Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Oftalmologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-728020180005&lang=pt vol. 77 num. 5 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Perfil clínico-epidemiológico de pacientes com pico hipertensivo após implante de válvula de Ahmed]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500235&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Objetivo: Relatar perfil clínico epidemiológico de pacientes que apresentaram o pico hipertensivo após o IVA e apontar possíveis fatores de risco associados. Métodos: Estudo retrospectivo, observacional e descritivo (revisão de prontuário de pacientes assistidos no IBOPC) de 2014 a 2016. Resultados: Foram analisados 40 pacientes com glaucoma submetidos à implante de válvula de Ahmed. O diagnóstico pré-operatório mais comum foi glaucoma secundário, sendo a indicação pós-transplante penetrante de córnea a mais frequente. 95% das cirurgias foi de implante de tubo isolado. 56% dos pacientes tinham cirurgia anti- glaucomatosa prévia. 46% necessitaram de procedimento cirúrgico posterior para manejo de complicações pós-operatórias, sendo que a mais frequente foi atalamia (9,7%). PIO média no pré-operatório = 28,6 ± 12.20mmHg, com uso de 3,41 medicações. Com 3 semanas a PIO média aumentou para 16mmHg, com uso de 0,42 medicações. Após 3 meses de cirurgia a PIO média estava em 16.5mmHg, com uso de 1,86 de medicações. Após 6 meses de seguimento a PIO média reduziu (16,4 ± 6.74mmHg), com 2,23 ± 1.45 medicações. A média da AV (Snellen) foi de 20/100p no pré-operatório e de 20/200 após 6° mês de cirurgia. Catorze pacientes preencheram os critérios para a FH, destes 6 obtiveram resolução da FH. Dos pacientes que desenvolveram a FH, 78,4% iniciaram a elevação da PIO entre a 2ª e 4ª semana de pós-operatório. Seis (14,6%) pacientes obtiveram sucesso cirúrgico completo, parcial em 36,6% e falência 31%. Conclusão: A fase hipertensiva pode ocorrer em parte dos pacientes após as semanas iniciais do procedimento cirúrgico. O conhecimento deste fenômeno, o preparo prévio do cirurgião, o acompanhamento regular do paciente e o controle da PIO com o uso de medicações são determinantes na resolução desta complicação.<hr/>Abstract Objective: To report the clinical epidemiological profile of patients who presented the hypertensive peak after VAT and to indicate possible associated risk factors. Methods: A retrospective, observational and descriptive study (review of medical records of patients assisted in the IBOPC) from 2014 to 2016. Results: We analyzed 40 patients with glaucoma submitted to Ahmed Glaucoma Valve implant. The most common preoperative diagnosis was secondary glaucoma, with the most frequent corneal penetrating post-transplant indication. 95% of the surgeries were of isolated tube implantation. 56% of patients had previous anti-glaucomatous surgery. 46% needed a posterior surgical procedure to manage postoperative complications, and the most frequent was atalamia (9.7%). IOP preoperatively = 28.6 ± 12.20mmHg, with use of 3.41 medications. At 3 weeks the mean IOP increased to 16mmHg, with use of 0.42 medications. After 3 months of surgery the mean IOP was 16.5mmHg, with use of 1.86 of medications. After 6 months of follow-up the mean IOP decreased (16.4 ± 6.74 mmHg), with 2.23 ± 1.45 medications. The mean of the AV (Snellen) was 20 / 100p in the preoperative period and 20/200 after the 6th month of surgery. Fourteen patients fulfilled the criteria for HP, of which 6 obtained HP resolution. Of the patients who developed HP, 78.4% started to elevate IOP between the 2nd and 4th postoperative week. Six (14.6%) patients had complete surgical success, partial in 36.6% and bankruptcy in 31%. Conclusion: The hypertensive phase may occur in part of the patients after the initial weeks of the surgical procedure. The knowledge of this phenomenon, the previous preparation of the surgeon, the regular monitoring of the patient and the control of IOP with the use of medications are determinant in the resolution of this complication. <![CDATA[Aspectos qualitativos das rupturas e afinamentos da membrana de Descemet no exame histopatológico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500240&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Objetivo: Descrever os diferentes tipos de rupturas e afinamentos da membrana de Descemet encontrados no exame histopatológico, questionando uma possível relação entre eles. Métodos: Estudo observacional, transversal, retrospectivo e descritivo de botões corneanos provenientes de ceratoplastia penetrante, durante o período escolhido de forma aleatória de quatro anos: 2006, 2010, 2014 e 2015. A coloração foi realizada com Hematoxilina-eosina (HE). Após o preparo, os tecidos foram examinados com microscópio óptico pelos autores. Selecionamos apenas os casos de rupturas ou afinamento da membrana de Descemet no exame histopatológico, e classificamos os diferentes tipos desses achados. Resultados: As rupturas encontradas foram classificadas em total ou comum, parcial, fratura e bisel. Os afinamentos foram divididos em generalizado, localizado e extensivo. Conclusão: Apresentamos várias nuances das rupturas e dos afinamentos da membrana de Descemet no exame histopatológico. Os achados sugerem, considerando apenas aspectos mecânicos, uma possível relação entre afinamento e ruptura como causa e efeito.