Scielo RSS <![CDATA[Cadernos CEDES]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-326220150004&lang=en vol. 35 num. SPE lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Human Development: history, nature and culture]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400329&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[The childhood left on the way: searching where it remained]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400335&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[For the re-enchantment of Psychology: in search of the epistemological positivity of imagination and emotion in human development]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400343&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: A entrada do homem na história é uma das questões centrais das Ciências Humanas. O presente texto reflete sobre a contribuição de Angel Pino para evitar interpretações reducionistas dessa questão, destacando a sua proposição de que essa passagem se dá pela imaginação, sendo ela inseparável da emoção, o que explica a singularidade e a criação humana apesar da determinação social. Para demonstrar essas ideias, Pino tornou-se um garimpeiro da obra de Vigotski, aprofundando três conceitos basilares: conversão, função e drama; que abarcam a totalidade e o movimento dialético da passagem da natureza para a sociedade e são fundamentais para compreensão da produção imaginária, conforme ele defendia. Para ajudar nossa análise, recorremos às concepções de imagem, imaginação e emoção de Espinosa, seu filosofo predileto. Procuramos demonstrar que esses conceitos permitiram a Pino reencantar o processo de desenvolvimento do humano, recuperando o que lhe fora retirado: a estética e a liberdade.<hr/>Abstract : The entrance of man in History is one of the central issues of the Humanities. This paper reflects on Angel Pino's contribution to avoid reductionist interpretations of this matter, highlighting his proposition that this passage is made possible by imagination, a process inseparable from emotion, which explains the uniqueness of human creation despite social determination. To demonstrate these ideas, Pino became an explorer of Vygotsky's work, profoundly studying three basic concepts: conversion, function and drama, which cover the totality and the dialectical movement of the passage from nature to society and are the key to understand imaginary production, as he advocated. To help in our analysis, we bring to the discussion the concepts of image, imagination and emotion in Espinosa, Vygotsky's favorite philosopher. We argue that these concepts allowed Pino to re-enchant the process of development of man, recovering what had been taken from him: aesthetics and freedom. <![CDATA[Imaginary, imagination and social relations: reflections on imagination as a psychological system]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400361&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Este texto discute a imaginação como atividade psíquica complexa, caracterizada por Vigotski como um sistema psicológico de relações interfuncionais, a partir de elaborações realizadas por Angel Pino sobre o imaginário e sobre o conceito de funções psicológicas, entre outras. Tem como escopo os problemas, discutidos por ele no ensaio A produção imaginária e a formação do sentido estético, da natureza da imagem, das relações entre imaginário, simbólico e realidade, e da função imaginária. Consideramos que a produção teórica de Pino, nesse campo, oferece contribuições fundamentais para a compreensão da imaginação como sistema psicológico e de sua importância para o desenvolvimento das possibilidades humanas de autodeterminação e liberdade. Tais contribuições levaram-nos a formular, ao final do texto, indagações referentes ao lugar da imaginação na educação de nossas crianças e jovens.<hr/>Abstract: The present article discusses imagination as a complex mental activity and a psychological system of interfunctional connections, in accordance with Vygotsky's definition, and addresses issues highlighted by Angel Pino in the essay Imaginary production and the formation of aesthetic sense. When stating his ideas about the imaginary and the psychological functions, Pino points out the problems of the nature of image and the imaginary function, emphasizing the relationship between the imaginary and symbolic processes, on the one hand, and reality, on the other. We believe that his theoretical production in this field provides fundamental contributions to the understanding of imagination as a psychological system and its importance for the development of human possibilities of self-determination and freedom. These contributions have led us to formulate questions regarding the place of imagination in the education of our children and youth. <![CDATA[On the boundary between the biological and the cultural: affection]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400375&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Este