecessors determined that, at 60 days after desiccation and cutting, still remained between 50 and 60% of the initial straw for no-tillage system. <![CDATA[<b>Índices de seleção de genótipos de milho tropical para eficiência no uso de nitrogênio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nitrogen (N) limitation in maize crops is related to the fact that the efficiency of nitrogen fertilization in maize does not exceed 50%, primarily due to volatilization, denitrification and soil leaching. Therefore, the development of new nitrogen use efficient (NUE) cultivars is necessary. The aim of the present study was to develop indices for the accurate selection of NUE maize genotypes for use in conditions of both high and low N availability. The experiment was conducted in a greenhouse (20º45'14"S; 42º52'53"W) at the Federal University of Viçosa during October 2010. A total of 39 experimental hybrid combinations and 14 maize lines differing in NUE were evaluated under two N availability conditions. We determined the relative importance of the studied characters using principal component analysis, factor analysis and by developing efficient selection indices. We conclude that indirect and early selection of tropical maize genotypes can be performed using the indices I HN = 0.022 SDM + 0.35 RSDM + 0.35 RL A + 0.35 NUE for high N availability environments and I LN = -0.06 RSDM + 0.35 RSA A + 0.35 RL A + 0.39 SDM for low N availability environments.<hr/>As limitações do N no cultivo do milho relacionam-se ao fato de a eficiência da adubação nitrogenada no milho não ultrapassar os 50%, principalmente devido aos processos de perda por volatilização, desnitrificação ou lixiviação no solo. Nesse contexto, torna-se importante o desenvolvimento de cultivares eficientes no uso de N (EUN). Assim, o objetivo foi elaborar índices que permitissem a seleção acurada de genótipos de milho eficientes no uso de nitrogênio para as condições de alta e baixa disponibilidade desse nutriente. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal de Viçosa (20º45'14''S; 42º52'53''W) durante o mês de outubro de 2010. Foram avaliadas 39 combinações híbridas experimentais e 14 linhagens de milho divergentes para a eficiência no uso de N em duas condições de disponibilidade desse nutriente. Foram realizadas a análise de importância relativa dos caracteres estudados, estimada por meio do método dos componentes principais, a análise de fatores e a confecção dos índices de seleção. A seleção indireta e precoce para genótipos de milho tropical pode ser realizada por meio dos índices I AN = 0,022 MPS + 0,35 PASR + 0,35 CR AXI + 0,35 EUN, para ambientes de alta disponibilidade de nitrogênio, e I BN = -0,06 PSAR + 0,35 AS AXI + 0,35 CR AXI + 0,39 MPS, para condições de baixa disponibilidade de nitrogênio. <![CDATA[<b>Ocorrência de Eretmocerus mundus Mercet (Hymenoptera: Aphelinidae) parasitando Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The parasitism of Bemisia tabaci (Genn.) biotype B nymphs on cotton plants was observed during a research on resistance of cotton genotypes to this whitefly. The experiment was set in a greenhouse at the Experimental Station of the Instituto Agronômico (IAC), in Campinas, São Paulo State, Brazil. Samples of the parasitized nymphs were collected and maintained in laboratory to monitor the parasitism and obtain the adult parasitoids. A total of 129 adult parasitoids were obtained, including one Encarsia inaron (Walker), 13 En. lutea (Masi), and 115 Eretmocerus mundus Mercet (Hymenoptera: Aphelinidae). This is the first report of Er. mundus in Brazil.<hr/>Parasitismo em ninfas de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B em folhas de algodão foi observado durante pesquisa sobre resistência de genótipos de algodoeiro a essa mosca-branca. O experimento foi conduzido em casa de vegetação no Centro Experimental do Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Amostras das ninfas parasitadas foram mantidas em laboratório para acompanhamento do parasitismo e obtenção dos adultos dos parasitoides. Foram coletados 129 adultos, sendo um espécime de Encarsia inaron (Walker), 13 de En. lutea (Masi) e 115 de Eretmocerus mundus Mercet (Hymenoptera: Aphelinidae). Este é o primeiro registro de Er. mundus no Brasil. <![CDATA[<b>Dispersão de Cotesia flavipes em canavial e implicações para a liberação do