Scielo RSS <![CDATA[Radiologia Brasileira]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-398420140004&lang=pt vol. 47 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Avaliação por imagem da fossa posterior fetal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Mamografia: uma história de sucesso e de entusiasmo científico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Qual o seu diagnóstico?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Intervalos de referência para o volume da cisterna magna fetal por meio do método bidimensional usando o modo multiplanar da ultrassonografia tridimensional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Determinar intervalos de referência para o volume da cisterna magna fetal por meio do método bidimensional (2D) usando o modo multiplanar da ultrassonografia tridimensional. Materiais e Métodos: Estudo de corte transversal com 224 gestantes normais entre a 17ª e 29ª semanas. O volume foi obtido automaticamente pela multiplicação dos três maiores eixos nos planos axial e sagital pela constante 0,52. Regressão polinomial foi realizada para obter correlação entre o volume 2D da cisterna magna e a idade gestacional, sendo os ajustes realizados pelo coeficiente de determinação (R2). Confiabilidade e concordância foram obtidas pelo coeficiente de correlação intraclasse (CCI) e limites de concordância. Resultados: A média do volume da cisterna magna 2D variou de 0,71 ± 0,19 cm3 para 4,18 ± 0,75 cm3 entre a 17ª e 29ª semanas, respectivamente. Observou-se boa correlação do volume da cisterna magna fetal 2D e a idade gestacional (R2 = 0,67). Observou-se excelente confiabilidade e concordância intraobservador com CCI = 0,89 e limites de concordância 95% (-52,0; 51,8), respectivamente. Observou-se baixa confiabilidade e concordância interobservador com CCI = 0,64 e limites de concordância 95% (-110,1; 84,6), respectivamente. Conclusão: Intervalos de referência para o volume 2D da cisterna magna fetal usando o modo multiplanar da ultrassonografia tridimensional foram determinados e apresentaram excelente confiabilidade e concordância intraobservador. <hr/> Objective: To establish reference intervals for the fetal cisterna magna volume by means of two-dimensional (2D) method using the multiplanar mode of three-dimensional ultrasonography. Materials and Methods: Cross-sectional study with 224 healthy pregnant women between the 17th and 29th gestational weeks. The volume was automatically obtained by multiplying the three major axes in axial and sagittal planes by the constant 0.52. Polynomial regression was utilized to establish the correlation between fetal cisterna magna volume and gestational age, with adjustments by coefficient of determination (R2). Reliability and agreement were obtained by intraclass correlation coefficient (ICC) and limits of agreement, respectively. Results: Mean fetal cisterna volume with the 2D method ranged from 0.71 ± 0.19 cm3 to 4.18 ± 0.75 cm3 at the 17th and 29th weeks, respectively. The authors observed a good correlation between fetal cisterna magna volume and gestational age (R2 = 0.67), excellent intraobserver reliability and agreement with ICC = 0.89 and limits of agreement 95% (-52.0; 51.8), respectively, and low interobserver reliability and agreement with ICC = 0.64 and limits of agreement 95% (-110.1; 84.6), respectively. Conclusion: Reference intervals for fetal cisterna magna volume by means of 2D method using the multiplanar mode of three-dimensional ultrasonography were established and presented excellent intraobserver reliability and agreement. <![CDATA[Predição de pré-eclâmpsia em suas formas tardia e precoce pela dilatação fluxo-mediada da artéria braquial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Avaliar a capacidade de predição das formas precoce e tardia da pré-eclâmpsia pela dilatação fluxo-mediada da artéria braquial (FMD), marcador biofísico de disfunção endotelial. Materiais e Métodos: Um total de 91 pacientes de alto risco para desenvolvimento de pré-eclâmpsia foi submetido a FMD entre 24 e 28 semanas de gestação. Resultados: Das pacientes selecionadas, 19 desenvolveram pré-eclâmpsia, sendo 8 em sua forma precoce e 11 em sua forma tardia. Usando-se um valor de corte de 6,5%, a sensibilidade (S) da FMD para predição de pré-eclâmpsia precoce foi 75,0%, com especificidade (E) de 73,3%, valor preditivo positivo (VPP) de 32,4% e valor preditivo negativo (VPN) de 91,9%. Para predição de pré-eclâmpsia tardia, encontrou-se valor de S de 83,3%, E de 73,2%, VPP de 34,4% e VPN de 96,2%. Para a predição de todas as formas associadas de pré-eclâmpsia, encontrou-se valor de S de 84,2%, E de 73,6%, VPP de 45,7% e VPN de 94,6%. Conclusão: A FMD se mostrou uma ferramenta com boa capacidade de predição de pré-eclâmpsia, nas suas formas tardia e precoce, o que pode representar um impacto positivo no acompanhamento de gestantes de alto risco para desenvolvimento dessa síndrome. <hr/> Objective: To assess the accuracy in the prediction of both early and