Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Médica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-550220150001&lang=en vol. 39 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Simulation Training for Prevention of Healthcare Associated-Infections]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Descrevem-se os resultados de treinamentos de estudantes de graduação e profissionais da saúde em prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde com uso de simuladores. O treinamento foi realizado em cinco módulos: higienização de mãos, prevenção de infecções de corrente sanguínea, prevenção de pneumonia associada a dispositivos respiratórios, prevenção de infecção urinária e biossegurança. Os treinamentos simulados foram aplicados a pequenos grupos de alunos de diferentes períodos da graduação e diversos cursos. Entre maio de 2012 e abril de 2013, 61 estudantes fizeram pelo menos um módulo do curso. O desempenho dos estudantes foi medido por um pré-teste e pós-teste aplicado antes e após cada módulo. O aproveitamento positivo nos módulos de I a V foi de 34,2%, 34%, 40,4%, 28,2% e 42,2%, respectivamente. Não houve diferença estatística significativa, em relação ao aproveitamento positivo, nos cinco módulos, quando analisados os estudantes dos diferentes cursos. Concluiu-se que treinamentos simulados em prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde foram efetivos para aumentar o conhecimento de alunos de graduação em saúde de diferentes cursos e períodos.<hr/>This article describes the results of training undergraduate students and health professionals about preventing healthcare-associated infections, with the use of simulators. The training consisted of five modules: hand washing, prevention of bloodstream infections, prevention of pneumonia associated to respiratory devices, prevention of urinary infection and biosecurity. The simulation training was performed with small groups of students at different stages of their degrees and from various courses. The course was taken from May 2012 to April 2013 by 61 students, each following at least one module of the course, and student performance was measured by tests applied before and after each module. The positive improvement rates reported in modules 1 to 5 were: 34.2%, 34%, 40.4%, 28.2% and 42.2% respectively. No statistical difference was found in relation to the positive improvement achieved in all five modules when analyzed in terms of students from different undergraduate programs. In conclusion, the simulation training proved effective in increasing the undergraduate students’ understanding of prevention of healthcare associated-infections. <![CDATA[Medical Teachers’ Perceptions and Feelings about Student Assessment – a Lonely Process]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Introdução O processo de avaliação formativa nas escolas médicas envolve o professor na observação direta do desempenho do estudante. Esta avaliação gera desconforto e angústia para alguns professores, na tentativa de serem justos e imparciais. Este trabalho tem por objetivos identificar as dificuldades na avaliação dos estudantes de Medicina, conhecer os sentimentos, conceitos e crenças dos professores frente ao processo e identificar os fatores que dificultam e facilitam esta avaliação. Método Foram conduzidos três Grupos Focais com professores do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais estratificados por tempo de docência e classificados quanto a gênero, titulação e categoria funcional. As reuniões tiveram uma moderadora auxiliada pelo pesquisador, duraram entre 90 e 120 minutos e terminaram quando ocorreu a saturação do tema. Toda a discussão foi transcrita e rendeu 118 páginas, que foram submetidas à análise de conteúdo. Resultados O discurso foi categorizado em cinco grandes temas: dificuldade da avaliação de habilidade clínica e atitudes; relação professor-aluno; sentimentos vivenciados pelos docentes durante a avaliação; fatores facilitadores; necessidade de mudanças. Conclusões Os docentes sentem falta de objetivos bem definidos e instrumentos avaliativos específicos. Reconhecem a necessidade de melhores conhecimentos pedagógicos e considera a avaliação formativa uma situação solitária, com pouco respaldo da instituição. <hr/> Introduction The student assessment process in medical schools involves the teacher’s direct observation of student performance. This evaluation causes distress and discomfort to some teachers in their attempt to be fair and impartial during feedback. This study aims to understand the feelings, concepts, and teachers’ beliefs regarding the process of subjective assessment of students and to identify the factors that both hinder and facilitate this evaluation. Method Three focus groups were formed with teachers from the Federal University of Minas Gerais School of Medicine, Department of Pediatrics, stratified by years of teaching and classified by gender, title, and functional category. The meetings had a moderator helped by the researcher, lasted between 90 and 120 minutes and finished when themes were exhausted. All discussions were transcribed, yielding 118 pages that were subjected to content analysis. Results Discourse was categorized into five major themes: the difficulty of assessing clinical skills and attitudes, the teacher/student relationship, feelings experienced by teachers during assessment, facilitating factors and need for change. Conclusions Teachers lack well-defined objectives and specific assessment tools. They recognize the need for better pedagogical knowledge and consider the act of evaluating an isolated task with very little support from the institution. <![CDATA[Student Perceptions of Teaching and Learning Human Anatomy]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa investiga as percepções de acadêmicos sobre o processo de ensino e aprendizagem na disciplina de Anatomia Humana oferecida nos cursos de Ciências Biológicas e Enfermagem de uma universidade da Região Centro-Oeste do Estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com caráter descritivo e exploratório, realizada com dez acadêmicos de cada um dos cursos envolvidos, regularmente matriculados na disciplina e frequentando o Laboratório de Anatomia Humana. Os depoimentos foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e analisados à luz da análise de conteúdo. Emergiram percepções acerca do processo de ensino e aprendizagem da disciplina e da sua relevância para a formação profissional. Conclui-se que as percepções dos acadêmicos apontam obstáculos enfrentados para uma aprendizagem efetiva. As dificuldades despertam nos estudantes sentimentos de impotência e desânimo. Nesse contexto, surge um grande desafio: propor estudos que considerem a opinião dos acadêmicos, promovendo espaços de troca e construção coletiva do processo de formação.