Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Médica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-550220150003&lang=en vol. 39 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[The “Green Letter” Movement as a Transformative Agent for Health Care Training]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300336&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Diante da necessidade da formação voltada para o trabalho em equipe e o desenvolvimento de discussões e construções coletivas nos campos de saberes, estudantes e docentes das diversas áreas da saúde da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul criaram uma proposta de mobilização em busca de uma formação interdisciplinar. O produto final dessa mobilização culminou na criação, pelos estudantes, de uma Carta de Intenções – denominada “Carta Verde” – para mudanças curriculares voltadas à formação interprofissional. Esse nome representa a liberdade e a saúde, no intuito de que, juntas, todas as profissões possam se complementar e produzir saúde desde sua formação. Além disso, horários “verdes” para a participação de projetos, criação de coletivos em saúde e discussões entre as diversas áreas do conhecimento são estratégias para otimizar a formação em equipe dos futuros profissionais. O produto dessa carta pode induzir mudanças curriculares mais efetivas e concretas no que diz respeito à formação interprofissional segundo as atuais necessidades do Sistema Único de Saúde do nosso país.<hr/>ABSTRACT Considering the need for teamwork-focused training and the development of discussions and collective constructions in the fields of knowledge, a proposal that seeks to mobilize interdisciplinary training was created by students and teachers from different health courses of the Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. The end product of this initiative culminated in the creation of a Letter of Intent for curricular changes focused on interprofessional education, called “Carta Verde” or “Green Letter”. This name represents freedom and health, with the intention that together all the professions can complement each other and produce health from training onwards. Furthermore, “green” schedules for participation in projects, creating collective health and discussions between the various areas of knowledge are strategies that can optimize the training of future professional staff. The product of this letter may lead to more effective and specific curricular changes to interprofessional education in accordance with the current needs of the Health System in Brazil. <![CDATA[Reflections on Teaching Pediatrics in 21<sup>st</sup> Century Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300339&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Introdução O Relatório Flexner é considerado o ponto de partida para a discussão do ensino da medicina no século XX. Após amplas discussões, em 2001, o Ministério da Educação homologa as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina (DCN). Tais diretrizes objetivam a formação de um médico generalista, humanista, reflexivo, crítico, que atue como promotor da saúde integral do ser humano. A Pediatria é a área da medicina onde a promoção da saúde integral é de extrema importância, pois a criança é o adulto do futuro. Objetivo Discutir as questões: O que se espera do médico geral, em relação à Pediatria, no século XXI? E a questão dela derivada: Mudanças nas diretrizes para o ensino de Pediatria são necessárias a partir das DCN? Métodos Ensaio reflexivo com base em dois documentos: Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina (DCN) e Diretrizes para o Ensino de Pediatria (DEP) propostas por Eduardo Marcondes. Discussão Este artigo discorre a respeito das percepções de Marcondes acerca do ensino de Pediatria, correlacionando-as com as DCN e discutindo aspectos importantes na formação do médico, tais como: promoção, prevenção, proteção e reabilitação em saúde e educação médica em Pediatria. Considerações finais As Diretrizes para o Ensino de Pediatria propostas por Marcondes em 1993 parecem se manter extremamente atuais no contexto brasileiro do século XXI, ressalvando-se apenas diferenças de mortalidade e morbidade infantil.<hr/>ABSTRACT Introduction The Flexner report is considered the starting point for the discussion on the teaching of medicine in the 20th century. Following broad debate in 2001, the Ministry of Education approved the National Curricular Guidelines (DCNs) for the Undergraduate Course in Medicine. These guidelines are aimed at forming general, humanistic, reflective and critical physicians, to act as promoters of comprehensive human health. Pediatrics is a medical area where the promotion of comprehensive health is extremely important, since a child is a future adult. Objective Discuss issues like ‘What is expected from a pediatric general practitioner, in the 21st century?’ And the follow-on question: ‘Is it necessary to make changes in pediatric training through the National Curricular Guidelines?’ Methods Reflexive study based on two documents: the National Curricular Guidelines for the Undergraduate Course in Medicine and the Guidelines for Teaching Pediatrics proposed by Eduardo Marcondes. Discussion This article presents Marcondes’ views on the teaching of pediatrics in relation to the DCNs. It also discusses important aspects of the doctor´s training, such as health promotion, prevention, protection and rehabilitation and pediatric medical training. Final considerations The Guidelines for Teaching Pediatrics suggested by Marcondes in 1993 remain highly relevant to 21st century Brazil, with exception only to differences in infant mortality and morbidity rates. <![CDATA[Teaching of Geriatrics and Gerontology at Medical School]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300344&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este ensaio evidencia aspectos de relevância para o ensino de Geriatria e Gerontologia nas escolas médicas brasileiras, balizados na literatura atual sobre a temática e no diálogo com docentes de Geriatria. Vislumbramos a inserção acadêmica da Geriatria e Gerontologia como uma aproximação gradual das escolas do processo de envelhecimento e suas consequências médico-sociais. Para que isto ocorra, enfatizamos a utilização de ações verdadeiramente interdisciplinares que perpassem de forma longitudinal todos os anos do curso médico e integrem as demais especialidades. A ampliação e diversificação dos cenários formais de aprendizagem, além da preocupação com a capacitação e qualificação docente nesta área foram identificadas como pilares indispensáveis à formação de profissionais que possam atender de forma adequada às necessidades de saúde da população idosa nas próximas décadas.