Scielo RSS <![CDATA[Radiologia Brasileira]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-398420140005&lang=pt vol. 47 num. 5 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Ressonância magnética multiparamétrica de próstata: a evolução de uma técnica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[O papel da ressonância magnética com o uso do meio de contraste hepatoespecífico na avaliação da lesão hepática focal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Achados de imagem dos tumores hepáticos incomuns: ampliando o diagnóstico diferencial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Qual o seu diagnóstico?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Biópsia percutânea de lesões ósseas guiada por tomografia computadorizada: taxas de definição diagnóstica e complicações]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500269&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Determinar taxas de definição diagnóstica e complicações da biópsia percutânea guiada por tomografia computadorizada (TC) de lesões ósseas suspeitas de malignidade. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo que incluiu 186 casos de biópsia percutânea guiada por TC de lesões ósseas no período de janeiro de 2010 a dezembro de 2012. Todas as amostras foram obtidas usando agulhas de 8 a 10 gauge. Foram coletados dados demográficos, história de neoplasia maligna prévia, dados relacionados à lesão, ao procedimento e ao resultado histológico. Resultados: A maioria dos pacientes era do sexo feminino (57%) e a idade média foi 53,0 ± 16,4 anos. Em 139 casos (74,6%) a suspeita diagnóstica era metástase e os tumores primários mais comuns foram de mama (32,1%) e próstata (11,8%). Os ossos mais envolvidos foram coluna vertebral (36,0%), bacia (32,8%) e ossos longos (18,3%). Houve complicações em apenas três pacientes (1,6%), incluindo uma fratura, um caso de parestesia com comprometimento funcional e uma quebra da agulha necessitando remoção cirúrgica. Amostras de 183 lesões (98,4%) foram consideradas adequadas para diagnóstico. Resultados malignos foram mais frequentes nos pacientes com suspeita de lesão secundária e história de neoplasia maligna conhecida (p &lt; 0,001) e nos procedimentos orientados pela PET/CT (p = 0,011). Conclusão: A biópsia percutânea guiada por TC é segura e eficaz no diagnóstico de lesões ósseas suspeitas. <hr/> Objective: To determine the rates of diagnostic success and complications of computed tomography (CT)-guided percutaneous biopsy of bone lesions suspected for malignancy. Materials and Methods: Retrospective study including 186 cases of CT-guided percutaneous biopsies of bone lesions in the period from January, 2010 to December, 2012. All the specimens were obtained with 8-10 gauge needles. The following data were collected: demographics, previous history of malignancy, data related to the lesion, to the procedure, and to histological results. Results: Most patients were women (57%), and the mean age was 53.0 ± 16.4 years. In 139 cases (74.6%), there was diagnostic suspicion of metastasis and the most common primary tumors were breast (32.1%) and prostate (11.8%). The bones most commonly involved were spine (36.0%), hip (32.8%) and long bones (18.3%). Complications occurred in only three cases (1.6%) including bone fracture, paresthesia with functional impairment, and needle breakage requiring surgical removal. The specimens collected from 183 lesions (98.4%) were considered appropriate for diagnosis. Malignant results were more frequently found in patients who had a suspected secondary lesion and history of known malignancy (p &lt; 0.001), and in patients who underwent PET/CT-guided procedures (p = 0.011). Conclusion: CT-guided percutaneous biopsy is a safe and effective procedure for the diagnosis of suspicious bone lesions. <![CDATA[Aplicativo para dosimetria interna usando a distribuição biocinética de fótons baseada em imagens de medicina nuclear]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500275&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Este artigo apresenta uma forma de se obterem estimativas de dose em pacientes submetidos a tratamentos radioterápicos a partir da análise das regiões de interesse em imagens de medicina nuclear. Materiais e Métodos: Foi desenvolvido o software denominado DoRadIo (Dosimetria das Radiações Ionizantes), que recebe as informações sobre os órgãos fontes e o órgão alvo e retorna resultados gráficos e numéricos. As imagens de medicina nuclear utilizadas foram obtidas de catálogos