<hr/>This study aimed to investigate student perceptions regarding the teaching and learning process in the subject of Human Anatomy, an integral part of the Biology and Nursing courses at the university studied. This is a qualitative study of a descriptive, exploratory nature conducted at a university in the midwest region of Rio Grande do Sul state. It was performed with ten students from each of the courses involved, who were all enrolled for the discipline concerned and attended the Human Anatomy Laboratory. Semi-structured interviews yielded the qualitative data that was subjected to content analysis. Perceptions therefore emerged of the teaching and learning process of the subject and its importance to vocational training. It can be concluded that the perceptions of academics are determined by the obstacles faced for effective learning. Difficulties trigger feelings of helplessness and discouragement in students. In this context a major challenge emerged to be encouraged, to propose studies that consider the opinions of students and promote platforms for exchange and the collective construction of the actual training process. <![CDATA[Medical student profile at Rio Grande do Norte State University (UERN), 2013]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste trabalho é mostrar o perfil do estudante de Medicina da UERN por meio de um estudo transversal feito em 2013 com 72 alunos, utilizando questionário autoaplicável e anônimo. Foram coletadas informações socioeconômicas sobre o curso e o processo ensino-aprendizagem. Verificou-se predomínio do sexo masculino (58,0%), brancos (48,6%), solteiros (90,3%), renda familiar até R$ 2.565,00 (20,5%) e ensino fundamental e médio cursados somente em escola pública (58,3% e 61,1%, respectivamente). Os estudantes escolheram a profissão por adequação à aptidão pessoal e vocacional (37,5%) ou possibilidade de realização pessoal (31,9%) e se dizem satisfeitos com o curso (98,6%). Muitos alunos relatam que atividades excessivas e ansiedade são os fatores estressores que mais interferem no desempenho acadêmico. Grande parte (88,9%) indica a internet como principal fonte de informação. Os resultados mostram o impacto positivo do sistema de cotas no ingresso do aluno da rede pública de ensino no curso de Medicina da UERN, os efeitos da imensa carga horária curricular sobre a qualidade de vida e a influência do modelo de ensino flexneriano preconizado, atualmente, no Brasil.<hr/>The objective of this work is to report the profile of medical students at UERN by means of a cross-sectional study conducted in 2013. The study involved a self-administered and anonymous questionnaire applied to 72 students. Socioeconomic information, about the course and the teaching-learning process was gathered. The findings showed a predominance of male (58.0%), white (48.6%), single (90.3%) students, with a family income of up to R$ 2,565.00 (20.5%), and primary and secondary education at only state schools (58.3% and 61.1% respectively). The students’ choice of profession was due to alignment with the personal and vocational skill sets (37.5%) or opportunity for personal achievement (31.9%) and they report being satisfied with the course (98.6%). Many students report excessive activities and anxiety as the stressors most likely to interfere with their academic performance. The vast majority (88.9%) point to the internet as their main source of information. The results demonstrate the positive impact the quota system has had on state school-educated student admissions in the UERN medical course, the effects of the class time-heavy curriculum on students’ quality of life and the influence of the Flexner education model, currently implemented in Brazil. <![CDATA[Competence of Moral Judgment among Dentistry Students]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100041&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa objetivou avaliar a competência moral de estudantes de Odontologia no Estado do Ceará. O estudo foi do tipo observacional transversal descritivo. Aplicou-se o Moral Judgement Test (MJT) com os alunos regularmente matriculados no primeiro e último semestres dos cursos de Odontologia do Estado. Para a análise do ambiente de aprendizagem, realizou-se a coleta dos conteúdos das disciplinas e estágios de todas as IES envolvidas para consolidação das cargas horárias. Avaliou-se como variável dependente o aspecto cognitivo – competência de juízo moral calculada a partir do MJT e expressa pelo escore C. As variáveis independentes foram: (a) tipo de instituição; (b) tempo de aprendizagem; (c) gênero; (d) idade. Para análise da diferença estatística significante entre gênero, semestre e tipo de instituição, calculou-se a diferença de médias através do teste t.O teste de Anova foi utilizado para análise das diferenças entre grupos etários por semestre.Os resultados apontam que a média de competência de juízo moral (escore C)dos entrevistados foi de 18,3, não havendo diferença significativa entre os sexos. Analisando-se a média de escore C dos estudantes do primeiro e último semestre, observou-se uma tendência de perda de competência do primeiro (19,0) para o último semestre (17,6) e uma diferença significativa entre alunos de instituições públicas (21,0) e privadas (16,5). Observou-se também que as disciplinas com conteúdo de Ciências Humanas não ultrapassaram20% dos projetos pedagógicos dos cursos, condicionando os futuros cirurgiões-dentistas a desenvolver uma competência moral limitada.