Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Fruticultura]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-294520170004&lang=pt vol. 39 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[INFLUÊNCIA DE PORTA-ENXERTOS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DO MOSTO E DOS VINHOS BORDÔ,ISABEL E IAC 138-22 MÁXIMO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400201&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT It has been demonstrated that rootstocks can influence grape characteristics, but there are few data in literature about the rootstocks influence in the wine characteristics, especially in wines elaborated with Vitis labrusca or hybrid grapes. This study evaluated the influence of ‘IAC 766’ and ‘106-8 Mgt’ rootstocks on the physicochemical characteristics of ‘Bordô’, ‘Isabel’ and ‘IAC 138-22 ‘Máximo’ musts and wines. The musts were evaluated for pH, soluble solids, total acidity and soluble solids/acidity ratio. The wines were evaluated for density, alcohol content; total, volatile and fixed acidity; pH, dry extract, reducing sugars, reduced dry extract, alcohol in weight/reduced dry extract; free and total sulfur dioxide; anthocyanins, polyphenols index (I 280); polyphenols and total flavonoids and antioxidant activity. The ‘Bordô’, ‘Isabel’ and IAC 138-22 ‘Máximo’ musts had low soluble solids for winemaking. The ‘106-8 Mgt’ rootstock promoted higher dry extract content and reduced dry extract in Bordô wine, and lower total and fixed acidity in IAC 138-22 Máximo wine. In Isabel wine, higher pH was promoted by the ‘IAC 766’ rootstock. Aside from low total acidity of the Bordô wine, all the physicochemical characteristics of the wines studied are in accordance with Brazilian law. There was no effect of rootstocks in the phenolics content and antioxidant activity of wines.<hr/>RESUMO Tem sido demostrado que os porta-enxertos podem influenciar as características da uva, no entanto, há poucos dados na literatura sobre o efeito dos porta-enxertos nas características dos vinhos, especialmente quando elaborados com uvas Vitis labrusca ou híbridas. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de porta-enxertos nas características físico-químicas dos mostos e vinhos Bordô, Isabel e IAC 138-22 Máximo. Foram utilizadas uvas ‘Bordô’, ‘Isabel’ e IAC 138-22 ‘Máximo’, enxertadas sobre os porta-enxertos ‘IAC 766’ e ‘106-8 Mgt’. Os mostos foram avaliados pelo pH, sólidos solúveis, acidez total e relação sólidos solúveis/acidez. Nos vinhos, avaliou-se: densidade, teor alcoólico, acidez total, volátil e fixa; pH, extrato seco, açúcares redutores, extrato seco reduzido, álcool em peso/extrato seco reduzido; dióxido de enxofre livre e total; antocianinas, índice de polifenóis (I 280); polifenóis e flavonoides totais e atividade antioxidante. Os mostos das uvas ‘Bordô’, ‘Isabel’ e IAC 138-22 ‘Máximo’ apresentaram baixos teores de sólidos solúveis para vinificação. O porta-enxerto ‘106-8 Mgt’ promoveu maior teor de extrato seco e extrato seco reduzido no vinho Bordô, e menor acidez total e fixa no vinho IAC 138-22 Máximo. No vinho Isabel, maior pH foi promovido pelo porta-enxerto ‘IAC 766’. Com exceção da baixa acidez total do vinho Bordô, todas as características físico-químicas dos vinhos estudados estão de acordo com a legislação brasileira. Não houve efeito dos porta-enxertos nos teores de compostos fenólicos e na atividade antioxidante dos vinhos. <![CDATA[A <em>Annona emarginata</em> É CAPAZ DE ACUMULAR METAIS PESADOS ESSENCIAIS SEM CAUSAR DANOS AO SEU METABOLISMO?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400202&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This study aimed to evaluate if ionic strength variation causes differential accumulation of heavy metals in plants of Annona emarginata (Schltdl.) H. Rainer var. ‘terra-fria’, modifying gas exchange and dry matter production. The seedlings were cultivated under different ionic strengths of the ‘Hoagland and Arnon’s’ nutrient solution (75% I, 50% I and 25% I). At 180 days after the application of the treatments, the effects of the essential heavy metals on the physiological parameters and foliar ionic concentration were assessed. The leaf gas exchanges and vegetative growth were affected by the variation in the essential heavy metals, with positive effects on the plants that were treated with 75%I. The seedlings that were grown under 75% I presented higher concentrations of Zn (24.2mg kg-1). On the other hand Fe (453mg kg-1) e Mn (803.5mg kg-1) accumulated more under 25% I, but gas exchanges and vegetative growth were reduced, compared to 50%I and 75%I. We can conclude that the ionic strength variation alters gas exchange and the dry matter accumulation, causing differential accumulation of Fe, Mn and Zn in A. emarginata, occurring inverse relationship between increased ionic strength and Fe and Mn content, besides directly relationship to the Zn content.<hr/>RESUMO Este estudo teve como objetivo avaliar se a variação da força iônica (I) provoca acúmulo diferencial de metais pesados, em plantas de Annona emarginata (Schltdl.) H. Rainer ‘var. terra-fria’, modificando as trocas gasosas e produção de matéria seca. As mudas foram cultivadas sob diferentes forças iônicas da solução nutritiva (75%I, 50%I e 25%I). Aos 180 dias após a aplicação dos tratamentos, foram avaliados os efeitos dos metais pesados essenciais sobre os parâmetros fisiológicos e concentração iônica foliar. As trocas gasosas e crescimento vegetativo foram afetados pela variação das concentrações dos metais pesados essenciais, com efeitos positivos sobre as plantas que foram tratadas com 75%I. As mudas que foram cultivadas em 75%I apresentaram maiores concentrações de Zn (24,2mg kg-1). Por outro lado, o Fe (453mg kg-1) e Mn (803,5mg kg-1) foram acumulados em maiores concentrações na solução com 25% I, mas as trocas gasosas e o crescimento vegetativo foram reduzidos comparados com 50%I e 75%I. Podemos concluir que a variação da força iônica altera as trocas gasosas e o acúmulo de matéria seca, causando acúmulo diferencial de Fe, Mn e Zn em A. emarginata, ocorrendo relação inversa entre o aumento da força iônica e teor de Fe e Mn, além de relação direta ntre a força iônica ea concentração de Zn. <![CDATA[ATIVIDADE ANTIOXIDANTE E PARÂMETROS FISICOQUÍMICOS DA AMEIXA MEXICANA “CUERNAVAQUEÑA” (<em>Spondias purpurea</em> L.)EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE AMADURECIMENTO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400203&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Mexican plum (Spondias purpurea L.) ‘Cuernavaqueña’ was harvested at four ripening stages, with the aim of evaluating the concentration of bioactive compounds and antioxidant capacity in the pulp and the epicarp. The highest ethylene production (9.43 mL kg h-1) and total soluble solids concentration (23.9 °Brix) was observed in the fully ripe stage. Titratable acidity was higher in green stage compared to other analyzed ripening stages in both pulp (0.48 %) and epicarp (0.32 %). Fully ripe plum epicarp presented the highest content of total phenols (GAE 190 mg g-1), flavonoids (QE 214 mg g-1), and carotenoids (853 mg g-1) compared to other ripening stages. The antioxidant capacity was higher in the epicarp of the fully ripe fruit compared to the other ripening stages: DPPH (1087 µM TE /100 g), ABTS (1534 µM TE/100 g), and FRAP (1764 µM TE/100 g). Significant correlations (r = 0.60 *** to 0.95 **) between bioactive compounds concentrations and antioxidant activity were obtained.<hr/>RESUMO A ameixa mexicana (Spondias purpurea L.) ‘Cuernavaqueña’ foi colhida em quatro estádios de amadurecimento com o objetivo de avaliar a concentração de compostos bioativos e capacidade antioxidante da polpa e do epicarpo. A maior produção de etileno (9,43 mL kg h-1) e concentração total de sólidos solúveis (23,9 ° Brix) foi observada no estágio totalmente maduro. A acidez titulável foi maior no estádio verde em comparação com outros estádios de amadurecimento analisados tanto na polpa (0,48%) como no epicarpo (0,32%). O epicarpo da ameixa totalmente madura apresentou o maior teor de fenóis totais (GAE 190 mg g-1), flavonóides (QE 214 mg g-1) e carotenóides (853 mg g-1) em comparação com outros estádios de amadurecimento. A capacidade antioxidante foi maior no epicarpo do fruto totalmente maduro em comparação com os outros estádios de amadurecimento: DPPH (1087 µM TE / 100 g), ABTS (1534 µM TE / 100 g) e FRAP (1764 µM TE / 100 g). Foram obtidas correlações significativas (r = 0,60 *** a 0,95 **) entre as concentrações de compostos bioativos e a atividade antioxidante. <![CDATA[QUALIDADE PÓS-COLHEITA DE ACEROLAS (<em>Malpighia emarginata</em>) TRATADAS COM ÁCIDO GIBERÉLICO E ARMAZENADAS SOB REFRIGERAÇÃO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The goal of this study was study the postharvest quality of acerola clone BRS 236 (Malpighia emarginata D.C.) which was harvested at physiological maturity and submitted to four treatments under immersion during 5 minutes at 25 °C, which are: control (water), 60 mg L-1; 120 mg L-1 and 180 mg L-1. After treatment the fruits were packed in polystyrene trays and placed with polyethylene film and then stored at 10 ± 2 °C and 85 ± 5% RH for 12 days. Were analyzed in three days intervals (0, 3, 6, 9 and 12 days): skin color, firmness, pH, titratable acidity, soluble solids, SS/TA ratio, vitamin C and yellow flavonoids. Vitamin C, anthocyanins and yellow flavonoids were not influenced by treatments with GA3 at the end of 12-day of cold storage at 10 ºC. The exogenous application of 120 mg L-1 of GA3 resulted in retention of red color and content of anthocyanins of acerola fruits BRS 236 clone 12-day storage at 10 °C.