late preeclampsia by flow-mediated dilation of the brachial artery (FMD), a biophysical marker for endothelial dysfunction. Materials and Methods: A total of 91 patients, considered at high risk for development of preeclampsia were submitted to brachial artery FMD between 24 and 28 weeks of gestation. Results: Nineteen out of the selected patients developed preeclampsia, 8 in its early form and 11 in the late form. With a cut-off value of 6.5%, the FMD sensitivity for early preeclampsia prediction was 75.0%, with specificity of 73.3%, positive predictive value (PPV) of 32.4% and negative predictive value (NPV) of 91.9%. For the prediction of late preeclampsia, sensitivity = 83.3%, specificity = 73.2%, PPV = 34.4% and NPV = 96.2% were observed. And for the prediction of all associated forms of preeclampsia, sensitivity = 84.2%, specificity = 73.6%, PPV = 45.7% and NPV = 94.6% were observed. Conclusion: FMD of the brachial artery is a test with good accuracy in the prediction of both early and late preeclampsia, which may represent a positive impact on the follow-up of pregnant women at high risk for developing this syndrome. <![CDATA[Avaliação do conhecimento de médicos não radiologistas sobre aspectos relacionados à radiação ionizante em exames de imagem]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Avaliar o conhecimento dos médicos não radiologistas sobre a utilização da radiação ionizante em exames de imagem. Materiais e Métodos: Estudo transversal, utilizando questionário anônimo, aplicado a médicos de especialidades clínicas e cirúrgicas, dividido em duas partes: uma com questões sobre as características dos médicos, frequência de solicitação de exames e de participação em eventos de atualização profissional, e outra com questões de múltipla escolha, abordando conhecimentos gerais sobre radiação, princípios de otimização e radioproteção. Resultados: De 309 questionários distribuídos, 120 (38,8%) foram respondidos, 50% por médicos de especialidades cirúrgicas e 50% clínicas; 45% e 2,5% dos médicos responderam, respectivamente, que a ressonância magnética e a ultrassonografia utilizam radiação ionizante. No geral, a média das notas foi maior nas especialidades cirúrgicas, sem diferenças significativas, exceto na questão sobre exposição em grávidas (p = 0,047). Os médicos que se atualizam profissionalmente mostraram conhecimento sobre radiação ionizante estatisticamente superior aos demais, principalmente os que frequentam reuniões clínicas (p = 0,050) e participam de atividades de ensino (p = 0,047). Conclusão: O conhecimento dos médicos não radiologistas sobre radiação ionizante é heterogêneo e em alguns pontos precisa ser melhorado. Reuniões clínicas multidisciplinares e atividades de ensino são importantes formas de disseminar informações sobre o tema. <hr/> Objective: To assess the non-radiologist physicians' knowledge on the use of ionizing radiation in imaging. Materials and Methods: Cross-sectional study utilizing an anonymous questionnaire responded by physicians in clinical and surgical specialties, divided into two parts as follows: one including questions about the physicians' characteristics, frequency of imaging studies requests and participation in professional updating events, and another part including multiple choice questions approaching general knowledge about radiation, optimization principles and radioprotection. Results: From a total of 309 questionnaires, 120 (38.8%) were responded, 50% by physicians in surgical specialties and 50% in clinical specialties; respectively 45% and 2.5% of physicians responded that magnetic resonance imaging and ultrasonography use ionizing radiation. Overall, the average grade was higher for surgical specialists with no significant difference, except for the question about exposure in pregnant women (p = 0.047). Physicians who are professionally updated, particularly those attending clinical meetings (p = 0.050) and participating in teaching activities (p = 0.047), showed statistically superior knowledge about ionizing radiation as compared with others. Conclusion: The non-radiologist physicians' knowledge is heterogeneous and in some points needs to be improved. Multidisciplinary clinical meetings and teaching activities are important ways to disseminate information on the subject. <![CDATA[Estudo de otimização de protocolo em cintilografia de perfusão miocárdica com a utilização de um simulador antropomórfico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Realizar um estudo de otimização de exames de cintilografia de perfusão miocárdica. Materiais e Métodos: Foram adquiridas imagens de um objeto simulador antropomórfico de tórax contendo coração, pulmões, fígado e coluna vertebral, em uma gama câmara SPECT GE modelo Ventri, utilizando-se diferentes atividades e variando-se os tempos de aquisição, de forma a verificar a influência destes parâmetros na qualidade da imagem clínica reconstruída. Foi utilizado o radiofármaco 99mTc-sestamibi e os testes realizados foram avaliados