<hr/>ABSTRACT This study highlights relevant aspects for teaching Geriatrics and Gerontology at Brazilian medical schools in accordance with current literature on the subject and on dialogues with Geriatrics teachers. We focus on academic insertion of geriatrics and gerontology as a form of gradually bringing schools more in touch with the aging process and its social-medical consequences. We therefore emphasize the use of real interdisciplinary actions that cross through all the years of the medical course and integrate it with other specialties. The expansion and diversification of formal learning scenarios, as well as the concern with teacher training and qualification in this area, have been identified as essential pillars for preparing professionals who can adequately meet the health needs of the elderly population in the coming decades. <![CDATA[Teaching and Learning in Supervised Internship: Integrated Internship in Health]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300352&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO As Instituições de saúde de ensino superior têm buscado efetuar mudanças em seus projetos político-pedagógicos, replanejando, assim, seus currículos. Esta pesquisa teve por objetivo avaliar o processo de ensino-aprendizagem no estágio supervisionado, quando realizado com a integração de estudantes de diversos cursos na área da saúde, utilizando como abordagem um estudo de caso etnográfico, por meio de observação participante, questionário semiestruturado e grupo focal. Mediante a triangulação dos dados, pôde-se perceber a importância da interdisciplinaridade, do trabalho em equipe, da contribuição para a formação profissional e do papel do docente como facilitador do processo de ensino-aprendizagem, estimulando o senso crítico e a tomada de decisão. A proposta do Estágio Integrado permite um novo olhar no processo de ensino-aprendizagem, aliada à diversificação do cenário de prática, principalmente quando se fala em ensino na saúde. O Estágio Integrado pode ser entendido como uma estratégia pedagógica para tentar superar a fragmentação do conhecimento e ser utilizado como um referencial por outras Instituições de ensino na saúde que buscam formar profissionais de saúde com perfil humanista, capazes de atuar na integralidade da atenção à saúde e em equipe.<hr/>ABSTRACT Higher education health institutions have sought to make changes to their political-pedagogical projects, thus redesigning their curricula. This study aimed to evaluate the teaching-learning process in supervised internships that integrate students from diverse health care courses, using the approach of an ethnographic case study through participant observation, semi-structured questionnaire and focus groups. Triangulated data indicates the importance of interdisciplinary structure, teamwork, the teacher’s role and contribution as facilitator of the training process, encouraging critical thinking and decision making. The proposed Integrated Internship allows a new vision of the teaching-learning process, coupled with diversified practical situations, particularly as regards education in health. It can be understood as a pedagogical strategy aimed at overcoming knowledge fragmentation and can be used as a benchmark by other educational institutions in health, seeking to train health professionals with a humanistic profile, ready to work in comprehensive health care and as part of a team. <![CDATA[Organizational challenges in strengthening Primary Health Care in Portugal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300359&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este artigo analisa os principais aspectos da Reforma da Atenção Primária à Saúde (APS) em Portugal, que culminaram na implantação das Unidades de Saúde Familiar (USF), ampliação do acesso e melhoria no processo de coordenação dos cuidados. Identifica avanços e limites da reforma na APS portuguesa, que, apesar do contexto social e histórico distinto, podem subsidiar as políticas de saúde no Brasil. Realizou-se um estudo de caso com abordagem qualitativa, em Portugal, elegendo-se quatro USF na Região Norte, uma USF na Região de Lisboa/Vale do Tejo e dois Agrupamentos de Centros de Saúde (Aces) na Região Norte. Foram realizadas 20 entrevistas semiestruturadas, com observação sistemática e análise documental. O sucesso da reforma destaca-se na dimensão micropolítica, ou seja, na criação das USF como processo voluntário de adesão dos profissionais de saúde, o que permite certa estabilidade mesmo em tempos de crise. A Reforma da APS em Portugal é considerada um “evento extraordinário”, um exemplo bem-sucedido de intervenção nas reformas organizacionais na Europa em favor da coordenação dos cuidados por médicos generalistas.