Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Fruticultura]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-294520180002&lang=pt vol. 40 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Optimized extraction and partial purification of <em>S. Cerevisiae</em> invertase from peach puree]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200101&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumen La extracción fue realizada a través de un proceso de autolisis, donde las enzimas degradan las estructuras celulares y liberan el contenido citoplasmático al medio extracelular. El proceso de autolisis fue realizado en shaker con diferentes velocidades de agitación (50 - 350 rpm) y concentraciones de bicarbonato de sodio (50 -350 mM NaHCO3) a 40 °C por 24 horas, usando un diseño experimental compuesto central adaptado para dos variables y cinco niveles, así como una metodología de superficie de respuest a (MSR) y análisis canónico para definir las condiciones óptimas de extracción de invertasa de S. cerevisiae aislada de puré de durazno (ISc). En la condición optima de extracción, se estudió el efecto de la liofilización y purificación en la actividad de la invertasa, usando el método colorimétrico del ácido 3,5-dinitrosalicílico (DNS) a 490 nm para acompañar su actividad expresada en unidades. Una unidad (U) es definida como 1 mg glucosa.min-1. El valor de proteínas fue cuantificado por el método Lowry y la invertasa de levadura comercial (ILC) como testigo. La influencia de la concentración de NaHCO3 y de la velocidad de agitación en la extracción de la enzima invertasa indicó efecto lineal, cuadrático e interactivo. El modelo de forma polinómica de segundo orden explicó el fenómeno de extracción de la invertasa con un R2 de 0,80, y con actividad significativamente dependiente de ambas variables. La máxima extracción fue observada en el punto central experimental (200 mM NaHCO3 y 200 rpm) con una actividad de 14,7 U.mg-1. El punto estacionario es un punto de máxima extracción, el cual difiere en menos de 10% del punto central experimental. De acuerdo a estas características, las óptimas condiciones para extracción de la invertasa de S. cerevisiae aislada de puré de durazno son 200 mM NaHCO3 como agente de autolisis, 200 rpm de agitación orbital a 40oC durante 24 horas y usando una biomasa de levaduras liofilizadas. El etanol es más efectivo que la acetona para la recuperación de la actividad específica.<hr/>Abstract The extraction was performed using an autolysis process where enzymes degrade cell structures and release the cytoplasmic contents to the extracellular medium. The autolysis process was carried out in shake flasks with different agitation speeds (50 - 350 rpm) and the concentration of sodium bicarbonate (50 -350 mM NaHCO3) at 40 ° C for 24 hours, using a central composite design adapted for two variables and five levels and response surface methodology (RSM) and canonical analysis to define the optimal conditions of extraction of invertase S. cerevisiae from peach puree (ISc). In great condition extraction, we studied the effect of the liofilization and purified in the invertase activity using colorimetric method of 3,5-dinitrosalicílico (DNS) at 490 nm to monitor their activity. One unit (U) defined as 1 mg glicose.min-1. Protein concentrations were determined by Lowry and invertase comercial yeast (ICY). The influence of concentration NaHCO3 and stirring speed to extract the enzyme invertase showed linear effect, quadratic and interactive. The polynomial model of second order could explain the extraction phenomenon of invertase with R2 of 0.80, with significantly dependent on both variables activity. The maximum extraction was observed in the experimental center point (200 mM NaHCO3 and 200 rpm) with an activity of 14.7 U.mg-1. The stationary point is a point of maximum extraction, differing by at least 10% of the experimental center point. Based on these characteristics, the optimal conditions for extraction of S. cerevisiae invertase from peach puree (ISc) are 200 mM NaHCO3 as autolysis agent, 200 rpm orbital shaking at 40ºC for 24 hours and freeze-dried using biomass. Ethanol is more effective than acetone for recovery of specific activity. <![CDATA[Fenologia da floração e frutificação de espécies silvestres e híbridos de <em>Passiflora</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200201&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Wild species of passion fruit have characteristics that could be used in the passiflora culture, among them the production of fruits in the off-season of the sour passion fruit. The objective of this work was to evaluate the phenology of flowers and fruits production in wild species cultivated in the Brazilian Savanna Central Region. For each access, a 1-meter-long strip (2 m2) was evaluated for the presence of flowers and fruits from January 2015 to December 2016. The hybrid and wild species of passiflora that produce floral buds, flowers and fruits during the off-season of passion fruit sour include: BRS Céu do Cerrado (P. incarnata x P. edulis), P. alata Dryand, P. bahiensis Klotzsch, P. coccinea Aubl., P. maliformis L., P. quadriglandulosa Rodschied, P. auriculataKunth, P. decaisneana G. Nicholson, P. sidifolia M. Roem., P. suberosa L., P. tholozanii Sacco, P. quadrangularis x P. alata. It was also verified the presence of species and hybrids with high ornamental potential due to the beauty of their flowers and their production during the whole year, such as: P. suberosa L., P. tholozanii Sacco, P. coccinea x P. setacea, P. coccinea x P. quadrifaria. These species and hybrids have high potential for passiflora breeding programs as a source of genes of interest.