Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Fruticultura]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-294520120004&lang=pt vol. 34 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Épocas de aplicação de proexadione cálcio no controle do desenvolvimento vegetativo de macieiras 'Imperial Gala '</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O controle do desenvolvimento vegetativo é fundamental na cultura da macieira, a fim de aumentar a eficiência produtiva e a qualidade dos frutos produzidos. O desenvolvimento dos ramos pode ser reduzido pelo uso de substâncias inibidoras da biossíntese de giberelinas, como o proexadione cálcio, sendo a resposta deste fitorregulador dependente do padrão sazonal do crescimento da parte aérea. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes épocas de aplicação de proexadione cálcio no controle do desenvolvimento vegetativo de macieiras 'Imperial Gala', nas condições climáticas do Sul do Brasil. No ciclo de 2008/2009, foram avaliadas seis épocas de aplicação de 330 g ha-1 de proexadione cálcio (28; 58; 88; 118; 148 e 178 dias após a plena floração - DAPF) e sete épocas de aplicação em 2009/2010 (20; 50; 80; 110; 140, 170 e 200 DAPF), além do tratamento-testemunha. Aplicações de proexadione cálcio a 330 g ha-1, realizadas aos 20 a 28 dias após a plena floração reduzem o comprimento médio e a massa fresca média dos ramos podados em macieiras 'Imperial Gala'.<hr/>The control of vegetative growth is crucial in apple orchards in order to increase production efficiency and fruit quality. The shoot development may be reduced by inhibitors of gibberellins synthesis, as prohexadione calcium, and the response of this plant growth regulator depends on the seasonal pattern of shoot growth. The objective of this study was to evaluate the effect of different application timing of prohexadione calcium on vegetative growth control of 'Imperial Gala' apple trees, in the climatic conditions of Southern Brazil. In 2008/2009 growing season, the following application timings of prohexadione calcium at 330 g ha-1 were evaluated: 28, 58, 88, 118, 148 and 178 days after full bloom - DAFB, and in 2009/2010 growing season, the application timings were: 20, 50, 80, 110, 140, 170 and 200 DAFB, and a control treatment. Applications of prohexadione calcium (330 g ha-1) performed at 20 to 28 days after full bloom reduced the average length and average fresh weight of shoots pruned in 'Imperial Gala' apple trees. <![CDATA[<b>Manejo do dossel vegetativo e seu efeito nos componentes de produção da videira Merlot</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A poda verde é uma prática cultural utilizada para melhorar as condições do dossel vegetativo dos vinhedos, visando a favorecer a qualidade da uva e do vinho. Nesse sentido, realizou-se este experimento entre as safras de 1993/1994 e 1996/1997, com diferentes modalidades de poda verde, num vinhedo do cv. Merlot conduzido em latada. Houve 12 tratamentos e três repetições, sendo o delineamento experimental em blocos casualizados. Os tratamentos constituíram-se da testemunha e de 11 diferentes modalidades de poda verde, ou seja, desbrota, desponta e desfolha, algumas delas em diferentes épocas do ciclo vegetativo da videira. O componente principal 1, da análise de componentes principais (ACP) feita em cada ano, separadamente, mostra que o tratamento 10 (desbrota + desponta + desfolha realizada no início da floração, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos) discriminou-se nos quatro anos, e os tratamentos 7 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se metade das folhas abaixo dos cachos) e 6 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos), em três deles; a ACP da média dos quatro anos também evidencia essa discriminação entre eles. Constata-se que o tratamento 10 foi um dos que tiveram intensidade de poda verde mais intensa, caracterizando-se por variáveis indicativas de plantas com vigor e produtividade mais baixos que os demais.<hr/>Summer pruning is a cultural practice used to manage vineyard canopies, which has the main objective to improve grape and wine quality. In this way, this experiment was carried out between the 1993/1994 and 1996/1997 vintages using different summer pruning modalities. It was performed in a Merlot vineyard trained in the pergola system. There were 12 treatments and three replicates, where the experimental design was in complete blocks. The treatments consisted of control and 11 different summer-pruning modalities, all related to sprouting, topping, and leaf removal, some of them performed in different periods of the grapevine-vegetative cycle. The principal component 1 of the principal component analysis (PCA) of each year shows that the treatment 10 (sprouting + topping + leaf removal performed in the beginning of the bloom time, taking off all leaves below clusters) was discriminated in all years and treatments 7 (leaf removal performed 21 days before harvest, taking off half of leaves below clusters) and 6 (leaf removal performed 21 days before harvest, taking off leaves below clusters) in three of them; the PCA of the average of four years also shows this discrimination among them. It is shown that treatment 10 had a more intense summer pruning, characterized by variables indicating grapevines with lower vigor and yield than the other treatments. <![CDATA[<b>Modelos para estimativa da área foliar da mangueira utilizando medidas lineares</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se determinar os modelos que melhor descrevem a relação entre as dimensões lineares e a área foliar da mangueira, cultivar Tommy Atkins, além de estabelecer o fator de correção. A pesquisa foi conduzida na Fazenda Experimental da Universidade Federal Rural da Amazônia, na vila de Cuiarana, município de Salinópolis. Foram analisadas de 90 a 150 folhas, em 11 árvores de um campo experimental, determinando-se o comprimento e a largura máxima das folhas. A área foliar real foi determinada usando o integrador de área foliar "Area Meter" (AM 300). O fator de correção foi obtido pela divisão da área foliar real pela área foliar calculada. A área foliar foi também estimada por meio de modelos linear e não linear. Os modelos gerados apresentaram ótimo desempenho, com valores de R² entre 90 e 97%. O fator de correção de 0,71 pode ser utilizado para estimar a área foliar real da mangueira, multiplicado pelas medidas lineares. Os modelos que utilizaram o produto das dimensões como variável independente apresentaram valores de R² superiores aos que utilizaram apenas uma das dimensões, sendo o tipo cúbico o mais preciso.<hr/>The objective was to determine the models that best describe the relationship between linear dimensions and leaf area of mango, cv. Tommy Atkins, and to establishing the correction factor. The research has been conducted at the experimental farm of Federal Rural University of Amazonia, municipality of Salinópolis, Pará. 90-150 leaves from 11 trees were analyzed in a field experiment and it was determined the length and the width of the leaves. The real leaf area was determined using the foliar area integrator Area Meter (AM 300). The correction factor was obtained by dividing the real foliar area by the foliar area calculated. Linear and nonlinear models also estimated leaf area. The mathematical models created present an excellent performance, with R² values between 90 and 97%. The correction factor of 0,71 can be used to estimate the involving real leaf area of mango, multiplied by linear measurements. The models that used the product dimensions, as independent variables, had R² values higher than those who used only one dimension, being the cubic model, the most accurate. <![CDATA[<b>Armazenamento refrigerado de abacates 'Hass'</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho objetivou determinar a ocorrência de injúria pelo frio em abacates 'Hass'. Na primeira Etapa, os abacates foram armazenados a 5ºC (77% UR), 10ºC (79% UR) e 15ºC (79% UR) por até 21 dias. Aos 7; 14 e 21dias de armazenamento, um lote com 36 frutos foi levado ao ambiente (22°C e 77% UR) para amadurecimento. Testou-se também o armazenamento a 2°C (74% UR) e 4°C (77% UR) por até 45 dias, sendo que aos 15; 30 e 45 dias, um lote com a mesma quantidade de frutos foi levado ao ambiente, mantido a 22°C e 77% UR. Frutos armazenados ao ambiente, desde o início, foram considerados testemunha. Avalaram-se a aparência e a luminosidade da polpa. Os frutos armazenados a 10°C e 15°C não apresentaram sintomas de injúrias pelo frio, que foram observados nos frutos armazenados a 2°C, por períodos superiores a 15 dias, e nos mantidos a 4°C, por 30 dias. Quando levados ao ambiente, os frutos armazenados a 2°C conservaram aparência aceitável para o consumo (nota = 3) por até10 dias, e os armazenados a 4°C, por até 12 dias. Na segunda Etapa, analisaram-se a intensidade respiratória e a atividade das enzimas peroxidase (POD), polifenoloxidase (PPO), poligalacturonase (PG) e pectinametilesterase (PME) nos frutos armazenados a 2ºC, por 45 dias, em comparação com os testemunha. A atividade das enzimas associadas ao escurecimento, POD e PPO, assim como das associadas ao amaciamento da polpa, PME e PG, foi inibida pelo armazenamento a 2ºC, mas readquiriram atividade mais elevada que nos frutos-testemunha, quando foram transferidos ao ambiente, indicando estímulo devido aos danos pelo frio.<hr/>This study aimed to determine the occurrence of chilling injury in 'Hass' avocado. In the first step, the avocados were stored at 5ºC (77% RH), 10°C (79% RH), and 15ºC (79% RH) for up to 21 days. At 7, 14, and 21 days of storage, one lot with 36 fruits was taken to the environment (22°C and 77% RH) for maturation. Storage of fruit at 2°C (74% RH) and 4°C (77% RH) for up to 45 days was also tested; at 15, 30, and 45 days, a batch of the same quantity of fruits was taken to environment and was maintained at 22°C and 77% RH. Fruits stored in the environment from the beginning were considered control treatment. Appearance and brightness of the pulp were evaluated. Fruits stored at 10°C and 15°C showed no symptoms of chilling injuries, however, such symptoms were observed in the fruits stored at 2°C for periods exceeding 15 days and in the fruits kept at 4°C for 30 days. Fruits stored at 2°C, when brought to the environment, retained acceptable appearance for consumption (score = 3) up to 10 days, while those ones stored at 4°C retained acceptable appearance for up to 12 days. In the second step, the respiratory intensity and enzymes activity of peroxidase (POD), polyphenoloxidase (PPO), polygalacturonase (PG), and pectinametilesterase (PME) in fruits stored at 2°C for 45 days were analyzed and compared with the control fruits. The activity of enzymes associated with browning, POD and PPO, as well as enzymes associated with the pulp softening, PME and PG, was inhibited by storage at 2°C, but regained activity higher than in control fruits, when they were transferred to the environment, indicating stimulation due to the chilling injury. <![CDATA[<b>Atmosfera modificada e controle de etileno para bananas 'Prata-Anã' cultivadas na Amazônia Setentrional Brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da atmosfera modificada (AM) pelo uso de embalagem plástica de polietileno de baixa densidade (PEBD), do vácuo e da adsorção de etileno, visando à manutenção da qualidade das bananas 'Prata-Anã' produzidas em Roraima. As análises foram realizadas em intervalos de 5 dias após a colheita, até 35 dias de armazenamento refrigerado (AR). Verificou-se que os frutos submetidos a embalagem de PEBD apresentaram as menores perdas de massa fresca quando comparados aos demais. Da mesma forma, os frutos embalados na presença do adsorvedor de etileno obtiveram a melhor manutenção na coloração da casca, atraso temporal, do pico climatérico, assim como o retardamento na degradação do amido, os menores incrementos de sólidos solúveis e acidez titulável, as menores concentrações de etileno nos interiores das embalagens e atraso temporal e a diminuição da atividade enzimática. Isso, possivelmente, proporcionou os maiores teores de pectina total e solúvel ao final do período experimental. A combinação do uso da embalagem de PEBD com o sachê de permanganato de potássio (KMnO4) resultou no retardamento do processo de maturação dos frutos de banana 'Prata-Anã', quando armazenada a 12 ºC. Pode-se atribuir esse efeito benéfico à presença do sachê na adsorção de etileno e, consequentemente, na ação do etileno no amadurecimento dos frutos, retardando a senescência das bananas 'Prata-Anã'.<hr/>This present study aimed to evaluate the effect of modified atmosphere (MA) by the use of plastic packaging for low density polyethylene (LDPE), the vacuum and the adsorption of ethylene, aiming the maintenance of the quality of bananas 'Prata Anã' cultived in Roraima.. Analyses were performed each 5 days after harvest, up to 35 days. It was verified that the fruit under LDPE bags showed the lowest losses of fresh weight when compared to the others. Likewise, as the fruits packed in the presence of ethylene adsorption sachet had the best maintenance in the color peel, delay of the climacteric peak, as the delay in the starch degradation, lowest increments of soluble solids and titratable acidity, the lowest concentration of ethylene inside the LDPE bags and delay and decrease of enzyme activity. The combination of the use of LDPE bags with the sachet of potassium permanganate (KMnO4) resulted in the delay of ripening fruits of bananas 'Prata Anã', when stored at 12 ºC. It can be attributed this beneficial effect by the presence of the sachet in the adsorption of ethylene and, consequently, in the action of ethylene in the fruit ripening, delaying the senescence of bananas 'Prata Anã'. <![CDATA[<b>Avaliação física, química e fitoquímica de frutos de <i>Physalis</i>, ao longo do período de colheita</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Physalis peruviana L. é uma espécie que vem sendo incorporada em plantios de pequenas frutas. Esta frutífera é tratada como anual, e o principal método de propagação é por sementes. Seu cultivo apresenta uma dinâmica de colheita diferenciada, com duração do período de colheita superior a três meses. Acredita-se que, devido ao extenso período de colheita, associado a diferentes épocas de semeadura, irão ocorrer variações nas características dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físicas, químicas e fitoquímicas de frutos de Physalis peruviana ao longo do período de colheita, em função de duas épocas de plantio. O experimento foi realizado no período de 2007/2008. A semeadura foi realizada em duas épocas (04-09-2007 e 26-11-2007), e o transplante foi realizado quando as plantas estavam no estádio de duas folhas verdadeiras. Os frutos foram colhidos aos 120; 150; 180; 210 e 240 dias após o transplante e avaliados quanto à massa total e a coloração da epiderme, assim como quanto aos seus teores de sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), fenóis e de carotenoides totais, razão SS/AT e atividade antioxidante. Os frutos de Physalis apresentaram variações físicas, químicas e fitoquímicas ao longo do período de colheita, para as duas datas de semeadura. O desenvolvimento das plantas, após o transplantio, levou a acréscimo nos valores de massa, nos teores de sólidos solúveis, fenóis e carotenoides, assim como na razão SS/AT. Na coloração e na atividade antioxidante, os maiores valores foram obtidos na primeira colheita (120 dias). A semeadura realizada em setembro proporcionou a obtenção de frutos com melhor qualidade.