Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Oftalmologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-728020160001&lang=pt vol. 75 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Glaucoma a doença que nunca dorme]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Custo-utilidade do tratamento do glaucoma primário de ângulo aberto no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Determinar a estratégia mais custo-efetiva para o tratamento do glaucoma primário de ângulo aberto em fase inicial, comparando-se as seguintes alternativas: observação, tratamento clínico ou tratamento com laser. Métodos: Por meio de um modelo de Markov, sob a perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS) e um horizonte da expectativa de vida média da população brasileira. Comparou-se a razão de custo-utilidade incremental (ICUR) entre 3 alternativas de tratamento, assim como seus custos e o ganho em qualidade de vida, medido em QALY (Quality-adjusted life years). Resultados: A ICUR do tratamento inicial com laser e do tratamento inicial com colírios, em relação a não tratar foi de R$ 2.811,39/QALY e R$ 3.450,47/QALY, respectivamente. Ambas as estratégias foram custo-efetivas, com uma discreta vantagem para o tratamento a laser. Esta diferença diminui ainda mais quando se aumenta a idade de entrada no modelo. As duas alternativas propiciaram ganhos significativos de qualidade de vida (em torno de 2,5 QALYs para o tratamento com laser e de 5,0 QALYs para o tratamento com colírios). Conclusão: Tanto o tratamento primário com trabeculoplastia a laser quanto com medicações foram custo-efetivos e proporcionaram ganhos reais de qualidade de vida quando comparados com o não tratamento do GPAA.<hr/>ABSTRACT Objective: To determine the most cost-effective strategy for the treatment of early-stage primary open-angle glaucoma, by comparing the following alternatives: observation, medical therapy or laser treatment. Methods: Using a Markov model, from the perspective of the Brazilian Public Health System (SUS) and a horizon of the average life expectancy of the Brazilian population, we compared the incremental cost-utility ratio (ICUR) among the three treatment alternatives, as well as their costs and the gain in quality of life as measured in QALYs (Quality-adjusted life years). Results: The ICUR of initial laser treatment and initial medical treatment over observation only, was R$ 2,811.39/QALY and R$ 3,450.47/QALY, respectively. Both strategies were cost-effective, with a slight advantage for the laser treatment. This difference decreases further when increasing age into the model. The two alternatives have provided significant gains in quality of life (around 2.5 QALYs for the laser treatment and 5.0 QALYs for treatment with eye drops). Conclusion: Both primary treatments, with laser trabeculoplasty as well as with medications, were cost-effective and provided real gains in quality of life when compared with no treatment of POAG. <![CDATA[Analgesia preemptiva com dipirona <em>versus</em> ibuprofeno na fotocoagulação a laser da retina]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Comparar a efetividade da dipirona versus o ibuprofeno para a redução da dor na fotocoagulação da retina (FR). Método: Foi realizado um estudo controlado, duplo cego e randomizado englobando trinta e quatro pacientes com retinopatia diabética separados em dois grupos. Grupo A recebeu 1000mg de dipirona e o grupo B recebeu 600mg de ibuprofeno. A dor foi avaliada pela escala visual analógica. Resultado: A média do escore da dor nos grupos A e B foi de 5,2 ± 2.6 e 4,5 ± 1,4, respectivamente. Não houve diferença estatística entre os grupos (p=0,34). O mesmo foi observado quanto à analise entre dor leve, moderada e grave (p=0,09). Os grupos foram semelhantes quanto à idade e sexo. Conclusão: Os medicamentos foram equivalentes ou equipotentes em reduzir a dor ocular durante a fotocoagulação a laser da retina.