Scielo RSS <![CDATA[Revista Árvore]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-676220140003&lang=pt vol. 38 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Uso de imagens multiespectrais aster para mapear espécies invasoras lenhosas na reserva natural de pico da vara (Açores, Portugal)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper aims to assess the effectiveness of ASTER imagery to support the mapping of Pittosporum undulatum, an invasive woody species, in Pico da Vara Natural Reserve (S. Miguel Island, Archipelago of the Azores, Portugal). This assessment was done by applying K-Nearest Neighbor (KNN), Support Vector Machine (SVM) and Maximum Likelihood (MLC) pixel-based supervised classifications to 4 different geographic and remote sensing datasets constituted by the Visible, Near-Infrared (VNIR) and Short Wave Infrared (SWIR) of the ASTER sensor and by digital cartography associated to orography (altitude and "distance to water streams") of which the spatial distribution of Pittosporum undulatum directly depends. Overall, most performed classifications showed a strong agreement and high accuracy. At targeted species level, the two higher classification accuracies were obtained when applying MLC and KNN to the VNIR bands coupled with auxiliary geographic information use. Results improved significantly by including ecology and occurrence information of species (altitude and distance to water streams) in the classification scheme. These results show that the use of ASTER sensor VNIR spectral bands, when coupled to relevant ancillary GIS data, can constitute an effective and low cost approach for the evaluation and continuous assessment of Pittosporum undulatum woodland propagation and distribution within Protected Areas of the Azores Islands.<hr/>Este artigo teve como objetivo a avaliação das imagens multiespectrais ASTER para o mapeamento de Pittosporum undulatum, uma espécie lenhosa invasora, na Reserva Natural do Pico da Vara (Ilha de S. Miguel, Arquipélago dos Açores, Portugal). A avaliação foi efetuada através da aplicação dos métodos de classificação supervisionada per-pixel "K vizinhos mais próximos" (KNN), "máquinas de vetores de suporte" (SVM) e "máxima verosimilhança" (MLC) a quatro diferentes conjuntos de dados geográficos e de sensoriamento remoto constituídos pelas bandas multiespectrais do visível e infravermelho próximo (VNIR) e infravermelho de onda curta (SWIR) do sensor ASTER e, ainda, por cartografia digital associada à orografia (altitude e distância a linhas de água), da qual depende diretamente a distribuição espacial do Pittosporum undulatum. Em nível global, a maioria das classificações obtidas apresentou forte concordância e alta precisão. Em nível da espécie invasora estudada, as duas classificações mais precisas foram obtidas através da aplicação de MLC e KNN às bandas VNIR associadas ao uso da informação geográfica auxiliar. Em termos gerais, a qualidade dos resultados apresentados sofreu incremento significativo sempre que foi introduzida no esquema de classificação essa informação determinante para a ecologia e ocorrência da espécie (altitude e distância a linhas de água). Os resultados indicaram que o uso das bandas espectrais VNIR do sensor ASTER associadas à informação geográfica relevante para a distribuição espacial da espécie pode constituir uma solução de baixo custo e boa eficiência para a avaliação e monitoramento contínuos da distribuição e propagação de Pittosporum undulatum nas Áreas Protegidas dos Açores. <![CDATA[<b>Síndromes de dispersão de sementes em estágios sucessionais de mata ciliar, no extremo sul da Mata Atlântica, Arroio do Padre, RS, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A síndrome de dispersão de sementes está relacionada à migração das espécies e colonização de novos locais adequados para sobrevivência e reprodução. Foram estudados três estágios sucessionais de mata ciliar no domínio da Mata Atlântica (capoeira = cinco anos de regeneração; secundária = 45 anos de regeneração; e floresta madura = sem intervenção há 35 anos). As espécies foram classificadas nas síndromes de zoocoria, anemocoria e autocoria. A zoocoria predominou nos três estágios da sucessão da mata ciliar, com percentuais variáveis de 82% até 93% das espécies e 47% até 92% dos indivíduos. A segunda síndrome de dispersão mais comum foi a anemocoria, prevalecendo com elevada abundância relativa na capoeira (25% dos indivíduos). A autocoria ocorreu no sub-bosque da floresta madura com indivíduos da espécie Gymnanthes concolor. Aparticipação da zoocoria nos três estágios da sucessão demonstra que a relação planta-animal tem elevada importância para a sucessão florestal em ambiente ciliar na região do extremo sul da Mata Atlântica.<hr/>The seed dispersal syndrome is related to species migration and colonization of new sites suitable for survival and reproduction. We studied three succession stages of riparian vegetation in the Atlantic Forest Domain (capoeira = 5 years of regeneration; secondary = 45 years of regeneration; and primary forest (mature) - no intervention in 35 years). The species were classified into syndromes zoochory, anemochory and autochory. The results showed the predominance of zoochory in all the three phases of riparian forest succession, with percentages ranging from 82% to 93% of the species and 47% to 92% of individuals. Anemochory was the second most common dispersal syndrome, with prevailing abundance higher in the capoeira phase (25%). Autochory occurred in mature forest with. Gymnanthes concolor individuals of the understory. The participation of zoochory in the three stages of succession demonstrates that plant-animal relationship is highly important for the riparian forest succession in the extreme south of the Atlantic Forest. <![CDATA[<b>Infestação de <i>Mimosa gemmulata </i>Barneby em áreas entretalhões de eucalipto de cerrado em sucessão secundária</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Observam-se no Brasil extensos plantios de eucalipto, sobretudo no Estado de Minas Gerais, que possui essa cultura como atividade rentável em áreas marginais. Visando reduzir os efeitos da colheita florestal sobre a vegetação nativa e seleção de algumas espécies como o angiquinho (Mimosa gemmulata Barneby), objetivouse com este trabalho avaliar a sucessão secundária em povoamentos de eucalipto de diferentes idades e manejo após a exploração, comparando-a por meio da composição florística e estrutura horizontal e vertical da vegetação arbustivo-arbórea, com fragmentos de Cerrado. O trabalho foi realizado em área representativa do referido bioma no Vale do Jequitinhonha. Foram calculados os parâmetros fitossociológicos e os índices de diversidade e da similaridade em ambientes com recuperação inicial e avançada, com e sem eucalipto. O controle foi o Cerrado sentido restrito. Foram amostrados 42 famílias, 99 gêneros, 150 espécies e 1268 indivíduos. O estudo da composição florística e dos parâmetros fitossociológicos indicou a existência de famílias, gêneros e espécies de grande relevância na área que são típicos do bioma Cerrado. A remoção do eucalipto na regeneração inicial não afetou a diversidade nesses ambientes. Contudo, a remoção do eucalipto no estádio avançado promoveu redução da diversidade, permitindo a colonização pela espécie pioneira Mimosa gemmulata Barneby. No entanto, a manutenção do eucalipto na recuperação avançada resultou em maiores valores de diversidade e demais atributos estruturais. Os resultados deste estudo subsidiarão as práticas de manejo a serem adotadas em áreas similares, visando à manutenção da diversidade biológica nos locais de reestabelecimento de corredores de biodiversidade entre áreas cultivadas.