Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Oftalmologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-728020170002&lang=en vol. 76 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Analysis of the prevalence of patients in need eyeglasses in Ophthalmologic Hospital in Goiânia, Goiás, Brazil: Projeto Olhar Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200057&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Objetivo: Avaliar o projeto Olhar Brasil sob um olhar crítico, examinando a prevalência dos pacientes encaminhados para consulta oftalmológica, pós-triagem, que realmente apresentem vícios de refração não corrigidos. Métodos: Revisão de prontuários entre Março de 2014 e Agosto de 2016, totalizando 339 pacientes entre 6 e 18 anos de idade, sendo 5 pré-escolares (2 - 6 anos e 11 meses), 124 escolares (2 - 6 anos e 11 meses) e 210 adolescentes (10-20 anos) entre os quais 156 do sexo masculino e 183 do feminino , em um hospital oftalmológico em Goiânia, Goiás, Brasil. Resultados: No total dos 339 pacientes examinados 143 (42,1 %) necessitaram de correção e 196 (57,8%) não. Entre os 156 pacientes do sexo masculino 74 (47,4%) apresentaram necessidade de uso de óculos contra 82 (52,5%) que não precisaram, em relação ao sexo feminino os números foram de 69 (37,7%) que tiveram alteração ao exame e 114 (62,2%) que não apresentaram alterações refrativas. Em relação a faixa etária, os adolescentes, escolares, e pré-escolares apresentaram em números absolutos e porcentagem respectivamente 102 (48,5%), 40 (32,2%) e 2 (40%) de indicação de lentes corretivas. Conclusão: O projeto Olhar Brasil tem importância relevante para sociedade em geral, com diminuição da evasão escolar, melhor rendimento escolar e consequentemente da qualidade de vida dos beneficiários, embora necessite melhor treinamento e aperfeiçoamento dos profissionais da Atenção Básica em Saúde, professores do ensino fundamental e os alfabetizadores que são responsáveis pela triagem.<hr/>Abstract Objective: Measure the “Projeto Olhar Brasil” under a critic point of view, examining the prevalence of patients referred for ophthalmological appointment, post-screening, that show refractive errors uncorrected. Methods: Review of records between March 2014 and August 2016, in totality of 339 patients between 6 and 18 years old, 5 preschools (2 - 6 years and 11 months) 124 school (7 - 9 years and 11 months) and 210 teenagers (10 - 20 years old). There were 156 males and 183 females, in an Ophthalmologic Hospital in Goiânia, Goiás, Brazil. Results: In total of 339 patients examined, 143 (42.1%) needed optical correction against 196 (57.8%) that not benefiting from the same. There were 74 (47.4%) males patients who required the use of eyeglasses, against 69 (37.7%) of females gender who obtained eyes test alterations. In relation to age, the teenagers, school and preschool showed in absolute numbers and percentage respectively 102 (48.5%), 40 (32.2%) and 2 (40%) indications of corrective lenses. Conclusion: The “Projeto Olhar Brasil” has great importance for society in general reducing the loss of students in school, improving school performance and consequently the quality of life of the beneficiaries, although it needs better training and improvement of professionals in primary health care, elementary school teachers and educators that are responsible for screening. <![CDATA[Study of asphericity coefficient and longitudinal spherical aberration surface corneal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200061&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Objetivo: Correlacionar o coeficiente de asfericidade com a aberração esférica longitudinal na superfície corneana, correlacionando também cada uma dessas variáveis com a ceratometria média Métodos: Realizou-se um estudo observacional através da coleta de dados pré-operatórios nos prontuários de indivíduos candidatos a facectomia. Os dados coletados se referiam ao sexo e idade, além do Q, LSA da superfície corneana e ceratometria média (Km). Foram excluídos do estudo os pacientes que realizaram qualquer procedimento cirúrgico corneano, por alterar as medidas da Q, LSA e Km. O topógrafo selecionou, de maneira fixa, uma área 4,5mm da superfície anterior da córnea para medida do Q e da LSA, tendo como ponto central o eixo pupilar. A ocorrência da LSA é