<hr/>This research aimed at assessing the moral competence of dental students in the state of Ceará. This was a cross-sectional, observational and descriptive study. We applied the Moral Judgment Test (MJT) with students enrolled in the first and last semesters of state dental courses and for the analysis of the learning environment, we collected the contents of the disciplines and internships of all Institutions involved for a consolidated account of study hours. As the dependent variable we assessed the cognitive aspect - moral judgment competence evaluated by MJT and expressed by C score. As independent variables: a) type of institution; b) learning time; c) gender; d) age. For the assessment of statistical significance between gender, semester and type of institution, we calculated the difference of means, by the t test. The ANOVA test was used to assess the differences between age groups per semester. The results show that the average moral judgment competence (C score) of respondents was 18.3, with no significant difference between genders. Analyzing the average competence of students in the first and last semesters per institution resulted in a trend of loss of competence from the first (19.0) to the last semester (17.6) and a significant difference between students from public institutions (21.0) and private ones (16.5). It was also observed that the disciplines with human sciences content did not exceed 20% of the pedagogical projects, conditioning future dentists to develop limited moral competence. <![CDATA[Evidence-Based Cariology and the Teaching-Learning Process]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100050&lng=en&nrm=iso&tlng=en Considerando o conceito de Odontologia Baseada em Evidências, discute-se o embasamento de acadêmicos e profissionais neste paradigma, como alicerce de sua prática clínica, e alguns pontos críticos do processo ensino-aprendizagem em Odontologia. Objetivos Verificar a opinião de acadêmicos e profissionais acerca de tópicos relevantes inerentes à cariologia e ao ensino-aprendizagem. Métodos Aplicou-se questionário elaborado em Escala Likert aos acadêmicos da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Faodo-UFMS) e especialistas em Dentística e Odontopediatria de Campo Grande (MS) com até 15 anos de formados.Os dados obtidos foram tabulados e submetidos a análise estatística analítica. Resultados A maior porcentagem dos estudantes expressou opinião condizente com as atuais evidências em cariologia, e os profissionais mostraram conhecimento em todas. A maioria concordou em que o método de avaliação desestimula os acadêmicos a realizar procedimentos preventivos e que nem sempre o processo ensino-aprendizagem considerou a tomada de decisão clínica alicerçada em evidências científicas. Conclusão A prática clínica dos respondentes, de modo geral, condiz com as atuais evidências, contemplando o paradigma da mínima intervenção, mas o processo ensino-aprendizagem na Faodo-UFMS poderia ser discutido e reavaliado. <hr/>Considering the concept of Evidence-Based Dentistry, this work discusses students’ and professionals’ use of this paradigm as the foundation for their practice, as well as some critical points in the teaching-learning process in dentistry. Objectives to determine the opinion of scholars and practitioners about relevant topics inherent to Cariology and to education. Methods a questionnaire prepared in Likert Scale was applied to UFMS dental students and specialists in Dentistry and Pediatric Dentistry from Campo Grande - MS who graduated in the last 15 years. Data were tabulated and submitted to statistical analysis. Results the majority of students expressed an opinion consistent with current evidence in Cariology and the professionals demonstrated knowledge of all the evidence. Most agreed that the evaluation method discourages academics to perform preventive procedures, and that the teaching-learning process does not always involve clinical decision making grounded on scientific evidence. Conclusion the medical practice of the respondents was, in general, consistent with the current evidence, taking into account the paradigm of minimal intervention. However, the teaching-learning process in Faodo-UFMS could be discussed and reviewed. <![CDATA[Teaching-Learning of Qualitative Research Methods in Medicine]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100060&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo versa sobre a visão dos médicos sobre o uso do método qualitativo em suas pesquisas, as dificuldades e barreiras que encontram para isso e as possibilidades de ampliar o ensino e a utilização dessa abordagem nas investigações. Utilizamos o método qualitativo e entrevistas abertas como técnica de obtenção de dados. Entrevistamos 42 profissionais, sendo 18 com experiência no método qualitativo e 24 na abordagem quantitativa. Os entrevistados percebem como principais barreiras para a utilização do método a falta de formação em ciências sociais e humanas no curso de Medicina, o tempo longo que os estudos empíricos requerem e a dificuldade de publicação de artigos dessa natureza. A maioria dos entrevistados considera necessário incluir conteúdos de ciências humanas no currículo médico e ensinar o método de forma prática, por meio da participação em pesquisas e da apresentação das contribuições desses estudos para o campo da saúde.<hr/>This article is concerned with the vision that doctors have regarding qualitative methods in their research, the difficulties and barriers that they encounter in this area and the possibilities for broadening teaching and the use of this approach in studies. In order to meet this objective we used qualitative methods and open interviews to gather data. We interviewed 42 professionals, 18 of whom had experience with qualitative methods and 24 with quantitative methods. The interviewees perceive the main barriers to using such methods to be the lack of social and human sciences in medicine course curriculums, the extensive time required to carry out empirical research and the difficulty in publishing articles of such a nature. The majority of the interviewees believed it necessary to include human science material in the medical curriculum and to incentivize the practical teaching of such methods by encouraging participation in research and presenting on how such studies contribute to health sector research. <![CDATA[Progress Test: an Evaluative Tool for Academic Management]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100068&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo teve por objetivo averiguar as potencialidades do Teste de Progresso (TP) no auxílio à gestão acadêmica. Foram analisados os desempenhos dos estudantes do curso de Medicina no TP aplicado em 2008 e reaplicado sem modificações em 2011. Os resultados demonstraram que, no TP de 2008, a progressão ocorreu a cada dois anos de curso, e no TP 2011 esta progressão iniciou-se somente a partir da terceira série. Nas áreas de Saúde Coletiva, Clínica Cirúrgica e Áreas Básicas, não houve acúmulo de conhecimentos gradativo desde o início do curso, o que merece reflexões por parte dos gestores do currículo.