parasitoide</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Diatraea saccharalis Fabr. (Lepidoptera: Crambidae) is a major sugarcane pest in Brazil. The management of infested areas is based on the release of Cotesia flavipes (Cameron) (Hymenoptera: Braconidae), a parasitoid of D. saccharalis larvae, but there are doubts about the effectiveness of C. flavipes, primarily regarding its rate of dispersal in sugarcane fields. Thus, the objective of this study was to evaluate the dispersal of C. flavipes in a sugarcane field and suggest a release method that provides higher parasitoid efficiency. The study was carried out in four areas of approximately 1 ha, in which stalk pieces containing 20 D. saccharalis larvae were distributed in a rectangular grid, and 12,000 C. flavipes adults were released at four points, that were 50 m apart and 25 m from the field border. Three days later, the D. saccharalis larvae were recovered and kept in the laboratory until they reached pupal stage or C. flavipes emergence. Parasitism varied from 13.2% to 42.8%. The random distribution of parasitized larvae was found in one assay. In three areas, the parasitized larvae showed an aggregated distribution, with a range of 15 to 25 m. Since the parasite's success is directly linked to parasitoid dispersion, it would be interesting to move the release points to 30 m from each other because the dispersal may happen in a 15 m radius.<hr/>Diatraea saccharalis Fabr. (Lepidoptera: Crambidae) é uma das principais pragas da cana-de-açúcar no Brasil. O manejo de áreas infestadas é baseado na liberação de Cotesia flavipes (Cameron) (Hymenoptera: Braconidae), um parasitoide de larvas de D. saccharalis, mas existem dúvidas a respeito da eficiência de C. flavipes, principalmente em relação à sua capacidade de dispersão em campo. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade de dispersão de C. flavipes em canaviais e sugerir um método de liberação que propicie maior eficiência do parasitoide. O estudo foi conduzido em quatro áreas de aproximadamente 1 ha, e, em cada uma, pedaços de colmos contendo 20 larvas de D. saccharalis foram distribuídos em grid retangular e 12 mil adultos de C. flavipes foram liberados em quatro pontos, separados entre si por 50 m e a 25 m das bordaduras do campo. Três dias depois, as larvas de D. saccharalis foram removidas e mantidas em laboratório até se transformarem em pupas ou até a emergência de C. flavipes. O parasitismo variou de 13,2% a 42,8%. As larvas parasitadas se distribuíram ao acaso em uma área e em três áreas a distribuição foi agregada, com alcance de 15 a 25 m. Visto que o sucesso do parasitismo está diretamente ligado à dispersão do parasitoide, sugere-se que os pontos de liberação estejam distantes entre si 30 m, visto que o raio de dispersão pode ser de 15 m. <![CDATA[<b>Resistência do solo à penetração em função da velocidade de penetração, tamanho da base do cone e diferentes condições do solo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study aimed to evaluate the effect of penetration rate and the size of the cone base on the resistance to penetration under different soil moistures and soil bulk density. The experimental design was completely randomized in a 4x2x2x2 factorial arrangement, with the factors, soil bulk density of 1.0; 1.2; 1.4 and 1.6 Mg m-3, soil moisture at the evaluation of 0.16 and 0.22 kg kg-1, penetration rates of 0.166 and 30 mm s-1 and areas of the cone base of 10.98 and 129.28 mm² resulting in 32 treatments with 8 replicates. To ensure greater uniformity and similarity to field conditions, samples passed through cycles of wetting and drying. Only the interaction of the four factors was not significant. Resistance values varied with the density of the soil, regardless of moisture and penetration rate. Soil penetration resistance was influenced by the size of the cone base, with higher values for the smallest base independent of moisture and soil bulk density. The relationship between resistance to penetration and moisture is not always linear, once it is influenced by soil bulk density. Reduction in the area of the cone leads to an increase in the soil resistance to penetration.