Scielo RSS <![CDATA[Cadernos CEDES]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-326220050001&lang=en vol. 25 num. 65 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Apresentação</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Through the telescreen, through the window</B>: <B>theoretical questions and practices on childhood and television</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O texto oferece subsídios para uma compreensão da produção cultural de nossa época e as relações sociais que adultos e crianças estabelecem com a mídia. O fundamento teórico-metodológico desta investigação tem como base a teoria de Mikhail Bakhtin, especialmente a relação dialógica e alteritária do adulto com a criança, além de ter como eixo de análise a brincadeira, aspecto fundamental da linguagem na interação da criança com a televisão. A proposta é oferecer subsídios para projetos educacionais voltados à formação de leitores críticos dos meios de comunicação de massa, especialmente no que diz respeito aos produtos de televisão para o público infantil.<hr/>This article offers subsidy for understanding the contemporary cultural production and the social relationship of adults and children with the media. The theoretic- methodological ground of this research is based on Mikhail Bakhtin's theory, especially the dialogic and authoritative relationship of the adult with the child, besides having the play as the base of the analysis, fundamental aspect of the language in the interaction of the child with the television. The proposal is to offer subsidy for educational projects turned to the formation of critical readers of the mass media communication, mainly with regards to the television programs aimed to the infant public. <![CDATA[<B>TV cartoons reception and the relations between the child and the adult</B>: <B>disagreements and agreements</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo discute a complexidade das relações entre adultos e crianças na contemporaneidade, focalizando a recepção dos desenhos animados. A orientação teórico-metodológica adotada foi a dos Estudos Culturais Latino-Americanos, a qual, integrando os fenômenos da comunicação e da cultura e refutando a idéia de passividade diante da TV, defende que as mediações que influenciam a recepção contribuem para a produção de sentidos sobre a assistência. Desse modo, optou-se por tomar a criança como produtora de cultura perante a TV. O artigo analisa os depoimentos de crianças na faixa etária dos 9, 10 anos de duas escolas, uma pública e uma particular, apontando as mediações, relativas à audiência dos desenhos animados, que determinam desencontros e encontros entre crianças e adultos.<hr/>This article discuss the complexity of relationship among adults and children at the present time, emphasizing reception of TV cartoons. The theoretic-methodological orientation has been adopted from the Latin-American Cultural Studies which, aggregating with the phenomena of communication and culture and refuting the idea of passivity in front of the TV, defends that the mediations which influence the reception process contribute to the production of senses on watching. In this way, a child was chosen as culture producer in front of TV. The article analyses the statements of 9 and 10 years old children from two schools, one private and one public, pointing out the medations related to the cartoons audience, which determine the disagreements and agreements among children and adults. <![CDATA[<B>Media and youth</B>: <B>public and private experiences on culture</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Discuto resultados de pesquisa com grupos de jovens, sobre sua experiência com a mídia, relativamente aos modos pelos quais nossa cultura vem construindo a ação e a expressão da vida pública e da vida privada. Faço uma análise tanto de produtos televisivos destinados a esse público, como do "texto" produzido nos debates com os grupos de recepção, a respeito de como se caracterizaria, hoje, para esses jovens, o "agir humano", a vida em comum, as trocas e a convivência entre os "diferentes". A análise articula conceitos como os de poder e subjetivação em Foucault, sociedade individualizada em Zygmunt Bauman, com a proposta de Hannah Arendt sobre o agir humano e sua problematização quanto às esferas pública e privada. Proponho possíveis estratégias para a escola, com o fim de produzir pensamento sobre as imagens com que interagimos e a incentivar modos solidários de convivência.<hr/>I discuss results from research done with youth groups, about their experience with the media, regarding the ways on which our culture has been building the action and expression of public and private life. I analyse not only television "products" made for this public sphere, but also the "text" produced in discussion groups, regarding the way they would characterize today, for these youths, the "human conduct", the ordinary life, the changes and acquaintanceship among the "different ones". The analysis articulates concepts such as Foucault's power and subjectivity, Zygmunt Bauman's individualized society, with Hanna Arendt's proposal on human conduct and his problematic regarding the public and private spheres. I propose possible strategies for the school, in order to produce a thought over images with which we interact and motivate reciprocal ways of acquaintanceship. <![CDATA[<B>Either figure me out or I'll eat you alive</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A popularização do hardware e do software para produção de textos, sons e imagens, torna mais viáveis os planos daqueles que se propõem a produzir mídia com crianças e adolescentes num contexto educativo. Muitos são os que buscam uma leitura lúcida e crítica da programação da TV, dos websites e mesmo da imprensa escrita a partir da experimentação empírica da produção de audiovisuais. Pois, para boa parte dos teóricos e educadores, os males da mídia residiriam basicamente no conteúdo que ela veicula e na padronização dos formatos e da linguagem audiovisual dos produtos, problemas que poderiam ser superados com uma reflexão a partir de uma produção alternativa. Este artigo sistematiza alguns aspectos da evolução da TV e da audiência nos últimos anos e aponta a tendência de produção de mídia com crianças e adolescentes que vem sendo colocada em prática nas escolas e organizações não-governamentais, como parte essencial do processo de formação dos futuros cidadãos.