<hr/>This study aimed to investigate the potential of progress testing to help academic management. To this end, the performances of medical students in the Progress Test applied in 2008 and reapplied without modifications in 2011 were analysed. The results showed that in the Progress Test of 2008 progression occurred once every two years of the course and in TP 2011 progression started only from the third year onwards. In the areas of Public Health, Surgery and Basic Sciences there was no gradual accumulation of knowledge since the beginning of the course, which merits reflection on behalf of the curriculum managers. <![CDATA[Receptivity and Solvability of Emergencies in the Family Health Strategy]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100079&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo de abordagem qualitativa foi analisar o acolhimento e a resolubilidade das situações de urgência no âmbito da Estratégia Saúde da Família (ESF). Foram realizadas 27 entrevistas com profissionais de equipes de Saúde da Família, que, submetidas à técnica de análise de conteúdo, resultaram nas seguintes categorias: reconhecendo uma urgência; acolhimento das urgências; resolubilidade das situações de urgência; facilidades e dificuldades encontradas no atendimento; organização da rede de atenção às urgências. Os profissionais têm dificuldade em reconhecer uma urgência e não compreendem a ESF como um serviço viável para um atendimento de urgência, julgando que esse tipo de atendimento foge do princípio que rege a Atenção Primária à Saúde e, portanto, utilizam o encaminhamento como forma de resolver essas situações. É necessária e urgente a promoção de capacitação profissional, com elaboração, junto à gestão, de um fluxograma de acolhimento para as equipes, promovendo-se também a educação em saúde para todos os usuários do serviço, a fim de que possam se apropriar da ESF como verdadeira porta de entrada para os demais serviços da rede.<hr/>The aim of this qualitative study was to analyze the receptivity and solvability of emergencies within the Family Health Strategy (FHS). Interviews were conducted with 27 family health professionals, and then subjected to content analysis, which resulted in the following categories: recognizing an emergency; emergency room care; solvability of emergencies; advantages and difficulties encountered in the care and the organization of the emergency care network. Professionals have difficulty recognizing an emergency and do not understand the FHS as a viable service for urgent care. They consider this type of care as falling outside the governing principle of primary health care and, therefore, use referrals as a way to resolve these situations. Vocational training and the preparation of a managerial flowchart for patient reception by teams are urgently required measures, as is promoting health education for all service users, so that they can take ownership of the FHS as true gateway to other network services. <![CDATA[Dermatological Diagnoses and Procedures in a Primary Care Unit]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100088&lng=en&nrm=iso&tlng=en A frequência de dermatoses é alta, apresentando grande impacto na qualidade de vida dos pacientes. Contudo, há poucas políticas públicas nesta área de saúde, e o tempo destinado ao ensino dermatológico na graduação médica é restrito. Objetivos Definir as hipóteses diagnósticas e as condutas mais frequentes adotadas nas consultas realizadas em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Métodos Foram utilizados cadernos de registro de atendimento da UBS para análise de variantes como idade, sexo, diagnóstico, conduta e encaminhamento dos pacientes. Os dados foram analisados estatisticamente pelo programa SPSS 15.0. Resultados As hipóteses diagnósticas mais frequentes foram: eczemas, tumores benignos, transtornos pigmentares, onicopatias, infecções fúngicas, bacterianas e virais, lesões acneiformes foliculares e eritematodescamativas. Conclusão As hipóteses diagnósticas mais frequentes nas consultas de um médico generalista diferem daquelas feitas pelo especialista. Os resultados deste estudo deverão promover uma discussão sobre o ensino da Dermatologia nos cursos de Medicina. <hr/>The frequency of skin disorders is high and they have a considerable impact on patients’ quality of life. However, there are very few public policies for this area of public health and the time devoted to studying Dermatology at medical school is limited. Objectives to define the most common diagnostic hypotheses and procedures in consultations performed at a primary health care unit. Methods medical notebooks entries were used in order to analyze variables such as age, gender, diagnosis, patient conduct and referral. Statistical analysis was performed using the program SPSS 15.0. Results the most frequent diagnostic hypotheses were: eczema, benign tumors, pigment disorders, onychopathy, fungal infections, bacterial infections, viral infections, acneiform and erythemato-squamous conditions. Conclusion the most frequent hypotheses diagnosed by a general practitioner differ greatly from those diagnosed by specialists. The results of this study should promote further discussions on dermatology teaching in Medical courses. <![CDATA[How do Patients Feel when Examined by Medical Students? A Cross Between Ambiguities and Satisfaction Found in a Qualitative Study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100095&lng=en&nrm=iso&tlng=en No contexto do ensino médico, pacientes são habitualmente convidados a colaborar se submetendo ao exame clínico para serem observados. Como pacientes se sentem nessa situação? Para discutir significados psicológicos atribuídos a esta experiência, usamos o método clínico-qualitativo, conduzido com amostra intencional de dez pacientes de um hospital público de ensino, com entrevistas semidirigidas de questões abertas em profundidade. Os resultados foram interpretados segundo conceitos tradicionais da Psicologia Médica. Pacientes manifestam uma relação um tanto ambígua com os alunos, às vezes fortalecendo a relação médico-paciente-equipe, outras vezes a desconstruindo. A presença dos alunos é importante devido ao vínculo gerado, mas pode originar dúvidas sobre como lidar com situações mobilizadoras. As construções sociais são diferentes em um hospital de ensino em comparação com outros hospitais, visto que naqueles os pacientes têm um papel de agentes educadores. Pacientes podem perceber essa dinâmica, ainda que com pouca sistematização, ou não ter qualquer consciência social.