Scielo RSS <![CDATA[Acta Amazonica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0044-596720140002&lang=pt vol. 44 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Riqueza e frequência de espécies de fungos micorrízicos arbusculares em genótipos de amendoim forrageiro no Acre, Norte do Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O potencial da cultura do amendoim forrageiro associada aos fungos micorrízicos arbusculares (FMA) tem sido objeto de alguns estudos, porém a influência do genótipo sobre essa associação é pouco relatada. O objetivo deste trabalho foi determinar a densidade de esporos, riqueza de espécies, a frequência e ocorrência relativa de FMAs associados a genótipos de amendoim forrageiro. Foram coletadas amostras simples de solo de 45 genótipos pertencentes ao Banco Ativo de Germoplasma na Embrapa Acre. As amostras de solo foram coletadas a 5 cm de profundidade, com três repetições em delineamento inteiramente casualizado. As amostras de solo foram levadas para o Laboratório de Micorrizas da Embrapa Agrobiologia, para determinação da densidade de esporos e identificação das espécies de FMAs. Foi realizada análise de variância e teste de Scott-Knott. Destacaram-se quatro genótipos de A. pintoi e dois híbridos interespecíficos, que apresentaram maior densidade de esporos. Foi verificada a ocorrência de 21 espécies de FMAs nas amostras de solo. A riqueza variou entre três e dez espécies. Três espécies de FMAs apresentaram elevada frequência relativa: Glomus macrocarpum (100,0%), Acaulospora tuberculata (97,8%) e Racocetra verrucosa (88,99%). Conclui-se, assim que: (i) Existe variabilidade genética entre os genótipos de amendoim forrageiro quanto à promoção da esporulação e riqueza de espécies de FMAs nas suas rizosferas; (ii) As espécies de FMAs Glomus macrocarpum, Acaulospora tuberculata, Racocetra verrucosa possuem alta presença na rizosfera dos genótipos de amendoim forrageiro, devendo serem estudadas visando sua introdução na cultura.<hr/>The potential of the forage peanut crop associated with arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) has been the subject of some studies, but the influence of the genotype on this association is poorly understood. The objective of this study was to determine the spore density, species richness, relative frequency and occurrence of AMF associated with forage peanut genotypes. Simple soil samples were collected from 45 genotypes of Active Germplasm Bank at Embrapa Acre. Soil samples were collected at 5 cm depth, with three replicates in a completely randomized design. Soil samples were taken to the Mycorrhizae Laboratory of Embrapa Agrobiologia for determination of spore density and identification of AMF species. Analysis of variance and Scott-Knott test were performed. Four genotypes of A. pintoi and two interspecific hybrids, which showed higher spore density, stood out. It was found the occurrence of 21 AMF species in the soil samples. The richness ranged between three and ten species. Three AMF species showed high relative frequency: Glomus macrocarpum (100.0%), Acaulospora tuberculata (97.8%) and Racocetra verrucosa (88.9%). It was concluded that: (i) Regarding inducement of AMF sporulation and species richness, there is genetic variability among forage peanut genotypes, (ii) Glomus macrocarpum, Acaulospora tuberculata, Racocetra verrucosa are often present in the rhizosphere of forage peanut genotypes and should be studied aiming its introduction in the culture. <![CDATA[<b>Uma nova combinação em <i>Peristethium</i> (Loranthaceae) expande sua distribuição até o ecótono Amazônia-Cerrado</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The genus Peristethium, characterized by determinate inflorescences protected by deciduous bracts, occurs in the northwest of South America, as well as Costa Rica and Panama. The main objective of this paper was to transfer one species to what we believe is its correct generic placement in Peristethium, that likewise implies in a shift of the genus' distribution beyond the Amazon. A new combination, Peristethium reticulatum, is proposed, based on Struthanthus reticulatus, described from Tocantins in 1980. The sexual dimorphism of the inflorescences of P. reticulatum (sessile male flowers and pedicellate female flowers) associated with male inflorescences that are inserted at leafless nodes are unique within the genus. The male flowers have dimorphic stamens, well-developed anthers and a pistiloid, whilst female flowers have robust styles and stigmas, and much reduced staminodes. Peristethium reticulatum and P. polystachyum occurs in the Amazon regions of Brazil, with the former recorded also in the ecotone with the Central Brazilian savannas (Cerrados).