Scielo RSS <![CDATA[Planta Daninha]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-835820160001&lang=pt vol. 34 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Alterações na Fotossíntese e Estresse Oxidativo em Plantas de Trigo Submetidas a Aplicação de Herbicidas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The use of herbicides, even in tolerant crops, can cause stress evidenced by increase phytotoxicity affecting growth and development. The objectives of this study were to evaluate herbicides effect from different mechanisms of action in photosynthetic and oxidative stress parameters, as well visual phytotoxicity and wild radish control in wheat crop, cultivar Quartzo. Two trials were conducted where the first one evaluated the photosynthetic parameters on wheat plants in two seasons collection, following the application of herbicides bentazon, clodinafop, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron and 2,4-D; and the second one evaluated wild radish (Raphanus sativus) control, wheat phytotoxicity and yield due to bentazon, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron and 2,4-D herbicides application. Photosynthetic rate, stomatal conductance and transpiration were negatively affected by metribuzin, metsulfuron and 2,4-D herbicides at 24 and 120 HAS (hours after spraying) compared to control. Oxidative stress was similar or lower to control, when herbicide was applied and, in general, there was no difference between application times. Lipid peroxidation, catalase activity and phenols were higher in the first collection time. The application of herbicides iodosulfuron and 2,4-D reduces chlorophylls and carotenoids in wheat. Herbicides bentazon, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron and 2,4-D are selective to wheat, cultivar Quartzo and do not affect wheat yield. 2,4-D, metribuzin and iodosulfuron are more efficient for wild radish control.<hr/>O uso de herbicidas, mesmo em culturas consideradas tolerantes, pode gerar estresses, evidenciados pelo aumento dos sintomas de fitotoxidez, o que prejudica o crescimento e desenvolvimento. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de herbicidas de diferentes mecanismos de ação sobre os parâmetros fotossintéticos e do estresse oxidativo, bem como a fitotoxicidade visual e o controle de nabo na cultura do trigo, cultivar Quartzo. Foram realizados dois experimentos: o primeiro avaliou os parâmetros fotossintéticos e do estresse oxidativo em plantas de trigo, em duas épocas de coleta, em função da aplicação dos herbicidas bentazon, clodinafop, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron e 2,4-D; e, o segundo avaliou o controle de nabo (Raphanus sativus), fitotoxicidade e produtividade da cultura do trigo, em função dos herbicidas bentazon, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron e 2,4-D. A taxa fotossintética, condutância estomática e transpiração foram reduzidas pelos herbicidas metribuzin, metsulfuron e 2,4-D, em comparação à testemunha. O estresse oxidativo foi similar ou inferior ao da testemunha quando aplicados herbicidas e, em geral, não houve diferença entre épocas de coletas. A peroxidação lipídica, atividade da catalase e fenóis foram maiores na primeira época de coleta. A aplicação dos herbicidas iodosulfuron e 2,4-D reduz o conteúdo de clorofilas e carotenoides em trigo. Os herbicidas bentazon, iodosulfuron, metribuzin, metsulfuron e 2,4-D são seletivos a cultivar de trigo Quartzo, não modificando a produtividade de grãos, enquanto que 2,4-D, metribuzin e iodosulfuron são mais eficientes no controle de nabo. <![CDATA[A Atividade Fitotóxica de Parthenium contra Trigo e Canola Difere com Partes de Plantas e Técnicas de Bioensaios]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Phytotoxic effects of invasive weed Parthenium hysterophorus were studied by using whole plant, leaf and root aqueous extracts at 0, 2.5, 5.0, 7.5 and 10% (w/v) concentrations against germination and early seedling growth of wheat and canola. Studies were carried out both in Petri plates with filter paper as substratum placed in controlled conditions and soil-filled plastic pots placed in open environments. Pronounced variation was noted for phytotoxic activity of different plant parts of parthenium, aqueous extract concentrations, test species, and bioassay techniques. Aqueous parthenium extracts either inhibited or delayed the germination and suppressed seedling growth of test species over control. For both test species, all the germination attributes were suppressed to a greater extent in Petri plates than in plastic pots. Leaf extracts were more suppressive to germination of test species than whole plant and root extracts. Increasing extract concentration beyond 2.5% caused significant reduction in seedling dry biomass of both test species. Aqueous parthenium extract diminished chlorophyll contents of wheat and canola by 32-63% and 29 69%, respectively. Nevertheless, an increase of 9-172% and 22-60% in phenolic contents of wheat and canola was recorded. Canola appeared to be more susceptible than wheat at all extract concentrations. Present study concluded that bioassays conducted under controlled condition using filter paper as substratum may be misleading due to over estimation of allelopathic response and variation in potential of receiver and donor species. Furthermore, it implies that threshold concentrations of allelochemicals for test species in Petri plates are rarely reached under field conditions.<hr/>Foram estudados os efeitos fitotóxicos da planta daninha invasora Parthenium hysterophorus, por meio de extratos aquosos de plantas integrais, folhas e raízes em concentrações de 0, 2,5, 5,0, 7,5 e 10% (w/v), sobre a germinação e o crescimento inicial de plântulas de trigo e canola. Foram realizados estudos tanto em placas de Petri com papel-filtro quanto em substrato colocado em condições controladas e vasos de plástico cheios de solo colocados em ambientes abertos. Variação pronunciada foi observada na atividade fitotóxica de diferentes partes da planta Parthenium, nas concentrações de extrato aquoso, na espécie de teste e nas técnicas de bioensaio. Extratos aquosos de Parthenium inibiram ou retardaram a germinação e o crescimento suprimido de plântulas das espécies de teste, em relação ao controle. Para ambas as espécies de teste, todos os atributos de germinação foram suprimidos em uma extensão maior em placas de Petri do que em vasos de plástico. Os extratos de folhas foram mais supressivos à germinação de espécies de teste do que as plantas integrais e os extratos de raízes. O aumento da concentração do extrato além de 2,5% causou redução significativa na biomassa seca de plântulas nas duas espécies de teste. O extrato aquoso de Parthenium diminuiu os teores de clorofila em trigo e canola em 32-63% e 29-69%, respectivamente. No entanto, aumentos de 9-172% e 22-60% em conteúdo fenólico de trigo e canola foram registrados. A canola pareceu ser mais suscetível do que o trigo a todas as concentrações do extrato. Concluiu-se que bioensaios realizados sob condições controladas, utilizando papel-filtro como substrato, podem ser enganosos devido à sobrestimação da resposta alelopática e variação no potencial das espécies receptoras e doadoras. Além disso, isso sugere que os limites de concentrações de aleloquímicos para as espécies de teste em placas de Petri raramente são atingidos em condições de campo. <![CDATA[Competitividade de Soja com Cordas-de-Viola]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Weeds interfere negatively on development, yield and quality of soybeans (Glycine max). Inadequate weed control by herbicide use can select for resistant or tolerant biotypes, leading to a shift in the weed flora. An example is the increase of incidence of morning glory (Ipomoea spp.) in soybeans growing areas in South Brazil. The aim of this study was to determine the competitiveness of soybeans intercropped with I. triloba, I. indivisa and I. purpurea through a replacement experiments series. Greenhouse experiments were conducted in a completely randomized design with four replications. The first experiment was carried out aiming to get the plant population while total plant dry mass remained constant. Other experiments were done under replacement series experiments with soybeans and morning glory ratios of 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 and 100:0 using the 250 plant m-2 defined by the preliminary experiment. Leaf area, root and shoots dry mass were assessed. Diagrams along with index interpretation were used to performed a competitiveness analysis. Soybeans showed greater competitiveness as I. triloba, I. purpurea and I. indivisa species for the leaf area, root and shoots dry mass variables. Intraspecific competition prevails between soybean plants whilst interspecific competition prevails for morning glory.