<hr/>Physalis peruviana L. is a species that has been introduced in small fruit plantations. It is treated as an annual crop, and its main method of propagation is by seed. Its cultivation presents differentiated harvest dynamics, with a harvesting period duration exceeding three months. It is believed that due to the long harvest associated with different sowing seasons, there may be variations in the fruit characteristics. The aim of this study was to assess the physical, chemical and phytochemical characteristics of Physalis peruviana fruits during the harvest period, according to two sowing seasons. The experiment was carried out in 2007/2008. The seeding was performed at two different times (09/04/2007 and 11/26/2007) and transplantation was performed when fruits were at the second true leaf stage. The fruits were harvested at 120, 150, 180, 210 and 240 days after transplantation and assessed for total mass and skin color, as well as their soluble solids (SS) content, titratable acidity (TA), phenols and total carotenoids, and also the SS/TA ratio and antioxidant activity. The Physalis fruits present physical, chemical and phytochemical variations through the harvest period for the two sowing seasons. The plant development, after transplantation, led to an increase in mass, soluble solids, phenols and carotenoids as well as the SS/TA ratio. In color and antioxidant activity, the highest values ​​were obtained with the first harvest (120 days). The September sowing provided better quality of fruits. <![CDATA[<b>Caracterização pós-colheita de frutos de bananeira 'BRS Platina' de primeiro ciclo, sob regulação do déficit de irrigação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O trabalho teve como objetivo a caracterização pós-colheita de bananas cv BRS Platina (PA42-44), que é um híbrido tetraploide (AAAB) desenvolvido pela Embrapa. As mesmas foram produzidas no norte de Minas Gerais, com redução das lâminas (L) de água utilizadas na irrigação,a partir dos cinco meses após o plantio. Foram sete os tratamentos avaliados, com combinações de redução da lâmina (55%, 70% e 85%) nas fases II e III de desenvolvimento da planta (5 a 7 meses, e 7 a 12 meses após o plantio), caracterizados quanto a: teor de sólidos solúveis totais (sst), despencamento, firmeza da polpa, comprimento e diâmetro do fruto, relação polpa/casca e coloração da casca, definida pelos parâmetros L*, C* e ºh, avaliados quando os frutos estavam totalmente amarelos. O teor de sólidos solúveis totais foi maior nos frutos do tratamento T3, onde houve redução da lâmina de irrigação na fase II (floração) para 70% da ETc. A maior relação polpa/casca foi obtida quando a ETc foi reduzida em 25% na fase III, resistência ao despencamento. Os frutos mais firmes foram produzidos quando a ETc na fase II foi reduzida em 45%; já o menor despencamento foi obtido quando esta redução foi de 45% e 30% na fase II, e de 30% na fase III. Os maiores (comprimento e diâmetro) e mais pesados frutos foram produzidos na ausência de déficit hídrico durante todo o ciclo da cultura.<hr/>The study had as objective the post harvest characterization of bananas cultivar BRS Platina that is a tetraployd hybrid AAAB developed by Embrapa. The crop was grown at North of Minas Gerais with reduction of irrigation water depths (L) from five months after planting. Seven treatments were evaluated with different combinations of water depth reductions (55%, 70% and 85%) during two phases of crop development (5 to 7 months and 7 to 12 months after planting) where fruits were characterized when completely yellow by: total soluble solids (tss), dropping, pulp strength, length and fruit diameter, pulp/peel ratio and color of peel (L*, C* and ºh). The total soluble solids was larger on fruits of treatments T3 and T5, where there was reduction of irrigation water depth only in the phase II (flowering) for 70% and 85% of ETc. The larger pulp/peel relationship and the resistance to drop were observed when ETc was reduced by 25% in phase III (from the beginning of fruit growth to harvest). Stronger fruit were produced when ETc was reduced about 45%. The smaller fruit dropping was verified when the reduction was 45% and 30% in phase II and about 30% on phase III. The larger fruits, as in length as in diameter, the heaviest ones were produced with no water deficit along the whole crop cycle. <![CDATA[<b>Conservação pós-colheita de guavira (<i>Campomanesia adamantium</i> Camb.) sob diferentes revestimentos e temperaturas de armazenamento</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se com este trabalho avaliar a conservação pós-colheita de guavira (Campomanesia adamantium Camb.) em diferentes revestimentos e temperaturas de armazenamento. Os frutos receberam os seguintes tratamentos: imersão em 1) carboxi metilcelulose a 1% (m/v) (CMC); 2) pectina a 3%; 3) pectina + cloreto de cálcio a 3% (m/v), e 4) sem tratamento (ST), todos embalados em polietileno de baixa densidade (PEBD) e armazenados por 0; 7; 14 e 21 dias em câmara B.O.D., nas temperaturas de 5; 10 e 15 ºC. A menor perda de massa e acidez titulável foram observadas a 5 ºC e na cobertura pectina + cálcio. O pH não variou entre as coberturas e manteve-se maior a 5 ºC. O teor de vitamina C foi maior sob efeito do revestimento de pectina + cálcio, com valores semelhantes aos iniciais a 5 °C e 10 ºC. Concluiu-se que as guaviras podem ser armazenadas por até 21 dias em temperatura de 5 ºC, revestidas com pectina + cálcio a 3%.<hr/>The objective of this study was to evaluate the post-harvest conservation of guavira (Campomanesia adamantium Camb.) in different coatings and temperatures. The fruit received the following treatments: immersion in 1) 1% carboxy methylcellulose (w /v) (CMC) 2) 3% pectin, 3) pectin + 3% calcium chloride (w / v) and 4) no treatment (ST) all packaged in low density polyethylene (LDPE) and stored for 0, 7, 14 and 21 days in B.O.D. at temperatures of 5, 10 and 15 °C. The lowest weight loss and titratable acidity were observed at 5°C and the coated with pectin + calcium. The pH did not vary between the coatings and kept higher than 5 °C. The vitamin C content was higher under the influence of the coating of pectin + calcium with initial values ​​similar to the 5 and 10 ºC. It was concluded that the guaviras can be stored for up to 21 days at 5 °C, coated with pectin + 3% calcium. <![CDATA[<b>Métodos para a climatização de bananas 'Prata-Anã' produzidas na Amazônia Setentrional Brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo, neste trabalho, foi avaliar o uso da climatização para a uniformização de bananas 'Prata-Anã' produzidas em Boa Vista-RR. Após colhidos, os frutos foram selecionados no formato de buquês, sanitizados, climatizados por abafamento com lona plástica ou por imersão em solução de Ethrel®, embalados com filme de polietileno de baixa densidade e armazenados por quatro períodos de tempo (0; 10;20 e 30 dias) a 12 ± 1 ºC e 93 ± 2% de UR. Após cada período de armazenamento refrigerado (AR) os frutos foram submetidos ao armazenamento em condições ambiente (22 ± 1 ºC e 75 ± 3% UR), retirados das embalagens plásticas e sendo analisados após 1; 2; 3 e 4 dias. As seguintes análises foram realizadas: perda de massa fresca, coloração da casca, produção de etileno e CO2, atividade das enzimas pectinametilesterase e poligalacturonase, acidez titulável (AT), pectina total e solúvel, amido e sólidos solúveis (SS). Não houve diferenças significativas entre os métodos de climatização, porém verificou-se que, quanto maior o período de AR e de condicionamento, menor foi o período de conservação das bananas 'Prata-Anã'. Ficou evidenciado, também, que a climatização, independentemente do método utilizado, deve ser realizada em até 20 dias após a colheita, nas condições de AR aqui testadas. Nessas condições, foi possível manter a qualidade sensorial das bananas por até 3 dias após a retirada dos frutos do armazenamento refrigerado.<hr/>The aim of this study was to evaluate the use of climatization on standardization of 'Prata-Anã' bananas cultivated in Boa Vista, Roraima. After harvested, fruits were selected in the shape of bouquets, sanitized, conditioned by muffling with plastic sheeting or by immersion in a Ethrel® solution, packed with low density polyethylene and stored for four time periods (0, 10, 20 and 30 days) at 12 ± 1 °C and 93 ± 2% RH. After each period of cold storage (CS), the fruits were taken out of refrigerator and submitted to the ambient condition (22 ± 1ºC and 75 ± 3% R.H.), removed from the plastic bags and analyzed after 1, 2, 3 and 4 days after each period of cold storage. The following analysis were performed: loss of fresh weight, peel color, CO2/ethylene production inside the bags, enzymatic activity of polygalacturonase (PG) and of pectin methyl esterase (PE), titratable acidity (TA), total and soluble pectin content, starch content and soluble solids (SS). There were no significant differences between the methods of climatization, but it was found that as longer the period of cold storage and climatization, as lower was the shelf-life of the 'Prata-Anã' bananas. It was also shown that climatization, regardless of the method applied, must be held within 20 days after harvest, when the fruits are submitted to the CS conditions here tested. In these conditions, it was possible to maintain sensory quality of bananas for at least 3 days after removal the fruits from the cold storage. <![CDATA[<b>Qualidade de caqui 'Rama forte' após armazenamento refrigerado, influenciada pelos tratamentos 1-MCP e/ou CO<sub>2</sub></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Avaliaram-se os efeitos dos tratamentos com CO2 e 1-MCP (1-metilciclopropeno) sobre a adstringência (índice de tanino), firmeza da polpa e distúrbios da epiderme em caqui 'Rama Forte'. Frutos foram tratados com 1-MCP por 24 h, logo após a colheita e/ou com alto CO2 (70%) por 24 ou 48 h, um dia após a colheita ou após o armazenamento refrigerado (AR). Os caquis foram armazenados sob atmosfera modificada a 0 ºC, por 45 dias, e a seguir mantidos a 23 ºC, por 9 dias. Frutos-controle (não tratados com 1-MCP nem com CO2) amoleceram em três dias e perderam aproximadamente 50% da adstringência em 6 dias após o AR. A exposição ao CO2 acelerou a redução da adstringência. Esse efeito do CO2 foi menor em frutos tratados com 1-MCP, especialmente quando o CO2 foi aplicado após o AR, por apenas 24 h. O tratamento com 1-MCP inibiu o amolecimento e a redução da adstringência, especialmente nos frutos não tratados com CO2. O amolecimento de frutos tratados com 1-MCP foi maior quando a exposição ao CO2 ocorreu antes do AR. A combinação dos tratamentos com 1-MCP e alto CO2 reduziu a incidência de podridões e manchas translúcidas, mas não alterou o desenvolvimento de pintas pretas ('estrias'). Os resultados indicam que é possível induzir perda da adstringência sem excessiva perda da firmeza da polpa de caquis 'Rama Forte' após o AR pela associação dos tratamentos com 1-MCP logo após a colheita e alto CO2 após o AR.<hr/>This study evaluated the effects of CO2 and 1-MCP (1-methylcyclopropene) treatments on astringency (tannin index), flesh firmness and skin disorders on 'Rama Forte' persimmon. Fruit were treated with 1-MCP for 24 h right after harvest and/or with high CO2 (70% CO2 balanced with air) for 24 or 48 h, one day after harvest or after cold storage (CS). Fruit were stored in modified atmosphere for 45 days at 0ºC and then held at 23ºC for 9 days. Control fruit (untreated with neither 1-MCP nor CO2) softened in 3 days and lost about 50% of astringency in 6 days after CS. The high CO2 exposure enhanced the reduction of astringency. This CO2 effect was lesser on 1-MCP treated fruit, especially when high CO2 was applied after CS, for only 24 h. 1-MCP treatment inhibited fruit softening and the reduction of astringency, especially on fruit not treated with CO2. The softening of 1-MCP treated fruit was greater when the CO2 treatment was applied before CS. The combination of high CO2 and 1-MCP treatments reduced incidence of rots and translucent stains, but did not affect the development of dark 'groove like' skin disorders. The results indicate that it is possible to induce astringency loss without substantial loss of firmness of 'Rama Forte' persimmon by the combination of treatments with 1-MCP right after harvest and high CO2 after cold storage. <![CDATA[<b>Resistência de cultivares de videira ao ácaro-rajado <i>Tetranychus urticae</i> na região de Jales, estado de São Paulo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As videiras da região de Jales, Estado de São Paulo, têm sido intensamente atacadas pelo ácaro-rajado, Tetranychus urticae Koch. O presente trabalho teve por objetivo comparar cultivares de uva quanto à adequação como hospedeiras da espécie. Em experimento de campo, naquele local, a ocorrência da praga, ao longo de 12 meses, foi acompanhada nas cultivares de uvas finas, Itália e Benitaka, e na cultivar de uva rústica, Niagara Rosada. No laboratório, a biologia de T. urticae foi estudada nessas três cultivares e na 'Redimeire'. Na cultivar Niagara Rosada, o ácaro-rajado apresentou menor fecundidade e menor sobrevivência, indicando a presença de mecanismos de resistência por antibiose. Além disso, houve maior tentativa de fuga dessa cultivar, sugerindo resistência por não preferência.<hr/>In the region of Jales, the vines has been heavily attacked by the twospotted spider mite, Tetranychus urticae Koch. The objective of this study was to compare grape cultivars for suitability as hosts of the species. In field experiment at that location, the pest occurrence, over 12 months, was accompanied on fine grape cultivars, Italy and Benitaka, and rustic grape cultivar, Niagara Rosada. In the laboratory, the T. urticae biology was carried out on these three cultivars and in the 'Redimeire'. Twospotted spider mite presented lower fertility and lower survival on Niagara Rosada cultivar indicating the presence of antibiosis resistance mechanisms. In addition, there was a greater attempt to escape in this cultivar, suggesting a resistance for non-preference. <![CDATA[<b>Ação e caracterização química de óleos essenciais no manejo da antracnose do maracujá</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se avaliar dois métodos de inoculação de Colletotrichum gloeosporioides em maracujá, testar a patogenicidade de diferentes isolados, o efeito fungitóxico e a composição química dos óleos essenciais das espécies medicinais alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham.), capim-santo [Cymbopogon citratus (D. C.) Stapf.], alfavaca-cravo (Ocimum gratissimum L.), no controle da antracnose [Colletotrichum gloeosporioides (Penz.)], associado ao estádio de maturação de frutos de maracujazeiro-amarelo. Avaliaram-se três experimentos, onde se testou a patogenicidade de seis isolados do fungo em delineamento inteiramente casualizado, com seis repetições, outro com o mesmo delineamento em esquema fatorial 2x2 (suspensão de conídios e disco de micélio) e frutos (verdes e maduros), com seis repetições. No tratamento com frutos, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x3+1, sendo cinco concentrações (0; 2; 4; 6 e 8µL mL-1) e três espécies medicinais, mais o tebuconazol, com cinco repetições. Fez-se a caracterização química dos óleos por cromatografia gasosa, com espectrometria de massas. Todos os isolados foram patogênicos. Os frutos maduros apresentaram maior diâmetro das lesões, quando inoculados com suspensão de conídios. O óleo de C. citratus proporcionou o menor diâmetro das lesões nos frutos, até a concentração de 6 µL mL-1. Na concentração de 8 µL mL-1, todos os óleos inibiram o desenvolvimento do fungo. O timol (30,24%), o citral (77,74%) e o eugenol (92,89%) foram componentes majoritários em L. sidoides, C. citratus e O. gratissimum, respectivamente.