Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Fruticultura]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-294520170002&lang=pt vol. 39 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[ALTERAÇÕES DE INDICADORES OSMÓTICOS E IÔNICOS EM <em>Ananas comosus</em> (L.) cv.‘MD GOLD’ PRÉ-TRATADOS COM FITOHORMÔNIOS E SUBMETIDOS AO MEIO SALINO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200101&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this study was to evaluate the effect of NaCl on the hydroponic culture of cv. MD Gold pineapple pretreated with the phytohormones naphthaleneacetic acid (NAA) and 6-benzylaminopurine (BAP) using indicators of water stress and osmotic adjustment. Pineapple seedlings from saline treatments in the absence (-NB) and presence (+NB) of the phytohormones during the in vitro culture were grown in Hoagland &amp; Arnon (1950) nutrient solution in the absence and presence of different NaCl concentrations (50; 100 and 150 mM) for 10 days in a greenhouse. Plants obtained from in vitro culture pretreated with phytoregulators (+NB) showed distinct physiological responses compared to non-treated plants (-NB) in relation to dry mass (DM) in roots, electrolyte leakage (EL) and Na+ and K+ concentrations in leaves and roots, and also regarding soluble sugars (TSS), free amino acids (TFAA) and proline (PRO) concentrations in leaves. Additionally, salt treatments induced similar responses in -NB and +NB plants, however differing in relation to intensity and the studied organs. The presence of NaCl in the solution reduced leaf DM in the -NB treatment, the leaf relative water content in -NB and +NB, and root RWC only in the -NB treatment. High levels of NaCl increased leaf EL in the +NB treatment. Potassium levels decreased with the increase of NaCl concentrations in nutrient solution for leaves and roots submitted to -NB treatment and for roots submitted to +NB treatment. Leaf potassium levels increased in +NB treatment regardless of salt treatment. No ionic toxic effects were identified except for roots subjected to 150 mM NaCl solution both for -NB and +NB conditions. TSS concentrations decreased with increasing NaCl concentration in leaves for both -NB and +NB treatments. Furthermore, TFAA and PRO showed increased levels in leaves subjected to saline stress, being more expressive in -NB treatment. In conclusion, pretreatment with growth regulators in pineapple plants minimized the effects of NaCl, despite higher concentrations of this salt affecting most of the evaluated parameters. Additionally, we conclude that the osmotic effect of salt stress was determinative for the physiological changes and that roots have different outcomes regarding the increment of growth regulators and NaCl concentrations.<hr/>RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do NaCl durante o cultivo hidropônico de abacaxizeiro ‘MD Gold’ pré-tratado com os fitohormônios ácido naftalenoacético (ANA) e 6-benzilaminopurina (BAP) utilizando indicadores de estresse hídrico e de ajustamento osmótico. Plântulas de abacaxizeiro, provenientes de tratamentos salinos na ausência (-AB) e presença (+AB) dos fitohormônios, durante o cultivo in vitro, foram cultivadas em solução nutritiva na ausência e em presença de diferentes concentrações de NaCl (50; 100 e 150 mM), durante 10 dias em casa de vegetação. Plantas provenientes do cultivo in vitro pré-tratadas com os fitohormônios (+AB), apresentaram respostas fisiológicas distintas daquelas não tratadas com os mesmos (-AB), com relação à massa seca (MS) em raízes, vazamento de eletrólitos (VE) e concentrações de Na+ e K+ em folhas e raízes e, também, com relação às concentrações de açúcares solúveis (AST), aminoácidos livres (AALT) e prolina (PRO) em folhas. Adicionalmente, o tratamento salino induziu respostas similares entre as plantas -AB e +AB, mas diferentes em relação a intensidade e aos órgãos estudados. A presença de NaCl na solução reduziu a MS de folhas no tratamento -AB, conteúdo relativo de água de folhas em -AB e +AB e em raízes apenas no tratamento -AB. Altos níveis de NaCl aumentaram o VE em folhas no tratamento +AB. Os níveis de K+ diminuíram com o aumento da concentração de NaCl na solução nutritiva em folhas e raízes do tratamento -AB e em raízes no tratamento +AB e aumentaram, independente do tratamento salino, em folhas do tratamento +AB. Não foi possível identificar o efeito tóxico dos íons, com exceção das raízes submetidas a 150 mM de NaCl em +AB e -AB. As concentrações de AST diminuíram com o aumento da concentração de NaCl em folhas, nas plantas -AB e +AB. Já os AALT e PRO tiveram seus níveis aumentados em folhas submetidas ao estresse salino, sendo mais expressivo no tratamento -AB. Concluímos que o pré-tratamento com os fitohormônios em plantas de abacaxizeiro minimizaram os efeitos do NaCl , apesar de altas concentrações deste sal afetarem a maioria dos caracteres avaliados. Adicionalmente, conclui-se que o efeito osmótico do estresse salino foi determinante para as alterações fisiológicas observadas e que folhas e raízes apresentam respostas diferentes com relação ao incremento de fitohormônios e também às concentrações de NaCl. <![CDATA[BIOLOGIA DA POLINIZAÇÃO DE <em>Citrus sinensis</em> VARIEDADE ‘PERA RIO’]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200201&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Aspects related to the floral biology of Citrus sinensis ‘Pera Rio’ variety were studied in the present work aiming to obtain information about the pollination ecology in the local agriculture. Studies of flowering, anthesis, pollen / ovule ratio, stigmatic receptivity, pollen viability, nectar characterization and floral visitors were carried out. From the data studied, the following information was obtained: C. sinensis variety ‘Pera Rio’ flourishes in two annual periods (dry and rainy), the anthesis occurs from 9:00 AM with duration of 24 hours, during which period stigma receptivity, pollen viability and nectar secretion are highly significant, demonstrating that the species also possesses characteristics of allogenic plants. Apis mellifera was a floral visitor, with a greater number of individuals with a Relative Frequency (RF) of 51.1%. Melipona scutellaris obtained second place in visits with RR = 23.6%; Followed by Trigona spinipes with FR = 17.7%. The two seasons (dry and rainy) presented high similarity (Morisita index = 0.64). C. sinensis has floral biology favorable to cross pollination and bees A. mellifera and M. scutellaris are potential pollinators of this fruit in the conditions in the region of the Recôncavo Baiano. The reproductive system of C. sinensis is mixed, being favorable to entomophilic pollination.<hr/>RESUMO Aspectos relacionados à biologia floral de Citrus sinensis var Pera Rio foram estudados no presente trabalho, com o objetivo de obter informações da ecologia da polinização na agricultura local. Foram realizados estudos da floração, antese, razão pólen/óvulo, receptividade estigmática, viabilidade polínica, caracterização do néctar e visitantes florais. A partir dos dados estudados, foram obtidas as seguintes informações: C. sinensis var Pera Rio floresce em dois períodos anuais (seco e chuvoso), a antese ocorre a partir das 9:00 da manhã com duração de 24 horas, período pelo qual a receptividade do estigma, viabilidade polínica e a secreção de néctar são altamente significativos demonstrando que a espécie também possui características de plantas alogâmicas. Apis mellifera se destacou como visitante floral, com um maior número de indivíduos com Frequência Relativa (FR) de 51,1%. Melipona scutellaris obteve segundo lugar nas visitas com FR = 23,6%; seguida por Trigona spinipes com FR = 17,7%. As duas estações (seca e chuvosa) apresentaram similaridade alta (índice de Morisita = 0,64). C. sinensis possui biologia floral favorável à polinização cruzada e as abelhas A. mellifera e M. scutellaris são potenciais polinizadores dessa fruteira nas condições do Recôncavo Baiano. O sistema reprodutivo de C. sinensis é misto, sendo favorável à polinização entomófila. <![CDATA[MECANISMOS DE TOLERÂNCIA À SALINIDADE EM BANANEIRA :ASPECTOS FISIOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E MOLECULARES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200202&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT In the northeastern region of Brazil, saline soils are constraints to banana production, becoming necessary to understand the mechanisms of salt tolerance. Two bananas genotypes, Tap Maeo, tolerant, and Berlin, sensitive, were subjected to treatment with 50 mol m-3 NaCl or without salt. This study evaluated the effects of salt on the following physiological aspects: leaf area, content and distribution of Na+, membrane integrity, proton AT Pase activity. Besides, a search for differentially expressed genes was performed using the Differential Display technique. Tap Maeo genotype showed the smallest reduction in leaf area, smaller accumulation of Na+ and malondialdehyde (MDA), and higher activity of proton AT Pase activity. Two sequences differentially expressed in the tolerant genotype, (Musa 07, Musa 23), shared a high degree of identity with the amino acid sequences of the genes SOS1 and SOS2, respectively. The clone Musa 10 was highly similar to amino acid sequence of the ascorbate peroxidase gene, and Musa 26, encodes the enzyme betaine aldehyde dehydrogenase. These significant biological markers indicate that salinity tolerance in banana involves at least two simultaneous mechanisms: the activation of the SOS pathway, increasing the extrusion of Na+, and the activation of antioxidative system, increasing the synthesis of APX and betaine aldehyde dehydrogenase enzyme.