Scielo RSS <![CDATA[Revista √Ārvore]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-676220150001&lang=es vol. 39 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[LANDSCAPE ANALYSIS OF A BUFFER ZONE TO PLANNING AND MANAGEMENT OF PROTECTED AREAS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100001&lng=es&nrm=iso&tlng=es O principal objetivo deste estudo foi diagnosticar o cenário ambiental atual e um cenário legal da Zona de Amortecimento (ZA) do Parque Estadual de Porto Ferreira (PEPF), bem como propor uma discussão acerca das ZA e seu planejamento. Foi realizado um mapeamento do uso e ocupação da terra e calculadas métricas de paisagem. A classe predominante na ZA foi a cana-de-açúcar, com 46,24%; e a classe floresta foi a terceira com maior cobertura, com 12,7%. As métricas da paisagem indicaram que a vegetação natural da ZA possui 83,3% de fragmentos até 10 ha, com 50% deles apresentando conectividade muito baixa. As APP totalizaram 386 ha, sendo 39% com vegetação natural. Para o cenário legal, com todas as APP preservadas, haveria um acréscimo de 239 ha de vegetação natural e redução de 60 para 27 fragmentos, evidenciando-se o surgimento de fragmentos maiores e mais conectados. A baixa porcentagem de áreas florestadas, baixa conectividade entre os fragmentos e o descumprimento da legislação ambiental na ZA contribuem para o isolamento da unidade de conservação e aumento dos efeitos de borda, gerando impactos sobre a biodiversidade do PEPF.<hr/>The main objectives of this study were to diagnose the current environmental scenery and a legal scenery for the Buffer Zone (BZ) of the State Park of Porto Ferreira (SPPF), and propose a discussion of BZs and their planning. We conducted a mapping of the land use and occupation and calculated landscape metrics. The predominant class use in the BZ was sugarcane, with 46.24%, and forest class was the third, with the largest coverage, 12.7%. Landscape metrics indicated that the natural vegetation of the BZ has 83.3% of fragments up to 10ha, and 50% of them showed a very low connectivity. The PPA totalized 386ha, 39% of it has natural vegetation. As for the legal scenery, with all the PPA preserved, there would be an increase of 239ha of natural vegetation and a reduction of fragments from 60 to 27, thus showing larger and more connected fragments. The low percentage of forest, low connectivity between fragments and the non-compliance with environmental legislation in the BZ contribute to isolation of the conservation unit and the increase of edge effects, generating impacts on the biodiversity of the SPPF. <![CDATA[COMPOSITION AND DIVERSITY IN THE CERRADO OF EASTERN MATO GROSSO DO SUL, BRAZIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100002&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste estudo, avaliaram-se a composição e diversidade no Cerrado em três áreas do Leste de Mato Grosso do Sul, uma das regiões mais ameaçadas e menos estudadas do Cerrado brasileiro. Para tanto, levantaram-se as espécies vasculares em trilhas percorridas em diferentes fisionomias desse bioma, com enfoque especial para as espécies arbustivas e arbóreas. Adicionalmente, nas áreas de Cerrado sensu stricto foram instaladas 30 parcelas de 10 x 3 m, nas quais foram amostrados apenas indivíduos lenhosos &gt; 1 m de altura. No geral, foram levantadas 220 espécies, 150 gêneros e 65 famílias de diferentes formas de vida, incluindo espécies consideradas raras nos Cerrados brasileiros e possíveis novas ocorrências nos Cerrados de Mato Grosso do Sul. A riqueza de espécies arbustivas e arbóreas no Cerrado sensu stricto foi alta (79-101 espécies por área). Houve baixa similaridade florística entre as áreas estudadas, de modo que apenas 50 espécies foram comuns a todas elas. O estudo da vegetação lenhosa por meio de parcelas (total de 651 indivíduos e 105 espécies) revelou uma diferença na riqueza média, diversidade (índice de Shannon) e dominância (Berger-Parker) entre as áreas estudadas. Adicionalmente, a densidade relativa das espécies e a composição florística foram bastante variáveis entre as áreas estudadas (similaridade entre 0,42 e 0,53). Tais resultados colocam as áreas estudadas entre as mais ricas áreas de Cerrado sensu stricto do Brasil, mostrando que áreas marginais de Cerrado podem ser tão ricas quanto suas áreas centrais, mesmo que através da contribuição de elementos florísticos de outras formações florestais. Os resultados reforçam ainda a existência de elevada heterogeneidade florística no Cerrado, mesmo em distâncias relativamente curtas (≤60 km), que pode ser desencadeada por diferenças entre fragmentos em relação à característica de solo, histórico de perturbação e proximidade de outras formações vegetais.<hr/>The composition and diversity of Cerrado were evaluated in three different sites in eastern Mato Grosso do Sul, one of the most threatened and poorly studied areas in the Brazilian Cerrado. Vascular species were surveyed along trails in different Cerrado physiognomies, with special regard to shrub and tree species. Additionally, in the areas of cerrado sensu stricto 30 plots of 10×3 m were installed, wherein only woody individuals &gt; 1 m tall were sampled. Overall, 220 species, 150 genera and 65 families of different life forms were surveyed, including species considered as rare in the Brazilian Cerrado and possible new records for the Cerrado of Mato Grosso do Sul. Shrub and tree species richness in the cerrado sensu stricto was high (79-101 species per site). There was a low floristic similarity among sites: only 50 species were common to all of them. The study of the woody vegetation by plots (total of 651 individuals of 105 species) revealed a difference in average richness, diversity (Shannon index) and dominance (Berger-Parker) among the studied sites. In addition, species relative densities and floristic composition were quite variable among sites (similarity from 0.42 to 0.53). These results place the studied sites among the richest areas of cerrado sensu stricto in Brazil, showing that marginal areas of Cerrado can be as rich as their core areas, even by the contribution of floristic elements of other forest formations. The results also reinforce the existence of a high floristic heterogeneity in the Cerrado, even at relatively short distances (≤60 km), which can be triggered by differences between fragments in respect to soil characteristics, disturbance history and proximity to other forest formations. <![CDATA[LAND USE AND LAND OCCUPATION ANALYSIS AND MAPPING OF THE ALTO DESCOBERTO HYDROGRAPHIC BASIN, DF/GO, USING A FUZZY RULE-BASED AUTOMATIC CLASSIFICATION]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100003&lng=es&nrm=iso&tlng=es A Bacia do Alto do Descoberto é importante fonte de água para o Distrito Federal. Essa bacia tem apresentado ao longo dos anos expansão agrícola e urbana em detrimento das áreas de vegetação natural. A ocupação inadequada, assim como a falta de planejamento do uso e ocupação do solo, pode levar a alterações do escoamento superficial e, consequentemente, do ciclo hidrológico, a feições erosivas, à contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos e ao desequilíbrio do ecossistema da região. Portanto, o monitoramento e a análise do uso e ocupação do solo são imprescindíveis na prevenção desses impactos e na manutenção dos mananciais. Dessa forma, este estudo tem como objetivo o mapeamento e a análise comparativa do uso e ocupação do solo da Bacia do Alto do Descoberto entre os anos 1994 e 2011. As classificações de uso e ocupação do solo foram elaboradas utilizando um classificador orientado ao objeto baseado em regras e lógica nebulosa, permitindo uma análise dos avanços do uso do solo e a perda da cobertura vegetal da bacia. O sistema de classificação utilizado foi considerado bem-sucedido, com índice de exatidão temática (Kappa) de 0,64. Apesar de ainda haver algumas confusões temáticas no processo de classificação, as análises comparativas entre as classes temáticas dos mapas dos referidos anos evidenciaram a forte expansão agrícola da região em aproximadamente 11% da área da bacia, bem como uma perda de vegetação natural.