Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Biologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-710820010002&lang=en vol. 61 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en</link> <description/> </item> <item> <title><![CDATA[<B>The value of the Ecological Station of Jataí's ecosystem services and natural capital</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en The capacity of a given natural ecosystem to provide certain goods and services that satisfy human needs depends on its environmental characteristics (natural processes and components). It was described the availability of these goods and services (environmental functions) controlled and sustained by ecological processes operating in Ecological Station of Jataí (Luiz Antônio, SP). The environmental functions identified were grouped in four main categories. To make environmental values an integrated factor in planning and decision making it was assessed their socio-economic importance in qualitative terms and, if possible their monetary value. The combined potential annual return from identified functions of Ecological Station of Jataí is at least US$ 708.83/ha/year. In comparison to calculations made for other natural ecosystems this is a rather moderate estimate. The Ecological Station of Jataí is poorly protected and managed, it too is still threatened by human activity (agriculture) and many development plans. Although present day market economics do not recognize the monetary value of most environmental functions, such calculations do provide a revealing insight into the great socio-economic importance of Ecological Station of Jataí. More awareness of these values may provide an important incentive for their preservation and sustainable use.<hr/>A capacidade de um determinado ecossistema natural proporcionar bens e serviços que satisfaçam as necessidades humanas depende de suas características ambientais (processos e componentes naturais). Foi descrita a disponibilidade desses bens e serviços (funções ambientais), controlados e mantidos pelos processos ecológicos operantes na Estação Ecológica de Jataí (Luiz Antônio, SP). As funções ambientais identificadas foram agrupadas em quatro categorias. Foi determinado o valor sócio-econômico das funções ambientais, em termos quali e quantitativos, quando possível, na perspectiva de integrar os valores ambientais nos processos de planejamento e tomada de decisão. O retorno sócio-econômico anual para as funções ambientais identificadas da Estação Ecológica de Jataí é de aproximadamente US$ 708,83/ha/ano. Em comparação com estimativas realizadas para outros ecossistemas naturais, esse valor é bastante moderado. A Estação Ecológica de Jataí demonstra ser pouco protegida, com sua manutenção comprometida por atividades humanas (agricultura) e muitos planos de desenvolvimento. Embora o mercado econômico não reconheça o valor monetário da maioria das funções ambientais, essas estimativas não revelam a grandeza da importância sócio-econômica da Estação Ecológica de Jataí. Um interesse maior com esses valores pode proporcionar um incentivo importante para sua preservação e uso sustentado. <![CDATA[<b>Responses to climatic factors by foragers of <i>Plebeia pugnax</i> Moure (<i>in litt.</i>) (Apidae, Meliponinae)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Flight activity of Plebeia pugnax Moure (in litt.) was studied in six colonies coming from Cunha, SP, from July to October 1994. Twice a week, from 8:00 a.m. to 6:00 p.m., for 5 minutes every half-hour, all the bees entering and leaving the hives were counted. Six hundred counts were made and the materials that foragers carried were recorded. Data were analysed in relation to temperature, relative humidity, light intensity and day time. Foragers' flight activity was relatively constant in a wide range of temperature, from 22°C to 34°C. The minimum temperature for the beginning of flight activity was 14°C. Effective flight activity (when foragers of all colonies were leaving the hives) occurred at 15°C. These bees also flew within a wide range of relative humidity, from 30% to 100%, decreasing slowly after 50%. Flight activity increased as light intensity rose and it has also increased as the hours passed by, reaching a peak around midday and decreasing gradually afterwards. Pollen was collected all day long, while resin collection was relatively constant and debris transportation was slightly higher after 10:00 h. From all known Plebeia species, this one flew on the lowest temperature ever registered for this genus.<hr/>A atividade de vôo de Plebeia pugnax Moure (in litt.) foi estudada em seis colônias provenientes de Cunha, SP, de julho a outubro de 1994. Todas as abelhas que entraram e saíram da colméia foram contadas e o material que elas carregaram foram identificados. Foram realizadas 600 observações de 5 minutos cada, das 8 às 18 h, duas vezes por semana. Os dados foram analisados em relação à temperatura, umidade relativa, intensidade luminosa e hora do dia. A atividade de vôo das forrageiras foi relativamente constante em uma ampla variação de temperatura, entre 22°C e 34°C. A temperatura mínima para início da atividade de vôo foi de 14°C. A atividade de vôo efetiva (em que forrageiras de todas as colônias saíram das colônias) ocorreu à temperatura de 15°C. Estas abelhas também voaram em uma ampla faixa de umidade relativa, de 30% a 100%, diminuindo paulatinamente acima de 50%. A atividade de vôo aumentou ao mesmo tempo em que a intensidade luminosa elevou-se e esta também aumentou com o passar das horas, alcançando um pico ao redor do meio-dia e decrescendo gradualmente depois. Foi coletado pólen ao longo de todo o dia, enquanto a coleta de resina foi relativamente constante e o transporte de detritos foi ligeiramente superior depois das 10 h. De todas as espécies de Plebeia conhecidas, esta