Scielo RSS <![CDATA[Summa Phytopathologica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-540520090004&lang=en vol. 35 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Ação nematicida de extratos de alho, mostarda, pimenta malagueta, de óleo de mostarda e de dois produtos à base de capsainóides e alil isotiocianato sobre juvenis de <I>Meloidogyne javanica,</I> (treub) Chitwood, 1949, em casa de vegetação</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neves, W.S; Freitas, L.G.; Coutinho, M.M.; Giaretta-Dallemole, R.; Fabry, C.F.S.; Dhingra, O.D. & Ferraz, S. Atividade nematicida de extratos botânicos de pimenta malagueta (Capsicum frutescens), mostarda (Brassica campestris) e alho (Allium sativum) sobre o nematóide das galhas, Meloidogyne javanica, em casa de vegetação. Summa Phytopathologica, v.35, n.4, p.255-261, 2009 O experimento teve como objetivo avaliar a atividade nematicida de extratos botânicos dos frutos de pimenta malagueta (Capsicum frutescens), plantas de mostarda (Brassica campestris), de bulbos de alho (Allium sativum) e óleo de mostarda sobre o nematóide das galhas, Meloidogyne javanica, em tomateiro em casa de vegetação e posteriormente comparar os extratos que apresentassem maior redução de número de galhas e de ovos com dois produtos à base de capsaicina, capsainóides e alil isotiocianato. Uma mistura peneirada de solo e areia na proporção 1:1 (v:v) foi colocada em vasos de plástico e infestada com 4000 ovos de M. javanica. Quatro dias após 20 mL de cada extrato, na concentração de 1000 ppm, foram espalhados sobre o solo. Apenas água foi derramada sobre o solo infestado no tratamento testemunha. Mudas de tomate com 20 dias de idade foram transplantadas quatro dias após a colocação dos extratos ao solo. Após quarenta e cinco dias avaliou-se o número de ovos e o número de galhas do sistema radicular de cada planta. Os extratos clorofórmico e cetônico de pimenta malagueta e o óleo de mostarda apresentaram melhor controle do nematóide, diferindo estatisticamente da testemunha quanto ao número de galhas. Porém, somente o óleo de mostarda reduziu significativamente o número de ovos quando comparado com a testemunha. Os extratos cetônico e clorofórmico de pimenta e o óleo de mostarda reduziram em 34,5%, 40,4% e 99,9% o número de galhas, respectivamente e o óleo de mostarda reduziu em 99,9% o número de ovos. No experimento seguinte foram avaliados o extrato clorofórmico de pimenta, o óleo de mostarda, o produto comercial Champon® e um produto em desenvolvimento na UFV, chamado DS, a base de capsaicina, capsainóides e alil isotiocianato em diferentes concentrações. Os produtos Champon® e DS e o óleo de mostarda reduziram o número de ovos e galhas quando comparados à testemunha em todas as concentrações testadas. O extrato de pimenta apresentou o melhor resultado na concentração de 400 ppm, reduzindo o número de ovos e galhas em relação à testemunha, porém esse foi bem maior quando comparado com os demais produtos testados.<hr/>Neves, W.S; Freitas, L.G.; Coutinho, M.M.; Giaretta-Dallemole, R.; Fabry, C.F.S.; Dhingra, O.D. & Ferraz, S. Nematicidal activity of extracts of red hot chili pepper, mustard and garlic on Meloidogyne javanica in green house. Summa Phytopathologica, v.35, n.4, p.255-261, 2009 The experiment had the objectives of evaluate the nematicidal activity of botanical extracts of chili pepper fruits (Capsicum frutescens), mustard (Brassica campestris) and garlig (Allium sativum) on the root-knot nematode, Meloidogyne javanica in tomato plants in the greenhouse, and in a second step, to compare the best extracts for the reduction of the number of eggs and root galls with two products containing capsaicin, capsainoids and allyl isothiocyanate. A sieved mixture of soil and sand 1:1 (v:v) was used to fill plastic pots and infested with 4000 eggs of M. javanica. After 4 days, 20 mL of one of the extracts, in the concentration of 1000ppm, were poured over the soil of each pot. Water was poured in the test treatment. Twenty day-old tomato seedlings were planted, one per pot, four days after the aplication of the extracts. Forty five days after planting, the number of galls and eggs per plant was evaluated. The chloroformic and cetonic extracts of chili pepper and the mustard oil presented the highest effect on the nematode population, differing from the control treatment in respect to the number of galls, but only the mustard oil differed from the control in the number of eggs per plant. The chloroformic and cetonic extracts of chili pepper and the mustard oil reduced in 34,5%, 40,4% and 99,9% the number of galls, respectively, and the mustard oil reduced the number of eggs in 99,9%. In the following experiment, the chloroformic extract of chili pepper, the mustard oil, a commercial product (Champon®) and a product in development at the UFV called DS, both containing capsaicin, capsainoids and allyl isothiocyanate, were