Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Médica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-550220130003&lang=pt vol. 37 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Cidadania e profissionalismo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Potencialidades no ensino-aprendizagem da comunicação médico-paciente em três escolas brasileira, espanhola e holandesa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Está bem estabelecida a necessidade de incluir o ensino da comunicação no currículo das escolas médicas de forma sistemática. Objetivo: Conhecer a percepção de estudantes de Medicina de três escolas médicas de países diferentes (Brasil, Espanha e Holanda) e as potencialidades de cada uma destas escolas no processo de ensino-aprendizagem da comunicação médico-paciente. Método: Estudo exploratório qualitativo, com estudantes do último ano de Medicina, mediante entrevista semiestruturada, observação direta e análise temática de conteúdo. No Brasil, foram utilizados dados secundários de pesquisa similar. Resultados: As principais potencialidades encontradas foram a aprendizagem por modelos, com pacientes simulados, uso de videogravação e a Atenção Primária da Saúde (APS) como ambiente de ensino. Conclusão: A associação dessas potencialidades no ensino, com inserção do estudante na APS desde o início do curso, inclusão de pacientes simulados e videogravação, pode maximizar a aprendizagem da comunicação-médico paciente.<hr/>There is a well established requirement for the systematic inclusion of communication skills in medical school curricula. Objectives: To understand the perception of undergraduate students from three medical schools in different countries (Brazil, Spain and the Netherlands), and the potentialities of each of these schools in the teaching-learning process of physician-patient communication. Methods: Qualitative exploratory study, with final year undergraduate medical students, through semi-structured interviews and direct observation. Data analysis was conducted by means of thematic content analysis. Results: The main potentialities found were learning by models, with patient simulations, video recordings and in Primary Health Care (PHC) teaching environments. Conclusions: It was observed that the association of these teaching potentialities, with student insertion in PHC from the beginning of the course and the inclusion of simulated patients and video recordings can optimise learning of physician-patient communication. <![CDATA[<b>Avaliação de empatia em residentes de especialidades clínicas e cirúrgicas da Universidade Federal de São Paulo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt No campo da saúde, a empatia é definida como um atributo com dimensões emocionais e cognitivas que possibilita uma compreensão das experiências interiores e da perspectiva do paciente como um indivíduo singular, somada à capacidade de comunicar esse entendimento ao paciente. A função da empatia médica seria identificar e compreender os sentimentos do doente, promovendo aumento na confiança, na lealdade e no respeito entre médico e paciente. Este estudo teve como meta avaliar a empatia de residentes entre o terceiro e o quinto ano da Universidade Federal de São Paulo, buscando verificar as possíveis diferenças entre a empatia dos clínicos e cirurgiões e sua relação com o perfil profissional.<hr/>In the field of health, empathy is defined as an attribute with cognitive and emotional dimensions that enables an understanding of inner experience and a perspective of the patient as a unique individual, plus the ability to communicate this understanding to the patient. The role of empathy is to identify and understand the patient's feelings, thus promoting an increase in trust, loyalty and respect between doctor and patient. Therefore, the following study was aimed at evaluating the empathy 3rd to 5th year medical residents from the Federal University of São Paulo to verify any possible differences between the empathy of physicians and surgeons and their relationship with the professional profile. <![CDATA[<b>Avaliação das visitas domiciliárias por estudantes e pelas famílias</b>: <b>uma visão de quem as realiza e de quem as recebe</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Faculdade de Medicina de Marília (Famema) é reconhecida por favorecer o ensino baseado na prática e centrado no estudante. Os estudantes são inseridos em Unidades de Saúde da Família (USF), onde interagem com a comunidade no desenvolvimento de ações - reflexões - ações, por meio da realização de visitas domiciliárias durante os dois primeiros anos dos cursos de Enfermagem e Medicina. Tais visitas são consideradas ferramentas para a compreensão e o cuidado em necessidades de saúde da família. Dessa maneira, elas têm por objetivo englobar os aspectos sociais, psicológicos e econômicos do indivíduo. Objetivo: Esta pesquisa avalia comparativamente a opinião dos estudantes e das famílias que realizaram e receberam visitas domiciliárias. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo e quantitativo que informa a opinião das famílias e dos estudantes a respeito das visitas domiciliárias. Conclusões: As famílias e os estudantes consideram importante a valorização e o aprimoramento da prática, visando à construção humanizada do processo saúde-doença, incentivando, desde o princípio, a formação acadêmica e o vínculo integral entre profissional da saúde e paciente.