Scielo RSS <![CDATA[Estudos Econômicos (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-416120190001&lang=pt vol. 49 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[A Time-Varying Fiscal Reaction Function for Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This paper evaluates the sustainability of public debt in Brazil using monthly data from January 2003 to June 2016, based on the estimation of fiscal reaction functions with time-varying coefficients. Three estimation methods are considered: Kalman filter, penalized spline smoothing and time-varying cointegration. Besides indicating that the reaction of the primary deficit to variations in the debt/GDP ratio declined over most of the analyzed period, all these methods lead to the conclusion that the Brazilian public debt, given the parameters then in force, reached an unsustainable trajectory in the last years of the sample.<hr/>Resumo Este artigo avalia a sustentabilidade da dívida pública brasileira usando dados mensais de janeiro de 2003 a junho de 2016 com base na estimação de funções de reação fiscal cujos coeficientes variam ao longo do tempo. Consideramos três métodos de estimação: filtro de Kalman, suavização por spline penalizado e cointegração variante no tempo. Além de indicar uma redução da variação do déficit primário em resposta a variações da razão dívida/PIB ao longo da maior parte do período analisado, todos esses métodos levam à conclusão de que a dívida pública brasileira, dados os parâmetros então vigentes, atingiu uma trajetória insustentável nos últimos anos da amostra. <![CDATA[Deficiência, Emprego e Salário no Mercado de Trabalho Brasileiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100039&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este estudo pretende analisar o efeito da deficiência no emprego e no salário por hora de trabalho no Brasil. A amostra é da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, e foram considerados três grupos: não deficientes, deficientes com limitações das atividades e deficientes sem tais limitações. Utilizou-se como estratégia metodológica a decomposição das diferenças de remuneração entre os grupos nos quantis da distribuição de salários. Os resultados indicaram uma vantagem salarial dos não deficientes e dos deficientes sem limitações em relação aos deficientes com limitações das atividades nos quantis 50° e 90°, que se deve, principalmente, às diferenças nas características observáveis dos indivíduos. Os deficientes sem limitações apresentaram uma vantagem salarial em relação aos não deficientes no quantil 90°. Esse resultado pode ser uma evidência de que os empregadores optam por contratar deficientes sem limitações para cargos de maior remuneração e, assim, cumprem as determinações da política de cotas para pessoas com deficiência, sem que sejam necessários ajustes significativos na infraestrutura ou nas rotinas de trabalho.<hr/>Abstract This study aims to analyze the effect of disability on employment and hourly wages in Brazil. The sample is from the National Health Survey of 2013 and were considered three groups, non-disabled, disabled with activities limitations and disabled without such limitations. The methodological strategy used was the wage gap decomposition between the groups in the quantiles of the wages distribution. The results indicated a wage advantage of the non-disabled and non-limiting disabled people in relation to the disabled with activities limitations in the 50th and 90th quantiles, which is mainly due to the differences in the observable characteristics of the individuals. The non-limiting disabled had a wage advantage over the non-disabled in the 90th quantil. This result may be an evidence that employers choose to hire disabled people without limitation to higher-paying positions and thus comply the determinations of the quota policy for disabled people without significant adjustments in infrastructure or labor routines. <![CDATA[Modelagem do uso da Terra e Efeitos de Mudanças na Produtividade Agrícola entre 2008 e 2015]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100065&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O artigo apresenta os resultados dos efeitos sistêmicos da mudança no padrão da produtividade agrícola entre 2008 e 2015. Para isso foi utilizado um modelo de equilíbrio geral computável (EGC) com especificação detalhada do uso da terra. Tal análise representa avanços no sentido de contribuir tanto para a modelagem econômica com uso da terra quanto na investigação dos impactos econômicos sistêmicos da mudança no padrão espacial da produtividade agrícola no Brasil. Os resultados indicaram que essa mudança teve efeitos positivos sobre o PIB real nacional e da maioria dos estados, contribuindo também para a redução das disparidades regionais.