<hr/>The Alto Descoberto basin is an important water source for the Distrito Federal. During the past years, this basin has suffered an agriculture and urban expansion over the natural areas. The inadequate land use associated with a lack of planning the use and occupation of the land, can lead to alteration in the superficial water flow and hydrological cycle, to siltation, to pollution of the superficial and underground water bodies and also towards an unbalanced environment in the region. Because of that, the monitoring and analysis of land use and occupation are extremely needed in the prevention of these impacts and maintenance of the water bodies. Keeping that in mind, this study aimed to perform the mapping and comparative analysis of the land use and occupation of the soil of the Alto do Descoberto basin between 1994 and 2011. The classifications of use and occupation of the soil were elaborated using a classifier oriented to the fuzzy rulebased object, allowing the analysis of the advances of the soil use and loss of vegetal coverage of the basin. The classification system was considered successful, with thematic accuracy (Kappa index) of 0.64. Although there are still some thematic confusions during the classification process, the comparative analysis among theme classes of the maps of the referred years showed a strong agriculture expansion of the region in approximately 11% of the river basin area, as well as a loss of the natural vegetation. <![CDATA[DEVELOPMENT AND VALIDATION OF ANALYTICAL METHODOLOGY BY SPECTROPHOTOMETRY IN THE VISIBLE FOR QUANTIFICATION OF TOTAL TANNINS IN THE STEM BARK OF <em>Simarouba amara</em> Aubl.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100004&lng=es&nrm=iso&tlng=es As cascas do caule de Simarouba amara Aubl., Simaroubaceae, são amplamente utilizadas pela medicina popular brasileira e de vários países das Américas Central e do Sul para o tratamento de malária, parasitas intestinais, diarreia, anemia e febre. Apesar de os quassinoides serem considerados os marcadores quimiotaxonômicos da espécie, a indisponibilidade de padrões para comercialização tem sido um dos grandes obstáculos à realização de seu controle de qualidade. Diante disso, o propósito deste estudo foi o desenvolvimento e validação de metodologia analítica por espectrofotometria para a quantificação do teor de taninos totais das cascas do caule de S. amara, visto que esta classe de metabólitos é uma das mais abundantes e representativas já descritas para a espécie. O método proposto baseou-se na quantificação a 760 nm, após a adição do reagente Folin-Ciocalteu, e sua validação incluiu todos os parâmetros preconizados pela RE 899. Os resultados indicaram que o método proposto foi adequadamente desenvolvido e validado, constituindo ferramenta analítica útil para o controle de qualidade de S. amara.<hr/>The stem bark of Simarouba amara Aubl., Simaroubaceae, is widely used in Brazilian folk medicine and in many countries of Central and South America for the treatment of malaria, intestinal parasites, diarrhea, anemia and fever. Although quassinoids are considered chemotaxonomic markers of the species, the unavailability of commercialization standards stay as a challenge for its quality control. Therefore, the purpose of this study was the development and validation of an analytical methodology by spectrophotometry to quantify the total tannin content from stem bark of S. amara, since this class of metabolites is one of the most abundant and representative in the species. The proposed method was based on quantification at 760 nm after addition of Folin-Ciocalteu reagent and its validation included all parameters recommended by the RE 899. The results showed that the proposed method was adequately developed and validated, and it is an useful analytical tool for the quality control of S. amara. <![CDATA[FLORISTIC AND STRUCTURE OF THE TREE COMPONENT OF AN ATLANTIC RAINFOREST IN SANTA CATARINA STATE, BRAZIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100005&lng=es&nrm=iso&tlng=es Para ampliar o conhecimento sobre a Floresta Ombrófila Densa Montana no Estado de Santa Catarina, foi realizado estudo florístico e fitossociológico do componente arbóreo. Neste estudo, foi usado o método do ponto quadrante (250 pontos), incluindo todos os indivíduos com Diâmetro à Altura do Peito (DAP) mínimo de 5 cm. A composição florística resultou em riqueza total de 102 espécies. A densidade total arbórea foi de 2.034 indivíduos.ha-1. As famílias com maior número de espécies foram Myrtaceae, Lauraceae, Fabaceae e Annonaceae, e entre as espécies com maior valor de importância estão Euterpe edulis Mart. e Ficus adathodifolia Schott ex Spreng. A classificação das espécies arbóreas em grupos ecológicos indicou ligeira predominância de espécies dos estádios finais (56%) sobre as espécies dos estádios iniciais da sucessão, indicando que a vegetação se encontra em estádio avançado da sucessão ecológica. A síndrome de dispersão predominante entre as espécies arbóreas foi a zoocoria, identificada em 77% delas, seguida pela anemocoria, que representou 15% dos casos. Os resultados apresentados contribuirão para posteriores estudos de dinâmica em remanescentes de Floresta Ombrófila Densa Montana e para programas de manejo, preservação e recuperação ambiental.<hr/>To enlarge the knowledge of an Atlantic rainforest in Santa Catarina State, a floristic and phytosociological study of the tree component was carried out. In this study, the quadrant-point method (250 points) was used, including all the individuals with minimum DBH (diameter at breast height) of 5 cm. The floristic composition resulted in a total richness of 102 species. The tree total density was 2,034 individuals.ha-1. The families with the highest number of species were Myrtaceae, Lauraceae, Fabaceae, and Annonaceae, and among species with highest importance value are Euterpe edulis Mart. and Ficus adathodifolia Schott ex Spreng. The tree species classification in ecological groups showed a slight predominance of the late secondary species (56%) over species of early succession, indicating that the vegetation is in the advanced stage of ecological succession. Zoochory was the most frequently observed syndrome (77%), followed by anemochory (15%). The results will contribute to further studies on remnant of Atlantic Rainforest in Santa Catarina State dynamic and to environmental management, preservation and recovery programs. <![CDATA[LEAF FALL INDICATES VULNERABILITY OF WOODY SPECIES TO FIRE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100006&lng=es&nrm=iso&tlng=es Pesquisas indicaram que a ocorrência de queimadas pode ocasionar comportamentos fenológicos divergentes aos padrões comumente descritos. Este estudo teve como objetivo avaliar se a deciduidade foliar pode indicar a vulnerabilidade de espécies lenhosas ao fogo. Os índices de atividade e intensidade de diferentes fenofases foram comparados entre indivíduos queimados e não queimados de espécies lenhosas com diferentes graus de deciduidade foliar (decídua, semidecídua e sempre-verde). Para a espécie decídua, as fenofases vegetativas foram similares entre indivíduos queimados e não queimados. Indivíduos queimados de uma espécie semidecídua apresentaram maior intensidade e atividade das fenofases vegetativas. Para as espécies sempre-verdes, foi registrado o estímulo à produção de novas folhas, retardamento de folhas expandidas e senescentes para indvíduos queimados. Quanto à fenologia reprodutiva, em indivíduos queimados, foram registradas menor intensidade e atividade de frutos verdes e maduros para espécies decídua e semidecídua, bem como o estímulo da floração e da frutificação para as espécies sempre-verdes. A periodicidade das fenofases pode ser modulada pela ocorrência do fogo mesmo após um intervalo de dois anos. O efeito do fogo foi gradualmente mais pronunciado de espécies decíduas às sempre-verdes, o que indica maior vulnerabilidade de espécies lenhosas sempre-verdes a esse distúrbio.