Scielo RSS <![CDATA[Religião & Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-858720160001&lang=es vol. 36 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100009&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Relations and narratives: the enredo in candomblé of Bahia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100013&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é apresentar o conceito de “enredo” e alguns dos sentidos em que a noção se desdobra nas religiões de matriz africana, especificamente no candomblé. A pesquisa de campo que deu origem a esta reflexão foi feita no terreiro Ilê Iyá Omi Axé Iyamasé (mais conhecido como Gantois), em Salvador, Bahia. O argumento central aqui contido é de que o uso frequente do termo “enredo” no cotidiano é reflexo de um modo de existência múltiplo, um modelo de relacionamento intrinsecamente ligado ao candomblé, e que a sua análise enquanto conceito pode indicar uma via de acesso para a compreensão de um aspecto fundamental das religiões de matriz africana no Brasil.<hr/>Abstract Based on fieldwork conducted in a well-known African matrix religious house called Gantois, this article presents the concept of enredo – a Portuguese term derived from rede (literally, net). In doing so, the article considers some of the ways in which this term often operates in the religion of candomblé in Salvador, the capital of Bahia State, Northeastern Brazil. The central argument is that the frequent use of the term enredo reflects a mode of existence that is always multiple, a relational model that is intrinsic to candomblé, and that its use as a concept is suggestive of how we might understand a fundamental aspect of African matrix religions in Brazil. <![CDATA[Linking the chain: Essay about the relation between spirituality and sociality in Afro-Brazilian religious fraternities in the Itapemirim Valley]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100034&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Partindo de etnografia realizada na região sul do Espírito Santo, este artigo descreve a transversalidade das relações sociais e espirituais entre comunidades remanescentes de quilombos privilegiando o conceito de “corrente espiritual”, uma força conjuntiva que atua entre pessoas e entidades invisíveis em várias de suas manifestações. Por meio de coletivos de filhas e filhos de santo que se visitam ritualmente durante todo o ano, conhecidos na região por “bate-flecha”, a corrente costura-se entre as comunidades, mantendo um ciclo de obrigações e de poderes que flui entre elas.<hr/>Abstract This paper regards an ethnography realized in the Brazilian southeast state of Espírito Santo and describes the transversality of spiritual and social relations among quilombos remaining communities. It highlights the concept of “spiritual chain”, a conjunctive force that acts amid persons and invisible entities. By a ritual calendar that organizes mutual visits and that must be followed by religious fraternities known as “bate-flecha”, the spiritual chain sews the communities and reinforces a series of obligations and powers that flows through it. <![CDATA[Regime of speech and social bonds: the monastic silence and writing in the first half of the 12th century]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100056&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Momento de importante expansão urbana e econômica, o século XII foi também marcado por vozes que clamavam pelos desertos europeus. Social e religiosamente, esse foi um tempo marcado pela tensão entre a reestruturação da vida em comunidade e a valorização do isolamento eremítico. O aparecimento dos monges cartuxos (talvez a mais importante ordem eremítica medieval), ocorrido nesse contexto, oferece uma ocasião privilegiada para o estudo do que venho chamando de “monopólio da solidão” (o controle do isolamento pela Ecclesia). Pretendo aqui demonstrar como a escrita e o silêncio (ligados ao studium e à noção de comunicação “per litteras”) constituem um verdadeiro “regime de discurso” responsável por solucionar dialeticamente a contradição existente entre o propositum eremítico de abandono do mundo e sua inserção na comunidade eclesial.<hr/>Abstract Moment of a major urban and economic expansion, the twelfth century was also marked by voices crying from the European deserts. This was a time marked by the tension between a reorganization of the community life and the search for isolation. The appearance of the Carthusian monks occurred precisely at this context. It offers a major opportunity for a closer study of ecclesial process that I have called “the monopolization of loneliness” (the control of isolation by the Ecclesia). I intend to demonstrate how writing and silence (linked to the studium and the notion of communication “per litteras”) constitute a true “regime of speech” dialectically responsible for solving the contradiction between the hermit propositum abandonment of the world and their insertion on the ecclesial community. <![CDATA[Social identity, television media and historical-cultural construction of collective memory: the case of a socioreligious movement in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100074&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo tem como objetivo analisar por que os batistas brasileiros, para preservarem sua identidade social, tendem a esquecer sócio-historicamente o fato de que receberam, via sua mais destacada liderança, a concessão de um canal de televisão no início dos anos 1980. Uma vez que se trata de um processo de esquecimento organizado, o referencial teórico implicado na pesquisa foi o dos estudos de memória social, com dados metodologicamente coletados através de entrevistas e levantamento de fontes documentais. Tal procedimento permitiu constatar que, a fim de reiterar uma identidade social respeitável e calcada nas doutrinas bíblicas, os batistas tenderam a construir uma memória coletiva, nas últimas três décadas, tanto a partir do esquecimento de vinculações com a ditadura militar, quanto do esquecimento de falhas morais apontadas em escândalos midiáticos.