<hr/>ABSTRACT Objective: To compare the effectiveness of metamizole versus ibuprofen for the reduction of pain in retinal photocoagulation (RP). Method: A double-masked randomized controlled study was performed. Thirty-four patients with diabetic retinopathy were enrolled. The patients were randomized into two groups. Group A received oral 1000 mg metamizole. Group B received an oral intake of 600 mg ibuprofen. Pain during RP was assessed using a visual analog scale. Results: The mean pain scores for groups A and B were 5.2±2.6 and 4.5±1.4 (p=0.34). There were no significant differences in the mean pain scores between the two groups. The same is observed when analyzing by low, medium and high pain (p=0.09). The groups were similar in age and gender. Conclusion: Both drugs were equivalents or equipotent in reduce ocular pain during retinal photocoagulation. <![CDATA[Avaliação das urgências oftalmológicas em um hospital público de referência em Pernambuco]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar as urgências oftalmológicas em um hospital público de referência de Pernambuco. Métodos: Estudo transversal e retrospectivo, com 26.358 pacientes atendidos na emergência oftalmológica da Fundação Altino Ventura , no período janeiro a junho de 2013. Os dados foram coletados por meio de protocolos baseados nas fichas de cadastro eletrônicas da emergência oftalmológica. Resultados: Observou-se que 52,5% dos indivíduos eram do gênero masculino e 42,5% encontravam-se na faixa etária de 21 a 40 anos; 90,8% eram provenientes da região Metropolitana do Recife e 55% dos casos foram classificados como de baixa gravidade. Os diagnósticos mais frequentes foram conjuntivite (35,17%) e trauma ocular (19,25%). Conclusão: Houve prevalência de pacientes do gênero masculino, na faixa etária de 21 a 40 anos, proveniente da região Metropolitana do Recife, classificado como baixa gravidade, atendidos no mês de janeiro, na segunda-feira, com o diagnóstico de conjuntivite, seguida por trauma ocular.<hr/>ABSTRACT Purpose: To evaluate ophthalmological emergencies in a public reference hospital in Pernambuco. Methods: Cross-sectional retrospective study with 26.358 patients attended in the ophthalmic emergency Altino Ventura Foundation, in the period january to june 2013. Data were collected using protocols based on electronic registration forms of ophthalmological emergency Results: It was observed that 52.5% of patients were male, 42.5% were aged 21-40 years; 90.8% were from the region metropolitan area of Recife; 55% classified as less severe. The main diagnoses were conjunctivitis (35.17%) and ocular trauma (19.25%). Conclusion: The prevalence of male patients, aged 21-40 years, from the metropolitan area of Recife, classified as low complexity, attended in January, on Monday, with the diagnosis of conjunctivitis, followed by ocular trauma. <![CDATA[Avaliação dos traumas oculares relacionados à queda da própria altura em idosos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar casos de trauma ocular relacionados à queda da própria altura em idosos e comparar a prevalência e gravidade dos atendimentos. Métodos: Foi realizado uma série de casos em 52 pacientes com 60 anos ou mais dentro do período de 36 meses, compreendido entre janeiro de 2012 a dezembro de 2014, com história de trauma ocular relacionado à queda da própria altura, onde foi avaliada a prevalência conforme o sexo, necessidade de internação e de cirurgia, sequela visual e a gravidade dos casos. Resultados: Trinta e três (63,5%) dos 52 pacientes eram do sexo feminino, sendo 30,3% desses com necessidade cirúrgica e 18,2% com sequelas visuais, outros 19 (36,5%) eram do sexo masculino, sendo 42,1% desses com necessidade cirúrgica e 26,3% com sequelas visuais. Conclusão: Foi mais prevalente o atendimento de casos de trauma ocular relacionado à queda da própria altura em mulheres, mas a gravidade dos atendimentos foi maior nos homens.<hr/>ABSTRACT Objective: Evaluate ocular trauma cases related to falling in elderly patients e compare the prevalence and severity of the cases. Methods: A series of cases was made with 52 patients aging 60 or more within the period of 36 months presenting ocular trauma related to falling, whereas the prevalence between the gender, the need for hospitalization or surgery and subsequent visual deficit were evaluated, as well as the severity of the cases. Results: Thirty-three (63.5%) of 52 patients were from the female gender, over which 30.3% had need for surgery and 18.2% developed visual deficit and 19 (36.5%) were from the male gender where 42.1% needed surgery and 26.3% developed visual deficit. Conclusions: The study has shown a higher prevalence of cases in the female gender, although the severity was