<hr/>Studies demonstrated that the occurrence of fires may cause phenological behaviours that diverge from commonly described patterns. The aim of this study was to evaluate whether the vulnerability of woody species to fire can be indicated by leaf deciduousness. The activity index and the intensity index of different phenophases were compared between burned and unburned individuals of woody species with different levels of leaf deciduousness (deciduous, semideciduous and evergreen). For the deciduous species, the vegetative phenophases were similar between burned and unburned individuals. For the semideciduous species, burned individuals showed higher intensity and activity of the vegetative phenophases. For the evergreen species, the stimulus for production of new leaves and retardation of expanded and senescent leaves was recorded in burned individuals. In terms of reproductive phenology, in burned individuals, lower intensity and activity of unripe and ripe fruits were recorded for deciduous and semideciduous species, whereas the stimulus for flowering and fruiting was recorded for evergreen species. The periodicity of the phenophases can be modulated by the occurrence of fire even after an interval of two years. The effect of the fire was gradually more pronounced from deciduous to evergreen species, indicating the higher vulnerability of evergreen woody species to this type of disturbance. <![CDATA[EVALUATION OF FOREST RESTORATION METHODS OF TABLELAND FOREST, ES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste estudo foi avaliar o crescimento de espécies florestais nativas mediante a utilização de diferentes métodos de restauração florestal e submetidas a diferentes técnicas de manutenção, em uma Mata de Tabuleiros. O experimento foi instalado em agosto de 2007, na Reserva Natural Vale (RNV), Linhares, ES, em blocos casualizados que consistiram em quatro tratamentos e três repetições, sendo: T1 (Controle) controle de formigas-cortadeiras; T2 capina química seletiva e controle de formigas e das espécies tolerantes ao herbicida; T3 Idem ao T2 + plantio de 14 espécies pioneiras da Mata Atlântica (espaçamento: 5 x 5 m) intercalado com semeio de Sesbania grandiflora em covas; e T4 Idem ao T2 + plantio de 54 espécies da Mata Atlântica (3 x 3 m). Foram medidos e identificados os indivíduos com DAP ≥ a 5 cm, no momento da implantação do experimento e nos três anos posteriores. No terceiro ano, também foi coletado o IAF. As famílias mais ricas em espécies no terceiro ano de estudo foram Fabaceae, Anacardiaceae e Lecythidaceae, sendo somente no T4 observadas espécies nos quatro grupos ecológicos. O maior índice de área foliar foi observado no T3, indicando maior sombreamento da área. O ingresso de número de indivíduos e de área basal foi superior nos T3 e T4, sugerindo maior crescimento da vegetação, em que houve plantio de mudas. De forma geral, a eliminação da matocompetição atuou positivamente no crescimento da vegetação arbórea.<hr/>The aim of this study was to evaluate the growth of native forest species using different forest restoration methods and under different maintenance techniques, in a Tableland Forest. The experiment was installed in August 2007 in ‘Reserva Natural Vale (RNV), Linhares, ES, in a randomized blocks that consisted of 4 treatments and 3 replications: T1 (control) ants control; T2 selective chemical weeding, ants control and control of herbicide tolerant species; T3 same as T2 + planting of 14 pioneer species of the Atlantic Rainforest (spacing: 5 x 5 m) and intercalated seeding of Sesbania grandiflora in pits; and T4 same as T2 + planting of 54 species of the Atlantic Rainforest (3 x 3 m). Plants with DBH ≥ 5 cm were measured and identified at the time of the installation of the experiment and the three subsequent years. In the third year the IAF was also collected. The richest families in species in the third year of study were Fabaceae, Anacardiaceae and Lecythidaceae, and only in T4 species were observed in the four ecological groups. The higher leaf area index was observed in T3, indicating greater shading area. The ingrowth of plants and basal area was higher in T3 and T4, suggesting greater vegetation growth, where seedlings were planted. In general, the elimination of weed competition worked positively in the tree growth. <![CDATA[GENOTYPES X ENVIRONMENTS INTERACTION FOR PRODUCTIVITY OF <em>Eucalyptus</em> L'Hér. CLONES IN THE STATE OF RIO GRANDE DO SUL, BRAZIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100008&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este trabalho objetivou estudar a interação genótipos em ambientes de clones de Eucalyptus em quatro ambientes do Estado do Rio Grande do Sul. Os ensaios foram conduzidos nas áreas da empresa CMPC Celulose Riograndense, nos Municípios de Minas do Leão (Horto Florestal Cambará), Encruzilhada do Sul (Horto Florestal Capivara), Dom Feliciano (Horto Florestal Fortaleza) e Vila Nova do Sul (Horto Florestal São João). No ano 2007, foi implantada uma rede de testes clonais com 864 clones de Eucalyptus, pertencentes a 37 espécies e híbridos. Aos 3 anos de idade, foram mensurados o diâmetro à altura do peito (dap) e a altura total (Ht) das árvores dos experimentos. O incremento médio anual (IMA) foi calculado de acordo com o volume individual por clone e o estande de plantas por hectare na idade de avaliação do teste clonal. Os resultados da correlação genotípica entre os ambientes variaram de 0,39 a 0,56, demonstrando que ocorreu interação genótipos x ambientes significativa dos caracteres avaliados. Esses resultados indicam que é necessário selecionar clones específicos, nas combinações de ambientes com baixa correlação genética entre si. Ocorreu baixa correção genética entre os ambientes Cambará x Capivara; Cambará x São João; Capivara x Fortaleza; Capivara x São João; e Fortaleza x São João. Dessa maneira, para este estudo foram necessárias três unidades de manejo para minimizar os efeitos da interação genótipos x ambientes. Incluindo a seleção por estabilidade, adaptabilidade e os dois atributos simultaneamente, ocorreu mudança de clones e de posição entre os clones no ordenamento de seleção. Com a seleção simultânea por estabilidade e adaptabilidade (MHPRVG), os ganhos aumentaram em comparação com a seleção pelos valores genotípicos preditos entre os ambientes, principalmente, e houve incremento dos ganhos em relação à testemunha comercial. Por exemplo, os cinco melhores clones pelo critério MHPRVG apresentaram-se 56% superiores à testemunha comercial para a característica produtividade em volume.<hr/>The present study aimed to study the genotypes interaction in environments of Eucalyptus clones, in four environments in the state of Rio Grande do Sul. The tests were conducted in the areas of company CMPC Celulose Riograndense, in the municipalities of Minas do Leão (farm Cambará), Encruzilhada do Sul (farm Capivara), Dom Feliciano (farm Fortaleza) and Vila Nova do Sul (farm São João). In 2007, a network of clonal tests was implanted with 864 clones of Eucalyptus, belonging to 37 different species and hybrids. At three years of age, we measured the diameter at breast height (dbh) and total height (Ht) of the trees of the experiments. The mean annual increment (MAI) was calculated according to the individual volume per clone and plant stand in hectare at age of evaluation of clonal test. The results for the genotypic correlations among environments ranged from 0.39 to 0.56, showing that there was significant genotype x environment interaction for all the evaluated characteristics. These results indicate that it is necessary to select specific clones for combinations of environments with low genetic correlation between them. Low genetic correlation occurred between cambará x capivara; cambará x são joão; capivara x fortaleza; capivara x são joão; and fortaleza x são joão. Thus, for this study three management units were necessary to minimize the effects of genotypes x environments interaction. Including selection for stability, adaptability, and both attributes simultaneously, there was a change between clones and the position of the clones in the order of selection. With the simultaneous selection for stability and adaptability (MHPRVG), the gains increased compared to the selection for predicted genotypic values among environments, especially; and there was an increase in gains compared to the commercial control. For