Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120160003&lang=pt vol. 46 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[A dinâmica do emprego na indústria brasileira: comportamento recente (2006-2010) e o efeito de restrições de mão de obra especializada]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300539&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O comportamento da economia brasileira entre 2003-2008 pareceu indicar que o crescimento da indústria defrontava-se com a dificuldade de contratação de mão de obra especializada, como técnicos e engenheiros. Essa escassez pode representar um obstáculo ao desenvolvimento do país, especialmente ao dificultar a expansão de setores de maior conteúdo tecnológico. Este artigo analisa os efeitos da escassez de trabalho especializado na economia brasileira, com especial atenção aos setores relacionados à indústria. Utiliza-se um modelo de equilíbrio geral computável especialmente capacitado para as questões tratadas no artigo. Os resultados das simulações indicam o impacto expressivo da dinâmica do investimento na demanda por engenheiros e técnicos; e que restrições no crescimento da oferta dessa mão de obra podem afetar principalmente a indústria de bens de capital e de insumos intermediários, relevantes para um amplo conjunto de setores da economia.<hr/>Abstract The recent behavior of the Brazilian economy between 2003-2008 seems to indicate that the industry growth runs up against the difficulty of hiring skilled labor, such as technicians and engineers. This shortage may pose an obstacle to the development of the country, especially to hinder the expansion of sectors with higher technological content. This paper analyzes the effects of the shortage of skilled labor in the Brazilian economy, with special attention to sectors related to the manufacturing. It uses a computable general equilibrium model specially qualified for the issues addressed in the paper. The results indicate the significant impact of investment dynamics in the demand for engineers and technicians, and those restrictions on the growth of labor supply that may affect mainly the industry of capital goods and intermediate inputs, relevant to a wide range of sectors economy. <![CDATA[Capital humano e desigualdade salarial no Brasil: uma análise de decomposição para o período 1995-2014]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300579&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo investiga fatores que podem explicar a redução da desigualdade salarial no Brasil entre 1995 e 2014, utilizando um método sugerido por Yun (2006). Este método corresponde a uma junção de outras duas formas de decomposição: Juhn Murphy e Pierce (1993) e Fields (2003). A aplicação conjunta dessas metodologias proporciona um maior nível de detalhamento no exercício de decomposição, ao permitir obter os efeitos preço e quantidade associados a cada uma das variáveis explicativas da equação de salários. Os resultados encontrados, com base nos dados da PNAD, mostram que a recente queda da desigualdade salarial foi devida, essencialmente, à acumulação de capital humano, enquanto fricções no mercado de trabalho (segmentação e discriminação) parecem ter desempenhado um papel secundário nesse processo. O efeito preço associado ao capital humano foi o principal responsável por essa redução e, em particular, a queda dos retornos educacionais teve papel de destaque nesse resultado.<hr/>Abstract This paper investigates factors that may explain the reduction in wage inequality in Brazil between 1995 and 2014 using a decomposition method suggested by Yun (2006). This method is a synthesis of two another methods, a decomposition proposed by Juhn, Murphy and Pierce (1993) and the other was suggested by Fields (2003). The application of these methods provides a greater level of detail in the decomposition exercise by allowing get the price and quantity effects associated with each of the explanatory variables in the wage equation. The results based on PNAD data, shows that the recent decline in the wage inequality was due mainly to the human capital accumulation, while frictions in the labor market (segmentation and discrimination) seem to have played a secondary role in this process. The price effect associated with human capital was the main reason for this reduction and, in particular, the fall in returns to education played an important role in this result. <![CDATA[Efeitos das políticas de inovação nos gastos com atividades inovativas das pequenas empresas brasileiras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300609&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo deste artigo é realizar, de forma pioneira, uma análise dos impactos dos programas de apoio às atividades inovativas nas pequenas empresas brasileiras. Utiliza-se o método Propensity Score Matching para avaliar os impactos dos incentivos fiscais, dos programas de financiamento, da concessão de bolsas e de capital de risco, com microdados da PINTEC (2010). Os resultados apontam que o conjunto dos programas de apoio à inovação estimula os gastos com atividades inovativas das pequenas empresas. Dentre os programas, os que se mostraram mais efetivos foram os de financiamento e os de apoio à aquisição de máquinas e equipamentos.