voou na temperatura mais baixa já registrada para esse gênero. <![CDATA[<B>Diel changes in food and feeding activity of sciaenid fishes from the South-western Atlantic, Brazil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Food habits and daily feeding activity of fish populations are important ecological variables for understanding their role in the ecosystem. Diel changes in feeding activity and dietary composition of juvenile whitemouth croaker Micropogonias furnieri, shortfin corvina Isopisthus parvipinnis, shorthead drum Larimus breviceps and of juvenile and adult banded croaker Paralonchurus brasiliensis were investigated from samples taken over a 24 hours period from 4 to 5 September 1987 on the continental shelf off South-eastern Brazil. Whitemouth croaker and banded croaker had a benthic diet based on polychaetes and some caridean shrimps and showed no diel feeding pattern. Shortfin corvina and shorthead drum fed on crustaceans and teleostean fish, the former species primarily on pelagic sergestid shrimps and benthic caridean shrimps, and the latter mainly on pelagic sergestid shrimps, mysidacean and benthic caridean shrimps. Shortfin corvina is primarily a diurnal feeder, but preyed on some items only at night. Shorthead drum is a night feeder, with minimum stomach fullness values between dawn and daytime, and maximum values between dusk and night time.<hr/>Informações sobre o hábito alimentar e a atividade alimentar diária de populações de peixes são variáveis de fundamental importância para entender seu papel em um ecossistema aquático. Investigações sobre esses aspectos foram realizadas em jovens da corvina (Micropogonias furnieri), da tortinha (Isopisthus parvipinnis) e da oveva (Larimus breviceps) e em jovens e adultos de maria luiza (Paralonchurus brasiliensis), cujas amostras foram obtidas em um ciclo de 24 horas (4 a 5 de setembro de 1987), na plataforma continental do sudeste do Brasil. A corvina e a maria luiza se alimentaram, principalmente, de poliquetas e camarões carídeos e não apresentaram um padrão claro de atividade alimentar. A tortinha e a oveva apresentaram dieta semelhante, composta de crustáceos e peixes teleósteos; ambas tiveram como presas principais os camarões pelágicos sergestídeos e os camarões bentônicos carídeos, e a oveva, além dessas duas presas, misidáceos. A tortinha apresentou, principalmente, hábito alimentar diurno, mas se alimentou de algumas presas em períodos de escuro. A oveva apresentou hábito alimentar noturno, com registros dos maiores valores de repleção estomacal entre o anoitecer e o período de escuro. <![CDATA[<b>Food resource utilization of the skates <i>Rioraja agassizii </i>(Müller & Henle, 1841) and <i>Psammobatis extenta </i>(Garman, 1913) on the continental shelf off Ubatuba, South-eastern Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en The feeding habits of Rioraja agassizii (syn. Raja agassizii) and Psammobatis extenta (syn. Psammobatis glansdissimilis) of the South-eastern Brazilian coast were studied by means of stomach content analysis. The samples were obtained on eight seasonal oceanographic cruises, carried out between October 1985 and July 1987. The importance of each food item was evaluated on the basis of the Index of Relative Importance and the feeding similarity by Percentage of Similarity. The results indicated that both species are benthic feeders, preying mainly on Crustacea, especially Amphipoda, Caridea and Brachyura. Teleostei were also important for R. agassizii. Seasonal variation of the diet seems to be associated with the availability of the prey, whose distribution and abundance are related to the dynamics of the water masses of the region. Juveniles and adults of P. extenta exploited the same resources while juveniles and adults of R. agassizii presented low diet similarity during most of the year. Caridea were an important food for all length classes of R. agassizii, while Amphipoda were for smaller specimens, and Teleostei for larger ones. The feeding overlap between the two species was higher during autumn 1986, winter 1986 and winter 1987.<hr/>Os hábitos alimentares de Rioraja agassizii e Psammobatis extenta da região costeira de Ubatuba, SP, foram investigados por meio da análise de conteúdos estomacais. As amostras foram obtidas em oito campanhas oceanográficas sazonais realizadas no período de outubro de 1985 a julho de 1987. A importância do item alimentar foi avaliada pelo Índice de Importância Relativa e a sobreposição alimentar pela Porcentagem de Similaridade. As duas espécies se alimentaram de organismos bentônicos, principalmente crustáceos. Os Amphipoda, os camarões Caridea e os Brachyura foram as presas mais importantes. Além dessas presas, Teleostei foi importante na dieta de R. agassizii. A variação sazonal da alimentação das raias esteve associada à disponibilidade de suas presas, cuja distribuição e abundância estão relacionadas às variações sazonais das condições oceanográficas da região. A alimentação de jovens e adultos de P. extenta foi muito semelhante, enquanto jovens e adultos de R. agassizii apresentaram baixa similaridade alimentar na maioria das estações do ano. Caridea foi importante para todos os tamanhos de R. agassizii, Amphipoda para exemplares menores e Teleostei para indivíduos maiores. A sobreposição alimentar entre as duas espécies foi alta no outono de 1986 e nos invernos de 1986 e 1987. <![CDATA[<b>Biodiversity assessment of benthic macroinvertebrates in altitudinal lotic ecosystems of Serra do Cipó (MG, Brazil)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Five lotic systems of Serra do Cipó, south-east Brazil, were investigated in order to assess the existing diversity of benthic macroinvertebrates, habitats-microhabitats, and the available trophic resources. For each river it was analysed the communities of benthic macroinvertebrates and