<hr/>Abstract Objective: To describe the different types of ruptures and thinning of Descemet's membrane found in the histopathological examination, questioning a possible relationship between them. Methods: Observational, transversal, retrospective and descriptive study of corneal buttons from penetrating keratoplasty during the randomly chosen period of four years: 2006, 2010, 2014 and 2015. The staining was performed with hematoxylin-eosin (HE). After preparation, the authors examined the tissues with an optical microscope. We selected only the cases of rupture or thinning of Descemet's membrane in histopathological examination and classified the different types of these findings. Results: The ruptures found were classified as total or common, partial, fracture and bevel. The thinnings were divided into generalized, localized and extensive. Conclusion: We presented several nuances of Descemet's membrane ruptures and thinning in histopathological examination. Considering only mechanical aspects, the findings suggest a possible relationship between thinning and rupture as cause and effect. <![CDATA[Avaliação do tempo de ruptura lacrimal não invasivo e da altura do menisco lacrimal após a instilação de três diferentes formulações de colírio anestésico por Oculus Keratograph 5M]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500244&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Purpose: To assess the non-invasive tear break-up time (NITBUT) and tear meniscus height (TMH) after instilling the three different types of anesthetic eye drops by Oculus Keratograph 5M. Methods: In this prospective study, 85 healthy subjects (85 eyes) were randomly divided into three groups. The groups were randomly received lidocaine hydrochloride 2%, proparacaine hydrochloride 0.5%, and tetracaine hydrochloride 0.5%. The qualitative and quantitative parameters of tear film were assessed using NITBUT and TMH, respectively. In all groups, the quantity of tear film using TMH was measured in the right eye of subjects, while the quality of tear film using NITBUT was assessed in the left eye. The analysis of variance (ANOVA) was used to compare the difference between before and after the intervention. A P-value &lt; 0.05 was considered significant. Results: Differences for TMH and NITBUT between before and after applying lidocaine hydrochloride 2% were not statistically significant (P &gt; 0.05). The mean values of NITBUT and TMH after the instillation of proparacaine hydrochloride 0.5% showed a significant decrease than before the intervention (P &lt; 0.05). Also, after the use of tetracaine hydrochloride 0.5%, the mean value of NITBUT was significantly increased (P &lt; 0.05), but the mean value of TMH was significantly decreased than before the intervention (P &lt; 0.05). Conclusion: Our study showed that lidocaine hydrochloride 2% as an anesthetic eye drops can be an appropriate choice for eye examinations due to a lack of significant effect on the quantity and quality of tear film.<hr/>Resumo Objetivo: Avaliar o tempo de ruptura lacrimal não invasivo (NITBUT) e a altura do menisco lacrimal (TMH) após instilar os três tipos diferentes de colírio anestésico pelo Oculus Keratograph 5M. Métodos: Neste estudo prospectivo, 85 indivíduos saudáveis (85 olhos) foram divididos aleatoriamente em três grupos. Os grupos receberam aleatoriamente cloridrato de lidocaína a 2%, cloridrato de proparacaína a 0.5% e cloridrato de tetracaína a 0.5%. Os parâmetros qualitativos e quantitativos do filme lacrimal foram avaliados utilizando NITBUT e TMH, respectivamente. Em todos os grupos, a quantidade de filme lacrimal utilizando TMH foi medida no olho direito dos sujeitos, enquanto a qualidade do filme lacrimal usando NITBUT foi avaliada no olho esquerdo. A análise de variância (ANOVA) foi utilizada para comparar a diferença entre antes e depois da intervenção. Um valor de P &lt; 0.05 foi considerado significativo. Resultados: Diferenças para TMH e NITBUT entre antes e depois da aplicação de cloridrato de lidocaína a 2% não foram estatisticamente significantes (P &gt; 0.05). Os valores médios de NITBUT e TMH após a instilação de cloridrato de proparacaína a 0.5% mostraram uma diminuição significativa do que antes da intervenção (P &lt; 0.05). Além disso, após o uso de cloridrato de tetracaína a 0.5%, o valor médio de NITBUT foi significativamente aumentado (P &lt; 0.05), mas o valor médio de TMH foi significativamente menor do que antes da intervenção (P &lt; 0.05). Conclusão: Nosso estudo mostrou que o cloridrato de lidocaína a 2% como colírio anestésico pode ser uma escolha apropriada para exames oftalmológicos devido à falta de efeito significativo sobre a quantidade e a qualidade do filme lacrimal. <![CDATA[Comparação da medição da pressão intraocular entre o tonômetro Icare PRO, o tonômetro de aplanação de Goldmann e o tonômetro de não-contacto em olhos saudáveis e olhos glaucomatosos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500248&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Purpose: To validate the comparative measurements of intraocular pressure performed with IcarePRO tonometer (IPT) in relation to Goldmann applanation tonometer (GAT) and non-contact tonometer (NCT), as well as to evaluate the influence of central corneal thickness (CCT) on these values. Methods: This was a prospective and comparative study conducted during 6 months in the Department of Ophthalmology, Hospital de Braga, Portugal. The study population comprised two groups: healthy adults and adults with primary open angle glaucoma (POAG). The IOP values were obtained by the three tonometers and the order of execution was randomly selected. CCT values were obtained by ultrasonic pachymetry. Results: A total of 168 eyes (74 with diagnosis of POAG and 94 healthy) of 84 patients were included in this study. The mean IOP values obtained by IPT, GAT and NCT were 17.36±3.78 mmHg; 14.59±3.32 mmHg; and 17.04±4.01 mmHg, respectively. The comparison between IPT and NCT did not reveal statistically significant differences in the two groups studied. However, statistically significant differences were obtained between IPT and GAT values (p &lt;0.001). The IOP values, recorded by all the tonometers, were significantly and positivily correlated with the CCT (p &lt;0.001). Conclusion: IOP readings measured by IPT are comparable with those obtained by NCT, but higher than those obtained by the GAT. CCT values are correlated with IOP measurements with IPT, as it does in GAT and NCT, and should be always taken into consideration.