compared at different concentrations. The Champon®, the DS and the mustard oil reduced the egg and gall numbers in comparison with the control treatment in all the tested concentrations. The pepper extract show the best result at 400 ppm, reducing the number of galls and eggs per root system in relation to the control treatment, however, these numbers were much higher than the observed in the Champon® and the DS treatments. <![CDATA[<B>Ocorrência endofítica de <I>Lasiodiplodia theobromae</I> em tecidos de cajueiro e sua transmissão por propágulos </B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Lasiodiplodia theobromae, agente causal da resinose e da podridão-preta-da-haste é o principal patógeno do cajueiro no semi-árido nordestino. Esse patógeno é reconhecido em outros hospedeiros pela capacidade de colonizar tecidos vegetais sem aparente sintoma. Essa característica é de grande importância epidemiológica, prognosticando medidas de exclusão no manejo da doença. A ocorrência epidêmica da resinose em áreas isoladas reforça a hipótese dos propágulos assintomáticos do hospedeiro servirem como fonte de inoculo primário. Os objetivos deste estudo foram determinar a capacidade de L. theobromae de sobreviver em tecidos de cajueiro sem apresentar sintomas e estimar a transmissão deste patógeno via propágulos. A presença do fungo a diferentes distâncias do cancro e nas duas direções em relação ao mesmo (descendente e ascendente) foi determinada pelo plaqueamento de tecidos de troncos infectados. Na outra parte do trabalho, foram coletados em pomares comerciais sementes de plantas sem sintomas e com sintomas severos de resinose. Estas foram semeadas separadamente e as plântulas obtidas foram enxertadas com garfos provenientes de ramos de plantas sadias e ramos de plantas severamente infectadas, perfazendo-se todas as combinações de origem da semente e garfos. As mudas produzidas conforme os quatro tratamentos foram plantadas sob condições favoráveis à doença. L. theobromae foi isolado até 80 cm, tanto na direção ascendente como na descendente em relação do cancro. A interação garfo de planta doente e semente de planta doente apresentou maior incidência da resinose do que a interação garfo de planta sadia e semente de planta doente, mostrando que o garfo também contribui no aumento da incidência.. A interpretação desses resultados evidencia o caráter endofítico de L. theobromae e o propágulo infectado como veículo de introdução da doença no pomar.<hr/>Lasiodiplodia theobromae, agent of gummosis and black branch dieback of cashew, is the most important disease of cashew crop in semi-arid regions of northeastern Brazil. This pathogen is a well known fungus in many host plants as capable of colonizing their tissues without showing disease symptoms. This feature ensures great epidemiologic importance as considering tactics for disease avoidance. The occurrence of cashew gummosis in geographically isolated areas reinforces the seed and scion borne pathogen hypothesis. The objectives of this study were to determine the ability of L. theobromae to survive in cashew tissues without showing symptoms and to evaluate plant propagating materials (seed and scion) as source of primary inoculum. The presence of the fungus at different distances from the canker throughout the stem in both ascendant and descendent direction was determined by plating infected tissue samples. In another study, transplanting materials were produced by using rootstocks from seeds sampled either from healthy and gummosis-infected plants and grafted with scions also from healthy and gummosis-infected plants, making a four set of treatments. These plants were transplanted into a commercial cashew farm located in Pio IX, County, Piauí State, highly conducive for disease outbreak. L. theobromae was isolated from up to 80 cm distance from canker in both directions. Greater gummosis incidence was observed in plots initiated by rootstock and scion originated from diseased plants. These findings showed the endophytic behavior of L. theobromae in cashew tissues and the importance of rootstock seed as a source of primary inoculum. <![CDATA[<B>Nutrição e crescimento do fungo nematófago <I>Arthrobotrys oligospora</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en As condições de crescimento e os requerimentos nutricionais de Arthrobotrys oligospora, um fungo nematófago, foram investigados em meio líquido. O organismo foi incubado em meio sintético, a 30º C e em cultura estacionária. O perfil da curva de crescimento do fungo ajustou-se a uma equação de 3º grau, mesmo após 15 dias de incubação. A temperatura e o pH ótimos para produção de micélio foram observados a 25º C e pH 5,0, respectivamente. Contudo, não foram observadas diferenças significativas entre a produção de biomassa nas temperaturas de 25º C e 30º C ou pH 5.0 e 6.0. Várias fontes de carbono foram utilizadas pelo fungo, porém a maior produção de biomassa foi verificada com maltose e sacarose. Das fontes de nitrogênio testadas, várias proteínas (triptona, extrato de levedura, caseína, peptona e casaminoácidos) e fontes inorgânicas (nitrato de sódio e cloreto de amônio) estimularam a maior produção de biomassa. Das várias vitaminas experimentadas, o crescimento do fungo aumentou 2,2 vezes com riboflavina e 2,3 vezes com a mistura biotina e tiamina em relação ao controle, sem vitamina. De modo geral, constatou-se, após o período de incubação, que o pH inicial do meio de cultura pode aumentar até 8,4. Estes resultados sugerem que as variáveis estudadas podem ter papel importante no crescimento do organismo no solo.