relevante em ambientes de penumbra, em indivíduos com pupila maior que 3mm. Resultados: A amostra foi composta por 70 olhos de 35 indivíduos: 24 (68,6%) mulheres e 11 (31,4%) homens. A idade variou de 48 a 89 anos (média de 69,97 ± 8,29). A Km variou de 41,00D a 46,50D com média de 43,94 ± 1,48D. Na avaliação do Q da superfície corneana se observou uma média de -0,15 ± 0,15. Seis (8,57%) córneas apresentaram desenho esférico com Q= 0 e apenas uma córnea apresentou desenho asférico com Q= -0,50, gerando LSA= 0,0µm. Em relação a LSA da superfície corneana se observou média de +0,33 ± 0,14 µm. Quarenta e dois olhos (60,0%) apresentaram LSA entre +0,31 a +0,64µm e 19 (27,15%) entre +0,16 a +0,30µm. Não houve correção entre a Km e o Q (r= -0,005 / p= 0,965), assim como entre Km e a LSA (r= 0,167 / p= 0,170). Observou-se correlação (r= 0,962 / p= 0,000) entre as variáveis Q x LSA. Conclusão: Foi observada correlação entre o Q e a LSA da superfície corneana. Não foi observado correlações entre o coeficiente de asfericidade ou aberração esférica longitudinal com a ceratometria média.<hr/>Abstract Objective: To correlate the asphericity coefficient (Q) with longitudinal spherical aberration (LSA) of the corneal surface, also correlating each of these variables with the average keratometry Methods: An observational study was conducted by collecting preoperative data from the medical records of individuals candidate cataract surgery, i.e., patient sex and age, as well as Q, LSA of the corneal surface and mean keratometry (Km). Patients who had been subjected to any corneal surgical procedure who would alter Q, LSA and Km measuements were excluded. The corneanl topograph selected, fixedly, a 4.5 mm area of the anterior surface of the cornea for the measurement of Q and LSA, having the pupillary axis as the central point, since the occurrence of LSA is relevant in dim environments in individuals with a pupil wider than 3 mm Results: The sample consisted of 70 eyes of 35 individuals, 24 of them women (68.6%) and 11 men (31.4%) ranging in age from 48 to 89 years (mean: 69.97 ± 8.29). Km ranged from 41.00 to 46.50 D, with a mean of 43.94 ± 1.48D, and mean Q of the corneal surface was -0.15 ± 0.15. Six corneas showed a spherical design (Q= 0.0) and only one showed an aspheric design with Q = -0.50, generating an LSA of 0.0. Mean LSA of the corneal surface was +0.33 ± 0.14 µm. Only one eye showed an LSA equal to 0.0µm, and five showed an LSA of +0.10 to +0.30µm. No eye showed a negative LSA of the corneal surface. There was no correlation between Km and Q (r = -0.005 / p = 0.965) or between Km and LSA (r = 0.167 / p = 0.170). A correlation (r = 0.962 / p = 0.000) was observed between Q and LSA Conclusion: There was a correlation between Q and LSA of the corneal surface. There was no correlation between the sphericity coefficient or longitudinal spherical aberration with the average keratometry. <![CDATA[Correlation between increase in margin-crease distance and patient satisfaction after upper blepharoplasty]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200065&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Objective: To quantitatively and qualitatively evaluate postoperative outcomes and patient satisfaction after upper blepharoplasty and to correlate the findings with changes between preoperative and postoperative eyelid measurements using a digital imaging system. Methods: A total of 60 eyelids in 30 patients with dermatochalasis who were treated in the ambulatory center of the Department of Oculoplastic Surgery at the Anápolis Ophthalmology Hospital were evaluated. Patients ranged from 40 to 80 years of age. Photographs were taken before the upper blepharoplasty procedure and 90 days after as well. The images were transferred to the ImageJ 1.34n program. The parameters analyzed were palpebral fissure height in primary position and margin-crease distance. The correlations between these measurements and patient satisfaction 90 days after surgery were evaluated. Results: This study revealed an increase in the margin-crease distance after upper blepharoplasty and a high positive correlation (0.64) between the increase in this height and the level of satisfaction that the patients attributed to the surgery. There was no statistically significant difference between preoperative and postoperative palpebral fissure heights. Conclusion: The margin-crease distance may serve as a quantitative measurement of a good cosmetic and functional outcome, since it has been found to be strong correlated with patient satisfaction.