<hr/>Abstract The article presents the results of the systemic effects of the change in the pattern of agricultural productivity between 2008 and 2015. A computable general equilibrium model (CGE) was used with detailed specification of land use. This analysis represents advances to contribute to both the economic modeling of land use and the investigation of systemic economic impacts of changes in the spatial pattern of agricultural productivity in Brazil. The results indicate that this change had a positive effect on the national real GDP and GRP of most states; it also contributed to reducing regional disparities in the country. <![CDATA[Empirical Evidence on the Relation between Fiscal Credibility and Central Bank Credibility: The Brazilian case]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100105&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Since the early 1990s, several countries have adopted inflation targeting (IT). However, IT may not be sufficient to ensure fiscal discipline, and governments can still pursue irresponsible fiscal policies under IT. The adoption of irresponsible policies, which lead to a weak fiscal credibility, could undermine the credibility of the central bank. In the present study, we investigate whether a correlation between fiscal credibility and central bank credibility exists. The study contributes to the literature since it presents evidence on the relation between fiscal credibility and central bank credibility. The empirical analysis uses different econometric techniques (OLS, GMM and TOBIT). The findings suggest a positive relation between fiscal credibility and central bank credibility<hr/>Resumo A partir da década de 1990, vários países adotaram o regime de metas de inflação (RMI). Entretanto, o RMI pode não ser garantia suficiente para a disciplina fiscal, e governos podem continuar adotando políticas fiscais irresponsáveis. A adoção de políticas irresponsáveis, as quais levam à uma fraca credibilidade fiscal, enfraquece a credibilidade do banco central. No presente estudo, investigamos se existe uma correlação entre a credibilidade fiscal e a credibilidade do banco central. O trabalho contribui com a literatura uma vez que apresenta evidências empíricas acerca da relação entre credibilidade fiscal e credibilidade do banco central. A análise empírica emprega diferentes métodos econométricos (OLS, GMM e TOBIT). Os resultados sugerem uma relação positiva entre a credibilidade fiscal a credibilidade do banco central. <![CDATA[A Teoria Protoindustrial: origem, desenvolvimento e atualidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100131&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Antes da Revolução Industrial propriamente dita, a indústria estava em expansão na Europa tanto em produto total como em mão de obra ocupada. Essa expansão ocorreu sob um regime produtivo bastante diferente do que viria a caracterizar a Revolução Industrial. Franklin Mendels batizou esse regime de protoindústria e defendeu que seu desenvolvimento foi um catalisador para a industrialização moderna posterior. Mendels criou assim uma linha de pesquisa que foi desenvolvida e criticada por diversos autores. Este trabalho retoma a teoria protoindustrial e seus principais desenvolvimentos assim como reavalia suas críticas e seu poder heurístico atual.<hr/>Abstract Before the Industrial Revolution itself, the industry was expanding in Europe both in total product as occupied labor. This expansion took place under a very different production regime that would characterize the Industrial Revolution. Franklin Mendels called this regime as proto-industry and argued that its development was a catalyst for the subsequent modern industrialization. Mendels thus created a line of research that has been developed and criticized by several authors. This work resumes protoindustrial theory and its major developments as well as reevaluates its criticism and its current heuristic power. <![CDATA[A "Primeira Versão" da Teoria da Crise de Marx: a queda da massa de mais-valia social e o limite interno absoluto do capital]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612019000100163&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Marx's theory of crisis is usually associated with the law of the tendential fall in the rate of profit presented in volume three of Capital. According to Marx, the rising organic composition of capital - the fact that variable capital grows in absolute terms, but falls relatively because of the faster growth of constant capital - results in the fall of the general rate of profit, which undermines the reproduction of capital. In this article I will argue that: i) there is a "first version" of Marx's theory of crisis, outlined especially in the Grundrisse, which ascribes the secular crisis of the capitalist economy to the absolute decline of living labour and, therefore, to the falling mass of socially produced surplus-value; ii) only this "first version" of the theory of crisis allows the absolute internal limit of capital to be deduced consistently.<hr/>Resumo A teoria da crise de Marx é normalmente associada à lei da queda tendencial da taxa de lucro exposta no Livro Terceiro de O Capital. Segundo Marx, a subida da composição orgânica do capital - o fato de o capital variável crescer em termos absolutos, mas decrescer em termos relativos devido à subida mais rápida do capital constante - origina uma queda da taxa geral de lucro que coloca em xeque a reprodução do capital. Neste artigo será defendido que: i) existe uma "primeira versão" da teoria da crise Marxiana, esboçada sobretudo nos Grundrisse, que atribui a crise secular da economia capitalista à eliminação absoluta do trabalho vivo e, portanto, à queda da massa de mais-valia produzida socialmente; ii) apenas esta "primeira versão" da teoria da crise permite deduzir o limite interno absoluto do capital de forma consistente.