Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Nephrology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-280020180003&lang=pt vol. 40 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Reflexões sobre a diálise no fim da vida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300209&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Nefropatia por IgA em Salvador, Brasil: uma doença mais agressiva?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300213&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[A intrincada relação entre o intestino e os rins]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300215&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Efeito <em>in vitro</em> do soro urêmico sobre a função de barreira e inflamação em colonócitos humanos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300217&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: In chronic kidney disease (CKD), it has been suggested that alterations within the gut are associated with an inflammatory state and uremic toxicity. Studies suggest that uremia may impair the function of the intestinal barrier via the promotion of increased intestinal permeability. To understand the mechanisms that are involved in intestinal barrier damage in the setting of uremia, we evaluated the in vitro effect of uremic serum on transepithelial electrical resistance (TER), inflammation, and apoptosis in intestinal epithelial cells (T84). Methods: Pools of serum from healthy individuals, patients not on dialysis, and patients on hemodialysis (Pre-HD and Post-HD) were prepared. T84 cells were incubated for 24 h in medium, of which 10% consisted of the pooled serum from each group. After incubation, the TER was measured and the following parameters were determined by flow cytometry: expression of toll-like receptors (TLRs), production of reactive oxygen species (ROS), and apoptosis. The level of IL-6 in the culture supernatant was determined by ELISA. Results: No difference was observed among the groups with respect to TER, apoptosis, and ROS or the expression of TLR-2, TLR-4, and TLR-9. IL-6 secretion was higher (p &lt; 0.001) in cells that were incubated with pre- and post-HD serum. Conclusion: The results that were obtained from this model suggest that uremic serum per se does not seem to impair the integrity of intestinal epithelial cells. The increased IL-6 secretion by cells that were incubated with HD serum suggests a potential effect of uremia in the intestinal inflammatory response.<hr/>RESUMO Introdução: Tem sido sugerido que na doença renal crônica (DRC) a uremia pode causar alterações intestinais, tais como modificações na microbiota e danos à barreira intestinal, e que estas possíveis alterações podem ter uma relação importante com o estado inflamatório e a toxicidade urêmica apresentadas por pacientes com DRC. Objetivos: Avaliar o efeito in vitro do soro urêmico sobre a permeabilidade da monocamada de células epiteliais do intestino, inflamação e apoptose. Métodos: Pools de soro foram preparados a partir de soros de indivíduos saudáveis, pacientes em tratamento conservador e em hemodiálise (Pré e Pós-HD). As células T84 foram incubadas por 24 horas com os diferentes pools. Em seguida a TER foi medida e as células foram submetidas às seguintes análises: apoptose, produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) e expressão de receptores toll-like (TLR) por citometria de fluxo e detecção de IL-6 no sobrenadante da cultura por ELISA. Resultados: Não foram encontradas diferenças, entre os grupos, com relação a TER, apoptose, EROs e expressão de TLR-2, TLR-4 e TLR-9. Já a secreção de IL-6 foi maior (p &lt; 0,001) pelas células incubadas com soro pré-HD e pós-HD. Conclusão: Os resultados obtidos a partir deste modelo sugerem que a uremia per se parece não comprometer a integridade das células epiteliais do intestino. O aumento da secreção de IL-6 pelas células incubadas com soro HD (pré e pós) sugere um potencial efeito da uremia sobre a resposta inflamatória intestinal. <![CDATA[Efeitos da dieta hipoproteica sobre os perfis lipídico e antropométrico de pacientes com doença renal crônica em tratamento conservador]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300225&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Chronic Kidney disease (CKD) patients have a high prevalence of cardiovascular mortality, and among the risk factors are dyslipidemia and obesity, common findings in the early stages of CKD. The aim of this study was to evaluate the effects of low protein diet (LPD) on the lipid and anthropometric profile in non-dialysis CKD patients. Methods: Forty CKD patients were studied (20 men, 62.7 ± 15.2 years, glomerular filtration rate (GFR) 26.16 ± 9.4 mL/min/1.73m2). LPD (0.6g/kg/d) was prescribed for six months and, biochemical and anthropometric parameters like body mass index (BMI), waist circumference and body fat mass (assessed by dual X-ray absorptiometry - DXA) were evaluated before and after six months with LPD. Results: After six months of nutritional intervention, patients presented reduction on BMI (from 28.1 ± 5.6 to 27.0 ± 5.3 Kg/m2, p = 0.001), total cholesterol (from 199.7 ± 57.1 to 176.0 ± 43.6mg/dL, p = 0.0001), LDL (from 116.2 ± 48.1 to 97.4 ± 39.1 mg/dL, p = 0,001) and uric acid (from 6.8 ± 1.4 to 6.2 ± 1.3 mg/dL, p = 0.004). In addition, GFR values were increased from 26.2 ± 9.5 to 28.9 ± 12.7mL/min (p = 0.02). The energy, proteins, cholesterol and fiber intake were reduced significantly. Conclusion: LPD prescribe to non-dialysis CKD patients for six months was able to improve some cardiovascular risk factors as overweight and plasma lipid profile, suggesting that LPD can be also an important tool for protection against cardiovascular diseases in these patients.