artigo tem como objetivo apontar algumas contribuições dos estudos de Angel Pino para a compreensão da afetividade numa perspectiva histórico-cultural. As elaborações do autor sobre os modos de articulação entre os planos biológico e cultural no desenvolvimento humano são tomadas como eixo para abordar a temática. Na discussão desenvolvida, são retomadas passagens da construção teórica de Pino em que a relação entre o biológico e o cultural é tematizada, para, a partir dela, apontar algumas reflexões feitas acerca do plano afetivo, elaboradas em diferentes momentos de sua trajetória acadêmica. Pino nos aponta que um veio de reflexão frutífero é aquele em que o afetivo é abordado no contexto das relações humanas, produção social e histórica inscrita na materialidade que nos constitui como humanos e transpassada pela significação.<hr/>Abstract: This paper aims to point out some contributions from Angel Pino's studies for the understanding of affection in a cultural-historical perspective. The author's elaborations on the modes of articulation between the biological and cultural plans in human development are taken as the axis to address the theme. Within the issues in discussion, passages from Pino's theoretical construction are resumed, in which the relation between the biological and the cultural is thematized, so that, to and from it, we can point out some reflections about the affective plan, elaborated in different moments of his academic career. Pino shows us that a fruitful reflection vein is the one that addresses affection in the context of human relations, social and historical production inscribed in the materiality that constitutes us as human beings and permeated by signification. <![CDATA[Angel Pino's contributions to reflect on the new man in Vigotski]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400391&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto tem por objetivo apontar algumas contribuições de Angel Pino para a compreensão do conceito de homem novo proposto por Lev Vigotski. Esse conceito está estreitamente vinculado ao pensamento de K. Marx e F. Engels e dele deriva. Vigotski propõe que a cultura é produção humana, de modo que o homem produz a própria vida e a modifica conforme as suas necessidades e as condições históricas. Em várias obras, Angel Pino retoma e explicita, com rigor teórico e aprofundamento em vários campos do conhecimento, que as condições de existência, de onde origina a consciência dos homens, são transformadas pelo homem e, para isso, ele inventa e utiliza instrumentos e signos. O esforço de Angel Pino em direção à compreensão da teoria de Vigotski sobre a passagem da ordem do desenvolvimento natural para o cultural é inspiração para pensar a passagem de uma sociedade que explora e priva seus membros dos bens materiais e culturais para uma nova sociedade constitutiva de um novo homem.<hr/>Abstract: This text aims to point out some of Angel Pino's contributions to the understanding of the concept of new man proposed by Lev Vigotski. This concept is closely linked to K. Marx's and F. Engels's thinking and derives from it. Vigotski proposes that culture is a human production and that the man produces his own life and modifies it according to his needs and historical conditions. In several works, with theoretical strictness and depth in various fields of knowledge, Angel Pino retakes and makes it explicit that the conditions of existence, from which the man's consciousness originates, are transformed by him and for that he invents and uses tools and signs. Angel Pino's effort towards the understanding of Vigotski's theory on the passage from the order of the natural development to the cultural one is inspirational to reflect upon the passage of a society which exploits and deprives its members from the material and cultural goods to a new society, constitutive of a new man. <![CDATA[The obvious/silenced human marks: comments on the school educational processes, based on the reading of Angel Pino's contributions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400405&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Este texto tem como objetivo analisar práticas escolares direcionadas a alunos identificados como "deficientes" e ressaltar aspectos do desenvolvimento cultural dessas pessoas, a partir da abordagem histórico-cultural, em especial das contribuições de trabalhos de Angel Pino. Para tanto analisa registros de estagiários, acadêmicos de Pedagogia, que acompanharam alunos matriculados em escolas comuns, dentro da perspectiva que tem se denominado de "educação inclusiva". As análises ressaltam situações identificadas como de "invisibilidade" e de "silenciamento" desses alunos. Argumenta-se que essas situações são práticas sociais plenas de significação e que essa produção social marca o desenvolvimento cultural e a constituição de todos os sujeitos envolvidos: os alunos, as professoras e as estagiárias.