Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Ciência do Solo]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-068320040001&lang=en vol. 28 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Spatial variability of soil aggregation evaluated by fractal geometry and geostatistics</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivo explorar a aplicabilidade da teoria de fractais no estudo da variabilidade espacial em agregação de solo. A geometria de fractais tem sido proposta como um modelo para a distribuição de tamanho de partículas. A distribuição do tamanho de agregados do solo, expressos em termos de massa, é apresentada. Os parâmetros do modelo, tais como: a dimensão fractal D, medida representativa da fragmentação do solo (quanto maior seu valor, maior a fragmentação), e o tamanho do maior agregado R L foram definidos como ferramentas descritivas para a agregação do solo. Os agregados foram coletados em uma profundidade de 0-10 cm de um Latossolo Vermelho distrófico típico álico textura argilosa, em Angatuba, São Paulo. Uma grade regular de 100 x 100 m foi usada e a amostragem realizada em 76 pontos nos quais se determinou a distribuição de agregados por via úmida, usando água, álcool e benzeno como pré-tratamentos. Pelo exame de semivariogramas, constatou-se a ocorrência de dependência espacial. A krigagem ordinária foi usada como interpolador e mapas de contorno mostraram-se de grande utilidade na descrição da variabilidade espacial de agregação do solo.<hr/>This work explored the applicability of the fractal theory for studies into space variability of soil aggregation. Fractal geometry has become a model for soil size particle distribution. The distribution of soil aggregates in terms of its mass was obtained, and model parameters such as the fractal dimension D, which is a representative measure of the soil fragmentation (the larger its value, the larger the fragmentation), and the largest aggregate size R L were defined as descriptive tools for soil aggregation. The aggregates were collected at a depth of 0-10 cm of a Clayey Ferrasol in Angatuba, São Paulo. A regular grid of 100 x 100 m was used and samples collected from 76 points, where the aggregate distribution was determined by humid way (water, alcohol and benzene). Spatial dependence was verified by semivariogram exams. Simple kriging was used as interpolator, and contour maps were elaborated, proving to be useful tools to describe the spatial variability of soil aggregation. <![CDATA[<b>Effects of wetting and drying cycles on the reorganization of the microgranular structure of latosols</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um experimento foi realizado em casa de vegetação com o objetivo de examinar as modificações provocadas por ciclos de umedecimento e secagem em amostras de Latossolos com diferentes mineralogias, em agregados integrais ou quando destruídos por moagem. Amostras de terra fina seca ao ar foram passadas em peneira de 1,0 mm e subdivididas em grupos: solo integral não moído e solo moído em almofariz e passado em peneira de 0,105 mm. O solo moído foi ainda subdividido em solo moído puro ou adicionado de ácido húmico purificado. Os materiais foram montados em cilindro de alumínio e submetidos a dez ciclos sucessivos de umedecimento e secagem, realizados por ascensão capilar, seguidos por secagem ao ar, com intervalo de sete dias entre cada ciclo. Após o término dos ciclos, os solos foram impregnados com resina de poliéster, montando-se seções finas para microscopia, as quais foram levadas para observação em microscópio ótico e fotografadas. As imagens obtidas foram digitalizadas, analisadas e quantificadas por meio do programa QUANTIPORO, desenvolvido no Departamento de Solos/Universidade Federal de Viçosa. Os resultados mostraram completa modificação na forma e no padrão da estrutura após a aplicação dos ciclos nos tratamentos que sofreram destruição de agregados por moagem. Essas mudanças foram atribuídas a uma reacomodação dos agregados fragmentados com a retração do plasma, que se seguiu ao processo de secagem. Todos os materiais estudados mostraram uma estrutura bem diferente da estrutura primária original destes solos. Não se observou qualquer tendência à reversão da estrutura após os dez ciclos, demonstrando que outros fatores, além dos físico-químicos e mineralógicos, devem ser invocados para explicar a gênese de microagregados em Latossolos.<hr/>A greenhouse experiment was conducted to examine the structural modifications engendered by wetting-drying cycles in Latosol samples (Oxisols) with different mineralogical properties submitted to dry grinding, compared with bulk samples. Air-dried soil samples were sieved through a 1.00 mm sieve and separated in two groups. One was kept as control group and the other ground in a mortar and sieved through a 0.105 mm sieve. This second was also split in two groups, one of which received particulate humic acid treatment. The materials were placed in aluminum columns, subjected to 10 weekly wetting cycles by capillarity followed by air-drying. At the end of the cycles, the samples were impregnated with polyester resin, cut in blocks and thin-sectioned for microscopy analysis. The sections were scrutinized under optical microscope, photographed, and the images digitalized, analyzed, and quantified with the Software QUANTIPORO. After the wetting and drying cycles, important alterations in both shape and structural pattern were observed in the ground samples. These changes were attributed to a re-organization of soil particles during the plasma shrinkage after the drying process. All materials presented a different structural pattern in relation to the original soil structure. No trend for reversion to the original structure was observed after the cycles. This indicates that other factors besides the physical-chemical and mineralogical should be considered to explain the genesis of Latosol microaggregates. <![CDATA[<b>Representation and propagation of soil data uncertainties</b>: <b>I - Categoric atributes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivos utilizar krigagem por indicação para espacializar propriedades de solos expressas por atributos categóricos, gerar uma representação acompanhada de medida espacial de incerteza e modelar a propagação de incerteza pela álgebra de mapas por meio de procedimentos booleanos. Foram estudados os atributos: teores de potássio (K) e de alumínio trocáveis, saturação por bases (V), soma de bases (S), capacidade de troca catiônica (CTC), textura (Tx) e classes de relevo (CR), de profundidade efetiva do solo, de drenagem interna e de pedregosidade e, ou, rochosidade, extraídos de 222 perfis pedológicos e de 219 amostras extras, referentes a solos do estado de Santa Catarina. A espacialização das incertezas evidenciou a variabilidade espacial dos dados a qual foi relacionada com a origem das amostras e com o comportamento do atributo. Os atributos S, V, K e CR apresentaram grau de incerteza maior do que o de Tx e CTC e houve aumento da incerteza quando representações categóricas foram integradas.