<hr/>RESUMO Objetivou-se com este trabalho estudar a qualidade pós-colheita de acerolas do clone BRS 236 (Malpighia emarginata D.C.), colhidas na maturidade fisiológica e submetidas a quatro tratamentos com ácido giberélico (GA3) por imersão durante 5 minutos a 25 °C, sendo eles: controle (água), 60 mg L-1; 120 mg L-1 e 180 mg L-1. Após o tratamento os frutos foram colocados em bandejas de isopor e cobertos com filme de polietileno, e em seguida armazenados à temperatura de 10±2 ºC, com umidade relativa de 85±5%, durante 12 dias. Foram analisadas em intervalo de três dias (0, 3, 6, 9 e 12 dias): coloração da casca, firmeza, pH, acidez total titulável, sólidos solúveis, relação SS/AT, vitamina C e flavonóides amarelos. Compostos bioativos como a vitamina C e flavonóides não foram influenciados pelos tratamentos com GA3 ao final de 12 dias de armazenamento a 10 ºC. A aplicação exógena de 120 mg L-1 de GA3 resultou em maior retenção da cor e conteúdo de antocianinas em acerolas do clone BRS 236 durante 12 dias de armazenamento a 10 ºC. <![CDATA[FUNGITOXICIDADE DE ÓLEOS ESSENCIAIS SOBRE <em>PLASMOPARA VITICOLA</em>, AGENTE CAUSAL DO MÍLDIO DA VIDEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400401&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This study aimed to evaluate the fungitoxic (antifungal) effect of seven essential oils on Plasmopara viticola, the causal agent of grapevine downy mildew. The cinnamon, eucalyptus globulus, marjoram, melaleuca, peppermint, oregano and white thyme essential oils were compared with the mancozeb + metalaxyl-M fungicide. Three experiments were conducted to evaluate the effect of essential oils on spore germination. The first experiment evaluated the effect of direct contact of essential oils on the pathogen; the second evaluated the effect of volatile compounds on the pathogen and the third assessed the behavior of essential oils, when applied to vine leaves in field conditions, on the pathogen. All essential oils inhibited the spores’ germination, but in varying degrees, in addition, presenting fungistatic activity. All the essential oils showed chemical instability when the incubation time or the interval between products application where increased, all oils decrease antifungal activity percentage. Noteworthy, the cinnamon and the eucalyptus globulus essential oils were the most fungitoxic (antifungal) on P. viticola.<hr/>RESUMO O estudo teve como objetivo avaliar o efeito antifúngico de sete óleos essenciais sobre a germinação de esporos de Plasmopara viticola, agente causal do míldio da videira. Os óleos essenciais de canela, eucalipto globulus, manjerona, melaleuca, peppermint, orégano e tomilho branco foram comparados com o fungicida mancozebe + metalaxil-M. Foram realizados três experimentos avaliando o efeito dos óleos essenciais na germinação de esporos. O primeiro experimento avaliou o efeito do contato direto dos óleos essenciais sobre o patógeno; o segundo avaliou o efeito dos compostos voláteis sobre o patógeno e o terceiro avaliou o comportamento dos óleos essenciais, quando aplicados em folhas de videira em condições de campo, sobre o patógeno. Todos os óleos essenciais inibiram a germinação dos esporos de P. viticola, mas em graus variáveis, além de apresentarem atividade fungistática. Todos os óleos essenciais possuem instabilidade química, visto que, à medida que se aumenta o tempo de incubação ou o intervalo entre a aplicação dos produtos, a percentagem de atividade antifúngica de todos os óleos diminui. Nos menores períodos de incubação, mas em altas concentrações, os óleos essenciais são tão eficientes quanto o fungicida. Destacam-se os óleos essenciais de canela e eucalipto globulus como os mais antifúngicos sobre P. viticola. <![CDATA[INCIDÊNCIA DE DOENÇAS E REDUÇÃO DE CUSTOS COM FUNGICIDAS UTILIZANDO COBERTURA PLÁSTICA EM VIDEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400402&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT An alternative to control diseases on the grapevine is the use of plastic overhead cover. The cost of developing a vineyard is a relevant factor in the use of plastic overhead cover and will be directly linked to the cost of pest control. The aim of this study was to establish criteria for the use of fungicides in vine plants with plastic overhead cover compared to conventional farming in order to reduce the number and cost of application. The experiment was conducted in the 2010/2011 crop year in Viamão - RS, using the Cabernet Sauvignon cultivar grafted on Paulsen 1103 in “Y Shape” trained, with 1.80 x 2.50 m spacing. The following treatments were evaluated: Treatment 1: plastic overhead cover: phytosanitary treatment applied when leaf wetting was observed; Treatment 2: plastic overhead cover: curative treatment, when there were symptoms of disease in shoots; Treatment 3: plastic overhead cover: conventional calendar treatment every 15 days, with reapplication after leaf wetting and Treatment 4: without plastic overhead cover: conventional calendar treatment every 15 days, with reapplication after leaf wetting. The lowest number of applications was observed in treatment where the criteria for fungicide applications was only when symptoms were visualized and the greater number of applications was in the area without plastic overhead cover with conventional treatment, affecting the application cost, but without reflecting in higher productivity. The highest incidence of downy mildew was observed in treatment 4. It was concluded that it is possible to reduce the number of applications and the fungicide cost for disease control using plastic overhead cover. Moreover, this management may provide less contact with chemicals during crop and reduce chemical wastes in the environment and in the harvested product.<hr/>RESUMO Uma das alternativas para o controle de doenças da parte aérea na videira é a utilização de cobertura plástica. O custo de implantação de um vinhedo é um fator relevante na utilização de cobertura plástica e estará diretamente associado ao custo do controle fitossanitário. Assim, o objetivo do trabalho foi estabelecer critério para uso de fungicidas em plantas de videira com cobertura plástica em comparação ao cultivo convencional a fim de reduzir o número e o custo de aplicação. O experimento foi realizado no ciclo vegetativo de 2010/2011, em Viamão – RS, com a cultivar Cabernet Sauvignon enxertada Paulsen 1103, em sistema de sustentação ípsilon “Y” com espaçamento 1,80x2,50 m. Foram avaliados os seguintes tratamentos: Tratamento 1: com cobertura plástica: tratamento fitossanitário aplicado quando houvesse molhamento foliar; Tratamento 2: com cobertura plástica: tratamento fitossanitário curativo, ou seja, quando houvesse sintoma de doenças na parte aérea; Tratamento 3: com cobertura plástica: tratamento fitossanitário convencional de calendário a cada 15 dias, com reaplicação após molhamento foliar e Tratamento 4: sem cobertura plástica: tratamento fitossanitário convencional de calendário a cada 15 dias, com reaplicação após molhamento foliar, O menor número de aplicações foi observado no tratamento em que o critério para aplicação de fungicidas químicos era somente quando se visualizavam sintomas, e o com maior número de aplicações foi na área sem cobertura plástica com tratamento convencional, afetando o custo com produtos, porém sem refletir em maior produtividade. A maior incidência de míldio foi observada no Tratamento 4. Concluiu-se que é possível fazer uma redução do número de aplicações e do custo com fungicidas para o controle de doenças utilizando cobertura plástica. Além disso, este manejo pode proporcionar um menor contato com produtos químicos durante a safra e auxiliar na redução dos resíduos químicos no ambiente e no produto colhido. <![CDATA[MURCHA-DE-CERATOCYSTIS NAS MANGUEIRAS ‘UBÁ’ E ‘DURA’ SUBMETIDAS A DÉFICIT HÍDRICO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400403&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The occurrence of water stress in mango trees grown in orchards located in semi-arid climates in Brazil is frequent. Water stress caused to plants may predispose them to the incidence of fungal diseases. The aim of this study was to evaluate the effect of water deficit on the incidence and severity of Ceratocystis wilt in mango trees considered resistant. Seedlings of ‘Ubá’ and ‘Dura’ were kept in pots and submitted to different water stress levels and inoculated with Ceratocystis fimbriata isolate (CEBS15). Mortality was low in ‘Ubá’ plants and high in ‘Dura’ plants. ‘Ubá’ plants showed lower severity and lesion length. In ‘Ubá’ plants, water deficit influenced the increase in lesion length. ‘Dura’ plants showed greater severity and lesion length, which were not affected by increasing water stress. It was concluded that ‘Ubá’ variety is resistant to fungus Ceratocystis fimbriata, even in severe drought conditions, while ‘Dura’ variety was not resistant to CEBS15 isolate, even under optimum irrigation conditions.<hr/>RESUMO É comum a ocorrência de estresse hídrico em mangueiras cultivadas em pomares situados em regiões de clima semiárido no Brasil. O estresse causado às plantas pode predispô-las à incidência de doenças fúngicas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do déficit hídrico na incidência e severidade da Murcha-de-Ceratocystis em cultivares de mangueiras consideradas resistentes. Mudas das mangueiras ‘Ubá’ e ‘Dura’ foram mantidas em vasos e submetidas a diferentes níveis de estresse hídrico e inoculadas com o isolado (CEBS15) de Ceratocystis fimbriata. A mortalidade das plantas foi baixa na ‘Ubá’ e alta na ‘Dura’. ‘Ubá’ apresentou menores valores de severidade e comprimento de lesão. Na ‘Ubá’, o déficit hídrico influenciou no aumento do comprimento da lesão. A ‘Dura’ apresentou maior severidade e comprimento de lesão, que não foram influenciados pelo aumento de déficit hídrico. Concluiu-se que a ‘Ubá’ é resistente ao fungo Ceratocystis fimbriata, mesmo em condições de déficit hídrico severo, enquanto a ‘Dura’ não foi resistente ao isolado CEBS15, mesmo em condições ótimas de irrigação. <![CDATA[DETECÇÃO MOLECULAR DE Guignardia citricarpa EM TECIDOS ASSINTOMÁTICOS DE LARANJA-PERA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400404&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Citrus black spot, a fungal disease caused by the quarantine fungus Guignardia citricarpa, restricts the exportation of fresh fruit to countries in the European Union. The occurrence of latent infections and the time required for diagnosis using conventional methods have brought about the need to validate fast, efficient and reproducible molecular techniques to detect the pathogen in asymptomatic tissue. As such, this study aims to detect G. citricarpa in the symptomatic fruit and asymptomatic leaf tissue of sweet oranges by conventional and real-time polymerase chain reaction (PCR). Specificity and limit of detection (LOD) were assessed in tissue samples of fruit lesions and asymptomatic leaves. Low concentrations of the fungus were found in asymptomatic leaves. Under these conditions, real-time PCR proved to be viable, reproducible and highly sensitive to detection of the pathogen.