<hr/>Resumo Espécies silvestres de maracujazeiro possuem características que poderiam ser utilizadas na passicultura, dentre elas a produção de frutos na entressafra do maracujazeiro-azedo. Neste trabalho, objetivou-se avaliar a fenologia da produção de botões florais, flores e frutos em espécies silvestres cultivadas no Cerrado do Planalto Central. Para cada acesso, uma faixa de 1 metro de espaldeira (2 m2) foi avaliada quanto à presença de botões florais, flores e frutos, de janeiro de 2015 a dezembro de 2016. Verificou-se a presença de maracujazeiros silvestres e híbridos que produzem estruturas reprodutivas no período de entressafra do maracujazeiro-azedo, sendo eles: BRS Céu do Cerrado (P. incarnata x P. edulis), P. alata Dryand, P. bahiensis Klotzsch, P. coccinea Aubl., P. maliformis L., P. quadriglandulosa Rodschied, , P. auriculata Kunth, P. decaisneana G. Nicholson, P. sidifolia M. Roem., P. suberosa L., P. tholozanii Sacco, P. quadrangularis x P. alata. Verificou-se também a presença de espécies e híbridos com elevado potencial ornamental devido à beleza de suas flores e à produção das mesmas durante o ano inteiro, sendo elas: P. suberosa L., P. tholozanii Sacco, P. coccinea x P. setacea e P. coccinea x P. quadrifaria. Estas espécies e híbridos possuem elevado potencial para os programas de melhoramento de passifloráceas como fonte de genes de interesse. <![CDATA[Relação entre conteúdo de matéria seca na colheita e índices de maturação e qualidade pós-colheita de maçãs ‘Fuji’]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Two experiments were carried out to evaluate the relationship between dry matter content (DMC) and maturity index of ‘Fuji’ apple fruit sports (‘Mishima’, ‘Fuji Select’ and ‘Fuji Suprema’) during the final stage of fruit growth, and the relationship between DMC at harvest and the post-harvest fruit quality. Fruit were harvested from orchards of three regions (Caçador, São Joaquim and Vacaria), on two rootstocks (M9 and Marubakaido with M9 interstock). In experiment 1 (2014), fruit were periodically sampled beginning 83 days before the commercial harvest period. In experiment 2, fruit were harvested at optimum maturity for long-term storage and stored in air at 0.5 ºC (2014) or after optimum maturity for long-term storage and stored in controlled atmosphere at 0.7 ºC (2014 and 2015). Apple fruit maturity on the tree was characterized by decreased flesh firmness and increased starch index and soluble solids content (SS) and by a small change in DMC. DMC at harvest was correlated with flesh firmness and SS in one of two years, but DMC was not correlated with the incidence of disorders after storage. The results show that DMC at harvest is not suitable as a maturity index of ‘Fuji’ apples, and its use as a post-harvest quality predictor is not consistent between crop years.<hr/>Resumo Dois experimentos foram conduzidos para avaliar as relações entre o conteúdo de matéria seca (CMS) e os índices de maturação de maçãs clones de ‘Fuji’ (‘Mishima’, ‘Fuji Select’ e ‘Fuji Suprema’) durante a fase final de crescimento dos frutos e as relações entre o CMS na colheita e a qualidade pós-colheita dos frutos. Os frutos foram colhidos em plantas enxertadas sobre M9 ou Marubakaido com filtro M9, em Caçador, São Joaquim e Vacaria. No experimento 1 (2014), a maturação dos frutos foi monitorada periodicamente durante 83 dias antes da data de colheita comercial, em 2014. No experimento 2, os frutos foram colhidos em estádio de maturação ideal para longos períodos de armazenagem e armazenados sob atmosfera do ar a 0,5 ºC (2014) ou em estádio de maturação avançado e armazenados sob atmosfera controlada a 0,7 ºC (2014 e 2015). A maturação dos frutos foi caracterizada pela redução da firmeza da polpa e aumento do índice de amido e sólidos solúveis (SS), mas as mudanças no CMS foram mínimas nesse período. O CMS na colheita correlacionou-se com a firmeza de polpa e com o teor SS em somente um dos dois anos estudados e não foi associado com a incidência de desordens. Os resultados evidenciam que o CMS não é um bom indicador do estádio de maturação de maçãs ‘Fuji’, e seu emprego como indicador da qualidade pós-colheita não é consistente entre anos de produção, tornando seu uso limitado. <![CDATA[Correlação fenotípica entre características foliares e atributos físicos e químicos de frutos de abacaxizeiro cv. Vitória]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200302&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract By considering the few studies related to pineapple cv. Vitória, to know the relationships between the physical and chemical characteristics of the fruits, and they with the “D” leaf, is fundamental. The objective of this work was to evaluate the relationships between “D” leaf, with the physical and chemical characteristics of fruits of pineapple cv. Vitória, under the edaphoclimatic conditions in the North of the State of Espírito Santo. The experiment was carried out in a complete randomized block design in split-plot arrangement with four replications. The data obtained from 433 individually evaluated fruits were analyzed, as it follows: 84 at planting in July and induction at 8 months; 