Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Economia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-714020120002&lang=en vol. 66 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Speculative attacks, openness and crises</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en We extended the Cole and Kehoe model (1996) by adding trade and debt denominated in national currency. We then evaluated some external debt defaults and steep national currency devaluations occurred during last decades. Although default is unlikely, steep devaluation has been repeatedly triggered during financial distresses. It helps to overcome financial crisis as it improves trade balance and reduces national debt level. On the other hand, expected devaluation hurts welfare through both higher national debt cost and reductions in the investment level. We modeled such trade-offs and showed that trade openness, by and large, improves the expected welfare as it allows for a better devaluation-response technology. We ran model simulations based on past 48 crises occurred in 32 middle-income countries, reasonably fitting devaluation and default responses observed as from 1971.<hr/>Com base em uma versão estendida do modelo Cole and Kehoe (1996), avaliamos eventos de default e de desvalorizações cambiais. Historicamente, as desvalorizações têm ajudado na superação de crises financeiras ao estimular a balança comercial e ao reduzir o valor real da divida publica denominada em moeda nacional. Por outro lado, a expectativa de uma possível desvalorização produz efeitos negativos sobre o bem-estar: aumento do custo da divida e redução do nível de investimento privado. Modelamos esses trade-offs e mostramos que a abertura comercial melhora o bem-estar ao potencializar o efeito da desvalorização de câmbio sobre a balança comercial. Computamos simulações numéricas baseadas em 48 crises ocorridas em 32 países, e obtivemos resultados alinhados com as desvalorizações e os defaults observados desde 1971. <![CDATA[<b>O seguro depósito induz ao risco moral nas cooperativas de crédito brasileiras?</b>: <b>um estudo com dados em painel</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Interesses conflitantes e monitoramento imperfeito podem induzir instituições financeiras cobertas por seguro depósito a se exporem mais ao risco do que o nível preconizado pelo fundo gestor do seguro. Testa-se se a instauração do Fundo Garantidor (FGS) do Sistema das Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) não induziu ao problema de risco moral. Utiliza-se um painel com dados mensais de 180 cooperativas (61,43% das cooperativas filiadas ao Sicoob). Modelos de dados em painel estimados com o índice de Basileia como proxy da exposição ao risco das cooperativas indicam que a instauração do FGS induziu ao problema de risco moral.<hr/>Conflicting interests and imperfect monitoring can induce financial institutions covered by the deposit insurance to run into more risk than the level aimed by its fund administrator. We test if the establishment of the deposit insurance (FGS) of the Brazilian Cooperative Credit System (Sicoob) did not induce moral hazard. We use a panel composed of monthly data for 180 credit unions (61.43% of cooperatives affiliated to Sicoob). Panel data models' estimates using the Basel index as proxy for the risk exposure of cooperatives indicate that the FGS induced the moral hazard problem. <![CDATA[<b>Uma análise econômico-atuarial dos <i>death bonds</i></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um death bond é um título emitido por uma instituição financeira para comprar uma apólice de seguro de vida de um segurado que deseja receber recursos ainda em vida. Este trabalho faz a precificação dos death bonds para ambos os gêneros e diferentes idades de contratação do seguro, empregando técnicas de modelagem atuarial. Os resultados iniciais mostram pouca atratividade para os investidores no título. Uma extensão do modelo mostra que se os investidores conseguirem identificar os segurados com as piores condições de saúde, os retornos são substancialmente mais elevados e os desvios-padrão são bastante reduzidos.<hr/>A death bond is issued by a financial institution to buy a life insurance policy from an insured who wishes to receive funds during his lifetime. This work presents the pricing of death bonds for both genders and different ages of the initial contract, using actuarial modeling techniques. Initial results show little attraction for the bonds’ investors. An extension of the model shows that if investors can identify the individuals with the worst health conditions, the returns are substantially higher and the standard deviations are quite low. <![CDATA[<b>Economic expansion and increase in labout market formality</b>: <b>a poaching approach</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper investigates the relationship between economic expansion and the degree of formalization for the Brazilian labour market in the recent period. We present a theoretical framework that attempts to explain this relationship through the dynamics of firms hiring strategies. The main predictions are: the share of formal employment rises as the unemployment rate falls, and that the formal-informal wage gap increases, at least at the beginning of the economic expansion. In the empirical part, we use longitudinal microdata from a Brazilian household survey to check whether these two predictions are confirmed. To a large extent our results corroborate both predictions.