<hr/>O gênero Peristethium, caracterizado por inflorescências determinadas protegidas por brácteas decíduas, ocorre no noroeste da América do Sul, além da Costa Rica e Panamá. O objetivo do presente trabalho foi transferir uma espécie para o que acredita-se ser seu correto posicionamento genérico em Peristethium, o que também implica em concomitante alteração da distribuição geográfica deste gênero para além da Amazônia. A nova combinação, Peristethium reticulatum, é proposta, baseada em Struthanthus reticulatus, descrita para o Tocantins em 1980. O acentuado dimorfismo sexual das inflorescências de P. reticulatum (flores masculinas sésseis e as femininas pediceladas), juntamente com a origem de inflorescências masculinas em nós áfilos são únicos dentro do gênero. As flores masculinas apresentam estames dimorfos, anteras desenvolvidas e pistilódio, enquanto as flores femininas possuem estiletes e estigmas robustos e estaminódio reduzido. Peristethium reticulatum e P. polystachyum ocorrem em regiões amazônicas do Brasil, sendo a primeira registrada também em ecótono com o Cerrado. <![CDATA[<b>Estudo taxonômico do gênero <i>Abuta</i> (Menispermaceae) no Estado do Pará, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abuta é um gênero taxonomicamente complexo devido à sobreposição de variação dos caracteres morfológicos. O presente estudo consiste no tratamento taxonômico de Abuta no Estado do Pará. A análise envolveu amostras provenientes de coletas e exsicatas dos herbários Museu Goeldi (MG), Instituto Agronômico do Norte (IAN), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia (INPA), Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RB) e New York Botanical Garden (NY). São apresentados chave de identificação, descrições, distribuição geográfica, comentários e ilustrações das espécies. O gênero está representado na área por 11 espécies: A. barbata, A. brevifolia, A. candollei, A. grandifolia, A. grisebachii, A. imene, A. obovata, A. rufescens, A. sandwithiana, A. solimoesensis e A. velutina. Abuta obovata e A. velutina são novos registros para o estado do Pará. A venação foliar foi o principal caractere para a separação das espécies e a formação de capoeira o ecossistema que apresentou o maior número de espécies.<hr/>Abuta is a genus taxonomically complex due overlapping of morphological character variation. This study deals with the taxonomic treatment of the Abuta genus in the Pará state. The study includes the analysis of botanical material originated from new collections and specimens from the herbaria Museum Goeldi (MG), Agronomic Institute of the North (IAN), National Institute for Research in the Amazon (INPA), Rio de Janeiro Botanic Garden (RB) and New York Botanical Garden (NY). Identification key, descriptions, geographical distribution, comments, and illustrations of species are provided. In Pará the genus is represented by 11 species: A. barbata, A. brevifolia, A. candollei, A. grandifolia, A. grisebachii, A. imene, A. obovata, A. rufescens, A. sandwithiana, A. solimoesensis and A. velutina. Abuta obovata and A. velutina are new records for Pará state. The leaf venation was the main character for separating species and the secondary vegetation formation the ecosystem with the largest number of species. <![CDATA[<b>Identificação e caracterização dos hot spots do desmatamento na Venezuela a partir de imagens de satélite MODIS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Land cover changes over time as a result of human activity. Nowadays deforestation may be considered one of the main environmental problems. The objective of this study was to identify and characterize changes to forest cover in Venezuela between 2005-2010. Two maps of deforestation hot spots were generated on the basis of MODIS data, one using digital techniques and the other by means of direct visual interpretation by experts. These maps were validated against Landsat ETM+ images. The accuracy of the map obtained digitally was estimated by means of a confusion matrix. The overall accuracy of the maps obtained digitally was 92.5%. Expert opinions regarding the hot spots permitted the causes of deforestation to be identified. The main processes of deforestation were concentrated to the north of the Orinoco River, where 8.63% of the country's forests are located. In this region, some places registered an average annual forest change rate of between 0.72% and 2.95%, above the forest change rate for the country as a whole (0.61%). The main causes of deforestation for the period evaluated were agricultural and livestock activities (47.9%), particularly family subsistence farming and extensive farming which were carried out in 94% of the identified areas.<hr/>Cobertura do solo muda ao longo do tempo como resultado da atividade humana. Hoje em dia desmatamento pode ser considerado como um dos principais problemas ambientais. O objetivo deste estudo foi identificar e caracterizar as mudanças de cobertura florestal na Venezuela entre 2005-2010. Dois mapas de hot spots desmatamento foram gerados com base em dados MODIS, um usando técnicas digitais e outros, por meio de interpretação visual direta por especialistas. Estes mapas foram validados contra imagens Landsat ETM +. A exactidão do mapa obtidos digitalmente foi estimada por meio da matriz de confusão. A exatidão global do mapa de hot spots obtido digitalmente foi de 92,5%. Uma análise sobre os hot spots feita por especialistas permitiu identificar as causas do desmatamento. Os principais processos de desmatamento foram concentrados para o norte do rio Orinoco, onde estão localizadas 8,63% das florestas do país. Nesta região, alguns lugares registou uma taxa média anual de mudança de floresta entre 0,72% e 2,95%, acima da taxa de variação da floresta para o país como um todo (0,61%). As principais causas de desmatamento para o período avaliado foram as atividades agrícolas e pecuária (47,9%), a agricultura familiar e a agricultura extensiva, que são realizadas em 94% das áreas identificadas. <![CDATA[<b>Influência do status de conservação e da variação da precipitação na dinâmica