disponibilizados por físicos médicos. Nas simulações utilizaram-se modelos computacionais de exposição constituídos por fantomas de voxels acoplados ao código Monte Carlo EGSnrc. O software foi desenvolvido no Microsoft Visual Studio 2010 com o modelo de projeto Windows Presentation Foundation e a linguagem de programação C#. Resultados: Da aplicação das ferramentas foram obtidos: o arquivo para otimização das simulações Monte Carlo utilizando o EGSnrc, a organização e compactação dos resultados dosimétricos com todas as fontes, a seleção das regiões de interesse, a contagem da intensidade dos tons de cinza nas regiões de interesse, o arquivo das fontes ponderadas e, finalmente, todos os resultados gráficos e numéricos. Conclusão: A interface de usuários pode ser adaptada para uso em clínicas de medicina nuclear como ferramenta computacional auxiliar na estimativa da atividade administrada. <hr/> Objective: This article presents a way to obtain estimates of dose in patients submitted to radiotherapy with basis on the analysis of regions of interest on nuclear medicine images. Materials and Methods: A software called DoRadIo (Dosimetria das Radiações Ionizantes [Ionizing Radiation Dosimetry]) was developed to receive information about source organs and target organs, generating graphical and numerical results. The nuclear medicine images utilized in the present study were obtained from catalogs provided by medical physicists. The simulations were performed with computational exposure models consisting of voxel phantoms coupled with the Monte Carlo EGSnrc code. The software was developed with the Microsoft Visual Studio 2010 Service Pack and the project template Windows Presentation Foundation for C# programming language. Results: With the mentioned tools, the authors obtained the file for optimization of Monte Carlo simulations using the EGSnrc; organization and compaction of dosimetry results with all radioactive sources; selection of regions of interest; evaluation of grayscale intensity in regions of interest; the file of weighted sources; and, finally, all the charts and numerical results. Conclusion: The user interface may be adapted for use in clinical nuclear medicine as a computer-aided tool to estimate the administered activity. <![CDATA[Bloqueio do plexo celíaco: estudo anatômico e simulação em tomografia computadorizada]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500283&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To analyze anatomical variations associated with celiac plexus complex by means of computed tomography simulation, assessing the risk for organ injury as the transcrural technique is utilized. Materials and Methods: One hundred eight transaxial computed tomography images of abdomen were analyzed. The aortic-vertebral, celiac trunk (CeT)-vertebral, CeT-aortic and celiac-aortic-vertebral topographical relationships were recorded. Two needle insertion pathways were drawn on each of the images, at right and left, 9 cm and 4.5 cm away from the midline. Transfixed vital organs and gender-related associations were recorded. Results: Aortic-vertebral - 45.37% at left and 54.62% in the middle; CeT-vertebral - T12, 36.11%; T12-L1, 32.4%; L1, 27.77%; T11-T12, 2.77%; CeT-aortic - 53.7% at left and 46.3% in the middle; celiac-aortic-vertebral - L-l, 22.22%; M-m, 23.15%; L-m, 31.48%; M-l, 23.15%. Neither correspondence on the right side nor significant gender-related associations were observed. Conclusion: Considering the wide range of abdominal anatomical variations and the characteristics of needle insertion pathways, celiac plexus block should not be standardized. Imaging should be performed prior to the procedure in order to reduce the risks for injuries or for negative outcomes to patients. Gender-related anatomical variations involved in celiac plexus block should be more deeply investigated, since few studies have addressed the subject. <hr/> Objetivo: Analisar variações anatômicas relacionadas ao bloqueio do plexo celíaco por meio da simulação por tomografia computadorizada e avaliar a possibilidade de transfixação de órgãos pelo método transcrural. Materiais e Métodos: Cento e oito imagens de tomografias computadorizadas transaxiais abdominais foram analisadas. As relações aorto-vertebral, tronco celíaco (TCe)-vertebral, TCe-aórtica e celíaco-aorto-vertebral foram registradas. Em cada imagem foram dispostas duas trajetórias de agulhas, a 9 cm e a 4,5 cm à esquerda e à direita da linha média. Os órgãos vitais transfixados e associações relacionadas