<hr/>RESUMO Na região Nordeste do Brasil, solos salinos são restritivos à produção de banana, tornandose necessário compreender os mecanismos de tolerância de sal. Dois genótipos de banana, Tap Maeo, tolerante, e Berlim, sensível, foram submetidos ao tratamento com 50 mol m-3 NaCl ou sem sal. Este estudo avaliou os efeitos do sal sobre os seguintes aspectos fisiológicos: área foliar, conteúdo e distribuição de Na+, integridade da membrana, atividade da AT Pase. Além disso, uma busca por genes diferencialmente expressos foi realizada usando a técnica Differential Display. O genótipo Tap Maeo apresentou a menor redução na área foliar, menor acúmulo de Na+ e malondialdeído (MDA) bem como maior atividade da H+AT Pase. Duas sequências diferencialmente expressas no genótipo tolerante (Musa 07, Musa 23) compartilham alto grau de identidade com as sequências de aminoácidos dos genes SOS1 e SOS2, respectivamente. O clone Musa 10 é muito semelhante à sequência de aminoácidos do gene da peroxidase do ascorbato, e o Musa 26 codifica a enzima aldeído betaína desidrogenase. Estes marcadores biológicos significativos indicam que a tolerância à salinidade em banana envolve pelo menos dois mecanismos simultâneos: a ativação da via SOS, aumentando a extrusão do Na+, e a ativação do sistema antioxidante, aumentando a síntese de APX e da enzima aldeído betaína desidrogenase. <![CDATA[SENSIBILIDADE AO ESTRESSE AMBIENTAL EM BANANEIRA COMPROVADA PELA FLUORESCÊNCIA DA CLOROFILA a]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200203&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This study aimed to evaluate the physiological responses to environmental stress during pre- and post-harvest of the following banana cultivars: Prata (AAB), Japira (AAAB) and Vitoria (AAAB). Analyses were carried out on young plants at vegetative stage (daughter-plant) and adult plants at reproductive stage (motherplant). The experimental design was completely randomized. In the in vivo pre-harvest analysis were used seven replications, in a factorial scheme (3x2x2), three cultivars and two stages (vegetative and reproductive) and two collection periods (March and June). For the analysis of post-harvest quality were used five replications in a factorial design (3x2x5), corresponding to three cultivars, two development stages and five periods of post-harvest analysis, carried out every two days from stage 4 of fruit ripening. The chlorophyll a fluorescence emission kinetics showed low photochemical performance of the three cultivars in June, a period characterized by lower temperatures and water deficit. Prata was the cultivar with the lowest tolerance to abiotic physiological behavior changes, which also reflected in fruit quality, because there was a change in physical and physicochemical parameters. Japira and Vitoria cultivars showed similar physiological responses in the pre- and post-harvest periods, according to their phylogenetic proximity. The total performance index, i.e., the conservation of energy absorbed by PSII up to the reduction of the final PSI acceptors (PItotal) and the di-malonic aldehyde (MDA) content were significantly higher in Japira and Vitoria cultivars compared to Prata cultivar in the reproductive phase. There was no significant change in the potential quantum efficiency of PSII (FV / FM = jP0) among the three cultivars. It was concluded that Japira and Vitoria cultivars showed greater plasticity to tolerate or even adapt to abiotic variations keeping higher fruit yield. PItotal is the most sensitive parameter during the banana life cycle and important tool for distinguishing different cultivars yields.<hr/>RESUMO Este trabalho objetivou avaliar as respostas fisiológicas ao estresse ambiental, durante a pré e a pós-colheita, das cultivares: Prata (AAB), Japira (AAAB) e Vitória (AAAB). As análises foram realizadas em plantas jovens, em estádio vegetativo (planta-filha) e em plantas adultas, em estádio reprodutivo (planta-mãe). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado. Nas análises de pré-colheita, in vivo, utilizaram-se sete repetições, em esquema fatorial (3x2x2), três cultivares, dois estádios: vegetativo e reprodutivo e dois períodos de coleta (março e junho). Para a qualidade pós-colheita, utilizaram-se 5 repetições, em esquema fatorial (3x2x5), três cultivares, dois estádios de desenvolvimento e cinco períodos de análise, realizadas a cada dois dias a partir do estádio 4 de amadurecimento dos frutos. A cinética de emissão da fluorescência da clorofila a mostrou baixo desempenho fotoquímico das três cultivares no mês de junho, período caracterizado por temperaturas mais baixas e deficiência hídrica. A cv. Prata foi a que apresentou um comportamento fisiológico menos tolerante às alterações abióticas, o que refletiu também na qualidade dos frutos, pois houve alteração nos parâmetros físicos e físicoquímicos. As cultivares Japira e Vitória apresentaram respostas fisiológicas na pré e pós-colheita bem semelhantes, condizente com sua maior proximidade filogenética. O índice de desempenho total, isto é, a conservação da energia absorvida pelo PSII até a redução dos receptores finais (PItotal) e o conteúdo do di-aldeído malônico (MDA) foram significativamente mais elevados nas cv. pira e Vitória em comparação com a cv. Prata na fase reprodutiva. Não houve mudança significativa na eficiência fotoquímica potencial máxima do FSII (FV/FM =jP0) entre as três cultivares. Conclui-se que as cv. Japira e Vitória mostraram maior plasticidade para tolerar ou até mesmo se adequar às variações abióticas mantendo maior rendimento do fruto. PItotal é o parâmetro mais sensível durante o ciclo de vida da bananeira e importante ferramenta para distinguir cultivares de diferentes rendimentos. <![CDATA[COMPARAÇÃO DA QUALIDADE DE MORANGOS ORGÂNICOS E CONVENCIONAIS DE VÁRIAS PROPRIEDADES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Strawberries are appreciated worldwide. However, a large quantity of agrochemicals is used in their production because of their highly susceptibility to pests and diseases. Many studies have compared the quality of fruits grown on organic production system and conventional system, but results are often contradictory. The aim of this study was to compare the strawberries fruits quality (Fragaria ananassa Duch) grown under organic and conventional production systems. Seven pairs of farms were selected, and fruits were collected at different times and production locations. Experimental design was completely randomized, with a 2 x 5 factorial scheme (two production system types x five storage periods) with four replicates of ten strawberries. Strawberries produced under organic production system exhibited higher soluble solids contents and firmer pulp than those produced under conventional system. Weight loss, titratable acidity and ascorbic acid concentrations were not influenced by farming systems. Conventional system resulted in fruits with lower rot index, while strawberries produced under organic production system exhibited higher soluble solids contents and firmer pulp. Thus, in this study it was observed that each production system was responsible for benefit different attributes in strawberries.