<hr/>The Marilia Medical School (Famema) is known for promoting practice-based and student-centred teaching. Students are placed in different Family Health Units (USF), where they can interact with the community in the development of action - reflection - action by performing home visits during the first two years of the Nursing and Medicine courses. Home visits are considered tools for understanding and caring for family health needs and as such embrace the social, psychological and economic aspects of the individual. Objective: This research investigated and compared the opinions of the student visitors and families who received home visits. Methods: This descriptive and quantitative research informs the opinions of the families and students about the visits. Conclusions: The families and students think it is important to continue investing in and improving this practice, aiming toward a humanized construction of the health-disease process and encouraging stronger ties between the health professional and patient since the start of medical academic education. <![CDATA[<b>Tendências pedagógicas</b>: <b>conflitos, desafios e perspectivas de docentes de enfermagem</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo trata das tendências pedagógicas que norteiam a prática educativa dos professores de Enfermagem com o objetivo de analisá-las com base nos elementos que constituem a atividade docente. Utilizou-se a pesquisa descritivo-exploratória com abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. Os sujeitos do estudo foram professoras de um curso de Enfermagem da Região Nordeste. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada. Na análise dos dados foi empregada a análise de conteúdo, que gerou três núcleos temáticos: tendência pedagógica: transição e conflito; elementos da atividade docente; as relações pedagógicas: os sujeitos da práxis pedagógica. Revelou-se uma transição de abordagens liberais para progressistas entre os docentes, acarretando um conflito entre metodologias e estratégias de ensino. Embora haja uma aproximação das concepções emancipatórias, ainda não se tem uma conformidade na prática pedagógica. Deste modo, o presente estudo contribui para ampliar o debate que envolve a temática, possibilitando melhor embasamento teórico para a discussão das questões referentes ao ensino de Enfermagem.<hr/>This study addresses the pedagogical trends that guide the educational practice of Nursing teachers in order to analyse them in terms of the elements that constitute the teaching activity. A descriptive, exploratory study with a qualitative approach was conducted, involving semi-structured interviews with Nursing teachers from the northeast region. The data was analysed through content analysis, generating three core themes: 1) Pedagogical trend: transition and conflict; 2) Elements of the teaching activity; 3) Pedagogical relations: the subjects of pedagogical praxis. The study revealed a transition among teachers from liberal to progressive approaches causing a conflict between methodologies and teaching strategies. Although there has been a shift toward emancipatory notions, there is still no conformity in teaching pratice. This study therefore contributes to the broadening of the debate on this issue, supporting a stronger theoretical foundation for the discussion of matters related to nursing education. <![CDATA[<b>Integração básico-clínica no internato médico</b>: <b>Psiquiatria e Farmacologia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo avaliou o ganho de conhecimentos de estudantes do curso médico que participaram de uma atividade integradora básico-clínica de Farmacologia e Psiquiatria no quinto ano, bem como verificou a opinião deles quanto à relevância em participar dessa atividade. Foi realizado estudo quali-quantitativo, utilizando avaliação pré e pós-teste, e a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) para a análise do conteúdo linguístico. Observou-se aumento significativo na porcentagem de acertos no pós-teste em relação ao pré-teste (p < 0,001). As ideias centrais obtidas na análise do DSC foram: atividade muito pertinente; ampliação desta atividade para outros estágios; dificuldade nas disciplinas básicas; aplicação de avaliação cognitiva; e participação ativa do professor nas discussões. Estes resultados sugerem que a integração entre a Farmacologia e as atividades práticas do internato em Psiquiatria possibilitou ampliar conceitos de Farmacologia, tornando o aprendizado significativo. Embora os estudantes tenham apontado a necessidade de melhor ajuste da atividade, o seu nível de aceitação foi verbalizado por meio da sugestão de que ela se estenda aos demais estágios do quinto ano.