Scielo RSS <![CDATA[Planta Daninha]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-835819850001&lang=en vol. 8 num. 1-2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Grass weed control with herbicides in soybeans in Minas Gerais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Três experimentos de campo foram conduzidos em Latossolos Vermelho-Escuro e Vermelho-Amarelo, nos anos 1981/82 e 1982/83 com o objetivo de determinar o efeito de herbicidas para o controle de plantas daninhas angustifoliadas e fitotoxidade sobre a cultura de soja, cultivares UFV-1 e Cristalina. O grupo das acetanilidas e pendimethalin controlaram a trapoeraba. Para as três espécies latifoliadas, o acetochlor, trifluralin e oryzalin foram eficientes. Além disso, o metolachlor controlou a poaia e o pendimethalin controlou a poaia e o apaga-fogo. Para o controle do capim-marmelada, todos os produtos foram eficientes, exceto quizalofop-etil e mefluidide, enquanto que para o capim-colchão apenas o mefluidide não foi eficiente. Finalmente, o timbete não foi eficientemente controlado por alachlor, metolachlor, pentimethalin e mefluidide. Acetochlor e oryzalin afetaram negativamente o stand inicial. Além disso, o acetochlor reduziu altura da inserção da primeira vagem. O quizalofop-etil causou uma redução na produção de grãos.<hr/>Three field experiments were carried out on Dark Red Latosol and Yellow Red Latosol in 1981/82 and 1982/83 to evaluate the efficiency of herbicides upon grassy and their phytotoxicity upon “UFV-1” and Cristalina soybeans cultivars. The acetoanilide group and pendimethalin showed good epiderwort control. For the three broadleaved weed species, acetochlor, trifluralin and oryzalin were efficient. More over, metolachlor controlled Brazil pusley and A. ficoidea. For alexandergrass control all herbicides tested were efficient but quizalofop-ethyl and mefluidide, whereas crabgrass was not controlled by mefluidide only. Acetochlor and oryzalin treatments decreases initial stand. Besides, acetochlor decreased height of insertion of first pod. Quizalofop-ethil reduced grain yield of soybeans. <![CDATA[<b>Comportamento de diversas plantas daninhas, de ocorrência comum no estado de São Paulo, em relação a duas espécies de nematóides das galhas: primeira parte</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudou-se o comportamento de 10 espécies de plantas daninhas, comuns no Estado de São Paulo, quando o solo em que vegetavam foi inoculado com os nematóides das galhas Meloidogyne incognita raça 4 ou M. javanica. As avaliações foram feitas 50 dias após a inoculação dos parasitos, baseando-se nos números de galha s e ootec as pre sentes nas raízes e nos valores de altura e de pesos secos da parte aérea e sistemas radiculares das plantas. Em relação as duas espécies de nematóides, comportaram-se como alta mente suscetíveis Alternaria ficoidea (apaga -fogo) e Ipomoea acuminata (cordade -viola ), como olerantes Amaranthus hybridus var. patulus (caruru) e Commelina virgunica (trapoeraba), como pouco suscetível Euphorbia heterophylla (amendoim bravo) e como altamente resistentes Blainvillea rhomboidea (erva - palha), Crotonn glandulosus (gervãobranco), Emilia sonchifolia (serralha) e Tagetes minuta (cravo-de-defunto). O carrapicho-de-carneiro, Acant horpermum hispidum, mostrou-se altamente resis tente a M. incognita raça 4 e moderadamente suscetível a M. javanica.<hr/>The behaviour of ten different weed species belonging to Amaranthaceae, Commelinaceae, Compositae, Convolvulaceae and Euphorbiaceae in relation to the root-knot nematodes Meloidogyne incognita race 4 and M. javanica was studied under greenhouse conditions. Evaluations were carried out 50 days after the nematode inoculations, by means of gall and egg masses indexes observed in the root systems and through the determination of height and/or top dry weight of the plants. Alternanthera ficoidea and Ipomoea acuminate were considered highly suscetible to both nematode species; Amaranthus hybridus var. patul us and Commelina virgunica were tolerant to the arasites whereas Euphorbia heterophylla showed low susceptibility; Acanthospernum hispidum was conside red moderately suscetible to M. javanica and highly resistant to M. incognita race 4; all other weeds - Blainvillea