<hr/>The objective was to evaluate two methods of inoculation of Colletotrichum gloeosporioides on passion fruit, test the pathogenicity of different isolates, fungitoxic effect and the chemical composition of the essential oils from medicinal plants Lippia sidoides (Cham.), Cymbopogon citratus (D. C.) Stapf. and Ocimum gratissimum (L.), in the anthracnose control [Colletotrichum gloeosporioides (Penz.)] associated with maturity stage of yellow passion fruit. Three experiments were evaluated, where it was tested the pathogenicity of six fungi isolates in a randomized design with six replicates, other with the same design in 2x2 factorial design (conidial suspension and mycelial discs) and fruit (green and ripe), with six replicates. In treatment with fruits, we used a completely randomized in a factorial 5x3+1, five concentrations (0, 2, 4, 6 and 8 μL mL-1) and three medicinal plant species, and tebuconazole, with five replicates. The chemical composition of essential oils was determined by gas chromatography with mass spectrometry. All isolates were pathogenic. Ripe fruits had larger lesions when inoculated with conidial suspension. The oil of C. citratus provided the small diameter of the lesions on the fruit until the 6 μL mL-1 concentration. At the concentration of 8 μL mL-1 all oils inhibited the fungal growth. Thymol (30.24%), citral (77.74%) and eugenol (92.89%) were major components in L. sidoides, C. citratus and O. gratissimum, respectively. <![CDATA[<b>Biologia e tabela de vida de fertilidade de <i>Spodoptera eridania</i> (Cramer) (Lepidoptera: Noctuidae) em morangueiro e videira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A biologia de Spodoptera eridania foi estudada em laboratório (22±1ºC, UR 70±10%, fotofase de 14 horas), em folhas de morangueiro (Fragaria x ananassa cv. 'Aromas') e videira (Vitis vinifera cv. 'Cabernet Sauvignon'). A duração e a viabilidade do ciclo total foram, respectivamente, de 52,2±1,32 dias e 37,6% para morangueiro e 42,2±0,45 dias e 25,5% para videira. A razão sexual em morangueiro foi de 0,58, e 0,48 em videira. A longevidade média de machos e fêmeas em morangueiro foi de 16,3±1,16 e 15,8±1,85 dias, respectivamente, e 5,6±0,88 e 7,3±0,83 dias em videira. A fecundidade média total foi de 1.747,5±187,32 ovos por fêmea em morangueiro, e 1.764,9±289,04 em videira. A tabela de vida de fertilidade mostrou que a taxa líquida de reprodução e a razão finita de aumento foram de 394,89 e 1,10, respectivamente, para morangueiro, e de 213,98 e 1,12 para videira. As culturas do morangueiro cv. 'Aromas' e da videira cv. 'Cabernet Sauvignon' são hospedeiras favoráveis e equivalentes quanto ao potencial de crescimento populacional de S. eridania.<hr/>The biology of Spodoptera eridania was studied in the laboratory (22±1ºC, RH 70±10%, 14 hours of photoperiod) in leaves of strawberry (Fragaria x ananassa cv. 'Aromas') and grape (Vitis vinifera cv. 'Cabernet Sauvignon'). The duration and viability of the entire cycle were respectively 52.2±1.32 days and 37.6% for strawberry and 42.2±0.45 days and 25.5% for grapes. The sex ratio in strawberry was 0.58 and 0.48 on grape. The average longevity of males and females in strawberry was 16.3±1.16 and 15.8±1.85 days, respectively, and 5.6±0.88 and 7.3±0.83 days in grape. The mean fecundity was 1,747.5±187.32 eggs per female in strawberry and 1,764.9±289.04 on grape. The life table of fertility showed that the net reproduction rate and finite rate of increase were 394.89 and 1.10, respectively, for strawberry and 213.98 and 1.12 for grapevine. Strawberry cv. 'Aromas' and grape cv. 'Cabernet Sauvignon' are suitable hosts providing similar population growth rates of S. eridania. <![CDATA[<b>Etiologia do declínio de mangostanzeiros no sul da Bahia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O declínio do mangostanzeiro (Garcinia mangostana L.) no litoral sul do Estado da Bahia é hoje o principal problema da cultura, sendo caracterizado por sintomas de murcha, amarelecimento, seca e queda de folhas. Este trabalho teve como objetivo acompanhar a evolução da sintomatologia da doença, isolar e identificar os potenciais patógenos causadores do declínio do mangostanzeiro. A doença começa com a necrose das radículas, a qual atinge as raízes secundárias, primárias e progride até à base do tronco que desenvolve lesões necróticas extensas. Os sintomas secundários são clorose, murcha e queda das folhas. Das amostras de tecidos lesionados de plantas doentes levadas ao laboratório, foram isolados e identificados os seguintes fungos: Lasiodiplodia theobromae, Lasiodiplodia parva, Mycoleptodiscus sp., Rhizopus sp., Stilbella sp., Trichoderma spp. e Aspergillus sp. Apenas L. theobromae e L. parva foram patogênicas a fragmentos de raízes e caules de mangostanzeiros in vitro e a mudas de mangostanzeiros em casa de vegetação, sendo o isolado da primeira espécie o mais virulento. A taxonomia do gênero Lasiodiplodia e algumas condições que influenciam no desenvolvimento da doença no campo foram analisadas.<hr/>The decline of mangosteen (Garcinia mangostana L.) in the southern coast of the state of Bahia is today the main problem of the culture, being characterized by symptoms of wilting, yellowing, blight and defoliation. This study was aimed to follow the evolution of the symptoms of the disease, isolate and identify the possible pathogen of mangosteen decline. The disease begins in the roots and progresses toward the canopy, leading to plant death. Samples of infected tissue from diseased plants were taken to laboratory where the following fungal species were isolated and identified: Lasiodiplodia theobromae, L. parva, Mycoleptodiscus sp., Rhizopus sp., Stilbella sp., Aspergillus sp. and Trichoderma spp. Only Lasiodiplodia theobromae and L. parva were pathogenic to fragments of roots and stems in vitro and mangosteen seedlings in glass house, being the first species the more virulent. The taxonomy of the genus Lasiodiplodia and some conditions that influence the development of the disease in the field were analyzed. <![CDATA[<b>Perfil do consumidor de frutas em cidades do interior do estado de São Paulo - SP</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Estudos relacionados ao perfil do consumidor colocam-se como importante subsídio à participação competitiva dos diferentes segmentos nas cadeias agroalimentares e para a própria organização da mesma. O objetivo do presente trabalho foi o de identificar o perfil dos consumidores de frutas em cidades do interior do Estado de São Paulo. A amostra foi constituída de 404 consumidores em pontos de venda previamente selecionados nas cidades de Botucatu, Avaré, Jaboticabal, Ilha Solteira e Tupã. Os resultados sobre o perfil do consumidor de frutas nas cidades pesquisadas sinalizam uma preocupação com as características do produto (saudáveis e saborosos), com o preço e com facilidades de acesso na compra. Os resultados apontam também para a necessidade de maiores estudos sobre a importância da informação relacionada aos aspectos mais valorizados (características do produto e preço) na estrutura de consumo.<hr/>Scientific studies analyzing consumers profile and decision-making processes play an important role on companies' strategies and vertical coordination action to increase efficiency on food chains. This research mapped the profile of food consumers on medium size cities on the state of Sao Paulo, Brazil. The sample considered 404 consumers in sale spots of 5 cities: Botucatu, Avaré, Jaboticabal, Ilha Solteira and Tupã. The results suggested that consumers of the 5 cities are concerned about fruit attributes like healthiness and flavor, but not neglecting price and access to market facilities. These results highlighted the importance of marketing actions to emphasize important characteristics valued by consumers, like price and product related attributes. <![CDATA[<b>Características físico-químicas da laranja-pera em função da posição na copa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo foi avaliar as características físico-químicas dos frutos colhidos em diferentes posições da copa de laranjeiras 'Pera'. A copa foi dividida em três alturas (basal, intermediária e apical), dois lados (lados opostos da copa, voltados para as entrelinhas - leste e oeste) e duas posições (periferia e 30 cm para o interior da copa). A colheita dos frutos ocorreu em 09-07-09. Os frutos da periferia da copa apresentaram maiores valores de massa fresca, diâmetro longitudinal, diâmetro transversal, espessura do flavedo, teor de sólidos solúveis, índice de maturação e coloração da casca mais amarela que os frutos da parte interna da copa. Quanto às concentrações de vitamina C e acidez titulável, os frutos colhidos da periferia da copa foram os que continham menores concentrações. Em relação à altura da copa, observou-se que, nos frutos colhidos na parte apical da copa, a massa fresca e o diâmetro longitudinal foram maiores do que nos colhidos da parte basal. Nos frutos voltados para a face oeste, verificaram-se os maiores teores de sólidos solúveis e índice de maturação.<hr/>The aim of this work was to evaluate the physical and chemical characteristics of fruit harvested from different positions of the canopy of 'Pêra' orange tree. The canopy was divided into three heights (basal, intermediate and apical), two sides (opposite to the canopy, toward the inter rows - East and West) and two positions (periphery and 30 cm into the inner part of the canopy). Harvest was made on July 9th, 2009. Fruit in the periphery of the canopy presented greatest values of fresh mass, longitudinal diameter, transversal diameter and thickness of flavedo, content of soluble solids, maturation index and yellower coloration of the peel than the fruits in the inner part of the canopy. Concerning concentrations of C vitamin and titratable acidity, fruits collected from the periphery of the canopy were the ones with the lowest concentrations. For height of the canopy, fruit collected from the apical part of the canopy presented greatest fresh mass and longitudinal diameter than fruit collected form the basal part. It was verified greatest contents of soluble solids and maturation in the fruit turned to the West face. <![CDATA[<b>Características vegetativas e seus efeitos sobre a produção de bananeira em três ciclos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A produtividade em bananeira é um caráter complexo que resulta da associação de diferentes fatores, influenciados pelo ambiente. Este trabalho teve por objetivo estudar os efeitos diretos e indiretos de características vegetativas sobre a produção de bananeira em três ciclos. O trabalho foi conduzido no campo experimental da Embrapa Acre, em Rio Branco, Acre, entre os anos de 2003 e 2006. Foram avaliados 13 genótipos de bananeira (Preciosa, Japira, Pacovan-Ken, Pacovan, BRS Platina, Prata-Anã, ST12-31, Nanicão, Grande Naine, Calipso, Ambrosia, Bucaneiro e FHIA-02), no espaçamento de 3 m x 2 m, no esquema de blocos ao acaso, com cinco repetições. Determinaram-se a altura de plantas, diâmetro do pseudocaule, número de folhas na floração e na colheita, peso do cacho e número de pencas no cacho. Realizou-se a análise de variância para cada ciclo e estimaram-se os coeficientes de correlação fenotípicos e os coeficientes de trilha. Adotou-se como variável básica o peso do cacho, e as demais, como variáveis explicativas. O estudo dos efeitos diretos e indiretos evidenciou que o caráter produção é bastante influenciado pelo ambiente no primeiro ciclo, e, nos ciclos seguintes, a produção é muito influenciada pelas características vegetativas, principalmente número de folhas na colheita.<hr/>The productivity in banana is a complex character that results from the combination of different factors, influenced by environment. This work aimed to study the direct and indirect effects of vegetative traits on production in three cycles in banana. The work was conducted in the Experimental Field of Embrapa Acre in Rio Branco, Acre, among years 2003 and 2006. Thirteen genotypes of banana (Preciosa, Japira, Pacovan Ken, Pacovan, BRS Platina, Prata Anã, ST12-31, Nanicão, Grande Naine, Calypso, Ambrosia, Bucaneiro and FHIA 02) were evaluated, spaced 3 m x 2 m, in the randomized blocks with five replicates. The evaluated traits were: plant height, diameter of pseudostem, number of leaves at flowering and harvest, weight of bunch and number of hands in the bunch. Analysis of variance and path analysis were carried out for each cycle and phenotypic correlation coefficients were estimated. The trait weight of the bunch was adopted as the basic variable and the others were considered the explanatory variables. The study of direct and indirect effects showed that the character output is much influenced by the environment in the first cycle, and the following production cycle is much influenced by vegetative traits, especially number of leaves at harvest. <![CDATA[<b>Frações orgânicas e mineral na produção de mudas de mamoeiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes doses de esterco de galinha associadas ao adubo superfosfato simples, em substituição à formulação empregada no norte do Espírito Santo, na produção de mudas de mamoeiro 'THB'. O experimento foi realizado no viveiro agrícola, na Empresa Caliman Agrícola S.A., no município de Linhares-ES. Adotou-se o delineamento estatístico em blocos casualizados, em esquema fatorial 5x5, com 5 doses de superfosfato simples (0; 5; 10; 15 e 20 kg m-3) e 5 doses de esterco de galinha (0; 10; 20; 30 e 40 % v/vt), além de uma testemunha adicional, constituída da mistura-padrão utilizada na região com o adubo Basacote mini 3M®, fórmula NPK (mg) 13-06-16 (1,4), com micronutrientes (10% S, 0,05% Cu, 0,26% Mn e 0,015% Mo) na dosagem de 10 kg m-3, com 4 repetições. O substrato utilizado foi o Bioplant®. Para comparação, avaliaram-se a % de emergência, o índice de velocidade de emergência, o tempo médio de emergência, o índice de teor de clorofila, altura, diâmetro do coleto, número de folhas, comprimento da raiz, massa seca de raízes e de parte aérea das plântulas. Conclui-se que o tratamento-padrão com substrato Bioplant®, associado ao fertilizante Basocote®, apresentou-se como o melhor para a produção de mudas do mamoeiro 'THB', desaconselhando-se o uso do esterco de galinha na mistura com substrato. A aplicação do fertilizante superfosfato simples não melhorou a qualidade das mudas em relação ao padrão.