<hr/>RESUMO Morangos são apreciados em todo o mundo. No entanto, uma grande quantidade de produtos agroquímicos é utilizada na sua produção por serem muito susceptíveis a pragas e doenças. Muitos estudos têm comparado à qualidade de frutos provenientes do sistema orgânico e do sistema convencional, mas os resultados são contraditórios. O objetivo deste estudo foi comparar a qualidade de morangos (Fragaria ananassa Duch) cultivados sob métodos de cultivo orgânico e convencional. Setepares de fazendas foram selecionados, e frutos foram coletados em diferentes momentos e locais de produção. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com esquema fatorial 2 x 5 (dois tipos de cultivo x cinco períodos de armazenamento), com quatro repetições. Morangos produzidos no sistema de cultivo orgânico apresentaram maiores teores de sólidos solúveis e polpa mais firme que os produzidos no sistema convencional. A perda de massa fresca, acidez titulável e os teores de ácido ascórbico não foram influenciados pelos sistemas de cultivo. O sistema convencional resultou em frutos com menores índices de podridão, enquanto que morangos provenientes do sistema de cultivo convencional exibiram frutos com conteúdo maior de sólidos solúveis e polpa firme. Desta forma, neste trabalho foi observado que cada sistema de cultivo foi responsável em beneficiar diferentes atributos de qualidade em morangos. <![CDATA[DIVERSIDADE QUÍMICA E FENOTÍPICA DAS AMEIXAS MEXICANAS (Spondias purpurea L.) DOS ESTADOS DE GUERRERO E MORELOS, MÉXICO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200302&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Fruits from 86 ecotypes of Mexican plum were harvested from the states of Guerrero and Morelos during the dry season. Of these, 22 were wild ecotypes and 64 were cultivated varieties. Among the variables measured, those with the highest variation coefficients were color, flavor, and mass (&gt; 45%), highlighting the presence of considerable intra-species variability. Cluster analysis separated the 86 accessions into 5 groups, mainly on the basis of color, flavor, length, and mass. Members from the first three groups had red (Group I), yellow (Group II), or purple (Group III) epicarps and higher values of mass (12.2-16 g), length (29.6-33.9 mm), pulp yield (68.8-71.9% ), TSS (11.16-11.52 °Brix) and flavor index (14.5-18.3), making them suitable for horticultural use and fresh consumption. The wild ecotypes clustered in the remaining two groups and consisted of small (23.2-27.7 mm, 5.5-8.2 g) red drupes of differing hues. The cherry-red color of the fruits from Group IV suggests possible antioxidant properties due to the presence of polyphenolic pigments which could be of interest to the pharmaceutical and cosmetic industries. Finally, fruits from Group V, being the most acidic (pH 2.7, 2.1% acidity), might be better suited for the preparation of pickled products and sauces.<hr/>RESUMO Frutos de 86 ecotipos de ameixa mexicana foram colhidos dos estados de Guerrero e Morelos durante a estação seca. Destes frutos, 22 foram ecotipos selvagens e 64 variedades cultivadas. Entre as variáveis medidas, aquelas com os maiores coeficientes de variação foram cor, sabor e massa (&gt; 45%), destacando-se a presença de considerável variabilidade intra-espécies. A análise de clusters separou os 86 acessos em 5 grupos, principalmente com base na cor, sabor, comprimento e massa. Os membros dos três primeiros grupos apresentaram epicarpos vermelhos (Grupo I), amarela (Grupo II) ou púrpura (Grupo III) e maiores valores de massa (12,2-16 g), comprimento (29,6-33,9 mm), rendimento de polpa (68,8 -71,9%), TSS (11,16-11,52 ° Brix) e índice de aroma (14,5-18,3), tornando-os adequados para uso hortícola e consumo fresco. Os ecotipos selvagens se agruparam nos restantes dois grupos e consistiram em pequenas drupas vermelhas (23,2-27,7 mm, 5,5-8,2 g) de diferentes tonalidades. A cor vermelha cereja dos frutos do Grupo IV sugere possíveis propriedades antioxidantes devido à presença de pigmentos polifenólicos que poderiam ser de interesse para as indústrias farmacêutica e cosmética. Por fim, os frutos do Grupo V, sendo os mais ácidos (pH 2,7- 2,1% de acidez), podendo ser mais adequados para a preparação de conservas e molhos. <![CDATA[QUALIDADE DE BANANA ORGÂNICA PRODUZIDA NO SEMIÁRIDO DE MINAS GERAIS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The northern semiarid region of Minas Gerais is an important producer of irrigated Prata-Anã banana variety, which is highly susceptible to fusarium wilt. The organic cultivation of resistant varieties may be an phytosanitary alternative, also adding value to fruits. This study aimed to characterize banana varieties produced in organic system based on chemical and physical assessments at post-harvest. Prata-Anã, BRS Platina, Fhia-18, BRS Conquista and BRS Tropical varieties were characterized at the point of harvest (green) and mature (stage six of maturation), by chemical and physical assessments. At the point of harvest, BRS Conquista and BRS Tropical banana varieties had more intense green skin color. ‘BRS Conquista’ presented lower fresh weight, shorter length and diameter than the other varieties. BRS Platinum variety had more fruit fresh mass, length and diameter. Mature Prata-Anã, BRS Platina, Fhia-18, BRS Conquista and BRS Tropical banana varieties showed no difference in soluble solids, pH, titrable acidity and ratio; BRS Platina variety had more intense yellow skin color and lower pulp/skin ratio. Greater dropping resistance occurred in BRS Conquista variety and BRS Tropical was less resistant. Prata-Anã banana variety showed higher firmness. Banana varieties differed more by the physical characteristics (skin color, size, dropping resistance, firmness and pulp/skin ratio) in relation to chemical characteristics.<hr/>RESUMO A região norte de Minas Gerais, semiárida, é importante produtora de banana ‘Prata-Anã’ irrigada, cultura altamente suscetível ao mal-do-panamá. O cultivo orgânico de variedades resistentes pode ser uma alternativa fitossanitária, além de agregar valor aos frutos. Objetivou-se caracterizar, em póscolheita, variedades de banana produzidas em sistema orgânico, com base em avaliações químicas e físicas. As variedades Prata-Anã, BRS Platina, Fhia-18, BRS Conquista e BRS Tropical foram caracterizadas no ponto de colheita (verdes) e maduras (estádio seis de maturação), por avaliações químicas e físicas. No ponto de colheita, bananas ‘BRS Conquista’ e ‘BRS Tropical’ tiveram a cor da casca verde mais intensa. A ‘BRS Conquista’ apresentou menor massa fresca, menor comprimento e diâmetro do fruto em relação às demais variedades. A ‘BRS Platina’ produziu frutos com maior massa fresca, comprimento e diâmetro. Bananas ‘Prata-Anã’, ‘BRS Platina’, ‘Fhia-18’, ‘BRS Conquista’, e ‘BRS Tropical’, maduras, não apresentaram diferença no teor de sólidos solúveis, pH, acidez titulável e ratio; a ‘BRS Platina’ obteve a casca com tonalidade amarela mais intensa e menor relação polpa/casca. Maior resistência ao despencamento ocorreu em ‘BRS Conquista’, e a ‘BRS Tropical’ foi menos resistente. A banana ‘Prata-Anã’ apresentou maior firmeza. As variedades diferiram mais pelas características físicas (cor da casca, tamanho, resistência ao despencamento, firmeza e relação polpa/casca) em relação às químicas. <![CDATA[DETERMINAÇÃO DA COLORAÇÃO DE MAMÃO ‘SUNRISE SOLO’ COM O USO DE SCANNER DE MESA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200304&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Color hue is a variable frequently used postharvest to assess the physiological maturity of various fruits. In general, mean color hue is quantified by visual techniques, but this method, based on human grading, is tedious and may be erroneous. The color of fruit peel is frequently determined at four points randomly distributed on the equatorial region of a fruit, but this practice can lead to biased results because these points represent the equatorial region only and not the total area of the fruit peel. Consequently, this bias is not due to equipment measurement errors, but to the bias in the sampling process of the points on the fruit epidermis. An alternative to such methods is the digital image which provides information about all regions of the fruit peel, and results in a more accurate mean hue. However, this technique requires calibration to correct the values of luminance, hue and intensity obtained through the scanner. This calibration can be performed from color patterns such that each pattern is assessed by means of a scanner and a colorimeter. Thus, an experiment was conducted using 297 color patterns based on the Munssel color chart for plant tissue. The results showed that the scanner could be used as a device for color assessment where the determination coefficients were above 0.9 for all color components. Next, a second experiment was conducted in order to compare the scanner and colorimeter methodologies. For this, we used a papaya fruit, cv. Sunrise Solo, which was assessed by these two devices for a period of 19 days. The results showed that the image analysis measures have a different mean hue when compared with the mean hue obtained by the method using a colorimeter. Therefore, it is recommended that digital image analysis be used for the evaluation of the hue of fruit peel color when fruit presents non-uniform coloration.