<hr/>As plantas daninhas interferem negativamente no desenvolvimento, na produtividade e na qualidade da soja. O controle inadequado das plantas daninhas pelo uso de herbicidas pode selecionar biótipos resistentes e/ou plantas tolerantes, provocando mudança na flora de plantas daninhas. Objetivou-se com este trabalho determinar a competitividade da soja em convivência com plantas de I. triloba, I. indivisa e I. purpurea, por meio de experimentos em série de substituição. Os experimentos foram realizados em casa de vegetação, no delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. O primeiro experimento foi realizado com a finalidade de obter a população de plantas a partir da qual a massa seca total das plantas permanecesse constante; já os demais experimentos foram realizados em série de substituição com proporções entre soja e corda-de-viola de 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 e 100:0, com população definida no experimento preliminar de 250 plantas m-2. As variáveis avaliadas foram área foliar, massa de matéria seca de raiz e massa de matéria seca da parte aérea. A análise da competitividade foi feita por diagramas de competitividade e por interpretações dos índices. Os resultados indicam a soja como competidor superior às espécies de cordas-de-viola (I. triloba, I. indivisa e I. purpurea) para as variáveis área foliar, massa de matéria seca de raiz e massa de matéria seca da parte aérea e que para soja predomina a competição intraespecífica, enquanto para as cordas-de-viola prevalece a competição interespecífica. <![CDATA[Perdas de Rendimento do Trigo na Competição com Duas Espécies de Planta Daninha: Emex australis and Emex spinosa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100035&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Emex australis and E. spinosa are significant weed species in wheat and other crops. Information on the extent of competition of the Emex species will be helpful to access yield losses in wheat. Field experiments were conducted to quantify the interference of tested weed densities each as single or mixture of both at 1:1 on their growth and yield, wheat yield components and wheat grain yield losses in two consecutive years. Dry weight of both weed species increased from 3-6 g m-2 with every additional plant of weed, whereas seed number and weight per plant decreased with increasing density of either weed. Both weed species caused considerable decrease in yield components like spike bearing tillers, number of grains per spike, 1000-grain weight of wheat with increasing density population of the weeds. Based on non-linear hyperbolic regression model equation, maximum yield loss at asymptotic weed density was estimated to be 44 and 62% with E. australis, 56 and 70% with E. spinosa and 63 and 72% with mixture of both species at 1:1 during both year of study, respectively. It was concluded that E. spinosa has more competition effects on wheat crop as compared to E. australis.<hr/>Emex australis e E. spinosa são espécies de plantas daninhas importantes para o trigo e outras culturas. Informações sobre o grau de competição das espécies do gênero Emex podem ser úteis para mensurar as perdas de rendimento do trigo. Foram conduzidos experimentos em campo para quantificar a interferência das densidades de plantas daninhas, testadas separadamente ou combinadas na proporção de 1:1, no crescimento e rendimento destas, nos componentes de rendimento do trigo e nas perdas no rendimento de grãos de trigo em dois anos consecutivos. A massa seca de ambas as espécies de plantas daninhas aumentou de 3 para 6 g m 2 para cada planta daninha adicionada, ao passo que o número de sementes e o peso por planta diminuíram com o aumento da densidade de ambas as espécies de planta daninha, as quais causaram diminuição considerável nos componentes de rendimento - por exemplo, perfilhos com espigas, número de grãos por espiga, massa de mil grãos de trigo - com o aumento da densidade populacional das plantas daninhas. Com base na equação de regressão não linear hiperbólica, a perda de rendimento assintótico máximo na densidade de plantas daninhas foi estimada em 44 e 62% com E. australis, 56 e 70% com E. spinosa e 63 e 72% com a combinação de ambas as espécies na proporção de 1:1 durante os dois anos de duração do estudo, respectivamente. Concluiu-se que E. spinosa exerce efeito maior na competição com a safra de trigo em relação a E. australis. <![CDATA[Crescimento e Produção do Milho (Zea mays) em Resposta à Competição com Plantas Daninhas em Linha e Entrelinha sob Diferentes Métodos de Adubação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100047&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A field experiment was conducted for two consecutive years to study the effect of fertilizer application methods and inter and intra-row weed-crop competition durations on density and biomass of different weeds and growth, grain yield and yield components of maize. The experimental treatments comprised of two fertilizer application methods (side placement and below seed placement) and inter and intra-row weed-crop competition durations each for 15, 30, 45, and 60 days after emergence, as well as through the crop growing period. Fertilizer application method didn't affect weed density, biomass, and grain yield of maize. Below seed fertilizer placement generally resulted in less mean weed dry weight and more crop leaf area index, growth rate, grain weight per cob and 1000 grain weight. Minimum number of weeds and dry weight were recorded in inter-row or intra-row weed-crop competition for 15 DAE. Number of cobs per plant, grain weight per cob, 1000 grain weight and grain yield decreased with an increase in both inter-row and intra-row weed-crop competition durations. Maximum mean grain yield of 6.35 and 6.33 tha-1 were recorded in inter-row and intra-row weed competition for 15 DAE, respectively.