Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Médica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-550220140001&lang=pt vol. 38 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>As Novas Diretrizes Curriculares e a Cartilha do SUS</b>: <b>Alfabetizando Professores do Curso Médico - Paradoxos & Contradições</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Autonomia no contexto pedagógico: percepção de estudantes de medicina acerca da aprendizagem baseada em problemas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apresentam-se os resultados de uma investigação empírica sobre a percepção de estudantes acerca do processo de construção da autonomia no contexto pedagógico em um curso de Medicina com currículo baseado na Aprendizagem Baseada em Problemas. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo e exploratório, em que foram utilizadas entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontam boa receptividade/adaptação à ABP, incluindo mudanças nos comportamentos discentes. Porém, questiona-se se essa mudança de postura descrita pelos estudantes representa, efetivamente, uma participação mais ativa na construção do próprio conhecimento - apontando para a autonomia no contexto pedagógico - ou simplesmente uma forma de adaptação ao método.<hr/>The aim of this paper is to present the results of an empirical investigation into students' perceptions of the construction of autonomy in a teaching context, via a medical course featuring a curriculum centered on Problem-Based Learning. It constitutes both a qualitative and exploratory study, using semi-structured interviews. The results suggest a positive response/adaptation to the PBL, reflecting changes in student behavior. However, it is questionable whether this change in attitude reported by the students really indicates more active participation in the construction of knowledge itself - pointing to autonomy in the teaching context - or just a way of adapting to the method. <![CDATA[<b>Desenvolvimento discente no estágio em estratégia saúde da família</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A formação do médico inclui, como etapa integrante da graduação, estágio curricular obrigatório de treinamento em serviço. O estágio em Estratégia Saúde da Família (ESF) foi implantado em 2007, no décimo período da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas, no primeiro ano do internato. Este estudo tem como objetivo analisar o desenvolvimento discente na Atenção Básica durante o estágio em ESF na percepção dos estudantes, estruturado como pesquisa qualitativa, com delineamento de estudo de caso. Os dados foram coletados por meio da técnica de Grupo Focal e analisados com a ferramenta de análise de conteúdo segundo Bardin. Emergiram quatro categorias: autonomia como reconhecimento de valor; relacionamento com usuários e profissionais do serviço; sentimento de frustração do estudante diante da realidade dos serviços de saúde; aquisição de competências e habilidades. Muitos dos fatores analisados foram necessários à composição de um quadro compreensivo quanto ao desenvolvimento de competências e habilidades específicas, previsto nas Diretrizes Curriculares Nacionais. Ao final, entendemos que cabe às escolas médicas dar continuidade às reflexões sobre o processo de formação dos graduandos.<hr/>As an integral stage of their degree, medical students complete an obligatory clinical clerkship. The Family Health Strategy (ESF) clerkship was implemented in January 2007 as part of the first year of students' internship, during their tenth semester at the Federal University of Alagoas School of Medicine (Famed-Ufal). This study aims to analyze students' development in Primary Health Care during their ESF internships, according to their own perceptions and by means of qualitative research and an explanatory case study. Data collection was conducted through Focus Groups and studied using the content analysis tool proposed by Bardin. Four categories emerged: autonomy as recognition of value; relationship with service users and professionals; medical students' frustration with the reality of the health services; and the acquisition of skills and abilities during the clerkship. Many of the factors analyzed were necessary for the composition of a comprehensive framework for the development of specific skills and abilities, as outlined in the National Curriculum Guidelines. By means of conclusion, we realize that it is medical schools' responsibility to build on the students' reflections on their degree course. <![CDATA[<b>Avaliando conhecimento em DST de graduandos em medicina segundo a taxonomia de bloom</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Durante a graduação e o ingresso na especialidade, as avaliações cognitivas são amplamente aplicadas e utilizadas para analisar o aprendizado. Entretanto, nem sempre o instrumento empregado é compatível e suficiente para avaliar os tópicos aprendidos. O objetivo da presente investigação, além de apreender o grau de conhecimento que graduandos de Medicina detêm sobre DST, é investigar a existência de distribuições preferenciais a respeito segundo o gênero. Trata-se de um estudo observacional transversal descritivo de retroanálise. Foi adotada uma bateria de 25 testes de múltipla escolha formulados segundo a tipologia de Bloom, grau de dificuldade, núcleo temático das DST e aplicados a 68 internos do sexto ano. Os resultados registraram distribuição preferencial (p < 0,001) com homogeneidade do alunado em direção à alternativa mais frequente e polarização dos acertos nas categorias Conhecimento e Análise. Esses dados ilustram o modelo de educação médica atual, em que predomina a transmissão de informações ao invés da elaboração e reconstrução do conhecimento, o que tem levado à busca de novas estratégias de ensino e avaliação.