<hr/>RESUMO A coloração é uma variável muito utilizada na pós-colheita para avaliar o estádio de maturação de diversos frutos. Geralmente, a coloração média é quantificada por meio de métodos subjetivos baseados na visão humana, levando a erros graves na classificação dos frutos. Outra forma de quantificar a cor média de um fruto é a partir da amostragem de pontos na superfície de sua casca, processo este geralmente realizado com o auxílio de um colorímetro. Para a análise da coloração do mamão, é usual o pesquisador amostrar quatro pontos na região equatorial da sua casca, porém tal prática pode levar a resultados viesados, pois esses pontos podem representar apenas a região equatorial em vez da região total. Uma alternativa a esses métodos é a utilização de imagens digitais que, no entanto, necessita de calibração para a correção dos valores de luminosidade, tonalidade e intensidade da cor obtidos por meio do scanner. Essa calibração pode ser realizada a partir de padrões de cores de tal forma que cada padrão é avaliado por meio do scanner e do colorímetro. Assim, foi conduzido o primeiro experimento utilizando 297 padrões de cor baseados na carta de Munssel para tecidos vegetais, o qual mostrou que o scanner pode ser utilizado como dispositivo para a quantificação da cor. Em seguida, foi conduzido um segundo experimento com o objetivo de comparar as metodologias do scanner e do colorímetro. Para isso, utilizou-se de um fruto de mamão cv. Sunrise Solo, o qual foi avaliado por meio dos dois equipamentos, por um período de 19 dias. A análise de imagens digitais levou a medidas diferentes de tonalidade média quando comparadas às tonalidades médias obtidas por meio do colorímetro. Sendo assim, é recomendada a utilização de análise de imagens digitais para a avaliação da tonalidade média da coloração da epiderme do mamão ‘Sunrise Solo’, principalmente nos estádios iniciais e finais de maturação. <![CDATA[QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA DE FRUTOS DE MANGA ‘UBÁ’ (<em>Mangifera indica</em> L.) SUBMETIDOS À INJÚRIA MECÂNICA DE IMPACTO DURANTE A COLHEITA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200305&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this study was to evaluate the quality of ‘Ubá’ mango fruit submitted to mechanical damage. The fruits were harvested in the 2012/2013 harvest, and let to drop once on a flat, hard surface, simulating the harvesting process of ‘Ubá’ mango, which is to drop all the fruits of a plant when they are physiologically mature. Treatments consisted of different drop heights (zero, one, two, three, four and five meters), totaling six treatments. After the fall, the fruits were submitted to ripening, and then evaluated for fresh mass loss (FML), presence of external lesions (PEL), presence of internal lesions (PIL), soluble solids content (SS),titratable acidity (TA), pH, SS/TA ratio and vitamin C. There was no difference between fresh weight loss of the dropped fruits and control. Regarding the presence of external and internal lesions, damage in fruits due to drop height tends to increase. The fruits that were not dropped presented higher SS content than the others, while those that fell from a height of 5 m had the vitamin C content reduced by 27.78% compared to control. The decrease in SS content and vitamin C was influenced by damage caused by the impact. It is concluded that mechanical damage caused by the impact interferes in the main attributes of quality of fruits and pulp of “Ubá” mango.<hr/>RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade da manga ‘Ubá’ submetida à injúria mecânica de impacto. Os frutos foram colhidos, na safra 2012/2013, e deixados cair uma única vez sobre uma superfície plana e rígida, simulando o processo de colheita da manga ‘Ubá’, que consiste em derrubar todos os frutos de uma planta, quando os mesmos encontram se fisiologicamente maduros. As alturas de queda: zero, um, dois, três, quatro e cinco metros, formaram seis tratamentos. Após a queda, os frutos foram submetidos ao amadurecimento, e em seguida avaliados em relação à perda de massa fresca (PMF), presença de lesões externas (PLE), presença de lesões internas (PLI), teor de sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), pH, relação SS/AT e vitamina C. Não houve diferença entre a perda de massa fresca dos frutos que sofreram queda e o controle. Com relação à PLE e PLI, a tendência é de aumento da injúria nos frutos relacionada a altura de queda. Os frutos que não sofreram queda apresentaram maior teor de SS que os demais, enquanto que os que caíram de uma altura de 5 m tiveram o teor de vitamina C reduzido em 27,78% em relação ao controle. A diminuição do teor de SS e vitamina C foi influenciada pelos danos provocados pelo impacto. Conclui-se que injúrias mecânicas de impacto interferem nos principais atributos de qualidade dos frutos e da polpa de manga ‘Ubá’. <![CDATA[QUALIDADE DE LIMA ÁCIDA ‘TAHITI’ ADUBADA COM NITROGÊNIO E POTÁSSIO NO SEMIÁRIDO DE MINAS GERAIS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200306&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This study aimed to evaluate external characteristics and juice obtained from ‘Tahiti’ acid lime produced under nitrogen and potassium fertilization. This study had a completely randomized design with three replicates of four fruits of the two central plants, 4 x 5 factorial and four N doses (0, 25, 50 and 100 Kg ha-1 year- 1) and five K2O doses (0, 25, 50, 100 and 200 Kg ha-1 year- 1), totaling 20 treatments. In the postharvest period, external characteristics (size, color and skin thickness, firmness and fresh mass) and juice (content, percentage, soluble solids, technological index, pH, titratable acidity, ratio and ascorbic acid) of fruits were evaluated. Size, skin color, soluble solids content and pH of ‘Tahiti’ acid lime juice were not affected by N and K2O fertilization. Skin thickness, juice percentage and technological index increased with the N and K2O doses applied to the soil. Juice content and fruit firmness decreased with application of K2O doses. Titratable acidity and ascorbic acid content increased with K2O doses. The different nitrogen and potassium doses influenced more the juice quality than the external characteristics of ‘Tahiti’ acid lime in the postharvest period.<hr/>RESUMO Objetivou-se avaliar as características externas e as do suco de lima-ácida ‘Tahiti’, produzida sob adubação nitrogenada e potássica. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com três repetições de quatro frutos das duas plantas centrais, em esquema fatorial 4 x 5, sendo quatro doses de N (0; 25; 50 e 100 Kg. ha-1. ano-1) e cinco doses de K2O (0; 25; 50; 100 e 200 kg. ha-1. ano-1), totalizando 20 tratamentos. Em pós-colheita, avaliaram-se as características externas (tamanho, cor e espessura da casca, firmeza e massa fresca) e as do suco (volume, percentagem, sólidos solúveis, índice tecnológico, pH, acidez titulável, ratio e ácido ascórbico dos frutos). O tamanho, a cor da casca, o teor de sólidos solúveis e o pH do suco de lima ácida ‘Tahiti’ não foram influenciados pelas adubações com N e K2O. A espessura da casca, a porcentagem de suco e o índice tecnológico aumentaram com as doses de N e K2O aplicadas no solo. O volume de suco e a firmeza do fruto reduziram com as aplicações das doses de K2O. A acidez titulável e o teor de ácido ascórbico aumentaram com as doses de K2O. As diferentes doses de adubação nitrogenada e potássica influenciaram mais na qualidade do suco que nas características externas de lima-ácida ‘Tahiti’, em pós-colheita. <![CDATA[MANUTENÇÃO DA QUALIDADE DE AMEIXAS ‘LAETITIA’ ARMAZENADAS EM ATMOSFETA MODIFICADA ATIVA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200307&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Recent studies have shown that passive modified atmosphere storage (MA) delays the ripening of ‘Laetitia’ plums but it increases the incidence of internal browning in comparison to cold storage (CS), possibly due to high CO2 and/or ethylene accumulation inside the package. The aim of this study was to evaluate the effect of active MA conditions [LDPE film (40 µm)] with CO2 absorber combined with low ethylene (LE) on ripening and quality preservation of ‘Laetitia’ plums during storage at 0.5ºC±0.1ºC and RH of 96%±2%. The treatments evaluated were cold storage (CS; 21.0 kPa O2 + &lt;0.03 kPa CO2); nonperforated MA with CO2 absorber; non-perforated MA with CO2 absorber and LE; perforated MA (with two perforations with diameter = 0.5 mm) with CO2 absorber; and perforated MA with CO2 absorber and LE. The partial pressures of O2 + CO2 (kPa) were 1.2 + &lt;0.1 and 2.8 + &lt;0.1, in non-perforated and perforated MA, respectively. Active MA, mainly non-perforated package, with CO2 absorber and LE, delayed fruit ripening, but did not reduce the incidence of internal breakdown in ‘Laetitia’ plums cold stored for 60 days. Fruits in active MA, with perforated or non-perforated package, with CO2 absorber and LE, showed lower intensity of internal breakdown than CS.