clinicamente a partir de notas, tanto para o summed stress score quanto para a qualidade técnica da imagem e perfusão. As quantificações foram realizadas pelo software ImageJ. Resultados: Os resultados demonstraram que, para o tempo padrão utilizado na realização dos exames de 15 segundos por ângulo, a atividade injetada poderia ser reduzida em 33,34%. Além disso, se o tempo usual de exame for reduzido em 54,34% (7 segundos por ângulo), ainda assim a atividade padrão injetada poderia ser reduzida em 16,67%, sem prejudicar a qualidade da imagem e a confiabilidade do diagnóstico. Conclusão: O método desenvolvido e os resultados obtidos podem ser utilizados para o desenvolvimento de um estudo clínico de pacientes em um protocolo otimizado. <hr/> Objective: To develop a study aiming at optimizing myocardial perfusion imaging. Materials and Methods: Imaging of an anthropomorphic thorax phantom with a GE SPECT Ventri gamma camera, with varied activities and acquisition times, in order to evaluate the influence of these parameters on the quality of the reconstructed medical images. The 99mTc-sestamibi radiotracer was utilized, and then the images were clinically evaluated on the basis of data such as summed stress score, and on the technical image quality and perfusion. The software ImageJ was utilized in the data quantification. Results: The results demonstrated that for the standard acquisition time utilized in the procedure (15 seconds per angle), the injected activity could be reduced by 33.34%. Additionally, even if the standard scan time is reduced by 53.34% (7 seconds per angle), the standard injected activity could still be reduced by 16.67%, without impairing the image quality and the diagnostic reliability. Conclusion: The described method and respective results provide a basis for the development of a clinical trial of patients in an optimized protocol. <![CDATA[Caracterização de uma blindagem de chumbo protetora de mamas para redução de dose em exames de tomografia computadorizada]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Diversos estudos foram publicados quanto ao uso de blindagens de bismuto para proteção de mamas em exames de tomografia computadorizada (TC), e até a redação deste artigo encontrou-se apenas uma publicação sobre blindagens de bário. O objetivo deste estudo foi caracterizar, pela primeira vez, uma manta plumbífera para proteção de mamas. Materiais e Métodos: Foram avaliadas a redução percentual da dose e a influência desta blindagem em parâmetros quantitativos da imagem. Medidas de dose foram feitas em um equipamento de TC com auxílio de fantomas específicos e detectores de radiação. Um software de processamento auxiliou na análise qualitativa, que consistiu em avaliar a variação no número médio de TC e do ruído nas imagens. Resultados: Uma redução de dose na entrada em até 30% e do CTDIvol em até 17% foi encontrada. Como previsto na literatura, a presença do algodão como objeto espaçador reduziu significativamente os artefatos presentes na imagem. Em todas as medidas realizadas foi constatado aumento do número médio de TC e do ruído das imagens na presença da manta. Conclusão: Como esperado, os dados encontrados para a blindagem com chumbo foram da mesma ordem daqueles encontrados na literatura para blindagem com bismuto. <hr/> Objective: Several studies have been published regarding the use of bismuth shielding to protect the breast in computed tomography (CT) scans and, up to the writing of this article, only one publication about barium shielding was found. The present study was aimed at characterizing, for the first time, a lead breast shielding. Materials and Methods: The percentage dose reduction and the influence of the shielding on quantitative imaging parameters were evaluated. Dose measurements were made on a CT equipment with the aid of specific phantoms and radiation detectors. A processing software assisted in the qualitative analysis evaluating variations in average CT number and noise on images. Results: The authors observed a reduction in entrance dose by 30% and in CTDIvol by 17%. In all measurements, in agreement with studies in the literature, the utilization of cotton fiber as spacer object reduced significantly the presence of artifacts on the images. All the measurements demonstrated increase in the average CT number and noise on the images with the presence of the shielding. Conclusion: As expected, the data observed with the use of lead shielding were of the same order as those found in the literature about bismuth shielding. <![CDATA[Imaginologia das lesões das glândulas adrenais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt With the steep increase in the use of cross-sectional imaging in recent years, the incidentally detected adrenal lesion, or "incidentaloma", has become an increasingly common diagnostic problem for the radiologist, and a need for an approach to classifying these lesions as benign, malignant or indeterminate with imaging has spurred an explosion of research. While most incidentalomas represent benign disease, typically an adenoma, the possibility of malignant involvement of the adrenal gland necessitates a reliance on imaging to inform management decisions. In this article, we review the literature on adrenal gland imaging, with particular emphasis on computed tomography, magnetic resonance imaging, and photon-emission tomography, and discuss how these findings relate to clinical practice. Emerging technologies, such as contrast-enhanced ultrasonography, dual-energy computed tomography, and magnetic resonance spectroscopic imaging will also be briefly addressed.