<hr/>Abstract: This text aims to analyze school practices designed to pupils identified as "disabled", and to highlight aspects of their cultural development, based on the cultural-historical approach, especially through the contributions of Angel Pino's works. The study includes analyses of reports written by Pedagogy students who monitored some "disabled" pupils who attend regular schools, from the perspective of "inclusive education". The analyses highlight some situations identified as "invisible" and "inaudible"/"silenced" for these children. We argue that these situations are social practices full of meaning and this social production marks the cultural development and constitution of all people involved: the pupils, the teacher and the academic students. <![CDATA[The marks of art and imagination for a sensible human formation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400419&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Este texto tem por desafio problematizar o desenvolvimento estético da pessoa (do professor) atravessado pela experiência sensível com as artes em diferentes manifestações. Pautados nos aportes teóricos da Psicologia Histórico-cultural, consideramos que a percepção estética pode se constituir em tema fundante para a formação integral do professor e, em decorrência, das crianças. Discutimos os resultados de uma pesquisa realizada entre os anos de 2004 e 2006, em que um grupo de 12 professoras em formação pôde experienciar vivências artísticas, efetivadas no campo da literatura, das artes visuais e da música. A ampliação de repertório, o desenvolvimento estético e a postura ética constituem-se como decorrências das transformações de sentido, dos processos de tomada de consciência desencadeados pelas vivências estéticas propiciadas aos envolvidos na pesquisa.<hr/>Abstract : The challenge of this text is to problematize the aesthetic development of the person (of the teacher), permeated by sense experiences with different manifestations of the arts. Based on the theoretical contributions of the Cultural-historical Psychology, we consider that the aesthetic perception may constitute a foundational theme for the integral formation of the teacher and, as a result, of the children. We discussed the results of a survey conducted between 2004 and 2006 in which a group of twelve teachers in training had artistic experiences, carried out in the field of literature, visual arts and music. The expansion of their repertoire, the aesthetic development and the ethical stand constitute themselves as derivations of the transformations of meaning, of the processes of awareness triggered by aesthetic experiences afforded to those involved in the research. <![CDATA[Dialogue with Angel Pino: youth and adult language and education]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400435&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Neste texto, a alfabetização de jovens e adultos é concebida, fundamentalmente, como processo de significação, inerente à participação do sujeito na vida da sociedade. Tal processo desencadeia-se da produção de linguagem oral e escrita, que o ser humano passa a realizar em um salto qualitativo que se dá a partir de sua inserção na vida social. Essa concepção é abordada, neste texto, sob a forma de conversa imaginada entre o autor e seu orientador, Angel Pino.<hr/>Abstract : In this text, adult and youth literacy is conceived primarily as a process of signification, inherent to the subject's participation in the life of society. This process is triggered by the production of oral and written language, which the human being comes to accomplish in a qualitative leap that occurs from their insertion into social life. This conception is discussed in this text, in the form of an imagined conversation between the author and his supervisor, Angel Pino. <![CDATA[Homenagem ao professor Angel Pino Sirgado (1933-2013)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622015000400447&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Neste texto, a alfabetização de jovens e adultos é concebida, fundamentalmente, como processo de significação, inerente à participação do sujeito na vida da sociedade. Tal processo desencadeia-se da produção de linguagem oral e escrita, que o ser humano passa a realizar em um salto qualitativo que se dá a partir de sua inserção na vida social. Essa concepção é abordada, neste texto, sob a forma de conversa imaginada entre o autor e seu orientador, Angel Pino.<hr/>Abstract : In this text, adult and youth literacy is conceived primarily as a process of signification, inherent to the subject's participation in the life of society. This process is triggered by the production of oral and written language, which the human being comes to accomplish in a qualitative leap that occurs from their insertion into social life. This conception is discussed in this text, in the form of an imagined conversation between the author and his supervisor, Angel Pino.