98 at planting in July and induction at 10 months; 84 at planting in July and induction at 12 months; 59 at planting in September and induction at 8 months; 50 at planting in September and induction at 10 months; 58 at planting in September and induction at 12 months. Pearson’s correlation was performed between the characteristics of “D” leaf (length and width) and the physical and chemical aspects of fruits (mass of the fruits with and without crown, fruit length and diameter, pulp volume, translucent area, soluble solids and titratable acidity) for the six treatments. Most of the relationships among the 11 characteristics evaluated were of low magnitude in the six treatments, but correlations of high magnitude and practical application of interest to plant scientists, breeders, farmers and consumers were found. The length and width of the “D” leaf should not be used as indicators of physical and chemical qualities of cv. Vitória. Fruits with higher mass, with or without crown or larger width or diameter present higher pulp content. Fruits with higher mass, with or without crown have lower content of soluble solids.<hr/>Resumo Considerando os poucos estudos relacionados ao abacaxizeiro cv. Vitória, conhecer as relações entre as características físicas e químicas dos frutos, e estas com a folha “D”, é fundamental. Objetivou-se com este trabalho avaliar as relações da folha “D”, com as características físicas e químicas de frutos do abacaxizeiro cv. Vitória, nas condições edafoclimáticas do norte do Estado do Espírito Santo. O ensaio foi conduzido em delineamento de blocos ao acaso, em parcelas subdivididas no tempo, com quatro repetições. Foram analisados os dados obtidos de 433 frutos avaliados individualmente, sendo: 84 no plantio em julho e indução aos 8 meses; 98 no plantio em julho e indução aos 10 meses; 84 no plantio em julho e indução aos 12 meses; 59 no plantio em setembro e indução aos 8 meses; 50 no plantio em setembro e indução aos 10 meses; e 58 no plantio em setembro e indução aos 12 meses. Correlação de Pearson foi realizada entre as características da folha “D” (comprimento e largura) e os aspectos físicos e químicos dos frutos (massa dos frutos com e sem coroa, comprimento e diâmetro dos frutos, volume de polpa, área translúcida, sólidos solúveis e acidez titulável) para os seis tratamentos. A maioria das relações entre as 11 características avaliadas mostrou-se de baixa magnitude nos seis tratamentos, mas houve correlações de alta magnitude e de aplicação prática de interesse a fitotecnistas, melhoristas, agricultores e consumidores. O comprimento e a largura da folha “D” não devem ser usados como indicadores de qualidades físicas e químicas de frutos do abacaxizeiro cv. Vitória. Frutos com maior massa, com ou sem coroa, ou maior largura ou diâmetro apresentam maior teor de polpa. Frutos com maior massa, com ou sem coroa, apresentam menor teor de sólidos solúveis. <![CDATA[Fisiologia e conservação pós-colheita de goiaba ‘Paluma’ sob recobrimentos à base de amido de sementes de Jaca]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this work was to evaluate the effect of jackfruit seed starch-based (S) coatings, added to chitosan and alginate on the physiology and maintenance of quality of cold stored ‘Paluma’ guavas, followed by transfer to the room condition. The design was the completely randomized, in a 4x2 factorial scheme, in 4 replications, with 4 coatings (dispersion of S - 4%; S 2% + chitosan - 2% (SC); S - 2% + alginate - 2% (SA); and the uncoated control), in 2 environments (refrigerated (10±2 °C e 80±2% RH) with transfer to room condition (25±3 °C e 75±4% HR)), on the 16th and 20th day of cold storage. The SC and SA coatings were efficient in reducing the respiratory rate in fruits during 10 days at room condition. The SC coating delayed fruit ripening, and maintained firmness and color, with intention of purchasing and appearance higher than the limit of acceptance for another 6 days, following transferring to room condition, at the 16th day of refrigeration.<hr/>Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de recobrimentos à base de amido de sementes de jaca (A), adicionado à quitosana e ao alginato, na fisiologia e manutenção da qualidade de goiabas ‘Paluma’, no armazenamento refrigerado, seguido da transferência para a condição ambiente. O delineamento foi o inteiramente casualizado, em 4 repetições, e esquema fatorial 4x2, sendo 4 recobrimentos (dispersão de A - 4%; A - 2% + quitosana - 2% (AQ), A - 2% + alginato - 2% (AA) e o controle - sem recobrimento), em 2 ambientes (refrigerado (10±2 °C e 80±2% U.R) com transferência para o ambiente (25±3 °C e 75±4%, RU) no 16° e 20º dias de refrigeração. Os recobrimentos AQ e AA foram eficientes em reduzir a taxa respiratória em frutos durante 10 dias ao ambiente. O recobrimento AQ retardou o amadurecimento dos frutos, manteve a firmeza e a coloração, com intenção de compra e aparência superiores ao limite de aceitação por mais 6 dias, após a transferência para o ambiente, aos 16 dias de refrigeração. <![CDATA[Potencial de conservação de maçãs ‘SCS426 Venice’ submetidas a diferentes tecnologias de armazenagem]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200304&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This study aimed to evaluate the storage potential of SCS426 Venice apples under different storage technologies. Fruits were harvested in an experimental orchard located in