ao gênero foram registrados. Resultados: Aorto-vertebral - 45,37% esquerda e 54,62% central; TCe-vertebral - T12, 36,11%; T12-L1, 32,4%; L1, 27,77%; T11-T12, 2,77%; TCe-aórtica - 53,7% esquerda e 46,3% central; celíaco-aorto-vertebral - L-l, 22,22%; M-m, 23,15%; L-m, 31,48%; M-l, 23,15%. Em nenhum dos critérios analisados houve correspondência no lado direito e nem associação significativa entre os gêneros. Conclusão: O bloqueio do plexo celíaco não deve ser padronizado, em razão das amplas variações anatômicas abdominais e das características próprias de cada acesso, sendo necessário o registro de imagem prévio ao procedimento para cada paciente, visando diminuir riscos de lesão. Registros sobre a variação anatômica quanto ao gênero, relacionados ao bloqueio do plexo celíaco, devem ser aprofundados. <![CDATA[Quantificação das grandezas dosimétricas em exames de tomografia computadorizada pediátricos do abdome]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500288&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Visando contribuir para o conhecimento das doses em tomografia computadorizada (TC), este trabalho teve o objetivo de quantificar grandezas dosimétricas associadas a exames do abdome em pacientes pediátricos, comparando-as com os níveis de referência em radiodiagnóstico (NRD). Materiais e métodos: O estudo foi realizado em dois hospitais, em um tomógrafo Toshiba Asteion single-slice e um GE BrightSpeed multi-slice. Medidas foram feitas com uma câmara de ionização tipo lápis e um objeto simulador de tronco de polimetilmetacrilato de 16 cm de diâmetro. Resultados: Os valores do índice ponderado de kerma no ar (CW) não apresentaram diferenças significativas, porém, para as grandezas índice de kerma no ar volumétrico (CVOL), produto kerma-comprimento (PKL,CT) e dose efetiva, as diferenças foram relevantes. Conclusão: Apenas o CW apresentou valores menores que os NRD, sugerindo que a otimização não seria necessária. Porém, os valores de PKL,CT e dose efetiva mostraram que há espaço para reduzir as doses de radiação pediátricas. Este trabalho ressalta a importância de avaliar todas as grandezas dosimétricas associadas aos exames por TC. <hr/> Objective: Aiming at contributing to the knowledge on doses in computed tomography (CT), this study has the objective of determining dosimetric quantities associated with pediatric abdominal CT scans, comparing the data with diagnostic reference levels (DRL). Materials and methods: The study was developed with a Toshiba Asteion single-slice CT scanner and a GE BrightSpeed multi-slice CT unit in two hospitals. Measurements were performed with a pencil-type ionization chamber and a 16 cm-diameter polymethylmethacrylate trunk phantom. Results: No significant difference was observed in the values for weighted air kerma index (CW), but the differences were relevant in values for volumetric air kerma index (CVOL), air kerma-length product (PKL,CT) and effective dose. Conclusion: Only the CW values were lower than the DRL, suggesting that dose optimization might not be necessary. However, PKL,CT and effective dose values stressed that there still is room for reducing pediatric radiation doses. The present study emphasizes the importance of determining all dosimetric quantities associated with CT scans. <![CDATA[Ressonância magnética multiparamétrica da próstata: conceitos atuais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500292&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Multiparametric MR (mpMR) imaging is rapidly evolving into the mainstay in prostate cancer (PCa) imaging. Generally, the examination consists of T2-weighted sequences, diffusion-weighted imaging (DWI), dynamic contrast-enhanced (DCE) evaluation, and less often proton MR spectroscopy imaging (MRSI). Those functional techniques are related to biological properties of the tumor, so that DWI correlates to cellularity and Gleason scores, DCE correlates to angiogenesis, and MRSI correlates to cell membrane turnover. The combined use of those techniques enhances the diagnostic confidence and allows for better characterization of PCa. The present article reviews and illustrates the technical aspects and clinical applications of each component of mpMR imaging, in a practical approach from the urological standpoint.