<hr/>RESUMO Introdução: Pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) possuem alta prevalência de mortalidade cardiovascular e, dentre os fatores de risco, encontram-se alterações no perfil lipídico e excesso de peso, que são achados comuns na DRC. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da dieta hipoproteica sobre o perfil antropométrico e lipídico de pacientes com DRC em tratamento conservador. Métodos: Foram estudados 40 pacientes com DRC (20 homens, 62,7 ± 15,2 anos, e Taxa de Filtração Glomerular (TFG) de 26,2 ± 9,4 mL/min/1,73m2). Os pacientes receberam prescrição de dieta hipoproteica (0,6g/kg/d) e parâmetros bioquímicos e antropométricos como índice de massa corporal (IMC), circunferência da cintura (CC) e percentual de gordura corporal (GC) avaliado por absorciometria com raio-x de dupla energia (DXA), foram analisados antes e após 6 meses de intervenção. Resultados: Os pacientes apresentaram após 6 meses, redução do IMC (de 28,1 ± 5,6 para 27,0 ± 5,3Kg/m2, p = 0,001), colesterol total (de 199,7 ± 57,1 para 176,0 ± 43,6mg/dL, p = 0,0001), LDL (de 116,2 ± 48,1 para 97,4 ± 39,1 mg/dL, p = 0,001) e ácido úrico (de 6,8 ± 1,4 para 6,2 ± 1,3 mg/dL, p = 0,004) e, aumento da TFG de 26,2 ± 9,5 para 28,9 ± 12,7mL/min (p = 0,02). Houve redução significativa na ingestão de energia e proteínas, bem como de colesterol e fibras. Conclusão: A intervenção com dieta hipoproteica para pacientes com DRC em tratamento conservador por seis meses foi capaz de melhorar alguns fatores de risco cardiovascular, como o excesso de peso e o perfil lipídico plasmático, sugerindo que a dieta hipoproteica, além de outros benefícios pode também ser importante ferramenta para a proteção de doenças cardiovasculares nesses pacientes. <![CDATA[Reflexões sobre a diálise no fim da vida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300233&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The world population is aging and diseases such as diabetes mellitus and systemic arterial hypertension are increasing the risk of patients developing chronic kidney disease, leading to an increase in the prevalence of patients on dialysis. The expansion of health services has made it possible to offer dialysis treatment to an increasing number of patients. At the same time, dialysis survival has increased considerably in the last two decades. Thus, patients on dialysis are becoming more numerous, older and with greater number of comorbidities. Although dialysis maintains hydroelectrolytic and metabolic balance, in several patients this is not associated with an improvement in quality of life. Therefore, despite the high social and financial cost of dialysis, patient recovery may be only partial. In these conditions, it is necessary to evaluate the patient individually in relation to the dialysis treatment. This implies reflections on initiating, maintaining or discontinuing treatment. The multidisciplinary team involved in the care of these patients should be familiar with these aspects in order to approach the patient and his/her relatives in an ethical and humanitarian way. In this study, we discuss dialysis in the final phase of life and present a systematic way to address this dilemma.<hr/>RESUMO A população mundial está envelhecendo, e doenças como diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica estão aumentando o risco de doença renal crônica, com consequente elevação na prevalência de pacientes em diálise. A expansão dos serviços de saúde permitiu oferecer tratamento dialítico para um número cada vez maior de pacientes. Paralelamente, a sobrevida em diálise aumentou consideravelmente nas últimas duas décadas. Dessa maneira, os pacientes em diálise são cada vez mais numerosos, mais idosos e com maior número de comorbidades. Embora a diálise mantenha o equilíbrio hidroeletrolítico e metabólico, em diversos pacientes isso não está associado à melhora da qualidade de vida. Então, apesar do elevado custo social e financeiro da diálise, a recuperação do paciente pode ser apenas parcial. Nessas condições, é necessário avaliar individualmente o paciente em relação ao tratamento dialítico, o que implica reflexões sobre iniciar, manter ou suspender o tratamento. A equipe multidisciplinar envolvida no cuidado desses pacientes deve estar familiarizada com esses aspectos para abordar o paciente e seus familiares de forma ética e humanitária. Neste estudo, foi discutido o tratamento dialítico na fase final da vida e apresentada uma maneira sistemática para enfrentar esse dilema. <![CDATA[Nefropatia por IgA em Salvador, Brasil. Apresentação clínica e laboratorial no momento do diagnóstico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300242&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: IgA nephropathy (IgAN) is the most prevalent