<hr/>RESUMO A pinta preta ou mancha preta dos citros, causada pelo fungo Guignardia citricarpa, é considerada uma doença quarentenária, que impõe restrições ao transporte de frutas frescas para países da União Europeia. A ocorrência de infecções latentes e o tempo para o diagnóstico por métodos convencionais levam à necessidade de validar protocolos moleculares rápidos, eficientes e reprodutíveis para detecção do patógeno em tecidos assintomáticos. Assim, este trabalho visou detectar G. citricarpa em tecidos de frutos sintomáticos e em folhas assintomáticas de laranja Pêra por PCR convencional e por PCR em tempo real. A especificidade e o limite de detecção foram avaliados em amostras de tecidos de lesões em frutos e em folhas assintomáticas. Em folhas assintomáticas a presença do fungo foi detectada em baixas concentrações, nessas condições, a PCR em tempo real demonstrou ser viável, reprodutível e altamente sensível para a detecção do patógeno. <![CDATA[MOSCAS FRUGÍVORAS E SEUS PARASITOIDES NO POLO DE FRUTICULTURA DE LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA, BAHIA,COM REGISTRO DE INTERAÇÕES INÉDITAS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400405&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Several fruit fly species (Diptera: Tephritidae and Lonchaeidae) assume the status of primary pests in fruit trees grown in Brazil, causing direct production losses. The aims of the study were to know aspects of diversity of fruit flies and their parasitoids in the fruit growing region of Livramento de Nossa Senhora, Bahia. Fruit samples were collected from 19 plant species during November/2011 and June/2014. Infestation rates were calculated in pupae.kg-1 of fruit and pupae.fruit-1. The results indicate the occurrence of Anastrepha obliqua (Macquart), Ceratitis capitata (Wiedemann) and Neosilba pendula (Bezzi). Plant species Anacardium occidentale, Averrhoa carambola, Carica papaya, Eugenia uniflora, Malpighia emarginata, Mangifera indica var. “Haden”, “Rosa” and “Tommy Atkins”, Opuntia ficus indica, Pereskia bahiensis, Psidium guajava, Spondias lutea, Spondias purpurea and Spondias tuberosa are hosts of fruit flies in the region. Unprecedented bitrophic relationships between P. bahiensis and C. capitata and Anastrepha sp. and between Opuntia ficus indica and C. capitata and A. obliqua were recorded. Unprecedented tritrophic relationship for the state of Bahia Averrhoa carambola and C. capitata and parasitoid of the Pteromalidae Family were also recorded. Tritrophic associations between M. indica var. “Tommy Atkins” and S. purpurea and A. obliqua and Doryctobracon areolatus; and between S. purpurea and A. obliqua and Utetes anastrephae were observed.<hr/>RESUMO Várias espécies de moscas frugívoras (Diptera: Tephritidae e Lonchaeidae) assumem o status de pragas primárias em fruteiras cultivadas no Brasil, determinando prejuízos diretos à produção. O objetivo do trabalho foi conhecer aspectos da diversidade de moscas frugívoras e seus parasitoides no polo de fruticultura de Livramento de Nossa Senhora-BA. Foram realizadas amostragens de frutos em 19 espécies vegetais durante novembro/2011 e junho/2014. Foram calculados os índices de infestação em pupário.kg-1 de fruto e pupário.fruto-1. Os resultados indicaram a ocorrência de Anastrepha obliqua (Macquart), Ceratitis capitata (Wiedemann) e Neosilba pendula (Bezzi). As espécies vegetais Anacardium occidentale, Averrhoa carambola, Carica papaya, Eugenia uniflora, Malpighia emarginata, Mangifera indica var. “Haden”, “Rosa” e “Tommy Atkins”, Opuntia ficus indica, Pereskia bahiensis, Psidium guajava, Spondias lutea, Spondias purpurea e Spondias tuberosa são hospedeiros de moscas frugívoras na região. Registram-se, as relações bitróficas inéditas entre P. bahiensis e C. capitata e Anastrepha sp.; e entre Opuntia fícus indica e C. capitata e Anastrepha obliqua. Registra-se a relação tritrófica inédita para o Estado da Bahia A. carambola e C. capitata e parasitoide da Família Pteromalidae. Foram contatadas, também, as associações tritróficas entre M. indica var. “Tommy Atkins” e S. purpurea e A. obliqua e Doryctobracon areolatus; e entre S. purpurea e A. obliqua e Utetes anastrephae. <![CDATA[MOSCAS-DAS-FRUTAS (DIPTERA: TEPHRITIDAE) E SEUS PARASITOIDES EM DIFERENTES GENÓTIPOS DE CAJÁ EM UM POMAR COMERCIAL DE TERESINA, PIAUÍ]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400406&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this work was to identify and quantify the infestation of fruit fly species and their parasitoids, associated with 20 hog plum genotypes (Spondias mombin L.) in a commercial orchard in Teresina, Piauí, Brazil. The survey was conducted by fruit sampling and monitoring through traps stocked with bait food, in the period from January to December 2012. Overall, 6560 fruits were collected (79.58 kg), resulting in 23059 pupae, of which 10080 fruit flies of the genus Anastrepha and 4984 braconid parasitoids emerged. Anastrepha obliqua species was the predominant with 99.92%. F16P13 and F11P10 genotypes had the highest infestation indexes and F15P11 and F04P01 genotypes, the lowest. The main parasitoids collected were Opius bellus (77.65%), Doryctobracon areolatus (19.88%) and Utetes anastrephae (2.47%). The average parasitism rate among genotypes was of 30.46%. In traps, a total of 1434 fruit flies were collected, whose species were: A. obliqua (97.6%), A. serpentina (1.4%), A. fraterculus (0.4%), A. striata (0.4%), A. dissimilis (0.1%), A. pseudoparallela (0.1%). Anastrepha obliqua species was predominant in the area, based on faunistic analysis. The infestation index in the orchard was relevant for five months (January-May), coinciding with the period of availability of hog plum fruits, reaching the highest peak in March (2.86 FAT). There was a significant negative correlation between number of fruit flies in the orchard and the average air temperature, and a significant positive correlation with rainfall and relative humidity. However, the main factor that influenced the observed infestation index in the hog plum orchard was fruit availability.<hr/>RESUMO Objetivou-se com este trabalho identificar e quantificar a infestação de espécies de moscas-das-frutas e seus parasitoides, associadas a 20 genótipos de cajazeira (Spondias mombin L.) em um pomar comercial no município de Teresina-PI. Frutos caídos foram coletados, e armadilhas com atrativo alimentar foram instaladas no pomar, no período de janeiro a dezembro de 2012. Foram coletados 6.560 frutos (79, 58 kg), obtendo-se 23.059 pupários, dos quais emergiram 10.080 moscas-das-frutas do gênero Anastrepha e 4.984 parasitoides braconídeos. A espécie A. obliqua foi a predominante, com 99, 92 %. Os genótipos F16P13 e F11P10 apresentaram maiores índices de infestação, e os genótipos F15P11 e F04P01, os menores. Os principais parasitoides coletados foram Opius bellus (77, 65 %), Doryctobracon areolatus (19, 88 %) e Utetes anastrephae (2, 47 %). O índice de parasitismo médio entre os genótipos foi de 30, 46 %. Nas armadilhas, foi coletado um total de 1.434 moscas-das-frutas, cujas espécies encontradas foram: A. obliqua, (97, 6 %), A. serpentina (1,4 %), A. fraterculus (0,4 %), A. striata (0,4 %), A. dissimilis (0,1 %), A. pseudoparallela (0,1 %). A espécie A. obliqua foi a predominante na área, com base na análise faunística calculada. O índice de infestação no pomar foi relevante durante cinco meses (janeiro a maio), período de disponibilidade de frutos de cajazeira. Houve uma correlação significativa negativa entre o número de moscas-das-frutas no pomar e a temperatura média do ar, e correlação significativa positiva com a precipitação pluviométrica e umidade relativa do ar. Entretanto, o principal fator constatado que influenciou o índice de infestação no pomar de cajazeira foi à disponibilidade de frutos. <![CDATA[EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E ÉPOCA DE APLICAÇÃO DE TIDIAZURON NA FRUTIFICAÇÃO E PRODUÇÃO DE FRUTOS DA MACIEIRA ‘ROYAL GALA’]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400701&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT ‘Gala’ apple trees have low fruit set in restrictive pollination situations, being an obstacle to the achievement of high production rates in orchards in southern Brazil, which can be minimized by the use of growth regulators. The aim of this study was to evaluate the effect of thidiazuron concentrations in ‘Royal Gala’ apple fruiting and production, grown in mild winter conditions. The experiment was conducted during the 2011/2012, 2012/2013 and 2013/2014 crop years in Fraiburgo, SC, on ‘Royal Gala’ apple trees in Marubakaido rootstock M9 with filter. In all evaluation cycles, the experimental design was a randomized block with factorial arrangement (6x2) with six TDZ concentrations and two application forms, with six replicates, and the experimental unit consisting of one plant. The TDZ concentrations of each treatment were applied split into two seasons. The first application was performed on pink bud stage (E2) and the second application was in full bloom stage (F2). The variables evaluated were: fruit set (%), return bloom (%), number and weight of fruits per plant, mean fruit weight (g) and average number of seeds per fruit. Data were submitted to analysis of variance, in which for significant variables by the F test, analysis of contrast and polynomial regression were performed in order to evaluate the response of variables with increasing TDZ concentration. TDZ is effective even at low concentrations, increasing the production and fruit set of ‘Gala’ apples in the climatic conditions of southern Brazil.