Scielo RSS <![CDATA[Planta Daninha]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-835819910001&lang=en vol. 9 num. 1-2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Weed control on the cotton crop (<i>Gossypium hirsutum</i> L.) in a soil previously occuped by Cerrado vegetation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudou-se os efeitos de herbicidas, isolados ou combinados, na cultura do algodão (Gossypium hirsutum L.) e eficiência no controle das plantas daninhas. O experimento foi conduzido na Fazenda de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira - UNESP em solo Latossolo Vermelho Escuro franco argilo-arenoso, localizada no município de Selvíria, Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Os tratamentos testados com as doses em kg i.a/ha foram: alachlor a 2,15 e 2,58 em pré-emergência (pré), trifluralina a 0,96 em pré-plantio incorporado ao solo (ppi) isolada ou combinada com MSMA a 1,89, ou bentazon a 0,72 ou diuron a 1,20 em pós-emergência (pós) em jato dirigido, MSMA a 2,52 em pós, linuron a 1,0 em pré diuron a 1,6 em pré ou pós e testemunhas com e sem capina. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com doze tratamentos e quatro repetições. As aplicações em ppi e a semeadura foram realizadas dia 11. 12.81 e as em pré dia 18.12.81, com um pulverizador costal de pressão constante (CO2) de 30 1b/pol2, com barra de quatro bicos tipo leque Albuz verde e consumo de calda de 250 l/ha. As aplicações em pós foram realizadas. no dia 27.12.81, com o mesmo pulverizador com um bico tipo defletor, polijet azul, com protetor de jato, com pressão de 40 1b/pol2 e consumo de 500 I/ha. As espécies dominantes foram capim - colchão (Digitaria sangnalis (L.) Scop) e caruru (Amaranthus viridis L.) que foram excelentemente controladas, até 90 dias após a semeadura, por alachlor, diuron em pré, trifluralina + diuron, que reduziram mais de 80% do peso da biomassa seca da parte aérea destas. Os herbicidas não causaram fitotoxicidade à cultura. A presença das plantas daninhas reduziu em 58,9% a produção de algodão em caroço.<hr/>It was conduced field trial with the objective to study the effects of herbicides, isolated or combined, in cotton crop (Gossypium hirsutum L.) and weeds control, in a soil previously occuped by cerrado vegetation, at Selviria, MS, Brazil. The experimental design used was randomized block with 12 treatments and four repetitions. The treatments, dosis at kg a.i./ha, were: alachlor at 2.15 and 2.58 and diuron at 1.6 on preemergence application, trifluralin at 0.96 on preplant incorporated isolated or combined with MSMA at 1.89, or bentazon at 0.72 or diuron at 1.2 on postemergence applications; MSMA at 2.52, linuron at 1.0 and diuron at 1.6 on postemergence application and checks with or without hoeing. The treatments alachlor, diuron on preemergence application and trifluralin combined with diuron controlled Digitaria sanguinalis (L.) Scop and Amaranthus viridis (L.) during 90 days after the sowing of cotton, decreased 80% or more of dry matter of weeds. The herbicides did not caused phytotoxicity on crop. The weed competition reduced 58.9% of cotton yield. <![CDATA[<b>Reaction of peanut (Arachis<i> hypogaea</i> L.) to trifluralin and changes in the morphology of subterranean parts</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de reproduzir sintomas de malformação de raízes, observados em campo, foram estuda dos os efeitos do trifluralin sobre Arachis hypogaea L., cultivar Tatu, em condições de vaso, em Jaboticabal, SP. Quatro formulações de trifluralin foram aplicadas em solo Latossol Roxo - série Jaboticabal, barro argiloso, com 2,7% de matéria orgânica, em dosagem correspondentes a 1,5; 3,0 e 6,0 litros da formulação comercial por ha. Cada vaso contendo 2,5 1 -de solo, recebeu duas sementes pré -germinada s e foi mantido sob condições de casa-de-vegetação durante 29 dias. Foi adotado o delineamento inteiramente casualizado com treze tratamentos e quatro repetições, perfazendo total de 52 parcelas. Aos 29 dias as plantas, foram retiradas e determinadas as seguintes características: peso da matéria seca das raízes, dos caules, dos pecíolos e dos folíolos; número de folíolos; área foliar e comprimento da haste principal. Alterações