<hr/>This study quantifies fifth year medical students' knowledge after their participation in a basic clinical integration activity of psychiatry and pharmacology and investigates their opinions on the importance of the activity. A quali-quantitative study was performed using pre- and post-test assessment (multiple choice) and linguistic content analysis using the Discourse of the Collective Subject (DCS) technique. A significant increase in the percentage of correct answers in the post-test assessment was found compared to pre-test (p <0.001). The central ideas obtained from the DCS content analysis were: very relevant activity; expansion of the activity to other internships; difficulty in basic disciplines; application of cognitive assessment; and teacher's active participation in discussions. These results suggest that integration between pharmacology and the practical intern activities in psychiatry allowed pharmacological concepts to be broadened, rendering the learning meaningful. Although students identified the need for better organization of the activity, its the level of acceptance was verbalised through the suggestion that it could be extended to the other fifth year internships. <![CDATA[<b>Avaliação da percepção de discentes do curso médico acerca do estudo anatômico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho objetivou conhecer a percepção dos alunos de Medicina sobre o estudo anatômico, para proposição de medidas que melhorem a aprendizagem dessa disciplina. Trata-se de estudo transversal com abordagem quantitativa e análise descritiva. Os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado aplicado aos alunos do primeiro, segundo, terceiro, quinto e sexto períodos do curso médico. Para a maioria dos discentes, a aula expositiva facilita o aprendizado em Anatomia, ao passo que o grande número de nomes para memorizar foi apontado como principal fator dificultador. Grupo preponderante utiliza livros-texto e livro atlas, raramente tendo contato com peças naturais, e 82,59% dos acadêmicos não se sentem satisfeitos com o seu conhecimento anatômico. Portanto, no contexto atual de aumento da carga curricular do curso médico e redução do tempo dispensado à Anatomia, surge o desafio de examinar a evolução do currículo do curso médico observando a inserção da Anatomia neste processo. É necessário buscar um equilíbrio entre detalhe e segurança, assimilação e aplicabilidade da Anatomia, tendo em vista os diferentes métodos utilizados para o aprendizado da ciência anatômica.<hr/>The aim of this study is to evaluate the perception of medical students in relation to anatomical study in order to draw up proposals for improving learning of this discipline. It is a cross-sectional study based on a quantitative approach and descriptive analysis. Data were collected through a semi-structured questionnaire applied to students of the 1st, 2nd, 3rd, 5th and 6th academic semesters. For most students, lectures with presentations facilitate learning in human anatomy as memorising the numerous names was identified as the most difficult part of the subject. The majority of students use textbooks and atlases, rarely having any contact with natural parts. 82.59% of the students do not feel confident about their knowledge of the human anatomy. Therefore, in the current context of an expanding medical course curriculum and reduced time spent on human anatomy, the challenge arises of examining the evolution of the curriculum in view of the inclusion anatomy in this process. It is necessary to find a balance between detail and safety, assimilation and applicability of the anatomy, taking into consideration the different methods used for learning of anatomical science. <![CDATA[<b>O uso das TIC no ensino da morfologia nos cursos de saúde do Rio Grande do Norte</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A expansão do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) modificou as formas de obtenção de conhecimento. Acredita-se que a facilidade de acesso a conteúdo nem sempre confiável somada ao perfil dos novos estudantes pode demandar modificações no sistema de ensino. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o perfil atual de utilização das TIC no estudo da Morfologia nos cursos da área de saúde de Instituições de Ensino Superior do Rio Grande do Norte. Foram realizadas buscas nos sites das instituições relacionadas na base de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) para avaliar tanto a existência das páginas do curso e das disciplinas, quanto a forma de utilização das TIC. Constatou-se que, em abril de 2012, 69% dos cursos apresentavam página e em outubro do mesmo ano esse número caiu para 58%. Quanto às instituições, 50% das públicas possuem páginas para seus cursos contra 75% das IES privadas. Nenhuma das universidades apresentava página relacionada à disciplina de Morfologia vinculada ao site do curso. Conclui-se que as TIC ainda são subutilizadas pelos cursos de saúde no RN.