<hr/>The objectives of this work were to generate a representation of soil properties expressed by categorical attributes by kriging indicator; to assess the uncertainty in estimates, and to model the uncertainty propagation of map algebra by means of boolean procedures. The studied attributes were potassium (K) and aluminum (Al) exchangeable contents, sum of bases (SB), cationic exchange capacity (CEC), base saturation (V), texture (Tx) and relief classes (RC), effective soil depth, internal drainage, and stoniness and/or rockiness, extracted from 222 pedologic profiles and 219 extra samples from soils of the State of Santa Catarina, Brazil. The uncertainties evidenced the spatial variability of the data related to the samples' origin and attribute behavior. Attributes SB, V, K, and RC presented higher uncertainties than Tx and CEC, and there was an increase of uncertainty when categorical representations were integrated. <![CDATA[<b>Representation and propagation of soil data uncertainties</b>: <b>II - Numeric attributes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivos utilizar krigagem por indicação para espacializar propriedades de solos expressas por atributos numéricos, gerar uma representação acompanhada de medida espacial de incerteza e modelar a propagação de incerteza por procedimentos fuzzy de álgebra de mapas. Foram estudados os atributos: teores de potássio (K) e de alumínio (Al) trocáveis, saturação por bases (V), soma de bases (S), capacidade de troca catiônica (CTC) e teor de areia total (AT), extraídos de 222 perfis pedológicos e de 219 amostras extras, localizados no estado de Santa Catarina. Quando os atributos foram expressos em classes de fertilidade, a incerteza de Al, S e V aumentou e a de K e CTC diminuiu, considerando intervalos de confiança de 95 % de probabilidade. Constatou-se que um maior número de dados numéricos de K, S e V levou a uma maior incerteza na inferência espacial, enquanto o maior número de dados numéricos de AT e CTC diminuiu o grau de incerteza. A incerteza diminuiu quando diferentes representações numéricas foram integradas.<hr/>The objectives of this study were to use kriging indicators to generate a representation of soil properties expressed by numeric attributes, to assess the uncertainty in estimates, and to model the uncertainty propagation generated by the fuzzy procedures of map algebra. The studied attributes were exchangeable potassium (K) and aluminum (Al) contents, sum of bases (SB), cationic exchange capacity (CEC), base saturation (V), and total sand content (TST), extracted from 222 pedologic profiles and 219 extra samples, located in Santa Catarina State, Brazil. When the attributes were expressed in fertility classes, the uncertainty of Al, SB, and V increased while the uncertainty of K and CEC decreased, for intervals of confidence of 95% probability. A larger number of numeric data for K, SB, and V provided a larger uncertainty for space inference, while the uncertainty degree decreased for the largest number of numeric data of TS and CEC. There was a decrease of uncertainty when different numeric representations were integrated by fuzzy procedures of map algebra. <![CDATA[<b>State-space approach to evaluate the relation between soil physical and chemical properties</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en The state-space approach is used to evaluate the relation between soil physical and chemical properties in an area cultivated with sugarcane. The experiment was carried out on a Rhodic Kandiudalf in Piracicaba, State of São Paulo, Brazil. Sugarcane was planted on an area of 0.21 ha i.e., in 15 rows 100 m long, spaced 1.4 m. Soil water content, soil organic matter, clay content and aggregate stability were sampled along a transect of 84 points, meter by meter. The state-space approach is used to evaluate how the soil water content is affected by itself and by soil organic matter, clay content, and aggregate stability of neighboring locations, in different combinations, aiming to contribute to a better understanding of the relation among these variables in the soil. Results show that soil water contents were successfully estimated by this approach. Best performances were found when the estimate of soil water content at locations i was related to soil water content, clay content and aggregate stability at locations i-1. Results also indicate that this state-space model using all series describes the soil water content better than any equivalent multiple regression equation.<hr/>A abordagem de espaço de estados é usada para avaliar a relação entre propriedades físicas e químicas de um solo em uma área cultivada com cana-de-açúcar. O experimento foi realizado em um Nitossolo situado em Piracicaba (SP). A cana-de-açúcar foi plantada em uma área de 0,21 ha i.e., 15 linhas com 100 m de comprimento cada, espaçadas de 1,4 m. Medidas da umidade do solo, matéria orgânica, conteúdo de argila e estabilidade de agregados foram feitas ao longo de uma transeção de 84 pontos, metro a metro. A abordagem de espaço de estados é usada para avaliar como a umidade do solo na posição i é afetada por medidas de umidade do solo, matéria orgânica, conteúdo de argila e estabilidade de agregados na posição i-1, em diferentes combinações, com o objetivo de contribuir para um melhor entendimento da relação entre estas variáveis no solo. Os resultados mostram que a umidade do solo pode ser estimada usando esta abordagem, sendo a melhor performance encontrada quando as estimativas da umidade do solo na posição i foram relacionadas com a umidade do solo, conteúdo de argila e estabilidade de agregados na posição i-1 e que as equações de espaço de estado descrevem a umidade do solo melhor do que qualquer equação de regressão múltipla equivalente. <![CDATA[<b>Soil water storage in an upland forest after selective logging in Central Amazonia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Soil water storage of Central Amazonian soil profiles in upland forest plots subjected to selective logging (in average, 8 trees or 34, 3 m³ of timber per hectare were removed) was measured in four layers, down to a depth of 70 cm. The study lasted 27-months and was divided in two phases: measurements were carried out nearly every week during the first 15 months; in the following year, five intensive periods of measurements were performed. Five damage levels were compared: (a) control (undisturbed forest plot); (b) centre of the clearing/gap; (c) edge of the gap; (d) edge of the remaining forest; and (e) remaining forest. The lowest values for water storage were found in the control (296 ± 19.1 mm), while the highest were observed (333 ± 25.8 mm) in the centre of the gap, during the dry period. In the older gaps (7.5-8.5 year old), soil water storage was similar to the remaining and the control forest, indicating a recovery of hydric soil properties to nearly the levels prior to selective logging.<hr/>Foi medido o armazenamento de água em perfis de solo de 0-70 cm, divididos em quatro camadas em parcelas de floresta de terra firme na Amazônia Central, submetidas à extração seletiva de madeira, tendo sido retiradas, em média, 8 árvores por hectare ou 34 m³ de madeira. O estudo foi realizado num período de 27 meses em duas fases: na primeira, as medidas foram, na sua maioria, semanais, num período de 15 meses. Na segunda, as medidas foram feitas em cinco períodos intensivos. Foram comparados cinco tratamentos: (a) controle (floresta intacta), (b) centro da clareira, (c) borda da clareira, (d) borda da floresta remanescente e (e) floresta remanescente. Os valores mais baixos de armazenamento de água no solo (296 ± 19,1 mm) foram encontrados no controle, enquanto os mais altos foram medidos no centro da clareira (333 ± 25,8 mm), no período seco. Nas clareiras mais antigas (7,5-8,5 anos de idade), os armazenamentos de água no solo foram similares aos da floresta remanescente e controle, indicando a recuperação das propriedades hídricas do solo após a extração seletiva de madeira. <![CDATA[<b>Action of earthworms <i>Eisenia foetida</i> on the dissipation of the herbicides simazine and paraquat applied onto soil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Geralmente, os herbicidas são aplicados diretamente no solo, razão pela qual entram em contato direto com organismos deste ambiente, dentre eles as minhocas, as quais pelo metabolismo podem agir sobre resíduos desses compostos. Tomando minhocas da espécie Eisenia foetida como exemplo, determinaram-se a dissipação dos 14C-herbicidas (simazina e paraquat) e a bioacumulação destes compostos em seus tecidos, a partir de solo tratado com as concentrações recomendadas e, no caso do paraquat, também com concentrações superiores. Solo e minhocas foram analisados por extração com solventes e técnicas radiométricas, após 30 ou 90 dias de contato. As minhocas alteraram a dissipação do simazina, visto que houve 100 % de recuperação do radiocarbono na ausência de minhocas e 90 % na presença dos animais. Além disso, elas acumularam resíduos e, ou, metabólitos de simazina em seus tecidos, tendo-se detectado Fator de Bioacumulação (FB) de 1,45 e 1,17 após exposição ao solo tratado durante 30 e 90 dias, respectivamente. Por outro lado, a presença de minhocas não alterou o comportamento do herbicida paraquat aplicado ao solo, mas houve bioacumulação crescente de seus resíduos e, ou, metabólitos com o aumento da dose de tratamento (FB de 0,5; 3,2 e 5,5, respectivamente, nas concentrações recomendadas, 10 e 100 vezes superior).