primary glomerulopathy in the world, but great variation is reported in different countries. In Brazil, the reported prevalence is high in the Southeastern States and low in Salvador, Bahia State, Brazil. Objectives: This study investigated the clinical and histological patterns of patients with IgAN in Salvador, Brazil. Methods: This is a descriptive study that included all patients with a diagnosis of IgAN performed in native kidney biopsies collected from referral nephrology services of public hospitals in Salvador between 2010 and 2015. Results: Thirty-two cases of IgAN were identified, corresponding to 6% of primary glomerulopathies. There was a slight male predominance (56%) and the median age was 30 [22-40] years. Hematuria was present in 79%, non-nephrotic proteinuria was present in 61%, and hypertension was present in 69% of patients. Segmental sclerosis (S1 lesions) was present in 81% of cases, and chronic tubulo-interstitial lesions (T1 and T2 lesions) were present in 44% of cases. Patients with M1 and T2 MEST-C scores exhibited higher serum urea and creatinine than other patients. Conclusion: The prevalence of IgAN was lower in Salvador than other regions of Brazil. Chronic histological lesions and laboratory markers of severe disease were frequent. M1 and T2 MEST-C scores were correlated with markers of renal dysfunction.<hr/>RESUMO Introdução: A nefropatia por IgA (NIgA) é a glomerulopatia primária mais prevalente no mundo, mas grande variação é relatada em diferentes países. No Brasil, a prevalência relatada é alta nos estados do Sudeste e baixa em Salvador, Bahia, Brasil. Objetivos: Este estudo investigou os padrões clínicos e histológicos de pacientes com NIgA em Salvador, Brasil. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo que incluiu todos os pacientes com diagnóstico de NIgA, realizados em biópsias de rins nativos, coletados nos serviços de referência em nefrologia dos hospitais públicos de Salvador, entre 2010 e 2015. Resultados: Foram identificados 32 casos de NIgA, correspondendo a 6% de glomerulopatias primárias. Houve uma ligeira predominância do sexo masculino (56%) e a mediana da idade foi de 30 [22-40] anos. Hematúria esteve presente em 79%, proteinúria não nefrótica esteve presente em 61% e hipertensão esteve presente em 69% dos pacientes. A esclerose segmentar (lesão S1) estava presente em 81% dos casos, e lesões túbulo-intersticiais crônicas (lesões T1 e T2) estavam presentes em 44% dos casos. Pacientes com escores M1 e T2 MEST-C exibiram maior ureia e creatinina séricas que outros pacientes. Conclusão: A prevalência de NIgA foi menor em Salvador do que em outras regiões do Brasil. Lesões histológicas crônicas e marcadores laboratoriais de doença grave foram frequentes. Os escores M1 e T2 MEST-C foram correlacionados com marcadores de disfunção renal. <![CDATA[Associação entre taxa de filtração glomerular estimada e excreção urinária de sódio de descendentes de africanos no Brasil: um estudo populacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300248&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Excessive salt intake is a risk factor for the development of chronic kidney disease (CKD). Objective: To evaluate the association between estimated glomerular filtration rate (eGFR) and sodium excretion in urine samples of Brazilians of African ancestry. Methods: Cross-sectional, population-based study of 1,211 Brazilians of African ancestry living in Alcântara City, Maranhão, Brazil. Demographic, nutritional, clinical, and laboratory data were analyzed. The urinary excretion of sodium was estimated using the Kawasaki equation. Calculations of eGFR were based on the Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration equation. Multivariate linear-regression model was used to identify the relationship between sodium excretion and eGFR. Results: Mean age was 37.5±11.7 years and 52.8% were women. Mean urinary excretion of sodium was 204.6±15.3 mmol/day and eGFR was 111.8±15.3 mL/min/1.73m2. According to multivariate linear regression, GFR was independently correlated with sodium excretion (β=0.11; p&lt;0.001), age (β=-0.67; p&lt;0.001), female sex (β=-0.20; p&lt;0.001), and body mass index (BMI; β=-0.09; p&lt;0.001). Conclusions: The present study showed that age, female sex, BMI, and correlated negatively with eGFR. Sodium excretion was the only variable that showed a positive correlation with eGFR, indicating that high levels of urinary sodium excretion may contribute to hyperfiltration with potentially harmful consequences.