<hr/>The growth conditions and the nutritional requirements of Arthrobotrys oligospora, a nematophagous fungus, were investigated in liquid culture. The organism was incubated in a synthetic medium, at 30º C in a static culture. Time course of growth was adjusted to a 3º degree equation, even after 15 days of incubation. Optimal temperature and pH for mycelium production were observed at 25º C and pH 5.0, respectively. However, significant differences were not found among the biomass production at temperatures 25º C and 30º C or pH 5.0 and 6.0. Several carbon sources were used by the fungus, but the highest biomass production were attained with maltose and sucrose. Of the nitrogen sources tested, several proteins (tryptone, yeast extract, casein, peptone and casaminoacids) and inorganic sources (sodium nitrate and ammonium chloride) stimulated the highest biomass yield. Of the several vitamins tested, fungus growth with riboflavin enhanced 2,2 times and 2,3 times with the mixture biotin and thiamin in relation to the control, without vitamin. In general, it was verified, after the incubation period, that the initial pH of the culture may enhance for up to 8,4. These results suggest that the studied variables may play important role in the growth of the organism in soil. <![CDATA[<B>Eventos do processo de infecção de <I>Colletotrichum gloeosporioides</I> inoculados em folhas de <I>Coffea arabica</I> L</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en The present study was carried out with the objective to provide information on the pre-penetration, penetration and colonization events of isolates of Colletotrichum gloeosporioides from mango and coffee, when inoculated in coffee leaves. The cultivar Catucaí Vermelho was used in all experiments. Coffee leaves were selected, standardized and washed in sterile water. After that, circular areas of 0.5 cm in diameter were marked on the undersurface of the leaves. In the center of each circular area, 20 µL of spore suspension was deposited. One isolate from mango and two from coffee presenting blister spot were used in all trials. The time course of the experiments was 3, 6, 8, 12, 24, 36, 48, 72, 96, 144 and 240 hours after inoculation (h.a.i.). All materials were analyzed in scanning electron microscopy. The conidia of all isolates adhered more frequently on the plant tissue depressions and guard-cells forming septum before germination. The most common penetration via was the direct, although some penetration through stomata also occurred. Isolates obtained from blister spot symptoms germinated on coffee leaves after 6 to 8 h.a.i., producing appressoria after 12 h.a.i., and acervuli after 96 to 144 h.a.i. The isolate from mango germinated on the coffee leaves after 6 to 8 h.a.i. and formed appressoria after 8 to 12 h.a.i., but was unable to form acervuli, bearing conidia directly from conidiogenous hypha on the mycelium.<hr/>O presente trabalho teve por objetivo obter informações sobre os eventos de pré-penetração, penetração e colonização de isolados de C. gloeosporioides, obtidos de mangueira e cafeeiro, quando inoculados em folhas de cafeeiros (Coffea arabica L.) da cultivar Catucaí Vermelho. As folhas foram selecionadas, padronizadas e lavadas, demarcando-se áreas circulares de 0,5 cm de diâmetro na face abaxial, inoculando-se uma alíquota de 20 µL da suspensão de conídios. Utilizou-se um isolado obtido de mangueira e dois isolados obtidos de cafeeiro com mancha manteigosa. Realizaram-se avaliações com 3, 6, 8, 12, 24, 36, 48, 72, 96, 144 e 240 horas após a inoculação (hai). Todos os materiais foram processados e observados em microscópico eletrônico de varredura. Os conídios de todos os isolados aderiram freqüentemente nas depressões das células da epiderme e células-guarda dos estômatos, formando septo antes da germinação. A penetração, na maior parte, se deu por via direta e algumas vezes por estômatos. Isolados de cafeeiro germinaram em folhas de 6 a 8 hai, produzindo apressórios 12 hai e acérvulos de 96 a 144 hai. O isolado de mangueira germinou de 6 a 8 hai com formação de apressório de 8 a 12 hai e produziu novos conídios diretamente em hifas conidiogênicas. Não foi observada a formação