Scielo RSS <![CDATA[Jornal Brasileiro de Psiquiatria]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0047-208520150002&lang=pt vol. 64 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Associação de sintomas depressivos e ansiosos com gravidade da migrânea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200093&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo O objetivo do presente estudo foi avaliar a associação do sono, depressão e ansiedade em pacientes com migrânea. Métodos Cinquenta pacientes do sexo feminino, provenientes de um centro terciário de tratamento de cefaleias, com o diagnóstico de migrânea segundo os critérios da International Headache Society, foram incluídas neste estudo. As pacientes foram avaliadas com os seguintes instrumentos: Migraine Disability Assessment test (MIDAS), Headache Impact Test (HIT), Hospital Anxiety (HADS-A) and Depression Scale (HAD-D), Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (IQSP) e Escala de Sonolência de Epworth (ESE). Resultados As pacientes apresentaram alta prevalência de sintomas de ansiedade (60%) e de depressão (42%), má qualidade do sono (80%) e sonolência diurna (36%). Foi demonstrada correlação positiva entre a gravidade dos sintomas de ansiedade e HIT (p = 0,018; ρ = 0,334), ESE (p = 0,002; ρ = 0,426) e IQSP (p = 0,002; ρ = 0,426). Correlação positiva também foi demonstrada entre a gravidade dos sintomas depressivos e HIT (p &lt; 0,001; ρ = 0,532), ESE (p = 0,035; ρ = 0,299) e IQSP (p = 0,016, ρ = 0,34). Não houve associação entre a qualidade do sono, a sonolência diurna e a gravidade da migrânea. A pontuação na HAD-D foi o principal preditor de impacto grave da migrânea. Conclusão Apesar da alta frequência de distúrbios do sono, o principal fator relacionado ao impacto da migrânea foi a gravidade dos sintomas depressivos. <hr/> Objective The aim of the present study was to evaluate the association of sleep, depression and anxiety symptoms in migraine patients. Methods Fifty female patients diagnosed with migraine according to the International Headache Society criteria were recruited from a headache referral clinic. Patients were evaluated using the following instruments: Migraine Disability Assessment test (MIDAS), Headache Impact Test (HIT), Hospital Anxiety (HADS-A) and Depression scale (HAD-D), Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI) and Epworth Sleepiness Scale (ESS). Results Patients presented higher prevalence of anxiety (60%) and depressive (42%) symptoms, poor quality of sleep (80%) and daytime sleepiness (36%). A positive correlation was shown between anxiety symptoms and HIT (p = 0.018; ρ = 0.334), ESS (p = 0.002; ρ = 0.426), and PSQI (p = 0.002; ρ = 0.426). A positive correlation was also shown between depressive symptoms and HIT (p &lt; 0.001; ρ = 0,532), ESS (p = 0.035; ρ = 0.299) and PSQI (p = 0.016, ρ = 0.34). There was no association between quality of sleep, daytime sleepiness, and migraine severity. HAD-D score was the only predictor associated with substantial or severe migraine impact. Conclusion Despite the elevated frequency of sleep disorders, the main factor associated with migraine impact was the severity of depressive symptoms. <![CDATA[Prevalência de compulsão alimentar periódica conforme grau de obesidade e fatores associados em mulheres]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200100&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective Investigate binge eating (BE) prevalence in women according to the obesity degree and assess the associated factors. Methods Cross-sectional study with female adults presenting body mass index (BMI) ≥ 35 kg/m2. The analyzed variables were: sociodemographics, health status, obesity history, lifestyle, eating behavior and obesity degree. In order to analyse BE it was used the Binge Eating Scale (BES), which is considered positive when BES ≥ 18 points. Prevalence and prevalence ratios (PR) were calculated with confidence intervals (CI) of 95%. Multivariate analysis was carried out using Poisson regression. Results BE prevalence was 53.2%, and the prevalence in super superobese women (BMI ≥ 60 kg/m2) was 75%. After multivariate analysis, associations were observed between the age group 40-49 years old (PR = 2.0; 95% CI = 1.2-3.4) and the “snacking habit” (PR = 1.9; 95% CI = 1.2-2.9). Conclusion The prevalence of BE in severe obese women was high. Association with the “snacking habit” can be a BE marker that should be monitored in the severely obese individuals that fit this profile. <hr/> Objetivo