<hr/>RESUMO Introdução: O consumo excessivo de sal é um fator de risco para o desenvolvimento de doença renal crônica (DRC). Objetivo: Avaliar a associação entre taxa de filtração glomerular estimada (eGFR) e excreção urinária de sódio em amostra isolada de urina de brasileiros de ascendência africana. Métodos: Trata-se de um estudo transversal de base populacional que incluiu 1.211 brasileiros de ascendência africana que vivem na cidade de Alcântara, no Maranhão. Foram analisados dados demográficos, nutricionais, clínicos e laboratoriais. A excreção urinária de sódio foi estimada usando a equação de Kawasaki. Os cálculos da TFGe foram realizados por meio da equação do Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration. O modelo de regressão linear multivariada foi utilizado para identificar a relação entre excreção de sódio e TFGe. Resultados: A idade média foi de 37,5 ± 11,7 anos e 52,8% dos participantes eram mulheres. A média da excreção urinária de sódio, ao invés de excreção urinária média foi de 204,6 ± 15,3 mmol/dia e a TFGe foi de 111,8 ± 15,3 mL/min/1,73 m2. A regressão linear multivariada mostrou que a TFG correlacionou-se independentemente com a excreção de sódio (β = 0,11; p &lt; 0,001), idade (β = -0,67; p &lt; 0,001), sexo feminino (β = -0,20; p &lt; 0,001) e índice de massa corporal (IMC; β = -0,09; p &lt; 0,001). Conclusões: O presente estudo mostrou que idade, sexo feminino e IMC correlcionaram-se negativamente com TFGe. Ao negativamente correlacionados com TFGe. Excreção de sódio foi a única variável que mostrou correlação positiva com TFGe, indicando que a alta excreção urinária de sódio pode determinar um quadro de hiperfiltração, acarretando consequências adversas para a função renal a longo prazo. <![CDATA[O impacto da intervenção cirúrgica sobre a função renal na cistinúria]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300256&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Cystinuria is an autosomal recessive disorder due to intestinal and renal transport defects in cystine and dibasic amino acids, which result in recurrent urolithiasis and surgical interventions. This study aimed to assess the impact of surgical interventions on renal function by analyzing estimated glomerular filtration rates. Methods: Thirteen pediatric patients with cystinuria, who were followed-up in a single tertiary institution between 2004 and 2016, were included in the study. Medical records were reviewed to collect data on clinical presentation of patients, urine parameters, stone formation, medical treatment, surgical intervention, stone recurrence after surgical procedure, stone analysis, ultrasonography, 99m-technetium dimercaptosuccinic acid (99mTc-DMSA) radionuclide imaging results, and follow-up time. Creatinine clearances estimated by modified Schwartz (eGFR) formula before and after surgery were used to assess renal function and compared statistically. Results: Nine patients (69.2%) had renal scarring which were detected with 99mTc-DMSA radionuclide imaging. In ten patients (76.9%), open surgical intervention for stones were needed during follow-up. Significant difference was not detected between eGFR before and after surgical intervention (mean 92 versus 106, p = 0.36). Nine of the patients (69.2%) were stone free in the last ultrasonographic examination. Relapses of stone after surgery were seen in 66.6% of patients who underwent surgical intervention. Conclusions: Surgical interventions for urinary stones are commonly required in patients with cystinuria. Renal scarring is a prevalent finding in cystinuric patients. Surgical interventions have no negative impact on eGFR in patients with cystinuria according to the present study.<hr/>RESUMO Introdução: A cistinúria é um distúrbio autossômico recessivo causado por defeitos de transporte intestinal e renal da cistina e aminoácidos dibásicos que resultam em urolitíase recorrente e necessidade de intervenção cirúrgica. O presente estudo teve por objetivo avaliar o impacto das intervenções cirúrgicas sobre a função renal por meio da análise da taxa de filtração glomerular estimada. Métodos: Treze pacientes pediátricos com cistinúria acompanhados em uma instituição terciária entre 2004 e 2016 foram incluídos no estudo. Os prontuários médicos foram analisados e utilizados como fonte de dados sobre a apresentação clínica dos pacientes, parâmetros urinários, formação de cálculos, tratamento clínico, intervenção cirúrgica, recidiva de cálculos após procedimento cirúrgico, análise de cálculos, ultrassonografia, resultados de imagens com ácido dimercaptossuccínico marcado com tecnécio metaestável (99mTc-DMSA) e tempo de seguimento. A depuração de creatinina estimada pela fórmula modificada de Schwartz (TFGe) antes e após a cirurgia foi utilizada para avaliar e comparar estatisticamente os níveis de função renal. Resultados: Nove pacientes (69,2%) apresentaram cicatrizes renais detectadas por exame de imagem com 99mTc-DMSA. Dez pacientes (76,9%) necessitaram intervenção cirúrgica aberta por cálculo renal durante o seguimento. Não foram detectadas diferenças significativas entre os valores de TFGe anteriores e posteriores à intervenção cirúrgica (média de 92 vs. 106, p = 0,36). Nove pacientes (69,2%) não apresentaram cálculos no último exame ultrassonográfico. Recidivas de cálculos renais após cirurgia foram observadas em 66,6% dos pacientes submetidos a cirurgia. Conclusões: Intervenções cirúrgicas relativas a cálculos renais são frequentemente necessárias em pacientes com cistinúria. Cicatrizes renais são um achado prevalente em pacientes com cistinúria. De acordo com o presente estudo, cirurgia não afeta negativamente a TFGe de pacientes com cistinúria. <![CDATA[Rim solitário em funcionamento em crianças: implicações clínicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300261&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Children with solitary functioning kidney (SFK) are prone to develop long term problems, which are not well represented in the literature. The extent to which the