example, the five best clones according to the criterion MHPRVG are 56% higher than the commercial control for the characteristic productivity in volume. <![CDATA[VEGETATIVE RESCUE AND CUTTINGS PROPAGATION OF <em>Araucaria angustifolia</em> (Bertol.) Kuntze]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Brazilian pine or araucaria (Araucaria angustifolia) is a coniferous tree with great economic, social and environmental importance in southern Brazil, being exploited for both wood production and for its edible pine nuts. However, no efficient cloning techniques are available and, therefore, the purpose of this study was to evaluate the effectiveness of vegetative rescue methods for cuttings propagation of the species. Shoots/cuttings were generated in two ways: 26 years old trees underwent coppicing and 20 years old trees had the primary branches on the upper third of crown pruned at 2, 20 and 50 cm from the main trunk. Orthotropic shoots were rooted after application of indole-3-butyric acid (IBA) at 0, 2, 4 and 6 g.L-1. Coppicing produced 47 cuttings per plant with 90% orthotropic shoots, while pruning resulted in 182 cuttings per plant with 44% orthotropic shoots. Rooting success indexes were low with no influence of IBA, although they are slightly superior to the ones available in the literature for the species, ranging from 12 to 30% for the coppice shoots and from 0 to 28% for the branches shoots. We conclude that both vegetative rescue techniques are viable and have potentially important applications. Coppicing is recommended for the propagation aiming the production of wood, while shoots derived from the side branches of the crown are more appropriate for seeds orchards formation.<hr/>A araucária, ou pinheiro-brasileiro (Araucaria angustifolia), é uma conífera subtropical de grande importância econômica, social e ambiental no Sul do Brasil, sendo explorada para produção de madeira e pinhão. No entanto, técnicas eficientes de clonagem não estão disponíveis e, assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade de métodos de resgate vegetativo para estaquia da espécie. Brotações/estacas foram geradas de duas maneiras: árvores de 26 anos sofreram corte raso (decepa) e árvores de 20 anos tiveram seus ramos primários no terço superior da copa podados a 2, 20 e 50 cm do tronco principal. Brotações ortotrópicas foram enraizadas após a aplicação do ácido indol-3-butírico (AIB), a 0, 2, 4 e 6 g.L-1. A decepa produziu 47 estacas por planta, com 90% de brotações ortotrópicas, enquanto a poda de galhos resultou em 182 estacas por planta, com 44% de brotações ortotrópicas. Os índices gerais de enraizamento foram baixos, sem influência do AIB, embora sejam ligeiramente superiores àqueles disponíveis na literatura para a espécie, com variação de 12-30% para as brotações de decepa e de 0-28% para brotações de galhos da copa. Conclui-se que ambas as técnicas de resgate vegetativo são viáveis e têm aplicações potencialmente importantes. A decepa é indicada para a propagação visando à produção de madeira, enquanto brotações derivadas dos ramos laterais da copa são mais apropriadas para a formação de pomares de sementes. <![CDATA[DETERMINACIÓN DE MEDIOS DE CULTIVO Y PH PARA LA MASIFICACIÓN in vitro DE CEPAS DE <em>Suillus luteus</em> Aubl. ASOCIADAS A <em>Pinus radiata</em> D. Don Y <em>Scleroderma citrinum</em> Pers. ASOCIADAS A <em>Eucalyptus globulus</em> Labill. DE LA REGIÓN DEL BIOBÍO, CHILE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100010&lng=es&nrm=iso&tlng=es El uso de agentes biológicos en la producción en vivero ha aflorado como un elemento que permite no sólo mejorar la calidad morfológica y fisiológica de las plantas, sino que también posibilitar un mayor éxito en el ámbito silvicultural de una plantación. Estos agentes biológicos requieren de un ambiente óptimo para crecer, asociarse y reproducirse. El objetivo de este estudio fue determinar la dependencia del pH y el medio de cultivo en el crecimiento in vitro de distintas cepas de Suillus luteus y Scleroderma citrinum asociadas a Pinus radiata y Eucalyptus globulus, respectivamente. El estudio se realizó en condiciones controladas de temperatura y humedad, disponiendo los inóculos en placas Petri con diferentes medios cultivo, evaluando parámetros de crecimiento y biomasa a los 38 días para S. luteus y 105 días para S. citrinum. Los resultados indican que tanto el medio de cultivo, el pH del medio, así como las cepas de cada especie estudiada, son determinantes en las respuestas de crecimiento de los hongos ectomicorrícicos in vitro evaluados. Las cepas de S. luteus se desarrollaron adecuadamente en un medio de cultivo con abundancia de nutrientes (BAF, MMN) como en baja presencia de ellos (EMA), y con pH más bien ácido (4,8 y 5,8). Por otro lado, las cepas de S. citrinum presentaron, para los mismos ambientes, un desarrollo inferior y lento, no obstante, la cepa Sc8 se reprodujo de forma óptima y rápida bajo un medio de cultivo BAF y con un pH moderadamente ácido de 5,8.<hr/>O uso de agentes biológicos na produção em vivero tem surgido como elemento que permite não só melhorar a qualidade morfológica e fisiológica das plantas, como também posibilitar maior sucesso no ámbito silvicultural de uma plantação. Esses agentes biológicos requerem ambiente ótimo para crescer, se associar e reproduzir. O objetivo deste estudo foi determinar a dependência do pH e a média de cultivo no crescimento in vitro de diferentes cepas de Suillus luteus e Scleroderma citrinum associadas a Pinus radiata e Eucalyptus globulus, respectivamente. O estudo foi realizado sob condições de temperatura e umidade controladas, com o inóculo em placas de Petri com diferentes meios de cultura e avaliação de parâmetros de crescimento de biomassa por 38 dias para S. luteus e 105 dias para S. citrinum. Os resultados indicaram que tanto o meio de cultivo quanto o pH do meio, bem como as cepas da cada espécie estudada, são determinantes nas respostas de crescimento dos fungos ectomicorrízicos in vitro avaliados. As cepas de Suillus luteus desenvolveram-se adequadamente num meio de cultivo com abundância de nutrientes (BAF e MMN), como baixa presença deles (EMA) e com pH bem mais ácido (4,8 e 5,8). Entretanto, as cepas de Scleroderma citrinum apresentaram, nos mesmos ambientes, desenvolvimento inferior e lento, não obstante a cepa Sc8 ter-se reproduzido, de forma ótima e rápida, baixo meio de cultivo BAF e pH moderadamente ácido 5,8. <![CDATA[PHYSIOLOGY OF SEED GERMINATION OF <em>Dalbergia nigra</em> (Vell.) Allemão ex Benth. UNDER DIFFERENT TEMPERATURES AND EXPOSURE TIMES]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100011&lng=es&nrm=iso&tlng=es A germinação de sementes é dependente de fatores abióticos, sendo a temperatura um dos principais, cuja influência, em condições extremas, causa danos às sementes. Este trabalho teve por objetivo investigar o efeito das diferentes temperaturas durante a germinação de Dalbergia nigra e suas implicações na fisiologia das sementes. Avaliaram-se o percentual de germinação, o índice de velocidade de germinação (IVG) e a integridade de membranas celulares pelo teste de condutividade elétrica de sementes em diferentes tempos de exposição às temperaturas de 5, 15, 25 (controle), 35 e 45 ºC. A temperatura de 25 ºC correspondeu à temperatura ideal de germinação. Em temperaturas de 5 e 45 ºC, a germinação foi nula. Houve redução da germinação de sementes de D. nigra com o aumento do tempo de exposição das sementes às temperaturas de 5, 15, 35 e 45 ºC. Diferentemente das demais temperaturas, a semipermeabilidade da membrana não é recuperada nas temperaturas de 5 e 45 ºC. A condutividade elétrica é uma técnica eficiente para avaliar a qualidade fisiológica das sementes em diferentes temperaturas.