<hr/>Com o propósito de analisar que efeito os métodos de adubação e a duração da competição com planta daninha na linha e entrelinha teriam sobre a densidade e biomassa de diferentes plantas daninhas e o crescimento, rendimento de grãos e componentes na produção do milho, foi feito um estudo de campo por dois anos consecutivos. Os tratamentos experimentais incluíram dois métodos de adubação (colocação lateral e colocação por baixo das sementes) e as durações da competição com plantas daninhas na linha e entrelinha, cada qual para 15, 30, 45 e 60 dias após a emergência e durante o período de desenvolvimento das culturas. O método de adubação não afetou a densidade das plantas daninhas, a biomassa nem a produtividade dos grãos de milho. A colocação do adubo por baixo das sementes gerou, em grande parte, menor média de massa seca de plantas daninhas e maior índice de área com folhas na cultura, taxa de crescimento, peso de grãos por espiga e peso de mil grãos. Foram registrados o número mínimo de plantas daninhas e a massa seca em linha e entrelinha com a cultura aos 15 DAE. Houve redução no número de espigas por planta, no peso de grãos por espiga, no peso de mil grãos e na produtividade de grãos com o aumento da duração da competição tanto na entrelinha como na linha. Foram registradas as produtividades médias máximas de grãos de 6,35 e 6,33 t ha-1 para competição com plantas daninhas em entrelinha e linha, respectivamente, aos 15 DAE. <![CDATA[O Efeito de Diferentes Estratégias de Manejo de Plantas Daninhas sobre o Crescimento e a Produtividade de Arroz (Oryza sativa) Semeado em Plantio Direto]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100057&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Weed management is a primary concern in direct seeded rice (DSR) cropping because weed growth becomes a major constraint on crop yield. A two year field study was set up to evaluate the effect of various weed control measures on crop growth, grain yield and grain quality of DSR. The experiment involved five different weed control measures: hand weeding, hoeing, inter-row tine cultivation, inter-row spike hoeing and herbicide treatment (Nominee 100 SC). The extent of weed control (compared to a non-weeded control) ranged from 50-95%. The highest crop yield was obtained using hand weeding. Hand weeding, tine cultivation and herbicide treatment raised the number of fertile rice tillers formed per unit area and the thousand grain weight. Tine cultivation provided an effective and economical level of weed control in the DSR crop.<hr/>O manejo de plantas daninhas é uma preocupação primordial do arroz semeado em plantio direto (ASPD), pois o crescimento delas se torna uma grande restrição ao rendimento das culturas. Um estudo de campo de dois anos foi estabelecido para avaliar o efeito de várias medidas de controle de plantas daninhas sobre o crescimento das culturas, produção de grãos e qualidade de grãos de ASPD. O experimento envolveu cinco medidas diferentes de controle de plantas daninhas: capina manual, capina, cultivo entre fileiras com forcado, capina com ferramenta agrícola em entrelinhas e tratamento com herbicida (Nominee 100 SC). A extensão do controle das plantas daninhas (em comparação com o controle não capinado) variou entre 50% e 95%. A maior produtividade da cultura foi obtida utilizando-se capina manual. Capina manual, cultivo com forcado e tratamento com herbicida aumentaram o número de perfilhos férteis de arroz formados por unidade de área e peso de mil grãos. O cultivo com forcado proporcionou nível eficaz e econômico de controle de plantas daninhas na cultura do ASPD. <![CDATA[Levantamento Fitossociológico e Florístico de Plantas Daninhas em Áreas Agrícolas da Região Sudoeste de Goiás]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100065&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The use of the Roundup Ready(r) technology and the cultivation of a second crop influence the floristic composition of weed communities in Brazilian Central-West region cropping systems. This study has aimed to diagnose the dominant weed species in southwestern Goiás in areas of genetically-modified and conventional soybeans, using phytosociological and floristic surveys. Weed sampling was obtained by collecting all the plants present within a 0.5 m hollow frame, randomly thrown 20 times in each of thirty-five agricultural areas in the 2012/2013 harvest. Field survey was carried out in three periods: before desiccation for soybean sowing, before postemergence herbicide in soybean first application and before postemergence herbicide application in late harvest. A total of 525 m2 was inventoried and 3,219 weeds were collected, which included 79 species, 58 genera and 28 families. Families Poaceae, Asteraceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Amaranthaceae, were the most representative in the survey. Species Cenchrus echinatus, Glycine max, Chamaesyce hirta, Commelina benghalensis, and Alternanthera tenella stood out in importance. The RR+millet soybean treatment had the highest number of species (44), while the conventional soybean + sorghum treatment had the lowest number of species (18). The highest number of species was recorded in first sampling period. Treatments conventional soybean + maize and conventional soybean + millet showed higher similarity (70%), while treatments RR soybean + millet and conventional soybean + sorghum showed the least (51%). Species of difficult control were recorded in all cultivation systems analyzed.<hr/>A utilização da tecnologia Roundup Ready(r) e o cultivo de segunda safra influenciam a composição florística das comunidades infestantes dos sistemas de cultivo do Centro-Oeste. Este estudo objetivou diagnosticar as espécies de plantas daninhas predominantes na região sudoeste de Goiás, em áreas de soja geneticamente modificada e soja convencional, por meio de levantamento fitossociológico e florístico. Para amostragem das plantas daninhas foi utilizado um quadrado vazado de 0,5 m, lançado aleatoriamente 20 vezes em cada uma das 35 áreas agrícolas na safra 2012/2013. O levantamento de campo foi realizado em três épocas: antes da dessecação para o plantio da soja, previamente à primeira aplicação de herbicida em pós-emergência da soja e anteriormente à aplicação de pós-emergência da safrinha. Foram inventariados 525 m2 no total, sendo coletadas 3.219 plantas daninhas, distribuídas em 79 espécies, 58 gêneros e 28 famílias. As famílias Poaceae, Asteraceae, Euphorbiaceae, Fabaceae e Amaranthaceae, foram as mais representativas. As espécies Cenchrus echinatus, Glycine max, Chamaesyce hirta, Commelina benghalensis e Alternanthera tenella destacaram-se em valor de importância. O tratamento soja RR + milheto apresentou o maior número de espécies (44), e o tratamento soja convencional+sorgo, o menor (18). Registrou-se o maior número de espécies na primeira época de avaliação. Os tratamentos soja convencional+milho e soja convencional + milheto mostraram maior similaridade (70%), enquanto os tratamentos soja RR+milheto e soja convencional + sorgo apresentaram a menor (51%). Espécies de difícil controle foram registradas em todos os sistemas cultivo de analisados. <![CDATA[A Influência dos Resíduos de Sphagneticola trilobata em Plantas Daninhas e Culturas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100081&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The allelopathic effect studied in many cultures has currently generated great expectations that displayed a natural and environmentally friendly tool for weed management using bioherbicides. The objective of this work was to assess allelopathic influence of residues of S. trilobata on the germination and growth of weeds, as well as their relation with some crops and effects on soil properties. Results show that residues from S. trilobata have inhibited the germination of weeds (31.6 - 72%), increasingly with the applied dose. All residue doses of this specie have inhibited dicotyledonous germination, but only maximum concentration has affected monocotyledons. The residues did not affect onion germination, but stimulated it in radish and tomato, while the dose applied at 50% produced tomato stimulation and inhibition of cabbage. The effects of residues on hypocotyl growth in different crops showed changes in species response. For onion, the three doses had negative effects on the growth of hypocotyl, while tomato was stimulated. For radish, the growth was hindered by any dose applied, and were only different (50 and 100%) compared to control. For cabbage, only hypocotyl length was stimulated, when maximum dose (100%) was applied. For the radicle growth, in onion and radish no differences were found compared to control. While the tomato radicle growth was inhibited, in cabbage, all doses encouraged the elongation of the radicle. The dry mass of weed was affected by increased dose of residue (0.49 - 8.8 g m-2), however the soil microflora was stimulated, while the population of Azotobacter spp. was not affect. Some soil properties were affected, the level of organic material, Na+ and electrical conductivity were increased, while pH (H2O) decreased a bit, however it remained basic.