<hr/>Throughout a medical degree and its students' gradual entry into an area of specialization, cognitive assessments are widely applied and used in order to analyze learning procedures. The instrument used is not however always compatible or effective in evaluating the topics studied. Apart from gauging the extent of medical students' knowledge of STIs, the aim of this study is to investigate the existence of preferential distributions with regard to gender. In this descriptive observational cross-sectional study, 25 multiple-choice tests were, formulated according to Bloom's typology, the degree of difficulty and STIs' thematic core. They were then applied to 68 sixth-year interns. Results registered preferential distribution (p < 0.001) with homogeneity of students in the direction of the most frequent alternative and a polarization of correct answers in the categories of Knowledge and Analysis. The findings are representative of the current medical education model, in which the transmission of information dominates a development and reconstruction of knowledge, leading to the search for new strategies in teaching and assessment. <![CDATA[<b>Avaliação do conhecimento da ética médica dos graduandos de medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Várias escolas de Medicina do País criaram disciplinas para o ensino de Ética Médica, mas o impacto dessa intervenção não tem sido claramente questionado. OBJETIVO: Mensurar o conhecimento referente ao tema Ética Médica adquirido pelos alunos do curso de Medicina da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal descritivo. Os graduandos do ano letivo de 2012 responderam a um questionário autoaplicável com 12 questões objetivas, com três opções (verdadeiro, falso, desconhece), elaboradas com base no Código de Ética Médica (CEM). Os dados foram analisados com auxílio da estatística descritiva e inferencial; consideraram-se significantes valores de p ≤ 0,05. RESULTADOS: Dos 387 alunos, 251 responderam ao questionário (64,9%). Houve nítida evolução de conhecimento da primeira para a quarta série, porém, a partir da quarta série, houve estagnação do conhecimento. Além da estagnação observada, houve baixa taxa de acertos na sexta série (56,2%), apesar de ter sido a mais alta. CONCLUSÃO: Há necessidade do ensino formal da Ética Médica durante todos os anos da graduação, já que o modelo atual, com ensino apenas na terceira série, se mostrou ineficaz.<hr/>INTRODUCTION: Several of Brazil's medical schools have established course modules for teaching medical ethics, but the impact of this intervention has yet to be specifically addressed. OBJECTIVE: To measure knowledge on the topic of Medical Ethics acquired by students at the São José do Rio Preto Faculty of Medicine (Famerp). METHODS: In this cross-sectional study, the graduate class of 2012 answered a questionnaire with twelve self-applicable objective questions with three alternatives (true, false, don't know) based on the Code of Medical Ethics. Data was analyzed using descriptive and inferential statistics and considered significant if P ≤ 0.05. RESULTS: Of the 387 students, 251 completed the questionnaire (64.9%). A clear evolution of knowledge was revealed from the first to fourth grade but from the fourth grade onwards, there was stagnation of knowledge. Besides the stagnation observed, there was a low-hit ratio in the sixth grade (56.2%), despite it being the highest grade. CONCLUSION: There is a need for the formal teaching of medical ethics during all of the years of the degree course, since the current model, taught only in the third grade, has proven itself to be ineffective. <![CDATA[<b>Religiosidade no contexto médico</b>: <b>entre a receptividade e o silêncio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Pesquisa realizada em um programa de hemodiálise de um hospital público universitário do Rio de Janeiro investigou percepções de um grupo de médicos em relação à religiosidade de seus pacientes frente à doença e ao tratamento. Foi usada como base teórica a Teoria das Representações Sociais de Moscovici e a metodologia quali-quantitativa de análise do discurso do sujeito coletivo (DSC). Os discursos revelaram o reconhecimento da presença e da importância das crenças religiosas no contexto da assistência médica, sendo elas valorizadas como um recurso psicológico tanto no enfrentamento das dificuldades da doença e do tratamento, no caso dos pacientes, quanto no enfrentamento das situações difíceis vividas no exercício profissional, no caso dos médicos. Também evidenciaram a existência de dificuldades em conversar sobre o assunto com os pacientes e o silêncio sobre ele entre os colegas médicos. Os resultados encontrados indicam a necessidade de maior elaboração reflexiva sobre o assunto no grupo investigado, carência de maior investimento educacional na formação médica no que se refere às questões religiosas e maior divulgação, entre os médicos, de trabalhos publicados sobre o assunto.<hr/>The following study conducted on a hemodialysis program at a public university hospital in Rio de Janeiro investigated a group of doctors' perceptions of the role played by their patients' religiosity in their attitudes towards illness and treatment. The Moscovici Theory of Social Representations was used as a theoretical basis and a qualitative and quantitative analysis of the discourse of the collective subject (DCS) as methodology. The discourses reveal a recognition of the presence and importance of religious beliefs in the context of medical care. Such beliefs were also valued as a resource both for patients dealing with the psychological difficulties of facing illness and for doctors coping with the difficult situations experienced in professional practice. The findings also revealed difficulties in talking about the subject with patients and silence among fellow doctors. The results indicate the need for further reflective discussion on the subject in the group investigated, a lack of higher education investment into medical