<hr/>Extensive eucalyptus plantations are observed in Brazil, especially in Minas Gerais State, which has this culture as a profitable activity in marginal areas. Trying to reduce effects of forest harvest on native vegetation and selection of some species as angiquinho (Mimosa gemmulata Barneby), this study aimed to evaluate secondary succession in eucalyptus stands of different ages and managements after exploration, the floristic composition and horizontal and vertical structure of shrub-arboreal was compared with fragments of Cerrado. The work was conducted in a representative area of this biome on Vale do Jequitinhonha. Phytosociological parameters and the indexes of diversity and similarity were calculated at the environments with initial and advanced recuperation, with and without eucalyptus. Control environment was Cerrado restricted sense. There were samples of 42 families, 99 genera, 150 species and 1268 individuals. Floristic composition and phytosociological parameters indicated existence of families, genera and species of great relevance, typical of Cerrado. Removing eucalyptus at initial regeneration did not affect diversity. However, removing at advanced stage provided diversity reduction, permitting colonization by pioneer species as Mimosa gemmulata Barneby. On the other hand, maintaining eucalyptus at advanced recuperation resulted in higher values of diversity and other natural attributes. Results will subsidize management practices to be adopted in similar areas, aiming biological diversity maintenance in sites used in biodiversity corridor reestablishment among cultivated areas. <![CDATA[<b>Detecção precoce de injúrias em folhas de Clusia hilariana Schltdl. (Clusiaceae) causadas pela deposição particulada de ferro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study aims to evaluate the prognostic value of microscopic parameters of asymptomatic leaves of Clusia hilariana Schltdl. subjected to particulate deposition of iron (2.14 mg cm-2 day-1) for 45 consecutive days. Samples of young and expanded leaves without symptoms were collected and subjected to light and scanning electron microscopy techniques. The height of the epidermal cells on both surfaces of the leaf and the thickness of the hypodermis, the chlorophyll parenchyma, and the leaf blade were measured. Micromorphological injury occurred in the abaxial surface of young leaves and on both surfaces of expanded leaves. Erosion of the epicuticular wax and cuticle rupture were frequent on the adaxial surface, while on the abaxial surface of both leaves there was a loss of sinuosity on the anticlinal wall of the epidermal cells, stomatal deformity and obstruction. Micromorphometric alterations were seen in all leaf tissues except in the height of epidermic cells, probably due to the thick cuticle and prominent cuticular flanges. The highest difference in thickness of the leaf blade was seen in young leaves of plants subjected to SPMFe, indicating greater sensibility to particulate iron in comparison to the expanded leaves. The micromorphological and micromorphometric alterations in the leaf blade of Clusia hilariana Schltdl. showed the prognostic potential of these tools on the evaluation of impacts caused by the deposition of particulate matter, especially in the 'Restinga' natural vegetation, where the exposure is increasing due to the presence of iron ore industry in their surroundings.<hr/>Avaliou-se o potencial prognóstico de parâmetros microscópicos de folhas assintomáticas de . Clusia hilariana Schltdl. expostas à deposição particulada de ferro (2.14 mg cm² dia-1), por 45 dias consecutivos. Amostras de folhas jovens e expandidas sem sintomas foram coletadas e submetidas a técnicas usuais em microscopia de luz e eletrônica de varredura. Foram mensurados a altura das células epidérmicas de ambas as faces da folha e a espessura da hipoderme, do parênquima clorofiliano e da lâmina foliar. Danos micromorfológicos ocorreram na superfície abaxial de folhas jovens e em ambas as faces de folhas expandidas. Erosão da cera epicuticular e ruptura cuticular foram frequentes na face adaxial, enquanto na face abaxial, de ambas as folhas, houve perda da sinuosidade da parede anticlinal das células epidérmicas, deformação e obstrução estomática. Alterações micromorfométricas foram observadas em todos os tecidos foliares, exceto na altura das células epidérmicas em razão, provavelmente, da espessa cutícula e flanges cuticulares proeminentes. A maior diferença na espessura da lâmina foliar foi verificada nas folhas jovens de plantas expostas à SPM Fe, indicando maior sensibilidade ao ferro particulado em comparação com as folhas expandidas. As alterações micromorfológicas e micromorfométricas observadas na lâmina foliar de . Clusia hilariana Schltdl. demonstraram o potencial prognóstico dessas ferramentas na avaliação de impactos causados pela deposição de particulados, em especial na vegetação natural de restinga, onde a exposição é crescente diante da expansão de usinas mineradoras implantadas em sua vizinhança. <![CDATA[<b>Frugivoria por aves em área de cerrado no município de Uberlândia, Minas Gerais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O consumo de frutos carnosos por vertebrados é um fenômeno importante nos trópicos, com destaque para aves e mamíferos que apresentam altas proporções de espécies frugívoras. O objetivo do estudo foi observar as principais aves frugívoras em área de Cerrado na reserva do Clube Caça e Pesca Itororó, no Município de Uberlândia, MG, durante o período de novembro de 2000 a outubro de 2001. Foram registradas 90 interações, envolvendo 22 espécies de plantas e 33 espécies de aves. Foi encontrado padrão assimétrico nas interações, no qual poucas espécies são responsáveis pela maioria das interações. As principais aves observadas consumindo frutos são de pequeno porte e onívoras. Interações frugívoras com aves de grande porte, como das famílias Cracidae e Ramphastidae, consideradas potenciais dispersores de sementes, não foram registradas. O estudo demonstrou a importância das espécies vegetais Ouratea spectabilis e Miconia theizans nas interações de frugivoria, além do destaque do gênero Elaenia no consumo de frutos e dispersão de sementes.