Investigar a prevalência de compulsão alimentar periódica (CAP) em mulheres conforme grau de obesidade e avaliar os fatores associados. Métodos Estudo transversal realizado com adultas e índice de massa corporal (IMC) ≥ 35 kg/m2. Variáveis analisadas: sociodemográficas, condições de saúde, história de obesidade, estilo de vida, comportamento alimentar e grau de obesidade. Para análise da CAP, foi utilizada Escala de Compulsão Alimentar Periódica, sendo CAP aquelas com ≥ 18 pontos. Calcularam-se prevalência e razões de prevalências, com intervalos de confiança de 95%. Realizou análise multivariada pela regressão de Poisson. Resultados A prevalência de CAP foi de 53,2%, sendo a prevalência em super superobesas (IMC ≥ 60 kg/m2) de 75%. Após análise multivariada, foram associadas idade de 40 a 49 anos (RP = 2,0; IC 95% = 1,2-3,4) e “hábito de beliscar” (RP = 1,9; IC 95% = 1,2-2,9). Conclusão A prevalência de CAP em obesas graves foi elevada. A associação com “hábito de beliscar” pode ser um marcador de CAP, devendo ser monitorado em obesas graves com esse perfil. <![CDATA[Estágios motivacionais para mudança de comportamento em indivíduos que iniciam tratamento para perda de peso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200107&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Embora existam programas efetivos para tratamento da obesidade, são grandes as taxas de abandono. O objetivo deste trabalho foi investigar o estágio motivacional em que se encontravam pacientes com sobrepeso ou obesidade I e II atendidos em ambulatório de Nutrição e seus fatores associados. Métodos Trata-se de um estudo transversal, com amostragem por conveniência, em que foram coletadas informações da história clínica, antropometria, compulsão alimentar (BES – Binge Eating Scale) e motivação para o tratamento (URICA – University of Rhode Island Change Assessment Scale). Resultados Dos 48 avaliados, 29,2% encontravam-se em pré-contemplação, 41,7%, em contemplação e 29,2%, em ação. Quem procurou tratamento para controle de alguma comorbidade além da perda de peso teve maior escore de prontidão (p = 0,024). Motivação não foi relacionada ao estado nutricional nem à tentativa anterior de perda de peso, mas relacionou-se à orientação profissional anterior (p = 0,005). Dos 26,8% que apresentavam sintomatologia moderada ou grave para compulsão alimentar, 90,9% estavam em contemplação, com diferença significativa quanto à pré-contemplação (p = 0,001) e à ação (p = 0,02). Conclusão Esses resultados sugerem que parte dos indivíduos que procuram tratamento para perda de peso não o faz com a motivação necessária e que, se o aconselhamento profissional quanto à importância da perda de peso ocorresse antes que patologias associadas à obesidade se instalassem, indivíduos mais motivados poderiam procurar tratamento e evitar tais complicações. <hr/> Objective Although there are effective programs for treating obesity, are large dropout rates. The aim of this study was to investigate the motivational stage in patients who were overweight or obesity I and II, in an outpatient clinic nutrition, and its associated factors. Methods It is a cross-sectional study with convenience sampling, in which information from the clinical history, anthropometry, binge eating (BES – Binge Eating Scale) and motivation for treatment (URICA – University of Rhode Island Change Assessment Scale) were collected. Results Of the 48 evaluated, 29.2% were in precontemplation stage, 41.7% were in contemplation stage and 29.2% were in action stage. Who sought treatment for comorbidity control besides the weight loss had greater readiness score (p = 0.024). Motivation was not related to nutritional status, nor the previous attempt at weight loss, but was related to the previous professional guidance (p = 0.005). Among 26.8% had moderate or severe symptoms for binge eating, 90.9% were in contemplation, with a significant difference in pre-contemplation (p = 0.001) and action (p = 0.02). Conclusion These results suggest that individuals who seek treatment for weight loss do not make it with the necessary motivation, and that if professional advice on the weight loss importance occurred before the associated with obesity pathologies were installed, more motivated individuals could seek treating and preventing these complications. <![CDATA[Propriedades psicométricas da <em>Cocaine Selective Severity Assessment</em> (CSSA) em mulheres usuárias de <em>crack</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200115&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Este