Scielo RSS <![CDATA[Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-699120140005&lang=pt vol. 41 num. 5 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Mais ou menos médicos!]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[O atenolol previne a formação de hematoma expansivo após ritidoplastia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500305&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To evaluate the perioperative use of atenolol in reducing the incidence of hematoma after rhytidoplasty. Methods: Between January 2007 and February 2013, 80 patients were randomized into two groups: Group A (n = 26) received perioperative atenolol in order to maintain heart rate (PR) around 60 per minute; Group B (n = 54) did not receive atenolol. Both groups underwent the same anesthetic and surgical technique. We monitored blood pressure (BP), HR, hematoma formation and the need for drainage. Patients were followed-up until the 90th postoperative day. The variables were compared between the groups using the ANOVA test. Continuous variables were presented as mean ± standard deviation and the differences were compared with the Student's t test. Values of p d" 0.05 were considered significant. Results: In group A the mean BP (110-70mmHg ± 7.07) and HR (64 / min ± 5) were lower (p d" 0.05) than in group B (135-90mmHg ± 10.6) and (76 / min ± 7.5), respectively. There were four cases of expansive hematoma in group B, all requiring reoperation for drainage, and none in group A (p d" 0,001). Conclusion: The perioperative use of atenolol caused a decrease in blood pressure and heart rate and decreased the incidence of expanding hematoma after rhytidectomy. <hr/> Objetivo: avaliar o uso perioperatório do atenolol na redução da incidência de hematoma pós-ritidoplastia. Métodos: entre janeiro de 2007 e fevereiro de 2013 foram randomizados 80 pacientes em dois grupos: Grupo A (n=26) recebeu atenolol perioperatório com objetivo de manter frequência de pulso (FP) ± 60 por minuto, Grupo B (n=54) não recebeu atenolol. Ambos os grupos foram submetidos à mesma técnica anestésico-cirúrgica. A pressão arterial (PA) e FP, formação de hematoma e a necessidade de drenagem foram monitorizados. Houve seguimento até o 90º dia de pós-operatório. As variáveis foram analisadas entre os dois grupos utilizando-se o teste de ANOVA. As variáveis contínuas foram apresentadas como média (± Desvio-padrão) e as diferenças foram comparadas utilizando-se o t de Student. Foram considerados significantes os valores p&lt;0,05. Resultados: as médias no grupo A de PA (110-70mmHg ± 7,07) e FP (64 /min ± 5) foram menores (p&lt;0,05) em relação ao grupo B (135-90mmHg ± 10,6) e (76/min ± 7,5), respectivamente. Houve quatro casos de hematoma expansivo no grupo B, todos com necessidade de reoperação para a sua drenagem e nenhum no grupo A (p&lt;0,001). Conclusão: o uso do atenolol perioperatório promoveu a redução de pressão arterial e frequência de pulso e diminuiu a incidência de hematoma expansivo pós-ritidoplastia. <![CDATA[Estudo da doença carotídea em pacientes com doença arterial periférica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500311&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To study the stenosis of the carotid arteries in patients with symptomatic peripheral arterial disease. Methods: we assessed 100 consecutive patients with symptomatic peripheral arterial disease in stages of intermittent claudication, rest pain or ulceration. Carotid stenosis was studied by echo-color-doppler, and considered significant when greater than or equal to 50%. We used univariate analysis to select potential predictors of carotid stenosis, later taken to multivariate analysis. Results: The prevalence of carotid stenosis was 84%, being significant in 40% and severe in 17%. The age range was 43-89 years (mean 69.78). Regarding gender, 61% were male and 39% female. Half of the patients had claudication and half had critical ischemia. Regarding risk factors, 86% of patients had hypertension, 66% exposure to smoke, 47% diabetes, 65% dyslipidemia, 24% coronary artery disease, 16% renal failure and 60% had family history of cardiovascular disease. In seven patients, there was a history of ischemic cerebrovascular symptoms in the carotid territory. The presence of cerebrovascular symptoms was statistically significant in influencing the degree of stenosis in the carotid arteries (p = 0.02 at overall assessment and p = 0.05 in the subgroups of significant and non-significant stenoses). Conclusion: the study of the carotid arteries by duplex scan examination is of paramount importance in the evaluation of patients with symptomatic peripheral arterial disease, and should be systematically conducted in the study of such patients. <hr/> Objetivo: estudar estenose das artérias carótidas nos pacientes com doença arterial periférica sintomática. Métodos: avaliaram-se consecutivamente 100 portadores de doença arterial periférica sintomática, nos estágios de claudicação intermitente, dor em repouso ou lesão trófica. A estenose carotídea foi estudada pelo eco-color-doppler, sendo considerada significativa quando maior ou igual a 50%. A análise univariada foi utilizada para selecionar os potenciais preditores de estenose carotídea, levados posteriormente para análise multivariada. Resultados: a prevalência de estenose carotídea foi 84%, sendo significativa em 40% e acentuada em 17%. A idade variou de 43 a 89 anos (média de 69,78). Quanto ao sexo, 61% foram do sexo masculino e 39% do feminino. Metade dos pacientes da amostra era claudicante e metade tinha isquemia crítica. Quanto aos fatores de risco, 86% dos pacientes apresentaram hipertensão arterial sistêmica, 66% exposição ao fumo, 47% diabetes, 65% dislipidemia, 24% coronariopatia, 16% insuficiência renal e 60% história familiar positiva para doenças cardiovasculares. Em sete pacientes, havia história de alguma sintomatologia cérebro-vascular isquêmica no território carotídeo. A presença de sintomatologia cérebro-vascular mostrou-se estatisticamente significativa para influenciar o grau de estenose nas artérias carótidas (p=0,02 na avaliação global e p=0,05 nos subgrupos de estenoses significativas e não significativas). Conclusão: o estudo das artérias carótidas através do exame de duplex-scan é de suma importância na avaliação dos pacientes portadores de doença arterial periférica sintomática, devendo-se realizar o estudo de forma sistemática nos pacientes. <![CDATA[Evolução no perfil dos casos de câncer de tireoide tratados em um serviço de referência em oncologia: o que mudou nos últimos 20 anos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500320&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To evaluate the characteristics of thyroid carcinoma cases treated at a reference hospital for cancer between 2008 and 2010. Methods: we studied 807 cases and analyzed the following clinicopathologic variables: symptoms, risk factors, diagnostic tests, staging, histological type, treatment performed and complications. Results: Females were more affected, with 660 cases (82%). The average age at diagnosis was 44.5 years. Prior exposure to ionizing radiation was reported by 22 (3%) patients, a family history of thyroid cancer by 89 (11%), and 289 (36%) individuals reported other types of cancer in the family. The fine needle aspiration biopsy was the main parameter for surgical indication and was suggestive of carcinoma in 463 patients (57%). Papillary carcinoma was the most common histological type, with 780 cases (96.6%). There were 728 (90%) total thyroidectomies, 43 (5.3%) reoperations or partial thyroidectomies followed by totalization, 23 (2.8%) extended thyroidectomies and only 13 (1.6%) partial thyroidectomies (lobectomy with isthmectomy). Neck dissection associated with thyroidectomy was done in 158 patients (19.5%). We observed a predominance of tumors classified as T1 in 602 (74.6%) patients. Transient hypocalcemia was the most frequent complication. Conclusion: The results show that the worldwide increase in the incidence of thyroid cancer has changed the profile of patients seen at a referral service. In addition, there were changes in the type of surgical treatment used, with increased use of total thyroidectomy in relation to partial and subtotal ones, and decreased use of elective neck dissections. <hr/> Objetivo: avaliar características casos de carcinoma de tireoide atendidos em um hospital de referência em câncer entre 2008 e 2010. Métodos: foram analisadas variáveis clínico-patológicas de 807 casos tratados em três anos: sintomas, fatores de risco, exames de diagnóstico, estadiamento, tipo histológico, tratamento realizado e complicações. Resultados: o sexo feminino foi o mais acometido com 660 casos (82%). A média de idade ao diagnóstico foi 44,5 anos. A exposição prévia à radiação ionizante foi referida por 22 (3%) pacientes, a história familiar de câncer de tireoide por 89 (11%) pacientes e 289 (36%) pacientes relataram outros tipos de câncer na família. A punção aspirativa por agulha fina foi o principal parâmetro para indicação operatória e foi sugestiva de carcinoma em 463 pacientes (57%). O carcinoma papilífero foi o tipo histológico mais incidente, com 780 casos (96,6%). Foram realizadas 728 (90%) tireoidectomias totais, 43 (5,3%) reoperações ou tireoidectomias parciais seguidas de totalização, 23 (2,8%) tireoidectomias ampliadas e apenas 13 (1,6%) tireoidectomias parciais (lobectomia com istmectomia). O esvaziamento cervical, associado à tireoidectomia, foi feito