morfológicas externas e internas foram observadas. Os resultados mostraram que as partes subter rân eas das plantas foram afetadas, com uma correlação linear negativa e significativa entre o aumento da dose dos herbicidas e peso da matéria. As folhas se mostraram pouco sensíveis, sendo que nenhuma das formulações diminuiu o número de foliolos da planta. A área foliar e o peso da matéria seca dos folíolos somente foram afetados pelo aumento da dose de T. Fecotrigo com va lores de F iguais a 9,62* e 7,61*, respectivamente. De modo geral,po de-se concluir que o maior efeito ocorre devido ao incremento nas doses e não devido a possiveis diferenças entre os tipos de formula ções testadas. Quanto a alterações morfológicas observou-se que nas doses mais elevadas houve grande diminuição na quantidade de raízes, com raízes secundárias curtas e grossas. O hipocótilo emitiu raízes até a altura do nó cotiledonar. Na dose de 3,0 1/ha já foram notadas raízes secundárias um pouco mais espessas que na dose de 1,5 1/ha. As lâminas histológicas de amostras da re gião do hipocótilo mostraram parên quima cortical bastante espesso, de vido ao maior numero de camadas de células, porém não se notou anormalidade na forma das células, nem nos demais tecidos da região estudada.<hr/>Effects of trifluralin on peanut plants were studied in glasshouse conditions, aiming to reproduce malformation simptoms observed in field conditions. Four commercial formulations of trifluralin were applied to soil at rates of 1.5, 3.0 and 6.0 1/ha. Pots with two plants were main tained during 29 days in glasshouse and the following recordings were carried out: dry weigth of roots, stems, petioles and leaflets: number of leaflets; leaf area and main stem lenghth. External and internal morphological chan ges were examined. The observations showed a reduction of dry matter of subterranean parts following the increment on the herbicidedosage. Leave were not affected by the herbicide. The effects were related to dosage increase rather to different commercial formulation types. The higher herbicide dosages caused morphological alterations like reduzed root number, with short and thick secondaty roots. Hypocotyl emitted adventiciones roots until cotyledonary node. Treatment of 3.0 1/ha showed secondaty roots thicker than 1.5 1/ ha dosage. Histological observations of tissues in hypocotyl region showed very thick cortical parenchyma due to increase cellular layers number. Modification in cell shape and in other tissues we rent observed. <![CDATA[<b>Florescimento da cana-de-açúcar</b>: <b>seu controle com ethephon e sua relação com o acúmulo de sacarose</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Instalou-se um experimento em cana-de-açúcar com as variedades SP70-1143, SP70-1284, IAC52/150, de 2o corte, em que se aplicou ethephon, nas doses de 0,48 e 0,72 kg/ha, em cinco diferentes épocas, de 28 de janeiro a 15 de março de 1985. Foram obtidos os valores de pol, brix, fibra, açúcare s reduto res e pureza, mensalmente, de abril a agosto. Fez-se a contagem de flores emitidas neste último mês, e obteve-se a produção de colmos em outubro. O ethephon inibiu totalme nte a emissão da SP70-1143 e, parcialmente, da IAC52/150, até agosto. A SP70-1284 só floresceu 4%. O florescimento de 50% dos colmos na SP70-1143 e 78% na IAC52/150 não afetou o processo de acúmulo de sacarose. O ethephon também nao afetou esse processo em qualquer das variedades, mas reduziu o teor de fibras na SP70 -1284, em julho, com quase todos os tratame ntos. A produção de colmos nao foi afetada com os tratame ntos realizados.<hr/>A field experiment was carried out at the Copersucar experimental Station in Piracicaba with varieties SP70-1143, SP70 -1284 and IAC-52/150, on second ratoon stage. Ethephon was applied at 0.48 and 0.72 kg/ha, at five differe nt times from Januar y, 28 to March 15, 1985. Values of pol, brix, fiber, purity and reducing sugars, were obtained monthly from April to August. Flower emission were counted in August and the number of stalks and yield were measured in October. Ethephon caused complete inhibition of flowering in SP70 - 1143 and partial on IAC52/150 until August. SP70-1284 emited only 4% of flowers. Flowering of 50% for SP70 -1143 and of 78% for IAC52/150 did not affect the sucrose storage process. Ethephon did not affect this process either but reduced the fiber content in SP70-1284, in July, with almost all treatme nts. No differences for stalk numbers on yield were found among treatments. <![CDATA[<b>Effects of metribuzin on photosynthesis and tolerance of soybean (<i>Glycine max (L.)