Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Médica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-550220150002&lang=pt vol. 39 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Rbem: 20 anos de um Projeto de Consolidação de um Campo Acadêmico e Científico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200191&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Componentes Determinantes na Escolha da Especialização em Novos Profissionais Médicos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200193&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Na edição de volume 38, número 2, versão online desta revista, Corsi e colaboradores apresentaram um texto muito elegante sobre os fatores que influenciam os alunos na escolha da especialidade médica. Este tema vem sendo abordado com grande frequência nas discussões do nosso Curso de Prática Educativa em Medicina, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, coordenado pelos professores Manfroi e Machado. A respeito deste assunto, temos algumas considerações sobre a nova geração de profissionais médicos e sua relação com o autodesenvolvimento profissional.<hr/>In volume 38, number 2, of the online version of this magazine, Corsi et al. presented a very elegant piece about the factors that influence students in their choice of medical specialty. This issue has been frequently addressed in discussions on our Course in Education Practice in Medicine at the Federal University of Rio Grande do Sul, coordinated by professors Manfroi and Machado. Regarding this matter we have some thoughts on the new generation of medical professionals and their relationship with professional self-development. <![CDATA[Estratégia Saúde da Família: Clínica e Crítica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200196&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apresenta-se uma contextualização teórica sobre a Estratégia Saúde da Família (ESF) e se discutem suas possíveis fortalezas e fragilidades. O texto foi construído com base em uma revisão da literatura com estratégia de busca definida e reflexão crítica sobre os textos selecionados. Destaca-se como um ponto importante a tentativa de resposta ao desafio de reorientar o modelo de atenção à saúde – em sua dimensão político-operacional – que emergiu em 1994, quando o Ministério da Saúde implantou o Programa Saúde da Família (PSF), que, posteriormente, passou a ser considerado a estratégia estruturante dos sistemas municipais de saúde, a ESF. Alguns aspectos apontam um avanço alcançado com a implementação da ESF, destacando-se a reorganização da Atenção Primária à Saúde (APS), o espaço-tempo da visita domiciliar e a alteridade e a produção do acolhimento na APS. Apesar dos inegáveis avanços, seus princípios e práxis ainda não são uma completa realidade no cotidiano dos serviços de saúde, destacando-se especialmente o desafio de compreender e praticar a integralidade na APS, o desafio da valorização e da adequação do perfil dos profissionais/trabalhadores da ESF, a formação, a inserção e a práxis do agente comunitário de saúde, e a dificuldade de trabalho em equipe nas unidades da ESF.<hr/>This paper presents a theoretical background of the Family Health Strategy (ESF) and discusses its possible strengths and weaknesses. The text is based on a literature review with a defined search strategy and critical reflection on selected texts. An important point that is highlighted is the attempt to respond to the challenge of reorienting the health care model – in its political-operational dimension – which emerged in 1994 upon the Ministry of Health’s implementation of the PSF, which was subsequently considered the framework strategy for municipal health systems, the ESF. Some aspects indicate an advance made with the implementation of the ESF, underlining the reorganization of Primary Health Care, the space-time of home visits and the alterity and production of reception into Primary Health Care. Despite the undeniable advances made, its principles and practices are yet to become a complete reality in the everyday routine of health services, especially considering the challenge of understanding and practicing comprehensive Primary Health Care, the challenge of recovering and shaping the profile of ESF staff, the training, insertion and practices of the community health agent, and the difficulty in optimizing teamwork in ESF units. <![CDATA[Percepção dos Alunos dos Cursos de Graduação na Saúde sobre Integralidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200208&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A integralidade e seus sentidos têm sido objeto de discussões na área da saúde, principalmente no que se refere à graduação.Esta pesquisa investiga as concepções dos formandos dos cursos de graduação da área da saúde da Universidade do Vale do Itajaí(Univali). Objetivo Analisar e compreender as concepções e sentidos atribuídos pelos discentes acerca da integralidade. Metodologia Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, tendo como técnica de coleta de dados oficinas pedagógicas baseadas na metodologia do Arco de Maguerez. Como instrumento de análise, obtiveram-se os registros escritos. Este estudo contou com a participação total de 31 discentes dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia e Nutrição. A análise foi realizada com base na escolha das unidades de registro que traduzem o eixo temático do estudo por meio de palavras e expressões categorizadas. Resultados A análise dos registros escritos permitiu elaborar as seguintes categorizações: integralidade como princípio do Sistema Único de Saúde(SUS); integralidade como totalidade; integralidade como visão holística; integralidade como necessidade do sujeito; integralidade