<hr/>The consumption of fleshy fruits by vertebrates is an important phenomenon in the tropics, especially birds and mammals that have high proportions of frugivorous species. The aim of this study was to observe the main frugivorous birds in the reserve Cerrado area of the Clube Caça e Pesca Itororó, Uberlândia, MG, during the period extending from November 2000 to October 2001. We recorded 90 interactions involving 22 species of plants and 33 species of birds. Asymmetrical pattern was found in the interactions in which few species are responsible for most interactions. The main birds observed consuming fruits are small size and omnivorous. Frugivorous interactions with large sized birds, such as the Cracidae and Ramphastidae families, considered as potential seed dispersers, were not recorded. The study demonstrated the importance of the plant species . Ouratea spectabilis and . Miconia theizans in frugivory interactions, and highlighted the genus . Elaenia as a fruit consumer and seed disperser. <![CDATA[<b>Composição e estrutura da comunidade arbórea e arbustiva em murundus no Pantanal de Poconé, Mato Grosso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Campos de murundus são áreas planas alagáveis, onde se encontram pequenas elevações (morrotes) espalhadas na paisagem. Esses murundus apresentam solo e vegetação diferente da área circundante, uma vez que não se alagam no período chuvoso. Espera-se que o tamanho (m²) e o volume (m³) dos murundus exerçam influência sobre a composição florística e a estrutura da comunidade vegetal. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a composição florística e a estrutura da comunidade vegetal arbórea e arbustiva em murundus, no Pantanal de Poconé, MT, com a finalidade de responder a duas perguntas: (i) Existe correlação entre a área e o volume do murundu com a riqueza e abundância da vegetação arbórea e arbustiva? (ii) Existe correlação entre a área e o volume do murundu com a área basal das espécies arbóreas e arbustivas? Foram usadas parcelas para delimitar a área de campo de murundus a ser estudada. Nessas parcelas, formam mensurados a área e volume dos murundus e realizados os levantamentos florístico e fitossociológico. Foi verificado que área e volume influenciaram a riqueza, a abundância e a área basal das espécies.<hr/>Earthmounds fields are flat floodplain, which contain small elevations (morrotes) scattered in the landscape. These earthmounds have different soil and vegetation from the surrounding area, since it does not overflow during the rainy season. It is expected that the size (m²) and volume (m³) of the earthmounds exert influence on the floristic composition and plant community structure. Thus, the aim of this study was analyze the floristic composition and community structure of trees and shrubs in earthmounds in the Pantanal of Poconé, MT, in order to answer two questions: (i) Is there a correlation between the area and volume of the earthmounds with richness and abundance of tree and shrub vegetation? (ii) Is there a correlation between the area and volume of the earthmounds with the basal area of trees and shrubs? Were plots used to delimit the area of earthmounds field to be studied. In each plot, we measured the area and volume of each earthmounds and conducted the floristic and phytosociological survey. We observed that the area and volume influenced the richness, abundance and basal area of the species. <![CDATA[<b>Análise espaço temporal da evapotranspiração na área de preservação ambiental da Ilha de Santa Rita, Alagoas, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A evapotranspiração (ET) é uma das principais componentes do ciclo hidrológico. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo analisar o comportamento espaço-temporal do Balanço de Energia e da Evapotranspiração Real Diária na Área de Preservação Ambiental da Ilha de Santa Rita, Alagoas, Brasil, tomando como subsídio as possíveis alterações no uso e cobertura do solo. A metodologia utilizada envolve o uso do algoritmo SEBAL, imagens do satélite Landsat 5 - TM e dados complementares de estação meteorológica localizada na área de estudo. A estimativa diária de ET24h real variou de 0 a 1 mm dia-1 no solo exposto e na cidade; a 6 mm dia-1, em corpos d'água e mangue, com um valor médio de 3,78 mm dia-1, 3,45 mm dia-1 e 4,75 mm dia-1, nos dias 03/09/2003, 26/08/2006 e 17/03/2011, respectivamente, em toda a área estudada. Os resultados por meio do algoritmo SEBAL (SURFACE ENERGY BALANCE ALGORITHMS FOR LAND) podem ser utilizados em condições climáticas semelhantes às da Área de Preservação Ilha de Santa Rita/Alagoas. As distribuições de cada componente do balanço de energia: saldo de radiação, fluxo de calor no solo, sensível e latente, apresentaram influência significativa nos diferentes tipos de uso e cobertura do solo. Além disso, constataram-se diferenças evidentes entre os fluxos em zona rural e área urbana. A abordagem utilizada é muito adequada para uma exploração real de dados de satélite, podendo ser útil para estimar um número de parâmetros no contínuo solo-planta-atmosfera.<hr/>The evapotranspiration (ET) is one of the most important components of the water cycle. On this aspect, this study aims to analyze the space-time behavior of the energy balance and the real daily evapotranspiration in the area of environmental preservation of Ilha de Santa Rita, Alagoas, Brazil. The methodology used involves the use of algorithm SEBAL, satellite images of Landsat 5 TM and complementary data of meteorological station located in the study area. The daily estimate of real ET24h varied from 0 to 1mm.day-1 for exposed soil and city; to 6mm.day-1 for water bodies and mangrove, with a mean value of 3.78mm.day-1, 3.45mm.day-1 and 4.75mm.day- 1, in the days 09/03/2003, 08/26/2006 and 03/17/2011, respectively, for the entire study area. The results obtained by the algorithm SEBAL (SURFACE ENERGY BALANCE ALGORITHMS FOR LAND) can be used in weather conditions that are similar to the ones in the preservation area of Ilha de Santa Rita/ Alagoas. The distributions of each component of the energy balance are: radiation balance, soil heat flow (sensible and latent), presented significant influence in the different types of use and coverage of the soil. The approach used is very suitable for a real satellite data exploration, and it can be used to estimate the number of parameters in the continuous soil-plant-atmosphere. <![CDATA[<b>Tolerância de pisolithus sp. a glyphosate e isoxaflutole in vitro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The ectomycorrhizal fungi have different tolerance to herbicides and may promote the survival and growth of the eucalypts tree. This study aimed to evaluate the tolerance of Pisolithus sp. isolates to glyphosate and isoxaflutole. The isolates evaluated were D3, D16, D17, Pt24 and UFVJM04. Glyphosate concentrations were: 0, 32, 63, 127 and 254 mg L-1 in liquid medium; 0, 32, 63, 127, 254, 507 and 1014 mg L-1 in solid medium. For isoxaflutole, the concentrations were 0, 295, 589, 1178 and 2355 mg L-1 for both media. Assays were independent for each herbicide and culture medium. The tolerance of isolates depended on the herbicide and its concentration in each type of culture medium. Pt24 was the most tolerant to glyphosate and the UFVJM04 to isoxaflutole. Glyphosate was more toxic to isolates of Pisolithus than isoxaflutole.