</i> merill) plants</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de estudar o efeito de diferentes doses de metribuzin na taxa fotossintética líquida e na tolerância de plantas de soja (Glycine max (L.) Merill, 'Uberaba' e 'Alvorada '), foi conduzido um experimento, em casa de vegetação, no Centro de Pesquisa do Cacau (CEPEC), Ilhéus, BA. Não se constataram diferenças significativas para o efeito das varie dades e para a inter ação variedades x doses, para todos os da dos analisados. Os valores médios da taxa fotossintética líquida foram 22,92; 19,87 e 18,20 mg CO2.dm-2.h-1, para as variedades 'Uberaba ' e 'Alvorada ' submetida s as doses de 0,0; 0,4 e 0,8 kg i.a. ha-1 de metri buzin, respectivamente. O efeito do metri buzin sobre a taxa fotossintética liquida foi evidenciado somente nas plant as submetidas a dose de 0,8 kg i.a. ha-1. O herbi cida não influenciou a abertura estomátic a nem a taxa transpiratória. Com o aumento das doses de metribuzin, ocorreu redução no peso médio da matéria seca da parte aérea, da raiz e da área foliar media das plantas de soja. Destes da dos analisados, verificou-se que o herbicida em menor dose causou mais redução no peso da matéria seca da raiz do que da parte aérea. Doses subletais do metribuzin causaram efeito estimulante na matéria seca relativa da parte aérea, da raiz e da área foliar, nas plantas da variedade 'Uberaba'. Na determinação da inibição de 50 (I50) dos valores acima, verificou se que o metribuzin exerceu maior efeito fitotóxico nas raízes das plantas da variedade 'Alvorada', mostrando ter esta variedade menor capacidade para metabolizar o metribuzin em compostos não-fitotóxicos do que a 'Uberaba'.<hr/>The effects of different doses of metribuzin on net photosynthetic rates and tolerance of soybean (Glycine max (L. ) Merrill, 'Alvorada' e Uberaba') pla nta was studiet in glasshouse conditions at Centro de Pesquisa do Cacau (CE-PEC), Ilhéus, BA. No significant differences were observed either among the varieties or the interation varieties x doses for all parameters analysed. The aver age of the net phot osyn thetic rates for both va rietie s were 22,9 2, 19,87 and 18,20 mg CO2.dm- 2.h-1 tre ated with 0,0, 0,4 and 0,8 kg a.i. ha-1 of metribuzin, respectively. The negative effect of metribuzin on net photosynthetic rate was evident only in the soybean treated with 0,8 kg a.i./ha-l. The herbicide did not affect the stomatal resistance and transpiration rate. As the dose s of metribuzin increased the dry weight of plants parts and leaf area decreased. The effect was more prominent on root dry weight than shoot biomass. Subletals doses of metribuzin enhanced the shoot and root relative dry weights and leaf area in soybean Uberaba. By stimating the dose which inhibit growth in 50% (I50), it was shown that metribu zin had an accentuated phytotoxics effect on roots of Alvorada soybean, suggesting that this variety has a lower capacity of metabolizing metribuzin in non-phyto toxic compounds than the Uberaba. <![CDATA[<b>Effect of metribuzin in weed control and yield of <i>Glycine</i> max (L.) merrill</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en No ano agrícola 1985/ 86, em Viçosa-MG, foi instalado um ensaio de campo em solo Pdzólico Vermelho-Amarelo argiloso e com 2,9% de matéria orgânica, objetivando estudar o efeito das doses de metribuzin (0,0; 0,35; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1) no controle de plantas daninhas e na produtividade da soja (Geycine max (L.) Merri ll, cv. 