<hr/>O crescente uso da tomografia computadorizada e da ressonância magnética levou a um aumento na identificação de nódulos adrenais incidentais, também chamados de incidentalomas, gerando um impasse diagnóstico para o radiologista, bem como um número significativo de pesquisas a fim de caracterizar essas lesões como benignas ou malignas. Apesar de a maioria dos incidentalomas representar um processo benigno, geralmente um adenoma, a possibilidade de a lesão ser maligna requer suficiente acurácia dos métodos de imagem para que esses possam auxiliar no manejo dos pacientes. Neste artigo nós apresentamos uma revisão da literatura dedicada à investigação radiológica das lesões adrenais, com ênfase na tomografia computadorizada, ressonância magnética e tomografia por emissão de prótons, e discutimos como os achados de imagem relacionam-se com a prática clínica. Tecnologias recentes, como a ultrassonografia com uso de contraste, a tomografia computadorizada com dupla fonte de energia e a espectroscopia de prótons por ressonância magnética são brevemente discutidas. <![CDATA[Linfonodos axilares em pacientes com câncer de mama: avaliação ultrassonográfica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estadiamento axilar nas pacientes portadoras de câncer de mama inicial é fator essencial no planejamento terapêutico. Atualmente este é realizado durante o tratamento cirúrgico, mas há uma tendência em buscar técnicas pré-operatórias e de menor morbidade para avaliação dos linfonodos axilares. A ultrassonografia é um exame amplamente usado para esta finalidade e muitas vezes associado a punção aspirativa por agulha fina ou por agulha grossa. Entretanto, os critérios ultrassonográficos de suspeição para linfonodos axilares não apresentam valores preditivos significativos, gerando resultados discrepantes em estudos sobre sensibilidade e especificidade do método. O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão na literatura médica sobre a ultrassonografia no estadiamento axilar e as principais alterações morfológicas do linfonodo metastático.<hr/>Axillary staging of patients with early-stage breast cancer is essential in the treatment planning. Currently such staging is intraoperatively performed, but there is a tendency to seek a preoperative and less invasive technique to detect lymph node metastasis. Ultrasonography is widely utilized for this purpose, many times in association with fine-needle aspiration biopsy or core needle biopsy. However, the sonographic criteria for determining malignancy in axillary lymph nodes do not present significant predictive values, producing discrepant results in studies evaluating the sensitivity and specificity of this method. The present study was aimed at reviewing the literature approaching the utilization of ultrasonography in the axillary staging as well as the main morphological features of metastatic lymph nodes. <![CDATA[Lesões expansivas intraventriculares à ressonância magnética: ensaio iconográfico - parte 2]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Ilustramos este ensaio iconográfico com imagens de ressonância magnética obtidas em nosso serviço nos últimos 15 anos e discutimos as principais características de imagem de lesões intraventriculares, de etiologia tumoral (cisto coloide, oligodendroglioma, astroblastoma, lipoma, cavernoma) e de etiologia inflamatória/infecciosa (neurocisticercose e uma incomum apresentação da neuro-histoplasmose). Estas lesões representam um subgrupo de lesões intracranianas com características próprias e alguns dos padrões de imagem que podem facilitar o diagnóstico diferencial.<hr/>The present essay is illustrated with magnetic resonance images obtained at the authors' institution over the past 15 years and discusses the main imaging findings of intraventricular tumor-like lesions (colloid cyst, oligodendroglioma, astroblastoma, lipoma, cavernoma) and of inflammatory/infectious lesions (neurocysticercosis and an atypical presentation of neurohistoplasmosis). Such lesions represent a subgroup of intracranial lesions with unique characteristics and some imaging patterns that may facilitate the differential diagnosis. <![CDATA[Diagnóstico por imagem das fístulas arteriovenosas da região do seio cavernoso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As fístulas arteriovenosas da região do seio cavernoso são lesões raras e difíceis de diagnosticar. Elas são