<hr/>O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da velocidade de penetração e do tamanho da base do cone na resistência do solo à penetração sob diferentes condições de umidade e densidade do solo. O delineamento adotado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x2x2x2, tendo como fatores a densidade de solo de 1,0, 1,2, 1,4 e 1,6 Mg m-3, a umidade de solo, no momento da avaliação, de 0,16 e 0,22 kg kg-1, a velocidade de penetração de 0,166 mm s-1 e de 30 mm s-1 e o tamanho da área da base do cone de 10,98 mm² e de 129,28 mm², resultando em 32 tratamentos com oito repetições. Visando dar maior uniformidade e maior semelhança às condições de campo, as amostras passaram por ciclos de umedecimento e secagem. Apenas a interação dos quatro fatores não foi significativa. Os valores de resistência variaram com a densidade do solo, independentemente da umidade e da velocidade de penetração. A resistência do solo à penetração foi influenciada pelo tamanho da base do cone, com a menor base apresentando os maiores valores, independentemente da umidade e da densidade do solo. A relação entre resistência do solo à penetração e umidade nem sempre é linear, pois é influenciada pelo valor da densidade do solo. A diminuição do tamanho da base do cone provoca incremento no valor da resistência do solo à penetração. <![CDATA[<b>Plantio direto de alface americana sobre plantas de cobertura dessecadas ou roçadas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar o plantio direto de alface americana no verão sobre plantas de cobertura dessecadas ou roçadas em cultivos sucessivos. O trabalho foi desenvolvido no município de Álvares Machado, São Paulo, Brasil. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, dispostos em parcelas subdivididas, com quatro repetições. O fator da parcela principal foram dois manejos das plantas de cobertura (dessecadas com herbicida ou roçadas) e as subparcelas, seis espécies de plantas de cobertura (Cajanus cajan cv. IAPAR 43, Crotalaria spectabilis, Crotalaria juncea, Mucuna pruriens, Pennisetum glaucum e vegetação natural), além da testemunha sem plantas de cobertura. O manejo roçado apresentou desempenho inferior no primeiro cultivo da alface, todavia não diferiu do manejo químico no segundo cultivo. A cobertura do solo com mucuna apresentou maior produtividade da alface no primeiro cultivo devido ao excesso de palha das demais coberturas, o qual prejudicou o estabelecimento da alface. No segundo cultivo não houve diferenças entre as coberturas. A roçagem de plantas de cobertura é uma opção viável para plantio direto de alface sem herbicidas.<hr/>The objective of this work was to evaluate no-tillage of lettuce in the summer on cover crops desiccated or mowed in successive crops. The experiment was carried out in Álvares Machado, São Paulo, Brasil. The experimental design was randomized complete block with four replications. The treatments were arranged in a split plot design, with managements of cover crops the main plot (desiccated with herbicides or mowing) and the cover crops represented the subplots (Cajanus cajan cv. IAPAR 43, Crotalaria spectabilis, Crotalaria juncea, Mucuna pruriens, Pennisetum glaucum and natural vegetation). Additionally a control without cover crops was evaluate. In the first crop the mowed management presented lower lettuce yield performance, however no differences was observed in the second crop. In the first crop, the lettuce yield was higher in the velvet bean cover. It is due to excess of straw from other cover crops that harmed the establishment of lettuce. In the second crop, no differences were observed between cover crops. The mowing of cover crops is a viable option for lettuce production without herbicides. <![CDATA[<b>Indicadores de eficiência do uso da água e de nutrientes de clones de palma forrageira em condições de sequeiro no Semiárido brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se avaliar a eficiência produtiva de três clones de palma forrageira resistentes à Cochonilha do Carmim, cultivados em condições de sequeiro no Semiárido brasileiro. Os clones avaliados foram IPA-Sertânia (IPA), Miúda (MIU) e Orelha de Elefante Mexicana (OEM). Foram calculados os indicadores de eficiência do uso da água: produtividade da água da cultura (PA C), produtividade econômica da água (PEA) e eficiência do uso de nutrientes (EUN), todos com base na água precipitada (Prec.) e na evapotranspiração real da cultura (ETr). A ETr foi quantificada por meio do método do balanço de água no solo. Verificou-se que não houve diferença