the composition of some taxonomic groups (Plecoptera, Ephemeroptera, Trichoptera and Diptera Chironomidae): the community with Bivalvia Sphaeriidae, Oligochaeta and Ephemeroptera Baetidae (being supposed a closed relation Bivalvia-Oligochaeta based on the process of bioturbation and enrichment of sediment in organic matter) in Tanque River; the macrofauna associated to aquatic macrophytes from rivers Peixe and Preto do Itambé reflecting the reaction of the ecosystems versus the quantities of nutrients which originate from the farmlands; the lithoreophilic communities of Cipó River; the community depending on deposits of leaves and filamentous algae in Congonhas Stream; the very rich community of the moss clumps in the Indaiá Stream. A proposal for biological zonation of Cipó River and some comments about the importance of the analysed benthic macroinvertebrates in the biological production of the aquatic communities were done.<hr/>Foram estudados cinco rios na Serra do Cipó, sudeste do Brasil, com o objetivo de avaliar a diversidade de macroinvertebrados bentônicos, os habitats-microhabitats e os recursos tróficos disponíveis. Em cada rio foi estudada a comunidade de macroinvertebrados bentônicos e a composição de alguns grupos taxonômicos (Plecoptera, Ephemeroptera, Trichoptera e Diptera Chironomidae). Foram encontrados padrões de estrutura de comunidades formados por: rio Tanque - Bivalvia, Sphaeriidae, Oligochaeta e Ephemeroptera Baetidae (sugerindo uma relação entre Bivalvia e Oligochaeta no processo de bioturbação e enriquecimento do sedimento quanto ao conteúdo de matéria orgânica); rios Peixe e Preto do Itambé - macrofauna associada a macrófitas aquáticas, refletindo a reação do ecossistema versus a quantidade de nutrientes oriundos das fazendas nas áreas de entorno; rio Cipó - comunidades litoreofílicas; córrego Congonhas - comunidade dependente de depósitos de folhas e algas filamentosas; córrego Indaiá - elevada biodiversidade de macroinvertebrados associados a musgos. Foi formulada uma proposta de zonação biológica no rio Cipó, além de comentários acerca da importância dos macroinvertebrados bentônicos na produção biológica das comunidades aquáticas. <![CDATA[<b>Diversity and habitat preference of aquatic insects along the longitudinal gradient of the Macaé River basin, Rio de Janeiro, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Diversity and habitat preference of macroinvertebrates were studied in Macaé River basin, Rio de Janeiro State, Brazil, along its longitudinal gradient. We selected stream reaches corresponding to 1st, 2nd, 4th, 5th and 6th orders. A Surber sampler was used to collect four macroinvertebrates samples of each substrate (sand, litter in pool areas, stones, and litter in riffle areas) during the three sampling periods, defined based on the rain regime: April (end of the rainy season), July (dry season), and October (beginning of the rainy season). We identified 46,431 specimens corresponding to 117 taxa. Analysis of diversity numbers (both for family or genus level) indicated that all insect taxonomic orders had higher numbers on 2nd order stream reach, except for Ephemeroptera, on 4th order. However when considering morph-species taxonomic level, the higher diversity number occurred on 4th order stream. The highest richness and diversity numbers were found at the dry season. Considering habitat preference, both litter in pool areas and litter in riffle areas had the highest faunal richness.<hr/>A diversidade e a preferência de insetos aquáticos por habitats foram estudadas no gradiente longitudinal da bacia do Rio Macaé no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Foram selecionados trechos de rio correspondentes a 1ª, 2ª, 4ª, 5ª e 6ª ordens. Foram amostrados três períodos, abril, julho e outubro, representando o final da estação chuvosa, a estação seca e o começo da outra estação chuvosa, respectivamente. Um total de 46.431 espécimes de insetos aquáticos foram obtidos. Em cada mês, quatro amostras foram coletadas utilizando um amostrador do tipo Surber para cada substrato: areia, folhas depositadas em áreas de remanso, folhas em áreas de corredeiras e pedras. O padrão geral observado quanto às medidas de diversidade, considerando o número de gêneros ou famílias, indicou que todas as ordens de insetos aquáticos apresentaram seus maiores valores no trecho de 2ª ordem, exceto para Ephemeroptera, que foi registrado em 4ª ordem. No entanto, quando considerou-se uma menor resolução taxonômica (morfo-espécies), o pico de diversidade ocorreu em 4ª ordem. A maior riqueza e abundância ocorreram durante o período de seca. Quanto à preferência por habitat, os folhiços de fundo e de correnteza, em particular, foram os que apresentaram os maiores valores de riqueza. <![CDATA[<b>Habitat diversity and benthic functional trophic groups at Serra do Cipó, Southeast Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en The assessment of the diversity of habitats and the characterisation of the functional trophic groups of benthic macroinvertebrate communities of some rivers of Serra do Cipó (MG) were the main objectives of this study. The available trophic resources and the types of substrata were characterised along with the structure and composition of their using functional trophic groups. Serra do Cipó is a watershed divisor of the São Francisco and Doce River basins, including a series of streams and rivers, of good water quality and well preserved ecological characteristics. Samples were collected in Cipó, Peixe and Preto do Itambé rivers, besides the Indaiá and Capão da Mata streams at 26 sampling stations, during the rainy (February) and dry (October) seasons of 1998, using "Kicking nets" of 0.125 mm mesh size. The group of collectors (Baetidae, Leptophlebiidae and Leptohyphidae) was the most abundant, followed by collector-predators (Hydrophilidae, Ceratopogonidae, Chironomidae-Tanypodinae), and detritivorous-herbivores (Oligochaeta). The riparian vegetation, together with the aquatic macrophytes, are the substrata containing the highest richness of functional trophic groups and the higher habitat diversity. The results suggest that the use of functional trophic groups, together with habitat evaluation, are efficient tools in the evaluation of the diversity of benthic macroinvertebrates, particularly in altitudinal lotic ecosystems.