Fraiburgo, SC and stored for up to eight and ten months in 2013 and 2014, respectively. Apples were treated or not with methylcyclopropene (1-MCP) and stored under air atmosphere (AA, 0.5±0.5 °C/RH 85±5%) or controlled atmosphere (CA; 1.5 kPa of O2 and 1.5 kPa of CO2 at 0.7±0.5 °C/RH of 93±3%). Fruits were evaluated every two months of storage, after one and seven days of shelf life (23 ± 0.3 °C/RH 93±3%). The storage period of ‘SCS426 Venice’ apples under AA without 1-MCP application should not extend beyond six months. Under this storage condition, fruits had higher incidence of decay, ethylene production and respiratory rates, higher skin degreening, lower flesh firmness, titratable acidity and soluble solids content than fruits stored under CA or AA with 1-MCP. ‘SCS426 Venice’ apples develop flesh browning and superficial scald after long-term storage. ‘SCS426 Venice’ apples under AA treated with 1-MCP or under CA (regardless of 1-MCP application) can be stored for more than eight months, keeping flesh firmness above 14 lb and low incidence of physiological disorders even after ten months of storage.<hr/>Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de conservação de maçãs da cultivar ‘SCS426 Venice’ submetidas a diferentes tecnologias de armazenagem. Os frutos foram colhidos em um pomar experimental localizado no município de Fraiburgo-SC, e armazenados por até oito e dez meses, nos anos de 2013 e 2014, respectivamente. As maçãs foram tratadas ou não com 1-metilciclopropeno (1-MCP) e armazenadas em atmosfera do ar (AA; 0,5±0,5 °C/UR de 85±5%) ou em atmosfera controlada (AC; 1,5 kPa O2 e 1,5 kPa CO2 a 0,7±0,5 °C/UR de 93±3%). Os frutos foram analisados a cada dois meses de armazenagem, logo após a retirada da câmara e após sete dias em condição ambiente (23±0,3 °C/UR de 68±0,6%). O armazenamento de maçãs ‘SCS426 Venice’ sob AA e sem aplicação de 1-MCP não deve estender-se além de seis meses. Nessa condição de armazenagem, as maçãs apresentam maior incidência de podridões e maiores taxas respiratória e de produção de etileno, bem como uma coloração da epiderme mais amarelada, menor firmeza de polpa e menor acidez titulável e teor de sólidos solúveis, em comparação aos frutos armazenados em AC ou em AA tratados com 1-MCP. Maçãs ‘SCS426 Venice’ podem desenvolver escurecimento de polpa e escaldadura superficial depois de longos períodos de armazenagem. Maçãs ‘SCS426 Venice’ em AA, tratadas com 1-MCP ou em AC, independentemente da aplicação de 1-MCP, apresentam potencial de armazenagem superior a oito meses, mantendo firmeza superior a 14 lb e baixo índice de distúrbios fisiológicos, mesmo após dez meses de armazenagem. <![CDATA[Maracujazeiro-amarelo no sistema de condução em caramanchão não difere na intensidade de doenças e é mais produtivo em relação ao sistema em espaldeira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200401&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Brazil is the largest producer of passion fruit worldwide, however diseases have been reducing passion fruit productivity, and limiting its cultivation for several years in a row in the same area. The proposal of this study was to evaluate diseases intensity and productivity of yellow passion fruit in vertical and overhead trellis systems, during two seasons, in annual cycle. The experiment was realized in a commercial orchard of yellow passion fruit in the municipality of Araquari, SC, in the 2013/14 and 2014/15 seasons. The treatments were vertical and overhead trellis systems, tested in a randomized complete block design, with eight replications. The agronomic practices were performed according to the culture recommendations and naturally pollinated althoght no disease control was applied. Anthracnose, bacterial blight, cladosporiosis and passion fruit woodiness severities were assessed in two seasons, from December to June, after establishment of the trellis systems. Production of fruits per plant and estimated productivity were determined in both seasons. There were no differences in diseases severity in both systems and seasons. The overhead trellis system was more productive than the vertical trellis system, 78.1% and 57.1% respectively, in the 2013/14 and 2014/15 seasons. Overhead trellis system showed to be the most adequate for yellow passion fruit production.<hr/>Resumo O Brasil é o principal produtor mundial de maracujá, mas as ocorrências de doenças têm reduzido sua produtividade e limitado seu cultivo por vários anos em sequência na mesma área. O objetivo deste trabalho foi avaliar a severidade de doenças e a produtividade nos sistemas de condução em espaldeira e em caramanchão durante duas safras, em cultivo anual. Nas safras de 2013/2014 e 2014/2015 o trabalho foi realizado em pomar comercial de maracujazeiro-amarelo em Araquari-SC, testando-se como tratamentos os sistemas de condução em espadeira e em caramanchão em DBC, com oito repetições. Foram realizados os tratos culturais recomendados para a cultura, polinização natural e avaliadas nas duas safras a intensidade da antracnose, da mancha-bacteriana, da cladosporiose e da virose do endurecimento no fruto, de dezembro a junho, a partir do estabelecimento dos sistemas de condução. A produção de frutos por planta e a produtividade estimada foram determinadas. Não houve diferenças nas severidades das doenças avaliadas nos dois sistemas e safras. O sistema em caramanchão mostrou-se mais produtivo (78,1% e 57,1%) do que o sistema