classificadas em fístulas durais do seio cavernoso e fístulas carótido-cavernosas diretas. Apesar de apresentarem sintomas semelhantes, o diagnóstico preciso é importante, já que o tratamento é específico para cada uma delas. As alterações encontradas nos exames de imagem são muito semelhantes, tanto nas fístulas durais do seio cavernoso quanto nas fístulas carótido-cavernosas, contudo, é possível diferenciá-las. Dentre os exames de imagem disponíveis (ultrassonografia de órbita com Doppler, tomografia computadorizada, ressonância magnética e angiografia com subtração digital), a angiografia é considerada padrão ouro para o diagnóstico e classificação das fístulas arteriovenosas da região do seio cavernoso. O objetivo deste ensaio é mostrar de modo didático a classificação e o aspecto por imagem das fístulas arteriovenosas do seio cavernoso.<hr/>Arteriovenous fistulae of the cavernous sinus are rare and difficult to diagnose. They are classified into dural cavernous sinus fistulae or direct carotid-cavernous fistulae. Despite the similarity of symptoms between both types, a precise diagnosis is essential since the treatment is specific for each type of fistula. Imaging findings are remarkably similar in both dural cavernous sinus fistulae and carotid-cavernous fistulae, but it is possible to differentiate one type from the other. Amongst the available imaging methods (Doppler ultrasonography, computed tomography, magnetic resonance imaging and digital subtraction angiography), angiography is considered the gold standard for the diagnosis and classification of cavernous sinus arteriovenous fistulae. The present essay is aimed at didactically presenting the classification and imaging findings of cavernous sinus arteriovenous fistulae. <![CDATA[Mastopatia linfocítica simulando neoplasia de mama: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A mastopatia linfocítica acomete mulheres jovens e de meia idade e está frequentemente associada a doenças autoimunes. Seu diagnóstico é feito associando achados clínicos (espessamento ou nódulo mamário endurecido), radiológicos (aumento da densidade mamária, nódulo e calcificações), ultrassonográficos (nódulo com sombra acústica posterior), histopatológicos (fibrose e infiltrado linfocítico) e imuno-histoquímicos. É uma entidade benigna que pode simular carcinoma. Neste artigo, relata-se um caso de paciente com mastopatia linfocítica.<hr/>Lymphocytic mastopathy affects both young and middle-aged women and is frequently associated with autoimmune diseases. Diagnosis is done by associating clinical (breast tissue thickening or hardened breast lump), radiological (increased breast density, presence of mass and calcifications), sonographic (nodule with posterior acoustic shadowing), histopathological (fibrosis and lymphocytic infiltrate) and immunohistochemical findings. Lymphocytic mastopathy is a benign entity that may mimic carcinoma. The authors report the case of a patient with lymphocytic mastopathy. <![CDATA[Síndrome de Churg-Strauss: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A síndrome de Churg-Strauss é uma doença sistêmica rara caracterizada principalmente por hipereosinofilia, asma e vasculite. O pulmão é o órgão mais frequentemente envolvido. Neste relato, descrevemos uma alteração relativamente rara nesta doença - a presença de um nódulo pulmonar -, ao mesmo tempo que recordamos os principais achados obtidos em exames radiológicos e os seus diagnósticos diferenciais mais importantes.<hr/>Churg-Strauss syndrome is a rare systemic disease primarily characterized by hypereosinophilia, asthma and vasculitis. The lung is the organ most frequently involved. In the present report, the authors describe a relatively rare finding in this disease - the presence of a pulmonary nodule -, while recalling the main radiological findings and the most relevant differential diagnoses. <![CDATA[Peritonite encapsulante: tomografia computadorizada e correlação cirúrgica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842014000400015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A peritonite esclerosante encapsulante é uma entidade rara, muitas vezes grave, caracterizada pelo envolvimento total ou parcial de alças do intestino delgado por uma membrana de tecido fibroso. Apresenta quadro clínico inespecífico de obstrução intestinal, exigindo diagnóstico por imagem preciso para orientação do tratamento. O presente relato enfatiza a importância da tomografia computadorizada no diagnóstico desta doença, com confirmação por correlação cirúrgica.<hr/>Sclerosing encapsulating peritonitis is a rare and frequently severe entity characterized by total or partial involvement of small bowel loops by a membrane of fibrous tissue. The disease presents with nonspecific clinical features of intestinal obstruction, requiring precise imaging diagnosis to guide the treatment. The present report emphasizes the importance of computed tomography in the diagnosis of this condition and its confirmation by surgical correlation.