presence of associated congenital anomalies of kidney and urinary tract (CAKUT) further de-stabilize renal function is to be addressed. Objective: This study was conducted to evaluate the etiology, presentation, presence of CAKUT, and renal damage in children with SFK. Methods: All children with SFK who presented to the department of pediatric surgery from March 2014 to May 2016 were included in the study. Children with malignancy were excluded from the study. Results: Of the 20 patients with SFK, 14 (70%) had primary SFK (8 with agenesis and 6 with multicystic dysplastic kidney), 6 (30%) belonged to secondary SFK group, among them 3 had pelviureteric junction obstruction, 2 had posterior urethral valves and 1 had vesicoureteric reflux. Eight (40%) had associated CAKUT, 4 (20%) were asymptomatic while 8 (40%) had UTI and 6 (30%) had hypertension. Ten (50%) patients had reduced glomerular filtration rate (GFR) suggesting compromised renal function. Conclusion: Children with SFK have high morbidity especially when associated with ipsilateral CAKUT. Long-term periodical follow up is essential in these patients to improve clinical outcome.<hr/>RESUMO Introdução: Crianças com rim solitário funcional (RSF) tendem a desenvolver problemas de longo prazo, que não são bem representados na literatura. Devemos abordar o quanto a presença de malformações congênitas do rim e do trato urinário (CAKUT) desestabiliza ainda mais a função renal. Objetivo: Este estudo foi realizado para avaliar a etiologia, apresentação, presença de CAKUT e dano renal em crianças com RSF. Métodos: Todas as crianças com RSF que se apresentaram no departamento de cirurgia pediátrica de março de 2014 a maio de 2016 foram incluídas no estudo. Crianças com doença maligna foram excluídas do estudo. Resultados: dos 20 pacientes com RSF, 14 (70%) tinham RSF primário (8 com agenesia e 6 com rim displásico multicístico), 6 (30%) pertenciam ao grupo RSF secundário, dentre eles 3 tinham obstrução da junção pelveuretérica, 2 tinham valvas uretrais posteriores e 1 refluxo vesico-uretral. Oito (40%) tinham ACRTU associado, 4 (20%) estavam assintomáticos, enquanto 8 (40%) tinham ITU e 6 (30%) tinham hipertensão. Dez (50%) pacientes apresentaram redução da taxa de filtração glomerular (TFG), sugerindo comprometimento da função renal. Conclusão: Crianças com RSF apresentam alta morbidade, especialmente quando associadas à CAKUT ipsilateral. O acompanhamento periódico a longo prazo é essencial nesses pacientes para melhorar o resultado clínico. <![CDATA[Alterações digestivas altas em candidatos a transplante renal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300266&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: The incidence of gastrointestinal disorders among patients with chronic kidney disease (CKD) is high, despite the lack of a good correlation between endoscopic findings and symptoms. Many services thus perform upper gastrointestinal (UGI) endoscopy on kidney transplant candidates. Objectives: This study aims to describe the alterations seen on the upper endoscopies of 96 kidney-transplant candidates seen from 2014 to 2015. Methods: Ninety-six CKD patients underwent upper endoscopic examination as part of the preparation to receive kidney grafts. The data collected from the patients' medical records were charted on Microsoft Office Excel 2016 and presented descriptively. Mean values, medians, interquartile ranges and 95% confidence intervals of the clinic and epidemiological variables were calculated. Possible associations between endoscopic findings and infection by H. pylori were studied. Results: Males accounted for 54.17% of the 96 patients included in the study. Median age and time on dialysis were 50 years and 50 months, respectively. The most frequent upper endoscopy finding was enanthematous pangastritis (57.30%), followed by erosive esophagitis (30.20%). Gastric intestinal metaplasia and peptic ulcer were found in 8.33% and 7.30% of the patients, respectively. H. pylori tests were positive in 49 patients, and H. pylori infection was correlated only with non-erosive esophagitis (P = 0.046). Conclusion: Abnormal upper endoscopy findings were detected in all studied patients. This study suggested that upper endoscopy is a valid procedure for kidney transplant candidates. However, prospective studies are needed to shed more light on this matter.<hr/>RESUMO Introdução: A incidência de doenças gastrointestinais altas em pacientes com doença renal crônica é elevada, porém não há boa correlação entre achados endoscópicos e sintomas. Assim, muitos serviços preconizam a realização de Endoscopia Digestiva Alta (EDA) nos candidatos a transplante renal. Objetivos: Descrever alterações endoscópicas presentes em 96 candidatos a transplante renal no período de 2014 a 2015. Métodos: Noventa e seis pacientes renais crônicos submetidos à EDA como preparo para transplante renal. Prontuários médicos dos pacientes foram revisados, os dados tabulados no programa Microsoft Office Excel 2016 e apresentados de maneira descritiva. Calculou-se média, mediana, intervalo interquartílico e intervalo de confiança de 95% das variáveis utilizadas. Alterações endoscópicas foram apresentadas quanto ao número, intervalo de confiança e valor de P, e correlacionadas com a presença ou