como interdisciplinaridade; integralidade como biopsicossocial; integralidade como cuidado; integralidade como níveis de complexidade; integralidade como resposta à necessidade do sujeito; integralidade como modo de organizar as práticas. Além disso, a maior parte das concepções de integralidade dos discentes diz respeito a sentidos que necessitam ser desmistificados ou até desconstruídos frente à sua superficialidade, para que sejam potencializadores de mudança. Assim, é importante refletir acerca das práticas curriculares de integralidade nos cursos de graduação na área da saúde. <hr/>Comprehensiveness and its meaningshave been the subject of discussions in the area of health, particularly as regards undergraduate training. This research was aimed at investigating the understanding of undergraduate health care students at the University of Vale do Itajaí (Univali). Objective To analyze and understand the conceptions and meanings attributed to comprehensiveness by students. Methodology These written records were obtained through a qualitative survey with data collected in pedagogical workshops, based on the MaguerezArch method. The study was conducted among 31 students of Nursing, Pharmacy, Speech Therapy and Nutrition. Analysis was based on the choice of units of analysis that reflect the main theme of the study through categorized words and expressions. Results The analysis of the written records enabled the establishment of 11 categorizations: comprehensiveness as aprinciple of the Unified Health System (SUS); comprehensiveness as totality; comprehensiveness as holistic view; comprehensiveness as a need of the subject; comprehensiveness as interdisciplinarity; comprehensiveness as Biopsychosocial;comprehensiveness as care; comprehensiveness as levels of complexity; comprehensiveness as response to the needs of the subject; comprehensiveness as means of organizing practices. Furthermore, the majority of the students’ conceptions of comprehensiveness are related to meanings that need to be demystified or even remodeled in view of their superficiality, in order to leverage change. It is, therefore, important to reflect on the curricular practices of comprehensiveness in undergraduate health courses. <![CDATA[Crenças Epistemológicas e o Processo de Aprendizagem da Homeopatia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200218&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Observou-se em médicos homeopatas uma prática clínica em desacordo com seu discurso sobre o modelo homeopático, baseado em racionalidade própria. Construiu-se a hipótese de que as crenças epistemológicas modulam a tradução do conhecimento teórico para sua aplicação clínica. Crenças epistemológicas são convicções individuais relativas ao conhecimento e a sua aquisição, e atuam como mediadores cognitivos. Objetivou-se identificar a relação existente entre as crenças epistemológicas de médicos egressos do curso de formação de especialista em Homeopatia e a dificuldade encontrada na incorporação do modelo médico próprio dessa especialidade, determinando práticas médicas distintas. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 14 médicos homeopatas, e o material foi submetido à análise de conteúdo, relacionando as racionalidades presentes no discurso do entrevistado aos tipos de crenças epistemológicas. Sugere-se relação entre as crenças epistemológicas e a prática médica dos egressos a explicar a dificuldade observada na apreensão do modelo homeopático. A compreensão dessa interdependência, tanto pelo docente como pelo aprendiz, pode propiciar uma conscientização sobre o processo de ensino-aprendizagem e orientar o aproveitamento dos estudos e sua aplicação prática em Homeopatia.<hr/>A clinical practice was observed among homeopathic doctors which was at odds with their defence of the homeopathic model based on its rationale. It was hypothesized that epistemological beliefs modulate the translation from theoretical knowledge to its clinical application. Epistemological beliefs are individual convictions related to knowledge and its aquisition and which act as cognitive mediators. The objective of the study was to identify the existing relationship between the epistemological beliefs of medical doctors who had completed their specialization in Homeopathy and the difficulty experienced in incorporating the homeopathic medical model, resulting in distinct medical practices. Semi-structured interviews were conducted with fourteen homeopathic doctors, and the material underwent content analysis, relating the lines of reasoning argued by each interviewee to the types of epistemological beliefs. A relationship is suggested between the epistemological beliefs and the medical practice of these doctors which explains the observed difficulty in grasping the homeopathic model. The understanding of this interdependence, by both teacher and student, could raise awareness of the teaching-learning process and lead toward better results in both the learning and the practice of Homeopathy. <![CDATA[Internato Médico: o Desafio da Diversificação dos Cenários da Prática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200226&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A formação do aluno no curso de Medicina precisa se aproximar dos campos de prática vivenciados pelo médico atualmente. Este estudo objetivou caracterizar as experiências educacionais dos internos dentro de atividades em Atenção Primária, Secundária e Terciária à saúde, com vistas a otimizá-las. Inicialmente, foi descrita a criação de um estágio em atendimento secundário, antes inexistente na instituição, e avaliada a percepção dos alunos envolvidos. Posteriormente, foram caracterizados os atendimentos prestados pelos alunos em três cenários (primário, secundário e terciário) durante 30 dias. A criação do estágio na Unidade de Pronto Atendimento foi bem recebida pelos alunos, que sentiram necessidade de investir mais carga horária neste cenário. Foram avaliadas 201 consultas realizadas por internos, sendo a maioria na Atenção Primária. Houve grande diversificação dos motivos das consultas conforme o cenário de prática, e a preceptoria do interno ocorreu em todos os atendimentos. Concluímos que os diferentes cenários realmente oferecem oportunidades de aprendizado complementares que devem ser valorizadas institucionalmente.