<hr/>Resumo Objetivo: Avaliar de maneira quantitativa e qualitativa o resultado pós-operatório e a satisfação de pacientes submetidos à blefaroplastia superior e correlacionar com as medidas palpebrais antes e após a cirurgia utilizando o sistema de imagem digital. Métodos: Foram avaliadas 60 pálpebras de 30 pacientes com dermatocálase atendidos no ambulatório de Plástica Ocular do Hospital Oftalmológico de Anápolis, com idade entre 40 e 80 anos. Foram realizadas fotografias antes e 90 dias após blefaroplastia superior. Essas imagens foram transferidas para o programa Image J 1.34n e analisados os parâmetros de altura da fenda palpebral em posição primária do olhar e distância margem-sulco palpebral. Foram avaliadas as correlações dessas medidas com a satisfação do paciente após 90 dias de pós-operatório. Resultados: O estudo mostrou um aumento da distância margem-sulco palpebral após blefaroplastia superior e uma correlação fortemente positiva (0,64) entre o aumento dessa medida e a nota de avaliação atribuída pelo paciente à cirurgia. Não houve diferença estatisticamente significante na altura da fenda palpebral antes e após a cirurgia. Conclusão: A utilização da medida da distância margem-sulco pode servir como parâmetro quantitativo de um bom resultado estético e funcional, apresentando uma forte correlação com a satisfação dos pacientes no pós-operatório. <![CDATA[Asthenopia in bankers: identification and analysis of risk factors]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200070&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Objective: To evaluate the prevalence of asthenopia in a cohort of bank employees and identify possible associated risk factors. Methods: Cross-sectional study based on information supplied by bankers in response to a standardized electronic questionnaire. Results: The questionnaire was responded by 945 bankers. The frequency of asthenopic symptoms was positively associated with female gender, age over 50 years, and reading or using the computer &gt;6 hours a day. Conclusion: Asthenopic symptoms were found to be significantly associated with gender, age and time spent reading. The most frequently reported symptoms were headache and sore eyes.<hr/>Resumo Objetivo: Avaliar a presença de astenopia em bancários e identificar possíveis fatores de risco associados. Metodos: Estudo transversal realizado por meio de informações obtidas em um questionário padronizado, aplicado eletronicamente à trabalhadores da categoria de bancários. Resultados: Responderam ao questionário 945 trabalhadores. Observou-se que a frequência dos sintomas de astenopia foi maior nos grupos que declararam usar computador ou ler por mais de 6 horas por dia. As queixas de astenopia foram significativamente maiores nos trabalhadores com mais de 50 anos e do sexo feminino. Conclusão: Este trabalho identificou uma associação positiva de queixas de astenopia em bancários em relação ao tempo de leitura, sexo e idade. Dentre os sintomas oculares associados à astenopia, foi encontrada uma maior prevalência de dor de cabeça e dor nos olhos. <![CDATA[Evaluation of knowledge of physicians with specialty in medical clinic and surgical clinic about the process of corneas donation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200074&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Objetivo: Este trabalho tem como objetivo avaliar o conhecimento de médicos com formação nas especialidades de clínica médica e cirúrgica acerca do processo de doação de córneas, bem como avaliar a segurança por parte desses profissionais neste processo e, se há insegurança, os motivos para tal. Métodos: A pesquisa se baseia na coleta de dados por meio de um questionário com dez perguntas de múltipla escolha sobre o processo de doação de córneas, sendo duas perguntas sobre segurança no processo de doação. A amostra consiste em 60 profissionais médicos do Hospital Universitário HU-UFSC selecionados por conveniência e não probabilística. Resultados: Os entrevistados obtiveram uma média de acertos de 72,2%. Em relação à segurança no processo de doação de córneas, 41 (68,66%) referem se sentir