Scielo RSS <![CDATA[Religião & Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0100-858720080002&lang=en vol. 28 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en</link> <description/> </item> <item> <title><![CDATA[<b>Passado português, presente negro e indizibilidade ameríndia</b>: <b>o caso de Mazagão Velho, Amapá</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Através de um estudo de caso amazônico, o artigo propõe analisar como as orientações do Estado brasileiro, dizendo respeito ao caráter pluriétnico da sociedade, são elaboradas a nível local. Pois, os grupos sociais são agora incentivados a dar relevo a certas práticas culturais enquanto símbolos de identidades especificas. Quais são então os lugares atribuídos às genealogias concorrentes, doravante minoritárias? Como são ritualizadas e encenadas as diferenças culturais, étnicas e religiosas? Essas questões serão discutidas para uma vila amapaense que, através das suas festas, reivindica uma dupla ou talvez mesmo uma tripla herança: "portuguesa" com a festa católica de São Tiago, "negra" com a dança do marabaixo, e "índia" com a dança do sairê - esta última expressando atualmente um desejo, ainda não concretizado, de reativação.<hr/>This article analyses through an Amazonian example how the multi-ethnic orientations of the Brazilian State are locally elaborated. The Brazilian State is now stimulating the promotion of new cultural practises and symbols of specific identities. What is happening with genealogical identities now less considered? How are they located? How the ethnic and cultural distinctions (or specificities) are ritualized and performed? These questions will be discussed through the festivities of a village from the Amapa proclaiming a double and perhaps triple inheritance: Portuguese, with the celebration of São Tiago, "Black", with the dance of the Marabaixo and "Indian", with the dance of the Saiê. The later actually is trying to be reactivated. <![CDATA[<b>Crianças feiticeiras</b>: <b>reconfigurando família, igrejas e estado no pós-guerra angolano</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Acusações de feitiçaria a crianças e adolescentes têm emergido em diversas partes da África, com destaque para a República Democrática do Congo. Em Angola este fenômeno é observado principalmente entre o grupo étnico Bakongo. Procura-se aqui apontar alguns fatores envolvidos na emergência deste fenômeno em Angola, considerando esta especificidade étnica. Outro objetivo é o de analisar como diferentes agentes em instituições do Estado angolano, igrejas e ONGs vêm construindo percepções, discursos e formas de intervenção sobre esta questão, considerando diferentes noções de alteridade, cultura, família, igreja e comunidade.<hr/>Witchcraft accusations against children and adolescents had emerged recently in some African countries, especially in the Democratic Republic of Congo. In Angola, this phenomenon has been verified particularly among the Bakongo people. My initial objective will be to determine some of the factors that contribute to the emergence of this phenomenon in Angola, considering its ethnic bias. Other aim is to describe and analyze how Angolan State institutions, NGOs and churches have been constructing different perceptions, discourses and forms of interventions in relation to this issue, considering different notions of otherness, culture, family, church and community. <![CDATA[<b>O dom e a tradição indígena Kapinawá (ensaio sobre uma noção nativa de autoria)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é analisar a noção nativa de autoria presente na comunidade indígena Kapinawá, localizada no sertão de Pernambuco, nordeste do Brasil. A partir de uma antropologia histórica (Oliveira 1988), analiso a autoria como uma tradição inventada (Linnekin 1983; Handler 1984; Handler & Linnekin 1984) resultante de um processo político de emergência étnica. Através da etno-história do grupo, apresento o contexto de construção de uma tradição indígena (o ritual do Toré) que se legitima ao explorar categorias de uma tradição religiosa do nordeste conhecida como o complexo da jurema. Procuro, assim, apresentar a relação que se forma entre a instauração do ritual do Toré e a emergência de uma noção nativa de autoria nele construída.<hr/>This article aims to analyze the native notion of authorship found in the Kapinawá Indian community, localized in Pernambuco, Northeast Brazil. Based on the notion of a historical anthropology, I analyze the authorship as an invented tradition that results from a political process of ethnic emergence. Through the ethno history of this Indian group, I present the context of construction of an Indian tradition - the Toré ritual - that legitimates itself by using categories pertaining to a religious tradition of Northeast Brazil called Jurema's complex. By doing so, I intend to show the relation formed between the Toré ritual and the emergence of a native notion of authorship constructed in it. <![CDATA[<b>A presença do religioso no espaço público</b>: <b>modalidades no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Toma-se como problema central especificar as formas pelas quais se configuram relações de reconhecimento do religioso pelo Estado no Brasil no quadro definido pelo regime republicano. Em outras palavras, considerando a laicidade por causa dela ou apesar dela , como o Estado foi legitimando a presença do religioso no espaço público. No caso da Igreja Católica, isso ocorreu inicialmente por meio de uma aliança simbólica e material e com a ajuda de um regime jurídico de baixo controle estatal. No caso do espiritismo, ocorreu em meio a uma batalha pela legitimidade de práticas com algum sentido terapêutico. No caso dos cultos afros, envolveu a aceitação de um argumento culturalista. Partindo do delineamento histórico de diferentes modalidades de reconhecimento, busca-se a caracterização do que ocorre atualmente, considerando a presença dos evangélicos no espaço público. De modo geral, trata-se de problematizar a definição de fronteiras no interior do campo religioso e nas relações entre religião, sociedade e Estado no Brasil.