Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120160002&lang=en vol. 46 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Heterogeneidade institucional e o ingresso de investimento direto estrangeiro na economia brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200281&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Diante da evolução do ingresso de investimento direto estrangeiro na economia brasileira e da crescente preocupação com aspectos institucionais nos países receptores e de origem deste tipo de investimento, o presente estudo se propôs a avaliar como a qualidade do ambiente institucional e sua heterogeneidade tem afetado a entrada de IDE no mercado brasileiro, no período de 1996 a 2012. Para tanto, foram realizadas estimações de uma equação gravitacional para os fluxos de investimentos externos destinados ao Brasil e provenientes dos seus 31 principais parceiros investidores. Os resultados obtidos evidenciaram que o volume entrante de investimento externo no Brasil é positivamente afetado pela qualidade do ambiente institucional político-social e econômico-financeiro entre os países de origem e o Brasil. Além disso, a disparidade institucional econômico-financeira mostrou-se negativamente relacionada com o ingresso do capital externo.<hr/>Abstract Given the evolution of the inflow of foreign direct investment in the Brazilian economy and the growing concern about institutional aspects in the countries that receiving and sending this type of investment, the present study aimed to evaluate how the quality of the institutional environment and its heterogeneity has affected the entry of FDI in the Brazilian market in the period 1996-2012. Therefore, estimation of a gravity equation for the flow of foreign investments to Brazil and from its 31 major investment partners were held. The results of this analysis showed that the volume of incoming foreign investment in Brazil is positively affected by the quality of the socio-political and economic-financial institutional environment between the countries of origin and Brazil. Moreover, the economic and financial institutional heterogeneity proved to be negatively related to the inflow of the foreign capital. <![CDATA[Probabilidades de admissão e desligamento no mercado de trabalho brasileiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200311&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo avalia as probabilidades de admissão e desligamento no mercado de trabalho brasileiro, e mensura sua contribuição para a variabilidade cíclica da taxa de desemprego no país. Para isso, é utilizada uma metodologia recente, que permite a obtenção das probabilidades através dos estoques de empregados e desempregos, corrigindo o viés de agregação de tempo. Verificamos que, para o período de 1983 a 2001, as oscilações da taxa de admissão foram responsáveis por 75% da variabilidade da taxa de desemprego nas principais regiões metropolitanas do Brasil. Entre 2004 e 2013 a taxa de admissão explica 80% dessas variações.<hr/>Abstract This paper evaluates the probabilities of admission and dismissal in the Brazilian labor market, and measures its contribution to the variability of the unemployment rate in the country. It uses a new methodology, which allows obtaining the probabilities through stocks of employed and unemployed correcting the time aggregation bias. We found that for the period of 1983 to 2001, the oscillations of the rate of admission were responsible for 75% of the variability in the unemployment rate in major metropolitan areas of Brazil. Between 2004 and 2013 that rate explains 80% of those variations. <![CDATA[Assimetrias no repasse cambial para a inflação: Uma análise empírica para o Brasil (1999 a 2013)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200343&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente artigo analisou o repasse cambial para os preços ao consumidor (IPCA) no Brasil, no período entre 1999 e 2013, verificando através de diversas especificações econométricas a existência de assimetrias no repasse. Utilizando uma decomposição da variável câmbio, entre depreciações e apreciações, o artigo estima uma sequência de modelos SVAR com diferentes restrições de identificação. Os resultados, robustos para uma gama de especificações, indicam forte assimetria no repasse cambial. A média simples das diversas estimações indica um repasse de 11.38% no caso de depreciação e de 2.84% no caso de apreciação da moeda brasileira em relação ao dólar americano.<hr/>Abstract This paper investigates a possible non-linearity in the pass-through of the exchange rate to the Brazilian consumer price index. Using a decomposition of the exchange rate series, into appreciations and depreciations, for the period of 1999-2013, the paper estimates a sequence of SVAR models with different identifying restrictions. The results are robust and indicate an important asymmetric behavior of the exchange rate pass-through in Brazil. A simple average of the estimates indicates a pass-through of 11.38% in case of depreciation, and 2.84% in the case of appreciation of the Brazilian currency against the US Dollar. <![CDATA[Corrupção e ineficiência no Brasil: Uma análise de equilíbrio geral]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200373&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O trabalho analisa corrupção e ineficiência no setor público a partir de um modelo de equilíbrio geral calibrado para o Brasil, com foco em agregados macroeconômicos e o bem-estar da economia. Os resultados de exercícios contrafactuais mostram que a eliminação da corrupção e ineficiências nos gastos públicos implicam significativo ganho de bem-estar. Entretanto, eliminando-se