em espaldeira, nas safras de 2013/2014 e 2014/2015, respectivamente, demonstrando ser o melhor sistema de condução para o maracujazeiro-amarelo. <![CDATA[Tratamento hidrotérmico no manejo da antracnose em banana ‘Prata-anã’ produzida no semiárido mineiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200402&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Anthracnose stands out among rot diseases that can occur in the post-harvest phase of banana. The aim of this study was to evaluate the thermotherapy in the control of anthracnose in ‘Prata Anã’ banana produced in northern state of Minas Gerais. Bananas ‘Prata Anã’ variety were divided into groups of three fruits and inoculated with Colletotrichum musae. Groups were submitted to thermotherapy using five temperatures (40°C, 44°C, 48°C, 52°C and 56°C) and four immersion times (4, 8, 12 and 16 minutes) and control. Treatments were repeated five times in a completely randomized design. Area under the incidence progress curve (AUIPC) and area under the severity progress curve (AUSPC) were calculated. To evaluate the thermotherapy efficiency compared to chemical control, fruits were submitted to the following treatments: thermotherapy with and without fungicide application and fruits treated with fungicide only, the control fruits without thermotherapy and without fungicide application. After fifteen days of storage, fruits were evaluated for anthracnose severity. The results of experiments were submitted to analysis of variance and regression and means were compared by the Scott-Knott test (p&lt;0.05). Control was compared to treatments by the Dunnett test (p&lt;0,05). The lowest anthracnose AUIPC values were observed when using temperature of 48°C for eight and 12 minutes. Thermotherapy at 52°C from eight minutes of immersion, in addition to reducing the anthracnose AUSPC in fruits up to 81.6%, delayed maturation of fruits. Fruits submitted to thermotherapy at 56°C presented higher severity of the disease and resulted in the maturation of fruits. Thermotherapy reduces anthracnose severity in fruits in a manner similar to fungicide use, but the association of both results in better control of the disease in ‘Prata Anã’ banana. Thermotherapy is an efficient technique to reduce the severity of the disease in ‘Prata Anã’ banana produced in northern state of Minas Gerais.<hr/>Resumo A antracnose destaca-se dentre as podridões que podem ocorrer na fase pós-colheita da banana. O objetivo do trabalho foi avaliar a termoterapia no controle da antracnose em banana ‘Prata-Anã’ produzida no norte de Minas Gerais. Bananas da variedade Prata-Anã foram divididas em buquês de três frutos e inoculadas com Colletotrichum musae. Os buquês foram submetidos à termoterapia com cinco temperaturas (40°C, 44°C, 48°C, 52°C e 56°C) por quatro tempos de imersão (4; 8; 12 e 16 minutos) e testemunha. Os tratamentos foram repetidos cinco vezes em delineamento inteiramente casualizado. Calculou-se a área abaixo da curva de progresso da incidência (AACPI) e a área abaixo da curva de progresso da severidade (AACPS). Para a avaliação da eficiência da termoterapia comparada ao controle químico, os frutos foram submetidos aos seguintes tratamentos: termoterapia com e sem aplicação de fungicida e frutos tratados somente com fungicida, sendo a testemunha os frutos somente inoculados com o fungo. Após quinze dias de armazenamento (25°C e 80% UR) os frutos foram avaliados quanto à severidade de antracnose. Os resultados dos experimentos foram submetidos à análise de variância e regressão, e as médias, comparadas pelo teste de Scott-Knott (p&lt;0,05). A testemunha foi comparada aos tratamentos pelo teste de Dunnett (p&lt;0,05). Os menores valores da AACPI da antracnose foram observados ao utilizar a temperatura de 48°C por oito e 12 minutos. A termoterapia a 52°C a partir de oito minutos de imersão, além de reduzir a AACPS da antracnose nos frutos em até 81,6%, retardou sua maturação. Os frutos submetidos à termoterapia a 56°C apresentaram maior severidade da doença e resultou no avanço da maturação dos mesmos. A termoterapia reduz a severidade de antracnose nos frutos de maneira semelhante ao uso de fungicida, porém a associação de ambos resulta em melhor controle da doença em banana ‘Prata-Anã’. A termoterapia é uma técnica eficiente em reduzir a severidade da doença em banana ‘Prata-Anã’ produzida no norte de Minas. <![CDATA[Diagnóstico dos serviços de polinização comercial em pomares de macieiras no brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200501&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The pollination services performed by Apis mellifera are essential for the high-quality apple production. The aim of this study was to obtain information about the pollination services used in the municipalities of Vacaria-RS e São Joaquim-SC, the main apple-producing regions in Brazil. Semi-structured interviews were conducted with apple growers and technicians responsible for the orchards during 2013 and 2015. The obtained information was: a) cropping systems; b) use of pollination services; c) number of hives per hectare during flowering; d) renting value of hives; e) mortality of colonies; f) agrochemicals used on flowering; g) presence of native bees on flowering. In Vacaria and São Joaquim, respectively, 70% and 68.6% of the apple growers use the integrated apple production as their production model. The directed pollination is used by 100% and 90.0% of respondents respectively, from which, 80% and 47.1% opt for the hive rent. On average, three hives were used per hectare in both regions. The average cost is U$ 17.52 and U$ 17.74 per hive, respectively. During the flowering period, insecticides and fungicides are used by 100% and 97.2% of the apple growers. The highest mean percentage of mortality of colonies during flowering was reported in Vacaria, 11.8%. Native bees are often found in apple flowers. The development of management strategies for the conservation of domestic and wild pollinators is essential.