rhomboidea, Croton glandulosus, Emilia sonchifolia and Tagetes minuta - were highly resistant to the nematodes. <![CDATA[<b>Comportamento de diversas plantas daninhas, de ocorrência comum no estado de São Paulo, em relação a duas espécies de nematóides das galhas: segunda parte</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudou-se o comportamento de dez espécies de plantas daninhas, comuns no Estado de São Paulo, quando o solo em que vegetavam foi inoculado com os nematóides das galhas Meloigodyne javanica (raça 4) ou M. javanica. As avaliações foram feitas 50 dias após a inoculação dos parasitos, baseando-se nos números de galhas e ootecas presentes nas raízes e nos valores de altura e de pesos secos da parte aérea e sistemas radiculares das plantas. Em relação às duas espécies de nematóides, comportaram-se como muito resistentes Brachiaria plantaginea, Cenchrus echinatus, Digitaria horizontalis e Elcusine indica. Cássia accidentalis, Cássia tora e Indigofera truxillensis mostraram baixa suscetibilidade enquanto Hyptis lophanta foi moderadamente suscetível. Leonotis nepetaefolia foi altamente suscetível e Echinochloa colonum tolerante aos parasitos.<hr/>The behavior of ten different weed species belonging to Gramineae, Labiatae and Leguminosae in relation to the root-knot nematodes Meloidogyne incognita (race 4) and M. javanica was studied under greenhouse conditions. Evaluations were carried out 50 days after nematode inoculations (28,000 eggs/plant) by means of gall and egg masses indexes observed in the root systems and through the determination of height and/or top dry weight of the plants. Brachiaria plantaginea, Cenchrus echinatus, Digitaria horizontalis and Elcusine indica were very unfavourable hosts for the parasites, whereas and Indigofera truxillensis showed low susceptibility and Hyptis lophanta was moderately susceptible. Leonotis nepetaefolia was highly susceptible and Echinochloa colonum tolerant to the parasites. <![CDATA[<b>Effect of metribuzin, sprayed alone or in mixture with another herbicides, for weed control on young coffee trees, during two years</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para se conhecer o comportamento do herbicida metribuzin, aplicado isolaso ou em mistura com outros herbicidas residuais (napropamide, pendimethalin, alchlor, oryzalin e diuron) no controle de plantas daninhas que comumente infestam cafeeiros em formação, foi conduzido um experimento de campo onde esse herbicida a 0,28; 0,42; 0,56 e 0,70 kg/ha em mistura com napropamide a 4,00 kg/ha pendimethalin a 1,00 kg/ha, alachlor a 2,40kg/ha, oryzalin a 1,50 kg/ha ou com diuron a 1,20 kg/ha, comparado com duas testemunhas , onde, em uma, o mato foi mantido a níveis não competitivos com a cultura, por meios mecânicos, e outra onde o mato foi deixado desenvolver-se naturalmente, sem nenhuma interferência. Foi incluído também um tratamento com diuron a 1,20 kg/ha. A infestação natural de plantas daninhas da área do experimento era formada pelas gramínas, capim-de-colçhão (Digitaria sanguinalis (L.) Scop), capim - marmelada (Brachiaria plantaginea (Link.) Hitch) capim-pé-de-galinha (Elcusine indica (L.) Gaertn.), Capim-favorito (Rhynchelitrum roseum (Nees) Stapf eet Hubb), e pelas dicotiledôneas beldroega (Portulaca oleracea L.), picão-branco (Galinsoga parviflora Cav.), caruru-de-mancha (Amarantus virides L.), amendoim bravo (Euphorbia heterophylla L.), picão-preto (Bidens pilosa L.), mentruz (Lepidium virginicum L.), quebra-pedra (Phyllantus cordovadensis, Muell Arg.) e falsa-serralha (Emilia sachifolia DC). Os resultados dos dois anos foram semelhantes para cada tratamento. Metribuzin a 0,28 kg/ha em mistura com napropamide a 4,00 kg/ha, apresentam períodos de ação maior, seguidos da mistura de metribuzin, naquela mesma dose, com oryzalin a 1,50 kg/ha. Não foi contatado a presença de qualquer sintoma de intoxicação nos cafeeiros, em todos os tratamentos, até a última observação, realizada 210 dias após a segunda aplicação dos herbicidas.