estudo teve como objetivo adaptar a Cocaine Selective Severity Assessment (CSSA) para o português do Brasil e verificar as propriedades psicométricas do instrumento em uma amostra de usuárias de crack. Métodos Após as etapas de tradução e adaptação, 125 mulheres usuárias de crack, internadas em uma unidade pública de desintoxicação, foram avaliadas. Para caracterização da amostra e análise das validades concorrente, de construto e preditiva, foram utilizados os seguintes instrumentos: SCID-I, ASI-6, BDI-II e CCQ-B. Resultados A análise fatorial exploratória identificou cinco fatores, com níveis adequados de consistência interna tanto para os fatores quanto para o escore geral da CSSA. Quanto à validade concorrente, a CSSA vai ao encontro de instrumentos já utilizados na clínica e em pesquisas. Em relação à validade de construto e preditiva, a CSSA pode ser sensível ao declínio dos sintomas de abstinência durante o processo de desintoxicação do crack. Conclusões Nossos achados foram além da tradução e adaptação da CSSA, proporcionando testes de validade e sugerindo que a CSSA é um instrumento confiável na avaliação dos sintomas de abstinência do crack. <hr/> Objective This study aimed to describe the translation and adaptation of Cocaine Selective Severity Assessment (CSSA) into Brazilian Portuguese and verify the psychometric properties in a sample of crack cocaine users. Methods After the translation and adaptation steps, 125 female crack cocaine-dependent inpatients who were enrolled in an inpatient detoxification unit were evaluated. To characterize the sample and realize the analysis of concurrent validity, construct validity and predictive validity the following instruments were used: SCID-I, ASI-6, BDI-II e CCQ-B. Results The exploratory factorial analysis identified five factors and revealed appropriate levels of internal consistency, as well as the total score of the CSSA. The concurrent validity showed that CSSA was in line with instruments used in clinical practice and in researches. Further, both construct and predictive validity indicated adequate sensitivity to decline of withdrawal symptoms during the detoxification processes. Conclusions Our findings were beyond the translation and adaptation, providing the reliability and validity of CSSA regarding the evaluation of withdrawal symptoms in crack cocaine abstinence. <![CDATA[Prevalência de sintomas depressivos e fatores associados em idosos no norte de Minas Gerais: um estudo de base populacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200122&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Avaliar a prevalência e os fatores associados aos sintomas depressivos em idosos não institucionalizados. Métodos Estudo transversal, analítico, de base populacional, cujos dados foram coletados entre maio e julho de 2013, em visitas domiciliares. Foi aplicado um questionário com variáveis sociodemográficas, comorbidades, utilização de serviços de saúde, escala de fragilidade (Edmonton Frail Scale), teste Timed Get Up and Go e a Escala de Depressão Geriátrica (Geriatric Depression Scale – GDS-15). Para análise estatística, as variáveis foram dicotomizadas. Conduziram-se análises bivariadas (teste qui-quadrado de Pearson) adotando-se nível de significância menor que 0,20 para inclusão das variáveis independentes no modelo múltiplo. O modelo final foi gerado por meio de análise de regressão logística múltipla e as variáveis mantidas apresentaram associação com sintomas depressivos em um nível de significância de 0,05 (p &lt; 0,05). Resultados A prevalência de sintomas depressivos foi de 27,5%. As variáveis independentes associadas a sintomas depressivos foram: não ter companheiro (a) (OR = 1,81; IC 95% 1,214-2,713), não saber ler (OR = 1,84; IC 95% 1,19-2,836), percepção negativa sobre a própria saúde (OR = 2,12; IC 95% 1,373-3,256), tabagismo (OR = 2,31; IC 95% 1,208-4,431), alto risco de quedas (OR = 1,78; IC 95% 1,000-3,184) e fragilidade (OR = 2,38; IC 95% 1,510-3,754). Conclusões A alta prevalência de sintomas depressivos identificada entre idosos comunitários alerta para a necessidade de maiores cuidados com a população idosa. <hr/> Objective To evaluate the prevalence and the factors associated with depressive symptoms in the noninstitutionalized elderly. Methods A cross sectional analytical study population- based, conducted between May and July 2013, through a household survey. A questionnaire with sociodemographic variables, comorbidities, use of health services, scale