<hr/>Resumo Os serviços de polinização realizados por Apis mellifera são fundamentais para a produção de maçãs com qualidade. O objetivo deste estudo foi obter informações sobre os serviços de polinização utilizados nos municípios Vacaria-RS e São Joaquim-SC, principais regiões produtoras de maçãs no Brasil. Entrevistas presenciais com questionários semiestruturados foram realizadas junto aos maleicultores e técnicos responsáveis pelos pomares, entre 2013 e 2015. As informações obtidas foram: a) sistema de cultivo adotado; b) emprego de serviços de polinização; c) número de colmeias por hectare na floração; d) valor do aluguel de colmeias; e) mortalidade de colônias; f) insumos químicos utilizados na floração; e g) presença de abelhas nativas na floração. Em Vacaria e São Joaquim, 70% e 68,6% dos maleicultores utilizam a produção integrada de maçã como modelo produtivo. A polinização comercial é utilizada por 100% e 90,0% dos entrevistados, respectivamente, dos quais 80% e 47,1% optam pelo aluguel de colmeias. Em média, são utilizadas três colmeias por hectare em ambas as regiões. O custo médio é de R$ 56,60 e R$ 57,30 por colmeia, respectivamente. Durante a floração, agrotóxicos foram utilizados por 100% e 97,2% dos entrevistados. O maior percentual médio de mortalidade de colônias foi relatado em Vacaria, 11,8%. Abelhas nativas são frequentemente observadas na floração. É imprescindível o desenvolvimento de estratégias de manejo para a conservação de polinizadores domésticos e silvestres. <![CDATA[Estudo do crescimento e distribuição espacial do sistema radicular de diferentes combinações de cultivares de pereiras europeias sobre porta-enxertos de marmeleiros]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200701&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Information on root development is an essential tool capable of identifying, among plants of a species, the one that has the greatest capacity to potentiate growth and development characteristics in its aerial part. The aim of this study was to characterize the distribution of the root system throughout the soil profile of different European pear cultivars and quince rootstock combinations on medium plant density systems (2500 plants ha-1). The combinations evaluated were: Abbè Fetel/Adams, Clapp´s Favourite/EMA, Santa Maria/Adams, Rocha/Adams, Decana du Comice/Adams, Packham´s Triumph/EMA, Packham´s Triumph/Adams and Conference/ Adams. In relation to effective depth, it was observed that up to 40 cm deep, 80% of the total root length and 83% of root concentration were found for all combinations. For the effective distance, it was observed that 80% of the total root length is distributed in up to 80 cm for all combinations, except for Clapp’s Favourite/EMA, whose actual distance was 100 cm. It was observed that the average of six combinations, 86% of root growth in the horizontal distance is located up to 80 cm.<hr/>Resumo Informações sobre desenvolvimento das raízes constituem ferramenta essencial capaz de identificar, dentre as plantas de uma espécie, a que tenha maior capacidade de potencializar características de crescimento e desenvolvimento em sua parte aérea. Assim sendo, o objetivo do trabalho foi caracterizar a distribuição do sistema radicular ao longo do perfil do solo das diferentes combinações de cultivares de pereiras europeias sobre porta-enxertos de marmeleiro em sistemas de média densidade (2.500 plantas ha-1). As combinações avaliadas foram: Abbè Fetel/Adams, Clapp´s Favourite/EMA, Santa Maria/Adams, Rocha/Adams, Decana du Comice/ Adams, Packham´s Triumph/EMA, Packham´s Triumph/Adams e Conference/Adams. Em relação à profundidade efetiva, observou-se que até 40 cm de profundidade se concentram 80% do comprimento total de raízes e 83% da concentração radicular para todas as combinações. Para a distância efetiva, observou-se 80% do comprimento total de raízes distribuídos até 80 cm para todas as combinações, com exceção da Clapp´s Favourite/EMA, cuja distância efetiva foi 100 cm. Foi possível observar que, na média das seis combinações, 86% da concentração radicular na distância horizontal localizam-se até 80 cm. <![CDATA[Desempenho do maracujazeiro-amarelo em cultivo orgânico sob cobertura morta]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200702&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this work was to evaluate the effect of mulch on clay loam and sandy loam soils on the start harvest, number of fruits per plant, yield and quality of yellow passion fruits in organic crop. A complete randomized block design with five treatments and four replicates of five plants each was used. Treatments corresponded to different percentages of mulch of the area occupied by the plant (3 x 3 m), extending from the center of the planting line to the planting row in 0% without mulch (T1); 25% (T2); 50% (T3); 75% (T4) and 100% (T5). Mulch anticipated the harvest in comparison to crop in uncovered soil in both types of soil. The number of fruits per plant and yield increased in a quadratic function with maximum point of 38.6 fruits plant-1 and 5,182.0 kg ha-1 with 75.7% and 78.0% of soil cover, respectively. Mulch on clay loam soil did not provide increase in the average fruit mass and did not change the quality of fruits in relation to control fruits.