<hr/>There is a need for undergraduate medical training to bring students closer to the real clinical settings they will face early in their professional lives. This study aims to review and improve student interns’ experience in different clinical scenarios: primary health care; secondary outpatient clinic (a new rotation) and the emergency room of a tertiary hospital. This new rotation is an opportunity for students to see acutely ill patients before they are referred to the hospital. Following a 30-day period, the students’ perceptions were surveyed and, based on student records, a list of all the patients (and diagnoses) which they saw was composed. The final result was a list of clinical conditions from these three different scenarios. Students acknowledge that the new rotation added to their clinical learning, especially because it was based on non-referred patients. They also felt that 4 hours/week is not enough and asked for more time in this rotation. During their 30 days, 7 students performed 201 consultations, most of them in the primary health care setting. There was a wide variety of clinical cases, which was possible because the students rotate among those three settings. Some experiences were only possible due to the new outpatient clinic rotation, indicating how this approach offer complementary learning opportunities which should be institutionally valued. <![CDATA[Validação de Instrumento de Registro do Atendimento Clínico Centrado na Pessoa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200233&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Diante do desafio de formar médicos para o século XXI, em que se pretende uma abordagem integral da pessoa, incluindo seus sentimentos e o contexto que a cerca, este trabalho teve como objetivo validar, para a realidade de uma cidade brasileira, um modelo de registro de atendimento clínico centrado na pessoa, com base numa proposta reconhecida internacionalmente. O documento resultante representa um instrumento que poderá facilitar o aprendizado e a adesão do estudante de Medicina ao método clínico centrado na pessoa, por se tratar de uma sistematização do roteiro para o registro da consulta médica, guiando a entrevista no formato centrado na pessoa. Os autores acreditam que a utilização deste roteiro de registro contribuirá de forma relevante para que os estudantes de Medicina, iniciantes no ofício e mais dependentes de guias de registro, desenvolvam de forma plena, em cenários simulados e reais, as habilidades necessárias ao atendimento clínico centrado na pessoa.<hr/>Given the challenge of preparing doctors for the 21st century, striving for a comprehensive approach to the patient, her feelings, background and situation, the aim of this study was to validate a patient-centered care recording model, in view of the reality of a Brazilian city. Following a literature review, Donnelly’s model was selected and the validation was performed according to Malhotra’s method. The resulting recording model represents an instrument that intends to contribute toward improving health care in Brazil and, therefore, enhancing the clinical outcome of the person under care. This could help the learning process and students’ adherence to the patient-centered clinical method due to the documents which clarify and organize the framework for registering the medical appointment and guide the interview towards a patient-centered format. Since medical students and beginner physicians usually depend on recording guides, the authors believe that the use of this recording guide will contribute greatly to the full development of new professionals and their essential skills in patient-centered medical care. <![CDATA[Atitude de Estudantes de Medicina frente a Terapias Alternativas e Complementares]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200240&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O uso das Terapias Alternativas e Complementares (TAC) vem aumentando ao longo dos anos no Brasil e no mundo com o advento de políticas de saúde favoráveis ao emprego dessas práticas. No entanto, as escolas médicas ainda não oferecem disciplinas curriculares sobre este tema. Com o intuito de descrever as atitudes dos estudantes de Medicina de uma universidade do Sul do Brasil com relação às terapias complementares, foi realizado um estudo observacional transversal descritivo, por meio da aplicação de um questionário. Houve 65,22% de taxa de resposta, e a terapia mais conhecida pelos estudantes foi a Fitoterapia (90,3%). A maioria deles demonstrou atitudes favoráveis com relação às terapias, e 75,26% gostariam de aprender sobre o tema em aulas curriculares.