Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120140002&lang=pt vol. 44 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>O papel da oferta e da demanda por qualificação na evolução do diferencial de salários por nível educacional no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo tem como objetivo analisar o impacto da oferta e da demanda por trabalho qualificado sobre o diferencial de salários entre trabalhadores de elevada e baixa qualificação para o Brasil, durante o período de 1992 a 2009. Para tanto, foi utilizado um modelo microeconômico de oferta e demanda por trabalho qualificado, em que o grupo de baixa qualificação é formado por uma combinação CES entre o grupo intermediário e não qualificado. Os resultados apontam para uma elevação do diferencial de salários entre o trabalho de elevada qualificação (com ensino superior) e baixa qualificação (com ensino médio ou ensino básico) no período de 1992 a 2001, impulsionada pelo aumento da demanda por trabalho qualificado. Porém, no período de 2002 a 2009, houve uma pequena diminuição desse diferencial, determinada pela intensificação da oferta relativa de trabalho qualificado que ocorreu durante esse período.<hr/>The aim of this paper is to assess the impact of supply and demand for skills in the wage differentials between skilled and unskilled workers in Brazil, during 1992 and 2009. To do so, a microeconomic model of supply and demand for skill was used where a worker s skill is directly linked with its educational level. A rise in the skill premium (wage differentials between college and less than college workers) was observed between 1992 and 2001, driven by the demand for skilled labor. Between 2002 and 2009, a slight decrease in the skill premium was observed, which was driven by the intensification of the relative supply of skilled workers. <![CDATA[<b>Determinação dos superávits do governo central brasileiro: influência da política monetária na ótica de regressões de limiar</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo estuda a política fiscal no Brasil levando em consideração a influência da política monetária. A taxa de inflação do IPCA e os gastos com juros como razão do PIB representam variáveis de estado na determinação da sequência de superávits primários pelo Tesouro. Dessa forma, o modelo empírico de reação da política fiscal foi estimado com o auxílio de regressões de limiar. Em face dos resultados encontrados, não surpreende a tolerância do governo com superávits menores. Vale notar que cortes na taxa SELIC possuem efeitos mistos, pois menores despesas de juros possibilitam reduzir os superávits, porém mais inflação torna a política fiscal persistente. O inverso acontece na situação em que o Banco Central reduz a liquidez da economia.<hr/>This paper studies the fiscal policy in Brazil accounting for the influence of monetary policy. The CPI inflation rate and the interest outlays as a ratio of GDP represent state variables in the determination of the sequence of primary surpluses by the Treasury. Hence, the empirical model of the fiscal reaction function was estimated using threshold regressions. In the light of the empirical evidence, it is no surprise the tolerance of the government with lower surpluses. It is noteworthy that reductions in the SELIC rate have mixed effects, since the lower burden of interest expenses allow for lower surpluses, while more inflation makes the fiscal policy persistent. The inverse occurs when the Central Bank reduces the liquidity in the economy. <![CDATA[<b>Padrões setoriais de inovação da indústria de transformação brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo investiga os padrões setoriais de inovação da indústria de transformação brasileira a partir do referencial teórico da Escola Evolucionária Neo-Schumpeteriana, da base de dados da Pesquisa de Inovação Tecnológica (PINTEC) para o período 2006-2008 e de duas hipóteses norteadoras. A primeira sugere que a realidade concorrencial molda a estratégia competitiva das empresas e, por decorrência, a rotina e o padrão de busca destas. A segunda é de que há convergência entre o comportamento inovativo da indústria nacional e a taxonomia proposta por Keith Pavitt. Os resultados corroboram as duas hipóteses. No entanto, foi também identificado que setores que conciliam baixa densidade tecnológica e elevada participação das exportações na geração da receita apresentam baixa aderência às suas respectivas categorias pavittianas.