Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Ciência do Solo]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-068320120003&lang=en vol. 36 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Characterization of regosols in the semiarid region of Pernambuco, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudos de caracterização de solos em regiões ainda pouco exploradas, além de disponibilizarem e ampliarem a base de informações sobre as mais distintas ordens de solos do território nacional, também permitem sistematizar informações sobre suas propriedades, que poderão servir de subsídio para o desenvolvimento de práticas de manejo e uso sustentável das terras. Entre os principais solos recorrentes na região semiárida pernambucana, destacam-se os Neossolos Regolíticos, os quais perfazem aproximadamente 27 % da superfície do Estado e recobrem importantes áreas voltadas à produção agrícola, especialmente à agricultura familiar. Considerando a possibilidade de ocorrência de Neossolos Regolíticos com distintas propriedades físicas, químicas ou mineralógicas, em razão da existência de distintos contextos geológicos e climáticos ao longo do Estado de Pernambuco, o presente trabalho teve como objetivo caracterizar física, química e mineralogicamente Neossolos Regolíticos ao longo da região semiárida do Estado de Pernambuco, bem como relacionar os solos com sua litologia. Para isso, foram selecionados cinco perfis de Neossolos Regolíticos em diversos municípios do Estado de Pernambuco (P1=São Caetano, P2=Lagoa do Ouro, P3=Caetés, P4=São João e P5=Parnamirim). Os perfis foram descritos morfologicamente, coletando-se amostras de todos os horizontes do solo e da rocha do embasamento. Foram realizadas análises físicas e químicas para fins de classificação de solos, análises mineralógicas das frações grossas (cascalho e areia) por microscopia óptica e das frações silte e argila por difração de raios X, além de análises petrográficas das amostras de rochas. De acordo com os resultados, observou-se a ocorrência de solos semelhantes e com pequeno grau de desenvolvimento pedogenético, variando de medianamente a muito profundos, com sequência de horizontes A-AC-C e Cr e textura arenosa a média. Dois perfis apresentaram caráter solódico em profundidade. Todos os solos apresentaram baixos teores de matéria orgânica e P disponível. Apesar dos baixos teores de cátions trocáveis, todos os perfis são eutróficos. A assembleia mineralógica das frações cascalho, areia e silte é constituída essencialmente por quartzo, seguido de feldspatos e mica, corroborando a constituição petrográfica analisada. A caulinita é o principal argilomineral da fração argila em todos os perfis e horizontes estudados, indicando um importante processo de monossialitização em solos autóctones, em clima caracteristicamente semiárido. No perfil P2, devido à posição mais baixa do solo na paisagem, ocorreram minerais esmectíticos com misturas de fases entre montmorilonita, beidelita ou nontronita, identificados pela análise de DRX, empregando o teste de Greene-Kelly.<hr/>Studies on soil characterization in unexplored regions, besides the generation of data banks for the soil classes of the country, also produce scientific information about soil properties, important for the development of good management practices and sustainable land use. One of the main soil classes in the semiarid region of Pernambuco State, the Regosols, cover about 27 % of the state area, and are used mainly for family agriculture. Due to different geological and climatic aspects Regosols with different chemical, physical and mineralogical properties are found in Pernambuco, which were characterized for the semiarid region of the State. Five Regosol profiles were selected in different regions of the State (P1=São Caetano; P2=Lagoa do Ouro; P3=Caetés; P4= São João; P5=Parnamirim). The soils were morphologically characterized and samples collected from all horizons and the bedrock. Routine physical and chemical analyses were carried out for soil classification of all samples and mineralogical analyses of the coarse fractions (gravel and sand) by optical microscopy and of the silt and clay fractions by X ray diffraction (XRD), as well as petrographic analyses of the rock samples. The results showed similarities between the soils, with a low degree of pedogenetic development, varying from medium to very deep, with the horizon sequence A-AC-C-Cr and a sandy to sandy loam texture. In the deeper layers of two profiles (P1 and P5), a solodic character was observed. Organic matter and available phosphorus content were low in all studied soils. Despite the low levels of exchangeable cations, all soil profiles showed high base saturation. The mineralogical composition of gravel, sand and silt fractions consisted, essentially, of quartz, followed by feldspars and mica, supporting the results of the petrographic analysis of the bedrock. Kaolinite was the main clay mineral in all studied profiles and horizons, indicating an important monosialitization process in autochthonous soils of a typical semiarid region. In soil profile P2, at a lower landscape position, smectite minerals were observed, with mixing phases of montmorillonite, beidelite or nontronite, indentified by the Greene-Kelly test in the DRX analysis. <![CDATA[<b>Characterization and classification of soils in the Taquari river basin - Pantanal region, state of Mato Grosso do Sul, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Among the soils in the Mato Grosso do Sul, stand out in the Pantanal biome, the Spodosols. Despite being recorded in considerable extensions, few studies aiming to characterize and classify these soils were performed. The purpose of this study was to characterize and classify soils in three areas of two physiographic types in the Taquari river basin: bay and flooded fields. Two trenches were opened in the bay area (P1 and P2) and two in the flooded field (P3 and P4). The third area (saline) with high sodium levels was sampled for further studies. In the soils in both areas the sand fraction was predominant and the texture from sand to sandy loam, with the main constituent quartz. In the bay area, the soil organic carbon in the surface layer (P1) was (OC) &gt; 80 g kg-1, being diagnosed as Histic epipedon. In the other profiles the surface horizons had low OC levels which, associated with other properties, classified them as Ochric epipedons. In the soils of the bay area (P1 and P2), the pH ranged from 5.0 to 7.5, associated with dominance of Ca2+ and Mg2+, with base saturation above 50 % in some horizons. In the flooded fields (P3 and P4) the soil pH ranged from 4.9 to 5.9, H+ contents were high in the surface horizons (0.8-10.5 cmol c kg-1 ), Ca2+ and Mg² contents ranged from 0.4 to 0.8 cmol c kg-1 and base saturation was < 50 %. In the soils of the bay area (P1 and P2) iron was accumulated (extracted by dithionite - Fed) and OC in the spodic horizon; in the P3 and P4 soils only Fed was accumulated (in the subsurface layers). According to the criteria adopted by the Brazilian System of Soil Classification (SiBCS) at the subgroup level, the soils were classified as: P1: Organic Hydromorphic Ferrohumiluvic Spodosol. P2: Typical Orthic Ferrohumiluvic Spodosol. P3: Typical Hydromorphic Ferroluvic Spodosol. P4: Arenic Orthic Ferroluvic Spodosol.<hr/>Dentre os solos existentes no Mato Grosso do Sul, destacam-se no Bioma Pantanal, os Espodossolos. Apesar de serem verificados em extensões consideráveis, poucos estudos com objetivo de caracterização e classificação desses solos foram realizados. Objetivou-se caracterizar e classificar solos de três feições fisiográficas da bacia do rio Taquari: baía e campos de inundação. Foram abertas duas trincheiras na área de baía (P1 e P2) e duas na de campos de inundação (P3 e P4). A terceira feição (salinas) foi amostrada para estudos posteriores, por apresentar altos teores de sódio. Nos solos estudados, nas duas áreas houve predomínio da fração areia, com textura variando de areia a franco-arenosa, sendo o principal constituinte o quartzo. Na área de baía o horizonte superficial (P1) apresentou teor de carbono orgânico (CO) maior que 80 g kg-1, sendo diagnosticado como H hístico. Para os demais perfis, os horizontes superficiais apresentaram baixos teores de CO, o que, em associação com outros atributos, fez com que eles fossem diagnosticados como A moderado. Nos solos da área de baía (P1 e P2) os valores de pH variaram de 5,0 a 7,5, associados à dominância dos íons Ca2+ e Mg2+, com saturação por bases, em alguns horizontes, maior que 50 %. Na área de campos de inundação, os solos (P3 e P4) mostraram valores de pH variando de 4,9 a 5,9, elevados valores de H+ nos horizontes superficiais (0,8 a 10,5 cmol c kg-1), valores de Ca2+ + Mg2+ variando de 0,4 a 0,8 cmol c kg-1 e saturação por bases maior que 50 %. Nos solos da área de baía (P1 e P2) ocorreu acúmulo de Fe, extraído por ditionito (Fed), e CO no horizonte espódico; e nos solos de campos de inundação (P3 e P4) houve acúmulo somente de Fed (nos horizontes subsuperficiais). De acordo com critérios adotados pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS), em nível de subgrupo os solos foram classificados como: P1: Espodossolo Ferri-humilúvico hidromórfico organossólico, P2: Espodossolo Ferri-humilúvico órtico típico, P3: Espodossolo Ferrilúvico hidromórfico típico e P4: Espodossolo Ferrilúvico órtico espessarênico. <![CDATA[<b>Soil-geomorphological relationships and pedoforms distribution in the ecological station of águas emendadas, Distrito Federal</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Distrito Federal (DF) apresenta um modelo de distribuição de solos na paisagem condicionado pela compartimentação geomorfológica e substrato geológico. A perfeita compreensão das pedoformas auxilia o levantamento e mapeamento de detalhe ou semidetalhe dos solos de uma região. O mapeamento pedológico disponível do DF, realizado em 1978, em escala 1:100.000, ainda é a principal fonte de informações pedológicas do DF; no entanto, muitas vezes não atende aos diversos estudos pedológicos, em razão da escala reduzida. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar as relações solos-paisagem em uma topossequência na Estação Ecológica de Águas Emendadas - ESECAE, considerada representativa das relações entre feições do relevo, material de origem e classes de solos, em áreas com exposição das três unidades geomorfológicas definidas no Distrito Federal, incluindo as Chapadas Elevadas, bem como elaborar um mapa de pedoformas da área estudada, utilizando técnicas de geoprocessamento. Realizou-se um estudo da distribuição de solos na paisagem, por meio de avaliação das relações entre pedologia, geomorfologia e geologia. Para o desenvolvimento do trabalho, utilizaram-se os mapas geológicos e geomorfológicos disponíveis da ESECAE, além de geração do Modelo Digital do Terreno (MDT) e mapas de unidades geomorfológicas, de classes de declividade e de distribuição de geoformas. Por meio de dados da literatura e atividades de campo, com a caracterização dos solos nos perfis representativos ao longo da topossequência em estudo, estabeleceu-se o modelo de relação pedomorfogeológica da região, que permitiu estabelecer as relações entre os solos e as formas da paisagem e a elaboração do mapa de pedoformas da Estação Ecológica de Águas Emendadas. O mapa de pedoformas gerado fornece dados para atividades de levantamento e mapeamento pedológico de detalhe e semidetalhe em áreas com exposição das unidades geomorfológicas de ocorrência no Distrito Federal.<hr/>The soil distribution model of the landscape of the Distrito Federal (DF) is influenced by the geomorphological partitioning and geological substrate. The in-depth understanding of pedoforms helps in detailed or semi-detailed soil surveys and mapping of a region. The available pedological mapping of the DF, established in 1978, scale 1:100.00, is still the main source of pedological information of the DF, however, often it cannot meet the needs of the various soil studies, due to the low scale. Thus, the purpose of this work was to study the soil-landscape relationships in a toposequence of the Estação Ecológica de Águas Emendadas - ESECAE, representative of relations among properties of the relief, parent material and soil classes in areas with presence of the three geomorphological units defined in the Distrito Federal, including the High Plateau unit, and making a pedoforms map in the area, by geoprocessing techniques. The soil distribution in the landscape was evaluated based on the soil genesis, geomorphology and geology relationships. For the development of this work, geological and geomorphological maps available from ESECAE were used, and Digital Terrain Model (DTM) and maps of geomorphological units, slope classes and geoform distribution were elaborated. Through data obtained from literature and field works, with the characterization of representative soil profiles along the toposequence studied, a model of soil-geomorphological relationship was established in the region. This led to the establishment of the relationships between soils and landscape forms and the mapping of pedoforms of the ESECAE. This pedoforms map provides data for detailed and semi-detailed soil surveys and mapping in areas with the presence of the geomorphological units of the Distrito Federal. <![CDATA[<b>Mapping, organic matter mass and water volume of a peatland in Serra do Espinhaço Meridional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Peatlands form in areas where net primary of organic matter production exceeds losses due to the decomposition, leaching or disturbance. Due to their chemical and physical characteristics, bogs can influence water dynamics because they can store large volumes of water in the rainy season and gradually release this water during the other months of the year. In Diamantina, Minas Gerais, Brazil, a peatland in the environmental protection area of Pau-de-Fruta ensures the water supply of 40,000 inhabitants. The hypothesis of this study is that the peat bogs in Pau-de-Fruta act as an environment for carbon storage and a regulator of water flow in the Córrego das Pedras basin. The objective of this study was to estimate the water volume and organic matter mass in this peatland and to study the influence of this environment on the water flow in the Córrego das Pedras basin. The peatland was mapped using 57 transects, at intervals of 100 m. Along all transects, the depth of the peat bog, the Universal Transverse Mercator (UTM) coordinates and altitude were recorded every 20 m and used to calculate the area and volume of the peatland. The water volume was estimated, using a method developed in this study, and the mass of organic matter based on samples from 106 profiles. The peatland covered 81.7 hectares (ha), and stored 497,767 m³ of water, representing 83.7 % of the total volume of the peat bog. The total amount of organic matter (OM) was 45,148 t, corresponding to 552 t ha-1 of OM. The peat bog occupies 11.9 % of the area covered by the Córrego das Pedras basin and stores 77.6 % of the annual water surplus, thus controlling the water flow in the basin and consequently regulating the water course.