<hr/>Este trabalho teve por objetivo avaliar a diversidade de habitats e caracterizar os grupos tróficos funcionais das comunidades de macroinvertebrados bentônicos em alguns rios na Serra do Cipó, MG. Foram caracterizados os recursos tróficos disponíveis e os tipos de substrato nos habitats amostrados, a composição de grupos tróficos funcionais que os utilizam e a estrutura da comunidade de macroinvertebrados bentônicos. A Serra do Cipó constitui-se em um divisor de águas das bacias do Rio São Francisco e do Rio Doce e engloba uma série de córregos e rios, com características ecológicas ainda bem preservadas e águas de boa qualidade. Foram amostrados os rios Cipó, Peixe e Preto do Itambé, além dos córregos Indaiá e Capão da Mata ao longo de 26 estações amostrais. As amostras foram coletadas nos períodos de chuva (fevereiro) e seca (outubro) de 1998, utilizando-se "Kicking nets" com malha de 0,125 mm. Os resultados evidenciaram que o grupo dos coletores (Baetidae, Leptophlebiidae e Leptohyphidae) foi o mais abundante, seguido pelos coletores-predadores (Hydrophilidae, Ceratopogonidae, Chironomidae-Tanypodinae) e detritívoros-herbívoros (Oligochaeta). A avaliação da diversidade de habitats permitiu caracterizar a vegetação ripária, juntamente com as macrófitas aquáticas, como os substratos contendo a maior riqueza de grupos tróficos funcionais, por oferecerem maior diversidade de habitats. Os resultados sugerem que a utilização de grupos tróficos funcionais, juntamente com a avaliação de habitats, constituem eficientes ferramentas na avaliação da diversidade da macrofauna bentônica em ecossitemas lóticos de altitude. <![CDATA[<B>Feeding pattern of <I>Salminus maxillosus </I>(Pisces, Characidae) at Cachoeira das Emas, Mogi-Guaçu River (São Paulo State, Southeast Brazil)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Diet of 364 specimens of the dourado (Salminus maxillosus) was studied monthly at Cachoeira das Emas from November/1996 to May/1998, considered the breeding ground of this and other migrant fishes of Mogi-Guaçu River. Only adults were found at this site, and diet consisted exclusively of fish, with predominance of Leporinus sp. Seasonal variation in feeding activity was highest during some months of the rainy and hot season (September-December), when fish composition and number of prey species consumed also changed. These modifications were primarily attributed to an increase in food availability at the site of study during the rainy season, once most of the migrant species, including small Characidae concentrate there at this time of year. Apparently diet shifts, prey availability and rainfall are intimately related, representing a combination of factors that may account for the observed patterns of resource exploitation.<hr/>A dieta de 364 exemplares do dourado (Salminus maxillosus) foi estudada mensalmente na região denominada Cachoeira das Emas de novembro/1996 a maio/1998, local considerado o lar de reprodução desta e de outras espécies migratórias do Rio Mogi-Guaçu. Foram capturados apenas adultos, sendo a dieta composta exclusivamente por peixes com predominância de Leporinus sp. Foi observada variação sazonal da atividade alimentar, que foi maior na estação quente e chuvosa (setembro a dezembro), época na qual a composição e o número de presas consumidas foram distintas. Essas mudanças foram basicamente atribuídas a um aumento da disponibilidade de presas no local de estudo durante o período chuvoso, visto que a maioria das espécies migratórias, incluindo pequenos Characidae, se concentra aí nessa época. Aparentemente, as mudanças na dieta de S. maxillosus, a disponibilidade de presas e a pluviosidade estão intimamente correlacionadas, representando uma combinação de fatores que explicam os padrões de exploração de recursos aqui observados. <![CDATA[<B>Microbial respiration and chemical composition of different sediment fractions in waterbodies of the upper Paraná River floodplain, Brazil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Four size fractions of the sediment of six environments of the upper Paraná River floodplain were analyzed for carbon, nitrogen, and phosphorus contents and microbial respiration (oxygen consumption). Particle size did not affect nitrogen and phosphorus content or microbial activity, but did affect carbon content (F = 4.274, df = 3; 20, p = 0.020). The carbon concentration of ultra-fine particles was significantly lower than that of other sizes of sediment particles. Microbial respiration values were well predicted by sediment chemical composition, as shown by multiple regression (microbial respiration = -0.39 - 0.210C + 0.108N + 0.796P; F = 7.0495, p = 0.0022). However, phosphorus was the element which best explained the microbial respiration (partial coefficient = 0.796, p = 0.0039, n = 23). Considering that i) phosphorus was the best predictor of microbial respiration; ii) phosphorus is trapped in the series of reservoirs located upstream from the section of the floodplain studied; and iii) microbial respiration is a measure of decomposition rates and nutrient cycling, we hypothesize that the long-term accumulation of litter detritus and reduction of nutrient cycling in environments of the upper Paraná River floodplain are probable impacts of this decrease in phosphorus caused by the upstream reservoirs.