<hr/>Os fungos ectomicorrízicos possuem tolerância diferenciada aos herbicidas e podem promover a sobrevivência e crescimento das plantas de eucalipto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a tolerância de isolados do fungo ectomicorrízico . Pisolithus sp. aos herbicidas glyphosate e isoxaflutole. Os isolados avaliados foram D3, D16, D17, Pt24 e UFVJM04 e as concentrações de glyphosate no meio líquido, de 0, 32, 63, 127 e 254 mg L-1, enquanto no meio sólido, de 0, 32, 63, 127, 254, 507 e 1.014 mg L-1. Para o isoxaflutole nos dois meios de cultura, as concentrações foram de: 0, 295, 589, 1.178 e 2.355 mg L-1. Os ensaios foram independentes para cada herbicida e tipo de meio de cultura. A tolerância dos isolados foi dependente do herbicida e da sua concentração em cada meio. O Pt24 foi o mais tolerante ao glyphosate e o UFVJM04, ao isoxaflutole. O glyphosate foi mais tóxico aos isolados de Pisolithus sp. do que o isoxaflutole. <![CDATA[<b>Invasão por espécies arbóreas exóticas em remanescentes florestais no Planalto Sul Catarinense</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo objetivou avaliar a invasão por espécies arbóreas exóticas em dois fragmentos (F1 e F2) de Floresta Ombrófila Mista (FOM) em Lages, SC. Foram alocadas 25 parcelas por fragmento, distribuídas em cinco transeções de 20 x 100 m, perpendiculares às bordas e com distância de 100 m entre si, onde foram avaliados os indivíduos dos estratos adulto (DAP - diâmetro à altura do peito &gt; 5 cm) e regenerante (DAP < 5 cm e altura &gt;10 cm). Esses foram identificados e mensurados (circunferência e altura). Foi calculado, para as espécies de cada estrato e de cada fragmento, o Índice de Invasão Biológica (IIB). A relação entre o IIB e a distância da borda foi verificada por meio de regressões lineares simples. O agrupamento de espécies exóticas e nativas foi determinado por meio de correlações de Spearman e de dendrogramas. Foram amostrados 3.701 indivíduos distribuídos em 105 espécies, sendo cinco espécies invasoras. No F1 houve valores de IIB relativamente baixos (0,05 e 0,54), com Pinus taeda L., obtendo-se a maior participação na invasão, e esse esteve agrupado com espécies nativas pioneiras. Os IIB´s no F2 foram altos (0,61 e 1,96), principalmente pela elevada participação de Ligustrum lucidum W.T. Aiton., que ficou agrupado a espécies típicas da FOM. Não foi observada relação entre a distância da borda e a intensidade da invasão biológica. Os resultados indicaram que os fragmentos apresentaram diferentes padrões de invasão biológica, determinados pela natureza da matriz de entorno e pelas características ecológicas das espécies invasoras.<hr/>This study evaluated the invasion by exotic tree species in two Mixed Ombrophilous Forest (FOM) fragments (F1 and F2) in Lages, SC. A total of 25 plots were allocated in each fragment, distributed in five transects, 20x100 m, perpendicular to the edges and, at least, 100 m apart from each other, where the adult (dbh - diameter at breast height &gt; 5 cm) and the regenerative (dbh < 5 cm and height &gt; 10 cm) component individuals were evaluated. These were identified and measured (circumference and height). For each component and fragment, the biological invasion index (BII) was determined. The relation between BII and the distance from the edge was evaluated by simple linear regressions. The grouping among exotic and native species was analyzed through Spearman correlation and clusters. A total of 3,701 individuals distributed in 105 species were sampled, being five invasive species. In F1 a relative low value of BII (0.05 and 0.54) occurred, with Pinus taeda L. as the most expressive species in the invasion, and it was grouped with native pioneers species. The BII's in F2 were elevated (0.61 and 1.96), mainly due to the expressive participation of Ligustrum lucidum W.T. Aiton., grouped with typical species of FOM. No relation between the distance from the edges and the intensity of the invasion were observed. The results demonstrated that the fragments showed different biological invasion patterns that were determined by the nature of surrounding matrix and the ecological characteristics of the invasive species. <![CDATA[<b>Uso conservativo de nutrientes pelo mogno (Swietenia macrophyllaking) cultivado sob condições ambientais contrastantes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt We analyzed the nutritional composition and isotope ratios (C and N) of big-leaf mahogany (Swietenia macrophylla King) leaves in plantations established on contrasting soils and climates in Central America (State of Quintana Roo, Yucatán, México) and South America (State of Pará, Brazil). The objective was to determine the adaptability of this species to large differences in nutrient availability and rainfall regimes. Nutrient concentrations of leaves and soils were determined spectrophotometrically, and isotope ratios were measured using mass spectrometric techniques.In Pará soils were sandier, and acidic, receiving above 2000 mm of rain, whereas in Quintana Roo soils were predominantly clayey, with neutral to alkaline pH due to the underlying calcareous substrate, with about 1300 mm of rain. Leaf area/weight ratio was similar for both sites, but leaves from Quintana Roo were significantly smaller. Average N and K concentrations of adult leaves were similar, whereas Ca concentration was only slightly lower in Pará in spite of large differences in Ca availability. Leaves from this site had slightly higher P and lower Al concentrations. Differences in water use efficiency as measured by the natural abundance of 13C were negligible, the main effect of lower rainfall in Quintana Roo seemed to be a reduction in leaf area. The N isotope signature (δ15N) was more positive in Pará than in Quintana Roo, suggesting higher denitrification rates in the former. Results reveal a calciotrophic behavior and a remarkable capacity of mahogany to compensate for large differences in soil texture and nutrient availability.