higher in the male gender. <![CDATA[As principais causas de cegueira e baixa visão em escola para deficientes visuais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100026&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Identificar e analisar as principais causas de cegueira e baixa visão em escola para deficientes visuais. Métodos: Foram revisados 165 prontuários de alunos portadores de deficiência visual em instituição especializada no ensino de cegos, atendidos no período de agosto de 2013 a maio de 2014. As variáveis analisadas foram: idade, gênero, acuidade visual, diagnóstico principal e secundário, tratamento, recursos ópticos prescritos e prognóstico. Resultados: Dos 165 alunos avaliados, 91 alunos (55%) são legalmente cegos e apenas 74 (45%) dos alunos são enquadrados como baixa visão. As principais causas identificadas foram: retinopatia da prematuridade (21%), atrofia de nervo óptico (18%), glaucoma congênito (16%), distrofias retinianas (11%) e neoplasias (8%). As causas de baixa visão foram: catarata congênita (18%), glaucoma congênito (15%) e cicatriz de retinocoroidite (12%). As causas de cegueira evitáveis (preveníveis ou tratáveis) no estudo perfizeram um total de 52%. Conclusão: As principais causas de cegueira e baixa visão nos alunos do Instituto Benjamin Constant são por doenças evitáveis.<hr/>ABSTRACT Objective: Identify and analyze the main causes of blindness and low vision in school for blind. Methods: One hundred sixty-five medical records of visually impaired students were reviewed in an institution specialized in teaching the blind, treated between august 2013 and may 2014. The variables analyzed were age, sex, visual acuity, primary and secondary diagnoses, treatment, optical prescription features and prognosis. Results: 165 students were evaluated, 91 students (55%) are legally blind and only 74 (45%) of the students are classified as low vision. The main causes of blindness were: retinopathy of prematurity (21%), optic nerve atrophy (18%), congenital glaucoma (16%), retinal dystrophy (11%) and cancer (8%). The causes of low vision were: congenital cataract (18%), congenital glaucoma (15%) and retinochoroidal scarring (12%). Conclusions: The main causes of blindness and low vision in the Benjamin Constant Institute are from preventable diseases. <![CDATA[Obstrução congênita de vias lacrimais: série de casos de sondagem e intubação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100030&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar a relação entre a idade da intervenção cirúrgica em pacientes portadores de obstrução congênita das vias lacrimais e o sucesso obtido pelos mesmos. Métodos: Foram estudados 94 prontuários de pacientes com diagnóstico de obstrução congênita de vias lacrimais, assistidos no setor de oculoplástica do Hospital de Olhos do Paraná, no período de janeiro de 2006 a dezembro de 2012. Para diagnóstico e inclusão na pesquisa foram realizados a anamnese, exames oftalmológico geral e específico utilizando o Teste de Milder e o Teste de Obtenção de Fluoresceína na Orofaringe. Para determinar o tipo de intervenção (sondagem ou intubação) foram utilizados os critérios do serviço. Na análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado e o teste t de Student e adotado o nível de significância de 5%. Resultados: Quando comparados os resultados por idade, independente do tratamento, não houve associação significativa (p=0,223) entre a taxa de melhora e a idade. Conclusão: No presente estudo não houve diferença significativa entre a intervenção cirúrgica e as faixas etárias abordadas.<hr/>ABSTRACT Objective: To evaluate the relationship between age at surgery in patients with congenital lacrimal obstruction and success achieved by them. Methods: We studied 94 medical records of patients diagnosed with congenital lacrimal obstructions, assisted at the oculoplastic sector of the Hospital de Olhos do Paraná, in the period january 2006 to december 2012. For diagnosis and inclusion in the study, the clinical history were made, overall and specific ophthalmologic examination, with the tests: Milder and Observation Test of Fluorescein in the Oropharynx. To determine the type of intervention (probing or intubation) service criteria were used. In the statistical analysis, the chi-square and Student’s t test were used. Significance