estatística entre a PA C em base seca (MS) nos clones avaliados tanto em termos de Prec. como de ETr, mas eles diferiram em base fresca. A OEM foi o clone mais eficiente em base fresca (PA C(Prec.) ~ 104,8 kg MV ha-1 mm-1; PA C(ETr.) ~ 112,1 kg MV ha-1 mm-1), seguido pelo clone IPA, que também se mostrou eficiente quanto a ETr (PA C(ETr.) ~ 101,1 kg MV ha-1 mm-1). A MIU foi o clone menos eficiente para o Semiárido brasileiro. Não houve diferença da PEA (PEA(Prec.) ~ 35,4 R$ ha-1 mm-1; PEA(ETr.) ~ 39,5 R$ ha-1 mm-1) e da EUN, com exceção da eficiência do uso do magnésio com base na ETr, que foi maior para OEM (EUN(Mg) ~ 111,4 g ha-1 mm-1) e IPA (EUN(Mg) ~ 77,4 g ha-1 mm-1), e do sódio com base na precipitação, que foi superior para os clones OEM (EUN(Mg) ~ 4854,3 mg ha-1 mm-1) e MIU (EUN(Mg) ~ 3383,6 mg ha-1 mm-1).<hr/>The objective was to evaluate the productive efficiency of three cactus pear clones, resistant to Cochineal Carmine, grown in rainfed conditions in the Brazilian semi-arid region. The evaluated clones were IPA-Sertânia (IPA), Miúda (MIU) and Orelha de Elefante Mexicana (OEM). The indicators of water use efficiency were calculated: crop water productivity (CWP), economic water productivity (EWP) and nutrient use efficiency (NUE), all based on rain (Prec.) and the real crop evapotranspiration (ETr). The ETr was quantified by the method of the soil water balance. It was found that the CWP on a dry basis (DB) did not differ from one clone to the others (CWP(Prec.) ~ 8.1 kg DB ha-1 mm-1; CWP (ETr.) ~ 9.1 kg DB ha-1 mm-1), but they differed on a green base (GB). The OEM was the most efficient clone (CWP(Prec.) ~ 104.8 kg GB ha-1 mm-1; PAC(ETr.) ~ 112.1 kg GB ha-1 mm-1), follow by the IPA concerning the ETr (CWP(ETr.) ~ 101.1 kg GB ha-1 mm-1). The MIU was least efficient clone for the Brazilian semi-arid region. There was no difference of PEA (PEA(Prec.) ~ R$ 35.4 ha-1 mm-1; PEA(ETr.) ~ R$ 39.5 ha-1 mm-1) and EUN, with exception of magnesium use efficiency based on the ETr, which was higher for the OEM (EUN(Mg) ~ 111.4 g ha-1 mm-1) and IPA (EUN(Mg) ~ 77.4 g ha-1 mm-1), and of the sodium based on the rain, which was superior for the OEM (EUN (Mg) ~ 4854.3 mg ha-1 mm-1) and MIU (EUN (Mg) ~ 3383.6 mg ha-1 mm-1) clones. <![CDATA[<b>Revisão dos valores críticos do teste Lilliefors</b>: <b>em direção ao correto uso agrometeorológico do algoritmo de Kolmogorov-Smirnov</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Several studies have applied the Kolmogorov-Smirnov test (KS) to verify if a particular parametric distribution can be used to assess the probability of occurrence of a given agrometeorological variable. However, when this test is applied to the same data sample from which the distribution parameters have been estimated, it leads to a high probability of failure to reject a false null hypothesis. Although the Lilliefors test had been proposed to remedy this drawback, several studies still use the KS test even when the requirement of independence between the data and the estimated parameters is not met. Aiming at stimulating the use of the Lilliefors test, we revisited the critical values of the Lilliefors test for both gamma (gam) and normal distributions, provided easy-to-use procedures capable of calculating the Lilliefors test and evaluated the performance of these two tests in correctly accepting a hypothesized distribution. The Lilliefors test was calculated by using critical values previously presented in the scientific literature (KSLcrit) and those obtained from the procedures proposed in this study (NKSLcrit). Through Monte Carlo simulations we demonstrated that the frequency of occurrence of Type I (II) errors associated with the KSLcrit may be unacceptably low (high). By using the NKSLcrit we were able to meet the significance level in all Monte Carlo experiments. The NKSLcrit also led to the lowest rate of Type II errors. Finally, we also provided polynomial equations that eliminate the need to perform statistical simulations to calculate the Lilliefors test for both gam and normal distributions.