acérvulos para este isolado. <![CDATA[<B>Capacidade combinatória para resistência àmancha branca em linhagens endogâmicas de milho</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estimates of the general combining abilities (GCA) and specific combining abilities (SCA) of resistance to white leaf spot were obtained in 24 different IAC maize lines, following two partial diallel schemes (Dialelo A and Dialelo B), evaluated in Mococa, north-east region of the São Paulo State, in 2004/2005. The trials followed a randomized blocks design with three replicates and two commercial checks (IAC 8333 and DKB 350). The severity of white leaf spot were evaluated in the lines, in the 36 single cross hybrids results of two partial diallel 6x6 and in the two commercial hybrids. The disease was assessed according to a scale of notes from 1 to 9, corresponding to: 0; 1; 2,5; 5; 10; 25; 50; 75 and + 75% affected leaf area in the adult plant, respectively. There was significant difference (P<0.01) among the hybrids for resistance to white leaf spot, making possible discrimination of hybrids. The lines more resistance were PM518, IP4035 (Dialelo A) and IP398 (Dialelo B), while the hybrids IAC8333, PM 518 x IP4035 and IP701 x IP4035 in the Dialelo A and L8 x IP398, VER266 x IP398 and L161 x IP398 in the Dialelo B, showed more resistances to disease. The diallel analyses showed significant effects (P<0.01) for crosses, GCA in the set I, GCA in the set II, only for Dialelo A and SCA for resistance to white leaf spot. Based on the magnitude of GCA related to the total variation it was concluded that the resistence to white leaf spot is predominantly additive and significant SCA indicated dominance effects as well.<hr/>Estimaram-se as capacidades geral (CGC) e específica (CEC) de combinação para resistência à mancha branca de 24 linhagens do programa de melhoramento de milho do IAC, de diferentes procedências, sob esquemas de dois dialelos parciais (Dialelo A e B), em Mococa, na região nordeste do Estado de São Paulo, na safra 2004/2005. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com 3 repetições e 2 testemunhas comerciais (IAC 8333 e DKB 350). Avaliou-se a severidade da mancha branca nas linhagens, nos 36 híbridos simples resultantes de cada dialelo parcial 6x6 e nos dois híbridos comerciais. A avaliação da doença foi realizada nos estádios de grãos leitosos a pastosos, através de escala de notas de 1 a 9, correspondendo a 0; 1; 2,5; 5; 10; 25; 50; 75 e mais de 75% de área foliar afetada. Houve diferenças significativas (P<0,01) entre os híbridos para resistência à mancha branca, permitindo a discriminação dos híbridos experimentais. As linhagens mais resistentes foram PM518, IP4035 (Dialelo A) e IP398 (Dialelo B), enquanto que os híbridos IAC8333, PM 518 x IP4035 e IP701 x IP4035 no Dialelo A e L8 x IP398, VER266 x IP398 e L161 x IP398 no Dialelo B, mostraram-se mais resistentes à doença. A análise dialélica mostrou efeitos significativos (P<0,01) para cruzamentos, CGC do Grupo I, CGC do Grupo II somente para o Dialelo A e CEC para resistência à mancha branca. Conclui-se, a partir da magnitude da CGC em relação à variação total, que a resistência à mancha branca tem natureza preponderantemente aditiva e que a presença de CEC significativa indica também a existência de efeitos de dominância. <![CDATA[<B>Incidência da varíola, causada por <I>Asperisporium caricae</I>, em folhas de mamoeiros submetidos ao manejo orgânico, em diferentes ambientes de cultivo </B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Transplants of Baixinho de Santa Amália papaya cultivar were grown in three neighboring plant growth facilities: a) greenhouse (covered with plastic sheet); b) shaded greenhouse (with sombrite 30% black screen over the plastic sheet); c) screenhouse (covered with sombrite 30% only). Next to such structures a plot was settled for cultivation under natural environment. Cultural practices were conducted according to technical regulations for organic production. Irrigations were proceeded with plastic hose avoiding to wet leaves and fruits. From the 45th day after transplanting and subsequently at monthly intervals the plants were monitored in relation to incidence of leaf lesions caused by the fungus Asperisporium caricae. For statistical analysis, after homogeneity of variance test, four repetition were considered within each ambient (= treatment), with six individuals for sampling. The model used for disease quantification indicated a highly significant effect of protected environments greenhouse and shaded greenhouse relating the reduction of leaf lesion numbers compared to screenhouse and natural cropping condition. Disease levels maintained a close correlation with rainfall and air relative humidity during the 12 months of evaluations. The plastic-covered structures showed high potential for controlling A. caricae on papaya leaves and may be recommended for papaya production in the organic system.