<hr/>This paper analyzes the forms of recognition of religion by the State in Brazil in the framework defined by the Republican regime. In other words, considering the secular nature of government and because or despite it it analyzes how the State gave legitimacy to a religious presence in public space. In the case of the Catholic Church, this initially took place by means of a symbolic and material alliance and with the help of a legal regime with low government control. In the case of Spiritism, it took place amid the battle for legitimacy of practices with some therapeutic element. In the case of African cults, it involved the acceptance of a culturalist argument. Based on the historic delineation of different modalities of recognition, it seeks to characterize current actions, considering the presence of Protestants in public space. In general, it involves analyzing the definition of frontiers within the religious field and the relations between religion, society and State in Brazil. <![CDATA[<b>O discurso acadêmico de Rubem Alves sobre "protestantismo" e "repressão"</b>: <b>algumas observações 30 anos depois</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Em 1979 foi publicado um dos primeiros ensaios críticos do protestantismo brasileiro. Seu autor, Rubem Alves, então teólogo presbiteriano, professor de filosofia e psicanalista, usando a linguagem da filosofia política, apresentou um livro que viria a se tornar um texto clássico no estudo do protestantismo brasileiro: Protestantismo e Repressão. Para isso criou um tipo ideal: "Protestantismo da Reta Doutrina" e desenvolveu uma metodologia própria, de inspiração fenomenológica e weberiana. Hoje, quase 30 anos depois, uma segunda edição surge com o nome "Religião e Repressão". Este artigo, partindo de sugestões da Sociologia do Conhecimento e das propostas de Pierre Bourdieu, procura descrever o campo religioso brasileiro em que esse texto surgiu, o contexto intelectual e político, discutindo a epistemologia e a metodologia empregada por Alves na confecção de sua obra.<hr/>In 1979, there was published one of the first pieces of critic writings about Brazilian Protestantism. Its author was Rubem Alves, then a Presbyterian theologian, a professor of philosophy, and a psychoanalyst. Using the language of political philosophy, he presented a text that would become a classic in the study of Brazilian Protestantism: "Protestantism and Repression." To do this he created an ideal type, "right doctrine Protestantism," and developed his own methodology, inspired by phenomenology. Today, almost 30 years later, a second edition has appeared with the title "Religion and Repression." The present article, taking as its point of departure the Sociology of Knowledge and the proposals of Pierre Bourdieu, seeks to describe the Brazilian religious situation in which this book arose and the political and intellectual context, discussing the epistemology and the methodology employed by Alves in putting together his work. <![CDATA[<b>Não é meu, nem é seu, mas tudo faz parte do axé</b>: <b>algumas considerações preliminares sobre o tema da propriedade de terreiros de candomblé</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho é uma tentativa de empreender uma exploração inicial do tema da Propriedade em terreiros de candomblé, onde procuro fornecer algumas linhas de força para um aprofundamento do debate, não apenas no campo dos estudos da Antropologia da Economia, mas de suas interfaces com o campo de estudos da Religião. A noção de propriedade aparece aqui relacionada de forma íntima com aspectos cosmológicos do candomblé e se traduz em relações sociais mediadas por categorias como clientela religiosa, ajuda, família de santo e axé. O material etnográfico está organizado sob a forma de cenas sociais, segundo a proposição de F. Weber (2001). As cenas sociais que iluminam a discussão sobre a propriedade abordam questões que envolvem a posse de objetos e a propriedade sobre os terrenos onde são instalados os candomblés.<hr/>This work is an attempt to undertake a initial exploration of the subject property in the terreiros of Candomblé, where I try to provide some lines to deepening of the debate, not only in the field of the studies of Anthropology of Economy, but of their interfaces with the field Religion Studies. The concept of ownership appears here so intimately linked with aspects of the Cosmological prepared and is translated into social relationships mediated by religious categories as clientela, ajuda, família de santo and axé (Baptista 2007). The ethnographic material is organized in the form of social scenes, according to the proposition of F. Weber (2001). The social scenes that illuminate the discussion on the property address issues involving the possession and ownership of objects on the land where they are installed the candomblés. <![CDATA[<b>Religiosidade no contexto das terapias com células-tronco</b>: <b>uma investigação comparativa entre pesquisadores "iniciantes e iniciados" e seus pacientes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Terapias experimentais com células-tronco têm despertado interesse público devido à expectativa de cura milagrosa. O artigo analisa as representações e a adesão religiosa de pessoas envolvidas em diferentes protocolos experimentais de terapia celular: pacientes e suas famílias e também pesquisadores de vários níveis. O trabalho de campo ocorreu em instituição de ensino superior. Pretende-se comparar posições de pacientes e de pesquisadores, e entre os pesquisadores conforme seu nível de formação com respeito a: adesão religiosa atual e formação anterior e sua posição sobre uso de embriões humanos em pesquisa. O uso de embriões é prática combatida pela Igreja Católica e debatida por diferentes confissões cristãs e não-cristãs. Outro objetivo é verificar representações de cura e milagre referentes ao poder das células.