<hr/>Resumo Objetivo: Validar os valores de pressão intraocular (IOP) realizados com o tonômetro IcarePRO (IPT) em relação ao tonômetro de aplanação de Goldmann (GAT) e tonômetro de sopro (NCP), assim como avaliar a influência da espessura central da córnea (CCT) nesses valores. Métodos: Estudo prospectivo e comparativo realizado durante 6 meses consecutivos no Departamento de Oftalmologia do Hospital de Braga, Portugal. A população estudada compreendeu dois grupos: adultos saudáveis e adultos com glaucoma primário de ângulo aberto (POAG). Os valores de IOP foram obtidos pelos três tonômetros e a ordem de execução foi selecionada aleatoriamente. Os valores de CCT foram obtidos por paquimetria ultrassônica. Resultados: Um total de 168 olhos (74 com diagnóstico de POAG e 94 saudáveis) de 84 pacientes foram incluídos neste estudo. Os valores médios de IOP obtidos pelo IPT, GAT e NCT foram de 17.36±3.78 mmHg; 14.59±3.32 mmHg; e 17.04±4.01 mmHg, respectivamente. A comparação entre IPT e NCT não revelou as diferenças estatisticamente significativas nos dois grupos estudados. No entanto, foram obtidas diferenças estatisticamente significativas entre os valores registados pelo IPT em comparação ao GAT (p &lt;0.001). Os valores de IOP, medidos por todos os tonômetros, foram significativamente correlacionados com a CCT (p &lt;0.001). Conclusão: As leituras de PIO medidas pelo IPT são comparáveis às obtidas pelo NCT, mas superiores às obtidas pelo GAT. Os valores de CCT estão correlacionados com medidas de IOP, tal como acontece com o GAT e NCT, pelo que devem ser levados em considerados. <![CDATA[Perfil epidemiológico do paciente submetido ao mutirão de catarata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500255&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Objetivo: Avaliar a eficácia do mutirão de cirurgia de catarata realizado em um município, em 2017, visando o incremento na produção de cirurgias de catarata e a redução da prevalência de catarata na população. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, descritivo, transversal e retrospectivo a partir da análise de dados do mutirão de catarata desenvolvida, no ano de 2017, por intermédio de informações de registros obtidas junto ao Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS) e o Sistema de Informação Hospitalar (SIH/SUS), concomitante com a Secretaria de Saúde de Itajubá. Foram realizadas análises estatísticas de acordo com características da amostra e considerado p-valor. Resultados: No estudo, observou-se que a significativa demanda regional por cirurgias de catarata, com destaque para a Fundação Hilton Rocha em Belo Horizonte, com 2030 no total. Na Santa Casa, foram atendidos 538 pacientes, em que todos estes realizaram o exame de ceratometria, 269 fizeram a biometria e o mapeamento de retina em ambos os olhos e por fim 195 pessoas fizeram a cirurgia de catarata do olho direito e 193 do olho esquerdo, totalizando 388 cirurgias. Sendo que 54% da demanda foi agendada. Em uma Clínica Especializada Assistência Médica, foram atendidos 446 pacientes, em que todos estes realizaram o exame de ceratometria, 352 fizeram a biometria do olho direito e 387 do olho esquerdo, 321 realizaram o mapeamento de retina do olho direito e 376 do olho esquerdo e por fim 200 pessoas fizeram a cirurgia de catarata do olho direito e 200 do olho esquerdo, totalizando 400 cirurgias. Conclusão: Os dados vão de encontro com a amostragem do presente estudo, já que foi possível perceber a grande demanda por cirurgias de catarata nas diferentes regiões e o grande impacto que o mutirão realizou na cidade, melhorando a qualidade de vida das pessoas. Dessa forma, o mutirão realizado foi de extrema importância, uma vez que com a cirurgia, evita-se que o quadro de catarata evolua para uma perda total da visão.<hr/>Abstract Objective: To evaluate the efficacy of cataract surgery performed in the city in 2017, aiming to increase the production of cataract surgeries and reduce the prevalence of cataract in the population. Methods: This is an observational, descriptive, cross-sectional and retrospective study based on the data analysis of the cataract mutirão developed in Itajubá, in the year 2017, through information from records obtained from the Outpatient Information System (SIA / SUS) and the Hospital Information System (SIH / SUS), concomitant with the Health Department. Statistical analyzes were performed according to sample characteristics and considered p-value. Results: In the study, there was a significant regional demand for cataract surgeries, especially the Hilton Rocha Foundation in Belo Horizonte, with 2030 in total. At Santa Casa, 538 patients were seen, all of whom underwent keratometry, 269 did the biometry and the retinal mapping in both eyes and finally 195 people underwent cataract surgery of the right eye and 