seguros quanto ao mesmo e 19 (31,33%) revelam não ter segurança para essa condição. Do total de entrevistados que revelaram insegurança no processo de doação de córneas, 13 apontaram como fator contribuinte pouca informação sobre o assunto na faculdade. Alguns temas relevantes a respeito do assunto se mostraram insuficientes e 31,66% dos entrevistados se revelaram inseguros frente a uma situação que envolva doação de córneas. Conclusão: Esses achados sugerem a necessidade de melhorar o nível de informação transmitida durante o curso de graduação acerca do processo de doação de córneas, a fim de conscientizar, melhorar o conhecimento e promover segurança frente a um potencial doador.<hr/>Abstract Objective: This study aims to evaluate the knowledge of physicians trained in Internal medicine and General surgery specialties about cornea donation process clinic, as well as to assess the confidence by these professionals in this process and, if there is uncertainty, the reasons for this. Methods: The research is based on data collected through a questionnaire with ten multiple choice questions about the process of cornea donation, in which two questions are about confidence in the donation process. The sample consists of 60 physicians of University Hospital HU-UFSC selected for convenience and non-probability. Results: Respondents had a mean score of 72.2%. Regarding confidence in the donation of corneas, 41 (68.66%) feel confident in the donation process and 19 (31.33%) did not reveal safety for this condition. From the total of respondents who revealed insecurity in cornea donation process, 13 of these indicated as a contributing factor little information on the subject in college. Some relevant themes on the subject are insufficient and 31.66% of the interviewees proved insecure against a situation involving the corneal donation. Conclusion: This finds suggest the need to improve the level of information transmitted during the undergraduate course about the process of corneal donation in order to raise awareness, improve knowledge and promote confidence when facing a potential donor. <![CDATA[Frequency and ethiological frequency of congenital cataract associated with microphthalmia and postoperative visual results]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200081&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Objetivo: Determinar a frequência da microftalmia associada à catarata congênita e sua frequência etiológica. Comparar o resultado visual após a cirurgia da catarata congênita em olhos microftálmicos, com o resultado visual obtido em olhos não microftálmicos. Método: Estudo retrospectivo de 76 pacientes portadores de microftalmia e catarata congênita, selecionados após análise de 1050 prontuários dos pacientes atendidos no ambulatório de catarata congênita da UNIFESP. A microftalmia foi determinada pela ecobiometria ultrassonica. Exames oculares e complementares foram feitos para esclarecer a causa etiológica. O resultado visual pós- operatório do Grupo I (com microftalmia) foi confrontado com o resultado visual obtido no Grupo II (sem microftalmia). Resultados: O diâmetro ântero-posterior dos olhos microftálmicos variou de 13 à 21 mm. A frequência etiológica da catarata congênita associada aos olhos microftálmicos foi assim distribuída: doenças infecciosas (55,3%); seguidos de idiopáticas (26,3%), colobomas (7,9%), hereditárias (6,6%), persistência do vítreo primário hiperplásico (2,6%) e associada à síndrome de Lenz (1,3%) .A frequência da microftalmia foi de 7,23 %. 68,3% de olhos afácicos microftálmicos atingiram visão melhor e ou igual à 20/200. Conclusão: A frequência da microftalmia associada à catarata congênita foi de 7,23%. A maior frequência etiológica ocorreu nas doenças infecciosas (55,3%), Embora os olhos microftálmicos tenham tendência para piores resultados visuais quando comparados aos não microftálmicos, nesta pesquisa os olhos microftálmicos afácicos que atingiram visão melhor ou igual a 20/200 foram de 68,3%.