Scielo RSS <![CDATA[Revista de Saúde Pública]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0034-891019820001&lang=en vol. 16 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>A comparative study of biochemical indicators of iron concentration in two groups of pregnant women, with and without pre-natal care</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foi avaliada a influência da quantidade do atendimento pré-natal na deficiência de ferro entre gestantes com 36 e mais semanas de gravidez, em comparação com um grupo padrão. A amostra foi distribuída em 3 grupos: GP - com pré-natal de "acreditação" satisfatória (grupo padrão); CPN com pré-natal, de diferentes qualidades; SPN - sem pré-natal. Os resultados obtidos para hemoglobina mostraram que no grupo padrão (GP) a prevalência e severidade de anemia são significativamente menores do que no grupo com pré-natal (CPN) e este do que no sem pré-natal (SPN). Os resultados obtidos na relação hemoglobina/hematócrito, ferro sérico e capacidade total de ligação de ferro apresentaram o GP em situação significativamente melhor do que os grupos CPN e SPN que não foram estatisticamente diferentes entre si. Chamou-se a atenção para a necessidade de aumento de cobertura e uniformização na qualidade dos serviços de pré-natal, com o objetivo de diminuir a prevalência de deficiência de ferro entre gestantes.<hr/>The influence of the amount of pre-natal care on the prevalence of iron-deficiency among women, 36 weeks or more pregnant, was assessed. The sample population was divided into three groups: the Standard Group (GP) - with adequate assistance of the pre-natal care services from the first trimester of pregnancy onwards; those who received pre-natal assistance, but of varying adequacy and begun at different gestational ages (CPN); and those who received no pre-natal assistance at all (SPN). The results obtained from hemoglobin analysis showed that prevalence and severity of anemia increases significantly from the GP to the SPN. The analysis of the mean corpuscular hemoglobin concentration, serum iron and transferrin saturation showed no statistically significant differences between groups CPN and SPN; the GP showed better results when compared to the other two. Attention is called to the necessity of pre-natal care and the standardization of its quality with a view to diminishing the prevalence of iron-deficiency among pregnant women. <![CDATA[<B>A contribution to the study of the significance of the trends in infant mortality rates for the city of S. Paulo, Brazil, during the last three decades (1950-1979)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Buscando contribuir ao estudo da relação evolução da mortalidade infantil - evolução da qualidade de vida, foram examinadas no município de São Paulo as correlações existentes nas três últimas décadas entre as séries históricas da mortalidade e as séries históricas do valor do salário mínimo e da cobertura do abastecimento público de água. Estes dois últimos, salário e água, entendidos como fatores de maior e menor abrangência para o conjunto das condições de vida da população. O descenso da mortalidade na década de 50 e o ascenso da mesma na década de 60 estiveram significativamente relacionados à evolução do salário-mínimo real. Entretanto, a evolução da mortalidade na década de 70, com importante queda a partir de 1974, esteve relacionada especificamente à evolução do abastecimento de água. Conclui-se que no período 1950-1979 são diferentes as implicações para a qualidade de vida que podem ser tiradas a partir da evolução da mortalidade infantil e que parece equivocado afirmar-se que a reversão das altas mortalidades a partir de 1974 tenha significado idêntica reversão na deterioração das condições de vida que ensejaram o ascenso da mortalidade no período anterior.<hr/>The possible correlations between infant mortality statistics and those, first, on the real value of the legal minimum salary and, sencondly, on the extent of the public water-supply system, for the city of S. Paulo (Brazil) over the last three decades, were studied with a view to determining the relationship between the historical trends in the infant mortality rates and in the quality of life. The abovementioned factors - salary and water-supply - are taken as factors of greater and lesser relevance, respectively, for the overall picture of the living conditions of the population. The mortality decline in the 50s and its increase in the 60s were found to be related, significantly, to the trends in the real value of the legal minimum salary. However, the trend in mortality in the 70s, with a notable fall as from 1974, was found to be related specifically to the trends in water-supply extension. One may conclude that in the period 1950-1979 the implications, relating to the quality of life, to be drawn from infant mortality trends are diverse. It would seem to be mistaken to affirm that the reversal of the high mortality rate as from 1974 might signify an identical reversal of the deterioration of living conditions which led to the increase of mortality in the preceding period. <![CDATA[<B>Mortality from violent causes in the city of S. Paulo, Brazil</B>: <B>IV - The situation in 1980</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram estudados casos de mortes violentas no município de São Paulo, ocorridos em 1980, por meio das informações que acompanham os laudos de autópsias do Instituto Médico Legal de São Paulo, com o objetivo de caracterizar essa mortalidade segundo suas reais causas básicas de morte e variáveis consideradas importantes do ponto de vista epidemiológico e compará-la com a de anos anteriores, estudada com a mesma metodologia. Os resultados mostram uma diminuição no risco de morrer por essas causas, em relação a 1975, tanto no coeficiente de mortalidade pelo conjunto de causas violentas, quanto especificamente no que se refere aos coeficientes de mortalidade por acidentes de trânsito de veículos a motor, pelos demais acidentes e pelos suicídios. Quanto aos homicídios, os coeficientes mostraram-se muito elevados e comparativamente a 1975 estiveram 80% maiores. Foi possível ainda estudar a distribuição dessas mortes segundo sexo e idade, tipos e quanto ao momento e ao local de sua ocorrência. Os dados permitiram concluir pela colocação da mortalidade por causas violentas como um importante problema de Saúde Pública.