<hr/>RESUMO Trabalhos recentes têm demonstrado que a atmosfera modificada (AM) passiva retarda o amadurecimento de ameixas ‘Laetitia’, mas causa maior ocorrência de escurecimento da polpa do que o armazenamento refrigerado (AR), possivelmente devido ao acúmulo de CO2 e/ou ao etileno no interior da embalagem. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da AM ativa, com absorção de CO2, combinada com baixo etileno (BE) sobre o amadurecimento e a manutenção da qualidade de ameixas ‘Laetitia’ durante o armazenamento a 0,5ºC±0,1ºC e UR de 96%±2%. Os tratamentos avaliados foram: AR (21 kPa de O2 + 0,03 kPa de CO2); AM + absorvedor de CO2; AM + absorvedor de CO2 e BE; AM com perfuração (duas perfurações de 0,5 mm de diâmetro) + absorvedor de CO2; AM com perfuração + absorvedor de CO2 e BE. Nos tratamentos com AM, foi utilizado o filme de polietileno de baixa densidade de 40 µm. As pressões parciais médias de O2 + CO2 (kPa) foram 2,8 + &lt;0,1 e 1,2 + &lt;0,1, em AM com perfuração e AM sem perfuração, respectivamente. A AM ativa, especialmente em embalagem não perfurada, com absorvedor de CO2 e BE (&lt;0,04 µL L-1), retardou o amadurecimento dos frutos, mas não reduziu a incidência de escurecimento da polpa após 60 dias de armazenamento. Os frutos acondicionados em AM ativa, em embalagem com ou sem perfuração, com absorvedor de CO2 e BE, apresentaram menor intensidade de escurecimento da polpa do que em AR. <![CDATA[EFEITOS DA APLICAÇÃO DE SILICATO DE POTÁSSIO EM PLANTAS DE MAMOEIRO SOBRE A POPULAÇÃO DO ÁCARO-RAJADO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200401&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The study objective was to determine whether potassium silicate application on papaya plants induces resistance to twospotted spider mite, Tetranychus urticae, and decreases its infestation. In greenhouse, the effects of potassium silicate in foliar and soil application on seedlings artificially infested, were evaluated. Two doses of potassium silicate 2 and 4L.ha-1 applied at different times were tested, resulting in treatments with different spray frequencies. Mites were submitted to three assessments, 20, 30 and 40 days after infestation, counting the number of eggs, mites and exuviae of T. urticae present along the main vein. In laboratory, fertility life tables of T. urticae fed with papaya leaves taken from plants of treatments receiving foliar application of potassium silicate were built. The residual effect was evaluated by spraying leaf discs in a Potter tower and transfer of females after 24 hours. Physiological analyses of leaves were performed to assess the physiological components indicative of activation of the defense mechanism of plants. The application of potassium silicate induced the production of plant defense substances reducing the net reproduction rate values (Ro). On the other hand, in the experiment about residual effect, it was observed hormoligosis induction with increased number of eggs per female. In the greenhouse, potassium silicate application did not result in reduced T. urticae infestation.<hr/>RESUMO O objetivo do trabalho foi determinar se a aplicação de silicato de potássio em plantas de mamoeiro induz resistência ao ácaro-rajado, Tetranychus urticae, e diminui sua infestação. Em casa de vegetação foi avaliado o efeito da aplicação de silicato de potássio, via foliar e via solo, em mudas infestadas artificialmente. Foram testadas duas doses de silicato de potássio, 2 e 4L.ha-1, aplicadas em diferentes momentos, resultando em tratamentos com números diferentes de pulverizações. Para avaliação dos ácaros foram realizadas três avaliações, com 20, 30 e 40 dias após a infestação dos ácaros, contando-se o número de ovos, formas ativas e exúvias de T. urticae presentes ao longo da nervura principal. Em laboratório foram construídas tabelas de vida de fertilidade de T. urticae alimentado com folhas de mamoeiro retiradas das plantas dos tratamentos que receberam aplicação de silicato de potássio via foliar. O efeito residual foi avaliado com a pulverização de discos de folhas em torre de Potter e transferência das fêmeas 24 horas após. Foram realizadas análises fisiológicas das folhas para avaliação de componentes fisiológicos indicativos de ativação de mecanismos de defesa das plantas. A aplicação de silicato de potássio induziu a produção de substâncias de defesa da planta reduzindo os valores da taxa líquida de reprodução (Ro). Por outro lado, no experimento de efeito residual houve a indução de hormoligose, com aumento do número de ovos por fêmea. Em casa de vegetação, a aplicação de silicato de potássio não resultou em redução da infestação de T. urticae. <![CDATA[PENETRAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E REPRODUÇÃO DE <em>Meloidogyne enterolobii</em> EM ESPÉCIES DE <em>Psidium</em> E RESPOSTAS CELULARES INDUZIDAS NAS RAÍZES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200402&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Meloidogyne enterolobii has severely compromised the main guava producing regions in Brazil, thereby stimulating the development of resistant varieties for efficient management of this nematode. This study aimed to assess the penetration, development, reproduction, and induced cellular responses of M. enterolobii in roots of four species of the genus Psidium (P. guajava‘Paluma’, P. guineense, P. cattleyanum, and P. friedrichstalianum) from the Active Germplasm Bank (BAG) of the Center for Agricultural Research of the Semi-arid Tropics (Embrapa Semi-arid) located in Petrolina, PE, Brazil. Three experiments were carried out to assess the penetration, development, and reproduction of the nematode and, subsequently, histological analyses were performed. Nematode penetrated indistinctly in both resistant and susceptible species, but only in ‘Paluma’ an evolution was observed from vermiform juveniles to “sausage” and globose forms in experiment 1. In experiment 2, all species presented “sausage” forms of nematode, but only in ‘Paluma’, these forms reached adult female stages. In experiment 3, only ‘Paluma’ was susceptible to M. enterolobii, with reproduction factor above unity. Histological analyses showed that, except for P. guajava, the other Psidium species presented poorly developed feeding sites at 20 days after inoculation.