<hr/>RESUMO Macieiras ‘Gala’ apresentam baixa frutificação efetiva em situações de cultivo restritivas à polinização, sendo um entrave à obtenção de altos índices produtivos em pomares do Sul do Brasil, o qual pode ser minimizado pelo uso de fitorreguladores. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de concentrações de tidiazuron na frutificação e na produção de frutos de macieira ‘Royal Gala’, cultivadas em condições de inverno ameno. O experimento foi conduzido durante os ciclos de 2011/2012, 2012/2013 e 2013/2014, em Fraiburgo-SC, em macieiras ‘Royal Gala’, em porta-enxerto Marubakaido com filtro de M9. Em todos os ciclos de avaliação, o delineamento experimental foi em blocos casualizados, com esquema fatorial (6x2), com seis concentrações de TDZ e duas formas de aplicação, com seis repetições, sendo a unidade experimental composta por uma planta. As concentrações de TDZ respectivas a cada tratamento foram aplicadas parceladamente em duas épocas. A primeira aplicação foi realizada no estádio de balão rosado (E2), e a segunda aplicação, no estádio de plena floração (F2). Foram avaliadas as variáveis frutificação efetiva (%), retorno de floração (%), número e massa fresca (kg) de frutos por planta, massa fresca média de frutos (g) e número médio de sementes por fruto. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, em que, para as variáveis significativas pelo teste F, foi realizada a análise de contrastes e de regressão polinomial com a finalidade de avaliar a resposta das variáveis com o aumento da concentração. O TDZ é efetivo, mesmo em baixas concentrações, no aumento da produção e na frutificação efetiva de macieira nas condições climáticas do Sul do Brasil. <![CDATA[DESEMPENHO PRODUTIVO DE MORANGUEIRO EM AMBIENTE CULTIVADO COM A FIGUEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400702&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The use of protected environment in horticulture has been increasingly used as it provides increased precocity and productivity, in addition to produce outside the normal growing season. Both woody species such as herbs are possible to cultivate in this environment. However fruit plants occupy large spaces with a short production period. The study aimed to test whether strawberry genotypes present different production peaks in cultivated environment with fig trees. The treatments consisted of strawberry cultivars Aromas, Albion, Camino Real, Camarosa and Ventana distributed in delineation of randomized blocks with four replications and with a population of 10 plants m-2. It was recorded precocity in cultivars Albion, Camarosa and Ventana, because they started flowering at 63 days after planting. Aromas and Camino Real were characterized as late. Aromas achieved greater total number of fruit, but with a lower percentage of commercial fruits in relation to the other cultivars. Peak production for all cultivars was found when there was an accumulation 2008 °C day -1, corresponding to the month of November. There were differences in performance production between strawberry cultivars conducted in the environment with fig tree, with different production peaks.<hr/>RESUMO O emprego do ambiente protegido na horticultura vem sendo cada vez mais utilizado, pois proporciona aumento da precocidade e da produtividade, além da produção fora de época normal de cultivo. Tanto as espécies lenhosas como as herbáceas são possíveis de cultivar nesse ambiente. Entretanto, plantas frutíferas ocupam grandes espaços com um período curto de produção. O trabalho teve como objetivo testar se genótipos de morangueiro apresentam picos de produção diferenciados em ambiente cultivado com figueira. Os tratamentos constituíram-se das cultivares de morangueiro Aromas, Albion, Camino Real, Camarosa e Ventana distribuídas em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições e com uma população de 10 pl m-2. Registrou-se precocidade nas cultivares Albion, Camarosa e Ventana, pois iniciaram a floração aos 63 dias após o plantio. Aromas e Camino Real caracterizaram-se como tardias. Aromas alcançou maior número total de frutos, porém com menor porcentagem de frutos comerciais em relação as outras cultivares. O pico de produção para todas as cultivares verificou-se quando ocorreu acúmulo de 2008 ºC dia -1, o que correspondeu ao mês de novembro. Houve diferenças no desempenho produtivo entre as cultivares de morangueiro conduzidas no ambiente com a figueira, com distintos picos de produção. <![CDATA[CARACTERIZAÇÃO DE ÁRVORES E FRUTOS DE MANGABEIRA NA ZONA DE TRANSIÇÃO CERRADO-RESTINGA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400703&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Brazil is the third largest fruit producer in the world, but many native fruits remain underexploited, as is the case for mangabeira (Hancornia speciosa Gomes). Little is known about general aspects of this species in its naturally occurring environment. Thus, this study aimed to characterize plant and fruit morphologies from native mangabeira selections in the Savannah-Restinga vegetation transition zone. The experiment was carried out in Patizal, Recanto and Recurso villages located in the Morros municipality, Maranhão State, dominated by extensive Savannah-Restinga vegetation transition zone with naturally occurring mangabeiras. Forty five mangabeira trees were randomly chosen from native selections in the three villages. Data collected were plant height, stem height, stem diameter, canopy volume, number of main and secondary branches and number of fruits. Twenty fruits were collected per plant to determine the mass, length and diameter, pulp and skin mass, pulp yield, seed number and seed mass. There was a high degree of variability for all assessed variables except for the pulp yield (average = 86.69%, minimum = 76.75% and maximum = 91.11%; CV= 3.51%). Significant and positive high magnitude correlations were noted among the variables of fruit mass and pulp mass plus skin with seed number (r=0,01; ?=0,78 e ?=0,74, respectively).<hr/>RESUMO O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo, porém muitas fruteiras nativas continuam subexploradas, como ocorre com a mangabeira (Hancornia speciosa Gomes). Pouco se conhece sobre os aspectos gerais da espécie em seus ambientes de ocorrência natural. Desta forma, objetivou-se caracterizar a morfologia da planta e do fruto de mangabeiras silvestres selecionadas em áreas de ocorrência natural da espécie, em vegetação de transição entre o Cerrado e a Restinga. O experimento foi realizado no município de Morros-Maranhão, nos povoados Patizal, Recanto e Recurso, caracterizados por extensas áreas de vegetação de transição: Cerrado e Restinga, com ocorrência natural de mangabeira. Nos três povoados, selecionaram-se 45 mangabeiras-matrizes, das quais se mensuraram a altura total, altura do fuste, diâmetro do caule, volume de copa, número de ramos principais e secundários, e número de frutos. Coletaram-se 20 frutos por matriz e determinaram-se a massa, comprimento e diâmetro dos frutos, massa da polpa mais casca, rendimento de polpa, número e massa de sementes. Houve elevado grau de variabilidade para todas as variáveis estudadas, exceto para o rendimento de polpa (média = 86,69%, mínimo = 76,75% e máximo = 91,11%; CV = 3,51%). Há correlação positiva significativa de alta magnitude entre as variáveis massa do fruto e massa da polpa mais casca com o número de sementes (r=0,01; ?=0,78 e ?=0,74, respectivamente). <![CDATA[CUSTO DE PRODUÇÃO E RENTABILIDADE DA UVA ‘NIÁGARA ROSADA’ CULTIVADA EM DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DE SÃO PAULO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400704&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Niagara Rosada is the main cultivar of table grapes produced in São Paulo state. Its production is concentrated mainly in the regions of Campinas, Itapetininga and Jales, where it is grown under different production systems. The aim of this study was to analyze the economic viability of cv. Niagara Rosada at main regions producers of São Paulo State. Therefore, case studies were made with grape growers for each region to assess the production cost and calculate profitability. In the Campinas region, for two cycles per year, the main crop and the second crop were evaluated, and the Total Cost (TC) obtained was US$ 0.81/Kg, with US$ 0.23/Kg of Total Net Revenue (TNR). Considering only the main crop, the decrease of grape production increased the production cost and reduced profitability, the TC reached was US$ 0.93/Kg and TNR US$ 0.08/Kg. In the Itapetininga region, for two cycles per year, in main crop the TC was US$ 0.68/Kg and the TNR was US$ 0.32/Kg. Meanwhile, in the second crop, the lower productivity increased TC to US$ 1.05/Kg, but the higher price caused a TNR of US$ 0.38/Kg. In the Jales region, only one cycle per year, TC was increased to US$ 1.21/Kg, however, the high selling prices in the off-season in São Paulo State resulted in TNR of US$ 0.43/Kg. According to the results, the production of cv. Niagara Rosada in different regions of São Paulo State is profitable and has a positive return for family agriculture. Nevertheless, each region has its own characteristics in terms of production and commercialization of table grapes.