fragility (Edmonton Frail Scale), Timed Get Up and Go test and Geriatric Depression Scale GDS-15 was applied. For statistical analysis, the variables were dichotomized. Bivariate analyzes (chi-square test) were conducted adopting a significance level lower than 0.20 for inclusion of independent variables in the multiple model. The final model was generated using multivariate logistic regression and the variables were associated with depressive maintained at a significance level of 0.05 (p &lt; 0.05) symptoms. Results The prevalence of depressive symptoms was 27.5%. Independent variables associated with depressive symptoms were: not having a partner (OR = 1.81, 95% CI 1.214 to 2.713), not reading (OR = 1.84, 95% CI 1.19 to 2.836), having negative perception about their own health (OR = 2.12, 95% CI 1.373 to 3.256), smoking (OR = 2.31, 95% CI 1.208 to 4.431), high risk of falls (OR = 1.78, 95% CI 1.000 to 3.184) and frailty (OR = 2.38, 95% CI 1.510 to 3.754). Conclusions The high prevalence of depressive symptoms among community-dwelling elders identified alert to the need for better care of the elderly population. <![CDATA[Desenvolvimento e avaliação das propriedades psicométricas da versão brasileira do <em>Addiction Severity Index 6</em> (ASI-6) <em>Light</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200132&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Desenvolver e avaliar as propriedades psicométricas de uma versão brasileira reduzida do Addiction Severity Index 6 Light (ASI-6 Light) previamente proposta com base em um estudo de validação dos construtos do instrumento e desenvolver os novos escores de cada área do instrumento baseados na Teoria de Resposta ao Item (TRI). Métodos Foram entrevistados 200 sujeitos, 100 com uso problemático de álcool e outras drogas e 100 sem uso problemático. Foram calculados os escores dos indivíduos com base na TRI. As propriedades psicométricas foram avaliadas pela correlação entre os escores do ASI-6 Light e do Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), padrão-ouro do estudo. Foram avaliados os índices de sensibilidade e especificidade. Resultados Foi encontrada alta correlação entre os escores da área “álcool” do ASI-6 Light e os escores do ASSIST em relação ao álcool (r = 0,79), correlações moderadas em relação ao tabaco (r = 0,47) e cocaína/crack (r = 0,44) e baixa (r = 0,39) em relação à maconha. Ao correlacionarem-se os escores do ASSIST e os escores da área “drogas” do ASI-6 Light, obteve-se alta correlação em relação à cocaína/crack (r = 0,85), correlações moderadas em relação ao tabaco (r = 0,57) e maconha (r = 0,68) e baixa (r = 0,29) em relação ao álcool. A área sob a curva ROC da área “álcool” foi de 0,93 e a da área “drogas” foi de 0,88. Conclusão Boas evidências de validade das áreas “álcool” e “drogas” foram apresentadas. Essa nova versão tornou-se um instrumento de fácil manejo e de rápida aplicação, contendo os itens que melhor avaliam a gravidade de problemas. <hr/> Objective To develop and evaluate the psychometric properties of a shortened Brazilian version of the Addiction Severity Index 6 (ASI-6 Light), previously proposed from a validation study of the instrument constructs and developing new scores for each instrument area based on the Item Response Theory (IRT). Methods Two hundred subjects were interviewed, 100 with the abuse of alcohol and other drugs and 100 without problematic use. The scores of individuals were calculated from the Item Response Theory. The psychometric properties were evaluated by the correlation between the scores of the ASI-6 Light and Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), the gold standard study. The sensitivity and specificity rates were calculated. Results A high correlation between the scores of the area “alcohol” ASI-6 Light and scores ASSIST regarding alcohol was found (r = 0.79), moderate correlations with tobacco (r = 0.47) and cocaine/crack (r = 0.44) and low (r = 0.39) with respect to marijuana. Correlating ASSIST scores and the scores of the area “drugs” ASI-6 Light obtained a high correlation to cocaine/crack (r = 0.85), moderate correlations with tobacco (r = 0.57) and marijuana (r = 0.68) and low (r = 0.29) compared to alcohol. The area under the ROC curve of area “alcohol” was 0.93 and the area “drugs” was 0.88. Conclusion Good evidence of validity of the area “alcohol” and “drugs” were presented. This new version has become an instrument for easy handling and quick application, containing the items that best assess the severity of