level of 5 % was adopted. Results: When comparing the results by age, regardless of treatment, there was no significant association (p = 0.223) between the rate of improvement and age. Conclusions: In the present study shows, there is no significant difference between the surgical interventions within the age groups addressed. <![CDATA[Forma clínica e fatores de risco associados ao estrabismo na binocularidade visual]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100034&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Identificar e analisar fatores de risco associados ao estrabismo, dados oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares. Métodos: Estudo prospectivo, descritivo e analítico realizado com 240 pacientes que consultaram pela primeira vez nos ambulatórios de estrabismo. Foram avaliadas a frequência e associação entre estrabismo, dados de exames oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares para identificação dos fatores de risco. Resultados: Observou-se maior prevalência de estrabismo em mulheres (56,96%) em relação aos homens (43,02%). A faixa etária mais atendida no ambulatório de estrabismo foi composta de crianças até 15 anos de idade (83,54%). Encontrou-se mais esotropia (55,27%) que exotropia (42,20%) e parcela menor de estrabismo vertical isolado (2,53%). A prematuridade foi associada ao estrabismo convergente (p=0,023) e não ao divergente (p=0,086). O diabetes mellitus materno foi associado à esotropia (p=0,024) e exotropia (p=0,036) no filho, mas a hipertensão arterial materna, uso de medicamentos para hipertensão e diabetes durante a gravidez e drogas ilícitas não foram estatisticamente significativos. Pacientes com paralisia cerebral tiveram mais associação com exotropia (p=0,008) que esotropia (p=0,019). Malformações congênitas, consanguinidade entre os pais e traumas oculares não apresentaram associação estatisticamente significativa para o estrabismo. A maioria dos pacientes com estrabismo apresentou boa acuidade visual corrigida e fundoscopia normal. Na análise de proporções a hipermetropia foi mais frequente na esotropia (68,7%). Conclusão: Os fatores de riscos internos e externos podem interferir na formação e desenvolvimento do olho na fase de plasticidade ocular, com prejuízo da binocularidade visual, podendo resultar em estrabismo. Há divergências com relação aos fatores de risco realmente associados e mais estudos são necessários para a identificação.<hr/>ABSTRACT Objective: To identify and analyze risk factors associated with strabismus, the eye data and personal and family history. Methods: A prospective, descriptive and analytical study, with 240 patients who consulted for the first time in strabismus clinics. We evaluated the frequency and association between strabismus and data eye examination and personal and family history to identify risk factors. Results: There was a higher prevalence of strabismus in women (56.96%) compared to men (43.02%). The age group most satisfied in strabismus clinic are children up to 15 years of age (83.54%). Met more esotropia (55.27%) than exotropia (42.20%) and lower portion of isolated vertical strabismus (2.53%). Preterm birth was associated with convergent strabismus (p = 0.023) but not the diverging (p = 0.086). Maternal diabetes mellitus was associated with esotropia (p = 0.024) and exotropia (p = 0.036) on the child, but the mother’s high blood pressure, medications for hypertension and diabetes during pregnancy and illicit drugs was not statistically significant. Patients with cerebral palsy association with exotropes had more (p = 0.008) which esotropia (p = 0.019). Congenital malformations, consanguinity between parents and ocular trauma showed no statistically significant association for strabismus. Most patients with strabismus showed good visual acuity, normal fundus. In the analysis of proportions farsightedness was more common in esotropia (68.7%). Conclusions: Internal and external risk factors can interfere in the formation and development of the eye in eye plasticity phase with impaired visual binocularity and may result in strabismus. There are differences with respect to risk factors associated truly and more studies are needed to identify. <![CDATA[Quedas e qualidade de vida de idosos com catarata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100040&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Investigar