<hr/>This paper reports on two years field trials carried out in Araras, SP, Brazil, on coffee tress with twenty months of age, on clay soil. The herbicides studied were metribuzin at 0.28; 0.42; 0.56 and 0.70 kg/ha; metribuzin plus napropamide at 0.28 + 4.00 kg/ha; metribuzin plus pendimethalin at 0.28 + 1.00 kg/ha; metribuzin plua alachlor at 0.28 + 2.40 kg/ha; metribuzin plus oryzalin at 0.28 + 1.50 kg/ha and metribuzin plus diuron at 0.28 + 0.80 kg/ha. The applications were done in preemergence in March/79 and February/80. The weeds were represented by Digitaria sanguinalis, Brachiaria plantaginea, Elcusine indica, Rhynchelitrum roseum, Portulaca oleracea, Galinsoga parviflora, Amaranthus viridis, Euphorbia heterophylla, Bidens pilosa, Lepidium virginicum, Plyllanthus corvadensis and Emilia sanchifolia. The treatments that represented the longest action after 210 days of herbicides application was metribuzin plua napropamide, followed by metribuzin plus oryzalin. No injury was observed by the herbicides on the coffee trees. <![CDATA[<strong>Rope wick applicator for herbicides</strong>: <strong>1. fistweed control results</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os aplicadores de herbicidas baseados em pavios de corda foram introducidos e largamente aceitos nos EUA a partir de 1978, devido a sua grande simplicidade, baixo custo operacional e economia do herbicida. Um protótipo fabricado com material inteiramente nacional, montado sobre duas rodas de bicicleta, tracionado pelo homem, tendo uma barra de 2 metros de comprimento, foi desenvolvido pelo departamento de defesa fitossanitária da Faculdade de Ciência Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal - UNESP e submetido a um ensaio preliminar. A área estava uniformemente coberta com vegetação natural, com altura média de 55 cm e a maioria das plantas daninhas em estádio de maturação das sementes. O aplicador foi deslocado à velocidade de 2,7 km/h, com consumo médio de 9,3 litros de calda por hectare, tendo aplicado diluições de glyphosate em água, nas proporções de 1:2, 1:4 e 1:6 (produto comercial: água) e comparado à pulverização convencional tratorizada, efetuada com velocidade de 4,2 km/h e consumo de 4 litros de produto comercial com 310 litros de água por hectare. As avaliações do controle foram efetuadas através da determinação da biomassa epígea por ocasião de aplicação aos 15 e 33 dias após , além da atribuição de notas aos 33 dias da aplicação. Os resultados mostraram-se promissores para o protótipo, que pode desde já ser considerado um precioso instrumento para o manejo de plantas daninhas.<hr/>Rope wick applicators were introduced and widely accepted in the U.S.A. since 1978 due to its simplicity, low operational cost and reduced amount of herbicide used. A first working built with material available in local market was assembled by the Department of Crop Protection of Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP, Jaboticabal, Brazil, and preliminary results are reported in this paper. This model is mounted on two ordinary biclycle wheels , hand pulled, having 2 m wide boom with rope wicks. The experimental field was regular by covered with natural vegetation , average height of weeds about 55 cm, the majority of weeds in seed maturation state. Rope wick applicator was run at 2.7 km/h, consuming about 9.3 liters liquid per hectare. The dilution tested were 1:2, 1:4 and 1:6 (parts of commercial Roundup: parts of water ) and compared with conventional tractor boom sprayer applying 310 liters per hectare of solution containing 4 liters of commercial formulation, at the 4.2 km/h speed. Evaluations were carried out by assessing the top fresh weight of weeds at the application time and 15 and 33 days after. Score for weed control was attributed at 33 days after application. The results showed that the model of applicator tested has a good potentiality and it may be a valuable tool for the weed management. <![CDATA[<b>Herbicides mixtures for the control of annual weeds in citrus crop (</b><em><strong>Citrus sinensis (L,) Osbeck<b>)</b></strong></em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de se avaliar a eficiência das misturas de glyphosate com diuron ou simazine para o controle de plantas daninhas anuais na cultura de citrus, foram conduzidos dois experimentos durante o ano agrícola 83/84, sendo um em Jaguariúna e outro em Catanduva, ambos no estado de São Paulo. Os resultados obtidos mostraram que, embora todos os tratamentos tenham sido altamente eficientes, o controle de Digitaria horizontalis, Brachiaria plantaginea e portulaca oleracea aos 10 DAT foi um pouco inferior quando se aplicou as misturas de tanque (glyphosate + diuron ou simazine), em relação à aplicação seqüencial desses mesmos produtos. A adição do sulfato de amônio nas misturas de tanque minimizou esse problema, o qual não foi observado na avaliação realizada aos 30 DAT. Ainda com relação às misturas, o controle das gramíneas foi superior quando se utilizou diuron em relação à simazine. As misturas de herbicidas residuais com glyphosate proporcionaram melhor controle aos 60 DAT quando comparados às aplicações de glyphosate isoladamente.