<hr/>Abstract This paper analyses, for the first time, the impact of the supporting programs concerning innovative activities in Brazilian small firms. Using the Propensity Score Matching technique with the PINTEC database (2010), we analyze the impacts of the tax incentives, grants, financing, RHAE and venture capital programs. The conclusion of the empirical study is that the innovation-oriented supporting programs, as a whole, accomplish the task of increasing the Brazilian small firms spending with innovative activities. Studying each program in particular, the conclusion is that the most effective ones are the general financing programs and the programs that support the purchase of machinery and equipments. <![CDATA[Determinantes macroeconômicos e o papel das expectativas: uma análise do <em>spread</em> bancário no Brasil (2003-2011)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300643&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A teoria econômica reconhece a importância das expectativas para a tomada de decisão dos agentes econômicos em um ambiente dinâmico sem previsibilidade perfeita. Apesar de relativamente extensa, a literatura sobre spread bancário no Brasil trata desta questão apenas de forma superficial, não incluindo variáveis macroeconômicas expectacionais. Estas expectativas, que podem afetar as estratégias da firma bancária no processo de maximização de sua rentabilidade, são rotineiramente coletadas e divulgadas pela autoridade monetária e de regulação bancária brasileira e por outras entidades. Incorporamos estas variáveis em um modelo empírico dinâmico de determinação do spread bancário específico de cada banco, seguindo a abordagem de Maudos e Solís (2009). Os dados são trimestrais e a amostra vai de 2003 a 2011. Os resultados corroboram a hipótese aqui proposta de que as variáveis macroeconômicas expectacionais, como a inflação esperada e os juros futuros, são relevantes na determinação do spread bancário no Brasil, mesmo condicional a seus valores correntes.<hr/>Abstract Economic theory recognize the central role of expectations on decision making in an environment without perfect foresight. The relatively long literature on the determinants of banking spread in Brazil has considered this issue only superficially, not including direct measures of market expectations of macroeconomic variables. These variables, that may affect the bank's strategies in the process of the profitability optimization, are routinely disseminated by the Central monetary and banking regulatory agency and market participants. We include these macroeconomic measures in a dynamic empirical model of bank specific bank spreads following Maudos and Solís (2009), using quarterly data from 2003 to 2011. The sample includes the period after the recent world economic crisis. The results support the hypothesis posed here that expactational macroeconomic variables, such as expected inflation and future interest rates, are relevant in determining the banking spread in Brazil, even conditional to current observed values. <![CDATA[Ecos popperianos na metodologia econômica de Elinor Ostrom]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300675&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O artigo procura apresentar e analisar a discussão metodológica em economia empreendida por Elinor Ostrom, buscando identificar nela a influência da epistemologia popperiana. A ênfase voltou-se para os conceitos de Princípio da Racionalidade e de Análise Situacional, com os quais Popper contribuiu para a metodologia das Ciências Sociais. O artigo mostrou que esses conceitos encontraram equivalentes na análise da autora, e que Ostrom não apenas reconhece a importância da contribuição popperiana, mas dela faz o ponto de partida para sua proposta metodológica aplicada à governança de recursos comuns. O artigo refere-se, também, ao fato de que ao longo do tempo a metodologia dessa autora gradativamente abre a uma interlocução metodológica mais plural, conservando, no entanto, aspectos essenciais do projeto popperiano para a metodologia em Ciências Sociais, entre os quais a adesão ao individualismo metodológico.