<hr/>Atualmente, o efeito alelopático estudado em muitas culturas tem gerado grandes expectativas que exibiam uma ferramenta natural e ambientalmente amigável para manejo de plantas daninhas usando os bioherbicidas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência alelopático de resíduos de S. trilobata na germinação e crescimento de ervas daninhas, bem como sua relação com algumas culturas e os efeitos sobre as propriedades do solo. Os resultados mostram, que os resíduos de S. trilobata produziram uma inibição da germinação das ervas daninhas (31,6 - 72%), que aumenta com a dose aplicada. Todas as doses de resíduos desta espécie, inibiu a germinação dicotiledóneas, mas apenas a concentração máxima afectar as monocotiledóneas. Os resíduos não afecta a germinação de cebola, mas estimulada em rabanete, tomate, enquanto a dose de 50% de estimulação produzida de tomate e a inibição da couve. O efeito dos resíduos relativamente ao crescimento do hipocótilo nas diferentes culturas mostraram alterações na resposta por espécie. Em cebola as três doses de ter um efeito negativo no hipocótilo, enquanto o tomate foi estimulada. Para o rabanete o crescimento foi retardado com qualquer dose aplicada, apenas foram diferentes (50 e 100%) em relação a testemunhar. Em repolho, só foi estimulante comprimento do hipocótilo, quando a dose máxima (100%) foi aplicado. Para o crescimento radicular, na cebola e rabanete não foram encontradas diferenças relação a testemunhar. Enquanto o crescimento radicular tomate foi inibida, diferente do repolho, onde todas as doses produzir o alongamento da radícula. A massa seca de plantas daninhas foi afetada pelo aumento da dose de resíduo (0,49-8,8 g m-2), no entanto, a microflora do solo foi estimulada, enquanto a população de Azotobacter spp. não foram afetar. Algumas propriedades do solo foram afectados, o nível de material orgânico, Na + e condutividade eléctrica foram aumentadas, enquanto que o pH (H2O) diminuíram um pouco, no entanto, continua a ser básica. <![CDATA[Comunidade Infestante e Área de Reforma de Cana Crua Submetida a Diferentes Manejos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100091&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objective of this study was to evaluate the weed community in a raw sugarcane renovation area with three soil managements and peanut sowing in succession. The experiment was conducted during the 2007/08 season on a raw sugarcane area harvested without prior burning in the last five cuts. A randomized block design with treatments arranged in a split plot and arranged in four replications was used. The main treatments consisted of three cropping systems: conventional tillage, minimum tillage and direct planting, and subplots consisted in the absence (resting) or presence of crop rotation with peanuts. After 135 days from planting peanuts and 180 days of sugarcane harvest, the number of weeds m-2 was counted and the shoot dry biomass of the weeds collected was determined. The data were interpreted by analysis of variance and the means were compared by Tukey's test at 5% probability so that phytosociological indices a, b, c e d were calculated. The use of soil conservation tillage and peanut in rotation with sugarcane in the renovation areas is effective in controlling weeds and suppression of weed species difficult to control like Cyperus rotundus, Commelina bengalensis, Urochloa plantaginea, and Digitaria nuda.<hr/>Acredita-se ser possível reduzir o custo com o controle de plantas daninhas em áreas de reforma de cana crua adotando-se sistemas de manejos adequados. Objetivou-se com este trabalho avaliar a comunidade infestante em área de reforma de cana crua submetida a diferentes manejos. Nesta pesquisa, utilizando-se uma área de um canavial colhido sem queima prévia, nos últimos cinco cortes foram avaliados três sistemas de cultivo: convencional, mínimo e plantio direto, associados ao pousio e cultivo do amendoim. Após 135 dias da semeadura do amendoim e 180 dias da colheita da cana-de-açúcar, foi feita a contagem do número de plantas daninhas por meetro quadrado e da matéria seca da parte aérea das plantas daninhas coletadas. Todos os dados obtidos foram analisados estatisticamente. Para interpretação dos resultados, utilizou-se o teste de Tukey a 5% de probabilidade e valores dos índices fitossociológicos a, b, c e d calculados. Conclui-se que a utilização do sistema de plantio direto associado ao cultivo do amendoim em rotação com a cana-de-açúcar em áreas de cana crua favorece o controle e a supressão de espécies de plantas daninhas de difícil controle, como Cyperus rotundus, Commelina benghalensis, Urochloa plantaginea e Digitaria nuda. <![CDATA[Crescimento de Eucalipto Submetido a Manejos de Urochloa spp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100099&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objective of this work was to evaluate the initial growth and the physiological characteristics of eucalypt submitted to different managements of signalgrass. The experiment was conducted in a protected environment, using a randomized blocks design with five repetitions. The treatments were arranged in a (5 x 2) + 1 factorial design, and the first factor corresponded to the types of weed management (no control; chemical control keeping the signalgrass shoot on the soil; chemical control with removal of the signalgrass shoot; mechanical control keeping the signalgrass shoot on the soil, and mechanical control with removal of the signalgrass shoot); the second factor corresponded to the two weeds species (U. brizantha and U. decumbens) and a control relative to the eucalypt in monoculture. The eucalypt growth was not affected by the presence of the Urochloa species until 50 days after treatments (DAT). However, the coexistence of these species with eucalypt for 107 DAT reduced the collar diameter, total dry matter, and the leaf area, but did not alter the characteristics related to photosynthesis and transpiration. The control method adopted, with removal or maintenance of the signalgrass shoot, regardless of species, did not change the initial eucalypt growth. It can be concluded that the coexistence of eucalypt with Urochloa decumbens or Urochloa brizantha for 105 days reduces the eucalypt growth. However, the use of chemical or mechanical control, with or without removal of signalgrass residue, were effective methods to prevent interference of these weeds.<hr/>O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento inicial e as características fisiológicas do eucalipto submetido a diferentes manejos do capim-braquiária. O experimento foi realizado em ambiente protegido, no delineamento de blocos casualizados com cinco repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial (5 x 2) + 1, sendo o primeiro fator correspondente aos tipos de manejo da planta daninha (ausência de controle, controle químico mantendo no solo a parte aérea do capim-braquiária, controle químico retirando a parte aérea do capim-braquiária, controle mecânico mantendo no solo a parte aérea do capim-braquiária e controle mecânico retirando a parte aérea do capim-braquiária) o segundo às espécies de capim-braquiária (Urochloa brizantha e Urochloa decumbens), além de uma testemunha referente ao eucalipto em monocultivo. O crescimento do eucalipto não foi alterado pela presença das espécies de capim-braquiária até os 50 dias após a aplicação dos tratamentos (DAT). Todavia, o convívio dessas espécies com o eucalipto até os 107 DAT reduziu o diâmetro do coleto, a matéria seca total e a aérea foliar, mas não alterou as características relacionadas a fotossíntese e transpiração. O método de controle adotado com a remoção ou manutenção da parte aérea do capim-braquiária, independentemente da