problems. <![CDATA[Inserção no mercado de trabalho e uso de drogas entre escolares de duas cidades de médio porte do sul do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200140&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo O início do consumo de drogas ocorre, geralmente, na adolescência. Entre os fatores associados a esse comportamento, está o trabalho. Este artigo analisa a associação entre a inserção no mercado de trabalho e o uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína, em uma amostra de 1.961 escolares de dois municípios de médio porte do Rio Grande do Sul. Métodos Foram estimadas razões de prevalência brutas e ajustadas, primeiramente, para sexo e idade e, posteriormente, para sexo, idade e supervisão do uso de internet no domicílio. Resultados Na análise bruta, a associação com a inserção no mercado de trabalho foi significativa para uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína. Na estimativa de razões de prevalência ajustadas para sexo e idade, apenas a associação com uso no ano de tabaco se manteve e desapareceu ao ajustar também para a variável de supervisão parental do uso da internet. Conclusões O fato de a associação não se manter após a análise ajustada indica que, entre escolares, portanto, adolescentes ainda vinculados à escola, inserção no mercado de trabalho e uso no ano daquelas substâncias se expandem de modo semelhante, mas muito mais influenciados pelo avanço da idade, por especificidades de gênero e de acordo com modelos de cuidado no ambiente doméstico. <hr/> Objective Having a paid work appears among the factors associated with the onset of drug usage by teenagers. This paper aims to estimate the association between the insertion in the labor market and last year usage of alcohol, tobacco, marijuana or cocaine in a sample of 1,961 students aging 14 to 17 on two medium-sized cities in southern Brazil. Methods Prevalence ratios were estimated, first adjusted for sex and age, and then adjusted also for sex, age, and then to sex, age, and supervision of internet use at home. Results Prevalence rates indicated significant association among the insertion in the labor market and the consumption of the interest substances, but when adjusting for gender and age, only the association with tobacco use remained significant and it disappeared when parent’s supervision was included in the model of analysis. Conclusions Data show that among adolescents yet linked to school, enter the job market and use of those substances in the year expand similarly, but much more influenced by advancing age, according to gender specificities and according to patterns of care at home. <![CDATA[Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200146&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Identificar o estado nutricional e hábitos alimentares de pacientes masculinos em recuperação de dependência química em acompanhamento ambulatorial de uma unidade de adição. Métodos Estudo transversal com 25 pacientes adultos em tratamento ambulatorial para dependência química. Foram aferidos parâmetros antropométricos (peso, estatura, circunferência da cintura e índice de massa corporal) e de composição corporal (bioimpedância elétrica), e foram investigados hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar – QFA). As variáveis categóricas são apresentadas como frequências e percentuais e as variáveis contínuas, como média e desvio-padrão ou como mediana e intervalo interquartil. Resultados Observou-se índice de massa corporal médio de 27,73 ± 4,15 kg/m2, com prevalência de sobrepeso de 80% e obesidade de 8%. A média da circunferência da cintura foi de 96,60 ± 9,84 cm e a de percentual de gordura corporal, de 23,24 ± 6,44. A maior parte da amostra estudada [20 (80%)] refere realizar quatro ou mais refeições por dia e 72% referiram aumento do consumo alimentar no período de abstinência. A preferência por alimentos específicos no período de abstinência foi relatada por 12 (48%) pacientes. Em relação ao consumo de alimentos ultraprocessados, destaca-se o consumo diário de pão francês (68%), pães brancos de forma (16%), sucos artificiais (48%), refrigerantes (32%), queijo amarelo (36%), embutidos com alto teor de gordura (36%) e balas e chicletes (32%). Conclusão Os resultados mostram prevalência elevada de sobrepeso e obesidade, além de medida de circunferência da cintura alterada, relato de aumento da ingestão alimentar e consumo diário e semanal elevado de alimentos ultraprocessados. <hr/> Objective To identify the nutritional status