a associação entre quedas e qualidade de vida em idosos com catarata. Métodos: Tratou-se de estudo observacional com delineamento transversal, realizado no Distrito Federal, Brasil, com uma amostra de 38 idosos comunitários divididos em dois grupos: idosos caidores (n=18) e idosos não caidores (n=20). Avaliou-se por meio do instrumento National Eye Institute - Visual Function Questionnaire 25 (NEI-VFQ 25) a saúde geral dos indivíduos da amostra, assim como a qualidade de vida relacionada à saúde visual. A caracterização da amostra foi realizada por meio da análise descritiva a fim de avaliar a associação entre quedas e demais variáveis, utilizou-se o teste não paramétrico de Mann-Whitney (p&lt;0,05). Resultados: A faixa etária ≥ 70 anos prevaleceu entre os participantes da pesquisa (63,16%). Dentre os idosos que fizeram parte deste estudo, 36 (94,74%) relataram ter algum problema para enxergar. Idosos caidores apresentaram escore geral mais baixo, quando comparados aos não caidores (p=0,0159), apresentaram também maior dificuldade em realizar atividades para perto (p=0,0299) e para longe (p=0,0104), pior saúde mental (p=0,0001) e nível mais elevado de dependência (p=0,0008). Conclusão: As quedas interferem negativamente na qualidade de vida de idosos com catarata, tornando as ações para prevenção de quedas e o tratamento e/ou correção do déficit visual importantes para evitar prejuízos futuros.<hr/>ABSTRACT Objective: To investigate the association between falls and quality of life in elderly individuals with cataract. Methods: This was an observational and cross-sectional study carried out in the Federal District, Brazil, with a sample of 38 community-dwelling elderly individuals, who were divided into two groups: falling elderly (n=18) and non-falling elderly (n=20). The NEI-VFQ-25 was used as a tool to assess the patient overall health and the quality of life related to visual health. Sample characterization was performed by descriptive analysis and the nonparametric Mann-Whitney test (p&lt;0.05) was used to evaluate the association between falls and the other variables. Results: Elders within the age group ≥ 70 years old were the majority in this study. 36 participants (94.74%) of this study claimed to have some vision problems. Falling elderly presented lower scores when compared to the non-falling elderly (p=0.0159) and they also showed worse mental health (p=0.0001), higher level of dependence (p=0.0008) and greater difficulty to perform up close vision tasks (p=0.0299) and far vision tasks (p=0.0104). Conclusion: Falls have a negative impact on the quality of life of elderly individuals with cataract, which makes preventive actions and the treatment and/or correction of visual impairments important in order to avoid future harms. <![CDATA[Relação entre visão referida e visão aferida na primeira avaliação oftalmológica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100045&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Comparar a acuidade visual referida com a aferida no primeiro exame oftalmológico e correlacionar os achados com as variáveis: idade, gênero, escolaridade e nível de acuidade visual. Métodos: Foram levantadas fichas de pacientes atendidos em primeira consulta oftalmológica em uma clínica particular no período de um ano. Comparou-se a acuidade visual referida na história clínica com a obtida no exame oftalmológico. Para a tomada da acuidade visual utilizou-se a tabela de Snellen. Os dados foram tabulados em planilha Excel e submetidos à análise estatística. Adotou-se o nível de significância p=0,05. Resultados: Dos 300 pacientes avaliados, 66 (22%) apresentaram baixa visão (BV) ao exame oftalmológico; destes 46 (69,69%) referiram BV antes do exame e 20 (30,30%) não. Em relação ao gênero, não houve diferença estatística na presença (p=0,78) nem na percepção de BV (p=0,30). Todos os pacientes acima dos 75 anos tinham BV (p&lt;0, 0001); não houve diferença estatística significativa em relação à percepção de BV entre as faixas etárias (p=0, 166). O nível de escolaridade não influenciou na presença de BV (p=0, 112) e nem na percepção de BV (p=0, 945). Com relação ao nível da acuidade visual, todos os pacientes com perda visual severa haviam se apercebido deste fato e referiram BV na anamnese. Conclusão: Não houve diferença estatística significativa quanto à presença nem a percepção de BV entre gênero e escolaridade. No entanto, houve diferença estatística na presença de BV em relação às faixas etárias e na percepção de BV em relação ao nível de acuidade visual.