<hr/>RESUMO A Niágara Rosada é a principal cultivar de uva de mesa produzida no Estado de São Paulo. Sua produção concentra-se, principalmente, nas regiões de Campinas, Itapetininga e Jales, onde é cultivada sob diferentes sistemas de produção. O objetivo do trabalho foi analisar a viabilidade econômica da cv. Niágara Rosada nas principais regiões produtoras do Estado de São Paulo. Para isso, foram realizados estudos de caso com produtores de cada região para a elaboração do custo de produção e da rentabilidade da cultura, para o ano de 2012. Na região de Campinas, para dois ciclos de produção por ano, para as safras principal e temporã, o Custo Total (CT) foi US$ 0,81/kg, com uma Receita Líquida Total (RLT) de US$ 0,23/kg de uva. Na safra principal, a queda na produção elevou o custo e diminuiu a rentabilidade de forma que o CT foi de US$ 0,93/kg e a RLT de US$ 0,08/kg. Na região de Itapetininga, para dois ciclos de produção por ano, na safra principal, o CT foi de US$ 0,68/kg, e a RLT de US$ 0,32/kg, e na safra temporã, a menor produtividade elevou o CT para US$ 1,05/kg, mas o melhor preço de venda proporcionou uma RLT de US$ 0,38/kg. Na região de Jales, com apenas um ciclo de produção por ano, o CT foi de US$ 1,21/kg, contudo o elevado preço de venda na entressafra paulista gerou uma RLT de US$ 0,43/kg. Portanto, a produção de uva cv. Niágara Rosada, nas diferentes regiões do Estado de São Paulo, mostra-se rentável e possui retorno positivo nos moldes da agricultura familiar, apesar de cada região possuir diferentes características de produção e de comercialização. <![CDATA[DENSIDADE DE RAMOS E DE CACHOS NA PRODUÇÃO E QUALIDADE DE UVAS DE MESA ‘SUGRAONE’ E ‘THOMPSON SEEDLESS’]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400705&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This study aimed to evaluate the effect of shoot and bunch density through thinning practices on yield components and quality of ‘Thompson Seedless’ and ‘Sugraone’ grapevines in the São Francisco River valley. The experiments were carried out during two growing seasons (2010 and 2012) in commercial vineyards of Lagoa Grande, state of Pernambuco, Brazil. Treatments were a split plot represented by three shoot densities and three bunch densities in a random block design. The yield of ‘Thompson Seedless’ grapevine was up to 25.9% higher in plants kept with 6 bunches.m-2, reaching 20.7 and 27.0 kg.plant-1, in the 2010 and 2012 crop years, respectively. Although effects on yield were not observed in ‘Sugraone’ cultivar, bunch and berry mass was higher in treatments with 5 bunches.m-2 and 7 shoots.m-2, respectively, in the last production cycles. ‘Thompson Seedless’ grapes with greater berry firmness were harvested in 2012 in plants submitted to densities of 7 or 8 shoots.m-2, while the contents of soluble solids and total soluble sugars were higher in grapes harvested from plants with lower shoot and bunch densities. However no effects of treatments on the contents of soluble solids were observed in ‘Sugraoen’ grapes. The use of 7 shoots.m-2 associated to 6 bunches.m-2 is recommended for ‘Thompson Seedless’ grapevines because it increased yield with no harm to fruit quality, while for ‘Sugraone’, densities of 7 shoots.m-2 and 5 bunches.m-2 can be used to increase the mass of bunches and berries.<hr/>RESUMO Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência de diferentes densidades de brotos e de cachos, por meio das práticas de desbrota e desbaste, sobre os componentes de produção e qualidade dos cachos de uvas ‘Sugraone’ e ‘Thompson Seedless’ no Vale do São Francisco. Os experimentos foram realizados durante dois ciclos de produção (2010 e 2012), em vinhedos comerciais no município de Lagoa Grande, PE. Os tratamentos estavam distribuídos em parcelas subdivididas, representadas por três densidades de brotos e três densidades de cachos, em delineamento experimental em blocos ao acaso. A produção em ‘Thompson Seedless’ foi 25,9% maior em plantas mantidas com 6 cachos.m-2, alcançando 20,7 e 27,0 Kg.planta-1, nas colheitas de 2010 e 2012, respectivamente. Na cultivar Sugraone, não houve efeitos sobre a produção por planta, embora a massa do cacho e da baga tenham sido maiores, em, pelo menos, um ciclo de produção, respectivamente, nos tratamentos com densidade de 5 cachos.m-2 e 7 brotos.m-2. Em ‘Thompson Seedless’, uvas mais firmes foram colhidas em 2012, de plantas com 7 ou 8 ramos.m-2, enquanto os teores de sólidos solúveis e de açúcares solúveis totais foram maiores nas uvas colhidas de plantas com menores densidades de brotos e cachos. Entretanto, na ‘Sugraone’ não se observou efeito dos tratamentos sobre o teor de sólidos solúveis totais. Recomenda-se, para a cultivar Thompson Seedless, densidade de 7 brotos.m-2 associado a 6 cachos.m-2 por favorecer a produtividade sem prejuízo da qualidade dos frutos, enquanto para a cv. Sugraone, densidades de 7 brotos.m-2 e 5 cachos.m-2 podem ser utilizadas para incrementar a massa de cachos e bagas. <![CDATA[PARÂMETROS DE TROCAS GASOSAS EM DIFERENTES PORTA ENXERTOS DE <em>Prunus</em> SPP. SUBMETIDOS AO ESTRESSE POR SECA E ALAGAMENTO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400706&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The state of Rio Grande do Sul is the largest peach productor in Brazil; however, it still possesses poor yield values when compared with other states. One of the problems associated with this is the occurrence of soils with drainage problems, mainly in Pelotas region, which depending on the year period, may undergo water deficit or flooding situations in the great majority of the years, which harm the crop development and yield. Among the harmful effects caused by these stresses stand out, the decrease in the net assimilation rate, closure of stomata, reduction of the cell activities, production of reactive oxygen species, membrane and protein destabilization. Thus, the aim of this study was to investigate in what magnitude of the gaseous exchange parameters of Prunus spp. rootstocks are influenced under drought and flood stress. In the experiment, gas exchange parameters net photosynthetic rate (A) stomata conductance (gs), intercellular carbon (Ci) and transpiration (E)] were evaluated in three Prunus spp. rootstocks (peach tree ‘Capdeboscq’ and plum trees ‘Julior’ and ‘Marianna 2624’) under three water conditions (control, water deficit and soil flooding) for seven days. The three rootstocks proved more susceptible to flooding than to water deficit, only varying in response time, which is intrinsic to each genotype, and that there is a genetic variability for the tolerance to the studied stresses. The variation on physiological response to the water deficit stress was later in both evaluated genotypes. However, in general, ‘Julior’ presented greater tolerance to both stresses when compared to the other rootstocks evaluated. Such information is useful to help in the choice of rootstocks for plant production, in the orchard management and for plant breeding programs, aiming at the selection of new genotypes with increased tolerance to these water stresses.<hr/>RESUMO O Estado do Rio Grande do Sul é o detentor da maior produção de pêssegos do Brasil; entretanto, ainda possui valores baixos de produtividade, quando comparado com outros estados. Um dos problemas associados a isto é a ocorrência de solos com problemas de drenagem, principalmente na região de Pelotas que, dependendo do período do ano, podem sofrer situações de déficit hídrico ou de alagamento, na grande maioria dos anos, que prejudicam o desenvolvimento e a produtividade da cultura. Dentre os efeitos prejudiciais causados por estes estresses, destacam-se a diminuição na taxa assimilatória líquida, fechamento de estômatos, a redução das atividades celulares, a produção de espécies reativas de oxigênio e a desestabilização de membranas e de proteínas. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi investigar em que magnitude os parâmetros de trocas gasosas de porta-enxertos de Prunus spp. são influenciados sob estresse por seca e alagamento. No experimento, foram avaliados parâmetros de trocas gasosas [taxa fotossintética líquida (A) condutância estomática (gs), carbono intercelular (Ci) e transpiração (E)], em três porta enxertos de Prunus spp. (pessegueiro ‘Capdeboscq’ e ameixeiras ‘Julior’ e ‘Marianna 2624’), em três condições hídricas (controle, déficit hídrico e alagamento do solo), durante sete dias. Os três porta-enxertos demonstraram ser mais suscetíveis ao alagamento do que ao déficit hídrico, apenas variando no tempo de resposta, que é intrínseco a cada genótipo, evidenciando existir variabilidade genética para a tolerância aos estresses estudados. A resposta ao estresse por déficit hídrico foi mais tardia em ambos os genótipos avaliados. Entretanto, no geral ‘Julior’ apresentou maior tolerância a ambos os estresses em relação aos outros porta enxertos avaliados. Tais informações são úteis para auxiliar na escolha de porta-enxertos para a produção de mudas, no manejo de pomares e para programas de melhoramento de plantas, visando à seleção de novos genótipos com maior tolerância a esses estresses abióticos. <![CDATA[APLICAÇÃO DE AMINOETOXIVINILGLICINA (AVG) NO INÍCIO DA PRIMAVERA AUMENTA A FRUTIFICAÇÃO EFETIVA E PRODUTIVIDADE DE PEREIRAS ‘ROCHA’]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400707&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The low fruit set is one of the main factors leading to poor yield of pear orchards in Brazil. Ethylene is associated with abscission of flowers and fruitlets. Then, the application of ethylene synthesis inhibitors, such as AVG, is a potential tool to increase fruit set of pears. The objective of this study was to evaluate the effect of AVG, sprayed at different rates and timings, on fruit set, yield and fruit quality of ‘Rocha’ pear. The study was performed in a commercial orchard located in the municipality of São Joaquim, SC, during the growing seasons of 2014/2015 and 2015/2016. Plant material consisted of ‘Rocha’ pear trees grafted on quince rootstock ‘BA29’. AVG was tested at different rates (60 mg L-1 and 80 mg L-1) and timings [full bloom, one week after full bloom (WAFB), and two WAFB), either alone or in combination. The experiment was arranged in a randomized block design, with at least five single-tree replications. The fruit set, number of fruit per tree, yield, estimated yield, fruit weight, return bloom, and fruit quality attributes were assessed. Fruit set and yield were consistently increased by single applications of AVG at 60 and 80 mg L-1 at both one and two weeks after full bloom, without negatively affecting fruit quality attributes and return bloom.