ausência de infecção por Helicobacter pylori. Resultados: Dos 96 pacientes, 54,17% eram homens e 45,83% mulheres. As medianas de idade e tempo em diálise foram 50 anos e 50 meses, respectivamente. O achado mais comum na EDA foi pangastrite enantematosa (57,30%), seguida de esofagite erosiva (30,20%). Metaplasia intestinal gástrica e úlcera péptica foram encontradas em 8,33% e 7,30% dos pacientes, respectivamente. Pesquisa para H. pylori foi positiva em 49 pacientes, e somente houve correlação entre infecção por H. pylori e esofagite não erosiva (P = 0,046). Conclusão: Afecções gastrointestinais foram detectadas em todos os pacientes estudados. Os achados deste estudo sugerem que a realização de EDA em candidatos a receber transplante renal é desejável. Entretanto, estudos prospectivos são necessários para responder a esta questão. <![CDATA[Polimorfismos NOS3 e Insuficiência Renal Crônica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300273&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Chronic kidney disease (CKD) is a multifactorial pathophysiologic irreversible process that often leads to a terminal state in which the patient requires renal replacement therapy. Most cases of CKD are due to chronic-degenerative diseases and endothelial dysfunction is one of the factors that contribute to its pathophysiology. One of the most important mechanisms for proper functioning of the endothelium is the regulation of the synthesis of nitric oxide. This compound is synthesized by the enzyme nitric oxide synthase, which has 3 isoforms. Polymorphisms in the NOS3 gene have been implicated as factors that alter the homeostasis of this mechanism. The Glu298Asp polymorphisms 4 b/a and -786T&gt;C of the NOS3 gene have been associated with a more rapid deterioration of kidney function in patients with CKD. These polymorphisms have been evaluated in patients with CKD of determined and undetermined etiology and related to a more rapid deterioration of kidney function.<hr/>RESUMO A insuficiência renal crônica (IRA) é um processo fisiopatológico multifatorial e irreversível que frequentemente conduz a um estado terminal no qual o paciente passa a necessitar de tratamento por transplante renal. A maioria dos casos de IRA são devidos a doenças crônicas degenerativas; a disfunção endotelial é um dos fatores contribuintes na fisiopatologia. Um dos mecanismos mais importantes para o funcionamento adequado do endotélio é a regulação da síntese de óxido nítrico. Este composto é sintetizado por meio da enzima sintase do óxido nítrico, que tem três isoformas. Os polimorfismos no gene NOS3 tem sido implicados como fatores que alteram a homeostase desse mecanismo. Os polimorfismos Glu298Asp 4 b/a e -786T&gt;C do gene NOS3 têm sido associados a uma deterioração mais rápida da função renal nos pacientes com IRA. Estes polimorfismos têm sido avaliados em pacientes com IRA de causas determinadas ou não-determinadas e relacionados a uma perda mais rápida da função renal. <![CDATA[Os probióticos no tratamento da insuficiência renal crônica: uma revisão sistemática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300278&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Chronic kidney disease (CKD) is a syndrome caused by the progressive reduction of renal function. This study aimed to systematically examine the effects of supplementation with probiotics in the treatment of CKD. Searches were carried out on databases MEDLINE (PubMed), SciELO, Cochrane, and Clinical Trials. Two independent reviewers selected the studies from which data was extracted. The search included papers written in English and Portuguese published in the 2012-2016 period describing randomized clinical trials. Eight of the 82 eligible articles met the inclusion criteria. Sample size ranged from 18 to 101 individuals with CKD. The duration of the included studies varied from four to 24 weeks. Most of the included articles reported positive effects in renal function and decreased levels of urea, blood urea nitrogen, ammonia, plasma p-cresol, p-cresyl sulfate, and indoxyl sulfate.<hr/>RESUMO A insuficiência renal crônica (IRC) é definida como uma síndrome causada pela redução progressiva da função renal. O objetivo deste trabalho foi revisar sistematicamente o efeito da suplementação probiótica no tratamento da IRC. Foi realizada uma busca nas bases de dados MEDLINE (PubMed), SciELO, Cochrane e Clinical Trials. Dois revisores independentes realizaram a seleção dos estudos e a extração de dados. A pesquisa incluiu estudos entre 2012-2016, do tipo estudo clínico randomizado, em inglês e em português. Dos 82 artigos elegíveis, 8 artigos preencheram os critérios de inclusão. O número amostral variou de 18 a 101 pacientes com IRC, com duração de 4 a 24 semanas de estudo. A maioria dos estudos relatados mostraram efeitos benéficos na redução das concentrações de ureia, nitrogênio ureico, amônia, p-cresol plasmático, sulfato de p-cresil e sulfato de indoxil, ou seja, os probióticos parecem estar relacionados à melhora da função de renal. <![CDATA[Pseudoporfiria induzida por furosemida em paciente com doença renal crônica: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300287&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Pseudoporphyria is a rare photodermatosis with characteristics