<hr/>As part of medical training, patients are often invited to cooperate by allowing student observation of their medical examination. How do patients feel in this situation? To discuss the psychological meanings assigned to this experience we used the clinical-qualitative study method on an intentional sample of 10 patients from a teaching hospital, using in-depth semi-directed interviews. The results were interpreted according to concepts of Medical Psychology. We found that patients have an ambiguous relationship regarding the students. For example, the presence of students sometimes strengthens the doctor-patient-team relationship, but sometimes might undermine it. Student presence is important due to the bond generated, but students may act indecisively when dealing with certain situations. The social constructions within a teaching hospital differ to those in other hospitals, since in the former the patients also act as an educational agents. Some patients are aware of this dynamic albeit without it being systemized, whereas others display no such social awareness. <![CDATA[How Health Science Students view Falling Sick]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100102&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivo conhecer a percepção sobre o adoecimento entre estudantes dos cursos de Enfermagem, Medicina e Odontologia de uma universidade pública por meio de uma pesquisa qualitativa. Os acadêmicos participantes da pesquisa foram submetidos a entrevistas guiadas por um roteiro semiestruturado com foco no conceito de adoecimento construído por esses estudantes. As entrevistas transcritas foram organizadas e sistematizadas com auxílio do programa Atlas.ti 6 e submetidas a análise do discurso. Destacaram-se as respostas acerca do conceito de adoecimento que os alunos expressavam antes do curso e o que passaram a considerar após o ingresso na universidade. Além disso, foi feita uma análise comparada dos conceitos de adoecimento expressos pelos entrevistados dos três cursos. Percebeu-se que os acadêmicos tenderam a ampliar suas percepções sobre o processo saúde-doença, acrescentando as dimensões socioeconômica e psicológica à visão biomédica antes estabelecida.<hr/>The scope of this study is to provide a better understanding how nursing, medicine and dental students from a state university view the process of falling ill. The study is based on a qualitative approach. Students were interviewed according to a semi-structured script focused on their understanding of the health-illness process. The transcripts of the interviews were organized and systematized using the computer software Atlas.ti 6 and subjected to discourse analysis. Of particular note were the answers about the concept of falling sick expressed by the students prior to the course and how that concept had changed after entering university. Furthermore, a comparative analysis was performed between the concepts expressed by the interviewees from the three courses. It was found that the students had broadened their perceptions of this process, adding socioeconomic and psychological factors to their previously held biomedical understanding. <![CDATA[The Family Health Strategy in Undergraduate Medical Training]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100112&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção da Estratégia Saúde da Família (ESF) como modelo de reorientação da Atenção Básica tornou necessário um novo tipo de profissional médico. Este estudo objetiva analisar a formação médica adquirida na graduação em Medicina para o desenvolvimento das ações exigidas pela ESF e identificar lacunas dessa formação.Foram conduzidas entrevistas semiestruturadas com 37 médicos residentes de Medicina de Família e Comunidade de unidades de saúde de Fortaleza (CE)de setembro a dezembro de 2007. Os depoimentos foram categorizados e apreciados mediante a técnica de Análise de Conteúdo. Observou-se que já ocorrem mudanças na formação médica, embora ainda haja muitas lacunas a preencher. Novos currículos,mais voltados para a Atenção Básica, permitiram que os médicos recém-formados se sentissem mais preparados para atuar na ESF, ao contrário dos profissionais formados em currículos antigos.<hr/>The adoption of the Family Health Strategy (FHS) as a model for reorientation of primary care has demanded a new kind of medical professional. Our study aims to analyze undergraduate medical training in terms of developing the actions required by the FHS, and to identify gaps in undergraduate training. We conducted semi-structured interviews with 37 resident-doctors of Family and Community Medicine at health centers in Fortaleza-CE between September and December 2007, and their statements were categorized and assessed using the content analysis method. We observed that changes are already occurring in medical training, with many gaps still to be filled, and that new curricula more focused on primary care have allowed doctors to feel more prepared to act in the FHS, in contrast to the graduates in former curricula. <![CDATA[Students’ Views on the Doctor-Patient Relationship Discussed in Critical Analysis Workshops on Integrated Theoretical-Practical Case Studies(CETPI)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100119&lng=en&nrm=iso&tlng=en As novas diretrizes fortalecem a postura crítica do aluno ao fomentarem a participação ativa na construção do conhecimento e a integração entre os conteúdos, a partir da ênfase no aprendizado baseado na prática