<hr/>RESUMO A presença de Meloidogyne enterolobii nas principais regiões de cultivo de goiabeira tem comprometido severamente a produção brasileira do fruto e estimulado o desenvolvimento de variedades resistentes para manejo eficiente do nematoide. O presente estudo teve como objetivos avaliar a penetração, o desenvolvimento, a reprodução e as respostas celulares induzidas por M. enterolobii nas raízes de quatro espécies do gênero Psidium (P. guajava ‘Paluma’, P. guineense, P. cattleyanume P. friedrichstalianum), provenientes do Banco Ativo de Germoplasma (BAG) do Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semiárido (Embrapa Semiárido), localizado em Petrolina-PE. Foram realizados três experimentos para a avaliação da penetração, desenvolvimento e reprodução do nematoide, e, ao final, realizadas análises histológicas. O nematoide penetrou indistintamente nas espécies resistentes e suscetíveis, mas apenas em ‘Paluma’ houve evolução dos juvenis vermiformes para as formas salsichoides e globosas, no experimento 1. No experimento 2, em todas as espécies, havia formas salsichoides do nematoide, porém, apenas em ‘Paluma’, elas chegaram a fêmeas adultas. No experimento 3, apenas ‘Paluma’ mostrou-se suscetível a M. enterolobii com fator de reprodução maior do que 1. As análises histológicasmostraram que, ao contrário de P. guajava, as demais espécies de Psidium apresentaram sítios de alimentação pouco desenvolvidos aos 20 dias após a inoculação. <![CDATA[INDUÇÃO DE RESISTÊNCIA EM MUDAS DE VIDEIRA A <em>Xanthomonas campestris</em> pv. <em>viticola</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200403&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this work was to evaluate the effect of Saccharomyces cerevisiae (SC), Acibenzolar-S-Methyl (ASM), organic acids and polyphenols (OAP) and potassium silicate (SiK) on protecting grapevine plants (cv. Redglobe) from Xanthomonas campestris pv. viticola. Four application rates for each product (SC at 2.0, 2.50, 3.0, 3.50 and 4.0 mL 100 L-1; ASM and OAP at 2.50, 3.00, 3.50, 4.50 and 6.00 mL 100 L-1 and SiK at 5.00, 6.50, 7.50 and 8.50 mL 100 L-1) in different application times (0, 5, 10, and 15 days before inoculation), and the enzymatic activity of peroxidases, phenylalanine ammonia-lyase and ß-1,3 glucanases were evaluated. Plants were inoculated with a bacterial suspension of 5 x 108 CFU mL-1 by rubbing with gauze. The epidemiological variables incidence (INC), severity (SEV) and area under the disease progress curve (AUDPC) were assessed. The treatment with ASM had the lowest averages of INC (38%) and SEV (1.52%) from 3 g 100 L-1. The application of 4.5 mL 100 L-1 of OAP reduced the plant disease in 52% of INC and 2.45% of SEV. SiK and SC presented no significant reduction in these variables compared to control. The ASM applied 15 days before the inoculation (DBI) reduced the disease in 91.31% and the APO in 73.34%, while SC and SiK reduced the disease in 67.49 and 60.11%, respectively, with applications at 5 DBI. There was no increase of peroxidase activity in any of the treatments. There was a significant increase in activity of ß-1,3 glucanases and phenylalanine ammonia-lyase in plants treated with ASM at 15 DBI, indicating an influence on the induction of resistance of plants to this disease.<hr/>RESUMO Este trabalho objetivou avaliar o efeito de: Saccharomyces cerevisiae (SC), Acibenzonlar-SMethyl (ASM), ácidos orgânicos e polifenóis (AOP) e silicato de potássio (SiK) na proteção de mudas de videira cv. Redglobe à Xanthomonas campestris pv. viticola. Foram avaliados para cada produto quatro doses: SC 2,0; 2,50; 3,0; 3,50 e 4,0 mL 100 L-1, ASM e AOP 2,50; 3,00; 3,50; 4,50 e 6,00 mL 100 L-1 e SiK 5,00, 6,50, 7,50 e 8,50 mL 100 L-1) em diferentes períodos de aplicação: 0, 5, 10, e 15 dias antes da inoculação bem como, a atividade enzimática de peroxidase, fenilalanina amônia-liase e ß-1,3 glucanases. As plantas foram inoculadas com suspensão bacteriana a 5 x 108 UFC. mL-1 pelo método da fricção com gaze. As variáveis epidemiológicas da doença avaliadas foram: incidência (INC), severidade (SEV) e área abaixo da curva progresso e severidade da doença (AUDPC). As menores médias de INC e SEV foram auferidas pelo ASM com 38% e 1,52%, respectivamente, a partir da aplicação com 3g 100 L -1. A aplicação de 4,5mL 100 L-1 de AOP reduziu a doença com plantas com 52% de INC e 2,45 de SEV. SiK e SC não apresentaram redução significativa nestas variáveis com relação a testemunha. Pulverização com ASM 15 dias antes da inoculação (DAI) reduziu a doença em 91,31% e AOP em 73,34%, enquanto que SC e SiK reduziram a doença em 67,49 e 60,11% respectivamente com pulverização aos 5 (DAI). Em nenhum dos tratamentos houve incremento da atividade de peroxidase. Houve significativa elevação da atividade de ß-1,3 glucanases e fenilalanina amônia-liase em plantas pulverizadas com ASM aos 15 dias (DAI), indicando haver influência na indução de resistência das plantas a doença. <![CDATA[MODELOS AGROMETEOROLÓGICOS NÃO-LINEARES PARA ESTIMAR O DESENVOLVIMENTO DE FRUTOS DE LICHIA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200701&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The influence of climate on the development of lychee fruit is complex, but few studies have discussed the problem. We developed agrometeorological models for simulating the development of fruit fresh matter (FM), fruit dry matter (DM), fruit length (LE), fruit diameter (DI), fruit volume (VO), and fruit number per cluster (FN) of the “Bengal” lychee cultivar as functions of climatic conditions. We conducted three analyses: (a) the influence of mean meteorological elements on the rates of fruit growth, (b) estimation of fruit development by the agrometeorological models using sigmoidal adjustments, and (c) simulation of fruit development using multiple nonlinear regression of two meteorological elements to improve the accuracy. A rate of water deficit (WD) near 5 mm d-1 maximised FM, DM, LE, DI, and VO. Increases in potential evapotranspiration (PET), degree days (DD), and actual evapotranspiration (AET) were correlated with increases in VO and decreases in LE and NF. Models estimating fruit development indicated that the accumulation of WD, PET, AET, and DD had sigmoidal relationships with all variables of fruit growth except FN. FN decreased as WD, PET, AET, and DD increased. The adjusted multivariate models were accurate, with the largest error of 6.45 cm3 (VO). The best models were: FM = f(SWD, DD), LE = f(SAET, DD), DI = f(SWD, DD), VO = f(SWD, DD), and FN = f(SAET, WD).<hr/>RESUMO A influência do clima no desenvolvimento de frutos de lichia é complexa, e poucos trabalhos abordam a questão. Objetivou-se com este trabalho determinar modelos agrometeorológicos para simular o desenvolvimento da matéria fresca (FM), matéria seca (DM), comprimento do fruto (FE), diâmetro do fruto (DI), volume do fruto (VO) e número de frutos (FN) de lichia “bengal”. Foram feitas 3 análises distintas: (a) analisaram-se as influências médias dos elementos meteorológicos nas taxas de variações do crescimento dos frutos; (b) estimou-se o desenvolvimento dos frutos por modelos agrometeorológicos, para tanto, empregaram-se modelos de regressões não lineares sigmoidais; (c) também foi simulado o desenvolvimento dos frutos utilizando regressão não linear com duas variáveis climáticas conjuntamente, buscando a melhoria da acurácia. Como resultado, analisando de forma média a influência das taxas de variação dos elementos meteorológicos nas taxas de crescimento dos frutos de lichia, verificou-se que a taxa de déficit hídrico (WD) em torno de 5 mm maximiza a FM, DM, LE, DI e VO. O aumento da taxa de evapotranspiração potencial (PET), evapotranspiração atual (AET) e graus-dias (DD) diminuem o LE, NF e aumentam o VO. Os modelos ajustados para a estimação dos valores ao longo do desenvolvimento dos frutos mostraram que o acúmulo de WD, PET, AET e DD tem relação sigmoidal em todas as variáveis de crescimento dos frutos, exceto para FN. O FN decresceu com o aumento do WD, PET, AET e DD. Os modelos multivariados ajustados foram acurados, uma vez que o maior erro encontrado foi de 6,45 (cm3) (VO). Os melhores modelos encontrados foram: FM = f(SWD, DD), LE = f(SAET, DD), DI = f(SWD, DD), VO = f(SWD, DD) e FN = f(SAET, WD). <![CDATA[BACTÉRIAS ENDOFÍTICAS COMO BIOINOCULANTES PARA MUDAS MICROPROPAGADAS DE BANANEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200702&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The use of bio-fertilizers and microbial inoculants that promote plant growth and increased yield has been accepted as an alternative to reduce the use of chemical fertilizers. The objective of the present study was to evaluate the effect of plant growth promoting bacteria inoculation on growth and quality of micropropagated banana seedlings ‘Prata Anã’. The experimental design was completely randomized, with four replications and the treatments consisted of 24 isolates of endophytic bacteria. The isolates EB-50 (Bacillus sp.) and EB-133 (Bacillus amyloliquefaciens) characterized as diazotrophic, the EB-51 (Bacillus pumilus) indicate for inorganic phosphate solubilization and EB-55(Bacillus subtilis) and EB-40 (Bacillus sp.) indole-3-acetic acid producers have provided significant increases for length, pseudostem diameter, fresh masses and dry masses in ‘Prata Anã’ micropropagated banana seedlings.