193 of the left eye, totaling 388 surgeries. Being that 54% of the demand was scheduled. At the Specialized Medical Assistance Clinic, 446 patients were attended, all of whom performed the keratometry exam, 352 did the right eye biometrics and 387 left eye examinations, 321 performed the right eye retinal mapping and 376 of the left eye and finally 200 people underwent cataract surgery of the right eye and 200 of the left eye, totaling 400 surgeries. Conclusion: The data are in agreement with the sample of the present study, since it was possible to perceive the great demand for cataract surgeries in the different regions and the great impact that the collective mobilization for cataract surgery carried out in the city, improving the quality of life of the people. Thus, the effort made was extremely important, since with surgery, it is avoided that the cataract situation evolves into a total loss of vision. <![CDATA[Toxicidade retiniana pela hidroxicloroquina: frequência em um ambulatório de Oftalmologia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500261&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Hydroxychloroquine is widely used by rheumatologists for the treatment of various diseases, such as systemic lupus erythematosus and rheumatoid arthritis because of its safety and low cost. However, it can cause retinal abnormalities. Until today, there is no Brazilian protocol for screening for retinal changes in these patients. We reviewed the medical records and optical coherence tomography of all patients who had attended at Hychloroquine Ambulatory of HFSE, in the period from March/ 2015 until November/2016.<hr/>Resumo A Hidroxicloroquina é amplamente utilizada por reumatologistas para o tratamento de várias condições, como os lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide, pelo seu baixo custo e relativa segurança. Porém, esta droga pode causar danos à retina. Até o presente momento, não há protocolo brasileiro para o screening de alterações retinianas devido ao uso desta medicação. Foi realizada revisão de prontuário e análise de imagens de tomografia de coerência óptica de pacientes atendidos no período de Março de 2015 a Novembro de 2016 no ambulatório de Hidroxicloroquina do Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. <![CDATA[Acuidade visual de crianças de 6 a 10 anos de idade: estudo em duas escolas públicas do sertão da Paraíba]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500264&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Objetivo: Avaliar a acuidade visual de crianças de 6 a 10 anos de idade em duas escolas públicas do município de Patos, Paraíba. Métodos: Estudo transversal, quantitativo, nas escolas E.M.E.F. Dom Expedito Eduardo de Oliveira e CIEP II Anésio Leão/Miguel Mota, que envolveu um total de 195 alunos. A coleta dos dados foi realizada com o auxílio de um instrumento para a coleta das informações, realização de entrevista com os alunos e a acuidade visual foi aferida pela utilização do Teste de Snellen. O estudo foi realizado entre os meses de janeiro e maio de 2018. Os dados provenientes dos instrumentos de coleta utilizados, foram compilados no Programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS - versão 21.0), em que foi feita uma análise estatística do tipo descritiva. Resultados: Do total de 195 alunos das escolas selecionadas, 154 participaram dos testes de acuidade visual realizados por meio da Tabela de Snellen e 28 destes apresentaram baixa acuidade visual e foram encaminhados para a consulta com o oftalmologista. Conclusão: Os principais erros de refração foram encontrados: miopia, astigmatismo e hipermetropia. Além disso, foi observado que a prevalência de baixa acuidade e teve um decréscimo bastante relevante de acordo com os estudos publicados entre 2003 e 2017.<hr/>Abstract Objective: To evaluate the visual acuity of children from 6 to 10 years of age in two public schools in the city of Patos, Paraíba. Methods: Cross-sectional, quantitative study in schools E.M.E.F. Dom Eduardo Expedito de Oliveira and CIEP II Anésio Leão / Miguel Mota, which involved a total of 195 students. The data collection was performed with the aid of an instrument to collect information, conduct interviews with the students and visual acuity was measured using the Snellen Test. The study was carried out between January and May of 2018. Data from the collection instruments used were compiled in the Statistical Package for Social Sciences (SPSS - version 21.0), and a descriptive statistical analysis was done. Results: Of the total of 195 students from the selected schools, 154 participated in the visual acuity tests performed through the Snellen Table and 28 of them presented low visual acuity and were referred to the ophthalmologist. Conclusion: The main refractive errors found were myopia, astigmatism and hypermetropia. In addition, it was observed that the prevalence of low acuity had a significant decrease according to studies published since 2003 to 2017. <![CDATA[Ângulos visuais: Artigo sobre a importância para o Implante de Lentes Intraoculares Multifocais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500268&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Objetivos: Medir o ângulo lâmbda (AL) em indivíduos no pré-operatório de facectomias, correlacionando a sua presença com o comprimento axial e o esférico dos olhos. Sugerir condutas para o implante de LIO multifocal de acordo com a presença do ângulo lâmbda. Métodos: Estudo transversal em 128 olhos de 74 indivíduos candidatos à cirurgia de catarata para registrar a equivalente