Scielo RSS <![CDATA[Anais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0071-127619900002&lang=pt vol. 47 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Ácaro branco do algodão <I>Polyphagotarsonemus latus</I> (Banks, 1904) (Acari: Tarsonemidae) e ensaio de combate químico</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o intuito de avaliar o desempenho de produtos químicos no combate ao "ácaro branco" Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) em algodoeiro, instalou-se o presente trabalho. Os 7 tratamentos, com 4 repetições, foram os seguintes: A) testemunha; B) triazofós, 300g; C) triazofós, 150g + feromônios (alquenóis multimetílicos), 4,77g; D) propargite, 1,080g; E) abamectina, 6g + feromônios (alquenóis multimetílicos), 6,67g; F) profenofós, 400g; G) enxofre, 3.000g. As quantidades acima são de ingredientes ativos por hectare. Os melhores resultados foram conseguidos pelo triazofós, seguido pelo enxofre e as duas misturas com feromônios.<hr/>Chemical control of the tropical mite was evaluated by means of a field test conducted in Tiete, State of São Paulo, Brazil. Seven treatments with four replicates each were applied to plots of 150m². Treatments and their respective active ingredients were as follows: A) check; B) triazophos, 300g; C) triazophos, 150g + pheromones (multimethyl alkenols), 4.77g; D) propargite, 1080g; E) abamectin, 6g + pheromones (multimethyl alkenols), 6.67g; F) profenophos, 400g; G) sulfur, 3000g. Best results were obtained with treatment B (triazophos), followed by G (sulfur) and the two mixtures with pheromones (C and E) (triazophos plus multimethyl alkenols and abamectin plus multimethyl alkenols) (tables 2, 3 and 4). Predador mites were considered. <![CDATA[<B>Combate ao ácaro rajado <I>Tetranychus urticae</I> Koch, 1836 em algodão, com defensivos químicos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de se verificar a ação de vários defensivos agrícolas contra o ácaro rajado do algodão, um campo experimental foi instalado. Os tratamentos e suas quantidades de ingredientes ativos, por hectare, foram: A) testemunha; B) dicofol, 369,6g; C) dicofol, 739,2g; D) propargite, 1.080g; E) silaneofane, 200g; F) bifentrina, 60g; G) abamectina, 7,2g. Resultados ótimos não foram obtidos com nenhum tratamento: todavia, o propargite mostrou resultados relativamente bons após 03, 06 e 12 dias da pulverização e a bifentrina e abamectina somente aos 06 dias.<hr/>Performance of some pesticides on the control of the two-spotted spider mite on cotton was evaluated by means of a test carried out in Leme, State of São Paulo, Brazil. The following treatments and quantities of active ingredients per hectare were sprayed: A) check; B) dicofol, 369.6g; C) dicofol, 739.2g; D) propargite, 1080g; E) silaneofane, 200g; F) bifenthrin, 60g; G) abamectin, 7.2g. Six evaluations were made on leaves using stereo microscopes: 02 days before spraying and 03, 06, 12, 16 and 21 days after the application. Results obtained with propargite were relatively good 03, 06 and 12 days after spraying, whereas bifenthrin and abamectin were only effective six days after the application. <![CDATA[<B>Biologia comparada de <I>Nusalala uruguaya</I> (Navás, 1923) (Neuroptera; Hemerobiidae) alimentada com diferentes espécies de afídeos</B>: <B>I. Fase de larva</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A fase larval do predador Nusalala uruguaya (Navás, 1923) alimentada com pulgão-preto-dos-citros Toxoptera citricidus (Kirk), pulgão-da-couve Brevicoryne brassicae (L.) e pulgão-do-picao Dactynotus sp. foi estudada, em condições de laboratório à 25 ± 2°C, UR de 70±10% e fotofase de 14 horas. A espécie de presa consumida afetou a fase larval do predador, influenciando a duração e a viabilidade de cada instar, a largura da cápsula cefálica, o peso e o tamanho de suas larvas. Dactynotus sp. foi a espécie mais consumida e que propiciou o melhor desenvolvimento larval, sendo que T. citricidus acarretou 100% de mortalidade no primeiro instar. As larvas de N. uruguaya somente se alimentaram de pre-ovos e larvas da sua própria espécie.<hr/>The biology of the immature stages of the brown lacewing Nusalala uruguaya (Navás, 1923) was studied under laboratory conditions of 25 ± 2°C temperature, 70 ± 10% RH and photophase of 14 hours, using aphids of the species Toxoptera citricidus (Kirk), Brevicoryne brassicae (L.) and Dactynotus sp. as diets. Prey species affected brown lacewing larval stage development, as indicated by the length and viability of each larval instar, the head capsule width, and the weight and the length of the larvae body. Dactynotus sp. was the most consumed species and gave the best insect development whereas T. citricidus caused 100% mortality during the first instar. Brown lacewing larvae fed only on live aphids and showed a canibalistic behavior eating eggs and larvae of its own species. <![CDATA[<B>Fitômetros e distribuição da radiação na copa de <I>Hevea brasiliensis</I> cv</B>: <B>RRIM 600</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de realizar o sensoriamento climático, no perfil da copa de Hevea bvasiliensis cv. RRIM 600, utilizaram-se fitômetros com Beta vulgaris cv, Asgrow Wonder em 3 níveis de um seringal com 4 anos de idade, em Rio Claro (SP). Os fitômetros foram alocados na copa das árvores distribuídas ao acaso, nas alturas de 1,50m, 2,20m e 3,00m, do solo; sendo que 30 fitômetros foram colocados em cada nível. A exposição dos fitômetros foi realizada em três épocas: de 04 a 17 de maio, junho e setembro. Os valores médios da RAF e AFE mostraram-se mais altos no nível superior da copa e da VPS, VAF, TCR, TAL e RPF nos níveis inferiores. A radiação líquida revelou-se mais alta: na região inferior da copa pela manhã, na região mediana em torno do meio-dia e na região superior do perfil da copa da seringueira no período da tarde. O coeficiente de absorção aumentou pela manhã, tendendo a atingir um patamar ótimo da assíntota perto das 11:00 horas, estendendo-se pela tarde; sendo que o valor médio do coeficiente de absorção em seu patamar foi da ordem de 0,588.<hr/>Phytometers were used as standard systems to verify the effect of vertical distribution of leaf area in the canopy profile of Hevea brasiliensis Muell. Arg. cv. RRIM 600 under Rio Claro (SP) conditions and the relation of leaf dispersion to the penetration of light and photosynthesis. These ecological indicators were installed in 30 uniform and randomized trees, with 60 phytometers distributed at 1.50, 1.20 and 3.00 meters above the soil. Variations in growth analysis parameters of the indicator plant (Beta vulgaris L. cv. Asgrow Wonder) were established in three 14 days periods in May, July and September. As from these data, LAR and SLA showed higher values in the upper canopy, while DMV, LAV, RGR, NAR and LWR presented lower values in the lower canopy. Light distribution varied with the hour of the day. The coefficient of absorption of the incoming solar radiation increased in the morning period, presenting a tendency to attain the best landing-place of the asymptot near 11:00 AM and extending throughout the afternoon. The average of the coefficient of absorption at the landing-place of the asymptot was 0.588 for rubber tree. <![CDATA[<B>Efeitos de reguladores de crescimento nas características organográficas e na produtividade do morangueiro 'Sequóia'</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo teve por objetivo verificar a possibilidade de se melhorar a produção de pseudofrutos de morangueiro 'Sequóia' e de promover alterações morfológicas nas plantas tratadas com fitoreguladores. O experimento instalado no campo e delineado em blocos casualizados, constou de 5 tratamentos e 4 blocos, com 12 plantas por parcela. Além do controle, foram testados os reguladores vegetais ácido giberélico (GA3) e ácido naftalenoacético NAA e os bioestimulantes Ergostim e Atonik. A dose total foi de 30ppm, parcelada em 3 aplicações, a intervalos semanais, iniciadas após o inicio do florescimento. Não houve diferenças significativas entre o controle e os demais tratamentos quanto aos parâmetros organográficos estudados, embora a conformação das plantas tratadas com GA3 tenha sido alterada. A análise dos dados de produção não revelaram diferenças significativas entre o controle e os tratamentos, apesar do número de morangos produzidos pelo GA3 e pelo controle tenha sido superior ao dos demais. O peso, o comprimento e o diâmetro dos pseudofrutos não foram alterados pelos tratamentos. Foi utilizado o modelo estatístico "split-plot", a fim de detectar a interação entre os tratamentos e as épocas de produção. As épocas de produção interferiram no número e tamanho de morangos nos diferentes tratamentos. Atonik induziu mo rangos com teores mais elevados de açúcares solúveis em relação ao controle e ao Ergostim.<hr/>This trial was carried out in order to verify the effect of growth regulators on the yield and morphological features of strawberry (Fragaria x. ananassa) 'Sequóia'. The statistical lay-out was a randomized block with 5 treatments and 4 replications. The tested products were the gibberellic acid (30ppm), naphtaleneacetic acid (30ppm) and the biostimulants Ergostin (30ppm) and Atonik (30ppm). Three weekly applications of 10ppm were started just after plants entered the blooming stage. The results showed that there was no significant difference among treatments on the morphological aspects. However GA3 sprayed plants showed a different conformation. The treatments did not affect significantly average yield, total yield, not fruit classification (diameter and height). GA3 showed a tendency to increase the number of strawberry fruits. There was a significant interaction between number and size of strawberry fruits and the period of harvest for all treatments. Atonik increased fruit soluble sugar content (Brix index). <![CDATA[<B>Avaliação da embebição e do desenvolvimento inicial das estruturas