<hr/>ABSTRACT This article examines key aspects of Portugal’s primary health care (PHC) reform, which culminated in the introduction of family health clinics (Unidades de Saúde Familiar, USF), expanded access and improved care coordination processes. It aims to identify advances and constraints on PHC reform in Portugal which, despite the differences in social and historical context, may serve to inform health policies in Brazil. A qualitative case study was conducted in Portugal at four USFs in the Lisbon/Vale do Tejo region and two health centre clusters (Agrupamentos de Centros de Saúde, ACES) in the North region. The data collection techniques comprised twenty semi-structured interviews, systematic observation and documentary analysis. The reform was particularly successful at the micro-policy level, that is, in introducing USFs as a process which health professionals could join voluntarily, which afforded a certain stability even in times of crisis. Portugal’s PHC reform is considered an “extraordinary event”, an example of successful intervention in organisational reforms in Europe to promote coordinated care by general practitioners. <![CDATA[Social Representation of Student Experiences in Medical School]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300370&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A medicina atua com a prevenção e a cura das doenças humanas num sentido amplo. Uma formação com enfoque em problemas permite ao estudante um poder de análise dos componentes das situações de saúde. O Programa de Integração em Saúde da Comunidade (Pisco) prevê levar estudantes e professores para a vivência da prática voltada à integralidade das ações, valorizando a prevenção e a promoção à saúde. O objetivo deste estudo foi analisar as vivências dos estudantes de Medicina no processo de avaliação das atividades do Pisco do primeiro ao quarto ano do curso e a sua relação com o projeto pedagógico do curso. Foi realizado um estudo descritivo quali-quantitativo. Foram produzidos registros escritos pelos estudantes ao final de cada encontro, de março de 2008 a dezembro de 2011, posteriormente analisados por meio do Discurso do Sujeito e pelo software QualiQuantiSoft®. Os resultados mostram diminuição do número de registros a partir da quinta etapa, pois a partir dela os alunos iniciam vivências em ambientes diferentes de prática médica e, assim, passam a desvalorizar as atividades no Programa de Saúde da Família.<hr/>ABSTRACT Broadly speaking, medicine engages the prevention and cure of human diseases. Problem-based training allows the student to analyze the components of health situations. The Community Health Integration Program (Pisco) aims to enable students and teachers to experience the practice directed at comprehensive actions, highlighting health prevention and promotion. The objective of this study was to analyze first to fourth-year student experiences during the evaluation process of Pisco activities and their relationship with the pedagogical design of the course. A qualitative-quantitative descriptive study was conducted. The students produced written records at the end of each meeting, from March 2008 to December 2011. The records were analyzed using Discourse of the Subject and the software QualiQuantiSoft®. The results showed a reduced number of records made from the fifth stage onwards, from which time the students begin to experience different medical practice environments and start to pay less attention to Family Health Program activities. <![CDATA[Comprehensive and Interdisciplinary Medical Training]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300378&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este artigo objetiva investigar de que forma os alunos de Medicina estão sendo formados quanto à integralidade e à interdisciplinaridade. O estudo teve abordagens qualitativa e quantitativa. Inicialmente, foi realizado um grupo focal com estudantes do último ano do curso de Medicina da Universidade Federal da Paraíba; posteriormente, todos os estudantes matriculados no último ano do curso responderam a um questionário elaborado pelos pesquisadores, com questões sobre o perfil sociodemográfico e estudantil, e sobre a integralidade e interdisciplinaridade na formação médica. As questões avaliaram conceito, prática, aptidão profissional e contribuição da extensão universitária para a integralidade e interdisciplinaridade, as quais se mostraram limitadas na formação dos estudantes. Os resultados apontam a necessidade de priorizar a interação entre teoria e prática; investir na formação dos docentes de modo a capacitá-los para atuação/ensino da integralidade e interdisciplinaridade; organizar as atividades para que possam garantir encontros em componentes curriculares obrigatórios, realizando atividades conjuntas numa perspectiva interdisciplinar; diversificar mais os cenários de prática, para que contemplem a integralidade no cuidado e a atuação interdisciplinar, em todos os níveis de atenção à saúde.<hr/>ABSTRACT This article aims to understand how medical students are being trained in terms of a comprehensive and interdisciplinary perspective. The study involved qualitative and quantitative approaches and began with a focus group with final-year medicine students from the Federal University of Paraíba. Subsequently, all students enrolled for the final year of the course completed a questionnaire prepared by the researchers with questions about their sociodemographic and student profile, and comprehensive and interdisciplinary medical training. The questions evaluated the concept, the practice, professional competence and the contribution of community outreach programs in relation to a comprehensive and interdisplinary training approach, which appears to be limited. The results indicate the need to: prioritize greater interaction between theory and practice; invest in teacher training to enable them to engage and teach comprehensive and interdisplinary health care; organize activities so that they can ensure meetings in the required curricular components, conducting joint activities in an interdisciplinary perspective; greater diversity of practice settings so as to include comprehensive care in an interdisciplinary context at all levels of health care. <![CDATA[Prevalence of Anxiety and Depression among Medical Students]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300388&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Background Medical students are a vulnerable population to develop depression