<hr/>With the aim of evaluating the efficiency of glyphosate mixtures with diuron and simazine, in the control of annual weeds in citrus, two experiments were conducted in Catanduva and Jaguariúna, SP, during the 83/84 season. The results showed high efficiency of all treatments, but the control of Digitaria horizontalis, Brachiaria plantaginea and Portulaca oleracea at 10 DAT, has been slightly inferior when tank mistures were applied, in contrast with the sequencial application of these products. The addition of ammonium sulphate to the tank mixtures minimized the problem which was not observed at 30 DAT. Concerning mixtures, grass control was better with diuron than simazine. The use of glyphosate in mixtures with residuals offered better control at 60 DAT when compared to Glyphosate alone. <![CDATA[<b>Effects of paclobutrazol on growth and flowering of chrysanthemum (<em>Chrysanthemum moriflorum, Ramat</em>)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudaram-se os efeitos de concentrações de paclobutrazol [(2 RS, 3 RS)-1-(4-clorofenil)-4,4-dimetil-2,1,2,4-triazol-1-il-) pentan-3-ol} sobre o crescimento e folração de crisântemo Puritain, cultivado em casa de vegetação com condições controlados de luz, temperatura e umidade relativa do ar. Empregou-se o delineamento estatístico de blocos ao acaso com 10 tratamentos repetidos cinco vezes, sendo cada repetição constituída de quatro vazos contendo cada um seis plants. Os tratamentos constaram de pulverização foliar única de paclobutrazol nas concentrações de 30, 45, 60, 75 e 90 ppm efetuados aos 21 dias após o plantio e de duas pulverizações efetuadas aos 17 e 28 dias após o plantio, nas concentrações de 15, 22,5 e 30 ppm cada. Como tratamento convencional usou-se o daminozine a 1300 ppm aplicado também em pulverização foliar aos 21 dias após o plantio; e foi mantida ainda uma testemunha sem tratamento. Os dados obtidos permitiram concluir que o paclobutrazol em todas as concentrações empregadas causou redução significativa na altura da plantas e essa redução foi crescente com o aumento da concentração. Os melhores resultados foram obtidos com concentrações de até 45 ppm aplicado em uma única vez e com daminozine a 1300 ppm, onde as alturas das plantas foram reduzidas a níveis ideais para comercialização, sem afetar a abertura dos botões florais. Duas aplicações de paclobutrazol nas concentrações de 22,5 ppm ou superiores e aplicações de 60 ppm ou superiores, reduziram excessivamente a altura das plantas e retardaram significativamente a abertura dos botões florais. Nenhuma das concentrações empregadas causou fitotoxicidade às plantas.<hr/>It was studied the effect of different concentration of paclobutrazol [(2 RS, 3 RS)-1-(4-clorofenil)-4,4-dimetil-2,1,2,4-triazol-1-il-) pentan-3-ol} sprayed one or two times, on the growth and flowering of chrysanthemum (Chrysanthemum moriflorum, Ramat. Cv. Puritain). The experiment was conducted in greenhouse under controlled conditions. It was observed that paclobutrazol reduced the plant height at all concentration. The best results were obtained with concentrations until 45 ppm of paclobutrazol and 1300 ppm of daminozide, used as pattern, sprayed just once. None of the used concentrations caused plant toxicity. <![CDATA[<b>Effects of vinasse application on the population and chemical control of weeds in the sugarcane (<em>Saccharum spp.