<hr/>Herbicides are normally applied directly onto the soil, where they enter in contact with soil organisms, among these with earthworms, whose metabolism can act on herbicide residues. Focusing on the earthworms Eisenia foetida as model we determined: dissipation of the 14C- herbicides Simazine and Paraquat as well as bioaccumulation in the animal tissues from soil treated with the recommended doses and with 10 and 100 times higher doses for paraquat. Earthworms and soil were analyzed by solvent extraction and radiometric techniques after 30 or 90 days of contact. The earthworms altered the dissipation of simazine, because 100% of radiocarbon was recovered from soil without earthworms, compared with 90% from soil with the animals. Furthermore, Bioaccumulation Factors (FB) of 1.45 and 1.17 were determined in their tissues after an exposition to contaminated soil for 30 and 90 days, respectively, which shows the accumulation of simazine and/or its metabolites. On the other hand, the earthworms did not alter the behavior of paraquat, although an increasing bioaccumulation of its residues and/or its metabolites was detected (FB of 0.5; 3.2 and 5.5, respectively, from the recommended and the 10 and 100-fold agricultural doses). <![CDATA[<b>Effect of <i>Acidithiobacillus</i> on solubilization of natural phosphate in a coastal tableland soil under yam bean (<i>Pachyrhizus erosus</i>) crop</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Realizou-se um experimento em casa de vegetação para avaliar a atuação do enxofre (S) inoculado com Acidithiobacillus na disponibilidade de fósforo (P) de fosfato natural (FN), em diferentes modos de aplicação do fertilizante, em um Espodossolo Ferrocárbico Órtico, do tabuleiro costeiro da Zona da Mata de Pernambuco, cultivado com jacatupé (Pachyrhizus erosus). As plantas foram inoculadas com rizóbio (NFB 747 e NFB 748) e adicionado tratamento-controle sem inoculação com rizóbio. Os tratamentos com P foram: (1) FN revestindo o enxofre inoculado com Acidithiobacillus (FN S*), (2) FN revestido com S e com Acidithiobacillus (S* FN), (3) mistura FN com S e com Acidithiobacillus (FN + S*), (4) mistura FN com S e sem Acidithiobacillus (FN + S), (5) superfosfato triplo (ST) e (6) sem aplicação de fósforo (P0). Os tratamentos foram aplicados: (a) na superfície, (b) em sulco 10 cm abaixo da semente, e (c) em sulco 10 cm abaixo e ao lado da semente. A biomassa nodular foi maior no tratamento (FN + S*) com melhor efeito quando aplicado ao lado e abaixo das sementes. O (FN + S*) também aumentou a altura das plantas, a biomassa da parte aérea e das túberas e o N total da parte aérea, especialmente quando aplicado 10 cm abaixo das sementes. O P total da parte aérea foi mais elevado com (S* FN) aplicado 10 cm abaixo das sementes. Os melhores teores de P no solo foram obtidos com (FN + S*) e (S* FN), com efeito mais evidente quando aplicados 10 cm abaixo das sementes.<hr/>A greenhouse experiment was carried out to evaluate the effect of sulphur (S) inoculated with Acidithiobacillus on phosphorus (P) availability from natural phosphate (NP) using different fertilizer application methods on yam bean (Pachyrhizus erosus) grown in a "Tableland Forest" soil (Podzol Hydromorphic dystrophic) of the "Zona da Mata" in the State of Pernambuco, Brazil. Plants were inoculated with rhizobia strains (NFN 747 and NFB 748) and control treatments added without rhizobia inoculation. The P treatments were: (1) NP pelleted with S inoculated with Acidithiobacillus (NP S*); (2) S with Acidithiobacillus pelleted with NP (S* NP); (3) NP and S mixture inoculated with Acidithiobacillus (S* + NP); (4) NP and S mixture without Acidithiobacillus (NP + S); (5) triple superphosphate (TS) fertilization and (6) control treatment without phosphorus application (P0). The fertilizers were applied: a) on the surface; b) in the plant furrow 10 cm below the seeds; c) in the furrow 10 cm below and beside the seeds. Nodule dry matter was higher with (NP + S*), and best results were obtained when fertilizers were applied beside and above seeds. The treatment (FN + S*) increased plant height, dry biomass of nodules, tubers, and shoots, and the total N uptake, especially when applied 10 cm below seeds. Total P uptake was highest with (S* NP) applied 10 cm below seeds. The available soil P was highest in the treatments (NP + S*) and (NP + S) with most evident results when applied 10 cm below seeds. <![CDATA[<b>Density and phenotypic diversity of endophytic nitrogen fixing bacteria in soils under rehabilitation after bauxite mining</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Bactérias diazotróficas endofíticas contribuem para o desenvolvimento das plantas por meio da fixação biológica do nitrogênio, produção e liberação de substâncias reguladoras do crescimento vegetal, podendo, assim, facilitar a revegetação de solos degradados por atividades antrópicas. No entanto, pouco se conhece sobre as populações destas bactérias em solos ou plantas de áreas de mineração. Objetivando avaliar o efeito de diferentes tipos de vegetação e tempo de reabilitação de áreas degradadas por mineração de bauxita na densidade e diversidade de algumas espécies de bactérias diazotróficas endofíticas, realizaram-se, em duas épocas, amostragens de solo, de dois ambientes distintos, submetidos a diferentes processos de reabilitação. A densidade, avaliada pelo número mais provável, utilizando os meios de cultura: NFb, JNFb e Fam, para Azospirillum brasilense e A. lipoferum, Herbaspirillum spp. e A. amazonense, respectivamente, variou de 0 a 2,0 x 10(4) bactérias por grama de solo e mostrou que o tipo de vegetação influiu nas populações destas bactérias. Foram encontradas densidades maiores em solos revegetados com gramíneas: braquiária (Brachiaria decumbens), capim-azevém (Lolium multiflorum) e capim-gordura (Melinis minutiflora). Contudo, estas densidades podem ser consideradas baixas, se comparadas às de solos agrícolas, e não apresentaram relação com o tempo de reabilitação da área. Foram encontrados 36 fenótipos culturais em meio batata, entre os 72 isolados obtidos dos três meios de cultura utilizados. A partir destes, foram formados sete grandes grupos com similaridade superior ou igual a 63 %, dos quais cinco, representando 62,5 % do total de isolados obtidos, continham as estirpes-tipo de Burkholderia brasilensis, Herbaspirillum seropedicae e Azospirillum spp. (A. brasilense, A. amazonense, A. lipoferum, A. irakense). Apesar da baixa densidade, este grupo de bactérias apresentou alta diversidade fenotípica no ambiente estudado.<hr/>Diazotrophic endophytic bacteria enhance plant growth through biological nitrogen fixation and production and release of plant growth regulating substances, which facilitate the revegetation of areas degraded by human activities. However, little is known about populations of such bacteria in soils or plants of mining areas. Aiming to study the effects of different vegetation types and rehabilitation periods on some endophytic diazotrophic bacteria species, soil samples were collected under two environmental conditions ("Campo" and "Serra") in bauxite mined areas undergoing different rehabilitation processes. Population densities were evaluated by the most probable number method in media (NFb, JNFb, and Fam for Azospirillum brasilense and A. lipoferum, Herbaspirillum spp. and A. amazonense, respectively) and ranged from 0 to 2.0 x 10(4) bacteria g-1 soil. The vegetation types affected the diazotrophic populations. Highest densities were found in mined soils revegetated with the grass species brachiaria (Brachiaria decumbens), rye grass (Lolium multiflorum) and capim-gordura (Melinis minutiflora). However, these densities are considered low compared to those found in agricultural soils. No relationship was found between the rehabilitation time and population density. Thirty-six cultural phenotypes were found on potato medium among 72 isolates out of all three culture media. At a similarity of at least 63 %, these isolates formed seven great groups, five of which (comprising 62.5 % of the total isolates) contained the type strains of Burkholderia brasilensis, Herbaspirillum seropedicae, and Azospirillum spp. (A. brasilense, A. amazonense, A. lipoferum, A. irakense). In spite of its low density, this group of bacteria presented a high phenotypic diversity in the studied environment. <![CDATA[<b>Nodulation and mycorrhizal infection in <i>Anadenanthera peregrina </i>Var.