<hr/>Forms of acquiring knowledge have been changed by the increased use of Information and Communications Technology. Easy access to online content, which is not always reliable, allied to the profile of new students has led to a belief that the education system may require changes. The aim of this study was therefore to evaluate the profile of ICT use in morphology studies in Rio Grande do Norte health courses. The National Institute of Educational Studies and Research (INEP) database of higher education courses was used as the source for reviewing the existence of internet pages for the courses and subjects and the form of ICT use. It was found that, in April 2012, 69% of the courses had a website, which percentage had fallen to 59% by October of the same year. In terms of the institutions, 50% of the public universities had a page for their courses, against 75% of the private universities. Furthermore, none of the universities had any internet pages offering morphology content linked to the course website. In conclusion, ICT is being underused by health courses in Rio Grande do Norte state. <![CDATA[<b>Qualidade de vida de graduandos da área da saúde</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Esta investigação tem o objetivo de avaliar e comparar a qualidade de vida (QV) de graduandos da área da saúde de uma universidade pública. O estudo exploratório transversal incluiu voluntariamente 630 alunos dos cursos de enfermagem, farmácia, fonoaudiologia e medicina dessa instituição, correspondendo a 57% dessa população. Utilizou-se o Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36) para avaliação da qualidade de vida, além de uma questão aberta relacionada à percepção do aluno sobre a influência da Universidade em sua qualidade de vida. O domínio com melhor escore foi a capacidade funcional, e o pior foi vitalidade. Na comparação da qualidade de vida entre as séries, o curso de farmácia apresentou piores escores nos anos iniciais, tendendo a melhorar no decorrer do curso; enquanto os demais apresentaram piores resultados nos anos finais, o que pode estar relacionado ao aumento das atividades práticas de estágio. Dentre os achados qualitativos, a escassez de tempo livre e o cansaço foram referidos pelos estudantes como os principais comprometedores da qualidade de vida, corroborando os achados do SF-36, que apresentaram piores resultados para a vitalidade.<hr/>The purpose of this study was to assess and compare the quality of life of undergraduate students in the area of health care at a public university. This cross-sectional exploratory study included 630 voluntary students of Nursing, Pharmacy, Speech Therapy and Medicine, corresponding to 57% of all such students at the institution. The instrument used was the Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36), plus an open-ended question about the student's perception on the influence of the university on his or her quality of life. The domain which reported the best scores was functional capacity and the worst was vitality. Comparing quality of life in each year of the course, Pharmacy showed lower scores in the initial years and an improving trend over the years. The other courses scored lower in the final years, which may be related to increased practical internship activities. Among the qualitative findings, lack of free time and exhaustion were cited by students as the main factors that compromise their quality of life, validating the SF-36 results which reported the lowest scores for vitality. <![CDATA[<b>Qualidade de vida de estudantes de medicina medida pelo WHOQOL-bref - UERJ, 2010</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O WHOQOL-bref foi utilizado em estudo transversal para avaliar a influência do sexo, da forma de ingresso, do ano de graduação, da classe econômica e da presença de morbidade crônica referida (MCR), na qualidade de vida (QV) de 394 estudantes de medicina da UERJ (72% dos 545 matriculados em 2010, erro 6,5%). A análise estatística foi feita no SPSS v17 e utilizados testes qui-quadrado, ANOVA/ pós Hoc de Bonferroni (p valor = 5%) e razão dos produtos cruzados ("Odds Ratio" - OR) com respectivos intervalos de confiança (IC 95%). A idade média foi de 23 anos, sendo 61% mulheres, 43% cotistas (dos quais 64% mulheres) e 20% referiu morbidade crônica. De 0-100, a média da QV referida foi 66 e da satisfação com saúde 62. Os menores escores de QV foram observados nos estudantes do sexo feminino, com morbidade crônica referida (MCR), que ingressaram por reserva de vagas, da classe C e do terceiro e sexto ano. Os resultados apontam para a necessidade de estudos qualitativos para aprofundar as informações sobre a QV dos estudantes da UERJ.<hr/>WHOQOL-bref scoring was used in this cross-sectional study to assess the influence of sex, form of admission, year of graduation, economic class and the presence of referred chronic morbidity (RCM) on the quality of life (QOL) of 394 medical students from UERJ (72% of 545 enrolled in 2010, margin of error 6.5%). The statistical analysis was performed in SPSS v17 using chi-squared tests, Bonferroni post-hoc ANOVA (pvalue=5%) and odds ratio (OR) with corresponding confidence intervals (CI 95%). Mean age was 23 years, with 61% women, 43% admitted under positive discrimination ethnic quotas (64% women) and 20% referred chronic disease. From 0 to 100, the average referred QOL was 66 and satisfaction with health was 62. The lowest QOL scores were observed among 3rd and 6th year students who were women, with RCM, who had been admitted via reserved university places and belonged to economic class C. The results indicate the need for qualitative studies to improve our understanding of the QOL of UERJ students. <![CDATA[<b>Dimensão psicológica da qualidade de vida de estudantes de Medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Avaliar a Dimensão Psicológica da Qualidade de Vida (DPQV) dos estudantes de Medicina da Universidade Federal da Bahia, caracterizar