e em diferentes cenários. Objetivos Promover o contato com um problema real e modificar a situação. Relato “O que vi foi um médico que não se levantou para receber a paciente e sua mãe, lhe receitou um exame de fezes, em seguida pediu que a garota de 5 anos viesse até sua cadeira e realizou sua ausculta pulmonar, de pé e vestida. A consulta terminou ao fim de 3 minutos e cinco frases do médico. A mãe saiu sem ser orientada com relação à saúde de sua filha. Assim, percebi que tive uma aula em que se aprende um exemplo a não ser seguido. Não é isso que aprendemos em nossas aulas, e não é isto que um ser humano merece receber”. Resultados Foram percebidas as falhas na relação médico-paciente do caso e em quais momentos da formação médica surge a ruptura do compromisso com o atendimento humanizado. Conclusão A mudança curricular permite a aplicação de metodologias que resultam em alunos capazes de formular seu conhecimento. A começar pela inserção precoce no ambiente de prática, que possibilita aos alunos a análise crítica e a discussão dos bons e maus exemplos de um encontro clínico. Assim, podem não ver mais o professor como uma pessoa que dita o conhecimento, mas como alguém com quem compartilhem a construção da aprendizagem. <hr/>The new curricular guidelines reinforce the student’s critical stance by fostering active participation in knowledge construction and content integration based on an emphasis on practice-based learning in different scenarios. Objectives to promote contact with a real problem and modify the situation. Description of experience “First the doctor I was accompanying did not stand up from his chair to receive the patient and her mother. He prescribed a fecal exam and then asked the five year-old girl to come to his chair so he could listen to her chest; she was dressed and standing during the examination. The consultation ended after three minutes and only five sentences uttered by the doctor. The mother left with no advice about her daughter’s health. So I realized I’d had a lesson where you learn an example not to be followed. This is not what we have learned in our classes and this is not the treatment that a human being deserves to receive”. Results we perceived flaws in the doctor-patient relationship in this case and at which points of medical training the commitment to humanized attendance appears to rupture. Conclusion the curricular change allows the application of methodologies that result in students capable of formulating their own understanding. This should start with early student participation in practical settings, which enables them to critically analyze and discuss the good and bad examples of a medical consultation. Thus, they may no longer see the teacher as someone who dictates the knowledge, but rather as someone with whom they share the construction of learning. <![CDATA[Medical Training at UFSB: II. The Challenge of Professionalization in a 2-Cycle System]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100123&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este é o segundo artigo de uma série que apresenta estrutura curricular e modelo pedagógico do curso de Medicina em implantação na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), que adota um regime de dois ciclos de formação, integralmente realizado nos contextos de prática do Sistema Único de Saúde. Para isso, apresentam-se resumidamente perfil e competências dos egressos, introduzindo a estrutura curricular do segundo ciclo do curso e destacando sua aderência ao marco legal vigente. Em seguida, destacam-se os blocos temáticos do eixo de formação técnico-científica, com organização de conteúdos em ciclos de vida, visando superar o modelo que fragmenta o sujeito humano em sistemas, órgãos e patologias. Aborda-se ainda o eixo de práticas, composto por estágios supervisionados em todos os níveis de atenção da rede SUS, destacando a Atenção Primária em Saúde, que perpassa todo o segundo ciclo de formação. Por último, discutem-se impacto e efeitos dessa reestruturação da educação superior no sentido da convergência entre modelos formativos de profissionais de saúde e necessidades de saúde da população.<hr/>This paper is the second in a series that presents the curricular structure and pedagogical model implemented at the Federal University of Southern Bahia (UFSB) school of medicine, which adopts a2-cycle training system, fully integrated to the practices of the Brazilian Unified Health System. Firstly, graduate profiles and competencies are presented, introducing the second cycle course curriculum and highlighting its adherence to the current legal framework. Secondly, thematic blocks for scientific and technical training are presented, with contents organized in life cycles rather than in disciplines, aiming to overcome the model that fragments the human subject into systems, organs and pathologies. Thirdly, we address the element of practices, consisting of supervised internships at all levels of care in the SUS system, emphasizing primary health care, which pervades the entire second training cycle. Finally, we discuss the impact and effects of restructuring higher education in terms of the convergence between formative models of professional health training and public health needs. <![CDATA[Prevalence of Anxiety and Depression Symptoms among Medicine Students]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100135&lng=en&nrm=iso&tlng=en Objetivos Determinar a prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em estudantes de Medicina e avaliar fatores associados. Métodos Estudo de corte transversal com 234 estudantes que responderam a um questionário eletrônico com variáveis sociodemográficas e a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (Ehad). Resultados Em relação à ansiedade, o escore médio da Ehad foi de 6,7 (DP: +/- 3,4), com 34,3% (80) apresentando sintomas falso-positivos de ansiedade e 19,7% (46) manifestando sintomas sugestivos do transtorno. Quanto à depressão, o escore médio da Ehad foi de 4,4 (DP: +/- 3,1), com 19,3% (45) apresentando sintomas falso-positivos para depressão e 5,6% (13) manifestando sintomas sugestivos do transtorno. Na análise univariada, o uso de drogas psicoativas associou-se à presença de sintomas de ansiedade; para sintomas de depressão, o estudante ser procedente da