embrionárias de sementes de milho submetidas a diferentes potenciais hídricos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Empregando substratos com potenciais hídricos variáveis entre 0 e -12atm, o presente trabalho objetivou avaliar o comportamento das sementes de milho postas a germinar. As situações de deficiência hídrica foram diretamente comparadas à testemunha (plena disponibilidade de água), usando sementes com e sem tratamento fungicida. A análise e a interpretação dos resultados permitiram concluir que a absorção de água, a emergência e o desenvolvimento inicial das estruturas embrionárias são interdependentes e reagem no mesmo sentido ao déficit hídrico; para esses casos, a redução do potencial hídrico promove dificuldades na evolução dos processos. Paralelamente, a presença de tratamento fungicida pode não influenciar, quantitativamente, os fenômenos envolvidos no início da germinação.<hr/>Substrates with water potentials between O and -12atm, were used to evaluate the behavior of corn seeds during the germination process. Water deficiency treatments were compared with the control (adequate available water) using seeds with and without fungicide treatment. The analysis and the interpretation of the results permitted to conclude that the absorption of water, the emergency and the initial development of the embryonic structures are interdependent and vary with the water deficit. For these cases the reduction of water potential promotes difficulties in the evolution of the processes. The presence of fungicide treatment may not influence quantitatively the processes occurring in the beginning of the germination. <![CDATA[<B>Estudo comparativo entre o desenvolvimento de plântulas de milho após período de exposição a vários potenciais hídricos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Submetendo sementes de milho com e sem tratamento fungicida, a ambientes de germinação variáveis quanto à disponibilidade de água (0 a -12atm), o presente trabalho avaliou o desenvolvimento posterior das plântulas postas em ambientes sem limitações hídricas. Os resultados obtidos permitiram concluir que a ocorrência de déficit hídrico, durante o início do processo de germinação, promove reduções posteriores no comprimento das estruturas embrionárias e, de forma mais acentuada, do epicótilo; apesar disso, esse efeito se atenua com o passar do tempo pela elevação progressiva na velocidade de crescimento em ambientes que oferecem menores potenciais hídricos. Paralelamente, o tratamento fungicida das sementes pode não trazer vantagens em ambientes hidricamente deficientes; esta afirmação, contudo, considera o papel toalha como meio fornecedor de água o que, em contrapartida, exige cautela na sua extrapolação para as condições proporcionadas pelo solo.<hr/>Fungicide treated and untreated corn seeds were sets to germinate under varying water availability conditions (0 to -12atm water potential). The seedlings obtained on each individual treatment were subsequently grown under ideal available water conditions. The results permitted to conclude that the occurrence of a water deficit during the on set of the germination process results in reductions on the length of the embryonic structures, particularly the epicotil. This effect attenuates with times due to the increase in growth velocity in environments where water potential is lower. Fungicid treated seeds, did not appear to be consistently vantageous in environments with water stress. <![CDATA[<B>Efeito de várias disponibilidades hídricas, atuando como pré-condicionamento fisiológico durante a germinação das sementes de milho, no desenvolvimento das plântulas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho buscou estimar os eventuais efeitos de pré-condicionamento fisiológico promovidos, durante o início da germinação das sementes de milho, por ambientes variáveis quanto à disponibilidade de água (0 a -12 atm). Para tanto, os períodos de deficiência eram sucedidos por prazos fixos de 5 dias sem limitações hídricas e comparados com uma testemunha que permaneceu, igualmente, sem restrições quanto à disponibilidade de água durante 5 dias. Os resultados encontrados indicaram que a técnica de pré-condicionamento hídrico das sementes pode, se devidamente adaptada em seus detalhes, propiciar algumas vantagens no desenvolvimento das plântulas delas oriundas. Adicionalmente, o tratamento químico fungicida das sementes, submetidas a pré-condicionamento hídrico, pode não trazer os benefícios esperados às plântulas; há casos isolados, ligados a produção de anormalidades nas estruturas embrionárias, em que o seu efeito é prejudicial.