<hr/>The seeds germination depends on abiotic factors, the temperature being one of the most important, whose influence, in extreme conditions, causes damage to the seeds. The present study aimed to investigate the effect of different temperatures during germination of Dalbergia nigra and its implications in the physiology of the seeds. We evaluated the percentage of germination, germination speed index (GSI) and integrity of cell membranes by electrical conductivity test of seeds at different times of exposure to temperatures of 5, 15, 25 (control), 35 and 45 ºC. The temperature of 25 ºC was the ideal temperature for germination. At temperatures of 5 and 45 ºC germination was null. There was a reduction of germination of D. nigra seeds with the increase of the exposure time of the seeds at temperatures of 5, 15, 35 and 45 ºC. Unlike other temperatures, the semipermeability of the membrane is not recovered at temperatures from 5 to 45 ºC. Electrical conductivity is an efficient technique to evaluate the physiological quality of the seeds at different temperatures. <![CDATA[<em>In vitro</em> EVALUATION OF EUCALYPTUS ECTOMYCORRHIZAE ON SUBSTRATE WITH PHOSPHORUS DOSES FOR FUNGAL PRE-SELECTION]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100012&lng=es&nrm=iso&tlng=es The benefit promoted by ectomycorrhizal depends on the interaction between symbionts and phosphorus (P) contents. Phosphorus effect on ectomycorrhizal formation and the effectiveness of these in promoting plant growth for fungal pre-selection were assessed under in vitro conditions. For P effect evaluation, Eucalyptus urophylla seedlings inoculated with four Pisolithus sp. isolates and others non-inoculated were grown on substrate containing 0.87, 1.16 and 1.72 mg P per plant. For evaluation of effectiveness and fungal pre-selection, other 30 isolates of Pisolithus sp., Pisolithus microcarpus ITA06 isolate, Amanita muscaria AM16 isolate, Scleroderma areolatum SC129 isolate were studied. D26 isolate promoted the highest plant heights for the three P doses, D51 at the lower dose and D72 at the intermediate dose. P doses did not influenced shoot fresh weight and fungal colonization. In the pre-selection of fungi, 14 isolates of Pisolithus sp., P. microcarpus ITA06 isolate and S. areolatum SC129isolate increased plant height and fresh weight. D82 isolate of Pisolithus sp. had effect singly on plant height while D17 and D58 on fresh weight. Of these, only D15, D17, D58 and ITA06 had typical ectomycorrhizae. The cultivation in vitro has shown adequate for pre-selection of ectomycorrhizal fungi. Colonization and benefits depend on species and isolate. D15, D17 and D58 of Pisolithus sp. and P. microcarpus isolate ITA06 are the most promising for nursery studies.<hr/>O benefício promovido pelas ectomicorrizas é dependente da interação entre os simbiontes e dos teores de fósforo (P). O efeito do P na formação de ectomicorrizas e a efetividade destas na promoção do crescimento das plantas para pré-seleção de fungos foram estudadas in vitro. Para avaliação do efeito do P, plântulas de Eucalyptus urophylla inoculadas com quatro isolados de Pisolithus sp. e não-inoculadas foram crescidas em substrato com 0,87, 1,16 e 1,72 mg de P por planta. Para avaliação da efetividade e pré-seleção de fungos, outros 30 isolados de Pisolithus sp., Pisolithus microcarpus isolado ITA06, Amanita muscaria isolado AM16, Scleroderma areolatum isolado SC129 foram estudados. O isolado D26 promoveu a maior altura das plantas nas três doses de P, o D51 na menor dose e o D72 na dose intermediária. As doses de P não influenciaram a massa fresca da parte aérea e a colonização. Na pré-seleção de fungos, 14 isolados de Pisolithus sp., P. microcarpus isolado ITA06 e S. areolatum isolado SC129 aumentaram a altura e a massa fresca das plantas (MFP). O isolado D82 de Pisolithus sp. aumentou somente a altura e o D17 e D58 aumentaram somente a MFP. Destes, somente para o D15, D17, D58 e ITA06 observou-se ectomicorrizas típicas. O cultivo in vitro demonstrou-se adequado para a pré-seleção de fungos ectomicorrízicos. A colonização e os benefícios são dependentes da espécie e também do isolado fúngico. Os isolados D15, D17 e D58 de Pisolithus sp. e P. microcarpus isolado ITA06 são os mais promissores para estudos em viveiros. <![CDATA[TERMITE SPECIES (ISOPTERA) IN EUCALYPTUS CULTURE UNDER DIFFERENT IRRIGATION MANAGEMENT SYSTEMS, IN A REGION OF TRANSITION FROM CERRADO TO PANTANAL IN MATO GROSSO DO SUL, BRAZIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100013&lng=es&nrm=iso&tlng=es O eucalipto sofre severos danos por cupins durante a implantação das mudas no campo, sendo considerada praga importante da cultura. No ecótono Cerrado/Pantanal não existem estudos anteriores sobre a ocorrência de cupins em plantações de eucalipto. O objetivo foi conhecer a riqueza de cupins, sua distribuição nos tratamentos e a influência do ambiente nas populações de cupins, nos híbridos de eucalipto Eucalyptus grandis x E. camaldulensis e Eucalyptus urophylla x E. grandis com fertirrigação por gotejamento, microaspersão e sequeiro. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 10 tratamentos e quatro repetições. A riqueza de cupins foi associada pela Análise de Correspondência e pela influência climática pela Análise de Componentes Principais. Os cupins foram coletados de março de 2012 a fevereiro de 2013, em 432 parcelas de 4,0 x 2,25 m, em uma área de 3 ha, seguindo o protocolo rápido de coleta, observando-se a serrapilheira, e até 30 cm de profundidade no solo. Obtiveram-se 18 espécies de Termitidae, Rhinotermitidae, Heterotermitinae, Syntermitinae, Apicotermitinae e Nasutitermitinae. Nos tratamentos com gotejamento, houve a maior frequência total, com presença de 18 espécies de cupins nos híbridos, sem associação significativa. A associação entre espécies de cupins e tratamentos constituiu quatro grupos. A precipitação e a umidade relativa do ar influenciaram significativamente na comunidade dos cupins. Portanto, a maior riqueza de espécies ocorreu nos tratamentos com gotejamento. Das espécies consideradas pragas de eucalipto, destacou-se Syntermes molestus, pela sua maior frequência durante as coletas. Ocorreu diferença significativa na distribuição das espécies de cupins associadas aos tratamentos entre os meses de coleta. A riqueza e a distribuição dos cupins são influenciadas ao longo do ano pelos diferentes manejos de irrigação em áreas de cultivo de eucalipto.<hr/>Eucalyptus suffers severe damage by termites during deployment of seedlings in the field, and it is an important pest of the crop. In the ecotone Cerrado/Pantanal there are no previous studies on the occurrence of termites in eucalyptus plantations. The objective was to know the richness of termites, their distribution in treatments and the influence of the environment on the population of termites in Eucalyptus hybrid Eucalyptus grandis x E. camaldulensis and Eucalyptus urophylla x E. grandis with fertigation by dripping, micro sprinkler and only rain (dryland). The experimental design was a randomized block design with 10 treatments and four replications. The richness of termites was associated by Correspondence Analysis and climate influence by Principal Component Analysis. Termites were collected from March 2012 to February 2013, in 432 plots of 4.0 x 2.25 m , in an area of 3 ha, following the rapid protocol for collection, observing the litter and up to 30 cm into the ground. 