<hr/>Quatro frações do sedimento, de tamanhos diferentes, de seis ambientes da planície de inundação do alto Rio Paraná foram analisadas quanto ao teor de carbono, nitrogênio e fósforo e quanto à respiração microbiana (consumo de oxigênio). O tamanho das partículas não afetou o conteúdo de nitrogênio e fósforo ou a atividade microbiana, influenciando apenas o conteúdo de carbono (F = 4,274, df = 3; 20, p = 0,020). As concentrações de carbono das partículas ultrafinas foram significativamente menores que as concentrações das partículas de outros tamanhos. Os valores da respiração microbiana refletiram a composição química do sedimento, como demonstrado na análise de regressão múltipla. (respiração microbiana = -0,39 - 0,210C + 0,108N + 0,796P; F = 7,0495, p = 0,0022). Entretanto, o fósforo foi o elemento que melhor explicou a respiração microbiana (coeficiente parcial = 0,796, p = 0,0039, n = 23). Considerando que i) o fósforo foi o melhor preditor da respiração microbiana; ii) o fósforo é retido em uma série de reservatórios localizados a montante da planície de inundação estudada; e iii) a respiração microbiana é uma medida das taxas de decomposição e ciclagem de nutrientes, pode-se dizer que a acumulação dos detritos orgânicos ao longo do tempo e a redução da ciclagem de nutrientes nos ambientes da planície de inundação do alto Rio Paraná são prováveis impactos dessa diminuição do fósforo, causada pelos reservatórios a montante. <![CDATA[<B>Thermal ecology and activity patterns of the lizard community of the Restinga of Jurubatiba, Macaé, RJ</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en We analyzed the thermal ecology and activity patterns of the lizard community from the Restinga of Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brazil. The broadest activity was that of Tropidurus torquatus, a sit-and-wait forager, while the active foraging teiid Cnemidophorus littoralis had the shortest activity. The nocturnal gekkonid Hemidactylus mabouia was found active during the day only during early morning and late afternoon, when environmental temperatures are low. Body temperature was highest for Cnemidophorus littoralis and lowest for the two Mabuya species. The patterns found here are discussed and compared to those of congeneric species in other habitats in Brazil.<hr/>Foram analizados a ecologia termal e os padrões de atividade da comunidade de lagartos da restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil. A espécie com atividade mais extensa foi Tropidurus torquatus, um forrageador "senta-e-espera", enquanto o forrageador ativo Cnemidophorus littoralis teve a atividade mais restrita. O geconídeo noturno Hemidactylus mabouia foi encontrado ativo durante o dia apenas no início da manhã e no final da tarde, quando as temperaturas ambientais estão baixas. A temperatura corpórea foi mais alta para Cnemidophorus littoralis e mais baixa para as duas espécies de Mabuya. Os padrões aqui encontrados são discutidos e comparados com os de espécies congenéricas em outros habitats no Brasil. <![CDATA[<B>Spatial and temporal organization of aquatic insects assemblages in the longitudinal gradient of a tropical river</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en The distribution and abundance of aquatic insects were studied in the longitudinal gradient of the watershed of Macaé River, a coastal Atlantic Forest river in South-eastern Brazil. Sampling stations were selected in the first, second, fourth, fifth, and sixth orders and sampled in April, July, and October 1995. This represented the end of the rainy season, the dry season, and the beginning of another rainy season, respectively. In each month four samples were collected using a Surber sampler from each of the following substrates: sand, litter deposited in pool areas, litter in riffle areas, and stones. A total of 46,431 specimens of aquatic insects belonging to ten orders were obtained. The data were analyzed by the multivariate methodologies of Correspondence Analysis (CA) and Cluster Analysis (UPGMA) using the similarity index of Morisita, for all three months. Both showed a significant faunal disrupture in the river, which can be divided in two sections: the upper one, from first to fourth orders, and the lower section, including fifth and sixth orders. The same results were obtained with presence-absence matrices, using Jaccard similarity index, showing that the changes are not only due to quantitative differences. A Mantel test was used to compare the assemblage composition temporally and no difference was detected between the three months. Moreover, a Canonical Correspondence Analysis (CCA) was applied to the data to check which of the 14 physical and chemical variables significantly explained macroinvertebrate community variation. The most significant variables were conductivity, CPOM, and pH for the upper stations (1st, 2nd and 4th orders), and alkalinity, FPOM, and HCO3 for the lower stations (5th and 6th orders).<hr/>A distribuição e a abundância de insetos aquáticos foram estudadas no gradiente longitudinal na bacia do rio Macaé, um rio costeiro da Mata Atlântica no Sudeste do Brasil. As estações amostrais foram selecionadas em trechos de 1ª, 2ª, 4ª, 5ª e 6ª ordens de rios. As amostragens foram realizadas em abril, julho e outubtro de 1995, representando o final da estação chuvosa, o período de seca e o começo de outra estação chuvosa, respectivamente. A cada mês, três amostras foram coletadas utilizando um amostrador do tipo Surber, para cada um dos seguintes substratos: areia, folhiço depositado em áreas de poções, folhiço em áreas de corredeiras e pedras. Foram coligidos um total de 46.431 espécimes de insetos aquáticos pertecentes a dez ordens. Os dados foram analisados por metodologias multivariadas de Análise de Correspondência (Aco) e Análise de Agrupamento (UPGMA), utilizando o índice de similaridade de Morisita, para