espécie, não alterou o crescimento inicial do eucalipto. Conclui-se que o convívio por 105 dias do eucalipto com Urochloa decumbens ou Urochloa brizantha reduz o crescimento do eucalipto. Contudo, os controles químico ou mecânico, associados ou não à retirada dos resíduos da capina do capim-braquiária, foram métodos eficientes para impedir a interferência dessas plantas daninhas. <![CDATA[Explorando Herbicida Potencial de Aquosas Extratos de Algumas Plantas Herbáceas contra Parthenium Weed]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100109&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt To assess the phytotoxic potential of Achyranthes aspera, Alternanthera philoxeroides, Datura metel and Rumex dentatus against Parthenium hysterophorus, 5% (w/v on dry weight basis) aqueous extracts from root, stem, leaf, flower and whole plant were tested through a Petri plate-based germination and pot-cultured seedling bioassays. Achyranthes aspera and A. philoxeroides inhibited parthenium weed germination more than extracts from other species. Whole plant, leaf and fruit extracts of A. aspera reduced the germination percentage (5%); leaf extract from A. philoxeroides caused lower germination index (0.4), higher mean germination time (14 d) and longer time to 50% germination (13.5 d) of parthenium weed. In the foliar spray bioassay, A. aspera reduced parthenium weed shoot growth more than the other species whereas R. dentatus caused more reduction in root growth. Whole plant extract from A. aspera caused maximum reduction in parthenium weed seedling vigor index (98%) and seedling biomass (96%). The aqueous extracts of A. aspera and A. philoxeroides contained higher concentrations of phenolics viz. gallic (16.9 mg L-1), caffeic (7.4 mg L-1), chromatotropic (63.8 mg L-1), p-coumaric (10.5 mg L-1), m-coumaric (3.1 mg L-1), syringic (9.21 mg L-1) and 4 hydroxy-3-methoxy benzoic (118.6 mg L-1) acids compared with extracts of the other two species tested.<hr/>Para avaliar o potencial fitotóxico de Achyranthes aspera, Alternanthera philoxeroides, Datura metel e Rumex dentatus sobre Parthenium hysterophorus, 5% (w/v em base seca) de extratos aquosos de raiz, caule, folha, flor e toda a planta foram testados através de germinação em placa de Petri e de bioensaios de sementes cultivadas em potes. A inibição da germinação de plantas de Parthenium por Achyranthes aspera e A. philoxeroides foi maior que a de extratos de outras espécies. Extratos de plantas e folhas e frutos inteiros de A. aspera reduziram a porcentagem de germinação (5%); o extrato de folha de A. philoxeroides provocou menor índice de germinação (0,4), maior tempo médio de germinação (14 d) e germinação por mais tempo a 50% (13,5 d) de Parthenium. No bioensaio de pulverização foliar, A. aspera reduziu mais o crescimento de rebentos de Parthenium do que as outras espécies, enquanto R. dentatus causou maior redução no crescimento radicular. O extrato de planta inteira de A. aspera causou redução máxima do índice de vigor de plântulas (98%) e da biomassa das plântulas (96%) de Parthenium. Os extratos aquosos de A. aspera e A. philoxeroides continham as concentrações mais elevadas de compostos fenólicos, ou seja, ácidos gálico (16,9 mg L-1), cafeico (7,4 mg L-1), cromotrópico (63,8 mg L 1), p-cumárico (10,5 mg L-1), m-cumárico (3,1 mg L-1), siríngico (9,21 mg L-1) e benzoico 4-hidroxi-3-metoxi (118,6 mg L-1), em comparação com os extratos das outras duas espécies testadas. <![CDATA[Eficácia do Diquat, Hidróxido de Cobre, Oxicloreto de Cobre e suas Associações no Controle da Macrófita Submersa Ceratophyllum demersum]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100117&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aims of this study were to evaluate the effectiveness of diquat, copper hydroxide, copper oxychloride and their associations diquat + 0.1% copper oxychloride and diquat + 0.1% copper hydroxide to control Cerathophyllum demersum. Therefore, the concentrations used were 0.1, 0.3, 0.5, 0.7, 1.0 and 1.5 mg L-1 oxychloride and copper hydroxide and 0.2, 0.4, 0.8 and 1.2 mg L-1 diquat and their associations with 0.1% copper oxychloride and 0.1% copper and a control hydroxide. The experimental design was completely randomized with ten replications for 45 days. For evaluation we used a scale of 0-100% control of notes and rated the weight (g) and length (cm) of pointers at the end of the trial period. Diquat showed 100% efficacy at 30 DAA, associations in 21 DAA and copper sources promoted regrowth of C. demersum. Diquat and its associations were more effective in controlling C. demersum. The use of herbicide in combination with a copper source is more efficient for the control of submerged weeds because it potentiates the effect of the herbicide in weed control<hr/>O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do diquat, hidróxido de cobre, oxicloreto de cobre e suas associações (diquat + 0,1% de oxicloreto de cobre e diquat + 0,1% de hidróxido de cobre) para o controle de Cerathophyllum demersum em condições de laboratório. Para isso, foram utilizadas as concentrações de 0,1, 0,3, 0,5, 0,7, 1,0 e 1,5 mg L-1 do oxicloreto e hidróxido de cobre e de 0,2, 0,4, 0,8 e 1,2 mg L-1 do diquat e suas associações com 0,1% de oxicloreto de cobre e 0,1% de hidróxido de cobre e um controle. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com dez repetições, ao longo de 45 dias de avaliação. Na avaliação foi empregada uma escala de notas de controle (0-100%) e avaliado o peso (g) e o comprimento (cm) dos ponteiros ao final do período experimental. O diquat apresentou 100% de eficácia aos 30 DAA, e as associações em 21 DAA; as fontes de cobre promoveram a rebrota de C. demersum. O diquat e suas associações foram mais eficazes no controle de C. demersum. A utilização de herbicida em associação com uma fonte de cobre é mais eficiente para controle de macrófitas submersas, pois potencializa o efeito do herbicida no controle das plantas. <![CDATA[A Ingestão do Herbicida Isoxaflutole Afeta o Intestino Médio e Glândulas Salivares de Predadores Pentatomidae?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100125&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Podisus nigrispinus is a generalist predator naturally occurring in agricultural and forestry systems that effectively contributes to the population balance of phytophagous insects, especially defoliating caterpillars. Histological changes were evaluated in the salivary glands and midgut of P. nigrispinus caused by ingestion of systemic herbicide isoxaflutole. These predator females were fed with leaves of eucalyptus plants, Tenebrio molitor pupae or water, contaminated or not by herbicide. Salivary glands and midguts were dissected, processed and analyzed under a light microscope. Activity level and cell morphology of the salivary glands and midgut showed differences among insects fed on plants, contaminated water or pupae. The epithelia of the salivary gland and midgut of individuals which had no contact with the herbicide showed homogeneous cytoplasm, nucleus with predominance of decondensed chromatin and evident nucleoli, intense cell activity features. As for the insects in contact with contaminated food, they presented undeveloped nucleus and condensed chromatin. The luminal contents of the salivary glands in the contaminated insects had become more acidophilus than in insects without poisoning, as well as having heterogeneous and granular secretion, being more evident in the bioassay in which the insects fed on contaminated water. There was a marked morphological change in the midgut cells in contaminated insects. High degree of apoptosis, disorganization and secretory vacuoles in the epithelial cytoplasm were observed. The apical portion of the midgut cells proved undeveloped, irregular and partially destroyed. It is concluded that isoxaflutole causes morphological changes in the digestive system of the predator P. nigrispinus.