Scielo RSS <![CDATA[Cadernos CEDES]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-326220110002&lang=pt vol. 31 num. 84 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Compulsory high school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt El artículo se propone analizar cómo el mandato de la obligatoriedad escolar de la escuela media fijada por la actual ley educativa argentina pone en cuestión su histórico patrón de normalidad escolar atravesado por criterios de selección expulsiva. Para ello se abordará en primer lugar la reconstrucción de la matriz de origen de la escuela media para observar cómo se constituyó y bajo qué características dicho patrón. En segundo lugar, que estrategias políticas e institucionales se despliegan a nivel macro y micropolítico con el objetivo de introducir criterios más inclusivos, más excluyentes o una paradójica combinación de ambos. En este abordaje se encuentran presentes las oscilaciones constitutivas entre esa escuela preparatoria para el ingreso a la universidad o formadora para la inserción inmediata al mercado de trabajo. Dilema que abre el interrogante de ¿Incluir para qué? En otros términos, si incluir manteniendo esta dicotomía o si es posible pensar un modelo de escuela que prepare a la vez para ambas funciones, respetando la diversidad de los docentes, alumnos y sus familias que heterogeneizan y multiplican los sentidos de lo escolar.<hr/>This paper examines how compulsory high school, legally established by the current education law in Argentina, questions the historical pattern of normal schooling crossed by expulsive selection criteria. It thus begins by retracing how high school emerged and which characteristics made it a standard reference. It then explores what policies and institutional strategies were deployed at the macro and micro levels in order to introduce more inclusive or exclusive criteria, or a paradoxical combination of both. This approach highlights the constitutive oscillations between high school, when preparing for university or an immediate insertion into the labor market. This dilemma raises a question: why include? In other words, should we include maintaining this dichotomy or try to think a school model that prepares for both functions, respecting the diversity of teachers, students and their families who multiply the meanings of school. <![CDATA[<b>O ensino médio no contexto do Plano Nacional de Educação</b>: <b>o que ainda precisa ser feito</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A intenção desse artigo é analisar alguns objetivos e metas propostos para o ensino médio, pelo "antigo" Plano Nacional de Educação (pne Lei n. 10.172/01), no sentido de avaliar quais deles foram totalmente alcançados, quais foram parcialmente alcançados e quais não foram atingidos, visto que um novo pne está sendo proposto. Por outro lado, nosso objetivo também é avaliar em que medida o alcance ou não das metas propostas no início da década passada influencia na percepção e nas expectativas dos alunos do ensino médio em relação ao seu ingresso, num futuro próximo, no ensino superior. Serão abordadas questões referentes ao atendimento e à oferta de ensino médio e suas questões pedagógicas específicas.<hr/>The aim of this paper is to analyze some proposed objectives and targets for secondary education in the "old" National Education Plan (nep Law n. 10172/01), in order to evaluate which of them have been fully achieved, which have been partially achieved and which have not been affected along the last decade, since a new nep is being proposed. Moreover, our goal is also to assess to what extent attaining or not the targets proposed in the early 1990s have influenced the perception and expectations of high school students regarding their admission to higher education in a near future. This text approaches issues related to the attendance and provision of secondary education and specific pedagogical issues at high-school level. <![CDATA[<b>Na contramão do ensino médio inovador</b>: <b>propostas do Legislativo Federal para inclusão de disciplinas obrigatórias na escola</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A proposta do Ministério da Educação (MEC) para um ensino médio inovador tem como perspectiva estimular as redes estaduais de educação a pensar novas soluções que diversifiquem os currículos e promovam articulação interdisciplinar voltada para o desenvolvimento de conhecimentos, saberes, competências, valores e práticas. No presente artigo foram analisadas 15 proposições apresentados na Câmara Federal no período posterior à aprovação da proposta do ensino médio inovador pelo MEC e pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Concluímos que, na contramão de uma proposta inovadora para o ensino médio, o Congresso brasileiro insiste na apresentação de projetos de lei que incluam disciplinas obrigatórias na escola, contemplando diferentes conteúdos, a partir de uma perspectiva fragmentada do currículo.<hr/>MEC's proposal for an innovative high school is to stimulate the state system of education to think about new solutions that diversify the curriculum and to promote interdisciplinary articulations in order to develop knowledge, skills, competencies, values and practices. The present paper examined 15 proposals submitted to Congress after the proposed innovative high school was approved by the MEC and the CNE. It concludes that, against the grain of an innovative proposal for high school, Brazilian Congress insists on submitting bills that include compulsory subjects in schooling, covering different content, from a fragmented view of the curriculum. <![CDATA[<b>Políticas para o ensino médio no Brasil</b>: <b>perspectivas para a universalização</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo busca analisar as inflexões ocorridas nas políticas para o ensino médio no Brasil, a partir de 2007, problematizando o contexto em que foram produzidas e as contradições presentes nesse processo. Procura identificar as mudanças empreendidas, os discursos que lhes deram sustentação e as medidas e programas governamentais decorrentes. Retrata e analisa essas mudanças e suas implicações no âmbito dos estados, enfocando o caso de Minas Gerais. Com base nos argumentos reunidos, aponta algumas considerações e tendências observadas no rumo traçado pelas políticas atuais, no que tange às finalidades e à universalização dessa etapa da educação básica no país.