<hr/>The objective of this study was to evaluate the effect of different dosage of chicken manure associated with the superphosphate fertilizer, replacing the formulation used in the north of Espírito Santo, the production of 'THB' papaya seedlings. The experiment was conducted in an agricultural nursery, of the Company Caliman Agricola SA, in Linhares-ES in randomized block design in a factorial 5x5 (superphosphate: 0, 5, 10, 15, 20 kg m-3 x chicken manure: 0, 10, 20, 30, 40% v / vt) with additional witness consisting of the standard mixture used in the region with 3M® mini Basacote fertilizer, NPK (mg) 13-06-16 (1.4) with micronutrients (10% S, 0.05% Cu, 0.26% Mn, 0.015% Mo) at a dosage of 10 kg m-3, with 4 repetitions. The substrate was Bioplant®. It was evaluated the % of emergency, the emergency speed index and the emergency average time, the rate of chlorophyll content, seedling height, stem diameter, leaf number, root length, dry mass of roots and shoot. It is concluded that the standard treatment of substrate and fertilizer Basocote Bioplant®, presented itself as the best for production of 'THB' papaya seedlings and discouraged the use of chicken manure mixed with the substrate. The application of superphosphate fertilizer did not improve the quality of the seedlings from the default. <![CDATA[<b>Produção e características qualitativas dos frutos de híbridos de maracujazeiro-amarelo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A pequena disponibilidade de genótipos melhorados de maracujazeiro-amarelo contribui para a baixa produtividade da cultura no Brasil. Materiais genéticos devem ser desenvolvidos visando ao incremento da produtividade e da qualidade dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção e as características qualitativas dos frutos de 36 híbridos de maracujazeiro-amarelo cultivados no norte do Paraná. As avaliações dos híbridos foram realizadas durante dois ciclos de produção da cultura, de abril a julho de 2007 e de janeiro a julho de 2008, com coletas semanais dos frutos maduros. A produção foi determinada a partir da produção total e do número de frutos por planta. Para as características qualitativas, foram avaliadas: massa, comprimento, diâmetro e relação entre comprimento e diâmetro dos frutos, além de espessura da casca, rendimento de polpa, teor de sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT) e relação SST/ATT. A produção, em quilos de fruta por planta, situou-se entre 20 e 40 no primeiro ciclo e 54 a 96 no segundo, o que representa uma produtividade de 30 a 53 ton ha-1 para o conjunto das duas safras. Os híbridos '40' e '43'apresentam, respectivamente, maior produção e maior número de frutos no primeiro ciclo de produção Os frutos do híbrido '36' destacaram-se no atendimento das caracteristicas desejáveis de qualidade para o consumo in natura, enquanto os híbridos '43' e '60' apresentaram caracteristicas importantes para a indústria de sucos.<hr/>The small number of improved genotypes of passion fruit contributes to the low productivity of this crop in Brazil. New genetic materials should be developed to increase yield and fruit quality. The aim of this study was to evaluate the yield and the qualitative characteristics of 36 passion fruit hybrids grown in northern Paraná. The evaluations were carried out during two production cycles, from April to June 2007 and from January to July 2008, by weekly harvests of ripe fruits. The yield was determined by total yield and number of fruits per plant. For the fruit quality the following characteristics were evaluated: weight, length, diameter and relationship between length and diameter of the fruits, skin thickness, pulp yield, total soluble solids (TSS), titratable acidity (TA) and ratio TSS/TA. Hybrid '36' presented fruits with desirable characteristics for the fresh market, while the hybrids '43' e '60' showed important features for the juice industry. Fruit yield, in kilograms of fruit per plant, stood between 20 and 40 in the first cycle and 54 to 96 in the second, which represents a yield of 30 to 53 ton ha-1 for the two crop seasons together. <![CDATA[<b>Produtividade e qualidade de frutos de progênies de maracujazeiro-azedo cultivados no Distrito Federal</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e a qualidade de frutos de progênies de maracujazeiro-azedo cultivados no Distrito Federal. Foi conduzido na Fazenda Água Limpa-UnB, utilizando-se de delineamento de blocos casualizados, com 14 tratamentos (progênies), 04 repetições, sendo a parcela útil de oito plantas. As progênies avaliadas foram: Vermelhão Ingaí, EC-RAM, AR01, AR02, mar20#36, mar20#46, AP1, FP01, FB200, RC3, GA2-A1*AG, mar20#03, mar20#23 e mar20#09. As características analisadas em 75 colheitas foram: produtividade (kg/ha), massa média de frutos (g), número de frutos por hectare, coloração da casca e classificação quanto ao tamanho. Houve maior rendimento em Vermelhão Ingaí, EC-RAM e AR01. O Vermelhão Ingaí produziu a maior quantidade de frutos por hectare, estatisticamente superior aos demais. O EC-RAM obteve o maior número de frutos rosa e roxo. Todas as progênies apresentaram maior produção de frutos de cor amarela. O peso médio total variou de 83 g em mar20#36 e 128 g em EC-RAM. A maior produtividade de frutos para fins industriais foi verificado em Vermelhão Ingaí com frutos de primeira e mar20#46 com frutos 1B. Já para consumo in natura foi observado em AR02 com frutos 1A e 2 A e em AR01 com frutos 3 A.<hr/>This study was carried out in order to evaluate the yield of 14 progenies of yellow passion fruit grown in Federal District, Brazil. It was conducted at the Água Limpa Farm - University of Brasilia using a randomized block design with 14 treatments (progenies), 04 replications, and plots consisting of eight plants. The progenies were: Vermelhão Ingaí, EC-RAM, AR01, AR02, mar20#36, mar20#46, AP1, FP01, FB200, RC3, GA2-AR1*AG, mar20#03, mar20#23 and mar20#09. The parameters analyzed after 75 harvests were: productivity (Kg/ha), average fruit weight (g), number of fruits per hectare; peel color and classification by size. The highest yields were obtained for the progenies Vermelhão Ingaí, EC-RAM and AR01. Among them, Vermelhão Ingaí produced the highest number of fruits. EC-RAM produced the largest number of pink and purple fruits. All progenies showed a higher yield of yellow fruits. The total average weight ranged from 83g in mar20#36 and 128g in EC-RAM. The highest yield of fruits for industrial use was found in Vermelhão Ingaí with first class fruits and mar20#46 with 1B fruits. The greater producer of fruits for fresh consumption was AR02 with 1A and 2A fruits and AR01 with 3A fruits. <![CDATA[<b>Correlação fenotípica entre caracteres de híbridos diploides (AA) de bananeira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo de correlação tem como propósito mensurar a alteração em um caráter quando se altera outro. Neste trabalho, objetivou-se estimar correlações fenotípicas entre o número de frutos por cacho e 22 caracteres avaliados em híbridos diploides (AA) de bananeira. No experimento, conduzido na Embrapa Mandioca e Fruticultura, em blocos casualizados com quatro repetições, foram avaliados 11 híbridos diploides (AA) de bananeira. Os caracteres avaliados foram: altura de plantas, diâmetro do pseudocaule, número de filhos, número de folhas na floração, período do plantio ao florescimento, presença de pólen, peso do cacho e da ráquis, sigatoka-amarela no florescimento, número de folhas na colheita, Sigatoka-amarela na colheita do cacho, número de dias do florescimento à colheita, comprimento e diâmetro do engaço, peso da segunda penca, número de pencas e de frutos por cacho, fragilidade do pedicelo, comprimento e diâmetro do fruto e comprimento do pedicelo, além de presença de semente. Após a tabulação, procederam-se a estudos de correlação entre o número de frutos e os demais caracteres da planta. Essas correlações variaram entre os genótipos, sendo assim, observado que as associações entre o número de frutos e os caracteres vegetativos da planta foram, de forma geral, não significativas. Já as relações entre o número de frutos por cacho e os outros caracteres produtivos foram, predominantemente, significativas.<hr/>The objective of the present study was to estimate the phenotypic correlations between the number of fruits per bunch and 22 characters evaluated in banana (AA) diploid hybrids. The experiment was carried out at Embrapa Cassava and Fruits in randomized blocks with four repetitions and 11 (AA) banana diploid hybrids were evaluated. The following characteristics were evaluated: plant height, pseudostem diameter, number of suckers, number of leaves during flowering, plant cycle until emission of the bunch, presence of pollen, bunch and rachis weight, yellow Sigatoka at bunch emission, number of leaves at harvest, yellow Sigatoka at bunch harvest, number of days from emission to harvest, length and diameter of stem, weight of second hand, number of hands and fruits per bunch, pedicellum fragility, length and diameter of fruit and length of pedicellum and presence of seeds. Correlation studies between the number of fruits and the other plant characteristics were carried out. These correlations varied between genotypes; therefore, it was observed that the associations between number of fruits and vegetative characteristics of plants were, in general, non-significant. However, the relationships between the number of fruits per bunch and the other production characteristics were predominantly significant. <![CDATA[<b>Correlações genéticas e análise de trilha para componentes da produção de frutos de açaizeiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O conhecimento das correlações genéticas entre os principais caracteres utilizados no melhoramento de plantas serve de base para delinear estratégias otimizadas de seleção. O procedimento da análise de trilha permite refinar essas correlações, desdobrando-as em efeitos diretos e indiretos sobre o caráter principal. O objetivo deste trabalho foi desdobrar as correlações genéticas de caracteres relativos ao cacho e à produção de frutos em progênies de meios-irmãos de açaizeiro em efeitos diretos e indiretos sobre a produção total de frutos, a fim de verificar a melhor estratégia de seleção para obtenção de progênies mais produtivas. Foi instalado um experimento com 25 progênies de meios-irmãos em blocos ao acaso, com quatro repetições e parcela de cinco plantas. Os dados dos anos agrícolas de 2005, 2006 e 2007 foram analisados pelo enfoque de modelos mistos, e as correlações genéticas, submetidas à análise de trilha. A produção de frutos correlacionou-se ao número de meses em produção, número total de cacho, peso de frutos por cacho e ao número de ráquilas por cacho. No entanto, pela análise de trilha, apenas o peso de frutos por cacho, o número de cachos e o número de ráquilas por cacho mostram-se como os principais determinantes na variação da produção de frutos de açaizeiro. Dentre esses caracteres, o número de ráquilas por cacho é o menos influenciado pelo ambiente e, portanto, mais promissor para obter ganhos indiretos na produção total de frutos.<hr/>The knowledge of the genetics correlations among the main characters used in plant breeding helps to elaborate optimized strategies of selection. The procedure of path analysis allows refining these correlations and partitioning them into direct and indirect effects on a main variable. The objective of this study was to partition the genetic correlations of traits concerning to bunch and yield of half-sib progenies into direct and indirect effects on total fruit production. It was installed an experiment with 25 half-sib progenies in random blocks with four repetitions and linear plots of five plants. The data obtained over the crop years 2005, 2006 and 2007 was analyzed by mixed models approach and genetics correlations submitted to path analysis. The fruits production showed correlation with number of months in production, total number of bunch, fruit weight per bunch and number of rachilles per bunch. However, by path analysis, the main determinants characters of variation on fruit production of assai palm were fruits weight per bunch, number of bunches and number of rachilles per bunch. Among these characters, the number of rachilles per bunch is less affected by the environment, and therefore, is the most promising for indirect gains in total fruit production. <![CDATA[<b>Diversidade e estrutura genética em populações naturais de <i>Hancornia speciosa var. speciosa </i>Gomes no nordeste do Brasil </b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Hancornia speciosa Gomes is a fruit tree native from Brazil that belongs to Apocinaceae family, and is popularly known as Mangabeira. Its fruits are widely consumed raw or processed as fruit jam, juices and ice creams, which have made it a target of intense exploitation. The extractive activities and intense human activity on the environment of natural occurrence of H. speciosa has caused genetic erosion in the species and little is known about the ecology or genetic structure of natural populations. The objective of this research was the evaluation of the genetic diversity and genetic structure of H. speciosa var. speciosa. The genetic variability was assessed using 11 allozyme loci with a sample of 164 individuals distributed in six natural populations located in the States of Pernambuco and Alagoas, Northeastern Brazil. The results showed a high level of genetic diversity within the species (<img border=0 id="_x0000_i1026" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img01.jpg" align=absmiddle>e= 0.36) seeing that the most of the genetic variability of H. speciosa var. speciosa is within its natural populations with low difference among populations ( <img border=0 id="_x0000_i1027" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img02.jpg" align=absmiddle > or = 0.081). The inbreeding values within (<img border=0 id="_x0000_i1028" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img03.jpg" align=absmiddle> = -0.555) and among populations (<img border=0 id="_x0000_i1029" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img04.jpg" align=absmiddle> =-0.428) were low showing lacking of endogamy and a surplus of heterozygotes. The estimated gene flow ( <img border=0 id="_x0000_i1030" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img05.jpg" align=absmiddle>m ) was high, ranging from 2.20 to 13.18, indicating to be enough to prevent the effects of genetic drift and genetic differentiation among populations. The multivariate analyses indicated that there is a relationship between genetic and geographical distances, which was confirmed by a spatial pattern analysis using Mantel test (r = 0.3598; p = 0.0920) with 1000 random permutations. The high genetic diversity index in these populations indicates potential for in situ genetic conservation.<hr/>Hancornia speciosa Gomes é uma árvore frutífera nativa do Brasil, pertencente à família Apocinaceae, e é conhecida popularmente como Mangabeira. Seus frutos são amplamente consumidos in natura ou processados como sucos, sorvetes e geleias. O extrativismo e a intensa atividade antrópica no ambiente de ocorrência natural da Mangabeira, no Nordeste do Brasil, têm causado erosão genética na espécie e pouco se conhece sobre a estrutura genética das populações desta espécie. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade e a estrutura genética de populações naturais de H. speciosa var. speciosa. Utilizando 11 locos isoenzimáticos, avaliaram-se 164 indivíduos, amostrados em seis populações naturais localizadas nos Estados de Pernambuco e Alagoas, Nordeste do Brasil. Os resultados mostraram um alto nível de diversidade genética dentro da espécie (<img border=0 id="_x0000_i1032" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img01.jpg">e = 0,36), sendo verificado que a maior parte da variabilidade genética se encontra dentro das populações, com pequena diferenciação entre as mesmas (<img border=0 id="_x0000_i1033" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img02.jpg" align=absmiddle> = 0,081). A endogamia dentro das populações (<img border=0 id="_x0000_i1034" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img03.jpg" align=absmiddle> = - 0,555) e entre elas (<img border=0 id="_x0000_i1035" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img04.jpg" align=absmiddle > ou = -0,428) foi baixa, evidenciando ausência de endogamia e excesso de heterozigotos. O fluxo gênico estimado (<img border=0 id="_x0000_i1036" src="/img/revistas/rbf/v34n4/a23img05.jpg" align=absmiddle>) foi elevado, variando de 2,20 a 13,18, valores considerados suficientes para evitar os efeitos da deriva genética e a diferenciação genética entre as populações. As análises multivariadas indicam que há relação entre distância genética e espaço geográfico, hipótese esta que foi confirmada por uma análise de padrão espacial,utilizando o teste de Mantel (r = 0,3598; p = 0,0920) com 1.000 permutações aleatórias. O alto índice de diversidade genética nas populações indica potencial para a conservação genética in situ. <![CDATA[<b>Caracterização fisico-química e sensorial de geleia de mamão com araçá-boi</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400024&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Foram elaboradas quatro formulações de geleia com as seguintes proporções de mamão (Carica papaya) (M) e araçá-boi (Eugenia stipitata) (AB): F1 (70% M: 30% AB), F2 (60% M: 40% AB), F3 (40%M : 60% AB) e F4 (30% M : 70% AB). Todas as formulações apresentaram proporção final de polpa e açúcar de 1:1, com 0,5% de pectina e teor de 65% de sólidos solúveis. As geleias foram analisadas quanto às características físico-químicas e sensoriais (teste de aceitação e preferência). O teste de aceitação foi realizado por 50 consumidores, por meio de escala hedônica de 7 pontos, avaliando-se os atributos: aparência, cor, aroma, sabor e textura. A acidez titulável variou entre 0,77 e 1,72 g de ácido cítrico100 g-1, estando dentro da faixa de acidez determinada para diferentes geleias de frutas. O teor de açúcares redutores foi mais elevado na formulação F4. As formulações apresentaram índice de aceitação acima de 90% para os atributos aparência, cor, aroma e textura. As formulações F1 e F2, com menores concentrações de araçá-boi, apresentaram maior aceitação para os atributos sensoriais cor e sabor. Entretanto, a formulação F1 apresentou elevada intenção de compra e foi considerada pelo mapa de preferência interno a mais aceita para todos os atributos avaliados, sendo, portanto, a mais adequada para a industrialização e consumo.<hr/>Four formulations of jelly were prepared with the following proportions of papaya (Carica papaya) (P) and araçá-boi (Eugenia stipitata) (AB): F1 (70% P: 30% AB), F2 (60% P: 40% AB), F3 (40% P: 60% AB) and F4 (30% P: 70% AB). Each formulation showed a final proportion of pulp and sugar of 1:1, 0.5% of pectin and 65 ºBrix of soluble solids content. The jellies were analyzed by the physicochemical and sensorial characteristics (acceptance and preference). The sensorial acceptance was performed by 50 consumers using a 7-point hedonic scale, evaluating the following attributes: general appearance, color, aroma, flavor and texture.The titratable acidity presented variation from 0.77 to 1.72 citric acid 100 g-1. These values are in according to the values recommended to different fruit jellies. The greatest content of reducing sugar was found in the F4 formulation. The formulations presented acceptance index of 90% for the appearance, color, flavor and texture, attributes. The F1 and F2 formulations, which contain less araçá boi pulp content, presented the greater acceptance index to the color and flavor attributes; however, according to the preference mapping methodology the F1 formulation was pointed as the most acceptable for all the attributes evaluated and it presented high purchase intent score by the consumers, being indicated for the processing and consumption. <![CDATA[<b>Caracterização da atividade antioxidante de frutos nativos da região Amazõnica Brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objective of the present study was to characterize the chemistry and the antioxidant capacity in 8 species of native fruits from Amazonia. All the fruits were collected at full physiological and commercial maturity from properties located at: Boa Vista / RR, São Luiz do Anauá / RR, Manaus / AM, and Belém / PA. At the end of the experiment, the functional pattern for the camu-camu fruits showed that the total phenolic and ascorbic acid content and antioxidant assays were superior compared to the other samples. Despite the functional losses detected for the freeze-dried samples of the camu-camu fruit, all the other freeze-dried samples kept under -20ºC showed appropriate stability for long-term storage. In addition, it was also observed that fruit peel showed higher antioxidant activity than pulp or samples containing peel and pulp tissues in the same extract. When the ratio between the ORAC and total phenolic assays were observed, the uxi fruit demonstrated the highest antioxidant power compared to the other fruits studied, despite its relatively low levels of phenolic compound content and ORAC values. This means that there is a relevant contribution of these phenolic compounds to the antioxidant activity of uxi fruit.<hr/>O objetivo do presente trabalho foi realizar à caracterização química e a capacidade antioxidante em oito espécies de frutos nativos da Amazônia. Todos os frutos foram coletados em completo desenvolvimento da maturidade fisiológica e comercial em propriedades rurais localizadas em: Boa Vista / RR, São Luiz do Anauá / RR, Manaus / AM e Belém / PA. Ao final do experimento, o padrão funcional para os frutos de camu-camu mostrou que o conteúdo de fenólicos totais, de vitamina C e a atividade antioxidante foi superior em compração às demais espécies. Apesar das perdas nos componentes funcionais detectadas para as amostras liofilizadas de camu-camu, todas as amostras dos demais frutos mantidas em temperatura abaixo de -20°C mostraram estabilidade adequada para longos períodos de armazenamento. Além disso, observou-se também que a casca dos frutos apresentou maior atividade antioxidante do que a polpa dos frutos e amostras contendo tecidos da casca e da polpa no mesmo extrato. Quando a relação entre a atividade antioxidante medida pelo método ORAC e o conteúdo de fenólicos totais foram observadas, o uxi demonstrou o poder antioxidante mais elevado em comparação aos demais frutos estudados, apesar de apresentar níveis relativamente baixos no contéudo de fenólicos totais e na atividade antioxidante medida pelo método ORAC. Isso significa que existe uma contribuição considerável desses compostos fenólicos na atividade antioxidante do uxi. <![CDATA[<b>Constituintes químicos das frações de lichia <i>in natura</i> e submetidas à secagem</b>: <b>potencial nutricional dos subprodutos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400026&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A lichieira (Litchi chinensis Sonn.) é uma planta da família das Sapindáceas, perfeitamente adaptada às condições climáticas brasileiras e pouco estudada quanto à composição química de seus frutos, sobretudo das frações casca e semente, frequentemente descartadas pela indústria e consumidores. Objetivou-se com este trabalho determinar os constituintes químicos das frações casca, polpa e semente in natura, e da casca e semente submetidas à secagem a 45ºC. Cada fração foi avaliada em sete repetições (de 20 frutos), quanto à massa e à proporção de cada fração em relação ao fruto inteiro, à composição centesimal, ao valor energético total (VET) e aos parâmetros químicos e fisico-químicos: sólidos solúveis, pH e acidez titulável. As frações casca e semente de lichia, juntas, representam cerca de 50% da massa do fruto. A casca e a semente da lichia apresentam elevados VETs e teores de carboidratos. A casca possui os maiores teores de fibra (bruta e alimentar), lipídeos, cinzas e proteínas, e a polpa apresenta maior acidez, menor pH e maiores teores de sólidos solúveis. A secagem aumentou o pH da semente e os teores de sólidos solúveis da casca e semente. As frações de lichia apresentaram elevados potenciais energéticos e nutricionais, podendo ser aproveitadas como fonte alternativa de nutrientes, desde que não apresentem fatores antinutricionais em quantidades prejudiciais ao organismo.<hr/>The litchi (Litchi chinensis Sonn.) is a plant of the family Sapindacea, perfectly adapted to Brazilian climatic conditions and little studied in relation to the chemical composition of its fruits, especially the skin and seed fractions which are usually discarded by industry and consumers. The aim of this work was to determine the chemical constituents of the fresh fractions of the skin, pulp and seed, and of the drying fractions of the seed and skin at 45°C. Each fraction was evaluated in seven replicates (20 fruits), in which the weight and the proportion of each fraction, centesimal composition, total energy value (TEV), soluble solids, pH and titratable acidity. The skin and seed fractions of litchi together represent almost 50% of the weight of the fruit and have high levels of carbohydrates and TEV. The skin has the highest fiber content (crude and food), lipids, ash and protein. The pulp has higher acidity, lower pH and higher soluble solids content. The drying process increased the pH of the seed and the soluble solids content in the skin and seed. The litchi fractions have high energetic and nutritional levels, they can be utilized as an alternative source of nutrients as long as they do not have antinutritional factors in quantities that might be harmful to the body. <![CDATA[<b>Aclimatização e anatomia foliar de plântulas de figo micropropagadas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400027&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The survival of micropropagated plants during and after acclimatization is a limiting process to plant establishment. There is little information on how the anatomy of vegetative organs of Ficus carica can be affected by culture conditions and acclimatization. The present research aimed to study the effects of time on culture medium and substrates during the acclimatization of fig tree plantlets produced in vitro, characterizing some leaf anatomy aspects of plantlets cultured in vitro and of fig trees produced in field. Plantlets previously multiplied in vitro were separated and transferred into Wood Plant Medium (WPM) where they were kept for 0, 15, 30, 45 and 60 days. Different substrates were tested and studies on leaf anatomy were performed in order to compare among plantlets grown in vitro, plantlets under 20, 40 and 60 days of acclimatization, and field grown plants. Keeping plantlets for 30 days in WPM allowed better development in Plantmax during acclimatization. Field grown plants presented higher number of stomata, greater epicuticular wax thickness and greater leaf tissue production compared to in vitro ones. The leaf tissues of in vitro plantlets show little differentiation and have great stomata number compared with acclimatized plants, which reduce the number of stomata during the acclimatization process.<hr/>A sobrevivência de plantas micropropagadas durante e após a aclimatização é um processo limitante para o estabelecimento de plantas. Poucas informações são encontradas de como a anatomia de órgãos vegetativos de Ficus carica pode ser afetada pelas condições de cultivo e aclimatização. O presente trabalho teve por objetivo estudar os efeitos do tempo em meio de cultura e substratos durante a aclimatização de plântulas de figueira produzidas in vitro e cultivadas no campo. Plântulas multiplicadas in vitro foram separadas e transferidas para meio WPM, onde foram mantidas por 0; 15; 30; 45 e 60 dias. Diferentes substratos foram testados, e os estudos de anatomia foliar foram executados a fim de comparar plântulas crescidas in vitro, plântulas com 20; 40 e 60 dias de aclimatização e plantas crescidas a campo. Plântulas mantidas por 30 dias em WPM apresentaram melhor desenvolvimento em Plantmax durante a aclimatização. Plantas de campo apresentam elevado número de estômatos, maior espessura de cera epicuticular e do tecido foliar em comparação com plantas cultivadas in vitro. Já plântulas crescidas in vitro mostram tecidos foliares pouco desenvolvidos e maior número de estômatos em comparação com plantas aclimatizadas, que reduzem o número de estômatos ao longo do processo de aclimatização. <![CDATA[<b>Diferentes composições de substratos e ambientes protegidos na formação de mudas de pé-franco de tamarindeiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400028&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O tamarindeiro é uma frutífera importante ocorrente no Cerrado brasileiro e com sistema radicular profundo e possui resistência à seca prolongada. Seus frutos são utilizados na culinária; suas sementes, em forragem animal, e seu óleo, na indústria farmacêutica. Diante do exposto, este trabalho teve o objetivo de avaliar a formação de mudas de pé-franco de tamarindeiro, em diferentes composições de substratos e ambientes protegidos. As mudas foram produzidas em estufa agrícola, coberta com filme de polietileno de baixa densidade de 150 μm e tela termorrefletora de 50% de sombreamento sob o filme; viveiro com tela preta de monofilamento de 50% de sombreamento e viveiro com tela termorrefletora de 50% de sombreamento. Em cada ambiente de cultivo, foram testados os substratos: 100% de solo; 80% de solo e 20% de composto orgânico; 60% de solo e 40% de composto orgânico; 40% de solo e 60% de composto orgânico; 20% de solo e 80% de composto orgânico, e 100% de composto orgânico. O efeito do ambiente foi examinado usando procedimento estatístico para análise de experimentos combinados (grupos de experimentos). Dentro dos ambientes, um delineamento experimental inteiramente casualizado foi adotado, com oito repetições. O substrato com 80% de solo e 20% de Organosuper® foi o mais propício para a formação das mudas. A estufa agrícola foi o melhor ambiente para a formação das mudas de tamarindeiro.