<hr/>O estudo por ressonância magnética multiparamétrica, ou funcional, vem evoluindo para se tornar o pilar fundamental no manejo diagnóstico de pacientes com câncer de próstata. Geralmente, o exame consiste em imagens pesadas em T2, difusão, realce dinâmico pelo contraste (permeabilidade), e cada vez menos frequentemente espectroscopia de prótons. Tais técnicas funcionais relacionam-se com propriedades biológicas do tumor, de modo que a difusão se relaciona com a celularidade e os escores de Gleason, a permeabilidade se relaciona com a angiogênese, e a espectroscopia de prótons se relaciona com o metabolismo da membrana celular. O uso destas técnicas em combinação aumenta a confiança diagnóstica e permite uma melhor caracterização do câncer de próstata. Este artigo tem o objetivo de revisar e ilustrar os aspectos técnicos e as aplicações clínicas de cada componente do estudo de ressonância magnética multiparamétrica da próstata, mediante uma abordagem prática. <![CDATA[Contraste hepatobiliar: diagnóstico diferencial das lesões hepáticas focais, armadilhas e outras indicações]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A caracterização das lesões hepáticas focais é muito importante. A ressonância magnética é considerada o melhor método de imagem para a avaliação destas lesões, mas não permite o diagnóstico em todos os casos. Os contrastes hepatobiliares aumentam a acurácia diagnóstica da ressonância magnética e diminuem o número de lesões hepáticas indefinidas. Suas principais indicações são a diferenciação entre hiperplasia nodular focal e adenoma, caracterização de carcinoma hepatocelular em pacientes cirróticos, detecção de metástases hepáticas pequenas, avaliação da anatomia biliar e identificação de fístulas biliares pós-operatórias. A utilização dos contrastes hepatobiliares pode reduzir a necessidade de procedimentos diagnósticos invasivos e de avaliação complementar por outros exames de imagem, além de diminuir a necessidade de exames de acompanhamento.<hr/>The characterization of focal liver lesions is very important. Magnetic resonance imaging is considered the best imaging method for evaluating such lesions, but does not allow for the diagnosis in all cases. The use of hepatobiliary contrast agents increases the diagnostic accuracy of magnetic resonance imaging and reduces the number of non-specific liver lesions. The main indications for the method include: differentiation between focal nodular hyperplasia and adenoma; characterization of hepatocellular carcinomas in cirrhotic patients; detection of small liver metastases; evaluation of biliary anatomy; and characterization of postoperative biliary fistulas. The use of hepatobiliary contrast agents may reduce the need for invasive diagnostic procedures and further investigations with other imaging methods, besides the need for imaging follow-up. <![CDATA[Tumores hepáticos incomuns: ensaio iconográfico - Parte 1]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500310&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A maioria dos tumores hepáticos primários malignos é representada pelo carcinoma hepatocelular e pelo colangiocarcinoma, entretanto, uma variedade de outras lesões hepáticas incomuns pode ser encontrada. Lesões comuns como o hemangioma, a hiperplasia nodular focal e as metástases são bem conhecidas e já foram extensamente documentadas na literatura. O diagnóstico das lesões hepáticas típicas pode ser feito com alguma segurança utilizando-se os diversos métodos de imagem; por outro lado, as lesões incomuns são geralmente um desafio diagnóstico para o radiologista. Nesta primeira parte do estudo abordaremos cinco tumores hepáticos incomuns - o angiossarcoma, o angiomiolipoma, o cistoadenoma/carcinoma biliar, o hemangioendotelioma epitelioide e o carcinoma hepatocelular fibrolamelar -, suas principais características e achados de imagem, com foco na tomografia computadorizada e na ressonância magnética.<hr/>Most malignant liver tumors are represented by hepatocellular carcinoma and cholangiocarcinoma; however a variety of other uncommon hepatic lesions might also be found. Common lesions such as hemangioma, focal nodular hyperplasia and metastases are well known and have already been extensively documented in the literature. The diagnosis of typical hepatic lesions may be done with some reliability by means of several imaging methods; on the other hand, uncommon lesions normally represent a diagnostic challenge for the radiologist. In this first part of the study, the authors will approach five uncommon liver tumors - angiosarcoma, angiomyolipoma, cystadenoma/biliary carcinoma, epithelioid hemangioendothelioma, and fibrolamellar hepatocellular carcinoma -, describing their main characteristics and image findings with focus on computed tomography and magnetic resonance imaging. <![CDATA[Traqueobronquite aguda causada por <em>Aspergillus</em>: relato de caso e achados de imagem]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500317&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Traqueobronquite aguda é uma forma rara da aspergilose invasiva e geralmente ocorre em pacientes com imunodepressão grave. Relatamos o caso de um paciente no pós-transplante de medula óssea com a manifestação desta doença, dando ênfase aos achados tomográficos encontrados.