18 species were obtained of Termitidae, Rhinotermitidae, Heterotermitinae, Syntermitinae, Apicotermitinae and Nasutitermitinae. In treatments with dripping there was the highest total frequency with the presence of 18 species of termites in the hybrids, and no significant association. The association between termite species and treatments constituted four groups. Rainfall and relative humidity significantly influenced the termites community. Therefore, the highest species richness occurred in treatments with dripping. Among the species considered as pests of eucalyptus, Syntermes molestus stood out by their greater frequency during collections. There was a significant difference in the distribution of termite species associated with treatments between the months of collection. The richness and the distribution of termites are affected throughout the year by different irrigation managements on plantations of eucalyptus. <![CDATA[GROWING AND SURVIVAL OF TREE SPECIES IN DIFFERENT PLANTING MODELS ON THE RECOVERY OF AN AREA DEGRADED BY URBAN SOLID WASTES DISPOSAL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100014&lng=es&nrm=iso&tlng=es Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o desenvolvimento silvicultural e a sobrevivência das espécies em diferentes modelos de plantio de mudas para recuperação da área do lixão de Inconfidentes – Sul de Minas Gerais/Brasil, a qual se encontra com deficiência de vegetação, o que proporciona impactos visual e ambiental, com o intuito de indicar diferentes espécies vegetais que possam ser ideais para serem utilizadas na requalificação dos lixões. O experimento foi instalado no delineamento estatístico inteiramente casualizado com quatro modelos de plantio envolvendo mudas de 11 espécies arbóreas nativas e da gramínea Chrysopogon zizanioides (M1- Leguminosas; M2- Leguminosas + Chrysopogon zizanioides; M3- nativas e M4- Eremanthus erytropappus e Nectandra lanceolata) e três repetições. As parcelas de 3 x 5 m de cada tratamento foram compostas por 15 mudas arbóreas, sendo acrescidas em cada modelo de plantio M2 oito mudas da gramínea Vetiver (C. Zizanioides). Foram avaliados ao longo de 20 meses a altura das plantas, o diâmetro do caule ao nível do solo, a área de copa e a sobrevivência, em intervalos de 30 dias. Os dados do crescimento silvicultural e sobrevivência entre os tratamentos e entre as espécies foram submetidos à análise de variância e as médias, comparadas pelo teste de Scott Knott a 5% de probabilidade. A partir da análise dos resultados da recuperação da área do desativado Lixão de Inconfidentes – Sul de Minas Gerais/Brasil, conclui-se que o modelo de plantio M2 e as espécies Bauhinia forficata, Eritrina falcata, Senna multijuga, Schizolobium parahyba e Schinus terebinthifolius são as mais indicadas para recuperação da área.<hr/>The project goal is to evaluate the silvicultural development and the survival of species in different seedlings planting models for the recovery of the landfill area in Inconfidentes – South of Minas Gerais/ Brazil, which shows lack of vegetation, causing visual and environmental impact. This paper also aims to suggest different species that may be used on the requalification of landfills. This experiment was installed in a completely randomized statistic design with four plantation models and seedlings of 11 native tree species and also a grass species, Chrysopogon zizanioides (M1-Legume; M2-Legume + Chrysopogon zizanioides; M3-native and M4-Eremanthus erytropappus and Nectandra lanceolata) and three repetitions. The plots of 3 x 5 m of each treatment were composed by 15 tree seedlings and on each M2 planting model eight seedlings of the Vetiver grass (C. Zizanioides) were added. During 20 months the height of those plants, the trunk diameter on soil level, the canopy area and survival were evaluated in gaps of 30 days. The data about the silvicultural growth and survival among those treatments and among species were submitted to variance analysis and the mean values were compared by the Scott Knott test at a 5% probability. Based on the results of the recovery of the inactivated landfill area in Inconfidentes – South Minas Gerais/Brazil, it is possible to conclude that the plantation model M2 and the species Bauhinia forficate, Eritrina falcate, Senna multijuga, Schizolobium parahyba and Schinus terebinthifolius are the most indicated species for that area recovery. <![CDATA[HOST PLANTS OF <em>Thyrinteina arnobia</em> (LEPIDOPTERA: GEOMETRIDAE) AFFECT THE DEVELOPMENT OF PARASITOIDS <em>Palmistichus elaeisis</em> (HYMENOPTERA: EULOPHIDAE)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100015&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do parasitismo e a biologia da prole do parasitoide Palmistichus elaeisis Delvare e La Salle (Hymenoptera: Eulophidae) em pupas de Thyrinteina arnobia Stoll (Lepidoptera: Geometridae) quando criadas em plantas de Psidium guajava ou Eucalyptus cloeziana. Ovos de T. arnobia foram coletados e colocados em sacos de tecido tipo organza envolvendo galhos de plantas de P. guajava (T1) e E. cloeziana (T2) até as lagartas alcançarem a fase de pupa. Trinta pupas de cada tratamento foram individualizadas em tubos de vidro e expostas ao parasitismo por quatro fêmeas de P. elaeisis por 24 h. Avaliaram-se a emergência da progênie do parasitoide por pupa; a porcentagem de parasitismo, pupas mortas e de adultos de T. arnobia emergidos; a duração do ciclo de vida (ovo-adulto);a longevidade; a razão sexual; e o tamanho da cápsula cefálica e do corpo do parasitoide. A porcentagem de parasitismo, a emergência de P. elaeisis por pupa, a longevidade das fêmeas e o tamanho da cápsula cefálica e do corpo dos machos do parasitoide foram menores quando seu hospedeiro foi criado em plantas de eucalipto. Isso pode ter ocorrido devido à grande quantidade de compostos do metabolismo secundário presentes nesta planta, que podem ser acumulados no corpo do herbívoro ao se alimentar, afetando negativamente o inimigo natural. Palmistichus elaeisis mostrou-se mais adaptado à mirtácea nativa da América P. guajava.<hr/>The objective of this study was to evaluate the efficiency of parasitism and biology of the parasitoid Palmistichus elaeisis Delvaree and La Salle (Hymenoptera: Eulophidae) progeny in pupae of Thyrinteina arnobia Stoll (Lepidoptera: Geometridae) when reared on plants of Psidium guajava or Eucalyptus cloeziana. Eggs of T. arnobia were collected and placed in organza bags involving branches of plants of P. guajava (T1) and E. cloeziana (T2) until the larvae reach the pupal stage. Thirty pupae from each treatment were placed in glass tubes and exposed to parasitism by four females of P. elaeisis for 24 hours. It was evaluated: the emergence of the parasitoid progeny per pupa, the percentage of parasitism, dead pupae and adults of T. arnobia emerged, the duration of the life cycle (egg to adult), longevity, sex ratio, the size of the cephalic capsule and body of the parasitoid. The percentage of parasitism, emergence of P. elaeisis per pupa, the female longevity, the size of the cephalic capsule and body of the parasitoid males were smaller when its host was created in eucalyptus plants. This may have occurred due to the large number of secondary metabolic compounds present in this plant, which can be accumulated in the body of the herbivore, negatively affecting the natural enemy. Palmistichus elaeisis was more adapted to Myrtaceae native of America P. guajava. <![CDATA[<em>Trichoderma spp.</em> IN EMERGENCE AND GROWTH OF CAMBARÁ SEEDLINGS (<em>Gochnatia polymorpha (Less.) Cabrera</em>)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100016&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste trabalho, o objetivo foi avaliar o efeito de isolados de Trichoderma spp. na emergência de plântulas e no crescimento de mudas de cambará (Gochnatia polymorpha). Utilizou-se, em casa de vegetação, substrato esterilizado e não esterilizado, sendo avaliados os efeitos de quatro isolados de trichoderma: TSM1 e TSM2 de Trichoderma viride, 2B2 e 2B22 de Trichoderma harzianum mais um mix preparado com a mistura desses quatro isolados, além de dois produtos comerciais à base de trichoderma. A análise dos dados permitiu concluir que os isolados de trichoderma testados não interferem na emergência das plântulas, mas os isolados 2B2 e 2B22 de T. harzianum apresentam potenciais como promotores de crescimento de mudas de cambará.