and anxiety disorders. Objective To estimate the prevalence and associated factors of anxiety and depression among medical students. Methods A cross-sectional study with a random sample (n = 346) of medical students at a Brazilian university was performed. The Beck Depression Anxiety Inventory was used to measure anxiety and depression levels. Crude and adjusted analyses were performed using Poisson regression. Results The prevalence of anxiety was 35.5% and depression was 32.8%. The prevalence of anxiety and depression was 14% higher and 16% higher among women (p = 0.025 and p = 0.006, respectively). Students whose parents were not physicians reported 23% higher prevalence of anxiety (p = 0.006), and those who had physician parents reported 29% higher prevalence of depression (p = 0.034). Those who always or often felt pushed by their parents showed 22% higher prevalence of anxiety (p =.006) and 19% higher depression (p = 0.016). Students who had concerns over the future had 15% higher prevalence of depression (p = 0.017). Conclusion The prevalence of anxiety and depressive symptoms was higher than the average found in the general population.<hr/>RESUMO Introdução Estudantes de Medicina são uma população propícia ao desenvolvimento de transtornos de depressão e ansiedade. Objetivo Estimar a prevalência de ansiedade e depressão entre acadêmicos de Medicina. Métodos Estudo transversal envolvendo uma amostra aleatória e representativa (n = 346) de estudantes de Medicina de uma universidade no Brasil. Os níveis de ansiedade e depressão foram aferidos pelos Inventários de Depressão e Ansiedade de Beck. Análises brutas e ajustadas foram realizadas utilizando-se regressão de Poisson. Resultados A prevalência de ansiedade foi de 35,5%, e a de depressão, 32,8%. Mulheres apresentaram prevalência 14% maior de ansiedade e 16% maior de depressão (p = 0,025 e p = 0,006, respectivamente). Estudantes com pais não médicos apresentaram prevalência de ansiedade 23% maior (p = 0,006), e aqueles com pais médicos, prevalência de depressão 29% maior (p = 0,034). Aqueles que se sentiam sempre ou frequentemente cobrados pelos pais apresentaram ansiedade 22% maior (p = 0,006) e depressão 19% maior (p = 0,016). Estudantes que tinham preocupações com o futuro mostraram prevalência de depressão 15% maior (p = 0,017). Conclusões A prevalência de sintomas depressivos e ansiosos foi superior à média encontrada na população em geral. <![CDATA[Functional Syndromes in Medical Students]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300395&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O curso universitário é gerador de estresse, e, de acordo com a literatura, há elevada prevalência de sintomas depressivos e transtornos emocionais em até metade dos universitários. Cerca de um terço das pessoas com síndromes funcionais ou síndromes somáticas funcionais (SSF) sofre de ansiedade ou depressão. Percebe-se, assim, a associação das SSF com fatores psicossociais e estresse. Objetivo Verificar a prevalência de síndrome funcional em estudantes e residentes de Medicina. Métodos Foram entrevistados 200 estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que cursavam o quinto, sexto, nono e décimo períodos, sendo 25 homens e 25 mulheres de cada período, bem como 27 residentes de várias especialidades do Hospital das Clínicas da UFMG (11 homens e 16 mulheres). Os voluntários responderam aos questionários Beck Depression Inventory (BDI) e Stait-Trait Anxiety Inventory (Stai), ambos validados no Brasil para avaliação da depressão e ansiedade, e a questionário para verificar a presença de síndromes funcionais. Resultados Oitenta e sete indivíduos (38,3%) tiveram o diagnóstico de síndrome somática e funcional (SSF), sendo prevalente nos residentes (48,1%) e nos alunos do quinto ano (43%) e menor nos alunos do terceiro ano (30%). Mulheres e seguidores da religião espírita foram os que apresentaram maior associação com SSF (p &lt; 0,05), assim como os que possuíam maiores pontuações no questionário de avaliação de depressão e aqueles em período de formação mais avançado no curso médico. A SSF foi mais encontrada em estudantes com idade menor que 24 anos (39,4%), com renda inferior a dez salários mínimos (53,2%), casados (46,7%), com filhos (80%), entre os que possuíam parentesco médico (40,8), em tabagistas e alcoolistas (58,5%) e em estudantes com traços de ansiedade alta (45,6%). Conclusão As síndromes funcionais são frequentes entre os estudantes e residentes de Medicina. Elas ocorrem mais no sexo feminino e em deprimidos em períodos de maior tensão emocional.<hr/>ABSTRACT University courses generate stress, to the detriment of students’ health and quality of life. A high prevalence of symptoms of depression and emotional disturbances can be identified in university students. Some patients with anxiety and depression fulfill the criteria for functional somatic syndromes (FSS). Thus, it can be observed that FSS is associated with psychosocial factors and stress. Objective To verify the prevalence of the FSS in medical students and residents. Methods This study involved interviews with 200 3rd and 5th-year medical students from the Universidade de Minas Gerais (UFMG) Medical School, of whom 25 were male and 25 were female in each semester group, as well as 27 residents from the UFMG Clinical Hospital (11 male and 16 female). The volunteers answered the Beck Depression Inventory (BDI) and Stait-Trait Anxiety Inventory (STAI) questionnaires and a questionnaire to verify the presence of FSS. Results Women, religious followers of spiritualism, volunteers with the highest scores on the depression questionnaire and those who were in the most advanced semester were found to show association with FSS (p &lt; 0.05). The FSS could be identified in students aged over 24 years (39.4%), with an income of less than 10 minimum wages (53.2%), married (46.7%), with children (80%), among those who had family members who were doctors (40.8%), smokers and alcoholics (58.5%), and students with high