<hr/>Neste estudo, investiga-se a relação entre a expansão da economia brasileira e o grau de formalização do seu mercado de trabalho no período recente. Apresentamos um arcabouço teórico que procura explicar essa relação por meio das estratégias de contratação de mão-de-obra por parte das firmas. As principais predições desse arcabouço são: a parcela do emprego formal cresce à medida que a taxa de desemprego cai e o hiato salarial entre empregados formais e informais aumenta, pelo menos na primeira parte do período de expansão da economia. Na parte empírica, dados longitudinais da Pesquisa Mensal de Emprego (PME/IBGE) são utilizados para confirmar ou não essas predições. Os resultados mostram que, em larga medida, elas são confirmadas. <![CDATA[<b>A dynamic model of education level choice</b>: <b>application to Brazilian states</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Using the education level/wage distribution curve of the Brazilian States we define a dynamic programming problem to determine the optimal choice of education level of the parents in their descendants favor. As a proxy for the opportunity cost of education we use the public expenditure in education. The results show that low level educated workers will use public schools to provide education to their offspring. For high educated workers (which receive higher wages) we find the existence of several steady states, some of them stable and others unstable. The findings point out the concentration of education in some specific levels and the existence of a poverty trap, where low educated workers chose low level of education for their descendants perpetuating low wages for the familiar unit. The performed exercise may be used as subside to the definition of public educational policies.<hr/>Utilizando a curva de distribuição de salários por nível de educação dos Estados Brasileiros, definimos um problema de programação dinâmica para determinar o nível de educação ótimo que os pais escolhem para os seus descendentes. Como proxy para o custo de oportunidade da educação utilizamos os gastos públicos em educação. Os resultados mostram que trabalhadores com nível de escolaridade baixo devem recorrer a escolas públicas para proporcionar educação aos seus filhos. Por outro lado, para trabalhadores com alto nível de escolaridade (os quais recebem maiores salários) encontramos a existência de vários estados estacionários, alguns deles estáveis e outros inestáveis. Os resultados apontam a concentração de educação em alguns níveis específicos e a existência da armadilha da pobreza, onde trabalhadores com baixa escolaridade somente conseguem oferecer baixa escolaridade aos seus filhos e portanto perpetuando um nível baixo de salários para a unidade familiar. O exercício realizado pode ser útil para subsidiar a definição de políticas públicas de educação. <![CDATA[<b>Impactos de longo prazo de reformas fiscais sobre a economia brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402012000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho objetiva analisar o impacto de uma redução da carga tributária brasileira e aumento do investimento público, empregando um modelo de equilíbrio geral com crescimento exógeno, calibrando o modelo com dados de 2010. Os resultados sugerem que o consumo das administrações públicas é elevado e que o investimento público está abaixo do ideal. Simulações de política fiscal sugerem que apenas a redução da carga tributária não é favorável para a economia, mas a elevação do investimento público provocaria grandes alterações no nível de capital e bem-estar, bem como elevação real de arrecadação, apesar da queda da carga tributária.<hr/>This paper aims to analyze the impact of a reduction in Brazilian tax burden and increasing public investment, using a general equilibrium model with exogenous growth, calibrating the model with data from 2010. The results suggest that the current government spending is high and public investment is less than optimal. Simulations in fiscal policy suggest that only tax reduction is not good for the economy, but the increase in public investment would lead to major changes in the level of capital and welfare, and raising real revenue, despite lower tax burden.