'Uber aba'). A maioria das monocotiledôneas que ocorreram na area experimental foi represent ada por Cyperus rotundus L., Brachiaria plantaginea (Link) Hitch. e Cynodon dactylon (L.) Pers., tendo-se verificado somente redução em Brachiaria planta taginea em virtude do aumento das doses de metribuzin, ocorrendo o mesmo com relação às dicotiledôneas que se fizerem presentes no experimento, com exceção de Oxalis Oxyptera Prop., que não foi controlada nas doses utilizadas. A densidade total médias das invasoras, menos Cyperus rotundus , Oxalis oxyptera e Cynodon dactylon, foi de 141; 124; 62 e 59 plantas . m-2, respectivamente, para as doses de 0,0; 0,35 ; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1 de metribuzin. A dose de 0,35 kg i.a. de metribuzin.ha-1 foi suficiente para promover a redução da matéria seca da parte aérea das plantas daninhas com a mesma eficiência de controle da dose de 1,05 kg i.a .ha-1 Entretanto, a densidade total médil das invasoras foi reduzida sig nificativamente nas doses de 0,70 e 1,05 kg i.a. de metribuzin.ha-l. O efeito do metribuzin na soja foi evidenciado somente na dose de 1,05 kg i.a.ha-1, com injúria foliar (clorose) leve ocorrida até 25 dias, aproximadamente, apôs a emergência das plântulas. Após esse período, houve total recuperação de todas as plantas de soja submetidas a essa dose. A produção de grão se o índice de colheita não foram influencia dos significativamente pelas doses de metribuzin.<hr/>In order to test doses of metribu zin (0,0; 0,35; 0,70 and 1,05 kg a.i.ha ¹) in weed control and yield of soybe an (Glycine max (L.) Merri ll, Uberaba), an experiment was conducted under field conditions in a clayey red yellow podzolic soil with 2,9% organic matter at Viçosa, MG, during the 1985 /86 growing season. Most of the monocotyledqns species present in the experimental area consisted of Cyperus rotundus L., Brachiaria plantaginea (Link) Hitch and Cynodon dactylon (L.) Pers. Reduction observed was only for Brachiaria plantaginea as metribuzin doses increased, the sa me occuring with dycot iledons species existent in the area except for Oxalis oxypt era Prop. wich was not controlled by the doses using. The avera ge of the tota l weed density minus Cyper us rotundus, Oxalis oxyptera and Cynodon da+-ylon was 141, 124, 62 and 59 plants.m² for 0,0; 0,35; 0,70 and 1,05 kg a.i.ha-1 metribuzin, respectively. The lowest dose of metri buzin (0,35 kg a.i.ha-1) was as sufficient to promote reduction on weed shoot biomass at the highest did (1,05 kg a.i.ha-1). However, the mean of the total weed density was drastically recuded in the doses of 0,70 and 1,05 kg a.i.ha-1. The metribuzin caused damage to soybean plants at highest dose (1,05 kg a.i.ha-1) employed with a slight leaf injury '(chlorosis) until 25 days after emergence. After this period it was observed a total recovery of the plants treat ed with this dose. The yield and the harvest index were not affected by doses of metribuzin. <![CDATA[<b>Effect of metribuzin doses on the growth and solar energy conversion in soybean (<i>Glycine max (L.)</i> merrill) plants</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en O crescimento e a eficiência na conversão da energia solar foram estudados em soja (Glycine max (L.) Merri ll, cv. 'Uberaba'), cultivada em condições de campo, sob quatro doses de metribuzin (0, 0,35; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1). O valor máximo da conversão da energia solar foi de 0,75%, para as plantas cultiva das na maior dose do herbicida. Os valores da conversão da energia solar média durante o ciclo da cultura foram 0,32 ; 0,31 ; 0,32 e 0,33%. em ordem crescente de dose do metribuzin. De modo geral, na fase vegetativa as plantas controle apresentaram valores inferiores em todos os valores de crescimento determinados, superando as tratadas com metribuzin somente na fase reprodutiva, mostrando que no período crítico de competição o dano causado pelas plantas daninhas é maior que a possível fitotoxicida de causada pelo metribuzin.<hr/>Growth analysis and evaluation of solar energy conversion in soybean (Glycine max (L.) Merrill, Uberaba) unver field conditions and four doses of metribuzin (0,0;0,35; 0,70 and 1,05 kg i.a.ha-1) were performed in this study. Maximum solar energy conversion was 0,75% for pla nts tre ate d wit h 1,05 kg i.a.ha -1 metribuzin. The aver age of solar energy conversion throughout the entire crop cycle were 0,32, 0,31 , 0,32 and 0,33% for the increasing metribuzin doses. In general, the control showed lower figures for all growth values studied than the treated during the vegetative phase. During the reproductive phase, however, they surpassed those tre ated with metribuzin, showing that in the critical period of competition weeds were more harmful than the phytotoxicity produced by metribuzin. <![CDATA[<b>Development,assimilate partition and dry matter production in soybean (Glycine max (L.) merrill) plants treated with four doses of metribuzin</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O desenvolvimento, a partição e a produção de matéria seca, foram estudados em soja (Glycine Max (L. ) Merri ll, cv. 