<hr/>Turfeiras formam-se em áreas onde a produção de matéria orgânica excede as perdas por decomposição, lixiviação ou alteração do meio. Devido às suas características físicas e químicas, as turfeiras podem atuar na dinâmica da água, tendo em vista que elas estocam grandes volumes durante períodos chuvosos, sendo esta liberada gradativamente durante os outros meses do ano. Em Diamantina, Minas Gerais - Brasil, 40.000 habitantes recebem água da turfeira da Área de Proteção Ambiental Pau-de-Fruta. A hipótese deste estudo é de que a turfeira de Pau-de-Fruta atua como ambiente de estoque de carbono e como agente regulador do fluxo de água na bacia do Córrego das Pedras. Os objetivos deste estudo foram estimar o volume de água e a massa de matéria orgânica na referida turfeira e estudar a influência desse ambiente no fluxo de água na bacia do Córrego das Pedras. A turfeira foi mapeada por meio de 57 transectos, demarcados a cada 100 m. Em todos os transectos, a cada 20 m, foram determinadas a profundidade da turfeira, as coordenadas UTM e a altitude. A partir desses dados, foram calculados sua área e seu volume. Em 106 perfis, foram coletadas amostras para estimar o volume de água, por meio de método desenvolvido neste trabalho, e a massa de matéria orgânica. A turfeira estudada ocupa 81,7 ha e armazena 497.767 m³ de água, que representam 83,7 % do volume total da turfeira. Seu estoque total de matéria orgânica (MO) é de 45.148 t, o que corresponde a 552 t ha-1 de MO. A turfeira ocupa 11,9 % da área da bacia do Córrego das Pedras e armazena 77,6 % do excedente hídrico anual, controlando o fluxo de água na bacia e regulando a vazão do curso d'água. <![CDATA[<b>Arbuscular mycorrhizal fungi in riparian forest restoration and soil carbon fixation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A associação micorrízica arbuscular estabelecida entre os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs - Filo Glomeromycota) e as raízes das plantas tem papel fundamental na sobrevivência e nutrição das plantas. Nesta revisão, é salientado que a tríade floresta ciliar-fixação de carbono-fungos micorrízicos arbusculares deve ser considerada uma estratégia ambientalmente correta para recuperar áreas outrora ocupadas por florestas ciliares. São apresentadas brevemente as classes de solos que ocorrem em ambientes ripários e a entrada de carbono (C) nos ecossistemas terrestres. Posteriormente, é enfatizado que os fungos micorrízicos arbusculares possuem papel importante no processo de fixação de carbono no solo, visto seus efeitos na absorção de nutrientes pelas plantas e aumento na produção de biomassa vegetal em espécies arbóreas, principalmente espécies pioneiras e secundárias iniciais, utilizadas na recuperação de florestas ciliares. Outrossim, as hifas externas desses fungos impactam a estrutura do solo tanto fisicamente, pela ação física das hifas, como bioquimicamente, pela produção de uma glicoproteína. As estruturas diferenciadas pelos fungos, como esporos e hifas, também servem como via de entrada de C no solo, por meio de componentes celulares ricos em C. A recuperação de florestas ciliares pelo plantio de espécies arbóreas resulta na emergência de um novo serviço ambiental: a fixação de C, a qual pode ser incrementada quando no processo de recuperação seja considerada a inoculação com fungos micorrízicos arbusculares.<hr/>The arbuscular mycorrhizal association established between arbuscular mycorrhizal fungi (AMF-phylum Glomeromycota) and plant roots plays an essential role in plant survival and nutrition. In this review, the idea is outlined that the triad "riparian forest-carbon sequestration-arbuscular mycorrhizal fungi" should be taken into consideration as an environmentally compatible strategy for the recovery of areas formerly covered by riparian forests. We briefly discuss the soil classes found in riparian areas and the C input in terrestrial ecosystems. AMF play an important role in the carbon sequestration process, in view of their effects on plant nutrient uptake and biomass increase in woody species, mainly of those pioneer and late secondary species used in the revegetation of riparian forests. Moreover, external AMF hyphae affect the soil structure physically, through the physical binding of soil particles by hyphae, and biochemically, by the production of a glycoprotein. The structures differentiated by AMF as spores and hyphae also represent a C input in the soil by C-rich cell compounds. The restoration of riparian forests with woody species results in the emergence of a new environmental service: C fixation incremented with mycorrhizal inoculation of the seedlings for revegetation. <![CDATA[<b>Transpiration and leaf growth of potato clones as a function of fraction of transpirable soil water</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A água é vital para as plantas. Uma redução na disponibilidade de água pode afetar a transpiração e o crescimento foliar das culturas. O objetivo deste trabalho foi determinar a resposta da transpiração e do crescimento foliar ao conteúdo de água disponível no solo, representado pela fração de água transpirável no solo (FATS), em dois clones de batata (um antigo e um recente) adaptados ao Sul do Brasil. Foram realizados três experimentos em ambiente protegido por abrigo telado em Santa Maria, RS, dois deles na primavera (cultivo de safra), com plantios em 20/08/2008 (E1) e 20/10/2008 (E2), e um experimento no outono (cultivo de safrinha), com plantio em 25/03/2009 (E3), usando-se dois clones de batata: um antigo ('Macaca') e um recente ('SMINIA793101-3'). A água disponível, representada pela FATS, a transpiração e o crescimento foliar foram medidos diariamente durante o período de imposição da deficiência hídrica. A FATS crítica que começa a alterar a transpiração, indicativo do início do fechamento estomático, foi de 0,39, 0,47 e 0,28 no clone 'Macaca' e de 0,47, 0,49 e 0,33 no clone 'SMINIA793101-3', para os experimentos E1, E2 e E3, respectivamente, enquanto o crescimento foliar começou a ser reduzido, com valor de FATS crítica maior para o clone 'Macaca', indicando que o clone 'SMINIA793101-3' é mais tolerante ao déficit hídrico no solo que o clone 'Macaca'.<hr/>Water is vital for plants. A reduction in water availability may affect crops transpiration and leaf growth. The objective of this study was to determine the response of transpiration and leaf growth to the fraction of transpirable soil water (FTSW) in two potato clones (an old and a new) adapted to Southern Brazil. Three experiments were carried out under a plastic shelter in Santa Maria, RS, Brazil, using two potato clones, an old ('Macaca') and a new ('SMINIA793101-3'). Two of the experiments were in spring (planting on 08/20/2008 (E1) and 10/20/2008 (E2)), and one in fall, (planting on 03/25/2009 (E3)). Soil water, represented by the FTSW, transpiration and leaf growth were measured on a daily basis during the period of soil drying. The threshold FTSW, when transpiration begins to be affected, which is an indicator of stomata closure, was 0.39, 0.47 and 0.28 for the clone 'Macaca' and 0.47, 0.49 and 0.33 for 'SMINIA793101-3' in E1, E2 and E3, respectively, whereas leaf growth was affected at a higher FTSW threshold for 'Macaca'. These results indicate that 'SMINIA793101-3' is more tolerant to soil water deficit than 'Macaca'. <![CDATA[<b>Spatial variability of soil penetration resistance of a vertisol under mango in perimeter of irrigated Mandacaru in Juazeiro, Bahia, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A resistência do solo à penetração é um parâmetro frequentemente utilizado como indicador da compactação do solo em sistemas de manejo, podendo relacioná-lo diretamente com o crescimento e a produtividade das culturas em geral. Para isso, é importante a utilização de métodos geoestatísticos em sua avaliação, por considerar a heterogeneidade dos dados ao longo da área. O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial da resistência mecânica do solo à penetração (RP) em um Vertissolo cultivado com manga. A coleta de dados foi realizada em área do Projeto Mandacaru I, em Juazeiro-BA, utilizando um penetrômetro eletrônico para determinação da RP nas camadas de 0,00-0,10, 0,10-0,20, 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m e um GPS de navegação para determinação da posição geográfica dos pontos. Também foram feitas coletas de amostras de solo, para determinação da umidade e da textura. Na análise dos resultados foram utilizadas a estatística descritiva e a aplicação da geoestatística. A partir dos resultados, pôde-se constatar aumento da RP ao longo das camadas mais profundas, podendo atingir níveis acima de 3,000 kPa em zonas específicas da área. Por meio desses resultados, é possível monitorar a compactação, que se mostrou crítica em determinados pontos, e realizar o manejo do solo em pontos localizados, dependendo do nível de compactação.<hr/>Soil resistance to penetration is frequently used as an indicator of soil compaction in management systems and can be directly related to crop growth and yields in general. It is important to use geostatistical methods in the assessment of soil resistance to penetration by considering the data heterogeneity of the area. The purpose of this study was to evaluate the spatial variability of soil penetration resistance (PR) in a Vertisol with mango trees. Data collection was performed in the Project area Mandacaru I in Juazeiro, Bahia, Brazil, by using an electronic penetrometer for determination of PR in the layers 0.00-0.10, 0.10-0.20, 0.20-0.30, and 0.30-0.40 m and a GPS navigation system to determine the geographic position. Soil samples were also collected to determine soil moisture and texture. For data analysis, descriptive statistics and geostatistics were used. Results showed an increase in PR in the deeper layers, reaching over 3.000 kPa at specific points. With these results it is possible to manage the compaction that proved critical at some points, and perform specific soil management, according to the compaction level. <![CDATA[<b>Spatial and linear correlations between soil and corn</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=en The Technologies setting at Agricultural production system have the main characteristics the vertical productivity, reduced costs, soil physical, chemical and biological improvement to promote production sustainable growth. Thus, the study aimed to determine the variability and the linear and special correlations between the plant and soil attributes in order to select and indicate good representation of soil physical quality for forage productivity. In the growing season of 2006, on the Fazenda Bonança in Pereira Barreto (SP), the productivity of autumn corn forage (FDM) in an irrigated no-tillage system and the soil physical properties were analyzed. The purpose was to study the variability and the linear and spatial correlations between the plant and soil properties, to select an indicator of soil physical quality related to corn forage yield. A geostatistical grid was installed to collect soil and plant data, with 125 sampling points in an area of 2,500 m². The results show that the studied properties did not vary randomly and that data variability was low to very high, with well-defined spatial patterns, ranging from 7.8 to 38.0 m. On the other hand, the linear correlation between the plant and the soil properties was low and highly significant. The pairs forage dry matter versus microporosity and stem diameter versus bulk density were best correlated in the 0-0.10 m layer, while the other pairs - forage dry matter versus macro - and total porosity - were inversely correlated in the same layer. However, from the spatial point of view, there was a high inverse correlation between forage dry matter with microporosity, so that microporosity in the 0-0.10 m layer can be considered a good indicator of soil physical quality, with a view to corn forage yield.<hr/>O conjunto de tecnologias aplicadas ao sistema de produção agrícola tem como características principais a verticalização da produtividade, diminuição de custos, melhoria nas características físicas, químicas e biológicas do solo para proporcionarem o crescimento sustentável do meio de produção. Desta forma, o trabalho teve como objetivo determinar a variabilidade e as correlações lineares e especiais entre os atributos da planta e do solo, visando selecionar um indicador da qualidade física do solo de boa representatividade para produção de forragem. No ano agrícola de 2006, na Fazenda Bonança, município de Pereira Barreto (SP), foram analisados a produtividade de forragem do milho outonal (FDM) em sistema plantio direto irrigado e os atributos físicos do solo, num Latossolo Vermelho distrófico. O objetivo foi estudar a variabilidade e as correlações lineares e espaciais entre os atributos da planta e os do solo, visando selecionar um indicador da qualidade física do solo de boa representatividade para a produtividade da forragem. Foi instalada a malha geoestatística, para coleta de dados do solo e planta, contendo 125 pontos amostrais, numa área de 2.500 m². Os atributos estudados, além de não terem variado aleatoriamente, apresentaram variabilidade dos dados entre baixa e muito alta e seguiram padrões espaciais bem definidos, com alcances entre 7,8 e 38,0 m. Por outro lado, a correlação linear entre os atributos da planta com o do solo foi baixa e extremamente significativa. Os pares Massa Seca de forragem versus Microporosidade e Diâmetro do colmo versus Densidade do Solo foram melhor correlacionados na camada de 0-0.10m, enquanto os outros pares - Massa Seca de Forragem versus Macroporosidade - e Porosidade Total - apresentaram correlação inversa para a mesma camada. Entretanto, do ponto de vista espacial, houve uma alta correlação inversa entre Massa Seca de Forragem com Microporosidade, de modo que a microporosidade na camada de 0-0.10m pode ser considerada um bom indicador de qualidade física do solo, tendo em vista a produção de forragem de milho. <![CDATA[<b>Determination of manganese in the presence of iron</b>: <b>soil analysis by instrumental neutron activation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=en A técnica analítica nuclear de ativação neutrônica é multielementar, precisa, exata e, além de outras características, tem sido indicada como técnica primária na determinação elementar principalmente de solo. Entretanto, ao ser aplicada, não está isenta de interferências inerentes à técnica, como a ocorrência de reações de interferências primárias, cuja contribuição depende das características do fluxo de nêutrons do reator, do local de irradiação, etc. Essas reações ocorrem durante a irradiação, quando a amostra é submetida ao fluxo de nêutrons no reator no qual há contribuição de nêutrons de diversas energias. Uma interferência que pode ser significativa é a determinação de Mn em presença de Fe, pois a formação extra do 56Mn poderá não permitir afirmar se a concentração de Mn determinada deve-se à interferência do Fe ou não. Para verificar se essa interferência é significativa, ao analisar amostras com elevada concentração de Fe no reator TRIGA MARK I IPR-R1 do CDTN/CNEN, foi realizado este estudo, visando determinar o Mn em solo do Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brasil, no qual há ocorrência de minérios com teores da ordem de 40 a 60 % em Fe. Os resultados mostraram que na reação de 56Fe com nêutrons rápidos a formação de 56Mn é pouco significativa, não havendo necessidade de aplicar a correção da interferência.