and dietary habits of male patients recovering from chemical dependency in an ambulatory treatment of an addition unit. Methods Crosssectional study with 25 male patients in ambulatorial treatment for chemical dependency. Anthropometric parameters (weight, height, waist circumference and body mass index) and body composition (bioelectrical impedance) were measured and dietary habits (Food Frequency Questionnaire) were investigated. Categorical variables are shown as frequencies and percentages and continuous variables as mean and standard deviation or as median and interquartile range. Results It was found a body mass index mean of 27.73 ± 4.15 kg/m2, with a prevalence of overweight in 88% of the sample. The waist circumference mean was 96.60 ± 9.84 cm and a percentual body fat mass of 23.24 ± 6.44. The sample majority [20 (80%)] refers do four or more meals a day and 72% reported an increased food intake during the period of abstinence. The preference for specific foods during the abstinence period was reported by 12 (48%) patients. Regarding the consumption of ultra-processed foods, there is a highlight daily consumption of French bread (68%), white pan bread (16%), artificial juices (48%), soft drinks (32%), high-fat cheese (36%), high-fat processed meat (36%), candy and gum (32%). Conclusion The study reveals a high prevalence of overweight and obesity, as well as altered waist circumference, increased food intake and daily and weekly consumption of ultra-processed foods. <![CDATA[Processos cognitivos afetam a marcha de sujeitos com doença de Parkinson e de Alzheimer em duplas tarefas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200154&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To investigate the relation between gait parameters and cognitive impairments in subjects with Parkinson’s disease (PD) and Alzheimer’s disease (AD) during the performance of dual tasks. Methods This was a cross-sectional study involving 126 subjects divided into three groups: Parkinson group (n = 43), Alzheimer group (n = 38), and control group (n = 45). The subjects were evaluated using the Timed Up and Go test administered with motor and cognitive distracters. Gait analyses consisted of cadence and speed measurements, with cognitive functions being assessed by the Brief Cognitive Screening Battery and the Clock Drawing Test. Statistical procedures included mixed-design analyses of variance to observe the gait patterns between groups and tasks and the linear regression model to investigate the influence of cognitive functions in this process. A 5% significant level was adopted. Results Regarding the subjects’ speed, the data show a significant difference between group vs task interaction (p = 0.009), with worse performance of subjects with PD in motor dual task and of subjects with AD in cognitive dual task. With respect to cadence, no statistical differences was seen between group vs task interaction (p = 0.105), showing low interference of the clinical conditions on such parameter. The linear regression model showed that up to 45.79%, of the variance in gait can be explained by the interference of cognitive processes. Conclusion Dual task activities affect gait pattern in subjects with PD and AD. Differences between groups reflect peculiarities of each disease and show a direct interference of cognitive processes on complex tasks. <hr/> Objetivo Investigar a relação entre parâmetros da marcha e comprometimento cognitivo em sujeitos com doença de Parkinson (DP) e doença de Alzheimer (DA) durante tarefas duplas. Métodos Este estudo consistiu em uma pesquisa transversal envolvendo 126 sujeitos, divididos em três grupos: grupo Parkinson (n = 43), grupo Alzheimer (n = 38) e grupo controle (n = 45). Os sujeitos foram submetidos ao teste Timed Up and Go, administrado com distrator motor e cognitivo. Os parâmetros analisados na marcha foram cadência e velocidade, tendo as funções cognitivas avaliadas por meio da Bateria Breve de Rastreio Cognitivo e do Teste do Desenho do Relógio. Os procedimentos estatísticos incluíram a análise mista de variâncias para observar os padrões da marcha nos grupos e nas tarefas e o modelo de regressão linear para investigar a influência das funções cognitivas nesse processo. O nível de significância foi estipulado em 5%. Resultados Em relação à velocidade, os dados vislumbram diferença significativa na interação grupo vs. tarefa (p = 0,009), com pior rendimento dos sujeitos com DP na dupla tarefa motora e dos com DA na situação de dupla tarefa