de mosaicos floresta-savana ao norte da Amazônia Brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Coupled carbon/climate models are predicting changes in Amazon carbon and water cycles for the near future, with conversion of forest into savanna-like vegetation. However, empirical data to support these models are still scarce for Amazon. Facing this scenario, we investigated whether conservation status and changes in rainfall regime have influenced the forest-savanna mosaic over 20 years, from 1986 to 2006, in a transitional area in Northern Amazonia. By applying a spectral linear mixture model to a Landsat-5-TM time series, we identified protected savanna enclaves within a strictly protected nature reserve (Maracá Ecological Station - MES) and non-protected forest islands at its outskirts and compared their areas among 1986/1994/2006. The protected savanna enclaves decreased 26% in the 20-years period at an average rate of 0.131 ha year-1, with a greater reduction rate observed during times of higher precipitation, whereas the non-protected forest islands remained stable throughout the period of study, balancing the encroachment of forests into the savanna during humid periods and savannization during reduced rainfall periods. Thus, keeping favorable climate conditions, the MES conservation status would continue to favor the forest encroachment upon savanna, while the non-protected outskirt areas would remain resilient to disturbance regimes. However, if the increases in the frequency of dry periods predicted by climate models for this region are confirmed, future changes in extension and directions of forest limits will be affected, disrupting ecological services as carbon storage and the maintenance of local biodiversity.<hr/>Modelos acoplados carbono/clima prenunciam mudanças nos ciclos do carbono e da água em um futuro próximo, substituindo gradualmente florestas tropicais por savanas. No entanto, dados empíricos que dão suporte a estes modelos ainda são escassos para a Amazônia. Diante deste cenário, investigamos se o status de conservação e as variações de precipitação influenciaram as mudanças ocorridas em 20 anos nos mosaicos floresta-savana, em uma área de transição ao norte da Amazônia. Utilizando imagens-fração do modelo de mistura aplicado à série temporal Landsat-5TM, enclaves de savana protegidos da Estação Ecológica de Maracá e ilhas de mata não protegidas do seu entorno foram identificados e suas áreas comparadas entre os anos 1986, 1994 e 2006. Os enclaves protegidos contraíram 26% em 20 anos a uma taxa média de 0,131 ha ano-1, com maiores taxas de retração em períodos de maior precipitação. As ilhas de mata não protegidas permaneceram estáveis no período total amostrado, porém com avanço de florestas sobre savanas em períodos mais úmidos e savanização em períodos mais secos. Mantendo-se as condições climáticas favoráveis, o status de conservação da Estação Ecológica Maracá continuará favorecendo o avanço de florestas e as áreas não protegidas permanecerão resilientes aos distúrbios. Porém, confirmada a tendência de aumento da frequência de eventos climáticos de seca prevista pelos modelos climáticos para essa região, a extensão e direção de mudanças futuras dos limites florestais serão afetadas, comprometendo os serviços ecológicos como a estocagem de carbono e a manutenção da biodiversidade local. <![CDATA[<b>Clareiras naturais associadas ao estresse oxidativo em <i>Willisornis poecilinotus</i> (Aves: Thamnophilidae) em uma floresta tropical</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Natural disturbances in tropical forests modify the availability and quality of resources and alter the patterns of bird distribution. These environmental changes increase the metabolic rate and disrupt the redox balance promoting oxidative stress. This study aimed to compare the abundance of Willisornis poecilinotus between gaps and the understory of a forest with undisturbed canopy at Caxiuanã National Forest. The abundance was correlated with vegetation heights. The oxidative stress and the stress promoting factors were determined in both sites of sampling. We captured 81 specimens of W. poecilinotus. The number of captures was high in gaps. The specimens sampled at gaps showed high levels of oxidative stress. The biomarkers of oxidative stress were significantly correlated in gaps. The variability of oxidative stress and oxidative damage were explained only by site of sampling. These results suggest that gaps are stressors sites to W. poecilinotus, which probably can be due to an increase of metabolic rate to deal with new flight strategies of foraging and avoid predation<hr/>Os distúrbios naturais nas florestas tropicais contribuem para heterogeneidade do habitat, alterando os padrões de distribuição das aves. Estas alterações no ambiente elevam o metabolismo, promovendo distúrbios no balanço redox, e em consequência o estresse oxidativo. O objetivo deste estudo foi comparar a abundância de Willisornis poecilinotus entre clareiras e sub-bosque de dossel intacto associando-a a altura da vegetação na Floresta Nacional de Caxiuanã. A seguir, foi avaliado o estresse oxidativo e os fatores promotores de estresse foram determinados nos ambientes selecionados. Foram capturados 81 espécimes de W. poecilinotus. O número de capturas foi superior nas clareiras, quando comparado ao sub-bosque de dossel contínuo. Os espécimes capturados nas