<hr/>Mudas de mamoeiro da cultivar Baixinho de Santa Amália foram transplantadas para covas de 40x60x40 cm, em áreas de três estruturas contíguas: (a) estufa sombreada (cobertura de plástico), (b) estufa sombreada + sombrite (cobertura adicional de sombrite com 30% de sombreamento sobre o plástico) e (c) telado (cobertura exclusiva de sombrite 30%). Ao lado de tais estruturas foi implantada uma área de cultivo de mamoeiro em ambiente natural. Os tratos culturais aplicados foram os condizentes às normas técnicas vigentes na agricultura orgânica. As irrigações foram procedidas com mangueira plástica, evitando-se molhar folhas e frutos. Aos 45 dias pós-transplantio e, subseqüentemente, a intervalos mensais, as plantas foram inspecionadas em relação à incidência de lesões foliares causada pelo fungo Asperisporium caricae. Para efeito de análise estatística, após o teste de homogeneidade das variâncias, foram consideradas quatro repetições por ambiente (tratamento), com seis plantas úteis por parcela. O modelo de quantificação da doença indicou efeito altamente significativo dos ambientes protegidos, estufa e estufa sombreada, quanto à incidência de sintomas, em comparação com ambientes de telado e em área natural de cultivo. Durante os 12 meses de avaliações foi constatada alta correlação entre incidência da doença e pluviosidade e umidade relativa do ar. As estruturas cobertas com plástico demonstraram alto potencial de controle de A. caricae, sendo, portanto, recomendáveis no sistema orgânico de produção do mamoeiro. <![CDATA[<B>Ação de tinturas e óleos essenciais de plantas medicinais sobre o crestamento bacteriano comum do feijoeiro e na produção de proteínas de indução de resistência</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Additionally to resistance inducers, the exploitation of secondary compounds biological activity present in plants alcohol extracts or essential oils could potential way to control diseases in cultivated plants. This aimed to evaluate the potential of Lippia alba, Lippia sidoides, Mikania glomerata, Equisetum sp. and Hedera helix alcohol extracts and, Rosmarinus officinalis and Cinnamomum zeylanicum essential oils on in vitro and in vivo activity, and protein production on resistance induction in snap beans Bragança cultivar. Results showed in vitro activity against Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli for L. alba and L. sidoides extracts, and essential oils. Although all alcohol extracts have showed the lowest area under the disease progress curve (AUPDC) values compared to control treatment, L. alba extract must be highlighted due to its correlation to the highest poliphenoloxidases, peroxidases and total soluble proteins values which evidences a possible resistance induction. Essential oils did not show difference on AUPDC nor protein induction.<hr/>A exploração da atividade biológica de compostos secundários presentes nas tinturas ou em óleos essenciais de plantas podem representar, ao lado da indução de resistência, mais uma forma potencial de controle de doenças em plantas cultivadas. O presente trabalho objetivou avaliar o potencial de tinturas de Lippia alba, Lippia sidoides, Mikania glomerata, Equisetum sp. e Hedera helix e óleos essenciais de Rosmarinus officinalis e Cinnamomum zeylanicum nas atividades in vitro, in vivo e na produção de proteínas na indução de resistência, em plantas de feijão vagem cultivar Bragança. Os resultados obtidos demonstraram que as tinturas de L. alba e L. sidoides e os óleos essenciais (R. officinalis e C. zeylanicum) apresentaram atividade in vitro aos isolados de Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli. Todas as tinturas ensaiadas apresentaram menores valores do progresso da doença (AACPD), em relação à testemunha, merecendo destaque a tintura de L. alba, que estavam correlacionadas com os maiores teores de polifenoloxidase, peroxidase e proteínas solúveis totais, evidenciando uma possível indução de resistência. Os óleos essenciais não apresentaram diferença na AACPD e nem na indução de proteínas. <![CDATA[<B>Ocorrência de Doenças em Bananeiras no Estado de Alagoas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Cultivation of banana is an important source of income for small and middle farmers of the state of Alagoas. Most plantations are located in rain forest and nearshore costal areas, with suitable weather conditions for occurrence and development of diseases. The objective of this work was to survey the diseases of banana occurring in production areas of the state of Alagoas. This work was conducted during 2006 and 2007, by means of visits to farms and assessment of infected plant materials, in 60 banana production areas, distributed in fourteen counties of the state of Alagoas. The material collected was analyzed in laboratory for identification of pathogens associated with