<hr/>Analisou-se a composição nutricional e isotópica (C e N) de folhas de mogno (. Swietenia macrophylla King) em plantações estabelecidas em solos e climas contrastantes na América Central (Quintana Roo, Yucatán, México) e na América do Sul (Pará, Brasil). O objetivo foi determinar a adaptabilidade dessa espécie para grandes diferenças na disponibilidade de nutrientes e regimes de chuva. As concentrações de nutrientes das folhas e solos foram determinadas espectrofotometricamente, e razões isotópicas foram medidas utilizando espectrometria de massa. No Pará, os solos foram mais arenosos e ácidos, recebendo acima de 2.000 mm de chuva, enquanto em Quintana Roo os solos foram predominantemente argilosos, com pH neutro a alcalino, devido ao substrato calcário subjacente, com cerca de 1.300 mm de chuva. A razão área/peso foliar foi semelhante para ambos os sítios de estudo, mas em Quintana Roo as folhas foram significativamente menores. Concentrações de N e K em folhas adultas foram semelhantes. A concentração de Ca foi apenas ligeiramente inferior no Pará, apesar das grandes diferenças na disponibilidade de Ca. Folhas desse sítio possuíam concentrações ligeiramente maiores de P e menores de Al. Diferenças na eficiência do uso da água medida pela δ13C foram insignificantes, e o principal efeito da menor precipitação em Quintana Roo parece ser uma redução na área foliar. Assinatura isotópica do N (δ 15N) foi mais positiva no Pará, que em Quintana Roo, sugerindo maiores taxas de desnitrificação no primeiro sítio de estudo. Os resultados revelaram comportamento calciotrófico e uma notável capacidade do mogno para compensar as grandes diferenças de textura e disponibilidade de nutrientes do solo. <![CDATA[<b>Bactérias extremófilas facultativas melhorando a germinabilidade de sementes de <i>Eucalyptus urophylla </i>S.T. blake</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste estudo, avaliou-se o efeito da microbiolização de sementes com bactérias extremófilas facultativas (Bacillus sp. e Enterobacter sp.), isoladas, em trabalhos anteriores, a partir de condições extremas de pH e NaCl e capazes de levar ao incremento na fitomassa de eucalipto, na germinação de Eucalyptus urophylla S.T. Blake. Para avaliar a germinabilidade, foram mensurados o tempo médio, a velocidade e o coeficiente de velocidade de germinação. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 11 tratamentos (cinco estirpes de Bacillus sp., cinco de Enterobacter sp. e uma testemunha sem bactéria), formados por oito repetições com 25 sementes cada. Os resultados do estudo indicaram que as estirpes UnB 1366 e UnB 1374 de Bacillus sp. reduziram, significativamente, menor tempo médio e maiores coeficientes e velocidades de germinação em relação às demais estirpes.<hr/>In this study the effect of seed microbiolization with facultative extremophile bacteria (Bacillus sp. and Enterobacter sp.), isolated in previous work, from extreme conditions of pH and NaCl and able to increase eucalyptus phytomass, on seed germinability of . Eucalyptus urophylla S.T. Blake was evaluated. Mean germination time, speed of germination and coefficient of speed germination were measured to evaluate germinability. The experiment was conducted in a completely randomized design including 11 treatments (five strains of Bacillus sp., five of Enterobacter sp. and one control without bacteria), formed by 8 replicates with 25 seeds each. The results showed that Bacillus sp. strains UnB 1366 and UnB 1374 significantly reduced the lower mean germination time and higher coefficients and speed of germination in relation to the other strains. <![CDATA[<b>Efeito do desbaste sobre o crescimento de plantas de clone de eucalipto desramado</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A pruned stand of eucalypt clone underwent five thinning treatments with the removal of different proportion of the planted trees, at different ages: a) 0% - unthinned, b) 35% at 55 months, c) 35% at 81 months, d) 70% at 81 months, removing sprouts in the thinned plant stumps and, e) 70% at 81 months, without coppice sprouts removal. By the age of 141 months, the Weibull distribution showed higher number of trees in the smallest diameter classes for the unthinned treatment. The 70% thinning, with thinned coppice sprouts removal, presented higher number of individuals in the largest diameter classes. Height and yield were the smallest with the removal of 70% of the trees at 81 months, maintaining coppice sprouts. The afterthinning periodic annual increment was greater by thinning 35% of the trees at 55 months resulting in greater number of trees in the largest diameter classes as compared to the other treatments. Yield was higher for the unthinned treatment. The results of this study indicated that thinning 70% of the trees at the age of 81 months, with coppice sprout removal, could be recommended to obtain trees of larger diameter for multiproduct.<hr/>Um povoamento desramado de eucalipto foi submetido a cinco tratamentos de desbaste, com remoção de diferentes proporções das árvores plantadas e idades: a) 0% não desbastado, b) 35% aos 55 meses, c) 35% aos 81 meses, d) 70% aos 81 meses, removendo a brotação nas cepas desbastadas e e) 70% aos 81 meses, sem remoção da brotação. Aos 141 meses, segundo a distribuição de Weibull, houve maior número de árvores nas menores classes de diâmetro, no tratamento sem desbaste, e quando ocorreu o desbaste de 70%, com remoção dos brotos das cepas desbastadas, houve maiores frequências nas maiores classes de diâmetro. A altura e a produção de madeira foram menores com o desbaste de 70% aos 81 meses, sem remoção da brotação. O incremento periódico anual pós-desbaste foi maior com o desbaste aos 55 meses de 35% das árvores, resultando em grande número de árvores nas maiores classes de diâmetro, em comparação com os demais tratamentos. A produção de madeira foi maior no tratamento sem desbaste. Os resultados deste estudo indicaram que a remoção de 70% das árvores na idade aproximada de 81 meses, com remoção da brotação, pode ser recomendada para obter árvores de maior diâmetro, visando multiprodutos. <![CDATA[<b>Antagonismo de <i>Trichoderma</i> SPP. E <i>Bacillus subtilis</i> (UFV3918) a <i>Fusarium sambucinum</i> em <i>Pinus elliottii</i> engelm</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Pinus elliottii é uma espécie de importância no setor florestal e apresenta vulnerabilidade na qualidade sanitária de suas sementes, especialmente pela associação de Fusarium spp., responsável por perdas de plântulas no viveiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar a ação antagonista in vitro e in vivo dos agentes Trichoderma spp. e Bacillus subtilis (UFV3918) no controle de Fusarium sambucinum, responsável por danos em plântulas de Pinus elliottii. O controle in vitro foi avaliado através da inibição do crescimento micelial (confronto pareado de culturas), após a incubação a 25±2 ºC e fotoperíodo de 12 h. Para os testes in vivo (desenvolvidos em condições de viveiro), as sementes inicialmente foram inoculadas com o patógeno e, na sequência, microbiolizadas com os agentes antagônicos, para posterior semeadura. Utilizaram-se as técnicas de contato com o biocontrolador em meio BDA por 48 h e peliculização, como formas de microbiolização. Tanto Trichoderma spp. quanto Bacillus subtilis (UFV3918) foram eficientes no controle in vitro de F. sambucinum, e no teste de biocontrole in vivo o produto Bacillus subtilis (UFV3918) destacou-se, reduzindo as perdas de plântulas causadas pelo patógeno, assim como potencializando as variáveis de comprimento de plântula, massa verde e massa seca.