<hr/>The present paper considers the possible effects of physiological pre-treatment during the beginning of corn seeds germination in environments variable as to water availability (0 to -12 atm ). Periods of defficiency followed by 5 days without hydric limitations were compared with a control that remained equally, without reservations as to the disposability of water during 5 days. Results indicated that hydric pre-treatment of seeds can, if property adapted in its details, provide some advantages in the development of the seedlings derived from them. Chemical fungicide treatment of the seeds, submmited to the hydric pre-treatment may not be beneficial to the seedlings; as indicated by, in some isolated cases, the production of abnormalities in the embryonic structures. <![CDATA[<B>Efeito de bicarbonato de sódio, feno e bagaço "in natura" sobre a digestibilidade e o desempenho de zebuínos em crescimento alimentados com bagaço de cana auto-hidrolisado</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O bagaço de cana-de-açúcar "in natura" (BIN) associado ou não ao bicarbonato de sódio foi testado como substituto do feno de gramínea como fonte de fibra longa para rações de ruminantes balanceadas com altas proporções de bagaço auto-hidrolisado (BAH). A ração básica (I) continha 54% BAH; 10% milho grão; 25% farelo de algodão; 8% feno de gramínea; 0,9% calcáreo; 0,5% uréia; e 1,5% premix mineral, base seca. As rações II e III continham BIN e BIN mais bicarbonato de sódio (1,1%, base seca) respectivamente em substituição ao feno de gramínea da ração I. Foram usados bovinos Nelore machos não castrados e fêmeas (18 de cada sexo) em crescimento com médias iniciais de peso vivo e idade de 199 kg e 11 meses. O delineamento estatístico usado foi um fatorial com 3 rações e dois sexos, com dois animais por parcela. O período de adaptação foi de 15 dias e o experimental de 87 dias. Os dados para GPV (kg/dia); ingestão de MS (% PV); conversão alimentar (kg MS/Kg GPV); e pH fecal foram de: 0,909; 2,79; 7,41; e 6,46 para a ração I; 0,867; 2,65; 7,24; e 6,57 para a ração II; e 1,019; 2,88; 7,03 e 6,73 para a ração III. A ração III foi superior rações I e II para ganho de peso (P < 0,05), e apresentou um pH fecal maior do que o da ração I (P < 0,05). Os machos foram superiores às fêmeas em ganho de peso (1,044 vs 0,820; P < 0,01) e conversão alimentar (6,7vs7,7kg MS/Kg GPV; P < 0,01). Foi observada uma correlação negativa signi ficativa (P < 0,05) entre conversão alimentar e pH fecal (r =-0,50). Os elevados níveis de consumo (2,8% PV), o baixo pH do BAH (2,9 a 3,4), e a aparente baixa atividade de ruminação observados sugerem que o pH, a nível de rume e de trato digestivo inferior, é um fator limitante em dietas com altas proporções de BAH.<hr/>Crude sugarcane bagasse (BIN) with and without the addition of sodium bicarbonate was evaluated as a substitute for grass hay as source of long fiber in ruminant diets balanced with high proportions of steam pressure treated sugarcane bagasse (BAH, 17kgf/cm² for 6 minutes). The basal ration (I) had 54% BAH; 10% corn grain; 25% cottonseed meal; 8% grass hay, 0.9% limestone; 0.5% urea; and 1.5% mineral premix, dry basis. In rations II and III, grass hay was replaced by BIN and BIN plus sodium bicarbonate (1.1%, dry basis) respectively. Nelore bull and heifer calves (18 animals each sex) with 199kg average weight and 11 months average age were used in a factorial design (3 rations and 2 sexes), with two animals per plot. The adaptation and experimental periods were 15 and 87 days respectively. The results for LWG (kg/day), DM intake (% LW), DM conversion (kg DM/kg LWG), and fecal pH were: 0.909; 2.79; 7.41 and 6.46 for ration I; 0.867; 2.65; 7.24; and 6.57 for ration II; and 1.019; 2.88; 7.03 and 6.75 for ration III respectively. Ration III was superior to rations I and II for LWG (P < 0.05) and showed higher fecal pH than ration I (P < 0.05). Bull calves were superior to heifer calves for LWG (1,044 vs 0,820; P < 0.01) and DM conversion (6.7 vs 7.7kg MS/kg GPV; P < 0.01). A significant negative correlation (P < 0.05) was observed between DM conversion and fecal pH (r =-0.50). The high levels of dry matter intake (2.8% LW), the low BAH pH (2.9 to 3.4) and the apparent low rumination activity observed during the experiment suggest that rumen and lower tract pH can be limitant factors in diets with high proportions of BAH as those used in this experiment. <![CDATA[<B>Acúmulo de massa seca e extração de macro e micronutrientes por uma cultura de gengibre</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt De uma plantação bem conduzida no Município de Caraguatatuba, litoral do Estado de São Paulo, foram coletadas plantas (Zingeber officinalis, Rosae, var. Brasil) em número nunca inferior a quatro por amostragem a partir de dois meses da brotação até a época da colheita com intervalos de trinta dias. As plantas após a coleta foram divididas em folhas, "caule", flores e rizomas, tratadas e analisadas para macro e micronutrientes de acordo com os métodos tradicionais de laboratório. Os autores concluíram que o gengibre tem um crescimento contínuo e a extração de macronutrientes obedece a seguinte ordem decrescente: N, K, Ca, Mg, S e P. Para os micronutrientes a ordem decrescente é: Fe, Mn, Zn, B e Cu. Os rizomas exportam 15,3% do total de nutrientes contidos na plantação. A cultura do gengibre pode ser considerada como exigente em nutrientes.