<hr/>Deaths from violent causes occurred in the city of S. Paulo in 1980 were studied, taking as sources of information the descriptions of the circunstances of the deaths registered together with the autopsy findings in the records of the Medico-Legal Institute of S. Paulo. The objective was to classify that mortality according to the actual causes of death and to some variables considered important from an epidemiological point of view, and to compare it with that of preceding years, using identical methodology. The results showed a decrease in the risk of death from these causes as compared to 1975, in the rates for the whole group of violent causes, just as in the more specific rates for motor vehicle traffic accidents, other accidents and suicides. As for homicides, the rates showed an increace of 80% as against those of 1975. The distribution of deaths by age and sex was also analyzed, as well as by types of violence an place and time of occurrence. The data led to the conclusion that mortality from violent causes is a considerable public health problem. <![CDATA[<B>Anthropometric methodology of nutritional diagnosis</B>: <B>an example from the Brazilian North-East</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram comparados os diferentes métodos de análise dos dados antropométricos usualmente utilizados como indicadores nutricionais, a fim de testar a sua sensibilidade e validade para a elaboração de planos de vigilância e/ou intervenção. A população estudada, numa comunidade do sertão paraibano (Brasil), constituiu em uma amostra de 110 crianças de ambos os sexos, na faixa etária de 3 a 71 meses. Várias combinações de peso e altura entre si e com relação à idade foram executadas utilizando diversos padrões de referência e métodos de avaliação comparativa. Verificou-se que a utilização de desvios-padrões é preferível às percentagens na caracterização epidemiológica e quantificação do estado nutricional de populações em situação de carência; no caso do emprego exclusivo de percentagens, o levantamento se limita à simples enumeração, as vezes exagerada, dos casos possíveis de desnutrição. Demonstrou-se também que o peso e a altura são realmente os indicadores mínimos, mas que para se obter dados epidemiológicos bem mais completos e proveitosos, é útil acrescentar a tomada do perímetro do braço e da prega cutânea tricipital.<hr/>The research carried out consisted of the comparison of several methods of analysis of anthropometric data used as indicators of nutritional health with a view to testing their validity and sensitivity as tools for nutritional surveillance or intervention. The sample population studied, in a town in the hinterland of Paraíba State, consisted of 110 children of both sexes, aged from 3 to 71 months. Several combinations of weight/height and weight and height by age were used, based on different reference standards. The employment of the standard deviation was found to be more adequate than simple percentages, since these last tend to exaggerate the number of cases of malnutrition. Weight and height were shown to be the minimum indicators of nutritional health, but these should be supplemented by arm-circumference and skinfold measurements which are useful and simple to take. <![CDATA[<B>Epidemiology of cancer of the oesophagus in S. Paulo, Brazil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en São examinados aspectos da incidência de câncer do esôfago para residentes no município de São Paulo, (Brasil), no ano de 1975. Dados coletados pelo Registro de Câncer mostram um coeficiente de 6,4 e 1,3 por cem mil homens e mulheres, respectivamente; quando padronizados pela "população mundial" os coeficientes são 9,2 e 2,0 por cem mil. As taxas do sexo masculino mostram que São Paulo está a um nível de risco maior do que outras três cidades brasileiras, com dados conhecidos, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro; no sexo feminino não há evidências de diferenças, a não ser possivelmente em relação a Fortaleza. As curvas de incidência específica segundo idade e sexo concordam com o padrão descrito por Higginson e Muir; valores para a inclinação do 1nI (incidência específica por idade) nas idades 35 a 75 foram 5,7 para o sexo masculino e 4,4 para o feminino, ajustando-se uma linha reta. Os nativos de São Paulo apresentam uma menor incidência do que os nascidos fora da cidade; para as duas categorias de imigrantes brasileiros residentes de São Paulo, as incidências para homens são consistentemente altas. As razões masculino-feminino de incidência apresentam regularidade nos grupos brasileiros; entre os estrangeiros as razões são maiores.<hr/>Aspects of the incidente of cancer of the oesophagus in residents of the city of S. Paulo, Brazil, for 1975, are examined. Data collected by the Cancer Registry yield a rate of 6.4/100,000 and 1.3/100,000 for males and females, respectively; when adjusted to the &laquo;world-population&raquo; the rates are 9.2/100,000 and 2.0/100,000. Male rates put S. Paulo at higher risk than three other Brazilian cities with known data, namely Fortaleza, Recife and Rio de Janeiro; for females there is no strong indication of differences, except in the case of Fortaleza. The specific age-sex incidence curves conform well to the pattern described by Higginson and Muir; values for the curves of 1nI (age-specific rate) at ages 35 through 75 were 5.7 for males and 4.4 for females, when adjusting a straight line. S. Paulo city natives present a lower incidence than people born elsewhere; for the two categories of migrants within Brazil, living in S. Paulo, the age-specific incidence rates for males are consistently very high. Male-female ratio patterns are fairly regular among the three Brazilian groups; the foreign-born present higher ratios. <![CDATA[<B>The prevention of dental caries</B>: <B>the question of salt fluoridation</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101982000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Discute-se a viabilidade da utilização do sal de cozinha como veículo para o flúor no processo de prevenção da cárie no Brasil. Com base na análise do estudo da Colômbia, e na experiência brasileira com o método similar de iodação do sal, conclui-se que o emprego do sal fluoretado é válido somente em áreas restritas e sob controle técnico. A fluoretação da água constitui o método de escolha para o país, que deverá concentrar seus esforços na tentativa de sua máxima expansão.<hr/>The feasibility of using common salt as a vehicle for fluorine in the combating of dental caries in Brazil is discussed. According to Colombian research, and the Brazilian experience with the similar method of salt iodation, this study concludes that salt fluoridation may be useful in limited areas and under strict control. Water fluoridation is the method most appropriate for Brazil which should concentrate its efforts on extending the use of this method as widely as possible.