<hr/>Pinus elliottii is an important species in the forest sector, which has restrictions such as seed sanitary quality, especially the association of Fusarium spp., responsible for seedling losses in the nursery. This study evaluated antagonist in vitro and in vivo action of Trichoderma spp. and Bacillus subtilis (UFV3918) in controlling Fusarium sambucinum, responsible for damage in Pinus elliottii seedlings. The in vitro assay considered the inhibition of mycelial growth (paired comparison of cultures) after incubation at 25 ± 2 ºC and photoperiod of 12 hours. For in vivo tests (performed in nursery conditions) seeds were initially inoculated with the pathogen and, subsequently, microbiolized with antagonistic agents, before sowing. The techniques of contact with biocontroller on PDA for 48 hours and seed coating, as forms of microbiolization, were used. Both Trichoderma spp. and Bacillus subtilis (UFV3918) were efficient on the in vitro control of F. sambucinum; however, Bacillus subtilis (UFV3918) was more effective against the pathogen on the in vivo biocontrol test, reducing seedlings losses caused by the pathogen and increasing values of length, as well as fresh and dry matter of the seedling. <![CDATA[<b>Distribuição espacial das frações granulométricas argila e areia total em um Latossolo Vermelho-Amarelo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho teve como objetivo estudar a variabilidade espacial das frações granulométricas argila e areia total de um Latossolo Vermelho-Amarelo cultivado com eucalipto. Amostras de solo foram coletadas nas profundidades de 0-0,20 m e 0,20-0,40 m em uma malha amostral de 33 x 33 m, totalizando 94 pontos georreferenciados. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, geoestatística e interpolação por krigagem e cokrigagem. Na cokrigagem, utilizaram-se valores da profundidade de 0-0,20 m para estimar valores de 0,20-0,40 m. Maior valor médio da fração argila foi encontrado na profundidade de 0,20-0,40 m e na areia total, na profundidade de 0-0,20 m. O modelo esférico ajustou-se aos dados nos métodos de krigagem e cokrigagem. Os maiores alcances de dependência espacial foram encontrados na profundidade de 0,20-0,40 m. Os erros médios encontrados nos dois métodos apresentaram valores próximos e negativos, indicando superestimação dos valores amostrais.<hr/>This work aimed to study the spatial variability of clay and total sand size fractions of Oxisol cultivated with eucalyptus. Soil samples were collected at depths of 0-0.20 m and 0.20-0.40 m in a sampling grid of 33 x 33 m, totaling 94 georeferenced points. Data were subjected to descriptive statistics, geostatistics and kriging and cokriging analyzes. In cokriging depth values of 0-0,20 m were used to estimate depth values of 0.20-0.40 m. Highest clay fraction mean value was found at a depth of 0.20-0.40 m and for total sand at a depth of 0-0.20 m. The spherical model fitted to the data in the methods of kriging and cokriging. The higher ranges of spatial dependence were found at a depth of 0.20-0.40 m. The mean errors found for the two methods showed similar and negative values indicating superstimation of sample values. <![CDATA[<b>Emergência e crescimento inicial de <i>Tabebuia heptaphylla</i> (Vell.) </b><b><i>Toledo</i></b><b> em ambientes contrastantes de luz</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Tabebuia heptaphylla (Vell.) Toledo, popularmente conhecida como ipê-roxo ou ipê-roxo-desete-folhas, é uma Bignoniaceae nativa da Mata Atlântica, de importância econômica, medicinal e ornamental, além de ser indicada para reflorestamentos. Entretanto, informações ecofisiológicas sobre essa espécie ainda são escassas. Assim, visando dispor de informações que auxiliem na sua propagação e conservação, este trabalho avaliou a emergência e crescimento inicial dessa espécie em regimes contrastantes de luz. Foram realizados dois experimentos independentes. O primeiro em condições controladas, com os tratamentos 70% de sombreamento e a pleno sol; e o segundo em ambiente natural, com os tratamentos clareira e sub-bosque. Entre os parâmetros utilizados para avaliar a emergência sob influência das intensidades luminosas, apenas a porcentagem de emergência diferiu estatisticamente no ambiente natural, sendo superior na clareira. Em condições controladas, houve significância para a velocidade de emergência, sendo maior nas plantas submetidas ao a pleno sol. A espécie apresentou reduzido crescimento inicial no sub-bosque, sendo todos os parâmetros estatisticamente inferiores em relação às plantas da clareira, com exceção da razão de área foliar e área foliar específica. Em condições controladas, os resultados que diferiram significativamente foram todos superiores nas plantas a pleno sol. O estudo evidenciou que a espécie apresenta capacidade de formar plântulas em diferentes regimes de luz, inclusive sob forte sombreamento natural, porém essa condição reduz significativamente seu crescimento inicial, sendo este favorecido por maiores intensidades luminosas.<hr/>Tabebuia heptaphylla (Vell.) Toledo, known as "ipê-roxo" or" ipê-roxo-de sete-folhas", is a native species of Atlantic Forest, with an economic, medicinal and ornamental role, suitable for reforestation. However, ecophysiological information about it is scarce. In order to provide information about propagation and conservation for this specie, the present study evaluated emergence and early growth of this species in different light exposure. We lead two independent trials. In the first we considered controlled conditions, with two treatments: 70% shade and full sun. The second was developed in a natural environment, with two treatments: gap and understory environments. From the total parameters used to evaluate the emergence of the species under influence of light intensities, only the emergence percentage was statistically different from the natural environment, with high values observed at gap treatment. Significant differences were observed in controlled environment, considering the emergence speed. This variable was higher in plants grown under full sun. Slower initial growth was observed for plants regenerated in the understory, compared to the plants growing in gaps, except for following characteristics: leaf area ration and specific leaf area. In controlled conditions, the results with higher significant differences were observed for plants under full sun. The study shows that the species has the capacity to germinate in different light conditions, even under strong natural shading. However, this condition reduces significantly its initial growth, which is favored by higher light intensities. <![CDATA[<b>Estratificação volumétrica por classes