Scielo RSS <![CDATA[Cadernos CEDES]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-326220100002&lang=en vol. 30 num. 81 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Apresentação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Human rights and gender</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta exposición trata el tema de los derechos humanos y género como un problema central en el campo de las investigaciones de derechos humanos y educación. Comenzamos por una discusión de los conceptos sexo-género. En el segundo punto, enfocamos el tema del concepto de persona y la dignidad humana subrayando su origen en el pensamiento cristiano. Esta tarea sigue con una clarificación del tema del movimiento feminista por los derechos de las mujeres. En la tercera parte indagamos en relación con nuestro tema la contribución de las cuatro conferencias mundiales referentes a las mujeres. Concluimos con unas reflexiones sobre la importancia de una educación basada en un "a priori" universal en cuanto a la diferencia e igualdad de género.<hr/>This paper approaches the theme of human rights and gender as a central problem in the field of human rights and education. It begins by a discussion of sex-and gender. Next, it focuses on the concepts of person and human dignity, stressing that they originated in Christian thought. It then elucidates the issue of the feminist movement for women's rights. Its third part questions the contribution of the four World Conferences on Women organized by the United Nations. It then concludes with a few reflections on the importance of an education based on a universal "a priori" as for gender differences and gender equality. <![CDATA[<b>Resocialization</b>: <b>the challenge to educate women in the detention system</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo é fruto da pesquisa de doutorado em andamento e tem como objetivo discutir, por meio da perspectiva da representação social e dos direitos humanos, o tema da exclusão e ressocialização de mulheres reeducandas, buscando apreender qual o papel do processo educativo institucional na ressocialização dessas mulheres.<hr/>This paper stems from an on-going scientific research for a doctor's degree. From the perspective of social representation and human rights, it discusses the exclusion and resocialization of women that are being reeducated. It tries to determine the role of the institutional education process in the re-socialization of these women. <![CDATA[<b>The elderly in contemporaneousness</b>: <b>the need to educate society to the demands of these "new" social actors who own rights</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo descreve o quadro de transformações históricas do Brasil, na segunda metade do século XX, para inserir aí a questão do idoso, numa perspectiva do envelhecimento da população. Situa as mudanças sociais, a perda de poder do idoso, fruto da urbanização e da modernização, com sua estrutura de empregos que transformou o antigo chefe da família extensa no aposentado. Propõe então medidas para recuperação da dignidade dessa importante "categoria sociológica", a partir da educação da nova sociedade. Sugere ainda que, para os professores de crianças e adolescentes que receiam lidar com o Estatuto da Criança e do Adolescente, talvez um bom caminho para enfrentar a complexa área dos direitos humanos seja trabalhar com seus alunos na valorização da memória do idoso, o que significa ao mesmo tempo fazê-los adquirir conhecimentos e valorizar os mais velhos, reconhecendo-os como titulares de direitos.<hr/>This paper explores the historical framework of social changes, in the second half of the 20th century, in Brazil. It highlights the issue of the elderly within an ageing population. It then locates social changes as the power loss of the elderly, due to the urbanization and modernization whose new job structure has transformed ex-heads of extended families into retired people. Next, it proposes measures to rescue the dignity of this important "sociological category", based on the education of the new society. It suggests that, for teachers who do not dare to deal with the Children and Adolescent Statute (CAS), a good path to confront the complex area of Human Rights could be working with their students to value the elderly memories. This thus means that children and teenagers should get knowledge and value the elderly, acknowledging them as rights owners. <![CDATA[<b>Family and community coexistence is a right of children and adolescents and a reality that should be rethought by school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O tema sobre a convivência familiar e comunitária como um direito de crianças e adolescentes, à primeira vista, se mostra bastante abstrato e ocupando ao mesmo tempo um lugar-comum. A sociedade aceita facilmente o fato de que toda criança tem direito a nascer e crescer em um lar saudável, protegido e seguro. Entretanto, muitas são as crianças que enfrentam situações de extrema vulnerabilidade pessoal e social, tendo que se afastar de suas famílias de origem para viver em situação de abrigamento, como medida protetiva. Este artigo tem como objetivo principal, a partir do que está preconizado no Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária e em leis anteriores (Constituição Federal Brasileira de 1988 e na Lei n. 