<hr/>RESUMO A baixa frutificação efetiva é um dos principais fatores responsáveis pela baixa produtividade dos pomares de pera no Brasil. O etileno está associado com a abscisão de flores e frutos jovens. Logo, a aplicação de inibidores da síntese de etileno, como AVG, apresenta potencial para aumentar a frutificação efetiva de pereiras. Objetivou-se a avaliação do efeito da aplicação de AVG, em diferentes doses e épocas, na frutificação efetiva, na produtividade e na qualidade de frutos de peras ‘Rocha’. O estudo foi conduzido em um pomar comercial localizado no município de São Joaquim-SC, durante as safras de 2014/2015 e 2015/2016. O material consistiu em plantas da cultivar Rocha enxertadas no porta-enxerto de marmeleiro ‘BA29’. O AVG foi testado em diferentes doses (60 mg L-1 e 80 mg L-1) e épocas de aplicação [plena floração, uma semana após a plena floração (SAPF) e duas SAPF], tanto isolados quanto combinados. O delineamento experimental foi de casualização por blocos, com pelo menos cinco repetições de uma planta cada. Foram avaliados a frutificação efetiva, o número de frutas por planta, a produção por planta, a produtividade estimada, a massa de fruta, o retorno de floração e a qualidade das frutas. A frutificação efetiva e a produtividade foram consistentemente aumentadas pela aplicação isolada de AVG nas doses de 60 mg L-1 e 80 mg L-1, seja a uma, seja a duas semanas após a plena floração, sem afetar negativamente a qualidade de frutos e o retorno da floração. <![CDATA[ASSOCIAÇÃO ENTRE CARACTERES EM FISÁLIS: UMA FERRAMENTA PARA SELEÇÃO INDIRETA DE PLANTAS SUPERIORES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400801&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Knowledge about associations between traits is fundamental for plant breeding, since indirect selection can accelerate the development of promising genotypes. This study assessed the magnitude of associations between agronomically important traits in fisális (Physalis peruviana L). The experiment was conducted in Lages, Santa Catarina, and the treatments consisted of six fisális populations. The experiment was arranged in a randomized block design, with two replications and seven plants per plot. The correlations between traits were estimated based on the Pearson correlation coefficients and partitioned into direct and indirect effects through path analysis. Fruit weight was positively correlated with number of seeds (0.874), equatorial fruit diameter (0.738) and polar fruit diameter (0.672). By path analysis, number of seeds was identified as the trait with the highest direct contribution to fruit weight. The high phenotypic correlations between the equatorial and polar fruit diameters with fruit weight were mainly due to the indirect effect via number of seeds (0.505 and 0.459). The selection for heavier fisális fruits was strongly influenced by number of seeds, i.e., this trait should be taken into account for selection.<hr/>RESUMO O conhecimento da associação entre caracteres é de fundamental importância no melhoramento de plantas, uma vez que a seleção indireta pode acelerar a obtenção de genótipos promissores. Este trabalho teve como objetivo quantificar a magnitude da associação entre caracteres de importância agronômica na cultura da fisális. O experimento foi conduzido em Lages-SC, e os tratamentos foram constituídos de seis populações de fisális. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com duas repetições e sete plantas por parcela. A correlação entre os caracteres foi estimada com base nos coeficientes de correlação de Pearson e particionados em efeitos diretos e indiretos por meio da análise de trilha. Houve associação positiva entre a massa do fruto e o número de sementes (0,874), diâmetro equatorial do fruto (0,738) e diâmetro polar do fruto (0,672). Por meio da análise de trilha, foi possível verificar maior contribuição direta do caráter número de sementes sobre a massa do fruto. A elevada magnitude de correlação fenotípica entre diâmetro equatorial do fruto e diâmetro polar do fruto com a massa do fruto deve-se, principalmente, ao efeito indireto via número de sementes (0,505 e 0,459). A seleção de frutos de fisális com maior massa é fortemente influenciada pelo número de sementes, de maneira que este caráter deve ser considerado no momento da seleção. <![CDATA[ESTIMATIVAS DE PARÂMETROS GENÉTICOS E GANHOS DE SELEÇÃO DA RESISTÊNCIA DO MARACUJAZEIRO-AZEDO À VERRUGOSE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400802&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Passion fruit stands out as one of the most cultivated fruits in Brazil. As the culture expanded, an increase in phytosanitary problems was observed. Fungal diseases like scab are among phytosanitary problems. The aim of this study was to quantify scab intensity on leaves, and to estimate genetic parameters and selection gains to scab resistance in sour passion fruit full related families (FRF). Two experiments were conducted to evaluate the reaction of FRF, the first period from January to April (environment 1) and the second from May to August 2014 (environment 2). Experiments were conducted in greenhouse. Randomized block design for both experiments with FRF in two seasons was used, with three plants per plot and three repetitions. The evaluated characteristics were: score within 42 days after inoculation (DAI), area under the disease progress curve of severity (AUDPCS) and incidence (AUDPCI). Individual and joint variance trait analyses were carried out, estimating genetic parameters and gains per direct and indirect selection. Heritability estimates in a broad sense were higher than 89.9% for all traits in the individual and joint analysis. Selection gains were high for the evaluated traits in both environments and the greatest genetic progress was obtained by the direct selection in each feature. Of FRF selected, 92% and 36% were classified as moderate for environments 1 and 2, respectively. The highest gains in direct and indirect selection were obtained for AUDPCS in the individual analyses of environments and in the joint analysis. FRF 68, 46, 66, 75, 47, 51, 52, 54 and 77 were moderately resistant, which allows their use in a scab resistance breeding program.<hr/>RESUMO O maracujá destaca-se como uma das frutíferas mais cultivadas no Brasil. Com a expansão da cultura, houve aumento dos problemas fitossanitários. Dentre os problemas fitossanitários, estão as doenças fúngicas, como a verrugose. Objetivou-se, neste trabalho, quantificar a intensidade da verrugose nas folhas, estimar parâmetros genéticos e o ganho de seleção da resistência à verrugose em famílias de irmãos completos (FICs) de maracujazeiro-azedo. Foram realizados dois experimentos para avaliar a reação das FIC, sendo o primeiro no período de janeiro a abril (ambiente 1) e o segundo de maio a agosto de 2014 (ambiente 2). Os experimentos foram conduzidos em ambiente protegido. Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados para os dois experimentos, com as FICs em duas épocas, contendo três plantas por parcela e três repetições. As características avaliadas foram: nota aos 42 dias após a inoculação (DAI), área abaixo da curva de progresso da severidade (AACPS) e da incidência (AACPI) da verrugose. Foram realizadas análises de variância individual e conjunta das características, estimados os parâmetros genéticos e os ganhos por seleção direta e indireta. As estimativas de herdabilidade no sentido amplo foram maiores que 89,9% para todas as características, nas análises individuais e conjunta. Os ganhos de seleção foram altos para as características avaliadas nos dois ambientes, e o maior progresso genético foi obtido pela seleção direta em cada característica. Das FICs selecionadas, 92% e 36% foram classificadas como moderadamente para os ambientes 1 e 2, respectivamente. Os maiores ganhos na seleção direta e indireta foram obtidos para a característica AACPS, nas análises individuais dos ambientes e na análise conjunta. As FICs 68; 46; 66; 75; 47; 51; 52; 54 e 77 foram moderadamente resistentes, o que possibilita o uso das mesmas em um programa de melhoramento, visando à resistência à verrugose. <![CDATA[SELEÇÃO DE GENÓTIPOS DE PESSEGUEIRO QUANTO À CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000400803&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Peach is much appreciated by consumers and its popularity is mainly related with organoleptic characteristics. However, with emergence of concepts of functional foods (health promoters), there is high interest to study and to quantify the biochemical components of fruits. The aim of this work was to perform the biochemical characterization of peach genotypes, evaluating the genetic diversity and selecting those with desirable biochemical qualities for use as parents in future breeding programs. The experiment was carried out at the Laboratory of Plant Physiology - UTFPR - Campus of Dois Vizinhos, PR (Brazil), with fruits from 26 and 29 peach genotypes (Prunus persica) in the 2009/2010 and 2010/2011 crop years, respectively. The experimental design was entirely randomized, considering each genotype as treatment, using four replicates and four fruits per plot. Total and reducing sugars, total proteins, amino acids, total phenols, anthocyanins, flavonoids and phenylalanine ammonia-lyase enzyme activity (PAL) in fruits were evaluated. According to the results of two crop years, ‘Cascata 967’, ‘Conserva 985’, ‘Kampai’, ‘Tropic Snow’ and ‘Cascata 1055’ were selected as those with the highest levels of these compounds.