training with regard to religious issues, and the need for a wider dissemination of works published on the subject among physicians. <![CDATA[<b>A transformação curricular e a escolha da especialidade médica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A reforma curricular implantada em 2005 no curso de graduação em Medicina do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) com a utilização das metodologias ativas de ensino-aprendizagem, no caso a aprendizagem baseada em problemas (ABP), e com a passagem pela Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) desde os primeiros períodos pode influenciar a trajetória de formação profissional de seu estudante? Para responder a esta questão - objetivo deste estudo -, procedeu-se a uma pesquisa qualitativa com os discentes matriculados no quinto período do curso, por meio de entrevistas, as quais foram categorizadas e analisadas. Os resultados evidenciaram significativa receptividade ao novo modelo curricular, pelo entendimento de que este é capaz de suscitar novas reflexões dirigidas à futura prática do estudante, e, igualmente, ao conceito de saúde e ao processo de adoecimento. Verificou-se, ainda, que a opção precoce por uma especialidade, expressa pela maior parte dos entrevistados, não foi alterada sob o novo currículo e que a formação do médico como generalista ou médico de família é ainda pouco valorizada.<hr/>This paper asks whether the curriculum change implemented in 2005 to the Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) Undergraduate Medical Course may influence the course of its students' vocational training, through its active teaching and learning methodologies, such as problem-based learning (PBL) and the students' passage through the Primary Care Unit (PCU) in the early years of the course. To answer this objective question, qualitative research was carried out on medical students in the fifth semester, by means of interviews which were categorized and later analyzed. The results showed significant receptivity to the new curriculum model, due to the understanding that such a model is able to inspire new reflections on future student practice and also on the concept of health and the process taken by illnesses. The study also showed that the early option to choose a particular specialization - taken up by the majority of respondents - had not changed under the new curriculum and that the training of medical practitioners or family physicians is still poorly regarded. <![CDATA[<b>Conhecimentos em atenção pré-hospitalar e suporte básico de vida por estudantes recém-ingressos de medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Reconhecer sinais iminentes de morte em vítimas de trauma, acidente vascular encefálico e acidentes domésticos constitui parte do Suporte Básico de Vida (SBV), ação fundamental à prática médica. Objetivou-se investigar o conhecimento em manobras no SBV e urgências domiciliares entre estudantes recém-ingressos de Medicina. Estudo quantitativo, analítico e quase-experimental, realizado com estudantes do primeiro semestre 2012.2 do curso de Medicina de universidade pública do Ceará - Campus Cariri em Barbalha (CE), Brasil. Os dados foram coletados em fases. Na primeira etapa, aplicou-se um questionário com 40 perguntas de múltipla escolha sobre manobras de atendimento pré-hospitalar em SBV como pré-teste de forma presencial. A segunda etapa consistiu num minicurso de 20 horas com profissional treinado. Na terceira fase, utilizou-se pós-teste para comparar as questões acertadas antes e depois do curso. Quanto aos conhecimentos adquiridos, houve acréscimo nos temas traumatismo raquimedular, liberação de vias aéreas e cuidados domiciliares. Há necessidade de realizar cursos com maior carga horária para fundamentar uma prática médica centrada nos temas de menor rendimento dos estudantes.<hr/>Recognizing signs of imminent death in victims of trauma, stroke and domestic accidents is part of Basic Life Support (BLS), essential to medical practice. We aimed to investigate knowledge on BLS procedures and domestic emergencies among medical freshmen,, in a quantitative, analytical and quasi-experimental study conducted on students during the first semester of 2012.2 at the medical school of a public university in Ceará - the Campus Cariri in Barbalha (CE), Brazil. Data was collected in stages. In the first stage, we applied a questionnaire with forty multiple choice questions on BLS procedures in pre-hospital care as a face-to-face pre-test. The second stage was a mini course of 20 hours in length with trained professionals. In the third stage, we applied a post-test to compare the correct answers before and after the course. Knowledge gained included that on spinal cord injuries, how to release airways, and domestic care. There is a need to conduct longer courses to support medical practice focused on themes in which students have further difficulties. <![CDATA[<b>Aproveitamento teórico-prático da disciplina anatomia humana do curso de fisioterapia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Anatomia Humana estuda as estruturas do corpo humano e as relações entre elas. Assim, seu ensino a estudantes da área da saúde, incluindo alunos de Fisioterapia, é de extrema importância. É necessário um bom aproveitamento nesta disciplina para se tornar um bom profissional, porém as estratégias de ensino-aprendizagem nesta disciplina têm sido bastante discutidas. Com base nesta premissa, este estudo teve por objetivos avaliar o aproveitamento teórico-prático dos discentes do curso de Fisioterapia na disciplina Anatomia Humana, bem como descrever as facilidades e dificuldades enfrentadas e suas implicações durante o curso. Para tanto, foi elaborado um questionário específico e utilizada também a avaliação dos professores realizada pelo Colegiado de Fisioterapia. O tratamento estatístico foi composto por análise descritiva e correlação de Pearson, sendo os dados analisados pelos programas Microsoft Excel® 2007 e Graphpad Prism®. Não se observou correlação entre desempenho do aluno e grau de satisfação diante de diferentes parâmetros analisados neste trabalho. O estudo revelou que os alunos apresentam aproveitamento satisfatório, mas há grandes insatisfações quanto à forma como a disciplina é conduzida.