<hr/>The nuclear analytical technique of neutron activation is a multielemental, accurate and precise technique. Aside from other characteristics, the method is particularly suitable for element determination, mainly in soil. However, in the case of irradiation, samples can be influenced by primary nuclear interferences. The contribution of these interferences depends on the characteristics of the neutron flux, irradiation site, etc. These reactions occur during irradiation, when the sample is exposed to the neutron flux in the reactor with contribution of neutrons with different energies. The interference can be significant when determining Mn in the presence of Fe, due to the extra production of 56Mn that can make it difficult to affirm whether the Mn concentration determined was due to Fe interference or not. The purpose of this study was to verify whether this interference is significant in the analysis of Fe-rich samples in the TRIGA MARK I IPR-R1 reactor of the CDTN, a center for nuclear technology development of the Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN. Soil samples from Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brazil, with Fe concentrations from 40 to 60 % were analyzed by determining Mn. Results indicated that the production of 56Mn by the reaction of 56Fe with fast neutrons is not significant, so no correction factor had to be applied to correct the interference. <![CDATA[<b>Laboratory evaluation of the use of alkaline covers to prevent acid mine drainage</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A drenagem ácida de mina (DAM) é um problema ambiental em escala mundial. Ela é proveniente do processo de oxidação química de materiais da mineração que contenham minerais sulfetados expostos a condições atmosféricas com a mediação de bactérias. As águas ácidas geradas nesses ambientes podem comprometer a qualidade dos recursos hídricos. Para tentar conter essa DAM, métodos de prevenção e remediação têm sido aplicados. As coberturas secas têm sido estudadas como alternativa de prevenção, visto que a remediação tem mostrado-se de custo elevado. O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso de coberturas alcalinas para controlar a geração de ácido proveniente do estéril da mineração de urânio, U, por meio de sistemas colunas de lixiviação. Para isso, foram estudados sistemas de coberturas que têm como agentes de neutralização a lama vermelha, o calcário e a cal. Amostras de estéril e de água foram coletadas na mina Osamu Utsumi, em Caldas, MG. Foram realizadas análises químicas e mineralógicas do estéril, da cal, do calcário e da lama vermelha. Para os testes cinéticos, foram montadas sete colunas de lixiviação: C1(estéril); C2 (estéril + cobertura de lama vermelha); C3 (estéril + cobertura de calcário); C4 (estéril + cobertura de cal); COB2 (cobertura de lama vermelha); COB3 (cobertura de calcário); e COB4 (cobertura de cal). As amostras lixiviadas foram monitoradas por 100 dias. Os resultados mostraram que a cal e a lama vermelha têm maior potencial neutralizador. No entanto, esses agentes neutralizantes oferecem o inconveniente de introduzir material solúvel no lixiviado. Dessa forma, considerando os parâmetros avaliados, foi demonstrado que o uso de mistura de lama vermelha com estéril do Bota-fora 4 (BF4) pode ser uma alternativa viável para o controle de geração de DAM associada à reciclagem de resíduos industriais alcalinos.<hr/>Acid mine drainage (AMD) is a worldwide environmental problem. It is caused by the chemical oxidation process of materials containing sulfide minerals exposed to atmospheric conditions mediated by bacteria. Acidic waters generated in these environments can affect the quality of water bodies. Prevention and remediation methodologies are applied in order to contain AMD. As an alternative for prevention, dry covers have been studied, because remediation usually means very high costs. The objective of this study was to evaluate the effectiveness of alkaline covers to control acid generation from uranium (U) rock mining waste using leaching column systems. For this purpose, cover systems containing neutralizing agents such as red mud, limestone and lime were applied. Samples of waste rock and water were collected from the Osamu Utsumi mine, in Caldas, Minas Gerais. The waste rock, lime, limestone and red mud were subjected to chemical and mineralogical analyses. Seven leaching columns were installed for the kinetic tests: C1 (waste rock), C2 (waste rock + red mud cover), C3 (waste rock + limestone cover), C4 (waste rock + lime cover), COB2 (red mud cover), COB3 (limestone cover) and COB4 (lime cover). The leached samples were monitored for 100 days. The results showed that lime and red mud have a greater neutralizing potential. However, these neutralizing agents have the disadvantage of introducing soluble material into the leachate. Therefore, associated with alkaline industrial waste recycling, the parameters evaluated indicate the use of a mixture of red mud with disposal waste rock as a viable alternative to restrict AMD generation. <![CDATA[<b>Comparison of the methane oxidation rate in four media</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Landfill gas emissions are one of the main sources of anthropogenic methane (CH4), a major greenhouse gas. In this paper, an economically attractive alternative to minimize greenhouse gas emissions from municipal solid waste landfills was sought. This alternative consists in special biofilters as landfill covers with oxidative capacity in the presence of CH4. To improve the quality/cost ratio of the project, compost was chosen as one of the cover substrates and soil (Typic red yellow-silt-clay Podzolic) as the other. The performance of four substrates was studied in laboratory experiments: municipal solid waste (MSW) compost, soil, and two soil-compost at different proportions. This study aimed to evaluate the suitability and environmental compatibility as a means of CH4 oxidation in biofilters. Four biofilters were constructed in 60 cm PVC tubes with an internal diameter of 10 cm. Each filter contained 2.3 L of oxidizing substrate at the beginning of the experiment. The gas used was a mixture of CH4 and air introduced at the bottom of each biofilter, at a flow of 150 mL min-1, by a flow meter. One hundred days after the beginning of the experiment, the best biofilter was the MSW compost with an oxidation rate of 990 g m-3 day-1 , corresponding to an efficiency of 44 %. It can be concluded that the four substrates studied have satisfactory oxidative capacity, and the substrates can be used advantageously as cover substrate of MSW landfills.<hr/>Emissões gasosas de aterros de resíduos estão entre as maiores fontes antrópicas de metano (CH4), um dos principais gases de efeito estufa. Buscou-se neste trabalho estudar uma alternativa econômica de minimizar a emissão desses gases em aterros de resíduos sólidos urbanos. Essa alternativa compreende o uso de coberturas de aterros com capacidades oxirredutoras especiais na presença de CH4. Ainda visando melhorar a relação qualidade/custo do empreendimento, escolheu-se o composto como um dos materiais a serem empregados na cobertura. O outro material é um solo (Argissolo Vermelho-Amarelo silte-argiloso). Para isso, estudou-se em laboratório o comportamento de quatro cenários: composto de resíduo sólido urbano (RSU), solo e duas misturas, em diferentes proporções, de composto e solo. Objetivou-se avaliar a sua adequação e compatibilidade ambiental como meio oxidante de CH4 em biofiltros. Quatro biofiltros de 60 cm de altura foram construídos em tubos de PVC com diâmetro interno de 10 cm. Cada filtro continha 2,3 L de material oxidante, no início do experimento. O gás empregado foi uma mistura de CH4 e ar, a qual foi introduzida pela parte de baixo de cada biofiltro; o fluxo de gás foi ajustado para 150 mL min-1, por rotâmetro. Cem dias após o início do experimento, o biofiltro que apresentou os melhores resultados foi o composto de RSU, com taxa de oxidação de 990 g m-3 dia-1 , correspondendo a uma eficiência de 44 %. Pode-se concluir que os quatro substratos estudados têm capacidade oxidativa satisfatória, podendo ser utilizados de forma vantajosa como material de cobertura do aterro de resíduos sólidos urbanos. <![CDATA[<b>Ammonia volatilization in waterlogged soils influenced by the form of ureia application</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A volatilização de amônia (NH3) e a nitrificação seguida pela desnitrificação são os principais mecanismos de perdas de N nos solos alagados destinados ao cultivo do arroz. Se os fertilizantes nitrogenados não forem manejados adequadamente, os índices de recuperação de N pelas plantas serão muito baixos. O objetivo deste trabalho foi quantificar a volatilização de amônia em solos alagados influenciada pela forma de aplicação de ureia, em casa de vegetação. Foram conduzidos dois experimentos, sendo um em Cambissolo (Thermic Vertic Haplaquepts), no Estado do Mississippi, EUA, e outro em Gleissolo (Entisol Aeric Typic), em Santa Catarina, Brasil. A captação de amônia foi realizada por esponjas acidificadas, colocadas dentro de tubos de PVC (15 cm de diâmetro e 60 cm de altura) encravados dentro de baldes com 15 cm de espessura de solo, sem a presença de plantas. Em cada vaso, foram aplicados 353 mg de N, equivalente a 200 kg ha-1 de N, nas seguintes formas: ureia sólida aplicada sobre a superfície do solo úmido, sem alagamento posterior; ureia solubilizada em água deionizada e aplicada sobre a lâmina de água de alagamento; ureia sólida aplicada sobre a lâmina de água de alagamento; ureia incorporada na lama, seguida de alagamento; ureia aplicada sobre solo seco, seguida de alagamento 48 h depois; e uma testemunha alagada (sem N). As esponjas captadoras de amônia foram trocadas ao serem completados 1, 3, 6, 9, 13, 17 e 22 dias de alagamento, e nelas determinou-se a quantidade de amônia volatilizada. Na água de alagamento do solo, determinaram-se o pH e a concentração de amônio. A emissão de amônia variou com a forma de aplicação da ureia, e o comportamento foi similar nos dois solos. A volatilização de amônia na testemunha foi insignificante. Nos tratamentos com ureia, as menores perdas ocorreram quando ela foi incorporada na lama (com posterior alagamento) seguida pela aplicação em solo seco com alagamento 48 h após, tendo atingido, respectivamente, 4 e 15 % do N aplicado no Cambissolo (CXbe) e 6 e 10 % no Gleissolo (GXbd). As maiores perdas ocorreram quando a ureia foi aplicada na lâmina de água, tanto na forma líquida (34 % no CXbe e 38 % no GXbd) quanto na sólida (29 % no CXbe e 37 % no GXbd), seguida pela ureia aplicada em solo úmido, sem alagamento (26 % no CXbe e 22 % no GXbd). A fim de evitar excessiva volatilização de amônia em solos cultivados com arroz no sistema inundado, a ureia deve ser aplicada na lama ou em condições de solo seco e, em ambos os casos, seguida de alagamento imediato.<hr/>Ammonia volatilization and nitrification/denitrification are the two major N loss mechanisms in rice production. If N fertilizer is not managed appropriately, N recovery by rice plants can be low. The purpose of this study was to quantify ammonia volatilization in flooded soils influenced by the urea application method. A greenhouse study was conducted to quantify the potential of N loss via ammonia volatilization in flooded soils influenced by the urea application method. Two experiments were carried out, one in Mississippi, USA, with a thermic Vertic Haplaquepts and one in Santa Catarina, Brazil, with an Entisol Aeric soil, respectively. Ammonia was trapped in sponge sorbers impregnated with phosphoric acid and placed in PVC tubes (diameter 15 cm, length 60 cm), which were set in buckets containing a 15 cm soil layer without plants. Urea was applied at a rate of 353 mg/pot of N, equivalent to 200 kg ha-1 N, as follows: 1) a non-treated control (0 N); 2) urea applied to the surface of moist soil (80 % of field capacity) without flooding; 3) urea solubilized in deionized water and applied to the flood water; 4) prilled urea, applied to the flood water; 5) urea incorporated into mud followed by soil flooding and 6) urea applied on the surface of a dry soil followed by flooding 48 hours later. The sorbers were exchanged 1, 3, 6, 9, 13, 17, and 22 days after urea application. Water pH and ammonium concentration were determined in the flood water above the soil surface. Ammonia emission varied with the form of urea application, similarly in both soils. N losses were negligible in the control. Losses were lowest when urea was incorporated into mud followed by soil flooding and second lowest when applied to dry soil followed by flooding 48 h later (losses of, respectively, 4 and 15 % from the USA soil and 6 and 10 % from the Brazilian soil). Losses were highest when urea was applied to the flood water, be it in liquid (34 % in Mississsippi and 38 % in Santa Catarina) or in solid form (29 % in Mississsippi and 37 % in Santa Catarina), followed by urea applied to wet soil without flooding (26 % in Mississsippi and 22 % in Santa Catarina). In conclusion, to avoid excessive ammonia loss from waterlogged soils, urea should be incorporated into the mud or applied to dry soil, followed by immediate flooding in both cases. <![CDATA[<b>Proposal for an index to classify irrigation water quality</b>: <b>a case study in northeastern Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300013&lng=en&nrm=iso&tlng=en One way of classifying water quality is by means of indices, in which a series of parameters analyzed are joined a single value, facilitating the interpretation of extensive lists of variables or indicators, underlying the classification of water quality. The objective of this study was to develop a statistically based index to classify water according to the Irrigation Water Quality Index (IWQI), to evaluate the ionic composition of water for use in irrigation and classify it by its source. For this purpose, the database generated during the Technology Generation and Adaptation (GAT) program was used, in which, as of 1988, water samples were collected monthly from water sources in the states of Paraíba, Rio Grande do Norte and Ceará. To evaluate water quality, the electrical conductivity (EC) of irrigation water was taken as a reference, with values corresponding to 0.7 dS m-1. The chemical variables used in this study were: pH, EC, Ca, Mg, Na, K, Cl, HCO3, CO3, and SO4. The data of all characteristics evaluated were standardized and data normality was confirmed by Lilliefors test. Then the irrigation water quality index was determined by an equation that relates the standardized value of the variable with the number of characteristics evaluated. Thus, the IWQI was classified based on indices, considering normal distribution. Finally, these indices were subjected to regression analysis. The method proposed for the IWQI allowed a satisfactory classification of the irrigation water quality, being able to estimate it as a function of EC for the three water sources. Variation in the ionic composition was observed among the three sources and within a single source. Although the water quality differed, it was good in most cases, with the classification IWQI II.