Scielo RSS <![CDATA[Revista de Administração de Empresas]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-759020030003&lang=en vol. 43 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Sentimentos, subjetividade e supostasresistências à mudança organizacional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Diversos textos sobre gestão da mudança organizacional abordam o tema quase exclusivamente sob a ótica do planejamento, procurando fornecer respostas sobre como fazer com que a organização tenha sucesso na estratégia de mudança intencional ao promover a coesão de esforços e vencer as supostas resistências humanas. Pouca atenção tem sido dedicada aos sentimentos dos indivíduos, aos significados que eles atribuem às mudanças e às chances de que eles se constituam como sujeitos nesse contexto. A pesquisa aqui apresentada, realizada em cinco organizações no Rio de Janeiro, objetiva preencher essa lacuna. Foram entrevistados 75 empregados que participaram de grandes mudanças nessas organizações. Os resultados apontam para a fragilidade de alguns mitos acerca do conceito de resistência e sugerem a possibilidade de tornar a mudança menos traumática para os indivíduos por meio das oportunidades criadas para que eles se constituam como sujeitos e construam um significado para sua atuação no novo contexto.<hr/>Many of the texts in change management literature approach the theme almost exclusively in a planning perspective, trying to find answers on issues as: how to make an organization being successful in its strategy for intentional change, promoting a cohesion of efforts and eliminating the supposed human resistances? Little attention has been dedicated, however, to individuals' emotions, to the sense they attribute to organizational change, and to their chances to become subjects in such context. This research, accomplished in five organizations in Rio de Janeiro, has the objective of trying to fill this kind of lack, by means of 75 interviews with employees that have participated in great changes faced by those organizations. The results point to the fragility of some of the myths about the concept of resistance, and suggest the possibility to turn organizational change less traumatic for individuals, by means of the opportunities they find to constitute themselves as subjects and to make sense of their performance in the new context. <![CDATA[<b>Conhecendo o "valor do cliente" de um jornal on-line</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o advento da Internet, uma questão parece peculiar ao marketing: conhecer o comportamento de um "novo" consumidor, o on-line. Uma proposta é o conhecimento do "valor do cliente", que é a percepção do consumidor sobre como atributos de produtos podem propiciar benefícios que o ajudem a atingir suas metas. A teoria de cadeias de meios-fim é a forma de se pensar sistematicamente nessa representação. O método mais amplamente utilizado para atingir as cadeias de meios-fim é o laddering. A pesquisa foi realizada com uma amostra de 78 usuários de um grande jornal on-line. Os principais "valores do cliente" dos usuários do jornal propiciaram conclusões importantes. Foram identificados leitores que se preocupam muito com seus objetivos pessoais, mas que também desejam interagir com os outros e que demonstraram interesse com questões sociais. Com base nisso, implicações gerenciais são discutidas e sugestões para futuras pesquisas são indicadas.<hr/>With the advent of Internet, a subject seems peculiar to marketing: understanding the "brand new" on-line consumer behavior. One way of doing such thing is to explore the customer value as means to comprehend what consumers valorize and than deliver it. Customer value is the consumer's perception of product attributes and how these can provide benefits that help him reach his goals. The theory of means-end chains is a way of thinking systematically about this representation. The method most widely used to reach means-end chains is called laddering. A sample of 78 readers of a mainstream on-line newspaper was assessed. Its users' main customer values offered important conclusions. It was identified that readers are mainly concerned about their personal objectives, interaction with others as well as interested in social matters. Based on this, managerial implications are discussed. Suggestions for future researches are also presented. <![CDATA[<b>Gestão do custo da qualidade nas empresas químicas do Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata da análise do sistema de gestão do custo da qualidade nas indústrias químicas associadas à Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química e de Produtos Derivados). Os dados coletados foram tratados pelas técnicas da estatística descritiva e da análise fatorial. Os resultados evidenciaram que o sistema de gestão do custo da qualidade: a) em 39% das empresas estava incorporado ao sistema de gestão de negócios; b) não era utilizado como ferramenta de apoio para as decisões estratégicas; c) tinha a categoria de custo de falhas externas como a mais significativa; e d) não ocupava posição de destaque, mesmo para empresas que tinham sistema de garantia da qualidade implantado. Esses fatos revelaram oportunidades para o aprimoramento dos processos de gestão e de valorização profissional voltados para a qualidade, objetivando a competitividade por meio da minimização dos custos operacionais ou pela maximização dos níveis da qualidade dos serviços prestados aos clientes.<hr/>This article dealt with the analysis of the quality cost system management in the chemical industries associated to Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química e de Produtos Derivados). The collected data were treated by tools of descriptive statistical and factorial analysis. The results showed that: a) 39% of companies had quality cost system management incorporated in the corporative system management; b) it was not utilized as support tools to strategical decision; c) it had cost external failure category as the most significant; d) it had no relevant position, even in companies that had implemented quality assurance system. These facts revealed opportunities to improve the management process and profissional values geread towards to the quality, focusing the competitiveness through operational cost minimization or by maximizing quality service level desired by clients. <![CDATA[<b>Estrutura de governança e valor das companhias abertas brasileiras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>Apresentação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>Marketing etnográfico</b>: <b>colocando a etnografia em seu devido lugar</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>A cultura importa</b>: <b>os valores que definem o progresso humano</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>Novos contornos da gestão local</b>: <b>conceitos em construção</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>Teoria das organizações</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value. <![CDATA[<b>Marketing de serviços</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902003000300011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A governança corporativa visa a aumentar a probabilidade de os fornecedores de recursos garantirem para si o retorno sobre seu investimento, por meio de um conjunto de mecanismos no qual se inclui o Conselho de Administração. Este artigo investiga se a estrutura de governança foi relevante para o valor das companhias abertas no Brasil entre 1998 e 2000. Três variáveis de governança foram consideradas: separação dos cargos de diretor executivo e presidente do conselho (DE), tamanho do conselho (TOT) e grau de independência do conselho (INDEP). Utilizou-se uma regressão múltipla do tipo seção transversal. DE foi a variável com os resultados mais importantes, apresentando evidência de que, em média, as empresas que têm pessoas distintas ocupando os cargos de diretor executivo e presidente do conselho são mais valorizadas pelo mercado.<hr/>Corporate governance seeks to increase the probability that suppliers of financial resources will assure themselves the return on their investment through a set of mechanisms including the Board of Directors. This paper investigates if the governance structure was important to the value of Brazilian listed firms from 1998 to 2000. Three governance variables were considered: the separation of chief executive officer and chairman positions (DE), board size (TOT), and board independence (Indep). The multiple regression method with cross sectional data was applied. The variable chief executive officer as chairman (DE) showed the most important results, with evidence that, on average, firms with different people in charge of the chief executive officer and chairman positions have higher market value.