em 158 pacientes (19,5%). Observamos predomínio dos tumores classificados como T1 em 602 (74,6%) dos pacientes. A hipocalcemia transitória foi a complicação mais frequente. Conclusão: os resultados mostram que o aumento mundial da incidência do câncer de tireoide alterou o perfil dos pacientes atendidos em serviço de referência. Além disso, ocorreram mudanças no tipo de tratamento cirúrgico empregado, com aumento no uso da tireoidectomia total em relação às parciais e subtotais e diminuição do uso de esvaziamento cervical eletivo para estas neoplasias. <![CDATA[Avaliação da qualidade de vida antes e após simpatectomia por vídeotoracoscopia para tratamento de hiperidrose primária]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500325&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To assess quality of life before and after thoracoscopic sympathectomy for treatment of primary hyperhidrosis. Methods: we conducted an observational, analytical, cross-sectional and quantitative study. We evaluated patients undergoing thoracoscopic sympathectomy for primary axillary hyperhidrosis, primary palmar hyperhidrosis, and axillary hyperhidrosis associated with palmar one. We applied a questionnaire on quality of life related to hyperhidrosis before and after the operation. Results: The questionnaire was administered to 51 patients with a mean age of 32.4 years, 45 women and six men. The average quality of life related to hyperhidrosis in a score of 0-100 before sympathectomy was 34.6 and after the operation it was 77.1. Compensatory hyperhidrosis occurred in 84.3% of patients. Conclusion: thoracoscopic sympathectomy improves the quality of life of patients with primary hyperhidrosis, with results supported over time. Compensatory hyperhidrosis occurred in most patients, but did not significantly influence the improved quality of life. <hr/> Objetivo: avaliar a qualidade de vida antes e após a realização de simpatectomia por videotoracoscopia para tratamento de hiperidrose primária. Métodos: estudo observacional, analítico, transversal e quantitativo. Foram avaliados os pacientes submetidos à simpatectomia por vídeotoracoscopia para tratamento de hiperidrose primária axilar, palmar e a hiperidrose axilar associada à palmar. Foi aplicado um questionário sobre qualidade de vida relacionada à hiperidrose, antes e após a operação. Resultados: O questionário foi aplicado em 51 pacientes com média de idade de 32,4 anos, sendo 45 mulheres e seis homens. A qualidade de vida média relacionada à hiperidrose, em um escore de 0 a 100, antes da simpatectomia foi 34,6 e depois da operação foi 77,1. A hiperidrose compensatória ocorreu em 84,3% dos pacientes. Conclusão: a simpatectomia vídeotorácica melhora a qualidade de vida dos pacientes com hiperidrose primária, sustentando-se ao longo do tempo. A hiperidrose compensatória ocorreu na maioria dos pacientes, todavia não influenciou de maneira significativa a melhora da qualidade de vida. <![CDATA[Cisto de colédoco na infância: revisão de 30 casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500331&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To analyze and discuss the clinical data, diagnosis and treatment of a number of patients with cystic dilatation of the common bile duct of a Brazilian pediatric hospital. Methods: We analyzed 30 patients treated at the Martagão Gesteira Institute of Pediatrics and Child Care of the Federal University of Rio de Janeiro for 23 years ,with statistical analysis of epidemiological data, clinical manifestations, diagnosis, treatment and postoperative outcome. Results: We observed a marked female predominance (73.4% of cases), the diagnosis being made in the first decade of life in 90% of patients. The most prevalent clinical manifestation was jaundice (70% of cases) and the classic triad of choledochal cyst was not observed. Abdominal ultrasound was the first imaging examination performed, with a sensitivity of 56.6%, with diagnostic definition in 17 children. Two patients (6.6%) had prenatal diagnosis. All patients underwent surgical treatment, cyst resection with Roux-en-Y hepaticojejunostomy being performed in 80% of cases. The incidence of postoperative complications was 13.3% and the mortality rate was 6.6%, ie two patients were diagnosed with Caroli's disease. Conclusion: The non-observance of the classic triad of choledochal cyst suggests that its incidence is lower than that reported in the medical literature. The surgical treatment of choledochal cysts, with resection and bilioenteric anastomosis, is safe even for small children. <hr/> Objetivo: analisar e discutir os dados clínicos, o diagnóstico e tratamento de uma série de pacientes portadores de dilatações císticas do colédoco de um hospital pediátrico brasileiro. Métodos: foram analisados 30 pacientes tratados no Instituto de Pediatria e Puericultura Martagão Gesteira da Universidade Federal do Rio de Janeiro durante 23 anos, com análise estatística de dados epidemiológicos, manifestações clínicas, diagnóstico, tratamento e evolução pós-operatória. Resultados: foi observada marcada predominância do sexo feminino (73,4% dos casos), sendo o diagnóstico feito na primeira década de vida em 90% dos pacientes. A manifestação clínica mais prevalente foi a icterícia (70% dos casos) e a tríade clássica do cisto de colédoco não foi observada. A ultrassonografia abdominal foi o primeiro exame de imagem realizado, demonstrando sensibilidade de 56,6%, com definição diagnóstica em 17 crianças. Dois pacientes (6,6%) tiveram diagnóstico pré-natal. Todos os pacientes foram submetidos a tratamento cirúrgico, sendo a ressecção do cisto com hepaticojejunostomia com Y de Roux realizada em 80% dos casos. A incidência de complicações pós-operatórias foi 13,3% e a taxa de mortalidade foi 6,6%, ou seja, dois pacientes com diagnóstico de doença de Caroli. Conclusão: a não observação da tríade clássica do cisto de colédoco nos pacientes avaliados sugere que a sua incidência seja menor que a relatada na literatura médica mundial. O tratamento cirúrgico dos cistos de colédoco, com sua ressecção e anastomose bíleodigestiva é seguro, mesmo em crianças pequenas. <![CDATA[Correlação entre a Escala de Alvarado e o aspecto macroscópico do apêndice em pacientes com apendicite]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500336&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To evaluate the possible association between the scale of Alvarado (EA) and macroscopic appearance (MA) of the appendix in patients with acute appendicitis. Methods: after receiving the diagnosis of acute appendicitis, EA data were collected. During appendectomy, MA data were collected. Data from patients without appendicitis were excluded. The Spearman correlation test was used to compare EA with Appendix MA (p &lt; 0.05). Other variables were represented by simple frequency. The confidence interval (CI) of 95% was calculated for the correlation test. Results: Data were collected from 67 consecutive patients. The mean age was 37.1 ± 12.5 years and 77.6% of patients were male. The Spearman correlation test used for EA and MA was + 0.77 (95% CI 0.65-0.85, p &lt; 0.0001). Conclusion: although correlation was not perfect, our data indicate that a high score on the scale of Alvarado in patients with appendicitis is correlated with advanced stages of the inflammatory process of acute appendicitis. <hr/> Objetivo: avaliar a possível associação entre a escala de Alvarado (EA) e o aspecto macroscópico (AM) do apêndice em pacientes com apendicite aguda. Métodos: depois de receberem o diagnóstico de apendicite aguda, os dados da EA foram coletados. Durante a apendicectomia, os dados do AM foram coletados. Dados de pacientes sem apendicite foram excluídos. O teste de correlação de Spearman foi utilizado para comparar EA e o AM do apêndice (P&lt;0,05). Outras variáveis foram representadas por frequência simples. O intervalo de confiança (IC) de 95% foi calculado para o teste de correlação. Resultados: os dados foram coletados de 67 pacientes consecutivos. A média da idade foi 37,1 ± 12,5 anos e 77,6% dos pacientes foram masculinos. O teste de correlação de Spearman usado para EA e AM foi + 0,77 (IC 95% 0,65 a 0,85, P&lt;0,0001). Conclusão: apesar de a correlação não ser perfeita, nossos dados indicam que uma pontuação elevada da escala de Alvarado em pacientes com apendicite está correlacionada com estágios avançados do processo inflamatório da apendicite aguda. <![CDATA[Comparativo entre pacientes com diagnóstico de apendicite aguda atendidos em unidades de pronto atendimento e hospital de emergência]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500341&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To retrospectively analyze the relationship of time of care, combined with possible post-appendectomy complications, with the promptness of transfer of patients seen in Emergency Care Units (UPA) to the emergency hospital. Methods: We analyzed patients with preoperative diagnosis of acute appendicitis undergoing appendectomy from January to July 2012. Patients were divided into two groups according to the site of the first care. Group A included patients who received initial care directly in the emergency department of the Lourenço Jorge County Hospital (HMLJ) and group B consisted of patients seen in the UPA and forwarded to HMLJ to undergo surgical treatment. Results: the average time between initial treatment and surgery in group A was 29 hours (SD = 21.95) and 54 hours in group B (SD = 54.5). Considering the onset of