clareiras apresentaram índices de estresse oxidativo significativamente elevados. Foi observada correlação significativa entre os marcadores de estresse oxidativo nas clareiras. As variações do biomarcador de dano oxidativo e do estresse oxidativo foram explicadas somente pelo sítio de amostragem. Estes resultados sugerem que as clareiras são sítios de estímulos estressores para W. poecilinotus o que provavelmente resulta da maior demanda metabólica para novas estratégias de forrageio e para evitar a predação. <![CDATA[<b>Bioecologia do caranguejo <i>Ucides cordatus</i> (Crustacea, Decapoda) em manguezais influenciados pelo Rio Amazonas, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The mangrove crab (Ucides cordatus) is a valuable fishery resource, overfished along the Brazilian coast. This study aimed to obtain bioecological data on this crab along the coast of the State of Amapá. Six bimonthly samplings were conducted between December 2008 and January 2010. Transects were used to estimate the density (burrows m-2) and population abundance (individuals m-2). All the animals were subjected to biometrics, with females being classified according to their stage of gonadal maturation. The mean density (1.09 burrows m-2) and abundance (0.31 individuals m-2) were influenced by the climate with the highest values in summer (1.17 burrows m-2 and 0.34 individuals m-2). The male to female ratio was 1.38:1 showing significant difference in the proportion of sexes. The individuals showed sexual dimorphism, with linear measurements significantly higher in males. The sampled animals also had larger carapace length and width (CL and CW) compared to crabs studied in other Brazilian states. There was a positive relationship between CW and CL and individual weight (IW) and CW for males (R² = 0.83 and 0.90) and females (R² = 0.79 and 0.84). The growth was negative allometric (CL increases to a lesser extent than CW) for both sexes. The highest frequency of ovigerous females (78%) and in maturation stage IV (38%) occurred in the CW size class between 59.8 and 67.5 mm. The peak of mature females occurred in May and August, showing a reproductive period different from those in other Brazilian states.<hr/>O caranguejo-uçá (Ucides cordatus) é um valioso recurso pesqueiro, sobreexplorado ao longo do litoral brasileiro. O objetivo deste trabalho foi obter dados bioecológicos deste caranguejo em toda a costa do Estado do Amapá. Foram realizadas seis coletas de frequência bimensal, compreendidas entre os meses de dezembro de 2008 a janeiro de 2010. Por meio de transectos foram estimadas a densidade (tocas m-2) e a abundância (indivíduos m-2) populacional. Todos os animais foram submetidos à biometria, sendo somente as fêmeas, classificadas quanto ao estágio de maturação gonadal. A densidade (1,09 tocas m-2) e a abundância (0,31 indivíduos m-2) foram influenciadas pelo clima, sendo os maiores valores observados durante o verão (1,17 tocas m-2 e 0,34 indivíduos m-2). A razão sexual foi de 1,38M:1F, mostrando diferença significativa entre a proporção de sexos. Os indivíduos apresentaram dimorfometria sexual, com medidas lineares significativamente superiores nos machos. Os animais coletados também apresentaram maior comprimento e largura de cefalotórax (CC e LC), quando comparados aos caranguejos estudados em outros estados brasileiros. Houve relação tanto entre LC e CC, como entre peso individual (PI) e LC para machos (R² = 0,83 e 0,90) e fêmeas (R² = 0,79 e 0,84). O crescimento foi alométrico negativo (menor crescimento de CC em relação à LC) para ambos os sexos. A maior frequência de fêmeas ovígeras (78%) e no estágio IV de maturação (38%) pertenciam à classe de tamanho de LC 59,8 - 67,5 mm. O maior pico de fêmeas maduras ocorreu nos meses de maio e agosto, mostrando um período reprodutivo diferente de outros estados do Brasil. <![CDATA[<b>Composição e riqueza de Odonata (Insecta) em riachos com diferentes níveis de conservação em um ecótone Cerrado-Floresta Amazônica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A retirada ou a substituição da vegetação ripária provoca uma alteração no ambiente físico, no fluxo sazonal e na qualidade química da água. Essas modificações podem causar a diminuição da riqueza pela extinção local de espécies. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do distúrbio da integridade ambiental sobre a riqueza e composição de espécies de Odonata adultos em córregos com diferentes níveis de conservação, na Bacia do Rio Suiá-Missu, Mato Grosso, Brasil. As modificações nos sistemas aquáticos afetaram a comunidade de Odonata, provavelmente devido às exigências ecofisiológicas e comportamentais relacionadas a adultos e larvas. Anisoptera, que necessitam de ambientes com maior incidência de sol devido ao tamanho do corpo, apresentaram maior riqueza de espécies em ambientes com menor cobertura vegetal. Por outro lado, os Zygoptera geralmente habitam riachos com cobertura vegetal mais densa, e por isso, apresentaram um decréscimo de sua riqueza em locais alterados, devido à maior entrada de luz e/ou variação do calor. Assim, para as duas subordens, as alterações ambientais não precisam ser severas para produzir modificações significativas na composição, indicando que os serviços ecossistêmicos poderiam ser perdidos, mesmo com alterações parciais do meio físico.