<hr/>Abstract Objective: To determine the frequency of microphthalmia associated with congenital cataract and its etiological frequency. Compare the result of visual acuity in aphakic microphthalmus eyes, with the visual acuity result obtained in non microphthalmus eyes. Methods: Retrospective study of 76 patients with microphthalmia and congenital cataract, selected after analysis of 1050 medical records of patients seen in congenital cataract clinic of UNIFESP. All patients underwent complete ophthalmologic examination and microphthalmia determined by ultrasound biometry. Investigations were made to clarify the etiological cause. The postoperative visual outcome of Group I (with microphthalmia) was faced with the visual results obtained in Group II (control group without microphthalmia). Results: The anteroposterior diameter of microphthalmus eyes ranged from 13 to 21 mm. The etiological frequency of microphthalmia and congenital cataract was distributed as follows: infectious diseases (55.3%), idiopathic (26.3%), colobomas (7.9%), hereditary (6.6%), persistent hyperplastic vitreous (2.6%) and linked to the Lenz’s syndrome (1.3%). The visual acuity in aphakic eyes that reached better view and or equal to 20/200 was 68.3%. Conclusion: The frequency of microphthalmia associated with congenital cataract was 7.23%. The etiological occurred more frequently in infectious disease (55.3%). The aphakics eyes with microphthalmia tend to have worse visual acuity results than the eyes without microphthalmia. If we consider the visual results same and above 20/200 as successful in this search, aphakic eyes with microphthalmia that hit these indices are 68.3%. <![CDATA[“Transorbitario” foreign body after ATV accident]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200088&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract This report aims to show an unusual case of “transorbitário” wooden foreign body causing visual loss due to optic nerve damage on the side contralateral penetration of foreign matter.<hr/>Resumo O presente relato tem o objetivo de mostrar um caso incomum de corpo estranho de madeira “transorbitário” que causou perda visual por lesão do nervo óptico do lado contralateral a penetração do corpo estranho. <![CDATA[Optical coherence tomography and congenital retinoschisis: three case reports]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200091&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Congenital retinoschisis is an X-linked recessive inherited disease. It causes the splitting of the retina’s neurosensory layers from the remaining of the sensory retina, presenting itself as a “stellate” or “bicycle-wheel” maculopathy, vitreous hemorrhage and retinal detachment. We report three cases of congenital retinoschisis, two of them brothers. optical coherence tomography was used when evaluating the cases. It was impossible to differentiate retinoschisis from retinal detachment in one of the cases through optical coherence tomography due to lack of patient collaboration. We then performed laser photocoagulation to mark and follow-up the affected area.<hr/>Resumo A retinosquise congênita é uma doença autossômica recessiva ligada ao X. Resulta em separação da camada de fibras nervosas do restante da retina sensorial, e manifesta-se como maculopatia estriada, hemorragias vítreas e descolamento de retina. Relatamos três casos de retinosquise congênita, sendo dois deles irmãos. Utilizou-se a tomografia de coerência óptica na avaliação dos casos. Em um, não foi possível efetuar o diagnóstico diferencial com descolamento de retina através da tomografia de coerência óptica, devido a não cooperação no exame, optando-se pela realização de fotocoagulação com laser para demarcação e seguimento da área. <![CDATA[Acute exsudative polymorphous vitelliform maculopathy: a case report]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200094&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A maculopatia viteliforme polimorfa exsudativa aguda é um distúrbio retiniano extremamente raro, que tem sido considerado como uma forma de retinopatia paraneoplásica, encontrada em pacientes com um tumor primário subjacente. Os sintomas de maculopatia viteliforme polimorfa exsudativa aguda incluem dor de cabeça precedente seguida de perda aguda da visão. O fundo de olho de um paciente com essa condição demonstra geralmente depósitos bilaterais, branco-amarelados na região macular. O relato de uma doença rara e que tem uma forte associação com neoplasia oculta é de extrema relevância, pois ajuda a conhecer melhor a sua historia natural, possíveis complicações e prognóstico.