'Uberaba'), cultivadas em condições de campo, sob quatro doses de metribuzin - (0,0; 0,35; 0,70 e 1,05 kg i.a. ha-1). O metri buzin não reduziu a população e nem alterou significativamente a razão parte aérea/sistema radicular. A altura média das plantas aumentou significativamente com o incremento das doses de metribuzin, sendo que as alturas máximas das plantas foram 761, 784, 815 e 812 mm, em ordem crescente de dose de metribuzin. As variações das taxas de acúmulo de matéria seca foram nitida mente seqüenciais em todos os tratamentos, ocorrendo mudanças do dreno metabólico preferencial de um órgão para outro, de acordo com as transformações morfológicas das plantas, ressaltando-se que o metribuzin não alterou esse comportamento. Os tratamentos não influencia ramo acumulo de matéria seca das vagens (Wv), no entanto, a partir do inicio da maturação, as plantas-controle apres entaram maiores Wv, provavelmente, devido a maior taxa assi milatória líquida verificada a partir da floração plena. A matéria seca acumulada nos pericarpos (Wp) diminuiu, a partir das sementes completamente desenvolvid os, para todos os tratamentos com exceção de Wp das plantas tratadas com 0,7 kg i.a. ha-1 de metribuzin que, manteve-se estável. Por outro lado, a matéria seca nas sementes (Ws) aumentou de forma acentuada, desde o seu aparecimento até a colheita final , em todas as doses do herbicida.<hr/>Development, assimlate partition and dry matter production in soybean (Glycine Max (L.) Merri ll, cv. Uberaba) plants treat ed with four metri buzin doses (0,0; 0,35; 0,70 and 1,05 kg i.a.ha-1) were studied in a field experiment. Metribuzin did not reduce the stand or alter ed significantly shoot /root ratio. Plants height average incre ased as the doses of metribuzin increased; maximum heights were 761, 784, 815 and 812 mm, for increasing metribuzin doses. Metribuzin did not alter the pattern of sequential dry matter partition in the plants. Metribuzin did not affect dry matter accumulation in pods (Wv); however, from initiation to the end of maturation of seeds the control presented greater Wv values than trea plants, due to its highest net assimilation rate after blooming. Pericarp dry matter (Wp) was decre ased from full development se eds to final harvest for all treatments, except for Wp of plant streated with 0,7 i.a.ha-l that was maintained practically. Constant on the other hand, seed dry matter increased accentuately, from formation to last harvest, for all doses employed. <![CDATA[<b>Effect of some soil characteristics on plant response to herbicide dosis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram estudados em casa de vegetação o tempo de sobre vivência de oito espécies olerícolas a aplicação de atrazina nas doses correspondentes a 1,8 e 3,2 kg/ha, e de diuron nas doses de 1,2 e 2,0 kg/ ha, em três tipos de solos ácidos tropicais. Os resultados mostraram alta correlação linear entre o tempo médio de vida das plântulas com teores de matéria orgânica, capacidade de troca catiônica (CTC) efetiva e pH do solo; e baixas correlações com teores de argila mais silte. Os resultados indicam ser mais adequado tomar como base a característica CTC do solo em lugar da sua classificação textural para fins de recomendação das doses dos herbicidas.