<hr/>The tamarind is an important fruit occurring in the Brazilian Cerrado and with a deep root system having resistance to prolonged droughts. Its fruits are used in cooking, their seeds are used for animal fodder and its oil is used in the pharmaceutical companies. Given the above, this study had the aim to evaluable tamarind ungrafted seedlings formation in different substrates composition and protected environments. The seedlings were grown in greenhouse covered with low density polyethylene film of 150 micron and screen thermal-reflector of 50% shading under film; nursery with black monofilament screen 50% of shading and nursery with screen thermal-reflector of 50% shading. In each cultivation environment, substrates were tested: 100% soil, 80% soil and 20% organic compost, 60% soil and 40% organic compost, 40% soil and 60% organic compost, 20% soil and 80% organic compost, and 100% organic compost. The effect of environment was examined using statistical procedures for analysis of combined experiments (experiments groups). Within environments a completely randomized design with eight replications. The substrate with 80% soil and 20% Organosuper® was the most conducive for seedlings. The greenhouse was the best environment for tamarind seedlings. <![CDATA[<b>Teores de carboidratos em estacas lenhosas de mirtileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400029&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo do trabalho foi avaliar as alterações no teor de carboidratos em estacas lenhosas de mirtileiro das cultivares Delite, Powder Blue e Seleção 19. O trabalho foi dividido em dois experimentos, primeiramente foram analisados os teores de amido e de açúcares solúveis a partir de ramos coletados em quatro épocas (03-06, 04-07, 24-07 e 11-08-2008) e, posteriormente, avaliou-se o teor de carboidratos em estacas coletadas nas mesmas épocas citadas, porém submetidas ao enraizamento e avaliadas em diferentes épocas (03-06, 04-07, 04-08, 03-09 e 03-10; 04-07, 04-08, 03-09, 03-10; 24-07, 04-08, 03-09 e 03-10; 11-08, 03-09 e 03-10). Verificou-se que a cultivar Powder Blue tem maior concentração de amido nos ramos que as cultivares Delite e Seleção 19. Estacas lenhosas de mirtileiro com baixos teores de amido, quando submetidas ao enraizamento, apresentam ressíntese de amido. No fim do período de inverno, ocorre aumento na concentração de amido nos ramos lenhosos de mirtileiro. Este aumento ao final do período de inverno está associado à maior taxa de enraizamento.<hr/>The aim at this study was to evaluate the alterations on carbohydrates metabolism of hardwood cuttings of blueberries cv. Delite, Powder Blue and Seleção 19. The starch and soluble sugars concentration were evaluated in blueberry branches at four different times in a first experiment (06/03, 07/04, 07/24 and 08/11/2008) and later the metabolism of carbohydrates were evaluated in harvested hardwood cuttings submitted to rooting conditions (06/03, 07/04, 08/04, 09/03 and 10/03; 07/04, 08/04, 09/03 and 10/03; 07/24, 08/04, 09/03 and 10/03; 08/11, 09/03 and 10/03). It was verified that the cv. Powder Blue has higher starch concentration in the branches than Delite and Seleção 19. Hardwood cuttings of blueberry with low percentage of starch, when subjected to rooting, have resynthesis of starch. At the end of the winter, there is an increase in starch in the branches of woody blueberry. A higher amount of starch in the branches during the winter is associated to a higher rate of rooting. <![CDATA[<b>Germinação e vigor de sementes de <i>Crataeva tapia</i> L. em diferentes substratos e temperaturas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400030&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Crataeva tapia L., espécie florestal pertencente à família Caparidaceae, conhecida popularmente como trapiá, é uma árvore frutífera de múltiplos usos na medicina popular, como madeireira e árvore ornamental. Dessa forma, objetivou-se definir substratos e temperaturas para condução de testes de germinação e vigor com sementes de C. tapia. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente ao acaso, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 5 x 6, com os fatores temperaturas (20; 25; 30; 35 °C constantes e 20-30 °C alternada) e substratos (papel toalha, sobre papel mata borrão, areia, vermiculita, bioplant® e plantmax®), em quatro repetições de 25 sementes. As características analisadas foram: porcentagem, primeira contagem e índice de velocidade de germinação, bem como comprimento e massa seca de plântulas. Para a germinação das sementes de C. tapia, recomenda-se a temperatura de 20-30 °C em todos os substratos testados, exceto sobre papel mata borrão. O papel toalha proporcionou a maior porcentagem de germinação das sementes quando comparados aos demais substratos.<hr/>Crataeva tapia L., forest species belonging to the family Caparidaceae popularly known as the rag is a fruit tree with multiple uses in folk medicine, as timber and as ornamental tree. Thus the objective of the study was to define substrate and temperature for conduction of germination and vigor tests with seeds of C. tapia. The experiment was conducted in a completely randomized design with treatments arranged in a factorial 5 x 6, with temperature factors (20, 25, 30, 35 °C constant and alternating 20-30 °C) and substrate (paper towel, on blotting paper, sand, vermiculite, and plantmax® bioplant®) in four replicates of 25 seeds. The characteristics were analyzed: percentage, first count and index of germination speed, as well as length and seedling dry weight. For seed germination of C. tapia is recommended temperatures at 20-30 °C on all substrates, except on blotting paper. The paper towel provided the highest percentage of seed germination when compared to other substrates. <![CDATA[<b>Influência do substrato, tamanho de sementes e maturação de frutos na formação de mudas de pitangueira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400031&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os experimentos foram realizados na Embrapa Clima Temperado, e as muda , conduzidas em bandejas de poliestireno expandido, de 72 células, colocadas em casa de vegetação com irrigação manual. O delineamento experimental adotado nos experimentos foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial, utilizando-se de quatro repetições com 12 sementes cada (Experimento 1) e três repetições com 18 sementes cada (Experimento 2). Os tratamentos do Experimento 1 foram o tamanho de semente (média e pequena) e o substrato (Plantimax®, vermiculita e fibra de coco). Já no Experimento 2, os tratamentos utilizados foram as seleções de pitangueira (67 e172) e a maturação do fruto (parcial e totalmente maduro). Os parâmetros avaliados foram: porcentagem de emergência, comprimento da parte aérea e da maior raiz (cm), número de folhas por planta, massa da matéria seca da raiz e da parte aérea (g), sementes brocadas, dormentes e não emergidas. As sementes de tamanho médio foram superiores às pequenas em todas as variáveis avaliadas. O substrato Plantimax® proporcionou maior massa da matéria seca total do que a fibra de coco, porém não diferindo da vermiculita. A seleção 172 apresentou maior porcentagem de emergência e menor dormência do que a 67. As sementes oriundas dos frutos totalmente maduros apresentaram maior dormência e menor número de folhas do que as sementes de frutos parcialmente maduros. Conclui-se que a utilização de sementes de tamanho médio e do substrato Plantimax® proporciona melhor desenvolvimento inicial de mudas de pitangueira. O grau de maturação dos frutos afeta o processo de dormência das sementes e o desenvolvimento inicial das mudas de pitangueira.<hr/>The experiments were carried out at Embrapa Temperate Climate and the seedlings conducted in polystyrene trays with 72 cells, placed in a greenhouse with manual irrigation. The experimental design used in the experiments was completely randomized in a factorial design, using four replicates with 12 seeds each (Experiment 1) and three replicates of 18 seeds each (Experiment 2). The treatments of experiment 1 were the seed size (medium and small) and substrate (Plantimax®, vermiculite, coconut fiber). In the second experiment the treatments were the selections of Surinam cherry (67 and 172) and fruit ripening (partially and fully mature). The parameters were evaluated: emergency percentage, shoot length and the longest root (cm), number of leaves per plant, dry mass of root and shoot (g), brocade seeds, dormant and not emerged. The seeds of medium size were higher than little seeds in all variables. The substrate Plantimax® provided greater total dry matter than the coconut fiber, but no difference from the vermiculite. The selection 172 had a higher percentage of emergency and lower dormancy than 67. Seeds from fully ripe fruits showed higher dormancy and fewer leaves than partially ripe fruit seeds. It is concluded that the use of medium size seed and the substrate Plantimax® improve seedling development of Surinam cherry. The degree of ripeness of the fruit affects the process of seeds dormancy and initial seedling of Surinam cherry. <![CDATA[<b>Equilíbrio nutricional de goiabeiras a partir da calagem e adubação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400032&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Guava response to liming and fertilization can be monitored by tissue testing. Tissue nutrient signature is often diagnosed against nutrient concentration standards. However, this approach has been criticized for not considering nutrient interactions and to generate numerical biases as a result of data redundancy, scale dependency and non-normal distribution. Techniques of compositional data analysis can control those biases by balancing groups of nutrients, such as those involved in liming and fertilization. The sequentially arranged and orthonormal isometric log ratios (ilr) or balances avoid numerical bias inherent to compositional data. The objectives were to relate tissue nutrient balances with the production of "Paluma" guava orchards differentially limed and fertilized, and to adjust the current patterns of nutrient balance with the range of more productive guava trees. It was conducted one experiment of 7-yr of liming and three experiments of 3-yr with N, P and K trials in 'Paluma' orchards on an Oxisol. Plant N, P, K, Ca and Mg were monitored yearly. It was selected the [N, P, K | Ca, Mg], [N, P | K], [N | P] and [Ca | Mg] balances to set apart the effects of liming (Ca-Mg) and fertilizers (N-K) on macronutrient balances. Liming largely influenced nutrient balances of guava in the Oxisol while fertilization was less influential. The large range of guava yields and nutrient balances allowed defining balance ranges and comparing them with the critical ranges of nutrient concentration values currently used in Brazil and combined into ilr coordinates.<hr/>A resposta da goiabeira à calagem e à adubação pode ser monitorada por análises de tecido vegetal. O perfil nutricional é definido em relação a padrões de teores de nutrientes. No entanto, os teores de nutrientes-padrão são constantemente criticados por não considerarem as interações que ocorrem entre nutrientes e por gerarem tendências numéricas, decorrentes da redundância dos dados, da dependência de escala e da distribuição não normal. As técnicas de análise composicional de dados podem controlar esses dados tendenciosos, equilibrando os grupos de nutrientes, tais como os envolvidos na calagem e na adubação. A utilização das relações log isométricas (ilr) ortonormais, sequencialmente dispostas, evita tendências numéricas inerentes aos dados de composição. Os objetivos do trabalho foram relacionar o balanço de nutrientes dos tecidos vegetais com a produção de goiabeiras em pomares de 'Paluma' diferentemente corrigidos e adubados, e ajustar os atuais padrões de nutrientes com a faixa de equilíbrio das goiabeiras mais produtivas. Um experimento de calagem de sete anos e três, experimentos de três anos com doses de N, P2O5 e K2O, foram conduzidos em pomares de goiabeiras 'Paluma' em um Latossolo Vermelho-Amarelo. Os teores de N, P, K, Ca e Mg na planta foram monitorados anualmente. Selecionaram-se os balanços [N, P, K | Ca, Mg], [N, P | K], [N | P] e [Ca | Mg] para separar os efeitos da calagem (Ca-Mg) e dos fertilizantes (N-K) nos balanços de macronutrientes. Os balanços foram mais influenciados pela calagem do que pela fertilização. A produtividade das goiabeiras e seu balanço nutricional permitiram a definição de faixas de equilíbrio de nutrientes e sua validação com as faixas de concentrações críticas atualmente utilizadas no Brasil e combinadas em coordenadas ilr. <![CDATA[<b>Caracterização dos efeitos de deficiências de macronutrientes em mudas de mangabeira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400033&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Knowledge of the mineral nutrition requirements of mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) is relatively scarce and rudimentary because there is a lack of consistent data concerning its nutritional demands at different developmental stages. The aim of this research was to characterize the visual symptoms of macronutrient deficiencies and to evaluate the effects of these deficiencies on the growth, the production of dry matter, and the leaf content of mangabeira. To achieve this goal, a greenhouse experiment was conducted at the Goiano Federal Institute (Instituto Federal Goiano) in Rio Verde - GO, from January to June 2011 in which mangabeira plants were arranged in a random block design and grown in nutrient solutions. This experiment was replicated four times. The plants were treated with either a complete nutrient solution or a nutrient solution from which the individual macronutrient of interest (nitrogen (N), phosphorous (P), potassium (K), magnesium (Mg), calcium (Ca), or sulfur (S) had been omitted. The omission of a macronutrient from the nutrient solution resulted in morphological alterations that were characteristic symptoms of the particular nutritional deficiency and caused decreases in growth and dry matter mass production. The accumulation of macronutrients displayed the following order in mangabeira leaves: N>K>Ca>P>S>Mg.<hr/>Os conhecimentos de nutrição mineral da mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) são relativamente escassos e incipientes, faltando dados consistentes sobre sua demanda nutricional desde a fase de viveiro até a fase de produção. Com o objetivo de caracterizar os sintomas visuais de carências de macronutrientes, avaliar os efeitos da deficiência no crescimento, produção de massa da matéria seca e conteúdo foliar de mangabeira, foi conduzido um experimento em casa de vegetação no IF Goiano em Rio Verde - GO, nos períodos de janeiro a junho de 2011, onde plantas de mangaba foram cultivadas em solução nutritiva, no delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos de solução nutritiva completa e omissão individual de nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), magnésio (Mg), cálcio (Ca) e enxofre (S). A omissão dos nutrientes na solução nutritiva resultou em alterações morfológicas, traduzidas como sintomas característicos de deficiência nutricional, diminuição no crescimento e produção de massa da matéria seca, e o acúmulo de nutrientes apresentou a seguinte ordem decrescente para os macronutrientes: N>K>Ca>P>S>Mg em folhas de mangabeira. <![CDATA[<b>Estresse salino altera a fluorescência da clorofila em mangueira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400034&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study evaluated the tolerance of mango cultivars 'Haden', 'Palmer', 'Tommy Atkins' and 'Uba' grafted on rootstock 'Imbú' to salt stress using chlorophyll fluorescence. Plants were grown in modified Hoagland solution containing 0, 15, 30, and 45 mmol L-1 NaCl. At 97 days the parameters of the chlorophyll fluorescence (F0, Fm, Fv, F0/Fm, Fv/Fm, Fv'/Fm', ΦPSII = [(Fm'-Fs)/(Fm')], D = (1- Fv'/Fm') and ETR = (ΦPSII×PPF×0,84×0,5) were determined. At 100 days, the leaf emission and leaf area, toxicity and leaf abscission indexes were determined. In all cultivars evaluated, in different degree, there were decreases in photochemical efficiency of photosystem II, enhanced concentrations from 15 mmol L-1 NaCl. The decreases in the potential quantum yield of photosystem II (Fv/Fm) were 27.9, 18.7, 20.5, and 27.4%, for cultivars 'Haden', 'Palmer', 'Tommy Atkins', and 'Uba', respectively, when grown in 45 mmol L-1 NaCl. It was found decreases in leaf emission and mean leaf area in all cultivars from 15 mmol L-1 NaCl. There were increases in leaf toxicity of 33.0, 67.5, 41.6 and 80.8% and in leaf abscission of 71.8, 29.2, 32.5, and 67.9% for the cultivars 'Haden', 'Palmer', 'Tommy Atkins', and 'Uba' respectively, when grown in 45 mmol L-1 NaCl. Leaf toxicity and leaf abscission were not observed in 15 mmol L-1 NaCl. The decrease in Fv/Fm ratio were accompanied by decreasing in leaf emission and increased leaf toxicity index, showing, therefore, the potential of chlorophyll fluorescence in the early detection of salt stress in mango tree.