anxiety traits (45.6%). Conclusion Functional syndromes are common among medical students and residents. These syndromes occurred more often in females and in patients with depression during periods of emotional stress. <![CDATA[Humanization in Undergraduate Medical Training: the Students’ Point of View]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300401&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O tema “humanização” tem sido cada vez mais recorrente nos serviços de saúde e nos currículos das escolas médicas. Com o propósito de compreender como alunos da graduação em Medicina percebem/interpretam a humanização nos cenários de ensino-aprendizagem da sua formação, foi realizado este trabalho de caráter qualitativo. Por meio da análise de base hermenêutica sobre entrevistas semiestruturadas realizadas com alunos do sexto ano de graduação da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) em 2010, temas da humanização foram destacados e estudados: gestão dos serviços, humanidades no ensino médico, interatividade e o próprio conceito de humanização, presentes ou não nos diversos cenários de ensino-aprendizagem. O estudo aprofunda um pouco mais a compreensão da humanização no ensino médico, podendo contribuir para seu desenvolvimento na formação em Medicina ao apontar aspectos que precisam ser mais bem trabalhados junto aos alunos e a necessidade de integrar a humanização no contexto geral da formação.<hr/>ABSTRACT The subject of “humanization” has been increasingly recurrent in health services and in medical school curricula. This qualitative study was conducted to understand how the undergraduate medical students view and interpret humanization in their teaching and learning scenarios. Using hermeneutic analysis of semi-structured interviews with 6th-year medical students from the University of São Paulo in 2010, humanization issues were highlighted and studied: management services, medical education, interactivity, and the concept of humanization, whether present or not in the different teaching scenarios. The study has deepened our understanding of humanization in medical school and can contribute to its development in medical training by identifying some aspects that require further work together with students and the need to integrate humanization into the general setting of their training. <![CDATA[Academic Leagues in Student Training]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300410&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO As Ligas Acadêmicas (LAs) surgem nas universidades brasileiras no início do século XX como estratégias e atividades extracurriculares. O objetivo deste estudo foi analisar as Ligas Acadêmicas estruturadas e em funcionamento na Universidade de Brasília como estratégias de ensino e aprendizagem. Método A coleta de dados foi construída por levantamento documental, entrevista de sondagem e entrevistas individuais aplicadas a acadêmicos membros das Ligas (oito representantes), professores/coordenadores membros das Ligas (quatro representantes) e acadêmicos que participavam das atividades oferecidas pelos membros das Ligas (quatro representantes). Resultados Percebe-se o reconhecimento do princípio da indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão por parte dos entrevistados, embora a atuação dos membros ligantes tenha sido marcada pelas atividades de ensino e pesquisa em contraposição às atividades extensionistas. No entanto, as concepções dos participantes refletem convergências no que se refere aos princípios/estratégias de criação e desenvolvimento das Ligas Acadêmicas como importantes na formação em saúde. Conclusão As Ligas Acadêmicas poderiam se tornar instrumentos de exploração da autonomia, da criticidade, da criatividade e do comprometimento, em detrimento de práticas isoladas que induzem ao risco de especialização precoce.<hr/>ABSTRACT Academic leagues have emerged in Brazilian universities in the twentieth century as strategies and extracurricular activities. The objective of this paper is to analyze structured academic leagues in operation at the University of Brasilia as teaching and learning strategies. Method Data was collected through documentary survey, interview survey, individual interviews applied to participants of academic leagues (eight representatives), teachers/coordinators of academic leagues (four representatives) and participants of activities provided for the members of academic leagues (four representatives). Results We observed the recognition of the principle of inseparability between teaching, research and community outreach among the respondents, although the performance of academic league members has been formed by teaching and research activities, but not by community outreach activities. However, the results reflect the convergence of the principles of the creation and development of academic leagues as important activities for health training. Conclusion Academic leagues could become instruments to develop student autonomy, criticality, creativity and commitment, rather than isolated practices that can lead to precocious specialization. <![CDATA[The Pedagogy of Paulo Freire and Medical Education]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300418&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A educação médica brasileira apresenta desafios com o intuito de contribuir com a formação de recursos humanos para o Sistema Único de Saúde, em consonância com as principais políticas de saúde do País. A pedagogia de Paulo Freire apresenta uma visão crítica do processo ensino-aprendizagem enquanto processo de emancipação política e de ação transformadora da realidade. Tais valores são desejados na formação profissional dos médicos. O presente estudo visa avaliar a concepção de docentes de Faculdade de Medicina paulistana sobre o processo ensino-aprendizagem segundo os princípios da pedagogia problematizadora de Paulo Freire.