<hr/>Uma forma de classificar a qualidade da água é por meio de índices, os quais podem resumir uma série de parâmetros analisados em um único número, o que facilita a interpretação de extensas listas de variáveis ou indicadores, possibilitando classificar a qualidade da água. Com isso, os objetivos deste trabalho foram desenvolver um índice com base estatística para classificar as águas de acordo com o Índice de Qualidade de Água para Irrigação (IQAI), avaliar a composição iônica da água para uso na irrigação e classificá-la por fonte. Para isso, foi utilizado o banco de dados gerado durante o programa Geração e Adaptação de Tecnologia (GAT), no qual, a partir de 1988, foram coletadas mensalmente amostras de água em fontes dos Estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Para avaliar a qualidade da água, tomou-se como referência a condutividade elétrica da água de irrigação (CE), cujo valor corresponde a 0,7 dS m-1. As variáveis químicas utilizadas neste trabalho foram: pH, CE, Ca, Mg, Na, K, Cl, HCO3, CO3 e SO4. Para todas as características avaliadas observou-se a normalidade dos dados pelo teste de Lilliefors. Em seguida, determinou-se o índice de qualidade de água para irrigação por meio de uma equação que relaciona o valor padronizado da variável analisada com o número de características avaliadas. Assim, classificou-se o IQAI a partir de índices, considerando a distribuição normal. Finalmente, esses índices foram submetidos à regressão. O método proposto para o IQAI permitiu classificar satisfatoriamente a qualidade da água para irrigação, podendo estimá-lo em função da CE para as três fontes. Observou-se variação na composição iônica entre as três fontes e em uma mesma fonte. Apesar de terem sido observadas águas de diferentes qualidades, predominaram águas de boa qualidade, com IQAI II. <![CDATA[<b>Potential use of century model and gis to evaluate the impact of agriculture on regional soil organic carbon stocks</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O uso e as mudanças no uso e manejo dos solos figuram entre os principais fatores determinantes dos estoques de carbono orgânico do solo (COS). A modelagem dinâmica espacialmente explícita é uma técnica que vem sendo usada com sucesso em avaliações das alterações nos estoques regionais de COS. Assim, este trabalho objetivou utilizar o modelo Century associado a técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para avaliar os efeitos das alterações do uso agrícola e manejo do solo na dinâmica do carbono orgânico do solo (COS) em propriedades rurais do Distrito Santana, Ijuí - RS. Para isso, foi criada uma base de dados geoespaciais em ambiente ArcGis9.x com os planos temáticos: solos, elementos da paisagem e início do uso agrícola. Após reconstituídos os cenários históricos de manejo, o modelo Century 4.0 foi inicializado com dados edafoclimáticos locais, calibrado em duas etapas e validado, obedecendo-se à seguinte ordem: calibração principal - validação - calibração para generalizações. Na calibração principal, foram ajustados parâmetros internos do modelo, valendo-se da adição de carbono (C) pelo milho, trigo e soja e dos estoques de COS medidos em 2007 na camada de 0 a 20 cm da mata nativa e de uma lavoura adjacente, cuja conversão ocorreu entre 1901 e 1930 (lavoura mais antiga, localizada na área 1), sob Latossolo de topo. Em seguida, o Century, assim ajustado, foi estatisticamente validado com base em dados observados em 10 lavouras iniciadas em diferentes épocas, sob a mesma classe de solo e posição na paisagem, amostradas em 2007 na camada de 0 a 20 cm e distribuídas em quatro áreas homogêneas (áreas 1, 2, 3 e 4) dentro do Distrito Santana. Na calibração para generalizações, foram criadas quatro opções de "floresta subtropical" para representar a mata nativa de cada classe de solo em estudo (Latossolo, Chernossolo, Neossolo Regolítico e Neossolo Flúvico), a partir da opção de floresta tropical gerada na etapa de calibração principal, mantendo-se os ajustes já realizados naquela etapa e alterando apenas o parâmetro referente à máxima produção bruta mensal de biomassa pela floresta para que a variável de saída SOMTC (COS simulado) se estabilizasse, após o modelo ser executado por 3.000 anos (execução de equilíbrio), coincidindo com os estoques de COS medidos no solo sob vegetação nativa respectiva de cada classe de solo; em seguida, procedeu-se às simulações correspondentes a 54 unidades de simulação (US), por meio da interface i-Century, nas condições de solos cultivados com os cenários de manejo históricos (de 1901 até 2007). O Century, depois de calibrado, estimou adequadamente a dinâmica do C, reproduzindo a evolução dos estoques de COS ocorrida no Distrito Santana. Segundo essas estimativas, a adoção de práticas conservacionistas de manejo garante a redução das perdas de C causadas pelo processo erosivo e decomposição microbiana, havendo com isso aumento no estoque de COS.<hr/>The land use and land use and management changes are among the main determinants of the stocks of soil organic carbon (SOC). The spatially explicit dynamic modeling is a technique that has been successfully used in evaluations of regional SOC stocks changes. Thus, this study aimed to use the Century 4.0 model associated with geoprocessing and remote sensing techniques to evaluate the effects of agricultural use and soil management changes on dynamics of soil organic carbon (SOC) on farms in Santana (Ijuí, RS, Brazil). A geospatial database of the thematic plans: soil classes, land cover, landforms and beginning of agricultural use, were created in ARCGIS 9.x. After land use and soil management systems had been reconstituted from historical and current surveys, the model was initialized with local soil and climate data and calibrated in two steps. In the first calibration step, internal model parameters based on maize, wheat and soybean biomass C additions to the soil were adjusted, as well as SOC measured in 2007 (0-20 cm layer) of native forest (original condition) and an adjacent farm, where agriculture had been initiated between 1901 and 1930 (older plantation, area 1), sampling an Oxisol, on hilltops. Afterwards, the Century model was statistically validated based on data from 10 fields, initiated at different times, with the same soil type and landscape, sampled in 2007 (0-20 cm layer) divided into four homogeneous areas (Areas 1, 2, 3 and 4) within the district of Santana. In the calibration for generalization, four "subtropical forest " options were created to represent the native forest of each soil type in (Oxisol, Mollisol and two Entisol types) based on the tropical forest option generated in the primary calibration step; the adjustments of this step were maintained and only the parameter related to maximum gross monthly production of forest biomass was changed to stabilize the output variable SOMTC (simulated SOC), after running the model for 3000 years (equilibrium run), matching the measured SOC stocks of each soil type under native vegetation. After calibration, all possible combinations of soils, landforms, land use cover and land use change for the agricultural use of Santana ((1901 to 2007; 54 simulation units) were simulated by the i-Century interface. The model estimated the C dynamics adequately, reproducing the evolution of SOC stocks in the area. According to the estimates, the adoption of conservation management practices ensures the reduction of C losses caused by erosion and microbial decomposition, resulting in increases in SOC stocks. <![CDATA[<b>Effect of cropping systems on biological properties and organic matter dynamics of Yellow Oxisols in the Cerrado region of Piauí, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300015&lng=en&nrm=iso&tlng=en A utilização do solo sob Cerrado tem acarretado modificações nas suas propriedades, bem como no comportamento e qualidade da sua matéria orgânica. O Cerrado piauiense vem sendo alvo de exploração sem a devida preocupação com a manutenção dos recursos naturais, onde os sistemas de produção têm se caracterizado pelo uso intensivo do solo. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito da utilização agrícola na alteração dos atributos biológicos e na dinâmica da matéria orgânica em Latossolos Amarelos distróficos típicos, cultivados com soja. O trabalho foi realizado na Serra do Quilombo, localizada no Cerrado piauiense. Foram verificadas as alterações nos atributos do solo em decorrência da utilização agrícola, que foi iniciada com plantio convencional, posteriormente substituído pelo sistema plantio direto. Foram amostrados solos com diferentes históricos de uso: PC7/PD8 - sete anos de plantio convencional e oito de plantio direto; PC5/PD4 - cinco anos de plantio convencional e quatro de plantio direto; PC3/PD3 - três anos de plantio convencional e três de plantio direto; e CN - solo com Cerrado nativo. Os atributos avaliados foram: respiração basal do solo, carbono da biomassa microbiana, quociente metabólico, quociente microbiano, carbono orgânico total e nitrogênio total. Para avaliar a dinâmica da matéria orgânica, foi feito o fracionamento físico. Os dados foram submetidos à análise de variância. Os resultados indicaram que o manejo imposto ao solo com cultivo convencional e posterior implantação do sistema plantio direto contribuiu para alterar as propriedades biológicas do solo, em comparação com o Cerrado nativo. A substituição do Cerrado nativo por culturas anuais sob o sistema plantio direto reduz os teores de carbono da biomassa microbiana e de nitrogênio total e eleva a respiração basal nos tratamentos com três e quatro anos de implantação do plantio direto, indicando que esse tempo é insuficiente para melhoria desses atributos. O aumento do tempo de uso do solo com plantio direto diminui o teor de C particulado e mantém o de C associado aos minerais, em comparação ao solo do Cerrado nativo.<hr/>The intensive use of soils in the Cerrado biome has caused modifications in soil properties, as well as in the performance and quality of organic matter. The Cerrado of Piauí has been exploited without due concern for the preservation of natural resources, where production systems are characterized by intensive land use. The objective of this research was to evaluate the effect of the agricultural use in altering the biological properties and dynamics of organic matter of Yellow Oxisols cultivated with soybean. This research was carried out in the "Serra do Quilombo", located in the Cerrado region of Piauí state. To assess changes in soil properties, induced by agricultural use, soil samples were collected from sites with different use history involving conventional and no tillage systems; PC7/PD8 - seven years of conventional agriculture followed by eight years of no-tillage; PC5/PD4 - five years of conventional system followed by four years of no-tillage; PC3/PD3 - three years of conventional system and three years of no-tillage and CN - native cerrado vegetation. The evaluated soil properties were basal respiration, microbial biomass C, metabolic quotient, microbial quotient, total organic C and total N. Physical fractionation was used to evaluate organic matter dynamics. The results were subjected to variance analysis and showed that the soil management under conventional cultivation and subsequent implantation of no-tillage system affected soil biological properties in relation to the soil under native cerrado vegetation. The replacement of native cerrado by annual no-tillage crops reduces the levels of microbial biomass C and total N and elevates the basal respiration in treatments after three and four years of no tillage, indicating that these periods are insufficient to improve the above properties. The increase in the time of land use with no tillage decreases the level of particulate organic C and maintains the C-associated minerals in relation to the soil under native cerrado vegetation. <![CDATA[<b>Sampling time of banana leaves for nutritional diagnosis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300016&lng=en&nrm=iso&tlng=en A relação entre a produtividade e a concentração dos nutrientes na planta é a premissa para o uso da análise foliar como critério diagnóstico. Existem vários métodos de diagnóstico que utilizam a análise de tecidos vegetais, e estes desempenham papel fundamental na definição e interpretação do estado nutricional da planta; entretanto, é importante entender que a concentração do nutriente na planta muda durante o ciclo da cultura, tendo de ser padronizada a melhor época para amostragem do tecido vegetal. O objetivo do presente trabalho foi determinar a melhor época de amostragem foliar para a cultura da banana, com base no critério de que o melhor momento é observado quando houver menor efeito da concentração e diluição dos nutrientes nas folhas e que seria quando a relação entre taxas de crescimento relativo de matéria seca e da absorção de nutrientes for igual a 1. Modelando dados da cultura da banana, conclui-se que a melhor época de amostragem foliar da bananeira para avaliação do estado nutricional varia de acordo com o nutriente considerado; contudo, para padronização, os dados indicaram que a amostragem deve ser feita seis meses após o plantio.<hr/>The relationship between yield and nutrient concentration in plants is the basis used as a diagnostic criterion for foliar analysis. There are several diagnostic methods that use the analysis of plant tissues where they play a key role in the definition and interpretation of plant nutritional status. The average nutrient concentration changes during the crop cycle, which is important for defining the time of leaf sampling. The purpose of this study was to determine the best sampling time of banana leaves, assuming that the best time is when the relationship between the relative growth rate of dry matter and of nutrient uptake is 1. It was concluded that the best time to sample banana leaves for the evaluation of the nutritional status would be six months after planting. <![CDATA[<b>Onion yield and bulb conservation as affected by rates and splitting of side-dressed nitrogen</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O rendimento e a conservação da cebola são influenciados pela disponibilidade de nitrogênio (N) no solo, o qual é requerido em grande quantidade. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito de doses e do número de aplicações de N no estado nutricional das plantas, no rendimento e na conservação pós-colheita de bulbos de cebola. Foram realizados três experimentos, em campo, em Cambissolos catarinenses. Os tratamentos consistiram de uma combinação fatorial (4 x 3) envolvendo quatro doses de N (0, 50, 100 e 200 kg ha-1) e três modos de aplicação (aos 45, aos 45 e 75, e aos 30, 60 e 90 dias após o transplante). De cada dose, 25 % foram adicionados no plantio e o restante aplicado em uma ou dividido em duas ou três aplicações iguais. O transplante das mudas foi sempre realizado na segunda quinzena de julho, e a colheita foi efetuada aproximadamente 115 dias depois. O rendimento de bulbos aumentou de forma quadrática com o aumento da quantidade de N aplicada. A dose de N estimada que proporcionou a máxima produtividade econômica variou de 249 kg ha-1 em 2006/07, onde o solo era arenoso, a 116 e 142 kg ha-1 em 2008/09 e 2009/10, respectivamente, em solo mais argiloso. Os rendimentos máximos obtidos foram de 38, 46 e 30 t ha-1 em 2006/07, 2008/09 e 2009/10, respectivamente, e as doses de N correspondentes à máxima produtividade econômica promoveram incrementos de 42, 10 e 17 %, respectivamente, no tratamento sem N. O aumento do número de aplicações de N em cobertura, de uma para duas ou três, não alterou o rendimento e a conservação pós-colheita em nenhum ano. Em solos arenosos com baixo teor de matéria orgânica, é necessário aplicar maior quantidade de N para obter alto rendimento de cebola do que em solos argilosos com médios teores de matéria orgânica. A adição de N ao solo pode alterar negativamente a conservação dos bulbos em anos chuvosos.<hr/>Yield and conservation of onion bulbs are influenced by nitrogen (N) availability in the soil, which is required in large amounts. This study aimed to evaluate the effect of N application rates and splitting on the plant nutritional status, yield and conservation of onion bulbs after harvest. Three field experiments were carried out in Southern Brazilian Haplumbrepts. Treatments consisted of a factorial combination (4 x 3) involving four N rates (0, 50, 100, and 200 kg ha-1) and three times of sidedressing (only 45, 45 and 75, and 30, 60 and 90 days after transplanting). Of each rate, 25 % were applied at planting and the remaining was sidedressed all at once or equally divided in two or three times. Seedlings were always transplanted in the second half of July and the harvest occurred approximately 115 days later. Bulb yield increased quadratically with increasing N rates. The best economic yield varied from 249 kg ha-1 in 2006/07, in sandy soil, to 116 and 142 kg ha-1 respectively in 2008/09 and 2009/10, in clayey soils. Maximum bulb yields were 38, 46 and 30 t ha-1 respectively in 2006/07, 2008/09 and 2009/10, and N levels corresponding to the best economic yield led to increases of 42, 10 and 17 %, respectively, compared to the treatment with no N. Splitting N rates had no effect on yield and bulb quality, regardless of the year. In sandy soils with low organic matter content, higher N rates are required to achieve high onion yields than in clayey soils with medium organic matter content. In rainy years, N applications may have negative effects on bulb conservation. <![CDATA[<b>Recommendation of soil fertility levels for willow in the southern highlands of Santa Catarina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300018&lng=en&nrm=iso&tlng=en The species Salix x rubens is being grown on the Southern Plateau of Santa Catarina since the 1940s, but so far the soil fertility requirements of the crop have not been assessed. This study is the first to evaluate the production profile of willow plantations in this region, based on the modified method of Summer & Farina (1986), for the recommendation of fertility levels for willow. By this method, based on the law of Minimum and of Maximum for willow production for the conditions on the Southern Plateau of Santa Catarina, the following ranges could be recommended: pH: 5.0-6.5; P: 12-89 mg dm-3; Mg: 3.2-7.5 mg; Zn: 5.0-8.3 mg dm-3; Cu: 0.8-4.6 mg dm-3; and Mn; 20-164 mg dm-3. The Ca/Mg ratio should be between 1.2 and 2.9. For K and Ca only the lower (sufficiency level), but not the upper threshold (excess) was established, with respectively 114 mg dm-3 and 5.3 cmol c dm-3. It was also possible to determine the upper threshold for Al and the Al/Ca ratio, i.e., 1.7 cmol c dm-3 and 0.28, respectively. For maximum yields, the clay in the soil surface layer should be below 320 g dm-3.<hr/>A espécie Salix x rubens é cultivada no Planalto Sul Catarinense desde a década de 1940, porém ainda não estão estabelecidas suas exigências quanto da fertilidade de solo. O presente trabalho é o primeiro a avaliar o perfil produtivo dos vimais dessa região, com a aplicação do método adaptado de Summer & Farina (1986), para a recomendação de fertilidade para o cultivo do vimeiro. Esse método, baseado na Lei do Mínimo e na Lei do Máximo, permitiu estabelecer as seguintes faixas recomendadas para a produção de vime nas condições do Planalto Sul Catarinense: pH - entre 5,0 e 6,5; P - 12 a 89 mg dm-3; Mg - entre 3,2 e 7,5; Zn - 5,0 a 8,3 mg dm-3; Cu - 0,8 a 4,6 mg dm-3; e Mn - 20 a 164 mg dm-3. A relação Ca/Mg deve estar entre 1,2 e 2,9. Para o K e o Ca foi possível estabelecer apenas o nível de mínimo, mas não de excesso, respectivamente de 114 mg dm-3 e 5,3 cmol c dm-3. Foi possível ainda definir o nível de excesso para Al e para a relação Al/Ca: 1,7 cmol c dm-3 e 0,28, respectivamente. O solo deve apresentar ainda teores de argila na camada superficial inferiores a 320 g dm-3 para que a expectativa de produção seja máxima. <![CDATA[<b>Distribution of Nitrogen Ammonium Sulfate (<sup>15</sup>N) soil-plant system in a no-tillage crop succession</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300019&lng=en&nrm=iso&tlng=en O aproveitamento do N pelo milho (Zea mays, L.) é influenciado pelas doses de adubo nitrogenado. O presente trabalho foi desenvolvido em um solo de textura arenoargilosa (Hapludox) e teve por objetivo avaliar a eficiência de utilização do N pela cultura de milho, em uma sucessão de culturas, utilizando-se sulfato de amônio marcado com 15N (5,5 átomos %), em diferentes doses; e o efeito residual desse fertilizante nas duas culturas subsequentes em sucessão (braquiária e milho), sob sistema plantio direto. As avaliações foram feitas em dois cultivos de milho safrinha - o primeiro no ano agrícola 2006 e o segundo em 2007 - e um de braquiária na entressafra. Os tratamentos consistiram de doses de N de 60, 120 e 180 kg ha-1, na forma de sulfato de amônio marcado (15N). Esse adubo foi aplicado em subparcelas, previamente definidas, apenas no primeiro cultivo do milho (safra 2006). Foram avaliados: N-total acumulado; N nas plantas de milho e braquiária proveniente do fertilizante, N no solo proveniente do fertilizante e recuperação de N-fertilizante pelas plantas e pelo solo. O maior aproveitamento do N-fertilizante pelo milho foi obtido no tratamento com 120 kg ha-1 de N, e o maior efeito residual do N-fertilizante pela braquiária e milho subsequente, no tratamento com 180 kg ha-1 de N. Após a sucessão de culturas, a recuperação de N pelo solo foi de 32, 23 e 27 % para os tratamentos com 60, 120 e 180 kg ha-1 de N.<hr/>The N use by maize (Zea mays, L.) is affected by N-fertilizer levels. This study was conducted using a sandy-clay texture soil (Hapludox) to evaluate the efficiency of N use by maize in a crop succession, based on 15N-labeled ammonium sulfate (5.5 atom %) at different rates, and to assess the residual fertilizer effect in two no-tillage succession crops (signalgrass and corn). Two maize crops were evaluated, the first in the growing season 2006, the second in 2007, and brachiaria in the second growing season. The treatments consisted of N rates of 60, 120 and 180 kg ha-1 in the form of labeled 15N ammonium sulfate. This fertilizer was applied in previously defined subplots, only to the first maize crop (growing season 2006). The variables total accumulated N; fertilizer-derived N in corn plants and pasture; fertilizer-derived N in the soil; and recovery of fertilizer-N by plants and soil were evaluated. The highest uptake of fertilizer N by corn was observed after application of 120 kg ha-1 N and the residual effect of N fertilizer on subsequent corn and Brachiaria was highest after application of 180 kg ha-1 N. After the crop succession, soil N recovery was 32, 23 and 27 % for the respective applications of 60, 120 and 180 kg ha-1 N. <![CDATA[<b>Liming of a Brazilian amazon oxisol and its influence on soil chemical properties and annual crop yields</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300020&lng=en&nrm=iso&tlng=en A produção agrícola contínua na região amazônica requer a correção da acidez dos solos, o que exige a avaliação do efeito dos corretivos em experimentos de longa duração. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do calcário e seu efeito residual sobre os atributos do solo e a produtividade de culturas anuais, em Latossolo Amarelo distrófico textura média da Amazônia. No período de 2003 a 2008, foram conduzidos dois experimentos no nordeste do Pará, um no município de Terra Alta e outro no município de Tracuateua. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com uma testemunha e 10 doses de calcário entre 0,1 e 2 Mg ha-1 em Terra Alta e quatro doses entre 1 e 4 Mg ha-1 em Tracuateua, aplicadas em 2003. Neste último local, nas subparcelas foram avaliadas, em cada ano, duas variedades de cada cultura (milho e feijão-caupi) utilizadas na sucessão. Em Terra Alta, foram realizados quatro cultivos de milho (2003-2006) e três de feijão-caupi (2004-2006), em rotação. As maiores produtividades de grãos de milho em Terra Alta foram obtidas com doses de calcário em torno de 1 Mg ha-1, enquanto para o feijão-caupi a dose foi inferior a esse valor. Em Tracuateua, a resposta do feijão-caupi ao calcário só iniciou-se em 2005, com produtividade máxima obtida com a aplicação de 1 Mg ha-1 de calcário, observando-se diferença entre as variedades. O aumento da produtividade média das culturas esteve associado ao aumento dos teores de Ca + Mg e à redução da saturação por Al no solo. Em ambos os locais houve diminuição dos teores de Ca + Mg e aumento da saturação por Al no solo, com o tempo após a aplicação do calcário, sendo mais acentuados em Tracuateua. Para o milho, plantado em 2007 e 2008 em Tracuateua, as respostas foram lineares até a dose residual de 4 Mg ha-1 de calcário. A observação conjunta dos resultados sugere que a dose apropriada de calcário para milho, nesses solos, deverá reduzir a saturação por Al para um valor menor que 11 %. Para feijão-caupi, a saturação por Al tolerada pelas variedades avaliadas esteve entre 13 e 32 %, devendo-se considerar, portanto, a variedade utilizada.<hr/>Continuous agricultural production in the Amazon region requires correction of soil acidity and understanding of the long-term interactions of liming with chemical soil properties. The objective of this study was to evaluate the immediate and residual effects of lime on annual crop production and soil properties of medium-textured Oxisols in the Brazilian Amazon. Field experiments were conducted at two locations in the Northeast of Pará from 2003 to 2008, one in the county of Terra Alta and the other in Tracuateua. An unlimed control and limed treatments were distributed in a randomized complete block design for both experiments. Ten lime rates between 0.1 and 2 Mg ha-1 were assessed in Terra Alta and four lime rates between 1 and 4 Mg ha-1 in Tracuateua. Two varieties of each corn and cowpea in an annual rotation were evaluated in the subplots. Four corn crops (2003-2006) in rotation with three cowpea crops (2004-2006) were evaluated in Terra Alta. Maximum corn grain yields were achieved in Terra Alta with applications of 1 Mg ha-1of lime whereas maximum cowpea yields required lower lime rates. In Tracuateua, cowpea yield response to lime applied in 2003 was first observed in the 2005 harvest, with a maximum yield obtained with the residual lime rate of 1 Mg ha-1, with significant differences between varieties. Yield responses of both crops to lime were associated with increased soil Ca + Mg levels and reduced Al saturation. Trends in declining soil Ca + Mg and increasing Al saturation with time after liming were observed at both sites, but were more pronounced in Tracuateua. Corn planted in 2007 and 2008 in Tracuateua provided linear yield responses to rates of up to 4 Mg ha-1 of lime. Collective data from both sites indicated that the appropriate lime rate for corn in these soils should reduce Al saturation to less than 11 %. The importance of varietal selection with cowpea was illustrated by the difference in Al saturation tolerance, which ranged between 13 and 32 % among the varieties evaluated. <![CDATA[<b>Crop residues, light organic matter, carbon and nitrogen storage and remaining phosphorus under different management systems in the cerrado region of Goiás</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300021&lng=en&nrm=iso&tlng=en O sistema plantio direto (SPD), em função de seu tempo de estabelecimento, pode promover aumento na quantidade de resíduos vegetais adicionados à superfície do solo e, consequentemente, modificações nos seus atributos químicos e físicos. O trabalho teve por objetivo quantificar a deposição de resíduos vegetais na superfície do solo (RVS) e as modificações nos teores de matéria orgânica leve (MOL), nos estoques de carbono e nitrogênio, nos teores de fósforo remanescente (Prem) e nos atributos físicos do solo - densidade de partículas (Dp), densidade do solo (Ds) e volume total de poros (VTP) -, bem como avaliar a origem do carbono por meio de técnicas isotópicas (13C). Para isso, em Montividiu (GO) foram selecionadas áreas sob SPD com diferentes tempos de implantação: SPD com três anos de implantação (SPD3), SPD com 15 anos de implantação (SPD15) e SPD com 20 anos de implantação (SPD20), as quais foram comparadas a uma área de Cerrado nativo stricto sensu (CE) e a uma área de pastagem plantada de Brachiaria decumbens (PA). Em cada uma das áreas, foram coletadas amostras nas profundidades de 0-5, 5-10 e 10-20 cm. O solo das áreas de estudo foi classificado como Latossolo Vermelho distroférrico. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado. Foi observado aumento nos teores de RVS, MOL, VTP, Prem, C e N em função do tempo de implantação do SPD. A área de SPD com 20 anos apresentou maiores valores de C e N e valores semelhantes de Ds e MOL, em relação ao CE. As análises de 13C demonstraram que as leguminosas estão contribuindo de forma significativa para a composição da matéria orgância nas áreas sob SPD. Nas áreas sob SPD, verificou-se aumento dos valores de estoque de C e de N em função do tempo de implantação em todas as profundidades analisadas; as áreas SPD15 e SPD20 apresentaram nas camadas superficiais valores semelhantes e, ou, superiores aos da área de CE. A área de PA apresentou os piores valores dos atributos analisados, demonstrando estar em estádio mais avançado de degradação.