<i> falcata</i> on autoclaved and non-autoclaved cerrado soil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Anadenanthera peregrina var. falcata (angico-do-cerrado), uma leguminosa arbórea, forma associações simbióticas com bactérias fixadoras de nitrogênio (rizóbios) e com fungos micorrízicos arbusculares. Com o objetivo de avaliar a eficiência da inoculação de fungos micorrízicos e rizóbios no crescimento inicial de plantas de angico-do-cerrado, crescidas em solo autoclavado e em solo não autoclavado com e sem inoculação, foi desenvolvido um experimento em casa de vegetação, utilizando raízes micorrizadas de milho e uma mistura de isolados de rizóbios como inoculantes. O crescimento das plantas foi influenciado positivamente pela concomitante inoculação do fungo micorrízico e do rizóbio, tendo as plantas desse tratamento apresentado biomassa cerca de 60 % maior do que o controle no décimo mês. A inoculação de apenas um dos microssimbiontes, entretanto, não provocou diferença na produção de biomassa das plantas. A percentagem de colonização micorrízica foi significativamente mais alta e o número de nódulos maior nas raízes das plantas crescidas no solo não autoclavado, ocasionados pela população de fungos e rizóbios nativos. Nesse tratamento, houve pequeno acúmulo de matéria no xilopódio, provavelmente em virtude do dreno fotossintético por parte dos microssimbiontes, e a concentração de P na parte aérea e xilopódio dessas plantas foi cerca de 1,2 e 8 vezes maior, respectivamente, por causa da colonização micorrízica.<hr/>The leguminous tree Anadenanthera peregrina var. falcata (angico-do-cerrado) forms symbiotic associations with nitrogen fixing bacteria (rhizobia) and arbuscular mycorrhizal fungi. The aim of this study was the evaluation of the influence of rhizobial and arbuscular mycorrhizal inoculation on the initial growth of angico-do-cerrado plants, in autoclaved and non-autoclaved soil with and without inoculations. The experiment was carried out in a greenhouse using mycorrhized roots of maize and a mixture of rhizobial isolates as inocula. Plant growth was positively affected by dual inoculation of mycorrhizal fungus and rhizobia: plants of this treatment produced 60 % more biomass than in the control in the 10th month. Inoculation of only one microsymbiont, however, did not promote difference in plant growth. Mycorrhizal formation was significantly more extensive and the number of nodules higher in plants of non-autoclaved soil, caused by native soil borne fungi and rhizobia. In this treatment mass accumulation was lowest in the xylopodium, probably because of the photosynthetic drain caused by microsymbionts, and P concentrations in shoot and xylopodium were about 1.2 and 8 times higher in these plants, respectively, due to the mycorrhizal colonization. <![CDATA[<b>Identification of<i> Azospirillum amazonense </i>isolates associated to<i> Brachiaria</i> spp. at different stages and growth conditions, and bacterial plant hormone production</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Existem evidências de que pastagens formadas por algumas espécies do gênero Brachiaria poderiam beneficiar-se com o processo de fixação biológica do nitrogênio atmosférico (FBN), garantindo a estas pastagens maior longevidade. Dentre as bactérias diazotróficas encontradas em associação com estas gramíneas forrageiras, destaca-se a espécie Azospirillum amazonense. Neste trabalho, objetivou-se verificar a influência da espécie de Brachiaria, manejo da pastagem e sazonalidade sobre as populações de A. amazonense associadas às raízes destas plantas. Diferentes pastagens (B. humidicola, B. decumbens e B. brizantha) foram introduzidas em regiões do ecossistema Cerrado e de Mata Atlântica. Foram avaliados dois sistemas de manejo com diferentes taxas de lotação, e as coletas foram realizadas em diferentes épocas do ano. As populações de A. amazonense foram quantificadas e a identidade dos isolados confirmada, assim como sua capacidade de produção de fitormônios tipo AIA (ácido 3-indol acético) em meio de cultivo. Isolados de A. amazonense foram obtidos a partir de amostras de raízes das três espécies de Brachiaria avaliadas. Estimativas das populações desta bactéria variaram de 10³-10(7) células g-1 de raízes. Em amostras do ecossistema Cerrado, a época de coleta apresentou efeito significativo sobre a população destas bactérias. Os dados da região de Mata Atlântica mostraram que plantas de Brachiaria de diferentes espécies e pastagens sob diferentes taxas de lotação podem apresentar números populacionais distintos associados às suas raízes. A técnica de análise de restrição do DNA ribossomal amplificado (ARDRA) confirmou a identidade de todos os isolados avaliados. Estes isolados foram capazes de produzir fitormônios tipo AIA.<hr/>There is evidence that pastures formed by some species of the genus Brachiaria could be benefited by the biological nitrogen fixation process (BNF), which would give these pastures a higher longevity. Among the diazotrophic bacteria found in association with these forage grasses, the species Azospirillum amazonense is most outstanding. This study aimed to verify the influence of the Brachiaria species, pasture management, and seasonal variations on the A. amazonense populations associated to the plant roots. Different pastures (B. humidicola, B. decumbens, and B. brizantha) were implanted in Cerrado and Atlantic Forest ecosystem areas. Two management systems with different stocking rates were evaluated and samples collected at different times of the year. The A. amazonense populations were quantified, and the isolates' identity as well as the capacity to produce phyto-hormones like IAA in growth media tested. A. amazonense isolates were obtained from root samples of the three evaluated Brachiaria species. The estimates of bacterial populations varied from 10³-10(7) cells. g-1 of roots. In the Cerrado, the sampling time had a significant influence on the population of these bacteria. Data from the Atlantic forest showed that Brachiaria plants from different species and pastures under different stocking rates can present distinct population numbers of A. amazonense associated to their roots. The "analise de restrição do DNA ribossome amplificado" amplifed ribossomal DNA restriction analysis (ARDRA) technique confirmed the identity of all tested isolates. These isolates were able to produce phyto-hormones like IAA. <![CDATA[<b>Cover plant residues and mobility of dissolution products of surface applied lime</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en As plantas de cobertura têm recebido atenção adicional em função da liberação de ácidos orgânicos de baixo peso molecular capazes de formar complexos orgânicos com alumínio, cálcio e magnésio. Dessa forma, além de neutralizarem o alumínio tóxico, esses ácidos podem aumentar a mobilidade, no perfil do solo, dos produtos originados da dissolução do calcário aplicado na superfície. Os objetivos deste trabalho foram (a) identificar os ácidos orgânicos de baixo peso molecular presentes nos resíduos de plantas de cobertura e na solução do solo; (b) avaliar o efeito desses resíduos, juntamente com a aplicação superficial de calcário, na correção da acidez das camadas subsuperficiais do solo no sistema plantio direto, e (c) verificar a relação dos ácidos orgânicos de baixo peso molecular, liberados na decomposição de resíduos vegetais, com os efeitos, na profundidade do solo, da aplicação superficial de calcário. O experimento foi realizado em casa de vegetação em colunas de PVC com amostras indeformadas de um Cambissolo Húmico Alumínico Léptico argiloso há cinco anos no sistema plantio direto. Os tratamentos constaram da aplicação de resíduos (10 Mg ha-1) de aveia preta (1), ervilhaca (2) e nabo forrageiro (3), calcário (13 Mg ha-1) (4), calcário mais resíduo de aveia preta (5), de ervilhaca (6) e de nabo forrageiro (7) calcário mais ácido cítrico (0,91 Mg ha-1) (8) e uma testemunha (9), dispostos em blocos ao acaso. O uso da cromatografia líquida permitiu identificar os ácidos orgânicos de baixo peso molecular nos resíduos vegetais utilizados. Na aveia preta, houve predomínio do ácido transaconítico, na ervilhaca predominou o ácido málico e no nabo forrageiro os ácidos cítrico e málico. Não foi possível detectar nenhum tipo de ácido orgânico de baixo peso molecular tanto na solução percolada como na solução do solo. Os resíduos vegetais não tiveram efeito na correção da acidez do solo em profundidade. Seus efeitos restringiram-se na camada de 0-2,5 cm, tanto isoladamente como junto com o calcário.