<hr/>RESUMO A utilização de biofertilizantes ou inoculantes microbianos capazes de promover o crescimento e incrementar a produtividade das plantas têm sido aceita como alternativa a redução do uso de adubos químicos. Diante do exposto objetivou-se avaliar o o crescimento e qualidade de mudas micropropagadas de bananeira ‘Prata Anã’ após a bioinoculação de bacterias endofíticas promotoras de crescimento. O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado, com três repetições, e os tratamentos foram compostos por 24 isolados de bactérias endofíticas. Os isolados EB-50 ( Bacillussp.), e EB-133 (Bacillus amyloliquefaciens) caracterizados como fixadores biológicos de nitrogênio, o EB-51 (Bacillus pumilus) solubilizador de fosfato inorgânico e os isolados EB-55 () e EBacillussubtilisB-40 (Bacillus sp.) sintetizadores do ácido indol-3-acético, propiciaram os maiores incrementos para o comprimento, diâmetro do pseudocaule, massas frescas e massas secas nas mudas micropropagadas de bananeira ‘Prata Anã’. <![CDATA[ZONEAMENTO AGROCLIMÁTICO DE PEREIRAS EUROPÉIAS E ASIÁTICAS COM POTENCIAL PARA PLANTIO COMERCIAL NA REGIÃO SUL DO BRASIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200703&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Pear is among the fruits of major commercial interest in the world and one of the most imported in Brazil. Brazilian production is very small and the fruit quality is low, due to production problems. The success of culture in the country, among other factors, may be linked to the choice of cultivars, pollinating and rootstocks better adapted to local conditions, and thus depend on the particulars of an agricultural zoning. The aim of this study was to identify, in southern Brazil, homogeneous climatic zones with potential for growing of European and Asian pears, through climate risk studies. The regions were defined by the seasonal availability of chilling hours (&lt;7.2 °C) accumulated during the period from May to September and the monthly risk of drought. The analysis allowed the recognition of four homogeneous areas for the production of pears in southern Brazil.<hr/>RESUMO A pera está entre as frutas de maior interesse comercial no mundo e é a fruta mais importada pelo Brasil. A produção brasileira é muito pequena, e a qualidade da fruta não tem padrão comercial adequado, em função da falta de adaptação das peras de qualidade às condições edafoclimáticas brasileiras. O sucesso da cultura no País, entre outros fatores, pode estar associado à escolha das cultivares comerciais, polinizadoras e porta-enxertos mais bem adaptados às condições edafoclimáticas locais, dependendo, portanto, das indicações de um zoneamento agrícola. Assim, o objetivo deste estudo foi identificar, na região Sul do Brasil, zonas climáticas homogêneas com potencial para plantios comerciais de pereiras europeias e asiáticas, por meio de estudos de riscos climáticos. As regiões foram delimitadas pela disponibilidade estacional de horas de frio (&lt;7,2 oC) acumuladas no período entre maio e setembro, e pelo risco mensal de ocorrência de déficit hídrico. A análise permitiu o reconhecimento de quatro zonas homogêneas para produção comercial de peras na região Sul. <![CDATA[REPETIBILIDADE DE CARACTERÍSTICAS FÍSICAS E QUÍMICAS EM FRUTOS DE PEQUI]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200801&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this study was to estimate the effects of populations and mother trees over some characteristics on pequi (Caryocar brasiliense Camb.) fruits as well as their repeatability coefficient. Data came from two populations with 15 mother trees each, covering three years. The following physical and chemical characteristics were evaluated: total fruit weight; external mesocarp weight; number of putamens per fruit; total weight of putamens; total and average pulp weight; and proportion of the weight of lipids and proteins in relation to pulp weight. Analysis of variance was performed using a nested design model. The effects of mother trees within populations were highly significant for all variables under study, while the effects of populations were not for any characteristic, showing that for populations and mother trees, efforts must be focused on the number of mother trees per population rather than on populations. The estimated repeatability coefficients showed high genetic control for total fruit weight; external mesocarp weight; average weight of putamens; average pulp weight; and proportion of the weight of lipids in relation to pulp weight. Therefore, the expression of these characteristics on descendants, by cloning selected mother trees, is likely to be effective.<hr/>RESUMO O objetivo deste trabalho foi estimar os efeitos de populações, matrizes e do coeficiente de repetibilidade em frutos de pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.). Foram coletados dados de duas populações, por três anos consecutivos, das seguintes características: massa massa total do fruto; massa do mesocarpo externo; número de putâmens por fruto; massa total e média de putâmens; massa total e média da polpa; e a proporção da massa de lipídeos e proteínas em relação à massa total da polpa. A análise de variância foi feita usando-se um modelo de classificação hierárquica. Os efeitos de matrizes dentro de populações foram altamente significativos para todas as características estudadas, ao passo que os efeitos destas populações não o foram para nenhuma característica, evidenciando que no dimensionamento de testes de populações e progênies, deve-se optar pelo maior número de matrizes por população em detrimento do número de populações. As estimativas de repetibilidade encontradas permitem inferir um alto controle genético para as características massa total do fruto; massa do mesocarpo externo; massa média de putâmens; massa média da polpa; e teor de lipídeos e, portanto, uma maior probabilidade de expressão destas características nos descendentes clonais de matrizes selecionadas. <![CDATA[SELEÇÃO VIA MODELOS MISTOS EM FAMÍLIAS SEGREGANTES DE GOIABEIRA BASEADA EM CARACTERÍSTICAS DE PRODUTIVIDADE E DE QUALIDADE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200802&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Aiming at the generation of new guava varieties with superior attributes, we conducted this study adopting the REML/BLUP procedure at individual level. Seventeen segregating guava families were evaluated in a randomized-block design with two replicates and 12 plants per plot. Families were obtained after controlled biparental pollination. The studied individuals showed high genotypic variance for fruit weight (FW), total yield (YLD), and ascorbic acid content (AAC). The heritability coefficients of the mean of progenies led to high progeny-selection accuracy for pulp yield (PY), soluble solids content (SSC), in addition to FW, YLD, and AAC; moderate accuracy for fruit acidity (FA) and SSC/FA ratio; and low accuracy for mesocarp thickness (MT) and pH. Selection among families (h2mp) indicated the highest values for FW, PY, YLD, SSC, and AAC, revealing that, for the present study, this practice would be effective, since these traits allowed for the highest selection accuracy values among families. As for the ranking of individuals, families originating from crosses UENF 1835 × UENF 1834, UENF 1831 × UENF 1832, and UENF 1831 × UENF 3739 stood out, occupying the first positions for most traits.