Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120170001&lang=pt vol. 47 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Heterogeneity of demand and product innovation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This paper discusses the relationship between heterogeneity of demand regarding choice procedures and product innovation. We propose an evolutionary model showing how consumers with imperfect information chose and select differentiated goods. The model shows the role of information and choice procedures and its relation with the innovative process. The price plays an important role, but the quality of information, error tolerance and criteria for preference ordering are important determinants of the performance of firms in an industry with product innovation.<hr/>Resumo Este paper discute o relacionamento entre a heterogeneidade da demanda em relação a critérios de escolha e à inovaçao de produto. É proposto um modelo evolucionário que apresenta como consumidores com informação imperfeita escolhem e selecionam bens diferenciados. O modelo conecta a informação e os critérios de escolha e sua relação com o processo inovativo das empresas. Como resultados, pode-se verificar que o preço apresenta uma importante função, mas a qualidade da informação, os erros de tolerância dos agentes e critérios para ordenação de preferência são importantes determinantes do desempenho das firmas em uma indústria com inovação de produtos. <![CDATA[Nairu, Inflação e Curva de Phillips no Brasil: novas evidências a partir de um modelo tempo-variante]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100039&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo do presente trabalho é estimar a NAIRU (Non-Accelerating Inflation Rate of Unemployment) para o Brasil, utilizando um modelo bivariado de componentes não observados conforme proposto por Chan, Koop e Potter (2015), que difere da literatura existente por considerar passeios aleatórios restritos para as variáveis não observadas. As variáveis latentes do modelo são a NAIRU, tendência inflacionária, persistência da inflação e inclinação da Curva de Phillips. Os resultados obtidos apontam para uma tendência de queda da NAIRU, que tem sido revertida no período recente. Além disso, o hiato do desemprego foi predominantemente positivo até 2010, fato consistente com a diminuição da inflação e tem sido predominantemente negativo no período recente, o que implica em aumento da inflação. Tal comportamento é consistente com a trajetória observada da inflação no período. Dessa forma, o presente trabalho contribui com a literatura empírica a respeito da NAIRU no Brasil, fornecendo novas estimativas para o período recente. Dada a natureza não observável dessa variável, o aumento da literatura pode aumentar o grau de confiabilidade dessas estimativas.<hr/>Abstract This paper aims to estimate the Brazilian NAIRU (Non-Accelerating Inflation Rate of Unemployment) using a bivariate unobserved components model for inflation and unemployment as proposed by Chan, Koop and Potter (2015). This model differs from the existing literature by considering bounded random walks for the latent variables. The latent variables of model are NAIRU, trend inflation, inflation persistence and the slope of the Phillips Curve. The results indicate a declining trend for the NAIRU, which has been reversed in recent period. In addition, the unemployment gap was predominantly positive until 2010, which is consistent with the decrease in inflation and has been predominantly negative in recent years, wich implies increasing inflation. This is consistent with the observed behavior of inflation in the period. Thus, this paper contributes to the empirical literature about the NAIRU in Brazil, providing new estimates for the recent period, wich could increase the degree of confidence of the estimates provided. <![CDATA[O efeito da interação social entre os jovens nas decisões de consumo de álcool, cigarros e outras drogas ilícitas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100065&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este estudo analisou a influência do efeito das interações sociais dos jovens nas escolas, pública e privada, sobre as decisões de consumo de drogas ilícitas, álcool ou cigarro. Para isso, foram estimadas equações de comportamento individual com instrumentos para as interações sociais e dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar de 2012. Os resultados indicaram que o efeito destas interações nas decisões de consumo de substâncias ilícitas são maiores em comparação à influência das características das famílias. Por exemplo, transferir um jovem de escola pública, onde 80% dos alunos fumam, para uma escola onde esta taxa é de 50%, compensaria completamente o maior risco de o jovem fumar associado ao fato de um dos pais fumar. Além disso, os resultados apontaram que o envolvimento dos pais com as atividades dos filhos pode ser mais importante para inibir o consumo de drogas, álcool e cigarros do que a escolaridade dos pais e o nível de vida da família.