</em>)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para avaliar o controle químico e a influência na população de plantas daninhas incidentes na cultura da cana-de-açucar (cana-soca, 3o corte), variedade NA56-79, em função da aplicação de diferentes doses de vinhaça, foi instalado um ensaio em solo pertencente a Usina Santa Lúcia de Açúcar e Álcool, do município de Araras-SP. O solo foi um Latassol Vermelho Amarelo distrófico, textura média, Haplorthox. O experimento foi instalado no dia 10/08/83, com o solo seco no momento da aplicação da vinhaça, não ocorrendo qualquer precipitação nos dez dias seguintes à aplicação. A aplicação da vinhaça foi feita através de veículos tanque, e a aplicação regulada para uma vazão de 50m3/ha , de tal forma que nas dosagens de 100 e 150m3 /ha foram feitas 2 e 3 passadas, respectivamente. Os herbicidas foram aplicados através de pulverizador costal à pressão constante, com um consumo de calda de 370 1/ha. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas e 3 repetições e os tratamentos foram vinhaça a 0,50, 100 e 150 m3 /ha e adubação mineral. Por outro lado os subtratamentos foram os herbicidas das alachlor (2-cloro-2-6-dietil-metoximetil-acetanilida) a 2,40 kg i.a/ha, diuron (3-(3,4-dicloro-fenil)-1, 1-dimetil-uréia) a 1,6 kg i.a/há, ametrin (2-(etilamino)-4-(isopropilano)-6-(metiltio)-S-triazina a 2,40 kg i.a/ha e tebuthiuron (N-(5-(1,1-dimetiletil)-1, 3,4-tiadiazol-2-il)-1,3-N, N-dimetil-uréia) a 0,96 kg i.a/ha. A infestação do capim-colchão (Digitaria horizontalis Willd) foi maior na área que recebeu apenas adubação mineral, com doses crescentes da vinhaça a população dessa espécie foi se elevando. O controle mais eficiente foi proporcionado por tebuthiuron. Com alachlor houve melhora pronunciada de controle, quando aplicado com 100 m3 /ha de vinhaça. Este fato também ocorreu com o diuron e menos acentuadamente com o ametrin. A tiririca (Cyperus rotundus L.) infestou menos intensamente os tratamentos que receberam 150 m3 /ha de vinhaça e aumentou sua população com a diminuição da dose. O melhor controle foi obtido com alachlor e o menos satisfatório com o tebuthiuron. A beldroega (Portulaca oleracea L.), guanxuma (Sida rhombifolia L.) e falsa-serralha (Emilia sonchifolia D.C.) tiveram suas populações alteradas em função da interação entre doses de vinhaça e herbicidas. Verificou-se que as diferentes doses de vinhaça influenciaram a população de capim-colchão, tiririca, beldroega, guanxuma e falsa-serralha. As doses de 100 e 150 m3 /ha, exerceram influência sobre o comportamento dos herbicidas, em especial alachlor e diuron, nas condições do presente experimento.<hr/>To evaluate the chemical control and the influence of weed population occurring in the sugarcane culture (3rd ratoon), variety NA56-79, with different vinasse dosages, an experiment was installed at Santa Lúcia Sugar and Alcohol Mill, in Araras-SP. The soil was distrophic Red Yellow Latossol, loam texture, Haplorthox. No rainfall level occurred during the 10 days following herbicide application . The experiment was installed in 10/08/83, being the soil dry at the moment of vinasse application, which was through tank truck, with pump discharge without pressure. Herbicides were applied with knapsac at constant pressure CO2 , using Teejet 110.04 nozzle, at an outflow of 370 1/ha. Experimental design was constituted by randomized blocks with split plots and 3 replications. Treatments were 0, 50, 100 and 150 m3/ha vinasse and mineral fertilization. Subtreatments were constituted by the herbicides alachlor at 2.40 kg a.i/ha; diuron at 1.60 kg a.i/ha; ametrin at 2.40 a.i/ha and tebuthiuron at 0.96 kg a.i/ha. Infestation of crabgrass (Digitaria horizontalis Willd) was highter in the areas which received only mineral fertilization, however, in the treatments receiving increasing vinasse dosages, crabgrass population was higher with the increase of doses. The most efficient control was provided by tebuthiuron, having alachlor caused a marked control when applied with 150 m3 /ha of vinasse. This was also observed with diuron and less markedly with ametrin. The purple nutsedge (Cyperus rotundus L.) had a less intense infestation in the treatments receiving 100 m3 /ha vinasse, increasing its population with lower doses. The best control was achieved was with alchlor and less satisfactory with tebuthiuron. Purslane (Portulaca oleracea L.) wire weed (Sida rhombifolia L.) and red tassel flower (Emilia sonchifolia D.C.) had their populations altered by the interaction of vinasse and the herbicide dosages. Therefore, by this assay it was concluded that the different vinasse dosages influenced the populations of crabgrass, purple nutsedge, purslane, wire weed and red tassel flower. Besides, mainly in the doses of 100 and 150 m3 /ha, it has an influence on the herbicides, specially on alachlor and diuron, under the conditions this experiment was carried out. <![CDATA[<b>Weed control in cotton (<em>Gossypium hirsutum L.