RMR foi fator protetor, ao passo que o uso de drogas ilícitas foi associado a risco. Conclusão A prevalência de sintomas de ansiedade e depressão associada ao uso de drogas psicoativas e ilícitas, respectivamente, indica a necessidade de medidas de prevenção e diagnóstico precoces. <hr/> Objectives To determine the prevalence of symptoms of anxiety and depression in medical students and evaluate associated factors. Methods Cross-sectional study involving 234 students, who answered an online questionnaire containing sociodemographic factors and the Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS). Results The mean score of the Hospital Anxiety and Depression Scale for anxiety was 6.7 (+/- 3.4), while 34.3% (80) of the students presented false-positive symptoms of anxiety and 19.7% (46) suggestive symptoms. In terms of depression the mean HADS score was 4.4 (+/- 3.1), with 19.3% (45) of the students presenting false-positive symptoms of depression and 5.6% presenting suggestive symptoms. In the univariate analysis, psychoactive drugs use was associated with symptoms of anxiety, for symptoms of depression, being from the Metropolitan Region of Recife (RMR) was found to be a protective factor, as illicit drugs use was associated to risk. Conclusion The prevalence of anxiety and depression symptoms, associated to the use of psychoactive and illicit drugs respectively, indicates the need for measures aimed at prevention and early diagnosis. <![CDATA[Active Learning in Health Education: Historic Background and Applications]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100143&lng=en&nrm=iso&tlng=en A educação vem passando por mudanças importantes e, ao longo da história, foi exercida com elevada severidade até passar por um processo significativo de evolução. Desde o século XIX, com o surgimento das ideias construtivistas, uma nova dinâmica de relação entre educador e educando se estabeleceu e foi mais além ao exigir que o educando assumisse seu papel na construção do conhecimento, e o educador exercesse a função de mediador e facilitador desse conhecimento.Já foi descrita uma grande variedade de métodos de ensino, sendo a maioria deles direcionados a pequenos grupos, embora exista aplicação de métodos a grupos maiores, tais como o Aprendizado Baseado em Equipes (TBL). Esta revisão de literatura descreve um breve percurso histórico da educação, chegando à educação centrada no estudante, bem como alguns dos métodos ativos de aprendizagem mais utilizados na atualidade.<hr/>Education has been undergoing major changes and, throughout history, has been exercised with great stringency an devolved significantly. Since the emergence of constructivist ideas in the nineteenth century, a new dynamic between educator and student has been established and went further when it was demanded that the learner assume their role in the construction of knowledge, and that the educator fulfilled the duty of mediator and facilitator of this knowledge. A wide variety of teaching methods have been described, most of which are aimed at small groups, although methods for larger groups are applied, such asTeam-Based Learning (TBL). This literature review describes a brief historical background of education, leading up to student-centered education and describes some of the active learning methods in most common usage today. <![CDATA[Evaluation of Brazil’s Teaching Hospitals: a Systematic Review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100151&lng=en&nrm=iso&tlng=en Hospitais de ensino (HE) são aqueles que desenvolvem ações de docência, pesquisa e prestação de serviço de alta complexidade, sendo necessárias, portanto, qualidade e integralidade em suas ações, pautadas nos princípios e diretrizes do SUS. Este estudo analisa a produção científica sobre a avaliação dos hospitais de ensino. Foi realizada uma revisão sistemática,de julho a setembro de 2013, nas bases de dados eletrônicas Lilacs, Medline e SciELO, utilizando como orientador da busca o descritor “hospitais de ensino”e como critérios de inclusão: artigos que discutissem avaliação dos HEs; desenvolvidos no Brasil; disponíveis na íntegra e em português; e publicados após 2004. Assim, foram incluídos dez artigos que, por atenderem aos nossos interesses de investigação, foram lidos na íntegra e posteriormente discutidos. A revisão indicou que os estudos existentes são insuficientes para avaliar o desempenho dos HEs, sendo necessárias novas pesquisas em outras regiões do País, com abordagens metodológicas qualitativas e mistas para o desenvolvimento dessa avaliação.<hr/>Teaching hospitals (TH) are settings that develop teaching, research and the provision of high quality complex health services, based on humane and integral care, and on the principles and guidelines of the Brazilian Unified Health System. This study aimed to analyze the existing scientific literature on the evaluation of TH. Therefore, a systematic review was performed from July to September 2013 in the electronic databases Lilacs, Medline and SciELO, using the search descriptor “teaching hospitals”, and as inclusion criteria: empirical articles that discuss the TH; developed in Brazil; available in full text and in Portuguese language; published after 2004. Ten articles were included, read in full and subsequently discussed. The literature review suggests that the existing studies are insufficient to evaluate TH performance, demanding more research on the subject in other regions of the country, using qualitative or mixed methods to improve TH evaluation. <![CDATA[Medical Students and Drugs: Evidences of a Serious Problem]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100159&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa a prevalência e os fatores que desencadeiam o consumo de drogas entre estudantes de Medicina. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura científica acerca da prevalência do uso de drogas em estudantes de Medicina.Optou-se por privilegiar periódicos de indexação científica, consultando-se o Pubmed e a Biblioteca Virtual em Saúde, e utilizando-se as bases de dados SciELO,Medline e Lilacs. São analisadas três categorias do fenômeno: prevalência do uso de drogas entre os estudantes de Medicina (categoria dividida em drogas lícitas e ilícitas); fatores que propiciam o uso de drogas entre os estudantes de Medicina; e análise referente aos estudantes brasileiros de Medicina. Constatam-se evidências de um grave problema nas Faculdades de Medicina, que é a grande e constante prevalência do uso de drogas lícitas ou ilícitas entre os estudantes e fatores intrínsecos ao curso que podem desencadear o início ou a continuidade dessa prática. Esse problema requer a atenção dos diversos representantes das universidades a fim de que se adotem políticas de controle e redução de uso de drogas no âmbito universitário.<hr/>This article aims to analyze the prevalence of, and the factors that trigger drug use among medical students. This is an integrative review of the scientific literature on the prevalence of drug use in medical students. We chose to focus on indexed scientific journals, querying Pubmed and the Virtual Health Library, using the SciELO, Medline and Lilacs databases. Three categories of the phenomenon are analyzed: prevalence of drug use among medical students (divided into categories of licit and illicit drugs); factors that promote drug use among medical students; and an analysis specifically in relation to Brazilian medical students. Evidence was found of a serious ongoing problem in medical schools; the major and constant prevalence of licit and illicit drug use among their students and intrinsic factors of the courses that may be trigger or serve to sustain such behavior. This problem deserves the attention of various university representatives to implement policies to control and reduce drug use in the university setting. <![CDATA[ERRATUM IN: Brazilian Journal of Medical Education, volume 38, issue 3, July-September 2014]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100168&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa a prevalência e os fatores que desencadeiam o consumo de drogas entre estudantes de Medicina. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura científica acerca da prevalência do uso de drogas em estudantes de Medicina.Optou-se por privilegiar periódicos de indexação científica, consultando-se o Pubmed e a Biblioteca Virtual em Saúde, e utilizando-se as bases de dados SciELO,Medline e Lilacs. São analisadas três categorias do fenômeno: prevalência do uso de drogas entre os estudantes de Medicina (categoria dividida em drogas lícitas e ilícitas); fatores que propiciam o uso de drogas entre os estudantes de Medicina; e análise referente aos estudantes brasileiros de Medicina. Constatam-se evidências de um grave problema nas Faculdades de Medicina, que é a grande e constante prevalência do uso de drogas lícitas ou ilícitas entre os estudantes e fatores intrínsecos ao curso que podem desencadear o início ou a continuidade dessa prática. Esse problema requer a atenção dos diversos representantes das universidades a fim de que se adotem políticas de controle e redução de uso de drogas no âmbito universitário.<hr/>This article aims to analyze the prevalence of, and the factors that trigger drug use among medical students. This is an integrative review of the scientific literature on the prevalence of drug use in medical students. We chose to focus on indexed scientific journals, querying Pubmed and the Virtual Health Library, using the SciELO, Medline and Lilacs databases. Three categories of the phenomenon are analyzed: prevalence of drug use among medical students (divided into categories of licit and illicit drugs); factors that promote drug use among medical students; and an analysis specifically in relation to Brazilian medical students. Evidence was found of a serious ongoing problem in medical schools; the major and constant prevalence of licit and illicit drug use among their students and intrinsic factors of the courses that may be trigger or serve to sustain such behavior. This problem deserves the attention of various university representatives to implement policies to control and reduce drug use in the university setting. <![CDATA[ERRATUM IN: Brazilian Journal of Medical Education, volume 38, issue 4, October - December 2014]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000100171&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa a prevalência e os fatores que desencadeiam o consumo de drogas entre estudantes de Medicina. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura científica acerca da prevalência do uso de drogas em estudantes de Medicina.Optou-se por privilegiar periódicos de indexação científica, consultando-se o Pubmed e a Biblioteca Virtual em Saúde, e utilizando-se as bases de dados SciELO,Medline e Lilacs. São analisadas três categorias do fenômeno: prevalência do uso de drogas entre os estudantes de Medicina (categoria dividida em drogas lícitas e ilícitas); fatores que propiciam o uso de drogas entre os estudantes de Medicina; e análise referente aos estudantes brasileiros de Medicina. Constatam-se evidências de um grave problema nas Faculdades de Medicina, que é a grande e constante prevalência do uso de drogas lícitas ou ilícitas entre os estudantes e fatores intrínsecos ao curso que podem desencadear o início ou a continuidade dessa prática. Esse problema requer a atenção dos diversos representantes das universidades a fim de que se adotem políticas de controle e redução de uso de drogas no âmbito universitário.<hr/>This article aims to analyze the prevalence of, and the factors that trigger drug use among medical students. This is an integrative review of the scientific literature on the prevalence of drug use in medical students. We chose to focus on indexed scientific journals, querying Pubmed and the Virtual Health Library, using the SciELO, Medline and Lilacs databases. Three categories of the phenomenon are analyzed: prevalence of drug use among medical students (divided into categories of licit and illicit drugs); factors that promote drug use among medical students; and an analysis specifically in relation to Brazilian medical students. Evidence was found of a serious ongoing problem in medical schools; the major and constant prevalence of licit and illicit drug use among their students and intrinsic factors of the courses that may be trigger or serve to sustain such behavior. This problem deserves the attention of various university representatives to implement policies to control and reduce drug use in the university setting.