<hr/>Podisus nigrispinus é um predador generalista de ocorrência natural em sistemas agrícolas e florestais que contribui de forma efetiva para o equilíbrio populacional dos insetos fitófagos, principalmente lagartas desfolhadoras. Avaliaram-se alterações histológicas nas glândulas salivares e no intestino médio de P. nigrispinus causadas após ingestão do herbicida sistêmico isoxaflutole. Fêmeas desse predador foram alimentadas com folhas de plantas de eucalipto, pupas de Tenebrio molitor ou água, contaminados ou não pelo herbicida. As glândulas salivares e o intestino médio foram dissecados, processados e analisados em microscópio de luz. O nível de atividade e a morfologia celular das glândulas salivares e do intestino médio apresentaram diferenças conforme a alimentação. Os epitélios da glândula salivar e do intestino médio de indivíduos que não tiveram contato com o herbicida apresentaram o citoplasma homogêneo, núcleos com predomínio de cromatina descondensada e nucléolos evidentes. Já os insetos que tiveram contato com o herbicida apresentaram o núcleo pouco desenvolvido e cromatina condensada, evidenciando baixa atividade metabólica. Os insetos contaminados apresentaram conteúdo luminal das glândulas salivares mais acidófilo que aqueles sem intoxicação, além de possuírem secreção heterogênea e granular, sendo mais evidente no bioensaio em que os insetos se alimentaram de água contaminada. Ocorreram mudanças morfológicas marcantes nas células do mesêntero nos insetos contaminados. Foram observados alto grau de apoptose, desorganização e vacúolos secretores no citoplasma epitelial. A porção apical das células do mesêntero mostrou-se pouco desenvolvida, irregular e parcialmente destruída. Conclui-se que o isoxaflutole provoca alterações morfológicas no sistema digestório do predador P. nigrispinus. <![CDATA[Uso do Glyphosate no Manejo de Urochloa brizantha em Consórcio com Milho Resistente ao Herbicida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100133&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The success of the intercropping among cultivated species depends on the adoption of practices that provide, in due course, greater competitive ability of a species over another. The objective of this study was to evaluate the use of glyphosate herbicide in the suppression of Brachiaria (signalgrass) intercropped with maize. The experiment was conducted in a randomized complete block design with four replications. The treatments were arranged in a 5 x 2 + 2 factorial arrangement, the first factor corresponding to the doses of glyphosate (48, 96, 144, 240, 480 g ha-1 of the acid equivalent (a.e)) and the second one to the vegetative stages of the signalgrass at the time of application (2 and 4 tillers). Two controls were added to the treatment list, comprising controls without herbicide application and hand removal of the signalgrass. The number of plants, tillers and dry matter of signalgrass was reduced with glyphosate. The increase of the glyphosate doses enhanced the injure to the forage plants, mainly when the compound was sprayed at the two-tiller vegetative stage. The dry matter of maize plants increased proportionally to the glyphosate dose. However, the height of the maize plants was not affected. The grain mass and productivity of maize grain increased with increasing dose of glyphosate. The maize yield was negatively influenced on the untreated control. Glyphosate at 96 and 144 g ha-1, when applied at 2 and 4 tiller stage, respectively, reduces the growth of signalgrass and does not affect the maize grain yield.<hr/>O sucesso do consórcio entre espécies cultivadas depende da adoção de práticas que proporcionem, em momento oportuno, maior habilidade competitiva a uma espécie em detrimento da outra. O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso do glyphosate no manejo da braquiária em consórcio com o milho. O experimento foi realizado em delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 5 x 2 + 2, sendo o primeiro fator correspondente às doses do herbicida glyphosate (48, 96, 144, 240, 480 g ha-1 do equivalente ácido (e.a.)), e o segundo, aos estádios vegetativos da braquiária no momento da aplicação (dois e quatro perfilhos). Foram adicionadas duas testemunhas, constituídas pela testemunha capinada e pela testemunha sem aplicação do herbicida. O número de plantas e o de perfilhos, bem como a matéria seca da braquiária, foram reduzidos com a aplicação do glyphosate. O aumento das doses de glyphosate causou maior intoxicação da forrageira, que foi mais sensível ao herbicida no estádio vegetativo de dois perfilhos. A matéria seca do milho foi maior nas maiores doses do glyphosate. Todavia, a altura das plantas não foi afetada. O peso de mil grãos e a produtividade de grãos do milho aumentaram com o incremento da dose do glyphosate. A ausência de aplicação influenciou negativamente a colheita do milho. Conclui-se que as dose de 96 e 144 g ha-1 e.a., quando aplicadas no estádio de dois e quatro perfilhos, respectivamente, reduz o crescimento da braquiária e não afeta a produtividade de grãos do milho. <![CDATA[Base Molecular para Resistência a Fluazifop-P-Butyl em Capim-Camalote (Rottboellia cochinchinensis) da Costa Rica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100143&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Rottboellia cochinchinensis is an annual grass weed species known as itchgrass, or "caminadora" in America´s Spanish speaking countries, and has become a major and troublesome weed in several crops. The application of fluazifop-P-butyl at recommended rates (125 g a.i. ha-1) was observed to be failing to control itchgrass in a field in San José, Upala county, Alajuela province, Costa Rica. Plants from the putative resistant R. cochinchinensis population survived fluazifop-P-butyl when treated with 250 g a.i. ha-1 (2X label rate) at the three- to four-leaf stage under greenhouse conditions. PCR amplification and sequencing of partial carboxyl transferase domain (CT) of the acetyl-CoA carboxylase (ACCase) gene were used to determine the molecular mechanism of resistance. A single non-synonymous point mutation from TGG (susceptible plants) to TGC (putative resistant plants) that leads to a Trp-2027-Cys substitution was found. This Trp-2027-Cys mutation is known to confer resistance to all aryloxyphenoxyproprionate (APP) herbicides to which fluazifop-P-butyl belongs. To the best of our knowledge, this is the first report of fluazifop-P-butyl resistance and a mutation at position 2027 for a Costa Rican R. cochinchinensis population.<hr/>Rottboellia cochinchinensis, espécie de planta daninha anual conhecida como capim-camalote, ou "caminadora", em países de língua espanhola das Américas, tornou-se uma planta daninha significativa e problemática em diversas culturas. Observou-se que a aplicação de fluazifop-p-butyl nas doses recomendadas (125 g i.a. ha-1) não conseguiu controlar capim-camalote em uma região em San José, condado de Upala, província de Alajuela, Costa Rica. As plantas da população supostamente resistente de R. cochinchinensis sobreviveram a fluazifop-p-butyl quando tratadas com 250 g i.a. ha 1 (2X a dose do rótulo) na fase de três a quatro folhas em condições de estufa. Amplificação e sequenciamento de reação em cadeia da polimerase de domínio de transferase de ácido carboxílico parcial (TC) do gene acetil-CoA carboxilase (ACCase) foram utilizados para determinar o mecanismo molecular de resistência. Foi encontrada uma mutação de ponto não sinônimo individual de TGG (plantas suscetíveis) para TGC (plantas supostamente resistentes) que conduz a uma substituição de Trp-2027-Cys. Sabe-se que essa mutação de Trp-2027-Cys confere resistência a todos os herbicidas ariloxifenoxipropionatos (AFP) a que fluazifop-p-butyl pertence. Pelo visto, este é o primeiro relato de resistência a fluazifop-p-butyl de uma mutação na posição 2027 para uma população costarriquenha