<hr/>In this work, the objective was to evaluate the effect of Trichoderma spp. isolates on the emergence of plantules and growth of cambará seedlings (Gochnatia polymorpha). For that we used, in a greenhouse, sterilized and unsterilized substrates, where we evaluated the effects of four isolates of trichoderma; TSM1 and TSM2 of Trichoderma viride, 2B2 and 2B22 of Trichoderma harzianum, plus a mix prepared with the mixture of these four isolates, and two commercial products based on trichoderma. Data analysis showed that trichoderma isolates tested did not interfere in plantule emergence, but the isolates 2B2 and 2B22 of T. harzinum present potentials as growth promoters of cambará seedlings. <![CDATA[DIFFERENTIAL RESPONSE OF CLONES OF EUCALYPT TO GLYPHOSATE<sup>1</sup>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100017&lng=es&nrm=iso&tlng=es Weed control is commonly performed by the inter-row mechanical weeding associated to intrarow glyphosate directed spraying, causing a risk for drift or accidental herbicide application, that can affect the crop of interest. The objective was to evaluate the response of clones C219, GG100, I144, and I224 of eucalypt (Eucalyptus grandis x E. urophylla) to glyphosate doses of 0, 18, 36, 72, 180, 360, and 720 g of acid equivalent per hectare. The clones showed different growth patterns with regard to height, leaf number, stem dry weight, relative growth rate, net assimilation rate, and relative leaf growth rate. The clones I144 and GG100 were more susceptible to glyphosate, showing the doses required to reduce dry weight by 50% of 113.4 and 119.6 g acid equivalent per hectare, respectively. The clones C219 and I224 were less susceptible to glyphosate, showing the doses required to reduce dry weight by 50% of 237.5 and 313.5 g acid equivalent per hectare, respectively. Eucalyptus clones respond differently to glyphosate exposure, so that among I224, C219, GG100, and I144, the susceptibility to the herbicide is increasing.<hr/>O controle de plantas daninhas é comumente feito com roçadas na entrelinha associada a aplicações dirigidas de glyphosate na linha de plantio de culturas arbóreas, acarretando risco de deriva ou aplicação acidental do herbicida, que pode afetar a cultura de interesse. O objetivo foi avaliar a resposta dos clones C219, GG100, I144 e I224 de eucalipto (Eucalyptus grandis x E. urophylla) a doses de glyphosate de 0, 18, 36, 72, 180, 360 e 720 g de equivalente ácido por hectare. Os clones apresentaram padrões de crescimento distintos no que se refere a altura da planta, número de folhas, massa seca do caule, taxa de crescimento relativo, taxa de assimilação líquida e taxa de crescimento foliar relativo. Os clones I144 e GG100 foram mais suscetíveis ao glyphosate, sendo as doses necessárias para reduzir a massa seca em 50% de 113,4 e 119,6 g ea ha-1, respectivamente. Os clones C219 e I224 foram menos suscetíveis ao glyphosate, sendo as doses necessárias para reduzir a massa seca em 50% de 237,5 e 313,5 gae ha-1, respectivamente. Clones de eucalipto respondem diferentemente à exposição ao glyphosate, e entre I224, C219, GG100 e I144 a suscetibilidade é aumentada. <![CDATA[ESTUDIOS SOBRE EL COMPORTAMIENTO DE FORRAJEO DE <em>Acromyrmex lundi</em> Guering (HYMENOPTERA, FORMICIDAE) Y SU EFECTO SOBRE EL CRECIMIENTO DE PROCEDENCIAS DE <em>Eucalyptus globulus</em> Labill. (Myrtaceae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100018&lng=es&nrm=iso&tlng=es El ataque de las hormigas cortadoras es una de las principales razones de pérdida de plantas durante la etapa de establecimiento de un monte forestal. Los objetivos de este estudio fueron evaluar la intensidad de forrajeo de Acromyrmex lundi asociado a algunas condiciones ambientales y procedencias de Eucalyptus globulus y estimar el impacto de la herbivoría sobre el crecimiento inicial de estos árboles. Dos ensayos se llevaron a cabo durante dos temporadas estivo-otoñales consecutivas, en el Campo Experimental de la Universidad Nacional de Luján, Argentina. Los materiales de diferentes procedencias fueron dispuestos en bloques equidistantes a 5 m de un nido activo de A. lundi. Durante doce semanas se contabilizó el número de hojas cortadas por las hormigas y se registraron algunas variables meteorológicas. En el segundo año la mitad de las parcelas fue protegida de las hormigas y se midieron variables de crecimiento. Los materiales de todas las procedencias fueron atacadas por A. lundi, aunque el número de hojas cosechada fue significativamente diferente sólo entre los orígenes Flinders Island (52,5 hojas) y Nullo Mountain (28,5 hojas). El número de días lluviosos fue el único factor ambiental que se relacionó positivamente con la actividad de las hormigas.Todos los tratamientos redujeron significativamente la altura, el diámetro y el área foliar cuando fueron atacados por las hormigas. Las distintas procedencias compensaron diferencialemnte la herbivoría. Se discuten los resultados en función de los criterios a tener en cuenta para la selección de materiales genéticos como herramienta de manejo y control del ataque de A. lundi.<hr/>O ataque de formigas-cortadeiras é uma das principais razões da perda de plantas durante a fase de implementação de um plantio florestal. Os objetivos deste estudo foram avaliar a intensidade do ataque de forrageamento Acromyrmex lundi associada a algumas condições ambientais e procedências de Eucalyptus globulus e estimar o impacto do ataque dos insetos (herbivoria) sobre o crescimento inicial dessas árvores. Dois ensaios foram realizados por duas temporadas consecutvas (verão-outono) na área Experimental da Universidade Nacional de Luján, na Argentina. O material de diferentes procedências foi arranjado em blocos equidistantes a 5 m de um ninho ativo de A. lundi. Durante 12 semanas, contabilizou-se o número de folhas cortadas por formigas, e algumas variáveis meteorológicas foram registradas. No segundo ano, a metade das parcelas foi protegida das formigas, e as variáveis de crescimento foram mensuradas. O material de todas as procedências foi atacado por A. lundi, embora o número de folhas colhidas foi diferente significativamente apenas entre as origens Flinders Island (52,5 folhas) e Nullo Mountain Nullo (28,5 folhas). O número de dias de chuva foi o único fator ambiental positivamente relacionado com a atividade das formigas. Todos os tratamentos reduziram significativamente a altura, o diâmetro e a área foliar quando atacados por formigas. Os resultados são discutidos em função dos critérios a serem considerados na seleção de material genético como ferramenta para o manejo e combate ao ataque de A. lundi. <![CDATA[EFFECT OF SPACING, AGE AND IRRIGATION IN CHEMICAL COMPONENTS OF EUCALYPTUS WOOD]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100019&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da idade, da irrigação e do espaçamento na composição química da madeira de eucalipto. O material utilizado constituiu de dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla com idades de seis e 12 meses, provenientes de plantios em duas regiões, uma irrigada e outra não irrigada, com espaçamentos de 3 x 0,5; 1,5 x 2; 3 x 1; 3 x 2; e 3 x 3 m. Na análise química da madeira, foi realizada uma amostragem composta dos seis discos obtidos ao longo do fuste das árvores. Ao final do trabalho, foi possível verificar a influência da idade, do espaçamento e da irrigação na composição química da madeira e que o teor de holocelulose não seguiu padrão de tendência, havendo diferentes resultados em cada tratamento. Maiores valores de teor de extrativos ocorreram nos clones não irrigados e com idade de seis meses, não sendo verificadas influências dos espaçamentos. Os maiores resultados de teor de lignina foram obtidos nos maiores espaçamentos, embora não tenha sido verificado tendência de resultados de teor de lignina para idade e tratamento com irrigação. O teor de cinzas foi superior na idade de seis meses, e não se verificou tendência de resultados nos diferentes espaçamentos e regiões.