<hr/>ABSTRACT Purpose: Compare self-reported vision with visual function measured in the first ophthalmologic evaluation and correlate the findings with the following variables: age, gender, educational status and visual acuity. Methods: Patients files treated in the first ophthalmologic evaluation at a private clinic were raised. Visual function measured at the appointment was carried out using the Snellen chart. Data has been tabulated in an Excel spreadsheet and subjected to statistical analysis (Fisher’s Exact test) in order to verify the influence of the variables according to p-value&lt; 0.05. Results: Out of 300 patients evaluated, 66 (22%) had low vision (LV) at the first ophthalmologic evaluation, 46 (69.69%) of them had reported LV before the exam and 20 (30.30%) had not. There was no statistical difference in the presence (p= 0.78) or in the perception of LV (p= 0.30) in relation to gender. All patients over 75 years-old had LV, which was significant in relation to the different age groups (p&lt; 0.0001). There was no significant difference in relation to the perception of LV between age groups (p= 0.166). Conclusion: Gender and educational status were not statistically significant. Age and visual acuity levels were significant according to the distribution of LV in those over 75 years-old and people with severe vision loss, respectively. <![CDATA[Associação entre hiperopia e outros erros refrativos e visuais em crianças]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100050&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Investigar a associação da hipermetropia com ambliopia, estrabismo, anisometropia e astigmatismo. Métodos: A hiperopia foi classificada em Grupo 1: maior ou igual a +5.00D; Grupo 2: maior que +3.25D e menor que +5.00D, com diferença de equivalente esférico maior ou igual a 0.50D; Grupo 3: maior que +3.25D e menor que +5.00D, com diferença de equivalente esférico menor que 0.50D e Grupo 4: com equivalente esférico maior e igual a +2.00D. O Grupo controle pertencente ao equivalente esférico menor que +2.00D. Resultados: A presença de hipermetropia maior e igual a SE+2.00D foi significativamente associada à maior proporção de crianças com ambliopia (27,2 vs. 14,8%, OR = 2,150, p&lt;0,001) e estrabismo (70,8 vs. 39,3%, OR = 3,758, p&lt;0,0001. A presença de hipermetropia também foi significativamente associada à maior proporção de anisometropia nos grupos com hipermetropia maior e igual a SE+2.00 (29,1 vs. 9,9%, OR = 3,708, p&lt;0,0001) e astigmatismo (24 vs. 9,9%, OR = 2,859 p&lt;0,0001). Conclusão: A presença e magnitude da hipermetropia entre crianças foram associadas à maior proporção de erros refrativos e visuais, como estrabismo, ambliopia, astigmatismo e anisometropia.<hr/>RESUMO Objective: Evaluate ocular trauma cases related to falling in elderly patients e compare the prevalence and severity of the cases. Methods: A series of cases was made with 52 patients aging 60 or more within the period of 36 months presenting ocular trauma related to falling, whereas the prevalence between the gender, the need for hospitalization or surgery and subsequent visual deficit were evaluated, as well as the severity of the cases. Results: Thirty-three (63.5%) of 52 patients were from the female gender, over which 30.3% had need for surgery and 18.2% developed visual deficit and 19 (36.5%) were from the male gender where 42.1% needed surgery and 26.3% developed visual deficit. Conclusions: The study has shown a higher prevalence of cases in the female gender, although the severity was higher in the male gender. <![CDATA[Enoftalmia causada por uso tópico unilateral de Bimatoprost]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100055&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O autor descreve o caso de uma paciente que apresenta o olho direito com o sulco palpebral profundo e enoftalmia deste lado, tratado durante uma década com Bimatoprost tópica. Concluem que os achados clínicos são provavelmente efeitos colaterais do medicamento.