<hr/>A study was conducted in green house to determine the survival time of eight vegetable plant species to soil application of 1,8 and 3,2 kg/ha of atrazine, and 1,2 and 2,0 kg/ha of diuron, in three tropical soils. High line ar correlation was obtained betwe en avera ge survi val time and organic matter content, cation exchange capacity (CEC) and soil pH; and low correlation with clay or clay plus silt content. The results lead to the conclusion that it seems more consistent to consider CEC inste ad of soil texture on dosis recommendation fow both herbicides. <![CDATA[<b>Paraquat</b><b> residues in soybean grain when used on the crop dissecation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O uso de paraquat na dessecação da soja deixa resíduos no grão cujo teor está relacionado com a fase de maturação da cultura quando da aplicação do produto e o intervalo de tempo entre esta operação e a colheita . A lei brasileira estipula como limite de resíduo no grão, 0,1 mg kg-1 e o prazo de carência de sete dias entre a aplicação e a colheita. Para que esse teor médio de 0,1 mg kg-I, com oscilações de 0,03 a 0,32 mg kg-1, seja atingido, a necessário, não só que a aplicação do paraquat se faça com essa antecedência à colheita como, também, que não ultra passe a fase de maturação da soja correspondente a 807 de vagens marrons.<hr/>The use of paraquat in the soy bean dissecation leave s re sidue in the grain wich content is related with the crop maturity at the time of application of the product and the time inter val between this operation and the crop harvest. The brasilian law estipulates a content lower that 0,1 mg kg-1 and an inter val of seven days, betwe en ti me of application and harvest. In order to get a medium content of 0,1 mg kg-1, with oscillations of 0,03 to 0,32 mg kg-1, it is necessary to do the paraquat applica tion with that interval of time to harvest but, also, that the crop maturation be lower than the correspondent to 80% of brown pods. <![CDATA[<b>Continous use of</b><b> herbicides in citros (Citrus sinensis) (L.)</b><b> Osbeck. I - effects on weed control</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A presente pesquisa foi conduzida no município de Conchal - SP, Brasil, em um Latossolo Vermelho Amarelo com 1,75% de matéria orgânica, com o objetivo de verificar o efeito do uso continuo dos principais herbicidas, no controle de plantas daninhas em um pomar de laranja 'Pera' (Citrus sinensis (L.) Osbeck, enxertada sobre limão cravo (Citrus limonia Osbeck). O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 12 parâmetros e 4 repetições. Os tratamentos utiliza dos com as respectiva s dose s do i.a. em kg/ha foram: terbacil a 3,2; simazine a 4,0; ametryne + secbumetone a 4,5; dichlobenil a 5,0; diuron a 3,2; bromacil a 3,2; bromacil + diuron a 3,2; paraqua t a 0,6; glyphosate a 1,61 e MSMA a 1,77, além de uma testemunha que recebia uma capina anualmente e outra que era capinada sempre que a cobertura pelas plantas daninhas atingia 25% da área da parcela. O pomar foi plantado em maio/75 e a 14 aplicação foi realizada em outubro de 1977. As parcelas continham 4 plantas em uma área de 3,0 x 18,0 m (54 m2). A última foi realizada em 1986. O efeito dos tratamentos no controle das plantas daninhas foi avaliado pela contagem por espécie botânica, assim como por avaliações visuais. Todos os herbicidas utilizados apresentaram controle de aceitável a excelente, dependendo da composição específica das plantas daninhas, e aqueles cue apresentaram os melhores índices de controle das plantas daninhas, assim como efeitos residuais mais prolongados, foram bromacil + diuron, diuron, bromacil, ametryne + secbumetone e terbacil. herbicidas aplicados em pósemergência os melhores índices de controle foram obtidos com glyphosate e paraquat.<hr/>The research reported in this paper was conducted at the Conchal county in Sao Paulo State, Brazil, in a Red Yellow Latosol with 1.75% of organic matter, with the objective of studyin g the effect of continuous use of selected herbicides on the weed control on a 'Pena' Citrus sinensis (L.) Osbeck citrus orchard, graf ted on 'Limão-Cravo' (Citrus Limonia Osbeck). Kandon blocks experimental design with 12 treatments and 4 replicates was used. The treatments and herbicide application rates (kg/ha) were : terbacil at 3.2 sima zine at 4.0; ametryne + secbumetone at 4,5; dichlobeni l at 5.0; diuron at 3,2; bromacil at 3.2; bromacil at 3.2; bromacil + diuron at 3.2; paraqua t at 0.6; glyphosate at 1.61 and MSMA at 1.77 , and two cont rol plots manually til led, one year ly and the other whenever weeds covered 25% of the plot. The orchard was planted in may 1975, and the first herbicide application was done in october 1977. The area of each plot