<hr/>From a well managed plantation situated in Caraguatatuba on the coast of the State of São Paulo, Brazil, plants were collected from two months after the emergence to the final stage of maturity at 30 days intervals. The plants were separated into leaves, "stems", flowers and rhizomes. Plant materia] was washed, dried and analyzed by laboratory conventional methods for N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn and Zn. The authors concluded that: a) ginger plants present a continuous growth; b) macronutrients were accumulated in the following decreasing order: N, K, Ca, Mg, S and P, while the order for micronutrients was: Fe, Mn, Zn, B and Cu; c) rhizomes exported 15.3% of the total nutrients content of the plantation. <![CDATA[<B>Extração de macro e micronutrientes por frutos de quatro variedades de manga (<I>Mangifera indica</I> L.)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Determinou-se o crescimento e a extração de nutrientes pelos frutos das variedades, Haden, Sensation, Tommy-Atkins e Edward, colhidos em sete épocas distintas, de um pomar de nove anos situado sobre uma "terra roxa estruturada" em Piracicaba, SP. Os frutos foram lavados, pesados e analisados para macro e micronutrientes. O crescimento dos frutos nas variedades obedece a seguinte ordem decrescente: Edward, Haden, Tommy-Atkins e Sensation. O conteúdo total de nutrientes nas variedades foi em ordem decrescente: Haden , Tommy-Atkins, Edward e Sensation.<hr/>Quantities of nutrients removed by the harvest of mango fruits (Mangifera indica L.) of four varieties (Haden, Sensation, Tommy-Atkins and Edward) are presented. The orchard was nine years old, situated on an alfison in Piracicaba, SP, Brazil. The fruits were harvested 39, 55, 97, 108, 125 and 144 days from the initial stage of growth. The fruits were rinsed, dried, weighed, and analyzed for nutrient content by laboratory conventional methods. The authors concluded: Fruit growth followed the decreasing order: Edward, Haden, Tommy-Atkins and Sensation; The total amount of nutrients (macro and micronutrients) removed by each variety for the production of 15,000kg of fresh fruits by hectare amounted to: Haden 44kg, Sensation 29kg, Tommy-Atkins 40kg and Edward 39kg. <![CDATA[<B>Nutrição mineral de hortaliças</B>: <B>LXXXIX. Crescimento e acúmulo de macro e micronutrientes por uma cultura de milho doce</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt De uma plantação bem conduzida de milho doce (Zea mays var. saahirata) cv. Contibrasil situada sobre um Latossolo Vermelho Escuro Orto, série "Luiz de Queiroz" de alta fertilidade natural no município de Piracicaba, SP, foram coletadas plantas aos 45, 60, 75, 90 e 105 dias após a germinação. As plantas foram divididas em folhas novas, velhas, colmo, pendão e espigas. O material após sofrer os processos necessários foi seco, pesado e analisado para N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn por métodos convencionais de laboratório. Os autores concluíram que: aumento de peso de matéria seca total é contínua até o final do ciclo; a acumulação de macronutrientes pela planta inteira obedece a seguinte ordem decrescente: N, K, P,Ca=S e Mg; o maior acúmulo de macronutrientes no final do ciclo ocorre no colmo, com exceção do N que é acumulado em maior quantidade nas espigas; o acúmulo de micronutrientes pela planta inteira obedece a seguinte ordem decrescente: Fe, Mn, Cu, Zn e B; o maior acúmulo de micronutrientes no final do ciclo ocorre no colmo; a exportação de nutrientes pela espiga representa 26,15% do total de nutrientes contidos na plantação.<hr/>Growt, yield and nutrient accumulation by sweet corn (Zea mays var. saoharata) cv. Contibrasil was studied in Piracicaba, São Paulo, Brazil on a Dark Red Latossol, "Luiz de Queiroz" serie, with a very high natural fertility. Fertilizer used consisted of 10.5g of N per meter as sidedressing, 30 and 60 days after emergence. Plant population consisted of 45,000 plants per hectare. Plant samples were collected for analysis 45, 60, 75, 90 and 105 days after germination. Each plant was separated into young and old leaves, stems, tassel and ears for chemical analysis of N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn and Zn. Results showed maximum quantities of dry matter were produced by 105 day-old plants; the macronutrient accumulated by the whole plant in larger quantity was N followed by K, P, Ca=S, and Mg; micronutrient accumulated by the entire plant obeyed the following decreasing order: Fe, Mn, Cu, Zn and B; maximum accumulation of micronutrients occurred in the stems, except for N which occurred in the ears. Exportation of nutrients by the ears represented 26.15% of the total content in the plantation. <![CDATA[<B>Nutrição mineral de hortaliças</B>: <B>XC. Deficiências de macronutrientes, boro e zinco em milho