<hr/>The use of Complementary and Alternative Therapies (CAT) has been increasing over the years in Brazil and worldwide, with the advent of health policies that favor the use of these practices. However, medical schools still do not offer curricular disciplines on these topics. In order to describe the attitudes of Brazilian medical students toward complementary therapies a cross-sectional observational study was conducted by means of a questionnaire. There was a 65.22% response rate and the best-known therapy among students was Phytotherapy (90.3%). Most students showed positive attitudes toward these therapies, and 75.26% would like to learn about the topic in curricular classes. Our results have shown a favorable attitude on the part of medical students in relation to complementary therapies, as well as some knowledge about them. Students demonsatrated willingness to learn about these topics during curricular lectures. <![CDATA[Estamos Ensinando o que É Necessário sobre Doenças Reumatológicas?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200246&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Condições musculoesqueléticas foram identificadas como a principal causa de dor crônica e incapacidade em todo o mundo. É necessário que o estudante de Medicina entre em contato com as doenças mais frequentemente observadas na prática diária, a fim de se minimizarem as dificuldades do futuro profissional no manejo destas condições. Objetivou-se determinar a prevalência das doenças reumáticas entre os pacientes atendidos no ambulatório de Reumatologia do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa). Um estudo retrospectivo foi realizado por meio da análise de prontuários de pacientes atendidos de outubro de 2013 a abril de 2014. Os dados de 255 pacientes foram incluídos, sendo 223 (87,5%) do sexo feminino, com idades de 47,69 ± 15,99 anos. Dentre as 344 doenças diagnosticadas, houve predomínio de osteoartrite (23,54%), seguida de artrite reumatoide (20,05%), colagenoses (17,44%) e reumatismo de partes moles (15,69%). Conclui-se que o perfil de doenças com o qual os graduandos têm tido maior contato é, em parte, compatível com o perfil de afecções musculoesqueléticas mais comuns. Preocupa, porém, a baixa frequência de doenças como gota, cervicalgia e lombalgia, devendo a instituição otimizar oportunidades de contato com pacientes com tais doenças.<hr/>Musculoskeletal disorders have been identified as the main cause of chronic pain and incapacity all over the world. Medical students require contact with the most commonly observed diseases in daily clinical practice in order to minimize the difficulties they might face when handling these conditions as new professionals. The aim was to determine the prevalence of rheumatic diseases among patients seen at the Rheumatology Clinic of the Pará State University Center (CESUPA). A retrospective study was performed through analysis of the medical records of patients seen between October 2013 and April 2014. The data for 255 patients were included, 223 (87.5%) of whom were female, and aged 47.69 ± 15.99 years. Of the 344 diseases diagnosed, the most prevalent was osteoarthritis (23.54%), followed by rheumatoid arthritis (20.05%), collagen disease (17.44%) and soft-tissue rheumatism (15.69%). It is concluded that the profile of diseases with which graduates have had most contact is partially compatible with the profile of the most common musculoskeletal disorders. However, there is concern regarding the low frequency of conditions such as gout, cervicalgia and low back pain, meaning the institution must optimize opportunities of contact with such patients. <![CDATA[Formação Situada ou Situações do Formar: Internato Médico em Questão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200252&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisamos os processos de formação médica situados nos corredores da emergência de um hospital público da região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo. O internato entra em questão como um processo de experimentação do trabalho em que a curiosidade e a novidade dos primeiros procedimentos realizados impulsionam a conquista do hospital como espaço de experimentação do ser médico. Apostamos numa formação que extrapola o sentido clássico de tempo em que se está vinculado a um processo formal de aquisição de conhecimento – formação que extrapola o percurso acadêmico e ganha sentido enquanto processo de produção de sujeitos. Este trabalho se vincula a uma leitura singular do modo como são tratados os fenômenos do trabalho e da formação em saúde.<hr/>We investigate the medical training processes that take place in the corridors of an emergency unit of a public hospital in the metropolitan region of Vitória in Espírito Santo. Internship is addressed as a work experience process in which the intern’s curiosity and novelty of performing his first procedures propel him to conquering the hospital as a space for the experience of being a doctor. We invest in training that extrapolates the classical sense of time bound to a formal process of knowledge acquisition. Training that goes beyond the academic route and gains meaning as a process of subject production. This work is linked to a unique reading of how the phenomena of work and training in health care are addressed. <![CDATA[Tradução, Adaptação Cultural e Validação do Questionário “Reação Médica à Incerteza (PRU)” na Tomada de Decisões]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200261&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução A incerteza influencia diretamente a tomada de decisões pelos médicos, e a inabilidade em lidar com ela pode resultar em cuidados médicos com baixo padrão de qualidade eem desperdício de recursos em saúde. A incerteza também afeta a satisfação profissional e a qualidade de vida desses profissionais. O questionário Physicians’ Reactions to Uncertainty (PRU) objetiva quantificar as reações afetivas de médicos à incerteza e suas maneiras de lidar com ela. Os objetivos deste trabalho são a tradução para o português, a adaptação cultural e a validação do questionário PRU. Materiais e métodos Estudo transversal analítico, que compreende a tradução, retrotradução e adaptação cultural