<hr/>Human Anatomy is the study of the structures of the human body and the relationship between these structures. Its teaching to students in the healthcare field, including physiotherapy, is thus of utmost importance. A sound basis in the subject is necessary to becoming a sound professional, however strategies for the teaching of this subject and its learning have been the subject of much debate. Based on this prerogative, this study aimed to evaluate the subject's theoretical and practical use by physiotherapy students on the discipline's Human Anatomy course, as well as to describe the ease and difficulties experienced and their implications during the course. We therefore devised a questionnaire and used teacher assessment conducted by the College of Physiotherapy. Statistical analysis consisted of a descriptive analysis and Pearson correlation, and data was analyzed by Microsoft Excel ® 2007 and GraphPad Prism®. There was no correlation between student performance and satisfaction in terms of the different parameters analyzed in this work. The study revealed that students make satisfactory use of the subject, but that there is great dissatisfaction concerning the way the course is conducted. <![CDATA[<b>O contexto formativo em uma instituição federal de ensino superior (IFES) em consolidação: visão dos alunos de fisioterapia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo proporciona uma apreciação do perfil dos alunos de Fisioterapia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, apurando possíveis causas de evasão, e analisa as opiniões destes em relação a sua formação e a esta nova Instituição Federal de Ensino Superior (Ifes) em expansão. Trata-se de um estudo observacional descritivo. Participaram 175 alunos. Os dados foram coletados por meio de um questionário com questões abertas, fechadas e do tipo Likert, que abordaram as áreas: pessoal, interpessoal, curso, carreira e institucional. Os alunos da cidade ou região representam 20% dos graduandos, e a renda familiar destes é variada. A maioria dos alunos escolheu estudar nesta Ifes por buscar um ensino superior de qualidade e gratuito. Após a conclusão do curso, 76% dos alunos pretendem fazer pós-graduação. Para a maioria, a estrutura física e o corpo docente são adequados ao aprendizado, mas a prestação de serviços não. Conhecendo as necessidades e expectativas dos alunos, podem-se propor soluções para melhoria e progresso de todos: alunos, curso, instituição e comunidade.<hr/>This study sought to provide an assessment of the profile of physiotherapy students at the Federal University of the Valleys of Jequitinhonha and Mucuri, investigating possible causes of student dropouts and analyzing student opinion on the course and a new Federal Higher Education Institution (Ifes) in expansion. It took the form of a descriptive observational study on 175 students. Data was collected via a questionnaire with open, closed and Likert questions, which addressed a range of personal, interpersonal, course, career and institutional topics. Students from the Ifes city or region accounted for 20% of the total and family income was varied. Most students chose to study in the university as they sought high-quality and free higher education, and after completing the course, 76% wished to study post-graduate courses. For most, the physical structure and the faculty foster learning, but the service provision does not. In light of the students' needs and expectations, solutions for improvement and ways to ensure progress for students, the course, the institution and the community may be offered. <![CDATA[<b>Especialidade médica: escolhas e influências</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivou-se identificar as especialidades mais desejadas pelos alunos de Medicina do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa) e fatores determinantes dessa escolha. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e analítico, realizado mediante aplicação de questionários a alunos do primeiro, quarto e sexto anos, no período de novembro de 2012 a março de 2013. A maioria dos alunos era do sexo masculino (59,2%), com média de idade de 22 ± 2 anos, possuindo renda familiar acima de dez salários mínimos e apresentando pelo menos um parente médico. As principais especialidades escolhidas foram: Cirurgia Plástica (10,4%), Endocrinologia (15,7%), e Oftalmologia (14,0%) no primeiro, quarto e sexto anos, respectivamente. O principal fator influenciador na escolha no primeiro ano foi a influência dos pais (17,2%), e no quarto e sexto anos o fator financeiro, com 15,8% e 22,8%, respectivamente. Conclui-se que muitos fatores influenciam a escolha de especialidades, sendo necessário buscar formas de atrair alunos para áreas de caráter mais generalista.