doce</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Um ensaio foi conduzido para se determinar o efeito da omissão de macronutrientes e de boro e zinco em solução nutritiva, na avaliação do crescimento e sintomatologia de carência destes elementos. As plântulas foram cultivadas até a obtenção dos sintomas. As plantas foram coletadas e divididas em folhas novas, folhas velhas, colmos, pendões, palhas e espigas. O material foi seco e analisado quimicamente. Os autores observaram uma redução na produção de matéria seca das diversas partes em função da omissão dos nutrientes do meio nutritivo. A redução obedeceu a seguinte ordem decrescente: -N, -P, -K e em menor escala -Ca, -Mg, -Zn, -B, e -S. Os níveis analíticos encontrados nas folhas novas em plantas bem nutridas e desnutridas foram: N% 1,29-0,72: P% 0,17-0,03; K% 1,33-0,15; Ca% 0,90-0,74; Mg% 0,36-0,03; S% 0,20-0,08; B ppm 39-21; Zn ppm 3-4. Os níveis analíticos encontrados nas folhas velhas em plantas bem nutridas e desnutridas foram: N% 0,54-0,48; P% 0,05-0,02; K% 1,12-0,08; Ca% 1,05-0,70; Mg% 0,54-0,03; S% 0,13-0,10; B ppm 58-25; Zn ppm 2-10. Foram descritos os sintomas de carência de todos os elementos pesquisados.<hr/>Young sweet corn plants (Zea mays var. sachirata L.) cv. Contibrasil were transplanted to pots containing 7kg of S and size pure quartz. During the first 5 days the plants received only water. Treatments were started 18 days after germination and consisted of: complete solution (all nutrients): -N, -P, -K, -Ca, -Mg, -S, -B, -Zn. Solutions were supplied to the plants through percolation. Plants were collected as soon as the symptoms appeared and divided into: new leaves, old leaves, stem, tassel, straw, and cob. All the material was dried at 80°C for several days and analysed for nutrient content by laboratory conventional methods. The authors concluded that: a) omission of any of the elements reduce plant growth; b) clear cut symptoms were obtained for all nutrients; c) levels in the new leaves both healthy and diseased were: N% 1.29-0.72; P% 0.17-0.03; K% 1.33-0.15; Ca% 0.90-0.74; Mg% 0.36-0.03; S% 0.20-0.08; B ppm 39-21; Zn ppm 3-4; and d) levels in the old leaves, both healthy and diseased, were: N% 0.54-0.48; P% 0.05-0.02; K% 1.12-0.08; Ca% 1.05-0.70; Mg% 0.54-0.03; S% 0.13-0.10; B ppm 58-25; Zn ppm 2-10. <![CDATA[<B>Nutrição mineral de seringueira XII. Quantidade de Al no substrato afetando a concentração e o acúmulo de Ca, Mg e S em seringueira</B> <B><I>(Hevea</i></B> <B>spp)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o propósito de comparar os efeitos de doses crescentes de alumínio sobre a concentração e acúmulo de Ca, Mg e S sobre a planta conduziu-se o experimento usando-se separadamente a solução nutritiva de BOLLE JONES (1957) e soluções de alumínio nas concentrações de 0, 5, 10, 15, 20 e 25 ppm em que as plantas passaram 24 horas e outras 24 horas em solução sem alumínio. Noventa dias após as plantas foram coletadas e separadas em raiz, caule, folhas dos verticilos inferiores e folhas do último verticilo. Determinou-se as concentrações e os acúmulos de Ca, Mg, e S. Os autores concluíram que níveis superiores a 15ppm de alumínio na solução provocam distúrbios nutricionais destes elementos em Hevea.<hr/>Young rubber plants were cultivated in BOLLE-JONES (1957) nutrient solutions. A separate aluminum solution was prepared by dissolving a aluminum foil with HC1 N. From this stock solution the following concentrations were prepared - none, 5, 10, 15, 20 and 25 ppm of aluminum. Plants were grown alternately for periods of 24 hours in these aluminum solutions and in the Bolle-Jones solution. This procedure was conducted for 95 days after which period the plants were harvested and divided into top whorl, 2nd and 3rd basal whorls, stem and roots. The material was dried and analysed for Ca, Mg and S. The concentration and accumulation of these plant nutrients were affected by levels over 15ppm of aluminum in the solution. <![CDATA[<B>Parâmetros da rede de drenagem de solos da região de Iracemápolis (SP)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de utilizar parâmetros da drenagem determinados em fotografias aéreas em áreas de latossolos argilosos e solos podzólicos de textura arenosa/média ou média/argilosa, assim como dos solos rasos associados, estudou-se quantitativamente a composição das redes de drenagem de unidades de mapeamento desses solos. A área de estudo, com tamanho aproximado de 600km², está localizada na Depressão Periférica Paulista, na região de Iracemápolis-SP. Foi feito o estudo das bacias hidrográficas de terceira ordem de ramificação, selecionadas pelo princípio da semelhança geométrica. Analisaram-se o número, comprimento total e comprimento médio de segmentos de rios, em amostras constituídas por bacias e por amostras circulares. Os valores da densidade de drenagem, tanto das bacias como das áreas circulares, mostraram diferenças entre os grupos de latossolos argilosos e os grupos de solos podzólicos. Além disso, esse parâmetro distinguiu também as unidades de mapeamento compostas, principalmente para solos podzólicos.