<hr/>Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do estresse salino sobre a eficiência fotoquímica do fotossistema II (PSII) nas cultivares de manga 'Haden', 'Palmer', 'Tommy Atkins' e 'Ubá' enxertadas sobre o porta-enxerto 'Imbu'. Foi utilizada solução nutritiva de Hoagland modificada contendo 0; 15; 30e 45 mmol L-1 NaCl. Aos 97 dias após a exposição ao estresse salino, foram avaliados os parâmetros da fluorescência da clorofila (F0, Fm, Fv, F0/Fm, Fv/Fm, Fv'/Fm', ΦPSII = [(Fm'-Fs)/(Fm')], D = (1- Fv'/Fm') e ETR = (ΦPSII×PPF×0,84×0,5). Aos 100 dias, foram avaliados a emissão foliar, a área média de folhas (cm²), o índice de toxidez nas folhas e o índice de abscisão foliar. Em todas as cultivares, em graus diferenciados, ocorreram decréscimo na eficiência fotoquímica do fotossistema II, na emissão de folhas, e aumento nos índices de toxidez e abscisão foliar, intensificados nas concentrações a partir de 15 mmol L-1 NaCl. As plantas cultivadas em 45 mmol L-1 NaCl apresentaram decréscimos na razão Fv/Fm de 27,9; 18,7; 20,5 e 27,4%, incremento no índice de toxidez foliar de 33,0; 67,5; 41,6 e 80,8% e no índice de abscisão foliar de 71,8; 29,2; 32,5 e 67,9% para as cultivares 'Haden', 'Palmer', 'Tommy Atkins' e 'Uba', respectivamente. Os decréscimos na razão Fv/Fm foram acompanhados de redução na emissão de folhas e aumento no índice de toxidez foliar, mostrando, portanto, o potencial da fluorescência da clorofila na detecção precoce de estresse salino em mangueira. <![CDATA[<b>Mapeamento da produtividade, fertilidade do solo e falhas de plantas em pomar de laranjeiras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400035&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The current high competition on Citrus industry demands from growers new management technologies for superior efficiency and sustainability. In this context, precision agriculture (PA) has developed techniques based on yield mapping and management systems that recognize field spatial variability, which contribute to increase profitability of commercial crops. Because spatial variability is often not perceived the orange orchards are still managed as uniform and adoption of PA technology on citrus farms is low. Thus, the objective of the present study was to characterize the spatial variability of three factors: fruit yield, soil fertility and occurrence of plant gaps caused by either citrus blight or huanglongbing (HLB) in a commercial Valencia orchard in Brotas, São Paulo State, Brazil. Data from volume, geographic coordinates and representative area of the bags used on harvest were recorded to generate yield points that were then interpolated to produce the yield map. Soil chemical characteristics were studied by analyzing samples collected along planting rows and inter-rows in 24 points distributed in the field. A map of density of tree gaps was produced by georeferencing individual gaps and later by counting the number of gaps within 500 m² cells. Data were submitted to statistical and geostatistical analyses. A t test was used to compare means of soil chemical characteristics between sampling regions. High variation on yield and density of tree gaps was observed from the maps. It was also demonstrated overlapping regions of high density of plant absence and low fruit yield. Soil fertility varied depending on the sampling region in the orchard. The spatial variability found on yield, soil fertility and on disease occurrence demonstrated the importance to adopt site specific nutrient management and disease control as tools to guarantee efficiency of fruit production.<hr/>A atual competitividade existente no setor citrícola demanda dos produtores novas estratégias de manejo para aumento de eficiência e sustentabilidade. Nesse sentido, a agricultura de precisão (AP) tem desenvolvido técnicas baseadas no mapeamento de produtividade e sistemas de manejos que reconheçam a variabilidade espacial existente no campo, o que contribui para aumentar a lucratividade de pomares comerciais. Como a variabilidade espacial normalmente não é visualizada, os pomares ainda são manejados como uniformes, e a adoção das tecnologias de AP nas fazendas citrícolas é baixa. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi carcaterizar a variabilidade espacial de três fatores: produtividade de frutos, fertilidade do solo e ocorrência de falhas de plantas causadas pelo declínio dos citros e pelo (HLB), em um talhão comercial de citros em Brotas-SP. Dados de volume, coordenadas geográficas e área de representação dos sacolões utilizados na colheita foram registrados para gerar pontos de produtividade, que foram interpolados para produzir o mapa de produtividade. As características químicas do solo foram estudadas por meio de análises de amostras coletadas ao longo das linhas de plantio e no centro das entrelinhas em 24 pontos distribuídos no talhão. Um mapa de densidade de falhas de plantas foi realizado por meio do georreferenciamento das falhas e da posterior contagem do número de falhas em células de 500 m². Os dados foram submetidos a análises estatísticas e geoestatísticas. Utilizou-se o teste t para comparação de médias das características químicas do solo entre as regiões de amostragem. A partir dos mapas realizados, observou-se grande variação de produtividade e de densidade de falhas. Eles também mostraram manchas sobrepostas de alta densidade de falhas de plantas e baixa produtividade de frutos. A fertilidade do solo nas regiões amostradas mostrou-se significativamente diferente. A variabilidade espacial encontrada na produtividade, na fertilidade do solo e na ocorrência de doenças demonstrou a importância do manejo localizado nutricional e fitossanitário como ferramentas para garantir eficiência na produção de frutas. <![CDATA[<b>Parasitismo natural em moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) no semiárido do sudoeste da Bahia, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400036&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Parasitoides são importantes agentes de controle natural de tefritídeos, e os conhecimentos sobre as relações tritróficas podem subsidiar o manejo destas pragas. Este trabalho objetivou estimar índices de parasitismo em moscas-das-frutas, em 21 espécies vegetais, e identificar as espécies de parasitoides associados, nas condições do semiárido do sudoeste da Bahia. Oito hospedeiros apresentaram infestação por Anastrepha spp. e, destes, em quatro, ocorreu parasitismo superior a 20,0%, sendo: 20,8% (Ziziphus joazeiro L.); 21,3% (Spondias tuberosa L.); 32,4% (Spondias purpurea L.) e 57,1% (Malpighia emarginata L.). Os parasitoides coletados pertencem à família Braconidae, sendo 89% de Doryctobracon areolatus e 11% de Asobara anastrephae.<hr/>Parasitoids are important natural control agents of tephritids and knowledge about the tritrophic relationships can support the management of these pests. This study aimed to estimate of parasitism indexes in fruit flies in 21 plant species and identify the species of parasitoids associated, in semiarid conditions of Southwestern Bahia. Eight hosts showed infestation by Anastrepha spp. and, of these, four occurred parasitism above 20.0%, of which: 20.8% (Ziziphus joazeiro L.); 21.3% (Spondias tuberosa L.); 32.4% (Spondias purpurea L.) and 57.1% (Malpighia emarginata L.). The collected parasitoids belong to the Braconidae family, 89% of Doryctobracon areolatus and 11% of Asobara anastrephae. <![CDATA[<b>Abacaxi 'Turiaçu'</b>: <b>cultivar tradicional nativa do Maranhão</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400037&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se caracterizar a biometria da planta e analisar física e quimicamente frutos de abacaxi da cultivar Turiaçu e proceder à análise comparativa com outras cultivares tradicionais e melhoradas. Trata-se de uma seleção nativa da Amazônia Maranhense que apresenta importância socioeconômica no Estado do Maranhão. As plantas e frutos foram avaliados no período de 2007 a 2009, em um experimento de campo, no espaçamento de 1,0 x 0,40 m, para o qual se utilizaram mudas tipo filhote com 35 a 40 cm de comprimento. Os dados foram analisados por técnicas da estatística descritiva, obtendo-se a média de cada caráter e os coeficientes de correlação linear simples entre nove caracteres priorizados. Os resultados indicam que o peso médio do fruto de 1.620 g, coroa média, o teor de sólidos solúveis totais de 16,1 ºBrix e a coloração amarela da polpa configuram um produto que atende às exigências comerciais. O teor de acidez é baixo, requerendo ajuste no ponto de colheita para aproveitamento industrial. A elevada produção de filhotes por planta assegura a renovação das áreas de cultivo.<hr/>Characterize the biometry of plant and analyze physical and chemically pineapple fruits of Turiaçu cultivar and proceed comparative analysis with others traditional and improved cultivars, were the main objectives of this study. 'Turiaçu' is considered a native selection from the Eastern Amazon Basin and of great importance to the State of Maranhão. The field experiment was conduced from 2007 to 2009, using spacing in simple rows of 1.0 x 0.40 m. The medium-slips for planting got 35 to 40 cm. The data were analyzed by descriptive statistics leading to get the average of each character and the coefficient of linear correlation between nine main characters. The average fruit weight (1,620.0 g), medium crown, total soluble solids content (16.1ºBrix) and the pulp of yellow color, configure a product suitable to market exigencies. The acidity content is lower than other cultivars, requiring adjust in harvest point aiming industrial uses. The high production of slips per plant assure cultivation of new areas. <![CDATA[<b>Caracterização fenológica, frutificação efetiva e produção de maçãs 'Eva' em clima semiárido no nordeste brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400038&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente experimento foi conduzido de agosto de 2008 a dezembro de 2009,com o objetivo de caracterizar os estádios fenológicos, frutificação e produção de frutos de macieiras 'Eva', cultivadas em clima semiárido no Nordeste do Brasil. Dados fenológicos foram determinados em observações diárias, do estádio de gema dormente ao amadurecimento de frutas. Foram avaliadas as seguintes variáveis: i) a frutificação efetiva; ii) o número de frutos por planta; iii) a produção de frutos por planta (kg); e iv) o rendimento de frutos (t/ha). Sob condições de trópico semiárido, o ciclo vegetativo da maciera cv. 'Eva' foi concluído em 136 (2008) e 128 dias (2009). É possível obter produção de maçãs sob condições tropicais semiáridas. Estudos e mais alguns anos de avaliação são necessários para gerar um sistema de produção de maçã sob condições semiáridas.<hr/>The experiment was conducted from August 2008 to December 2009 aiming at characterizing the phenological stages, fruit set and fruit yield of apple trees cv. 'Eva', grown under tropical semiarid climate in the Northeastern Brazil. Phenological data were determined by daily observations from bud breaking to the fruit ripeness and the following fruit variables were also recorded: i) fruit set: ratio between number of flowers and number of fruits (%); ii) number of fruit per plant; iii) fruit production per plant (kg); and iv) fruit yield (t/ha). Under tropical semiarid conditions the vegetative cycle of apple trees cv. 'Eva' is completed in 136 (2008) and 128 days (2009). It is possible to obtain apple fruit production under tropical semiarid conditions. Further studies and some more years of evaluation are necessary to generate an apple production system under semiarid conditions. <![CDATA[<b>Produtividade do morangueiro submetido a diferentes intensidades de poda do sistema radicular </b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400039&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study aimed to evaluate the growth of plants and the precocity of strawberry production under different root pruning intensities at planting time. Bare roots plants with 12 millimeters crown diameter produced in nurseries from the Patagonia region, Argentina were used. The planting was carried out on May 12th 2010 into experimental plots with non-fumigated soil. The treatments consisted of three cultivars (Camarosa, Florida Festival and Camino Real) and three pruning intensities (1/3, 2/3 and no pruning) on the total root length of the plants. The experimental design used was a randomized block design in a 3x3 factorial arrangement with three replications and 12 plants per plot and density of 11.1 plants m-2. Mature fruits were harvested from July 15th to December 14th 2010 and the production of fresh fruit was determined. There was no significative interaction between cultivars and pruning intensity. 'Camarosa' and 'Florida Festival' plants showed precocity and had the most abundant and heavier fruits during the precocity period. The different root pruning intensities did not affect the assessed variables. It was concluded that, in order to facilitate strawberry planting of the cultivars Camarosa, Florida Festival and Camino Real root pruning is possible, with no damages on plant growth and development, precocity and early fruit production.<hr/>O objetivo deste estudo foi avaliar o crescimento de plantas e a precocidade de produção do morangueiro submetido a diferentes intensidades de poda do sistema radicular, no momento do plantio. Foram utilizadas mudas de raízes nuas produzidas em viveiros, na região da Patagônia Argentina, com diâmetro médio da coroa de 12 milímetros. O plantio foi realizado em 12 de maio de 2010, em parcelas experimentais, em solo não fumigado. Os tratamentos abrangeram três cultivares (Camarosa, Florida Festival e Camino Real) e três intensidades de poda (1/3, 2/3 e sem poda) sobre o comprimento total de raízes das mudas, em esquema fatorial 3 × 3, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, 12 plantas por parcela e densidade de 11,1 plantas por m². As frutas foram colhidas maduras, no período entre 15 de julho a 14 dezembro de 2010, sendo determinada a produção de fruta fresca. Não houve interação significativa entre cultivares e intensidades de poda. As plantas das cultivares 'Camarosa' e 'Florida Festival' foram mais precoces e tiveram maior número e peso das frutas durante o período considerado precoce. As diferentes intensidades de poda do sistema radicular não influenciaram as variáveis avaliadas. Concluímos que, para facilitar o plantio de muda de morangueiro das cultivares Camarosa, Florida Festival e Camino Real, é possível fazer a poda do sistema radicular sem prejuízos no crescimento e desenvolvimento das plantas, na precocidade e na produção precoce de frutas. <![CDATA[<b>Emergência e formação de mudas de guavira com substratos contendo composto orgânico e solo sob diferentes ambientes telado</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400040&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study aimed to evaluate different proportions of organic compost and soil as a substrate for the guavira emergence and seedling formation under different protected environments, in the high Pantanal region of the state of Mato Grosso do Sul. The seeds were placed in polyethylene bags (15 x 25 centimeters) filled with four percentages of organic compost (0%, 20%, 80%, and 100% of total volume) mixed with soil. These substrates were tested in agro-nurseries covered with black screen and 50% thermo-reflecting shade cloths. The substrate with 20% soil and 80% organic compost and the black screen shade cloth promote the best performance in the seedling production.