de R. cochinchinensis. <![CDATA[Resistência de Biótipos de Nabo ao Herbicida Iodosulfurom e Controle Alternativo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100151&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The repetitive use of iodosulfuron for the control of weeds in winter cereals in the south of Brazil has favored the emergence of resistant Raphanus sativus biotypes. The objective of this study was to evaluate: the response of Raphanus sativus biotypes susceptible and resistant to different dosages of iodosulfuron; the control of biotypes with alternative registered herbicides for the control of the species in crops of wheat, corn and soybean; and the existence of cross-resistance of the biotypes. Thus, four experiments were done in a greenhouse, with a completely randomized design and four replicates. The experimental units were composed of vases with a volumetric capacity of 0.75 L filled with substrate, containing a plant each. For the dose-response curve, three biotypes (factor A) and nine doses of the iodosulfuron herbicide (factor B) were used. For the alternative control, the recommendation was herbicides in pre or postemergence of the crops, and the crossed-resistance was evaluated by using herbicides that inhibit the ALS enzyme of different chemical groups. The analyzed variables were control and shoot dry matter. GR50 of the susceptible biotype (B1) was 0.11 g a.i. ha-1, whereas GR50 of resistant biotypes (B4 and B13) was 102.9 and 86.8 g a.i. ha-1 of the iodosulfuron herbicide, respectively. The resistant biotypes presented crossed resistance to herbicides that inhibit the ALS enzyme, where the control can be efficient with the use of herbicides with different action mechanisms.<hr/>O uso repetido do herbicida iodosulfurom para controle de plantas daninhas em cereais de inverno no Sul do Brasil favoreceu o surgimento de biótipos de Raphanus sativus resistentes. O objetivo deste estudo foi avaliar: a resposta de biótipos de Raphanus sativus suscetível e resistentes a diferentes doses do herbicida iodosulfurom; o controle dos biótipos com herbicidas alternativos registrados para controle da espécie nas culturas de trigo, milho e soja; e a existência de resistência cruzada dos biótipos. Assim, foram conduzidos quatro experimentos em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. As unidades experimentais constituíram-se de vasos com capacidade volumétrica de 0,75 L preenchidos com substrato, contendo uma planta cada. Para a curva de dose-resposta foram utilizados três biótipos (fator A) e nove doses do herbicida iodosulfurom (fator B). Para o controle alternativo, foram preconizados herbicidas na pré e pós-emergência das culturas, e a resistência cruzada foi avaliada utilizando herbicidas inibidores da enzima ALS de diferentes grupos químicos. As variáveis analisadas foram controle e massa da matéria seca da parte aérea. A GR50 do biótipo suscetível (B1) foi de 0,11 g i.a. ha-1, enquanto a GR50 dos biótipos resistentes (B4 e B13) foi de 102,9 e 86,8 g i.a. ha-1 do herbicida iodosulfurom, respectivamente. Os biótipos resistentes apresentaram resistência cruzada a herbicidas inibidores da enzima ALS, onde o controle pode ser eficiente com a utilização de herbicidas com mecanismos de ação distintos. <![CDATA[Lixiviação do Sulfentrazone em Solos da Região Canavieira do Nordeste do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100161&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Sulfentrazone leaching potential is dependent on soil properties such as strength and type of clay, organic matter content and pH, and may result in ineffectiveness of the product and contamination of groundwater. The objective of this study was to evaluate sulfentrazone leaching in five soils of the sugarcane region in the Northeast Region of Brazil, with different physical and chemical properties, by means of bioassay and high-performance liquid chromatography (HPLC) resolution. The experiment was conducted in a split plot in a completely randomized design. The plots had PVC columns with a 10 cm diameter and being 50 cm deep, filled with five different soil classes (quartzarenic neosol, haplic cambisol, yellowish-red latosol, yellowish-red acrisol, and haplic gleysol), and subplots for 10 depths in columns, 5 cm intervals. On top of the columns, sulfentrazone application was conducted and 12 hours later there was a simulated rainfall of 60 mm. After 72 hours, the columns were horizontally placed and longitudinally open, divided into sections of 5.0 cm. In the center of each section of the columns, soil samples were collected for chromatographic analyses and sorghum sowing was carried out as an indicator plant. The bioassay method was more sensitive to detect the presence of sulfentrazone in an assessment for chromatography soil, having provided greater herbicide mobility in quartzarenic neosol and yellowish-red latosol, whose presence was detected by the indicator plant to a depth of 45 and 35 cm, respectively. In the other soils, sulfentrazone was detected up to 20 cm deep. The intense mobility of sulfentrazone in quartzarenic neosol may result in herbicide efficiency loss in the soil because the symptoms of intoxication and the amount of herbicide detected via silica were highest between 15 cm and 35 cm depth regarding the soil surface layer (0-10 cm), indicating that sulfentrazone should be avoided in soils with such characteristics.<hr/>O potencial de lixiviação do sulfentrazone é dependente de atributos do solo, como teor e tipo de argila, teor de matéria orgânica e pH, podendo resultar em ineficácia do produto e contaminação de águas subterrâneas. Objetivou-se neste trabalho avaliar a lixiviação do sulfentrazone em cinco solos da região canavieira do Nordeste do Brasil, com diferentes atributos físicos e químicos, por meio de bioensaios e cromatografia líquida de alta resolução (CLAE). O experimento foi conduzido no esquema de parcelas subdivididas, no delineamento inteiramente casualizado. As parcelas foram compostas por colunas de PVC com 10 cm de diâmetro e 50 cm de profundidade, preenchidas com cinco solos de diferentes classes (Neossolo Quartzarênico, Cambissolo Háplico, Latossolo Vermelho-Amarelo, Argissolo Vermelho-Amarelo e Gleissolo Háplico), e as subparcelas, por 10 profundidades nas colunas, com intervalos de 5 cm. No topo das colunas, realizou-se aplicação de sulfentrazone e, 12 horas após, simulou-se uma precipitação pluviométrica de 60 mm. Após 72 horas, as colunas foram colocadas na posição horizontal e abertas longitudinalmente, divididas em seções de 5,0 cm. No centro de cada seção das colunas, coletaram-se amostras de solo para análises cromatográficas e procedeu-se à semeadura de sorgo como planta indicadora. Foi constatada maior mobilidade do herbicida no Neossolo Quartzarênico e no Latossolo Vermelho-Amarelo, cuja presença foi detectada pelas plantas indicadoras até a profundidade de 45 e 35 cm, respectivamente. Nos demais solos, o sulfentrazone foi detectado até 20 cm de profundidade. A intensa mobilidade do sulfentrazone no Neossolo Quartzarênico pode resultar em perda de eficiência do herbicida neste solo, pois os sintomas de intoxicação e a concentração de herbicida detectado via cromatografia foram mais elevados entre 15 e 35 cm de profundidade em relação à camada superficial do solo (0-10 cm), indicando que o sulfentrazone deve ser evitado em solos com tais características. <![CDATA[Volumes de Aplicação e Tamanhos de Gotas para Aplicação do Herbicida Diquat no Controle de Eichhornia crassipes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100171&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objective of this study was to evaluate the efficiency of application and the efficacy of control of water hyacinth (Eichhornia crassipes) with the use of the diquat herbicide done with two application volumes associated to three droplets classes. Three experiments were conducted; in