<hr/>The popularization of the hardware and the software in the production of texts, sounds and images makes more practical the plans of those who propose themselves to produce media with children and adolescents in an educational context. Many are those who look for clear reading and critic of the TV programming, of the web sites and even the printed press, based on empirical experiments of the audio visual production. Thus, for many theoreticians and educators the evils from the media would reside basically in the contents it vehiculates and in the stardardization of formats and of the audio visual language of the products, which can be overcome with a reflection as of an alternative production. This article classifies some aspects of the TV audience and evolution in the last years and points out the media production trend with children and adolescents that has been put into practice in schools and non-governmental organizations as essential part of the education process of the future citizens. <![CDATA[<B>Preliminary contours of a new "psychic configuration"</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Algumas tecnologias são consideradas revolucionárias na medida em que introduzem profundas alterações tanto no tecido social quanto nas formas de pensar, agir, sentir e ser de seus contemporâneos. A internet é uma dessas tecnologias revolucionárias e, por isso mesmo, vem trazendo conseqüências que interessam de perto à psicologia. A principal delas é a emergência de uma nova "configuração psíquica". Neste trabalho são apresentados vários estudos que, em conjunto, possibilitam a identificação de seus primeiros contornos.<hr/>Some technologies are considered revolutionary when they introduce profound changes both in the social tissue and in the way of being, thinking, feeling and acting of their contemporaries. The internet is one of these revolutionary technologies and, for this motive, it has been having consequences of close interest to the psychology. The principal of them is the emergence of a new "psychic configuration". This work presents various studies which, together make possible the identification of their preliminary contours. <![CDATA[<B>Sites constructed by teenagers</B>: <B>new spaces for reading/writing and subjectivity</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo relata uma pesquisa qualitativa de abordagem sócio-histórica, que teve como objetivo a compreensão de sites construídos por adolescentes, como espaços de leitura/escrita e de subjetivação. A leitura/escrita hipertextual se dinamiza e flexibiliza na e pela linguagem, que trava um diálogo com outras interfaces semióticas, o que origina diversificadas formas de textualidade e gêneros discursivos. A partir da categoria do dialogismo bakhtiniano, compreendemos como o hipertexto digital favorece o diálogo entre textos e entre pessoas. Os adolescentes transitam pelo espaço cibernético, reelaborando vivências próprias de seu cotidiano a partir das práticas discursivas que ali produzem. Discutimos, portanto, como os sites construídos por adolescentes podem estar propiciando, por meio da leitura/escrita digital, novas formas de interação e novas possibilidades para a constituição da sua subjetividade.<hr/>The article mentions a qualitative research on socio-historical approach, which has the objective the understanding of sites constructed by teenagers, as spaces for reading/writing and subjectivity. The hyper textual reading/writing becomes dynamic and flexible in and through the language, that links a dialogue with other semiotic interfaces, what originates diversified forms of textuality and discursive genders. As of the Bakhtin's dialogism category, we understand how the digital hypertext favors the dialogue among texts and among people. Teenagers pass through the cyber space, re-elaborating their own existence of their daily lives starting from discursive practices produced there. We discuss however, how the sites constructed by teenagers can be propitiating through digital reading/writing, new ways of interaction and new possibilities for the constitution of their subjectivity. <![CDATA[<B>Cyberspace (hypert)texts</B>: <B>reading-writing mutations</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622005000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O espaço da internet possui novas formas de escrita e leitura com características específicas que provocam mutações no/do ler/escrever, as quais escapam à sucessividade canônica das ferramentas ou dos suportes de escrita tradicionais. Nosso objetivo é discutir e analisar essas mutações, em razão da emergência de novos gêneros discursivos e textuais, produtos histórico-sociais construídos no computador. Na análise, focalizamos a relação enunciativo-discursiva da ferramenta, do suporte, dos dispositivos, da materialidade do código, do espaço enunciativo e da arquitetura hipertextual com algumas formas de comunicação (correio eletrônico, fóruns, chats...) e com a navegação (produção e compreensão) hipertextual, com base em dois conceitos de gêneros: os discursivos de Bakhtin (1953/1994) e os textuais de Bronckart (1999). Pudemos concluir que características lingüístico-discursivas e enunciativas de várias ordens, ligadas à ferramenta, ao suporte e a seus dispositivos, ao modo de comunicação hipertextual e ao espaço enunciativo virtual, levaram-nos a apontar o surgimento de novos gêneros e novas estratégias de ler/escrever.<hr/>The internet space has new forms of writing and reading with specific characteristics that provoke changes in the reading and writing that differ from the canonical progressiveness of the tools or the traditional writing gadgets. Our goal is to discuss and analyze these mutations, considering the emergence of new discursive and textual genres, historic-social products made in the computer. In the analysis, we focus on the enunciative-discursive relation of the tool, of the support, of the mechanisms, of the code materiality, of the enunciative space of the hypertextual architecture with some forms of communication (email, forums, chats…) and with the navigation (production and understanding) hypertextual, as of two concepts of genres: The Bakhtin's discursive (1953/1994) and the Bronckart's textual (1999). We could conclude that discursive-linguistic and enunciative characteristics of various orders, linked to the tool, to the support and their gadgets, to the way of hypertextual communication and to the virtual enunciative space, have taken us to point out the emergence of new genres and new strategies of reading and writing.