Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120140001&lang=pt vol. 44 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>É atrativo tornar-se professor do Ensino Médio no Brasil?</b>: <b>Evidências com base em decomposições paramétricas e não paramétricas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo avalia-se a atratividade da ocupação de professor do Ensino Médio, tal como expressa por diferenciais salariais entre essa categoria de professores e três grupos de comparação. Os dados provêm da PNAD, anos de 2006 e 2009, e as metodologias empregadas são a tradicional decomposição de Oaxaca-Blinder e uma alternativa não paramétrica proposta por Ñopo (2008), que decompõe em quatro termos o diferencial total, destacando o diferencial dentro de um suporte comum de características observáveis. Os resultados indicam que professores do Ensino Médio possuem diferencial de remuneração favorável, porém decrescente, quando comparados a funcionários públicos e empregados do setor privado. Além disso, e de modo mais preocupante, em comparação a profissionais com qualificação semelhante, a situação é desfavorável aos professores, e mostra deterioração de 2006 para 2009. Resultados obtidos utilizando ambas as metodologias indicam que este último diferencial em grande medida não é atribuível às diferenças nas distribuições de características individuais, mas muito mais à parcela não explicada, o que pode representar baixa valorização social de professores ou diferenciais de produtividade pré-escolha ocupacional ou pós-escolha ocupacional. Qualquer que seja a razão, o déficit de remuneração no mercado de trabalho docente pode ser um dos fatores explicativos do baixo interesse de jovens talentosos pelas licenciaturas com potenciais impactos negativos sobre a qualidade do aprendizado dos futuros alunos.<hr/>The article aims at evaluating the attractiveness of the teaching occupation at the secondary education level, as reflected by wage gaps between this category of teachers and other professional categories, based on PNAD data for 2006 and 2009. The methodologies employed in the paper include the traditional Oaxaca-Blinder´s decomposition, as well as a non-parametric alternative proposed by Ñopo (2008), which decomposes a given gap in four terms, emphasizing the gap within a common support of observable characteristics. Main results indicate that secondary school teachers have a favorable, albeit decreasing, pay gap when compared to civil servants and private sector workers. Furthermore, and more disturbing, compared with similarly-skilled professionals, the situation becomes detrimental to teachers and it shows a decline from 2006 to 2009. Results obtained using both methodologies indicate that to a great extent the latter gap cannot be attributed to differences in the distributions of individuals' characteristics, but rather to the unexplained fraction, which could translate a low social valuation of the teachers' occupation, or a pre- or post-occupational choice productivity gap. In any case, the low pay for teachers might be one of the factors explaining the lack of interest of young talented individuals for pursuing careers in education and teaching. <![CDATA[<b>Wage differentials by firm size</b>: <b>the efficiency wage test in a developing country</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Using data from the Brazilian Labor Monthly Survey (PME/ IBGE) for the years of 2006 and 2007, the paper investigates if the wage differential by firm size in Brazil can be explained by the predictions of the Efficiency Wage Theory. It is adopted a Switching Regression Model to estimate if large size companies pay a higher wage premium for dispended labor effort, as compared to smaller enterprises. The results prove the EW predictions since they evidence positive relationships between wages and labor effort, schooling and longer job duration. However, such findings are not sufficient to explain the existence of wage differentials by firm size in the Brazilian labor market.<hr/>Usando dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME/ IBGE) para os anos de 2006 e 2007, este artigo investiga se a diferença de salários por tamanho de firma no Brasil pode ser explicada pela Teoria do Salário Eficiência. Estimações de Switching Regression são utilizadas para verificar se as empresas de grande porte pagam um prêmio salarial maior aos seus funcionários por esforço despendido, comparativamente às pequenas empresas. Os resultados corroboram as predições do Salário Eficiência, uma vez que revelam uma relação positiva entre salário e esforço laboral e também entre escolaridade e duração no posto de trabalho. No entanto, esses resultados não são suficientes para explicar o diferencial de salários existente entre grandes e pequenas empresas no mercado de trabalho brasileiro. <![CDATA[<b>Infrações