the first, the application efficiency was evaluated; in the second, the control efficiency and; in the third, the droplet spectrum. They were conducted in a completely randomized design with five, four and six replicates, respectively. The treatments were arranged in a 2 x 3 factorial design, with two application volumes (100 and 200 L ha-1) and three droplets classes (fine, extremely coarse and ultra-coarse) to the first and second experiment and the third comprised two diquat concentrations in spray solution (2 and 4 g i.a. L-1) and three droplets classes (fine, extremely coarse and ultra-coarse). The application efficiency was determined by the coverage by droplets, spray deposition and active ingredient of the herbicide (diquat). The efficacy was measured by the control and the percentage of plants with regrowth at 50 days after application. The spectrum of droplets produced per each nozzle model used to obtain the droplets classes were analyzed. According to the parameters analyzed, using the droplets classes extremely thick and ultra thick can provide greater certainty in the application of diquat in the aquatic environment associated with the deposition of the active and sufficient coverage to control Eichhornia crassipes with both application volumes<hr/>Objetivou-se neste estudo avaliar a eficiência da aplicação e eficácia de controle de aguapé (Eichhornia crassipes) com o uso do herbicida diquat veiculado com dois volumes de aplicação. associado a três classes de gotas. Foram conduzidos três experimentos: no primeiro avaliou-se a eficiência da aplicação; no segundo, a eficácia de controle; e, no terceiro, o espectro de gotas, conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco, quatro e seis repetições, respectivamente. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 2 x 3, com dois volumes de aplicação (100 e 200 L ha-1) e três classes de gotas (fina, extremamente grossa e ultragrossa) para o primeiro e o segundo experimento, e o terceiro foi constituído por duas concentrações do herbicida diquat na calda (2 e 4 g de i.a. L-1) e por três classes de gotas (fina, extremamente grossa e ultragrossa). A eficiência da aplicação foi determinada pela cobertura por gotas, deposição de calda e ingrediente ativo do herbicida (diquat). Já a eficácia foi quantificada pelo controle e pela porcentagem de plantas com rebrote até 50 dias após a aplicação. Foi analisado o espectro das gotas produzidas por cada modelo de pontas utilizado para obter as classes de gotas. De acordo com os parâmetros analisados, o uso das classes de gotas extremamente grossa e ultragrossa pode proporcionar maior segurança na aplicação do herbicida diquat em ambiente aquático, associado à deposição do ativo e cobertura suficiente para controle de E. crassipes com ambos os volumes de aplicação. <![CDATA[Conyza spp.: de Patinho Feio a Cisne Mais Adaptado da Agricultura - Breve Revisão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100183&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Conyza spp. are widely responsible for yield losses in agriculture due to its worldwide occurrence, resistance to herbicides and other traits which turn these species into first grade weeds. Since the 1980's, these species started to be cited on books both related to the ecology and the weed science, being usually classified as ruderals. Occurrence of Conyza in crops shows that these species are highly adaptable due to its recent evolutionary origin and occur in environments prone concomitantly to a moderate set of competition, disturbance and stress. There are also limitations in Grime's theory which may lead us to mistakes about the behavior of Conyza. Thus, simple and isolated recommendations certainly will not solve the problem of Conyza. Neither soil tillage nor tolerant crops to 2,4-D will free the agriculture from this weed, being necessary an integrated approach to solve this problem which demands qualified human resources in weed science and planning.<hr/>Espécies do gênero Conyza são responsáveis por perdas de produtividade na agricultura contemporânea devido à ocorrência cosmopolita, à resistência a herbicidas e a uma série de outras características que as tornam plantas daninhas de primeiro escalão. A partir dos anos 1980, essas espécies começaram a ser citadas tanto em livros relacionados à ecologia como à ciência das plantas daninhas, sendo geralmente classificadas como ruderais. A ocorrência atual de Conyza em áreas cultivadas demonstra que essas espécies são altamente adaptáveis devido à sua recente origem evolucionária e ocorrem em ambientes suscetíveis concomitantemente a competição, distúrbio e estresse moderados. Há ainda limitações na teoria de Grime que podem nos levar a enganos sobre o comportamento de Conyza. Logo, recomendações simples de manejo e isoladas certamente não resolverão o problema causado por plantas desse gênero. Preparo do solo ou culturas tolerantes ao herbicida 2,4-D não livrarão definitivamente a agricultura dessa planta daninha, sendo necessária uma abordagem integrada para esse fim, o que demanda recursos humanos qualificados em ciência das plantas daninhas e planejamento. <![CDATA[Bases Fisiológicas e Genéticas do Relógio Circadiano em Plantas e sua Relação com a Eficácia de Herbicidas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582016000100191&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt In order to adapt to daily environmental changes, especially in relation to light availability, many organisms, such as plants, developed a vital mechanism that controls time-dependent biological events: the circadian clock. The circadian clock is responsible for predicting the changes that occur in the period of approximately 24 hours, preparing the plants for the following phases of the cycle. Some of these adaptations can influence the response of weeds to the herbicide application. Thus, the objectives of this review are to describe the physiological and genetic mechanisms of the circadian clock in plants, as well as to demonstrate the relationship of this phenomenon with the effectiveness of herbicides for weed control. Relationships are described between the circadian clock and the time of application of herbicides, leaf angle and herbicide interception, as well as photosynthetic activity in response to the circadian clock and herbicide efficiency. Further, it is discussed the role of phytochrome B (phyB) in the sensitivity of plants to glyphosate herbicide. The greater understanding of the circadian clock in plants is essential to achieve greater efficiency of herbicides and hence greater control of weeds and higher crop yields.<hr/>Para se adaptarem às variações ambientais diárias, principalmente em relação à disponibilidade de luz, muitos organismos, como as plantas, desenvolveram um mecanismo vital que controla eventos biológicos dependentes do tempo: o relógio circadiano. Esse relógio é responsável por prever as variações que ocorrem no período de aproximadamente 24 horas, preparando as plantas para as próximas fases do ciclo. Algumas dessas adaptações podem influenciar na resposta das plantas daninhas à aplicação de herbicidas. Dessa forma, os objetivos desta revisão foram descrever os mecanismos fisiológicos e genéticos do relógio circadiano em plantas, assim como demonstrar a relação desse fenômeno com a eficácia de herbicidas em plantas daninhas. Foram descritas as relações entre o relógio circadiano e o horário de aplicação de herbicidas, o ângulo foliar e área de interceptação de herbicidas pelas folhas, assim como a atividade fotossintética em resposta ao relógio circadiano e a eficiência de herbicidas. Ainda, foi discutido o papel do fitocromo B (phyB) na sensibilidade de plantas ao herbicida glifosato. O maior entendimento do relógio circadiano de plantas é fundamental para se obter maior eficiência dos herbicidas e, consequentemente, maior controle das plantas daninhas e maior rendimento das culturas.