presença do ângulo lâmbda. Resultados: Avaliando o ângulo lâmbda observou-se uma correlação positiva (r= 0,559 / p= 0,000) para o tamanho desse ângulo comparando-se os dois olhos. Não houve correlação entre o tamanho do ângulo lâmbda e o equivalente esférico no olho direito (r= -0,027 / p= 0,840), mas foi verificada correlação positiva para o olho esquerdo (r= 0,313 / p= 0,013). A presença da hipermetropia correlacionou com os comprimentos axiais pequenos, assim como a miopia com os grandes. Observou-se correlação negativa entre o tamanho do ângulo lâmbda e o comprimento axial para os dois olhos, sendo de r= -0,249 para o olho direito (p= 0,042) e r= -0,281 para o olho esquerdo (p= 0,018) Conclusões: Houve correlação entre a presença de ângulo lâmbda maior e comprimentos axiais menores para os dois olhos. Para o equivalente esférico hipermétrope houve correlação com a presença de um ângulo lâmbda maior apenas para o olho esquerdo. Esse trabalho sugere parcimônia nos implantes de LIO multifocal na presença de ângulo lâmbda significativo, baseado na teoria que a presença desse ângulo é reguladora do equilíbrio entre as aberrações da superfície corneana versus cristalineanas.<hr/>Abstract Objectives: To measure the labral angle (LA) in individuals in the preoperative period of facectomies, correlating their presence with axial length and spherical equivalent of the eyes. Suggest conduits for the implantation of multifocal IOL according to the presence of the lambda angle. Methods: A cross-sectional study of 128 eyes of 74 individuals who were candidates for cataract surgery to record the presence of the lambda angle. Results: A positive correlation (r = 0.559 / p = 0.000) was observed for the angle of this angle by comparing the two eyes. There was no correlation between the size of the lambda angle and the spherical equivalent in the right eye (r = -0.027 / p = 0.840), but a positive correlation was observed for the left eye (r = 0.313 / p = 0.013). The presence of hyperopia correlated with small axial lengths, as did myopia with large ones. There was a negative correlation between the angle of the tongue and the axial length of the two eyes, with r = -0.249 for the right eye (p = 0.042) and = 0.281 for the left eye (p = 0.018). Conclusions: There was a correlation between the presence of a larger lambda angle and smaller axial lengths for both eyes. For the spherical hypermétrope equivalent, there was a correlation with the presence of a larger blunt angle only for the left eye. This work suggests parsimony in multifocal IOL implants in the presence of a significant lamella angle, based on the theory that the presence of this angle regulates the balance between corneal versus crystaline surface aberrations. <![CDATA[Astigmatismo Corneano em candidatos à cirurgia de catarata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500272&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Purpose: To report the prevalence and analyse corneal astigmatism patterns in cataract surgery candidates. Methods: Researchers examined 2136 eyes from 1204 patients for cataract surgery from 1 January to 31 December 2016. All the candidates were evaluated with partial coherence interferometry (IOLMaster). The results were analysed statistically in relation to qualitative and quantitative variables. Results: The mean age of the patients was 71.9 years with a female predominance. Mean corneal astigmatism was 1.0 dioptre (D). Against the rule (ATR) astigmatism increased with age. Women presented with steeper corneas than men. In those patients who had both eyes measured, we found strong correlations between amount of right and left eye astigmatism, axis and keratometry. Overall, 39% of the eyes had corneal astigmatism &gt; 1.00 D and 19% &gt;1.50 D. Conclusions: A significant percentage of our population presents with corneal astigmatism &gt; 1.00 D with a shift from WTR (with the rule) to ATR with increasing age. Our findings, in a population that has never been described before, will be helpful to surgeons to enhance surgical techniques, patients to improve visual outcomes, IOL (intraocular lens) manufacturers to make better designs and health agents to optimise resources.<hr/>Resumo Objetivo: Relatar a prevalência e analisar os padrões de astigmatismo corneano em candidatos à cirurgia de catarata. Métodos: Os pesquisadores examinaram 2136 olhos de 1204 pacientes a cirurgia de catarata de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2016. Todos os candidatos foram avaliados com interferometria de coerência parcial (IOLMaster). Os resultados foram analisados estatisticamente em relação às variáveis qualitativa e quantitativa. Resultados: A média de idade dos pacientes foi de 71,9 anos, com predomínio do sexo feminino. A média de astigmatismo corneano foi de 1,0 dioptria (D). Contra a regra (ATR), o astigmatismo aumentou com a idade. As mulheres apresentaram córneas mais íngremes que os homens. Nos pacientes que tiveram os dois olhos medidos, encontramos fortes correlações entre quantidade de astigmatismo nos olhos direito e esquerdo, eixo e ceratometria. No geral, 39% dos olhos tinham astigmatismo corneano &gt;1,00 D, e 19% &gt; 1,50 D. Conclusões: Uma percentagem significativa da nossa população apresenta astigmatismo corneano &gt;1,00, D com uma mudança de WTR (a favor da regra) para ATR (contra a regra) com o aumento da idade. Nossas descobertas em uma população que nunca foi descrita antes serão úteis para os cirurgiões melhorarem suas técnicas cirúrgicas, os pacientes melhorarem seus resultados visuais, os fabricantes de LIOs (lentes intraoculares) criarem projetos melhores, e os agentes de saúde otimizarem os recursos. <![CDATA[Oftalmia simpática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500278&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Relatar um caso de um paciente portador de Oftalmia Simpática (OS), com descolamento seroso da retina documentado através de tomografia de coerência óptica de domínio spectral (SD OCT), indocianina verde (ICG) e angiofluoreceinografia (AGF), que o diagnóstico foi realizado em uma consulta de rotina e iniciado tratamento clínico .