cognitiva. Sobre a cadência, os resultados não apontaram diferença significativa na interação grupo vs. tarefa (p = 0,105), vislumbrando pouca interferência das condições clínicas sobre esse parâmetro. O modelo de regressão linear demonstrou que até 45.79% da variação nos parâmetros da marcha podem ser explicados por processos cognitivos. Conclusão Atividades de dupla tarefa afetam a marcha de sujeitos com DA e DP. A diferença entre grupos reflete peculiaridades de cada doença e demonstra interferência direta de processos cognitivos em atividades complexas. <![CDATA[As terapias cognitivo-comportamentais no tratamento da bulimia nervosa: uma revisão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200160&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo Realizar uma revisão na literatura sobre a utilização da terapia cognitivo-comportamental (TCC) no tratamento da bulimia nervosa entre 2009 e 2013. Métodos Três bases de dados eletrônicas foram pesquisadas, considerando artigos em língua inglesa, espanhola e portuguesa. Resultados Após as análises e exclusão dos artigos, seguindo o método PRISMA, foram selecionados 20 artigos. Os artigos selecionados foram produzidos ou na Europa ou nos Estados Unidos, em língua inglesa. Os diagnósticos da amostra variaram de exclusivamente bulimia nervosa (60%) aos que incluíram pessoas com transtorno de compulsão alimentar (35%), além de diagnósticos mistos (5%). Os estudos foram, em sua maioria, realizados em mulheres adultas. A TCC, em sua abordagem clássica no consultório, foi utilizada em todos os artigos, ora utilizada individualmente, ora comparada com outras intervenções (internet, CD-ROM e autoajuda). Encontrou-se como resultado que a TCC diminui os sintomas de compulsão alimentar e de purgação, além de oferecer ganhos secundários aos participantes, como melhora de sintomas depressivos, de ansiedade e até mudanças na personalidade. As outras intervenções pesquisadas obtiveram bons resultados na modificação dos sintomas, demonstrando que há um novo caminho a ser galgado com essas novas formas de tratamento. Conclusão O tratamento da bulimia nervosa possui evidências suficientes para que seja realizado com a terapia cognitivo-comportamental. Além dela, intervenções psicoterápicas inovadoras baseadas na TCC clássica apresentam bons indicativos de eficácia. Futuras pesquisas sobre essas diferentes intervenções são necessárias. <hr/> Objective To review the literature about the use of cognitive-behavior therapy in bulimia nervosa treatment, between 2009 and 2013. Methods Three electronic databases were researched, and articles in English, Portuguese and Spanish were selected. Results After the analysis and exclusion of the articles, followed the PRISMA methods, were chosen 20 articles. Selected articles were produced in Europe or in United States of America, in English. The diagnosis of the sample ranged from only bulimia nervosa (60%) that included the people with binge eating disorders (35%), and mixed eating disorders diagnoses (5%). The researches were conducted mostly with women. The cognitive-behavior therapy in your classic form in office were used all of articles, sometimes used singly, sometimes used with other intervention (internet, CD-ROM, self-help). The cognitive behavior therapy decreases binge eating and purgation symptoms. It provides secondary benefits to participants like: decreases depressive and anxiety symptoms and change the participant’s personality. The other interventions studied have been successful in modifying symptoms, demonstrating that there is a new way forward climbed with these news forms of treatment. Conclusion Treatment of bulimia nervosa have enough evidences to be performed with the cognitive-behavioral therapy. Beyond, innovative psychotherapeutic interventions based on classical CBT have good indicators of effectiveness. Future research on these different interventions are needed. <![CDATA[Epilepsia, psicose e religiosidade – Caso clínico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200169&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os autores apresentam o caso de uma paciente de 61 anos, com antecedentes depressivos e história de síncopes, que desenvolve, no espaço de meio ano, alterações de comportamento pautadas por hiper-religiosidade, ideias delirantes de grandiosidade e fenômenos compatíveis com déjà vu. Nesse contexto, foi referenciada pelo médico de família para a urgência de psiquiatria, tendo sido realizada investigação orgânica e identificada epilepsia do lobo temporal após realização de eletroencefalograma. Foi medicada com valproato de sódio, na dose de 750 mg/dia, com esbatimento progressivo da sintomatologia psicótica. Com este trabalho, os autores pretendem sublinhar a importância da exploração orgânica dos sintomas neuropsiquiátricos, antes de atribuir um diagnóstico psiquiátrico ao paciente.