<hr/>A study of drainage network accomplished with the help of aerial photographs in areas of oxisols and ultisols occurence is presented. The study area with approximately 600km², is located in the Peripheral Depression in the Iracemapolis region, state of São Paulo. The composition of natural drainage networks of the third order of ramification of the studied areas was determined through watersheds which were selected by the principles of geometrical similarity and same order of ramification. The oxisols region is formed by cleyey soils developed from basic rocks and the ultisols area is formed by soils developed from sandstone or shale. The analysis of parameters: number, total length and mean length of stream segments was done with each area unit. The drainage density appeared to be the best parameter to differentiate between soil mapping units. <![CDATA[<B>Viabilidade do tratamento do soro de queijo com digestão anaeróbia</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O principal objetivo deste trabalho con sistiu em avaliar a digestão anaeróbia de soro de queijo (68.000mg DQO/l), sem correção de pH, em digestores tipo mistura completa, semi-contínuos em escala laboratorial, mantidos à temperatura de 35° ± 1°C. Foi utilizado como inóculo estéreo bovino, com teor de sólidos totais igual a 8%. O experimento foi desenvolvido num período de 100 dias, onde os primeiros 20 dias foram caracterizados pela aclimatação do inóculo e quatro tempos de retenção (¸) de 20 dias. Foi adicionado em cada reator uma carga de 3,0g DQO/l de reator/dia. No primeiro ¸ a carga foi dividida em 3 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 8 horas. No segundo ¸ a carga foi dividida em 2 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 12 horas; no terceiro ¸ foi utilizado intervalo de 6 horas para a alimentação com a carga de DQO dividida em 4 porções; o quarto ¸ foi caracterizado pela alimentação da carga total de uma única vez. O acompanhamento do experimento foi feito por análises de acidez, alcalinidade e pH, juntamente com produção de biogás; foi avaliado também a DQO no efluente. Foi constatado que os sistemas de alimentação empregados no presente trabalho, influenciaram no desenvolvimento do processo, sendo que a produção de ácidos graxos voláteis foi acentuada durante os TRH estudados levando a um desequilíbrio populacional e, consequentemente, a uma baixa eficiência de tratamento. Nestas condições, a produção de biogás expressa em 1.biogás/g DQO destruído foi de 0,35 l/g.<hr/>The main objetive of this work was to evaluate the anaerobic digestion of cheese whey (68.000mg COD/l), without whey pH adjustment, incomplete mixture semi-continuous laboratory reactors with temperature maintained at 35° ± 1°C. Cattle manure with 8% total solids was used for seeding the reactors. The experiment was carried out for a period of 100 days. The first 20 days were characterized for the aclimatization of seed manure and four 20 days periods as hydraulic retention times (¸). A loading of 3,0g COD/l digester/day was fed to each digestor. In the 1rst ¸ the loading was divided in three portions and fed to the reactors at intervals of 8 hours. In the 2nd t h e loading was divided in two portions and fed to the reactors at intervals of 12h; in the 3th ¸ a 6h interval of feeding was used, and the loading divided in four portions; the 4th ¸ was characterized by feeding the total loading to the reactor at once. The experiment was controled by the following analysis: volatile acidity, alkalinity, pH, volume of biogas produced and chemical oxigen demand (COD). The results obtained show an effect of the feeding system on the process of anaerobic digestion of whey. The increase in volatile organic acid production at the retention times studied caused a change in the equilibrium of the microbial population and consequently lowered the efficiency of the process. Under these condition biogas production expressed as 1.gas/g of COD used was 0.35 l/g. <![CDATA[<B>Capacidade fermentativa de</B> <B><I>Saccharomyces cerevisiae</i></B> <B>enriquecida com ácidos graxos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Levedura de panificaçao (Saccharomyces cerevisiae) foi obtida anaerobicamente (sem e com adição dos ácidos graxos palmítico, oleico e linoleico) e aerobicamente e utilizada em ensaios de fermentação com 14% e 16% de sacarose a 32°C. Não houve diferenças significativas, quanto a viabilidade celular, entre os tratamentos das leveduras com ácido oleico, ácido linoleico e aerobicamente (as quais foram ricas em palmitoleico e oleico). As leveduras enriquecidas com ácido palmítico e anaeróbicas apresentaram maior redução na viabilidade do que com ácidos graxos insaturados. Foi observado um aumento na produção de ácido pirúvico e uma redução nos álcoois superiores com a redução da viabilidade celular.