symptoms, the patients in group A were operated on average 67 hours after (SD = 42.55), while group B, 90 hours (SD = 59.58). After the operation, patients in group A were hospitalized, on average, for 94 hours (SD = 73.53) and group B, 129 hours (SD = 193.42). Conclusion: there was no significant difference in the time elapsed between the onset of symptoms, initial treatment and early surgical treatment, or time elapsed between surgery and discharge. <hr/> Objetivo: analisar, retrospectivamente, a relação tempo de atendimento aliado a possíveis complicações pós-apendicectomia com a presteza de transferência de pacientes atendidos em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) para hospital de emergência. Métodos: foram analisados, no período de janeiro a julho de 2012, pacientes com diagnóstico pré-operatório de apendicite aguda, submetidos à apendicectomia. Os pacientes foram distribuídos em dois grupos conforme o local do primeiro atendimento. O grupo A incluiu os pacientes que receberam primeiro atendimento diretamente no setor de emergência do Hospital Municipal Lourenço Jorge (HMLJ) e o grupo B, constituiu-se de pacientes atendidos nas UPA e encaminhados para o HMLJ a fim de serem submetidos ao tratamento cirúrgico. Resultado: o tempo médio decorrido entre o atendimento inicial e a cirurgia, no grupo A, foi 29 horas (DP=21,95) e de 54 horas no grupo B (DP=54,5). Considerando o início dos sintomas, os pacientes do grupo A demoraram, em média, 67 horas para serem operados (DP=42,55), enquanto os do grupo B, 90 horas (DP=59,58). Após a operação, os pacientes do grupo A ficaram internados, em média, 94 horas (DP=73,53) e os do grupo B, 129 horas (DP=193,42). Conclusão: após análise dos resultados, concluiu-se que não houve diferença significativa no tempo decorrido entre o início dos sintomas, o atendimento inicial e o início do tratamento cirúrgico, nem no tempo decorrido entre o tratamento cirúrgico e a alta hospitalar. <![CDATA[Estudo cintilográfico da circulação esplênica em ratos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500345&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To evaluate the splenic parenchymal blood distribution through scintigraphic study. Methods: Thirty Wistar rats were randomly divided into six groups (n = 5). Group 1 (spleen - 30 minutes) and Group 2 (spleen - 90 minutes) underwent laparotomy with direction of blood flow to the spleen by ligature of the aorta near the iliac bifurcation and splanchnic vessels, keeping blood flow only in the splenic artery; Group 3 (spleen and stomach - 30 minutes) and Group 4 (spleen and stomach - 90 minutes) underwent laparotomy with direction of blood flow to the spleen and stomach by ligature of the aorta near the iliac bifurcation and splanchnic vessels, maintaining the flow through the splenic, gastric and splenogastric vessels; Group 5 (control - 30 minutes) and Group 6 (control - 90 minutes) underwent laparotomy and ligation of the aorta near the iliac bifurcation, keeping the flow to the abdominal organs. After arterial ligation, the animals received an injection of 0.2 ml of sodium pertechnetate in the aorta. Scintigraphic images were taken and the animals had their spleens removed for radioactivity counting with an automatic counter device. Results: There was no difference in the amounts of radiation from the spleen between groups, indicating retention of the radioisotope by the spleen, even after the period of 90 minutes. Conclusion: The blood flow through the spleen is not continuous. The blood diffuses through the splenic parenchyma and its venous drainage is slow, not following a predictable sequence. <hr/> Objetivo: avaliar a distribuição sanguínea vasculoparenquimatosa do baço, por meio de estudo cintilográfico. Métodos: trinta ratos da raça Wistar foram distribuídos aleatoriamente em seis grupos (n=5). Grupo 1 (baço - 30 minutos) e Grupo 2 (baço - 90 minutos): submetidos à laparotomia com direcionamento do fluxo sanguíneo para o baço, por meio de ligadura da aorta próxima à bifurcação das ilíacas e dos vasos esplâncnicos, mantendo apenas a artéria esplênica; Grupo 3 (baço e estômago - 30 minutos) e Grupo 4 (baço e estômago - 90 minutos): submetidos à laparotomia com direcionamento do fluxo sanguíneo para baço e estômago, por meio de ligadura da aorta próxima da bifurcação das ilíacas e dos vasos esplâncnicos, com manutenção do fluxo pelas artérias esplênica, gástrica e vasos esplenogástricos; Grupo 5 (controle - 30 minutos) e Grupo 6 (controle - 90 minutos): submetidos à laparotomia e ligadura da aorta próxima à bifurcação das ilíacas, mantendo o fluxo para os órgãos abdominais. Após as ligaduras arteriais, os animais receberam injeção de 0,2ml de pertecnetato de sódio na aorta. Foram realizadas imagens