<hr/>Resumo - O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da cobertura morta em solo franco-argiloso e franco-arenoso sobre o tempo necessário para início da produção, número de frutos por planta, produtividade e qualidade dos frutos do maracujazeiro-amarelo em cultivo orgânico. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos inteiramente casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições de cinco plantas cada. Os tratamentos corresponderam a diferentes porcentagens de cobertura morta da área ocupada pela planta (3 x 3 m) se estendendo do centro da linha de plantio para a rua em 0% sem cobertura (T1); 25% (T2 ); 50% (T3); 75% (T4) e 100% (T5). A cobertura do solo foi aplicada em faixa contínua na linha de plantio. A cobertura morta antecipou a colheita dos frutos em comparação ao cultivo em solo descoberto, em ambos os solos. O número de frutos por planta e a produtividade aumentaram em função quadrática com ponto de máximo de 38,6 frutos/planta-1 e 5.182,0 kg ha-¹ com 75,7% e 78,0% de cobertura morta no solo, respectivamente. A cobertura morta no solo franco-argiloso não proporcionou incremento na massa média nem alterou a qualidade dos frutos em relação aos frutos provenientes da testemunha. <![CDATA[Acúmulo de unidades térmicas e desenvolvimento da inflorescência e do fruto da mangueira ‘Ubá’ cultivada em Visconde do Rio Branco-MG]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200703&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract There are little information in the scientific literature on flowering and fruiting of ‘Ubá’ mango trees. These information enables to know the proportion of hermaphrodite flowers in inflorescence, fruit set percentage and developmental stages of the fruit. In this study evaluations on inflorescence and fruit development of the ‘Ubá’ mango tree (Mangifera indica L.) were carried out, as well as the determination of the required number of heat units for full fruit development. Thirty branches whose terminal buds were swollen were selected from five mango trees. With the aid of a camera and a caliper, the panicle and fruit development were evaluated weekly until full fruit development. A digital thermometer was used to record ambient temperatures during fruit development in order to estimate the number of heat units required for complete development of the fruits. Male and hermaphrodite flowers of the panicles were also identified and counted. The developmental cycle of ‘Ubá’ mango from the beginning of apical bud swelling to commercial harvest of the fruit lasted 168 days in 2011 and 154 days in 2012. The number of hermaphrodite flowers and the percentage of fruit set in the inflorescence in 2011 were 32.3 and 0.066%, respectively; and 122.1 and 0.099% in 2012, respectively. There was accumulation of 3,173 heat units from flower bud swelling to full development of the ‘Ubá’ mangoes.<hr/>Resumo Há poucas informações na literatura científica sobre florescimento e frutificação da mangueira ‘Ubá’. Essas informações permitem conhecer a proporção de flores hermafroditas na inflorescência, a porcentagem de fixação e as fases de desenvolvimento do fruto. Neste trabalho, foram realizadas avaliações do desenvolvimento da inflorescência e do fruto da mangueira ‘Ubá’ (Mangifera indica L.), além da determinação do número de unidades térmicas necessário para o completo desenvolvimento do fruto. Foram selecionados 30 ramos de cinco mangueiras, em estádio de intumescimento da gema terminal. Com o auxílio de câmara fotográfica e paquímetro, avaliou-se semanalmente o desenvolvimento da panícula e do fruto até o completo desenvolvimento do mesmo. Com o auxílio de um termômetro digital, registraram-se as temperaturas ambientes durante o desenvolvimento dos frutos, com o objetivo de estimar o número de unidades térmicas necessárias para o completo desenvolvimento dos mesmos. Foram realizadas ainda a contagem e a identificação do número de flores masculinas e hermafroditas das panículas. O ciclo de desenvolvimento da manga ‘Ubá’, desde o início do intumescimento da gema apical até à colheita comercial do fruto, teve a duração de 168 dias em 2011 e 154 dias em 2012. O número de flores hermafroditas e a percentagem de fixação dos frutos na inflorescência no ano de 2011 foram de 32,3 e 0,066%, respectivamente; e em 2012, de 122,1 e 0,099%, respectivamente. Houve acúmulo de 3.173 unidades térmicas a partir do intumescimento da gema floral até ao completo desenvolvimento da manga ‘Ubá’. <![CDATA[Parâmetros produtivos e qualitativos de quatro espécies de fisális cultivadas sob telas fotoconversoras coloridas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200704&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The genus Physalis L. has great importance in the framework of Brazilian biodiversity especially in the Amazon region. The use of colored shading nets allow manipulating the light spectrum, and thus supplying the appropriate quantity and quality of light for each species and maximizing production. The