ambientais e a reputação do regulador</b>: <b>análise em dados de painel para o Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é testar o papel do regulador no combate a infrações ambientais no Brasil. As principais variáveis explicativas são os valores das multas lavradas no estado (efeito específico) e nos estados vizinhos (efeito spillover), que refletem a reputação do regulador. Este artigo testa ainda o papel complementar dos agentes privados sobre o monitoramento e a aplicação de sanções informais. A fonte de dados compreende, em nível estadual, a quantidade de autos de infração registrados pelo IBAMA e as respectivas multas aplicadas para os anos de 2000 a 2011. Os resultados obtidos pelo método de Efeitos Fixos demonstram que um aumento no valor das multas aplicadas em um estado e em seus vizinhos gera uma redução no número de autos de infração para anos subsequentes à aplicação da multa.<hr/>The aim of this paper is to test the role of the regulator in combating environmental infractions in Brazil. The main explanatory variables are the values of fines imposed on the state (specific effect) and on surrounding states (spillover effect), which reflect the reputation of the regulator. This paper also examines the complementary role of private agents on monitoring and application of informal sanctions. The data source comprises, at state level, the amount of notices of violation recorded by IBAMA and the related fines for the years 2000 to 2011. The results obtained by the method of Fixed Effects demonstrate that an increase on the values of fines imposed on a state and its neighbors generates a reduction in the number of notices of infraction for the years following the imposition of a fine. <![CDATA[<b>Efeitos da qualidade da pesquisa acadêmica sobre a distância geográfica das interações universidade-empresa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt É crescente o interesse sobre a importância da interação universidade-empresa e como essas relações se conformam no espaço geográfico. Nesse contexto, este trabalho tem o objetivo de examinar os fatores que influenciam a distância geográfica das interações universidade-empresa, com especial atenção para a qualidade da pesquisa acadêmica, além de outros fatores, como os esforços locais de P&D e as características da estrutura produtiva da região. Para isso, foi estimado um modelo empírico que utiliza os dados das interações dos grupos de pesquisa acadêmicos do Diretório dos Grupos de Pesquisa da base Lattes do CNPq. Os resultados mostram que a qualidade da pesquisa acadêmica é positivamente correlacionada com a distância geográfica, o que indica que os grupos de pesquisa com mais elevado desempenho acadêmico tendem a interagir com empresas mais distantes. Porém, não se deve negligenciar a importância das universidades de desempenho acadêmico mais modesto, uma vez que elas são capazes de atender as demandas das empresas locais e colaborar com seus esforços inovativos.<hr/>There is a growing interest on the importance of the university-industry linkages and how these relations are shaped on space. In this way, this paper aims to exam the factors that influence the geographical distance of university-industry linkages, with the special concern to the role of the quality of academic research, besides other factors such as local P&D efforts and the local productive structure. To do that, it was built an empirical model that uses data of linkages of academic research groups from the Lattes database from CNPq. The results show that the quality of academic research is positively correlated to the geographical distance, which means that higher performance research groups tend to link to distant firms. Nevertheless, this doesn't mean that lower performance universities are less important, since they can meet the demand of local firm and they can collaborate with their innovative efforts. <![CDATA[<b>Ricardo, o tempo e o valor</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo revisa a evolução da teoria ricardiana do valor em sua conexão com o elemento tempo. Inicialmente, procede-se breve inspeção da primeira proposta de Ricardo para a lei geral das trocas. Contempla-se, a seguir, uma ilustração numérica da fórmula original dos preços competitivos, esclarecendo-se como o fator tempo surgiu nas discussões sobre a teoria desenvolvida nos Principles. Examina-se ainda a versão simplificada da regra do valor introduzida na terceira edição do livro, assim como a proposição ricardiana fundamental de que as variações nos lucros teriam impacto mínimo nos preços. Mostra-se, na última seção, que a generalização do exemplo concebido por Ricardo, incluindo processos produtivos com múltiplos períodos, não sustenta tal asserção.