<hr/>According to the time of management implementation, the amount of crop residues added to the soil surface can increase in no-tillage systems (NTS) and promote changes in the chemical and physical soil properties. The objective of this study was to quantify the deposition of plant residues on the soil surface (RSS) and variations in the light organic matter (LOM), in C and N stocks, remaining phosphorus (Prem), the soil physical characteristics (particle density (PD), bulk density (BD) and total pore volume (TPV)), and to evaluate the origin of C by isotopic techniques (13C). For this purpose, areas under no-tillage (NTS) after different periods of implementation were selected in Montividiu (GO) as follow: NTS after 3 years (NTS3), NTS after 15 years (NTS15) and NTS after 20 years of implementation (NTS20). These areas were compared with an area of native cerrado "stricto sensu" (CE) and with a planted pasture of Brachiaria decumbens (PA). In each of these areas, soil samples were collected (layers 0-5, 5-10 and 10-20 cm). The soil of the study areas was classified as Rhodic Hapludox. The experiment was evaluated in a completely randomized design. Increased levels of RSS, LOM, PTV, Prem, C, and N were observed as a function of time of NTS implementation. The NTS20 area showed higher C and N values than the CE area and similar values of BD and LOM. The 13C analysis showed that legumes contribute significantly to the organic matter content in the NTS areas, where increases in the carbon and nitrogen stocks as function of the time of implementation were also observed in all layers analyzed. In the surface layer of the areas NTS15 and NTS20 these values were similar and, or, higher than under CE. The analyzed properties had poorest values in the PA area, indicating an advanced stage of degradation. <![CDATA[<b>Rice growth and yield at different Nitrate-Ammonium ratios</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300022&lng=en&nrm=iso&tlng=en As plantas diferem quanto à preferência pela forma de N mineral a ser absorvida e metabolizada. No arroz, essa preferência parece variar com o estádio de crescimento da cultura. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito de proporções de N-nitrato e de N-amônio sobre o crescimento e a produção de grãos das cultivares de arroz de terras altas BRS Colosso e BRSMG Conai em solução nutritiva, em dois experimentos, um com cada cultivar. Em ambos os experimentos o delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas no tempo. As parcelas primárias foram constituídas por cinco relações N-nitrato (N-NO3-):N-amônio (N-NH4+) (100:00, 80:20, 60:40, 50:50 e 40:60), e as subparcelas, por estádios de crescimento do arroz (início do perfilhamento, diferenciação do primórdio floral e início da emissão de panículas). O fornecimento de N na forma exclusiva de nitrato, ou de amônio em maiores proporções que o nitrato, diminuiu a produção de matéria seca das cultivares de arroz, principalmente na época da emissão de panículas, alterando também a produção de grãos. A máxima produção de matéria seca da parte aérea das cultivares de arroz ocorreu para proporções de nitrato entre 58 e 68 %. Para a produção de grãos, os máximos foram obtidos com proporções de nitrato entre 75 e 78 %. A causa do menor crescimento e da produção das cultivares de arroz quando se forneceu apenas nitrato foi o acúmulo excessivo dessa forma nos tecidos das plantas na fase inicial do seu crescimento, devido à baixa atividade da redutase do nitrato nessa fase. Entretanto, houve efeito prejudicial também pelo excesso de amônio, quando este se encontrava em maiores proporções que o nitrato na solução nutritiva.<hr/>Plants differ in preference for mineral nitrogen forms for uptake and metabolism. In rice plants, this preference can be associated with the growth stage. This study aimed to evaluate the growth, N nutrition and yield of the rice cultivars BRS Colosso and BRSMG Conai in nutrient solution with different ratios of nitrate and ammonium. The experiment was arranged in a completely randomized design in split plots with four replications. The plots were represented by five N-nitrate (N-NO3-): N-ammonium (N-NH4+) ratios (100:00, 80:20, 60:40, 50:50, and 40:60) and the subplots by the three growth stages. N supply in the exclusive form of nitrate, or ammonium at higher proportions than nitrate, decreased dry matter, especially during panicle emission, affecting the yield. The maximum dry matter production of rice cultivars shoots occurred at nitrate rates between 58 and 68 %. The maximum grain yield was obtained at nitrate ratios between 75 and 78 %. The excessive accumulation of nitrate in plant tissues due to low activity of nitrate reductase in the initial growth phase, and excess of ammonium were the main causes of decline in rice growth and yield, when nitrate was the only N form or when ammonium was used at higher proportions than nitrate in the nutrient solution. <![CDATA[<b>Potential of fertilizers and lime as micronutrient suppliers to soil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Fertilizantes e corretivos, ao serem aplicados nos solos, fornecem micronutrientes como impurezas residuais da sua fabricação, os quais podem ser importantes fontes para as culturas. Em decorrência disso, o objetivo deste trabalho foi quantificar os teores dos micronutrientes Zn, Cu, Fe, Mn e Ni em fertilizantes e corretivos comercializados no Nordeste brasileiro, visando avaliar o potencial desses insumos no fornecimento indireto de micronutrientes às culturas agrícolas. Os insumos analisados neste estudo (24 amostras de fertilizantes e 26 de corretivos) foram coletados nos Estados da Bahia e Pernambuco pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e digeridos pelo método 3051A (USEPA, 1998). As determinações dos micronutrientes foram feitas por espectrofotometria de absorção atômica. Amostras de fertilizante SRM 695 (National Institute of Standards and Technology - NIST) e spikes foram adicionadas para controle de qualidade das análises. Os fertilizantes fosfatados, em geral, apresentaram maiores teores de micronutrientes do que os demais produtos testados. Os fertilizantes e corretivos avaliados representam uma fonte de micronutrientes ao solo que não pode ser desprezada. No entanto, a real disponibilidade desses elementos aportados ao solo necessita ser avaliada em estudos com plantas, pois fatores como solubilidade dos insumos, absorção pelas culturas, reações com o solo e perdas por precipitação e lixiviação devem ser considerados.<hr/>Fertilizers and lime can carry several micronutrients as residual impurities, which can become a source of these elements for crops. This study quantified the concentrations of Zn, Cu, Fe, Mn, and Ni in fertilizers and lime sold in northeastern Brazil. The effect of these inputs on the indirect micronutrient supply to crops was evaluated. Extracts were obtained from 24 fertilizer and 26 lime samples, using the method 3051A (USEPA) and atomic absorption spectrophotometry for elemental analysis. A fertilizer sample (SRM 695 - National Institute of Standards and Technology - NIST) and spikes were added to monitor the analysis quality. In general, micronutrient concentrations were highest in phosphate fertilizers. Fertilizers and lime represent an important secondary source of micronutrients for the soil and should be considered in the management of soil fertility. However, the real availability of micronutrients from these materials must be assessed with plants in field experiments, since aspects such as solubility, reactions with soil, and leaching losses can affect the actually available amount for plant uptake. <![CDATA[<b>Application of alkaline waste from pulp industry to acid soil with pine</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300024&lng=en&nrm=iso&tlng=en In Brazil extensive areas are covered with pine forests, planted for pulp and paper production. This industry generates solid alkaline waste, such as dregs. The application of this dregs to forest soils is an alternative for soil acidity correction and plant nutrient supply, as well as a solution for its proper disposal. The purpose of this study was to compare the residual effect of surface application of dregs and dolomitic lime on (a) changes in the physical and chemical properties of an acidic soil and (b) pine tree development. The experiment was carried out in 2004 in Bocaina do Sul, Santa Catarina, consisting of the application of increasing dreg and lime rates to a Pinus taeda L. production area, on a Humic Cambisol, in a randomized block design with four replications and 10 x 10 m plots. The treatments consisted of levels of soil acidity amendments corresponding to the recommendations by the SMP method to reach pH 5.5 in the 0-20 cm layer, as follows: no soil amendment; dregs at 5.08 (1/4 SMP), 10.15 (1/2 SMP) and 20.3 Mg ha-1 (1 SMP); and lime at 8.35 (1/2 SMP) and 16.7 Mg ha-1 (1 SMP). Soil layers were sampled in 2010 for analyses of soil chemical and physical properties. The diameter at breast height of the 6.5 year old pine trees was also evaluated. Surface application of dregs improved soil chemical fertility by reducing acidity and increasing base saturation, similar to liming, especially in surface layers. Dregs, comparable to lime, reduced the degree of clay flocculation, but did not affect the soil physical quality. There was no effect of the amendments on increase in pine tree diameter. Thus, the alternative to raise the pH in forest soils to 5.5 with dregs is promising for the forestry sector with a view to dispose of the waste and increase soil fertility.<hr/>No Brasil existem extensas áreas com plantio de pínus para a produção de papel e celulose, processo que gera resíduos sólidos alcalinos, como o dregs. O uso desse resíduo em solos florestais é uma alternativa para correção da acidez do solo, fornecimento de nutrientes às plantas e seu próprio descarte. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito residual da aplicação superficial de dregs, comparando-o com o calcário dolomítico, nos atributos físicos e químicos de um solo ácido e no desenvolvimento de pínus. O experimento foi implantado em 2004 em Bocaina do Sul, SC, em um Cambissolo Húmico alumínico, constituindo da aplicação superficial de doses crescentes de dregs e calcário em uma área de produção de Pinus taeda L. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com quatro repetições e parcelas com dimensão de 10 x 10 m. Os tratamentos consistiram de níveis de corretivos da acidez do solo correspondentes à recomendação indicada pelo método SMP para atingir pH 5,5 na camada de 0-20 cm, sendo: sem corretivo; dregs nas doses de 5,08 (1/4 SMP), 10,15 (1/2 SMP) e 20,3 Mg ha-1 (1 SMP); e calcário nas doses de 8,35 (1/2 SMP) e 16,7 Mg ha-1 (1 SMP). Amostras de solo em camadas foram coletadas em 2010 para análise de atributos químicos e físicos do solo. O diâmetro à altura do peito das plantas de pínus com 6,5 anos também foi avaliado. A aplicação superficial de dregs melhorou a fertilidade química do solo, com diminuição da acidez e aumento da saturação por bases de forma semelhante ao calcário, principalmente nas camadas superficiais. O dregs, assim como o calcário, diminuiu o grau de floculação da argila, mas não prejudicou a qualidade física do solo. Quanto ao crescimento em diâmetro do pínus, não houve efeito dos corretivos. Assim, a aplicação de dregs em solos florestais para elevar o pH a 5,5 é uma alternativa para o setor florestal, como forma de descarte do resíduo e aumento da fertilidade do solo. <![CDATA[<b>Characterization and nutrient release from silicate rocks and influence on chemical changes in soil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300025&lng=en&nrm=iso&tlng=en The expansion of Brazilian agriculture has led to a heavy dependence on imported fertilizers to ensure the supply of the growing food demand. This fact has contributed to a growing interest in alternative nutrient sources, such as ground silicate rocks. It is necessary, however, to know the potential of nutrient release and changes these materials can cause in soils. The purpose of this study was to characterize six silicate rocks and evaluate their effects on the chemical properties of treated soil, assessed by chemical extractants after greenhouse incubation. The experimental design consisted of completely randomized plots, in a 3 x 6 factorial scheme, with four replications. The factors were potassium levels (0-control: without silicate rock application; 200; 400; 600 kg ha-1 of K2O), supplied as six silicate rock types (breccia, biotite schist, ultramafic rock, phlogopite schist and two types of mining waste). The chemical, physical and mineralogical properties of the alternative rock fertilizers were characterized. Treatments were applied to a dystrophic Red-Yellow Oxisol (Ferralsol), which was incubated for 100 days, at 70 % (w/w) moisture in 3.7 kg/pots. The soil was evaluated for pH; calcium and magnesium were extracted with KCl 1 mol L-1; potassium, phosphorus and sodium by Mehlich 1; nickel, copper and zinc with DTPA; and the saturation of the cation exchange capacity was calculated for aluminum, calcium, magnesium, potassium, and sodium, and overall base saturation. The alternative fertilizers affected soil chemical properties. Ultramafic rock and Chapada mining byproduct (CMB) were the silicate rocks that most influenced soil pH, while the mining byproduct (MB) led to high K levels. Zinc availability was highest in the treatments with mining byproduct and Cu in soil fertilized with Chapada and mining byproduct.