<hr/>Abstract To report the case of a patient with sympathetic ophthalmia (OS), with serous detachment of retinal documented by spectral domain optical coherence tomography (OCT), indocyanine green (ICG) and angiofluorecephography (AGF). The diagnosis was made in a routine consultation and clinical treatment was initiated. <![CDATA[Doença de Coats associada a tumor vasoproliferativo tratada com crioterapia e injeções intravítreas de triancinolona]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500282&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Report of a case of Coats disease associated with retinal vasoproliferative tumor in a young female patient with two peripheral vascularized tumors and lipid exudation involving the macula and peripapillary region with serous retinal detachment areas and pre-papillary fibrous proliferation. The proposed and performed treatment was the intravitreal injection of triamcinolone acetonide to decrease the tumor exudation, followed by photocoagulation of the peripheral areas of telangiectasia without subretinal fluid and cryotherapy of the tumors. Despite that this is a rare and difficult to treat combination, in this case report, success was obtained in receding the tumor masses and reapplying the retina, leading to anatomic and visual stabilization.<hr/>Resumo Relato de um caso de Doença de Coats associada a tumor vasoproliferativo de retina em uma paciente jovem com duas tumorações vascularizadas periféricas e exsudação lipídica acometendo mácula e região peripapilar com áreas de descolamento de retina seroso e proliferação fibrosa pré-papilar. O tratamento proposto e realizado foi a injeção intra-vítrea de triancinolona para diminuir a exsudação do tumor, seguida de fotocoagulação periférica das áreas de telangiectasia sem fluido subretiniano e criocoagulação dos tumores. Apesar de se tratar de uma associação rara e de difícil tratamento, neste relato de caso, obteve-se êxito em regredir as massas tumorais e reaplicar a retina, levando à estabilização anatômica e visual. <![CDATA[Apresentação periorbitária de doença relacionada ao IgG4]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500286&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A doença relacionada ao IgG4 é uma condição imunomediada caracterizada pela presença de lesões com reação inflamatória associada à fibrose e à infiltração linfoplasmocitária rica em plasmócitos tissulares IgG4 positivos, compondo um espectro de doenças fibroproliferativas. A patogênese da DRIgG4 ainda é pouco compreendida e o tratamento é empírico. Relatamos o caso de um homem de 50 anos com lesões amareladas palpebrais associadas a edema local, diagnosticadas previamente como processo alérgico, até que biópsia com estudo imuno-histoquímico e dosagem de IgG4 sérico aventaram a hipótese de doença relacionada ao IgG4. Foi iniciado tratamento com corticoide e rituximabe, observando-se estabilização do quadro e sem apresentação de outras formas clínicas da doença.<hr/>Abstract IgG4-Related Disease is an immunomediated condition that is characterized by the presence of inflammatory lesions associated with fibrosis and lymphoplasmacytic infiltration rich in positive IgG4 tissue plasmocytes, forming a spectrum of fibroproliferative diseases. The pathogenesis of IgG4-RD is still poorly understood and the treatment is empirical. We report the case of a 50-year-old man with yellow eyelid lesions associated with local edema, previously diagnosed as an allergic process, until biopsy with immunohistochemical study and serum IgG4 dosage revealed the hypothesis of IgG4 related disease. Treatment with corticoid and rituximab was initiated, showing stabilization of the condition, without presenting other clinical forms of the disease. <![CDATA[Síndrome de Tolosa-Hunt]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500289&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract We present a case study of Tolosa-Hunt syndrome, a rare idiopathic disease, that is characterized by painful ophthalmoplegia of strong intensity, generally affecting the third cranial nerve, and, less frequently, the fourth or the sixth cranial nerves. Usually, there is no visual impairment. The treatment is based on corticosteroids with satisfactory results in most cases although recurrences can occur at intervals from months to years. In our case, the patient presented sudden pain periorbital associated with cranial nerves involvement, which have an excellent outcome after treatment with corticosteroids, with no relapses until today.