somente corrupção o efeito de bem-estar é adverso e expressivo, indicando que a corrupção estaria corrigindo alguma distorção presente na economia. Na hipótese de um possível tradeoff entre políticas de redução de ineficiências e corrupção, reduções nas ineficiências do setor público acompanhadas de aumento de corrupção podem implicar efeitos negativos sobre o produto e o investimento no curto e longo prazos, em que pese o bem-estar aumentar. Ademais, usando como ilustração a flexibilização de normas licitatórias para as obras da copa do mundo e das olimpíadas permitida pela Lei nº 12.462, as simulações sugerem que se a flexibilização vier acompanhada de aumentos na corrupção, poderia haver ganho de bem-estar para o agregado da economia, mas retrairia as trajetórias de crescimento do produto e investimento no curto e longo prazo, mostrando que poderia haver certo dilema na tomada de decisão para fins de implantação de uma política desta natureza.<hr/>Abstract The essay analyzes corruption and inefficiency in the public sector from a general equilibrium model calibrated to Brazil, focusing on macroeconomic aggregates and welfare for the aggregate economy. The results of the counterfactual exercises performed show that the elimination of corruption and inefficiencies in public spending could determinate significant gain in welfare. However, if only corruption is eliminated the welfare effect is negative, indicating that corruption could be eliminating some distortions in this economy. Admitting a tradeoff between corruption and inefficiency, less inefficiency and more corruption could imply reductions in product and investment in the short and long terms and welfare improvement. Using the flexibilization of rules of tender to illustrate the works of the World Cup and the Olympics allowed by the Law No. 12.462, the results of simulations suggest that, if flexible rules reduce inefficiency and increase corruption, it is possible to verify welfare gains and growth reductions, showing a dilemma in taking decisions for the purpose of implementing such policy of this nature. <![CDATA[As influências norte-americanas de Roberto Simonsen: Controle social, institucionalismo e planejamento]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200409&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este trabalho investiga as influências norte-americanas sobre o pensamento social e econômico de Roberto Simonsen. Simonsen foi bastante influenciado por uma vertente importante das ciências sociais e econômicas norte-americanas, em particular o institucionalismo e a ciência/filosofia do controle social. Adicionalmente, em vista da literatura internacional sobre a história das ciências sociais e da economia nos EUA de início do século XX, o trabalho aqui apresentado aponta no sentido de que o pensamento de Simonsen foi informado por uma corrente do pensamento norte-americano que era bastante moderna e muito influente para aquele período.<hr/>Abstract This article investigates the American influences on Roberto Simonsen's social and economic thought. Simonsen was deeply influenced by important elements of American social and economic science, particularly by the institutionalist economics and the science/philosophy of social control. Taking into consideration the international literature on early twentieth-century American social and economic science, this paper stresses that Simonsen was indeed influenced by an American thought that was deeply prominent and modern for the period. <![CDATA[Mortalidade entre brancos e negros no Rio de Janeiro após a abolição]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200439&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O objetivo deste artigo é analisar a diferença de mortalidade entre brancos e negros no Rio de Janeiro durante os primeiros anos da República brasileira. Utilizam-se dados de mortalidade de doenças relacionadas a condições precárias de moradia e acesso à infraestrutura como um indicador de desigualdade econômica. Apesar de o Rio de Janeiro possuir taxas de mortalidade declinantes durante o início do século XX, não ocorreu convergência entre a população branca e negra. Além disso, a análise quantitativa apresenta evidências que doenças que afetavam mais a população pobre, como a tuberculose, aumentavam indiretamente a probabilidade de morte por outras doenças, fenômeno conhecido como Mills-Reincke. Isto sugere que a taxa de mortalidade para a população não branca pode ter sido previamente subestimada.<hr/>Abstract The objective of this paper is to analyze the difference in mortality rates among blacks and whites in Rio de Janeiro during the first years of the Brazilian Republic. For that, mortality rates of diseases related to poor housing conditions and access to infrastructure are used as an indicator of economic inequality. Despite the decline in mortality rates in Rio de Janeiro at the beginning of the twentieth century, there was no convergence between the white and black population. In addition, quantitative analysis presents evidence that diseases which disproportionately affected the poor population, such as tuberculosis, indirectly increased the likelihood of death from other diseases, a phenomenon known as Mills-Reincke. This suggests that the mortality rate for the black population may have been previously underestimated. <![CDATA[Fatores associados à violência escolar: evidências para o Estado de São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200471&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este trabalho utiliza um rico e inédito banco de dados sobre registros de ocorrências para investigar os fatores associados à violência escolar. Os crimes cometidos por agentes externos à escola (furtos e roubos) são explicados pelas condições socioeconômicas do entorno e pela riqueza pessoal e material disponível nas escolas, enquanto os atos violentos cometidos por alunos (depredação, vandalismo, ameaças e agressões) estão associados à composição demográfica do corpo discente e pelo seu background familiar. Também são identificados dois efeitos ainda não investigados na literatura. O primeiro refere-se ao papel da qualidade do professor. Já o segundo refere-se ao engajamento dos pais na vida escolar dos filhos e atividades da escola. Os resultados sugerem que a habilidade do professor em estabelecer um bom relacionamento com os estudantes e que a parceria da família com a escola são capazes de atuar sobre seu comportamento, inibindo seu engajamento em atos violentos.