<hr/>Experimental therapies with stem cells have waken public interest due to expectations of miraculous healings. The article analyses representations and religious commitment of people involved in different experimental protocols of cellular therapy: patients, their families and researchers of several levels. Fieldwork took place in a higher education institution. The objective is to compare the positions of patients and researchers and also inside the researchers group (according to researcher's educational level) regarding: present religious commitment and previous background and their reactions about human embryo research. Catholic Church opposes the use of human embryos as research material and other religious confessions debate this subject. The paper also examines representations of cure and miracle related to stem cells. <![CDATA[<b>De la sanidad del cuerpo a la sanidad del alma</b>: <b>estudio sobre la lógica de construcción de las identidades colectivas en el neo-pentecostalismo argentino</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en No presente artigo, o autor se propõe a estudar em grandes traços a lógica de construção das identidades coletivas que se desenvolvem dentro dos grupos evangélicos neo- pentecostais. Para isso analisa a síntese entre religião, psicanálise e auto-ajuda que expressa o discurso de "sanidade interior", desenvolvido no marco de uma igreja evangélica, localizada em um setor de altos ingressos na Cidade de Buenos Aires, Argentina. A teoria da hegemonia de Ernesto Laclau lhe permite analisar o lugar que os significantes flutuantes ocupam no trabalho religioso de construir uma identidade ampla que se nutre de diferentes universos simbólicos no momento de interpelar os sujeitos a partir da teologia da sanidade.<hr/>The aim of this paper is to study the construction's logic of collective identities within neo-pentecostals evangelic groups. In order to do this the author analyze the synthesis between religion, psychoanalysis and self-help therapy expressed in the discourse of "Inner Health" developed by an evangelic Church located in the center of a high income neighborhood in Buenos Aires city, Argentina. The Ernesto Laclau´s theory of hegemony allows him to analyze the function of floating signifiers in the religious task of creating a wide identity that assimilates elements of different symbolic universes when interpelling the subject through the theology of health. <![CDATA[<b>O papel social dos seminaristas e do clero na modernização da Igreja Católica e do país</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en No presente artigo, o autor se propõe a estudar em grandes traços a lógica de construção das identidades coletivas que se desenvolvem dentro dos grupos evangélicos neo- pentecostais. Para isso analisa a síntese entre religião, psicanálise e auto-ajuda que expressa o discurso de "sanidade interior", desenvolvido no marco de uma igreja evangélica, localizada em um setor de altos ingressos na Cidade de Buenos Aires, Argentina. A teoria da hegemonia de Ernesto Laclau lhe permite analisar o lugar que os significantes flutuantes ocupam no trabalho religioso de construir uma identidade ampla que se nutre de diferentes universos simbólicos no momento de interpelar os sujeitos a partir da teologia da sanidade.<hr/>The aim of this paper is to study the construction's logic of collective identities within neo-pentecostals evangelic groups. In order to do this the author analyze the synthesis between religion, psychoanalysis and self-help therapy expressed in the discourse of "Inner Health" developed by an evangelic Church located in the center of a high income neighborhood in Buenos Aires city, Argentina. The Ernesto Laclau´s theory of hegemony allows him to analyze the function of floating signifiers in the religious task of creating a wide identity that assimilates elements of different symbolic universes when interpelling the subject through the theology of health. <![CDATA[<i><b>Breaking the spell</b></i>: <b>é a religião um fenômeno natural?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en No presente artigo, o autor se propõe a estudar em grandes traços a lógica de construção das identidades coletivas que se desenvolvem dentro dos grupos evangélicos neo- pentecostais. Para isso analisa a síntese entre religião, psicanálise e auto-ajuda que expressa o discurso de "sanidade interior", desenvolvido no marco de uma igreja evangélica, localizada em um setor de altos ingressos na Cidade de Buenos Aires, Argentina. A teoria da hegemonia de Ernesto Laclau lhe permite analisar o lugar que os significantes flutuantes ocupam no trabalho religioso de construir uma identidade ampla que se nutre de diferentes universos simbólicos no momento de interpelar os sujeitos a partir da teologia da sanidade.<hr/>The aim of this paper is to study the construction's logic of collective identities within neo-pentecostals evangelic groups. In order to do this the author analyze the synthesis between religion, psychoanalysis and self-help therapy expressed in the discourse of "Inner Health" developed by an evangelic Church located in the center of a high income neighborhood in Buenos Aires city, Argentina. The Ernesto Laclau´s theory of hegemony allows him to analyze the function of floating signifiers in the religious task of creating a wide identity that assimilates elements of different symbolic universes when interpelling the subject through the theology of health.