was 54 m2 (3.0 x 18.0 m) with 4 plants per plot. The last herbicide application was done in 1982. The effect of the treatments on weed control was evaluated through species couting and also visually. The herbicides used showed control ranging from acceptable to excellent, depending on the specific weed composition in the plot. The herbicides with best weed cont rol index as well as longer residual effects were bromacil + diuron, diuron bromacil, ametryne + secbumetone and terbacil. Among the post-emergency her bicides the best indexes were obtained with glyphosa te and paraquat. <![CDATA[<b>Continuos</b><b> use of herbicides in citros (Citrus sinensis (L.) osbeck</b>: <b>II - ffects ondevelopment, yield and fruit quality</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581991000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A presente pesquisa foi conduzida no município de Conchal - SP, Brasil, em um Latossol Vermelho Amarelo com 1,75% de matéria orgânica com o objetivo de veri fic ar o efeito do uso cont inuo dos principais herbicidas no desenvolvimento, produção e qualidade dos frutos em um pomar de laranja 'Pera' Citrus sinensis (L.) Osbeck), en xertada sobr e limão cravo (Citrus lionia Osbeck). O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 12 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos utilizados com as respectivas doses do i. a. em kg/h a foram: terbacil a 3,2; simazine a 4,0; ametryne + secbumetone 4,5; dichlobenil a5,0 ; diuron a3,2 ; bromacila 3,2; bromacil + diuron a 3,2; paraquat a 0,6; glyphosate a 1,61 e MSMA a 1,77 alem de uma testemunha que recebia uma capina anualmente, e outra que era capinada sempre que a cobertura pelas plantas daninhas atingia 25% da área da parcela. O pomar foi plantado em meio/ 75 e a 1a aplicação dos herbicidas foi realizada em outubro de 1977. As parcelas continham 4 plantas em uma area de 3,0 x 18,0 m (54 m2). A última aplic ação foi realizada em 1992. O efeito no desenvolvimento foi feito pela medida do diâmetro do caule a 10 m acima do ponto de enxertia, pelo diâmetro da copa na altura mediana e pela altura das plantas. Todas essas medidas eram realizadas 2 vezes por ano. Para avaliação da produção, eram colhidos os frutos de quatro plantas por parcela. A qualidade dos frutos foi avaliada através das medidas do diâmetro longitudinal e transversal, albedo, peso e número de sementes, peso médio dos frutos, % de suco, % de sólidos solúveis e % de acidez. Pelos dados obtidos , verifica - se que não houve influência dos herbicidas no desenvolvimento das plantas de citros, e na produção. As influencias na qualidade dos frutos foram mínimas, e dependeram do ano de amostragem.<hr/>The research reported in this paper was conducted at the Conchal county in Sao Paulo State, Brazil, in a Red Yellow Latosol with 1,75% of organic matter, with the objective of studyng the effect of continuous use of selected herbicides on the development, yield and fruit quality, of a 'Pera' citrus orchard, grafted on 'Limão - Cravo (Citrus Limonia) . Random blocks experimental de sign with 12 treatments and 4 replicates was used. The treatments and herbicide application rates(kg /ha) were: terbacil at 3.2; simazi ne at 4.0; ametryne + secbumetone at 4.5; dichlobenil at 5.0; diuron at 3.2; bromacil at 3.2; bromacil + diuron at 3.2; paraquat at 0.6; glyphosate at 1.61 and MSMA at 1.37 and two contro1 plots manually tilled, one yearly and other whenever weeds covered 25% of the plot. The orchard was planted in may 1975, and the first herbicide application was done in october 1977. The area of each plot was 54 m2 (3,0 x 18,0 m) with 4 plants per plot The last herbicide application was done in 1982. The effect on plant development was measured through the stem diameter at 10 cm above the bud union, canopy diameter and height two times per year. Yield was mea measured harvesting the fruit s of 4 plant s per plot. The fruit quali ty was evalu ated by measuring the longitud inal and transvers al diameter, albedo, weight and number of seeds, average fruit weight, jui ce %, soluble solids %, acidi ty and production in kg per tree . The results showed no effec t the herbicides on both development and yield of the plant s. The effe ct on fruit quality was minimal.