purpose of this study was to evaluate the effects of shade nets on fruit production and qualitative parameters of four species belonging to genus Physalis. The experimental design was random blocks with a 4 x 5 factorial scheme, four species of Physalis (P. peruviana, P. pubescens, P. minima and P. ixocarpa) and four colors of shade nets (white, blue, red and black), besides the control treatment under full sun exposure. Fruits were collected weekly and evaluated for longitudinal and transversal diameter and biomass with and without a calyx. Finally the percentage of calyx biomass compared to the total fruit biomass, number of fruits per plant and production were determined. A differentiated response was found among the species regarding the coloring of the converter shade nets. Plants of P. peruviana had the best productive and qualitative parameters of fruits when cultivated in full sunlight or under white shade nets, P. pubescens and P. minima when cultivated in full sunlight or under white and blue shade nets, and P. ixocarpa under red or black shade nets.<hr/>Resumo O gênero Physalis L. tem grande importância no âmbito da biodiversidade brasileira, especialmente na região amazônica. O uso de telas de sombreamento coloridas permitem a manipulação do espectro luminoso, e assim o fornecimento de luz em quantidade e qualidade adequadas para cada espécie maximizando a produção. Diante do exposto, objetivou-se com o presente trabalho avaliar os efeitos de telas de sombreamento na produção e nos parâmetros qualitativos de frutos (diâmetros longitudinal e transversal e a biomassa do fruto com e sem cálice, produção e número de frutos por planta) de quatro espécies pertencentes ao gênero Physalis. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 5, sendo quatro espécies de fisális (P. peruviana, P. pubescens, P. minima e P. ixocarpa) e quatro cores de telas fotoconversoras (branca, azul, vermelha e preta), além do tratamento controle a pleno sol. Os frutos foram colhidos semanalmente e avaliados quanto ao diâmetro longitudinal e transversal, e a biomassa do fruto com e sem cálice. Ao final, foram determinados a percentagem de biomassa do cálice em à relação a biomassa total do fruto, o número de frutos por planta e a produção. Verificou-se resposta diferenciada entre as espécies em relação à coloração das telas fotoconversoras. Plantas de P. peruviana apresentaram melhores parâmetros produtivos e qualitativos de frutos quando cultivadas a pleno sol ou sob tela branca, P. pubescens e P. minima quando cultivados a pleno sol ou sob telas branca e azul; e P. ixocarpa sob telas vermelha ou preta. <![CDATA[Qualidade de frutos e produção de Maracujazeiros- Amarelos e doces no norte de São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452018000200705&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Yield and quality of yellow and sweet passion fruits produced in northern state of São Paulo, Brazil were evaluated, including FB200 Yellow Master, Isla Redondo Amarelo, BRS Rubi do Cerrado, BRS Sol do Cerrado and BRS Gigante Amerelo cultivars, GP09-02, GP09-03, H09- 09, H09-14, HFOP-08 and HFOP-09 intraspecific hybrids, and two selections of sweet passion fruits, BGP DG and BGP DP. Experimental design was comprised of randomized blocks with 13 treatments, five replicates and three plants per plot. BGP DG was the sweet passion fruit selected for fresh fruit market as a result of its higher yield (52.7 t ha-1) and fruit size and mass (243 g). Among yellow passion fruits, GP09-02 stood out because it showed the highest number of fruits per plant after two years of cultivation, even though GP09-02, H09-09, BRS Sol do Cerrado, Isla Redondo Amarelo and FB200 had also presented higher juice content, on average 32.3%, and equivalent accumulated fruit yield. All fruits had high soluble solids contents, with higher concentration for sweet passion fruits (20.0 °Brix) than yellow passion fruits (average of 14.28 °Brix). These cultivars, hybrids and selections have potential for cultivation in northern state of São Paulo and in regions with similar edaphoclimatic conditions.<hr/>Resumo Avaliaram-se produção e qualidade de frutos de maracujazeiros-amarelos e doces na região norte do Estado de São Paulo, incluindo-se as cultivares FB200 Yellow Master, Isla Redondo Amarelo, BRS Rubi do Cerrado, BRS Sol do Cerrado e BRS Gigante Amarelo, os hibridos intraespecíficos de maracujazeiro-amarelo GP09-02, GP09-03, H09-09, H09-14, HFOP- 08 e HFOP-09, e duas seleções de maracujazeiro-doce, BGP DG e BGP DP. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com 13 tratamentos, cinco repetições e três plantas na parcela. O maracujazeiro-doce BGP DG foi selecionado para mercado de frutas frescas, em função da elevada produtividade (52,7 t ha-1) e da maior massa e tamanho de fruto (243 g). Entre os maracujazeiros-amarelos, o híbrido GP09-02 destacou-se pelo maior número acumulado de frutos por planta, em dois anos de cultivo, embora GP09-02, H09-09, BRS Sol do Cerrado, Isla Redondo Amarelo e FB200 tenham apresentado maior rendimento de suco, em média 32,3%, e produtividade acumulada por área semelhante. Todos os frutos apresentaram elevada concentração de sólidos solúveis, maior nos maracujás-doces (20,0 °Brix) em relação aos amarelos (média de 14,28 °Brix). Essas cultivares, híbridos e seleções apresentam potencial de cultivo no norte do Estado de São Paulo e em regiões com condições edafoclimáticas similares.