<hr/>ABSTRACT The author describes a case report of a patient with unilateral enophthalmia and deep palpebral sulcus probably induced by the topical use of Bimatoprost on the side of the collateral effects described. <![CDATA[Síndrome de Cogan Reese]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100058&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Estudo realizado para descrever um caso da síndrome de Cogan Reese. Paciente do sexo feminino, 55 anos, com diagnóstico de síndrome de Cogan Reese. Melhor acuidade visual de 0,67 em olho direito e 0,2 em olho esquerdo. Pelo exame biomicroscópico não se detectou anormalidades no olho direito. No olho esquerdo haviam nódulos pigmentados na superfície anterior da íris, irregularidades corneanas e buraco iriano (pseudopolicoria). A pressão intra-ocular era 18 mmHg no olho esquerdo e havia atrofia óptica glaucomatosa no disco óptico. A paciente havia sido submetida à trabeculectomia três anos atrás. Recentemente o tratamento medicamentoso possibilitou o controle relativo da pressão intraocular. Gonioscopia revelou sinéquias anteriores periféricas. A microscopia especular eletrônica mostrou ICE-cells e baixa contagem de células. A cirurgia filtrante para tratamento do glaucoma usualmente tem sucesso quando realizada precocemente, mas ela pode falhar devido à endotelização da fístula pela membrana anormal do endotélio corneano. O tratamento medicamentoso foi efetivo apesar da falha na trabeculectomia.<hr/>ABSTRACT Study conducted to report a case of Cogan Reese syndrome. Female patient, 55 years old with diagnosis of Cogan Reese syndrome. Best visual acuity of 0.67 in the right eye and 0.2 in the left eye. By biomicroscopic examination there was no abnormalities in the right eye. In the left eye there were pigmented nodules on the anterior surface of the iris, corneal irregularities and iris hole (pseudopolycoria). The intraocular pressure was 18 mmHg in the left eye and there was glaucomatous optic atrophy of the optic disk. The patient had been subjected to trabeculectomy three years ago. Recently medical treatment allowed the relative control of intraocular pressure. Gonioscopy revealed peripheral anterior synechiae. Corneal specular microscopy showed ICE-cells and low cell count. Glaucoma filtering surgery is usually successful when done early, but it may fail due to endothelialization of the fistula by the abnormal corneal endothelium. Medical treatment was effective despite a fail trabeculectomy. <![CDATA[Ptose miogênica na distrofia muscular oculofaríngea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100061&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Relato de caso de distrofia muscular oculofaríngea, doença genética de herança autossômica dominante e uma das causas de ptose miogênica adquirida. A paciente apresentou quadro de ptose palpebral bilateral e disfagia, achados clínicos típicos da doença, foi submetida a tratamento cirúrgico da ptose, com bom resultado estético e funcional.<hr/>ABSTRACT The authors report a case of oculopharyngeal muscular dystrophy, an autosomal dominant genetic disease, which leads to miogenic ptosis. This patient presented bilateral palpebral ptosis and dysphagia and underwent ptosis surgical treatment, with a good functional and aesthetic result. <![CDATA[Síndrome de Tolosa-Hunt]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100064&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A Síndrome de Tolosa Hunt é uma doença rara, cuja etiopatogenia é desconhecida. Apresenta-se como uma oftalmoplegia dolorosa de um ou mais nervos cranianos oculomotores, que regride espontaneamente e responde bem ao tratamento com corticoides. O presente estudo trata-se de um relato de caso de um paciente que apresentou seguidos casos de oftalmoplegias dolorosas, envolvendo o nervo oculomotor e o abducente sendo tratado com corticoesteroides obteve uma resposta dramática. Objetiva-se ainda descrever as características fisiopatológicas, clínicas, o diagnóstico diferencial, visto que é um diagnóstico de exclusão, e medidas terapêuticas instituídas de acordo com o International Headache Society 2004 (ISH-2004) através da apresentação do caso clínico conduzido com as normas do estudo supracitado.