de estoque em uma Floresta Ombrófila Densa, no Município de Almeirim, Estado do Pará, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo teve como objetivos agrupar as Unidades de Trabalho (UT) da Unidade de Produção Anual (UPA) em classes homogêneas de estoque volumétrico e analisar a composição florística, a diversidade e as estruturas horizontal e diamétrica, por classe de estoque. Os dados procederam do inventário de prospecção, ou censo, com mapeamento de árvores pré-comerciais e potencialmente comerciais e foram disponibilizados, mediante convênio, pela Orsa Florestal. A área de estudo localiza-se no Município de Almeirim, Estado do Pará. No Censo foram consideradas 469 UTs (250 x 400 m), perfazendo 4.690 ha e 191.640 árvores com DAP > 35,0 cm. Foram utilizadas análises de agrupamento (método de Ward) e discriminante (método de Fisher) e obtidas três classes de estoque, ou classes de produtividade. A riqueza e diversidade de espécies arbóreas com DAP > 35 cm da UPA, respectivamente, 540 espécies e 4,52 nats.indivíduo-1, foram muito elevadas, porém realísticas, por se tratar de um censo. A intensidade de corte pode ser ordenada pela capacidade produtiva de cada UT e, dessa forma, resultar em colheitas de mínimo impacto ambiental, se comparada com a máxima intensidade de corte de 30 m³·ha-1 com ciclo de corte inicial de 35 anos para plano de manejo florestal sustentável pleno. As parcelas permanentes também puderam ser distribuídas por classes de produtividade, reduzindo custos e aumentando a precisão das estimativas de crescimento da floresta manejada.<hr/>The objective of this study was to group the Work Units (UT) of the Annual Production Unit (UPA) into homogeneous classes of volumetric stock and to analyze the floristic composition, the diversity and the horizontal and diametric structures, by stock class. Data came from a full survey or census, with the mapping of precommercial and potentially commercial trees. These data were provided, through agreement, by Orsa Florestal. The studied area is located in the municipality of Almeirim, State of Para, Brazil. In the census, 469 UTs (250 x 400 m), totalizing 4,690 ha and 191,640 trees with DAP > 35.0 cm were evaluated. The cluster (Ward method) and discriminant (Fisher method) analyses were used and three stock classes, or productivity classes, were obtained. The richness and diversity of the arboreous species with DAP > 35.0 cm of the UPA were 540 species and 4.52 nats.individual-1, respectively. These figures are very high but realistic because they were obtained from a census. The cutting intensity can be determined by the productive capacity of each UT and thus result in a harvest with minimum environmental impact, when compared to the maximum cutting intensity of 30 m³.ha-1 with an initial cutting cycle of 35 years for a sustainable forest management plan. The permanent plots could also be distributed by productivity classes, reducing cost and increasing the growth estimate accuracies of the managed forest. <![CDATA[<b>Correlações entre as propriedades da madeira e do carvão vegetal de híbridos de eucalipto</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Foram estudadas madeiras de híbridos de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, em três idades diferentes, com o objetivo de avaliar o comportamento da madeira e do carvão vegetal produzido diante do aumento controlado de temperatura, bem como verificar a influência das características da madeira sobre o carvão vegetal. Foram realizadas análises químicas (extrativos totais, lignina, holocelulose, celulose, cinza e análise elementar) e térmicas (análise termogravimétrica - TG, análise térmica diferencial - DTA e calorimetria 1,67 ºC min-1 e temperatura final de 450 ºC. No carvão vegetal produzido, foram realizadas análise imediata, elementar e térmica. A densidade básica da madeira correlacionou-se positivamente com a relação carbono/ hidrogênio (C/H) e negativamente com os teores de cinza, nitrogênio, oxigênio, enxofre e relação siringil/ guaiacil (S/G). Os teores de cinza, nitrogênio, enxofre e S/G da madeira correlacionaram-se positivamente entre si e negativamente com a variável C/H da madeira. O teor de carbono fixo (TCF), o poder calorífico do carvão vegetal, o teor de carbono elementar e a relação C/H correlacionaram-se positivamente entre si e negativamente com o teor de materiais voláteis (TMV). O teor de lignina correlacionou-se positivamente com o rendimento gravimétrico em carvão (RGC) e negativamente com o TCF.<hr/>Three different ages of . Eucalyptus grandis x . Eucalyptos urophylla wood hybrids were studied, with purpose of evaluating wood and charcoal behavior by temperature rising, and investigating the influence of wood characteristics on charcoal. Wood was analyzed chemically (total extractives, lignin, holocellulose, cellulose, ash and elementary composition) and thermally (thermogravimetry analysis - TG, differential thermal analysis - DTA and differential scanning calorimetry - DSC). Also, basic density and higher heating value were evaluated. Charcoal was produced in muffle furnace with constant heating rate of 1,67 ºC min-1 up to 450 ºC. In the produced charcoal, immediate analysis were conducted, elementary and thermal. The basic density of wood had positive correlation with C/H relation, and negative correlation with ash, nitrogen, oxygen, sulfur contents and S/G relation. The wood contents of ash, nitrogen, sulfur and S/G had positive correlation among each other, and negative correlation with C/H relation. In charcoal, the fixed carbon content, calorific value, elementary carbon content and C/H relation had positive correlation among each other, and negative correlation with volatiles content. The lignin had positive correlation with gravimetric yield in charcoal (RGC) and negative correlation with fixed carbon. <![CDATA[<b>Influência do espaçamento nas características energéticas de espécies arbóreas em plantios de curta rotação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho teve como objetivo determinar o poder calorífico superior (PCS) das árvores e a massa específica básica ponderada (ρb pond) da madeira de Acacia mearnsii De Wild, Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, Mimosa scabrella Benth e Ateleia glazioviana Baill distribuídas em diferentes espaçamentos em plantio: 2,0 x 1,0 m; 2,0 x 1,5 m; 3,0 x 1,0 m; e 3,0 x 1,5 m, nas idades de 1 e 3 anos. O estudo foi conduzido em um experimento localizado no Município de Frederico Westphalen, RS, em delineamento experimental de blocos completos casualizados com três repetições, no esquema de parcelas subdivididas. A determinação do PCS das árvores foi realizada a partir da ponderação dos valores obtidos em cada compartimento (madeira, casca, galho e folha), por meio de bomba calorimétrica. A determinação da ρb pond foi realizada a partir da ponderação dos valores verificados dos discos coletados em diferentes posições ao longo do tronco, usando-se o método da balança hidrostática e massa seca. O PCS de todas as espécies no primeiro ano após o plantio foi superior ao do terceiro ano, destacando-se a Acacia mearnsii com as maiores médias. A ρb pond não apresentou tendência sistemática de aumento ou redução ao longo do tempo e as espécies Acacia mearnsii e Ateleia glazioviana, os maiores valores. Os diferentes espaçamentos de plantio não induziram a variação do PCS e da ρb pond nas espécies estudadas, não sendo verificada tendência sistemática positiva ou negativa em relação ao espaço vital proporcionado pelo espaçamento.