</em>) with cyanazine and other herbicides</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com a finalidade de estudar a mistura de tanque mais eficiente com cyanazine em aplicação de pré-emergência na cultura algodoeira (Gossypium hirsutum L.) , foram estudados os seguintes tratamentos: cyanazine + diuron nas doses de 0,8 + 0,8 kg i.a/ha e 1,0 + 1,0 kg i.a/ha; cyanazine+ oryzalin , nas do sés de 1,2 + 0,8 kg i.a/ha e 1,6 + 1,2 kg i.a/h a; cyanazyne + metol a chlor, nas doses de 1,4 + 2,0 kg i.a/ha e 1,75 + 2,52 kg i.a/ ha;cianazine na dose de 1,75 kg i.a /ha; oryzalin na dose de 1,12 kg i.a/ha; metol achlor na dose de 2,52 kg i.a /ha e diuron na dose de 1,6 kg i.a /ha. Para efeito de comparação, utilizou-se uma testemunha sem capina e outra com capina manual. Nenhum tratamento apresentou injúria para as plantas de algodão e não houve diferenças significativas para o "stand" inicial. Já no "stand" final, a testemunha sem capina apresentou o menor número de plantas, sendo que não houve diferenças significativas dos outros tratamentos com a testemunha capinada. Para o rendimento, a mistura cyanazine + metolachior em ambas as doses estudadas, não apresentaram diferenças significativas da testemunha capinada. Quanto à altura da planta, peso de 100 sementes, porcentagem e índice de fibras não houve diferenças significativas entre os tratamentos estudados, somente o peso do capulho foi afetado pelo oryzalin. Pela avaliação visual (EWRC 1 a 9)*, os herbicidas apres entaram um controle satisfatório somente até os 30 dias após aplicação, sendo que a mistura cyanazine + metolachlor foi efici ente quanto a testemunha capinada. No controle da Portulaca oleracea , a mistura cyanazine + oryzalin na maior dose e oryzalin apresentaram 71,4% de controle ate os 30 dias e 79,4% e 82,4%, respectivamente, até 45 dias da aplicação. Para Amaranthus sp., à exceção da cyanazine e cyanazine + diuron nas doses menores, não apresentaram nenhum controle, sendo que os outros herbicidas controlaram com eficiência superior a 70%. Para Centratherium punctatum, o cyanazine apresentou 78,2% e 73,4%, respectivamente, após 50 e 45 dias da aplicação. Para Cyperus sp e & Brachiaria plantaginea, o metolachlor sozinho ou em mistura com cyanazine, apresentou uma eficiência de 90% para Cyperus sp. e de 70% para B. plantaginea até 45 dias da aplicação. Para as espécies não dominantes (maioria dicotiledôneas), o melhor controle foi de cyanazine + metol achlor na dose maior, com 70,5% e 60,2%, respectivamente, após 30 e 45 dias da aplicação. Para o total das espécies, cyanazine + metolachlor, em ambas doses estudadas, apresentaram controle de 66,2% e 67,3%, respectivamente, após 30 dias e 63,3% e 64,3%, respectivamente, após 45 dias da aplicação. Para as análises tecnológicas da fibra, não houve diferenças significativas na maturação da fibra, uniformidade de comprimento, índice Macronaire e índice Pressley. No comprimento da fibra, a mistura de cyanazine + diuron(0,8+ 0,8 kg ia/h a), apresentou o maior comprimento (26,1 mm) e cyanazine+ metol achlor (1,75 + 2,52 kg i.a / ha),o menor comprimento (24,9 mm), sem diferenças significativas com as testemunhas.<hr/>The objective of this study was to determine the most efficient combination of cyanazine with ot her herbicides as preemergent applications in cotton (Go ss ypium hi rsutum L.). The following treatments were tested: cyanazine + diuron at 0.8 + 0.8 kg i.a/ha and 1.0 + 1.0 kg i.a /ha; cyanazine + oryzalin at 1.2 + 0.8 kg i.a / ha and 1.6 + 1.2 kg i.a/ha; cyanazine + metolachlor at 1.4 + 2.0 kg i.a/ha and 1.75 + 2.52 kg i.a/ha; cyanazine at 1.75 kg i.a/ha ; oryzalin at 1.12 kg i.a/ha; metolachlor at 2.52 kg í.a/ha; diuron at 1.6 kg i.a/ha; unweeded and weed - free checks. Based on visual evaluation according to European Weed Research Council scale, all the herbicides showed good weed control up to 