a população segundo variáveis sociodemográficas e epidemiológicas, e identificar possíveis fatores associados. Método: Estudo transversal baseado em questionário autoaplicável com questões da DPQV propostas pela OMS, aplicado aos estudantes do primeiro ao oitavo semestre. Resultados: Os fatores relevantes de aumento da prevalência de baixa DPQV foram: estar cursando o segundo ano; ser do sexo feminino; ser casado(a); morar com os pais versus morar sozinho ou com outras pessoas; renda familiar menor que 15 salários mínimos ou não saber a renda familiar versus renda de mais de 15 salários mínimos; ter escolhido cursar Medicina por motivos não relacionados à aptidão; não dispor de dinheiro suficiente para as necessidades cotidianas; não ter atividades extra-acadêmicas prazerosas; insatisfação com o custo das refeições, a qualidade dos livros na biblioteca e a segurança no ambiente da faculdade; alimentação não saudável; ingerir álcool versus nenhuma ingestão; e fazer ou ter feito uso de drogas ilícitas. Conclusão: Os resultados sugerem influência do curso de Medicina na DPQV.<hr/>Objective: To evaluate the Psychological Dimension of Quality of Life (PDQOL) of medical students at the Federal University of Bahia, examining the sample population in terms of sociodemographic and epidemiological variables and identifying associated factors. Method: A cross-sectional study based on a self-administered questionnaire incorporating questions of PDQOL proposed by the WHO, applied to 1st to 8th semester students. Results: The relevant factors identified for the increased prevalence of low PDQOL were: being a second year medical student, female, married, living with parents versus living alone or with others; having a family income of less than 15 minimum wages or not knowing the family income versus an income of more than 15 minimum wages; having chosen medicine for reasons not related to ability; not having enough money for everyday needs; not practicing any pleasurable extracurricular activities; being dissatisfied with the cost of meals, the quality of the books in the library and safety on campus; unhealthy diet; drinking alcohol versus being teetotal; and using or having used illicit drugs. Conclusion: The results suggest that medical school does have an influence on PDQOL. <![CDATA[<b>Tecnologias de informação e comunicação e ensino semipresencial na educação médica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O ensino médico vem enfrentando desafios para modificar suas práticas pedagógicas e estrutura curricular. As tecnologias de informação e comunicação (TICs) podem auxiliar no enfrentamento de muitos desses desafios. Tendo em vista esse cenário, este estudo tem como objetivo caracterizar as formas de apropriação de uma Ferramenta de Autoria de cursos na Internet em processos formativos semipresenciais de graduação, pós-graduação, educação continuada e extensão na área médica, no contexto da UFRJ. Com base nas análises, foi possível identificar o perfil de utilização das TICs e discutir os resultados, a partir dos ambientes virtuais de aprendizagem construídos pelos professores, de acordo com as seguintes categorias: unidades acadêmicas de origem; disciplinas e níveis de ensino envolvidos; configuração de áreas de conhecimento dos cursos semipresenciais; conformação das equipes docentes dos cursos; recursos de conteúdo e de comunicação utilizados; e atividades pedagógicas adotadas.<hr/>Medical education is facing challenges to modify teaching practices and curriculum structure. Information and Communication Technology (ICT) can facilitate tackling several of these challenges. In this scenario, this study aimed at identifying forms of adopting an Internet based course authoring tool in blended learning formative processes in undergraduate, graduate, and continuing medical education at UFRJ. Based on the analyses it was possible to identify a profile of ICT usage and to discuss the results according to the following categories derived from the Virtual Learning Environments developed by professors: academic unit affiliation, disciplines and educational levels involved, field of knowledge of the blended learning courses, formation of the teaching staff team for the courses, content and communication resources used and educational activities adopted. <![CDATA[<b>Iniciação às práticas de saúde</b>: <b>bricolagem na seleção de conteúdos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O tema Práticas de Saúde apresenta-se como polissêmico, possibilitando múltiplas abordagens teóricas e metodológicas. Para definir o conteúdo da disciplina Iniciação às Práticas de Saúde do curso médico da Universidade Federal do Piauí, operou-se a bricolagem entre inúmeros significados de práticas de saúde, ordenando e conectando dimensões da prática médica aos princípios do SUS e ao sentido de emancipação e autonomia da prática pedagógica, apontando que temas dessa natureza podem ser contextualizados e organizados sob a forma de disciplina utilizando-se a bricolagem para articular aspectos aparentemente isolados e invisíveis, cujo sentido é atribuído intencionalmente pelo professor.