<hr/>An awareness of the factors that influence medical students when choosing their specializations is key to understanding how future doctors choose their specializations. Our aim was to identify which specializations were the most popular among students at the University Center of the State of Pará Faculty of Medicine (Cesupa) and the factors that determined this choice. We carried out a cross-sectional, descriptive and analytical study through the application of questionnaires to first- fourth- and sixth-year students between November 2012 and March 2013. Most students were male (59.2%), with an average age of 22 ± 2 years and a household income of more than 10 minimum monthly wages and at least one relative who is a doctor. The main specializations chosen were: plastic surgery (10.4%), endocrinology (15.7%), and ophthalmology (14.0%) in the first, fourth and sixth years, respectively. The main factor influencing this choice in the first year was parental influence (17.2%) and in the fourth and sixth years, finance (15.8% and 22.8%, respectively). Many factors influence the choice of specializations, and it is necessary to seek ways of attracting students to more general areas. <![CDATA[<b>Avaliação da evolução da empatia em alunos do quarto ano da graduação em medicina da Unifesp em 2012</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: O estudo consiste em reavaliar, em 2012, a empatia em alunos do quarto ano de Medicina da Unifesp, que foram avaliados em 2009 enquanto cursavam o primeiro ano, e comparar os resultados obtidos. MÉTODO: Um instrumento validado, chamado Inventário de Empatia5, foi usado para medir a empatia entre 80 alunos do quarto ano de graduação da Escola Paulista de Medicina da Unifesp. O inventário tem 40 perguntas em escala Likert, que avalia quatro fatores que compõem a habilidade de empatia: Tomada de Perspectiva, Flexibilidade Interpessoal, Altruísmo, Sensibilidade Afetiva. RESULTADOS: A empatia dos alunos da graduação em Medicina da Unifesp não apresentou variação estatisticamente significativa quando comparada em 2009 e 2012. CONCLUSÃO: O maior contato que os alunos mantêm com os pacientes desde o início da graduação, aliado à grade curricular repleta de matérias voltadas para a área de Humanas, possivelmente explica o resultado obtido. Os alunos da instituição são capazes de desenvolver a técnica, dando-lhe um caráter mais humanista e aprendendo desde cedo a tratar doentes, e não doenças.<hr/>OBJECTIVE: This study consisted of reassessing empathy demonstrated by fourth-year medical students at Unifesp after a prior evaluation in 2009 when the students were in the first year of the course, and a consequent comparison of the results obtained. METHOD: A validated instrument known as the Empathy Inventory (Falcone, 2008) was used to measure empathy among 80 fourth-year students at Unifesp Medical School. The inventory features 40 questions in a Likert scale that assess four factors related to the ability to empathize: Adoption of a Perspective, Interpersonal Flexibility, Altruism and Emotional Sensitivity. RESULTS: Empathy among medical students at Unifesp showed no statistically significant change from 2009 to 2012. CONCLUSION: The increased contact that students have with patients at the beginning of the course combined with the high number of curricular subjects focused on the humanities possibly explains the result. Students at the institution are able to develop the technique giving it a more humanist character and learning from the beginning how to treat patients, rather than illnesses. <![CDATA[<b>Visão de preceptores sobre o processo de ensino-aprendizagem no internato</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os cursos de Medicina do Brasil oferecem, nos dois últimos anos, o estágio obrigatório nas cinco áreas médicas essenciais, chamado internato. Atualmente, serviços de saúde das redes municipais e estaduais passaram a compor os estágios do internato. OBJETIVO: O presente estudo dedicou-se a conhecer a realidade do internato do curso de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco através da perspectiva do preceptor. METODOLOGIA: Trata-se de um levantamento descritivo, de natureza qualitativa, em um corte transversal, aplicado às cinco áreas básicas do internato. Foram realizadas entrevistas com os preceptores coordenadores dos serviços de saúde envolvidos no internato. RESULTADOS: As categorias temáticas mais relevantes para o estudo foram: expectativa do preceptor sobre a formação médica durante o rodízio; modelos de ensino da preceptoria; gestão do ensino e integração ensino-serviço. CONCLUSÕES: O estudo representa um aprofundamento sobre as atividades de ensino nos cenários de prática do internato. As categorias analisadas representam pontos cruciais para o aperfeiçoamento da integração ensino-serviço. Outros estudos deverão abordar as perspectivas do estudante, do professor e do gestor, importantes para complementar as informações obtidas no presente estudo.<hr/>INTRODUCTION: Over the last two years, medical courses in Brazil have begun implementing a compulsory internship in five basic areas of medicine, referred to as a clinical clerkship. Municipal and state health services are currently venues for these internships. This study aims to investigate the reality of such a clinical clerkship at the Medical School of the Federal University of Pernambuco from the point of view of its mentors. METHODOLOGY: This is a descriptive, qualitative, cross-sectional study in which we interviewed mentors from health services involved in the clinical clerkship. RESULTS: The themes most relevant to the study were: the mentor's expectations of the medical training during the rotation; the mentorship teaching models; education management; and teaching-service integration. CONCLUSIONS: Specific teaching-service integration initiatives may qualify placements in the health network, and these initiatives should address the topics related to the categories defined in this study. Other studies might address the perspectives of the student, teacher and manager, in an important step towards complementing the information obtained in this study. <![CDATA[<b>Avaliação do estágio de urgências clínicas em uma unidade de pronto atendimento sob a perspectiva dos alunos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde (FCMS) da PUC-SP de Sorocaba passou por mudanças em seu modelo curricular, motivadas por vários fatores, entre eles a instituição das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Medicina (DCN), que resultou numa ampliação dos cenários da prática. Desde 2011, o estágio de urgências clínicas, do sexto ano, passou a ser realizado também em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). OBJETIVOS: Avaliar o estágio na UPA sob a perspectiva discente. MATERIAL E MÉTODOS: O instrumento de avaliação foi composto por um questionário semiestruturado, aplicado aos alunos do ano de 2012. RESULTADOS: Os alunos consideraram positivo o fato de ser um cenário prático, com grande volume de pacientes e com acompanhamento do professor. Chamou a atenção o grande número de pacientes que solicitam atestados para justificar falta ao trabalho, além dos quadros de lombalgia, dor torácica e dor abdominal e as doenças respiratórias. Entre os pontos negativos, destacaram a curta duração do estágio e o pequeno número de salas para atendimento. CONCLUSÃO: A inserção do aluno no nível secundário da atenção às urgências, em uma Unidade de Pronto Atendimento, mostrou-se como mais uma possibilidade para o ensino de urgência na graduação médica e de aspecto fundamental, dada a organização do sistema de saúde.<hr/>INTRODUCTION: The medical course at the School of Medical Sciences and Health at the Pontifical Catholic University of São Paulo (PUC-SP) in Sorocaba (SP, Brazil) has undergone changes to its curriculum model. These changes were determined by various factors, such as the creation of the National Curriculum Guidelines for Medical Courses, which resulted in an increase in practical training. Since 2011, the clinical emergencies internship undertaken in the sixth year of the course has been conducted at an Emergency Care Unit. OBJECTIVES: To evaluate internships at UPAs from the students' perspective. METHODS: The evaluation tool was a semi-structured questionnaire, which was applied to students who completed the internship in 2012. RESULTS: The students considered the practical aspect of the experience to be positive, as well as the high number of patients and the supervision by a professor. A comment frequently mentioned was the high number of patients requesting a doctor's certificate to justify absences from work and the cases of lumbago, chest pain, abdominal pain and respiratory diseases. Negative aspects highlighted were the short duration of the internship and the low number of consultation rooms. CONCLUSION: The insertion of students in the secondary level of emergency care at an Emergency Care Unit (UPA) serves as a new possibility for the teaching of emergency care in medical degrees and is in fact fundamental, given the organization of the healthcare system. <![CDATA[<b>Projeto terapêutico singular no âmbito da saúde mental: uma experiência no curso de graduação em medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O Jardim Campo Belo, localizado no município de Campinas (SP), é um bairro de alta vulnerabilidade social e grande demanda por serviços de saúde, sendo a única oferta em saúde mental o matriciamento com outra unidade de saúde. Neste contexto, durante as disciplinas do segundo ano de Medicina, foi realizado um projeto de intervenção no Centro de Saúde, mediante acompanhamento em domicilio de pacientes usuários de psicotrópicos. Realizaram-se visitas quinzenais às casas de dez pacientes. Nestas visitas, trabalhou-se um roteiro semidirigido, em que se buscou conhecer as demandas de cada paciente. Alguns destes aumentaram os cuidados com a própria saúde, e num caso houve até suspensão do uso dos medicamentos psicotrópicos, em parceria com a equipe; em outros casos, as visitas serviram como válvula de escape social, tornando-se um espaço onde se ofertava atenção aos que estavam acostumados ao abandono social. Os alunos envolvidos relatam grande aprendizado graças às vivências e ao envolvimento com o tema, que se tornou um grande suplemento pedagógico.<hr/>Located in Campinas (SP). Jardim Campo Belo is a neighborhood characterized by high social vulnerability and a high demand for health services, with the only mental health service on offer accessible via another healthcare unit. It was in this context and during the second year of medical school, that we conducted an intervention initiative, monitoring patients using psychotropic drugs in their homes. Fortnightly visits were made to homes of 10 patients. During these visits, we conducted semi-directed interviews that allowed us to learn of the patients' needs. Some patients increased their own healthcare measures, in one case even being suspended from using psychotropic medications, in partnership with the health team. In other cases, visits served to provide a kind of sounding board, providing a moment for offering attention to individuals used to being neglected by society. Students involved reported having learned a great deal from the experiences and involvement with the subject, with it serving as a valuable educational supplement to the degree course. <![CDATA[<b>MadAlegria - Estudantes de medicina atuando como doutores-palhaços: estratégia útil para humanização do ensino médico?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Historicamente, a medicina caminhou paralelamente aos valores humanísticos até que as bases científico-tecnológicas desenvolvessem importantes conhecimentos, dando ao atendimento humanizado, por vezes, uma posição secundária. Apenas nas últimas décadas, vem-se pensando em maneiras de conciliá-los. Neste contexto, acadêmicos da Universidade de São Paulo (USP) criaram o MadAlegria, no qual a figura do doutor-palhaço atua no desenvolvimento da empatia e da abertura para a escuta e o diálogo com pacientes adultos por meio do lúdico. MATERIAIS E MÉTODOS: Alunos da área da saúde caracterizados como doutores-palhaços visitaram pacientes hospitalizados. Em 2011, o projeto contou com 38 voluntários que atuaram semanalmente no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp); no ano seguinte, o projeto se expandiu para outras enfermarias do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Paralelamente, foram realizados estudos para conhecer o impacto da atuação do doutor-palhaço sobre pacientes adultos, profissionais da saúde e alunos que participam do projeto. RESULTADOS: Os resultados preliminares de estudo com os acadêmicos sugerem que eles adquiriram habilidades de comunicação e ampliaram a visão do paciente. CONCLUSÃO: Futuras pesquisas poderão elucidar mais detalhes a respeito dos benefícios do treinamento na saúde mental dos estudantes envolvidos.