<hr/>This paper analyses the inflections of the high school policies in Brazil, from 2007 onwards. It questions the context in which they occurred and the contradictions present in the process. It searches to identify the main changes, the discourses that supported them and the measures and governmental programs that followed them. It depicts and analyses these changes and their implications in the states, focusing on Minas Gerais. Based on the gathered arguments, it stresses a few considerations and tendencies in the path traced by the current policies concerning the finalities and the universalization of this stage of the country's basic education. <![CDATA[<b>Jovens olhares sobre a escola do ensino médio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo discute os resultados de uma pesquisa realizada com estudantes do Pará sobre as relações entre projetos de vida de jovens e as escolas públicas de ensino médio. Os dados foram coletados em 2009, por meio de doze Grupos de Diálogos com 245 jovens, organizados em duas cidades do interior do estado (Moju e Santarém) e na capital. A partir dos depoimentos dos jovens, foi possível identificar algumas contribuições das escolas à realização de suas demandas e expectativas, mas também muitas lacunas e impasses. O texto parte de uma discussão geral sobre o contexto do ensino médio no país e a relação com a juventude para situar a realidade específica das escolas paraenses segundo o olhar dos jovens pesquisados, compreendendo assim as distâncias e aproximações entre as expectativas juvenis e as experiências oferecidas por suas escolas.<hr/>This paper discusses the results of a research carried out with students from the State of Pará on the relations between the life projects of youth and public high schools. Data were collected in 2009 through twelve Dialogue Groups with 245 students from two hinterlands cities (Mojú and Santarém) and the Capital. These declarations allowed us to identify some of the schools' contributions to the concretization of their demands and expectations, as well as many gaps and dead ends. The text begins with a general discussion on the Brazilian high school context and the relationship with youth. It then situates the specific reality of schools in Pará, according to the youth's point of view, and tries to comprehend the distances and approximations between youth expectations and the experiences offered by their school. <![CDATA[<b>Juventude, trabalho e escola</b>: <b>elementos para análise de uma posição social fecunda</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt No quadro da retração estrutural do número de postos de trabalho e da expansão da escolarização, a juventude emerge como um problema social. A extensão do tempo de convivência entre trabalho e escola é uma das bases da questão. No Brasil, o problema entra em cena a partir da década de 1990 com contornos próprios: aqui é a expansão da escola que permite a convivência desta instituição para com aquela que se apresentava, até então como umas das mais importantes instituições de socialização dos jovens do país: o trabalho. O presente artigo se propõe a analisar a questão, no quadro particular da situação brasileira, a partir de dois movimentos: primeiramente, pela constituição da noção de juventude como posição social e analítica desta sociedade; em segundo lugar, pelo uso da "ferramenta" na análise da importância relativa da escola e do trabalho na transição do jovem para a vida adulta, a partir do estudo do caso particular de conjunto de jovens de periferia do Rio de Janeiro.<hr/>As part of the structural decline in the number of jobs and the expansion of schooling, youth emerges as a social problem. The length of the work-school coexistence is one of the bases of that matter. In Brazil, the problem emerged in the 1990s with singular contours. In this country, the very expansion of schooling allowed youth to combine their recent school experiences with work, the most important institution of socialization of young people until then. This paper analyzes this issue based on two movements: through the constitution of the notion of youth as a social and analytical position in the Brazilian society and, secondly, by the use of the "tool" to analyze the relative importance of school and work in the transition from youth to adulthood, based on the case study of a specific group of youths from the periphery of Rio de Janeiro. <![CDATA[<b>Jovens no ensino médio normal</b>: <b>apontamentos de trajetórias em formação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622011000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O texto apresenta reflexões acerca de uma pesquisa desenvolvida nos anos de 2008 a 2010, com sessenta jovens do Curso de Formação de Professores, dos segundos e terceiros anos do ensino médio normal, do estado do Rio de Janeiro. Os resultados da pesquisa apontaram para a explicitação da complexidade da formação, composta a partir do percurso escolar, permeada de sentidos e de valorações feitas pelas alunas, predominantemente colocando um imenso contingente de jovens no exercício do magistério, à busca de profissionalização.<hr/>This text presents reflections on a research conducted between 2008 and 2010 that involved 60 young 8th and 9th grades students in "ensino médio normal" (high schools that trains students to be basic education teachers), in the state of Rio de Janeiro, Brazil. The results clearly reveal the complexity of teacher training, which is composed along the school career and is permeated with meanings and valuations made by the students themselves. The training process is mainly intended to place a large contingent of youths in the teaching career, in search of their status as professionals.