<hr/>The polysemic nature of health care practices allow multiple theoretical and methodological approaches to the topic. To define the content of the subject Initiation in Health Practices in the Medicine Course at the Federal University of Piauí entailed a bricolage of several different meanings of health practices, arranging and connecting aspects of medical practice to the principles of the SUS and to the sense of empowerment and autonomy of pedagogical practice, pointing out that such topics can be contextualized and organized in the form of a discipline by making using of bricolage to relate seemingly isolated and invisible aspects, the meaning of which is intentionally given by the teacher. <![CDATA[<b>Qualidade de vida de estudantes de Medicina</b>: <b>uma revisão</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apresenta-se uma revisão de literatura sobre a qualidade de vida dos estudantes de Medicina, por meio da análise de bibliografia, usando como descritores "qualidade de vida" e "estudantes de Medicina", tendo como fonte de busca a Biblioteca Virtual em Saúde nas Bases Eletrônicas Medline, Lilacs, SciELO e PubMed, e a plataforma Mendeley. Foram claramente identificados dois grupos de publicações: um de cunho quantitativo, que focaliza a medida da qualidade de vida de cada grupo de estudantes; e outro de abordagem qualitativa, voltado não só para a avaliação da percepção do aluno sobre o tema, mas também para o entendimento dos motivos que transformam o curso em um fator estressor para esse indivíduo. O predomínio de artigos quantitativos e a escassez de qualitativos, além de poucas conclusões que poderiam motivar intervenções práticas, mostram que o tema necessita ser mais estudado e debatido.<hr/>This article aimed to review scientific publications concerning the quality of life of medical students. The bibliography was compiled by searching for keywords "quality of life" and "medical students" in the Brazilian Virtual Health Library on the databases Medline, Lilacs, SciELO and PubMed, and also the Mendeley platform. Two kinds of publication could be clearly identified: those with a quantitative focus on measuring the quality of life of different groups of students; and those of a qualitative profile, with the objective of evaluating not only how students perceive their quality of life, but also understanding the reasons why medical school can become a stressor for the individual. The predominance of quantitative articles and lack of qualitative publications, as well as sparse conclusions that could lead to practical interventions indicate that this subject requires further study and debate. <![CDATA[<b>O aprendizado melhorado por provas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Provas não são neutras em termos de aprendizagem. Não têm apenas caráter avaliativo. A utilização de testes repetidamente traz um benefício mnemônico, estudado em psicologia cognitiva no chamado "efeito de ser testado". A utilização de testes repetidos em cenários de educação caracteriza a metodologia do "aprendizado melhorado por provas". Estudos experimentais e aplicados em cursos extracurriculares têm demonstrado melhor desempenho na retenção de conteúdos e em habilidades de alunos submetidos a testes repetidos em comparação aos de grupos controle. Embora caracterize uma metodologia ativa e o incremento de conteúdo factual seja necessário ao desenvolvimento do raciocínio clínico, a crítica que se faz ao método é de ser baseado em memorização e retenção, na era das evidências. Os estudos aplicados não podem, até o momento, estabelecer se há melhor organização dos conteúdos adquiridos para utilização na resolução de problemas e se isto interfere positivamente no cuidado aos pacientes.<hr/>Tests are not neutral in terms of learning. They are not only evaluative, but summative too. There is a mnemonic benefit of testing - called the testing effect, in cognitive psychology studies. In educational settings, test-enhanced learning methodology has been associated with improved cognitive skills and performance of students repetitively tested on a specific content. Although it is an active learning method and despite the fact that the development of clinical reasoning depends upon increased factual contents, there has been criticism of memorization and retention in the era of evidence-based medicine. In fact, available studies have been unable to prove the benefits of using this method in problem solving abilities and patient care. <![CDATA[<b>Interação comunitária e planejamento participativo no ensino médico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A promoção de saúde demanda uma ação coordenada entre população, poder público e setor saúde, visando à melhoria das condições de saúde. A formação médica deve propiciar ao estudante o contato comunitário e o desenvolvimento de ações de promoção da saúde no contexto em que vive a comunidade. Este artigo descreve a experiência de realização do planejamento participativo e interação comunitária conduzida por estudantes do curso médico em uma área atendida por equipe de Saúde da Família em Montes Claros (MG), ocorrida entre agosto de 2009 e março de 2010. A Estimativa Rápida Participativa e o Método Altadir de Planificação Popular foram os métodos norteadores das atividades, possibilitando o enfrentamento de um problema vivenciado pela população e a intervenção direta e positiva da comunidade nos determinantes do seu processo saúde-doença com apoio dos estudantes de Medicina, que consolidaram os conceitos de promoção da saúde e de prática educativa transformadora.