<hr/>This paper reviews the evolution of the Ricardian theory of value in its connection with the element time. Initially, Ricardo's first version of the general law of exchange is briefly inspected. After that, a numerical illustration of the formula for competitive prices is detailed, while some light is shed on how the factor time arose in the discussions about the theory advanced in the Principles. Next, the simplified version of the norm of value introduced in the book's third edition is examined, as well as the central Ricardian proposition that changes in the profit rate would have minimum impact on prices. The last section shows that a generalization of the same example concocted by Ricardo, incorporating multiple production periods, does not lend support to such assertion. <![CDATA[<b>A agricultura paulista em 1905</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo revelou a importância da cafeicultura e que a grande produção cafeeira coexistia com milhares de pequenos e médios produtores também dedicados à cafeicultura. Mostrou também a existência de ampla produção agrícola voltada ao mercado interno, cultivos em grande parte feitos em unidades produtoras de café. A Mogiana era a região agrícola mais importante e o Vale do Paraíba havia perdido importância na agricultura paulista. O estudo também demonstra a alta produtividade das áreas novas. A ampla rede ferroviária existente permitia expandir a agricultura mantendo ou mesmo ampliando a produtividade da agricultura. Com disponibilidade de terras e com uma intensa imigração europeia, apenas o mercado poderia evitar a expansão da cafeicultura. Merece realce a baixa tecnologia adotada. Poucos agricultores, mesmo nas regiões mais dinâmicas, utilizavam arados e outros equipamentos similares ou se serviam de adubos químicos.<hr/>This study analyzes the importance of the coffee plantations in São Paulo in 1905 and shows that the major coffee producers coexisted with thousands of small and medium farmers also dedicated to coffee production. This analysis of the agricultural sector also shows the existence of a large sector committed to production for the internal market, in many cases in units dedicated to coffee production. The Mogiana region was the most important agricultural zone in the state, with the Valley of Paraiba having lost its importance by this period. Our study also demonstrates the high productivity of the new agricultural zones. The expansion of the railroad system permitted paulista agriculture to expand production and to maintain its productivity. With land available and an intense European immigration providing labor, it was inevitable that coffee production was expanding. This occurred despite the low level farming technology adopted. Few farmers, even in the most dynamic region, utilized the plow or similar equipment or applied chemical fertilizers. <![CDATA[<b>Um ensaio sobre "O futuro da indústria no Brasil: desindustrialização em debate"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo revelou a importância da cafeicultura e que a grande produção cafeeira coexistia com milhares de pequenos e médios produtores também dedicados à cafeicultura. Mostrou também a existência de ampla produção agrícola voltada ao mercado interno, cultivos em grande parte feitos em unidades produtoras de café. A Mogiana era a região agrícola mais importante e o Vale do Paraíba havia perdido importância na agricultura paulista. O estudo também demonstra a alta produtividade das áreas novas. A ampla rede ferroviária existente permitia expandir a agricultura mantendo ou mesmo ampliando a produtividade da agricultura. Com disponibilidade de terras e com uma intensa imigração europeia, apenas o mercado poderia evitar a expansão da cafeicultura. Merece realce a baixa tecnologia adotada. Poucos agricultores, mesmo nas regiões mais dinâmicas, utilizavam arados e outros equipamentos similares ou se serviam de adubos químicos.<hr/>This study analyzes the importance of the coffee plantations in São Paulo in 1905 and shows that the major coffee producers coexisted with thousands of small and medium farmers also dedicated to coffee production. This analysis of the agricultural sector also shows the existence of a large sector committed to production for the internal market, in many cases in units dedicated to coffee production. The Mogiana region was the most important agricultural zone in the state, with the Valley of Paraiba having lost its importance by this period. Our study also demonstrates the high productivity of the new agricultural zones. The expansion of the railroad system permitted paulista agriculture to expand production and to maintain its productivity. With land available and an intense European immigration providing labor, it was inevitable that coffee production was expanding. This occurred despite the low level farming technology adopted. Few farmers, even in the most dynamic region, utilized the plow or similar equipment or applied chemical fertilizers.