<hr/>Abstract This article aims to analyze why Brazilian Baptists, to preserve their social identity, tend to forget the fact that received, through its most outstanding leadership, the granting of a television channel in early 1980’s. In this case, since it is a process of organized forgetting, the theoretical framework involved in the research was the social memory studies, with data collected through interviews and research of documentary sources. This procedure allowed to establish that in order to reaffirm a social identity based on biblical doctrines, Baptists tended to build a collective memory, the past three decades, both from the oblivion of connections with the military dictatorship, as from forgetting of moral faults mentioned in media scandals. <![CDATA[Diversidad de creencias, devociones y prácticas religiosas en los asentamientos precarios de la Ciudad de Buenos Aires]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100103&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumen El artículo indaga en las creencias, vivencias y prácticas religiosas de los habitantes de asentamientos precarios de la ciudad de Buenos Aires. Se analizan datos provenientes de un cuestionario aplicado en el 2014 a una muestra representativa de residentes en las ‘villas de emergencia’ de la ciudad. El artículo inicia con una breve discusión en torno al concepto de “religiosidad popular”, de la que surge la aproximación en la que se enmarcó el proyecto de investigación del estudio. Se pasa luego a presentar la variedad de creencias en base a los tabulados del relevamiento; luego se profundiza en la diversidad de pertenencias religiosas; a continuación ahondamos en las prácticas, devociones y ritualidades. Para finalizar, se resume lo analizado presentando perfiles de creyentes de los barrios precarios. El estudio muestra que las manifestaciones de fe de la población objeto de estudio son muy variadas y acompañan sus vidas de diversas maneras.<hr/>Abstract The article analyzes the religious beliefs, experiences and practices of Buenos Aires slum´s inhabitants. We analyze data from a questionnaire applied in 2014 to a representative sample of the city´s slums. The article begins with a brief discussion on “popular religiosity”, in which the research project of this study is framed. Base on the tables from our aggregated data we address the variety of slum inhabitant´s beliefs; we then address their diversity of religious affiliations, and the diversity of their religious practices, devotions and rituals. We conclude summarizing our analysis by presenting profiles of believers from the precarious neighborhoods. The study shows that the population under study manifestations of faith are varied, and that they accompany their lives in different ways. <![CDATA[“Public Religions” or religions in the Public Sphere? A criticism on Pierre Bourdieu concept of religious field]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100128&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo propõe uma releitura crítica da contribuição de Pierre Bourdieu para o campo de estudo das religiões. Demonstraremos inicialmente como o conceito de campo alargou a noção clássica de religião. Em seguida, evidenciaremos por que a dimensão estrutural subjacente ao conceito não consegue dar conta de muitas das dimensões do secularismo contemporâneo, em particular o modo como a esfera pública vem sendo modelada pela presença pública das religiões. Finalmente, partindo da contribuição de autores pós-bourdiesianos para uma definição pragmatista da arena pública, tais como Daniel Cefaï e outros, sugerimos deslocar o olhar sobre as religiões em suas relações com o poder, perguntando-nos não tanto o que as religiões fazem na esfera pública, mas, sobretudo, o que a publicidade faz da religião.<hr/>Abstract This article proposes a critical analysis of Pierre Bourdieu’s contribution to the field of religious studies. First, we will demonstrate how the concept of field enabled a new understanding of the classical notion of religion. Subsequently, taking contemporary secularism as a reference, we will examine the analytical inaccuracy of this concept to give a full comprehension of the presence of religions in the public scene. Finally, taking into account some contributions of the French pragmatic theory for a definition of a public arena, this article proposes a new approach to the classical problem of religion and power relations. We assume that what religions do in the public sphere transform the collective understanding of what counts as religion. <![CDATA[The universality of secular condition]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100151&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é reconstruir o conceito de secularização a partir da teoria da diferenciação funcional de Niklas Luhmann. Esta teoria fornece elementos robustos tanto para definir de forma precisa o conceito de secularização como também para apreender o seu significado para as relações entre religião e sociedade no mundo atual. A tese central é que a secularização deve ser concebida como a principal consequência da diferenciação dos subsistemas sociais para a vida religiosa, podendo ser definida como a necessidade, enfrentada por toda e qualquer religião deste mundo, de ter que construir suas crenças e práticas em um mundo ordenado por referências não religiosas.