<hr/>Abstract This study analyzed the influence of the social interactions effect of young people in schools, public and private, on the consumption decisions of illicit drugs, alcohol or cigarettes. For this, individual behavior equations were estimated with instruments for social interactions and data from the National School of Health, 2012. The results indicated that the effect of these interactions on consumption decisions of illicit substances are higher compared to the influence of characteristics families. For example, moving a young in a public school where 80% of students smoke to a school where this rate is 50% would completely offset the higher risk of youth smoking associated with the fact of a parent smoking. In addition, the results showed that parental involvement with the activities of the children may be more important to inhibit the consumption of drugs, alcohol and cigarettes than parents’ education and family living standards. <![CDATA[Post-2008 Brazilian fiscal policy: an interpretation through the analysis of fiscal multipliers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100093&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The global crisis that erupted in 2007 led many countries to embark on countercyclical fiscal policies as a way to cushion the blow of a depressed aggregate demand. Advocates of discretionary measures emphasize that fiscal policy can indeed stimulate the economy. The main goal of this work is to assess whether the fiscal policies pursued by the Brazilian government in the aftermath of the 2008 crisis, succeeded in bringing the economy back on track in a sustainable fashion. To this end, the fiscal multipliers of five different shocks are studied in a small open-economy New Keynesian framework. Our results point to the government spending and public investment as the most effective fiscal tools for combating the crisis. However, the highest fiscal multiplier turned out to be the one associated with excise tax reductions.<hr/>Resumo A crise global que surgiu in 2007 levou a muitos países a embarcarem em políticas fiscais anticíclicas como forma de amortecer o impacto de uma demanda agregada em queda. Os defensores de medidas discricionárias enfatizam que a política fiscal pode de fato estimular a economia. O principal objetivo deste trabalho é avaliar se as políticas fiscais desenvolvidas pelo governo brasileiro na sequência da crise de 2008 tiveram sucesso em por a economia no caminho da recuperação de uma maneira sustentável. Para fazer isso, estudam-se os multiplicadores fiscais de cinco choques diferentes através de um modelo Novo-Keynesiano de uma pequena economia aberta. Nossos resultados apontam para o gasto público e o investimento público como os instrumentos fiscais mais efetivos no combate à crise. Porém, o multiplicador fiscal mais alto resultou ser o associado às reduções no imposto sobre o consumo. <![CDATA[Avaliação sistêmica do setor industrial brasileiro: 1995-2009]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100125&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O presente artigo busca avaliar o setor industrial sob uma ótica distinta da que tem sido utilizada quando se trata de industrialização/desindustrialização. O objetivo é analisar o caráter sistêmico do setor industrial a partir do método de insumo-produto, por meio de indicadores de intensidade direta e intensidade direta mais indireta da indústria. Por esta medida, é possível deixar mais clara a contribuição do artigo, ou seja, fornecer uma medida de integração produtiva do setor industrial com os demais setores, de modo a verificar se a indústria tem ganhado importância relativa como setor articulador das atividades produtivas.<hr/>Abstract This article aims to evaluate the industrial sector in a different perspective from the common view used when we analyze industrialization/deindustrialization. The goal is to analyze the systemic character of the industrial sector from the input-output method using indicators of direct intensity and indirect plus direct intensity of industry. By this measure, you can make clearer the article contribution, ie, provide a productive integration measure in the industrial sector with other sectors in order to check whether the industry has gained importance as a articulator sector of productive activities. <![CDATA[O efeito das exportações no crescimento econômico das microrregiões brasileiras: uma análise espacial com dados em painel]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100153&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo do presente trabalho é analisar empiricamente os efeitos das exportações sobre o crescimento econômico das microrregiões brasileiras durante o período de 2000-2010, à luz do modelo de Feder (1982). Conforme o referido modelo, as exportações aumentam o crescimento econômico por meio do diferencial de produtividade existente entre o setor exportador e não exportador, bem como pela externalidade positiva gerada pelo setor exportador sobre o setor não exportador. Estimando o modelo empírico pela técnica de painel de dados espacial, com efeito fixo, as duas hipóteses centrais do modelo de Feder (1982) foram corroboradas, evidenciando-se que as exportações têm efeitos indiretos sobre o crescimento econômico das microrregiões brasileiras.