<hr/>The removal or substitution of riparian vegetation causes disturbance in physical environment, seasonal water flow and water chemical quality. These modifications can cause decrease in species richness by local extinctions. The aim of this study was to examine the effect of disturbance in the physical environmental on the richness and species composition of Odonata adults in streams with different levels of conservation in the river Suiá-Missu basin, Mato Grosso, Brazil. Modifications in the aquatic systems affected the Odonata community, probably because their ecophysiological and behavioral requirements of adults and larvae. Anisoptera species, which require sunny environments because of their body size, had higher species richness in environments with low plant cover. On the other hand, Zygoptera species, which generally inhabit streams with dense vegetation, presented a decrease in richness in disturbed environments, as a result high sunlight radiation and/or variations in temperature. Hence, in both suborders, environmental perturbations do not need to be severe to change species composition, indicating that ecosystem services could be lost, even with only partial alterations in physical environment. <![CDATA[<b>Dieta natural e hábito alimentar de um camarão de água doce (<i>Macrobrachium carcinus</i>: Crustacea, Decapoda) no estuário do rio Amazonas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Macrobrachium carcinus is a Brazilian native prawn with recognized potential for use in aquaculture activities. However, there is little information about the natural diet and feeding habits of this species. The aim of this study was the identification of the diet items of M. carcinus based on the analysis of the stomach contents. Specimens were collected in the Amazon River estuary between January 2009 and January 2010. The stomach analysis was carried out by using the frequency of occurrence (FO), methods of points (MP) and feeding index (FI). It was observed that prawns fed on detritus, animals and plant fragments as the most important food items. Sediment accounted for the main stomach content, accounting for 43.2% by the MP, 44.9% by FI and 100% by the FO. Sexual differences in feeding preferences were not found in this study, and seasonal differences in the frequency of items ingested by M. carcinus were not observed. The results indicated that M. carcinus can be considered omnivorous species, but with an important carnivorous component, similar to that found in other Macrobrachium species.<hr/>Macrobrachium carcinus é uma espécie nativa com reconhecido potencial para ser utilizada na aquicultura, devido seu grande porte e seus bons índices de fecundidade e fertilidade. Apesar de seu evidente potencial para cultivo, poucas informações sobre dieta natural e habito alimentar desta espécie são conhecidos na literatura. O objetivo principal deste estudo foi identificar os itens da dieta natural de M. carcinus, com base na análise de conteúdo estomacal de espécimes coletados no estuário do rio Amazonas entre janeiro de 2009 e janeiro de 2010. A análise do conteúdo estomacal foi feita usando frequência de ocorrência (FO), método de pontos (MP) e índice alimentar (FI). Os dados revelaram que os componentes alimentares mais importantes desta espécie foram detrito, fragmentos animais e vegetais. O item sedimento constituiu o maior componente do estômago com 43,2% pelo MP, 44,9% pelo FI e 100% pela frequência de ocorrência, respectivamente. Diferenças sexuais entre as preferências alimentares sobre os alimentos não foram encontrados no presente estudo. Diferenças sazonais na frequência de itens ingeridos por M. carcinus não foram observados. Os resultados indicaram que M. carcinus pode ser considerado como um onívoro, mas com um componente importante carnívoro, semelhante ao encontrado em outras espécies de Macrobrachium. Outros aspectos sobre o hábito alimentar e morfologia do estômago são brevemente discutidos. <![CDATA[<b>Aspectos reprodutivos do camarão <i>Macrobrachium amazonicum</i> (Decapoda: Palaemonidae) no estado do Amapá, foz do rio Amazonas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Macrobrachium amazonicum is an indigenous prawn vastly distributed in basins of South America, widely exploited by artisanal fisheries in northern and northeastern Brazil and, with great potential for aquaculture. This study aimed to investigate general aspects of population structure and reproductive characteristics (size at first maturity, fecundity and reproductive output) of M. amazonicum from two important areas to artisanal prawn fishing located at the mouth of the Amazon River, State of Amapá. The specimens were captured using 20 handcrafted traps called "matapi". A number of 5,179 prawns were captured, 2,975 females and 2,195 males resulting in 1.35:1 female to male ratio. Santana Island and Mazagão Velho showed females predominated in the population. A reproductive peak period was observed from January to April/2009 and in December/2010, coinciding with the period of higher rainfall. The recruitment peak occurred in June and July/2009. Egg-bearing females ranged in size (carapace length) from 11.10 to 29.6 mm. Fecundity increased with female size and reached up to 7,417 eggs. This amount of eggs is considered low if compared with other Macrobrachium estuarine species. Mean egg volume increased gradually from 0.121 to 0.24 mm³ during embryogenesis, representing 68.5% of overall increase from Stage I to Stage III. Eggs of M. amazonicum are small; this is typical for Macrobrachium species, which depends on brackish water to complete the larval development. Irrespective of female size, reproductive output of M. amazonicum varied between 4.8 and 21.85% of their body weight into eggs production.