do questionário PRU. As etapas posteriores consistiram em validação na população-alvo, seguida de avaliação de reprodutibilidade intra e interobservador, e análise da consistência interna. Na avaliação da consistência interna do instrumento foi utilizado o coeficiente alfa de Cronbach; e na análise da reprodutibilidade intra e interobservador, o coeficiente de correlação de Pearson. Resultados Em todos os domínios do questionário, os resultados da correlação intraobservador (test-retest) e interobservador (concordância total) pelo testede correlação de Pearson foram estatisticamente significantes, com p&lt;0,01. De forma geral, a consistência interna do instrumento foi moderada, com um alfa de Cronbach de 0,58. Entre as várias dimensões, atingiu-se consistência moderada, com valores que oscilaram ao redor de 0,6. Conclusões A versão brasileira do questionário PRU tem propriedades de medida adequadas e oferece um novo instrumento nesse campo de pesquisa, possibilitando melhor compreensão da incerteza gerada na tomada de decisão clínica. <hr/> Introduction Uncertainty directly influences physicians’ decision-making, and their inability to deal with it can result in substandard medical care and wasted health care resources. Uncertainty also affects the job satisfaction and quality of life of such professionals. The Physicians’ Reactions to Uncertainty (PRU) questionnaire aims to quantify the emotive reactions of physicians to uncertainty and their ways of dealing with it. The objectives of this study are the Portuguese translation, cultural adaptation and validation of the PRU questionnaire. Materials and Methods Cross-sectional analytic study involving translation, back-translation and cultural adaptation of the PRU questionnaire. The subsequent steps consisted of validation in the target population, followed by assessment of intra- and inter-observer reproducibility and internal consistency analysis. Cronbach’s alpha was used to evaluate the internal consistency of the questionnaire, and Pearson’s Correlation Coefficient was applied for the test-retest. Results In all areas of the questionnaire the results of the intra-observer (test-retest) and inter-observer (total agreement) correlation through Pearson’s correlation test were statistically significant, with p &lt; 0.01. Overall, the internal consistency of the questionnaire was moderate, with a Cronbach’s alpha score of 0.58. Among the various dimensions, a moderate consistency was achieved, with values oscillating around 0.06. Conclusions The Brazilian version of the PRU questionnaire has demonstrated adequate measurement properties and offers a new instrument in this field of research, enabling better understanding of the uncertainty generated in clinical decision-making. <![CDATA[Gênero Pode Ser um Fator na Seleção do Vestibular de Duas Escolas Médicas Brasileiras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200268&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This is a secondary data-based study conducted to investigate whether gender is related to acceptance. Two Brazilian Medical Schools, Universities A and B, were studied. Their entrance exams (EE) were analysed and the number of candidates who took the EE was compared to the number of students admitted to the MS according to gender, in the period between 1995 and 2009. The same data from MS in the United States in 2011 was also evaluated. There was an increase in the percentage of female applicants but it did not correspond to the percentage of admitted students of the same gender. There was a trend of selecting men. At A, 39.3% of the applicants and 47% of the admitted students were men (OR = 1.37; CI95% = 1.24 – 1.51). In B, men represented 39.3% of the applicants and 65.4% of the admitted students (OR = 2.93; CI 95% = 2.76 – 3.11). This was not seen in US MS. The analysis of the EE suggests that the greater selection of men could be a product of EE format.<hr/>Este é um estudo de dados secundários para investigar se o gênero é um fator determinante na admissão do vestibular de Medicina. O vestibular de duas escolas médicas (EM) brasileiras, universidades A e B, foi analisado, e o número de candidatos de cada vestibular foi comparado ao número de alunos matriculados em cada EM de acordo com o gênero no período de 1995 a 2009. Os mesmos dados disponíveis dos Estados Unidos (EUA) em 2011 foram avaliados. Notou-se um aumento do número de mulheres prestando vestibular de Medicina, mas este aumento não correspondeu à porcentagem de mulheres matriculadas. Houve uma tendência a selecionar mais homens. Em A, 39,3% dos candidatos e 47% dos estudantes admitidos eram homens (OR = 1,37; IC95% = 1,24 – 1,51). Em B, os homens representavam 39,3% dos candidatos e 65,4% dos estudantes admitidos (OR = 2,93; IC95% = 2,76 – 3,11). Estes resultados não foram confirmados nas EM dos EUA. A análise do EE sugere que a maior seleção de homens poderia ser produto do formato dos vestibulares. <![CDATA[Aprendizagem Baseada em Problemas no Internato: Há Continuidade do Processo de Ensino e Aprendizagem Ativo?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200276&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) contribui para a busca ativa de informações e habilidades necessárias à formação profissional no internato. Frequentemente, a postura passiva de internos e a conduta de preceptores não contribuem satisfatoriamente para a construção ativa do conhecimento. Este estudo avaliou a percepção dos estudantes de Medicina da Famema e seus preceptores sobre a continuidade do processo ativo de aprendizagem na construção do conhecimento nas atividades do internato. Efetuou-se uma pesquisa qualitativa, sendo realizados grupos focais com internos e entrevistas com preceptores do internato para obtenção de dados, analisados pela técnica de análise de conteúdo. Obtiveram-se três categorias empíricas comuns entre estudantes e preceptores – a ação pedagógica dos preceptores na construção dos conhecimentos dos internos: do comprometimento à interlocução com os sujeitos; a influência dos cenários, dos pacientes e das ações pedagógicas na construção do processo de ensino e aprendizagem no internato; e a ABP e o internato na Famema: o reflexo do processo pedagógico ativo na construção dos conhecimentos e na formação dos estudantes –, que demonstraram a dificuldade de continuar o processo ativo de aprendizagem.