<hr/>O crescimento da agricultura brasileira tem gerado aumento da importação de fertilizantes para atender à demanda por alimentos, aumentando os preços no mercado interno. Esse fato tem contribuído para aumento no interesse de utilização de fontes alternativas de nutrientes, como as rochas moídas e alguns subprodutos de agroindústria e mineração que podem se tornar um passivo ambiental. Contudo, faz-se necessário conhecer o potencial de liberação dos nutrientes, bem como as alterações no solo causadas por esses materiais. Este trabalho teve como objetivo caracterizar seis rochas silicáticas e avaliar os efeitos desses materiais nos atributos químicos do solo por meio de extratores químicos, em incubação realizada em casa de vegetação. O experimento foi conduzido no Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, utilizando as seguintes rochas silicáticas como tratamentos: brecha, ultramáfica, biotita xisto, flogopitito, subproduto de mineração e subproduto de Chapada, MS. Doses de rochas silicáticas, correspondendo a 0, 200, 400 e 600 kg ha-1 de K2O foram adicionadas a um Latossolo Vermelho Amarelo distrófico e incubadas por 100 dias. Em seguida, foram determinados os valores de pH (água); Ca e Mg, extraídos com KCl 1 mol L-1; K, P e Na, extraídos pelo Mehlich-1; Ni, Cu e Zn, extraídos por DTPA; saturação por alumínio (m); saturação da CTC potencial por cálcio, magnésio, potássio e sódio; e saturação por bases (V). As rochas moídas alteraram os atributos químicos do solo. Nas doses aplicadas, a ultramáfica e o subproduto de Chapada foram as rochas que mais influenciaram o pH do solo, enquanto o subproduto de mineração é o que disponibiliza mais K. Maior disponibilidade de Zn ocorreu com a aplicação do subproduto de mineração e de Cu quando se aplicaram subprodutos de Chapada e mineração. <![CDATA[<b>Soil, water and nutrient losses by interrill erosion from green cane cultivation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Interrill erosion occurs by the particle breakdown caused by raindrop impact, by particle transport in surface runoff, by dragging and suspension of particles disaggregated from the soil surface, thus removing organic matter and nutrients that are essential for agricultural production. Crop residues on the soil surface modify the characteristics of the runoff generated by rainfall and the consequent particle breakdown and sediment transport resulting from erosion. The objective of this study was to determine the minimum amount of mulch that must be maintained on the soil surface of a sugarcane plantation to reduce the soil, water and nutrient losses by decreasing interrill erosion. The study was conducted in Pradópolis, São Paulo State, in 0.5 x 1.0 m plots of an Oxisol, testing five treatments in four replications. The application rates were based on the crop residue production of the area of 1.4 kg m-2 (T1- no cane trash; T2-25 % of the cane trash; T3- 50 % trash; T4-75 % trash; T5-100 % sugarcane residues on the surface), and simulated rainfall was applied at an intensity of 65 mm h-1 for 60 min. Runoff samples were collected in plastic containers and soon after taken to the laboratory to quantify the losses of soil, water and nutrients. To minimize soil loss by interrill erosion, 75 % of the cane mulch must be maintained on the soil, to control water loss 50 % must be maintained and 25 % trash controls organic matter and nutrient losses. This information can contribute to optimize the use of this resource for soil conservation on the one hand and the production of clean energy in sugar and alcohol industries on the other.<hr/>A erosão em entressulcos acontece devido à desagregação originada pelo impacto das gotas de chuva pelo transporte por meio do escoamento superficial, por arraste e suspensão das partículas superficiais do solo desagregadas, onde se encontram a matéria orgânica e os nutrientes fundamentais para a produção agrícola. A presença de resíduos vegetais sobre a superfície do solo altera as características do escoamento superficial gerado pela chuva e a consequente desagregação e transporte de sedimentos resultantes do processo erosivo. O objetivo deste trabalho foi determinar a quantidade mínima de palha a ser mantida na superfície do solo, em área cultivada com cana-de-açúcar, para proporcionar menores perdas de solo, água e nutrientes pela redução da erosão em entressulcos. O estudo foi realizado no município de Pradópolis-SP em um Latossolo Vermelho distrófico, em parcelas experimentais de 0,5 por 1,0 m de comprimento, e constituiu-se de cinco tratamentos com quatro repetições; a dose de aplicação de resíduos teve como base a produção de palha da área local de 1,4 kg m-2 (T1-sem palha; T2-25 % de palha; T3-50 % de palha; T4-75 % de palha; e T5-100 % de palha de cana-de-açúcar em superfície), sendo aplicada uma chuva simulada com intensidade de 65 mm h-1 durante 60 min. Foram coletadas amostras de enxurrada em recipientes plásticos, as quais, em seguida, foram levadas para laboratório para quantificar a perda de solo, de água e de nutrientes. A fim de minimizar a perda de solo por erosão em entressulcos, devem ser mantidos 75 % de cobertura com palha de cana-de-açúcar, 50 % de cobertura para perda de água e 25 % de cobertura para perda de matéria orgânica e nutrientes, o que possibilita otimizar o uso desse recurso tanto para a conservação do solo como para a produção de energia limpa em indústrias sucroalcooleiras. <![CDATA[<b>Least limiting water range and degree of soil compaction of an oxisol after 30 years of no-tillage</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300027&lng=en&nrm=iso&tlng=en A qualidade física do solo é um dos fatores determinantes da sustentabilidade agronômica, econômica e ambiental no sistema plantio direto (SPD). A compactação do solo tem sido apontada como um dos fatores de redução da qualidade física em solos sob SPD. Contudo, com a utilização do SPD, pode haver o incremento de matéria orgânica do solo e o desenvolvimento de um sistema poroso contínuo e estável, que atenuam os impactos negativos da compactação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade física de um Latossolo Vermelho distroférrico sob SPD durante 30 anos, utilizando o intervalo hídrico ótimo (IHO) e o grau de compactação do solo (GC). Em uma área comercial com histórico de altas produtividades sob SPD, foram coletadas amostras de solo com estrutura preservada e deformada, para determinação da densidade do solo (Ds), do IHO e do GC. As amostras com estrutura preservada foram obtidas em três posições, relativas às linhas (L), entrelinhas (E) e posição intermediária entre as linhas e entrelinhas (PI) da cultura do milho. Foram determinadas as curvas de retenção de água e resistência do solo à penetração, bem como a Ds. A amostra de solo com estrutura deformada foi usada para obter a curva de compactação, utilizando o teste de Proctor. A Dmax foi obtida a partir da curva de compactação, e o GC foi determinado pela razão entre a Ds e a Dmax. Independentemente dos limites críticos de resistência à penetração (RP), verifica-se redução do IHO com o aumento da Ds. Os maiores valores do IHO foram verificados na posição de amostragem L, e a utilização de RP crítica maior que 2,0 MPa resultou em IHO condizente com a qualidade física desse solo sob SPD de longo tempo. A Dmax foi de 1,52 kg dm-3, e o GC variou de 64 a 87 %, sendo os maiores valores obtidos nas posições E e PI. Os valores de IHO e GC obtidos neste estudo indicam que a qualidade física desse solo não é limitante à produção das culturas após 30 anos de utilização do SPD.<hr/>The soil physical quality is one of the factors that determine the agronomic, economic and environmental sustainability in long-term no-tillage systems (NT). Soil compaction has been discussed as a factor that contributes to a reduction in physical quality under NT. However, the use of NT can increase soil organic matter and lead to a continuous and stable porous system that mitigates the negative impacts of compaction. The purpose of this study was to evaluate the physical quality of an Oxisol after 30 years of NT, using the least limiting water range (LLWR) and the degree of soil compaction (DC). The soil was sampled in a plantation with a history of high yields under NT. Soil samples with undisturbed and disturbed structure were collected to determine bulk density (BD), the LLWR and DC. The samples with undisturbed structure were taken from three sampling positions: from the rows (R); from the middle in-between two rows (M) and from an intermediate position (IP) between the R and M of corn plants. The water retention curve, soil resistance curve and BD were determined. The disturbed soil sample was used to obtain the compaction curve using the Proctor test. The Dmax was obtained from the compaction curve and DC was determined by the ratio between the BD and Dmax. Regardless of the critical limits of resistance to penetration (RP), there is a reduction of the LLWR with increasing BD. The highest values of LLWR were observed in the R sampling position and the use of critical RP > 2.0 MPa resulted in a LLWR consistent with the soil physical quality in long-term NT. The Dmax was 1.52 kg dm-3 and DC ranged from 64 to 87 %, with the highest values obtained from the positions M and IP. The values of LLWR and DC recorded in this study suggest that the physical quality of this soil after 30 years of NT is not limiting to crop production. <![CDATA[<b>Improvement of an oxisol structure by no-till cropping systems in the region of Campos Gerais, Paraná</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300028&lng=en&nrm=iso&tlng=en O plantio direto de qualidade depende de um manejo adequado do solo que promova melhorias em sua estrutura. Isso está associado ao sistema de culturas adotado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a contribuição de sistemas de culturas de longo prazo (18 anos) na qualidade estrutural de um Latossolo Vermelho mesoférrico argiloso sob plantio direto nos Campos Gerais do Paraná. Foram avaliados cinco sistemas de culturas: trigo-soja [Tr-So]; aveia-milho-trigo-soja [Av-Mi-Tr-So]; ervilhaca-milho-trigo-soja [Er-Mi-Tr-So]; azevém-milho-azevém-soja [Az-Mi-Az-So]; e alfafa-milho [Alf-Mi]. Amostras de solo foram coletadas nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm, em anéis volumétricos e em blocos com estrutura preservada. Na camada de 0-5 cm, as menores densidades de solo tenderam a ocorrer nos sistemas Av-Mi-Tr-So (0,96 Mg m-3) e Er-Mi-Tr-So (0,93 Mg m-3). Nas camadas de 5-10 e 10-20 cm, as menores densidades de solo ocorreram no sistema Alf-Mi (1,14 e 1,17 Mg m-3, respectivamente). Tendência coerente foi observada para a macroporosidade, que na camada superficial foi maior nos sistemas Av-Mi-Tr-So (0,29 m³ m-3) e Er-Mi-Tr-So (0,30 m³ m-3) e, nas camadas de 5-10 e 10-20 cm, tendeu a ser maior no sistema Alf-Mi (0,19 m³ m-3). A microporosidade não apresentou tendência clara entre os sistemas. A condutividade hidráulica saturada teve relação direta com a macroporosidade, com Er-Mi-Tr-So apresentando o maior valor na camada de 0-5 cm (224 mm h-1) e Alf-Mi nas camadas de 5-10 (170 mm h-1) e 10-20 cm (147 mm h-1). O sistema Er-Mi-Tr-So apresentou o menor diâmetro médio ponderado úmido de agregados na camada de 0-5 cm (2,39 mm), e o Tr-So, o maior (3,04 mm). Os maiores valores de resistência mecânica do solo à penetração foram observados no sistema Tr-So, superando 1,5 MPa na camada de 7,5 a 22,5 cm de profundidade. O sistema Alf-Mi apresentou o menor grau de compactação (0,2 MPa cm). Os resultados são atribuídos, principalmente, à ação das raízes das espécies que constituem os sistemas de culturas e à intensidade de tráfego de máquinas em cada sistema. Considerando a camada de 0-20 cm como um todo, o sistema semiperene Alf-Mi possui maior capacidade de promover melhorias na qualidade estrutural do solo, em comparação aos sistemas baseados em cultivos de espécies anuais. Sistemas bianuais de rotação, baseados em plantas de cobertura como aveia-preta ou ervilhaca, promovem melhorias na qualidade estrutural do solo em relação à sucessão trigo-soja.<hr/>The quality of no-tillage systems depends on an adequate soil management that promotes soil structure improvements. This is associated to the cropping system adopted. This study investigated the effect of long-term no-tillage systems (18 years) on the structural quality of a sandy-clay to clay Oxisol (Latossolo Vermelho) in the region of Campos Gerais, Paraná, Brazil. Five cropping systems were assessed: wheat-soybean [Wt-So], black oat-maize-wheat-soybean [Ot-Mz-Wt-So], vetch-maize-wheat-soybean [Vt-Mz-Wt-So], ryegrass-maize-ryegrass-soybean [Rg-Mz-Rg-So]; and alfalfa-maize [Alf-Mz]. Soil was sampled from the layers 0-5, 5-10 and 10-20 cm, in cylinders and in blocks with undisturbed structure. In the 0-5 cm layer, bulk density was lowest in the Ot-Mz-Wt-So (0.96 Mg m-3) and Vt-Mz-Wt-So systems (0.93 Mg m-3). In the 5-10 and 10-20 cm layers, the bulk density tended to be lowest in Alf-Mz systems (1.14 and 1.17 Mg m-3, respectively). A similar trend was observed for macroporosity, which in the top layer was greater in Ot-Mz-Wt-So (0.29 m³ m-3) and Vt-Mz-Wt-So (0.30 m³ m-3) and in the 5-10 and 10-20 cm layers tended to be greater in the Alf-Mz system (0.19 m³ m-3). No clear trend was observed for microporosity. The saturated hydraulic conductivity was directly related with macroporosity, and was highest for Vt-Mz-Wt-So in the 0-5 cm layer (224 mm h-1) and Alf-Mz in the layers 5-10 (170 mm h-1) and 10-20 cm (147 mm h-1). In the Vt-Mz-Wt-So system, the mean weight diameter of aggregates was lowest in the 0-5 cm layer (2.39 mm) and highest (3.04 mm) in the Wt-So. The highest cone index values were observed in the Wt-So system, with over 1.5 MPa in the 7.5-22.5 cm layer. The compaction degree was lowest in the Alf-Mz system (0.2 MPa cm). Results were attributed mainly to the role of the crop roots of the systems and to the intensity of machinery traffic. Considering the 0-20 cm layer as a whole, the capacity to promote soil structural quality improvements was greater for the semi-perennial Alf-Mz system than for systems based on annual species. Bi-annual rotation systems, based on cover crops such as black oat and vetch, promote soil structural quality improvements compared to the wheat - soybean succession. <![CDATA[<b>Soil resistance to penetration and forage and root production at different grazing intensities</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300029&lng=en&nrm=iso&tlng=en A fertilização dos solos sob pastagens pode consistir numa forma sustentável de intensificação do pastejo desde que os efeitos deletérios do pisoteio animal sobre a qualidade física dos solos não comprometam a produtividade e, consequentemente, a sustentabilidade do sistema de produção de pastagens. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da intensificação do pastejo proporcionado pela adubação nitrogenada sobre a qualidade física do solo e o impacto na produção de forragem e de raízes de Panicum maximum Jacq. cv. IPR-86 Milênio. O experimento foi conduzido no noroeste do Estado do Paraná (23º 5' S, 52º 26' W e altitude de 460 m). O manejo dos animais foi realizado em sistema de pastejo intermitente e carga animal variável. Para avaliar o efeito da intensificação de pastejo sobre a qualidade física do solo, foram medidos o conteúdo de água no solo, a resistência do solo à penetração e a produção de massa seca de forragem, de folhas verdes e de raízes como resposta biológica às condições físicas do solo. A adubação nitrogenada aumentou a produção de massa seca de forragem e de folhas verdes. Os menores valores de resistência do solo à penetração ocorreram no menor nível de intensificação na área de maior pisoteio dos animais, entre touceiras. Na região da touceira ocorreram menores valores de resistência do solo à penetração, do tratamento menos intensificado em relação aos demais, somente nas camadas de 0,2-0,3 e 0,3-0,4 m. O incremento da resistência do solo à penetração reduziu a produção de raízes de Panicum maximum Jacq. cv. IPR-86 Milênio. A classe de maior produção de raízes foi definida quando os valores de resistência à penetração foram inferiores a 1 MPa.