<hr/>Cover plants have received extra attention due to their release of low molecular weight organic acids that form organic complexes with aluminum, calcium and magnesium. Besides neutralizing toxic aluminum, such compounds can increase the mobility in the soil profile of the dissolution products of lime applied on the soil surface. Objectives of this research were (a) to identify the low molecular weight organic acids found in different cover plant species and in soil solution, (b) to evaluate the effects of the residues, alone or together with surface lime application, in relation to acidity neutralization of subsoil layers in no-tillage systems, and (c) to verify the relation between organic acids of low molecular weight, released during the decomposition of plant residues, with the effect on soil acidity properties in the soil profile due to surface lime application. The experiment was carried out in a greenhouse in undisturbed Inceptisol (Haplumbrept) soil samples in columns, collected in a field experiment under no-tillage for five years. Nine treatments were applied: residue (10 Mg ha-1) of black oat (1), common vetch (2), oil seed radish (3), lime (13 Mg ha-1) (4), lime plus residue of black oat (5), of common vetch (6), of oil seed radish (7), and lime plus citric acid (0.91 Mg ha-1), (8) and no treatment (9), arranged in randomized blocks. The liquid chromatography method (HPLC) allowed an identification of the main low molecular weight organic acids in the plant residues. Trans-aconitic acid was the most important in black oat, malic acid in common vetch, and citric and malic acids in oil seed radish. It was not possible to detect organic acids in the percolate or soil solution. Plant residues had no effect on acidity neutralization in the deeper soil since the effects, alone or with lime application on the soil surface, were restricted to the soil surface layer (0-2.5 cm). <![CDATA[<b>Changes in soil chemical properties and corn response to lime and gypsum applications</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en A calagem e a aplicação de gesso levam a modificações químicas no solo que podem influenciar o crescimento radicular e a produção de culturas anuais. Com o objetivo de avaliar as alterações químicas do solo e a resposta do milho ao calcário e gesso aplicados no sistema plantio direto, foi realizado um experimento em um Latossolo Vermelho distrófico textura argilosa, em Ponta Grossa (PR). Os tratamentos, dispostos em blocos completos ao acaso em parcelas subdivididas com três repetições, constaram da aplicação de calcário dolomítico (sem calcário e 4,5 t ha-1 de calcário na superfície, em dose total e 1/3 da dose por ano, durante três anos, e incorporado), nas parcelas, e doses de gesso (0, 3, 6 e 9 t ha-1), nas subparcelas. Os tratamentos com calcário foram aplicados em julho e as doses de gesso em outubro de 1998. A cultura do milho foi avaliada no ano agrícola de 2001/02. A correção da acidez pela calagem na superfície, com ou sem parcelamento, foi mais acentuada na camada superficial do solo (0-0,05 m) e houve maior reação nas profundidades de 0,05-0,10 e 0,10-0,20 m, quando o calcário foi incorporado. O gesso melhorou o subsolo, aumentando os teores de Ca e S-SO4(2-), aumentou a concentração de N, K e Ca no tecido foliar do milho e causou redução do Mg no solo e nas folhas. O crescimento radicular do milho não foi influenciado pelos tratamentos de calcário e gesso. A calagem na superfície, com ou sem parcelamento, ou com incorporação e a aplicação de gesso aumentaram a produção de milho, em decorrência do aumento da saturação por Ca nas camadas superficiais do solo. A aplicação de gesso agrícola, associada à calagem, foi uma estratégia eficiente para maximizar a produção de milho.<hr/>Root growth and crop yield can be affected by chemical modifications of the soil profile owing to lime and gypsum applications. A field trial was carried out on a dystrophic Clay Rhodic Hapludox in Ponta Grossa, Paraná State, Brazil, aiming to evaluate the changes in the chemical soil properties and corn response to lime and gypsum applications at the installation of a no-tillage system. A randomized complete block design was used, with three replications, in a split-plot experiment. The main plots received dolomitic limestone treatments (no lime; 4.5 t ha-1 of lime applied on the surface supplying the total demand; 1/3 of the total demand applied on the surface during three years; total demand incorporated into the soil) and the subplots received gypsum rates (0, 3, 6, and 9 t ha-1). The treatments with lime were applied in July 1998 and the rates of gypsum in October 1998. Corn was evaluated in the agricultural year of 2001/02. The applied surface liming, at full or split rates, provided a more accentuated soil acidity correction in the superficial layer (0-0.05 m), and there was a stronger reaction in the 0.05-0.10 and 0.10-0.20 m layers, when lime was incorporated into the soil. Gypsum improved the subsoil, increasing the concentrations of Ca and S-SO4(2-), raised N, K, and Ca concentrations in the corn leaves, while it reduced the Mg concentration in soil and corn leaves. Liming and gypsum treatments did not affect the corn root growth. Liming (whether surface applied, at full or split rates, or incorporated into the soil) and gypsum increased the corn yield, due to an increase in the Ca soil saturation of the superficial layers. The application of gypsum associated to liming was an effective strategy to maximize grain yields. <![CDATA[<b>Principal component analysis of physical, chemical, and mineralogical attributes of the cerrado biome soils</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o intuito de avaliar diferenças de comportamento entre solos das superfícies geomórficas Sul-Americana e Velhas da região dos Cerrados, todos sob uso atual de cobertura vegetal nativa, foram realizadas caracterizações físicas, químicas e mineralógicas, bem como feitas análises de componentes principais desses atributos. Com os solos referenciados por sub-região e pela superfície geomórfica que representam, três agrupamentos foram constituídos: Grupo 1: solos de textura argilosa a muito argilosa e hipo a mesoférricos; Grupo 2: solos de textura média a arenosa e hipoférricos; e Grupo 3: solos de textura argilosa a muito argilosa e férricos. A retenção de água dos horizontes superficiais dos solos estudados foi positivamente correlacionada com os teores de argila e carbono orgânico. Os solos do Grupo 3 apresentaram a maior oferta de bases trocáveis dos horizontes superficiais, o que foi relacionado, em grande parte, com a maior reciclagem imposta pela formação florestal local, quando comparada à da formação de cerrado, presente em 31 dos 33 perfis de solos dos Grupos 1 e 2. O Grupo 3, diferenciado pelos elevados teores de Fe herdados do material de origem, é o grupo mais homogêneo em termos mineralógicos, com todos os perfis hematíticos. Os Grupos 1 e 2 apresentam sobreposição de composição mineralógica, sendo o Grupo 1, em termos médios, mais gibbsítico do que o Grupo 2. A maior eficácia do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, relativamente ao Soil Taxonomy, em discriminar os solos estudados é resultante do uso do caráter férrico concomitantemente a outros atributos comuns aos dois sistemas. A análise de componentes principais auxiliou no entendimento das diferenças e similaridades dos ambientes pedológicos separados no campo.