<hr/>Health promotion demands coordinated action between the public, government and the health sector in order to improve health conditions. Medical training should provide the student with opportunities to have contact with the community and develop health promotion actions in the context of that community. This report describes the experience of participatory planning and community interaction conducted by medical students in an area served by the Family Health Team in Montes Claros - MG, between August 2009 and March 2010. Participatory Flash Estimate and the "Altadir" Method of Popular Planning were employed as guiding methods for the activities. This enabled the tackling of an issue experienced by the public and direct and positive community intervention in determinant factors of the health-disease process, with the support of medical students, consolidating the concepts of Health Promotion and transformative educational practice. <![CDATA[<b>A utilização de mapas conceituais como recurso didático para a construção e inter-relação de conceitos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os mapas conceituais, criados por Novak com base na teoria de Ausubel, podem constituir para os alunos uma estratégia pedagógica de grande relevância para a construção de conceitos científicos, ajudando-os a integrar e relacionar informações e atribuir significado ao que estão estudando. Este artigo descreve o trabalho realizado com alunos de um curso de Medicina usando mapas conceituais, tomando por base os "temas geradores" criados na disciplina de Atenção Básica em Saúde a partir da constatação dos principais problemas de saúde da região em que está localizada a escola médica. A utilização dos mapas constituiu um recurso metodológico relevante por se alinhar a uma formação teórica adequada às necessárias intervenções na realidade estudada e por facilitar a apropriação de conceitos científicos pelos alunos.<hr/>Concept maps, created by Novak and based on Ausubel's theory, can represent an important pedagogical strategy for students to learn about the construction of scientific concepts, helping them to integrate and correlate information, as well as assign meaning to what they are studying. In this article, we describe the work carried out with medical students using concept maps drawing on "generator themes" created in the discipline of Primary Health Care, based on the main health problems found in the local area. According to our studies, the use of maps can constitute an important methodological resource, supporting the alignment of adequate theoretical training to the interventions required in real life, as well as facilitating the appropriation of scientific concepts by students. <![CDATA[<b>A atenção primária na formação médica</b>: <b>a experiência de uma turma de medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A partir da criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e da implantação do Programa Saúde da Família (PSF), exige-se que os novos profissionais da saúde pública desenvolvam, desde os cursos de graduação, visão integral do paciente e olhar crítico para a realidade da comunidade e para sua própria atuação no PSF. Com esse objetivo, a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (Famed-Ufal), em 2005, introduziu modificações curriculares que permitem aos estudantes uma vivência mais ampla no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS). Este relato discorre, por meio da análise qualitativa de diários de campo, sobre as experiências de 22 acadêmicos de Medicina do segundo período durante as aulas práticas em uma comunidade coberta pelo PSF. Oitenta e seis por cento dos alunos observaram algum tipo de dificuldade enfrentada pela Unidade de Saúde; 95% destacaram a correspondência entre aulas práticas e o processo de aprendizagem; e 59% apontaram a importância da relação médico-paciente. Desta forma, o contato inicial do estudante de Medicina com os serviços de APS deve ser vivenciado de forma ativa e crítica, com estímulos para que investigue aspectos desconhecidos para ele até então.<hr/>Since the creation of the Unified Health System (SUS) and the implementation of the Family Health Program (PSF), a requirement has emerged for new public health professionals to develop, since their undergraduate courses, the capacity to have a holistic understanding of the patient and a critical vision of the community and performance in the PSF. Thus, in 2005 the Federal University of Alagoas medical course introduced some curricular reforms to provide students broader experience in Primary Health Care settings. This article describes, through qualitative analysis of log-books, the experiences of 22 first year students during their practical classes in a community covered by the PSF. 86% of the students observed some degree of difficulty faced by the Health Unit; 95% stressed the correspondence between practical classes and the learning process; and 59% indicated the importance of the doctor-patient relationship. Thus, the medical student's initial contact with primary health care services should be