<hr/>RESUMO O pêssego é uma fruta muito apreciada, cuja popularidade é decorrente principalmente de seu sabor agradável. Entretanto, com o surgimento dos conceitos de alimentos funcionais (com propriedades promotoras de saúde), haverá interesse maior em estudar e quantificar os componentes bioquímicos das frutas. Os objetivos deste trabalho foram caracterizar bioquimicamente frutos de genótipos de pessegueiro e selecionar aqueles que apresentarem qualidades bioquímicas desejáveis para sua futura inserção como genitores em programas de melhoramento. O experimento foi conduzido no Laboratório de Fisiologia Vegetal da UTFPR - Câmpus Dois Vizinhos, PR (Brasil), com frutos de 26 e 29 genótipos de pessegueiro (Prunus persica), provenientes dos ciclos produtivos de 2009/2010 e 2010/2011, respectivamente. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, considerando-se cada genótipo como tratamento, utilizando-se de quatro repetições, com quatro frutos cada. Foram analisados os açúcares totais e redutores, as proteínas totais, os aminoácidos, os fenóis totais, as antocianinas, os flavonoides e a atividade da enzima fenilalanina amônia-liase (FAL) dos frutos. Os pêssegos foram caracterizados bioquimicamente, selecionando-se como superiores, na média dos dois ciclos produtivos, os genótipos ‘Cascata 967’, ‘Conserva 985’, ‘Kampai’, ‘Tropic Snow’ e ‘Cascata 1055’. <![CDATA[AVANÇOS NA PROPAGAÇÃO DO PESSEGUEIRO, NECTARINEIRA E AMEIXEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000401001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Nursery trees of stone fruits (Prunus spp.) are traditionally produced by union of two distinct genotypes - the rootstock and the scion - which, by grafting, form a composite plant that will be maintained throughout of all plant life. In Brazil, the rootstocks are predominantly seed propagated and therefore usually results in heterogeneous trees for vigor and edaphic adaptation. However, with advances in rootstock breeding programs that released cultivars and certification in several countries (notably in Europe), the system will come gradually evolving for vegetative propagation (cuttings and tissue culture) and use of seeds of selected rootstocks with specific characteristics and potted nursery trees production. For scion cultivar propagation, the budding system (with its many variations) has predominantly been adopted in major producing countries. This review had as objective to comment main propagation methods adopted for rootstocks and scion in peach, nectarine and plum, and recent technical progress obtained as well as the needs of improvement for nursery tree production.<hr/>RESUMO Mudas de frutíferas de caroço (Prunus spp.) são tradicionalmente produzidas pela união de dois genótipos distintos - o porta-enxerto e a cultivar copa - que, por meio da enxertia, formam uma planta composta. No Brasil, os porta-enxertos são predominantemente obtidos de sementes, normalmente resultando em plantas com heterogeneidade de suas características. Com os avanços nos programas de melhoramento genético de porta-enxertos, lançamentos de cultivares e programas de certificação de mudas em diversos países (notadamente na Europa), o sistema vêm gradativamente evoluindo para a propagação vegetativa (estaquia e cultura de tecidos), uso de sementes de genótipos selecionados com características específicas e produção de mudas em embalagens. Para a propagação das cultivares copa, a enxertia (com suas diversas variações) têm sido predominantemente adotada nos principais países produtores. O objetivo desta revisão bibliográfica é abordar os principais métodos de propagação adotados para porta-enxertos e para copas em pessegueiro, nectarineira e ameixeira, e os avanços técnicos obtidos, bem como as necessidades de melhorias para a produção de mudas de qualidade. <![CDATA[AVANÇOS NA PROPAGAÇÃO DA GOIABEIRA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000401002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Guava (Psidium guajava L.) can be propagated by seed, layering, air layering, grafting (budding or grafting), cuttings (root or shoot) or tissue culture. Propagation by seed is used for rootstock production and for raising populations for screening at early phases in the breeding programs. Vegetative propagation methods are used to clone selected genotypes from these programs and commercial orchards because it perpetuates all characteristics of each cultivar. This review addresses different methods that can be used to propagate guava, the methods commercially adopted and the progress obtained in recent years. There are several propagation technologies available, however, the adoption levels are rather different between producing countries. Needs for improvement on the production of guava trees will be discussed.<hr/>RESUMO A goiabeira (Psidium guajava L.) pode ser propagada por sementes, mergulhia, alporquia, enxertia (borbulhia ou garfagem), estaquia (de raiz ou de ramos) ou cultura de tecidos. A propagação por sementes é utilizada na produção de porta-enxertos e na fase inicial do melhoramento genético. Os métodos de propagação vegetativa são utilizados para clonar os genótipos selecionados nas fases mais adiantadas dos programas de melhoramento genético e nos plantios comerciais, pois perpetua todas as características das cultivares de interesse. A presente revisão bibliográfica tem por objetivo abordar os diferentes métodos que podem ser utilizados para propagar a goiabeira, os comercialmente adotados e os avanços obtidos nos últimos anos. Diversas são as tecnologias de propagação disponíveis, entretanto, os níveis de adoção são bastante diferentes entre os países produtores. Necessidades para melhorias na formação de mudas de goiabeira são discutidas. <![CDATA[AVANÇOS OBSERVADOS NA PROPAGAÇÃO DE VIDEIRAS NO MUNDO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000401003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Grapevine production by classical grafting methods and in commercial scale emerged over 130 years. This system remained handmade until the mid-1950s, when the first international certification programs aimed at obtaining mother plants with high viral sanity emerged. The necessity to increase the scale of production on industrial model and plant material production based on minimum morphological standards appeared at the end of the 1960s. Along the 1970s, research unlocked knowledge on semi-automated grafting, process hygiene, use of plant growth regulators and understanding of physiological events of rootstock-scion compatibility, callus formation and rooting. So, until the mid-2000s, certification schemes and propagation processes advanced little in technical standard. However, grapevine growing areas were expanded and demands for plant material increased, and new diseases emerged from contaminated nurseries. These new diseases (new viral complexes, phytoplasmas, bacteria and grapevine trunk diseases) were discovered by high-sensitivity diagnostic methods. Today, there is a new discussion on the nursery segment worldwide. The propagation techniques have been reviewed from the perspective of reducing the incidence of new diseases and minimum physiological damage of nursery plants during the production stages. Therefore, technological innovations regarding equipment, practices and production inputs have been incorporated in new certification schemes. However, despite these advantages, these schemes have become more complex and multidisciplinary than previous ones, bringing difficulties in adaptation of nurserymen.<hr/>RESUMO A propagação de videiras a partir dos métodos clássicos de enxertia e em escala comercial teve origem há mais de 130 anos. Este sistema permaneceu artesanal até meados da década de 1950, quando se iniciaram os primeiros programas internacionais para certificação com foco na obtenção de plantas básicas com elevada sanidade para vírus. No fim da década de 1960 surgiu a necessidade de aumentar a escala para produção em um modelo industrial em que a muda apresentasse um padrão morfológico mínimo. Ao longo da década de 1970, aprofundaram-se as pesquisas relacionadas à automatização da prática de enxertia, à higienização do processo, ao uso de reguladores de crescimento e ao entendimento dos eventos fisiológicos da compatibilidade entre enxerto e porta-enxerto, formação de calos e enraizamentos. Assim, até meados dos anos 2000, os esquemas de certificação e o processo de propagação pouco evoluíram em termos técnicos. Porém, na medida em que a área vitivinícola foi expandindo e a demanda por mudas aumentado verificou-se que novas pragas se alastravam em escala global a partir de viveiros contaminados. Estas novas doenças (complexos virais, fitoplasmas, bactérias e fungos causadores de podridões vasculares), foram sendo descobertas à medida que os métodos de diagnose avançaram em sensibilidade de detecção. Hoje, surge uma nova discussão no segmento viveirista mundial fundamentada no fato de que o processo de propagação está sendo revisto sob o foco da redução de incidência das novas pragas e mínimo dano à muda ao longo das etapas da produção. Surgem assim, inovações tecnológicas, tanto em equipamentos quanto em práticas e insumos, sendo incorporadas aos novos modelos de certificação. Mas, se por um lado, estes esquemas tornam-se cada vez mais multidisciplinares, por