<hr/>The authors report the case of a 61 years-old woman, with history of depressive episodes and syncope, who developed hyperreligiosity, grandiose delusions and déjà vu. She was admitted to a psychiatry emergency and the electroencephalogram identified temporal lobe epilepsy. She was medicated with valproate sodium 750 mg/day with remission of psychotic symptoms and return to premorbid function. The purpose of this work is to highlight the importance of organic investigation in the assessment of neuropsychiatric symptoms. <![CDATA[Doença arterial coronariana após eletroconvulsoterapia: um relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200173&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objectives Unipolar depression (UPD) is a leading cause of global burden of diseases, particularly among the elderly, whose treatment may be challenging. In such cases, ECT is often recommended due to its safety and efficacy. This report presents a case of a 67-year-old male inpatient that developed a rare cardiac complication during ECT. Methods Clinical case report with patient’s consent and bibliographic review. Results A 67-year-old male inpatient with recurrent severe psychotic depression was hospitalized and ECT was indicated after failure of the pharmacological treatment. A comprehensive clinical pre-evaluation revealed only nonspecific ST-segment changes in electrocardiogram. During the 7th ECT session, it was observed transitory ST-segment depression followed by a discrete increase of plasma troponin I. Severe tri-vessel coronary artery stenosis was found and a percutaneous coronary angioplasty was performed, with satisfactory psychiatric and cardiac outcomes. Conclusions Unipolar depression (UPD) and cardiovascular disease are often coexistent conditions, especially among the elderly. In the current case, myocardial ischemia was detected lately during ECT therapy and its treatment allowed the UPD treatment to be completed adequately. <hr/> Objetivos Depressão unipolar é uma das principais causas de sobrecarga global de doenças, particularmente entre os idosos, cujo tratamento pode ser desafiador. Nesses casos, a eletroconvulsoterapia (ECT) é frequentemente indicada, por causa de sua segurança e eficácia. Este relato apresenta o caso de um paciente de 67 anos internado e que desenvolveu uma complicação cardíaca rara após ECT. Métodos Relato de caso clínico e revisão da literatura. Resultados Um homem de 67 anos com transtorno depressivo grave, com sintomas psicóticos recorrentes, foi hospitalizado, sendo indicada ECT após falha do tratamento farmacológico. Foi realizada uma pré-avaliação clínica, a qual revelou alterações não específicas do segmento ST ao eletrocardiograma. Durante a sétima sessão de ECT, foi observada depressão transitória do segmento ST seguida por discreto aumento da troponina I sérica. Foi diagnosticada estenose coronária triarterial, sendo realizada angioplastia coronária percutânea, com boa evolução clínica e psiquiátrica. Conclusões Depressão unipolar e doença cardiovascular são condições que coexistem com frequência, especialmente entre os idosos. No presente relato, isquemia miocárdica foi detectada tardiamente durante a ECT e a sua correção permitiu que a depressão unipolar fosse tratada adequadamente. <![CDATA[Um caso clínico sobre skin-picking disorder: uma explicação psicopatológica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852015000200177&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt We describe the case of a 44-year-old woman, without known previous psychiatric history, hospitalized after a significant hemorrhage caused by self-inflicted deep facial dermal lesions (with muscle exposition). Psychopathological possible explanations of this case, as in similar reviewed ones, are related to frustration, aggression, and impulsivity.<hr/>Descrevemos um caso clínico de uma senhora de 44 anos de idade, sem antecedentes psiquiátricos prévios, internada após hemorragia significante causada por uma lesão facial autoinfligida (com exposição de músculo). Possíveis explicações psicopatológicas deste caso, tal como em casos similares, relacionam-se com frustração, agressividade e impulsividade.