30 days - after application (d.a. a). None of the treatments caused injuries to cotton plants and no significant difference was observed for initial and final stand. Cyanazi ne + metolachlor did not show any significant difference for seed - control yield as compared to weed - fre e check. Plant height, seed index, fiber percent age, lint index and fiber propertie s were not affected by any of the treatments . The cotton boll weight was affected by oryzalin. <![CDATA[<b>Effects of residual herbicides, applyed for several years son the root system distribution of 'Natal' orange (<em>Citrus sinensis L. osbeck</em>)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de verificar a influência do uso contínuo de vários herbicidas residuais, sobre a distribuição das radicelas de laranjeiras Natal (Citrus sinensis (L.) Osbeck) enxertadas sobre limão Cravo (Cithus limonia Osbeck) e plantadas em janeiro de 1970. O experimento foi instalado no pomar de produção da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias do Campus de Jaboticabal (UNESP), em Latossol Roxo distrófico, com 1,6% de matéria orgânica e 51% de argila. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, dentro de um esquema fatorial 11x 3x2x2, com três repetições. Os tratamentos utilizados, com as respectivas doses em kg do i.a/ha foram: fluometuron a 4,2; simazíne a 4,8; atrazine a 4,8; bromacil a 3,2;bromacil (40%) + diuron (40%) a 4,8; bromacil (53,3%) + diuron (27,6%) a 4,8; terbacil a 3,2; oxadiazon a 1,5; dichlobenil a 3,0 e 6,0; além de uma testemunha capinada. O estudo das radicel as foi feito pelo "método do trado", tendo sido tomadas amostras de solo contendo radicelas, nas distâncias de 80, 160 e 240 cm do tronco, nas camadas de 0 a 15 cm e 15 a 30 cm de profundidade e em duas direções distintas (entrelinhas e entreplantas). Os resultados mostraram que as radicelas localizam-se superficialmente, com 70% delas nos primeiros 15 cm, do total encontrado na camada superficial de 0 a 30 cm de profundidade do solo. Cerca de 75% das radicelas situam-se até a distância de 160 cm do tronco. Na camada mais superficial do solo (0 a 15 cm), a quantidade de radicelas diminuiu de maneira acentuada, à medida que se afastou do tronco. Na camada de 15 a 30 cm de profundidade, ocorreu uma distribuição horizontal mais uniforme, comparada com a da camada de 0 a 15 cm. As radicelas das plantas do cultivar Natal distribuiram-se uniformemente, tanto na direção das plantas da linha vizinha, quanto nas das plantas de uma mesma linha, para o espaçamento de 7,0 m x 7,2 m. Não se detectaram diferenças estatisticamente significativas nas quantidades de radicelas entre as parcelas dos vários tratamentos com herbicidas, excluindo-se desta forma, qualquer efeito negativo de tais produtos químicos sobre o sistema radicular das laranjeiras.<hr/>This experiment was carried out at the orchard of Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - Campus de Jaboticabal - UNESP, with the objective to verify the influence of the continuous use of several residual herbicides on radicals distribution of 'Natal' orange (Citrus sinensis (L.) Osbeck) grafted on 'Cravo' lemon (Citrus Limonia Osbeck) ; they were planted on january, 1970, in a soil classified as Orthox with 1,6% of organic matter. The test had a randomized blocks experimental design in a 11 3x2x2 factorial design with three eplications. Treatments with their respe ctive doses (kg a.i/ha) were: fluometuron at 4. 2; simazine at 4.8; atrazine at 4.8; bromacil at 3.2; bromacil (40%) + diuron (40%) at 4.8; bromacil(53.3%)+ diuron (26.7%) at 4.8; terb acil at 3.2; oxadiazon at 1.5; dichlobe - nil at 3.0 and 6.0, and a control with cleaning. The study of radi cels was done by the "anger method" by taking soil samples containing radicels at the distances of 80, 160 and 240 cm from the trunk at layer s of 0-15 cm and 15-30 cm of depth and in two disti nct diret ions (between lines and between plants). Results showed that radicels are superficially located, being 70% of them in the layer of 0-15 cm of soil depth and the total amount of them in the layer of 030 cm of depth. About 75% of the radicels are located till a distance of 160 cm from the trunk. In the upper soil layer (0 - 15-ccm), the amount of radicels markedly decreases as increases the distance from the trunk. In the layer of 15-30 cm, there occurred an horizontal and more uniform distribution of radicels when compared with the 0-15 cm layer. No diffe rences were found for the radicels amount among the different treat ments showing that these herbicides have no negative effects on the root system of 'Natal' orange. <![CDATA[<b>Herbicides applied in pre and pos-emergence on transplanted onion crop <em>(Allium cepa L.)