<hr/>Abstract The aim of this study is to analyze the effects of exports on the economic growth of Brazilian micro-regions, during the period 2000-2010, in the light of Feder model (1982). According to Feder model, exports increases economic growth because of productivity difference existing between the export sector and the non-exporter sector and because of the positive externality generated by the export sector on the non-export sector. Estimating the empirical model by the technique of spatial panel data, with fixed effect, the assumptions of the Feder model were confirmed, showing that exports have indirect effects on economic growth of the Brazilians micro-regions. <![CDATA[Estratégia ótima para declarar perdas no mercado de seguros de automóveis]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100185&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Ao analisar uma extensa base de dados sobre o mercado brasileiro de seguros de automóveis, encontramos um fato estilizado: a frequência de sinistros declarados é maior nos primeiros meses de vigência contratual. Para explicá-lo, propomos uma versão modicada do modelo de Venezia e Levy (1980), na qual demonstramos que a pseudofranquia é menor no início do contrato. A pseudofranquia é um valor não observável, superior à franquia estipulada em contrato, até o qual o segurado tem incentivo a não declarar suas perdas. Dado que a pseudofranquia é menor no início do contrato, o modelo prevê que haverá uma frequência maior de perdas (de menor valor) sendo declaradas neste período. Para testar esta previsão, regredimos o logaritmo das indenizações contra dummies de tempo, e obtivemos que no primeiro trimestre de vigência o valor médio das perdas declaradas é aproximadamente 2,21% menor em relação ao segundo trimestre. Esta informação pode ser utilizada pelas seguradoras para ajustar o valor das franquias nos primeiros meses dos contratos a fim de reduzir suas taxas de sinistralidade.<hr/>Abstract Upon analyzing an extensive database on the Brazilian auto insurance market, we found a stylized fact: the frequency of claims is higher in the first months of the contract. In order to explain this fact, we propose a modified version of Venezia and Levy (1980) model, in which we show that pseudodeductible is lower at the beginning of the contract. The pseudodeductible is an unobservable threshold, higher than the deductible stipulated in the contract, below which the insuree has an incentive not to claim his losses. Given that the pseudodeductible is smaller at the beginning of the contract, the model predicts that there will be a higher frequency of losses (of lower value) being claimed in this period. In order to test this prediction, we regressed the logarithm of indemnities against dummies that indicate the time of the contract, and we found that in the first trimester of the contract the average value of claimed losses is approximately 2.21% lower than the second trimester. This information can be used by insurers to adjust deductibles in the first months of contracts in order to reduce their claim rates. <![CDATA[Minimum comparable areas for the period 1872-2010: an aggregation of Brazilian municipalities]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100215&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Since the imperial era, the number of municipalities in Brazil has risen continually and substantially. These changes in the delineation of spatial units pose a difficulty for any research that intends to use regional data from different years. The present paper develops a routine for the generation of time-consistent 'Minimum Comparable Areas' (AMC) for any arbitrary sub-period between two census years in the range between the first and last demographic census 1872-2010. It relies on recently compiled material by the Brazilian Institute for Geography and Statistics (IBGE). The corresponding Stata code is provided in the Appendix of the paper. Thus, the developed AMCs are immediately accessible and enable long-term panel studies with regional data.<hr/>Resumo Desde a era imperial, o número de municípios no Brasil tem aumentado contínua e substancialmente. Essas mudanças na delimitação das unidades espaciais representam uma dificuldade para qualquer pesquisa que pretenda utilizar dados regionais de diferentes anos. O presente artigo desenvolve uma rotina para a geração de "Áreas Mínimas Comparáveis" (AMC) consistentes em tempo para qualquer subperíodo arbitrário entre dois anos de censo na faixa entre o primeiro e o último censo demográfico 1872-2010. Baseia-se em material compilado recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O código correspondente em Stata é fornecido no Apêndice do artigo. Assim, os AMCs desenvolvidos são imediatamente acessíveis e permitem estudos de painel de longo prazo com dados regionais.