<hr/>Macrobrachium amazonicum é uma espécie nativa vastamente distribuída nas bacias da America do Sul, sendo largamente explorada por pescadores artesanais no Norte e Nordeste do Brasil e com grande potencial para aquicultura. O objetivo deste trabalho foi abordar aspectos gerais da estrutura populacional e biologia reprodutiva (tamanho de primeira maturação, fecundidade e investimento reprodutivo) de M. amazonicum de duas importantes áreas de pesca artesanal de camarão localizada na foz do rio Amazonas, no Estado do Amapá. Os exemplares foram capturados usando 20 armadilhas artesanais, conhecidas localmente como matapi. Um total de 5.179 camarões foi capturado, dos quais 2.975 eram fêmeas e 2.195 eram machos, dando uma razão sexual geral de 1,35: 1 em favor das fêmeas. As proporções sexuais nas áreas de Ilha de Santana e Mazagão mostraram fêmeas predominando na população. Os picos reprodutivos nas duas áreas ocorreram de Janeiro a Abril/2009 e em Dezembro/2010, coincidindo com o período mais chuvoso. Os picos de recrutamento foram observados em junho e julho de 2009. O tamanho das fêmeas ovígeras variou de 11,10 mm a 29,6 mm de comprimento de carapaça. A fecundidade aumentou com o tamanho das fêmeas, chegando até 7.417 ovos, podendo ser considerada baixa comparada a outras espécies estuarinas de Macrobrachium. Volume médio dos ovos aumentou gradualmente durante a embriogênese saindo de 0,112 para 0,220 mm³, representando um aumento global de 68,5% do I ao III estágio embrionário. Os ovos de M. amazonicum podem ser considerados pequenos, típicos de espécies de Macrobrachium que dependem de água salgada para completar seu desenvolvimento larval. Independente do tamanho da fêmea, o investimento reprodutivo de M. amazonicum variou entre 4,8 e 21,85% do seu peso corporal para a produção de ovos. <![CDATA[<b>Eficiência do aguapé sobre variáveis limnológicas em canais de abastecimento utilizados no cultivo de tambaqui</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O uso de macrófitas aquáticas pode ser uma alternativa para o tratamento e minimização dos efluentes gerados na piscicultura. Objetivou-se com este trabalho verificar a eficiência do aguapé (Eichhornia crassipes) na melhora de variáveis limnológicas (fósforo e amônia) com cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum) em canais com fluxo contínuo de água. O experimento foi conduzido por um período de 60 dias com amostragens quinzenais em canais de abastecimento, seccionados com telas e utilizando uma densidade de 120 peixes m-³. As seções foram divididas em etapas, alternando com presença e/ou ausência de aguapé. Não foram constatadas diferenças significativas nos teores de amônia, alcalinidade e dureza do efluente, nos tratamentos com ou sem a presença dos aguapés, contudo foi comprovada a eficiência do aguapé na remoção de nutrientes como o fósforo nas primeiras semanas de cultivo, sendo recomendado, o seu uso em sistemas de criação de peixes.<hr/>The use of biofilter of aquatics plants can be an alternative for the treatment and minimization of effluents generated in fish farming. The objective of this work was to evaluate the effect of water hyacinth (Eichhornia crassipes) in the improvement of the limnological variables of water of supply channels used for fish farming. The experiment was conducted in supply channels over a period of 60-days at sampling intervals of fifteen days. The channels were sectioned with screens. A density of 120 fish m-³was used. The sections were divided into stages, alternating with presence or absence of water hyacinth. It was not observed significant differences in the level of ammonia (p >0.05), alkalinity and hardness of the effluent in both treatment systems. However it was observed that water hyacinth was efficient in the removal of nutrients such as, phosphorus (first weeks of cultivation). The use of water hyacinth can be recommended in fish farming systems. <![CDATA[<b>Avaliação das atividades antinociceptiva e anti-inflamatória de preparação tópica de <i>Cipura paludosa</i> (Iridaceae)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Alho do mato (Cipura paludosa, Iridaceae) is a medicinal plant found in the Amazon rain forest, North of Brazil. It has been used to treat algic, inflammatory and infectious processes. The aim of this study was to evaluate the anti-inflammatory and antinociceptive action of the crude Cipura paludosa ethanolic extract at concentrations ranging between 2.0 and 4.0% in Oil and Water cream formulations for topical use. The physical-chemical stability of the formulations was monitored over a six-month period with the use of accelerated stability tests. In order to evaluate the anti-inflammatory and antinociceptive activities, we used a paw edema test induced by carrageenan and a formalin test, respectively. The paw edema test showed that there was a statistical difference in the control group in relation to the treatments. The formalin test did not confirm antinociceptive action of the treatments with the extract in the early phase of the test. However, statistical difference was confirmed for the treatments in relation to the control in the late phase. The antinociceptive and anti-inflammatory activities of Cipura paludosa preparations, as demonstrated in the results, at least partially support the ethno-medical uses of this plant.