experienced in an active and critical manner, with encouragement to investigate aspects previously unknown to him or her . <![CDATA[<b>Humanidades como disciplina da graduação em Medicina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apresenta-se o desenvolvimento de uma disciplina em Humanidades Médicas. Objetivou-se examinar contribuições conceituais e práticas do conhecimento humanístico tendo por base o cuidado em saúde. A disciplina foi estruturada em quatro módulos inter-relacionados, correspondentes a áreas particulares do conhecimento humanístico: Filosofia, História, Socioantropologia e Psicodinâmica do Encontro Clínico. São apresentadas as diferentes estratégias didático-pedagógicas utilizadas, os conteúdos programáticos particulares a cada módulo e suas inter-relações, e os impactos produzidos nos alunos, nos próprios docentes e no desenho disciplinar. O exame dessa experiência mostrou que a disciplina conseguiu desenvolver tanto as particularidades quanto a integração entre os módulos, segundo a percepção dos docentes e alunos. Depois da primeira turma, houve reformulação de temas de aulas e metodologias, mas se reafirmou a estratégia modular e a escolha de pesquisadores especializados nos conteúdos particulares como equipe docente, permitindo ganhos de conhecimentos relativos à conceituação do cuidado do ponto de vista da integralidade em saúde. Conclui-se que o desenho da disciplina se mostrou adequado aos objetivos educacionais propostos, reforçando a relevância das Humanidades para o currículo da escola médica.<hr/>This paper presents the development of an academic discipline in Medical Humanities. The goal was to analyse both practical and conceptual contributions from humanistic knowledge toward health care. The discipline was organised in four inter-related modules corresponding to particular areas of humanistic knowledge: philosophy, history, socio-anthropology and the psychodynamics of a medical consultation. The text points out the different pedagogic and didactic strategies used, the programmatic content of each module and their bridge-overs, and the impacts on students, lecturers and the actual design of the discipline. The discipline, according to the opinion of lecturers and students, was found to be capable of developing not only specific content but also interrelated content between modules. After the first class had completed the course, some themes and methods were reformulated, but the After the first time, some reorientation of themes and methods were done, but the modular strategy and the choice of specialized researchers as the teacher team were reaffirmed, leading to improvements on knowledge about the concept of health care since a comprehensive perspective in health. The conclusion is that the discipline's design suited the proposed educational goals and reinforces the relevance of humanities to the medical school curricula. <![CDATA[<b>A humanização através do programa Recrutas da Alegria da FURG</b>: <b>um relato de experiência</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022013000300020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As transformações nas condições sociais de trabalho surgidas nas últimas décadas restringiram a disponibilidade do contato profissional-paciente, levando a uma fragmentação e desumanização do cuidado à saúde. Dessa necessidade surgiu o programa Recrutas da Alegria (RA), da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), com a ideia de "formar um profissional diferente", com o intuito de horizontalizar as relações com a equipe hospitalar e a abordagem dos pacientes. O RA é promovido pelos cursos da área de saúde da Furg e é uma ação de extensão. As atividades são desenvolvidas na Ala Pediátrica do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Júnior (HU). Esta experiência demonstrou que a humanização não é um fato isolado, não acontece em apenas um ambiente, mas constitui comportamentos e atitudes que se refletem na atuação dos acadêmicos. O programa permite aos acadêmicos questionar o papel do médico e do estudante do curso de Medicina, bem como valorizar as histórias que vão além da história clínica, compreendendo o paciente como um todo.<hr/>The transformations that have arisen in the social conditions of work over recent decades have restricted contact between the medical professional and the patient, leading to a fragmented and dehumanized health care. This need gave rise to the Recrutas da Alegria (RA - Recruits of Happiness) program at the Federal University of Rio Grande (FURG), with the idea of "training a different professional" in order to horizontalize relations with hospital staff and the patients' approach. The RA is promoted by FURG courses in the area of health and is an outreach initiative. The activities are developed in the Pediatric Wing of the Dr. Miguel Riet Corrêa Júnior Teaching Hospital. This experience has demonstrated that humanization is not a one-off occurrence, it does not occur in just one environment, but rather constitutes behaviours and attitudes reflected in students' work. The program enables students to question the role of the doctor and of the student doctor, as well as focusing on patient's histories that extend beyond their medical history, understanding the patient fully.