<hr/>INTRODUCTION: Historically speaking, medicine reflected human values until scientific and technological bases made significant strides in knowledge, sometimes leaving a human approach to attending patients to take a back seat. It has only been in recent decades, that we come to consider how to combine scientific knowledge with humanitarian care. In this context, students from São Paulo University (Brazil) created "MadAlegria", using the role of the "doutor-palhaço" [clown-doctor] to develop empathy and attend to adult patients by means of games. METHODS: Dressed as clown-doctors, medical students made voluntary visits to hospitalized patients. In 2011, the project was undertaken by 38 volunteers who made weekly visits to the São Paulo State Cancer Institute (Icesp). In 2012, the initiative was expanded to include other wards of the University of São Paulo Faculty of Medicine (FMUSP) Hospital Complex. Studies were also conducted in order to understand the impact of the clown-doctor character on adult patients, health professionals and the students themselves. RESULTS: Preliminary results suggest that most of the students acquired communication skills and also broadened their vision of the patients. CONCLUSION: Future research may elucidate more details on the benefits of training medical students in mental health. <![CDATA[<b>Reflexão discente sobre a futura prática médica através da integração com a equipe de saúde da família na graduação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Metodologias ativas de ensino-aprendizagem apontam a necessidade de colocar o aluno em contato com o paciente e suas necessidades desde o início do curso médico. A reflexão sobre a realidade por meio da problematização assume papel fundamental, juntamente com uma visão humanística do paciente, conhecendo, entendendo e respeitando a complexidade deste. Assim, este trabalho teve por objetivo investigar como a inserção longitudinal de estudantes de Medicina em cenários comunitários de Atenção Básica à saúde poderia influenciar sua formação. Mediante entrevistas, observou-se que o contato com a comunidade - particularmente em visitas domiciliárias, acompanhando agentes comunitários de saúde - resultou em profundas reflexões sobre a inserção social dos sujeitos como alunos e futuros profissionais.<hr/>Active methodology in medical education points to the necessity of placing medical students in touch with patients and their needs right from the beginning of their course. Reflecting on reality through problematization and a humanistic view of the patient play an important role in understanding and respecting patients in their complexity. This study's main objective was to investigate how the longitudinal insertion of medical students into the reality of community primary healthcare may influence their humanistic views of their patients. By analyzing answers given in interviews, we were able to observe that contact with the community - particularly via home visits with "Community Health Agents" - has led to the development of profound reflection on the social insertion of students and future doctors. <![CDATA[<b>Desafios da educação médica e da investigação em saúde no contexto de angola</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os apelos para reformas na educação médica são constantes e têm sido objeto de recomendações produzidas nos últimos cem anos, destacando-se as resultantes da avaliação crítica feita por Abraham Flexner, em 1910, nos Estados Unidos da América. No presente trabalho, abordam-se as tendências e os desafios atuais da educação médica e da investigação em saúde, com ênfase para os países em desenvolvimento, ressaltando-se a realidade africana. Com base na bibliografia consultada, apontam-se e discutem-se alguns desafios que se colocam ao binômio educação médica/investigação em saúde em Angola, muito em especial no contexto da II Região Acadêmica, que integra as províncias de Benguela e Kwanza Sul, destacando-se: (i) a necessidade de incorporar novas abordagens curriculares para o reforço da aprendizagem ao longo da vida; (ii) a aquisição e o desenvolvimento de competências de investigação científica orientadas para a caracterização e intervenção sobre a situação de saúde local; (iii) a inovação dos métodos de ensino e a incorporação de novas tecnologias na educação e prática médica; (iv) a contribuição para o reforço e melhoria da distribuição de médicos na região.<hr/>Calls for reforms to medical education are constant and have led to various recommendations over the last 100 years, especially those resulting from critical assessments made by Abraham Flexner in 1910 in the United States. In this paper, we discuss the trends and current challenges affecting medical education and healthcare research, with emphasis on developing countries, highlighting the African reality. Finally, based on the bibliography, we identify and discuss several challenges related to the binomial of medical education/healthcare research in Angola, particularly in the context of the Academic Region II, which includes the provinces of Benguela and Kwanza Sul. The challenges emphasize: (i) the need to incorporate new curricular approaches for strengthening lifelong learning, (ii) the acquisition and development of skills in scientific research aimed at characterizing and intervening in local health; (iii) the innovation in teaching methods and the incorporation of new technologies in education and medical practice and (iv) the contribution to strengthening and improving the distribution of physicians in the region. <![CDATA[<b>Formação das mulheres nas