<hr/>This paper investigates sectoral patterns of innovation in the Brazilian manufacturing industry under the Neo-Schumpeterian Evolutionary approach. The database used is the Brazilian Survey of Technological Innovation (PINTEC) for 2006-2008. Two hypotheses guide the paper. The first suggests that the competitive reality shapes the competitive strategy of firms and, consequently, their routine search pattern. The second assumes that there is a convergence between the innovative behavior of the domestic industry and the taxonomy proposed by Keith Pavitt. The results support the two hypotheses. However, the paper also points out that sectors that combine low-tech and high share of exports in revenue have low adherence to their respective Pavittians types. <![CDATA[<b>Os efeitos dos parcelamentos sobre a arrecadação tributária</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo avaliou qual o impacto que os parcelamentos concedidos tiveram sobre o comportamento do contribuinte e da arrecadação. Verificou-se que o hiato tributário estimado sem concessão de parcelamentos é de cerca de 30%, mas que aumenta em até quatro pontos percentuais diante da oferta de programas de refinanciamento de dívidas tributárias, como no caso do REFIS. Os efeitos sobre a espontaneidade são sempre negativos, e perduram por longo tempo, enquanto os contribuintes nutrirem expectativas sobre novos parcelamentos futuros. No lado das receitas, as simulações sugerem que a arrecadação na presença do parcelamento tributário é sempre inferior àquela que seria obtida se não houvesse parcelamento durante toda a etapa de concessão. Os ganhos de arrecadação posteriores, quando as parcelas são pagas, dependem da inadimplência e da expectativa de novos parcelamentos pelos contribuintes. Conclui-se que o mecanismo de parcelamentos tributários é inadequado como forma de aumentar as receitas e prover os incentivos corretos aos contribuintes.<hr/>This paper evaluated the impact that opportunity to taxpayer to parcel its tax debts has on its behavior and on tax collection. It was found that the estimated tax gap without this tax benefit is about 30%, but increases by up to four percentage points with the presence of the refinancing programs, as in the case of REFIS. The effects on spontaneity are always negative and last for a long time while taxpayers nurture expectations about future tax installment. On the revenue side, the simulations suggest that the collection in the presence of the installment tax is always less than that which would be obtained if there were no installment throughout the concession phase. Later revenue gains, when the parcels are paid, depend on the default and the taxpayer´s expectation of new installment. We conclude that the mechanism of tax installment is inappropriate as a way to increase revenues and provide the right incentives to taxpayers. <![CDATA[<b>Os efeitos do novo regionalismo sobre o comércio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A partir de 1990 ocorreu um “boom” na formação de blocos econômicos no mundo, e este trabalho procurou identificar se o regionalismo propiciou criação ou desvio de comércio. Para isto, utilizou-se o modelo gravitacional com dados em painel para o período de 1990 a 2009. Os resultados sugerem que houve criação de comércio e desvio de exportação no Mercosul. Além disso, percebe-se o efeito antecipação sobre os fluxos de comércio intrazona e sinais de criação de comércio com a formação do NAFTA. De forma distinta, há indícios de que o Asean e o PAFTA desviaram comércio. Por fim, a forma como evoluíram os fluxos de comércio intrazona (ex ante e ex post) decorrentes da constituição dos blocos analisados foi diferente não somente em termos de volume, mas também na velocidade em que eles responderam a sua formação.<hr/>From 1990 there was a proliferation of Preferential Trade Agreements notified to the World Trade Organization and this study aims to identify whether this new regionalism led to trade creation or trade diversion to their participants, using a gravity model based on panel data over the period 1990-2009. The results suggest the existence of trade creation and export diversion due to the formation of Mercosur. With regards to NAFTA, besides being the only bloc that showed an anticipatory effect on their trade flows within the region, there are signs that the growth of trade occurred due to trade creation. Nevertheless, there are indications that the Asean and PAFTA caused trade diversion. Finally, the way that trade flows evolved within each bloc (ex ante and ex post) was quite different, not only in terms of trade volume but also on how quickly they responded to their formation, with its effects arising immediately in some cases and in others taking a few years. <![CDATA[<b>O Mecanismo da Mais Valia Relativa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Em discussão recente com Fine (2009), Lebowitz (2003, 2010) argumenta que a teoria da mais valia relativa de Marx é inadequada porque toma a cesta de meios de consumo necessários à reprodução da força de trabalho como fixa. Uma vez abandonada essa hipótese, se o salário nominal não se reduz, o aumento da produtividade se traduz apenas numa ampliação do consumo dos trabalhadores. Na sua opinião, é necessário considerar que o progresso técnico tem não só como objetivo único diminuir o valor das mercadorias, mas também o de enfraquecer a capacidade de resistência da classe como um todo. Somente a compreensão de que o progresso técnico é uma arma da luta de classe torna possível conceber a redução dos salários nominais como processo simultâneo ao barateamento das mercadorias. Este artigo procura explorar possibilidades alternativas para a efetivação da mais valia relativa independentemente da redução dos salários monetários. Para tanto, analisam-se os possíveis efeitos do aumento da produtividade na produção de ouro, assim como os possíveis efeitos de desvalorizações do padrão de preço.