<hr/>Behavior differences between soils of the South-American and Velhas geomorphic surfaces of the Cerrado region, all of them under native vegetation cover, were evaluated by physical, chemical, and mineralogical characterizations, and principal component analyses. According to their sub-region and geomorphic surfaces, the soils were separated in three groups: 1. clayey to very clayey texture, low- and mesoferric; 2. medium to sandy texture, lowferric; 3. clayey to very clayey texture, ferric. Water retention in the surface horizons of the studied soils was positively correlated with the clay and organic carbon contents. Soils of Group 3 showed the greatest amount of exchangeable bases in the surface horizons, which is mainly a consequence of the greater recycling efficiency imposed by the local forest formation when compared to the Cerrado formation (verified in 31 of the 33 soil profiles of Groups 1 and 2). Soils of Group 3, formed from mafic rocks, were the most homogeneous in mineralogical terms, since all profiles were hematitic. In averages, Groups 1 and 2 presented an overlapping mineralogical composition, though Group 1 is more gibbsitic than Group 2. In comparison to the US Soil Taxonomy, the efficacy of the Brazilian Soil Classification System at discriminating the studied soils is higher owing to the use of the ferric character in conjunction with the other attributes both systems have in common. The principal component analysis supported the understanding of the pedologic environment differences and similarities identified in the field. <![CDATA[<b>Physical soil properties of conventional tillage and no-tillage, in crop rotation and succession, compared with natural pasture</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Em solos que apresentam características naturais favoráveis ao cultivo, o preparo convencional degrada as propriedades físicas, pois o revolvimento rompe os agregados, compacta o solo abaixo da camada preparada e o deixa descoberto. A semeadura direta, em virtude da pequena mobilização do solo, preserva os agregados e a cobertura do solo, porém consolida a camada superficial. Este trabalho foi desenvolvido em um Cambissolo Húmico alumínico léptico, de maio de 1995 a abril de 2001. Os tratamentos de manejo do solo foram: preparo convencional com uma aração+duas gradagens em rotação de culturas (PCR) e em sucessão (PCS), semeadura direta em rotação de culturas (SDR) e em sucessão (SDS) e campo nativo (CN). A seqüência de cultivo nos tratamentos foi: PCR - feijão/pousio/milho/pousio/soja/pousio; PCS - milho/pousio/milho/pousio/milho/pousio; SDR - feijão/aveia/milho/nabo/soja/ervilhaca e, na SDS, milho/ervilhaca/milho/ervilhaca/milho/ervilhaca. No CN, a área foi pastejada até o momento da instalação do experimento, permanecendo em pousio com roçadas periódicas depois disso. Em abril de 2001, foram avaliados a densidade do solo, o volume de macroporos, microporos e total de poros, o teor de carbono orgânico e a estabilidade de agregados em água, nas profundidades de 0-2,5; 2,5-5; 5-10; 10-15; 15-20 e 20-30 cm. Na camada de 0-10 cm, a densidade do solo foi maior na SDS e SDR e igual no PCS e PCR, enquanto o volume total de poros e de macroporos foi igual na SDS e SDR, em relação ao CN. Nessa camada, a relação volume de macroporos/total de poros foi maior no PCS e PCR do que na SDS, SDR e CN. Na média das camadas estudadas, o teor de carbono orgânico e a estabilidade dos agregados foram maiores na SDS, SDR e CN do que no PCS e PCR. No PCS e PCR, o índice de sensibilidade para estabilidade de agregados foi expressivamente menor do que a unidade, enquanto, na SDS e SDR, os valores foram próximos à unidade, indicando a sustentabilidade da semeadura direta no que se refere à estabilidade dos agregados em água. Os sistemas de cultivo não influenciaram as propriedades físicas do solo.<hr/>In soils with naturally favorable characteristics for cultivation, conventional tillage degrades the physical soil properties, since this management system causes the rupture of aggregates, soil compaction, and eliminates soil cover. No-tillage, on the other hand, maintains soil cover and improves physical properties, but consolidates the surface layer. Our study was conducted on a Haplumbrept soil, from May 1995 to April 2001. Five soil tillage treatments were used: conventional tillage crop rotation (CTR), conventional tillage crop succession (CTS), no-tillage crop rotation (NTR), no-tillage crop succession (NTS), and natural pasture (NP), in four replications each. The crop sequences were bean/fallow/maize/fallow/soybean/fallow in CTR, maize/fallow/maize/fallow/maize/fallow in CTS, bean/oat/maize/turnip/soybean/vetch in NTR and maize/vetch/maize/vetch/maize/vetch in NTS. Soil density, macroporosity, microporosity, total porosity, organic carbon, and water aggregate stability (MWD) were evaluated in April 2001 for the soil layers 0-2.5, 2.5-5, 5-10, 10-15, 15-20, and 20-30 cm. In the 0-10 cm layer, soil density was higher in no-tillage than conventional tillage and natural pasture, while macroporosity, total porosity, and the macroporosity/total porosity relation was higher in conventional tillage in the mean for cropping systems, in this layer. Organic carbon, MWD, and sensibility index for MWD means of layers and tillage systems were higher in no-tillage and natural pasture than in conventional tillage. <![CDATA[<b>Shear strength of a latosol under different use and management </b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=en A resistência do solo ao cisalhamento é uma importante propriedade dinâmica do solo, a qual vem sendo desconsiderada na maioria das pesquisas que investigam a influência do uso e manejo, assim como os estados de consistência , sobre o comportamento da estrutura dos solos agrícolas. Isto tem contribuído para a adoção de estratégias quase sempre equivocadas, tendo, como conseqüência, o depauperamento das propriedades físicas e mecânicas do solo. Este trabalho teve como objetivo estudar a resistência ao cisalhamento de um Latossolo Vermelho distrófico submetido ao preparo convencional e semeadura direta, tendo, como tratamento-testemunha, o cerradão, considerando diferentes conteúdos de água: 0,05; 0,16; 0,18 e 0,38 kg kg-1. Com base nos resultados encontrados, verificou-se que a resistência ao cisalhamento do solo, avaliada na profundidade de 0-0,05 m do Latossolo Vermelho distrófico, foi influenciada pelo aumento da umidade, tipo de uso e manejo. De maneira geral, as equações ajustadas conforme o modelo de Coulomb constataram maior resistência do solo ao cisalhamento no cerradão, seguido do preparo convencional e semeadura direta. A menor resistência ao cisalhamento do solo estudado, corroborada pelo menor atrito interno (tg f) e maior coesão aparente (c), especificamente nos teores de água 0,16 e 0,27 kg kg-1 (contemplando, portanto, a faixa friável do solo), confere à semeadura direta a condição de maior possibilidade de preservação da sustentabilidade da estrutura do Latossolo Vermelho distrófico. A predição da tensão de cisalhamento apresentou-se sensível aos efeitos da variação do teor de água no solo, ao tipo de uso, podendo contribuir, particularmente, em estudos da sustentabilidade da estrutura dos solos agrícolas, a qual normalmente é comprometida em áreas cujo tráfego e preparo do solo são realizados inadequadamente.