os três meses. Ambos os testes mostraram uma significativa quebra no padrão de organização da fauna, os quais podem ser divididos em duas seções: trecho superior, da 1ª à 4ª ordem, e seção inferior, que inclui as 5ª e 6ª ordens. Os mesmos resultados foram obtidos com as matrizes de presença e ausência, utilizando o índice de similaridade de Jaccard, mostrando que as mudanças não eram apenas devido a diferenças quantitativas. O teste de Mantel, utilizado para comparar a composição da fauna temporalmente, não indicou diferenças entre os três meses amostrais. Além disso, a Análise de Correspondência Canônica (ACC) foi aplicada a fim de verificar como 14 variáveis físico-químicas poderiam explicar a variação da comunidade. As variáveis mais significativas foram condutividade, CPOM e pH, para o trecho superior (1ª à 4ª ordem), e alcalinidade, FPOM e HCO3 para o inferior (5ª e 6ª ordens). <![CDATA[<B><I>Ichthyouris voltagrandensis </I>n.sp. (Nematoda: Pharyngodonidae) from <I>Myleus tiete</I> Eigenmann & Norris, 1900 (Osteichthyes: Characidae) in the Volta Grande Reservoir, MG, Brazil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en The present work studied helminth parasites of "pacu-manteiga", Myleus tiete (Osteichthyes: Characidae) from Volta Grande Reservoir, MG, Brazil. Fishes with 142.6 ± 24.7 g weight and 17.3 ± 1.0 cm total length were collected. Five out six analysed fish (prevalence 83.3%) were parasitized in the intestine with an average of 535.6 ± 334.6 oxyurid nematodes per fish. The helminth was identified as Ichthyouris voltagrandensis n.sp. (Nematoda: Pharyngodonidae). It differs from I. brasiliensis (Moravec et al., 1992a) by the absence of lateral alae, higher measures of tail and caudal alae of males, esophageal isthmus length, distance of excretory pore from anterior end and spicule length. In addition, eggs were provided by two long filaments in just one pole and by the first time the authors observed flagellate spermatozoa from dissected males. The authors exposes comparative table of measures of the five described species of the genus Ichthyouris.<hr/>O presente trabalho estudou helmintos parasitos do "pacu-manteiga", Myleus tiete (Osteichthyes: Characidae), do Reservatório de Volta Grande, MG, Brasil, com peso médio de 142,6 ± 24,7 g e comprimento total médio de 17,3 ± 1,0 cm. Cinco, dos seis peixes analisados (prevalência de 83,3%), estavam parasitados no intestino com média de 535,6 ± 334,6 nematóides oxiurídeos por peixe. O helminto foi identificado como Ichthyouris voltagrandensis n.sp. (Nematoda: Pharyngodonidae). Difere de I. brasiliensis (Moravec et al., 1992a) por ausência de aleta lateral, maiores dimensões da cauda e da aleta caudal do macho, comprimento do ístmo do esôfago, distância do poro excretor à extremidade anterior e comprimento do espículo. Os ovos são providos de dois longos filamentos situados em apenas um dos pólos e, pela primeira vez, os autores observaram espermatozóides flagelados em machos dissecados. Os autores fornecem tabela comparativa de medidas das cinco espécies do gênero Ichthyouris. <![CDATA[<b>Diurnal bird visiting of <i>Caryocar brasiliense</i> Camb. in Central Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Nectar of nocturnal flowers may be used by diurnal species that occasionally accomplish secondary pollination. Thirteen bird species visited Caryocar brasiliense flowers in central Brazil. There is a temporal separation between nectarivores and non-nectarivores species. Nectarivores birds visited flowers late in the morning, while other species appear earlier. C. brasiliense nectar may be an alternative resource to birds visitors during the dry season.<hr/>O néctar de flores noturnas pode ser utilizado por uma fauna diurna. As flores de Caryocar brasiliense foram visitadas por 13 espécies de aves, no Brasil central. Há uma distribuição temporal entre nectarívoros e não-nectarívoros. Aves nectarívoras concentram suas visitas no final da manhã e à tarde, outras aves, no início da manhã. O néctar de C. brasiliense pode ser um recurso alternativo para as aves visitantes na estação seca. <![CDATA[<B>Sentinels in <I>Saltator atricollis </I>(Passeriformes: Emberizidae)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en I studied the existence of sentinels in Saltator atricollis in a 'campo-cerrado' (Brazilian savanna) during the breeding seasons of 1994-95 and 1995-96. Groups of this species consisted of two to seven birds (N = 25). Sentinels were present (mean ± sd) 62% ± 9% of the time, and most sentinel bouts lasted from less than one to six minutes (although in some occasions for more than 30 min.). Overlap of two or more sentinels occurred on average only 3.2% of the time with birds on guard. Sentinels commonly gave contact calls in the beginning and/or at the end of a sentinel bout. The group size had no effect on time with sentinels. However the encounter rate between raptors and groups significantly influenced the time guarded. The results of this study suggests that the ability of sentinels to detect predators may play a central role as an anti-predator device.