<hr/>Marx's theory of relative surplus value has been recently questioned by Michael Lebowitz (2003, 2010). According to him the value of labor power cannot be determined by the value of a given set of consumption goods. He argues that this procedure fails to explain relative surplus value when money wages fail to fall. Unless productivity is able to explain both the cheapening of commodities and the weakening of the working class, the theory of relative surplus value is incomplete for it is unable to explain the reduction in money wages. This article explores the possible effects of changing productivity in gold production, a factor that Marx left out of the analysis in order to emphasize the necessary reduction in money wages when the value of gold is given. It is shown that relative surplus value can come about quite independently of any reduction in money wages. <![CDATA[<b>Trabalhadores temporários para o café: mecanização e núcleos coloniais em São Paulo, 1895-1911</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo examina o problema da mão de obra diante da expansão cafeeira ocorrida em São Paulo e da queda dos preços do café, na virada do século XIX para o século XX. Mais especificamente, este texto trata de alguns aspectos do debate que destacava a necessidade de redução dos custos com mão de obra frente às dificuldades que envolviam a contínua expansão da produção cafeeira naquele momento. As propostas discutidas no artigo privilegiavam a mecanização do cultivo e a flexibilização do trabalho por meio da contratação de trabalhadores temporários. A implantação de núcleos coloniais estrategicamente localizados poderia contribuir para incrementar a oferta desse tipo de trabalhador. A análise deste debate mostra que segmentos da elite econômica paulista tinham clara consciência, já naquele momento, de que somente a garantia de oferta abundante de mão de obra para os momentos de demanda intensa de trabalho na agricultura permitiria a mecanização e a flexibilidade de contratação.<hr/>This article analyses the concerns related to the seasonal labor as a result of the coffee farming growth along with the price decline of coffee, at the transition from XIX century to XX century. Particularly, this article debates the need of cost reduction in labor due to the challenges involved in the continuous expansion of the coffee farming at that moment. The proposal discussed in the article favored the mechanization of part of the work in the coffee agriculture in association with the contractual hiring of seasonal workers. The creation of colonial nucleus, in strategic locations, could contribute to increment this type of workforce. The analysis of this discussion demonstrates that segments of the Sao Paulo economic elite were aware that having ample availability of labor force was the only way to allow mechanization, flexibility and cost reduction at the times of intense agricultural work. <![CDATA[<b>Hamermesh, Daniel S. <i>O Valor da Beleza</i>. <i>Por que as Pessoas Atraentes têm mais Sucesso</i></b>. <b>Rio de Janeiro: Campus - Elsevier, 2012, 199 p</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612014000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo examina o problema da mão de obra diante da expansão cafeeira ocorrida em São Paulo e da queda dos preços do café, na virada do século XIX para o século XX. Mais especificamente, este texto trata de alguns aspectos do debate que destacava a necessidade de redução dos custos com mão de obra frente às dificuldades que envolviam a contínua expansão da produção cafeeira naquele momento. As propostas discutidas no artigo privilegiavam a mecanização do cultivo e a flexibilização do trabalho por meio da contratação de trabalhadores temporários. A implantação de núcleos coloniais estrategicamente localizados poderia contribuir para incrementar a oferta desse tipo de trabalhador. A análise deste debate mostra que segmentos da elite econômica paulista tinham clara consciência, já naquele momento, de que somente a garantia de oferta abundante de mão de obra para os momentos de demanda intensa de trabalho na agricultura permitiria a mecanização e a flexibilidade de contratação.<hr/>This article analyses the concerns related to the seasonal labor as a result of the coffee farming growth along with the price decline of coffee, at the transition from XIX century to XX century. Particularly, this article debates the need of cost reduction in labor due to the challenges involved in the continuous expansion of the coffee farming at that moment. The proposal discussed in the article favored the mechanization of part of the work in the coffee agriculture in association with the contractual hiring of seasonal workers. The creation of colonial nucleus, in strategic locations, could contribute to increment this type of workforce. The analysis of this discussion demonstrates that segments of the Sao Paulo economic elite were aware that having ample availability of labor force was the only way to allow mechanization, flexibility and cost reduction at the times of intense agricultural work.