<hr/>ABSTRACT Tolosa Hunt syndrome is a rare disease, whose etiology is unknown. It presents as a painful ophthalmoplegia of one or more oculomotor cranial nerves, which resolves spontaneously and responds well to treatment with corticosteroids. This study is a case report of a patient who had followed painful oftalmoplegias cases involving the oculomotor and abdcens nerves being treated with corticosteroids, obtaining a dramatic response. Another goal is to describe the pathophysiological, clinical, differential diagnosis, since it is a diagnosis of exclusion, and the therapeutic measures adopted according to the International Headache Society 2004 (ISH-2004) by presenting the case study conducted with the standards the study cited above. <![CDATA[Miíase na topografia de saco lacrimal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100067&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A miíase é a infestação dos tecidos humanos por larvas Diptera. O comprometimento ocular é raro. Os autores apresentam um caso de miíase na topografia do saco lacrimal e discutem as modalidades terapêuticas para o tratamento desta doença.<hr/>ABSTRACT Myiasis is the invasion of human tissues by Diptera larvae. Ocular involvement is rare. The objective of this paper is to report a case of myiasis in the topography of the lacrimal sac and discuss current treatments for this disease. <![CDATA[Complicações primárias da interface do 'flap' de LASIK]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802016000100070&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Laser in situ Keratomileusis (LASIK) é uma das técnicas mais aceitas na cirurgia refrativa atualmente. Sua previsibilidade, reprodutibilidade, segurança e baixos índices de efeitos colaterais justificam a ampla difusão dessa técnica. Trata-se de um procedimento cirúrgico a laser cujo objetivo consiste na modificação da estrutura corneana, permitindo uma mudança do ponto focal do olho. Dessa forma, é possível corrigir ametropias tais como a miopia, astigmatismo e pequenos graus de hipermetropia. A técnica do LASIK consiste na criação de um flap corneano por meio da utilização de um microcerátomo ou do laser de femtossegundo. Em seguida, é realizada a aplicação do excimer laser sobre o leito estromal com posterior reposicionamento do flap, criando-se uma interface entre as lamelas anterior e posterior da córnea. Apesar das inúmeras vantagens, existem patologias que resultam de complicações primárias da interface do flap, que podem causar confusão no momento do diagnóstico, por possuírem semelhanças quanto à sua apresentação clínica. O objetivo desse trabalho é definir, caracterizar e comparar tais entidades com intuito de facilitar o diagnóstico diferencial dessas patologias evitando a adoção de um tratamento equivocado. Como resultado do estudo, são apresentadas recomendações quanto à conduta nos casos de cada patologia de interface, com investigação por meio da anamnese e exame clínico, a fim de permitir diagnóstico diferencial entre as principais entidades primárias da interface do procedimento LASIK.<hr/>ABSTRACT Laser in situ Keratomileusis (LASIK) is one of the most accepted techniques in refractive surgery today. Its predictability, reproducibility, safety and low incidence of side effects justify the wide diffusion of this technique. This is a laser surgical procedure which purpose consists in the modification of corneal structure, allowing a shift of the focal point of the eye. Thus, it is possible to correct refractive errors such as myopia, astigmatism and small degrees of hyperopia. The LASIK technique creates a corneal flap interface with the use of a microkeratome or femtosecond laser. Then, excimer laser is applied on the stroma bed followed by repositioning of the flap, creating an interface between the anterior and posterior corneal lamella. Despite the numerous advantages there are patologies that originate from primary complications of the interface which can caused confusion during diagnosis because they have similarities in their clinical presentation. The aim of this work is to define, characterize and compare those entities with the intention of making the diagnosis easier so that there is appropriate conduct. As result, this study presents recommendations for the management of each kind of interface disease through investigation by medical history and physical examination, in order to allow differential diagnosis between the main primary entities of the LASIK procedure interface.