<hr/>Abstract The aim of this paper is to reconstruct the concept of secularization based on the theory of functional differentiation of Niklas Luhmann. This theory provides robust elements both to define precisely the concept of secularism but also to understand its meaning for the relations between religion and society in today’s world. The central thesis is that secularization must be conceived as the main consequence of functional differentiation for religious life: it can be defined as the necessity, faced by any religion of this world, of having to build their beliefs and practices in a world ordered not only by religious references. <![CDATA[Steve Bruce, um sociólogo em defesa da teoria da secularização]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100175&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é reconstruir o conceito de secularização a partir da teoria da diferenciação funcional de Niklas Luhmann. Esta teoria fornece elementos robustos tanto para definir de forma precisa o conceito de secularização como também para apreender o seu significado para as relações entre religião e sociedade no mundo atual. A tese central é que a secularização deve ser concebida como a principal consequência da diferenciação dos subsistemas sociais para a vida religiosa, podendo ser definida como a necessidade, enfrentada por toda e qualquer religião deste mundo, de ter que construir suas crenças e práticas em um mundo ordenado por referências não religiosas.<hr/>Abstract The aim of this paper is to reconstruct the concept of secularization based on the theory of functional differentiation of Niklas Luhmann. This theory provides robust elements both to define precisely the concept of secularism but also to understand its meaning for the relations between religion and society in today’s world. The central thesis is that secularization must be conceived as the main consequence of functional differentiation for religious life: it can be defined as the necessity, faced by any religion of this world, of having to build their beliefs and practices in a world ordered not only by religious references. <![CDATA[Secularization and the Impotence of Individualized Religion]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100178&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é reconstruir o conceito de secularização a partir da teoria da diferenciação funcional de Niklas Luhmann. Esta teoria fornece elementos robustos tanto para definir de forma precisa o conceito de secularização como também para apreender o seu significado para as relações entre religião e sociedade no mundo atual. A tese central é que a secularização deve ser concebida como a principal consequência da diferenciação dos subsistemas sociais para a vida religiosa, podendo ser definida como a necessidade, enfrentada por toda e qualquer religião deste mundo, de ter que construir suas crenças e práticas em um mundo ordenado por referências não religiosas.<hr/>Abstract The aim of this paper is to reconstruct the concept of secularization based on the theory of functional differentiation of Niklas Luhmann. This theory provides robust elements both to define precisely the concept of secularism but also to understand its meaning for the relations between religion and society in today’s world. The central thesis is that secularization must be conceived as the main consequence of functional differentiation for religious life: it can be defined as the necessity, faced by any religion of this world, of having to build their beliefs and practices in a world ordered not only by religious references. <![CDATA[Novos contornos da sociologia da religião?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100191&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é reconstruir o conceito de secularização a partir da teoria da diferenciação funcional de Niklas Luhmann. Esta teoria fornece elementos robustos tanto para definir de forma precisa o conceito de secularização como também para apreender o seu significado para as relações entre religião e sociedade no mundo atual. A tese central é que a secularização deve ser concebida como a principal consequência da diferenciação dos subsistemas sociais para a vida religiosa, podendo ser definida como a necessidade, enfrentada por toda e qualquer religião deste mundo, de ter que construir suas crenças e práticas em um mundo ordenado por referências não religiosas.<hr/>Abstract The aim of this paper is to reconstruct the concept of secularization based on the theory of functional differentiation of Niklas Luhmann. This theory provides robust elements both to define precisely the concept of secularism but also to understand its meaning for the relations between religion and society in today’s world. The central thesis is that secularization must be conceived as the main consequence of functional differentiation for religious life: it can be defined as the necessity, faced by any religion of this world, of having to build their beliefs and practices in a world ordered not only by religious references. <![CDATA[Lísias Nogueira Negrão: um sociólogo da religião na USP e um pioneiro em “Religião e Sociedade” no ISER]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872016000100195&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é reconstruir o conceito de secularização a partir da teoria da diferenciação funcional de Niklas Luhmann. Esta teoria fornece elementos robustos tanto para definir de forma precisa o conceito de secularização como também para apreender o seu significado para as relações entre religião e sociedade no mundo atual. A tese central é que a secularização deve ser concebida como a principal consequência da diferenciação dos subsistemas sociais para a vida religiosa, podendo ser definida como a necessidade, enfrentada por toda e qualquer religião deste mundo, de ter que construir suas crenças e práticas em um mundo ordenado por referências não religiosas.<hr/>Abstract The aim of this paper is to reconstruct the concept of secularization based on the theory of functional differentiation of Niklas Luhmann. This theory provides robust elements both to define precisely the concept of secularism but also to understand its meaning for the relations between religion and society in today’s world. The central thesis is that secularization must be conceived as the main consequence of functional differentiation for religious life: it can be defined as the necessity, faced by any religion of this world, of having to build their beliefs and practices in a world ordered not only by religious references.