<hr/>Estudei a existência de sentinelas em S. atricollis em campo-cerrado, nas estações reprodutivas de 1994-95 e 1995-96. Os grupos de S. atricollis continham de dois a sete indivíduos (N = 25). Os sentinelas vigiaram os grupos (média ± dp) por 62% ± 9% do tempo, sendo que a maioria dos turnos de vigilância durou de menos de um a seis minutos (em alguns casos se extenderam por mais de 30 min.). Dois ou mais sentinelas vigiaram simultaneamente, em média, apenas 3,2% do tempo vigiado. Os sentinelas comumente emitiam chamados de contato quando iniciavam e/ou terminavam um turno de vigilância. O tamanho dos grupos não apresentou relação com o tempo vigiado. Por outro lado, a taxa de encontros entre predadores aéreos e grupos influenciou significativamente o tempo vigiado. A habilidade dos sentinelas em perceber predadores provavelmente apresenta uma função relevante, conferindo vantagens antipredatórias aos grupos dessa espécie. <![CDATA[<B>Observations on the thermal selection of the pantanal caiman (<I>Caiman crocodilus yacare</I>) hatchlings (<I>Crocodylia: Alligatoridae</I>)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Three options of water temperatures in a thermal gradient that changed from 22 to 35°C were offered to Pantanal caiman (Caiman croocodilus yacare) hatchlings. Animals from two nests were submitted to temperatures during 19 days (Nest 1 - 20 caimans caught in the nature hours after hatching), corresponding to 1 to 7 observations periods, and 13 days (Nest 2 - 20 animals obtained by artificial incubation) relative to observation period 8. Caimans remain fasting during experimental period. Hatchlings were allocated in a enclosure containing three styrofoam boxes (120 L) disposed side by side enclosed by wire netting and filled with water to the top. Thus, the animals were free to access the boxes, which temperatures were changed at the end of each observation period to avoid position effects. Air temperature was keep close to 22°C by air conditioning and water temperature was controlled by thermostats. The trial was divided in three phases determined by elimination of the less frequented temperature and its substitution by another temperature. In a first phase of the experiment that contained 1, 2 and 3 observation periods, the thermostats were regulated to 22°C (BoxD), 26°C (BxC) and 32°C (BxA). In phase 2 to 26°C, 29.5°C (BxB) and 32°C, including 4, 5 and 6 periods. In the third phase that included 7 and 8 periods, the thermostats were adjusted to 29.5°C, 32°C and 35°C (BxE). The number of caimans in each box was recorded two to three times a day (8:00, 14:00 and 17:00h) before pointed water temperature. Mean water temperatures (+ standard deviation) and respective caiman frequency means by box/temperature were: Phase 1 (BxD/22.3 ± 1.2°C - 10.3%; BxC/27.0 ± 2.4°C - 32.0% and BxA/31.2 ± 1.1°C - 57.6%); Phase 2 (BxC/26.6 ± 2.8°C - 13.3%; BxB/29.3 ± 2.2°C - 27.7% and BxA/31.3 ± 1.2°C - 59.0%) and Phase 3 (BxB/29.5 ± 3.6°C - 23.7%; BxA/31.0 ± 2.2°C - 31.9 and BxE/34.0 ± 2.2°C - 44.4%). Observing that in the phases 1 and 2 the box with hottest water (CxA) was more frequented. In the phase 3, the difference between higher and smaller frequency straiten to 20.7%, in relation to almost 46.5% in phases 1 and 2, indicating that water temperatures between 29.5 and 35°C resulted in body temperatures more next to the comfort zone, in the experimental conditions.<hr/>Três opções de temperatura da água, em um gradiente térmico que variou de 22 a 35°C, foram oferecidas a filhotes recém-eclodidos do jacaré-do-Pantanal (Caiman crocodilus yacare). Os animais, provenientes de dois ninhos, foram submetidos às temperaturas durante 19 dias (Ninhada 1 - 20 jacarés capturados no campo, horas após a eclosão), correspondendo aos períodos de observação 1 a 7, e 13 dias (Ninhada 2 - 21 animais obtidos por incubação artificial) referentes ao oitavo período de observação. Os jacarés permaneceram em jejum durante o período experimental. Os filhotes foram alocados em um recinto contendo três caixas de isopor (120 L) dispostas lado a lado, cercadas com tela de viveiro e completadas com água até o topo. Desse modo, os animais tinham trânsito livre entre as caixas, cujas temperaturas foram trocadas ao término de cada período de observação para evitar efeito de posição. A temperatura do ar foi mantida em torno de 22°C por meio de um condicionador de ar e a da água foi controlada por termostatos. O ensaio foi dividido em três fases determinadas pela eliminação da temperatura menos freqüentada e sua substituição por uma outra temperatura. Em uma primeira fase do experimento, que compreendeu os períodos de observação 1, 2 e 3, os termostatos foram regulados para 22°C (CaixaD), 26°C (CxC) e 32°C (CxA). Na Fase 2, para 26°C, 29,5°C e 32°C (CxB), englobando os períodos 4, 5 e 6. Na terceira fase, que incluiu os períodos de observação 7 e 8, os termostatos foram ajustados para 29,5°C, 32°C e 35°C (CxE). O número de jacarés em cada caixa foi registrado duas a três vezes ao dia (8 h, 14 h e 17 h) antes de anotar a temperatura da água. As temperaturas médias da água (+ desvio-padrão) e as respectivas médias de freqüência de jacarés por caixa/temperatura foram: Fase 1 (CxD/22,3 + 1,2°C - 10,3%; CxC/27,0 ± 2,4°C - 32,0%; e CxA/31,2 ± 1,1°C - 57,6%); Fase 2 (CxC/26,6 ± 2,8°C - 13,3%; CxB/29,3 ± 2,2°C - 27,7%; e CxA/31,3 ± 1,2°C - 59,0%); e Fase 3 (CxB/29,5 ± 3,6°C - 23,7%; CxA/31,0 ± 2,2°C - 31,9%; e CxE/34,0 ± 2,2°C - 44,4%). Observa-se que, nas Fases 1 e 2, a caixa com água mais quente (CxA) foi a mais freqüentada. Na Fase 3, a diferença entre a maior e a menor freqüência se estreitou para 20,7%, em relação aos cerca de 46,5% nas Fases 1 e 2, indicando que as temperaturas de água entre 29,5 e 35°C resultaram em temperaturas corporais mais próximas da zona de conforto, nas condições do experimento. <![CDATA[<B>Genotoxic evaluation of the effect of <I>Thuya occidentalys</I> tinctures</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Three tinctures samples from extracts of the popular medicinal plant Thuya occidentalis were tested in vitro through two short term tests for measuring the activity of genotoxic chemicals. Using the Salmonella/mammalian-microsome (Mutatest) assay and the SOS-chromotest (induction of beta-galactosidase in Escherichia coli), none of the extract was effective in inducing mutagenesis or beta-galactosidase synthesis (as an indicator of general and early sign of DNA damage), even with metabolization.