<hr/>ABSTRACT Brazilian medical education presents challenges in providing human resources to the Unified Health System in line with the main national health policies. The pedagogy of Paulo Freire presents a critical view of the teaching-learning process including the political emancipation of the student and the ability to transform the reality. Such values are desired in the professional training of Brazilian physicians. This study aims to assess to what extent medical teachers from a São Paulo university understand the teaching-learning process in terms of the principles of Paulo Freire’s pedagogy. <![CDATA[Oral Health in the School and Family: Autonomy of Social Change]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300426&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A promoção de saúde requer um trabalho com abordagens preventivas, educacionais, curativas e de controle da saúde pelo próprio indivíduo, sendo a motivação e a transformação social por meio da conscientização as únicas propostas viáveis para a diminuição das doenças bucais. O objetivo deste programa foi promover a saúde de forma ampla, atingindo vários atores sociais, e trabalhar a autonomia e a modificação de hábitos essenciais para alterações no fenômeno saúde-doença. Foi desenvolvido na rede pública de ensino do município de Patos (PB), com a participação de três eixos – a família, os educadores e as crianças –, tendo como ações as práticas de promoção e educação em saúde, análise do nível de conhecimento em saúde bucal, realização de tratamento restaurador atraumático, além de cursos de capacitação em saúde bucal para educadores e agentes comunitários de saúde. O projeto teve aceitação por todos os eixos assistidos e alcançou como resultado a melhoria nos níveis de saúde bucal e a criação de agentes multiplicadores de saúde, contribuindo para o desenvolvimento da autonomia e integralidade em saúde.<hr/>ABSTRACT Health promotion requires individuals to work with preventive, educational, curative and health control approaches, with motivation and social transformation through raising awareness being the only feasible proposals for reducing oral disease. The objective of this program was to broadly promote health, engaging various social actors and to develop autonomy and modify habits that are essential to changes in health and disease. It was developed in the municipal schools of the city of Patos, on three fronts: family, teachers and children, and involved practices to promote health education, analysis of the level of oral health knowledge, and the provision of Atraumatic Restorative Treatment, and oral health training courses for educators and Community Health Agents. The project was accepted by all the groups who attended and achieved the result of improving levels of oral health and creating health multipliers, thus contributing to the development of autonomous and comprehensive health care. <![CDATA[OSCE for Communication Skills and Professionalism: Case Report and Meta-Analysis]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300433&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A comunicação clínica e o profissionalismo estão entre as principais competências médicas e, portanto, devem ter sua avaliação garantida. Nesse contexto, o exame clínico objetivo estruturado (OSCE) tem papel fundamental. Objetivos Descrever as etapas de elaboração de um OSCE, bem como a avaliação da qualidade das estações e a percepção do estudante de Medicina sobre a sua realização. Método O estudo é composto pela realização de um OSCE com quatro estações por 16 estudantes de Medicina e pela análise da qualidade psicométrica e aplicação de um questionário de satisfação. Resultados Para os estudantes, o OSCE é o método que melhor avalia e ensina essas competências, ao passo que os testes de múltipla escolha estão no polo oposto quanto à avaliação. Em relação à qualidade múltipla das estações: duas se apresentaram com boa confiabilidade, uma se tornou satisfatória após adequação e uma se revelou inconsistente. Conclusão Mesmo bem avaliadas pelos estudantes, algumas estações apresentaram falhas. A análise do OSCE é fundamental para sua validade e mensurabilidade, em especial para o OSCE de alta aposta.<hr/>ABSTRACT Clinical communication and professionalism are among the primary medical competencies and therefore must have guaranteed assessment. In this context, the objective structured clinical examination (OSCE) plays an important role. Objectives To describe the steps of developing an OSCE, as well as evaluating the quality of the stations and the medical student’s view of the OSCE. Method The study involved an OSCE with four stations performed by 16 medical students, psychometric quality analysis and the application of a user satisfaction questionnaire. Results For the students, the OSCE is the best assessment and teaching method for these skills, whereas multiple choice tests are at the worst form of assessment. Regarding the multiple quality of the stations, two showed good reliability, one became satisfactory following adjustment and one was inconsistent. Conclusion Although highly rated by the students some of the stations were flawed. Analysis of the OSCE is essential for its validity and measurability, especially for high stakes OSCEs. <![CDATA[Reflective Learning: the Use of the Collective Portfolio]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300442&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este artigo tem por objetivo refletir sobre o uso do portfólio coletivo como instrumento da aprendizagem reflexiva, com base na experiência de um grupo tutorial multidisciplinar no PET/Vigilância em Saúde do campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Maceió. Optou-se por trabalhar com o portfólio coletivo como um dos instrumentos para acompanhamento e avaliação do processo de ensino-aprendizagem reflexivo dos estudantes, na intenção de contribuir para divulgar instrumentos que facilitem esse processo em grupos tutoriais. A organização e a apresentação do portfólio coletivo foram norteadas pelo Arco de Charles Maguerez numa perspectiva problematizadora, abrangendo cinco sessões: vivência no serviço, atividades de ensino, pesquisa, extensão e relatório. Graças a essa experiência, foi possível identificar que o portfólio tem sido um instrumento facilitador para a construção do aprendizado do estudante e do grupo, permitindo o registro crítico e reflexivo do caminho percorrido e da aprendizagem significativa, estimulando a comunicação, a integração e as relações estabelecidas no grupo, além das sensações e emoções do que foi vivenciado.