<hr/>Soil fertilization may be a sustainable strategy for the intensification of grazing, considering that the effects of cattle trampling that are deleterious for the soil physical quality do not affect the productivity and the sustainability of pasture production systems. The purpose of this study was to evaluate the effect of grazing at different intensities of N-fertilized pasture on the soil physical quality and impact on forage and root yield of Panicum maximum cv. IPR-86 Milênio. The experiment was conducted in Paranavaí -PR (23º 5' S, 52º 26' W; 460 m asl). The animal management consisted of rotational stocking at variable stocking rates. The amount of water retained in soil, resistance to root penetration and forage dry matter, green leaf and root production, were measured as biological response to soil physical conditions to assess the impact of grazing at different intensities on the soil physical quality. Nitrogen fertilization increased the production of forage dry matter and green leaves. The values of soil penetration resistance were lowest at the lowest grazing level in the area of animal tramping, between grass tussocks. In the tussock area, soil penetration resistance was lower in the less intense treatments than in the others, in the layers 0.2-0.3 and 0.3-0.4 m only. The increase in soil penetration resistance reduced root production of Panicum maximum Jacq.cv. IPR-86 Milênio. Root production was highest when the values of soil penetration resistance were below 1 MPa. <![CDATA[<b>Structural quality of a no-tillage red latosol 50 months after gypsum aplication</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300030&lng=en&nrm=iso&tlng=en Gypsum application may enhance the soil quality for plants in terms of soil chemical and physical properties. The objective of this study was to evaluate the effects of gypsum application on the structural quality of a no-tillage Red Latosol. The experiment was initiated in September 2005 in Guarapuava-PR, with gypsum applications of 0; 4; 8; and 12 Mg ha-1 on the soil surface. In November 2009, two soil blocks were sampled from the 0-0.3 m layer for visual evaluation of the soil structure quality (Sq) and to determine the aggregate-tensile strength (ATS). Soil penetration resistance (PR) and gravimetric moisture (H%) of the 0-0.300 m layer were evaluated, and soil cores were collected (layers 0.000-0.075 and 0.075-0.150 m), to determine soil bulk density (BD), total soil porosity (TP), microporosity (Mi), and macroporosity (Ma). Data were subjected to analysis of regression at 5 %. No significant effects of gypsum application on ATS and H % of aggregates were observed, but for Sq, a quadratic effect (0.000-0.075 m) and linear increase (0.075-0.150 and 0.150-0.300 m) were stated, indicating soil quality decrease, although Sq remained mostly below 3.0, with good to intermediate soil quality. Soil PR increased with gypsum, but also remained below critical levels. No effect was observed for soil H % at the moment of PR determination on the field. The gypsum applications decreased BD in the 0.075-0.150 m layer, and increased PT and Ma, while in 0.000-0.075 m some Ma was converted to Mi, without affecting PT and BD. These last results indicate a gain in soil structural quality by gypsum applications, but the higher scores of soil structure and values of soil penetration resistance, though still below thresholds, should be monitored to prevent limitations to soil use in the future.<hr/>A aplicação de gesso pode melhorar a qualidade do solo para as plantas, considerando atributos químicos e físicos do solo. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de doses de gesso aplicadas em um Latossolo Vermelho sob plantio direto em sua qualidade estrutural. O experimento iniciou-se em setembro de 2005 em Guarapuava-PR, com a aplicação das doses de gesso na superfície do solo: 0, 4, 8 e 12 Mg ha-1. Dois monólitos de solo foram coletados em novembro de 2009 na profundidade de 0,0-0,300 m, para avaliação visual da qualidade estrutural do solo (Sq) e para obter agregados a fim de determinar sua resistência tênsil (ATS). A resistência do solo à penetração (RP) e a umidade gravimétrica (H%) do solo foram avaliadas na profundidade de 0,000-0,300 m, e amostras indeformadas foram coletadas nas profundidades de 0,000-0,075 e 0,075-0,150 m para determinar a densidade solo (Ds), porosidade total (PT), microporosidade (Mi) e macroporosidade (Ma). Os dados foram submetidos à análise de regressão a 5%. Não houve efeito significativo da aplicação de gesso sobre ATS e U % dos agregados, mas houve efeito quadrático (0,000-0,075 m) e aumento linear (0,075-0,150 e 0,150-0,300 m) de Sq, o que representaria diminuição da qualidade estrutural do solo; contudo, os valores de Sq permaneceram majoritariamente abaixo de 3,0, qualidade entre boa e intermediária. A RP também aumentou com o uso do gesso, porém, novamente, os valores mantiveram-se abaixo de níveis críticos (2-3 MPa). Não houve efeito sobre a U % do solo no momento da determinação da RP no campo. Com o gesso, a Ds diminuiu na camada de 0,075-0,150 m, concomitantemente com o aumento de PT e Ma, enquanto na camada de 0,000-0,075 m parte da Ma foi convertida em Mi, sem alterar PT e Ds. Esses últimos resultados representam ganho na qualidade estrutural do solo em função da aplicação do gesso, mas os aumentos de escore da estrutura do solo e de resistência à penetração, mesmo permanecendo abaixo dos limites críticos, precisam ser monitorados a fim de garantir que não representarão limitações ao uso do solo no futuro. <![CDATA[<b>Duration-frequency relationships of heavy rainfall in Santa Catarina, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300031&lng=en&nrm=iso&tlng=en The purpose of this study was to adjust equations that establish relationships between rainfall events with different duration and data from weather stations in the state of Santa Catarina, Brazil. In this study, the relationships between different duration heavy rainfalls from 13 weather stations of Santa Catarina were analyzed. From series of maximum annual rainfalls, and using the Gumbel-Chow distribution, the maximum rainfall for durations between 5 min and 24 h were estimated considering return periods from 2 to 100 years. The data fit to the Gumbel-Chow model was verified by the Kolmogorov-Smirnov test at 5 % significance. The coefficients of Bell's equation were adjusted to estimate the relationship between rainfall duration t (min) and the return period T (y) in relation to the maximum rainfall with a duration of 1 hour and a 10 year return period. Likewise, the coefficients of Bell's equation were adjusted based on the maximum rainfall with a duration of 1 day and a 10 year return period. The results showed that these relationships are viable to estimate short-duration rainfall events at locations where there are no rainfall records.<hr/>O objetivo deste trabalho foi ajustar equações que relacionam as precipitações com diferentes durações aos dados medidos em estações pluviográficas do Estado de Santa Catarina. Foram estudadas as relações entre precipitações intensas de diferentes durações de 13 estações pluviográficas do Estado de Santa Catarina. A partir das séries de chuvas máximas anuais, foram estimadas, por meio da distribuição de Gumbel-Chow, as chuvas máximas com durações variando de 5 min a 24 h, considerando-se os períodos de retorno de 2 a 100 anos. A aderência dos dados ao modelo de Gumbel-Chow foi comprovada por meio do teste de Kolmogorov-Smirnov, com nível de significância de 5 %. Ajustaram-se os coeficientes da equação proposta por Bell a fim de estimar a relação entre a chuva com duração t (min) e o período de retorno T (anos), em função da chuva máxima com período de retorno de 10 anos e duração de 1 h. Do mesmo modo, foram ajustados os coeficientes da equação de Bell, cuja base foi a chuva máxima com período de retorno de 10 anos e duração de um dia. Os valores obtidos mostram que o uso dessas relações constitui-se em alternativa viável para estimar as chuvas de curta duração em locais sem registros pluviográficos. <![CDATA[<b>Ametryn degradation rate in four soils of brazil as indicator of the environmental performance</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300032&lng=en&nrm=iso&tlng=en O crescimento da demanda global por alimentos juntamente com as exigências do mercado - não só relacionados à qualidade, mas também à diversidade - estão levando ao aumento do uso de agrotóxicos nas lavouras. Nesse contexto, a busca de informações e tecnologias para reduzir riscos ambientais associados ao uso de pesticidas tem papel importante. Estudos de laboratório têm fornecido indicações sobre o comportamento de pesticidas em solos, porém indicações sobre a identidade e a toxidez dos metabólitos formados são raras. O presente estudo avaliou o comportamento da ametrina em solos brasileiros, e a identidade e quantidade de dois metabólitos principais foram determinadas. Maior quantidade de radioatividade foi detectada nos extratos dos solos, indicando que a formação de resíduos ligados ocorreu apenas em pouca extensão, o que pode representar risco ambiental. Valores de DT50 foram menores nos solos com mais matéria orgânica.<hr/>Increased global demand for food, coupled with the market requirements, not only related to quality, but also to diversity, is leading to an increased use of pesticides in crops. In this context, the search for information and technologies to reduce environmental risks associated with pesticide use plays an important role. Laboratory studies have provided data on the behavior of pesticides in soils, but little is known about the identity and toxicity of the metabolites formed. This study evaluated the behavior of ametryn in Brazilian soils and the identity and quantity of two main metabolites was determined. Highest quantities of radioactivity were detected in the soil extracts, indicating that few bound residues were formed, which may represent an environmental risk. DT50 values were lower in soils with higher organic matter content. <![CDATA[<b>Multivariate analysis methods for the establishment of background levels of trace elements in soils of Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300033&lng=en&nrm=iso&tlng=en A distribuição natural dos teores de elementos-traço nos solos é muito variável. Assim, o estabelecimento de valores de referência de qualidade (VRQs) a partir das médias ou dos intervalos globais de concentração dos elementos, muitas vezes, é pouco adequado. Por essa razão, propôs-se estabelecer os VRQs para elementos-traço no Estado do Espírito Santo, a partir de grupos de solos obtidos com base em atributos físicos e químicos. Foram utilizadas a análise de correlação de Pearson, a análise fatorial com extração dos fatores em componentes principais (AF), a análise de agrupamento hierárquico (AAH) e a análise discriminante (AD). A análise da correlação de Pearson e a análise fatorial revelaram que as variáveis Fe, Mn, Ti, silte+argila e carbono orgânico (CO) são atributos de solo importantes para a distribuição dos elementos-traço nos solos estudados. O uso da análise de agrupamento possibilitou a formação de quatro grupos de solo e diminuiu a variabilidade dos teores de elementos-traço nos solos pela formação de grupos mais homogêneos, além de evidenciar a relação dos diferentes solos em um mesmo grupo com a pedologia e o material de origem. Os VRQs determinados a partir dos grupos de solo, em geral, apresentaram valores inferiores, bem como menor amplitude, entre os percentis 90 e 75, em relação aos obtidos quando se utilizou o universo amostral.<hr/>The distribution of natural levels of trace elements in soils is rather variable. Therefore, the determination of background levels (BLs), based on averages or global intervals of concentration, are mostly unsuitable. This study proposed to establish BLs based on soils with similar properties, grouped by chemical and physical properties based on Pearson's correlation analysis, factor analysis (FA), cluster analysis (CA), and discriminate analysis (DA). The Pearson correlation analysis and factor analysis showed that the variables soil Fe, Mn, Ti, silt + clay and organic carbon (OC) are important for the distribution of trace elements in soils. The cluster analysis allowed the formation of four soil groups, reduced the variability in trace element levels in soils by forming more homogeneous groups, and also showed the relation of different soils within the same group with soil genesis and the parental material. The BLs determined from the soil groups were generally lower than when using all soils together, with narrower range between the percentiles of 90 and 75 %. <![CDATA[<b>Year-round poultry litter decomposition and N, P, K and Ca release</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000300034&lng=en&nrm=iso&tlng=en Poultry litter is an important nutrient source in agriculture, although little information is available regarding its decomposition rate and nutrient release. To evaluate these processes, poultry litter (PL) was applied to the soil to supply 100, 200 and 300 kg ha-1 N contained in 4,953, 9,907 and 14,860 kg ha-1 PL, respectively. The litter bag technique was used to monitor the process of decomposition and nutrient release from the litter. These bags were left on the soil surface and collected periodically (after 15, 30, 60, 90, 120, 150, 180, 210, 240, 270, 300, 330, and 365 days). The dry matter (DM) loss was highest (35 %) after the first 30 days of field incubation. The highest nutrient release occurred in the first 60 days on the field, when 40, 34, 91, and 39 %, respectively, of N, P, K, and Ca of the initial PL dry matter (4,860 kg ha-1) was already released to the soil. In absolute terms, these percentages represent 40, 23, 134, and 69 kg ha-1 of N, P, K, and Ca and these values doubled and tripled as the PL fertilization rates increased to 9,907 and 14,860 kg ha-1, respectively. After one year of field incubation, the residual contents in the litter were 27, 15, 18 and 30 % of the initial DM , and N, P and Ca, respectively. The release rate of K was the fastest and 91 % of the K had been released from the PL after 30 days of field incubation.<hr/>Cama de aviário é uma importante fonte de nutrientes para a agricultura, porém existem poucas informações em relação à sua taxa de decomposição e liberação de nutrientes. O objetivo deste trabalho foi avaliar a taxa de decomposição e liberação de nutrientes da cama de aviário. A adubação foi realizada a fim de suprir 100, 200 e 300 kg ha-1 de N; para isso, foram aplicados ao solo 4.953, 9.907 e 14.860 kg ha-1 de cama. Para monitorar o processo de decomposição e liberação de nutrientes da cama, utilizou-se a técnica dos sacos de decomposição, os quais foram deixados na superfície do solo e recolhidos após 15, 30, 60, 90, 120, 150, 180, 210, 240, 270, 300, 330 e 365 dias. As maiores perdas de matéria seca (MS) (35 %) foram verificadas nos primeiros 30 dias de incubação em campo. As maiores taxas de liberação de nutrientes ocorreram nos primeiros 60 dias de incubação em campo. Nesse período, 40, 34, 91 e 39 % do N, P, K e Ca encontrados na matéria seca inicial da cama (4.860 kg ha-1) já haviam sido liberados ao solo. Em valores absolutos, essas porcentagens representam 40, 23, 134 e 69 kg ha-1 de N, P, K e Ca, que duplicaram e triplicaram à medida que a adubação com cama de aviário passou de 4.953 kg ha-1 para 9.907 e 14.860 kg ha-1. Após um ano de incubação em campo, a cama apresentou residual de 27, 15,7, 18 e 30 % do valor inicial de MS e teor de N, P e Ca, respectivamente. O K apresentou a taxa de liberação mais rápida: após 30 dias de incubação em campo, 91 % do K encontrado na cama já havia sido liberado ao solo.