<hr/>Abstract Acute exudative polymorphous vitelliform maculopathy is an extremely rare retinal disorder, that has been considered as a form of paraneoplasic retinopathy, found in patients with a underlying primary tumor. Symptoms of acute exudative polymorphous vitelliform maculopathy include preceding headache followed by acute onset of vision loss. The fundus of a patient with this condition typically demonstrates bilateral, subretinal white-yellow deposits in the macular region. The report of a rare disease which has a strong association with underlying neoplasia is extremely relevant whereas it helps better comprehend its genuine history, possible complicacy and prognosis. <![CDATA[Choroidopathy in systemic lupus erythematosus]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200098&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O Lúpus Eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune que pode afetar o olho de diversas formas. A coroidopatia lúpica é rara e apresenta-se com descolamento seroso de retina, descolamento do epitélio pigmentar da retina (EPR) e epiteliopatia pigmentar. A maioria dos casos está associada à atividade sistêmica da doença, podendo ser considerada um fator de gravidade e necessidade de imunossupressão intensa. Geralmente apresenta bom prognóstico visual com o tratamento adequado do LES, apesar de alguns casos evoluírem com danos irreversíveis na retina externa e EPR. Descrevemos um caso de coroidopatia secundaria ao LES com atividade multisistêmica com boa evolução após tratamento clínico com imunossupressão sistêmica.<hr/>Abstract Systemic lupus erythematosus (SLE) is an autoimmune disease in which can affect the eye in different ways. Lupus choroidopathy is rare and include retinal pigment epithelium (RPE) detachment and/or serous retinal detachment and pigment epitheliopathy. Most cases are associated with systemic disease activity and can be considered a factor of gravity and need for intense immunosuppression. Usually has good visual prognosis with proper treatment of SLE, although some cases may have irreversible damage to the outer retina and RPE. We describe a case of choroidopathy secondary to SLE during its multisystem activity with good clinical outcome after treatment with systemic immunosuppression. <![CDATA[Phakic posterior chamber intraocular lenses]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200101&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O objetivo deste artigo foi reunir estudos que reportam resultados disponíveis na literatura científica, considerando a previsibilidade, segurança, eficácia, e estabilidade das lentes intraoculares fácicas de câmara posterior. E relatar as complicações documentadas para estas lentes. A revisão criteriosa dos estudos publicados na literatura ate o momento revelam resultado satisfatórios quanto à eficácia, elevada previsibilidade, estabilidade e segurança do implante de lente intraocular de câmara posterior, para correção das miopia, hipermetropia e astigmatismo.<hr/>Abstract The objective of this article was to gather studies that report results available in the scientific literature, considering the predictability, safety, efficacy, and stability of posterior chamber phakic intraocular lenses. And report the documented complications for these lenses. <![CDATA[Efficacy of Eyesi surgical simulator training in improving high-tension capsules capsulorhexis performance]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802017000200106&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O objetivo deste artigo foi reunir estudos que reportam resultados disponíveis na literatura científica, considerando a previsibilidade, segurança, eficácia, e estabilidade das lentes intraoculares fácicas de câmara posterior. E relatar as complicações documentadas para estas lentes. A revisão criteriosa dos estudos publicados na literatura ate o momento revelam resultado satisfatórios quanto à eficácia, elevada previsibilidade, estabilidade e segurança do implante de lente intraocular de câmara posterior, para correção das miopia, hipermetropia e astigmatismo.<hr/>Abstract The objective of this article was to gather studies that report results available in the scientific literature, considering the predictability, safety, efficacy, and stability of posterior chamber phakic intraocular lenses. And report the documented complications for these lenses.