escolas de medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A feminização da medicina tem sido apontada por diversas pesquisas como uma das mudanças de maior impacto sobre a profissão médica. Embora na última década tenham representado a maior parte dos estudantes nas escolas de Medicina e a maior parte dos novos profissionais registrados, as mulheres continuam a sofrer significativo impacto negativo provocado por estereótipos sexistas e discriminação de gênero. Este artigo contempla uma revisão de literatura sobre as questões contemporâneas que envolvem a educação das mulheres nas escolas de Medicina. O objetivo deste artigo é apresentar algumas das principais questões abordadas pela comunidade acadêmica com respeito a essa problemática e dar visibilidade às estratégias adotadas por algumas instituições de ensino como tentativa de promover a equidade de gênero nas escolas de formação médica.<hr/>The feminization of medicine has been pointed out by several researchers as one of the most influential changes in the profession. Despite the fact that the majority of medical students and registered professionals in the past decade were female, women still experience a significant negative impact, caused by sexist stereotypes and gender discrimination. This article aims to review literature on the contemporary issues involving women's education in medical schools. The objective is to present some of the main points discussed by the academic community with regard to this issue and to publicize several educational institutions' strategies in an attempt to promote gender equality in medical schools. <![CDATA[<b>Exame do CREMESP como indicador da qualidade do ensino médico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022014000100020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O Brasil vive um período de crescimento do número de escolas médicas, atrelado à redução da qualidade do ensino, estruturas universitárias e hospitalares precárias e alunos mal preparados para a prática médica. Em 2012, o exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) tornou-se obrigatório para a obtenção de registro profissional. Dos recém-formados em São Paulo, 54% tiveram escore insuficiente após responder a questões correspondentes às áreas básicas da medicina. OBJETIVO: Avaliar fatores relacionados ao mau desempenho dos recém-formados no exame do Cremesp em 2012. METODOLOGIA: Foi realizada revisão bibliográfica a partir de fontes dos bancos Bireme, Scielo, PubMed e do site do Cremesp. "Escolas médicas" e "educação médica" foram os descritores em ciências da saúde utilizados. A reportagem intitulada "54,5% dos recém-formados em Medicina foram reprovados no exame do Cremesp" foi a base para o trabalho. De março a abril de 2013, analisaram-se artigos publicados a partir de 2007. RESULTADOS: Na última década, o número de médicos aumentou 21%, enquanto a população geral cresceu apenas 12%. Cerca de 63% dos alunos que realizaram o exame do Cremesp em 2012 avaliaram que o curso de Medicina deveria ser mais exigente. Pelo menos 16 faculdades de Medicina obtiveram, por três anos consecutivos, conceitos sofrível ou ruim no Enade. Em estudo desenvolvido entre acadêmicos de Medicina, 39% dos universitários dedicavam oito horas semanais ou mais a atividades extracurriculares. A precariedade do ensino médico brasileiro tem causas multifatoriais. Isto pode interferir no aumento do número de casos de iatrogenia e no questionamento sobre a necessidade de implantar outros métodos de avaliação do ensino médico, como testes de progresso. É preciso, portanto, compreender que uma educação médica de qualidade contribui para que os avanços econômicos caminhem pari passu com os sociais, sendo necessário repensar o modelo vigente para direcionar a vontade política e a gestão adequada de investimentos.<hr/>INTRODUCTION: Brazil is currently undergoing a period of growth in the number of its medical schools, accompanied by a reduction in the quality of teaching, precarious university and hospital installations and students who are poorly equipped for medical practice. In 2012, passing the exam set by the São Paulo State Regional Medical Council (Cremesp) became a requisite for obtaining a medical license. Of São Paulo's recent graduates, 54% received an unsatisfactory score for their answers to the questions on the basic fields of medicine. OBJECTIVE: To assess factors related to the low performance of these graduates in Cremesp's 2012 exam. METHODOLOGY: A bibliographical revision was undertaken based on data provided by Bireme, Scielo, PubMed and the Cremesp website. "Medical schools" and "medical education" were the terms used to describe health sciences. The report, entitled "54.5% of recent medicine graduates failed the Cremesp exam" formed the basis of the work. From March to April 2013, articles published as of 2007 were analyzed. RESULTS: In the previous decade, the number of doctors increased by 21%, while the general population only increased by 12%. Around 63% of students to have taken the Cremesp exam in 2012 stated that the medical course should be more demanding. At least 16 medical faculties registered a low or poor performance in the National Exam for the Assessment of Student Performance (Enade) for three years running. In a study developed among medical academics, 39% of universities were revealed to dedicate eight hours per week or more to extra-curricular activities. The precarious nature of the teaching of medicine in Brazil is due to a variety of factors. This may impact the increase in the number of cases of iatrogenic infections or in the questioning of the need to implant other methods of assessing medical schools, as progress tests. We therefore must realize that quality medical education helps ensure economic advances match social advances, and must rethink the existing model in order to attract political will and the effective management of investments.