similar to those of porphyria cutanea tarda, without, however, presenting abnormalities in porphyrin metabolism. Its etiology is related to chronic kidney disease, ultraviolet radiation and certain medications. The aim of the present study is to describe a case of furosemide-related pseudoporphyria in a patient with chronic kidney disease. Case description: A 76-year-old male patient with stage 4 chronic kidney disease and in continuous use of furosemide presented ulcerated lesions with peripheral erythema and central hematic crust in the legs. On a skin infection suspicion, treatment with quinolone and neomycin sulfate was initiated, without improvement. A biopsy of the lesion was performed, with histopathological examination demonstrating findings compatible with porphyria, although the patient did not present high porphyrin levels. The diagnosis of furosemide-induced pseudoporphyria was then established, with medication suspension, and there was a significant improvement of the lesions. Discussion: There are few cases of pseudoporphyria described, but it is believed that this condition is underdiagnosed, especially in patients with chronic kidney disease. Both clinical and histopathological findings closely resemble porphyria, differentiating it from normal levels of porphyrin in plasma, urine, or feces. Conclusions: Although the lesions are mostly benign, they may increase the morbidity and mortality of these patients, so a proper diagnosis and early treatment are extremely important.<hr/>RESUMO Introdução: A pseudoporfiria é uma fotodermatose rara com características semelhantes às da porfiria cutânea tardia, sem, no entanto, apresentar anormalidades no metabolismo da porfirina. Sua etiologia está relacionada a doença renal crônica, radiação ultravioleta e determinados medicamentos. O objetivo do presente trabalho é descrever um caso de pseudoporfiria relacionada a furosemida em paciente portador de doença renal crônica. Descrição do caso: Paciente masculino, 76 anos, com doença renal crônica estágio 4 e em uso contínuo de furosemida, apresentou lesões ulceradas com eritema periférico e crosta hemática central nas pernas. Por suspeita de infecção de pele, foi iniciado tratamento com quinolona e sulfato de neomicina, sem melhora. Foi realizada então biópsia da lesão, com exame histopatológico demonstrando achados compatíveis com porfiria, sem, no entanto, o paciente apresentar níveis elevados de porfirinas. Foi então estabelecido o diagnóstico de pseudoporfiria induzida por furosemida, com suspensão de medicação , e houve melhora significativa das lesões. Discussão: Há poucos casos de pseudoporfiria descritos, mas acredita-se que essa condição seja subdiagnosticada, principalmente em pacientes com doença renal crônica. Tanto achados clínicos quanto histopatológicos se assemelham muito à porfiria, diferenciando desta por níveis normais de porfirina no plasma, na urina ou nas fezes. Conclusões: Embora as lesões sejam majoritariamente benignas, podem aumentar a morbimortalidade desses pacientes, por isso um diagnóstico adequado e tratamento precoce são de extrema importância. <![CDATA[A importância da histopatologia no diagnóstico de sarcoidose renal isolada: um relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300291&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Introduction: Sarcoidosis is a systemic inflammatory disease of unknown etiology, characterized by the presence of non-caseating granulomas in several organs; renal impairment alone is a rare condition. When it affects the kidneys, the most prevalent manifestations are hypercalcemia and hypercalciuria. This paper aims to address the topic of renal sarcoidosis, by means of a case report, and reinstate the importance of histopathology in its diagnosis. Methods: The data came from an observational clinical study with a qualitative approach, through an interview with the renal sarcoidosis patient and data from her medical records. Case report: Patient D.M.S., 50 years old, Caucasian, presented with reddish eyes and body pains lasting for fifteen days as first manifestations of the disease. Upon kidney ultrasound scan, we found renal parenchymal nephropathy. Serial renal function and metabolic tests reported anemia and progressive urea and creatinine changes, as well as hypercalcemia and hypercalciuria, confirming acute kidney failure (AKF). A histopathological examination suggested the diagnosis, which was confirmed by clinical, laboratory and histopathological data. There was therapeutic resolution after steroid therapy. Discussion: The symptomatology of sarcoidosis is diverse and often non-specific. Renal manifestation, which usually occurs after organ involvement, is present in less than 5% of patients, and about 1% to 2% of these patients may develop AKF. Conclusions: The use of histopathology together with clinical and laboratory data to diagnose isolated renal sarcoidosis, rule out other etiologies and introduce early treatment is of paramount importance.