<hr/>Acute tracheobronchitis is a rare manifestation of invasive aspergillosis, generally occurring in severely immunocompromised patients. The authors report the case of a patient presenting with this condition after bone-marrow transplantation, with emphasis on tomographic findings. <![CDATA[Lesão de aorta simulando doença pulmonar: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500320&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Relatamos o caso de uma paciente idosa avaliada por apresentar dispneia e dor na borda costal direita, em que a radiografia de tórax demonstrou opacidade simulando lesão pulmonar e a tomografia computadorizada revelou ser de origem vascular. A síndrome aórtica aguda por ulceração de placa ateromatosa, penetrando através da lâmina elástica, associada a hematoma aórtico e aneurisma constitui importante diagnóstico diferencial nesses casos.<hr/>The authors report the case of an elderly woman assessed for dyspnea and right costal margin pain, whose chest radiography demonstrated opacity simulating pulmonary lesion, and computed tomography revealed the vascular origin of the condition. Acute aortic syndrome due to ruptured atheromatous plaque penetrating through the elastic lamina in association with aortic hematoma and aneurysm is a relevant differential diagnosis to be considered in these cases. <![CDATA[Endometriose retroperitoneal atípica e uso de tamoxifeno]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500323&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O acometimento por endometriose do retroperitônio é infrequente. Será dada importância aos achados da ressonância magnética que permitiram a suspeita diagnóstica de lesão periureteral em uma paciente em uso de tamoxifeno e que se apresentou com dor lombar esquerda e hidronefrose. Os achados histopatológicos obtidos por intermédio de biópsia percutânea orientada por tomografia computadorizada permitiram o diagnóstico de endometriose periureteral.<hr/>The involvement of the retroperitoneum by endometriosis occurs only sporadically. In the present report, emphasis will be given to the magnetic resonance imaging findings which raised the diagnostic suspicion of periureteral lesion in a patient undergoing tamoxifen therapy, presenting with left upper quadrant pain and hydronephrosis. Histopathological findings obtained by means of computed tomography-guided percutaneous biopsy revealed the diagnosis of periureteral endometriosis. <![CDATA[Repercussões clínicas e radiológicas do neurofibroma plexiforme na região pélvica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000500326&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Descrição de caso de neurofibroma plexiforme localizado na região pélvica comprometendo bexiga, próstata e coluna lombossacra, com evolução de três anos e seis meses. Diante de contraindicação de remoção cirúrgica, foi realizado acompanhamento clínico e radiológico semestral, sem constatação de crescimento tumoral. Na neurofibromatose tipo 1, as manifestações clínicas são diversas e a equipe médica deve estar atenta à investigação complementar e pode ser surpreendida por um achado raro. As massas pélvicas volumosas podem, eventualmente, corresponder a neurofibromas plexiformes, sendo útil a investigação de neurofibromatose caso o paciente ainda não tenha esse diagnóstico.<hr/>The authors report the case of a plexiform neurofibroma located in the pelvis, affecting the bladder, prostate and spine (lumbar/sacral), followed-up for three years and six months. Surgical removal was contraindicated and the patient underwent biannual clinical and radiological follow-up that did not demonstrate any tumor increase. The clinical manifestations of neurofibromatosis type 1 are variable, and the medical team should be attentive to further investigations, considering possible unexpected rare findings. Large pelvic masses may correspond to plexiform neurofibromas, so the diagnostic hypothesis of neurofibromatosis should be taken into consideration.