<hr/>ABSTRACT This article aims to reflect on the use of the collective portfolio as an instrument reflective learning, based on the experience of a multidisciplinary tutorial group in PET/Health Surveillance at the Federal University of Alagoas campus in Maceio. The collective portfolio was the chosen instrument for monitoring and evaluating the reflective teaching-learning process among students in order to help disseminate instruments that facilitate this process in tutorial groups. The organization and presentation of the collective portfolio were guided by the Charles Maguerez Arch from a critically analytical perspective in five sessions that addressed: experience in service, teaching, research, and community outreach activities and the report. This experience enabled us to identify that the portfolio has served as a facilitator for building student and group learning, allowing for the critical and reflective recording of the path followed and meaningful learning, encouraging communication, integration, and established relationships in the group, in addition to the feelings and emotions of the experience. <![CDATA[Educational Experience in Pathology at the UFC Medical School]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300450&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo Relatar a experiência da aplicação de material didático composto por catálogo com imagens macroscópicas e microscópicas, disponível em meio impresso e digital, acompanhado de coleções de lâminas, instrumento criado por alunos do mestrado e iniciação científica, focando a autonomia do aprendizado em Patologia Humana para os alunos da graduação. Métodos Foi elaborado um questionário para ser aplicado aos alunos, para avaliação de resultados alcançados pelo modelo criado, que será oferecido aos estudantes de diversos cursos que possuem a disciplina de Patologia Humana, oferecida na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC). O catálogo relata a história e evolução da doença de uma paciente com tuberculose sistêmica, suas manifestações clínicas, exames físicos e laboratoriais, além de achados de necropsia, com diferentes aspectos da resposta inflamatória. Resultados Os alunos que viveram esta experiência se manifestaram a favor da implantação da nova ferramenta como material didático da disciplina e sua manutenção nos laboratórios. Conclusão A inovação nas aulas é necessária, e este modelo surge como um material complementar para a melhoria e motivação das aulas práticas no tema proposto.<hr/>ABSTRACT Objective To reporting on the application of new teaching material composed of a catalog with macroscopic and microscopic images, available in print and digital media, accompanied by slides of collections. This instrument was created by Master’s and Scientific Initiation students, focusing on the undergraduate students’ autonomy in learning Human Pathology. Methods A questionnaire was developed to be administered to students to assess the results achieved by the new model, which will be available to students whose courses require attending Human Pathology classes at the Federal University of Ceará (UFC) Medical School. The catalog describes the history and evolution of the disease in a patient with systemic tuberculosis, its clinical manifestations, physical and laboratorial tests and autopsy findings, with different aspects of the inflammatory response. Results The students who assessed this model were in favor of its implementation as teaching material for Human Pathology classes and its maintenance in laboratories. Conclusion Innovation in classes is necessary and this model emerges as supplementary material for the improvement and motivation of practical classes on the proposed theme. <![CDATA[The UNESCO Core Curriculum as a Basis for Training in Bioethics]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300456&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A revolução biotecnológica das últimas décadas teve como resultado o desenvolvimento de um poder quase sem limites sobre a vida humana. Tal contexto exige do profissional uma visão globalizada dos problemas éticos e sociais da era contemporânea, alicerçada em sólidas bases filosóficas e legais. Este contexto torna necessária a promoção de novas competências e habilidades relacionadas à vida profissional. Neste sentido, o ensino da Bioética desponta como uma possibilidade de inovação curricular alternativa ao tradicional modelo prescritivo e normativo. Este artigo relata a experiência da Cátedra Unesco de Bioética da Universidade de Brasília com a utilização do Core Curriculum proposto pela Unesco como instrumento didático-pedagógico adequado ao ensino da Bioética. Entre os dilemas pedagógicos enfrentados pela Bioética como disciplina encontram-se: a construção de seus conteúdos, sua estruturação, as concepções teóricas a serem seguidas e seus objetivos. A contextualização e o aperfeiçoamento da estratégia proposta pelo Core Curriculum podem significar importantes instrumentos facilitadores para docentes que buscam organizar práticas didático-pedagógicas inovadoras em Bioética com o intuito de proporcionar resultados efetivos na formação de seus estudantes.