</em></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581985000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram conduzidos em áreas de agricultores do Projeto de Irrigação de Bebedouro, no município de Petrolina, PE, dois experimentos de campo, onde estudouse o comportamento de diferentes herbicidas, no controle de plantas daninhas e na tolerância da cultura da cebola transpl antada. Os tratamentos foram distribuídos em blocos ao acaso com três repetições, em um Latossolo Amarelo, fase arenosa, com baixos teores de argila e matéria orgânica. No experimento I aplicaram- se oxadiazon 1,00, pentimethalin 1,25 e napropamide 1,50 kg/ha em pré-emergência, dois dias após o transplante; oxifluorfen 0,24 e 0,48 kg/ha em pós-emergência precoce, dez dias após o transplante; oxadiazon 1,00, oxadiazon 1,00 + sulfato de amônio 5,00, bentazon 0,72, acifluorfen sódico 0,32, dinoseb acetato 1,50, sethodydim 0,23, alloxydim-sodium 1,12, diclofop -metil 0,72 e bentazon 0,72 + sethoxydim 0,23 kg/ha em pós -emergência, 14 dias após o transplante. No experimento II aplicaram-se oxadiazon 1,00, oxifluorfen 0,48 e 0,96 napropamide 1,50 e 3,00 kg/ha, aos dois dias após o transplante; oxifluorfen 0,48 e 0,96, bentazon 0,72 e 1,44, acifluorfen sódico 0,27 e 0,54, dinoseb acetato 1,50 3,00 e bentazon 0,72 + sethoxydim 0,23 kg/ha , aos 14 dias após o transplante. Em avaliações realizadas aos 20 e34 dias após o transplante da cultura, respectivamente nos experimentos I e II, constataramse altos índices de controle da comunidade daninha pelos herbicidas oxadiazon e oxifluorfen. Entre os outros tratamentos, destacaram-se o acifluorfen sódico no controle de folhas largas e sethoxydim, alloxydim, napropamide, pendi methalin e a mistura bentazon + sethoxyadim no controle de gramíneas.No experimento II, dinoseb acetato e principal mente napropamide afetaram o desenvolvimento da cultu ra e comprometeram a produtividade.<hr/>Two field experiments were carried out in grower's fields of the Bebedouro Irrigation Project, in Petrolina, PE, in order to study the performance of several herbicides in controlling weeds on transplanted onion crop and the crop tolerance. The treatments were arranged in a randomized complete block design with 3 replications, in a sandy red -yellow Latosol, of low clay and organic matter values. In the experiment I, oxadiazon (1.00 kg/h a), pent imethalin (1.25 kg/h a) and napropamide (1.50 kg/ ha) were applied in pre -emergence, two days aft er transplanting; oxyfluorfen (0.24 and 0.48 kg/h a) in early post emergence, ten days after transplanting; oxadiazon (1.00 kg/ha), oxadiazon (1.00 kg/h a) + ammonium sulphat e (5.00 kg/h a), bentazon (0,72 kg/h a), acifluorfen-sodium (0.32 kg/h a), dinoseb acetate (1.50 kg/h a), setoxydim (0.23 kg/ ha), alloxydim -sodium (1.12kg/ha ), diclofop-methyl (0.72 kg/h a) , and bentazon (0.72 kg/ha) + sethoxydim (0.23 kg/h a), 14 days after transplanting. In the experiment II, oxadiazon (1.00 kg/h a), oxyfluorfen (0.48 and 0.96 kg/h a), and napropamide (1.50 and 3,00 kg/h a) were applied two days after transplanting; oxyf luorfen (0.48 and 0.96 kg/h a), bentazon (0.72 and 1.44 kg/h a), acifluorfen-sodium (0.27 and 0.54 kg/h a), dinoseb acetate (1.50 and 3.00 kg/h a), and bentazon (0.72 kg/h a) + sethoxydim (0.23 kg/h a), 14 days after transplanting. In evaluations made 20 and 34 days after transplanting, respectively in the experiment I and II, high levels of weed control by oxadiazon and oxyflurfen herbicides were observed. Among other treat ments, acifluorfen -sodium was outs tanding in controlling broad leave weeds and sethoxydin, alloxydim-sodium, napropamide, pendimethalin and bentazon + sethoxydim mixture in grass control. In experiment II, dinoseb and mainly napropamide affected the develop ment of the onion crop and caused yield reductions.