<hr/>Problem-Based Learning (PBL) contributes to the active search for necessary information and skills for professional internship training. This study aimed to estimate how Famema medical students and their preceptors understand the active learning process in the construction of knowledge in internship activities. A qualitative study was conducted with groups of interns and preceptors, who were interviewed for data collection. Content analysis was applied and three empirical categories common to students and preceptors were found as a result: a) the preceptors’ pedagogical action in constructing the interns’ knowledge – their commitment to maintaining dialogue; b) the influence of setting, the patients and pedagogical actions on the teaching and learning processes in the preceptorship; and c) PBL and the Famema internship – the reflection of the active pedagogical process in knowledge construction and student training. These categories demonstrated the difficulty in continuing the active learning process. <![CDATA[Simulação <em>in Situ</em>, uma Metodologia de Treinamento Multidisciplinar para Identificar Oportunidades de Melhoria na Segurança do Paciente em uma Unidade de Alto Risco]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200286&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução A simulação é uma metodologia usada para substituir ou amplificar experiências reais por experiências guiadas que evocam ou replicam aspectos do mundo real de maneira interativa. A simulação in situ leva essa técnica diretamente aos locais onde ocorrem atendimentos, com a própria equipe de saúde atuando em seu ambiente de trabalho em cenário simulado. Objetivo Descrever experiência piloto de simulação in situ realizada em unidade de pronto atendimento, destacando oportunidades de avaliação de sistema de atendimento, trabalho em equipe e detecção de ameaças latentes à segurança (ALS). Métodos Estudo aplicado na Unidade Ibirapuera do Hospital Israelita Albert Einstein e realizado pelo Centro de Simulação Realística Albert Einstein. Foi apresentado cenário de paciente de 45 anos com síndrome coronariana aguda que evolui para parada cardiorrespiratória. Simulação híbrida de 30 minutos com uso de ator e simulador de alta fidelidade (SimMan 3G®).Utilizado checklist e filmagem para avaliar habilidades e atitudes, usados em debriefing estruturado com uma hora de duração. Resultados A experiência proporcionou avaliação técnica, comportamental e sistemas. Detectou quatro ALS e permitiu reflexão guiada sobre trabalho em equipe. Conclusão Este piloto contribuiu para o alcance dos objetivos propostos com o cenário e demonstrou oportunidades de treinamento e melhoria. A simulação in situ pode ser usada no futuro sistematicamente para treinamento contínuo de equipes, visando à melhoria da qualidade de atendimento e à segurança do paciente. <hr/> Introduction Simulation is a method used to substitute or enhance real experiences with guided, interactive experiences that are reminiscent of or replicate aspects of the real world.In situ simulation takes this technique directly to the places where health care is rendered, with the health team acting in a simulated scenario within their work environment. Objective To describe the pilot in situ simulation experience conducted at an accident and emergency unit, highlighting the opportunities to assess the care system, teamwork and detection of latent safety threats (LSTs). Methods The study was applied at the Ibirapuera Unit of the Hospital Israelita Albert Einstein and performed by the Albert Einstein Realistic Simulation Centre.A scenario was presented wherein a 45-year old patient whose acute coronary syndrome evolves into cardiac arrest.A 30-minute hybrid simulation involving the use of an actor and high fidelity simulator (SimMan 3G®).A checklist was used and the simulation was filmed in order to evaluate skills and attitudes in a structured 1-hour long debriefing. Results The experience provided a technical, behavioural and system assessment. Four LSTs were detected and it enabled a guided reflection on teamwork. Conclusion This pilot contributed to achieving the objectives proposed with the scenario and demonstrated opportunities for training and improvement.In situ simulation may be used systemically in the future for continuous team training, aimed at improving service quality and patient safety. <![CDATA[Mediarte com Amor e Humor: uma Experiência a partir do Olhar dos Participantes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200294&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Trata-se de um relato e reflexão a respeito do Projeto MediArte com Amor e Humor, com base nas vivências e percepções das autoras/estudantes integrantes do projeto. O Projeto é uma atividade de extensão da UFRN envolvendo estudantes de medicina. Neste objetiva-se trabalhar a humanização por meio das virtudes humor e amor através de atividades lúdico-recreativas, nas dependências do Hospital de Pediatria da UFRN, envolvendo pacientes, acompanhantes e profissionais semelhantes às intervenções de palhaçoterapia. Busca-se, dentre outros aspectos, resgatar o sorriso e alegria das crianças doentes e promover o cuidado humanizado. Observa-se que a presente iniciativa conforma-se como uma estratégia de educar em saúde, onde teoria e práticas potencialmente interdisciplinares, humanizadoras e éticas são desenvolvidas, contribuindo para uma formação mais integral dos alunos de graduação, bem como uma iniciativa de humanização do cuidado no SUS.