<hr/>Abstract This work uses a rich and unique database on occurrences records to investigate the factors associated with school violence. The crimes committed by external agents to school (theft and robbery) are explained by the neighborhood socioeconomic conditions and the personal and material wealth available in schools, while violent acts committed by students (depredation, vandalism, threats and assaults) are associated with the students' demographic composition and his family background. We also identified two effects are not investigated in the literature. The first refers to the role of teacher quality. The second refers to the engagement in school life of children and school activities. The results suggest that the teacher's ability to establish a good relationship with the students and the partnership of the family with the school are able to act on their behavior, inhibiting their engagement in violence. <![CDATA[Desmatamento e a contribuição econômica da floresta na Amazônia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200499&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo analisa, do ponto de vista econômico, a contribuição da floresta desmatada para a economia da Amazônia Legal entre 2006 e 2011, assim como os efeitos de uma política de controle do desmatamento entre 2012 e 2020. Para isso, utilizou-se um modelo de equilíbrio geral computável (EGC) inter-regional, construído para capturar as especificidades e heterogeneidade de 103 microrregiões da Amazônia Legal. As simulações da contribuição econômica do desmatamento para essas regiões permitiriam avaliar o custo relativo de políticas de controle, estimando o valor implícito do desmatamento na dinâmica econômica. Os resultados apontam uma contribuição positiva, embora pequena, do desmatamento para o crescimento econômico da Amazônia de 2006 a 2011. Este resultado é reforçado pelos impactos econômicos de uma política hipotética de controle do desmatamento, que sugerem uma perda apenas marginal sobre o crescimento econômico dessas regiões.<hr/>Abstract This paper analyzes, from an economic point of view, the contribution of deforestation for the Amazon economy from 2006 to 2011, as well as the effects of a policy to control deforestation from 2012 to 2020. For this, we used an interregional computable general equilibrium model, built to capture the specificities and heterogeneity of 103 micro-regions of the Amazon. Simulations of the economic contribution of deforestation to the growth of the Amazon would allow assessing the relative cost of control policies, estimating the implicit value of deforestation in economic dynamics. The simulation results indicate a positive contribution of deforestation, however small, for the Amazon economic growth from 2006 to 2011. This result is reinforced by the economic impacts of a hypothetical policy to control deforestation, suggesting a marginal loss of economic growth in the regions. <![CDATA[Errata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000200533&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo analisa, do ponto de vista econômico, a contribuição da floresta desmatada para a economia da Amazônia Legal entre 2006 e 2011, assim como os efeitos de uma política de controle do desmatamento entre 2012 e 2020. Para isso, utilizou-se um modelo de equilíbrio geral computável (EGC) inter-regional, construído para capturar as especificidades e heterogeneidade de 103 microrregiões da Amazônia Legal. As simulações da contribuição econômica do desmatamento para essas regiões permitiriam avaliar o custo relativo de políticas de controle, estimando o valor implícito do desmatamento na dinâmica econômica. Os resultados apontam uma contribuição positiva, embora pequena, do desmatamento para o crescimento econômico da Amazônia de 2006 a 2011. Este resultado é reforçado pelos impactos econômicos de uma política hipotética de controle do desmatamento, que sugerem uma perda apenas marginal sobre o crescimento econômico dessas regiões.<hr/>Abstract This paper analyzes, from an economic point of view, the contribution of deforestation for the Amazon economy from 2006 to 2011, as well as the effects of a policy to control deforestation from 2012 to 2020. For this, we used an interregional computable general equilibrium model, built to capture the specificities and heterogeneity of 103 micro-regions of the Amazon. Simulations of the economic contribution of deforestation to the growth of the Amazon would allow assessing the relative cost of control policies, estimating the implicit value of deforestation in economic dynamics. The simulation results indicate a positive contribution of deforestation, however small, for the Amazon economic growth from 2006 to 2011. This result is reinforced by the economic impacts of a hypothetical policy to control deforestation, suggesting a marginal loss of economic growth in the regions.