<hr/>Diversos estudos têm aplicado o teste de Kolmogorov-Smirnov (KS) para verificar se determinada distribuição paramétrica pode ser utilizada para estimar a probabilidade de ocorrência de variáveis agrometeorológicas. Contudo, a probabilidade de não rejeição de uma falsa hipótese de nulidade (H0; erro tipo II) torna-se elevada quando o KS é aplicado à mesma amostra de dados utilizada para estimar os parâmetros da distribuição. Embora uma adaptação denominada Lilliefors tenha sido proposta para permitir o uso do algoritmo de Kolmogorov-Smirnov na condição anteriormente mencionada, o KS em sua forma original é ainda frequentemente utilizado. Objetivando estimular o correto uso do KS e de sua referida adaptação, este trabalho revisou os valores críticos do Lilliefors para as distribuições gama e normal, desenvolveu procedimentos computacionais capazes de calcular esses testes de aderência e comparou a habilidade do KS e do Lilliefors em aceitar corretamente uma H0. O teste de Lilliefors foi calculado utilizando-se tanto valores críticos previamente apresentados na literatura científica (KSLcrit) quanto novos valores propostos neste estudo (NKSLcrit). Por meio de simulações de Monte Carlo demonstrou-se que a frequência de ocorrência de erros tipo I (II) associada ao KSLcrit pode ser consideravelmente baixa (elevada). A frequência de erros tipo I associada ao NKSLcrit permaneceu próxima ao nível de significância adotado em todos os experimentos. O NKSLcrit também demonstra menor taxa de erros tipo II. Considerando-se as distribuições gama e normal, este trabalho também desenvolveu equações polinomiais que eliminam a necessidade de realizar simulações estatísticas para calcular o teste Lilliefors. <![CDATA[<b>Desempenho ecofisiológico de milho, sorgo e braquiária sob déficit hídrico e reidratação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052014000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo avaliou o desempenho ecofisiológico das espécies Zea mays (milho), Sorghum bicolor (sorgo) e Brachiaria decumbens (braquiária) sob condições de déficit hídrico em casa de vegetação. O potencial hídrico foliar, trocas gasosas, fluorescência da clorofila a e variáveis bioquímicas do metabolismo fotossintético foram avaliados no máximo estresse e na reidratação. Aos 90 dias após a emergência e sob 21 dias com suspensão da irrigação o milho apresentou a maior redução do potencial hídrico (248%), condutância estomática (87%) e fotossíntese (53%) quando comparado às plantas bem hidratadas. O sorgo apresentou redução de 212%, 42% e 26%, enquanto a braquiária mostrou valores menores em 105%, 36% e 31%, respectivamente para os mesmos parâmetros. Entretanto, dois dias de reidratação foram o suficiente para todas as espécies recuperarem os valores apresentados pelos respectivos controles. A espécie que apresentou a menor queda relacionada aos parâmetros avaliados foi o sorgo, com redução em apenas 4 das 14 variáveis avaliadas, enquanto braquiária e milho reduziram 9 variáveis quando sob seca. O presente estudo destaca que, além da questão econômica, a tomada de decisão por parte de técnicos e pequenos agricultores de quais espécies devem ser utilizadas, sob baixa disponibilidade de tecnologia e alto risco de ocorrência de falta de água, deve-se levar em conta também o desempenho ecofisiológico.<hr/>The present study evaluated the ecophysiological performance of species Zea mays (maize), Sorghum bicolor (sorghum) and Brachiaria decumbens (Brachiaria) under water deficit conditions in a greenhouse. The leaf water potential, gas exchange, chlorophyll a fluorescence and biochemical variables of photosynthetic metabolism were assessed at maximum stress and rehydration. At 90 days after emergence and under 21 days under suspension of irrigation the maize showed the highest reduction of leaf water potential (248%), stomatal conductance (87%) and photosynthesis (53%) when compared to well watered plants. Sorghum decreased by 212%, 42% and 26%, while the brachiaria showed lower values in 105%, 36% and 31%, respectively for the same parameters. However, two days of water supply were enough for all species recover the values showed by the respective controls. The species with the smallest decrease related to the variables evaluated was sorghum, which reduced 4 among 14 variables evaluated, while brachiaria and maize decreased 9 variables when under drought. The present study highlights that beyond economics, decision making by small farmers and technicians, about which species should be used under low availability of technology and high risk of water shortages should take into account also the ecophysiological performance.