<hr/>Resumo Nós apresentamos um caso de Síndrome de Tolosa-Hunt, uma doença idiopática rara, caracterizada por oftalmoplegia dolorosa, de forte intensidade, geralmente afetando o terceiro par craniano, e, menos frequentemente, o quarto e/ou o sexto par. Geralmente, não há acometimento visual. O tratamento é feito com base em corticóides com resultados satisfatórios na maior parte dos casos, embora recorrências possam ocorrer após meses a anos. Relatamos caso de paciente masculino de 36 anos, com diagnóstico prévio de sífilis congênita e esquizofrenia, com dor periocular súbita associada com envolvimento de pares cranianos, que teve melhora total após vigência de corticoterapia, sem recorrências até a presente data. <![CDATA[Psicofísica visual em caso de toxoplasmose ocular congênita]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500292&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A toxoplasmose ocular congênita é uma manifestação da infecção pelo parasita Toxoplasma gondii que ocorrer por meio placentário. Essa doença pode provocar importantes sequelas visuais. Este trabalho descreve um estudo de caso que utilizou avaliação psicofísica visual para descrever alterações funcionais decorrentes da toxoplasmose ocular congênita. A avaliação foi realizada em paciente de 30 anos, sexo masculino, residente em São Luís (MA), hígido com histórico da mãe ter apresentado infecção por toxoplasmose no período gestacional. Somente aos 26 anos foi feita uma avaliação médica detalhada que descreveu lesão na fóvea do olho direito. Na avaliação clínica clássica e na avaliação psicofísica visual, o paciente apresentou visão normal para o olho esquerdo. O olho direito apresentou baixa acuidade visual (valor decimal: 0,028), campo visual com escotomas localizados até 20º de ângulo visual e alteração da visão de cor. O estudo fornece informações médicas seguras e relevantes para o diagnóstico de toxoplasmose ocular congênita utilizando testes eficazes, de baixo custo e boa portabilidade, possibilitando uma alternativa de diagnóstico funcional para ser aplicada em locais de difícil acesso pelo interior do Brasil.<hr/>Abstract Congenital ocular toxoplasmosis is a manifestation of infection by the parasite Toxoplasma gondii that occurs through the placenta. This disease can lead to important visual sequelae. This paper describes a case report that uses visual psychophysics for the alterations of congenital ocular toxoplasmosis. The evaluation was performed in a 30-year-old man, a resident of São Luís (MA), with a history of his mother have had toxoplasmosis in the gestational period. Only at 26 years-old he did the detailed medical evaluation that described a lesion the fovea of the right eye. In the classic clinical examination and in visual psychophysical evaluation, the patient presented normal vision for the left eye. The right eye had low visual acuity (decimal value: 0.028), visual field with scotomas up to 20º of visual angle and alteration of color vision. The study offers safe and relevant medical information for the diagnosis of congenital ocular toxoplasmosis using a low-cost evaluation and with good portability, allowing a functional diagnostic alternative to be applied in places difficult to access in the interior of Brazil. <![CDATA[Da visão à cidadania: tipos de tabelas de avaliação funcional da leitura na educação especial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500296&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A importância da leitura já foi amplamente demonstrada ao longo do tempo e vem sendo mais profundamente compreendida e elucidada através de estudos científicos. No caso de pessoas com baixa visão, a leitura pode ser a garantia de acesso à educação e consequentemente à cidadania. Por isso, permitir boa capacidade de leitura tornou-se objeto de estudo de diversos pesquisadores. O desafio de garantir uma boa leitura é ainda maior no caso de pessoas portadoras de baixa visão, e frequentemente auxílios ópticos e tecnológicos são necessários para que a leitura se torne possível e seja fluida. Diversas tabelas, como a MNRead, Radner, Bailey-Lovie, entre outras, têm sido utilizadas para avaliar a capacidade de leitura, o tamanho mínimo de letra suficiente para a leitura fluente, e a velocidade máxima de leitura em palavras ou caracteres por minuto. Essas tabelas foram desenvolvidas e calibradas de acordo com normas internacionais, tornando-se padronizadas e adequadas para a aquisição de dados que poderão ser utilizados em pesquisas científicas reprodutíveis em qualquer parte do mundo. As tabelas possuem versões em diversas línguas, e a única tabela padronizada e traduzida para o português brasileiro disponível atualmente é a MNRead-P. Discutimos aqui as diferentes tabelas, a importância de sua calibração, e sua utilização na prática. As medidas obtidas com as tabelas de leitura são de grande importância para o planejamento do tratamento e acompanhamento de indivíduos com baixa visão, pois as comparações são feitas a partir de um parâmetro individual, entre as medidas do próprio indivíduo, em diferentes momentos, indicando melhora ou piora da qualidade de leitura. A alfabetização de indivíduos com deficiência visual é parte do exercício pleno de sua cidadania. A educação é a lente por meio da qual a pessoa é vista e enxerga a sociedade. Educar os portadores de deficiência é por si só uma forma de inclusão. Por isso, auxiliar os portadores de baixa visão pode ser um diferencial no seu desenvolvimento, permitindo a adequada composição do núcleo de identidade do indivíduo.