cintilográficas, e os animais tiveram o baço retirado para contagem radioativa em aparelho contador automático. Resultados: não houve diferença nos valores de radiação do baço entre os grupos, indicando retenção do radioisótopo pelo baço, mesmo após o período de 90 minutos. Conclusão: o fluxo sanguíneo através do baço não é contínuo. O sangue difunde-se pelo parênquima esplênico e sua drenagem venosa é lenta, não seguindo sequência previsível. <![CDATA[Efeitos da suplementação suprafisiológica de b-caroteno em ratos espontaneamente hipertensos (SHR e SHR-sp)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500351&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to investigate the effect of administration of supraphysiological âcaroteno on biological parameters (ectoscopy and blood pressure), laboratory (malondialdehyde) and histological (liver and carotid arteries) of spontaneously hypertensive rats prone to stroke (SHR-sp). Methods: we used 36 male rats were divided into three groups, each containing 12 rats Wistar, SHR and SHR-sp, subdivided into six control animals and six animals treated with supraphysiological doses of âcaroteno for two periods of ten weeks interspersed with one week interruption. In the experiment were assessed daily physical examination and blood pressure (plethysmography). At sacrifice, blood was collected for measurement of serum malondialdehyde, liver and carotid arteries for histological examination. Results: temporary change in color of the fur, decreased significantly (p&lt;0.0001) blood pressure (20mg supplementation âcaroteno) and serum levels of malondialdehyde (p&lt;0.05) and increased amount of elastic fibers in the carotid wall of SHR and SHR-sp. Conclusion: supplementation of supraphysiological âcaroteno caused no toxic effects, showed positive response in the modulation of blood pressure and lower serum malondialdehyde. No significant morphological changes were found in both groups, except an increase in the number of elastic fibers in the muscle layer carotid suggesting elastosis in SHR and SHR-sp. <hr/> Objetivo: investigar o efeito da administração suprafisiológica de bcaroteno sobre parâmetros biológicos, laboratoriais e histológicos dos ratos espontaneamente hipertensos com tendência ao acidente vascular encefálico (SHR-sp). Métodos: utilizaram-se 36 ratos machos, distribuídos em três grupos, contendo cada um dos 12 ratos das linhagens Wistar, SHR e SHR-sp, subdivididos em seis animais controle e seis animais tratados com doses suprafisiológicas de âcaroteno por dois períodos de dez semanas, intercalados por uma semana de interrupção. No experimento foram avaliados diariamente o exame físico e a pressão arterial. Foi coletado sangue para dosagem sérica de malondialdeído; o fígado e as artérias carótidas para exame histológico. Resultados: alteração provisória na coloração dos pelos, diminuição significativa (p&lt;0,0001) da pressão arterial (suplementação de 20mg de bcaroteno) e dos níveis séricos de malondialdeído (p&lt;0,05) e aumento da quantidade de fibras elásticas na parede carotídea dos ratos SHR e SHR-sp. Conclusão: A suplementação suprafisiológica de bcaroteno não causou efeitos tóxicos, apresentou resposta positiva na modulação da pressão arterial e diminuição na concentração sérica de malondialdeído. Não foram encontradas alterações morfológicas significativas nos grupos estudados, exceto um aumento no número de fibras elásticas da camada muscular carotídea sugerindo elastose nos ratos SHR e SHR-sp. <![CDATA[Oferta e utilização de serviços de hemodinâmica no estado do Rio de Janeiro, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500357&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: The paper analyzes the supply and the utilization of hemodynamic services in Rio de Janeiro, Brazil. Methods: It's an exploratory study that uses data obtained from Brazilian official databases. The period of supply analysis was from 1999 to 2009, and of utilization was from 2008 to October 2012. Results: Since 1999 there is a growth of hemodynamic equipment purchase. The private sector concentrates most of the supply, but it has been reducing its availability to SUS. The rate between population and equipment in Brazil exceeds the ones of some rich countries. In the sense of supply, there are in 2009, a supply rate of 1,4 equipments for 1 million inhabitants in RJ state, larger than brazilian rate, of 3,4 but the rates are similar for public customers. Conclusion: Interventional cardiology procedures have improved in the state, but in a different way. And this is because the public hospitals at Rio de Janeiro have mostly reduced their production, while the private ones have increased their production. The observed result is the SUS users performing their