<hr/>ABSTRACT The biotechnological revolution of recent decades has resulted in the development of an almost unlimited power over human life. This context requires the professional to have a global vision on the ethical and social problems of the contemporary era, based on sound philosophical and legal bases. This leads to the necessity of promoting new skills and expertise related to professional life. The teaching of bioethics has therefore emerged as a possible curriculum innovation; an alternative to the traditional prescriptive and normative model. This article aims to describe the experience of the UNESCO Chair in Bioethics at the University of Brasilia using the Core Curriculum proposed by UNESCO as a teaching-learning tool suitable for teaching bioethics. The pedagogical dilemmas faced by bioethics as a discipline include: the construction of its own content, structure, theoretical concepts to be followed, and its own goals. Contextualizing and improving the strategy proposed by the Core Curriculum could represent the development of important facilitating instruments for teachers seeking to organize innovative educational practices in bioethics in order to provide effective results in student training. <![CDATA[Bioethics: Made Visible Powers and Injustice]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300463&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este texto é uma resenha sobre o livro Bioéticas, poderes e injustiças: 10 anos depois.<hr/>ABSTRACT This article is a book review of Bioéticas, poderes e injustiças: 10 anos depois. <![CDATA[Doctor and patient (mis)matches: what the doctors think]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300467&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este texto é uma resenha sobre o livro Bioéticas, poderes e injustiças: 10 anos depois.<hr/>ABSTRACT This article is a book review of Bioéticas, poderes e injustiças: 10 anos depois. <![CDATA[Virtual Environment for Competency Evaluation in the Management of Diabetes Mellitus]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300470&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O diabetes mellitus apresenta inúmeras lacunas na efetividade do seu tratamento, e a avaliação em serviço necessita ser contínua, sistemática e com dimensão orientadora de seus elementos intrínsecos: processo formativo e avaliação de competências profissional. Objetivo Apresentar o desenho didático de construção de ferramenta de avaliação de competências que o médico possui sobre o manejo do diabetes mellitus, com base em sua fisiopatologia. Métodos Estruturada como uma pesquisa participativa, o Ambiente Virtual de Avaliação de Competências, por meio de casos clínicos virtuais simulados, propõe um desenho aberto que vai sendo construído, avaliado, corrigido e melhorado durante sua execução. Resultados Com Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), o instrumento foi desenvolvido no âmbito de uma pesquisa de mestrado vinculada à Telessaúde da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás. Validado o instrumento, viabilizou-se sua utilização por discentes e profissionais. Considerações As ações interativas propostas pelo ambiente virtual possibilitarão avaliar conhecimentos e identificar padrões que poderão melhorar conteúdos para manejo do DM. Propõe-se sua utilização na rede básica de saúde para confirmar sua validação, a fim de alcançar seus objetivos.<hr/>ABSTRACT Diabetes mellitus presents numerous gaps in the effectiveness of its treatment, and in-service evaluation needs to be continuous, systematic and with a guiding dimension in relation to its intrinsic elements: the training process and assessment of professional skills. Objective To present the didactic design for building a competency evaluation tool for doctorsin the management of diabetes mellitus, based on its path physiology. Methods Structured as a participative study, the Virtual Environment for Competency Assessment, through simulated, virtual clinical cases, proposes an open-ended design that is constructed, evaluated, corrected and improved during its execution. Results With Information and Communication Technologies, the tool was developed as part of a master’s research project linked to Telehealth at the Federal University of Goiás School of Medicine. Once validated, the instrument was available for use by students and professionals. Considerations The interactive actions proposed by the virtual environment will enable knowledge assessment and identify patterns that may enhance content for DM management. The primary health care network is proposed as the platform for validating the instrument in order to achieve the goals. <![CDATA[Bioethics in Decision-Making in Primary Health]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000300479&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A prática médica se alicerça no julgamento e na tomada de decisão acerca das ações de cuidado – dirigidas aos usuários, às famílias e às comunidades –, o que implica a composição das dimensões técnica e ética da prática clínica. Partindo do pressuposto da importância do processo decisório e do julgamento na prática médica, busca-se discutir essa dimensão no cotidiano do médico de família e comunidade em seu trabalho assistencial na Atenção Primária à Saúde. Para isto, apresenta-se uma situação clínica fictícia e com base nela são feitas considerações sobre raciocínios éticos no âmbito da bioética, em busca da resolução do problema. Chama-se a atenção para a importância de estimular tais raciocínios na práxis desses profissionais.<hr/>ABSTRACT Medical practice is based on judgment and decision-making regarding care actions for patients, families and communities. This entails the composition of the technical and ethical dimensions of clinical practice. Working on the premise of the considerable importance of the decision-making and judgment process in medical practice, this paper aims to discuss this dimension in terms of the general practitioner’s everyday work in Primary Health Care. Therefore, a fictional clinical situation is used from which considerations regarding ethical behavior in the context of bioethics are made in order to solve the problem. The importance of encouraging such thinking in the practice of these professionals is highlighted in the conclusion of the text.