<hr/>This is a report and a study about the MediArte, with Love and Humor Project, based on the author/student members’ experiences and perceptions. The project is an outreach activity of the UFRN (Federal University of Rio Grande do Norte) involving medicine students. It aims to leverage humanization through the virtues of humor and love, by developing playful and recreational activities in the university pediatric hospital, involving patients, their companions and health care professionals in a process similar to clown-therapy interventions. It also seeks, among other aspects, to retrieve the smile and happiness of sick children and to promote humanized care. It is observed that the initiative represents a health education strategy, in which potentially interdisciplinary, humanizing and ethical theoretical and practical elements are developed, contributing toward a more comprehensive training of undergraduate students, as well as serving as an initiative for humanized care in the SUS. <![CDATA[O Primeiro Ano do Grupo de Apoio ao Primeiranista]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200302&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho é um relato de experiência do primeiro ano de funcionamento do Grupo de Apoio ao Primeiranista (GAP). O GAP é um grupo desenvolvido por alunos de Medicina de uma universidade privada do Estado de São Paulo, apoiado por sua direção, com o intuito de amparar e humanizar a recepção aos ingressantes. O início das atividades do GAP ocorreu em 2013 com base nos conceitos de tutoria/mentoring, aplicado por outras escolas médicas brasileiras. Nas reuniões semanais do GAP, os participantes (alunos do primeiro ano) e mentores (acadêmicos veteranos e uma psicóloga institucional) discutiam temas como resiliência, compaixão, humildade e respeito. Durante as reuniões, notou-se uma problemática extensa em relação ao trote universitário, referido pelos primeiranistas como o pior problema enfrentado na universidade. Na sequência dos encontros, o grupo direcionou suas ações para reduzir o trote na universidade. O GAP, apesar de estar em seu primeiro ano de funcionamento, mostrou ter eficácia relevante, podendo ser um modelo a ser implementado em outras universidades.<hr/>This paper reports the experience of the first year of the Freshman Support Group (GAP). GAP was developed by a group of medical students at a private university in the state of Sao Paulo, supported by their coordinators, with the aim of supporting and humanizing the reception of new first-year students. GAP opened in 2013 founded on the concepts of mentoring applied at other Brazilian medical schools. GAP held weekly meetings in which participants (first year medical students), and mentors (both senior students and a psychologist), discussed topics such as resilience, compassion, humility, and respect. During the meetings the students voiced much concern about university hazing; cited as the worst problem faced at university. Following these meetings, the group directed its actions toward reducing hazing at the university. GAP, although only in its first year of operation, proved to be effective and could serve as a model for implementation at other universities. <![CDATA[Implantação de uma Liga Acadêmica de Anatomia: Desafios e Conquistas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200310&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As Ligas Acadêmicas exercem papel fundamental nas universidades, com atividades extracurriculares que expandem o conhecimento dos alunos integrantes além da graduação, contemplando também o meio acadêmico e a sociedade. O processo pioneiro de implantar uma Liga Acadêmica em um campus em implantação é um grande desafio. A Liga Acadêmica de Anatomia do Campus UFRJ-Macaé (Laanamac) objetiva estimular a interação dos alunos, desenvolver projetos de pesquisa, extensão e ensino, e ser modelo para a criação de novas ligas. Este trabalho relata o primeiro ano da Laanamac e os resultados alcançados: maior interesse dos alunos pela Anatomia, possibilidade de ingresso em uma Iniciação científica, dissecação de cadáveres, interação com docentes e discentes de outras instituições, desenvolvimento de habilidades como gerenciamento de uma liga e organização de eventos, e divulgação do nome da instituição em congressos. Uma liga recém-formada pode contribuir de forma significativa no desenvolvimento de novos campi, por ampliar as possibilidades, principalmente, dos que estão se estabelecendo longe das grandes cidades.