<hr/>RESUMO Visando à obtenção de novas variedades de goiaba com atributos superiores, este trabalho foi conduzido e analisado pelo procedimento REML/BLUP, em nível de indivíduos.Foram avaliadas 17 famílias segregantes de goiabeira, seguindo o delineamento experimental de blocos casualizados, com 2 repetições, com 12 plantas por parcela. As famílias foram obtidas após polinizações biparentais controladas. Os indivíduos estudados apresentaram elevada variância genotípica para peso de fruto (PF), produtividade (PRD) e teor de ácido ascórbico (TAA). As magnitudes dos coeficientes de herdabilidade da média das progênies conduziram a um alto valor de acurácia para seleção de progênies para rendimento de polpa (RP), teor de sólidos solúveis (TSS), além de PF, PRD e TAA; moderado para acidez do fruto (AF) e para a relação TSS/AF, e baixo em espessura do mesocarpo (EM) e pH. Averiguou-se que a seleção entre famílias (h2mp) apresentou os maiores valores para PF, RP, PRD, TSS e TAA, mostrando-se que, para o presente estudo, a seleção entre família seria efetiva, já que estas características foram as que permitiram maiores valores de acurácia seletiva entre famílias. Quanto ao ordenamento dos indivíduos, observa-se um destaque para as famílias provenientes do cruzamento entre UENF 1835 x UENF 1834; UENF 1831 x UENF 1832; UENF 1831 x UENF 3739,que ocupam as primeiras posições no rankeamento para a maioria das características. <![CDATA[CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE SUCOS ELABORADOS A PARTIR DE UVAS IRRADIADAS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000200901&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this study was to evaluate physicochemical characteristics, antioxidant activity, total phenolic, vitamin C and anthocyanins content of grape juices from cv. Isabel submitted to different UV-C doses. The fruits were harvested, sanitized and inserted into a UV-C radiation chamber, where different doses were applied: 0 kJ/m2 (0 minutes); 0.68 kJ/m2 (2 minutes); 2.73 kJ/m2 (4 minutes); 4.10 kJ/m2 (6 minutes). The grape juice was extracted at 75±5°C for 1 hour, using an equipment with steam extraction and submitted to evaluations after 0, 30, 60 and 90 days of cold storage. No significant differences were observed in grape juices submitted to radiation doses regarding the antioxidant activity and phenolic compounds. However, the vitamin C content was affected by different UV-C doses, where there was an increase in the values of the treated fruits during storage.<hr/>RESUMO O presente trabalho teve como objetivo a caracterização físico-química, bem como a avaliação da atividade antioxidante, teor de fenólicos totais, vitamina C e antocianinas de sucos elaborados a partir de uvas cultivar Isabel submetidas a diferentes doses de radiação UV-C. Os frutos foram colhidos, sanitizados e inseridos em uma câmara de radiação UV-C, onde diferentes doses foram aplicadas: 0 KJ/m2 (0 minutos); 0,68 KJ/m2 (2 minutos); 2,73 KJ/m2 (4 minutos); 4,10 KJ/m2 (6 minutos). A elaboração dos sucos de uva foi realizada a 75º±5ºC durante 1 hora, usando um equipamento artesanal por arraste de vapor e os mesmos foram analisados após 0, 30, 60 e 90 dias de armazenamento. Os sucos de uva não apresentaram diferenças significativas com relação às doses de radiação para atividade antioxidante e compostos fenólicos. Porém, o teor de vitamina C foi afetado pelas diferentes doses, onde observou-se um aumento dos valores dos frutos tratados ao longo do armazenamento. <![CDATA[METAIS PESADOS EM SOLOS DE VINHEDOS E POMARES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000203001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The application of foliar fungicides in vineyards and orchards can increase soil concentration of heavy metals such as copper (Cu) and zinc (Zn), up to the toxicity threshold for fruit trees and cover crops. However, some agronomic practices, such as liming, addition of organic fertilizers, cultivation of soil cover crops and inoculation of young plants with arbuscular mycorrhizal fungi can decrease the availability and the potential of heavy metal toxicity to fruit trees. This review aims to compile and present information about the effects of increasing concentrations of heavy metals, especially Cu and Zn, on soils cultivated with fruit trees and provides some agronomic practices of remediation. Information about the sources of heavy metals found in soils cultivated with fruit trees are presented; mechanisms of absorption, transport, accumulation and potential toxicity to plants are described.<hr/>RESUMO A aplicação de fungicidas foliares em vinhedos e pomares pode incrementar os teores de metais pesados, como o cobre (Cu) e o zinco (Zn), em solos e, quando em excesso, podem causar toxidez às frutíferas ou plantas de cobertura. Porém, algumas práticas agronômicas, como a calagem, adição de resíduos orgânicos, cultivo de plantas de cobertura do solo e inoculação de plantas jovens com fungos micorrízicos arbusculares (FMA) podem diminuir a disponibilidade e o potencial de toxidez de metais pesados às frutíferas. A presente revisão objetivou compilar e apresentar informações sobre os efeitos do aumento dos teores de metais pesados, especialmente, Cu e Zn, em solos cultivados com frutíferas e algumas práticas agronômicas de remediação. Ao longo do texto são apresentadas informações sobre as fontes de metais pesados, com enfase no Cu e Zn, em solos cultivados com frutíferas; mecanismos de absorção, transporte, acúmulo e potencial de toxidez às plantas. Além disso, são relatadas algumas práticas agronômicas viáveis para remediar o potencial de toxidez de metais pesados em solos cultivados com frutíferas. Com a adoção destas práticas se espera menor disponibilidade de metais pesados no solo, o que reduziria o potencial de toxidez às plantas, especialmente, em frutíferas jovens transplantadas em solos com alto teor de metais pesados, como o Cu e Zn, permitindo satisfatório crescimento, produção e composição de frutos. <![CDATA[RELAÇÃO ENTRE PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE FRUTOS DE PROGÊNIES C<sub>03</sub> DE MARACUJÁ-AZEDO SOB DIFERENTES NÍVEIS NUTRICIONAIS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000203002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The present study was conducted to evaluate different fertilization-management strategies in ten progenies of passion fruit from the third recurrent selection cycle and their effects on yield and fruit-quality traits. For this purpose, we adopted the strategy of correlations analysis, using the phenotypic and path correlations in different environmental conditions characterized by three levels of fertilization. The trial was set up as a randomized-block design in a split-plot arrangement with progenies representing the plots and three levels of potassium-nitrogen fertilization as the sub-plots, with three replicates. Path analysis showed that number of fruits was the variable of highest correlation with fruit diameter at fertilization I. Fruit weight and pulp weight were correlated with each other and with other traits like fruit length and fruit diameter at the three fertilization levels, except for number of fruits, which was correlated with nitrogen and potassium only at fertilization II. Path analysis also revealed that fruit diameter (3.125) showed the highest direct effect on yield at fertilization I. However, fruit weight and number of fruits showed, at fertilization II, the highest direct effects of 2.964 and 1.134 on yield, respectively, and number of fruits had a high phenotypic correlation and direct effect on yield at the three fertilization levels: 0.528 at fertilization I; 2.206 at fertilization II; and 0.928 at fertilization III. The results demonstrate the greater direct effect obtained with fertilization II, suggesting that the level adopted at fertilization II can provide satisfactory gains in yield and is thus recommended for the population in question.<hr/>RESUMO O presente trabalho foi desenvolvido com a finalidade de avaliar diferentes manejos de adubação em dez progênies de maracujazeiro-azedo do terceiro ciclo de seleção recorrente e seus efeitos sobre variáveis de produção e qualidade de frutos. Para isso lançou-se mão da estratégia da análise de correlações via correlações fenotípicas e de trilha, em diferentes condições de ambiente caracterizados por três níveis de adubação. O ensaio foi montado em delineamento de blocos ao acaso num esquema de parcelas subdivididas com as progênies nas parcelas e os três níveis de adubação potássica e nitrogenada nas subparcelas, com três repetições. Observou-se através da análise de trilha que a variável número de frutos foi a que apresentou a correlação de maior magnitude com o diâmetro do fruto na adubação I, entretanto o peso do fruto e o peso da polpa correlacionaram-se entre si e com outras variáveis como o comprimento e diâmetro dos frutos nos três níveis de adubação, exceto o número de frutos que correlacionou com a variável nitrogênio e potássio apenas na adubação II. A análise de trilha, também mostrou que a variável diâmetro do fruto (3,125) apresentou maior efeito direto sobre a produtividade na adubação I. Entretanto o peso de frutos e o número de frutos apresentaram na adubação II os maiores efeitos diretos de 2,964 e 1,134 sobre a produtividade, respectivamente, e o número de frutos apresentou alta correlação fenotípica e efeito direto com a produtividade nos três níveis de adubação, de (0,528) na adubação I, de (2,206) na adubação II e de (0,928) na adubação III, evidenciando o maior efeito direto com a adubação II, indicando que no nível da adubação II pode proporcionar ganhos satisfatórios na variável produtividade, sendo recomendada para a população em questão.