<hr/>Shear soil strength is an important dynamic property of the soil, as well as the state of soil consistence concerning the structure behavior of agricultural soils, which are mostly being ignored in research into the influence of use and management. This fact has been contributing to the perennial problem of fallacious strategies, causing degradation of the physical and mechanical soil properties. This study aimed at an evaluation of the shear soil strength of a dystrophic Red Latosol submitted to conventional tillage, direct seeding, and Cerrado as control treatment, with different water contents: 0.05; 0.16; 0.18, and 0.38 kg kg-1. Results allowed the conclusion that the shear strength of the soil, appraised at a depth of 0-0.05 m of a dystrophic Red Latosol, was affected by water content increases, use and management type. In general, the adjusted equations according to the Coulomb model evidenced greater shear strength in the Cerrado, followed by conventional tillage, and direct seeding. The lowest shear strength of the studied soil, corroborated by the smallest internal friction angle (tg f) and larger apparent cohesion (c), specifically for the water content 0.16 and 0.27 kg kg-1 (contemplating, therefore, the friable range of the soil), pointed to direct seeding as the management with the greatest possibilities of preserving the structural sustainability of the soil studied. The prediction of shear tension proved to be sensitive to the effects of soil water variations and the use type. This enables significant contributions, particularly to studies on the structural sustainability of agricultural soils, which are usually impaired by inadequate traffic and tillage operations. <![CDATA[<b>Carbon and nitrogen addition related to stocks of these elements in soil and corn yield under management systems</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Experimentos de longa duração constituem ferramenta valiosa para o estudo da dinâmica da matéria orgânica no solo. Com esse objetivo, realizou-se a presente pesquisa a qual foi baseada em experimento instalado, em 1985, em um Argissolo Vermelho degradado pelo cultivo inadequado por 16 anos. O experimento está localizado na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul (RS), e consiste em três sistemas de preparo de solo (preparo convencional-PC, preparo reduzido-PR, e plantio direto-PD) em parcelas principais, três sistemas de culturas (aveia/milho-A/M, ervilhaca/milho-E/M, e aveia + ervilhaca/ milho + caupi-A + E/M + C), em subparcelas, e duas doses de N mineral na cultura do milho (0 e 139 kg ha-1), em subblocos, distribuídos segundo um delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. As adições de C e N pelas culturas foram estimadas para o período experimental de 13 anos; o solo foi amostrado, em setembro de 1998, em seis camadas, até à profundidade de 0,30 m, analisado em relação aos teores de carbono orgânico total (COT) e nitrogênio total (NT), tendo sido calculados os estoques desses elementos nas camadas de 0-0,175 e 0,175-0,30 m. As leguminosas contribuíram para a maior adição anual de C e N ao solo pelos sistemas de culturas, que variaram de 4,17 a 8,39 Mg ha-1 e de -21 a 178 kg ha-1, respectivamente. As maiores adições de C e N refletiram-se num maior acúmulo de COT e NT na camada de 0-0,175 m do solo em PD e em gradativa elevação do rendimento do milho nos três sistemas de preparo. A adição anual de C (A) necessária para manter o estoque inicial de COT (dC/dt = zero) foi estimada em 4,2 Mg ha-1 em PD, 7,3 Mg ha-1 em PR e 8,9 Mg ha-1 em PC. De forma similar, a adição anual de N necessária para manter os estoques iniciais (dN/dt = zero) foi estimada em 5 kg ha-1 para o PD, 31 kg ha-1 para o PR e 94 kg ha-1 para o PC. Estimou-se, pelo coeficiente angular da regressão linear que relaciona as taxas anuais de adição de C (A) e a variação anual nos estoques de COT na camada de 0-0,175 m do solo (dC/dt), que 12,9, 8,1 e 11,5 % do C adicionado ao solo foi retido na matéria orgânica do solo em PD, PR e PC, respectivamente, o que corresponde a uma estimativa aproximada do coeficiente de humificação (k1). Analogamente, estimou-se que 49,7, 21,0 e 33,1 % da quantidade líquida de N adicionada foi retida como NT no solo em PD, PR e PC, respectivamente. A taxa de perda de COT do solo (k2), calculada para a condição dC/dt = zero, foi de 0,0166 ano-1 no solo em PD, 0,0182 ano-1 no solo em PR, e 0,0314 ano-1 no solo em PC. O plantio direto, pela diminuição da taxa de perda de matéria orgânica (k2), e os sistemas de culturas com leguminosas, pela alta adição de C fotossintetizado e de N fixado simbioticamente, são boas alternativas para recuperar os estoques de COT e NT do solo e aumentar o rendimento do milho na região subtropical do Sul do Brasil.<hr/>Long-term experiments are essential for research about organic matter dynamics of soils. This paper reports results of an experiment installed in September 1985 on a Paleudult soil degraded under inadequate management for 16 years. The experiment was conducted at the Experimental Station of the Federal University of Rio Grande do Sul (Brazil) in Eldorado do Sul county. Three soil tillage methods (conventional tillage-CT, reduced tillage-RT and no-tillage-NT), three crop systems (oat/corn-O/C, vetch/corn-V/C and oat + vetch/corn + cowpea-O + V/C + Cp), and two N rates applied to corn as urea (0 and 139 kg ha-1) were tested. A split-plot design arranged in randomized blocks with three replications was used with soil tillage as main plot, the cropping systems as sub-plots and nitrogen rates as sub-blocks. Carbon and nitrogen addition by crops was estimated for the experimental period of 13 years. In September 1998, the soil was sampled in six layers down to 0.30 m depth, and total organic carbon (TOC) and total nitrogen (TN) contents were determined in each layer and then calculated for the 0-0.175 m and 0.175-0.30 m layers. Legumes were responsible for the greatest annual soil C and N increase by crops (4.17 to 8.39 Mg ha-1 and -21 to 178 kg ha-1, respectively). The highest C and N additions were positively related to these elements stocks in the soil under NT (0-0.175 m layer), and promoted gradual corn yield increase in all soil tillage treatments. The annual rate of C addition (A) necessary to maintain de initial condition (dC/dt = zero) was estimated at 4.2 Mg ha-1 for NT, 7.3 Mg ha-1 for RT and 8.9 Mg ha-1 for CT. Similarly, the annual rate of N addition required to maintain the initial condition (dN/dt = zero) was 5 kg ha-1 for NT, 31 kg ha-1 for RT, and 94 kg ha-1 for CT. An estimation by the angular coefficient of the linear regression, which relates the annual C addition rates and annual TOC stock variation in the surface layer, calculated that 12.9 % for NT, 8.1 % for RT, and 11.5 % for CT of the C added to the soil was retained in the soil organic matter, representing approximately the humification coefficient (k1). Likewise, it was estimated that 49.7 % of the net annual N addition under NT, 21.0 % under RT, and 33.1 % under CT was retained as TN in the soil. The TOC loss coefficient from the soil (k2), calculated for the condition dC/dt = zero, was 0.0166 yr-1 under NT, 0.0182 yr-1 under RT, and 0.0314 yr-1 under CT. No-tillage systems with the reduction of TOC loss (k2), and legume based crop systems with the high C and N additions are good alternatives to recover the soil TOC and TN stocks and increase corn yield in the subtropical region of southern Brazil. <![CDATA[<b>Characterization of gold mine tailing to evaluate the arsenic and heavy metal solubility and local revegetation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Depósitos de rejeitos e pilhas de estéril, decorrentes de atividades de mineração, podem ser fontes de contaminação ambiental, por causa da presença de metais pesados e arsênio, principalmente quando esses materiais contêm minerais sulfetados e teores elevados de metais. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o rejeito proveniente do beneficiamento de minério de ouro de uma mineração no estado de Minas Gerais, para avaliação de problemas de drenagem ácida e solubilização de metais e para planejamento da revegetação do local. Amostras de rejeito foram coletadas na camada superficial (0-20 cm), sendo submetidas a análises químicas de rotina da fertilidade do solo e a uma caracterização química específica de Ni, Cu, Pb, Cd, Fe, Zn, Cr, As e S extraídos em Água Régia, Mehlich-1, EDTA e água deionizada. Foram determinados o potencial de acidez (PA), o potencial de neutralização (PN) e equilíbrio ácido-base (EAB); além da realização de análise granulométrica e difração de raios-X. As amostras analisadas apresentaram baixos teores de matéria orgânica, P e K, alta acidez e salinidade, além de alto teor de As, o que indica sérias restrições ao estabelecimento de espécies vegetais. O rejeito apresentou potencial de geração de acidez e solubilização de elementos como As, Fe e S, o que pode acarretar problemas ambientais, como a drenagem ácida e a contaminação de solos e cursos d'água, bem como a incorporação desses elementos na cadeia trófica.<hr/>Dumps of waste and sterile matter from mine activities are potential sources of environmental contamination with their contents of heavy metals and arsenic, especially when these materials contain sulfide minerals and high metal levels. The objective of this study was the characterization of refuse from a gold mine area in the State of Minas Gerais, Brazil, in order to evaluate acid drainage and metal solubilization problems, and local revegetation planning. Surface samples (0-20 cm) were collected and submitted to routine fertility analysis and specific chemical characterization of Ni, Cu, Pb, Cd, Fe, Zn, Cr, As, and S, extracted with Aqua Regia, Mehlich-1, EDTA, and de-ionized water. The analysis of the net acid generation (NAG), acid neutralization capacity (ANC) and acid-base accounting (ABA), as well as texture and x-ray diffraction analysis were also carried out. The samples presented low levels of P, K, and organic matter, high acidity and salinity, and high levels of As, which represent rigorous restrictions on the establishment of vegetal species. The waste presented a potential of acidification and solubilization of elements like As, Fe, and S, which can bring on environmental problems such as acid drainage and contamination of soil and water, as well as the incorporation of these elements into the food-chain. <![CDATA[<b>Reactivity of a slag in a distrofic red latosol</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho objetivou estudar a reatividade de uma escória de siderurgia de aciaria, em diferentes frações granulométricas, aplicada em uma amostra de um Latossolo Vermelho distrófico, ácido, em condições de laboratório. Utilizou-se um fatorial 4 x 3 + 2 com quatro repetições, sendo quatro granulometrias (material retido entre as peneiras ABNT 5-10; 10-20; 20-50 e < 50), três doses de escória, correspondentes a 0,00, 5,04 e 10,08 t ha-1, ou seja, 0,00, 1,01 e 2,02 g por copo com 0,40 dm³ de solo e duas testemunhas (escória e calcário dolomítico, na dose correspondente a V = 70 %, ou seja, 1,01 e 0,60 g por copo, respectivamente). Para definir as doses, adotou-se o método da saturação por bases, considerando-se o valor do PRNT da escória e do calcário, obtidos na granulometria correspondente. O solo foi mantido na capacidade de campo e incubado durante os períodos de três, seis e nove meses. As frações granulométricas da escória influiram diferentemente na acidez do solo. A fração retida entre as peneiras ABNT 5-10 mostrou-se ineficiente, enquanto a fração que passa pela peneira ABNT 50 foi a que conferiu o maior efeito na neutralização da acidez. A reatividade das partículas da escória retidas nas peneiras intermediárias, ABNT 10-20 e 20-50, foi proporcional aos valores vigentes na legislação brasileira para calcários. Portanto, a taxa de reatividade obtida para a escória foi de: ABNT nº 5-10 = 0 %; 10-20 = 22 %; 20-50 = 58 % e < 50 = 100 %.<hr/>The present study investigated the reactivity of a slag from steelworks in different particle size fractions, applied on an acid dystrophic Red Latosol, under laboratory conditions, in a 4 x 3 + 2 factorial scheme in four replications. Four particle sizes (material retained in the ABNT 5-10; 10-20; 20-50, and < 50 sieves), three doses of slag (0.00, 5.04, and 10.08 t ha-1, corresponding to 0.00, 1.01, and 2.02 g in 0.40 dm³ of soil per cup) and two control treatments (slag and dolomitic limestone in the corresponding dose to base saturation (V) = 70 %, or either, 1.01 and 0.61 g per cup, respectively). The base saturation method was used for the definition of the doses, considering the CaCO3 equivalent value of slag and limestone, for the corresponding particle size fractions. The soil humidity was maintained at field capacity and incubated for three, six, and nine months. Grain size fractions of the slag affected differently the acidity of the soil. The fraction retained between the ABNT 5-10 sieves proved to be inefficient, while the fraction that passed through ABNT < 50 was the one with the greatest effect on acidity neutralization. The reactivity of retained slag particles in the intermediate sieves (ABNT 10-20 and 20-50 sieves) was proportional to the effective values of the Brazilian legislation for lime. Therefore, the reactivity rate obtained for steelwork slag was: ABNT nº 5-10 = 0 %; 10-20 = 22 %; 20-50 = 58 % e < 50= 100 %. <![CDATA[<b>Soil cover and nutrient accumulation of two perennial legumes as functions of spacing and planting densities</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000100020&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estabelecimento de leguminosas herbáceas perenes nos sistemas de produção constitui ainda um desafio, principalmente por apresentarem crescimento inicial lento. Para viabilizar sua implantação, este trabalho objetivou determinar as taxas de cobertura do solo, produção de matéria seca, teores e acumulação de N, P e K das leguminosas herbáceas perenes galáxia (Galactia striata) e cudzu tropical (Pueraria phaseoloides), considerando espaçamentos e densidades de plantio. O experimento, instalado em dezembro/98 na Embrapa Agrobiologia, Seropédica (RJ), constou do delineamento em blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2 x 2 x 4, com quatro repetições. Os tratamentos constaram das espécies galáxia e cudzu tropical, plantadas em dois espaçamentos entre sulcos de plantio (25 e 50 cm) e quatro densidades de plantas (5, 10, 15 e 20 plantas m-1). A densidade adequada para a rápida cobertura do solo para cudzu tropical e galáxia foi de 10 plantas m-1, no espaçamento de 25 cm entre os sulcos de plantio. A maior produção de matéria seca e acumulação de N, P e K na parte aérea das plantas foram evidenciadas apenas no primeiro corte, sendo os maiores valores obtidos no espaçamento de 25 cm e na densidade de 10 plantas m-1. O espaçamento de 25 cm com 10 plantas m-1 foi a combinação mais adequada para a plena formação da cobertura viva do solo com cudzu tropical e galáxia.<hr/>The establishment of herbaceous perennial leguminous in production systems is still a challenge, mainly because of the slow initial growth. Evaluations of the soil cover ratio, dry matter production, contents and accumulations of nitrogen, phosphorus, and potassium of the herbaceous perennial Galactia striata and Pueraria phaseoloides, sown in different densities and row spacing, aimed at making their establishments feasible. The experiment was conducted in December/98 at Embrapa Agrobiologia, Seropédica (RJ), in a completely randomized block design, as a factorial arrangement 2 x 2 x 4, with four replications. The treatments consisted of the plant species Galactia striata and Pueraria phaseoloides, planted in two spacings (25 and 50 cm apart) and four sowing densities (5, 10, 15 and 20 plants m-1). The most adequate density for a fast soil cover was 10 plants m-1 for Pueraria phaseoloides and Galactia striata, in a 25 cm spacing between planting rows. The highest dry matter production and accumulation of N, P and K in the aerial part of the plant were found in the first cut, in a spacing of 25 cm and row density of 10 plants m-1. The 25 cm spacing with 10 plants m-1 was identified as the most adequate combination for the formation of a full soil cover with Pueraria phaseoloides and Galactia striata.