<hr/>This study aimed to determine the higher heating value (PCS) of trees and basic density weighted (ρb pond) of wood of Acacia mearnsii De Wild, Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, Mimosa scabrella Benth and Ateleia glazioviana Baill distributed in different spacings in planting: 2.0 x 1.0 m, 2.0 x 1.5 m, 3.0 x 1.0 m and 3.0 x 1.5 m, at ages of 1 and 3 years. The study was conducted in an experiment in the city of Frederico Westphalen, State of RS, in experimental design of randomized complete block design with three replications in a split plots. The determination of the PCS of the trees was made from the weighting of the values obtained in each compartment (wood, bark, twig and leaf) using calorimeter bomb. The determination of ρb pond was performed from the weighting of the values recorded on discs collected at different positions along the stem, using the method of hydrostatic balance and dry mass. The PCS of all species in the first year after planting was higher than the third year, highlighting the Acacia mearnsii with the highest averages. The ρb pond had no systematic trend of increase or decrease over time, and the species Acacia mearnsii and Ateleia glazioviana showed the highest values. The different planting spacings did not induce the change in PCS and ρb pond in the species studied and it was not verified a positive or negative systematic trend in relation to the living space provided by the spacing. <![CDATA[<b>Uniformização da cor da madeira jovem de teca pela termorretificação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste estudo foi avaliar a uniformidade da cor da madeira de teca (peças contendo cerne e alburno) após a aplicação de tratamentos termorretificadores. A madeira utilizada foi oriunda de árvores jovens (12 anos) provenientes de plantios de diferentes espaçamentos. Amostras de madeira com 150 x 75 x 20 mm foram termorretificadas a 180 e 200 ºC, durante 2h30. As análises colorimétricas foram realizadas com o auxílio de um espectrofotômetro no espaço CIE-L*a*b*. Os tratamentos termorretificadores proporcionaram maior uniformidade às peças de madeira de teca, sendo o tratamento a 200 ºC o mais efetivo, o que demonstra o potencial da termorretificação para a obtenção de produtos de madeira de maior valor agregado. A cor da madeira termorretificada a 180 ºC apresentou maior uniformidade no espaçamento menos adensado, entretanto ele não apresentou efeito na uniformidade da cor da madeira termorretificada a 200 ºC.<hr/>The purpose of this study was to evaluate the uniformity of the color of the teak wood (pieces containing heartwood and sapwood) after application of heat treatments. The wood was originated from young trees (12 years old) from plantations of different spacings. Wood samples of 150 x 75 x 20 mm were heat treated at 180 and 200 ºC during 2:30 hours. Color analysis were performed by using a spectrophotometer in the CIE-L*a*b* space. Heat treatments provided greater uniformity to the teak wood pieces and the treatment at 200 ºC was the most effective, which demonstrates the potential of heat treatment to obtain wood products of higher added value. The color of the wood heat-treated at 180 ºC had higher uniformity in the least dense spacing; however, it had no effect on color uniformity of the wood heat-treated at 200 ºC. <![CDATA[<b>Alterações nas características químicas da madeira com a substituição do K por Na em plantações de eucalipto</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622014000300020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Visando à substituição parcial do potássio pelo sódio na fertilização das plantações florestais, avaliou-se o efeito da ação isolada desses nutrientes nas características químicas da madeira juvenil de Eucalyptus grandis. Foram plantadas árvores no espaçamento de 2 m x 3 m e aplicados 116 kg ha-1 de K e 68,5 kg ha-1 de Na. Árvores de eucalipto foram cortadas do 1º ao 4º ano após o plantio, em cada tratamento de fertilização, sendo seccionados discos de madeira em diferentes alturas do tronco e demarcados os anéis de crescimento anuais, estimados por um modelo de perfil do tronco. Amostras representativas de cada anel de crescimento, posição longitudinal e tratamento foram obtidas para determinação dos teores de lignina, holocelulose e extrativos. As árvores de eucalipto que receberam aplicação de potássio e de sódio não sofreram alterações significativas nas característias químicas, indicando que a substituição do K pelo Na na fertilização de plantações florestais de eucalipto pode ser adotada sem que as características químicas da madeira juvenil presente em árvores jovens se alterem. As avaliações anuais indicaram redução significativa dos teores médios de lignina e extrativos totais e aumento dos terores médios de holocelulose com a elevação da idade das árvores. Consistentes alterações nos teores dos componentes químicos do lenho por posição longitudinal e por anel de crescimento foram observadas.<hr/>With the purpose of partial substitution of potassium by sodium in the forest plantations fertilization, the effect of the isolated performance of these nutrients on the chemical properties of young wood in Eucalyptus grandis trees was evaluated. Trees were planted at a 2mx3m spacing and 116 kg.ha-1 of K and 68.5 kg.ha-1 of Na were applied to them. Eucalypt trees were cut down from the 1st to the 4th year after planting in each fertilization treatment, being sectioned disks of wood in different positions of the trunk and marked the annual growth rings, estimated by a stem profile model. Representative samples of each annual ring, longitudinal position and treatment were obtained for determining the lignin, holocellulose and extractives. Eucalyptus trees that received application of potassium and sodium did not change significantly in chemical properties, indicating that the substitution of K by Na in fertilization of Eucalyptus plantations can be adopted without the alteration of the chemical properties in the young wood in the young trees. Annual evaluations indicated a significant reduction in average content of lignin and total extractives and an increase in average contents of holocellulose with increasing age of the trees. Consistent changes in the levels of chemical properties of wood for the longitudinal and ring growth were observed.