<hr/>Este estudo teve como objetivo avaliar diferentes proporções de composto orgânico e solo como substrato para a emergência e formação de mudas de guavira, em diferentes ambientes protegidos, na região do alto Pantanal Sul-Mato-Grossense. As sementes foram acondicionadas em sacolas de polietileno de 15,0 x 25,0 cm preenchidas com quatro porcentagens de composto orgânico (0%; 20%; 80% e 100% do volume total) misturadas ao solo. Estes substratos foram testados em viveiros agrícolas de tela preta e termorrefletora de 50% de sombreamento. O substrato 20% solo e 80% composto orgânico e o ambiente com tela preta promoveram melhor desempenho na formação das mudas. <![CDATA[<b>Acidez do solo e calagem em pomares de frutíferas tropicais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400041&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A produtividade agrícola nos trópicos é afetada, principalmente, pelos fatores ligados à acidez do solo (pH, saturação por bases, acidez potencial, disponibilidade de nutrientes). A calagem é uma prática bem conhecida para corrigir a acidez do solo em culturas anuais, ainda que não seja praticada com a regularidade necessária. Entretanto, em culturas perenes, a incorporação de corretivos é mais complexa, devido às características desse grupo de plantas e à carência de informações científicas sobre o assunto. Em condições de acidez, a calagem promove a neutralização do Al3+, a elevação do pH e o fornecimento de Ca e Mg, possibilitando a proliferação de raízes, com reflexos positivos no crescimento da parte aérea das plantas. Contudo, devido à baixa solubilidade e à lenta movimentação do calcário ao longo do perfil do solo, há obrigatoriedade de se fazer distribuição uniforme e incorporação profunda, antecedendo a implantação do pomar, a fim de garantir o eficiente aproveitamento de água e de nutrientes contidos nessas camadas. A calagem deve ser considerada um investimento, pois seus benefícios perduram além de um ano ou de uma safra agrícola. Isso se deve ao efeito residual dos corretivos de acidez do solo, sendo o tempo de duração desse efeito dependente de vários fatores, entre os quais: condições edafoclimáticas, cultura, manejo da área e tipo de corretivo empregado. Em geral, partículas maiores de calcário têm efeito residual mais prolongado, sendo empregadas na implantação dos pomares. No entanto, a relação entre o tamanho da partícula e o efeito residual tem sido pouco pesquisada, devido à necessidade de estudos de longa duração. Em função das elevadas doses de adubos nitrogenados utilizadas nos pomares de altos rendimentos, a acidez do solo aumenta, como resultado do processo de nitrificação. Em pomares já implantados, o procedimento atualmente utilizado pelos produtores é a incorporação superficial do calcário na área. As recomendações talvez fossem outras, caso houvesse maior subsídio da pesquisa, tendo em vista os diversos problemas fitossanitários que podem ocorrer, direta ou indiretamente da prática da incorporação do corretivo, tais como redução do sistema radicular, ferimento das raízes e consequente risco de infecções, com disseminação de pragas e doenças no pomar. O objetivo desta revisão é apresentar os principais resultados de pesquisas sobre o assunto, mostrando os efeitos da calagem sobre a fertilidade do solo, a nutrição e a produtividade de frutíferas de grande importância econômica para o Brasil, bem como discutir a duração do efeito residual dos corretivos e a dose mais ecônomica a ser aplicada nos pomares de frutas em implantação e em produção.<hr/>Agricultural productivity in the tropics is affected first by soil acidity and related factors (pH, base saturation, potential acidity, nutrient availability). Liming is a well-known but irregularly used beneficial practice to correct soil acidity in annual cropping systems. For perennial crops such as fruit orchards, lime incorporation is more difficult to implement as a result of length of the rotation and lack of scientific support. The lime neutralizes exchangeable aluminum, increases pH and supplies Ca and Mg to the growing roots. Because lime moves slowly in the soil, it must be incorporated deeply and uniformly before establishing the orchard to enhance soil exploration by the root system. Compared to fertilizers and pesticides liming can impact soil properties during several consecutive seasons and its effect depends on soil type, contact with the soil as lime is incorporated, fruit species and liming material. In general, the effect of larger lime particles is long-lasting. In orchards, lime is applied before establishment using lime materials of varying grain sizes. However, the relationship between grain size and long-time effect has been little studied because long-time research is expensive. With increasing application of ammonium-based N fertilizers in high-yielding orchards, soil acidity increases as a result of nitrification. Farmers presently apply lime superficially to established orchards in absence of sufficient experimentation on possible damage to the root system, root infection, pest blooms and soil compaction. The aim of this chapter is to quantify the effect of liming experiments on soil fertility, mineral nutrition and yield of tropical orchards in Brazil during establishment and full production cycles and determine the economic lime rate optimum for a long-term effect. <![CDATA[<b>Frutos: o remédio do futuro!</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400042&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A produtividade agrícola nos trópicos é afetada, principalmente, pelos fatores ligados à acidez do solo (pH, saturação por bases, acidez potencial, disponibilidade de nutrientes). A calagem é uma prática bem conhecida para corrigir a acidez do solo em culturas anuais, ainda que não seja praticada com a regularidade necessária. Entretanto, em culturas perenes, a incorporação de corretivos é mais complexa, devido às características desse grupo de plantas e à carência de informações científicas sobre o assunto. Em condições de acidez, a calagem promove a neutralização do Al3+, a elevação do pH e o fornecimento de Ca e Mg, possibilitando a proliferação de raízes, com reflexos positivos no crescimento da parte aérea das plantas. Contudo, devido à baixa solubilidade e à lenta movimentação do calcário ao longo do perfil do solo, há obrigatoriedade de se fazer distribuição uniforme e incorporação profunda, antecedendo a implantação do pomar, a fim de garantir o eficiente aproveitamento de água e de nutrientes contidos nessas camadas. A calagem deve ser considerada um investimento, pois seus benefícios perduram além de um ano ou de uma safra agrícola. Isso se deve ao efeito residual dos corretivos de acidez do solo, sendo o tempo de duração desse efeito dependente de vários fatores, entre os quais: condições edafoclimáticas, cultura, manejo da área e tipo de corretivo empregado. Em geral, partículas maiores de calcário têm efeito residual mais prolongado, sendo empregadas na implantação dos pomares. No entanto, a relação entre o tamanho da partícula e o efeito residual tem sido pouco pesquisada, devido à necessidade de estudos de longa duração. Em função das elevadas doses de adubos nitrogenados utilizadas nos pomares de altos rendimentos, a acidez do solo aumenta, como resultado do processo de nitrificação. Em pomares já implantados, o procedimento atualmente utilizado pelos produtores é a incorporação superficial do calcário na área. As recomendações talvez fossem outras, caso houvesse maior subsídio da pesquisa, tendo em vista os diversos problemas fitossanitários que podem ocorrer, direta ou indiretamente da prática da incorporação do corretivo, tais como redução do sistema radicular, ferimento das raízes e consequente risco de infecções, com disseminação de pragas e doenças no pomar. O objetivo desta revisão é apresentar os principais resultados de pesquisas sobre o assunto, mostrando os efeitos da calagem sobre a fertilidade do solo, a nutrição e a produtividade de frutíferas de grande importância econômica para o Brasil, bem como discutir a duração do efeito residual dos corretivos e a dose mais ecônomica a ser aplicada nos pomares de frutas em implantação e em produção.<hr/>Agricultural productivity in the tropics is affected first by soil acidity and related factors (pH, base saturation, potential acidity, nutrient availability). Liming is a well-known but irregularly used beneficial practice to correct soil acidity in annual cropping systems. For perennial crops such as fruit orchards, lime incorporation is more difficult to implement as a result of length of the rotation and lack of scientific support. The lime neutralizes exchangeable aluminum, increases pH and supplies Ca and Mg to the growing roots. Because lime moves slowly in the soil, it must be incorporated deeply and uniformly before establishing the orchard to enhance soil exploration by the root system. Compared to fertilizers and pesticides liming can impact soil properties during several consecutive seasons and its effect depends on soil type, contact with the soil as lime is incorporated, fruit species and liming material. In general, the effect of larger lime particles is long-lasting. In orchards, lime is applied before establishment using lime materials of varying grain sizes. However, the relationship between grain size and long-time effect has been little studied because long-time research is expensive. With increasing application of ammonium-based N fertilizers in high-yielding orchards, soil acidity increases as a result of nitrification. Farmers presently apply lime superficially to established orchards in absence of sufficient experimentation on possible damage to the root system, root infection, pest blooms and soil compaction. The aim of this chapter is to quantify the effect of liming experiments on soil fertility, mineral nutrition and yield of tropical orchards in Brazil during establishment and full production cycles and determine the economic lime rate optimum for a long-term effect. <![CDATA[<b>Precisamos da sua valiosa cooperação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400043&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A produtividade agrícola nos trópicos é afetada, principalmente, pelos fatores ligados à acidez do solo (pH, saturação por bases, acidez potencial, disponibilidade de nutrientes). A calagem é uma prática bem conhecida para corrigir a acidez do solo em culturas anuais, ainda que não seja praticada com a regularidade necessária. Entretanto, em culturas perenes, a incorporação de corretivos é mais complexa, devido às características desse grupo de plantas e à carência de informações científicas sobre o assunto. Em condições de acidez, a calagem promove a neutralização do Al3+, a elevação do pH e o fornecimento de Ca e Mg, possibilitando a proliferação de raízes, com reflexos positivos no crescimento da parte aérea das plantas. Contudo, devido à baixa solubilidade e à lenta movimentação do calcário ao longo do perfil do solo, há obrigatoriedade de se fazer distribuição uniforme e incorporação profunda, antecedendo a implantação do pomar, a fim de garantir o eficiente aproveitamento de água e de nutrientes contidos nessas camadas. A calagem deve ser considerada um investimento, pois seus benefícios perduram além de um ano ou de uma safra agrícola. Isso se deve ao efeito residual dos corretivos de acidez do solo, sendo o tempo de duração desse efeito dependente de vários fatores, entre os quais: condições edafoclimáticas, cultura, manejo da área e tipo de corretivo empregado. Em geral, partículas maiores de calcário têm efeito residual mais prolongado, sendo empregadas na implantação dos pomares. No entanto, a relação entre o tamanho da partícula e o efeito residual tem sido pouco pesquisada, devido à necessidade de estudos de longa duração. Em função das elevadas doses de adubos nitrogenados utilizadas nos pomares de altos rendimentos, a acidez do solo aumenta, como resultado do processo de nitrificação. Em pomares já implantados, o procedimento atualmente utilizado pelos produtores é a incorporação superficial do calcário na área. As recomendações talvez fossem outras, caso houvesse maior subsídio da pesquisa, tendo em vista os diversos problemas fitossanitários que podem ocorrer, direta ou indiretamente da prática da incorporação do corretivo, tais como redução do sistema radicular, ferimento das raízes e consequente risco de infecções, com disseminação de pragas e doenças no pomar. O objetivo desta revisão é apresentar os principais resultados de pesquisas sobre o assunto, mostrando os efeitos da calagem sobre a fertilidade do solo, a nutrição e a produtividade de frutíferas de grande importância econômica para o Brasil, bem como discutir a duração do efeito residual dos corretivos e a dose mais ecônomica a ser aplicada nos pomares de frutas em implantação e em produção.<hr/>Agricultural productivity in the tropics is affected first by soil acidity and related factors (pH, base saturation, potential acidity, nutrient availability). Liming is a well-known but irregularly used beneficial practice to correct soil acidity in annual cropping systems. For perennial crops such as fruit orchards, lime incorporation is more difficult to implement as a result of length of the rotation and lack of scientific support. The lime neutralizes exchangeable aluminum, increases pH and supplies Ca and Mg to the growing roots. Because lime moves slowly in the soil, it must be incorporated deeply and uniformly before establishing the orchard to enhance soil exploration by the root system. Compared to fertilizers and pesticides liming can impact soil properties during several consecutive seasons and its effect depends on soil type, contact with the soil as lime is incorporated, fruit species and liming material. In general, the effect of larger lime particles is long-lasting. In orchards, lime is applied before establishment using lime materials of varying grain sizes. However, the relationship between grain size and long-time effect has been little studied because long-time research is expensive. With increasing application of ammonium-based N fertilizers in high-yielding orchards, soil acidity increases as a result of nitrification. Farmers presently apply lime superficially to established orchards in absence of sufficient experimentation on possible damage to the root system, root infection, pest blooms and soil compaction. The aim of this chapter is to quantify the effect of liming experiments on soil fertility, mineral nutrition and yield of tropical orchards in Brazil during establishment and full production cycles and determine the economic lime rate optimum for a long-term effect.