<hr/>Allho do mato (Cipura paludosa, Iridaceae) é uma planta medicinal encontrada na floresta Amazônica, norte do Brasil. Essa planta tem sido usada para tratar dores, processos inflamatórios e infecciosos. O objetivo do estudo foi avaliar a ação anti-inflamatória e antinociceptiva do extrato bruto etanólico de Cipura paludosa, nas concentrações que variaram entre 2,0 e 4,0%, em formulações de cremes óleo e água de uso tópico. A estabilidade físico-química das formulações foi monitorada ao longo de um período de seis meses, com a aplicação de ensaios de estabilidade acelerada. A fim de avaliar as atividades anti-inflamatória e antinociceptiva, utilizou-se um teste de edema de pata induzido por carragenina e um teste de formalina, respectivamente. O teste de edema de pata mostrou que houve uma diferença significativa no grupo controle em relação aos tratamentos. O teste da formalina não confirmou efeito antinociceptivo dos tratamentos com o extrato, na primeira fase do ensaio. No entanto, a diferença estatística foi confirmada para os tratamentos em relação ao controle na segunda fase. As atividades antinociceptiva e anti-inflamatória das preparações com Cipura paludosa confirmam de forma parcial o uso etno-médico desta planta. <![CDATA[<b>Nematoides fitoparasitas associados à mandioca na Amazônia brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A cultura da mandioca (Manihot esculenta) tem importância socioeconômica no Brasil, no entanto há ainda uma escassez de informações sobre a associação de nematoides fitoparasitas, bem como ao comportamento de cultivares de mandioca ao parasitismo desses agentes. O objetivo do presente trabalho foi relatar a distribuição geográfica e novas ocorrências das principais espécies de nematoides encontradas associadas à mandioca em diferentes municípios dos estados do Acre, Amapá, Pará e Rondônia. Além disso, estudou-se, em casa de vegetação, a reação de algumas cultivares de mandioca ao parasitismo de Meloidogyne incognita raça 3, Pratylenchus brachyurus e P. zeae. Nematoides foram extraídos de 10 g de raízes ou 250 cm³ de solo e identificados sob microscópio de luz. A espécie mais prevalente foi P. brachyurus, presente em 37,1% das amostras analisadas (n=35), seguida de M. incognita, encontrada em de 14,2% das amostras. Constituíram novas ocorrências para mandioca no Brasil: Helicotylenchus erythrinae, M. enterolobii e Xiphinema longicaudatum. As cultivares de mandioca provenientes do Amapá (Amazonas, Colônia Matapi, Manteiga, Pretinha e Pó-da-China) e as cultivares de mandioca Colonial e Caipora, provenientes do Acre, comportaram-se como suscetíveis a M. incognita raça 3. Por outro lado, as cultivares Caipora e Colonial comportaram-se como resistentes a P. brachyurus (fator de reprodução = 0,5 e 0,9, respectivamente) e imunes a P. zeae. Informações geradas neste estudo podem ser úteis para o manejo de áreas cultivadas com mandioca e infestadas pelos nematoides das lesões, P. brachyurus e/ou P. zeae.<hr/>The cassava crop (Manihot esculenta) has socioeconomic importance to Brazil, however, there is a paucity of studies regarding the plant parasitic nematodes associated with cassava and the host reaction of cassava cultivars to nematodes. The aims of this work were to report the geographic distributions and new records of plant parasitic nematodes collected from cassava areas from the States of Acre, Amapá, Pará and Rondônia, Brazil. Additionally, the host reaction of different cassava cultivars to Meloidogyne incognita race 3, Pratylenchus brachyurus and P. zeae was studied in a greenhouse experiment. Nematodes were extracted from either 10 g of roots or 250 cm³ of soil by centrifugation and identified by microscopy. The most prevalent species was P. brachyurus detected from 37.1% of samples tested (n=35), follow by M. incognita (14.2%). Among the identified nematode species, the following associations constitute new records for Brazil: Helicotylenchus erythrinae, M. enterolobii and Xiphinema longicaudatum. Cassava cultivars Amazonas, Colônia Matapi, Manteiga, Pretinha and Pó-da-China from Amapá State and Colonial and Caipora from Acre State were all susceptible to M. incognita race 3. In contrast, two cultivars, Caipora and Colonial, were resistant to P. brachyurus (reproduction factor = 0.5 and 0.9, respectively) but immune to P. zeae. Data generated in this study may be useful in the agronomic management of cassava production in areas infested with the root lesion nematodes P. brachyurus and/or P. zeae. <![CDATA[<b>Ictiometria e bioimpedância elétrica para estimativa da composição corporal do tambatinga</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Body composition analysis is relevant to characterize the nutritional requirements and finishing phase of fish. The aim of this study was to investigate the relationship between ichthyometric (weight, total and standard length, density and yields), bromatological (fat, protein, ash and water content) and bioelectrical-impedance-analysis (BIA) (resistance, reactance, phase angle and composition indexes) variables in the hybrid tambatinga (Colossoma macropomum × Piaractus brachypomus). In a non-fertilized vivarium, 520 juveniles were housed and