diseases. In this survey several diseases caused of fungi and nematodes were observed. It was found the diseases: yellow sigatoca (Pseudocercospora musae) (Zimm.) Deighton; Deightoniella spot (Deightoniella torulosa) (Syd.) Ellis; Cordana spot (Cordana musae Zimm), the three diseases presented in all areas surveyed; Chloridium spot (Chloridium musae Stahel), occurring only in areas with humidity and associated at others leaf spots; the spot Exosporella found only at Santana do Mundau; Phytonematoses causaded by Rhadophulus similis, Helicotylenchus multicinctus and Pratylenchus sp. found only in some counties; panama disease (Fusarium oxysporum f.sp. cubense) found only in four areas in the outh of the state and bacterial wilt (Ralstonia solanacearum) (Smith) Yabuuchi et al. (race 2), found only in three areas. Even though panama disease and moko disease (Ralstonia solanacearum race 2) were found in low incidence, these diseases still are considered major problems in banana plantations in the State Alagoas.<hr/>O cultivo da banana é uma importante fonte de renda para pequenos e médios produtores no estado de Alagoas. A maioria dos plantios está localizado em região de mata e próximo a costa, com condição apropriada para a ocorrência e desenvolvimento de doenças. Este trabalho teve como objetivo fazer o levantamento das doenças da bananeira que ocorrem em áreas de plantio localizadas no estado de Alagoas. O trabalho foi conduzido durante os anos de 2006 e 2007, por meio de visitas às propriedades e coleta de materiais de plantas infectadas em 60 áreas produtoras de banana, em quatorze municípios do estado de Alagoas. As amostras coletadas foram analisadas em laboratório para identificação dos patógenos associados com as doenças. Neste levantamento muitas doenças causadas por fungos e nematóides foram observadas, tais como: sigatoca amarela (Pseudocercospora musae) (Zimm.) Deighton; mancha de Deightoniella (Deightoniella torulosa) (Syd.) Ellis e mancha de Cordana (Cordana musae Zimm), que ocorreram em todas as áreas analisadas; mancha de Chloridium (Chloridium musae Stahel), ocorrendo somente em áreas úmidas e associada a outras manchas foliares; mancha de Exosporella, que foi observada somente em Santana do Mundaú; fitonematoses causadas por Rhadophulus similis, Helicotylenchus multicinctus e Pratylenchus sp., detectados apenas em alguns municípios; mal-do-panamá (Fusarium oxysporum f.sp. cubense) encontrado somente em quatro áreas no Sul do Estado e Murcha bacteriana (Ralstonia solanacearum) (Smith) Yabuuchi et al. (raça 2), encontrada em três áreas. Apesar de mal-do-panamá e moko (Ralstonia solanacearum raça 2) terem sido encontradas em baixa incidência, estas doenças ainda são consideradas como principais problemas em plantações de bananeiras no estado de Alagoas. <![CDATA[<B>Efeito de diferentes níveis de <I>Colletotrichum gossypii</I> South var. <I>cephalosporioides</I> Costa, em plantas de algodão no campo e sua incidência nas sementes</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en The transmission of Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides from plant to seeds of cotton, normally, does not have correlation with disease severity in the field. However, low incidence of the disease, sometimes is associated with high infection of the pathogen in the seeds that is one of the causes of rejection of seed production fields in some regions of Brazil. This research had the objective to evaluate the effect of source of inoculum from diseased plants, in relation to incidence of ramulosis when 70% of bolls were developed and the relation between the incidence of disease in the field and the infection of cotton seeds. The experiments were carried out during two seasons in 2006 and 2007 with 0,0; 0,1; 0,2; 0,4; 0,8 and 1,6% of incidence, 40 days after emergence in randomized blocks with four repetitions and parcels of eight planted lines of 15 m of lenght. The incidence of disease was evaluated when 70% of bolls were completely developed in 200 plants in the four central lines. After the harvest the seeds were submitted to health test through the blotter method. It was verified high correlation between initial inoculum and incidence of disease when 70% of bolls were developed and incidence of disease in the field and infection of cotton seeds by the pathogen. The correlation was higher in 2006 than in 2007. Seed production fields with incidence of disease higher than 5% can cause high incidence of the pathogen in the cotton seeds.<hr/>A transmissão planta-semente de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides, agente causal da ramulose do algodoeiro, não tem sido correlacionada com a severidade da doença no campo. Entretanto, baixos níveis de incidência têm, muitas vezes, resultado em altos índices de infecção das sementes pelo patógeno. Esse fato induz o cancelamento de campos de produção de sementes em algumas regiões produtoras. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de níveis de inóculo inicial, constituído de plantas com sintomas da doença, em relação à incidência da ramulose quando 70% das maçãs estavam formadas, período considerado como de maior suscetibilidade à infecção, bem como a transmissão planta-semente em relação aos níveis de incidência da doença no campo. O experimento foi conduzido durante os anos agrícolas de 2006 e 2007, com níveis de inóculo inicial de 0,0; 0,1; 0,2; 0,4; 0,8 e 1,6% de plantas com sintomas aos 40 dias após a emergência, em blocos casualizados com quatro repetições e parcelas com oito linhas de 15 m. A incidência da ramulose foi avaliada quando 70% das maçãs estavam formadas, em 200 plantas, nas quatro fileiras centrais. Após a colheita, as sementes foram submetidas ao teste de sanidade pelo método do papel de filtro. Observou-se correlação significativa entre os níveis de inóculo inicial e a incidência da doença quando 70% das maçãs estavam formadas, bem como entre os níveis de incidência no campo e a incidência do patógeno nas sementes, sendo esta correlação altamente significativa no ano de 2006. Campos de produção com incidência de ramulose acima de 5% podem induzir níveis elevados de infecção nas sementes. <![CDATA[<B>Ontogênese de caneluras em pedúnculo de flores de laranjeira doce infectados pelo vírus da tristeza dos citros estirpe "Capão Bonito"</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en An ontogenetic study of the stem pitting was carried out, using as a model system the peduncle of flowers and fruits of sweet orange cv. Pêra infected by a very severe isolate, Capão Bonito, of Citrus tristeza virus (CTV). Anatomical and ultrastructural analysis revealed five phases of this process. It starts with the localized appearance of chromatic cells in the phloem parenchyma, hypertrophy of companion and cambial cells and overall disorganization of the phloem and deposition of a dense material. The next step is characterized by the invasion of the xylem by an abnormal mass of phloem parenchymal cells formed by the disorganized proliferation. These changes lead to the third phase, where xylem ring is interrupted by the invading abnormal phloem proliferation, which produces undifferentiated cells with thin cell wall. The irregular activity of the vascular cambium continues followed by the complete degeneration of the xylem complemented by the appearance of dense phenolic deposits. Finally, there is the complete collapse of the xylem in the invaded region, and the corresponding space is occupied by the phloem mass which correspond to the stem pitting.<hr/>Um estudo da ontogênese das caneluras induzidas em ramos de laranjeiras doces suscetíveis por isolados severos do vírus da tristeza dos citros (Citrus tristeza vírus - CTV) foi feito usando-se como modelo pedúnculos florais e de frutos. O menor calibre destes órgãos permite um melhor acompanhamento do processo. As observações foram feitas em laranjeira cv. Pêra infetada pelo isolado severo Capão Bonito do CTV. Cinco fases do processo de formação de caneluras puderam ser deduzidas pelas análises anatômicas. As primeiras alterações são representadas pelo aparecimento de células adensadas, hipertrofia e hiperplasia no parênquima e câmbio do floema e uma desorganização generalizada desta área. Segue-se uma atividade intensa do câmbio do floema adjacente e sua expansão em direção ao xilema. Esta invasão do xilema resulta na ruptura do anel do xilema pela massa celular do floema constituída de células recém formadas de parede celular delgada. Esta invasão do floema em direção ao xilema inicia um processo de degeneração dos vasos e parênquima do xilema. Finalmente há um colapso completo da região do xilema invadida, que é substituída pela massa do floema, resultando na canelura, notada ao se remover a casca. <![CDATA[<B>Uso do leite de vaca <I>in natura</I> no controle de oídio na cultura da gérbera</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A gérbera (Gerbera jamesonii) é uma das mais populares plantas ornamentais do mundo, tanto como flor de corte como de vaso. O objetivo deste trabalho foi avaliar o leite in natura no controle do oídio (Erysiphe cichoracearum) na cultura da gérbera. Foram utilizadas duas concentrações de leite de vaca in natura (8 e 16%), com e sem adição de adjuvante (óleo vegetal), três fungicidas (fenarimol -6 g i.a.100 L-1 H2O, chlorothalonil -150 g i.a.100 L-1 H2O e azoxystrobin + óleo mineral -10 g i.a.100 L-1 H2O) e testemunha. Com os dados de severidade foi calculada a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). O leite in natura aplicado com o adjuvante controlou o oídio, não permitindo a instalação e o desenvolvimento do patógeno. O uso do adjuvante melhorou a eficiência do leite in natura, no entanto requer a lavagem posterior das plantas com H2O + detergente. O fungicida fenarimol promoveu melhor controle de oídio e aspecto visual das plantas de gérbera. O fungicida azoxystrobin + óleo mineral e o chlorothalonil foram fitotóxicos à planta de gérbera, o que prejudicou a aparência das folhas e flores.