<hr/>Três amostras de tinturas de extratos da planta Thuya occidentalis, utilizada em medicina popular, foram testadas in vitro por meio de dois testes rápidos para medida da atividade genotóxica de químicos. Utilizando o teste de Ames (Mutateste) e o SOS-cromoteste (indução de beta-galactosidase em Escherichia coli), verificou-se que nenhum dos extratos foi efetivo na indução de mutagênese ou na síntese de beta-galactosidase (como o indicador de um sinal geral e precoce de lesão no DNA), mesmo com metabolização. <![CDATA[<B>Influence of the pineal gland on the physiology, morphometry and morphology of pancreatic islets in rats</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200018&lng=en&nrm=iso&tlng=en To investigate the influence of the pineal gland through melatonin secretion on the physiological and morphological parameters of pancreatic islets, we studied the plasma biochemistry and morphological and morphometric characteristics of the endocrine pancreas of male Wistar rats. The animals were distributed into five groups of ten rats each: NC - normal control group; NS - sham-operated group; Px (25) - pinealectomised group, studied 15-25 days after surgery; Px (70) - pinealectomised group, studied 60-70 days after surgery; ALX - alloxan monohydrate-treated group. Data are analyzed statistically by ANOVA and by the Kruskal-Wallis test. Although there was no significant difference in plasma glucose or insulin levels between the Px (25), Px (70) and NC groups, Px (25) animals showed a tendency to increased glucose and reduced insulin levels. The ALX group showed a clear elevation of plasma glucose and a reduction of plasma insulin compared to the other groups. Morphometric analysis showed a larger pancreatic islet area and a lower pancreatic islet density in the pancreas of Px (70) animals and an increase in degenerative pathological processes in the pancreatic islets of the Px (25) and ALX groups. The present results suggest that melatonin, in addition to acting on tissue sensitivity to insulin (as reported in other studies), affects the secretory action of beta cells, as demonstrated by the morphological and morphometric changes observed in pinealectomised animals.<hr/>Com o objetivo de verificar a influência da glândula pineal, por meio da secreção de melatonina (MLT) sobre a morfologia, morfometria e fisiologia das ilhotas de Langerhans (IP), especialmente sobre a secreção e ação da insulina, foram avaliados o metabolismo, a bioquímica plasmática, a morfologia e a morfometria de segmentos de pâncreas de 50 ratos Wistar. Os animais foram distribuídos em cinco grupos de dez animais cada, sendo dois grupos controles: N (controle normal); CF (submetidos à cirurgia fictícia) e três grupos experimentais: P1 (pinealectomizados e avaliados entre 15 e 25 dias pós-cirurgia); P2 (pinealectomizados e avaliados entre 60 e 70 dias pós-cirurgia) e Alx (tratados com Aloxana). Os resultados obtidos dos grupos experimentais foram analisados estatisticamente por ANOVA e teste de Kruskal-Wallis e comparados com os obtidos do grupo N. Embora não houvesse diferença significativa nos níveis plasmáticos de glicose ou insulina entre os grupos P1, P2 e N, os animais do grupo P1 mostraram tendência de aumento da glicose e níveis reduzidos de insulina. O grupo Alx mostrou elevação da glicemia e redução da insulinemia em relação aos demais grupos. A análise morfométrica revelou maior área e menor densidade das IP nos segmentos dos pâncreas do grupo P2. Em relação à análise morfológica, observou-se maior intensidade dos processos patológicos degenerativos nas IP dos grupos P1 e Alx. Estes resultados indicam que a MLT, além de exercer ação na sensibilidade periférica à insulina, parece ainda ter algum efeito na atividade secretora das células beta das IP, tendo em vista as alterações morfológicas e morfométricas observadas nos animais pinealectomizados. <![CDATA[<B>Histological processing techniques for the study of Dugesiidae development (Platyhelminthes, Tricladida, Paludicola)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71082001000200019&lng=en&nrm=iso&tlng=en The objective of the present study was to adapt techniques for the histological processing of Dugesiidae cocoons for the study of embryo development. The cocoons were fixed with formalin, SUSA, Bouin or paraformaldehyde/glutaraldehyde and subsequently embedded in Paraplast or glycol methacrylate (Historesin). Paraplast embedding yielded reasonable results only after the cocoon was perforated or fixed for a prolonged period of time using softening techniques with acid solutions. When the SUSA or Bouin fixative and Historesin embedding techniques were used the results were good for light microscopical analysis. Fixation with paraformaldehyde/glutaraldehyde and glycol methacrylate embedding resulted in better tissue preservation, and did not require prolonged fixation or softening techniques. Thus, we suggest this technique for light microscopical analysis of embryo development in Dugesiidae.<hr/>Este trabalho teve por objetivo adequar técnicas ao processamento histológico de casulos de Dugesiidae para a realização de estudos do desenvolvimento embrionário. Os casulos foram fixados em formol 10%, SUSA, Bouin ou paraformaldeído/glutaraldeído, e, subseqüentemente, incluídos em paraplasto ou glicol-metacrilato (Historesin). A inclusão em paraplasto forneceu resultados razoáveis apenas após fixação por tempo prolongado e utilização de técnicas de amolecimento por soluções ácidas ou perfuração do casulo. Utilizando-se fixação em SUSA ou Bouin e inclusão em Historesin, foram obtidos bons resultados para análise ao microscópio óptico. Porém, a fixação com paraformaldeído/glutaraldeído e a inclusão em Historesin resultaram, sob todos os aspectos, em uma melhor preservação dos tecidos, além de dispensar o uso de técnicas demoradas de fixação e amolecimento. Assim, sugere-se a utilização dessa técnica para estudos ao microscópio óptico do desenvolvimento embrionário de Dugesiidae.