<hr/>Abstract The paper has described and analyzed the methodological discussion presented by Elinor Ostrom seeking in it the popperian influence. It focused on the Rationality Principle and Situational analysis concepts trough Popper contributes for Social Sciences methodology. The paper argues that Ostrom recognize the popperian influence and seeks to apply it in her case studies. The paper also shows that the methodology of the author gradually open to a more plural methodological interlocution preserving, despite this, essentials aspects of popperian methodology. <![CDATA[Trajetória de crescimento para microempreendedores: diferencial de gênero dos clientes do programa crediamigo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300701&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Os programas de microcrédito vêm se expandindo em diversos países como alternativa para inserção produtiva dos microempreendedores de baixa renda. Na maioria dos casos, os programas possuem um viés na alocação dos empréstimos em favor das mulheres, assumindo que estas absorvem os compromissos de pagamentos como o fazem com suas responsabilidades familiares e sociais. Desta forma, as mulheres microempreendedoras teriam trajetórias de crescimento mais conservadoras. O objetivo deste trabalho é verificar se existe uma trajetória de crescimento para esse tipo de clientela, e se ela é diferenciada em relação ao gênero. Para isto, estimam-se equações de crescimento para os microempreendimentos dos clientes do Programa Crediamigo para o período de 2005 a 2009. Utilizam-se modelos lineares de efeitos mistos, como proposto por Rabe-Hesketh e Skrondal (2012). Os resultados mostram que existe uma trajetória de crescimento, mas com retornos decrescentes. Adicionalmente, as taxas médias de retorno são um pouco maiores para os homens; porém as mulheres possuem menores riscos em suas trajetórias.<hr/>Abstract Microcredit programs have been expanding in many countries as an alternative to productive insertion of low-income microentrepreneurs. In most cases, programs have a bias in the allocation of loans for women, assuming a greater commitment to these payments, from your best position in the family and society. The objective of this work is to verify whether there is a path of growth for this type of client, and if it is differentiated by gender. In this way, it estimates growth equations for microenterprises of the Crediamigo Program for the period of 2005 to 2009. The equations are estimated by linear mixed effect models, as proposed by Rabe-Hesketh and Skrondal (2012). The results show that there is a growth path, but with diminishing returns. Additionally, average return rates are higher for men; but women have lower risk in their trajectories. <![CDATA[Economia e política na ordem Imperial: o Banco do Brasil, 1853-1866.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612016000300733&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Os programas de microcrédito vêm se expandindo em diversos países como alternativa para inserção produtiva dos microempreendedores de baixa renda. Na maioria dos casos, os programas possuem um viés na alocação dos empréstimos em favor das mulheres, assumindo que estas absorvem os compromissos de pagamentos como o fazem com suas responsabilidades familiares e sociais. Desta forma, as mulheres microempreendedoras teriam trajetórias de crescimento mais conservadoras. O objetivo deste trabalho é verificar se existe uma trajetória de crescimento para esse tipo de clientela, e se ela é diferenciada em relação ao gênero. Para isto, estimam-se equações de crescimento para os microempreendimentos dos clientes do Programa Crediamigo para o período de 2005 a 2009. Utilizam-se modelos lineares de efeitos mistos, como proposto por Rabe-Hesketh e Skrondal (2012). Os resultados mostram que existe uma trajetória de crescimento, mas com retornos decrescentes. Adicionalmente, as taxas médias de retorno são um pouco maiores para os homens; porém as mulheres possuem menores riscos em suas trajetórias.<hr/>Abstract Microcredit programs have been expanding in many countries as an alternative to productive insertion of low-income microentrepreneurs. In most cases, programs have a bias in the allocation of loans for women, assuming a greater commitment to these payments, from your best position in the family and society. The objective of this work is to verify whether there is a path of growth for this type of client, and if it is differentiated by gender. In this way, it estimates growth equations for microenterprises of the Crediamigo Program for the period of 2005 to 2009. The equations are estimated by linear mixed effect models, as proposed by Rabe-Hesketh and Skrondal (2012). The results show that there is a growth path, but with diminishing returns. Additionally, average return rates are higher for men; but women have lower risk in their trajectories.