<hr/>The objective of this study was to evaluate the influence of age, irrigation and spacing on the chemical composition of eucalyptus wood. The materials used were two clones of Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, ages of 6 and 12 months, from planting in two regions, one irrigated and the other not irrigated, with spacings of 3 x 0.5; 1.5 x 2; 3 x 1; 3 x 2; and 3 x 3 meters. In the chemical analysis of the wood, a sampling was conducted composed of six discs obtained along the tree trunk. At the end of this study, it was possible to notice the influence of age, spacing and irrigation in the chemical composition of the wood, and that the content of holocellulose did not follow trend pattern, with different results for each treatment. Higher values of extractives content occurred in non-irrigated clones and aged six months, with no influence of spacing. The major results of lignin content were obtained in greater spacings, although results tendency of lignin content was not seen for age and irrigated treatment. The ash content was higher at the age of six months and there was no results tendency for different spacings and regions. <![CDATA[EFFECT OF ADDING YERBA MATE PRUNING RESIDUES IN PARTICLEBOARD PANELS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100020&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade técnica da utilização de resíduos da poda de erva-mate na produção de painéis aglomerados. Foram produzidos painéis de aglomerados nas seguintes composições: 100% de pinus (T1), 100% de resíduos de erva-mate com casca (T2), 100% de resíduos de erva-mate sem casca (T3), 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate com casca (T4) e 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate sem casca (T5). Os painéis foram produzidos com o adesivo ureia-formaldeído a um teor de 8%, com ciclo de prensagem de 8 min, a 170 ºC e 30 kgf.cm-2. Os painéis produzidos com os resíduos de erva-mate apresentaram menor umidade de equilíbrio higroscópico (UEH), assim como menor absorção de água após 24 h de imersão (AA 24 h). Não houve diferença estatística entre os tratamentos quanto às propriedades de compressão, arrancamento de parafusos, dureza Janka e ligação interna. Os painéis produzidos com resíduos de erva-mate, assim como as misturas deles com partículas de pinus, apresentaram valores de módulo de ruptura à flexão estática inferiores aos estipulados pela norma brasileira NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Como não atenderam a um dos requisitos mínimos, painéis produzidos com resíduos de erva-mate não devem ser utilizados em substituição aos painéis de madeira aglomerada.<hr/>The aim of this study was to evaluate the technical feasibility of using residues from pruning yerba mate for manufacturing particleboard panels. Particleboard panels were produced containing: 100% pine (T1), 100% residues of yerba mate with bark (T2), 100% residues of yerba mate without bark (T3), 50% pine with 50% residues of yerba mate with bark (T4) and 50% pine with 50% residues of yerba mate without bark (T5). The panels were produced with an urea formaldehyde adhesive 8%, with a pressing cycle of 8 minutes at 170° C and 30 kgf.cm-2. The panels produced with residues of yerba mate showed less hygroscopic equilibrium moisture (HEM) and lower water absorption after 24 of immersion (AA 24 h). There was no statistical difference among the treatments as for the properties of compression, screws pullout, Janka hardness and internal bond. The panels produced with residues of yerba mate, as well as mixtures of these with pine particles, showed values of modulus of rupture in static bending lower than stipulated by the Brazilian standard NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Since they did meet one of the basic requirements, panels produced with residues of yerba mate should not be used to substitute wood particleboard panels. <![CDATA[ERRATA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100021&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade técnica da utilização de resíduos da poda de erva-mate na produção de painéis aglomerados. Foram produzidos painéis de aglomerados nas seguintes composições: 100% de pinus (T1), 100% de resíduos de erva-mate com casca (T2), 100% de resíduos de erva-mate sem casca (T3), 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate com casca (T4) e 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate sem casca (T5). Os painéis foram produzidos com o adesivo ureia-formaldeído a um teor de 8%, com ciclo de prensagem de 8 min, a 170 ºC e 30 kgf.cm-2. Os painéis produzidos com os resíduos de erva-mate apresentaram menor umidade de equilíbrio higroscópico (UEH), assim como menor absorção de água após 24 h de imersão (AA 24 h). Não houve diferença estatística entre os tratamentos quanto às propriedades de compressão, arrancamento de parafusos, dureza Janka e ligação interna. Os painéis produzidos com resíduos de erva-mate, assim como as misturas deles com partículas de pinus, apresentaram valores de módulo de ruptura à flexão estática inferiores aos estipulados pela norma brasileira NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Como não atenderam a um dos requisitos mínimos, painéis produzidos com resíduos de erva-mate não devem ser utilizados em substituição aos painéis de madeira aglomerada.<hr/>The aim of this study was to evaluate the technical feasibility of using residues from pruning yerba mate for manufacturing particleboard panels. Particleboard panels were produced containing: 100% pine (T1), 100% residues of yerba mate with bark (T2), 100% residues of yerba mate without bark (T3), 50% pine with 50% residues of yerba mate with bark (T4) and 50% pine with 50% residues of yerba mate without bark (T5). The panels were produced with an urea formaldehyde adhesive 8%, with a pressing cycle of 8 minutes at 170° C and 30 kgf.cm-2. The panels produced with residues of yerba mate showed less hygroscopic equilibrium moisture (HEM) and lower water absorption after 24 of immersion (AA 24 h). There was no statistical difference among the treatments as for the properties of compression, screws pullout, Janka hardness and internal bond. The panels produced with residues of yerba mate, as well as mixtures of these with pine particles, showed values of modulus of rupture in static bending lower than stipulated by the Brazilian standard NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Since they did meet one of the basic requirements, panels produced with residues of yerba mate should not be used to substitute wood particleboard panels. <![CDATA[ERRATA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622015000100022&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade técnica da utilização de resíduos da poda de erva-mate na produção de painéis aglomerados. Foram produzidos painéis de aglomerados nas seguintes composições: 100% de pinus (T1), 100% de resíduos de erva-mate com casca (T2), 100% de resíduos de erva-mate sem casca (T3), 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate com casca (T4) e 50% de pinus com 50% de resíduos de erva-mate sem casca (T5). Os painéis foram produzidos com o adesivo ureia-formaldeído a um teor de 8%, com ciclo de prensagem de 8 min, a 170 ºC e 30 kgf.cm-2. Os painéis produzidos com os resíduos de erva-mate apresentaram menor umidade de equilíbrio higroscópico (UEH), assim como menor absorção de água após 24 h de imersão (AA 24 h). Não houve diferença estatística entre os tratamentos quanto às propriedades de compressão, arrancamento de parafusos, dureza Janka e ligação interna. Os painéis produzidos com resíduos de erva-mate, assim como as misturas deles com partículas de pinus, apresentaram valores de módulo de ruptura à flexão estática inferiores aos estipulados pela norma brasileira NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Como não atenderam a um dos requisitos mínimos, painéis produzidos com resíduos de erva-mate não devem ser utilizados em substituição aos painéis de madeira aglomerada.<hr/>The aim of this study was to evaluate the technical feasibility of using residues from pruning yerba mate for manufacturing particleboard panels. Particleboard panels were produced containing: 100% pine (T1), 100% residues of yerba mate with bark (T2), 100% residues of yerba mate without bark (T3), 50% pine with 50% residues of yerba mate with bark (T4) and 50% pine with 50% residues of yerba mate without bark (T5). The panels were produced with an urea formaldehyde adhesive 8%, with a pressing cycle of 8 minutes at 170° C and 30 kgf.cm-2. The panels produced with residues of yerba mate showed less hygroscopic equilibrium moisture (HEM) and lower water absorption after 24 of immersion (AA 24 h). There was no statistical difference among the treatments as for the properties of compression, screws pullout, Janka hardness and internal bond. The panels produced with residues of yerba mate, as well as mixtures of these with pine particles, showed values of modulus of rupture in static bending lower than stipulated by the Brazilian standard NBR 14810-2 (ABNT, 2002). Since they did meet one of the basic requirements, panels produced with residues of yerba mate should not be used to substitute wood particleboard panels.