<hr/>Baker's yeast (Saccharomyces cerevisiae) was obtained anaerobically (with and without the addition of following fatty acids: palmitic, oleic and linoleic) aerobically and utilised infermentation trials with 14 and 16% of sucrose in the medium at 32°C. There were no significant differences among oleic acid, linoleic acid and aerobic treatments (which were rich in palmitoleic and oleic acids) in relation to cellular viability. Yeasts enriched with palmitic acid and under anaerobic conditions showed a higher reduction on viability than those treated with unsaturated fatty acids. An increased production of pyruvic acid and a reduction in higher alcohols with a reduction on cellular viability were observed. <![CDATA[<B>Acúmulo de trealose em linhagens de</B> <B><I>Saccharomyces</i></B> <B>durante fermentação alcoólica</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A pesquisa foi realizada para comparar os efeitos de diversos fatores (temperatura, pH, concentração de sacarose, 2,4-dinitrofenol e fontes de nitrogênio) sobre a produção de trealose em Saccharomyces uvarum IZ-1904 e Saccharomyces cerevisiae (M-300-A e de panificaçao) durante a fermentação alcoólica. Com a levedura IZ-1904 houve menor produção de trealose do que M-300-A e de panificaçao. A trealose foi formada em maior quantidade (p < 0,05) a 34°C. Em pH 4,5 houve maior acúmulo de trealose do que em pH 3,0 para as leveduras M-300-A e de panificaçao. A adição de 18ppm de 2,4-dinitrofenol acarretou decréscimo (p < 0,05) na quantidade de trealose formada pela levedura de panificaçao e sem efeito para IZ-1904. O aumento da concentração de sacarose ocasionou a maior produção de trealose.<hr/>This study was carried out to compare the effects of several factors (temperature, pH, sucrose concentration, 2,4-dinitrophenol and nitrogen sources) on trehalose production by Saccharomyces uvarum IZ-1904 and Saccharomyces cerevisiae (M-300-A and baker's yeast) during alcoholic fermentation. Trehalose production was lower with the yeast LZ-1904 than with M-300-A or baker's yeast. More trehalose was formed at 34°C than at 25°C. For M-300-A and baker's yeast trehalose accumulation was higher at pH 4.5 than at pH 3.0. Addition of 18ppm 2.4-dinitrophenol strongly decreased the amount of trehalose formed by baker's yeast, but was ineffective for IZ-1904. Increase of sucrose concentration led to a higher production of trehalose. <![CDATA[<B>Utilização de abóbora e moranga na produção de doce de leite pastoso com coco</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Foi estudado a utilização dos frutos abóbora e moranga na produção de doce de leite pastoso. Estudou-se os seguintes tratamentos: 1) polpa de abórora, 2) polpa de moranga, e 3) polpa de abóbora e moranga. Os resultados experimentais mostraram que o melhor fruto a mesclar com o doce de leite é a moranga, vindo em seguida a mistura dos frutos. Tanto o doce de leite com moranga como com mistura de frutos, classifica-se no grau de apreciação entre "gostei" e "gostei muito". Já com a abóbora, no grau de apreciação "indiferente". O atributo mais importante na discriminação das amostras foi o sabor.<hr/>Pumpkin and squash were studied in the production of sweet condensed caramelized milk "dulce de leche". The following treatments were studied: 1) pumpkin pulp, 2) squash pulp and 3) pumpkin and squash pulps. Experimental results showed that pumpkin pulp is the preffered one to be mixed with the "dulce de leche"; next is the mixture of the two pulps. The product containing squash pulp as well as the product containing pumpkin and squash pulps was classified in the degree of appreciation between "like" and "like very much". On the other hand the product with pumpkin pulp was classified in the degree of appreciation "indiferent". The most important attribute in the discrimination of the samples was the flavour. <![CDATA[<B>Avaliação de tecidos que receberam acabamento de "mínimos cuidados"</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000200020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Amostras de tecidos tratadas e não tratadas com acabamento de "mínimos cuidados" (DURABLE PRESS e SOIL-RELEASE) foram analisadas e comparadas quanto à mudanças na estabilidade dimensional e resistência à tração após lavagem e secagem automática. Tanto nos tecidos acabados como nos não acabados não foi detectado um grau de alteração estatisticamente significativo na estabilidade dimensional. As amostras não acabadas apresentaram maior resistência à tração que as acabadas, tanto no sentido do fio urdume como no sentido do trama.<hr/>This study rated and compared the dimensional change and strength (elongation) of fabric finished for soil release after automatic laundering and drying. Neither finished nor unfinished fabric presented significant dimensional change. Unfinished fabric showed a higher degree of resistance to rupture than the finished one, both in warp yarns and weft yarns directions.