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente), apresentar uma análise sobre os desafios e transformações que serão imprescindíveis para que esse direito seja efetivado, abordando os principais aspectos que envolvem as responsabilidades das políticas sociais brasileiras, com ênfase na educação pública.<hr/>At first sight, family and community coexistence as a legal right for children and adolescents seems quite abstract, although it occupies a common place. Society easily accepts that every child has the right to be born and raised within a healthy, protective and safe home. However, social and personal vulnerability force many children to leave their families and live in foster homes or shelters, as a protective measure. The main goal of this paper is to analyze the challenges and transformations needed in order to enforce children and adolescents' rights, in compliance with the National Plan for Social Devel opment, Protection and Defense of the Rights of Children and Adolescents to Family and Community Coexistence and other previous laws (1998 Brazilian Federal constitution and Law n. 8069/90 Children and Teenager's Statute), by approaching the main aspects involving the responsibilities of Brazilian social policies, with an emphasis on public education. <![CDATA[<b>Drug prevention as a guarantee of the right to life and health</b>: <b>an interface with education</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os apelos midiáticos do consumismo nos levam a fazer uma reflexão sobre o consumo de drogas e a sua prevenção. A falta de políticas públicas preventivas nos remete a pensar que o ser humano tem sido furtado do direito à vida e à saúde. O que se pretende aqui, sem usar jargões de campanhas de prevenção às drogas, mas concordando com a essência das palavras, é que prevenção também se ensina e a falha está em não compreendermos a importância de considerá-la em seus diferentes níveis.<hr/>The media consumerism appeals inspired us to reflect on drug consumption and prevention. The lack of public preventive policies lead us to think that human beings have been deprived from their right to life and health. Without using the jargon of drug prevention campaigns, although we agree with the essence of their words, we demand that prevention be also taught, since the fact that we do not understand the importance of considering it within its different levels. <![CDATA[<b>Preparing for work at the <i>fundação CASA</i></b>: <b>vocational workshops</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo, pensado a partir de nossa pesquisa de mestrado, pretende discutir a utilização das oficinas profissionalizantes oferecidas aos adolescentes da Unidade de Internação como possibilidade de reinserção social, com base em documentos da Fundação CASA e de entrevistas realizadas com ex-internos, professores e dirigentes da Unidade Modelo de Araraquara (SP).<hr/>This paper stems from our master's degree research. Based on documents of the Fundação CASA (Youth Detention Centers) and interviews with ex-inmates, teachers and officers of the Detention Center in Araraquara (SP), it discusses the use of the professionalizing workshops offered to youths as a possibility of social reintegration. <![CDATA[<b>Education and human rights</b>: <b>challenges for contemporary school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A educação voltada aos direitos humanos ainda não faz parte da prática nem do currículo da escola brasileira. Em momentos de crise de valores públicos e privados e da sociedade como um todo, torna-se imperativo que as temáticas da igualdade e da dignidade humana não estejam inscritas apenas de textos legais, mas que, igualmente, sejam internalizadas por todos que atuam tanto na educação formal como na não formal.<hr/>Education focused on Human Rights is not yet part of the practice or curriculum of the Brazilian schools. In times when public and private values, and the whole society are in crisis, the issue of equality and human dignity has not only to be part of texts, but also to be internalized by anyone who works either in formal or non-formal education. <![CDATA[<b>Cidadania e direitos humanos na formação universitária</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622010000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en A educação voltada aos direitos humanos ainda não faz parte da prática nem do currículo da escola brasileira. Em momentos de crise de valores públicos e privados e da sociedade como um todo, torna-se imperativo que as temáticas da igualdade e da dignidade humana não estejam inscritas apenas de textos legais, mas que, igualmente, sejam internalizadas por todos que atuam tanto na educação formal como na não formal.<hr/>Education focused on Human Rights is not yet part of the practice or curriculum of the Brazilian schools. In times when public and private values, and the whole society are in crisis, the issue of equality and human dignity has not only to be part of texts, but also to be internalized by anyone who works either in formal or non-formal education.