<hr/>Abstract The importance of reading hability has already been greatly shown throughout time and has been studied and understood through scientific research. In the case of people with low vision, reading can be the guarantee of access to education and, consequently, to citizenship. Therefore, allowing good reading ability has become the object of study of several researchers. The challenge of ensuring good reading is even greater for people with low vision, and often optical and technological aids are needed to make reading possible and fluid. Several tables, such as MNRead, Radner, Bailey-Lovie, among others, have been used to evaluate reading ability, minimum letter size for fluent reading, and maximum reading speed in words or characters per minute. These tables have been developed and calibrated according to international standards, becoming standardized and suitable for the acquisition of data that can be used in reproducible scientific research anywhere in the world. The tables have versions in several languages, and the only table standardized and translated into Brazilian Portuguese currently available is MNRead-P. We discuss here the different tables, the importance of their calibration, and their practical use. The measurements obtained with the reading tables are of great importance for planning the treatment and follow-up of individuals with low vision, since the comparisons are made from an individual parameter, between the individual's measurements, at different moments, indicating improvement or worse reading quality. The literacy of visually impaired individuals is part of the full exercise of their citizenship. Education is the lens through which the person is seen and sees society. Educating people with disabilities is in itself a form of inclusion. Therefore, assisting low vision sufferers may be a differential in their development, allowing adequate composition of the individual's identity core. <![CDATA[Errata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72802018000500303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A importância da leitura já foi amplamente demonstrada ao longo do tempo e vem sendo mais profundamente compreendida e elucidada através de estudos científicos. No caso de pessoas com baixa visão, a leitura pode ser a garantia de acesso à educação e consequentemente à cidadania. Por isso, permitir boa capacidade de leitura tornou-se objeto de estudo de diversos pesquisadores. O desafio de garantir uma boa leitura é ainda maior no caso de pessoas portadoras de baixa visão, e frequentemente auxílios ópticos e tecnológicos são necessários para que a leitura se torne possível e seja fluida. Diversas tabelas, como a MNRead, Radner, Bailey-Lovie, entre outras, têm sido utilizadas para avaliar a capacidade de leitura, o tamanho mínimo de letra suficiente para a leitura fluente, e a velocidade máxima de leitura em palavras ou caracteres por minuto. Essas tabelas foram desenvolvidas e calibradas de acordo com normas internacionais, tornando-se padronizadas e adequadas para a aquisição de dados que poderão ser utilizados em pesquisas científicas reprodutíveis em qualquer parte do mundo. As tabelas possuem versões em diversas línguas, e a única tabela padronizada e traduzida para o português brasileiro disponível atualmente é a MNRead-P. Discutimos aqui as diferentes tabelas, a importância de sua calibração, e sua utilização na prática. As medidas obtidas com as tabelas de leitura são de grande importância para o planejamento do tratamento e acompanhamento de indivíduos com baixa visão, pois as comparações são feitas a partir de um parâmetro individual, entre as medidas do próprio indivíduo, em diferentes momentos, indicando melhora ou piora da qualidade de leitura. A alfabetização de indivíduos com deficiência visual é parte do exercício pleno de sua cidadania. A educação é a lente por meio da qual a pessoa é vista e enxerga a sociedade. Educar os portadores de deficiência é por si só uma forma de inclusão. Por isso, auxiliar os portadores de baixa visão pode ser um diferencial no seu desenvolvimento, permitindo a adequada composição do núcleo de identidade do indivíduo.<hr/>Abstract The importance of reading hability has already been greatly shown throughout time and has been studied and understood through scientific research. In the case of people with low vision, reading can be the guarantee of access to education and, consequently, to citizenship. Therefore, allowing good reading ability has become the object of study of several researchers. The challenge of ensuring good reading is even greater for people with low vision, and often optical and technological aids are needed to make reading possible and fluid. Several tables, such as MNRead, Radner, Bailey-Lovie, among others, have been used to evaluate reading ability, minimum letter size for fluent reading, and maximum reading speed in words or characters per minute. These tables have been developed and calibrated according to international standards, becoming standardized and suitable for the acquisition of data that can be used in reproducible scientific research anywhere in the world. The tables have versions in several languages, and the only table standardized and translated into Brazilian Portuguese currently available is MNRead-P. We discuss here the different tables, the importance of their calibration, and their practical use. The measurements obtained with the reading tables are of great importance for planning the treatment and follow-up of individuals with low vision, since the comparisons are made from an individual parameter, between the individual's measurements, at different moments, indicating improvement or worse reading quality. The literacy of visually impaired individuals is part of the full exercise of their citizenship. Education is the lens through which the person is seen and sees society. Educating people with disabilities is in itself a form of inclusion. Therefore, assisting low vision sufferers may be a differential in their development, allowing adequate composition of the individual's identity core.