fed commercial rations. Then, 136 days after hatching (DAH), 15 fish with an average weight of 37.69 g and average total length of 12.96 cm were randomly chosen, anesthetized (eugenol) and subjected to the first of fourteen fortnightly assessments (BIA and biometry). After euthanasia, the following parts were weighed: whole carcass with the head, fillet, and skin (WC); fillet with skin (FS); and the remainder of the carcass with the head (CH). Together, FS and CH were ground and homogenized for the bromatological analyses. Estimates of the body composition and yields of tambatinga, with models including ichthyometric and BIA variables, showed correlation coefficients ranging from 0.81 (for the FS yield) to 1,00 (for the total ash). Similarly, models that included only BIA variables had correlation coefficients ranging from 0.81 (FS and CH yields) to 0.98 (for the total ash). Therefore, in tambatinga, the BIA technique allows the estimation of the yield of the fillet with skin and the body composition (water content, fat, ash, and protein). The best models combine ichthyometric and BIA variables.<hr/>Analisar composição corporal é relevante para caracterizar necessidades nutricionais e fase de terminação de peixes. Objetivou-se estudar a relação entre variáveis ictiométricas (peso, comprimentos total e padrão, densidade e rendimentos), bromatológicas (gordura, proteína, cinza e umidade) e aquelas da análise por bioimpedância ou BIA (resistência, reatância, ângulo de fase e índices de composição), no híbrido tambatinga (Colossoma macropomum x Piaractus brachypomus). Em um viveiro não fertilizado, 520 juvenis foram cultivados com ração comercial. Com idade de 136 dias após a eclosão dos ovos, 37,69 g de peso, 12,96 cm de comprimento total, 15 peixes, colhidos ao acaso, foram anestesiados (eugenol) e submetidos à primeira de quatorze avaliações quinzenais (BIA e biometria). Após eutanásia foram dissecados e pesados: carcaça inteira com cabeça, filé e pele (CICFP), filé com pele (FCP) e resto da carcaça com cabeça (CCC). Juntos, FCP e CCC foram moídos e homogeneizados para análise bromatológica. Estimativas da composição corporal e de rendimentos do tambatinga, com modelos incluindo variáveis ictiométricas e da BIA, apresentaram coeficientes de correlação entre 0,81 (para o rendimento do FCP) e 1,00 (para cinzas totais). Analogamente, modelos com a inclusão apenas de variáveis da BIA mostram coeficientes de correlação entre 0,81 (rendimento do FCP e do CCC) e 0,98 (para cinzas totais). Portanto, no tambatinga, a técnica da BIA possibilita a estimativa do rendimento de filé com pele e composição corporal (umidade, gordura, cinza e proteína). Os melhores modelos agregam variáveis ictiométricas e da BIA. <![CDATA[<b>Atividade antimicrobiana de méis de duas espécies de abelhas sem ferrão e <i>Apis mellifera</i> (Hymenoptera, Apidae) contra micro-organismos patogênicos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Honeys are described possessing different properties including antimicrobial. Many studies have presented this activity of honeys produced by Apis mellifera bees, however studies including activities of stingless bees honeys are scarce. The aim of this study was to compare the antimicrobial activity of honeys collected in the Amazonas State from Melipona compressipes, Melipona seminigra and Apis mellifera against Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Chromobacterium violaceum, and Candida albicans. Minimum inhibitory concentrations were determined using the agar dilution method with Müller-Hinton agar (for bacteria) or Saboraud agar (for yeast). Staphylococcus aureus and E. faecalis were inhibited by all honeys at concentrations below 12%, while E. coli and C. violaceum were inhibited by stingless bee honeys at concentrations between 10 and 20%. A. mellifera honey inhibited E. coli at a concentration of 7% and Candida violaceum at 0.7%. C. albicans were inhibited only with honey concentrations between 30 and 40%. All examined honey had antimicrobial activity against the tested pathogens, thus serving as potential antimicrobial agents for several therapeutic approaches.<hr/>Méis são descritos possuindo diferentes propriedades, incluindo a antimicrobiana. Muitos estudos têm apresentado essa atividade de méis produzidos por abelhas Apis mellifera, no entanto estudos incluindo atividades de méis de abelhas sem ferrão são escassos. O objetivo deste estudo foi comparar a atividade antimicrobiana de méis de Melipona compressipes, Melipona seminigra e A. mellifera, coletados no Estado do Amazonas, contra Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Chromobacterium violaceum, e Candida albicans. As concentrações inibitórias mínimas foram determinadas usando o método de diluição em ágar, com ágar Muller-Hinton (para bactérias) ou ágar Sabouraud (para a levedura). S. aureus e E. faecalis foram inibidos por todos os méis em concentrações inferiores a 12%, enquanto E. coli e C. violaceum foram inibidos por méis de abelhas sem ferrão em altas concentrações entre 10 e 20%. A. mellifera inibiu E. coli na concentração de 7% e C. violaceum em baixa concentração (0,7%). C. albicans foi inibida apenas em concentrações entre 30 e 40% dos méis. Assim, todas as variedades de mel testadas apresentaram atividade antimicrobiana sobre os patógenos testados, servindo assim como agente antimicrobiano potencial para diversas abordagens terapêuticas.