procedures at great distances. <hr/> Objetivo: analisar a oferta dos equipamentos e a utilização dos procedimentos inerentes aos serviços públicos de hemodinâmica no estado do Rio de Janeiro, Brasil. Métodos: Estudo exploratório, a partir de bancos de dados oficiais: pesquisa AMS do IBGE, CNES, AIH e APAC, e da ANS. O período de análise da oferta foi de 1999 a 2009 e o da utilização, de 2008 a outubro de 2012. Resultados: Desde 1999 há crescimento na aquisição dos equipamentos de hemodinâmica. O setor privado concentra grande parte da oferta, mas vem reduzindo sua disponibilidade ao Sistema Único de Saúde (SUS). A taxa de equipamentos pela população supera a de alguns países ricos. Quanto à oferta, havia, no Rio de Janeiro, em 2009, uma taxa de 4,1 aparelhos por milhão de habitantes maior do que no Brasil, de 3,4, mas considerando apenas a oferta para o SUS, os valores são semelhantes, de 1,6 e 1,5. Conclusão: Os procedimentos de cardiologia intervencionista cresceram entre 2008 e 2011 no RJ mas os hospitais públicos na sua maioria têm reduzido a produção e os privados aumentado, resultando no encaminhamento dos usuários do SUS para realizar os procedimentos a grandes distâncias. <![CDATA[Polimorfismos genéticos da família Citocromo P450 e carcinoma de células escamosas de cavidade oral, faringe e laringe]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500366&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: To analyze the genetic polymorphisms of the cytochrome P450 family and their relationship with squamous cell carcinoma of the oral cavity, pharynx and larynx. Methods: We present a narrative literature review, conducted in Pubmed, Lilacs and Cochrane Databases of articles published in the last five years correlating genetic polymorphisms of the cytochrome P450 family and cancer risk in different populations worldwide. Results: We initially found 65 articles and, after selection criteria, 20 case-control studies with various populations worldwide were eligible. The most studied polymorphisms were those of CYP2E1 and CYP1A1 subfamilies. There is little about the other subfamilies. The association found between polymorphisms and cancer risk amounted to a countless number of variables, amongst them: population, selection methods, racial factors and different modes of exposure to carcinogens, genotyping methods, and nomenclature of the polymorphisms. Conclusion: so far, there is no proven link between genetic polymorphisms of cytochrome P450 family and squamous cell carcinoma of the oral cavity, pharynx and larynx relationship. <hr/> Objetivo: analisar os polimorfismos genéticos da família Citocromo P450 e sua relação com o carcinoma de células escamosas de cavidade oral, faringe e laringe. Métodos: por meio de uma Revisão Narrativa de literatura, realizada nas principais bases de dados Pubmed, Lilacs, e Cochrane Database, de artigos publicados nos últimos cinco anos, correlacionando polimorfismos genéticos da família citocromo P450 e risco de câncer nas diversas populações mundiais. Resultados: foram encontrados inicialmente 65 artigos, que, após critérios de seleção, tornaram elegíveis 20 artigos do tipo caso-controle em diversas populações mundiais. Os polimorfismos mais estudados foram os das subfamílias CYP1A1 e CYP2E1. Pouco existe sobre as demais subfamílias. A associação entre os polimorfismos encontrados e risco de câncer sofreu um incontável número de variáveis, entre elas, população estudada, métodos de seleção, fatores raciais e diferentes modos de exposição aos carcinógenos, métodos de genotipagem, e nomenclatura dos polimorfismos. Conclusão: até o momento, não existe relação comprovada entre os polimorfismos genéticos da família Citocromo P450 e o carcinoma de células escamosas de cavidade oral, faringe e laringe. <![CDATA[O princípio da autonomia no Brasil: discutir é preciso...]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500374&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The principle of patient autonomy is a cornerstone of bioethics. According to this concept, patients should be given the power to make decisions related to their treatment. It is an important component of modern medical ethics, which has received much interest in current literature. However, the rate of participation of patients and their willingness to participate are variable according to the cultural, social and family environments in which they are inserted. The aim of this paper is to promote a brief descriptive review on autonomy, the preferences of patients and the use of informed consent as an instrument for the exercise of autonomy in literature, and to stress the lack of debate, as well as the pressing need for discussion of these current issues nationwide.