outro, a complexidade gerada pode trazer dificuldades para a adesão pelos viveiristas. <![CDATA[TEOR E ACÚMULO DE MACRONUTRIENTES EM FOLHAS DE MARACUJAZEIRO SOB MÉTODOS DE AMOSTRAGEM E ADUBAÇÕES N-K]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000403001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Nitrogen and potassium fertilization and assessment of adequate nutritional status are essential for increasing fruit production of passion fruit. However, studies related to characterization of the leaf nutrient concentration and content in passion fruit with different production capacities are scarce in the literature in Brazil. The objective of this study was to evaluate macronutrient leaf concentration and content in different parts of the reproductive shoot of yellow passion fruit subjected to different ratios of N and K fertilization. The study was conducted in a randomized block design, with three replications, following a 4 x 6 factorial arrangement consisting of four cultivars of yellow passion fruit (BRS Gigante Amarelo, IAC 275, BRS Ouro Vermelho, and BRS Sol do Cerrado) and six application rates of N-K2O fertilizer (0-0, 50-125, 100-250, 150-375, 200-500, and 250-625 kg ha-1 year-1). Two leaf sampling methods were adopted (leaf located at a position adjacent to the fruit, and leaf located at the end of the reproductive branch) for nutritional assessment. The leaf located at the adjacent position had lower N, P, K, Mg, and S concentration and higher Ca concentration than the concentrations observed in the standard leaf. However, the higher leaf dry matter in adjacent leaves resulted in increased macronutrient concentration/content. The increase in N-K fertilizations inhibited Ca and Mg content in the leaves adjacent to the fruit of the Gigante Amarelo, IAC, and Ouro Vermelho passion fruit cultivars, but did not affect Ca and Mg content in the standard leaf. The passion fruit cultivars showed different leaf nutrient contents after N-K fertilization, indicating variable nutritional demands and the need for specific diagnostic methods for each cultivar.<hr/>RESUMO A adubação nitrogenada e potássica e a avaliação adequada do estado nutricional são imprescindíveis para o aumento da produção de frutos de maracujá, no entanto, são consideradas escassas no Brasil informações literárias relacionadas à caracterização dos teores e acúmulos foliares de nutrientes em maracujazeiros com distintas capacidades produtivas. Objetivou-se avaliar os teores e acúmulos foliares de macronutrientes em partes distintas do ramo frutífero de cultivares de maracujazeiro azedo submetidos à adubação com N e K. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, com três repetições, no esquema fatorial 4 × 6, consistindo de quatro cultivares de maracujazeiro azedo (BRS Gigante Amarelo, IAC 275, BRS Ouro Vermelho e BRS Sol do Cerrado) e seis doses de N-K2O (0-0, 50-125, 100-250, 150-375, 200-500 e 250-625 kg ha-1 ano-1). Foram adotados dois métodos de amostragem foliar (folha localizada na posição adjacente ao fruto e folha localizada no final do ramo frutífero) para a avaliação nutricional. A maior produção de massa de matéria seca implicou em maiores acúmulos médios de macronutrientes nas folhas adjacentes das cultivares de maracujazeiro. O aumento das adubações com N-K inibiu o acúmulo de Ca e Mg nas folhas adjacentes ao fruto para as cultivares Gigante Amarelo, IAC e Ouro Vermelho, mas não alteraram o acúmulo de Ca e Mg na folha localizada no final do ramo frutífero. As cultivares de maracujazeiro apresentaram distintos acúmulos foliares de macronutrientes após a adubação com N-K, indicando a presença de demanda nutricional variável e necessidade de elaboração de métodos de diagnose específicos para cada cultivar. <![CDATA[TEOR E ACÚMULO DE MICRONUTRIENTES EM FOLHAS DE MARACUJAZEIRO SOB MÉTODOS DE AMOSTRAGEM E ADUBAÇÕES N-K]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000403002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Balanced uptake of micronutrients by the passion fruit plant is essential for increased production and fruit quality. However, similar fertilizer management in varieties with different productive capacities and high levels of nitrogen and potassium can cause nutritional disorders in plants. The objective of this study was to evaluate leaf micronutrient concentrations and contents in passion fruit as affected by two different sampling methods, different N-K fertilization proportions, and different cultivars. The study was conducted in a randomized block design, with three replications, following a 4 × 6 factorial arrangement consisting of four cultivars of yellow passion fruit (BRS Gigante Amarelo, IAC 275, BRS Ouro Vermelho, and BRS Sol do Cerrado) and six application rates ofN-K2O fertilizer (0-0, 50-125, 100-250, 150-375, 200-500, and 250-625 kg ha-1 year-1). Two leaf sampling methods (leaf located at a position adjacent to the fruit, and leaf located at the end of the fruit-bearing branch) were adopted for nutritional assessment. At 240 days after planting passion fruit seedlings in the experimental area, 20 leaves per plot were sampled. Higher accumulated micronutrient contents were obtained in the adjacent leaves, possibly because of greater leaf weight (more fully developed leaf) compared to the standard leaf. The cultivar IAC 275 had lower concentration and content of Cu, Fe, e Mn in the adjacent leaf, indicating variations in the levels of micronutrients among the cultivars and different micronutrient demands by the cultivars studied. N and K fertilization had less effect on leaf micronutrient concentration and content, but the Zn concentration and content decreased in the standard leaf of the BRS Gigante Amarelo cultivar, and Cu decreased in the standard leaf of the BRS Ouro Vermelho cultivar.<hr/>RESUMO A absorção equilibrada dos micronutrientes pelo maracujazeiro é essencial para o aumento da produção e qualidade de seus frutos. No entanto, a utilização de cultivares com distintas capacidades produtivas e doses elevadas de nitrogênio e potássio podem levar a desordens nutricionais nas plantas. Objetivou-se avaliar os teores e acúmulos foliares de micronutrientes em maracujazeiros, sob dois métodos de amostragem foliar e adubação com N e K. O delineamento utilizado foi o em blocos casualizados, com três repetições, no esquema fatorial 4 × 6, consistindo em quatro cultivares de maracujazeiro- azedo (BRS Gigante Amarelo, IAC 275, BRS Ouro Vermelho e BRS Sol do Cerrado) e seis doses de N-K2O (0-0; 50-125; 100-250; 150-375; 200-500 e 250-625 kg ha-1 ano-1). Foram adotados dois métodos de amostragem foliar (folha localizada na posição adjacente ao fruto e folha localizada no final do ramo frutífero) para a avaliação nutricional. Aos 240 dias após plantio das mudas de maracujazeiro na área experimental, foram amostradas 20 folhas por parcela. Os maiores acúmulos de micronutrientes foram obtidos nas folhas adjacentes, possivelmente em virtude da maior massa de folhas (folhas totalmente desenvolvidas) em comparação àqueles obtidos nas folhas-padrão. A cultivar IAC 275 teve menor teor e acúmulo médio de Cu, Fe e Mn na folha adjacente, indicando variações nos teores de micronutrientes entre as cultivares e a existência de distintas demandas de micronutrientes pelas cultivares estudadas. As adubações com N e K tiveram menor interferência nos teores e acúmulos de micronutrientes foliares, mas reduziram o teor e o acúmulo foliar de Zn na folha-padrão da cultivar Gigante Amarelo, de Cu na folha adjacente da cultivar Ouro Vermelho. <![CDATA[UTILIZAÇÃO DA PRODUTIVIDADE E A RELAÇÃO SÓLIDOS SOLÚVEIS TOTAIS/ACIDEZ TOTAL TITULÁVEL EM LARANJA NA DEFINIÇÃO DO GRUPO-PADRÃO PARA NORMA DRIS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452017000403003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The nutritional quality of orange influences directly on its juice quality. Therefore, the DRIS (Diagnosis and Recommendation Integrated System) allows the verification of nutrients balance in plants as well as determine if its growth is associated or not to nutritionals restrictions. Thus, this research applied the total soluble solids/total titratable acidity to identify the standard group and to define the DRIS. The experiment was carried out in an orange orchard (1 ha) of the Monte Parnaso variety, in Southern Brazil. Twenty trees were geo-referenced, aiming to collect samples for foliar analysis and quantify fruits quality parameters. Therefore, it was possible to observe that total soluble solids/total titratable acidity presented the best ratio with the nutritional balance index, when compared to yield. Hence, it presents the best response when choosing standard group for DRIS calculations.<hr/>RESUMO A qualidade nutricional da laranja influencia diretamente na qualidade do suco. Desta forma, o DRIS (sistema integrado de diagnose e recomendação) permite identificar o balanço dos nutrientes numa planta, determinar se o crescimento da mesma está sujeito à limitação de natureza nutricional ou não nutricional. Assim, o objetivo foi utilizar a relação sólidos solúveis totais/acidez total titulável (SST/ATT) para a identificação do grupo-padrão (grupo com melhor qualidade e produtividade) e definição do DRIS. Para isso, o experimento foi conduzido em um pomar de laranjeiras (1 ha) da variedade Monte Parnaso, localizado em Nova Laranjeiras-PR. Vinte árvores foram georreferenciadas, visando a coletar amostras para a realização da análise foliar e quantificação dos parâmetros de qualidade dos frutos. Após a determinação dos parâmetros, os resultados da análise foliar foram avaliados e comparados, utilizando os critérios da norma DRIS. Assim, foi possível observar que a relação SST/ATT apresentou melhor relação com o IBN (índice de balanço nutricional), quando comparado à produtividade e, desta forma, apresenta melhor resposta na escolha do grupo-padrão para o cálculo do DRIS.