<hr/>Gerbera (Gerbera jamesonii) is one of the most popular ornamental plants in the world, used as cut or vase flower. The experiment aimed to evaluate the effect of milk in natura to control powdery mildew (Erysiphe cichoracearum) on gerbera. The treatments tested were: two concentrations of cow's milk in natura (8 and 16%), with and without adjuvant (vegetal oil), three fungicides (fenarimol -6 g a.i.100 L-1 H2O, chlorothalonil -150 g a.i.100 L-1 H2O and azoxystrobin + mineral oil - 10 g a.i.100 L-1 H2O) and control treatment. The area under the disease progress curve (AUDPC) was calculated for each plot based on disease severity. Milk in natura applied with adjuvant controlled the disease and did not allow the infection and development of pathogen. The addition of adjuvant improves the efficiency of milk in natura, but it requires subsequent washing of plants with H2O + detergent. The fungicide fenarimol promoted the best control and also the best gerbera visual aspect. The fungicide azoxystrobin + mineral oil and the chlorothalonil were phytotoxic to gerbera plants, affecting the aspect of leaves and flowers. <![CDATA[<B>Ocorrência de <I>Pythiella vernalis</I> em <I>Pythium aphanidermatum</I> de cultura hidropônica de agrião no Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pythiella vernalis have been isolated from Pythium aphanidermatum on hydroponic culture of Lepidium sativum, in the municipality of Taubaté, São Paulo State, Brazil. It is the first report of the Pythiella vernalis in Brazil and the first world reference of the occurrence of this species in P. aphanidermatum.<hr/>Pythiella vernalis foi isolada de Pythium aphanidermatum de cultura hidropônica de agrião, no município de Taubaté, SP, Brasil. É a primeira citação de Pythiella vernalis no Brasil e a primeira referência mundial da espécie em Pythium aphanidermatum. <![CDATA[<B><I>Scytalidium lignicola e</I>m mandioca</B>: <B>ocorrência no Estado do Maranhão e reação de cultivares ao patógeno</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pythiella vernalis have been isolated from Pythium aphanidermatum on hydroponic culture of Lepidium sativum, in the municipality of Taubaté, São Paulo State, Brazil. It is the first report of the Pythiella vernalis in Brazil and the first world reference of the occurrence of this species in P. aphanidermatum.<hr/>Pythiella vernalis foi isolada de Pythium aphanidermatum de cultura hidropônica de agrião, no município de Taubaté, SP, Brasil. É a primeira citação de Pythiella vernalis no Brasil e a primeira referência mundial da espécie em Pythium aphanidermatum. <![CDATA[<B>Fusariose do abacaxizeiro no Pará</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pythiella vernalis have been isolated from Pythium aphanidermatum on hydroponic culture of Lepidium sativum, in the municipality of Taubaté, São Paulo State, Brazil. It is the first report of the Pythiella vernalis in Brazil and the first world reference of the occurrence of this species in P. aphanidermatum.<hr/>Pythiella vernalis foi isolada de Pythium aphanidermatum de cultura hidropônica de agrião, no município de Taubaté, SP, Brasil. É a primeira citação de Pythiella vernalis no Brasil e a primeira referência mundial da espécie em Pythium aphanidermatum. <![CDATA[<B>Constatação de <I>Graphiola phoenicis</I> em tamareira no estado de São Paulo</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pythiella vernalis have been isolated from Pythium aphanidermatum on hydroponic culture of Lepidium sativum, in the municipality of Taubaté, São Paulo State, Brazil. It is the first report of the Pythiella vernalis in Brazil and the first world reference of the occurrence of this species in P. aphanidermatum.<hr/>Pythiella vernalis foi isolada de Pythium aphanidermatum de cultura hidropônica de agrião, no município de Taubaté, SP, Brasil. É a primeira citação de Pythiella vernalis no Brasil e a primeira referência mundial da espécie em Pythium aphanidermatum. <![CDATA[<B>Ocorrência da ferrugem da videira em Roraima</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-54052009000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pythiella vernalis have been isolated from Pythium aphanidermatum on hydroponic culture of Lepidium sativum, in the municipality of Taubaté, São Paulo State, Brazil. It is the first report of the Pythiella vernalis in Brazil and the first world reference of the occurrence of this species in P. aphanidermatum.<hr/>Pythiella vernalis foi isolada de Pythium aphanidermatum de cultura hidropônica de agrião, no município de Taubaté, SP, Brasil. É a primeira citação de Pythiella vernalis no Brasil e a primeira referência mundial da espécie em Pythium aphanidermatum.