<hr/>O princípio de autonomia do paciente é um dos pilares da bioética. Segundo este conceito, ao paciente deve ser dado o poder de tomar as decisões relacionadas ao seu tratamento. Trata-se de um componente importante da ética médica moderna, que tem recebido bastante interesse na literatura atual. No entanto, o índice de participação dos pacientes e a sua vontade de participar são variáveis de acordo com o meio cultural, social e familiar no qual se encontram inseridos. O objetivo do artigo é promover uma breve revisão descritiva referente à autonomia, às preferências dos pacientes e ao uso do consentimento informado como instrumento para o exercício da autonomia na literatura mundial e situar a carência do debate, bem como, a necessidade premente da discussão desses temas atuais em âmbito nacional. <![CDATA[A cirurgia experimental e sua relação com a universidade: relato de experiência]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500378&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Um laboratório de cirurgia experimental representa um dos pontos chave para a universidade, principalmente na área biomédica. Este aborda em sua estrutura o tripé primordial de uma universidade que é o ensino, a pesquisa e a extensão, elementos essenciais para a formação prática e humanística de um bom médico, que se baseia, principalmente, em evidências científicas e no pensamento crítico. A importância de um laboratório de cirurgia experimental para centros de ensino médico foi regulamentada a partir das novas diretrizes curriculares do Ministério da Educação e Cultura, que institui a obrigatoriedade de um laboratório dentro dos campi universitários. Portanto, é de grande importância a contribuição dos laboratórios de cirurgia experimental na grade curricular, tanto na disciplina de Técnica Operatório de Cirurgia Experimental, como no incentivo à pesquisa básica. Assim, o estudo expõe a experiência de 15 anos do Laboratório de Cirurgia Experimental da Universidade do Estado do Pará, com o objetivo de lucidar e frisar a importância deste para a graduação médica e para a universidade.<hr/>The laboratory of experimental surgery represents one of the key points for the university, especially in the biomedical area. This focuses on the university's tripod of primary structure that are teaching, research and extension, which are essential for formation of humanistic and practice of a good doctor that is based, first of all, on scientific evidence and critical knowledge. The importance of a laboratory of experimental surgery centers for medical education was regulated from the new curriculum guidelines of the Ministério da Educação e Cultura, establishing a mandatory laboratory within college centers. Therefore, it is of great importance to the contribution of the laboratories of experimental surgery in the curriculum, both in the discipline of surgical technics and experimental surgery, and an incentive for basic research. Thus, the study presents the experience of 15 years of the Laboratory of Experimental Surgery from Universidade do Estado do Pará, with the goal show the importance of this to medical graduation and the university. <![CDATA[Enxerto de veia esplênica na reconstrução do eixo mesentérico-portal após gastroduodenopancreatectomia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000500381&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resection of the confluence of the superior mesenteric and portal veins has been performed most frequently in the treatment of adenocarcinoma of the pancreas, in view of the reported positive results, but it can also be used in cases of benign pancreatic neolpasias when they are strongly adhered to the mesenteric-portal trunk. Nevertheless, there is no study on the best type of venous grafts for reconstruction of the mesenteric-portal trunk when required. The choice of graft depends on the preference of the surgeon or the institution. This technical note critically discusses the use of the splenic vein as an option for mesenteric-portal trunk reconstruction after gastroduodenopancreatectomy.<hr/>A ressecção da confluência das veias mesentérica superior e porta tem sido realizada com maior frequência no tratamento de adenocarcinoma do pâncreas, em virtude dos bons resultados relatados, porém pode também ser usada em casos de neoplasias pancreáticas benignas quando firmemente aderidas ao eixo mesentérico-portal. Apesar disso, não existe nenhum estudo sobre o melhor tipo de enxerto venoso para reconstrução do eixo mesentérico-portal quando necessária. A escolha do enxerto dependerá da preferência do cirurgião ou da instituição onde ocorre à cirurgia. Esta nota técnica discute criticamente o uso da veia esplênica como opção para reconstrução do eixo mesentérico-portal após gastroduodenopancreatectomia.