<hr/>RESUMO Introdução: A sarcoidose é uma doença inflamatória sistêmica de etiologia desconhecida caracterizada pela presença de granulomas não caseosos em diversos órgãos, sendo raro o comprometimento puramente renal. Quando acomete os rins, as manifestações mais prevalentes são hipercalcemia e hipercalciúria. Este trabalho objetiva abordar o tema sarcoidose renal, por meio de relato de caso, e reafirmar a importância da histopatologia no diagnóstico. Métodos: Os dados foram obtidos por estudo clínico observacional com abordagem qualitativa, por meio de entrevista com a paciente portadora de sarcoidose renal e dados de seu prontuário médico. Relato de caso: Paciente D.M.S., 50 anos, caucasiana, apresentou como primeiras manifestações da doença olhos avermelhados e dores no corpo com duração de quinze dias. Em ultrassonografia renal, foi constatada nefropatia parenquimatosa renal bilateral. Testes seriados de função e metabolismo renal relataram anemia e alteração progressiva de ureia e creatinina, além de hipercalcemia e hipercalciúria, constatando quadro de insuficiência renal aguda (IRA). Foi indicado exame histopatológico que sugeriu o diagnóstico, confirmado pelos dados clínicos, laboratoriais e histopatológico somados. Houve resolução terapêutica após corticoterapia. Discussão: A sintomatologia da sarcoidose é diversificada e, muitas vezes, inespecífica. A manifestação renal, que ocorre geralmente após o acometimento de outros órgãos, está presente em menos de 5% dos pacientes, e cerca de 1% a 2% destes podem desenvolver IRA. Conclusões: É de suma importância o auxílio da histopatologia somada aos dados clínicos e laboratoriais para diagnóstico de sarcoidose renal isolada, exclusão de outras etiologias e introdução de terapêutica precoce. <![CDATA[Nefrite tubulointersticial e uveíte em idade pediátrica: descrição de três doentes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300296&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Tubulointerstitial nephritis and uveitis syndrome is a rare and probably underdiagnosed condition. Renal and ocular manifestations may not occur simultaneously, making the diagnosis more difficult. Nephritis may be asymptomatic; therefore, renal function evaluation is essential for diagnosis. Urinary β2-microglobulin levels may be particularly useful. Uveitis, mostly anterior, nongranulomatous and bilateral, occurs usually after the onset of nephritis. Treatment includes corticosteroids and, eventually, other immunosuppressant agents. Renal disease is usually benign and resolves spontaneously or after treatment with systemic corticosteroids. Uveitis, however, may be chronic or recurrent. The authors described the cases of three pediatric patients diagnosed with tubulointerstitial nephritis and uveitis syndrome. The goal of this paper was to warn the medical community over the need to screen patients with uveitis for renal disease.<hr/>RESUMO A síndrome nefrite tubulointersticial e uveíte é uma doença rara, provavelmente subdiagnosticada. As manifestações renais e oculares podem não ocorrer simultaneamente, tornando o diagnóstico mais difícil. A nefrite é geralmente assintomática, tornando fundamental a avaliação da função renal em doentes com uveíte. O doseamento da excreção urinária de β2-microglobulina é particularmente útil para o diagnóstico. A uveíte, tipicamente anterior, não granulomatosa e bilateral, manifesta-se após a nefrite na maioria dos casos. O tratamento inclui corticoides e, por vezes, outros imunossupressores. A doença renal tem evolução benigna, resolvendo-se espontaneamente ou com terapêutica com corticoides sistêmicos na maioria dos casos, no entanto, a uveíte pode ser crônica ou recorrente. Os autores descrevem três casos de síndrome nefrite tubulointersticial e uveíte, diagnosticados em idade pediátrica, e pretendem alertar para a necessidade de pesquisar sempre alterações renais nos doentes com uveíte. <![CDATA[Inibidores da bomba de prótons e sua relação com a doença renal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-28002018000300301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Proton pump inhibitors (PPIs) bind to enzyme H+/K+-ATPase and inhibit its activity in the stomach, thus decreasing the secretion of gastric acid. PPIs may trigger acute interstitial nephritis, a potentially severe adverse event commonly associated with acute kidney injury. Studies have found that prolonged use of PPIs may increase the risk of chronic kidney disease (CKD). The increase in prescription and inadequate use of this class of medication calls for studies on the effects of prolonged PPI therapy on renal function. Therefore, this review aimed to analyze recent studies on the matter and discuss the possible consequences of the long-term use of PPIs on renal function.<hr/>RESUMO Os Inibidores da Bomba de Prótons (IBPs) são medicamentos que inibem a enzima H+/K+-ATPase no estômago, diminuindo a secreção gástrica. Esses medicamentos podem desencadear nefrite intersticial aguda, evento adverso potencialmente grave e que pode cursar com lesão renal aguda. Além disso, pesquisadores têm observado que o uso prolongado de IBPs pode também aumentar o risco de progressão da doença renal crônica (DRC). Com o crescimento da prescrição e o uso inadequado dessa classe de medicamentos, torna-se importante o estudo dos efeitos do uso prolongado dos IBPs sobre a função renal. Assim, esta revisão pretende abordar os recentes estudos sobre o tema e discutir as possíveis consequências que o uso contínuo dos inibidores da bomba de prótons pode causar na função renal.