<hr/>The Academic Leagues play a fundamental role in universities, offering extracurricular activities that expand students’ knowledge beyond undergraduate learning, including academia and society. However, the pioneering process of implementing an Academic League at a campus under construction is a great challenge. The Academic League Anatomy of the UFRJ Macaé Campus (Laanamac) aims to encourage student interaction, develop research, community outreach and teaching projects and to be a model for the creation of new leagues. This paper reports on the first year of Laanamac and its achievements, such as increased student interest in anatomy, the opportunity to partake in a Scientific Initiation, the dissection of corpses, interaction with teachers and students from other institutions, the development of skills such as league management and organization of events, and the promotion of the institution’s name at congresses. A newly formed league can add significantly to the development of new campuses, by opening up new possibilities, especially for those who are establishing themselves far from the big cities. <![CDATA[A Preceptoria na Formação Médica e Multiprofissional com Ênfase na Atenção Primária – Análise das Publicações Brasileiras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200316&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A mudança do conceito de saúde e a introdução de outro modelo de Atenção produziram transformações na formação em saúde e exigiram que os alunos participassem dos serviços de saúde com a presença de profissionais sob a forma de preceptoria. Objetivo Analisar quais conceitos e atividades da preceptoria são apresentados pelas publicações brasileiras em saúde, entre os anos de 2002 e 2012, que tratam da preceptoria médica e multiprofissional. Metodologia Revisão de literatura das experiências brasileiras publicadas nas bases bibliográficas Lilacs, Medline, SciELO, Wholis e Portal Capes, utilizando como descritores “formação” e “preceptoria”. Para a análise, selecionaram-se os temas: conceito de preceptor/preceptoria; atividades, características e formação do preceptor; relação preceptor-aluno-serviço; condições de trabalho. Resultados Os termos preceptoria e preceptor são frequentemente utilizados no âmbito da formação em saúde, porém ainda carecem de definição consistente. As atividades e características do preceptor são heterogêneas. A preceptoria traz uma dimensão docente/pedagógica, poucas vezes presente nos processos formativos dos profissionais. Conclusão O perfil e as atividades do preceptor devem ser pactuados previamente nos programas dos cursos. Pensar a formação do preceptor é fundamental para garantir a transformação da Educação em Saúde. <hr/>The changing concept of health and the introduction of a different health care model has induced transformations in health education and required students to undergo preceptorship under the supervision of health care professionals. Objective To review the concepts and activities of preceptorship presented in Brazilian scientific publications between the years 2002 and 2012 about multidisciplinary and medical preceptorship. Methodology Literature review of Brazilian experiences published in the databases Lilacs, Medline, SciELO, Wholis, Portal Capes; using as descriptors “training” and “preceptorship”. The following themes were selected for the analysis: concept of preceptor/preceptorship; activities, characteristics and training of the preceptor; teacher-student-service relationship; working conditions. Results The terms preceptor and preceptorship are often used in the context of health education, but still lack a consistent definition. The activities and characteristics of the preceptor are heterogeneous. Preceptorship brings a teaching/pedagogical dimension, which is often absent in the formative processes of the professional. Conclusion The profile and activities of the preceptor must be agreed in advance of the residency programs. Considering preceptor training is critical to ensuring the transformation of Health Care Training. <![CDATA[Educação Médica nos Tempos Modernos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022015000200328&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo enfatiza o aprendizado do aluno e a flexibilização do processo educacional, em regra muito centrado no professor. Propõe o desenvolvimento e a oferta, via internet, de módulos autoinstrucionais sobre a fisiologia e fisiopatologia dos vários sistemas orgânicos, enfatizando sua relação com a clínica, a discussão dos principais agravos à saúde da população e a interação do homem com seu meio físico, biológico e social. Tais módulos poderiam atuar como oportunidades de aprendizagem supletiva e núcleo de discussão dos temas por alunos e professores. Propõe a adoção de uma pedagogia híbrida, em que o aluno teria acesso ao conhecimento via internete a oportunidade de aplicá-lo na solução de problemas de saúde de uma população. Admitindo a limitação da formação profissional desenvolvida apenas no hospital de ensino, o autor propõe a participação ativa e comprometida dos alunos, sob supervisão permanente, nos vários níveis de atenção à saúde, atuando na comunidade, unidades de saúde da família, centros integrados de saúde, hospitais secundários e regionais. Essa proposta é particularmente oportuna no momento em que se cogita a criação de novas escolas de Medicina no País.<hr/>This article underlines student learning and the flexibilization of the generally teacher-centered educational process. It proposes the development and online provision of self-instructional modules on the physiology and physiopathology of the various organic systems, emphasizing their relationship with clinical practice, discussing the public’s main health problems and man’s interaction with his physical, biologic and social environment. It also proposes the adoption of a hybrid pedagogy in which the students would have access to medical knowledge through the internet, but would have the opportunity to apply this knowledge by working in health services and tackling the health problems of a population. Recognizing the limits of medical training obtained only in teaching hospitals, the author proposes active and committed student participation, under continuous guidance, atthe several levels of health care, from residencies and community work to family health clinics, integrated health centers, secondary and regional hospitals.This proposalis especially timelywith the current consideration being given to the creation of new medical schools in Brazil.